Low carbon technologies can transform Latin America s I\Z ÅLL[Z

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Low carbon technologies can transform Latin America s I\Z ÅLL[Z"

Transcrição

1 Low carbon technologies can transform Latin America s I\Z ÅLL[Z Lessons from the C40-CCI Hybrid & Electric Bus Test Program: Hybrid and electric technologies are a viable solution to reduce carbon emissions in the world s megacities As tecnologias de baixo carbono podem transformar as frotas de ônibus da América latina

2 Low carbon technologies can transform Latin America s bus fleets Lessons from the C40-CCI Hybrid & Electric Bus Test Program: Hybrid and electric technologies are a viable solution to reduce carbon emissions in the world s megacities April 25th, 2013

3 The transportation sector has a significant impact on rising greenhouse gas emissions levels, so shifting vehicles to cleaner energy sources remains a vitally important challenge. In New York City, we have increased the size of our electric vehicle fleet and made our yellow taxicab fleet more fuel efficient, and this year we will begin a pilot program to place electric vehicle charging stations around the city. Cities across Latin America have also been working to improve their transport systems to achieve better air quality, and this report can provide a roadmap for cities around the world to help achieve similar outcomes. C40 Chair, and Mayor of New York City Michael R. Bloomberg O setor de transporte tem um impacto significativo no aumento das emissões de gases de efeito estufa, assim, a mudança para veículos com fontes de energia mais limpas continua a ser um desafio extremamente importante. Em Nova York, nós aumentamos o tamanho de nossa frota de veículos elétricos, tornamos a nossa frota de táxi amarelo mais eficiente no uso de combustível e este ano vamos começar um programa piloto para instalar estações para carregamento de veículos elétricos pela cidade. Cidades da América Latina também têm trabalhado para melhorar seus sistemas de transporte e alcançar melhor qualidade do ar e este relatório pode servir de guia para ajudar cidades ao redor do mundo a alcançar resultados semelhantes. Presidente do C40 e prefeito de Nova York, Michael R. Bloomberg

4 By making investments in low carbon transit solutions such as hybrid and electric vehicles, we are able to better address major global issues including climate change and our reliance on oil. This low carbon transit program demonstrates that clean energy technologies have the potential to significantly reduce greenhouse gas emissions in urban areas, and is a catalyst for other cities and governments that want to make long-term investments which are beneficial to both the economy and the environment. President Bill Clinton, founder of the Clinton Foundation Ao fazer investimentos em soluções de transporte de baixo carbono, tais como veículos híbridos e elétricos, nós conseguimos lidar melhor com os problemas globais, incluindo as mudanças climáticas e nossa dependência do petróleo. Este programa de transporte de baixo carbono demonstra que as tecnologias de energia limpa têm potencial de reduzir significativamente as emissões de gases de efeito estufa em áreas urbanas e funcionam como um catalisador para outras cidades e governos que pretendem fazer investimentos de longo prazo, benéficos tanto para a economia quanto para o meio ambiente. Presidente Bill Clinton, Fundador da Fundação Clinton The Bank is committed to climate change mitigation and supports sustainable transportation initiatives in the region. The Hybrid and Electric Bus Test Program demonstrates opportunities to promote clean technologies in public transportation systems, and the interest of cities in adopting them. Luis Alberto Moreno, President IDB O Banco está comprometido com a mitigação dos efeitos da mudança climática e apoia as iniciativas de transporte sustentável na região. O Programa de Teste de Ônibus Híbrido e Elétrico demonstra oportunidades para impulsionar tecnologias limpas dentro dos sistemas de transporte público e o interesse das cidades em adotá-las. Luis Alberto Moreno, Presidente do IDB

5 4

6 5 Executive Sumary 6 Table of Contents Low carbon technologies can transform Latin America s bus fleets Part I: The Program and its Purpose 8 a. The Hybrid & Electric Bus Test Program 8 b. Challenges and Opportunities for Regions and Cities 12 c. About Hybrid & Electric Bus Technologies 15 Part II: The Case for Action: Why Hybrid/Electric Buses? 18 a. Technical Results 18 i. Direct Exhaust Emissions 20 ii. Energy Efficiency 21 iii.role of Drivers, Routes, Topography and Altitud 24 b. Economic Analysis 24 i. Lifecycle Costing 25 ii. Financing and Investment Scenarios 30 c. Global Perspective 34 Part III: Key Outcomes, Findings, and Recommendations 36 a. Setting a Benchmark for Technology Companies 36 b. Employing New Tools for City-Level Decision-Making 36 c. Key Findings and Recommendations 39 As tecnologias de baixo carbono podem transformar as frotas de ônibus da América Latina Resumo Executivo 6 Parte I: O Programa e seu Propósito 8 a. O Programa para Testes de Ônibus Híbridos e Elétricos 8 b. Desafios e Oportunidades para Regiões e Cidades 12 c. Sobre as Tecnologias dos Ônibus Híbridos e Elétricos 15 Parte II: Ação - Por que Ônibus Híbridos ou Elétricos? 18 a. Resultados Técnicos 18 i. Emissões Diretas do Escapamento 20 ii. Eficiência Energética 21 iii. O papel dos Motoristas, Rotas, Topografia e Altitude 24 b. Análises Econômicas 24 i. Custos do Ciclo de Vida 25 ii. Cenário para Investimentos e Financiamentos 30 c. Perspectiva Global 34 Parte III: Principais Resultados, Achados e Recomendações 36 a. Definir um Modelo de Referência para Empresas de Tecnologia 36 b. Empregando Novas Ferramentas para Tomada de Decisões em Âmbito Municipal 36 c. Principais Resultados e Recomendações 39

7 6 Today, the global urban population is nine times larger than it was 100 years ago - the implications of which are vast. Larger cities have a ravenous appetite for energy, consuming two-thirds of the world s supply and creating over 70% of global CO 2 emissions. Rapid urbanisation is fuelling an unparalleled demand for transportation, a major source of greenhouse gas emissions and therefore a critical driver of climate change. In fact, GHG emissions from the transport sector are increasing at a greater rate than those in any other. There is no sign of urban growth, and its subsequent transportation demands, slowing down. But in this urbanised future there lies an opportunity: urban density can actually create the possibility for a better quality of life and a lower carbon footprint through more efficient infrastructure and planning. With increased demand for transportation comes an opportunity to introduce cleaner technologies. Hoje, a população urbana global é nove vezes maior do que era há 100 anos, cujas implicações são amplas. Grandes cidades têm um apetite voraz por energia, consumindo dois terços da oferta mundial e gerando mais de 70% das emissões globais de CO2. A rápida urbanização estimula uma demanda sem precedentes para o transporte, fonte importante de emissões de gases de efeito estufa, tornando-se um fator crítico das mudanças climáticas. As emissões de gases do efeito estufa (GEE) do sector dos transportes estão aumentando a uma taxa maior do que em qualquer outro segmento. O Crescimento urbano e suas consequentes demandas de transportes não apresentam sinal de desaceleração. Mas, nesse futuro urbanizado reside uma oportunidade: a densidade urbana pode criar possibilidades para melhorar a qualidade de vida e diminuir a pegada de carbono por meio de planejamento e infraestruturas mais eficientes. Juntamente com o aumento da demanda por transporte vem à oportunidade para introdução de tecnologias mais limpas. Executive Summary Resumo Executivo The Hybrid and Electric Bus Test Program, an initiative designed and implemented by the C40 Cities Climate Leadership Group in partnership with the Clinton Climate Initiative, and with financial support from the Inter-American Development Bank (IDB), makes the case that hybrid and electric technologies can perform as well or better than comparable diesel-powered buses and within a reasonable payback period. In Latin America, where the transport sector is already the largest contributor of GHG emissions, several cities have been working to improve their transport systems to achieve improved air quality, better road safety, and greater social inclusion. Several local governments are considering low carbon bus technology as a way of leapfrogging polluting technologies to meet these goals. As such, the Program establishes the case for investment in hybrid and electric buses by bus technology companies, cities, and local transport operators; compiles and shares results within a network of participants, interested parties, and cities in Latin American countries; and is designed ultimately to lead to the deployment of low carbon buses across Latin American cities. Resulting fleets could include as O Programa para Testes de Ônibus Híbridos e Elétricos, uma iniciativa projetada e implantada por um Grupo de Grandes Cidades para Liderança Climática - Rede C40 - em parceria com a Clinton Climate Iniciative (CCI) e com o apoio financeiro do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), demonstra que tecnologias elétricas e híbridas podem obter performances iguais ou melhores do que as utilizadas hoje nos ônibus a diesel comuns, e com taxas de retorno razoável em comparação às tecnologias convencionais. Na América Latina, onde o setor dos transportes já é o maior contribuinte para as emissões de GEE, várias cidades têm trabalhado para aprimorar seus sistemas de transporte visando melhorar a qualidade do ar, aumentar a segurança rodoviária e promover a inclusão social. Dessa maneira, vários governos locais já estão considerando as tecnologias de baixo carbono nos ônibus como um salto à frente das tecnologias poluentes, e assim, alcançar esses objetivos. O Programa estabelece exemplos e cenários de investimentos em ônibus híbridos e elétricos por empresas de tecnologia para ônibus, cidades e operadores de transportes locais; compila e compartilha resultados entre a rede de participantes, as partes interessadas e cidades dos países latino-americanos. É projetado, em última instância, para direcionar a implantação

