MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO MÓDULO DE ENTRADA DE NOTAS FISCAIS VIA B2B ONLINE

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO MÓDULO DE ENTRADA DE NOTAS FISCAIS VIA B2B ONLINE"

Transcrição

1 MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO MÓDULO DE ENTRADA DE NOTAS FISCAIS VIA B2B ONLINE Versão /2006

2 ÍNDICE 1. Objetivo Como acessar o Sistema Cadastro de Notas A digitação da Nota Fiscal esta organizada em 5 (cinco) etapas Cadastro do Pack Cadastro do SKU Dados Gerais da Nota Fiscal Cadastro de Parcelas Gravação Alteração de Nota Fiscal Cancelamento de Nota Fiscal...13 Versão /2006 Página 2 de 15

3 1. Objetivo Possibilitar a Leader receber por meio eletrônico as Notas Fiscais dos Fornecedores e executar o processo de comparação com o pedido de forma automática, aumentando a confiabilidade das informações, e ainda realizar a identificação e eventual correção de irregularidades entre Nota Fiscal e pedido antes do envio da mercadoria pelo Fornecedor e a eliminação da digitação das informações de Notas Fiscais pelo Centro de Distribuição da Leader. 2. Como acessar o Sistema O Fornecedor deverá acessar o site assim irá aparecer a seguinte tela. Versão /2006 Página 3 de 15

4 Após o Fornecedor digitar o Código da Matrícula na Leader e a senha escolhida, o B2B irá trazer a tela principal, conforme figura abaixo O Fornecedor deverá acessar no menu da tela principal o módulo de Nota Fiscal, onde terá todas as funcionalidades para Nota Fiscal, entretanto para envio da Nota Fiscal estaremos usando apenas a função Cadastro de Notas. 3. Cadastro de Notas O Fornecedor ao clicar na função Cadastro de Notas, será direcionado para um formulário contendo todos os campos de preenchimento necessários para a realização do cadastro da sua Nota Fiscal no sistema da Leader. OBSERVAÇÃO: Os campos podem ser obrigatórios ou não, os de preenchimento obrigatório estão sinalizados com um asterisco ( * ) ao lado do campo A digitação da Nota Fiscal esta organizada em 5 (cinco) etapas Identificação Ao iniciar a digitação, o Fornecedor irá informar o número da sua Nota Fiscal, conforme apresentado abaixo, sendo esse campo obrigatório e depois o número de série que não tem obrigatoriedade. Versão /2006 Página 4 de 15

5 Detalhes Na parte de Detalhes, o Fornecedor deve informar a data de emissão da nota (note que este campo já vem preenchido com a data em que o cadastro é efetuado) o CNPJ, a UF (esses campos poderão ser recuperados de acordo com o código do Fornecedor) e o CFOP. Após o preenchimento dos campos citados anteriormente pelo Fornecedor, o mesmo deverá escolher a Seção conforme está no pedido a ser entregue, assim o sistema irá identificar todos os pedidos que estão pendentes naquela Seção. Modelo 1 A seção foi selecionada, o sistema disponibilizará ao Fornecedor automaticamente uma lista de pedidos pendentes. Versão /2006 Página 5 de 15

6 Modelo 2 Selecionado o pedido o sistema irá listar todos os itens pendentes do respectivo, disponibilizando ao Fornecedor a opção de selecionar quais itens irão fazer parte da Nota Fiscal Itens Pendentes: A listagem dos itens esta dividida em duas etapas, sendo a primeira contendo esses itens: Número do Pedido; Número do Item; Código do Produto; Referência do Produto; Descrição; Data da Entrega. Antes de iniciar a digitação de um item, o primeiro passo seria selecionar o item a ser incluído na Nota (conforme o círculo em vermelho), e em seguida digitar os dados. Já, a outra etapa os dados informados deverão ser digitados pelo Fornecedor no sistema, como: Unidade de Entrega (Peças ou Caixas); Quantidade Total; Valor Unitário; Valor Total; Percentual de ICMS; Percentual de IPI; Valor do IPI. Versão /2006 Página 6 de 15

7 OBSERVAÇÕES: o Dependendo do pedido poderá existir um botão de PACK ou de SKU para detalhamento das peças entregues; o Os pedidos que estão marcados no sistema como CROSS-DOCKING não precisam ter as suas quantidades detalhadas no sistema de Cadastramento de Nota Fiscal Cadastro do Pack Quando o pedido for de Pack, o sistema irá habilitar automaticamente o botão de PACK, assim o Fornecedor poderá realizar o preenchimento de algumas informações, como tela abaixo: Número do Item; Código do Produto; Referencia do Produto; Descrição. Essas informações preenchidas automaticamente pelo sistema de Notas Fiscais. Na área do Pack Regular, serão informados os tipos de PACK, e o usuário irá informar as quantidades de peças e pack s conforme o pedido. Ao marcar a opção para Pack irregular, o Fornecedor passará a visualizar os campos, como na próxima tela. OBSERVAÇÃO: o A Leader irá aceitar um pack a menos por cada tipo comprado pelo Departamento de Compras; o Para entregar quantidade maior do que o pedido, o fornecedor deve solicitar a Compras a alteração do pedido. o Somente será aceito um Pack irregular por item. Com as informações cadastradas basta o Fornecedor clicar em Gravar e o pack será adicionado a sua Nota Fiscal, que está sendo digitada. Versão /2006 Página 7 de 15

8 3.3. Cadastro do SKU B2B ON LINE Durante o cadastro do SKU deverão ser digitados as quantidades por cor e tamanho. E depois clicar em Gravar para que seja adicionado na Nota Fiscal. OBSERVAÇÃO: o A Leader irá receber até 5% (cinco por cento) a menos que o programado durante a negociação. o Para entregar quantidade maior do que o pedido, o fornecedor deve solicitar a Compras a alteração do pedido. 4. Dados Gerais da Nota Fiscal O Fornecedor irá informar os dados gerais da Nota Fiscal (que deverão ser obrigatórios ou não) e os cálculos de impostos: Percentual do desconto comercial; Valor do desconto comercial; Percentual do desconto VP; Valor do desconto VP; Percentual do desconto de Quebra; Valor do desconto de Quebra; Quantidade de Volume; Valor base de ICMS, Valor do ICMS; Valor base do ICMS de substituição; Valor do ICMS de substituição; Valor do Frete; Valor do Seguro; Valor de encargo e despesas acessórias; Valor total do IPI; Valor total dos Produtos; Valor total da Nota. Versão /2006 Página 8 de 15

