ROTEIRO ORIENTATIVO PRÊMIO ANTP - ABRATI - EDIÇÃO 2016

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "ROTEIRO ORIENTATIVO PRÊMIO ANTP - ABRATI - EDIÇÃO 2016"

Transcrição

1 ROTEIRO ORIENTATIVO PRÊMIO ANTP - ABRATI - EDIÇÃO 2016 "BOAS PRÁTICAS DO TRANSPORTE TERRESTRE DE PASSAGEIROS OBJETIVO Esse documento pretende apresentar um roteiro de orientação às empresas que pretendem candidatar ao Prêmio ANTP-ABRATI de Boas Práticas do Transporte Terrestre de Passageiros, edição Na medida do possível, as informações devem ser apresentadas seguindo a ordem do roteiro sugerido, a fim de facilitar o trabalho da banca examinadora. Os critérios de julgamento a serem levados em consideração são: a contextualização da experiência (objetivo, desafio, desenvolvimento e solução), formas de pesquisa e levantamento de informação para desenvolvimento da experiência, pertinência da solução dada considerando os objetivos fixados, documentos respaldando as declarações relativas aos resultados obtidos. CATEGORIA ÚNICA - INOVAÇÃO E TECNOLOGIA CONCEITUAÇÃO Deverá ser descrita a ação de melhoria que trouxe uma mudança positiva de comportamento na empresa, podendo ser direcionada aos clientes internos e externos ou mesmo para os processos internos da empresa. A INOVAÇÃO não está somente associada à velocidade requerida em ambiente altamente competitivo. Ela deve estar presente em soluções simples ou complexas, sistêmicas ou não, advindas de simples observações ou complexas análises. A INOVAÇÃO não deve estar restrita as áreas de pesquisa e desenvolvimento, mas deve abranger todos os aspectos dos processos e do negócio. Cultivar essa maneira de pensar deve ser uma filosofia da organização. Nesse aspecto, o papel da direção é fundamental para manter um ambiente propício à criatividade, gerar ideias e implantar novas soluções encontradas.

2 INOVAÇÃO pode ser considerada como uma novidade ou uma renovação de uma ideia, método, processo ou ação criada e que pouco se parecia com os padrões anteriores. Pode ter envolvido atividades técnicas, de concepção, de desenvolvimento, de gestão e que resultou na melhoria dos processos. Também pode ser uma ação que resultou em fazer mais com menos recursos, por permitir ganhos de eficiência em processos produtivos, administrativos ou financeiros, que gerou aumento de competitividade. A Boa Prática de inovação pode ter foco no processo na prestação do serviço destinado ao cliente; ou na inovação organizacional, com a implantação de novos métodos organizacionais na prática do negócio, organização do trabalho e/ou relações externas. Não é apenas fazer coisas diferentes, mas, também, fazer as mesmas coisas de formas diferentes, criando, como refere Drucker (2002, p. 211), novos potenciais de satisfação. A Inovação não está associada somente a velocidade requerida em ambientes altamente competitivos. Para estar na vanguarda de sua área de atuação, a organização precisa gerar ideias originais e incorpora-las continuamente a seus processos e produtos. MODELO DE RELATÓRIO 1- INTRODUÇÃO PERFIL DA EMPRESA - Descrever as principais áreas em que opera (cidades, regiões etc.) - Informar o porte da empresa (por exemplo: frota, n.º de passageiros transportados, etc.) - Apresentar breve histórico da empresa (quando foi criada, outros negócios, etc.) INDICAÇÃO DA EQUIPE (*) - Informar o responsável pela boa prática nome e função - Indicar a equipe envolvida na boa prática (se for cabível) nome e área de atuação (*) Será emitido certificado de participação em nome das empresas inscritas constando a relação dos nomes dos participantes indicados no relatório.

3 2-APRESENTAÇÃO Descrever a boa prática e informar a área de implantação e abrangência dentro e fora da empresa. Como a boa prática está sendo executada dentro da empresa? Ela está inserida em algum programa da empresa? Existem outras ações incorporadas neste programa e que tem interfaces com a boa prática apresentada? Caso a boa prática esteja inserida em um programa, descrever o programa de forma sucinta, bem como as demais ações e ou projetos de interface. 3- OBJETIVOS Apresentar uma descrição da experiência desde a sua concepção e solução, com seus respectivos objetivos, desafios, metas projetadas e público alvo. Como se deu a contextualização da experiência de modo a incorporá-la a seus clientes internos ou externos e a seus processos? Quais os desafios na criação e implantação? Descrever de forma clara, como se chegou ao objetivo, gerenciamento do risco, desenvolvimento da prática e ao atingimento da solução? Em que cenário a Boa Prática foi criada? Qual a pertinência? Apontar se a inovação aconteceu pela ocorrência conjunta ou isolada de situações: se em consequência de fatos inesperados; por incongruências; por necessidade; por mudanças no mercado; mudanças demográficas; mudanças de percepção; novos conhecimentos; imposições legais ou regulamentares; entre outras. 4- METODOLOGIA Apresentar um relato da experiência quanto ao seu desenvolvimento, com as etapas ou atividades envolvidas, os recursos tecnológicos, de planejamento e gestão, porventura utilizados. Foram utilizadas formas de pesquisa e levantamento de informação para o desenvolvimento da experiência?

4 Como foram tratadas as questões relativas às formas de pesquisa e levantamento de informações para o desenvolvimento da prática? Relatar e destacar como a Empresa trabalha com pesquisas de inovação e desenvolvimento da tecnologia descriminando se existe comitê setorial específico banco de ideias, ou se é de forma aleatória, ficando a critério dos colaboradores o fomento e a propagação das ideias. Informar se a ideia é original em sua organização ou se ela foi vista em outra empresa e trabalhada e aprimorada internamente. Relatar se a prática foi trabalhada somente em uma área ou se houve uma participação multi setorial ou de parceiros, apresentando a identificação dos segmentos da(s) empresa(s) envolvida(s), e os impacto sobre as práticas da(s) empresa(s). Dizer ainda se os resultados afetam somente uma área ou a toda a empresa. 5- COMUNICAÇÃO Descrever a estratégia de comunicação e divulgação adotadas, os recursos de mídia e de promoção utilizados, de que forma a experiência foi divulgada na empresa, se desde o inicio do trabalho. Como a pertinência da prática e da solução é apresentada a todas as partes interessadas? Ela considerou e está relacionada com o planejamento da Empresa? A prática é reativa ou pró ativa em relação às metas e objetivos da organização? A Empresa já buscava uma solução para um determinado problema e assim foi trabalhado ou se era para buscar a melhoria contínua em determinado processo envolvendo clientes internos ou externos? 6- RESULTADOS Apresentar a avaliação da experiência considerando: resultados obtidos, indicativos do grau de satisfação do público alvo, dos participantes e da comunidade; indicativo do grau de satisfação dos acionistas e impactos sobre o posicionamento da empresa no mercado. Como os resultados alcançados são obtidos, trabalhados e divulgados? Como os resultados são divulgados na empresa de modo a abranger todas as partes interessadas?

