Prova Tipo A. Dos números abaixo, o único que pode ser escrito como o produto de quatro números naturais consecutivos

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Prova Tipo A. Dos números abaixo, o único que pode ser escrito como o produto de quatro números naturais consecutivos"

Transcrição

1 Prova Tipo A MATEMÁTICA 1 E Dos números abaixo, o único que pode ser escrito como o produto de quatro números naturais consecutivos é a) 512 b) 748 c) 926 d) e) O produto de 4 números naturais consecutivos é divisível por 24, pois, pelo menos, um é divisível por 2, um por 3 e um por 4. Dos 5 números apresentados, o único divisível por 24 é De fato, 1680 = = = 5(2. 3). 7. (2 3 ) = B Um produto, que foi colocado à venda pelo mesmo preço nas lojas A e B, sofreu, durante três meses, as seguintes variações acumulativas de preço: Loja 1º mês 2º Mês 3º mês A Aumento de 20% Aumento de 10 % Desconto de 25% B Desconto de 15% Aumento de 20 % Sem reajuste Dessa forma, após três meses, o preço do produto a) é maior na loja A. b) é maior na loja B. c) aumentou exatamente 5 % nas duas lojas. d) aumentou exatamente 2 % nas duas lojas. e) diminuiu exatamente 1 % nas duas lojas. Se p for o preço do produto nas duas lojas, então, após 3 meses, temos: 1) O novo preço na loja A será 1,2. 1,1. 0,75 p = 0,99 p 2) O novo preço na loja B será 0,85. 1,2 p = 1,02 p Assim sendo, após 3 meses, o preço do produto é maior na loja B.

2 3 B Na figura, se A = (m;0), B = (n;0) e C = (4;0), então 3n m é igual a 15 a) 2 b) 8 c) 5 3 d) 9 e) 25 3 Se α for a medida do ângulo A ^DB, então: 1) No triângulo ABD, temos: α + 30 = 60 α= 30 2) O triângulo ABD é isósceles e, portanto: BD = AB = n m 3) No triângulo DBC, retângulo em C, temos: BC 1 4 n cos 60 = = BD 2 n m 8 2n = n m 3n m = 8 4 D Um feirante colocou à venda 900 ovos, distribuídos em caixas com 6 e 12 ovos. Se o número de caixas com 12 ovos supera em 15 unidades o número de caixas com 6 ovos, então o total de caixas utilizadas pelo feirante é a) 80 b) 85 c) 90 d) 95 e) 100 Se s for o número de caixas com 6 ovos e d o número de caixas com 12 ovos, então: d = s s + 12d = 900 d = s s + 12(s + 15) = 900 d = s + 15 s = 40 s + d = 95 18s = 720 d = 55

3 5 E Se os números reais a e b são tais que a função a + bx + 4 f(x) = tem domínio { 2} e f(1) = 2, ax 2b então a.b é igual a a) b) c) d) e) ) Sendo { 2}, o domínio da função definida por f(x) = a + bx + 4 ax 2b, então a. ( 2) 2b = 0 a = b a + b + 4 2) f(1) = 2 = 2 a 2b a + b + 4 = 2a + 4b a b = 4 3 3) De 1 e 2, resulta { a = b 4 a b = 3 Assim, a. b = { a = b 4 2a = { 2 a = 3 2 b = 3

4 6 A Na figura, um octógono regular e um quadrado estão inscritos na circunferência de raio r = 2. A área da região sombreada é 2 a) 4. ( 2 1) b) ( 2 + 1) c) d) e) sen 45 1) S octógono = 8.S OCD = 8. = ) S quadrado = 4.S AOB = 4. = 4 2 Assim, a área S da região sombreada é: S = S octógono S quadrado = = 4( 2 1)

5 7 D A água de um reservatório é drenada por meio de 2 encanamentos, ligados a diferentes bombas. O volume de água drenada pelo primeiro encanamento é de 30 litros por minuto e pelo segundo encanamento é de 70 litros por minuto. A quantidade de água, em litros, drenada do reservatório por um período de 12 horas é a) b) c) d) e) O volume de água drenada pelos dois encanamentos é de 100 litros por minuto. Dessa forma, em 12 horas (720 minutos), o volume de água drenada pelos dois encanamentos é de litros = litros. 8 C As funções f(x) = 3 4x e g(x) = 3x + m são tais que f(g(x)) = g(f(x)), qualquer que seja x real. O valor de m é a) b) c) d) e) f(g(x)) = g(f(x)) f(3x + m) = g(3 4x) 3 4(3x + m) = 3(3 4x) + m m = 6 5

6 9 E No triângulo abaixo, temos AB = BC e CD = AC. Se x e y são as medidas em graus dos ângulos ^A e ^B, respectivamente, então x + y é igual a a) 120 b) 110 c) 115 d) 95 e) 105 1) O triângulo ACD é isósceles, pois AC = CD. Assim, C ^AD = A ^DC = x e x + x + 30 = 180 x = 75 2) O triângulo ABC é isósceles, pois AB = BC. Dessa forma, B ^AC = B ^CA = x e x + x + y = y = 180 y = 30 3) De 1 e 2, resulta x + y = B Adotando-se log2 = 0,3, o valor de x real que satisfaz a equação x 4 = 0 pertence ao intervalo a) ] 1; 0 [ b) ] 1; 2 [ c) ] 2; 3 [ 1 d) ] 0; [ e) ] 1 ; 1 [ 2 1 2x x 4 = x = x 2 4x = x = 2 2x. 2 2x 10 = 2 2x 2 1 2x = log x = log x = x = = 0,3 0,6 Logo, x ]1;2[ 1 2x x

7 11 B Na figura, temos os esboços dos gráficos das funções f e g. Se g(x) = sen (πx) e f é uma função polinomial do segundo grau, então f(3) é igual a a) 22 b) 24 c ) 26 d) 28 e) 30 1) Se g(x) = sen (π. x) e f(x) é uma função polinomial do segundo grau, temos: 2) As raízes de f(x) são 0 e 1 e seu vértice tem coordenadas ( 1, 1), logo: 2 f(x) = a. (x 0). (x 1) ) Sendo f(x) = 4. x. (x 1), então f(3) = (3 1) = 24 f( ) = a.. ( ) = 1 a = 4

8 12 C Se o par de números reais (x; y) é solução do sistema x. y = 3 3 log x + log y =, então o valor de x + y é a) b) 3 c) 3 d) c) x. y = 3 3 log x + log y = x. y = 3 log 3 y 3 log x + = 3 log x. y = 3 x. y = 3 2. log x + log log (x 2.y) = y = A 1 28 Logo, x + y = 9 + = 3 3 Se as matrizes A = a 1, B = 1 1 e 4 b 4 5 I = x. y = 3 x. (xy) = x = 9 1 y = 3 são tais que A.B = I, então o determinante da matriz A 2 é a) 1 b) 4 c) 9 d) 16 e) 25 1) det B = 1 1 = = ) A. B = I det(a. B) = det I det A. det B = 1 det A. ( 1) = 1 det A = 1 3) det(a 2 ) = det A. det A = ( 1). ( 1) = 1

9 14 C Num cilindro reto de altura 6 3, completamente cheio de água, foi imerso um prisma triangular regular de altura 2π, conforme a figura. A razão entre o volume de água que transbordou e o volume do cilindro é 1 1 a) b) c) d) e) Sendo a aresta da base do prisma e R o raio da base do cilindro, temos: 2 3 (R 3) π 1) V prisma =. 2π = = 4 4 = π. R 2 2 2) V cilindro = πr ) A razão entre o volume de água que transbordou e o volume do cilindro é V prisma V cilindro π. R 2 2 = = π.r 2 1 4

10 15 E O sistema a) admite solução única para a = 2. b) admite infinitas soluções para a 2. c) não admite solução para a = 2. d) admite solução única, qualquer que seja a. e) admite solução, qualquer que seja a. x + 2y = 6 (a + 1)x + ay = 4a + 2 x + 2y = 6 (a + 1)x + ay = 4a + 2 x + 2y = 6 (a + 2). y = 2. (a + 2) x + 2y = 6 (a + 2). y = 2a 4 Para a 2, o sistema é possível e determinado e, para a = 2, o sistema é possível e indeterminado. Logo, o sistema admite solução, qualquer que seja a.

11 16 C Agrupamentos de quatro algarismos TIPO I Quantidade x Os dois primeiros algarismos iguais e os dois últimos iguais, mas diferentes dos primeiros TIPO II Quantidade y Três algarismos iguais em posições consecutivas, sendo o algarismo restante diferente dos anteriores. Considerando a tabela acima, x + y é igual a: a) 180 b) 190 c) 270 d) 280 e) 300 1º) Agrupamentos de quatro algarismos do tipo I: a ) Escolha dos 2 primeiros (iguais): 10 possibilidades b) Escolha dos 2 últimos (iguais): 9 possibilidades Total: x = = 90 2º) Agrupamentos de quatro algarismos do tipo II: a) Escolha dos 3 algarismos (iguais) consecutivos: 10 possibilidades b) Escolha do algarismo diferente: 9 possibilidades Total: y = 2. (10. 9) = 180 Portanto, x + y = 270 Obs.: Neste raciocínio, supomos o sistema decimal de numeração e que os agrupamentos não são obrigatoriamente números de quatro algarismos nem de três algarismos e nem de dois algarismos.