9 4.1. Cadastro de Parcelas B2B ON LINE Caso o número de parcelas seja maior que 1(um), o botão parcelas será habilitado e o Fornecedor deverá informar o vencimento e o valor de cada parcela, que são obrigatórios. As datas de vencimento poderão posteriormente ser regularizadas conforme a data de entrega do pedido no CD. O campo Data de Vencimento é validado para não permitir a inclusão de uma nova data menor que a data já negociada com o Departamento de Compras. O Fornecedor deverá informar as datas cronologicamente. E logo após, deverá clicar no botão GRAVAR Gravação Esse processo é o último durante o cadastro da Nota Fiscal, onde o Fornecedor irá definir o status da nota selecionando o campo Esta Nota está: ao lado do botão de Parcelas. Neste campo existem duas opções de gravação da nota, Em andamento e Pronta. Caso o Fornecedor escolha a seguinte opção: Pronta: o sistema irá verificar todos os valores digitados inclusive os campos obrigatórios, fazendo assim validação na digitação. Caso apresente alguma diferença o sistema irá apresentar através da tela que será aberta automaticamente, conforme informação abaixo; OBSERVAÇÃO: o Nesta situação a nota será gravada com status Em Andamento aguardando o Fornecedor realizar a correção de todas as criticas apresentadas. Após fechar as criticas o Fornecedor deverá gravar a Nota novamente com o status de Pronta. Em andamento: todos os campos definidos como obrigatórios deverão estar preenchidos, o sistema irá gravar a nota sem fazer as devidas críticas nos valores. Isso possibilita o Fornecedor realizar futura alteração na nota, interrompendo o cadastro a qualquer momento; Versão /2006 Página 9 de 15

10 Após realizar o acerto de todos os valores divergentes, e não ocorrendo mais críticas o Fornecedor terá a nota aceita pelo sistema e será direcionado à página de confirmação de cadastro. O Fornecedor poderá fazer a Impressão da Nota Fiscal da seguinte maneira: Confirmação; Nota Fiscal Sintética; Nota Fiscal Analítica. Versão /2006 Página 10 de 15

11 Ao clicar no botão Imprimir NF Sintética, o usuário irá visualizar todos os dados cadastrados no corpo da Nota Fiscal, sem apresentar o detalhamento da quantidade (PACK ou SKU). Versão /2006 Página 11 de 15

12 Já na tela de Impressão de Nota Fiscal Analítica além dos dados cadastrados na nota, também será visualizado o detalhamento da quantidade (PACK ou SKU). 5. Alteração de Nota Fiscal Nessa função o Fornecedor irá resgatar as suas Notas Fiscais que ficaram pendentes no sistema. Versão /2006 Página 12 de 15

13 Ao acessar Alteração de Notas, o Fornecedor será direcionado a tela de busca, onde poderá localizar todas as notas cadastradas ou filtrar a busca por Número da Nota, Pedido ou Data de Emissão. Caso queira um número de Nota Fiscal especifico, basta digitar as informações da mesma e clicar em Consultar. Caso tenha digitado muitas Notas Fiscais é só marcar em todas conforme seta e clicar em Consultar. Irão aparecer informações como na tela abaixo. 6. Cancelamento de Nota Fiscal Para cancelar uma nota o Fornecedor, irá para a função Cancelamento de Notas. (1.9) Versão /2006 Página 13 de 15

14 O Fornecedor ao acessar a tela de cancelamento, o procedimento de busca da nota é o mesmo descrito na função Alteração de Nota Fiscal. Localizada a Nota Fiscal, o Fornecedor irá visualizar todos os dados e no final da página existirá um botão para Cancelamento da Nota, caso seja necessário. Versão /2006 Página 14 de 15

15 1. O Fornecedor deverá digitar a nota no sistema até 24 horas antes da entrega no Centro de Distribuição da Leader, antes do embarque da mercadoria no veículo de transporte; 2. O Desconto de Verba de Propaganda (VP) e o Desconto de Quebra deverão ser abatidos no corpo da Nota Fiscal participando do cálculo e não em Duplicata, exceto para fornecedores autorizados pela Diretoria de Compras; 3. O Fornecedor deverá iniciar e terminar o Cadastramento da Nota Fiscal no mesmo dia, caso o inicio da digitação ocorra em um dia e a finalização em outro diferente do iniciado, entretanto a data de emissão da nota fiscal eletrônica será registrada no dia do termino da digitação, quando o status da nota for Pronta; 4. O sistema irá apresentar um recibo ao Fornecedor quando a conclusão for realizada com sucesso. Esse recibo poderá ser impresso pelo Fornecedor, conforme item 4.2; 5. A Nota com o status Pronta poderá ser alterada em até 01 hora após seu envio para a Leader (o sistema estará verificando data e hora do recebimento eletrônico). Após esse prazo as Notas enviadas terão seu sincronismo realizado junto ao sistema da Empresa, onde não poderão fazer mais nenhuma alteração. Caso encontre erro depois do tempo dado pela Leader, o Fornecedor deverá cancelar a nota fiscal enviada, como no item 6. E cadastrar uma nova Nota Fiscal com uma numeração diferente da cancelada; 6. Os itens e o pedido da Nota Fiscal cancelada estarão disponíveis para um novo cadastramento. Quando a Nota estiver em vigência os itens ficam indisponíveis para cadastrar; 7. O Fornecedor poderá incluir itens novos na Nota Fiscal ou excluir itens. No entanto, não poderá alterar Número da Nota Fiscal, Série (caso tenha) e Data de Emissão. Versão /2006 Página 15 de 15

TRIBUNAL SUPERIOR ELEITORAL

TRIBUNAL SUPERIOR ELEITORAL TRIBUNAL SUPERIOR ELEITORAL Manual de orientação do Sistema de Requisição de Recibos Anuais SRA Versão 1.0 Sumário Apresentação do sistema... 3 Requisitos do sistema... 3 Cadastrar uma senha para acessar

Leia mais

Informativo de Versão 19.03

Informativo de Versão 19.03 Informativo de Versão 19.03 Índice ERP Faturamento e Cupom Fiscal - ECF... 2 Emissão de NF-e e Emissão de Cupom Fiscal (Chamado 25717)... 2 Movimento Entrada de Produtos (Chamado 25318)... 7 Emissão e

Leia mais

Agendamento de Entregas

Agendamento de Entregas Agendamento de Entregas MT-212-00143 - 2 Última Atualização 24/11/2014 I. Objetivos Após este módulo de capacitação você será capaz de: Solicitar um Agendamento de Entregas de Materiais; Acompanhar o andamento

Leia mais

Manual do Sistema PUSH

Manual do Sistema PUSH Manual do Usuário Manual do Sistema PUSH PUSH Template Versão 1.1 SUMÁRIO 1. Introdução... 3 2. Criação de Conta... 4 3. Incluindo Processos... 6 4. Consultar/Excluir Processo... 7 Consulta... 7 Exclusão...

Leia mais

1. IDENTIFICAÇÃO FUNDAÇÃO FIAT SAÚDE E BEM ESTAR

1. IDENTIFICAÇÃO FUNDAÇÃO FIAT SAÚDE E BEM ESTAR 1 1 2 1. IDENTIFICAÇÃO FUNDAÇÃO FIAT SAÚDE E BEM ESTAR Razão Social: FUNDAÇÃO FIAT SAÚDE E BEM ESTAR CNPJ: 12.838.821/0001-80 Registro ANS: 41828-5 Inscrição Municipal: 130973/001-6 Inscrição Estadual:

Leia mais

Acesso ao Sistema Usuário: MASTER Senha : MASTER (maiúsculo ou minúsculo)

Acesso ao Sistema Usuário: MASTER Senha : MASTER (maiúsculo ou minúsculo) Manual Cobrança Caixa Acesso ao Sistema Usuário: MASTER Senha : MASTER (maiúsculo ou minúsculo) Selecionar Cedente Para utilizar o sistema, selecione o Cedente (CADASTROS > SELECIONAR CEDENTE > ACESSAR).

