Painel Tele.Síntese 36

Save this PDF as:
Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Painel Tele.Síntese 36"

Transcrição

1 Painel Tele.Síntese 36 Espectro e ampliação do acesso Katia Costa da Silva Pedroso Brasília, 4 de fevereiro de 2014.

2 A DEMANDA POR DADOS CONTINUA ACELERANDO E A BANDA LARGA MÓVEL SEGUE AVANÇANDO FORTEMENTE NO PAÍS A popularidade de diversas aplicações e conteúdos, aliada ao crescimento do parque de smartphones, estabeleceu uma nova realidade para o setor: Em 60 seg... Dispositivos BL Móvel Em Milhões 75% Fonte: Qmee Em Terabytes por Mês x Tráfego de Dados Rede Móvel 78% Fonte: Cisco VNI Mobile Forecast 2013, Anatel e Telecom Advisory Service (TAS) 2

3 O ESPECTRO É O PRINCIPAL RECURSO PARA SUSTENTAR ESSE CRESCIMENTO. PORÉM, MAIS DEVE SER FEITO... Para viabilizar este cenário de consumo vertiginoso de dados e ainda assegurar a expansão da banda larga em áreas rurais, há necessidade de: Necessidade versus Alocação de espectro Necessidade (MHz) Hoje Destinação de bandas adicionais e adequadas de frequência Estímulo à alocação eficiente dos investimentos e custos pelas operadoras Alocação (MHz) Inclui faixas ainda sem uso (450 e 1.900/TDD) Adiciona novas faixas, como 3,5 GHz Faixas candidatas? Reforço ou adaptações em outras alavancas regulatórias ou mesmo tributárias Refarming do 900 MHz? Gap (MHz) Fonte: Relatório UIT M /2006, Anatel e Análise TEF VIVO 3

4 PARA A VIVO, A EXPANSÃO DA BANDA LARGA MÓVEL E A AMPLIAÇÃO DO ACESSO SMP SÃO PRIORIDADES A VIVO vem, sistematicamente, antecipando o atendimento das metas: Metas Realizado Municípios 3G além da meta 3G 2008 a Municípios 3.137Municípi os 88% dos Municípios 3G no Brasil têm VIVO 2G 4G 2012 a a Municípios 283 Municípios 73 Municípios 3.020Municípi os 3 x Mais Municípios atendidos no 1 Ano que o exigido Municípios além da meta + de 3 Anos de antecipação da meta total OBS1: 3G da VIVO em 850 / MHz e 2G - GSM em MHz OBS2: Realizado- até DEZ/2013 Entre 2011 e 2014, a TELEFÔNICA está investindo R$ 24,3 Bilhões no país, promovendo a expansão do serviço e o aprimoramento da qualidade. 4

5 APESAR DE TODO ESSE AVANÇO, O ATENDIMENTO RURAL É MUITO DESAFIADOR! Distribuição da população População coberta [todas as operadoras] Abrangência geográfica da cobertura [VIVO] 85% 100% municípios <10% território nacional Áreas urbanas IBGE/PNAD 2011 Fonte: Teleco Análise VIVO 15% Parcial há distritos rurais já cobertos > 8X cobertura atual nas áreas metas rurais da VIVO Áreas Rurais IBGE/PNAD 2011 Análise VIVO Análise VIVO Este desafio se torna ainda mais crítico na medida em que (i) o ambiente da faixa de 450 MHz não está amadurecido, (ii) as metas rurais compartilham recursos com 2G/3G/4G e (iii) as licitações futuras podem estabelecer novas obrigações. 5

6 A POTENCIALIZAÇÃO DO ATENDIMENTO RURAL AMPARA-SE EM DUAS FRENTES FUNDAMENTAIS ANATEL DEMAIS AGENTES Liberação de faixa adequada; Aprovação célere de soluções de compartilhamento de redes e/ou espectro; Aceleração da regulamentação da faixa de 70GHz (backhaul); Otimização do fluxo de licenciamento das estações. Ampliação dos Programas Públicos de incentivo à implantação dos serviços (ex: estados de ES, PE); Aprovação da Lei de Antenas e leis municipais (como Olinda-PE); Lei do Bem (12.715/12): estender os benefícios a outras faixas (além do 450 MHz) que suportarão o serviço rural; Uso de fundo setorial (FUST) e desonerações (FISTEL, PIS/COFINS, ICMS) para os usuários rurais. 6

7 DUAS AÇÕES, DE CURTO PRAZO, SERÃO DETERMINANTES PARA O SUCESSO DO ATENDIMENTO RURAL ACESSO A FAIXAS BAIXAS DE FREQUÊNCIA Refarming do 900MHz para o SMP, com 5+5 MHz para operação 3G; COMPARTILHAMENTO DE REDE E ESPECTRO Soluções provisórias para compartilhamento e uso agregado dos blocos atuais de 900MHz (5+5MHz). Chancela regulatória para fomentar este tipo de solução; Celeridade na análise e aprovação. Frequências compartilhadas Não devem ser contabilizadas para fins de spectrum cap Frequências em caráter secundário 7

8 POR FIM, HÁ TAMBÉM OUTROS PONTOS QUE DEMANDAM A CONSTRUÇÃO DE SOLUÇÕES Racionalização dos recursos Otimização (exigibilidade) da cobertura em áreas com população Visão integrada das metas 2G/3G/4G/rural, pois compartilham recursos Faixas já detidas pelas operadoras para o SMP não devem ser objeto de pagamento adicional para uso por outros serviços, como STFC / SCM Agilidade nos processos Simplificação de processos e sistemas na Anatel Revisão do procedimento de licenciamento de estações (STEL) Otimização do atendimento iniciativas favoráveis Modelo 2.5GHz: Multidestinação das faixas, com possibilidade de uso em outros serviços sem pagamento adicional Modelo 450 MHz: Atendimento de metas em qualquer faixa 8

9

TELECOMUNICAÇÕES NO BRASIL

TELECOMUNICAÇÕES NO BRASIL TELECOMUNICAÇÕES NO BRASIL AUDIÊNCIA PÚBLICA NO SENADO FEDERAL NA COMISSÃO DE EDUCAÇÃO CARLOS DUPRAT BRASÍLIA, 09 DE SETEMBRO DE 2015 1. O crescimento da demanda 2. Demanda da sociedade versus obrigações

Leia mais

700 MHZ PARA OS SERVIÇOS DE BANDA LARGA MÓVEL 4G

700 MHZ PARA OS SERVIÇOS DE BANDA LARGA MÓVEL 4G DESTINAÇÃO DA FAIXA DE 700 MHZ PARA OS SERVIÇOS DE BANDA LARGA MÓVEL 4G CÂMARA DOS DEPUTADOS - CCTCI EDUARDO LEVY BRASÍLIA, 08 DE ABRIL DE 2014 crescimento do setor de telecomunicações está acelerado 4%