5 Como os resultados são analisados? Como são analisados quando estão de acordo com as metas e objetivos estabelecidos no planejamento estratégico traçado pela empresa? Quais ações são tomadas quando da análise dos resultados obtidos tanto no caso de atingimento e superação das metas, bem como do contrário? Como se dá o processo de melhoria contínua, após a implantação da prática e dos resultados obtidos? Apresentar documentos ou números respaldando as declarações relativas aos resultados obtidos. 7- ANEXOS Poderão ser adicionados anexos de fotos, filmes, imagens, documentos entre outros.

PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO ESCOLAR

PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO ESCOLAR PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO ESCOLAR Previsão de Ingresso: primeiro semestre de 2016 ESPM Unidade Sul Rua Guilherme Schell, 350 Santo Antônio Porto Alegre/RS. Informações: Educação Executiva: (51) 3218-1380

Leia mais

TERMO DE ABERTURA DE PROJETO

TERMO DE ABERTURA DE PROJETO 1 Nome do Projeto 2 Código SISTEMA DE EXCELÊNCIA EM GESTÃO SEG CD 0151 3 Coordenador(a) 4 Tipo de Projeto Eng. Mec. Vinício Duarte Ferreira ESTRATÉGICO 5 Gestor(a) 6 Programa Eng. Agr. Carlos Alonso Alencar

Leia mais

Prêmio Nacional de Inovação. Caderno de Avaliação. Categoria. Gestão da Inovação

Prêmio Nacional de Inovação. Caderno de Avaliação. Categoria. Gestão da Inovação Prêmio Nacional de Inovação 2013 Caderno de Avaliação Categoria Gestão da Inovação Método: Esta dimensão visa facilitar o entendimento de como podem ser utilizados sistemas, métodos e ferramentas voltados

Leia mais

Organização da Disciplina. Auditoria em Recursos Humanos. Aula 1. Contextualização

Organização da Disciplina. Auditoria em Recursos Humanos. Aula 1. Contextualização Auditoria em Recursos Humanos Aula 1 Prof. Me. Elizabeth Franco Organização da Disciplina Aula 01 A administração de recursos humanos área em desenvolvimento Aula 02 A origem e a evolução da auditoria

Leia mais

PLANO DE TRABALHO

PLANO DE TRABALHO 1 REITORIA PLANO DE TRABALHO Ouvidoria Institucional Apresentação Análise Estratégica Mapeamento Estratégico 2015-2016 São Luís MA Fevereiro 2015 2 Apresentação Neste Plano de Trabalho, estão presentes

Leia mais

PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO DE RECURSOS HUMANOS

PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO DE RECURSOS HUMANOS PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO DE RECURSOS HUMANOS CONCEITO DE PLANEJAMENTO Na visão de vários autores, o planejamento pode ser conceituado como um processo, considerando os seguintes aspectos: assunto abordado;

Leia mais

REGULAMENTO DO V PRÊMIO BUMERANGUE DE TREINAMENTO E DESENVOLVIMENTO, RECRUTAMENTO E SELEÇÃO

REGULAMENTO DO V PRÊMIO BUMERANGUE DE TREINAMENTO E DESENVOLVIMENTO, RECRUTAMENTO E SELEÇÃO REGULAMENTO DO V PRÊMIO BUMERANGUE DE TREINAMENTO E DESENVOLVIMENTO, RECRUTAMENTO E SELEÇÃO 1º.DO OBJETIVO: O PRÊMIO BUMERANGUE DE TREINAMENTO E DESENVOLVIMENTO, RECRUTAMENTO E SELEÇÃO ( Prêmio ) consiste

Leia mais

Acelere o seu negócio: Inove! Criatividade e inovação para Serviços Automotivos

Acelere o seu negócio: Inove! Criatividade e inovação para Serviços Automotivos Acelere o seu negócio: Inove! Criatividade e inovação para Serviços Automotivos INOVAÇÃO E TECNOLOGIA PARA AUMENTAR O CRESCIMENTO DA SUA EMPRESA Criatividade e inovação são essenciais para aumentar a competitividade

Leia mais

GESTÃO DO CAPITAL INTELECTUAL

GESTÃO DO CAPITAL INTELECTUAL GESTÃO DO CAPITAL INTELECTUAL CAPITAL INTELECTUAL Valor agregado aos produtos da organização por meio de informação e conhecimento. Composto: Habilidades e conhecimentos das pessoas Tecnologia Processos

Leia mais

GESTÃO DE EXCELÊNCIA CONTEXTO SOCIAL, TECNOLÓGICO E ECONÔMICO CONTEXTO SOCIAL, TECNOLÓGICO E ECONÔMICO

GESTÃO DE EXCELÊNCIA CONTEXTO SOCIAL, TECNOLÓGICO E ECONÔMICO CONTEXTO SOCIAL, TECNOLÓGICO E ECONÔMICO VANTAGEM COMPETITIVA SUSTENTÁVEL PROF. ME. CARLOS WILLIAM DE CARVALHO UEG / UNUCSEH / ADMINISTRAÇÃO / CONSULTORIA ORGANIZACIONAL CONTEXTO SOCIAL, TECNOLÓGICO E ECONÔMICO Turbulência: o ambiente que as

Leia mais

PLANO DE TRABALHO OFICINA PARA ELABORAÇÃO DE PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO PARA EMPRESAS

PLANO DE TRABALHO OFICINA PARA ELABORAÇÃO DE PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO PARA EMPRESAS PLANO DE TRABALHO OFICINA PARA ELABORAÇÃO DE PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO PARA EMPRESAS 1 ÁREA DE CREDENCIAMENTO/SUBÁREA Área Planejamento Empresarial; Subáreas Planejamento Estratégico. 2 PROJETO/AÇÃO Linha

Leia mais

Por Carolina de Moura 1

Por Carolina de Moura 1 O desenvolvimento sistemático para a gestão de risco na empresa envolve um processo evolutivo. Nos últimos anos tenho testemunhado um forte interesse entre organizações, e as suas partes interessadas,

Leia mais

Escopo de trabalho para elaboração de material e treinamento junto as OSCs do município de Catalão - Goiás

Escopo de trabalho para elaboração de material e treinamento junto as OSCs do município de Catalão - Goiás Escopo de trabalho para elaboração de material e treinamento junto as OSCs do município de Catalão - Goiás 1. Antecedentes Global Communities está buscando empresas parceiras com experiência na elaboração

Leia mais

Gestão de Portfólio de Projetos de Inovação VERSÃO EXECUTIVA. José Renato Santiago

Gestão de Portfólio de Projetos de Inovação VERSÃO EXECUTIVA. José Renato Santiago Gestão de Portfólio de Projetos de Inovação VERSÃO EXECUTIVA José Renato Santiago Conceito de Inovação... Um deles É o meio através do qual um espírito empreendedor cria novos recursos de produção de riqueza

Leia mais

Modalidades do Prêmio. Regulamento. Participação

Modalidades do Prêmio. Regulamento. Participação Regulamento Participação Podem concorrer ao 10º Prêmio FIEB Desempenho Ambiental, empresas do setor industrial nas categorias MÉDIO E GRANDE PORTE e MICRO E PEQUENO PORTE (consultar classificação no site

Leia mais

ANEXO I MODELO DE PLANO DE NEGÓCIOS

ANEXO I MODELO DE PLANO DE NEGÓCIOS ANEXO I MODELO DE PLANO DE NEGÓCIOS 1. Resumo Executivo (Síntese das principais informações que constam em seu PN. É a principal seção do Plano de Negócios, pois através dele é que o leitor decidirá se

Leia mais

Prospecção Tecnológica. 30 de agosto de 2012.