Leia mais

CONVERJ Execução Folha de Pagamento

CONVERJ Execução Folha de Pagamento 1 CONVERJ Execução Folha de Pagamento Proponente Versão 1.4 Maio/2016 2 Sumário 1 Inclusão de Folha de Pagamento Via Remessa Eletrônica... 3 1.1 Gerenciar Processo de Compra de Folha de Pagamento... 3

Leia mais

As implementações efetuadas nos módulos MOV, EST e FIS se referem as especificações da Nota Técnica

As implementações efetuadas nos módulos MOV, EST e FIS se referem as especificações da Nota Técnica Manifestação do Destinatário Eletrônica MD-e Produto : RM Totvs Gestão de Estoque, Compra e Faturamento Bibliotecas RM : 11.52.63 ou superior Processo : Manifesto do Destinatário Eletrônico MD-e Subprocesso

Leia mais

MANUAL DE OPERAÇÃO PDV CAKE - NFCE

MANUAL DE OPERAÇÃO PDV CAKE - NFCE MANUAL DE OPERAÇÃO PDV CAKE - NFCE COMO FAZER O LINK DO PDV No primeiro acesso ao PDV será necessário fazer o link do aplicativo com o Cake Web. Para isso, é preciso fazer login com um usuário administrador

Leia mais

1 Visão Geral. 2 Instalação e Primeira Utilização. Manual de Instalação do Gold Pedido

1 Visão Geral. 2 Instalação e Primeira Utilização. Manual de Instalação do Gold Pedido Manual de Instalação do Gold Pedido 1 Visão Geral Programa completo para enviar pedidos e ficha cadastral de clientes pela internet sem usar fax e interurbano. Reduz a conta telefônica e tempo. Importa

Leia mais

Manual do Usuário (Firma Inspetora) Versão 1.8. CMCP - Controle da Marcação Compulsória de Produtos

Manual do Usuário (Firma Inspetora) Versão 1.8. CMCP - Controle da Marcação Compulsória de Produtos Manual do Usuário (Firma Inspetora) Versão 1.8 CMCP - Controle da Marcação Compulsória de Manual do Usuário - Firma Inspetora SUMÁRIO 1. INTRODUÇÃO... 4 1.1. Referências... 4 2. COMO ESTÁ ORGANIZADO O

Leia mais

Os passos a seguir servirão de guia para utilização da funcionalidade Acordo Financeiro do TOTVS Gestão Financeira.

Os passos a seguir servirão de guia para utilização da funcionalidade Acordo Financeiro do TOTVS Gestão Financeira. Acordo Financeiro Produto : RM - Totvs Gestão Financeira 12.1.1 Processo : Acordo Financeiro Subprocesso : Template de Acordo Controle de Alçada Negociação Online Data da publicação : 29 / 10 / 2012 Os

Leia mais

SISTEMA AUTOMÁTICO DE BILHETAGEM ELETRÔNICA PROCEDIMENTOS VTWEB CLIENT PROCEDIMENTOS

SISTEMA AUTOMÁTICO DE BILHETAGEM ELETRÔNICA PROCEDIMENTOS VTWEB CLIENT PROCEDIMENTOS SISTEMA AUTOMÁTICO DE BILHETAGEM ELETRÔNICA PROCEDIMENTOS VTWEB CLIENT PROCEDIMENTOS Origem: ProUrbano Data de Criação: 22/03/2010 Ultima alteração: Versão: 1.3 Tipo de documento: PRO-V1. 0 Autor: Adriano

Leia mais

2.1. Incluir uma Proposta de Concessão de Diárias e Passagens PCDP com diárias e passagens.

2.1. Incluir uma Proposta de Concessão de Diárias e Passagens PCDP com diárias e passagens. 2.Viagem Nacional 2.1. Incluir uma Proposta de Concessão de Diárias e Passagens PCDP com diárias e passagens. Iremos iniciar nosso trabalho pela funcionalidade Solicitação. Essa funcionalidade traz os

Leia mais

Guia operação site www.atu.com.br

Guia operação site www.atu.com.br Guia operação site www.atu.com.br OBS: as telas no site bem como no sistema de gestão poderão sofrer alguma alteração, com base nos exemplos ilustrativos deste manual. 1. Objetivo Este guia tem como objetivo

Leia mais

Guia de Referência Módulo Ata Eletrônica Funcionalidades Referentes à Ata Eletrônica

Guia de Referência Módulo Ata Eletrônica Funcionalidades Referentes à Ata Eletrônica Guia de Referência Módulo Ata Eletrônica Funcionalidades Referentes à Ata Eletrônica Este guia de referência contém passo a passo com os fluxos e procedimentos necessários para gerenciamento e configurações

Leia mais

Antecipação de IPVA. Manual do Usuário. Versão 1.4. Antecipação de IPVA pelo Portal Manual. Antecipação de IPVA pelo Portal 1.

Antecipação de IPVA. Manual do Usuário. Versão 1.4. Antecipação de IPVA pelo Portal Manual. Antecipação de IPVA pelo Portal 1. GOVERNO DO ESTADO DO PARÁ SECRETARIA ESPECIAL DE ESTADO DE GESTÃO SECRETARIA EXECUTIVA DE ESTADO DA FAZENDA DIRETORIA DE TECNOLÓGIA E INFORMAÇÃO GERENCIA DE ARRECADAÇÃO Antecipação de IPVA Manual do Usuário

Leia mais

BASCODE CLOUD BUSINESS APPLICATIONS

BASCODE CLOUD BUSINESS APPLICATIONS CLOUD BUSINESS APPLICATIONS Sistema de Gestão Empresarial Emissão Notas Fiscais Eletrônicas (Fornecedor/Consumidor) Controle de Estoque Emissão de Pedidos / Serviços Fluxo de Caixa / A Pagar e A Receber

Leia mais

SISTEMA QUADRO DE ESTOQUE ON-LINE MANUAL DE OPERAÇÃO

SISTEMA QUADRO DE ESTOQUE ON-LINE MANUAL DE OPERAÇÃO MANUAL DE OPERAÇÃO Digitador do Quadro de Estoque Última atualização: 22/02/2010 ACESSO AO SISTEMA O acesso ao sistema deve ser feito por meio do endereço de internet: http://estoquedse.edunet.sp.gov.br

Leia mais

BOLETIM INFORMATIVO TÉCNICO CORDILHEIRA GESTÃO WEB - 2.5B

BOLETIM INFORMATIVO TÉCNICO CORDILHEIRA GESTÃO WEB - 2.5B BOLETIM INFORMATIVO TÉCNICO CORDILHEIRA GESTÃO WEB - 2.5B 1 - Logomarca da empresa na tela principal Alterada a tela principal do sistema para exibir a logomarca da empresa no lugar do atalho para acesso

Leia mais

NOTA FISCAL DE SERVIÇOS ELETRÔNICA (NFS-e)

NOTA FISCAL DE SERVIÇOS ELETRÔNICA (NFS-e) Manual de Acesso ao Sistema Pessoa Física Todos os dados e valores apresentados neste manual são ficticios. Qualquer dúvida consulte a legislação vigente. Sistema desenvolvido por Tiplan Tecnologia em

Leia mais

Portal nddcargo 4.2.6.0 Manual de Utilização Contratante Visão Usuário Financeiro

Portal nddcargo 4.2.6.0 Manual de Utilização Contratante Visão Usuário Financeiro Portal nddcargo 4.2.6.0 Manual de Utilização Contratante Visão Usuário Financeiro Histórico de alterações Data Versão Autor Descrição 16/04/2014 1 Deiviane F. R. de Souza Criação do documento. 2 1. Introdução...