8 Executive Sumary Resumo Executivo 7 Given the successful implementation of the program of the Network of Cities (C40-CCI), funded by the Inter-American Development Bank (IDB), it has been demonstrated that hybrid and electric transportation is technically and economically feasible. In that sense the Development Plan Human Bogota meets 21st century challenges by foreseeing the intake of environmentally sustainable vehicles by the fleets of public service operators. It is imperative that suppliers and operators meet the challenge of transforming environmental conditions. We cannot condemn our children to live in a city that for decades has been contaminated by obsolete technologies. The progressive government of Bogota stimulates the use of low-pollution technologies that contribute to the reduction of CO 2 and reduce respiratory diseases. Mayor Gustavo Petro, Bogota Dado o sucesso da implantação do Programa da Rede de Cidades (C40-CCI), financiado pelo Banco Interamericano de Desenvolvimento (IDB), foi demonstrado que o transporte híbrido e elétrico é técnica e economicamente viável. Nesse sentido, o Plano de Desenvolvimento Bogotá Humana satisfaz os desafios do século 21, prevendo a entrada de veículos ambientalmente sustentáveis nas frotas dos operadores dos serviços públicos. É imperativo que os fornecedores e operadores enfrentem o desafio de transformar as condições ambientais. Não podemos condenar nossos filhos a viver em uma cidade que há décadas tem sido contaminada por tecnologias obsoletas. O governo progressista de Bogotá estimula o uso de tecnologias pouco poluentes, que contribuem para a redução do CO2 e reduz as doenças respiratórias. Prefeito Gustavo Petro, Bogotá many as 30,000 hybrid and electric buses within the next 10 years, resulting in an accumulated reduction in emissions during the same period of 10 million tonnes of carbon dioxide equivalent (CO 2 e). The Program was implemented by local governments, bus suppliers, and bus operators in Bogota, Rio de Janeiro, Sao Paulo, and Santiago. The conclusive results of this testing and economic analysis are already informing and accelerating decisions related to the incorporation of efficient, low emissions bus technologies. The Program s results demonstrate that hybrid and electric technologies produce smaller volumes of GHG emissions and local air pollutants and are more fuel-efficient than standard diesel engines. As expected, results differ according to individual cities driving patterns and cycles, driver training, and topography such as undulation and altitude above sea level, although this last variable, which is related to oxygen availability, does not affect electric buses. There is strong evidence of the environmental and social benefits of hybrid and/or electric bus adoption through reduction of local pollutants that have a major impact on health and other externalities such as noise pollution. The early and committed adoption of new bus technologies in C40 cities could create the right conditions for best-cost scenarios by generating incentives for suppliers to invest in further technological development and result in the establishment of both a primary market that includes provision of services, and a secondary market of relevant suppliers. Challenges remain, especially in regards to the quality of the available information on hybrid and electric bus technical and economic performance. But this is where the Program s impact really shines, by equipping cities with the evidence and arguments to establish a case for investment in hybrid and electric buses. For the ever-expanding population of Latin America, which is now more than 590,000,000, the timing could not be more critical. de frotas de ônibus com tecnologias de baixo carbono nas cidades da América Latina. Essas frotas poderão incluir até ônibus híbridos e elétricos nos próximos 10 anos, resultando na redução acumulada das emissões na ordem de 10 milhões de toneladas de Dióxido de carbono equivalente (CO2e) no mesmo período. O programa foi implantado pelos governos locais, fornecedores e operadores de ônibus em Bogotá, Rio de Janeiro, São Paulo e Santiago. As conclusões e as análises econômicas destes testes já estão acelerando processos de tomada decisão relacionados à incorporação de tecnologias mais eficientes e de baixa emissão para ônibus. Os resultados do Programa demonstram que as tecnologias híbridas e elétricas produzem volumes menores de GEE e poluentes atmosféricos locais, além de serem mais econômicas do que os motores dos ônibus a diesel convencionais. Como esperado, os resultados diferem de acordo com os padrões e ciclos de condução de cada cidade, o grau de treinamento dos motoristas e a topografia, como ondulações do terreno e altitude, embora esta última variável, que está relacionada com a disponibilidade de oxigênio, não afete os ônibus elétricos. Existem fortes evidências dos benefícios ambientais e sociais da adoção de ônibus híbridos e elétricos por meio da redução de poluentes locais, que têm um grande impacto sobre a saúde e outras externalidades como a poluição sonora e o conforto. A adoção rápida e comprometida de novas tecnologias de ônibus pelas cidades do C40 poderiam criar condições adequadas de cenários com custos melhores, gerados por meio de incentivos aos fornecedores, investimentos em desenvolvimento tecnológico e o estabelecimento tanto de um mercado primário, que inclui a prestação de serviços, quanto de um mercado secundário de fornecedores importantes. Os desafios permanecem, especialmente, no que diz respeito à qualidade da informação disponível sobre desempenho técnico e econômico dos ônibus híbridos e elétricos. É aí que o Programa realmente se destaca, fornecendo às cidades provas e argumentos para o aporte de investimentos em ônibus híbridos e elétricos. Para a população cada vez maior da América Latina, que já superou os 590 milhões de pessoas, o momento não poderia ser mais crítico.

9 8 a. The Hybrid & Electric Bus Test Program a. O Programa para Testes de Ônibus Híbridos e Elétricos The Hybrid and Electric Bus Test Program (the Program ) was conceived by C40-CCI, and has been actively supported by the IDB with a financial contribution of US$1.49 million. C40-CCI, as the implementing agency, was responsible for gathering in-kind contributions from multiple stakeholders, and especially those involved in the testing of hybrid and electric buses for comparison purposes to that of conventional diesel vehicles. O Programa para Testes de Ônibus Híbridos e Elétricos (o Programa ) foi concebido pelo C40- CCI e vem sendo apoiado ativamente pelo BID com o financiamento de $1,49 milhões de dólares. O C40-CCI, como agência de implantação, foi responsável por recolher as informações, in loco, provenientes de diferentes partes interessadas, especialmente as envolvidas com testes de ônibus híbridos e elétricos, com o propósito de comparação com as tecnologias a diesel convencionais. Part I The Program and its Purpose Parte I: O Programa e seu Propósito This publication presents the main results of the Program and is intended to provide a basis and rationale for decisions made by cities and bus operators, by addressing the barriers to implementation and defining the conditions required for the new technology to operate to its full potential. The Program measured the emissions from, and evaluated the technological and economic performance of, hybrid and electric buses in four cities - Bogota, Rio de Janeiro, Sao Paulo, and Santiago - considering specific driving conditions and duty cycles. The Program involved each of the participating cities, several bus manufacturers, and various local transport operators from within those cities. It has generated comparative data on estimated emissions reductions, technological reliability, life-cycle costs, and other benefits and risks associated with the adoption of each technology. The Program has delivered data and analyses of technical capacity, economic impact, market potential, and policy factors, which should equip cities with the evidence and arguments to establish a case for investment in hybrid and electric buses. This report does not present details of the fieldwork and the studies carried out; these are available on the C40 web page. Tests were tailored to each city but were based on a common methodology, making it possible to compare results, and establishing a rich dataset for analysis. Tests conducted in multiple cities provided the project team with data on a wide range of environments (altitudes, climates, topography, etc.). The Program s test results are more comprehensive than the results of a single case study, and therefore more applicable to many more cities. Esta publicação apresenta os principais resultados do Programa e se destina a fornecer bases e justificativas para decisões tomadas pelas cidades e operadores de ônibus, abordando as barreiras à implantação e definições das condições necessárias para que as novas tecnologias possam operar com todo seu potencial. O Programa mediu as emissões, avaliou os desempenhos tecnológicos e econômicos de ônibus híbridos e elétricos em quatro cidades da América Latina (Bogotá, Rio de Janeiro, São Paulo e Santiago), em condições específicas de condução e ciclo de trabalho para cada cidade. O programa envolveu em cada uma das cidades participantes, vários fabricantes de ônibus e operadores de transportes locais. Foram gerados dados comparativos sobre as reduções estimadas de emissões, confiabilidade tecnológica, custos de ciclo de vida e outros benefícios e riscos associados à adoção de cada tecnologia. O Programa apresentou dados e análises de capacidade técnica, impacto econômico, potencial de mercado e fatores políticos, que devem munir as cidades com argumentos e provas para o estabelecimento de investimentos em ônibus híbridos e elétricos. Neste relatório não constam detalhes do trabalho de campo e dos estudos realizados. Tais informações podem ser acessadas no website da C40 (http://www.c40cities.org/). Os testes foram adaptados para cada cidade, porém, baseados numa mesma metodologia, tornando possível a comparação entre resultados e permitindo obter um rico conjunto de dados para análise. Testes realizados em múltiplas cidades abasteceram à equipe do Projeto com dados sobre uma ampla gama de ambientes (altitudes, climas, topografia, etc.). Os resultados do Programa são mais abrangentes do que os resultados de um estudo de caso único e, portanto, melhor aplicável a outras cidades.

10 9

11 10 The Program results confirm the need for technological adaptation to local conditions, and the importance of considering variables characterizing individual cities. From a market perspective, a multiple-cities approach allowed for a more accurate assessment of regional demand, and creates the possibility of a regional strategy for negotiating with bus manufacturers. The four cities - Bogota, Rio de Janeiro, Sao Paulo, and Santiago - expressed direct interest in actively participating in the Program, and dedicated significant professional resources to it. These cities were interested in utilizing the results of the technical performance tests, and the analysis of economic viability of hybrid and electric bus technologies, for strategic planning in relation to their transport systems. They were keen to achieve a good understanding of costs as well as the underlying regulatory, legal, and institutional barriers to scaling-up deployment of this particular low carbon technology. City stakeholders and participating private companies perceived reducing global and local emissions as strong motivations for both evaluating hybrid/electric technologies, and as a way of avoiding deployment of less efficient and more polluting modes of transport. The results from the technical phase of the Program show that adoption of hybrid buses could reduce CO2 emissions by up to 35% (26% on average) compared to diesel buses. Average reductions in local emissions of between 60-80% were achieved, alongside a 30% reduction in fuel consumption. Electric buses have zero local emissions and offer up to 77% reduction in energy consumption, when comparing electricity use to diesel fuels. While the economic analysis shows that the purchase costs of hybrid and electric buses are higher than those of traditional buses, lifecycle assessment shows that hybrid and electric buses may reduce overall costs to cities and/or operators in the long term. In particular, hybrids cost 50-60% more and electric buses cost % more than traditional buses at time of purchase. Under current conditions, both battery-based technologies show comparable technological performance and similar maintenance costs to diesel buses. It is Os resultados confirmaram a necessidade da adaptação tecnológica às condições locais e a importância de se considerar as variáveis individuais que caracterizam cada cidade. Partindo de uma perspectiva de mercado, a abordagem de múltiplas cidades permite a avaliação mais precisa da demanda regional e abre a possibilidade de uma estratégia conjunta para a negociação com fabricantes de ônibus. As quatro cidades - Bogotá, Rio de Janeiro, São Paulo e Santiago - expressaram interesse imediato em participar do Programa e dedicaram recursos profissionais significativos nesse intuito. Essas cidades demonstraram interesse na utilização dos resultados de desempenho técnico e das análises de viabilidade econômica, das tecnologias híbridas e elétricas para ônibus, no planejamento estratégico de seus sistemas de transporte. Estavam ansiosas por conseguir entender os custos associados a essas tecnologias, assim como as regulamentações básicas, as barreiras legais e institucionais para ampliar a utilização, especificamente, dessas tecnologias de baixo carbono. Os interessados das cidades e as empresas privadas participantes perceberam que a redução das emissões globais e locais são fortes motivadores para avaliação do uso de ambas as tecnologias, híbrida e elétrica, e como forma de evitar a implementação de meios de transporte menos eficientes e mais poluentes. Os resultados da fase técnica do Programa mostraram que a adoção de ônibus híbridos pode reduzir as emissões de CO2 em até 35% (26% em média) se comparadas as dos ônibus a diesel convencionais. Uma redução média entre 60% e 80% das emissões locais é atingida, juntamente com a redução de 30% no consumo de combustível. Já os ônibus elétricos não apresentam emissões locais e reduzem o consumo de energia em até 77%, quando comparamos o uso de eletricidade com o diesel. Enquanto as análises econômicas mostraram custos de aquisição mais altos para os ônibus híbridos e elétricos, as avaliações dos ciclos de vida total mostraram que os ônibus híbridos e elétricos podem reduzir os custos globais da cidade e dos operadores em longo prazo. Em particular, os híbridos tem o custo de aquisição entre 50% e 60% maior e os elétricos entre 125% e 150% maior do que os convencionais a diesel. Nas condições atuais, ambas as tecnologias com base em baterias mostraram desempenhos tecnológicos comparáveis e custos de manutenção semelhantes aos dos ônibus a diesel. Espera-se que no futuro, essas condições melhorem para as tecnologias híbridas e elétricas. Caso este mercado