12 17 D A soma das soluções da equação 2cos 2 x 2cos2x 1 = 0, para 0 x 2π, é a) π b) 2π c) 3π d) 4π e) 5π Para 0 x 2π: 2. cos 2 x 2. cos 2x 1 = 0 2. cos 2 x 2. (2cos 2 x 1) 1 = 0 2cos 2 x = 1 cos x = cos x = ± 2 2 π 3π 5π 7π x ; ; ;, cuja soma vale 4π D Se as dimensões de um paralelepípedo reto retângulo de volume 15 estão em progressão aritmética e a maior delas é 3, a soma dessas dimensões é a) 8 b) 6 c) d) 2 e) 4 2 Sendo r a razão da progressão aritmética, as dimensões do paralelepípedo são: 3 2r, 3 r e 3. Como o volume do paralelepípedo é 15, temos: (3 2r). (3 r). 3 = r + 2r 2 = 5 2r r + 4 = 0 r =, pois r < 2 2 A soma das dimensões é: (3 2r) + (3 r) + 3 = 9 3r 1 1 Para r =, temos 9 3. =

13 19 A Na figura, a circunferência é tangente ao eixo x e à reta r. O valor de b é a) b) c) d) e) A reta s é a bissetriz do ângulo formado pela reta r e pelo eixo Ox. Assim: 1) no triângulo DAB, temos: OB 5 3 tg (2θ) = = = 3 OA 5 2θ = 60 θ= 30 2) No triângulo ACD, temos: b 3 b tg 30 = = b =

14 20 A Sendo i 2 = 1, o módulo do número complexo z, solução da equação 2z + z = 6 + 9i, é a) 17 b) 13 c) 15 d) 11 e) 19 Sendo z = x + yi, com x e y números reais e z o seu conjugado, temos: 2z + i z = 6 + 9i 2(x + yi) + i (x yi) = 6 + 9i 2x + 2yi + xi yi 2 = 6 + 9i (2x + y) + (2y + x)i = 6 + 9i 2x + y = 6 2y + x = 9 Assim, z = 1 + 4i e z = = 17 BIOLOGIA x = 1 y = 4 21 C A respeito do ciclo reprodutivo das angiospermas, é correto afirmar que a) o gametófito masculino é representado pelo tubo polínico e o gametófito feminino, pelo óvulo. b) a meiose ocorre para a formação dos gametas masculino e feminino. c) o endosperma secundário é formado por células 3n, originadas a partir da fusão de 3 núcleos haplóides. d) todas as partes da semente são constituídas por células 3n, pois são derivadas do endosperma. e) os gametas masculino e feminino são, respectivamente, o grão de pólen e o óvulo. Nas angiospermas ocorre a dupla fecundação, onde: O 1º núcleo espermático (N) do tubo polínico une-se com a oosfera (N) do saco embrionário, originando o zigoto (2N). A partir dele, origina-se o embrião (2N). O 2º núcleo espermático (N) do tubo polínico une-se com dois núcleos polares (N + N) do saco embrionário, formando um núcleo 3N. Este dará origem ao endosperma secundário (3N). 22 B Na escala evolutiva dos animais, a primeira ocorrência de um sistema digestivo completo (com boca e ânus) dá-se nos a) platelmintos. b) nematelmintos. c) anelídeos. d) moluscos. e) equinodermos. Os primeiros animais, na escala evolutiva, a apresentar sistema digestivo completo foram os nematelmintos.

15 23 A Rato pulga homem Por esses 3 hospedeiros passa um parasita causador de uma determinada doença no homem. O parasita e a doença são, respectivamente, a) uma bactéria e a peste bubônica. b) uma bactéria e a toxoplasmose. c) um protozoário e a leptospirose. d) um protozoário e a toxoplasmose. e) um vírus e a peste bubônica. A pulga, ao picar o rato, adquire a bactéria causadora da peste bubônica e, ao picar o homem, pode transmitir o parasita a este. 24 E Muitos seres vivos formam associações denominadas colônias. A respeito delas, são feitas as afirmações a seguir. I Envolvem somente indivíduos da mesma espécie. II III IV Os indivíduos, mesmo sendo da mesma espécie, podem ser iguais ou diferentes, de acordo com a função que desempenham. Há sempre o envolvimento de produtores e consumidores. Há somente benefício para os indivíduos envolvidos. São verdadeiras apenas as afirmações a) I e II. b) I e III. c) II e III. d) I, II e III. e) I, II e IV. As colônias são grupamentos de indivíduos de uma mesma espécie, originados por brotamento. Esses indivíduos podem apresentar todos as mesmas funções (colônias homorfas) ou funções diferentes, caracterizando-se a divisão de trabalho (colônias heteromorfas).

16 25 A Nas espermatófitas (Gimnospermas e Angiospermas), ocorre a seguinte seqüência durante o ciclo reprodutivo: Megasporângio óvulo semente I II III Assinale a alternativa correta. a) A meiose ocorre em I para a formação dos megásporos. b) Em II, vai se formar o saco embrionário constituído, exclusivamente, por células 2n. c) Em III, formam-se o embrião 2n e o endosperma secundário 3n. d) Em II, ocorre a meiose para a formação da oosfera (gameta feminino). e) A passagem de I para II só acontece se ocorrer a fecundação. Nas angiospermas, a meiose é espórica e ocorre no interior do megasporângio para a formação do megásporo e na antera, onde estão os microsporângios, produtores dos micrósporos. 26 B Estudos recentes identificaram vários tipos de surdez congênita na espécie humana, sendo muitas delas hereditárias. Dentre elas há algumas cujo gene não é encontrado no DNA nuclear, mas pode ser encontrado no DNA de organelas como (1) ; elas são transmitidas para os descendentes (2). Assinale a alternativa que completa, correta e respectivamente, os espaços 1 e 2. a) os ribossomos; somente pela mãe. b) as mitocôndrias; somente pela mãe. c) o flagelo; somente pelo pai. d) os ribossomos; tanto pela mãe como pelo pai. e) o complexo de Golgi; somente pelo pai. As mitocôndrias apresentam DNA, chamado de DNA mitocondrial, que, através do óvulo, é transmitido da mãe para os descendentes.

17 27 C Em alguns animais, ocorre uma metamorfose durante o processo de amadurecimento. Nessa etapa, o animal deixa o ambiente aquático e passa a viver em ambiente terrestre. Uma das transformações é a alteração do tipo de excreta nitrogenado, que deixa de ser amônia e passa a ser a) ácido úrico, por ser mais solúvel em água. b) guanina, que é menos tóxica. c) uréia, por ser menos solúvel em água. d) nitrogênio gasoso, que se difunde para o exterior pela pele. e) uréia, que é eliminada na forma de fezes. Quando o animal passa a viver no meio terrestre, seu excreta nitrogenado deixa de ser amônia e passa a ser a uréia, que, sendo menos tóxica e menos solúvel, pode ser excretada com menos água. 28 A O gráfico a seguir representa a variação do ph sangüíneo de uma pessoa num intervalo de tempo. No momento A, a pessoa inicia uma atividade física. A respeito do gráfico dado, são feitas as afirmativas a seguir. I No período AB, a atividade da enzima anidrase carbônica é suficiente para converter o ácido carbônico em bicarbonato. II No período BC, o ritmo respiratório do indivíduo aumentou. III No período CD, há intensa eliminação de CO 2. Assinale: a) se todas as afirmativas estiverem corretas. b) se somente as afirmativas I e II estiverem corretas. c) se somente as afirmativas II e III estiverem corretas. d) se somente a afirmativa II estiver correta. e) se somente a afirmativa III estiver correta. No período AB, a concentração de CO 2 manteve-se constante, o que mantém o ph sangüíneo com o mesmo valor. No período BC, o acúmulo de CO 2 no plasma provoca a diminuição do ph sangüíneo, o que leva ao aumento do ritmo respiratório. Após a estimulação do bulbo, ocorreu no período CD intensa eliminação de CO 2 e retorno ao ph normal.