Leia mais

Explorando a visão do setor privado brasileiro sobre o potencial e possibilidades de projetos governamentais de Banda Larga no Brasil

Explorando a visão do setor privado brasileiro sobre o potencial e possibilidades de projetos governamentais de Banda Larga no Brasil TIM BRASIL Salvador, 22 de Fevereiro de 2016 Painel: Iniciativas de Projetos de Banda Larga: Experiências brasileiras e britânicas Explorando a visão do setor privado brasileiro sobre o potencial e possibilidades

Leia mais

Desafios da ampliação da infraestrutura e serviços de Banda Larga

Desafios da ampliação da infraestrutura e serviços de Banda Larga Painel Telebrasil Brasília, 22 de Maio de 2018 Desafios da ampliação da infraestrutura e serviços de Banda Larga Leandro Guerra Diretor de Relações Institucionais O Desafio da Banda Larga no Brasil O Brasileiro

Leia mais

PROJETO DE LEI 465/11

PROJETO DE LEI 465/11 PROJETO DE LEI 465/11 CÂMARA DOS DEPUTADOS COMISSÃO DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA, COMUNICAÇÃO E INFORMÁTICA EDUARDO LEVY BRASÍLIA, 29 DE MAIO DE 2012 Fonte: Telebrasil mais de 328 milhões de clientes mais de

Leia mais

IMPLANTAÇÃO DO 4G. Rio de Janeiro, 13 de maio de 2014 CARLOS DUPRAT

IMPLANTAÇÃO DO 4G. Rio de Janeiro, 13 de maio de 2014 CARLOS DUPRAT IMPLANTAÇÃO DO 4G Rio de Janeiro, 13 de maio de 2014 CARLOS DUPRAT sumário números do setor demanda por infraestrutura investimentos do setor dificuldades para ampliação da infraestrutura faixa de 700

Leia mais

SERVIÇOS DE TELEFONIA

SERVIÇOS DE TELEFONIA SERVIÇOS DE TELEFONIA NO BRASIL CÂMARA DOS DEPUTADOS COMISSÃO DE FISCALIZAÇÃO, FINANCEIRA E CONTROLE SÉRGIO KERN BRASÍLIA, 03 DE DEZEMBRO DE 2015 Números do Setor de Telecomunicações 275 milhões de celulares

Leia mais

Ministério das Comunicações. Definições de espectro para o futuro dos serviços digitais

Ministério das Comunicações. Definições de espectro para o futuro dos serviços digitais 56 o Painel Telebrasil O papel das telecomunicações no desenvolvimento do País Definições de espectro para o futuro dos serviços digitais Miriam Wimmer Ministério das Comunicações Brasília, 29 de agosto

Leia mais

Telecomunicações no Brasil Oportunidades, Avanços e Desafios para o Novo Governo

Telecomunicações no Brasil Oportunidades, Avanços e Desafios para o Novo Governo Humberto Pontes Chefe da Assessoria Técnica - Anatel Junho/2019 Telecomunicações no Brasil Oportunidades, Avanços e Desafios para o Novo Governo Agenda 1 2 3 4 5 Anatel Panorama Setorial Desafios do Setor

Leia mais

TELECOMUNICAÇÕES NO BRASIL

TELECOMUNICAÇÕES NO BRASIL TELECOMUNICAÇÕES NO BRASIL AUDIÊNCIA PÚBLICA NA CÂMARA DOS DEPUTADOS COMISSÃO DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA, COMUNICAÇÃO E INFORMÁTICA CARLOS DUPRAT BRASÍLIA, 05 DE MAIO DE 2015 1. O crescimento da demanda 2.

Leia mais

Ministério das Comunicações

Ministério das Comunicações Ministério das Comunicações Incentivos à implantação de infraestrutura de banda larga INVESTIMENTOS NO SETOR DE TELECOMUNICAÇÕES R$ bilhões correntes 25 20 15 10 5 4.6% 3.3 3.3% 4.3 5.2% 4.7% 7.4 7.6 7.4%

Leia mais

Agosto/2018. Desafios de Infraestrutura de telecomunicações no Brasil: Aspectos Regulatórios

Agosto/2018. Desafios de Infraestrutura de telecomunicações no Brasil: Aspectos Regulatórios Agosto/2018 Desafios de Infraestrutura de telecomunicações no Brasil: Aspectos Regulatórios Crescimento Exponencial de Serviços e Tráfego de dados Demanda exponencial de Tráfego Necessidade de mais capacidade

Leia mais

PACTO DAS ANTENAS RICARDO DIECKMANN CDC ALEP - ACAMPAR LEGISLAÇÃO RESTRITIVA - CENÁRIO REGULATÓRIO E DESAFIOS. Cascavel, 21 de Novembro de 2013

PACTO DAS ANTENAS RICARDO DIECKMANN CDC ALEP - ACAMPAR LEGISLAÇÃO RESTRITIVA - CENÁRIO REGULATÓRIO E DESAFIOS. Cascavel, 21 de Novembro de 2013 PACTO DAS ANTENAS CDC ALEP - ACAMPAR LEGISLAÇÃO RESTRITIVA - CENÁRIO REGULATÓRIO E DESAFIOS Cascavel, 21 de Novembro de 2013 RICARDO DIECKMANN R$ 25,8 bilhões de investimentos em 2012 recorde histórico

Leia mais

TIM BRASIL. Painel Telebrasil. Brasília, 23 de Maio, Stefano De Angelis CEO

TIM BRASIL. Painel Telebrasil. Brasília, 23 de Maio, Stefano De Angelis CEO TIM BRASIL Painel Telebrasil Brasília, 23 de Maio, 2018 Stefano De Angelis CEO TIM 20 ANOS SÓLIDA HISTÓRIA DE PIONEIRISMO QUEBRANDO PARADIGMAS INÍCIO DAS OPERAÇÕES 1998 1ª REDE NACIONAL GSM NOVA TECNOLOGIA

Leia mais

IMPLANTAÇÃO DA TECNOLOGIA 4G NO BRASIL XIV SEMINÁRIO NACIONAL DE TELECOMUNICAÇÕES

IMPLANTAÇÃO DA TECNOLOGIA 4G NO BRASIL XIV SEMINÁRIO NACIONAL DE TELECOMUNICAÇÕES IMPLANTAÇÃO DA TECNOLOGIA 4G NO BRASIL XIV SEMINÁRIO NACIONAL DE TELECOMUNICAÇÕES SÉRGIO KERN CURITIBA, 15 A 17 DE OUTUBRO DE 2013 crescimento do setor de telecomunicações está acelerado 8% 10% telefonia

Leia mais

CONTEÚDO, CONVERGÊNCIA, MOBILIDADE E REDE. PARA ONDE CAMINHA O BRASIL?