12 Part I: The Program and its Purpose Parte I: O Programa e seu Propósito 11 The results of the Hybrid & Electric Bus Test Program in Rio are very promising and we will continue working with C40-CCI to demonstrate that a business case for the introduction of these technologies can be created. The use of low carbon technologies for buses in the City of Rio de Janeiro is part of an overarching strategy to enhance the city mobility and its sustainability performance. Mayor Eduardo Paes, Rio de Janeiro Os resultados do Programa de Teste de Ônibus Híbrido e Elétrico no Rio foram muito promissores e vamos continuar trabalhando com a C40-CCI para demonstrar que um modelo de negócios para introduzir essas tecnologias pode ser criado. O uso de tecnologias de baixo carbono para ônibus na cidade do Rio de Janeiro faz parte de uma estratégia ampla para aperfeiçoar a mobilidade da cidade e seu desempenho em sustentabilidade. Prefeito Eduardo Paes, Rio de Janeiro 1. Since initial investments are higher for hybrids compared to conventional buses and maintenance costs have proved 10% higher in practice, all these fleets are subsidized. 1. Como os investimentos iniciais são mais elevados para os híbridos em relação aos ônibus convencionais e os custos de manutenção se mostraram 10% maior, na prática, todas essas frotas são subsidiadas. 2. Capital costs and infrastructure for electric fleets are generally government-subsidized. 2. Os custos de capital e infraestrutura para frotas elétricas são, geralmente, subsidiados pelo governo. hoped that conditions will improve for hybrid and electric technologies in the future. If a market became established, hybrid and electric buses could outperform traditional vehicles in the long run, through savings on energy, emissions reductions, lower maintenance costs, and increased durability. The Program allowed transport authorities and bus operators to learn from international experience with low carbon fleets performance in cities (operators visited installations in Gothenburg, London, Mexico, Shanghai, Shenzhen, and Stockholm). Although there are differences in net performance amongst technologies - in some cases after several years and in most after a few months - overall performance is consistent with the results obtained by the Program. At present, many cities around the world are making radical decisions regarding fleet increases to respond to increasing passenger demand. Findings showing that hybrid buses are in operation and the technology is performing as expected, with savings in fuel of over 30% compared to conventional diesel buses, is strong evidence to encourage future investment by cities in Latin America, as well as more broadly (1). Several cities are keen to adopt new low carbon technology, with electric buses proving the most attractive. Electric bus technology utilizing batteries or ultracapacitors is newer than hybrid technology, and in some cases has been in operation just over two years. Operating costs are lower in all cases compared to conventional diesel buses, with maintenance costs close to 50% lower as compared to diesel buses (2). Shanghai and Shenzhen, for example, are both enlarging their electric fleets, and Shenzhen has made the decision to move to 100% electric bus fleets within a short timeframe. The main challenge for implementation of new electric technology is the battery: there is a need for better performance and longer life span (currently less than 3,000 cycles - less than five years). Iron phosphate and lithium ions provide a longer lifespan - around 5,000 cycles - while price trends, based on present market growth, seem unaffected. On the one hand, developers are striving for increased efficiency. On the other, trends indicate that the price of lithium-based batteries will fall se estabeleça, os ônibus híbridos e elétricos poderão superar, em longo prazo, os veículos tradicionais, por meio da economia de energia, redução das emissões e dos custos de manutenção, assim como em maior durabilidade. O Programa permitiu que autoridades em transportes e operadores de ônibus pudessem aprender, com experiências internacionais, sobre o desempenho das frotas de baixo carbono em outras cidades (operadores visitaram instalações em Gotemburgo, Londres, México, Xangai, Shenzhen e Estocolmo). Embora existam diferenças de desempenho inerentes às tecnologias, pôde-se observar que em alguns casos, depois de vários anos e na maioria depois de alguns meses, o desempenho geral mostrase em conformidade com os resultados obtidos pelo Programa. Atualmente, muitas cidades ao redor do mundo estão tomando decisões radicais no que diz respeito ao aumento da frota para responder à crescente demanda de passageiros. Achados mostrando que os ônibus híbridos estão em operação e que a tecnologia está funcionando como esperado, com economia de combustível de mais de 30% em relação aos ônibus a diesel convencionais, é uma forte evidência para que as cidades da América Latina, e do mundo, sejam incentivadas a fazer investimentos futuros (1). Várias cidades estão ansiosas para adotar as novas tecnologias de baixo Carbono, com o ônibus elétrico provando ser o mais atrativo. A tecnologia dos ônibus elétricos, que utilizam baterias ou ultracapacitores, é mais recente do que a tecnologia híbrida e em alguns casos estão em operação por pouco mais de dois anos somente. Os custos operacionais, em todos os casos, são menores em relação aos ônibus convencionais a diesel, com custos de manutenção chegando a ser 50% mais baixos (2). Xangai e Shenzhen, por exemplo, estão ampliando suas frotas elétricas e Shenzhen tomou a decisão de passar 100% de sua frota para ônibus elétricos, dentro de um curto período. O principal desafio para a implantação da nova tecnologia elétrica são as baterias: existe a necessidade de aumentar sua eficiência e vida útil (atualmente é de menos

13 12 in the future, perhaps by 50% by the end of the decade. Mainstreaming of this technology would open a secondary market for used batteries before recycling is required. However, especially in the case of batteries containing lithium and heavy metals, recycling requires very good environmental practices. In addition, the use of electrical motors (that have few moving pieces) increases the life of the buses, as opposed to the active wearing of the many components associated with the combustion system of diesel buses. Durability of hybrid or battery electric buses compared to conventional diesel vehicles has yet to be proven, although the consensus is above 15 years. b. Challenges and Opportunities for Regions and Cities Globally, GHG emissions are increasing most rapidly in the transport sector. GHG emissions are the primary driver of climate change, and at the same time, transport demand is responsible for most of the increased global demand for oil. Further, a major portion of future increases in transport GHG emissions will come from developing countries. In Latin America, the transport sector is the largest contributor of CO2 emissions from energy consumption, accounting for 35% of such emissions compared with a 24% share worldwide. Road transport accounts for 90% of transport emissions in the region, half produced by passenger traffic and the remainder by freight transport. GHG emissions from the transport sector are exde ciclos, menos de cinco anos). As baterias que utilizam Fosfato de ferro ou íons de lítio oferecem uma vida útil mais longa, cerca de ciclos, porém a tendência dos preços, baseada no crescimento do mercado atual, parece não ser afetada. Por outro lado, as tendências indicam que os preços de baterias a base de lítio cairão no futuro, talvez em 50% até o final da década. A integração destas tecnologias abriria um mercado secundário para baterias usadas antes de ser necessária a reciclagem, lembrando que, especialmente no caso de baterias que contêm lítio e metais pesados, a reciclagem requer grandes cuidados e boas práticas ambientais. Além disso, o uso de motores elétricos, que possuem poucas peças móveis, aumenta a vida útil dos ônibus, em oposição ao uso ativo dos muitos componentes associados ao sistema de combustão dos ônibus a diesel. A durabilidade dos ônibus híbridos ou elétricos à bateria em comparação com os veículos diesel convencionais ainda está sendo comprovada, embora exista um consenso de que seja superior a 15 anos. b. Desafios e Oportunidades para Regiões e Cidades Globalmente, as emissões de GEE estão aumentando mais rapidamente no setor dos transportes. Essas emissões são a principal causa das mudanças climáticas e ao mesmo tempo, a demanda de transporte é a responsável pela maior parte do aumento da demanda por petróleo. Adicionalmente, a maior parte nos aumentos futuros das emissões de GEE provenientes do transporte virá de países em desenvolvimento. Na América Latina, o setor dos transportes é o maior contribuinte nas emissões de CO2 provenientes do consumo de energia, responsável por 35% das emissões em comparação com os 24% da participação a nível mundial. O transporte rodo-

14 Part I: The Program and its Purpose Parte I: O Programa e seu Propósito 13 International Energy Agency (IEA) figures show that transport worldwide is responsible for more than 60% of oil consumption, 13% of global GHG emissions, and 23% of global CO 2 emissions from fuel combustion. Transport GHG emissions are expected to increase by some 57% worldwide by 2030, with 80% of this increase coming from developing countries. By 2030, the transport sector is expected to account for 75% of increased demand for oil. Transport energy use in developing countries will increase at a rate of about 3% per year, four times faster than the rate for developed countries (IEA, 2008). Dados da Agência Internacional de Energia (IEA) mostram que o transporte mundial é responsável por mais de 60% do consumo de petróleo, 13% das emissões globais de GEE e 23% das emissões globais de CO2 provenientes da queima de combustível. As emissões de GEE dos transportes devem aumentar em todo o mundo por volta de 57% até 2030, sendo 80% deste aumento proveniente de países em desenvolvimento. Em 2030, o setor dos transportes deverá responder por 75% do aumento da demanda por petróleo. O uso de energia nos transportes aumentará aproximadamente 3% por ano nos países em desenvolvimento, quatro vezes mais rápido do que nos países desenvolvidos (IEA, 2008). pected to increase as a result of urbanization, rapid motorization (vehicle ownership and use), and growth in both domestic and international trade in goods and services. Latin America s urban areas account for more than 70% of its population and are presenting increasing rates of motorization. This motorization trend is expected to be maintained, as it is strongly correlated with increased personal income and decline in the real value of vehicles. Overall, increases in car ownership, car use, and emissions in the region will continue to grow, based on population and Gross Domestic Product (GDP) levels. In addition, the rate at which Latin American cities are growing is too fast for the current levels of investment in infrastructure to keep pace, and there is a growing trend towards urban sprawl and decentralization from urban centres. This rapid urban development is resulting in less available public transport services, and increased personal vehicle use and kilometres travelled, and is further accelerating the growth in GHG emissions. The above-mentioned realities call for fast action. The evidence suggests that comprehensive and integrated strategies would be most efficient and would work simultaneously to reduce transport emissions and fuel consumption through the adoption of more energy efficient technologies. Reducing the transportation carbon footprint through the adoption of an integrated strategy could bring other benefits for cities, including better air quality, less road congestion, reduced traffic noise, better road safety, and greater social inclusion as a result of more accessible, more efficient public transport. Some Latin American cities have been actively promoting sustainable transport measures, mainly through the implementation of Bus Rapid Transit (BRT) systems, but also other initiatives incorporating coordinated urban planning strategies for sustainable mobility and urban development. BRT refers to high-speed bus services that usually operate from city suburbs to central business districts, often using designated bus lanes and elevated metro-style pre-paid passenger access with sheltered bus stops. Bogota and Curitiba have viário é responsável por 90% das emissões de uma região, sendo metade produzida por veículos de passageiros e o restante pelo transporte de mercadorias. É esperado que as emissões dos GEE do setor de transportes aumentem como resultado da urbanização, a rápida motorização da população (compra de veículos e utilização) e crescimento tanto no comércio nacional como no internacional de bens e serviços. As áreas urbanas da América Latina concentram mais de 70% de sua população total e apresentam crescentes taxas de motorização. Esta tendência deve ser mantida, uma vez que está fortemente correlacionada com o aumento da renda pessoal e a queda no valor real dos veículos. No geral, o número de proprietários de veículos, seu uso e suas emissões vão continuar a crescer regionalmente, com base nos níveis populacionais e do Produto Interno Bruto (PIB). Além disso, a velocidade de crescimento das cidades latino-americanas é muito alta para os atuais níveis de investimentos em infraestrutura, além da tendência crescente da expansão urbana e sua descentralização. O rápido desenvolvimento urbano resulta na diminuição da disponibilidade dos serviços de transportes públicos, no aumento do uso do carro e dos quilômetros percorridos, acelerando ainda mais as emissões de GEE. Os fatos acima mencionados exigem ação rápida. As evidências sugerem que estratégias integradas e abrangentes são mais eficientes e trabalham simultaneamente na redução de suas emissões e do consumo de combustível por meio da adoção de tecnologias mais eficientes energeticamente. A redução da pegada de carbono dos transportes, por meio da adoção de estratégias integradas, poderão trazer outros benefícios para as cidades, como por exemplo: melhor qualidade do ar, congestionamentos menores, redução do ruído do tráfego, maior segurança rodoviária e maior inclusão social, como resultado de um transporte público mais acessível e eficiente. Algumas cidades da América Latina vêm promovendo ativamente avaliações de transportes sustentáveis, principalmente por meio da implementação de sistemas de corredores exclusivos para ônibus (BRT), e também outras iniciativas que incorporam estratégias coordenadas de planejamento urbano visando a mobilidade e o desenvolvimento urbano sustentável. Os corredores BRTs referem-se a serviços de ônibus com alta velocidade, geralmente operando da periferia para os centros de negócios da cidade, normalmente utilizando corredores de ônibus e vias elevadas exclusivas, com o acesso dos passageiros sendo