18 29 A Uma mulher polidáctila e com pigmentação normal, cujo pai era normal para os dois caracteres, casa-se com um homem normal para os dois caracteres. A primeira criança do casal nasce albina. Sabe-se que a polidactilia é devida a um gene autossômico dominante e o albinismo é condicionado por um gene também autossômico, mas recessivo. A probabilidade de o casal ter uma criança normal para os dois caracteres é de a) 3/8 b) 1/8 c) 1/4 d) 1/2 e) 3/4 Alelos: P (polidactilia), p (normal), A (pele normal) e a (albinismo) (Pai) ppa (Mulher) PpAa x (Homem) ppaa criança ( aa) P(criança pp A ) = 1/2. 3/4 = 3/8 30 E No heredograma dado, os indivíduos marcados são daltônicos. Assinale a alternativa correta. a) Não há possibilidade de o indivíduo 7 ser daltônico. b) O casal 5X6 não tem possibilidade de ter meninos normais. c) 4 é certamente filha de mãe daltônica. d) O casal 3X4 poderia ter tido filhos homens normais. e) Todas as filhas do casal 5X6 serão portadoras do gene para o daltonismo. Alelos: D (normal) e d (daltonismo) (5) XdY x (6) XDXd (Filhas) XDXd ou XdXd

19 GEOGRAFIA 31 B O Estatuto do Trabalhador Rural ETR, criado no início da década de 1960, garantiria a esses trabalhadores uma série de benefícios trabalhistas, a exemplo da Consolidação das Leis do Trabalho CLT, criada para os trabalhadores urbanos. Observam-se, na realidade, as seguintes transformações no meio rural brasileiro: I. Institucionalização do trabalho temporário. II. Distanciamento nas relações sociais de trabalho entre patrão e empregado. III. Crescimento do número de trabalhadores rurais com carteira profissional assinada, que, em algumas regiões do país, superou o número de trabalhadores volantes. É correto apenas o que se afirma em a) I. b) I e II. c) II. d) III. e) I e III. O Estatuto do Trabalhador Rural estabeleceu medidas legais para o trabalho no campo, consolidou o trabalho temporário, criando o personagem rural conhecido como bóia-fria, volante e sem garantias trabalhistas, pois nem todos os trabalhadores foram assimilados pelo mercado formal. Além desse aspecto, houve também uma mudança nas relações sociais de produção e um maior distanciamento entre o patrão e o empregado.

20 32 E O crescimento médio de 8,3% da indústria brasileira, desde o Plano Cruzado, reflete-se na expansão em quatro categorias industriais, demonstradas a seguir: bens de consumo duráveis - 21,8 % bens de capital - 19,7 % bens intermediários - 7,4 % bens de consumo semi e não duráveis - 4,0 % IBGE-Folha de São Paulo, 11/02/2005 Portanto, uma correta exemplificação aleatória de produtos dos setores especificados na tabela seria, respectivamente, a) acrílicos papel moeda pneus compact disc b) televisores motores alimentos móveis c) vestuários autopeças utensílios domésticos fibras sintéticas d) automóveis eletrodomésticos bicicletas remédios e) computadores lubrificantes cabos de aço calçados A indústria produz bens (produtos finais) que podem ser classificados como: bens de consumo, subdivididos em duráveis, semi e não-duráveis, direcionados para o mercado consumidor; bens de capital, que se tornam patrimônio de uma outra indústria; bens intermediários, utilizados na fabricação de outros produtos. 33 A O clima Tropical de Monções, presente na Ásia Meridional, pode ser caracterizado da seguinte forma: a) verão quente e chuvoso e inverno seco. b) verão quente e seco e inverno rigoroso e longo. c) verão brando, inverno rigoroso e alto índice pluviométrico o ano todo. d) verão brando, inverno brando e chuvoso. e) verão quente e chuvoso e inverno longo e chuvoso. O Clima Tropical de Monções característico da Ásia Meridional é marcado pelo deslocamento das massas de ar quentes e úmidas, provenientes do Oceano Índico, que provocam, no verão quente, um intenso período chuvoso e, no inverno, período prolongado de estiagem, devido à alternância do centro de alta pressão daí situado no continente.

21 34 C Assinale a alternativa que completa a legenda do mapa temático, que mostra a distribuição espacial da indústria siderúrgica no Brasil. Melhem Adas, Panorama Geográfico do Brasil a) Gasoduto Bolívia-Brasil b) Maciço do Urucum c) Cinturão Carbonífero d) Hidrovia Tietê-Paraná e) Quadrilátero Ferrífero O mapa temático do Brasil evidencia a distribuição espacial da indústria siderúrgica nas suas distintas regiões, que tem como complemento a matéria-prima produzida na formação do permocarbonífero observada no sul do país, notadamente em Santa Catarina, no Vale do Rio Tubarão, além do Vale do Jacuí, no Rio Grande do Sul, e Vales dos Rios do Peixe e das Cinzas, no Paraná. 35 C Durante a década de 1980, a U.R.S.S. passou por profundas transformações que culminaram em sua desintegração. No âmbito da Perestroika, destacaramse medidas que visavam à a) liberalização e à abertura política. b) libertação dos presos ou dissidentes políticos. c) reestruturação econômica. d) implantação da coexistência pacífica. e) liberdade de expressão, de imprensa e das artes. Na década de 1980, Mikhail Gorbatchev elaborou e propôs a política da perestroika (em russo, reestruturação), que pretendia modernizar a economia da URSS, com a transferência de recursos gastos no setor bélico para o setor civil, a abertura econômica, a entrada de capitais externos, a participação maior no comércio mundial, numa tentativa de satisfazer as necessidades de consumo da população.

22 36 E Embaixada dos Estados Unidos no México, 09/09/2005 Sobre o gráfico, podemos afirmar que I. A mudança de déficit para superávit da balança comercial mexicana pode estar relacionada com a entrada em vigor do Nafta, a partir de II. Praticamente não houve mudança significativa na balança comercial mexicana após a formação do Nafta. III. A entrada em vigor do Nafta substituiu o superávit pelo déficit na balança comercial mexicana. Assinale: a) se I e III estiverem corretas. b) se II e III estiverem corretas. c) se I, II e III estiverem corretas. d) se apenas II estiver correta. e) se apenas I estiver correta. O México constitui um dos participantes do Bloco Econômico Nafta (Acordo do Livre Comércio da América do Norte), juntamente com o Canadá e os Estados Unidos. A sua balança comercial pode ter se tornado superavitária, justamente pela maior comercialização com os Estados Unidos a partir da implementação do Bloco após A observação do gráfico não permitiria outra conclusão, uma vez que é nítida a evolução positiva do comércio externo e dos valores maiores das exportações.

23 37 C 6/9 7/9 8/9 9/9 10/9 Nascente 06h12 06h11 06h10 06h09 06h08 Poente 17h58 17h58 17h58 17h59 17h59 06/09/2005 A respeito da região representada na tabela, é possível afirmar que a) está localizada no hemisfério norte. b) está ocorrendo a proximidade do inverno. c) ocorre a aproximação do equinócio. d) se encontra a leste de Greenwich. e) é uma região com alta latitude; portanto, de clima polar. O equinócio corresponde ao instante em que os raios solares incidem perpendicularmente sobre a linha do Equador, determinando uma iluminação igual dos hemisférios Norte e Sul e, portanto, a mesma duração do dia e da noite. Os equinócios ocorrem no primeiro dia do outono e da primavera, o que pode ser observado pelas datas e horários apresentados.

24 38 D País Noruega Brasil Canadá Suécia Rússia China França Parcela da fonte hídrica na geração elétrica 99,3% 81,7% 56,7% 49,0% 19,7% 18,9% 14,3% Agência Internacional de Energia Sobre os países da tabela, podemos afirmar que a) têm grande potencial hidrelétrico e não utilizam energia nuclear. b) sua uniforme distribuição de relevo acidentado e planáltico, garante a obtenção de energia hidrelétrica. c) a grande quantidade de chuva, graças à tropicalidade, é fator decisivo para o uso da energia hidrelétrica. d) também recorrem ao uso da energia nuclear, embora alguns países da tabela tenham um grande potencial hídrico. e) correspondem aos cinco maiores produtores mundiais de hidroeletricidade. Além da participação da fonte hídrica, todos os países relacionados na tabela produzem energia nuclear, especialmente os mais industrializados.

25 39 B As sub-regiões indicadas no mapa com os números 1, 2, 3 e 4 correspondem, respectivamente, a: a) Zona da Mata, Agreste, Meio-Norte e Sertão. b) Zona da Mata, Agreste, Sertão e Meio-Norte. c) Agreste, Zona da Mata, Sertão e Meio-Norte. d) Zona da Mata, Sertão, Agreste e Meio-Norte. e) Meio-Norte, Zona da Mata, Agreste e Sertão. O mapa apresenta as sub-regiões do Nordeste, indicadas, respectivamente, pelos números: 1 Zona da Mata (litoral úmido); 2 Agreste (área de transição); 3 Sertão (tropical semi-árido); 4 Meio-Norte (área de transição para a Amazônia).