CONTEÚDO, CONVERGÊNCIA, MOBILIDADE E REDE. PARA ONDE CAMINHA O BRASIL? CONTEÚDO, CONVERGÊNCIA, MOBILIDADE E REDE. PARA ONDE CAMINHA O BRASIL? ENCONTRO TELE.SÍNTESE BRASÍLIA, 11 DE SETEMBRO DE 2018 LUIZ ALEXANDRE GARCIA Quais os maiores desafios para o Setor de Telecomunicações

Leia mais

700 MHZ PARA OS SERVIÇOS DE BANDA LARGA MÓVEL 4G

700 MHZ PARA OS SERVIÇOS DE BANDA LARGA MÓVEL 4G DESTINAÇÃO DA FAIXA DE 700 MHZ PARA OS SERVIÇOS DE BANDA LARGA MÓVEL 4G SENADO FEDERAL COMISSÃO DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA EDUARDO LEVY BRASÍLIA, 15 DE MAIO DE 2014 em 08.abr.14 o SindiTelebrasil participou

Leia mais

Crescimento do tráfego de dados: como enfrentar esse desafio?

Crescimento do tráfego de dados: como enfrentar esse desafio? Crescimento do tráfego de dados: como enfrentar esse desafio? André Gomes Departamento de Banda Larga Secretaria de Telecomunicações Acessos de banda larga no Brasil Ministério das Comunicações 90 80 70

Leia mais

MARCO REGULATÓRIO DA TELEFONIA EDUARDO LEVY AUDIÊNCIA PÚBLICA - CÂMARA DOS DEPUTADOS

MARCO REGULATÓRIO DA TELEFONIA EDUARDO LEVY AUDIÊNCIA PÚBLICA - CÂMARA DOS DEPUTADOS MARCO REGULATÓRIO DA TELEFONIA AUDIÊNCIA PÚBLICA - CÂMARA DOS DEPUTADOS COMISSÃO DE DESENVOLVIMENTO URBANO COMISSÃO DE TRABALHO, DE ADMINISTRAÇÃO E SERVIÇO PÚBLICO Brasília, 10 de dezembro de 2013 EDUARDO

Leia mais

TECNOLOGIA 5G SÉRGIO KERN CÂMARA DOS DEPUTADOS COMISSÃO DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA, COMUNICAÇÃO E INFORMÁTICA BRASÍLIA, 15 DE MAIO DE 2019

TECNOLOGIA 5G SÉRGIO KERN CÂMARA DOS DEPUTADOS COMISSÃO DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA, COMUNICAÇÃO E INFORMÁTICA BRASÍLIA, 15 DE MAIO DE 2019 TECNOLOGIA 5G CÂMARA DOS DEPUTADOS COMISSÃO DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA, COMUNICAÇÃO E INFORMÁTICA SÉRGIO KERN BRASÍLIA, 15 DE MAIO DE 2019 A demanda por conectividade e mobilidade da sociedade cresce exponencialmente

Leia mais

700 MHZ SENADO FEDERAL CONSELHO NACIONAL DE COMUNICAÇÃO SOCIAL SÉRGIO KERN AS CONSEQUÊNCIAS DA DESTINAÇÃO DA FAIXA BRASÍLIA, 02 DE DEZEMBRO DE 2013

700 MHZ SENADO FEDERAL CONSELHO NACIONAL DE COMUNICAÇÃO SOCIAL SÉRGIO KERN AS CONSEQUÊNCIAS DA DESTINAÇÃO DA FAIXA BRASÍLIA, 02 DE DEZEMBRO DE 2013 AS CONSEQUÊNCIAS DA DESTINAÇÃO DA FAIXA 700 MHZ PARA OS SERVIÇOS DE BANDA LARGA MÓVEL 4G SENADO FEDERAL CONSELHO NACIONAL DE COMUNICAÇÃO SOCIAL SÉRGIO KERN BRASÍLIA, 02 DE DEZEMBRO DE 2013 crescimento

Leia mais

Programa Nacional de Banda Larga: a infraestrutura passiva como um desafio

Programa Nacional de Banda Larga: a infraestrutura passiva como um desafio Encontro Telesíntese Programa Nacional de Banda Larga: a infraestrutura passiva como um desafio São Paulo, junho de 2012 Banda larga fixa vs. móvel: demanda crescente por infraestrutura... BL Móvel (abr/2012)

Leia mais

Compartilhamento de Frequência e Qualidade

Compartilhamento de Frequência e Qualidade TIM BRASIL Brasília, 06 de Dezembro de 2016 Regulatory, Institutional and Press Relations Compartilhamento de Frequência e Qualidade Carlos Eduardo Siqueira Por que o RAN Sharing é relevante? Cenário Macroeconômico

Leia mais

31º Encontro Provedores Regionais SALVADOR/BA, 25/04/2017

31º Encontro Provedores Regionais SALVADOR/BA, 25/04/2017 31º Encontro Provedores Regionais SALVADOR/BA, 25/04/2017 Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações - MCTIC A POLITICA DE BANDA LARGA DO GOVERNO FEDERAL A política nacional de telecomunicações

Leia mais

SETOR DE TELECOMUNICAÇÕES

SETOR DE TELECOMUNICAÇÕES SETOR DE TELECOMUNICAÇÕES NO BRASIL COMISSÃO DE CIÊNCIA, TECNOLOGIA, INOVAÇÃO, COMUNICAÇÃO E INFORMÁTICA DO SENADO FEDERAL EDUARDO LEVY SALVADOR, 29 DE AGOSTO DE 2014 crescimento do setor de telecomunicações

Leia mais

SETOR DE TELECOMUNICAÇÕES

SETOR DE TELECOMUNICAÇÕES SETOR DE TELECOMUNICAÇÕES NO BRASIL Audiência Pública no Senado Federal EDUARDO LEVY BRASÍLIA, 14 DE OUTUBRO DE 2015 A demanda por conectividade e mobilidade da sociedade está crescendo exponencialmente

Leia mais

LEI GERAL DAS ANTENAS PL 5.013/2013

LEI GERAL DAS ANTENAS PL 5.013/2013 LEI GERAL DAS ANTENAS PL 5.013/2013 COMISSÃO ESPECIAL DESTINADA A PROFERIR PARECER AO PROJETO DE LEI Nº 5.013/ 2013 CÂMARA DOS DEPUTADOS Brasília, 30 de outubro de 2013 EDUARDO LEVY crescimento do setor

Leia mais

O Compartilhamento de Infraestrutura e o Programa Nacional de Banda Larga

O Compartilhamento de Infraestrutura e o Programa Nacional de Banda Larga Encontro de Provedores Regionais O Compartilhamento de Infraestrutura e o Programa Nacional de Banda Larga Belo Horizonte, julho de 2013 Banda larga fixa vs. móvel: demanda crescente por infraestrutura...