15 14

16 Part I: The Program and its Purpose Parte I: O Programa e seu Propósito 15 Improving public transport system is an absolute priority for Sao Paulo. Over the coming years, we intend to create more than 150 km bus lanes (BRT) and significantly improve operational speed and quality of the buses that run in the city. The results of tests with hybrid and electrical buses undertaken by C40/SPTRANS in Sao Paulo, with IDB financing, demonstrated the economic and environmental benefits of using clean vehicles. Our municipal legislation already requires the use of 100% of clean vehicles by 2018 and we have just incorporated these goals into our government plan. We will work hard to improve public transport in the city. Mayor Fernando Haddad, Sao Paulo Melhorar o transporte público é prioridade absoluta para São Paulo. Nos próximos anos, pretendemos criar mais 150 km de corredores de ônibus (BRT) e melhorar significativamente a velocidade operacional e a qualidade dos ônibus que rodam na cidade. Os resultados dos testes com ônibus híbridos e elétricos realizados pela C40/SPTRANS em São Paulo, com financiamento do BID, demonstraram os benefícios econômicos e ambientais do uso de veículos limpos. Nossa legislação municipal já requer o uso de 100% de veículos limpos até 2018 e acabamos por incorporar esses objetivos em nosso plano de metas. Vamos trabalhar muito para melhorar significativamente o transporte público na cidade. Prefeito Fernando Haddad, São Paulo both implemented BRT systems, and development is underway in several C40 cities including Mexico, Rio de Janeiro, and Sao Paulo. The window of opportunity for investment in hybrid and electric bus technology is now, when cities have plans for expansion and replacement of their bus fleets, when the technology is increasingly mature, and is proving to be economically competitive over the long run. c. About Hybrid & Electric Bus Technologies Hybrid and electric bus technologies are recognized as low carbon technologies. Hybrid buses combine a conventional internal combustion engine with an electric propulsion system. These types of buses normally use a diesel-electric power-train and are also described as hybrid dieselelectric buses. The electric power-train is intended to achieve better fuel economy than in a conventional vehicle. Modern hybrid diesel-electric buses make use of efficiency-improving technologies such as regenerative braking, which converts the vehicle s kinetic energy into electric energy to charge the battery rather than being dissipated as heat energy, every time acceleration is reduced. In general, hybrid electric vehicles can be classified according to how the power is supplied to the drive-train: in parallel or in series. In parallel hybrids, both the internal combustion engine and the electric motor are connected to the mechanical transmission and can simultaneously transmit power to drive the wheels, usually through a conventional transmission. In series hybrids, only the electric motor drives the drive-train, and the internal combustion engine works as a generator to power the electric motor or to recharge the batteries. Series hybrids usually have smaller combustion engines and larger battery packs compared to parallel hybrids. Parallel hybrids have smaller engines compared to the equivalent diesel bus. Hybrid buses do not require any additional investments in infrastructure. The hybrid system consumes less fuel and correspondingly reduces CO2, nitrogen oxides and particulate matter emissions. pré-pago (como no metrô), com paradas definidas e abrigadas. As cidades de Bogotá e Curitiba já operam sistemas de BRT enquanto, outras cidades participantes da C40 encontram-se em fase de desenvolvimento de seus sistemas, como o México, Rio de Janeiro e São Paulo. Existe uma janela para investimentos em tecnologias de ônibus híbridos e elétricos agora, quando as cidades estão planejando a expansão e substituição de suas frotas de ônibus, as tecnologias estão cada vez mais maduras e provando serem economicamente competitivas em seu ciclo de vida completo. c. Sobre as Tecnologias dos Ônibus Híbridos e Elétricos As tecnologias dos ônibus híbridos e elétricos são conhecidas como tecnologias de baixo carbono. Os ônibus híbridos combinam um motor a combustão interna convencional e um sistema de propulsão elétrico, chamados de ônibus híbridos diesel-elétrico. A propulsão elétrica destina-se a conseguir uma maior economia de combustível se comparada a um veículo convencional. Os ônibus híbridos diesel-elétrico modernos utilizam novas tecnologias para melhorar sua eficiência, como a frenagem regenerativa, que converte a energia cinética do veículo em energia elétrica que carrega a bateria, ao invés de ser dissipada como energia térmica, como ocorre quando o freio é utilizado. Em geral, os veículos híbridos elétricos podem ser classificados de acordo com a forma como a energia é fornecida à unidade de tração: em paralelo ou em série. Em híbridos paralelos, tanto o motor a combustão interna quanto o motor elétrico estão ligados à transmissão mecânica e podem transmitir, simultaneamente, energia para mover as rodas, o que geralmente ocorre por meio de uma transmissão convencional. Nos híbridos em série, apenas o motor elétrico impulsiona o veículo, o motor a combustão interna funciona somente como um gerador para alimentar o motor elétrico ou para recarregar as baterias. Híbridos em série costumam ter motores a combustão menores e o pacote de baterias maior do que os híbridos em paralelo. Já os híbridos paralelos possuem motores menores em comparação aos motores dos veículos convencionais equivalentes. Os ônibus híbridos não exigem maiores investimentos em infraestrutura, apresentam um consumo de combustível menor e consequentemente reduzem as emissões de CO2, óxidos de nitrogênio e material particulado.

17 16 Electric buses are powered by electricity and propelled by electric motors that respond to control systems to regulate power to the motors. These buses can either run by permanently connecting to wires (catenaries) or temporarily collecting electricity from an overhead charging structure or complex wireless systems, or run on batteries that need to be plugged into an electricity source and recharged over several hours and/or several times a day for either seconds (ultracapacitors, low autonomy) or minutes (batteries, from 30 to 300 km of autonomy). Battery-based vehicles run on chemical energy stored in rechargeable battery packs and do not have an internal combustion engine. These battery electric vehicles (BEV) or electric buses are dependent on the battery being plugged in at a charging station. Best motor efficiency is obtained with a wheel hub motor, conferring additional savings by eliminating the need for a transmission differential, and related mechanical parts. This reduces both the overall weight of the bus and energy losses due to friction. Tail pipe emissions generated by an electric bus are zero, and emissions from the electric network can be close to zero if generation comes from low-carbon sources such as hydroelectricity, solar, or wind. Depending on the technology chosen, a fleet of electric buses requires installation of long catenary infrastructure on the roads, charging stations in bus terminals, a combination between quick-charging and slow-overnight charging schemes, or multiple recharging per day installed at bus stops; in any of these cases changes must be made to the operator s garages. Os ônibus elétricos são alimentados por eletricidade e impulsionados por motores elétricos que respondem a sistemas controladores da energia enviada aos motores. Esses ônibus podem funcionar com formas diferentes de fontes de energia: conectados permanentemente à eletricidade, por meio de fios elétricos (Trólebus); temporariamente coletando energia elétrica a partir de uma estrutura aérea de carga; complexos sistemas sem fio; ou ainda utilizando baterias que precisam ser conectadas a uma fonte de eletricidade fixa e recarregadas. Essas recargas podem ser de várias horas ininterruptas ou em pequenos períodos durante o dia, alguns segundos (ultracapacitores, com baixa autonomia) ou minutos (baterias, com autonomia entre 30 e 300 km). Os veículos a bateria são movidos pela energia química armazenada nos conjuntos de baterias recarregáveis e não possuem motor de combustão interna. Estes Veículos Elétricos à Bateria (VEB) ou ônibus elétricos são dependentes de uma estação de recarga para que a bateria possa ser plugada. A melhor eficiência do motor é obtida com o uso do motor elétrico incorporado ao cubo da roda, conferindo uma economia adicional ao eliminar a necessidade da transmissão diferencial e das respectivas peças mecânicas. Isto reduz tanto o peso total do ônibus quanto as perdas resultantes do atrito. Ônibus elétricos não possuem emissões de escapamento e as emissões provenientes de sua cadeia produtiva podem chegar próximas a zero, se a geração de eletricidade para carregá-los utilizar fontes de baixo carbono, como hidroelétricas, solares e eólicas. Dependendo da tecnologia escolhida, uma frota de ônibus elétricos pode requerer instalações de sistemas de cabos elétricos ao longo das ruas (trólebus), estações de carregamento nos terminais de ônibus, uma combinação entre sistemas de carga rápida e lenta (durante a noite) ou múltiplas recargas por dia diretamente nos pontos de ônibus. Em qualquer destes casos, algumas alterações devem ser realizadas às garagens dos operadores.

18 Part I: The Program and its Purpose 17

19 18 The Case for Action: Why Hybrid or Electric Buses? Part II Parte II: Ação - Por que Ônibus Híbridos ou Elétricos? The Program results show better performance of hybrid and electric buses compared to conventional diesel buses in relation to exhaust emissions and energy efficiency. In Latin America the adoption of new low carbon technologies is subject to various policy scenarios regarding regulation and tax systems. For example, current subsidies for diesel tip the balance towards investing in conventional diesel technology, and import barriers in the form of duties favour continuation of established local production of diesel buses. Long-term evaluations of operating and maintenance costs strongly affect economic life-cycle analysis, as well as market scenarios analysis, showing that secondary markets at the end of the bus or battery life can have important impacts. The economic analysis shows that over the life cycle of the technology (over a 10 year period) a hybrid or electric bus has a higher initial purchase cost, but a competitive operating cost, plus very low maintenance costs, particularly in the case of electric buses. Potentially the greatest advantages of these technologies are their environmental, health, and social benefits. Additionally, adopting electric vehicles at a large scale aids in the development of low carbon bus markets while increasing operational stability, as energy price uncertainty is reduced due to the more predictable nature of electricity cost over any liquid fuel. a. Technical Results The Program involved 16 buses undergoing 30 hours of testing under real-world driving conditions for emissions and energy consumption, running along bus routes defined by each participating city s local authority and transport operators. Pioneering bus manufacturers, such as Volvo, Eletra, Youngman, Hankuk, and BYD, made buses available to the C40-CCI team for testing. Bus testing included different hybrid (diesel/elec- Os resultados do programa mostraram melhor desempenho dos ônibus híbridos e elétricos quando comparados aos ônibus a diesel convencionais em relação às emissões provenientes do escapamento e a eficiência energética. Na América Latina, a adoção de novas tecnologias de baixo carbono está sujeita aos diversos cenários políticos relacionados à regulamentação e sistemas fiscais. Por exemplo, os subsídios atuais dados ao diesel, que direcionam os investimentos para tecnologias a diesel convencional e as barreiras à importação de novas tecnologias, na forma de impostos que favorecem a continuidade da produção local dos ônibus a diesel. Avaliações de maior prazo nos custos de operação e manutenção afetam intensamente as análises do ciclo de vida econômico, assim como, avaliações de diferentes cenários de mercados mostram que os mercados secundários, ao final do ciclo de vida dos ônibus e das baterias, podem desempenhar um impacto significativo. Análises econômicas mostraram que ao longo do ciclo de vida da tecnologia (mais de 10 anos) um ônibus híbrido ou elétrico apresenta o custo inicial de compra maior, mas um custo operacional competitivo e baixíssimos custos de manutenção no caso dos ônibus elétricos. Potencialmente, as maiores vantagens destas tecnologias são os benefícios sociais, ao meio ambiente e a saúde. Adicionalmente, a adoção de veículos elétricos em larga escala, ajuda no desenvolvimento de mercados para os ônibus de baixo carbono e aumenta a estabilidade operacional, diminuindo a incerteza dos preços, já que os custos da energia elétrica são mais previsíveis do que os de qualquer combustível líquido. a) Resultados Técnicos O Programa envolveu 17 ônibus que foram submetidos a 30 horas de testes de emissões e consumo energético, em condições reais de condução, percorrendo rotas de ônibus pré-definidas pelas autoridades locais e pelos operadores de transporte de cada cidade participante. Os ônibus utilizados nos testes foram disponibilizados, para a equipe do C40-CCI, por indústrias pioneiras na fabricação de ônibus, como Volvo, Eletra, Youngman, Hankuk, e BYD.