Leia mais

ERP BRASCOMM Sistema de Gestão Empresarial 100% Web. Manual do Usuário. Módulo de CRM Gestão de Relacionamento com o Cliente

ERP BRASCOMM Sistema de Gestão Empresarial 100% Web. Manual do Usuário. Módulo de CRM Gestão de Relacionamento com o Cliente ERP BRASCOMM Sistema de Gestão Empresarial 100% Web Manual do Usuário Módulo de CRM Gestão de Relacionamento com o Cliente O módulo de CRM possui ferramentas práticas para auxiliar no atendimento ao cliente

Leia mais

Como Fazer Renegociação de Parcelas (Contas a Pagar)? FS145

Como Fazer Renegociação de Parcelas (Contas a Pagar)? FS145 Como Fazer Renegociação de Parcelas (Contas a Pagar)? FS145 Sistema: Futura Server Caminho: Contas a Pagar>Renegociação de Parcelas Referência: FS145 Versão: 2016.03.15 Como Funciona: Esta tela é utilizada

Leia mais

HEMOVIDA (CICLO DO SANGUE - Gerenciamento de estoque para grandes eventos)

HEMOVIDA (CICLO DO SANGUE - Gerenciamento de estoque para grandes eventos) Ministério da Saúde Secretaria Executiva Departamento de Informática do SUS HEMOVIDA (CICLO DO SANGUE - Gerenciamento de estoque para grandes eventos) Manual do Usuário Versão 1.0 Fevereiro, 2014 Índice

Leia mais

Rateio por Despesas por Contas Contábeis

Rateio por Despesas por Contas Contábeis Rateio por Despesas por Contas Contábeis Introdução É possível efetuar configuração no sistema para que a contabilização das despesas seja rateada entre departamentos/centros de custo, de acordo com percentuais

Leia mais

-Entre no menu Cadastros / Terceiros/Optantes -Insira os dados do Empregado ou Fornecedor / clique em Gravar

-Entre no menu Cadastros / Terceiros/Optantes -Insira os dados do Empregado ou Fornecedor / clique em Gravar Acesso ao Sistema -Dê dois cliques no ícone do programa -Digite o Usuário: -Digite a Senha: -Clique em Acessar 1 o. Passo Cadastrar os Empregados ou Fornecedores CADASTRAR SEMPRE A CONTA SALÁRIO (OPERAÇÃO

Leia mais

ROTEIRO PARA REGISTRO NO CONTAS ONLINE Programa Caminho da Escola Parte I Execução Financeira Data de atualização: 21/6/2012

ROTEIRO PARA REGISTRO NO CONTAS ONLINE Programa Caminho da Escola Parte I Execução Financeira Data de atualização: 21/6/2012 1 ROTEIRO PARA REGISTRO NO CONTAS ONLINE Programa Caminho da Escola Parte I Execução Financeira Data de atualização: 21/6/2012 Introdução O material abaixo foi elaborado para orientar de forma objetiva

Leia mais

SISCOAF Sistema de Controle de Atividades Financeiras. Cadastro e Habilitação Declaração de Inocorrência

SISCOAF Sistema de Controle de Atividades Financeiras. Cadastro e Habilitação Declaração de Inocorrência SISCOAF Sistema de Controle de Atividades Financeiras Cadastro e Habilitação Declaração de Inocorrência Sumário ORIENTAÇÕES GERAIS... 3 O que são Pessoas Obrigadas... 4 O que é o SISCOAF... 4 Quem deve

Leia mais

ENVIO DE LANCES NO PREGÃO ELETRÔNICO DO SIGA

ENVIO DE LANCES NO PREGÃO ELETRÔNICO DO SIGA Edição 2 16/08/2012 ENVIO DE LANCES NO PREGÃO ELETRÔNICO DO SIGA Para participar do envio de lances de um pregão, o fornecedor deverá ter enviado previamente, dentro do prazo estabelecido pelo edital,

Leia mais

Procedimento Operacional Padrão nº 21 CORREÇÃO NO CADASTRO DE PETIÇÕES

Procedimento Operacional Padrão nº 21 CORREÇÃO NO CADASTRO DE PETIÇÕES Procedimento Operacional Padrão nº 21 CORREÇÃO NO CADASTRO DE PETIÇÕES Conforme Comunicado CGJ n. 88, as peças processuais protocolizadas incorretamente, deverão ser corrigidas pela Distribuição, antes

Leia mais

Portal dos Convênios - Siconv

Portal dos Convênios - Siconv MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO ORÇAMENTO E GESTÃO SECRETARIA DE LOGÍSTICA E TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO DEPARTAMENTO DE LOGÍSTICA E SERVIÇOS GERAIS Portal dos Convênios - Siconv Análise, Aprovação de Proposta/Plano

Leia mais

Coordenação de Estágio Integrado. Instruções para o cadastro do Plano de Trabalho dos Alunos no SGE

Coordenação de Estágio Integrado. Instruções para o cadastro do Plano de Trabalho dos Alunos no SGE Coordenação de Estágio Integrado Instruções para o cadastro do Plano de Trabalho dos Alunos no SGE 14 de Novembro de 2014 Fluxo do Processo O Plano de Trabalho é o instrumento em que estão descritos os

Leia mais

Faturamento. Dependendo do seu tipo de negócio, para remeter à empresa contábil os dados das notas fiscais emitidas para cálculo dos. de Faturamento.

Faturamento. Dependendo do seu tipo de negócio, para remeter à empresa contábil os dados das notas fiscais emitidas para cálculo dos. de Faturamento. Faturamento Dependendo do seu tipo de negócio, para remeter à empresa contábil os dados das notas fiscais emitidas para cálculo dos tributos, etc, você deverá usar as opções de Faturamento. Notas Fiscais

Leia mais

ISSQN MANUAL DO USUÁRIO

ISSQN MANUAL DO USUÁRIO ISSQN MANUAL DO USUÁRIO Roteiro Prestador de Serviços 2013 Índice: 1. Geração da Senha na Prefeitura... 3 2. Acesso ao Sistema... 3 3. Declaração Eletrônica de Serviços Tomados... 4 4. Encerrando a apuração

Leia mais

Universidade Federal do Pampa Núcleo de Tecnologia da Informação e Comunicação - NTIC 10/09/2013

Universidade Federal do Pampa Núcleo de Tecnologia da Informação e Comunicação - NTIC 10/09/2013 2013 Núcleo de Tecnologia da Informação e Comunicação - NTIC 10/09/2013 REITORA Ulrika Arns VICE-REITOR Almir Barros da Silva Santos Neto DIRETOR DO NTIC Leonardo Bidese de Pinho COORDENADOR DE DESENVOLVIMENTO

Leia mais

Declaração de Serviços Tomados

Declaração de Serviços Tomados Declaração de Serviços Tomados O que é isto? O que isto faz? Por meio desta página, qualquer contribuinte pode realizar a declaração dos serviços tomados para gerar as guias de Retenção. Nesta página,

Leia mais

SAÚDE CONNECT 03.010 ALTERAÇÃO DE DADOS CADASTRAIS

SAÚDE CONNECT 03.010 ALTERAÇÃO DE DADOS CADASTRAIS SAÚDE CONNECT 03.010 ALTERAÇÃO DE DADOS CADASTRAIS ALTERAÇÃO DE DADOS CADASTRAIS - PRESTADOR... 3 1. CONSULTAR OU ALTERAR DADOS CADASTRAIS... 3 1.1. DADOS GERAIS... 3 1.2. ENDEREÇOS... 5 1.3. ESPECIALIDADES...