Leia mais

Painel Telebrasil Novo modelo: Migração para autorizações e Novas regras para o espectro

Painel Telebrasil Novo modelo: Migração para autorizações e Novas regras para o espectro Painel Telebrasil 2017 Novo modelo: Migração para autorizações e Novas regras para o espectro Setembro/2017 Fonte: Smart Insights Demanda e Investimentos Fonte: The Boston Consulting Group, com adaptações.

Leia mais

SETOR DE TELECOMUNICAÇÕES NO BRASIL

SETOR DE TELECOMUNICAÇÕES NO BRASIL SETOR DE TELECOMUNICAÇÕES NO BRASIL AUDIÊNCIA PÚBLICA COMISSÃO DE FISCALIZAÇÃO, FINANCEIRA E CONTROLE DA CÂMARA DOSDEPUTADOS BRASÍLIA, 06 DE JUNHO DE 2018 CARLOS DUPRAT Os serviços de telecomunicações

Leia mais

O andamento das ações adotadas pelo Governo Federal no âmbito do PNBL

O andamento das ações adotadas pelo Governo Federal no âmbito do PNBL O andamento das ações adotadas pelo Governo Federal no âmbito do PNBL Câmara dos Deputados Comissão de Ciência e Tecnologia, Comunicação e Informática CCTCI Brasília, 13 de agosto de 2013 Carlos Duprat

Leia mais

DESAFIOS PARA A INSTALAÇÃO DE INFRAESTRUTURA DE TELECOMUNICAÇÕES

DESAFIOS PARA A INSTALAÇÃO DE INFRAESTRUTURA DE TELECOMUNICAÇÕES DESAFIOS PARA A INSTALAÇÃO DE INFRAESTRUTURA DE TELECOMUNICAÇÕES COMISSÃO DE ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA NA CÂMARA MUNICIPAL DE SÃO PAULO SÃO PAULO, 17 DE NOVEMBRO DE 2015 CARLOS DUPRAT AGENDA 1. Números do

Leia mais

AS NOVAS DEMANDAS DA SOCIEDADE E O PAPEL DO SETOR SÃO PAULO, 21 DE JULHO DE 2017 FIESP :: LGT 20 ANOS CARLOS DUPRAT

AS NOVAS DEMANDAS DA SOCIEDADE E O PAPEL DO SETOR SÃO PAULO, 21 DE JULHO DE 2017 FIESP :: LGT 20 ANOS CARLOS DUPRAT AS NOVAS DEMANDAS DA SOCIEDADE E O PAPEL DO SETOR SÃO PAULO, 21 DE JULHO DE 2017 FIESP :: LGT 20 ANOS CARLOS DUPRAT 1 O que o usuário deseja? 2 O que nós ofertamos? 3 O A evolução das políticas públicas

Leia mais

Balanço 2018 Eduardo Levy

Balanço 2018 Eduardo Levy x 2018 Balanço 2018 Eduardo Levy Brasília, 04 de dezembro de 2018 Telefonia móvel mantém alto percentual de uso pela população Chips (milhões) % de pessoas que usam o celular 259 270 279 274 84% 86% 88%

Leia mais

SERVIÇOS DE INTERNET BRASIL EM 2016 E TELEFONIA NO AUDIÊNCIA PÚBLICA NA COMISSÃO DE LEGISLAÇÃO PARTICIPATIVA DA CÂMARA DOS DEPUTADOS

SERVIÇOS DE INTERNET BRASIL EM 2016 E TELEFONIA NO AUDIÊNCIA PÚBLICA NA COMISSÃO DE LEGISLAÇÃO PARTICIPATIVA DA CÂMARA DOS DEPUTADOS SERVIÇOS DE INTERNET E TELEFONIA NO BRASIL EM 2016 AUDIÊNCIA PÚBLICA NA COMISSÃO DE LEGISLAÇÃO PARTICIPATIVA DA CÂMARA DOS DEPUTADOS BRASÍLIA, 17 DE OUTUBRO DE 2017 ALEXANDER CASTRO Os serviços de telecomunicações

Leia mais

Perspectivas para o Leilão de Espectro nas faixas de MHz, MHz, MHz e MHz

Perspectivas para o Leilão de Espectro nas faixas de MHz, MHz, MHz e MHz Perspectivas para o Leilão de Espectro nas faixas de 1.800 MHz, 1.900 MHz, 2.500 MHz e 3.500 MHz JOSÉ ALEXANDRE BICALHO Superintendente de Planejamento e Regulamentação Anatel 31/08/2015 Agenda Política

Leia mais

Banda Larga Móvel no Brasil: Cenário Regulatório, Espectro de Radiofrequências, Mercado, Perspectivas e Desafios

Banda Larga Móvel no Brasil: Cenário Regulatório, Espectro de Radiofrequências, Mercado, Perspectivas e Desafios Banda Larga Móvel no Brasil: Cenário Regulatório, Espectro de Radiofrequências, Mercado, Perspectivas e Desafios Maximiliano Martinhão Secretário de Telecomunicações Brasília, 3 de junho de 2013 Espectro

Leia mais

COMO ATENDER ÀS NECESSIDADES DE ESPECTRO PARA OS NOVOS SERVIÇOS?

COMO ATENDER ÀS NECESSIDADES DE ESPECTRO PARA OS NOVOS SERVIÇOS? Tula Peters Diretoria Jurídica 02/12/2008 COMO ATENDER ÀS NECESSIDADES DE ESPECTRO PARA OS NOVOS SERVIÇOS? ESTRUTURA DISTRIBUIÇÃO DO ESPECTRO SMP NO BRASIL LICITAÇÕES DE ESPECTRO SMP REALIZADAS EM 2007

Leia mais

Painel: Modelagens de Atendimento

Painel: Modelagens de Atendimento Painel: Modelagens de Atendimento Átila Augusto Souto Departamento de Serviços de Universalização de Telecomunicações Secretaria de Telecomunicações 20-10-2010 Consulta Pública do (2008): - 300 contribuições

Leia mais

INFRAESTRUTURA E CONECTIVIDADE PARA O

INFRAESTRUTURA E CONECTIVIDADE PARA O INFRAESTRUTURA E CONECTIVIDADE PARA O DESENVOLVIMENTO DA INTERNET DAS COISAS CÂMARA DOS DEPUTADOS COMISSÃO DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA, COMUNICAÇÃO E INFORMÁTICA SÉRGIO KERN BRASÍLIA, 06 DE NOVEMBRO DE 2018

Leia mais

700 MHZ EDUARDO LEVY SÃO PAULO, 21 DE AGOSTO DE 2013 CONVIVÊNCIA DA TV E DA BANDA LARGA CONGRESSO DA SET - SOCIEDADE DE ENGENHARIA DE TELEVISÃO