20 Part II: The Case for Action: Why Hybrid or Electric Buses? Parte II: Ação - Por que Ônibus Híbridos ou Elétricos? One bus manufacturer made its parallel-hybrid technology available in all four cities, other manufacturers made vehicles available to individual cities. 3. Um dos fabricantes de ônibus disponibilizou sua tecnologia híbrida paralela para todas as quatro cidades, os outros fabricantes disponibilizaram os veículos para cada cidade individualmente. tric) and full battery electric vehicles (3) compared against a diesel bus (reference case). Following detailed planning, testing was undertaken in each city. Both Brazilian cities tested two hybrid technologies, a serial and a parallel bus. Bogota tested two examples of parallel hybrid technologies. One parallel hybrid bus was tested in Santiago. Electric buses were tested in Bogota and Santiago, and a trolley bus was evaluated in Sao Paulo. Three main components were measured to assess bus performance: direct exhaust emissions, fuel and energy consumption and the role of drivers, routes, topography, and altitude. The Program received the support of local bus operators or representatives in each city, including Express del Futuro in Bogota, Real Auto Ônibus, Viação Saens Peña and Fetranspor in Rio, Subus Chile in Santiago, and Transpass and Ambiental in Sao Paulo, and each provided drivers. Bus routes were identified and agreed upon with local authorities, taking into account criteria such as specific local policies, normal operating conditions for public transport services, topography and maximum coverage of the main urban area. Tests were carried out under normal traffic conditions at maximum loading capacity using simulated weights. Os testes incluíram diferentes tipos de ônibus híbridos (diesel/elétrico) e de totalmente elétricos com baterias (3), sempre comparados a um ônibus convencional a diesel (referência). Os testes foram realizados em cada uma das cidades seguindo um planejamento detalhado. Em ambas as cidades brasileiras foram testadas duas tecnologias híbridas para ônibus, uma serial e outra paralela. Em Bogotá foram testadas dois exemplos de tecnologia híbrida paralela. Somente um ônibus híbrido foi testado em Santiago. Dois ônibus elétricos à bateria diferentes foram testados em Bogotá e em Santiago, e um Trolley em São Paulo. Três componentes principais foram medidos para avaliar o desempenho dos ônibus: emissões diretas do escapamento; o consumo de energia e de combustível; e o papel dos motoristas, das rotas, da topografia e da altitude no desempenho dos ônibus. O Programa teve suporte de operadores de ônibus locais e órgãos do governo de cada cidade, Incluindo Express del Futuro, em Bogotá; Real Auto Ônibus, Viação Saens Peña e Fetranspor, no Rio de Janeiro; Subus Chile, em Santiago; Transpass e Ambiental em São Paulo. Todas ofereceram apoio operacional, técnico e de motoristas para realização dos testes. As rotas de ônibus foram identificadas e definidas em comum acordo com as autoridades locais, utilizando os seguintes critérios como base: políticas locais específicas, as condições normais de operação dos serviços de transporte público, tipo de

Sustainability issues in the Brazilian automotive industry: electric cars and end-of-life vehicles

Sustainability issues in the Brazilian automotive industry: electric cars and end-of-life vehicles Sustainability issues in the Brazilian automotive industry: electric cars and end-of-life vehicles Adcley Souza (adcley.souza@hotmail.com) Sustainability issues in the Brazilian automotive industry: electric

Leia mais

Avaliação do ciclo de vida de diferentes tecnologias de ônibus: Eficiência energética e emissões de poluentes em operação real.

Avaliação do ciclo de vida de diferentes tecnologias de ônibus: Eficiência energética e emissões de poluentes em operação real. Avaliação do ciclo de vida de diferentes tecnologias de ônibus: Eficiência energética e emissões de poluentes em operação real. Adalberto Felício Maluf Filho Mestre em Ciências pelo Instituto de Relações

Leia mais

Problemas ambientais urbanos

Problemas ambientais urbanos MEC, 4º ano, 2º sem, 2008-09 Desafios Ambientais e de Sustentabilidade em Engenharia Problemas ambientais urbanos 3ª aula Maria do Rosário Partidário CITIES ENVIRONMENT Inputs Outputs Energy Food Water

Leia mais

User interface evaluation experiences: A brief comparison between usability and communicability testing

User interface evaluation experiences: A brief comparison between usability and communicability testing User interface evaluation experiences: A brief comparison between usability and communicability testing Kern, Bryan; B.S.; The State University of New York at Oswego kern@oswego.edu Tavares, Tatiana; PhD;

Leia mais

Braskem Máxio. Maio / May 2015

Braskem Máxio. Maio / May 2015 Maio / May 2015 Braskem Máxio Braskem Máxio Braskem Maxio é um selo que identifica resinas de PE, PP ou EVA dentro do portfólio da Braskem com menor impacto ambiental em suas aplicações. Esta exclusiva

Leia mais

A Aviação no Comércio Europeu de Licenças de Emissão Especificidades para pequenos emissores

A Aviação no Comércio Europeu de Licenças de Emissão Especificidades para pequenos emissores A Aviação no Comércio Europeu de Licenças de Emissão Especificidades para pequenos emissores Departamento de Alterações Climáticas, Ar e Ruído (DACAR) Divisão de Poluição Atmosférica e Alterações Climáticas

Leia mais

Banca examinadora: Professor Paulo N. Figueiredo, Professora Fátima Bayma de Oliveira e Professor Joaquim Rubens Fontes Filho

Banca examinadora: Professor Paulo N. Figueiredo, Professora Fátima Bayma de Oliveira e Professor Joaquim Rubens Fontes Filho Título: Direção e Taxa (Velocidade) de Acumulação de Capacidades Tecnológicas: Evidências de uma Pequena Amostra de Empresas de Software no Rio de Janeiro, 2004 Autor(a): Eduardo Coelho da Paz Miranda

Leia mais

Braskem Maxio. Resinas da linha Braskem Maxio Braskem Maxio Grades. Redução de Consumo Energético Lower Energy Consumption.

Braskem Maxio. Resinas da linha Braskem Maxio Braskem Maxio Grades. Redução de Consumo Energético Lower Energy Consumption. Maio / May 2015 Resinas da linha Grades Redução de Consumo Energético Lower Energy Consumption RP 141 RP 347 RP 340S RP 340R RP 149 H 105 Produtividade Higher Productivity H 202HC CP 191XP VA8010SUV Redução

Leia mais

A tangibilidade de um serviço de manutenção de elevadores

A tangibilidade de um serviço de manutenção de elevadores A tangibilidade de um serviço de manutenção de elevadores Tese de Mestrado em Gestão Integrada de Qualidade, Ambiente e Segurança Carlos Fernando Lopes Gomes INSTITUTO SUPERIOR DE EDUCAÇÃO E CIÊNCIAS Fevereiro

Leia mais

CENTRO UNIVERSITÁRIO METROPOLITANO DE SÃO PAULO CURSO ADMINISTRAÇÃO DE EMPRESAS

CENTRO UNIVERSITÁRIO METROPOLITANO DE SÃO PAULO CURSO ADMINISTRAÇÃO DE EMPRESAS CENTRO UNIVERSITÁRIO METROPOLITANO DE SÃO PAULO CURSO ADMINISTRAÇÃO DE EMPRESAS UMA VANTAGEM COMPETITIVA COM A TERCEIRIZAÇÃO DE SERVIÇOS AMANDA ZADRES DANIELA LILIANE ELIANE NUNES ELISANGELA MENDES Guarulhos

Leia mais

ELEnA European Local ENergy Assistance

ELEnA European Local ENergy Assistance ECO.AP Programa de Eficiência Energética na Administração Pública ELEnA European Local ENergy Assistance Lisboa, 6/03/2015 Desafios 1 Conhecimento: a) Edifícios/equipamentos; b) Capacidade técnica; c)

Leia mais

Public Transport in Numbers

Public Transport in Numbers Nino Aquino ninoaquino@sinergiaestudos.com.br Sinergia Estudos e Projetos Ltda www.sinergiaestudos.com.br September 2009 Demand in bus systems Urban Bus Systems Main State Capitals* Passengers per month

Leia mais

Efficient Locally Trackable Deduplication in Replicated Systems. www.gsd.inesc-id.pt. technology from seed

Efficient Locally Trackable Deduplication in Replicated Systems. www.gsd.inesc-id.pt. technology from seed Efficient Locally Trackable Deduplication in Replicated Systems João Barreto and Paulo Ferreira Distributed Systems Group INESC-ID/Technical University Lisbon, Portugal www.gsd.inesc-id.pt Bandwidth remains

Leia mais

Modelamento Banco de Dados e modelos de tendencia

Modelamento Banco de Dados e modelos de tendencia Modelamento Banco de Dados e modelos de tendencia NOTA: Cada barra representa o grau de partidas de uma determinada origem de um conhecido percurso. Por exemplo, em Dezembro o fator sazonal para Chicago

Leia mais

COMITÊ DO ESPECTRO PARA RADIODIFUSÃO - CER SPECTRUM DAY 16.08.2011 A REVISÃO DA REGULAMENTAÇÃO DO USO DA FAIXA DE 3,5 GHZ UMA NECESSIDADE COMPROVADA.

COMITÊ DO ESPECTRO PARA RADIODIFUSÃO - CER SPECTRUM DAY 16.08.2011 A REVISÃO DA REGULAMENTAÇÃO DO USO DA FAIXA DE 3,5 GHZ UMA NECESSIDADE COMPROVADA. COMITÊ DO ESPECTRO PARA RADIODIFUSÃO - CER SPECTRUM DAY 16.08.2011 A REVISÃO DA REGULAMENTAÇÃO DO USO DA FAIXA DE 3,5 GHZ UMA NECESSIDADE COMPROVADA. PAULO RICARDO H. BALDUINO 0 Conteúdo 1. Introdução

Leia mais

Multicriteria Impact Assessment of the certified reference material for ethanol in water

Multicriteria Impact Assessment of the certified reference material for ethanol in water Multicriteria Impact Assessment of the certified reference material for ethanol in water André Rauen Leonardo Ribeiro Rodnei Fagundes Dias Taiana Fortunato Araujo Taynah Lopes de Souza Inmetro / Brasil

Leia mais

Iniciação ao software SIG Open Source WinGRASS 6.4 7-9 Maio 2010 Lisboa Cristina Catita, FCUL

Iniciação ao software SIG Open Source WinGRASS 6.4 7-9 Maio 2010 Lisboa Cristina Catita, FCUL Iniciação ao software SIG Open Source WinGRASS 6.4 7-9 Maio 2010 Lisboa Cristina Catita, FCUL Objectivos O objectivo deste curso é familiarizar os formandos com a utilização do software Geographic Resources

Leia mais

Global Logistics Solutions Soluções Logísticas Globais

Global Logistics Solutions Soluções Logísticas Globais BEM VINDO AO MUNDO RANGEL WELCOME TO RANGEL WORLD Atividade Aduaneira Customs Broker Transporte Marítimo Sea Freight ESPANHA SPAIN Transporte Aéreo Air Freight Expresso Internacional FedEx International

Leia mais

The Brazil United States Consumer Product Safety Conference Brazil United States Joint Press Statement June 10, 2011 Rio de Janeiro, Brazil Common Interests Ensuring a high level of consumer product safety

Leia mais

Salud Brasil SECRETARIA DE VIGILÂNCIA EM SAÚDE

Salud Brasil SECRETARIA DE VIGILÂNCIA EM SAÚDE Salud Brasil SECRETARIA DE VIGILÂNCIA EM SAÚDE IV EXPOEPI International Perspectives on Air Quality: Risk Management Principles for Oficina de Trabalho: Os Desafios e Perspectivas da Vigilância Ambiental

Leia mais

Otimização geral de processos (OEE) Fabian Prehn Campinas Setembro 2014

Otimização geral de processos (OEE) Fabian Prehn Campinas Setembro 2014 Otimização geral de processos (OEE) Fabian Prehn Campinas Setembro 2014 Agenda Agenda Futuro da produção farmacêutica Future of pharmaceutical production Compressão como principal ponto no processo de