26 40 A Estão representadas no mapa a) regiões industriais. b) áreas de exploração petrolífera. c) regiões com grande produção agrícola. d) jazidas de carvão. e) Mezzogiorno. No mapa apresentado da Itália, as áreas assinaladas estão localizadas predominantemente no norte do país, o Vale do Pó, destacando-se as regiões de Milão e Turim, que representam as principais regiões industriais italianas, além de antigas cidades do centro-sul que estão sendo revitalizadas para atrair investimentos.

27 41 E Considere as características abaixo. Território disputado com os holandeses no século XVII. Recebeu prisioneiros políticos portugueses. Significativo potencial petrolífero. Dois de seus líderes de independência receberam o Prêmio Nobel da Paz em O nome do país retratado por essas características é a) Angola. b) Cabo Verde. c) Guiné-Bissau. d) Moçambique. e) Timor Leste. O mais novo país independente do século XXI, Timor Leste, foi disputado por holandeses no século XVII, foi colônia portuguesa e finalmente, na década de 1970, passou para o domínio da Indonésia até sua independência em Seus líderes, Xanana Gusmão e José Ramos Horta, receberam o Prêmio Nobel da Paz, após intensas negociações para pôr fim ao genocídio praticado pelas milícias indonésias contrárias à independência. A participação do Brasil no processo de reconstrução e reestruturação está sendo significativa para o Timor Leste.

28 42 D National Geographic, 09/2005 O mapa apresenta a dimensão dos países de acordo com a) a produção anual de petróleo. b) as maiores dívidas externas. c) os maiores produtores de produtos tropicais. d) o número de pessoas infectadas pelo HIV. e) a produção anual de carvão. O mapa apresentando na questão utiliza a técnica cartográfica anamorfose, que deforma a área dos países para demonstrar, no caso, o número de infectados pelo vírus da Aids, o HIV. Observa-se a maior concentração no continente africano, em particular na África Subsaariana, onde as péssimas condições socioeconômicas e a falta de infra-estrutura em saúde constribuem para intensificar a incidência da doença, o que provoca o descontrole sobre a epidemia naquela região.

29 43 E Há 25 anos, as cidades chinesas eram pobres e sujas. O povo mal vestido passava fome. Ninguém tinha telefone, carro nem tevê. A China hoje está virando potência. É o milagre do dragão. Revista Veja, 31/08/2005 Sobre as transformações na China, é correto afirmar que I. As reformas econômicas iniciadas por Mao Tsé- Tung e continuadas por Deng Xiaoping foram fundamentais para o crescimento da economia chinesa nas últimas décadas. II. O ritmo acelerado do crescimento da economia chinesa está atrelado à abertura política, incentivada por Deng Xiaoping. III. Com crescimento econômico entre 9 e 10% nas últimas décadas, a China possui uma das economias que mais cresce no mundo. Assinale: a) se I e III estiverem corretas. b) se II e III estiverem corretas. c) se I, II e III estiverem corretas. d) se apenas I estiver correta. e) se apenas III estiver correta. A afirmativa I está incorreta, pois declara que as reformas econômicas na China foram iniciadas por Mao Tsé-Tung, líder revolucionário que implantou o socialismo em A afirmativa II está incorreta, pois assevera que o crescimento econômico chinês está atrelado à abertura política, o que ainda não ocorreu. Na China, o regime de partido único, o Partido Comunista Chinês, não admite a existência de outros partidos, bem como liberdade de expressão e manifestação.

30 44 C Entre os motivos que dificultam a entrada da Turquia na União Européia estão: a) o fato de ser um país muçulmano, ter a maior parte de seu território na Ásia e não ter aderido ao tratado de não-proliferação de armamentos nucleares. b) a má distribuição de renda, um regime autoritário e a localização fora do continente europeu. c) a violação dos direitos humanos, a população predominantemente muçulmana e a localização da maior parte de seu território fora da Europa. d) possuir armamentos nucleares e químicos, estar fora do continente europeu e ser predominantemente muçulmano. e) a má distribuição de renda, o regime político autoritário, e possuir parte do território na Europa e parte na África. Parte da Turquia, onde se encontra a cidade de Istambul, localiza-se na Europa, mas a maior porção do país está na Ásia. A religião dominante é o islamismo e existem alas radicais que violam os direitos humanos, como é o caso dos maus-tratos em relação às mulheres.

31 45 E IRA decreta fim de campanha armada na Irlanda do Norte. BBCBrasil.com, 28/07/2005 Sobre o Grupo Terrorista citado, é correto afirmar que a) reúne protestantes unionistas, que buscam a continuidade do domínio Inglês na Região da Irlanda do Norte. b) é formado por católicos que lutam pela independência da República da Irlanda, que está sob o domínio do governo britânico. c) é formado por muçulmanos que realizavam atentados em metrôs e ônibus em Londres para desestabilizar o governo que apoiou o invasão do Iraque. d) se trata de milícias terroristas, comandas pelo braço armado Sinn Fein, que queriam a independência da Irlanda do Norte. e) corresponde ao Exército Republicano Irlandês, que alegou ter entregado suas armas e que pretende negociar politicamente e não mais através do terrorismo. Questão historicamente destacada, a rivalidade religiosa entre a Irlanda do Norte (de maioria protestante, que compõe o Reino Unido da Grã-Bretanha) e a República da Irlanda ou Eire (de maioria católica, um país independente, desde a década de 1970). O grupo IRA (Ireland Republic Army) caracterizou-se pelo terrorismo usado para pressionar uma possível integração entre as duas áreas mencionadas e, no ano de 2005, decretou o fim do uso de armas, demonstrando sua opção diplomática para negociações políticas.

32 HISTÓRIA 46 D No seu conjunto, e vista no plano mundial e internacional, a colonização dos trópicos toma o aspecto de uma vasta empresa comercial, mais completa que a antiga feitoria, mas sempre com o mesmo caráter que ela, destinada a explorar os recursos naturais de um território virgem em proveito do comércio europeu. É este o verdadeiro sentido da colonização tropical, de que o Brasil é uma das resultantes. Caio Prado Júnior, Formação do Brasil Contemporâneo Este sentido da colonização tropical permite explicar elementos fundamentais da evolução econômica, política e social do Brasil-Colônia. Entre as alternativas abaixo, assinale a que não apresenta elementos que se ajustem a essa explicação. a) Predomínio do povoamento litorâneo, seguido de dispersão populacional para o interior, determinada por atividades de preação de índios e procura de metais preciosos. b) Preponderância das necessidades do mercado internacional na determinação dos gêneros agrícolas cultivados, provocando uma sucessão de ciclos econômicos. c) Incorporação de grupos nativos e estrangeiros como mão-de-obra cativa nas lavouras e minas, resultando num notável e prolongado fenômeno de mestiçagem. d) Tolerância religiosa irrestrita como prática fundamental do Estado para o incremento das relações comerciais com países estrangeiros. e) Centralização da administração metropolitana, marcada pela intensa preocupação quanto ao fisco, ou seja, quanto à tributação dos produtos coloniais. O Pacto Colonial é baseado no monopólio metropolitano em relação à Colônia e excluía os países estrangeiros. Além disso, a Igreja Católica também atuou como elemento colonizador, restringindo a tolerância religiosa.

Nome: MATEMÁTICA - BIOLOGIA GEOGRAFIA E HISTÓRIA TIPO DE PROVA: A. Instruções

Nome: MATEMÁTICA - BIOLOGIA GEOGRAFIA E HISTÓRIA TIPO DE PROVA: A. Instruções Nome: Nº de Inscrição: MATEMÁTICA - BIOLOGIA GEOGRAFIA E HISTÓRIA GRUPOS IV, V e VI TIPO DE PROVA: A Instruções 1.Escreva o seu nome e o seu número de inscrição neste caderno e no envelope. 2.Verifique

Leia mais

PLANO DE ENSINO DE HISTÓRIA 5ª. SÉRIE DO ENSINO FUNDAMENTAL 1º BIMESTRE

PLANO DE ENSINO DE HISTÓRIA 5ª. SÉRIE DO ENSINO FUNDAMENTAL 1º BIMESTRE PLANO DE ENSINO DE HISTÓRIA 5ª. SÉRIE DO ENSINO FUNDAMENTAL 1º BIMESTRE - Sistemas sociais e culturais de notação de tempo ao longo da história, - As linguagens das fontes históricas; - Os documentos escritos,

Leia mais

1º ano. A reconquista ibérica e as grandes navegações Capítulo 10: Item 2 A revolução comercial Capítulo 12: Item 3 O Novo Mundo Capítulo 10: Item 2

1º ano. A reconquista ibérica e as grandes navegações Capítulo 10: Item 2 A revolução comercial Capítulo 12: Item 3 O Novo Mundo Capítulo 10: Item 2 1º ano O absolutismo e o Estado Moderno Capítulo 12: Todos os itens A reconquista ibérica e as grandes navegações Capítulo 10: Item 2 A revolução comercial Capítulo 12: Item 3 O Novo Mundo Capítulo 10:

Leia mais

História. baseado nos Padrões Curriculares do Estado de São Paulo

História. baseado nos Padrões Curriculares do Estado de São Paulo História baseado nos Padrões Curriculares do Estado de São Paulo 1 PROPOSTA CURRICULAR DA DISCIPLINA DE HISTÓRIA Middle e High School 2 6 th Grade A vida na Grécia antiga: sociedade, vida cotidiana, mitos,

Leia mais

07. Alternativa c. Seja PABC a pirâmide regular, com as medidas indicadas. Tem-se:

07. Alternativa c. Seja PABC a pirâmide regular, com as medidas indicadas. Tem-se: + + = = = + = = = = = = 07. Alternativa c. Seja PABC a pirâmide regular, com as medidas indicadas. Tem-se: (1) PP'A: 4 = cos60º = 1 = () PABC é regular P' é baricentro y = y = () ABC é equilátero + y =

Leia mais

Total aulas previstas

Total aulas previstas ESCOLA BÁSICA 2/3 DE MARTIM DE FREITAS Planificação Anual de História do 7º Ano Ano Lectivo 2011/2012 LISTAGEM DE CONTEÚDOS TURMA Tema 1.º Período Unidade Aulas Previas -tas INTRODUÇÃO À HISTÓRIA: DA ORIGEM

Leia mais

Gabarito oficial preliminar: História

Gabarito oficial preliminar: História 1) Questão 1 Segundo José Bonifácio, o fim do tráfico de escravos significaria uma ameaça à existência do governo porque Geraria uma crise econômica decorrente da diminuição da mão de obra disponível,

Leia mais

Espaço Geográfico (Tempo e Lugar)

Espaço Geográfico (Tempo e Lugar) Espaço Geográfico (Tempo e Lugar) Somos parte de uma sociedade, que (re)produz, consome e vive em uma determinada porção do planeta, que já passou por muitas transformações, trata-se de seu lugar, relacionando-se

Leia mais

O candidato deverá demonstrar uma visão globalizante do processo transformacional

O candidato deverá demonstrar uma visão globalizante do processo transformacional CIÊNCIAS HUMANAS (HISTÓRIA/ATUALIDADES/GEOGRAFIA) O candidato deverá demonstrar uma visão globalizante do processo transformacional das sociedades através dos tempos, observando os fatores econômico, histórico,

Leia mais

1) Em novembro de 1807, a família real portuguesa deixou Lisboa e, em março de 1808, chegou ao Rio de Janeiro. O acontecimento pode ser visto como:

1) Em novembro de 1807, a família real portuguesa deixou Lisboa e, em março de 1808, chegou ao Rio de Janeiro. O acontecimento pode ser visto como: 1) Em novembro de 1807, a família real portuguesa deixou Lisboa e, em março de 1808, chegou ao Rio de Janeiro. O acontecimento pode ser visto como: a) incapacidade dos Braganças de resistirem à pressão

Leia mais

Cidade e desigualdades socioespaciais.

Cidade e desigualdades socioespaciais. Centro de Educação Integrada 3º ANO GEOGRAFIA DO BRASIL A Produção do Espaço Geográfico no Brasil nas economias colonial e primário exportadora. Brasil: O Espaço Industrial e impactos ambientais. O espaço

Leia mais

1º ano. I. O Surgimento do Estado e a Organização de uma Sociedade de Classes

1º ano. I. O Surgimento do Estado e a Organização de uma Sociedade de Classes Africana: África como berço da humanidade Capítulo 1: Item 1 Européia Capítulo 1: Item 2 Asiática Capítulo 1: Item 2 Americana Capítulo 1: Item 3 Arqueologia Brasileira Capítulo 1: Item 4 A paisagem e

Leia mais

HISTÓRIA-2009 2ª FASE 2009

HISTÓRIA-2009 2ª FASE 2009 Questão 01 UFBA - -2009 2ª FASE 2009 Na Época Medieval, tanto no Oriente Médio, quanto no norte da África e na Península Ibérica, muçulmanos e judeus conviviam em relativa paz, fazendo comércio e expressando,

Leia mais

CADERNO DE EXERCÍCIOS 3C

CADERNO DE EXERCÍCIOS 3C CADERNO DE EXERCÍCIOS 3C Ensino Fundamental Ciências Humanas Questão Conteúdo Habilidade da Matriz da EJA/FB 1 África: Colonização e Descolonização H40 2 Terrorismo H46 3 Economia da China H23 4 Privatizações

Leia mais

NAPOLEÃO BONAPARTE. Pode-se dividir seu governo em três partes: Consulado (1799-1804) Império (1804-1815) Governo dos Cem Dias (1815)

NAPOLEÃO BONAPARTE. Pode-se dividir seu governo em três partes: Consulado (1799-1804) Império (1804-1815) Governo dos Cem Dias (1815) NAPOLEÃO BONAPARTE 1 Profª Adriana Moraes Destaca-se política e militarmente no Período Jacobino. DIRETÓRIO Conquistas militares e diplomáticas na Europa defesa do novo governo contra golpes. Golpe 18

Leia mais

A era dos impérios. A expansão colonial capitalista

A era dos impérios. A expansão colonial capitalista A era dos impérios A expansão colonial capitalista O século XIX se destacou pela criação de uma economia global única, caracterizado pelo predomínio do mundo industrializado sobre uma vasta região do planeta.

Leia mais

As Novas Migrações Internacionais

As Novas Migrações Internacionais As Novas Migrações Internacionais As novas migrações ganharam novas direções, as realizações partem de países subdesenvolvidos para países desenvolvidos, e o novo modelo de migração internacional surge

Leia mais

RESUMO PARA RECUPERAÇÃO 2º TRIMESTRE

RESUMO PARA RECUPERAÇÃO 2º TRIMESTRE RESUMO PARA RECUPERAÇÃO 2º TRIMESTRE Conceitos Diversos Estado É uma organização políticoadministrativa da sociedade. Estado-nação - Quando um território delimitado é composto de um governo e uma população

Leia mais

COLÉGIO XIX DE MARÇO excelência em educação 1ª PROVA SUBSTITUTIVA DE GEOGRAFIA

COLÉGIO XIX DE MARÇO excelência em educação 1ª PROVA SUBSTITUTIVA DE GEOGRAFIA COLÉGIO XIX DE MARÇO excelência em educação 2012 1ª PROVA SUBSTITUTIVA DE GEOGRAFIA Aluno(a): Nº Ano: 9º Turma: Data: / /2012 Nota: Professor(a): Edvaldo Valor da Prova: 65 pontos Orientações gerais: 1)

Leia mais

Imperialismo dos EUA na América latina

Imperialismo dos EUA na América latina Imperialismo dos EUA na América latina 1) Histórico EUA: A. As treze colônias, colonizadas efetivamente a partir do século XVII, ficaram independentes em 1776 formando um só país. B. Foram fatores a emancipação

Leia mais

O continente africano

O continente africano O continente africano ATIVIDADES Questão 04 Observe o mapa 2 MAPA 2 Continente Africano Fonte: . A região do Sahel, representada

Leia mais

POPULAÇÃO SUBNUTRIDA - 2006

POPULAÇÃO SUBNUTRIDA - 2006 PROFESSOR: EQUIPE DE GEOGRAFIA BANCO DE QUESTÕES - GEOGRAFIA - 8º ANO - ENSINO FUNDAMENTAL ============================================================================================== 01- Observe os

Leia mais

GABARITO PRÉ-VESTIBULAR

GABARITO PRÉ-VESTIBULAR LINGUAGENS 01. C 02. D 03. C 04. B 05. C 06. C 07. * 08. B 09. A 10. D 11. B 12. A 13. D 14. B 15. D LÍNGUA ESTRANGEIRA 16. D 17. A 18. D 19. B 20. B 21. D MATEMÁTICA 22. D 23. C De acordo com as informações,

Leia mais

Construção do Espaço Africano

Construção do Espaço Africano Construção do Espaço Africano Aula 2 Colonização Para melhor entender o espaço africano hoje, é necessário olhar para o passado afim de saber de que forma aconteceu a ocupação africana. E responder: O

Leia mais

Assinale a alternativa que identifica, corretamente, as paisagens 1 e 2 destacadas no mapa.