Prospecção Tecnológica. 30 de agosto de 2012. Prospecção Tecnológica 30 de agosto de 2012. A ação será executada por: A Equipe O Projeto Prospecção Tecnológica Objetivo Possibilitar a implantação de novas tecnologias que permitam redução de custos,

Leia mais

Categoria: Inovação Tecnológica

Categoria: Inovação Tecnológica Prêmio Nacional de Inovação Edição 2014/2015 Anexo III Categoria: Inovação Tecnológica Prêmio Nacional de Inovação - Ciclo 2014/2015 Questões para a Autoavaliação na categoria Inovação Tecnológica Dimensão

Leia mais

Construindo a cultura da sustentabilidade

Construindo a cultura da sustentabilidade Construindo a cultura da sustentabilidade Fabio Pozza Superintendente de Desenvolvimento e Mercado Unimed Londrina Muito se discute a respeito do tema, mas em termos empresariais, o que é sustentabilidade?

Leia mais

APLICAÇÃO DO BPM PARA REESTRUTURAÇÃO DO PORTFÓLIO DE SERVIÇOS DA APEX-BRASIL

APLICAÇÃO DO BPM PARA REESTRUTURAÇÃO DO PORTFÓLIO DE SERVIÇOS DA APEX-BRASIL APLICAÇÃO DO BPM PARA REESTRUTURAÇÃO DO PORTFÓLIO DE SERVIÇOS DA APEX-BRASIL BPM Congress Brasília, 27 de novembro de 2012. Carlos Padilla, CBPP, Assessor da Gerência de Negócios. PANORAMA DA APEX-BRASIL

Leia mais

empreendedorismo UNIDADE iii- PROCESSO EMPREENDEDOR; AMBIENTES E CARACTERÍSTICAS DE NEGÓCIO.

empreendedorismo UNIDADE iii- PROCESSO EMPREENDEDOR; AMBIENTES E CARACTERÍSTICAS DE NEGÓCIO. empreendedorismo UNIDADE iii- PROCESSO EMPREENDEDOR; AMBIENTES E CARACTERÍSTICAS DE NEGÓCIO. PROCESSO EMPREENDEDOR SE DESENVOLVE AO LONGO DO TEMPO E SE MOVE POR MEIO DE FASES DISTINTAS, MAS INTIMAMENTE

Leia mais

Evento de Promoção da Cadeia Produtiva do Cacau e Chocolate desenvolvimento sustentável de valorização cultural da atividade cacaueira paraense

Evento de Promoção da Cadeia Produtiva do Cacau e Chocolate desenvolvimento sustentável de valorização cultural da atividade cacaueira paraense Evento de Promoção da Cadeia Produtiva do Cacau e Chocolate desenvolvimento sustentável de valorização cultural da atividade cacaueira paraense EVENTO de PROMOÇÃO Oportunizar negócios com o parque industrial

Leia mais

Sem fronteiras para o conhecimento. Pacote Formação Especialista em Lean Manufacturing

Sem fronteiras para o conhecimento. Pacote Formação Especialista em Lean Manufacturing 1 Sem fronteiras para o conhecimento Pacote Formação Especialista em Lean Manufacturing 2 Seja um Especialista Lean Manufacturing O pacote de Formação de Especialista em Lean Manufacturing une a filosofia

Leia mais

EDITAL EMPRESA BRASILEIRA DE PESQUISA AGROPECUÁRIA EMBRAPA MEIO AMBIENTE

EDITAL EMPRESA BRASILEIRA DE PESQUISA AGROPECUÁRIA EMBRAPA MEIO AMBIENTE EDITAL EMPRESA BRASILEIRA DE PESQUISA AGROPECUÁRIA EMBRAPA MEIO AMBIENTE Processo de Recrutamento e Avaliação de Candidatos ao Cargo de Chefe-Geral do Centro Nacional de Pesquisa de Monitoramento e Avaliação

Leia mais

POLÍTICAS DE RECURSOS HUMANOS CONHECENDO UM POUCO MAIS...

POLÍTICAS DE RECURSOS HUMANOS CONHECENDO UM POUCO MAIS... POLÍTICAS DE RECURSOS HUMANOS CONHECENDO UM POUCO MAIS... As avaliações e premiações são consideradas salários indiretos que tem como principal objetivo motivar, reter e consequentemente garantir bons

Leia mais

O ACORDO DE RESULTADOS E O PRÊMIO DE PRODUTIVIDADE EM MINAS GERAIS: FORTALECENDO O ALINHAMENTO ENTRE PESSOAS, ORGANIZAÇÕES E A ESTRATÉGIA

O ACORDO DE RESULTADOS E O PRÊMIO DE PRODUTIVIDADE EM MINAS GERAIS: FORTALECENDO O ALINHAMENTO ENTRE PESSOAS, ORGANIZAÇÕES E A ESTRATÉGIA O ACORDO DE RESULTADOS E O PRÊMIO DE PRODUTIVIDADE EM MINAS GERAIS: FORTALECENDO O ALINHAMENTO ENTRE PESSOAS, ORGANIZAÇÕES E A ESTRATÉGIA O que é o Acordo de Resultados Instrumento de pactuação de resultados

Leia mais

INSTALAÇÕES DA MTU. Área Total 9.000m ². Área construída 1.600m² = MEDIANEIRA TRANSPORTE Ijuí - RS

INSTALAÇÕES DA MTU. Área Total 9.000m ². Área construída 1.600m² = MEDIANEIRA TRANSPORTE Ijuí - RS INSTALAÇÕES DA MTU Área Total 9.000m ² Área construída 1.600m² = FROTA São 24 ônibus convencionais e 3 micro-ônibus Idade média da frota: 6,63 anos SERVIÇO PRESTADO Atende 12 linhas e 60 prolongamentos

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SERGIPE NÚCLEO DE EMPREENDEDORISMO