Leia mais

WWW.ADINOEL.COM Adinoél Sebastião /// Inglês Tradução Livre 14/2014

WWW.ADINOEL.COM Adinoél Sebastião /// Inglês Tradução Livre 14/2014 TEXTO Brazil Leads Decline Among World's Biggest Companies THE losses OF São Paulo's stock market AND THE decline OF Brazil's real made Brazilian companies THE biggest losers among THE world's major companies,

Leia mais

O Compromisso Crescimento Verde e a Sustentabilidade na Secil

O Compromisso Crescimento Verde e a Sustentabilidade na Secil O Compromisso Crescimento e a Sustentabilidade na Secil GONÇALO SALAZAR LEITE CEO GRACE - Encontro Temático Crescimento 1 Ponto de Partida O cimento é um bem essencial ao conforto, segurança e património

Leia mais

Global Logistics Solutions Soluções Logísticas Globais

Global Logistics Solutions Soluções Logísticas Globais Global Logistics Solutions Soluções Logísticas Globais BEM VINDO AO MUNDO RANGEL WELCOME TO RANGEL WORLD Toda uma organização ao seu serviço! Constituídos em 1980 por Eduardo Rangel, rapidamente marcámos

Leia mais

EIA and SEA differences and relationship

EIA and SEA differences and relationship Mestrado em Urbanismo e Ordenamento do Território/ Master in Urban Studies and Territorial Management Mestrado em Engenharia do Ambiente / Master in Environmental Engineering Avaliação Ambiental Estratégica

Leia mais

ESTRUTURA DE CAPITAL: UMA ANÁLISE EM EMPRESAS SEGURADORAS

ESTRUTURA DE CAPITAL: UMA ANÁLISE EM EMPRESAS SEGURADORAS ESTRUTURA DE CAPITAL: UMA ANÁLISE EM EMPRESAS SEGURADORAS THE CAPITAL STRUCTURE: AN ANALYSE ON INSURANCE COMPANIES FREDERIKE MONIKA BUDINER METTE MARCO ANTÔNIO DOS SANTOS MARTINS PAULA FERNANDA BUTZEN

Leia mais

Asas de confiança, para produtos delicados. Wings of trust, for frail products.

Asas de confiança, para produtos delicados. Wings of trust, for frail products. Asas de confiança, para produtos delicados. Wings of trust, for frail products. Serviço dedicado e cuidado redobrado com carga sensível à temperatura. Dedicated service and extra care for temperature

Leia mais

Gerenciamento de projetos SMART GRID

Gerenciamento de projetos SMART GRID Gerenciamento de projetos SMART GRID OBJETIVO Em razão da (o): Grandiosidade e complexidade dos projetos SMART GRID Contexto econômico local e global vs. QUALIDADE dos serviços públicos. p Exigências de

Leia mais

Overview -Experiences of ITAIPU in the Electric Vehicle Project

Overview -Experiences of ITAIPU in the Electric Vehicle Project Overview -Experiences of ITAIPU in the Electric Vehicle Project Rio de Janeiro - 2012 June 18th. Eng. Celso Ribeiro Barbosa de Novais CTO - Sustainable Electrical Mobility ITAIPU BINACIONAL Historical

Leia mais

A MÁQUINA ASSÍNCRONA TRIFÁSICA BRUSHLESS EM CASCATA DUPLAMENTE ALIMENTADA. Fredemar Rüncos

A MÁQUINA ASSÍNCRONA TRIFÁSICA BRUSHLESS EM CASCATA DUPLAMENTE ALIMENTADA. Fredemar Rüncos Resumo da Dissertação apresentada à UFSC como parte dos requisitos necessários para obtenção do grau de Mestre em Engenharia Elétrica. A MÁQUINA ASSÍNCRONA TRIFÁSICA BRUSHLESS EM CASCATA DUPLAMENTE ALIMENTADA

Leia mais

UNIVERSIDADE TECNOLÓGICA FEDERAL DO PARANÁ CAMPUS CURITIBA CURSO SUPERIOR DE ENGENHARIA ELÉTRICA

UNIVERSIDADE TECNOLÓGICA FEDERAL DO PARANÁ CAMPUS CURITIBA CURSO SUPERIOR DE ENGENHARIA ELÉTRICA UNIVERSIDADE TECNOLÓGICA FEDERAL DO PARANÁ CAMPUS CURITIBA CURSO SUPERIOR DE ENGENHARIA ELÉTRICA ANDERSON WESLLEY DA SILVA ZAMPOLI BRUNO MIGUEL ABIB FELIPE MOREIRA DAQUILA ANÁLISE DE DEMANDA DE ENERGIA

Leia mais

Types of Investments: Equity (9 companies) Convertible Notes (10 companies)

Types of Investments: Equity (9 companies) Convertible Notes (10 companies) IMPACT INVESTING WE STARTED... A Venture Capital Fund Focused on Impact Investing Suport: Financial TA Criterias to select a company: Social Impact Profitabilty Scalability Investment Thesis (Ed, HC,

Leia mais

CONTRIBUTO DO DESIGN PARA A MODERNIZAÇÃO DOS SERVIÇOS PÚBLICOS PORTUGUESES. SEMINÁRIO INTERNACIONAL Lisboa, 19 de Junho de 2015

CONTRIBUTO DO DESIGN PARA A MODERNIZAÇÃO DOS SERVIÇOS PÚBLICOS PORTUGUESES. SEMINÁRIO INTERNACIONAL Lisboa, 19 de Junho de 2015 CONTRIBUTO DO DESIGN PARA A MODERNIZAÇÃO DOS SERVIÇOS PÚBLICOS PORTUGUESES SEMINÁRIO INTERNACIONAL Lisboa, 19 de Junho de 2015 Introdução (I) Apesar de em Portugal até ao momento não existirem exemplos

Leia mais

Compartilhando Energia Humana. Sharing Human Energy

Compartilhando Energia Humana. Sharing Human Energy Compartilhando Energia Humana Sharing Human Energy A Chevron Brasil tem como estratégia e valor um plano de investimento social voltado para o incentivo à qualificação profissional e ao empreendedorismo

Leia mais

6 Não será permitido o uso de dicionário.

6 Não será permitido o uso de dicionário. 1 2 3 4 5 Confira se os dados contidos na parte inferior desta capa estão corretos e, em seguida, assine no espaço reservado para isso. Se, em qualquer outro local deste Caderno, você assinar, rubricar,

Leia mais

Altos Níveis de Estoque nas Indústrias de Conexões de PVC

Altos Níveis de Estoque nas Indústrias de Conexões de PVC Altos Níveis de Estoque nas Indústrias de Conexões de PVC Junior Saviniec Ferreira; Letícia Stroparo Tozetti Faculdade Educacional de Araucária RESUMO O problema de estoque elevado é cada vez menos frequente

Leia mais

POTENCIAL E OPORTUNIDADES DO USO DE VEÍCULOS HÍBRIDOS NO BRASIL

POTENCIAL E OPORTUNIDADES DO USO DE VEÍCULOS HÍBRIDOS NO BRASIL POTENCIAL E OPORTUNIDADES DO USO DE VEÍCULOS HÍBRIDOS NO BRASIL Aníbal Durães de Almeida Júnior 1 ; Paula Leopoldino de Barros 1 ; Guilherme Wilson da Conceição 1 ; Richele Cabral Gonçalves 1 ; 1 FETRANSPOR

Leia mais

REAL ESTATE MARKET IN BRAZIL

REAL ESTATE MARKET IN BRAZIL REAL ESTATE MARKET IN BRAZIL JOÃO CRESTANA President of Secovi SP and CBIC National Commission of Construction Industry SIZE OF BRAZIL Population distribution by gender, according to age group BRAZIL 2010

Leia mais

Agência de Vigilância Sanitária - ANVISA ITEM 8

Agência de Vigilância Sanitária - ANVISA ITEM 8 2ª Reunião Extraordinária da Câmara Setorial de Alimentos Agência de Vigilância Sanitária - ANVISA ITEM 8 INOVAÇÕES TECNOLÓGICAS PARA O MONITORAMENTE E GERENCIAMENTO DA CADEIA DE FRIO Luis Madi / Eloísa

Leia mais

MOBILITY AND SUSTAINABILITY Rosario, May 9th 14th, 2011. jaime lerner arquitetos associados

MOBILITY AND SUSTAINABILITY Rosario, May 9th 14th, 2011. jaime lerner arquitetos associados MOBILITY AND SUSTAINABILITY Rosario, May 9th 14th, 2011 STRATEGIC VISION AND URBAN STRUCTURE VITA, THE TURTLE OTTO, THE AUTOMOBILE ACCORDION, THE FRIENDLY BUS DRAWING THE CITIES... URBAN STRUCTURE OF

Leia mais

Future Trends: Global Perspective. Christian Kjaer Chief Executive Officer European Wind Energy Association

Future Trends: Global Perspective. Christian Kjaer Chief Executive Officer European Wind Energy Association Future Trends: Global Perspective Christian Kjaer Chief Executive Officer European Wind Energy Association Brazil Wind Power 2010 Rio de Janeiro 1 September 2010 Members include the following leading players:

Leia mais

Definição de competitividade

Definição de competitividade TRIBUTAÇÃO E COMPETITIVIDADE VII Jornadas do IPCA 25.11.2006 Claudia Dias Soares Universidade Católica Portuguesa Definição de competitividade EC 2004: a sustained rise in the standards of living of a

Leia mais

UNIVERSIDADE CATÓLICA PORTUGUESA. A Reputação e a Responsabilidade Social na BP Portugal: A importância da Comunicação. Por. Ana Margarida Nisa Vintém

UNIVERSIDADE CATÓLICA PORTUGUESA. A Reputação e a Responsabilidade Social na BP Portugal: A importância da Comunicação. Por. Ana Margarida Nisa Vintém UNIVERSIDADE CATÓLICA PORTUGUESA A Reputação e a Responsabilidade Social na BP Portugal: A importância da Comunicação Relatório de estágio apresentado à Universidade Católica Portuguesa para obtenção do

Leia mais

ANÁLISE DO POTENCIAL DE REDUÇÃO DAS EMISSÕES DE CO 2 NA REGIÃO METROPOLITANA DO RIO DE JANEIRO

ANÁLISE DO POTENCIAL DE REDUÇÃO DAS EMISSÕES DE CO 2 NA REGIÃO METROPOLITANA DO RIO DE JANEIRO ANÁLISE DO POTENCIAL DE REDUÇÃO DAS EMISSÕES DE CO 2 NA REGIÃO METROPOLITANA DO RIO DE JANEIRO Jorge Luiz Oliveira Fernandes - UFF e PEC/COPPE/UFRJ Jeferson Borghetti Soares - PPE/COPPE/UFRJ ABSTRACT The

Leia mais

Parte 1 Part 1. Mercado das Comunicações. na Economia Nacional (2006-2010)

Parte 1 Part 1. Mercado das Comunicações. na Economia Nacional (2006-2010) Parte 1 Part 1 Mercado das Comunicações na Economia Nacional (2006-2010) Communications Market in National Economy (2006/2010) Parte 1 Mercado das Comunicações na Economia Nacional (2006-2010) / Part 1

Leia mais

e-lab: a didactic interactive experiment An approach to the Boyle-Mariotte law

e-lab: a didactic interactive experiment An approach to the Boyle-Mariotte law Sérgio Leal a,b, João Paulo Leal a,c Horácio Fernandes d a Departamento de Química e Bioquímica, FCUL, Lisboa, Portugal b Escola Secundária com 3.º ciclo Padre António Vieira, Lisboa, Portugal c Unidade

Leia mais

2. HUMAN RESOURCES 2. RECURSOS HUMANOS 1 RECRUTAMENTO E SELECÇÃO 1 RECRUITMENT AND SELECTION 2 QUALIFICAÇÃO DOS TRABALHADORES