700 MHZ EDUARDO LEVY SÃO PAULO, 21 DE AGOSTO DE 2013 CONVIVÊNCIA DA TV E DA BANDA LARGA CONGRESSO DA SET - SOCIEDADE DE ENGENHARIA DE TELEVISÃO 700 MHZ CONVIVÊNCIA DA TV E DA BANDA LARGA CONGRESSO DA SET - SOCIEDADE DE ENGENHARIA DE TELEVISÃO EDUARDO LEVY SÃO PAULO, 21 DE AGOSTO DE 2013 crescimento do setor de telecomunicações está acelerado 8%

Leia mais

As Telecomunicações no Brasil

As Telecomunicações no Brasil As Telecomunicações no Brasil Comissão de Serviços de Infraestrutura do Senado 02/10/2013 2 Pauta O setor de Telecomunicações. A expansão dos serviços de comunicações no Brasil. Ações do. 3 Pauta O setor

Leia mais

LEI GERAL DAS ANTENAS:

LEI GERAL DAS ANTENAS: LEI GERAL DAS ANTENAS: O IMPACTO NAS CIDADES RIO DE JANEIRO, 3 E 4 DE JUNHO DE 2013 CARLOS DUPRAT crescimento do setor de telecomunicações está acelerado 8% 10% telefonia móvel banda larga fixa 27% 60%

Leia mais

I Forum Lusófono de Comunicações. Painel III A Regulação do Mercado de Telecomunicações Lusófonas

I Forum Lusófono de Comunicações. Painel III A Regulação do Mercado de Telecomunicações Lusófonas I Forum Lusófono de Comunicações Painel III A Regulação do Mercado de Telecomunicações Lusófonas Experiências Brasileiras de Sucesso na Regulação Nelson Mitsuo Takayanagi ANATEL 30 de abril de 2010 Experiências

Leia mais

DESAFIOS PARA AMPLIAÇÃO DE INFRAESTRUTURA E SERVIÇOS DE TELECOMUNICAÇÕES

DESAFIOS PARA AMPLIAÇÃO DE INFRAESTRUTURA E SERVIÇOS DE TELECOMUNICAÇÕES DESAFIOS PARA AMPLIAÇÃO DE INFRAESTRUTURA E SERVIÇOS DE TELECOMUNICAÇÕES FIESP - WORKSHOP DE INFRAESTRUTURA SÃO PAULO, 22 DE AGOSTO DE 2018 EDUARDO LEVY QUEM SOMOS CRESCIMENTO DA DEMANDA COMO ATENDER

Leia mais

BANDA LARGA 12ª RIO WIRELESS INTERNATIONAL CONFERENCE EDUARDO LEVY RIO DE JANEIRO, 21 DE MAIO DE 2012

BANDA LARGA 12ª RIO WIRELESS INTERNATIONAL CONFERENCE EDUARDO LEVY RIO DE JANEIRO, 21 DE MAIO DE 2012 BANDA LARGA 12ª RIO WIRELESS INTERNATIONAL CONFERENCE EDUARDO LEVY RIO DE JANEIRO, 21 DE MAIO DE 2012 Fonte: Telebrasil mais de 324 milhões de clientes mais de 240 mil km de cabos com multifibras ópticas

Leia mais

POLÍTICAS PÚBLICAS DE INFRAESTRUTURA PARA O SETOR DE TELECOMUNICAÇÕES

POLÍTICAS PÚBLICAS DE INFRAESTRUTURA PARA O SETOR DE TELECOMUNICAÇÕES POLÍTICAS PÚBLICAS DE INFRAESTRUTURA PARA O SETOR DE TELECOMUNICAÇÕES Estratégias para um Brasil Digital Conselheiro Igor Vilas Boas de Freitas CRITÉRIOS PARA ELABORAÇÃO DE UMA POLÍTICA PÚBLICA O desenho

Leia mais

INFRAESTRUTURA E CONECTIVIDADE: A IMPORTÂNCIA PARA A GESTÃO EFICIENTE DAS CIDADES

INFRAESTRUTURA E CONECTIVIDADE: A IMPORTÂNCIA PARA A GESTÃO EFICIENTE DAS CIDADES INFRAESTRUTURA E CONECTIVIDADE: A IMPORTÂNCIA PARA A GESTÃO EFICIENTE DAS CIDADES FÓRUM DE INFRAESTRUTURA E CONECTIVIDADE PARA SMART CITIES PORTO ALEGRE 29 DE MARÇO DE 2017 RICARDO DIECKMANN 1 Quem somos

Leia mais

NOVA POLÍTICA PÚBLICA DE TELECOMUNICAÇÕES. Secretaria de Telecomunicações

NOVA POLÍTICA PÚBLICA DE TELECOMUNICAÇÕES. Secretaria de Telecomunicações NOVA POLÍTICA PÚBLICA DE TELECOMUNICAÇÕES Secretaria de Telecomunicações PANORAMA STFC Declínio no interesse Fim das concessões Bens reversíveis Convergência tecnológica SMP e SCM: interesse e expansão

Leia mais

INFRAESTRUTURA DE TELECOM

INFRAESTRUTURA DE TELECOM INFRAESTRUTURA DE TELECOM O DIREITO POSITIVO E O DIREITO DE PASSAGEM 57º ENCONTRO TELE.SÍNTESE :: CARLOS DUPRAT :: BRASÍLIA, 25 DE JUNHO DE 2019 1. A evolução do tráfego 2. Os investimentos 3. A LGA e

Leia mais

A TECNOLOGIA 4G E A COMPETÊNCIA MUNICIPAL XLV FÓRUM NACIONAL DE PROCURADORES GERAIS

A TECNOLOGIA 4G E A COMPETÊNCIA MUNICIPAL XLV FÓRUM NACIONAL DE PROCURADORES GERAIS A TECNOLOGIA 4G E A COMPETÊNCIA MUNICIPAL XLV FÓRUM NACIONAL DE PROCURADORES GERAIS DAS CAPITAIS BRASILEIRAS PORTO ALEGRE, 26 DE ABRIL DE 2013 CARLOS DUPRAT índice quem é o Sinditelebrasil? o setor de

Leia mais

Tele.Síntese 2019 Secretaria de Desenvolvimento da Infraestrutura SDI 09/04/2019

Tele.Síntese 2019 Secretaria de Desenvolvimento da Infraestrutura SDI 09/04/2019 Tele.Síntese 2019 Secretaria de Desenvolvimento da Infraestrutura SDI 09/04/2019 Os três eixos de ação da SDI Planejamento de longo prazo claro, estável e intersetorial; Desenho de mercados setoriais que