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SERGIPE NÚCLEO DE EMPREENDEDORISMO EDITAL Nº 01, 10 DE MARÇO DE 2017 SELEÇÃO PARA BOLSISTAS O Núcleo de Empreendedorismo da Universidade Federal de Sergipe EMPREENDER UFS, torna público a chamada para a seleção de alunos que desejam participar

Leia mais

REGULAMENTO 15º Prêmio Destaque em Comunicação - SINEPE/RS

REGULAMENTO 15º Prêmio Destaque em Comunicação - SINEPE/RS REGULAMENTO 15º Prêmio Destaque em Comunicação - SINEPE/RS I DA INSTITUIÇÃO DA PREMIAÇÃO II DAS CATEGORIAS III DAS INSCRIÇÕES IV DOS PROJETOS V DO JULGAMENTO VI DAS DATAS VII DA COORDENAÇÃO I DA INSTITUIÇÃO

Leia mais

introdução ao marketing - gestão do design

introdução ao marketing - gestão do design introdução ao marketing - gestão do design Universidade Presbiteriana Mackenzie curso desenho industrial 3 pp e pv profa. dra. teresa riccetti Fevereiro 2009 A gestão de design, o management design, é

Leia mais

Unidade I. Avaliação de Desempenho. Profª. Ana Paula de Andrade Trubbianelli

Unidade I. Avaliação de Desempenho. Profª. Ana Paula de Andrade Trubbianelli Unidade I Avaliação de Desempenho Profª. Ana Paula de Andrade Trubbianelli Avaliação / desempenho Avaliação: apreciação, análise Desempenho: possibilidade de atuação Conceituação de avaliação de desempenho

Leia mais

GUIA DESTAQUES DO ANO EM RH Categoria Projetos -

GUIA DESTAQUES DO ANO EM RH Categoria Projetos - GUIA DESTAQUES DO ANO EM RH 2017 - Categoria Projetos - A Associação Serrana de Recursos Humanos iniciou suas atividades na cidade de Caxias do Sul, em 29 de abril de 1988. A associação, que não tem fins

Leia mais

Governança, Riscos e Compliance

Governança, Riscos e Compliance Governança, Riscos e Compliance Novembro de 2014 GRC Nossa visão Práticas da organização em relação a: (i) supervisão, (ii) estratégia, (iii) gestão do risco; e (iv) cumprimento de leis e regulamentações,

Leia mais

REGULAMENTO TOP DE MARKETING E VENDAS ADVB/SC 2014

REGULAMENTO TOP DE MARKETING E VENDAS ADVB/SC 2014 REGULAMENTO TOP DE MARKETING E VENDAS ADVB/SC 2014 1. INTRODUÇÃO A ADVB/SC promove o Top de Marketing e Vendas ADVB/SC 2014. Nele, serão premiados os melhores cases de marketing e vendas do mercado catarinense.

Leia mais

Prêmio Valor Inovação Brasil 2017

Prêmio Valor Inovação Brasil 2017 Prêmio Valor Inovação Brasil 2017 Inovação Inovação é a geração e desenvolvimento estruturado, de maneira recorrente, de novas ideias que geram valor significativo para as empresas Critérios de participação

Leia mais

OBJETIVOS DESTE ENCONTRO

OBJETIVOS DESTE ENCONTRO FNQ Interpretação dos Critérios de Excelência PRÊMIO QUALIDADE AMAZONAS - 2010 OBJETIVOS DESTE ENCONTRO Apresentar e facilitar o entendimento dos Critérios da Modalidade Gestão. Entender como demonstrar

Leia mais

Planejamento Estratégico

Planejamento Estratégico Planejamento Estratégico Unidade 3: Formulação da estratégia e posicionamento 1 SEÇÃO 3.1 ESTRATÉGIAS GENÉRICAS 2 Relembrando - SWOT A análise do ambiente externo permite que a organização identifique

Leia mais

Programa Institucional de Bolsas de Iniciação em Desenvolvimento Tecnológico e Inovação PIBITI 2017/2018

Programa Institucional de Bolsas de Iniciação em Desenvolvimento Tecnológico e Inovação PIBITI 2017/2018 Programa Institucional de Bolsas de Iniciação em Desenvolvimento Tecnológico e Inovação PIBITI 2017/2018 Edital de nº 003/IC de 15 de março de 2017. A Pró-Reitoria de Pós-Graduação e Pesquisa (PROPESP)

Leia mais

Empresa vencedora do Prêmio MPE Brasil 2015

Empresa vencedora do Prêmio MPE Brasil 2015 >> Para que um(a) empresário(a) possa aprender com o exemplo de outras empresas, o importante não é saber onde a empresa de sucesso chegou, mas como ela chegou. E é essa a missão do estudo de caso: explicar

Leia mais

Para o turista chegar e querer voltar, o empresário tem que querer melhorar. MEDE - Turismo: inovação e competitividade com foco em resultados.

Para o turista chegar e querer voltar, o empresário tem que querer melhorar. MEDE - Turismo: inovação e competitividade com foco em resultados. Para o turista chegar e querer voltar, o empresário tem que querer melhorar. MEDE - Turismo: inovação e competitividade com foco em resultados. O MEDE é um plano de atendimento especializado do SEBRAE

Leia mais

Utilização de Critérios de Excelência como Referência no Desenvolvimento da Gestão de Águas do Paraíba

Utilização de Critérios de Excelência como Referência no Desenvolvimento da Gestão de Águas do Paraíba Utilização de Critérios de Excelência como Referência no Desenvolvimento da Gestão de Águas do Paraíba Viviane Lanunce Paes Supervisora da Gestão Integrada - CAP Carlos Eduardo Tavares de Castro Superintendente

Leia mais

BALANCED SCORECARD. Prof. Dr. Adilson de Oliveira Doutor em Engenharia de Computação Poli USP Mestre em Ciência da Informação PUCCAMP

BALANCED SCORECARD. Prof. Dr. Adilson de Oliveira Doutor em Engenharia de Computação Poli USP Mestre em Ciência da Informação PUCCAMP BALANCED SCORECARD Prof. Dr. Adilson de Oliveira Doutor em Engenharia de Computação Poli USP Mestre em Ciência da Informação PUCCAMP Gestão Estratégica e BSC Balanced Scoredcard GESTÃO ESTRATÉGICA GESTÃO

Leia mais

HUMANIZAÇÃO DA GESTÃO COM FOCO NA SUSTENTABILIDADE. Workshop Regional do PGQP Panambi/RS

HUMANIZAÇÃO DA GESTÃO COM FOCO NA SUSTENTABILIDADE. Workshop Regional do PGQP Panambi/RS HUMANIZAÇÃO DA GESTÃO COM FOCO NA SUSTENTABILIDADE Workshop Regional do PGQP Panambi/RS As pessoas fazem a diferença Os jovens acreditam na mudança primeiro... http://www.youtube.com/watch?v=e-kirnbkeim