2. HUMAN RESOURCES 2. RECURSOS HUMANOS 1 RECRUTAMENTO E SELECÇÃO 1 RECRUITMENT AND SELECTION 2 QUALIFICAÇÃO DOS TRABALHADORES RECURSOS HUMANOS HUMAN RESOURCES . RECURSOS HUMANOS RECRUTAMENTO E SELECÇÃO. HUMAN RESOURCES RECRUITMENT AND SELECTION O recrutamento e a situação contratual, no ano em análise, e face ao anterior, caracterizaram-se

Leia mais

O SEU NEGÓCIO ESTÁ NA MODA Your Business is in fashion

O SEU NEGÓCIO ESTÁ NA MODA Your Business is in fashion O SEU NEGÓCIO ESTÁ NA MODA Your Business is in fashion Fazemos parte do processo de retalho de moda com o objetivo de aumentar as suas vendas Desde a fundação em 1980 que somos um operador ativo e inovador,

Leia mais

As Novas Formas de Financiamento da Economia

As Novas Formas de Financiamento da Economia As Novas Formas de Financiamento da Economia Francisco Fonseca Vice-Presidente ANJE 2º CONGRESSO DAS EMPRESAS E DAS ACTIVIDADES ECONÓMICAS - LISBOA O que são? Formas alternativas de financiamento incluem

Leia mais

APRESENTAÇÃO. ABNT CB-3 Comitê Brasileiro de Eletricidade Comissão de Estudo CE 03:064.01 Instalações Elétricas de Baixa Tensão NBR 5410

APRESENTAÇÃO. ABNT CB-3 Comitê Brasileiro de Eletricidade Comissão de Estudo CE 03:064.01 Instalações Elétricas de Baixa Tensão NBR 5410 APRESENTAÇÃO ABNT CB-3 Comitê Brasileiro de Eletricidade Comissão de Estudo CE 03:064.01 Instalações Elétricas de Baixa Tensão NBR 5410 Instalações elétricas de baixa tensão NBR 5410:1997 NBR 5410:2004

Leia mais

BR-EMS MORTALITY AND SUVIVORSHIP LIFE TABLES BRAZILIAN LIFE INSURANCE AND PENSIONS MARKET

BR-EMS MORTALITY AND SUVIVORSHIP LIFE TABLES BRAZILIAN LIFE INSURANCE AND PENSIONS MARKET BR-EMS MORTALITY AND SUVIVORSHIP LIFE TABLES BRAZILIAN LIFE INSURANCE AND PENSIONS MARKET 2015 1 e-mail:mario@labma.ufrj.br Tables BR-EMS, mortality experience of the Brazilian Insurance Market, were constructed,

Leia mais

UNIDADE DE PESQUISA CLÍNICA Centro de Medicina Reprodutiva Dr Carlos Isaia Filho Ltda. SAMPLE SIZE DETERMINATION FOR CLINICAL RESEARCH

UNIDADE DE PESQUISA CLÍNICA Centro de Medicina Reprodutiva Dr Carlos Isaia Filho Ltda. SAMPLE SIZE DETERMINATION FOR CLINICAL RESEARCH SAMPLE SIZE DETERMINATION FOR CLINICAL RESEARCH Duolao Wang; Ameet Bakhai; Angelo Del Buono; Nicola Maffulli Muscle, Tendons and Ligaments Journal, 2013 Santiago A. Tobar L., Dsc. Why to determine the

Leia mais

Processo de exportação de perecíveis aos EUA. (Frederico Tavares - Gerente de Comércio Internacional, UGBP: Union of Growers of Brazilian Papaya)

Processo de exportação de perecíveis aos EUA. (Frederico Tavares - Gerente de Comércio Internacional, UGBP: Union of Growers of Brazilian Papaya) Processo de exportação de perecíveis aos EUA (Frederico Tavares - Gerente de Comércio Internacional, UGBP: Union of Growers of Brazilian Papaya) World Production of Tropical Fruit World production of tropical

Leia mais

POTENCIAL DE INTERCÂMBIO DE ENERGIA ELÉTRICA ENTRE OS SISTEMAS ELÉTRICOS DO BRASIL E DA ARGENTINA

POTENCIAL DE INTERCÂMBIO DE ENERGIA ELÉTRICA ENTRE OS SISTEMAS ELÉTRICOS DO BRASIL E DA ARGENTINA Revista Brasileira de Energia, Vol. 17, N o. 1, 1 o Sem. 2011, pp. 73-81 73 POTENCIAL DE INTERCÂMBIO DE ENERGIA ELÉTRICA ENTRE OS SISTEMAS ELÉTRICOS DO BRASIL E DA ARGENTINA André Luiz Zanette 1 RESUMO

Leia mais

A Modernização Tecnológica no Setor Público: a experiência de cooperação

A Modernização Tecnológica no Setor Público: a experiência de cooperação A Modernização Tecnológica no Setor Público: a experiência de cooperação Clarice Stella Porciuncula 1 Analista de Sistemas da PUC-RS Especialista em Sistemas de Informação e Telemática na UFRGS Analista

Leia mais

MIT Portugal Program Engineering systems in action

MIT Portugal Program Engineering systems in action MIT Portugal Program Engineering systems in action Paulo Ferrão, MPP Director in Portugal Engineering Systems: Achievements and Challenges MIT, June 15-17, 2009 Our knowledge-creation model An Engineering

Leia mais

INFORMATION SECURITY IN ORGANIZATIONS

INFORMATION SECURITY IN ORGANIZATIONS INFORMATION SECURITY IN ORGANIZATIONS Ana Helena da Silva, MCI12017 Cristiana Coelho, MCI12013 2 SUMMARY 1. Introduction 2. The importance of IT in Organizations 3. Principles of Security 4. Information

Leia mais

FDLI s Brazil Conference

FDLI s Brazil Conference Programa Alimentos Seguros: uma experiência brasileira Food Safety Program: a Brazilian experience FDLI s Brazil Conference Zeide Lúcia Gusmão, MSc. National Coordinator PAS SENAI Nacional Department São

Leia mais

Workshop 2 Changes in Automotive Industry: New Markets Different Technologies?

Workshop 2 Changes in Automotive Industry: New Markets Different Technologies? Organization: Cooperation: Workshop 2 Changes in Automotive Industry: New Markets Different Technologies? Volkswagen do Brasil Cologne, August 25 th, 2008 Volkswagen do Brasil Present in Brazil since 1953

Leia mais

Local & Regional Development. Expanding the positive impacts of mining projects

Local & Regional Development. Expanding the positive impacts of mining projects Local & Regional Development Expanding the positive impacts of mining projects Defining local and regional development Factors: Economic Social Specific to communities Need for ongoing consultations Link

Leia mais

Mobilidade Urbana. João Fortini Albano. Eng. Civil, Prof. Dr. Lastran/Ufrgs

Mobilidade Urbana. João Fortini Albano. Eng. Civil, Prof. Dr. Lastran/Ufrgs Mobilidade Urbana João Fortini Albano Eng. Civil, Prof. Dr. Lastran/Ufrgs Aspectos conceituais Questões de mobilidade urbana Encaminhando soluções Aspectos conceituais Mobilidade urbana? É uma atividade

Leia mais

ELENA e Portugal 2020

ELENA e Portugal 2020 ELENA e Portugal 2020 Convenção Low Carbon de um Oeste Sustentável Dinis Rodrigues Caldas da Rainha, 9 de julho de 2013 AGENDA Tema 1 Portugal 2020 Tema 2 - ELENA 1 Compromissos Nacionais Metas UE-27 20%

Leia mais

Prova de Seleção Mestrado LINGUA INGLESA 15/02/2016

Prova de Seleção Mestrado LINGUA INGLESA 15/02/2016 Prova de Seleção Mestrado LINGUA INGLESA 15/02/2016 Instruções aos candidatos: (1) Preencher somente o número de inscrição em todas as folhas. (2) Usar caneta preta ou azul. 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12

Leia mais

Introduction to Network Design and Planning

Introduction to Network Design and Planning Introduction to Network Design and Planning Joao.Neves@fe.up.pt 1 In the Beginning... The project of a Network was the result of the inspiration of a guru or an "artist" (after all was considered an art...)

Leia mais

75, 8.º DTO 1250-068 LISBOA

75, 8.º DTO 1250-068 LISBOA EAbrief: Medida de incentivo ao emprego mediante o reembolso da taxa social única EAbrief: Employment incentive measure through the unique social rate reimbursement Portaria n.º 229/2012, de 03 de Agosto

Leia mais

AVALIAÇÃO PROSPECTIVA DA GERAÇÃO DE ENERGIA ELÉTRICA NO MUNDO E NO BRASIL. Marcio Soares Dias

AVALIAÇÃO PROSPECTIVA DA GERAÇÃO DE ENERGIA ELÉTRICA NO MUNDO E NO BRASIL. Marcio Soares Dias AVALIAÇÃO PROSPECTIVA DA GERAÇÃO DE ENERGIA ELÉTRICA NO MUNDO E NO BRASIL Marcio Soares Dias Centro de Desenvolvimento da Tecnologia Nuclear CDTN Comissão Nacional de Energia Nuclear- CNEN Tel. (031) 3499

Leia mais

Capital Humano e Capital Social: Construir Capacidades para o Desenvolvimento dos Territórios

Capital Humano e Capital Social: Construir Capacidades para o Desenvolvimento dos Territórios UNIVERSIDADE DE LISBOA FACULDADE DE LETRAS DEPARTAMENTO DE GEOGRAFIA Capital Humano e Capital Social: Construir Capacidades para o Desenvolvimento dos Territórios Sandra Sofia Brito da Silva Dissertação

Leia mais

Instituto de Engenharia de Sistemas e Computadores de Coimbra Institute of Systems Engineering and Computers INESC - Coimbra

Instituto de Engenharia de Sistemas e Computadores de Coimbra Institute of Systems Engineering and Computers INESC - Coimbra Instituto de Engenharia de Sistemas e Computadores de Coimbra Institute of Systems Engineering and Computers INESC - Coimbra António Manuel Almeida António Gomes Martins O RSECE e a Iluminação - Uma contribuição

Leia mais

RESSALVA. Atendendo solicitação do autor, o texto completo desta dissertação será disponibilizado somente a partir de 05/07/2016.