Leia mais

Utilização do LTE no Serviço Limitado Privado

Utilização do LTE no Serviço Limitado Privado Utilização do LTE no Serviço Limitado Privado Painel: Long Term Evolution Alex Pires de Azevedo ANATEL Sumário Regulamentação da faixa de 700 MHz Edital de Licitação da faixa de 700 MHz Procedimento para

Leia mais

OS DESAFIOS PARA A MELHORIA DA INFRAESTRUTURA: AMPLIAÇÃO DA COBERTURA CELULAR

OS DESAFIOS PARA A MELHORIA DA INFRAESTRUTURA: AMPLIAÇÃO DA COBERTURA CELULAR OS DESAFIOS PARA A MELHORIA DA INFRAESTRUTURA: AMPLIAÇÃO DA COBERTURA CELULAR FIESP SÃO PAULO, 17 DE SETEMBRO DE 2015 RICARDO DIECKMANN 1. Quem somos? 2. Como funciona a telefonia móvel 3. O crescimento

Leia mais

LICENÇAS PARA INSTALAÇÃO DE ANTENAS EDUARDO LEVY. Encontro sobre Infraestrutura para Telecomunicações. Curitiba, 25 de março de 2013

LICENÇAS PARA INSTALAÇÃO DE ANTENAS EDUARDO LEVY. Encontro sobre Infraestrutura para Telecomunicações. Curitiba, 25 de março de 2013 LICENÇAS PARA INSTALAÇÃO DE ANTENAS Encontro sobre Infraestrutura para Telecomunicações Curitiba, 25 de março de 2013 EDUARDO LEVY crescimento do setor de telecomunicações está acelerado 8% 10% telefonia

Leia mais

DIFICULDADES PARA INSTALAÇÃO

DIFICULDADES PARA INSTALAÇÃO DIFICULDADES PARA INSTALAÇÃO DE INFRAESTRUTURA DE TELECOMUNICAÇÕES NO BRASIL SEMINÁRIO DO INSTITUTO DE DIREITO APLICADO Brasília, 21 de agosto de 2013 EDUARDO LEVY crescimento do setor de telecomunicações

Leia mais

Atendimento Rural. 24º encontro Tele Síntese São Paulo

Atendimento Rural. 24º encontro Tele Síntese São Paulo Atendimento Rural 24º encontro Tele Síntese São Paulo 20.10. 2010 UNIVERSALIZAÇÃO DA TELEFONIA FIXA LOCALIDADES ATENDIDAS (Mil.) 3ª. maior 2ª. maior Oi 20,4 1,2 33 19,2 36,9 1,5 2,4 89% 1998 2010 Aldeia

Leia mais

Caminhos para o 5G no Brasil: Aspectos Regulatórios

Caminhos para o 5G no Brasil: Aspectos Regulatórios Caminhos para o 5G no Brasil: Aspectos Regulatórios Abril/2018 Demanda Fonte: Smart Insights Demanda e Investimentos Ecossistema Digital Perspectivas de camada Rede e Serviços de infraestrutura Dispositivos

Leia mais

PLANO ESTRUTURAL DE REDES DE TELECOMUNICAÇÕES PERT 2018

PLANO ESTRUTURAL DE REDES DE TELECOMUNICAÇÕES PERT 2018 PLANO ESTRUTURAL DE REDES DE TELECOMUNICAÇÕES PERT 2018 PAINEL TELEBRASIL 2018 Sessão Temática 13 Novas Tecnologias: Uma Esperança Ameaçada Brasília, 22 de maio de 2018. Anatel Conselheiro Aníbal Diniz

Leia mais

Investimentos em Infraestrutura: Desafios

Investimentos em Infraestrutura: Desafios Investimentos em Infraestrutura: Desafios Existem 3 tipos de abordagem à questão dos investimentos em infraestrutura em setores regulados 1 Setor de água e energia Preços regulados, com taxa de retorno

Leia mais

NOVO MARCO LEGAL DAS TELECOMUNICAÇÕES

NOVO MARCO LEGAL DAS TELECOMUNICAÇÕES NOVO MARCO LEGAL DAS TELECOMUNICAÇÕES SÃO PAULO, 21 DE JULHO DE 2017 FIESP LGT 20 ANOS EDUARDO LEVY A Federação Brasileira de Telecomunicações é composta por 8 sindicatos, representando toda a cadeia dos

Leia mais

Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações - MCTIC A POLÍTICA DE BANDA LARGA DO GOVERNO FEDERAL

Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações - MCTIC A POLÍTICA DE BANDA LARGA DO GOVERNO FEDERAL Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações - MCTIC A POLÍTICA DE BANDA LARGA DO GOVERNO FEDERAL O Programa Nacional de Banda Larga PNBL INSTITUÍDO EM 2010 DECRETO Nº 7.175 DE 12 DE MAIO

Leia mais

SERVIÇOS DE TELECOMUNICAÇÕES AUDIÊNCIA PÚBLICA CÂMARA DOS DEPUTADOS EDUARDO LEVY BRASÍLIA, 09 DE ABRIL DE 2013

SERVIÇOS DE TELECOMUNICAÇÕES AUDIÊNCIA PÚBLICA CÂMARA DOS DEPUTADOS EDUARDO LEVY BRASÍLIA, 09 DE ABRIL DE 2013 SERVIÇOS DE TELECOMUNICAÇÕES AUDIÊNCIA PÚBLICA CÂMARA DOS DEPUTADOS EDUARDO LEVY BRASÍLIA, 09 DE ABRIL DE 2013 crescimento do setor de telecomunicações está acelerado 8% 10% telefonia móvel banda larga

Leia mais

OS DESAFIOS DA EXPANSÃO

OS DESAFIOS DA EXPANSÃO OS DESAFIOS DA EXPANSÃO DA INFRAESTRUTURA URBANA BRASÍLIA, 19 DE SETEMBRO DE 2017 RICARDO DIECKMANN 241 milhões de celulares 28 milhões de banda larga fixa Telebrasil, Julho/2017 19 milhões TV por assinatura

Leia mais

TELECOMUNICAÇÕES DO BRASIL SENADO FEDERAL COMISSÃO DE TRANSPARÊNCIA E GOVERNANÇA PÚBLICA CARLOS DUPRAT BRASÍLIA, 06 DE DEZEMBRO DE 2016

TELECOMUNICAÇÕES DO BRASIL SENADO FEDERAL COMISSÃO DE TRANSPARÊNCIA E GOVERNANÇA PÚBLICA CARLOS DUPRAT BRASÍLIA, 06 DE DEZEMBRO DE 2016 TELECOMUNICAÇÕES DO BRASIL SENADO FEDERAL COMISSÃO DE TRANSPARÊNCIA E GOVERNANÇA PÚBLICA CARLOS DUPRAT BRASÍLIA, 06 DE DEZEMBRO DE 2016 1 Situação do Setor de Telecomunicações 2 4 3 Crescimento da Demanda