Leia mais

Mudanças Climáticas, grave problema ambiental deste século, é o pano de fundo

Mudanças Climáticas, grave problema ambiental deste século, é o pano de fundo Estudos de Caso Introdução Mudanças Climáticas, grave problema ambiental deste século, é o pano de fundo deste estudo de caso. A Associação Brasileira de Normas Técnicas ABNT, junto com o Banco Interamericano

Leia mais

COMPETÊNCIAS ESSENCIAIS DA GESTÃO SECRETARIAL. Palestrante Márcia Siqueira

COMPETÊNCIAS ESSENCIAIS DA GESTÃO SECRETARIAL. Palestrante Márcia Siqueira COMPETÊNCIAS ESSENCIAIS DA GESTÃO SECRETARIAL Palestrante Márcia Siqueira Proposta 1. Refletir sobre as competências profissionais que contribuirão para solidificação da identidade, fortalecimento e continuidade

Leia mais

Políticas Públicas - Compras Governamentais e Incentivos a Inovação

Políticas Públicas - Compras Governamentais e Incentivos a Inovação Políticas Públicas - Compras Governamentais e Incentivos a Inovação Apresentação na ABINEE TEC 2011, São Paulo, 31 de março de 2011 ABDI ABDI A Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial foi instituída

Leia mais

PROJETO INOVA-UVV. PRÊMIO INOVAÇÃO ACADÊMICA DISCENTE - Dr. Aly da Silva. 2ª edição- 2017

PROJETO INOVA-UVV. PRÊMIO INOVAÇÃO ACADÊMICA DISCENTE - Dr. Aly da Silva. 2ª edição- 2017 1 PROJETO INOVA-UVV PRÊMIO INOVAÇÃO ACADÊMICA DISCENTE - Dr. Aly da Silva 2ª edição- 2017 REGULAMENTO: Art. 1º - DA APRESENTAÇÃO 1.1- O prêmio UVV de INOVAÇÃO ACADÊMICA DISCENTE é uma iniciativa da Reitoria

Leia mais

EXPERIÊNCIAS DE NORMALIZAÇÃO NA GESTÃO DA P&D&I

EXPERIÊNCIAS DE NORMALIZAÇÃO NA GESTÃO DA P&D&I XIII REPICT EXPERIÊNCIAS DE NORMALIZAÇÃO NA GESTÃO DA P&D&I Júlio C. Felix Gerente INTEC/TECPAR Coordenador ABNT CEE 130 02 de setembro de 2010 REPUTAÇÃO CORPORATIVA Sustentabilidade (Sistemas de Gestão

Leia mais

PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO DAS ORGANIZAÇÕES (ASPECTO AMBIENTAL)

PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO DAS ORGANIZAÇÕES (ASPECTO AMBIENTAL) PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO DAS ORGANIZAÇÕES (ASPECTO AMBIENTAL) EVOLUÇÃO DA ORGANIZAÇÃO ONTEM (MERCADO FECHADO E PROTEGIDO): CUSTOS + LUCRO = PREÇO DE VENDA A PROTEÇÃO AMBIENTAL é vista como um fator de

Leia mais

Anderson Barbosa / Eleni Gentil / Telefone: /3878

Anderson Barbosa / Eleni Gentil   / Telefone: /3878 P-34 Desenvolvimento da Liderança para a Cultura da Excelência ML - Sabesp Anderson Barbosa / Eleni Gentil E-mail: andersonab@sabesp.com.br / egentil@sabesp.com.br Telefone: 2681.3796 /3878 PERFIL ML Características

Leia mais

Wanessa Dose Bittar Formação Cursos Extras Experiências

Wanessa Dose Bittar Formação Cursos Extras Experiências Wanessa Dose Bittar Formação -Especializada em Engenharia de Produção ( UFJF) -Graduada em Educação Artística ( UFJF) -Técnica em Design ( CTU) Cursos Extras -Educação Empreendedora pelo Endeavor Brasil

Leia mais

AULA 2. Foi fundada em 1991 para promover a produtividade e a competitividade pela disseminação do Modelo de Excelência da Gestão (MEG)...

AULA 2. Foi fundada em 1991 para promover a produtividade e a competitividade pela disseminação do Modelo de Excelência da Gestão (MEG)... .: ADMINISTRAÇÃO DE SERVIÇOS DE INFORMAÇÃO ::.. Prof. Leonardo Guimarães Garcia AULA 2 1 Sobre a Fundação Nacional da Qualidade (FNQ) 2 O Modelo de Excelência da Gestão (MEG) 3 Os 8 Fundamentos da Gestão

Leia mais

Profª Mônica Suely G. de Araujo

Profª Mônica Suely G. de Araujo Profª Mônica Suely G. de Araujo Desempenho Características Confiabilidade Reputação 2 1 Durabilidade Utilidade Resposta Estética 3 Projeto Conformidade Capabi lidade Atendi mento ao Cliente Cultura da

Leia mais

LLM Marketing de serviços jurídicos

LLM Marketing de serviços jurídicos LLM Marketing de serviços jurídicos Planejamento estratégico + Posicionamento de Mercado Aula 02 Wolney Pereira Agenda 1) Projeto de marketing 2) Conceituação de estratégia 3) Processo de planejamento

Leia mais

ESTUDO EXPLORATÓRIO DO PERFIL DA ÁREA DE RECURSOS HUMANOS NA CIDADE DE JUIZ DE FORA - MG

ESTUDO EXPLORATÓRIO DO PERFIL DA ÁREA DE RECURSOS HUMANOS NA CIDADE DE JUIZ DE FORA - MG ESTUDO EXPLORATÓRIO DO PERFIL DA ÁREA DE RECURSOS HUMANOS NA CIDADE DE JUIZ DE FORA - MG 1 RESUMO Gestão de Pessoas é uma nova perspectiva para a área de Recursos Humanos (RH) que implica em assumir um

Leia mais

UNIVERSIDADE PAULISTA CURSOS SUPERIORES DE TECNOLOGIA. MANUAL ESPECÍFICO Projeto Integrado Multidisciplinar I PIM I

UNIVERSIDADE PAULISTA CURSOS SUPERIORES DE TECNOLOGIA. MANUAL ESPECÍFICO Projeto Integrado Multidisciplinar I PIM I UNIVERSIDADE PAULISTA CURSOS SUPERIORES DE TECNOLOGIA MANUAL ESPECÍFICO Projeto Integrado Multidisciplinar I PIM I Este manual atende todos os Cursos Superiores de Tecnologia: Gestão e Negócios São Paulo

Leia mais

Plataforma da Informação. Fundamentos da Excelência

Plataforma da Informação. Fundamentos da Excelência Plataforma da Informação Fundamentos da Excelência Modelo de Excelência em Gestão Fundamentos da Excelência O Modelo de Excelência em Gestão estimula e apoia as organizações no desenvolvimento e na evolução