Assinale a alternativa que identifica, corretamente, as paisagens 1 e 2 destacadas no mapa. GEOGRAFIA 31 a Observe o mapa. Assinale a alternativa que identifica, corretamente, as paisagens 1 e 2 destacadas no mapa. a) b) c) d) e) I Desértica: baixa umidade do ar; grande amplitude térmica; vegetação

Leia mais

TEMA F.1 O IMPÉRIO PORTUGUÊS E A CONCORRÊNCIA INTERNACIONAL

TEMA F.1 O IMPÉRIO PORTUGUÊS E A CONCORRÊNCIA INTERNACIONAL TEMA F.1 O IMPÉRIO PORTUGUÊS E A CONCORRÊNCIA INTERNACIONAL A partir de meados do séc. XVI, o Império Português do Oriente entrou em crise. Que fatores contribuíram para essa crise? Recuperação das rotas

Leia mais

1º ano. 1º Bimestre. Revolução Agrícola Capítulo 1: Item 5 Egito - política, economia, sociedade e cultura - antigo império

1º ano. 1º Bimestre. Revolução Agrícola Capítulo 1: Item 5 Egito - política, economia, sociedade e cultura - antigo império Introdução aos estudos de História - fontes históricas - periodização Pré-história - geral - Brasil As Civilizações da Antiguidade 1º ano Introdução Capítulo 1: Todos os itens Capítulo 2: Todos os itens

Leia mais

O IMPERIALISMO EM CHARGES. Marcos Faber www.historialivre.com marfaber@hotmail.com. 1ª Edição (2011)

O IMPERIALISMO EM CHARGES. Marcos Faber www.historialivre.com marfaber@hotmail.com. 1ª Edição (2011) O IMPERIALISMO EM CHARGES 1ª Edição (2011) Marcos Faber www.historialivre.com marfaber@hotmail.com Imperialismo é a ação das grandes potências mundiais (Inglaterra, França, Alemanha, Itália, EUA, Rússia

Leia mais

GEOGRAFIA. O texto refere-se ao(à) (A) Índia. (B) Japão. (C) Coréia do Sul. (D) Cingapura. (E) China.

GEOGRAFIA. O texto refere-se ao(à) (A) Índia. (B) Japão. (C) Coréia do Sul. (D) Cingapura. (E) China. GEOGRAFIA 16ª QUESTÃO Com a criação de zonas econômicas especiais, nos últimos anos, este país asiático em transição econômica, do socialismo para o capitalismo, tem adotado uma política de abertura da

Leia mais

COLÉGIO ESTADUAL CESAR STANGE EFM.

COLÉGIO ESTADUAL CESAR STANGE EFM. COLÉGIO ESTADUAL CESAR STANGE EFM. PLANO DE TRABALHO DOCENTE - 2012 Professora: Ana Claudia Martins Ribas Disciplina: História - 8º ano -Fundamental 1º BIMESTRE Conteúdos Básicos: -Povos, Movimentos e

Leia mais

PROGRAMA DAS DISCIPLINAS

PROGRAMA DAS DISCIPLINAS PROGRAMA DAS DISCIPLINAS PRODUÇÃO DE TEXTO O texto elaborado pelo candidato deve atender à situação de produção apresentada na prova, obedecendo para tanto à tipologia e ao gênero textual solicitados.

Leia mais

FUNDAÇÃO GETÚLIO VARGAS CURSO DE DIREITO VESTIBULAR 2009 PROVA DE HISTÓRIA. Fase 1

FUNDAÇÃO GETÚLIO VARGAS CURSO DE DIREITO VESTIBULAR 2009 PROVA DE HISTÓRIA. Fase 1 FUNDAÇÃO GETÚLIO VARGAS CURSO DE DIREITO VESTIBULAR 2009 PROVA DE HISTÓRIA Fase 1 Novembro 2008 INTRODUÇÃO Na prova de História de 2009 foi possível concretizar vários dos objetivos do programa do Vestibular.

Leia mais

1) Caracterize a economia e a história recente da região insular da América Central.

1) Caracterize a economia e a história recente da região insular da América Central. 1) Caracterize a economia e a história recente da região insular da América Central. 2) Considere a tabela para responder à questão: TAXA DE CRESCIMENTO URBANO (em %) África 4,3 Ásia 3,2 América Lat./Caribe

Leia mais

África. Palavras amáveis não custam nada e conseguem muito. Blaise Pascal 30. www1.folha.uol.com.br

África. Palavras amáveis não custam nada e conseguem muito. Blaise Pascal 30. www1.folha.uol.com.br África Acredita-se que a situação atual da África seja resultado da maneira em que foi colonizado pelos Europeus. Por meio de colônia de exploração de recursos mineiras, separação dos territórios tribais

Leia mais

CENTRO FEDERAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA CELSO SUCKOW DA FONSECA

CENTRO FEDERAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA CELSO SUCKOW DA FONSECA CENTRO FEDERAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA CELSO SUCKOW DA FONSECA ENSINO MÉDIO ÁREA CURRICULAR: CIÊNCIAS HUMANAS E SUAS TECNOLOGIAS DISCIPLINA: HISTÓRIA SÉRIE 1.ª CH 68 ANO 2012 COMPETÊNCIAS:. Compreender

Leia mais

Guerra fria (o espaço mundial)

Guerra fria (o espaço mundial) Guerra fria (o espaço mundial) Com a queda dos impérios coloniais, duas grandes potências se originavam deixando o mundo com uma nova ordem tanto na parte política quanto na econômica, era os Estados Unidos

Leia mais

Oriente Médio Oceania

Oriente Médio Oceania 1 Fonte: Para viver juntos: Geografia, 9º ano: ensino fundamental. São Paulo: Edições SM, 2008, p. 206. O mapa acima nos mostra uma região que tem sido motivo de disputas e conflitos entre os europeus

Leia mais

UFSC. Resposta: 01 + 02 = 03. Comentário

UFSC. Resposta: 01 + 02 = 03. Comentário Resposta: 01 + 02 = 03 01. Correta. 04. Incorreta. O número de trabalhadores no setor primário, principalmente na agropecuária, continuou diminuindo devido à automação. O aumento ocorreu no setor de serviço.

Leia mais

Escola Básica e Secundária das Lajes do Pico História e Geografia de Portugal 2º Ciclo Ano Lectivo 2007/2008

Escola Básica e Secundária das Lajes do Pico História e Geografia de Portugal 2º Ciclo Ano Lectivo 2007/2008 Escola Básica e Secundária das Lajes do Pico História e Geografia de Portugal 2º Ciclo Ano Lectivo 2007/2008 Conteúdos Ano Lectivo Período Lectivo Tema A-A península Ibérica: dos primeiros povos à formação

Leia mais

PROCESSO DE INDEPENDÊNCIA DOS ESTADOS UNIDOS DA AMÉRICA

PROCESSO DE INDEPENDÊNCIA DOS ESTADOS UNIDOS DA AMÉRICA PROCESSO DE INDEPENDÊNCIA DOS ESTADOS UNIDOS DA AMÉRICA TREZE COLÔNIAS Base de ocupação iniciativa privada: Companhias de colonização + Grupos de imigrantes = GRUPOS DISTINTOS [excedente da metrópole;

Leia mais

Disputa pela hegemonia mundial entre Estados Unidos e URSS após a II Guerra Mundial. É uma intensa guerra econômica, diplomática e tecnológica pela conquista de zonas de influência. Ela divide o mundo

Leia mais

ATIVIDADES ONLINE 9º 3. Cidade chinesa que estreou economia de mercado completa 30 anos

ATIVIDADES ONLINE 9º 3. Cidade chinesa que estreou economia de mercado completa 30 anos ATIVIDADES ONLINE 9º 3 1) Leia atentamente. Cidade chinesa que estreou economia de mercado completa 30 anos Deng Xiaoping, pai da reforma econômica da China, decidiu no começo dos anos 80 testar as regras

Leia mais

CENTRO DE EDUCAÇÃO INTEGRADA Educando para o pensar Tema Integrador 2013 / Construindo o amanhã: nós agimos, o planeta sente CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS

CENTRO DE EDUCAÇÃO INTEGRADA Educando para o pensar Tema Integrador 2013 / Construindo o amanhã: nós agimos, o planeta sente CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS CENTRO DE EDUCAÇÃO INTEGRADA Educando para o pensar Tema Integrador 2013 / Construindo o amanhã: nós agimos, o planeta sente CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS CIÊNCIAS HUMANAS 3º ANO FILOSOFIA FILOSOFIA NA HISTÓRIA

Leia mais

TEMA I A EUROPA E O MUNDO NO LIMIAR DO SÉC. XX

TEMA I A EUROPA E O MUNDO NO LIMIAR DO SÉC. XX TEMA I A EUROPA E O MUNDO NO LIMIAR DO SÉC. XX A supremacia Europeia sobre o Mundo A Europa assumia-se como 1ª potência Mundial DOMÍNIO POLÍTICO Inglaterra, França, Alemanha, Portugal e outras potências

Leia mais

GEOGRAFIA. Professora Bianca

GEOGRAFIA. Professora Bianca GEOGRAFIA Professora Bianca TERRA E LUA MOVIMENTO DA LUA MOVIMENTOS DA TERRA TEMPO E CLIMA Tempo é o estado da atmosfera de um lugar num determinado momento. Ele muda constantemente. Clima é o conjunto

Leia mais

Oriente Médio. Geografia Monitor: Renata Carvalho e Eduardo Nogueira 21, 24 e 25/10/2014. Material de Apoio para Monitoria