Leia mais

OS DESAFIOS PARA A IMPLANTAÇÃO DE INFRAESTRUTURA DE TELECOMUNICAÇÕES EM PORTO

OS DESAFIOS PARA A IMPLANTAÇÃO DE INFRAESTRUTURA DE TELECOMUNICAÇÕES EM PORTO OS DESAFIOS PARA A IMPLANTAÇÃO DE INFRAESTRUTURA DE TELECOMUNICAÇÕES EM PORTO ALEGRE SOCIEDADE DE ENGENHARIA DO RIO GRANDE DO SUL PORTO ALEGRE, 25 DE MARCO DE 2014 EDUARDO LEVY crescimento do setor de

Leia mais

INFRAESTRUTURA PASSIVA

INFRAESTRUTURA PASSIVA INFRAESTRUTURA PASSIVA A BASE DO ICEBERG 30º ENCONTRO TELE.SÍNTESE EDUARDO LEVY SÃO PAULO, 19 DE JUNHO DE 2012 Fonte: Telebrasil mais de 329 milhões de clientes mais de 240 mil km de cabos com multifibras

Leia mais

Anatel. As Ações Públicas para Incentivo a Programas de Cidade Digitais. IV Seminário de Telecomunicações Inovar para Crescer - FIERGS

Anatel. As Ações Públicas para Incentivo a Programas de Cidade Digitais. IV Seminário de Telecomunicações Inovar para Crescer - FIERGS Anatel As Ações Públicas para Incentivo a Programas de Cidade Digitais IV Seminário de Telecomunicações Inovar para Crescer - FIERGS Porto Alegre, 20 de agosto de 2009. Eng. João Jacob Bettoni Gerente

Leia mais

Ministério das Comunicações

Ministério das Comunicações Ministério das Comunicações Acessos dez/2010 a mar/2014 Internet móvel (3G+4G) 454% Cidades com cobertura 3G de 824 para 3.253 295% 2 Crescimento da banda larga móvel por região Período: dez/2010 a mar/2014

Leia mais

OBSTÁCULOS PARA A DIGITALIZAÇÃO

OBSTÁCULOS PARA A DIGITALIZAÇÃO OBSTÁCULOS PARA A DIGITALIZAÇÃO DAS CIDADES WORKSHOP FIESP :: RICARDO DIECKMANN :: SÃO PAULO, 18 DE AGOSTO DE 2016 Os celulares com banda larga já representam 70% do total de acessos Celulares por tecnologia

Leia mais

Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações A POLÍTICA DE BANDA LARGA DO GOVERNO FEDERAL

Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações A POLÍTICA DE BANDA LARGA DO GOVERNO FEDERAL Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações A POLÍTICA DE BANDA LARGA DO GOVERNO FEDERAL Panorama mundial 23% dos países pesquisados ainda não tem plano de banda larga implementado. Fontes:

Leia mais

A base do iceberg. 30º Encontro Tele.Síntese Eduardo Levy São Paulo, 19 de Junho de 2012

A base do iceberg. 30º Encontro Tele.Síntese Eduardo Levy São Paulo, 19 de Junho de 2012 Infraestrutura Passiva A base do iceberg 30º Encontro Tele.Síntese Eduardo Levy São Paulo, 19 de Junho de 2012 Fonte: Telebrasil mais de 329 milhões de clientes com multifibras ópticas que suportam serviços

Leia mais

Desafios na oferta do acesso BL nas grandes e médias cidades

Desafios na oferta do acesso BL nas grandes e médias cidades Desafios na oferta do acesso BL nas grandes e médias cidades Antonio Carlos Valente Desde 2011, as operadoras vem fazendo esforços para o crescimento da Banda Larga no Brasil Características do PNBL Jan/11

Leia mais

Desafio na Oferta do Acesso nas áreas urbanas pobres, escolas públicas, cidades pequenas e na zona rural

Desafio na Oferta do Acesso nas áreas urbanas pobres, escolas públicas, cidades pequenas e na zona rural TLCne-051027-P0 31 ENCONTRO TELESÍNTESE Desafio na Oferta do Acesso nas áreas urbanas pobres, escolas públicas, cidades pequenas e na zona rural LEANDRO GUERRA BRASÍLIA, 6 DE NOVEMBRO DE 2012 0 Brasil:

Leia mais

Desafios de Infraestrutura: Setor de Telecomunicações no Brasil

Desafios de Infraestrutura: Setor de Telecomunicações no Brasil Desafios de Infraestrutura: Setor de Telecomunicações no Brasil Audiência Pública Comissão de Infraestrutura do Senado Outubro de 2013 Um bom marco legal e regulatório incentiva investimentos Lei Mínima

Leia mais

Aplicações de Mobilidade. para Serviços Públicos_

Aplicações de Mobilidade. para Serviços Públicos_ Aplicações de Mobilidade para Serviços Públicos_ 1. Nova Era_ Nos últimos 4 anos o tráfego de voz cresceu 10%... O de tráfego de dados cresceu mais de 400% Tráfego de Dados Móveis TV e vídeos puxarão

Leia mais

Transformação Digital para o Novo Brasil

Transformação Digital para o Novo Brasil Transformação Digital para o Novo Brasil Propostas da Telebrasil 2019 Novo marco legal - Aprovação e sanção do PLC 79/16, permitindo mais investimentos em banda larga, ampliação do horizonte de planejamento,

Leia mais

A Gestão do Espectro Desafios Nacionais e Padrões Globais

A Gestão do Espectro Desafios Nacionais e Padrões Globais 43 º Encontro Tele.Síntese A Gestão do Espectro Desafios Nacionais e Padrões Globais Brasília, DF, 01 de dezembro de 2015 José Leite Pereira Filho Professor da Universidade de Brasília e Consultor Conselheiro

Leia mais

Tendências para Utilização do Espectro de Radiofrequências

Tendências para Utilização do Espectro de Radiofrequências Tendências para Utilização do Espectro de Radiofrequências Evolução do uso do espectro, da regulação e principais projetos da Anatel sobre o tema RFCEE/RFCE/SRF AGENDA Evolução do uso do espectro de RF

Leia mais

É POSSÍVEL MEDIR A OCUPAÇÃO EFICIENTE DO ESPECTRO?

É POSSÍVEL MEDIR A OCUPAÇÃO EFICIENTE DO ESPECTRO? A OCUPAÇÃO DE ESPECTRO, O COMPARTILHAMENTO E OUTRAS QUESTÕES CONCEITUAIS É POSSÍVEL MEDIR A OCUPAÇÃO EFICIENTE DO ESPECTRO? SUPERINTENDÊNCIA DE OUTORGA E RECURSOS À PRESTAÇÃO 43º ENCONTRO TELE.SÍNTESE

Leia mais

O BEM ESCASSO: O QUE DEVE MUDAR NA OCUPAÇÃO E NOS LIMITES DO ESPECTRO?