Leia mais

SISTEMA DE RECURSOS HUMANOS. RH Online

SISTEMA DE RECURSOS HUMANOS. RH Online Campus de Botucatu Sistema de Recursos Humanos SISTEMA DE RECURSOS HUMANOS RH Online Mônica Cristina Fumis do Carmo Faculdade de Medicina de Botucatu Seção Técnica de Desenv. Adm de RH / Serviço Técnico

Leia mais

SISTEMA PROVINHA BRASIL GUIA DE USO ESCOLAS DIRETORIA DE AVALIAÇÃO DA EDUCAÇÃO BÁSICA DAEB

SISTEMA PROVINHA BRASIL GUIA DE USO ESCOLAS DIRETORIA DE AVALIAÇÃO DA EDUCAÇÃO BÁSICA DAEB SISTEMA PROVINHA BRASIL GUIA DE USO ESCOLAS DIRETORIA DE AVALIAÇÃO DA EDUCAÇÃO BÁSICA DAEB REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO MEC SECRETARIA EXECUTIVA DO MEC INSTITUTO NACIONAL DE ESTUDOS

Leia mais

Menu Pesquisador. o Inscrição em Novo Projeto. Para Iniciar um novo projeto clique em Inscrição em novo Projeto. A seguinte tela aparecerá:

Menu Pesquisador. o Inscrição em Novo Projeto. Para Iniciar um novo projeto clique em Inscrição em novo Projeto. A seguinte tela aparecerá: Menu Pesquisador o Inscrição em Novo Projeto Para Iniciar um novo projeto clique em Inscrição em novo Projeto A seguinte tela aparecerá: Clique no botão Criar novo Projeto obs: cada pesquisador só poderá

Leia mais

Versão 8.2C-09. Domínio Atendimento

Versão 8.2C-09. Domínio Atendimento Versão 8.2C-09 Domínio Atendimento Saiba que este documento não poderá ser reproduzido, seja por meio eletrônico ou mecânico, sem a permissão expressa por escrito da Domínio Sistemas Ltda. Nesse caso,

Leia mais

Manual SAGe Versão 1.2

Manual SAGe Versão 1.2 Manual SAGe Versão 1.2 Equipe de Pesquisadores do Projeto Conteúdo 1. Introdução... 2 2. Criação da Equipe do Projeto (Proposta Inicial)... 3 2.1. Inclusão e configuração do Pesquisador Responsável (PR)...

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO VALE DO SÃO FRANCISCO UNIVASF SECRETARIA DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO STI DEPARTAMENTO DE SISTEMAS DE INFORMAÇÕES

UNIVERSIDADE FEDERAL DO VALE DO SÃO FRANCISCO UNIVASF SECRETARIA DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO STI DEPARTAMENTO DE SISTEMAS DE INFORMAÇÕES UNIVERSIDADE FEDERAL DO VALE DO SÃO FRANCISCO UNIVASF SECRETARIA DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO STI DEPARTAMENTO DE SISTEMAS DE INFORMAÇÕES MANUAL DO USUÁRIO SISTEMA DE TRAMITAÇÃO DE DOCUMENTOS Versão 3.0

Leia mais

e Autorizador Odontológico

e Autorizador Odontológico 1 CONTROLE DE DOCUMENTO Revisor Versão Data Publicação Diego Ortiz Costa 1.0 08/08/2010 Diego Ortiz Costa 1.1 09/06/2011 Diego Ortiz Costa 1.2 07/07/2011 2 Sumário CONTROLE DE DOCUMENTO... 2 1. Informações

Leia mais

SISTEMA CAÇA-TALENTOS MANUAL DE OPERAÇÃO PERFIL SECRETARIA

SISTEMA CAÇA-TALENTOS MANUAL DE OPERAÇÃO PERFIL SECRETARIA SISTEMA CAÇA-TALENTOS MANUAL DE OPERAÇÃO PERFIL SECRETARIA O Sistema Caça-Talentos tem o objetivo de aprimorar o negócio e fornecer um controle informatizado dos processos de captação dos alunos. Ele possui

Leia mais

S i a g r i Sistemas de Gestão Evidence Assessoria & Treinamentos Margem de Contribuição

S i a g r i Sistemas de Gestão Evidence Assessoria & Treinamentos Margem de Contribuição O que é? é quantia em dinheiro que sobra do preço de venda de um produto, serviço ou mercadoria após retirado o valor do custo variável unitário. Esta quantia é que irá garantir a cobertura do custo fixo

Leia mais

Sistema de Controle. Menu de Estoque.

Sistema de Controle. Menu de Estoque. Sistema de Controle Logístico de Medicamentos 1 Menu de Estoque 0800 61 2439 siclom@aids.gov.br Endereço de acesso do SICLOM: Esse endereço é do banco de produção, que é o banco oficial do SICLOM. https://siclom.aids.gov.br

Leia mais

APOSTILA PORTAL VERSÃO: EMISSOR

APOSTILA PORTAL VERSÃO: EMISSOR APOSTILA PORTAL VERSÃO: EMISSOR Sumário Sumário... 2 ACESSAR O PORTAL... 4 TELA INICIAL... 4 1º Recurso: BEM VINDO... 5 Altere sua senha... 5 Sair do Sistema... 5 2º Recurso: COMUNICAÇÃO... 5 3º Recurso:

Leia mais

DSPJ INATIVA Regras para Apresentação. Matéria elaborada com base na legislação vigente em: 15/01/2013. Sumário:

DSPJ INATIVA Regras para Apresentação. Matéria elaborada com base na legislação vigente em: 15/01/2013. Sumário: DSPJ INATIVA 2013 - Regras para Apresentação Matéria elaborada com base na legislação vigente em: 15/01/2013. Sumário: 1 - INTRODUÇÃO 2 - OBRIGATORIEDADE DE APRESENTAÇÃO 3 - ENTREGA DA DECLARAÇÃO 3.1 -

Leia mais

Informativo de Versão 19.04

Informativo de Versão 19.04 Informativo de Versão 19.04 Índice ERP Livros... 2 Movimento Lançamentos Notas Fiscais Emitidas (Chamado 26309)... 2 ERP Faturamento... 3 Emissão de NFS-e OffLine (Chamado 23715)... 3 Cancelamento de NFS-e

Leia mais

Sobre a nova minha UFOP

Sobre a nova minha UFOP Sobre a nova minha UFOP A minha UFOP está com um novo visual. Foi criada uma nova interface, mais bonita, ágil e intuitiva para facilitar a utilização de nossos usuários. Esse tutorial visa mostrar as