Leia mais

Avaliação nas IES O papel estratégico das CPAs

Avaliação nas IES O papel estratégico das CPAs Avaliação nas IES O papel estratégico das CPAs Prof. Marcos Eduardo Casa (mecasa@ucs.br) Comissão Própria de Avaliação Universidade de Caxias do Sul Avaliação Institucional Avaliar Verificar se objetivos

Leia mais

VALORES Ética Parceria Inovação Excelência

VALORES Ética Parceria Inovação Excelência MISSÃO Incentivar e disseminar o uso de modelos sistêmicos para gerenciamento de processos e gestão organizacional, através da sensibilização, capacitação e reconhecendo os melhores desempenhos do Estado

Leia mais

GERENCIAMENTO DO RISCO OPERACIONAL

GERENCIAMENTO DO RISCO OPERACIONAL SUPERINTENDÊNCIA CORPORATIVA DE RISCOS - SURIC GERENCIAMENTO DO RISCO OPERACIONAL Posição abril/2017 13/04/2017 Gerenciamento do O Conglomerado Prudencial do BMG considera a gestão do risco operacional

Leia mais

III ENCONTRO ANUAL FÓRUM BRASILEIRO DE SEGURANÇA PÚBLICA

III ENCONTRO ANUAL FÓRUM BRASILEIRO DE SEGURANÇA PÚBLICA III ENCONTRO ANUAL FÓRUM BRASILEIRO DE SEGURANÇA PÚBLICA Proposta de Sistema de Indicadores de Desempenho de Segurança Pública Doriam Borges (Consultor da SENASP) Abril de 2009 A informação como instrumento

Leia mais

Regulamento do Prêmio IPL Retratos da Leitura 2ª edição I. Sobre a criação do Prêmio e suas finalidades

Regulamento do Prêmio IPL Retratos da Leitura 2ª edição I. Sobre a criação do Prêmio e suas finalidades Regulamento do Prêmio IPL Retratos da Leitura 2ª edição - 2017 O presente regulamento visa informar sobre as normas e os procedimentos para a adesão e a participação no Prêmio IPL Retratos da Leitura.

Leia mais

CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU ESPECIALIZAÇÃO MBA Executivo em Saúde

CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU ESPECIALIZAÇÃO MBA Executivo em Saúde CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU ESPECIALIZAÇÃO MBA Executivo em Saúde Coordenação Acadêmica: Prof. Jamil Moysés Filho, Msc. Código SIGA: TMBAES*06_38 1 OBJETIVO: Ao final do Curso, o aluno será capaz

Leia mais

REGULAMENTO 8º Prêmio Inovação em Educação

REGULAMENTO 8º Prêmio Inovação em Educação REGULAMENTO 8º Prêmio Inovação em Educação I DA INSTITUIÇÃO DA PREMIAÇÃO II DAS CATEGORIAS III DAS INSCRIÇÕES IV DOS PROJETOS V DO JULGAMENTO VI DAS DATAS VII DA COORDENAÇÃO I DA INSTITUIÇÃO DA PREMIAÇÃO

Leia mais

Projeto Extensão Produtiva e Inovação

Projeto Extensão Produtiva e Inovação Projeto Extensão Produtiva e Inovação Núcleo de Extensão Produtiva e Inovação - NEPI UNILASALLE Dez/2013 Projeto Extensão Produtiva e Inovação Política Industrial Ações Transversais Programa de Fortalecimentodas

Leia mais

Página oficial Deverá indicar uma hiperligação externa, como por exemplo

Página oficial Deverá indicar uma hiperligação externa, como por exemplo Criar Candidatura Para quaisquer esclarecimentos ou dúvidas de preenchimento do formulário de candidatura, por favor contacte um dos membros da Comissão Organizadora (consultar separador dos contactos).

Leia mais

Aula 3 Administração Integrada

Aula 3 Administração Integrada Aula 3 Administração Integrada MEG O MEG está descrito em três versões: Critérios de Excelência, para organização em estágios avançados; Rumo à Excelência, para organizações em estágios intermediários;

Leia mais

Prêmio Nacional de Inovação

Prêmio Nacional de Inovação Prêmio Nacional de Inovação 2013 Caderno de Avaliação Categoria EMPRESA: Agentes Locais de Inovação Método: Esta dimensão visa facilitar o entendimento de como estão sendo utilizados sistemas, métodos

Leia mais

Gestão da Qualidade Círculos de Controle da Qualidade

Gestão da Qualidade Círculos de Controle da Qualidade FACULDADE ATENAS MARANHENSE - FAMA Gestão da Qualidade Círculos de Controle da Qualidade GERISVAL ALVES PESSOA Mestre em Gestão Empresarial Especialista em Engenharia da Qualidade Auditor Líder ISO 9000

Leia mais

ANEXO III - EDITAL Nº. 05/2016 DESCRIÇÃO DO NEGÓCIO TÍTULO DO PROJETO

ANEXO III - EDITAL Nº. 05/2016 DESCRIÇÃO DO NEGÓCIO TÍTULO DO PROJETO ANEXO III - EDITAL Nº. 05/2016 DESCRIÇÃO DO NEGÓCIO TÍTULO DO PROJETO 1. APRESENTAÇÃO GERAL DA EMPRESA: Histórico da empresa; Missão, Visão, Valores; Fonte da ideia (máximo 20 linhas) 2. APRESENTAÇÃO DO

Leia mais

Logística E gerenciamento da cadeia de abastecimento

Logística E gerenciamento da cadeia de abastecimento Logística E gerenciamento da cadeia de abastecimento Conceitos básicos Logística e Varejo Entendendo a cadeia de abastecimento integrada OBJETIVOS Os conceitos, definições e importância da cadeia de abastecimento;

Leia mais

Hospital Privado Capital Fechado com fins lucrativos Geral e de Médio Porte Selado Qualidade Programa CQH desde 2008 Média e alta complexidade 96

Hospital Privado Capital Fechado com fins lucrativos Geral e de Médio Porte Selado Qualidade Programa CQH desde 2008 Média e alta complexidade 96 Hospital Privado Capital Fechado com fins lucrativos Geral e de Médio Porte Selado Qualidade Programa CQH desde 2008 Média e alta complexidade 96 leitos 19 leitos de UTI 5 Salas Cirúrgicas 300 Cirurgias/mês

Leia mais

GLOSSÁRIO PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO

GLOSSÁRIO PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO GLOSSÁRIO PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO AÇÕES ESTRATÉGICAS Ações que objetivam, basicamente, o aproveitamento das oportunidades, e potencialidades, bem como a minimização do impacto das ameaças e fragilidades.