Oriente Médio. Geografia Monitor: Renata Carvalho e Eduardo Nogueira 21, 24 e 25/10/2014. Material de Apoio para Monitoria Oriente Médio 1.(VEST - RIO) A Guerra do Líbano, o conflito Irã/ Iraque, a questão Palestina, a Guerra do Golfo, são alguns dos conflitos que marcam ou marcaram o Oriente Médio. Das alternativas abaixo,

Leia mais

Equipe de Geografia GEOGRAFIA

Equipe de Geografia GEOGRAFIA Aluno (a): Série: 3ª Turma: TUTORIAL 12R Ensino Médio Equipe de Geografia Data: GEOGRAFIA CHINA 1. 1952: China Socialista. Um grande movimento guerrilheiro de base camponesa, liderado por Mao Tse Tung,

Leia mais

UFSC. Resposta: 02 + 04 + 16 = 22. Comentário. Resposta: Comentário

UFSC. Resposta: 02 + 04 + 16 = 22. Comentário. Resposta: Comentário Resposta: 02 + 04 + 16 = 22 Resposta: 01. Incorreta. Na região dos Rios Tigre e Eufrates tivemos o desenvolvimento da Civilização Mesopotâmica, que, mesmo enfrentando guerras, desenvolveu atividades artísticas

Leia mais

Geografia (A) 1, 2, 4, 3 (D) 3, 1, 4, 2 (B) 2, 1, 3, 4 (E) 4, 3, 2, 1 (C) 2, 3, 1, 4

Geografia (A) 1, 2, 4, 3 (D) 3, 1, 4, 2 (B) 2, 1, 3, 4 (E) 4, 3, 2, 1 (C) 2, 3, 1, 4 46 As reformas neoliberais implementadas pelos dois últimos governos conferiram ao Brasil a imagem de um país conduzido segundo um determinado modelo econômico. O referido modelo busca um desenvolvimento:

Leia mais

EXPANSÃO EUROPÉIA E CONQUISTA DA AMÉRICA

EXPANSÃO EUROPÉIA E CONQUISTA DA AMÉRICA EXPANSÃO EUROPÉIA E CONQUISTA DA AMÉRICA EXPANSÃO EUROPEIA E CONQUISTA DA AMÉRICA Nos séculos XV e XVI, Portugal e Espanha tomaram a dianteira marítima e comercial europeia, figurando entre as grandes

Leia mais

PROVAS DE MATEMÁTICA DO VESTIBULARES-2011 DA MACKENZIE RESOLUÇÃO: Profa. Maria Antônia Gouveia. 13 / 12 / 2010

PROVAS DE MATEMÁTICA DO VESTIBULARES-2011 DA MACKENZIE RESOLUÇÃO: Profa. Maria Antônia Gouveia. 13 / 12 / 2010 PROVAS DE MATEMÁTICA DO VESTIBULARES-0 DA MACKENZIE Profa. Maria Antônia Gouveia. / / 00 QUESTÃO N o 9 Dadas as funções reais definidas por f(x) x x e g(x) x x, considere I, II, III e IV abaixo. I) Ambas

Leia mais

COLÉGIO VICENTINO IMACULADO CORAÇÃO DE MARIA Educação Infantil, Ensino Fundamental e Médio Rua Rui Barbosa, 1324, Toledo PR Fone: 3277-8150

COLÉGIO VICENTINO IMACULADO CORAÇÃO DE MARIA Educação Infantil, Ensino Fundamental e Médio Rua Rui Barbosa, 1324, Toledo PR Fone: 3277-8150 COLÉGIO VICENTINO IMACULADO CORAÇÃO DE MARIA Educação Infantil, Ensino Fundamental e Médio Rua Rui Barbosa, 1324, Toledo PR Fone: 3277-8150 PLANEJAMENTO ANUAL DE HISTÓRIA 8º ANO PROFESSOR: MÁRCIO AUGUSTO

Leia mais

HABILIDADES PARA RECUPERAÇÃO

HABILIDADES PARA RECUPERAÇÃO Componente Curricular: Geografia Professor (a): Oberdan Araújo Ano: 6º Anos A e B. HABILIDADES 1º Bimestre Conceituar e caracterizar: espaço cultural (urbano e rural) e espaço natural. Identificar e caracterizar

Leia mais

DINÂMICA LOCAL INTERATIVA I APRENDER A APRENDER APRENDER A APRENDER CONTEÚDO E HABILIDADES GEOGRAFIA. Aula 10.2 Conteúdo: Guianas.

DINÂMICA LOCAL INTERATIVA I APRENDER A APRENDER APRENDER A APRENDER CONTEÚDO E HABILIDADES GEOGRAFIA. Aula 10.2 Conteúdo: Guianas. Aula 10.2 Conteúdo: Guianas. 2 Habilidades: Observar as limitações das Guianas e suas ligações com o Brasil. 3 Colômbia 4 Maior população da América Andina. Possui duas saídas marítimas: Para o Atlântico

Leia mais

De que jeito se governava a Colônia

De que jeito se governava a Colônia MÓDULO 3 De que jeito se governava a Colônia Apresentação do Módulo 3 Já conhecemos bastante sobre a sociedade escravista, especialmente em sua fase colonial. Pouco sabemos ainda sobre a organização do

Leia mais

COLÉGIO VICENTINO IMACULADO CORAÇÃO DE MARIA Educação Infantil, Ensino Fundamental e Médio Rua Rui Barbosa, 1324, Toledo PR Fone: 3277-8150

COLÉGIO VICENTINO IMACULADO CORAÇÃO DE MARIA Educação Infantil, Ensino Fundamental e Médio Rua Rui Barbosa, 1324, Toledo PR Fone: 3277-8150 COLÉGIO VICENTINO IMACULADO CORAÇÃO DE MARIA Educação Infantil, Ensino Fundamental e Médio Rua Rui Barbosa, 1324, Toledo PR Fone: 3277-8150 PLANEJAMENTO ANUAL DE HISTÓRIA 9º ANO PROFESSOR: MÁRCIO AUGUSTO

Leia mais

PROFESSOR: EQUIPE DE GEOGRAFIA

PROFESSOR: EQUIPE DE GEOGRAFIA PROFESSOR: EQUIPE DE GEOGRAFIA BANCO DE QUESTÕES - GEOGRAFIA - 8º ANO - ENSINO FUNDAMENTAL ============================================================================================= 01- Observe a figura

Leia mais

1º ano CULTURA, DIVERSIDADE E SER HUMANO TRABALHO, CONSUMO E LUTAS POR DIREITOS

1º ano CULTURA, DIVERSIDADE E SER HUMANO TRABALHO, CONSUMO E LUTAS POR DIREITOS 1º ano Estudo da História Estudo da História O Brasil antes dos portugueses América antes de Colombo Povos indígenas do Brasil A colonização portuguesa A colonização europeia na América Latina Introdução:

Leia mais

Rei (controla poder moderador) além de indicar o primeiro ministro e dissolve a Câmara de Deputados Monarquia torna-se estável

Rei (controla poder moderador) além de indicar o primeiro ministro e dissolve a Câmara de Deputados Monarquia torna-se estável História do Brasil Professora Agnes (Cursinho Etec Popular de São Roque) Política Interna O SEGUNDO REINADO (1840-1889) * Apogeu da monarquia brasileira. * Centralização política e administrativa. * Pacificação

Leia mais

A Irlanda do Norte, ou Ulster, e a República da Irlanda, ou Eire, situam-se na Ilha da Irlanda. Na Irlanda do Norte, que integra o Reino Unido, vivem

A Irlanda do Norte, ou Ulster, e a República da Irlanda, ou Eire, situam-se na Ilha da Irlanda. Na Irlanda do Norte, que integra o Reino Unido, vivem QUESTÃO IRLANDESA A Irlanda do Norte, ou Ulster, e a República da Irlanda, ou Eire, situam-se na Ilha da Irlanda. Na Irlanda do Norte, que integra o Reino Unido, vivem cerca de 1,8 milhão de habitantes,

Leia mais

PROVA DE GEOGRAFIA OBSERVE A FIGURA ABAIXO E RESPONDA À QUESTÃO 16.

PROVA DE GEOGRAFIA OBSERVE A FIGURA ABAIXO E RESPONDA À QUESTÃO 16. 13 PROVA DE GEOGRAFIA OBSERVE A FIGURA ABAIXO E RESPONDA À QUESTÃO 16. Escala: 1:160 000 Fonte: Prefeitura de Belo Horizonte QUESTÃO 16 O mapa representa Belo Horizonte e sua divisão administrativa regional.