Leia mais

Prefeitura de Araxá sábado, 11 de setembro de 2015

Prefeitura de Araxá sábado, 11 de setembro de 2015 sábado, 11 de setembro de 2015 ÍNDICE Desbloquear PopUps SIAT ONLINE Considerações Gerais Benefícios Pessoas Físicas. Benefícios Pessoas Jurídicas. Tela Inicial anônimos Acesso Restrito Direcionado a Empresas

Leia mais

Manual de Utilização. Ao acessar o endereço www.fob.net.br chegaremos a seguinte página de entrada: Tela de Abertura do Sistema

Manual de Utilização. Ao acessar o endereço www.fob.net.br chegaremos a seguinte página de entrada: Tela de Abertura do Sistema Abaixo explicamos a utilização do sistema e qualquer dúvida ou sugestões relacionadas a operação do mesmo nos colocamos a disposição a qualquer horário através do email: informatica@fob.org.br, MSN: informatica@fob.org.br

Leia mais

Registro de Retenções Tributárias e Pagamentos

Registro de Retenções Tributárias e Pagamentos SISTEMA DE GESTÃO DE PRESTAÇÃO DE CONTAS (SiGPC) CONTAS ONLINE Registro de Retenções Tributárias e Pagamentos Atualização: 20/12/2012 A necessidade de registrar despesas em que há retenção tributária é

Leia mais

Capacitação em Farmácia Comunitária: Ituiutaba. O Papel do Farmacêutico no Gerenciamento de Resíduos de Saúde

Capacitação em Farmácia Comunitária: Ituiutaba. O Papel do Farmacêutico no Gerenciamento de Resíduos de Saúde Capacitação em Farmácia Comunitária: Ituiutaba O Papel do Farmacêutico no Gerenciamento de Resíduos de Saúde OBJETO Instrumentalizar e atualizar os profissionais farmacêuticos: O Papel do Farmacêutico

Leia mais

Tutorial de Instalação LINUX EDUCACIONAL versão 4.0 Este tutorial foi elaborado a partir do material de autoria de Rafael Nink.

Tutorial de Instalação LINUX EDUCACIONAL versão 4.0 Este tutorial foi elaborado a partir do material de autoria de Rafael Nink. Tutorial de Instalação LINUX EDUCACIONAL versão 4.0 Este tutorial foi elaborado a partir do material de autoria de Rafael Nink. 12 de maio de 2011 Tutorial de Instalação Linux Educacional Este tutorial

Leia mais

COMO FAZER A DECLARAÇÃO DE BENS E VALORES

COMO FAZER A DECLARAÇÃO DE BENS E VALORES COMO FAZER A DECLARAÇÃO DE BENS E VALORES 1 SUMÁRIO 1 - CADASTRO INICIAL...03 2 ACESSO AO PREENCHIMENTO DAS INFORMAÇÕES...08 3 CADASTRO DAS INFORMAÇÕES DO AGENTE PÚBLICO E DOS DEPENDENTES...09 4 PREENCHIMENTO

Leia mais

Elaborado por: FFA ALINNE BARCELLOS BERND SIPOV/RS. Revisado em: 05/02/2016

Elaborado por: FFA ALINNE BARCELLOS BERND SIPOV/RS. Revisado em: 05/02/2016 Elaborado por: FFA ALINNE BARCELLOS BERND SIPOV/RS Revisado em: 05/02/2016 **Após o deferimento do Registro do Estabelecimento pelo Coordenador Estadual, o RL (Representante Legal) receberá um e-mail informando

Leia mais

NOTA FISCAL DE SERVIÇOS ELETRÔNICA (NFS-e)

NOTA FISCAL DE SERVIÇOS ELETRÔNICA (NFS-e) Manual de Declaração de Serviços Sistema desenvolvido por Tiplan Tecnologia em Sistema de Informação. Todos os direitos reservados. http://www.tiplan.com.br Página 2 de 22 Índice ÍNDICE... 2 1. CONSIDERAÇÕES

Leia mais

Manual de uso Serasa Judicial Março/2014 Controle de revisão Data da Revisão Versão Documento Versão Manager DF-e Executor Assunto Revisado 08/10/2013 1.0 Rodrigo Vieira Ambar/Gigiane Martins Criação 18/03/2104

Leia mais

Projeto FIPLAN-BA Sistema Integrado de Planejamento e Finanças do Estado da Bahia Cadastro da Despesa - CDD

Projeto FIPLAN-BA Sistema Integrado de Planejamento e Finanças do Estado da Bahia Cadastro da Despesa - CDD I. OBJETIVO A Lei n 9.433/2005, em seu Art. 135, itens I e II, estabelece que a alteração nas contas orçamentárias, sem modificação dos valores, e o reajustamento de preços previsto no edital e no contrato,

Leia mais

,QVWDODomR. Dê um duplo clique para abrir o Meu Computador. Dê um duplo clique para abrir o Painel de Controle. Para Adicionar ou Remover programas

,QVWDODomR. Dê um duplo clique para abrir o Meu Computador. Dê um duplo clique para abrir o Painel de Controle. Para Adicionar ou Remover programas ,QVWDODomR 5HTXLVLWRV0tQLPRV Para a instalação do software 0RQLWXV, é necessário: - Processador 333 MHz ou superior (700 MHz Recomendado); - 128 MB ou mais de Memória RAM; - 150 MB de espaço disponível

Leia mais

Simples Nacional III ENCONTRO DO SIMPLES NACIONAL. Assunto: Eventos. Palestrante: Adalgisa G. M. Sabino

Simples Nacional III ENCONTRO DO SIMPLES NACIONAL. Assunto: Eventos. Palestrante: Adalgisa G. M. Sabino Simples Nacional III ENCONTRO DO SIMPLES NACIONAL Assunto: Eventos Palestrante: Adalgisa G. M. Sabino EVENTOS DE OFÍCIO Tipos de Eventos: Inclusão Administrativa ou Judicial Exclusão Administrativa ou

Leia mais

Treinamento Hospital

Treinamento Hospital Treinamento Hospital O que é o Projeto SGU? É o projeto de implantação do sistema de gestão de planos de saúde - SGU (Sistema de Gestão Unimed) que irá substituir o Top Saúde. O Módulo SGU-Card é um sistema

Leia mais

MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO SISTEMA CESU Módulo Concurso

MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO SISTEMA CESU Módulo Concurso Administração Central Unidade do Ensino Superior de Graduação CESU MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO SISTEMA CESU Módulo Concurso Versão 1.0 Abril / 2016 Sumário INTRODUÇÃO... 3 ACESSO AO SISTEMA... 4 DADOS CADASTRAIS...

Leia mais

Gerenciador de Ambiente Laboratorial - GAL Manual do Usuário Módulo Controle de Qualidade Analítico

Gerenciador de Ambiente Laboratorial - GAL Manual do Usuário Módulo Controle de Qualidade Analítico Ministério da Saúde Secretaria Executiva Departamento de Informática do SUS DATASUS Gerenciador de Ambiente Laboratorial GAL Manual do Usuário Módulo Laboratório Manual de Operação_Módulo Laboratório_Controle

Leia mais

Agendando um Horário

Agendando um Horário Agendando um Horário Ao acessar a Agenda, escolha primeiramente o médico. Por padrão abrirá a agenda do Médico vinculado ao cadastro do usuário com os horários do dia. Para agendar um horário clique duas

Leia mais

Portal dos Prestadores

Portal dos Prestadores Sistema Integrado de Gestão de Assistência Médica Manual de Operação SUMÁRIO 1. APRESENTAÇÃO... 4 2. ACESSO AO SISTEMA...5 3. CRIAÇÃO DE SENHA DE ACESSO (1º ACESSO)...9 3.1. CONSULTAR MATRÍCULA...10 3.2.