RESSALVA. Atendendo solicitação do autor, o texto completo desta dissertação será disponibilizado somente a partir de 05/07/2016. RESSALVA Atendendo solicitação do autor, o texto completo desta dissertação será disponibilizado somente a partir de 05/07/2016. UNESP Faculdade de Engenharia do Campus de Guaratinguetá Dissertação de

Leia mais

Catálogo casa de banho l WC accessories. gestos que apetecem l tempting gestures

Catálogo casa de banho l WC accessories. gestos que apetecem l tempting gestures Catálogo casa de banho l WC accessories gestos que apetecem l tempting gestures VALENÇA BRAGA A NOSSA MISSÃO......VALORIZAR E ENGRADECER A TUPAI PORTO AVEIRO ÁGUEDA - COIMBRA GPS - N 40.58567º W 8.46558º

Leia mais

Low Carbon Scenarios for Brazil. Amaro Pereira PPE/COPPE/UFRJ

Low Carbon Scenarios for Brazil. Amaro Pereira PPE/COPPE/UFRJ Low Carbon Scenarios for Brazil Amaro Pereira PPE/COPPE/UFRJ Project Team Co-ordinators Prof. Emilio La Rovere and Carolina Dubeux Technical team Amaro Pereira (Energy) Anamélia Medeiros (Agriculture)

Leia mais

6 Só será permitido o uso de dicionário INGLÊS/INGLÊS. 8 Utilize para rascunhos o verso de cada página deste Caderno.

6 Só será permitido o uso de dicionário INGLÊS/INGLÊS. 8 Utilize para rascunhos o verso de cada página deste Caderno. 1 2 3 4 5 Confira se os dados contidos na parte inferior desta capa estão corretos e, em seguida, assine no espaço reservado para isso. Se, em qualquer outro local deste Caderno, você assinar, rubricar,

Leia mais

Color variant: Siemens White

Color variant: Siemens White 2º Forum da Responsabilidade Social das Organizações A Glocal Company Color variant: Siemens White Key Figures - Siemens Global Dados Gerais Americas 25% 22% 33% 101 19.1 96 Europe (excl. Germany) 27%

Leia mais

106 BANCO DE PORTUGAL Boletim Estatístico

106 BANCO DE PORTUGAL Boletim Estatístico 106 BANCO DE PORTUGAL Boletim Estatístico B.7.1.1 Taxas de juro sobre novas operações de empréstimos (1) concedidos por instituições financeiras monetárias a residentes na área do euro (a) Interest rates

Leia mais

Volvo Buses Volvo Buses

Volvo Buses Volvo Buses O Grupo Volvo é um dos líderes mundiais na fabricação de caminhões, ônibus, equipamentos de construção, motores marítimos e industriais. Volvo na América dos Sul Volvo Colômbia Bogotá Volvo Peru Lima Mack

Leia mais

Federal Court of Accounts Brazil (TCU) Auditing Climate Change Policies

Federal Court of Accounts Brazil (TCU) Auditing Climate Change Policies Federal Court of Accounts Brazil (TCU) Auditing Climate Change Policies JUNNIUS MARQUES ARIFA Head of Department of Agriculture and Environmental Audit TCU s mandate and jurisdiction 1. Role of Supreme

Leia mais

Bárbara Rodrigues da Silva 3ALEN, 2015

Bárbara Rodrigues da Silva 3ALEN, 2015 Pets reality There are about 30 millions abandoned pets only in Brazil. Among these amount, about 10 millions are cats and the other 20 are dogs, according to WHO (World Health Organization). In large

Leia mais

Portugal Hub Logístico Global

Portugal Hub Logístico Global Portugal Hub Logístico Global Intervenção de Ricardo Félix 10/11/2009 Logistema - Consultores em Logística Portugal Hub Logístico Global - Agenda Portugal Logístico O conceito e a oportunidade Plataformas

Leia mais

Tecnologia da Informação em Saúde. Consulado Americano no Brasil. Altino Ribeiro Leitão Gerente-geral de Informação e Sistemas 17 de Setembro de 2014

Tecnologia da Informação em Saúde. Consulado Americano no Brasil. Altino Ribeiro Leitão Gerente-geral de Informação e Sistemas 17 de Setembro de 2014 Tecnologia da Informação em Saúde Consulado Americano no Brasil Altino Ribeiro Leitão Gerente-geral de Informação e Sistemas 17 de Setembro de 2014 Missão Institucional da ANS Promover a defesa do interesse

Leia mais

Tese / Thesis Work Análise de desempenho de sistemas distribuídos de grande porte na plataforma Java

Tese / Thesis Work Análise de desempenho de sistemas distribuídos de grande porte na plataforma Java Licenciatura em Engenharia Informática Degree in Computer Science Engineering Análise de desempenho de sistemas distribuídos de grande porte na plataforma Java Performance analysis of large distributed

Leia mais

As instituições financeiras e as mudanças climáticas Maio, 2011

As instituições financeiras e as mudanças climáticas Maio, 2011 As instituições financeiras e as mudanças climáticas Maio, 2011 Agenda 1. Causas e Impactos das Mudanças Climáticas 2. Oportunidades de Adaptação e Mitigação 3. Inovando o business as usual 4. Comentários

Leia mais

O PROJECTO FP7 SFERA: Incentivar o desenvolvimento regional através dos fundos estruturais e da expansão da banda larga. Andreia Moreira Julián Seseña

O PROJECTO FP7 SFERA: Incentivar o desenvolvimento regional através dos fundos estruturais e da expansão da banda larga. Andreia Moreira Julián Seseña As TIC como forma de acelerar a recuperação económica: promover o desenvolvimento regional e optimizar a utilização dos fundos estruturais O PROJECTO FP7 SFERA: Conferência SFERA, Algarve 2009 Incentivar

Leia mais

CMDB no ITIL v3. Miguel Mira da Silva. mms@ist.utl.pt 919.671.425

CMDB no ITIL v3. Miguel Mira da Silva. mms@ist.utl.pt 919.671.425 CMDB no ITIL v3 Miguel Mira da Silva mms@ist.utl.pt 919.671.425 1 CMDB v2 Configuration Management IT components and the services provided with them are known as CI (Configuration Items) Hardware, software,

Leia mais

The Challenges of Global Food Supply Chains Os Desafios da Cadeia Global de Alimentos. David Acheson, MD Leavitt Partners LLC

The Challenges of Global Food Supply Chains Os Desafios da Cadeia Global de Alimentos. David Acheson, MD Leavitt Partners LLC The Challenges of Global Food Supply Chains Os Desafios da Cadeia Global de Alimentos David Acheson, MD Leavitt Partners LLC Outline Esboço Factors Driving Changes Fatores que impulsionam as mudanças Challenges

Leia mais

Tecnologia e inovação na UE Estrategias de internacionalização

Tecnologia e inovação na UE Estrategias de internacionalização Tecnologia e inovação na UE Estrategias de internacionalização Belém, 25 de Setembro 2014 Estrutura da apresentação 1. Porque a cooperação com a União Europeia em inovação é importante para o Brasil? 2.

Leia mais

YORK Modelo YVWA Velocidade Variável, Unidade com compressores parafusos resfriados a água 200 a 300 Tons

YORK Modelo YVWA Velocidade Variável, Unidade com compressores parafusos resfriados a água 200 a 300 Tons Unidade com Infinitas Configurações para ajudar na sua melhor escolha YORK Modelo YVWA Velocidade Variável, Unidade com compressores parafusos resfriados a água 200 a 300 Tons YVWA YORK Unidades Compressores

Leia mais

Melhorando o ambiente de negócios por meio da transparência no Estado de São Paulo Dentro do MoU (Memorando de Entendimento) que o Governo do Estado tem com o Reino Unido estão sendo promovidos vários

Leia mais

Interoperability through Web Services: Evaluating OGC Standards in Client Development for Spatial Data Infrastructures

Interoperability through Web Services: Evaluating OGC Standards in Client Development for Spatial Data Infrastructures GeoInfo - 2006 Interoperability through Web Services: Evaluating OGC Standards in Client Development for Spatial Data Infrastructures Leonardo Lacerda Alves Clodoveu A. Davis Jr. Information Systems Lab

Leia mais

Mudança tecnológica na indústria automotiva

Mudança tecnológica na indústria automotiva ESTUDOS E PESQUISAS Nº 380 Mudança tecnológica na indústria automotiva Dyogo Oliveira * Fórum Especial 2010 Manifesto por um Brasil Desenvolvido (Fórum Nacional) Como Tornar o Brasil um País Desenvolvido,

Leia mais

INVESTIMENTOS EM EDUCAÇÃO E DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO

INVESTIMENTOS EM EDUCAÇÃO E DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO TEXTO PARA DISCUSSÃO Nº 525 INVESTIMENTOS EM EDUCAÇÃO E DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO Ricardo Paes de Barros * Rosane Mendonça ** Rio de Janeiro, novembro de 1997 * Da Diretoria de Pesquisa do IPEA. ** Bolsista

Leia mais

7º Programa Quadro Tema ENERGIA Os próximos concursos: tópicos e destaques

7º Programa Quadro Tema ENERGIA Os próximos concursos: tópicos e destaques 7º Programa Quadro Tema ENERGIA Os próximos concursos: tópicos e destaques Helder Gonçalves Delegado Nacional tema Energia TÓPICOS DO TEMA ENERGIA WP 2012 ACTIVITY ENERGY 1; Hydrogen and Fuel Cells ACTIVITY

Leia mais

Overview of the GHG Protocol. - Rachel Biderman

Overview of the GHG Protocol. - Rachel Biderman Overview of the GHG Protocol - Rachel Biderman O Greenhouse Gas Protocol O GHG Protocol foi lançado em 1998 por Parceria multi-stakeholder entre empresários, ONGs, governos e outros Objetivos Simplificar

Leia mais

Novas tecnologias de armazenamento de energia

Novas tecnologias de armazenamento de energia Novas tecnologias de armazenamento de energia New technologies for energy storage Alberto Jorge Bernardo www.efacec.com Porquê? Why? Aumento da penetração de renováveis (RES) Increase of renewables penetration

Leia mais

Full Ship Charter Qualification / Formulário de Fretamento de Navio

Full Ship Charter Qualification / Formulário de Fretamento de Navio Full Ship Charter Qualification / Formulário de Fretamento de Navio Qualification Completed By / Qualificação completada por: Country/Region / País/Região: Royal Caribbean LTD Lead Source & Contact Information

Leia mais

Seminário Eco-Condução. Tecnologia: Projectos e Oportunidades

Seminário Eco-Condução. Tecnologia: Projectos e Oportunidades Seminário Eco-Condução Tecnologia: Projectos e Oportunidades Margarida C. Coelho Universidade de Aveiro Departamento de Engenharia Mecânica Lisboa, 20 de Maio de 2009 1 Estrutura 1. Motivação 2. Tendências

Leia mais

UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO FACULDADE DE EDUCAÇÃO JOÃO FÁBIO PORTO. Diálogo e interatividade em videoaulas de matemática

UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO FACULDADE DE EDUCAÇÃO JOÃO FÁBIO PORTO. Diálogo e interatividade em videoaulas de matemática UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO FACULDADE DE EDUCAÇÃO JOÃO FÁBIO PORTO Diálogo e interatividade em videoaulas de matemática São Paulo 2010 JOÃO FÁBIO PORTO Diálogo e interatividade em videoaulas de matemática

Leia mais

SUPLEMENTO AO DIPLOMA DA UNIVERSIDADE DO MINHO (MESTRADO EM ENGENHARIA URBANA) (2º CICLO)

SUPLEMENTO AO DIPLOMA DA UNIVERSIDADE DO MINHO (MESTRADO EM ENGENHARIA URBANA) (2º CICLO) SUPLEMENTO AO DIPLOMA DA UNIVERSIDADE DO MINHO (MESTRADO EM ENGENHARIA URBANA) (2º CICLO) 1 Principal(ais) área(s) de estudo da qualificação: Engenharia Civil - Planeamento Urbanístico Engenharia Civil

Leia mais

CARTA DE RECOMENDAÇÃO E PRINCÍPIOS DO FORUM EMPRESARIAL RIO+20 PARA A UNCSD-2012

CARTA DE RECOMENDAÇÃO E PRINCÍPIOS DO FORUM EMPRESARIAL RIO+20 PARA A UNCSD-2012 CARTA DE RECOMENDAÇÃO E PRINCÍPIOS DO FORUM EMPRESARIAL RIO+20 PARA A UNCSD-2012 (CHARTER OF RECOMMENDATION AND PRINCIPLES OF FORUM EMPRESARIAL RIO+20 TO UNCSD-2012) Nós, membros participantes do FÓRUM

Leia mais

booths remain open. Typical performance analysis objectives for the toll plaza system address the following issues:

booths remain open. Typical performance analysis objectives for the toll plaza system address the following issues: booths remain open. Typical performance analysis objectives for the toll plaza system address the following issues: What would be the impact of additional traffic on car delays? Would adding Simulação

Leia mais

9o. Salão Latino-Americano de Veículos Elétricos, Componentes e Novas Tecnologias Motores de combustão interna para os veículos elétricos híbridos

9o. Salão Latino-Americano de Veículos Elétricos, Componentes e Novas Tecnologias Motores de combustão interna para os veículos elétricos híbridos Motores de combustão interna para os veículos elétricos híbridos Waldyr Luiz Ribeiro Gallo DE FEM - UNICAMP São Paulo, 12 de setembro de 2013 Sumário 1. Por que não veículos elétricos? 2. O papel do veículos

Leia mais