Leia mais

REGULAMENTO. Quadro 1_Categorias Prêmio FSBA InovAção. Categoria Requisitos Natureza do Projeto Estudante do Ensino

REGULAMENTO. Quadro 1_Categorias Prêmio FSBA InovAção. Categoria Requisitos Natureza do Projeto Estudante do Ensino REGULAMENTO A Faculdade Social da Bahia (FSBA), a Coordenação de Extensão e a Coordenação do Curso de Administração tornam público e convidam os interessados a apresentarem projetos para o Prêmio FSBA

Leia mais

PROGRAMA DE EDUCAÇÃO AMBIENTAL DA UHE RISOLETA NEVES

PROGRAMA DE EDUCAÇÃO AMBIENTAL DA UHE RISOLETA NEVES EDITAL 006 2015 SELEÇÃO DE PROJETOS AMBIENTAIS PROGRAMA DE EDUCAÇÃO AMBIENTAL DA UHE RISOLETA NEVES 1. OBJETIVO O presente edital tem por objetivo incentivar projetos que visem a estimular a formação de

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ EDITAL DE CONCURSO PRÊMIO IDÉIAS E PRÁTICAS INOVADORAS EM GESTÃO UNIVERSITÁRIA

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ EDITAL DE CONCURSO PRÊMIO IDÉIAS E PRÁTICAS INOVADORAS EM GESTÃO UNIVERSITÁRIA UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ PRÓ-REITORIA DE PLANEJAMENTO E DESENVOLVIMENTO INSTITUCIONAL (PROPLAN) PRÓ-REITORIA DE DESENVOLVIMENTO E GESTÃO DE PESSOAL (PROGEP) PRÓ-REITORIA DE ADMINISTRAÇÃO (PROAD) EDITAL

Leia mais

QUESTIONÁRIO PARA PARTICIPAÇÃO NO TOP DE MARKETING ADVB/RS CATEGORIAS SETORES DE MERCADO CATEGORIA TOP EMPRESA DO FUTURO

QUESTIONÁRIO PARA PARTICIPAÇÃO NO TOP DE MARKETING ADVB/RS CATEGORIAS SETORES DE MERCADO CATEGORIA TOP EMPRESA DO FUTURO QUESTIONÁRIO PARA PARTICIPAÇÃO NO TOP DE MARKETING ADVB/RS CATEGORIAS SETORES DE MERCADO CATEGORIA TOP EMPRESA DO FUTURO ÍNDICE INTRODUÇÃO 03 PARA PREENCHIMENTO DO QUESTIONÁRIO 04 QUESTIONÁRIO 05 CAPÍTULO

Leia mais

ANÁLISE DE MERCADO E COMPETITIVIDADE

ANÁLISE DE MERCADO E COMPETITIVIDADE Plano de negócios Implantação do Empreendimento. Para implantar o site Bem na Foto na sua região de atuação o fotógrafo credenciado precisa de equipamento fotográfico profissional, veículo próprio, computador

Leia mais

Núcleo de Apoio ao Planejamento e Gestão da Inovação. Junho de 2006

Núcleo de Apoio ao Planejamento e Gestão da Inovação. Junho de 2006 Núcleo de Apoio ao Planejamento e Gestão da Inovação Junho de 2006 NUGIN: Núcleo de Gestão da Inovação Missão Promover a geração de ambientes inovadores, fomentando e apoiando as empresas na gestão da

Leia mais

Categoria: Gestão da Inovação

Categoria: Gestão da Inovação Prêmio Nacional de Inovação Edição 2014/2015 Anexo I Categoria: Gestão da Inovação Prêmio Nacional de Inovação - Ciclo 2014/2015 Questões para a Autoavaliação na categoria Gestão de Inovação Dimensão Método

Leia mais

Desenvolvimento de Negócios. Planejamento Estratégico Legal: da concepção à operacionalização Competências necessárias para o Gestor Legal

Desenvolvimento de Negócios. Planejamento Estratégico Legal: da concepção à operacionalização Competências necessárias para o Gestor Legal Desenvolvimento de Negócios Planejamento Estratégico Legal: da concepção à operacionalização Competências necessárias para o Gestor Legal Gestão Estratégica Para quê? Por Quê? Para fazer acontecer e trazer

Leia mais

PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO INSTITUCIONAL UFV/PPO/DAD 1

PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO INSTITUCIONAL UFV/PPO/DAD 1 PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO INSTITUCIONAL UFV/PPO/DAD 1 - Pode dizer-me que caminho devo tomar? - Isto depende do lugar para onde você quer ir. (Respondeu com muito propósito o gato) - Não tenho destino certo.

Leia mais

Case de Sucesso: STIHL

Case de Sucesso: STIHL Case de Sucesso: STIHL O Cliente Solução Contratada Contratação da STRONG IT Ganhos obtidos com o serviço executado Depoimento do cliente O Cliente Com produtos destinados aos mercados florestal, agropecuário,

Leia mais

TRATAMENTO E ACOMPANHAMENTO DA PESQUISA DE SATISFAÇÃO DOS CLIENTES

TRATAMENTO E ACOMPANHAMENTO DA PESQUISA DE SATISFAÇÃO DOS CLIENTES TRATAMENTO E ACOMPANHAMENTO DA PESQUISA DE SATISFAÇÃO DOS CLIENTES José Luis Costa (1) Administrador formado pela faculdade IPEP e Graduado em Tecnólogo em Gestão Pública, ingressou na Sanasa em 1994,

Leia mais

MBA EM GESTÃO DA COMUNICAÇÃO E MÍDIAS DIGITAIS

MBA EM GESTÃO DA COMUNICAÇÃO E MÍDIAS DIGITAIS MBA EM GESTÃO DA COMUNICAÇÃO E MÍDIAS DIGITAIS OBJETIVOS DO CURSO Qualificar profissionais da comunicação, administração e marketing para explorarem as mídias digitais como canais de geração de negócios,

Leia mais

Fórum de Empresas Estatais Federais Plano de Cargos, Salários e Remuneração Capacitação de RH para Inovação

Fórum de Empresas Estatais Federais Plano de Cargos, Salários e Remuneração Capacitação de RH para Inovação Fórum de Empresas Estatais Federais Plano de Cargos, Salários e Remuneração Capacitação de RH para Inovação A prática de remuneração variável e gestão por competências no setor público brasileiro Agenda

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA. Contrato de Gestão nº 010/2013 e nº 017/ SECT, TOMADA DE PREÇO Nº 02/ REDEH TIPO: MELHOR PREÇO E TÉCNICA

TERMO DE REFERÊNCIA. Contrato de Gestão nº 010/2013 e nº 017/ SECT, TOMADA DE PREÇO Nº 02/ REDEH TIPO: MELHOR PREÇO E TÉCNICA A Rede de Desenvolvimento Humano - REDEH, entidade privada sem fins lucrativos, inscrita no Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica do Ministério da Fazenda sob o nº 39.064.233/0001-93, com sede na Rua Álvaro