Leia mais

Guia de Uso - Mobile ID

Guia de Uso - Mobile ID Guia de Uso - Mobile ID Sumário 1. Introdução 3 2. Objetivo 3 3. Requisitos 3 4. Instalação e Configuração do Aplicativo MobileID no ios 3 4.1. Instalação do Aplicativo MobileID 3 4.2. Configurando o Aplicativo

Leia mais

Imprimindo e excluindo trabalhos retidos. Reconhecendo quando ocorre erro na formatação. Verificando trabalhos de impressão

Imprimindo e excluindo trabalhos retidos. Reconhecendo quando ocorre erro na formatação. Verificando trabalhos de impressão Ao enviar um trabalho para a impressora, você pode especificar no driver que a impressora deve reter o trabalho na memória. Quando você desejar imprimir o trabalho, vá até a impressora e utilize os menus

Leia mais

Guia de Consulta Rápida

Guia de Consulta Rápida Guia de Consulta Rápida Exportação de dados Modelo de Preenchimento Importar Planilha Modelo de Planilha de Importação Exportação de dados: Relatório Pessoa Planilha de Endereçamento: Na seção Mala Direta,

Leia mais

LIVROS ELETRÔNICOS. Tutorial. Fortaleza 2016

LIVROS ELETRÔNICOS. Tutorial. Fortaleza 2016 LIVROS ELETRÔNICOS Tutorial Fortaleza 2016 LIVROS ELETRÔNICOS A Biblioteca Universitária da UFC disponibiliza atualmente um total de 8.494 livros eletrônicos, em todas as áreas do conhecimento, em texto

Leia mais

TUTORIAL ANULAÇÃO/SUBSTITUIÇÃO DE CT-E COMPLEMENTAR

TUTORIAL ANULAÇÃO/SUBSTITUIÇÃO DE CT-E COMPLEMENTAR Apresentação Dada essa nova realidade eletrônica em que as prestações de transporte devem ser amparadas por um documento fiscal eletrônico (CT-e), uma dúvida muito comum entre as transportadoras é sobre

Leia mais

Módulo Odontologia. Sumário. Odontologia

Módulo Odontologia. Sumário. Odontologia Módulo Odontologia Sumário Odontologia Este módulo contêm as informações referentes como lançar os dados do atendimento odontológico dos pacientes, bem como a(s) receita(s) a ele fornecidas e o(s) exame(s)

Leia mais

Como usar o SCV Sistema de Controle Vegetal do Indea-MT CADASTRO. Para cadastrar a sua empresa você deve seguir esses passos.

Como usar o SCV Sistema de Controle Vegetal do Indea-MT CADASTRO. Para cadastrar a sua empresa você deve seguir esses passos. Como usar o SCV Sistema de Controle Vegetal do Indea-MT CADASTRO Para cadastrar a sua empresa você deve seguir esses passos. Passo 1: Para a empresa que ainda não tem cadastro no Indea você deve acessar

Leia mais

Portal do Magistrado Guia Rápido Solicitação de Plantão Judiciário

Portal do Magistrado Guia Rápido Solicitação de Plantão Judiciário Acesso ao Portal do Magistrado Como entrar no Portal do Magistrado: ENDEREÇO ELETRÔNICO: www.portaldomagistrado.tjsp.jus.br/ptlpdb/ Conecte seu Certificado Digital ao computador e informe sua Senha de

Leia mais

MANUAL e-sic GUIA DO SERVIDOR. Governo do Estado do Piauí

MANUAL e-sic GUIA DO SERVIDOR. Governo do Estado do Piauí MANUAL e-sic GUIA DO SERVIDOR Governo do Estado do Piauí 1 Conteúdo Introdução... 3 Sistema Eletrônico de Informação ao Cidadão (e-sic)... 4 Primeiro Acesso... 5 Cadastro...Erro! Indicador não definido.

Leia mais

PORTAL DE RH MANUAL DE ACESSO

PORTAL DE RH MANUAL DE ACESSO PORTAL DE RH SERVIÇOS ON-LINE MANUAL DE ACESSO 1 APRESENTAÇÃO A Gerência de Recursos Humanos GRH, conjuntamente com a Gerência de Informática GI, inaugurou em dezembro/2008 o Portal de RH, um canal de

Leia mais

Boletim de Administração Pública Municipal

Boletim de Administração Pública Municipal Atualização: Junho 2005 Página: 3 SIAWeb Introdução: O SiaWeb é composto de três módulos Imobiliário, Mobiliário e Água e Esgoto. O uso do sistema pela Internet facilita e agiliza a troca de informações

Leia mais

Roteiro de verificação da migração dos dados pelas Seções de Pós-graduação da Unesp

Roteiro de verificação da migração dos dados pelas Seções de Pós-graduação da Unesp Roteiro de verificação da migração dos dados pelas Seções de Pós-graduação da Unesp Objetivo Este roteiro tem a finalidade de instruir operacionalmente a consulta de dados na nova versão do SISPG para

Leia mais

NOVO CAKE PDV. Manual de Configuração e Operação

NOVO CAKE PDV. Manual de Configuração e Operação NOVO CAKE PDV Manual de Configuração e Operação CONFIGURAÇÕES DO APLICATIVO Ao abrir o Cake PDV pela primeira vez, é necessário realizar o login com a conta administrador do Cake ERP, logo após ísso, você

Leia mais

Módulo Vendas Balcão. Roteiro passo a passo. Sistema Gestor New

Módulo Vendas Balcão. Roteiro passo a passo. Sistema Gestor New 1 Roteiro passo a passo Módulo Vendas Balcão Sistema Gestor New Instruções para configuração e utilização do módulo Vendas balcão com uso de Impressora fiscal (ECF) 2 ÍNDICE 1. Cadastro da empresa......3

Leia mais

UNIMED LITORAL MANUAL DE PROCESSOS E SISTEMAS DE INFORMAÇÃO

UNIMED LITORAL MANUAL DE PROCESSOS E SISTEMAS DE INFORMAÇÃO UNIMED LITORAL MANUAL DE PROCESSOS E SISTEMAS DE INFORMAÇÃO MANUAL PORTAL UNIMED AUTORIZAÇÃO Site: www.unimedlitoral.com.br/planodesaude A senha e login será sempre o CPF do Médico Desenvolvido por: Larissa

Leia mais

REITORA Ulrika Arns. VICE-REITOR Almir Barros da Silva Santos Neto. DIRETOR DO NTIC Leonardo Bidese de Pinho

REITORA Ulrika Arns. VICE-REITOR Almir Barros da Silva Santos Neto. DIRETOR DO NTIC Leonardo Bidese de Pinho 2014 Núcleo de Tecnologia da Informação e Comunicação - NTIC 10/07/2014 REITORA Ulrika Arns VICE-REITOR Almir Barros da Silva Santos Neto DIRETOR DO NTIC Leonardo Bidese de Pinho COORDENADOR DE DESENVOLVIMENTO