O BEM ESCASSO: O QUE DEVE MUDAR NA OCUPAÇÃO E NOS LIMITES DO ESPECTRO? O BEM ESCASSO: O QUE DEVE MUDAR NA OCUPAÇÃO E NOS LIMITES DO ESPECTRO? O OLHAR DA SOCIEDADE E A PERSPECTIVAS DO REGULADOR Agostinho Linhares Gerente de Espectro, Órbita e Radiodifusão Agência Nacional

Leia mais

Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações A POLÍTICA DE BANDA LARGA DO GOVERNO FEDERAL

Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações A POLÍTICA DE BANDA LARGA DO GOVERNO FEDERAL Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações A POLÍTICA DE BANDA LARGA DO GOVERNO FEDERAL Panorama mundial Sem plano; 35; 18% Planejando; 2; 1% Número de Países com Plano de Banda Larga

Leia mais

Edital de Licitação das Faixas de 450 MHz e de 2,5 GHz Proposta. Brasília/DF Janeiro/2012

Edital de Licitação das Faixas de 450 MHz e de 2,5 GHz Proposta. Brasília/DF Janeiro/2012 Edital de Licitação das Faixas de 450 MHz e de 2,5 GHz Proposta Brasília/DF Janeiro/2012 Aspectos gerais Implementação do Decreto 7.512, de 30 de junho de 2011 Art. 3º A ANATEL deverá, para fins de ampliação

Leia mais

O Setor de Telecomunicações

O Setor de Telecomunicações O Setor de Telecomunicações 2ª CODE Conferência do Desenvolvimento IPEA/2011 Brasília, 25 de novembro de 2011 Eduardo Levy 83 empresas representadas 17 empresas associadas Serviços de telefonia fixa Serviços

Leia mais

Painel ABRASAT. Políticas para o Mercado de Satélite

Painel ABRASAT. Políticas para o Mercado de Satélite Painel ABRASAT Políticas para o Mercado de Satélite De que maneira a desoneração poderá impulsionar os serviços de banda larga via satélite e ajudar na expansão da infraestrutura existente Workshops TELEBRASIL

Leia mais

Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações A POLÍTICA DE BANDA LARGA DO GOVERNO FEDERAL

Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações A POLÍTICA DE BANDA LARGA DO GOVERNO FEDERAL Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações A POLÍTICA DE BANDA LARGA DO GOVERNO FEDERAL Consulta pública sobre o decreto de políticas de telecomunicações Quando: de 18/10/2017 a 17/11/2017.

Leia mais

Painel 2: Visão de futuro. E as reivindicações atuais?

Painel 2: Visão de futuro. E as reivindicações atuais? 52º ENCONTRO TELE.SÍNTESE O Bem Escasso: o que deve mudar na ocupação e nos limites do espectro? Painel 2: Visão de futuro. E as reivindicações atuais? VITOR ELÍSIO GÓES DE OLIVEIRA MENEZES Superintendente

Leia mais

AGÊNCIA NACIONAL DE TELECOMUNICAÇÕES

AGÊNCIA NACIONAL DE TELECOMUNICAÇÕES AGÊNCIA NACIONAL DE TELECOMUNICAÇÕES RESOLUÇÃO N o 557, DE 20 DE DEZEMBRO DE 2010. Aprova o Regulamento sobre Canalização e Condições de Uso de Radiofreqüências na Faixa de 380 MHz a 400 MHz. O CONSELHO

Leia mais

P A I N E L T E L E B R A S I L T E L E F Ô N I C A B R A S I L M a i o 2018

P A I N E L T E L E B R A S I L T E L E F Ô N I C A B R A S I L M a i o 2018 P A I N E L T E L E B R A S I L 2018 T E L E F Ô N I C A B R A S I L M a i o 2018 0 O S E T O R D E T E L E C O M U N I C A Ç Õ E S INVESTIU FORTEMENTE NOS ÚLTIMOS ANOS CONTRIBUINDO PARA O DESENVOLVIMENTO

Leia mais

FIESP Workshop de Telecomunicações LEI GERAL DAS TELECOMUNICAÇÕES: 20 ANOS (LGT +20) Oscar Petersen

FIESP Workshop de Telecomunicações LEI GERAL DAS TELECOMUNICAÇÕES: 20 ANOS (LGT +20) Oscar Petersen FIESP Workshop de Telecomunicações LEI GERAL DAS TELECOMUNICAÇÕES: 20 ANOS (LGT +20) Oscar Petersen Vice Presidente Jurídico Regulatório e Institucional AGENDA Setor de telecomunicações no Brasil Evolução

Leia mais

O que deve incluir a política pública do próximo presidente para integrar o Brasil à economia digital?

O que deve incluir a política pública do próximo presidente para integrar o Brasil à economia digital? O que deve incluir a política pública do próximo presidente para integrar o Brasil à economia digital? Agenda Digital para o Brasil 2019- Copyright 2018 GSM Association GSMALA.COM 3 O impulso para estar

Leia mais

Banda Larga O que o Brasil precisa?

Banda Larga O que o Brasil precisa? Banda Larga O que o Brasil precisa? Audiência na Comissão de Ciência e Tecnologia, Comunicação e Informática CCTCI Eduardo Levy Brasília, 06 de dezembro de 2011 511 anos depois, ainda somos um Brasil de

Leia mais

SETOR DE TELECOMUNICAÇÕES

SETOR DE TELECOMUNICAÇÕES SETOR DE TELECOMUNICAÇÕES AUDIÊNCIA PÚBLICA NA COMISSÃO ESPECIAL DA LEI GERAL DE TELECOMUNICAÇÕES DA CÂMARA DOS DEPUTADOS EDUARDO LEVY BRASÍLIA, 22 DE SETEMBRO DE 2015 em julho, alcançamos 281 milhões

Leia mais

Jarbas José Valente Conselheiro-Diretor

Jarbas José Valente Conselheiro-Diretor Reunião do Conselho n. 737, de 10/04/2014 Jarbas José Valente Conselheiro-Diretor Abril/2014 Agenda Objetos e Área de Prestação Destinação dada pela Resolução nº 625/2013 Áreas de Prestação Área de Prestação

Leia mais

Transformação da Base de Clientes: Pós-pago

Transformação da Base de Clientes: Pós-pago Transformação em curso: Ciclo Virtuoso em Ascensão Expansão da rede 4G (# sites 4G e-nodeb) Adições Líquidas de Pós-pago humano () (Excluindo M2M e Modems ; em milhares de linhas) 8,0 +55% 12,5 418 327

Leia mais