Leia mais

EDITAL DA CHAMADA DE TRABALHOS ACADÊMICOS/CIENTÍFICOS PARA A SEMANA ACADÊMICA DE COMUNICACÃO - SEACOM/2015

EDITAL DA CHAMADA DE TRABALHOS ACADÊMICOS/CIENTÍFICOS PARA A SEMANA ACADÊMICA DE COMUNICACÃO - SEACOM/2015 EDITAL DA CHAMADA DE TRABALHOS ACADÊMICOS/CIENTÍFICOS PARA A SEMANA ACADÊMICA DE COMUNICACÃO - SEACOM/2015 Torna-se pública a abertura das inscrições para a submissão de trabalhos acadêmicos e científicos

Leia mais

MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO, ORÇAMENTO E GESTÃO Secretaria de Logística e Tecnologia da Informação Departamento de Integração de Sistemas de Informação

MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO, ORÇAMENTO E GESTÃO Secretaria de Logística e Tecnologia da Informação Departamento de Integração de Sistemas de Informação MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO, ORÇAMENTO E GESTÃO Secretaria de Logística e Tecnologia da Informação Departamento de Integração de Sistemas de Informação ANÁLISE PRELIMINAR DE PDTI Órgão: IFE - Brasília Objeto:

Leia mais

ANEXO I ROTEIRO PARA APRESENTAÇÃO DE PROJETOS FMIG 2016

ANEXO I ROTEIRO PARA APRESENTAÇÃO DE PROJETOS FMIG 2016 ANEXO I ROTEIRO PARA APRESENTAÇÃO DE PROJETOS FMIG 2016 Cada projeto deve conter no máximo 20 páginas 1. APRESENTAÇÃO Faça um resumo claro e objetivo do projeto, considerando a situação do idoso, os dados

Leia mais

onvergência dos Processos

onvergência dos Processos onvergência dos Processos de Gestão de Riscos, Auditoria Interna, Controles Internos e Compliance Situação Atual Convergência Funções e Atividades (Situação Atual) Acionistas Processo de informação e divulgação

Leia mais

A responsabilidade socioambiental é uma preocupação global, fundamental para a qualidade de vida das futuras gerações.

A responsabilidade socioambiental é uma preocupação global, fundamental para a qualidade de vida das futuras gerações. A responsabilidade socioambiental é uma preocupação global, fundamental para a qualidade de vida das futuras gerações. Levando em considerações os aspectos sociais, econômicos e ambientais, o Sistema Federação

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL CONSELHO REGIONAL DE ENGENHARIA, ARQUITETURA E AGRONOMIA DO ESTADO DE CREA-

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL CONSELHO REGIONAL DE ENGENHARIA, ARQUITETURA E AGRONOMIA DO ESTADO DE <UF> CREA-<UF> SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL CONSELHO REGIONAL DE ENGENHARIA, ARQUITETURA E AGRONOMIA DO ESTADO DE CREA- Apresentamos plano de trabalho, conforme disposto no Capítulo II, item 2, do Manual de Convênios

Leia mais

ESPECIALIZAÇÃO EM MARKETING ESTRATÉGICO PARA EMPRESAS DE BASE TECNOLÓGICA

ESPECIALIZAÇÃO EM MARKETING ESTRATÉGICO PARA EMPRESAS DE BASE TECNOLÓGICA ESPECIALIZAÇÃO EM MARKETING ESTRATÉGICO PARA EMPRESAS DE BASE TECNOLÓGICA APRES ENTAÇÃO O mundo globalizado está em constante transformação em função da implementação de novas tecnologias ao ambiente dos

Leia mais

1.1 O que é a Comunidade de Boas Práticas Descrição Objetivo O que é uma prática de gestão...

1.1 O que é a Comunidade de Boas Práticas Descrição Objetivo O que é uma prática de gestão... Sumário 1.1 O que é a Comunidade de Boas Práticas... 3 1.1.1 Descrição... 3 1.1.2 Objetivo... 3 1.1.3 O que é uma prática de gestão... 3 1.2 Funcionalidades... 7 1.2.1 Fluxo de acesso às práticas... 7

Leia mais

VIX LOGÍSTICA S/A COMITÊ DE GOVERNANÇA CORPORATIVA E GESTÃO DE PESSOAS

VIX LOGÍSTICA S/A COMITÊ DE GOVERNANÇA CORPORATIVA E GESTÃO DE PESSOAS VIX LOGÍSTICA S/A COMITÊ DE GOVERNANÇA CORPORATIVA E GESTÃO DE PESSOAS 1. Objetivo O Comitê de Governança Corporativa e Gestão de Pessoas é um órgão acessório ao Conselho de Administração (CAD) da VIX

Leia mais

EDITAL DE DIVULGAÇÃO 5ª Edição do Mapeamento de Experiências Exitosas de Gestão Pública no campo do Envelhecimento e Saúde da Pessoa Idosa 2017

EDITAL DE DIVULGAÇÃO 5ª Edição do Mapeamento de Experiências Exitosas de Gestão Pública no campo do Envelhecimento e Saúde da Pessoa Idosa 2017 EDITAL DE DIVULGAÇÃO 5ª Edição do Mapeamento de Experiências Exitosas de Gestão Pública no campo do Envelhecimento e Saúde da Pessoa Idosa 2017 O Mapeamento de Experiências Estaduais, Municipais e Distrito

Leia mais

LABORATÓRIO DE PESQUISA EM. SUSTENTÁVEL (Operacional)

LABORATÓRIO DE PESQUISA EM. SUSTENTÁVEL (Operacional) LABORATÓRIO DE PESQUISA EM COMPETITIVIDADE SUSTENTÁVEL (Operacional) O projeto PGQP e PUCRS assinaram em 21 de novembro de 2011 um Protocolo de Intenções para criação de um grupo de trabalho com objetivo

Leia mais

RESTRUTURAÇÃO DO SISTEMA INTEGRADO DE GESTÃO: UM ESTUDO DE CASO DA UNIMED-BH. Área temática: Gestão pela Qualidade Total

RESTRUTURAÇÃO DO SISTEMA INTEGRADO DE GESTÃO: UM ESTUDO DE CASO DA UNIMED-BH. Área temática: Gestão pela Qualidade Total RESTRUTURAÇÃO DO SISTEMA INTEGRADO DE GESTÃO: UM ESTUDO DE CASO DA UNIMED-BH. Área temática: Gestão pela Qualidade Total Ana Cláudia Mendes ana.cmendes@unimedbh.com.br Francisco Junior francisco.junior@unimedbh.com.br

Leia mais

44 Encontro Nacional de Estudos Rurais e Urbanos 24 a 26 de maio de 2017

44 Encontro Nacional de Estudos Rurais e Urbanos 24 a 26 de maio de 2017 44 ENCONTRO NACIONAL DE ESTUDOS RURAIS E URBANOS CRONOGRAMA Período Descrição Destinado 06/03/2017 a 24/04/2017 20/03/2017 a 24/04/2017 17/04/2017 a 24/05/2017 Envio de Resumos para Comunicação Oral Envio

Leia mais