Leia mais

Solicitação de Autorização Intercâmbio

Solicitação de Autorização Intercâmbio Solicitação de Autorização Intercâmbio Passo a Passo - EQAT AGOSTO/2010 Por: Daniel Toledo 1 PARTE 1 PORTAL UNIMED... 4 1. ACESSO AO SITE... 4 2. SOLICITAÇÃO INTERCÂMBIO NACIONAL E ESTADUAL (EXCETO 0976

Leia mais

MANUAL DO PROFESSOR. - Inscrições Colégios. Colégios Participantes de Temporadas anteriores:

MANUAL DO PROFESSOR. - Inscrições Colégios. Colégios Participantes de Temporadas anteriores: MANUAL DO PROFESSOR - Inscrições Colégios Colégios Participantes de Temporadas anteriores: O Professor deverá acessar o link Inscrições Colégios no menu esquerdo da página inicial do site da LE2 e com

Leia mais

-Entre no menu Cadastros / Terceiros/Optantes -Insira os dados do Empregado ou Fornecedor / clique em Gravar

-Entre no menu Cadastros / Terceiros/Optantes -Insira os dados do Empregado ou Fornecedor / clique em Gravar Acesso ao Sistema -Dê dois cliques no ícone do programa -Digite o Usuário: -Digite a Senha: -Clique em Acessar 1 o. Passo Cadastrar os Empregados ou Fornecedores PARA O BOLETO NÃO É NECESSÁRIO CADASTRAR

Leia mais

WEBDESK SURFLOG. http://webdesk.surflog.com.br MANUAL DO USUÁRIO VERSÃO 2.0.1

WEBDESK SURFLOG. http://webdesk.surflog.com.br MANUAL DO USUÁRIO VERSÃO 2.0.1 http://webdesk.surflog.com.br MANUAL DO USUÁRIO VERSÃO 2.0.1 SUMÁRIO Introdução... 3 O Webdesk Surflog... 4 Acessando o Webdesk... 5 Funções do Webdesk... 7 Envio de avisos por e-mail pelo Webdesk... 8

Leia mais

Manual Candidato Edital Público. Manual de Utilização de Inscrição On-Line em Edital Público

Manual Candidato Edital Público. Manual de Utilização de Inscrição On-Line em Edital Público Manual de Utilização de Inscrição On-Line em Edital Público Última Atualização: 22/10/2013 1 Índice 1. Visão Geral...4 2. Incrição On-line em Edital Público...4 2.1 Visualizar cursos de Lato Sensu ou Stricto

Leia mais

DESONERAÇÃO FOLHA (INSS PATRONAL)

DESONERAÇÃO FOLHA (INSS PATRONAL) DESONERAÇÃO FOLHA (INSS PATRONAL) Para que o cálculo do INSS Patronal seja realizado, favor seguir os procedimentos abaixo: 1 - No Módulo de Contabilidade, deverão ser associadas as contas Operacionais

Leia mais

Manual do Aplicativo do Termo de Opção pelo Domicílio Tributário Eletrônico (DTE) Versão vigente a partir de 08/07/2013

Manual do Aplicativo do Termo de Opção pelo Domicílio Tributário Eletrônico (DTE) Versão vigente a partir de 08/07/2013 Manual do Aplicativo do Termo de Opção pelo Domicílio Tributário Eletrônico (DTE) Versão vigente a partir de 08/07/2013 1) Como acessar o aplicativo de Opção pelo Domicílio Tributário Eletrônico (DTE)

Leia mais

NOVA VERSÃO SAFE DOC MANUAL

NOVA VERSÃO SAFE DOC MANUAL NOVA VERSÃO SAFE DOC MANUAL COMO ACESSAR O APLICATIVO SAFE DOC CAPTURE Acesse o aplicativo SAFE-DOC CAPTURE clicando no ícone na sua área de trabalho: SAFE-DOC Capture Digite o endereço do portal que é

Leia mais

DF-e Manager Manual de uso Manifestação do destinatário Setembro de 2015

DF-e Manager Manual de uso Manifestação do destinatário Setembro de 2015 DF-e Manager Manual de uso Manifestação do destinatário Setembro de 2015 Copyright 2015 Synchro Solução Fiscal Brasil 1 Conteúdo 1. Introdução... 3 2. A Manifestação do Destinatário no DF-e Manager...

Leia mais

MANUAL DO USUÁRIO CONFIGURAÇÃO INICIAL INÍCIO

MANUAL DO USUÁRIO CONFIGURAÇÃO INICIAL INÍCIO 3 para guardas MANUAL DO USUÁRIO INÍCIO. Faça uma lista com os nomes dos locais onde os buttons serão fixados, identifique cada button com seu respectivo local. Exemplo: Recepção, Gerência, Reunião, etc....

Leia mais

Módulo: M_CONFIRMA_AGENDAMENTO - Confirmação dos Agendamentos

Módulo: M_CONFIRMA_AGENDAMENTO - Confirmação dos Agendamentos Page 1 of 16 145806 Módulo: M_CONFIRMA_AGENDAMENTO - Confirmação dos Agendamentos PDA 145806: Aumento do Campo "Telefone". SOLICITAÇÃO DO CLIENTE Aumentar o campo "Telefone" nas telas de agendamento, para

Leia mais

DECLARAÇÃO DE BENS E VALORES DO ESTADO DE MINAS GERAIS- DBV

DECLARAÇÃO DE BENS E VALORES DO ESTADO DE MINAS GERAIS- DBV DECLARAÇÃO DE BENS E VALORES DO ESTADO DE MINAS GERAIS- DBV SUMÁRIO 1. CADASTRO INICIAL... 1 2. ACESSO AO SISTEMA... 3 2.1. Preenchimento de Novo Formulário... 4 2.1.1. Declaração de Dependentes... 5 2.1.2

Leia mais

Passo a passo para emissão de Nota Fiscal de Produtor Eletrônica NFP-e

Passo a passo para emissão de Nota Fiscal de Produtor Eletrônica NFP-e Passo a passo para emissão de Nota Fiscal de Produtor Eletrônica NFP-e Natureza 86 Simples Remessa Por causa do sigilo fiscal, foram hachurados os dados do contribuinte. Toda NFP-e emitida neste ambiente

Leia mais

BASE DE DADOS ACERVO JUDICIÁRIO DO ARQUIVO NACIONAL

BASE DE DADOS ACERVO JUDICIÁRIO DO ARQUIVO NACIONAL BASE DE DADOS ACERVO JUDICIÁRIO DO ARQUIVO NACIONAL Manual para procedimentos básicos A tela inicial irá apresentar um menu com as seguintes opções: Introdução, Manual, Vocabulário, Consulta e Sair. 1

Leia mais

GUIA PRÁTICO RELAÇÕES DE REPRESENTAÇÃO PERANTE A SEGURANÇA SOCIAL

GUIA PRÁTICO RELAÇÕES DE REPRESENTAÇÃO PERANTE A SEGURANÇA SOCIAL GUIA PRÁTICO RELAÇÕES DE REPRESENTAÇÃO PERANTE A SEGURANÇA SOCIAL INSTITUTO DA SEGURANÇA SOCIAL, I.P ISS, I.P. Pág. 1/8 FICHA TÉCNICA TÍTULO Guia Prático de Relações de Representação Perante a Segurança

Leia mais