Leia mais

CONTEXTO HISTORICO E GEOPOLITICO ATUAL. Ciências Humanas e suas tecnologias R O C H A

CONTEXTO HISTORICO E GEOPOLITICO ATUAL. Ciências Humanas e suas tecnologias R O C H A CONTEXTO HISTORICO E GEOPOLITICO ATUAL Ciências Humanas e suas tecnologias R O C H A O capitalismo teve origem na Europa, nos séculos XV e XVI, e se expandiu para outros lugares do mundo ( Ásia, África,

Leia mais

O CAPITALISMO E A DIVISÃO INTERNACIONAL DO TRABALHO (DIT)

O CAPITALISMO E A DIVISÃO INTERNACIONAL DO TRABALHO (DIT) O CAPITALISMO E A DIVISÃO INTERNACIONAL DO TRABALHO (DIT) O capitalismo teve origem na Europa, entre os séculos XIII e XIV, com o renascimento urbano e comercial e o surgimento de uma nova classe social:

Leia mais

FORMAÇÃO DO TERRITORIO BRASILEIRO. Prof. Israel Frois

FORMAÇÃO DO TERRITORIO BRASILEIRO. Prof. Israel Frois FORMAÇÃO DO TERRITORIO BRASILEIRO Prof. Israel Frois SÉCULO XV Território desconhecido; Era habitado por ameríndios ; Natureza praticamente intocada Riqueza imediata: Pau-Brasil (Mata Atlântica) Seus limites

Leia mais

PROVA GEOGRAFIA 1 o TRIMESTRE DE 2010

PROVA GEOGRAFIA 1 o TRIMESTRE DE 2010 PROVA GEOGRAFIA 1 o TRIMESTRE DE 2010 PROF. FERNANDO NOME N o 8 o ANO A compreensão do enunciado faz parte da questão. Não faça perguntas ao examinador. A prova deve ser feita com caneta azul ou preta.

Leia mais

AVALIAÇÃO PARCIAL I CAPÍTULO 4 PP. 76 A 84; 92 CAPÍTULO 5 PP. 98 A 107 CAPÍTULO 15 PP

AVALIAÇÃO PARCIAL I CAPÍTULO 4 PP. 76 A 84; 92 CAPÍTULO 5 PP. 98 A 107 CAPÍTULO 15 PP ABSOLUTISMO AVALIAÇÃO PARCIAL I CAPÍTULO 4 PP. 76 A 84; 92 CAPÍTULO 5 PP. 98 A 107 CAPÍTULO 15 PP. 268 A 274 CONTEÚDO EM SALA DE AULA SLIDES PORTAL ROTEIRO NO CADERNO A SOCIEDADE DO ANTIGO REGIME XV-XVIII

Leia mais

(Agroconsult, Ministério da Agricultura e Conab, 2004.)

(Agroconsult, Ministério da Agricultura e Conab, 2004.) 25 c No Brasil, no período 1990-91 a 2003-04, a produção de grãos apresentou crescimento de 125%, enquanto a área plantada aumentou apenas 24%, conforme mostra o gráfico. (Agroconsult, Ministério da Agricultura

Leia mais

EXERCÍCIOS DE REVISÃO PARA A PROVA DE RECUPERAÇÃO - SIMULADO OBS: GABARITO NO FINAL DOS EXERCÍCIOS. QUALQUER DÚVIDA DEIXAR MENSAGEM NO FACEBOOK

EXERCÍCIOS DE REVISÃO PARA A PROVA DE RECUPERAÇÃO - SIMULADO OBS: GABARITO NO FINAL DOS EXERCÍCIOS. QUALQUER DÚVIDA DEIXAR MENSAGEM NO FACEBOOK EXERCÍCIOS DE REVISÃO PARA A PROVA DE RECUPERAÇÃO - SIMULADO OBS: GABARITO NO FINAL DOS EXERCÍCIOS. QUALQUER DÚVIDA DEIXAR MENSAGEM NO FACEBOOK 1. A vegetação varia de local para local baseada, sobretudo,

Leia mais

O globo em jornal. Nesta aula vamos aprender que existem

O globo em jornal. Nesta aula vamos aprender que existem A U A UL LA Acesse: http://fuvestibular.com.br/ O globo em jornal Nesta aula vamos aprender que existem muitas diferenças e semelhanças entre as nações que formam o mundo atual. Vamos verificar que a expansão

Leia mais

A CIDADE-ESTADO ESTADO GREGA ORIGEM DAS PÓLIS GREGAS Causas geomorfológicas A Grécia apresenta as seguintes características: - Território muito montanhoso; na Antiguidade, as montanhas estavam cobertas

Leia mais

Lista de exercícios para pra final de História. 7ª série

Lista de exercícios para pra final de História. 7ª série Lista de exer PROVÍNCIA BRASILEIRA DA CONGREGAÇÃO DAS IRMÃS FILHAS DA CARIDADE DE SÃO VICENTE DE PAULO COLÉGIO VICENTINO SÃO JOSÉ Rua Pe. José Joaquim Goral, 182 Abranches Curitiba Fone (041) 3355-2200

Leia mais

(Disponível em: http://www.nomismatike.hpg.ig.com.br/grecia/etruria.htm. Acesso em: 3 jun. 2005.)

(Disponível em: http://www.nomismatike.hpg.ig.com.br/grecia/etruria.htm. Acesso em: 3 jun. 2005.) 2 o PROCESSO SELETIVO/2005 1 O DIA GABARITO 1 33 HISTÓRIA QUESTÕES DE 51 A 60 51. Analise o mapa e o texto a seguir: (Disponível em: http://www.nomismatike.hpg.ig.com.br/grecia/etruria.htm. Acesso em:

Leia mais

GEOGRAFIA. D) os países que apresentam as maiores taxas de emigração neste início de século.

GEOGRAFIA. D) os países que apresentam as maiores taxas de emigração neste início de século. GEOGRAFIA INSTRUÇÃO: Responder às questões 16 e 17 com base no mapa abaixo. NORTE ESCALA 0 2.448 4.896 km 16) Nas áreas destacadas no mapa, estão A) os maiores pólos econômicos do mundo. B) os membros

Leia mais

História B Aula 21. Os Agitados Anos da

História B Aula 21. Os Agitados Anos da História B Aula 21 Os Agitados Anos da Década de 1930 Salazarismo Português Monarquia portuguesa foi derrubada em 1910 por grupos liberais e republicanos. 1ª Guerra - participação modesta ao lado da ING

Leia mais

ATUDALIDADES - Conflitos na Atualidade

ATUDALIDADES - Conflitos na Atualidade ATUDALIDADES - Conflitos na Atualidade Origem dos povos ORIENTE MÉDIO: Conflitos árabes-israelenses: 1948 Independência de Israel 1949 Guerras da Independência 1956 Crise de Suez 1964 Criação da OLP` 1967

Leia mais

Capítulo 12 Oriente Médio: zona de tensões

Capítulo 12 Oriente Médio: zona de tensões Capítulo 12 Oriente Médio: zona de tensões Aspectos Físicos Área: 6,8 milhões de km² porção continental e peninsular. Relevo: - Domínio de terras altas: planaltos. - Planície da Mesopotâmia Predomínio

Leia mais

América anglo-saxônica. Diferentes povos construíram duas fortes economias

América anglo-saxônica. Diferentes povos construíram duas fortes economias América anglo-saxônica Diferentes povos construíram duas fortes economias A América Desenvolvida Conhecido também como Novo Mundo, a América é sinônimo de miscigenação, desenvolvimento e mazelas sociais.

Leia mais

ATIVIDADES 8º ANO 1) a) Identifique no mapa abaixo, de acordo com a regionalização da África, a região em amarelo e a região representada em verde.

ATIVIDADES 8º ANO 1) a) Identifique no mapa abaixo, de acordo com a regionalização da África, a região em amarelo e a região representada em verde. ATIVIDADES 8º ANO 1) a) Identifique no mapa abaixo, de acordo com a regionalização da África, a região em amarelo e a região representada em verde. b) Aponte as principais diferenças (naturais e humanas)

Leia mais

a) A humilhação sofrida pela China, durante um século e meio, era algo inimaginável para os ocidentais.

a) A humilhação sofrida pela China, durante um século e meio, era algo inimaginável para os ocidentais. Questões: 01. Ao final do século passado, a dominação e a espoliação assumiram características novas nas áreas partilhadas e neocolonizadas. A crença no progresso, o darwinismo social e a pretensa superioridade

Leia mais

OS BLOCOS ECONÔMICOS União Européia. Prof.: ROBERT OLIVEIRA

OS BLOCOS ECONÔMICOS União Européia. Prof.: ROBERT OLIVEIRA OS BLOCOS ECONÔMICOS União Européia Prof.: ROBERT OLIVEIRA união européia: a formação do bloco europeu O bloco europeu teve seu início com a formação do BENELUX em 1944, com o intuito de reconstruir a

Leia mais

SÉCULO XVII A INGLATERRA INCENTIVOU A COLONIZAÇÃO DAS TERRAS NORTE- AMERICANAS INCENTIVANDO A VINDA DE EMIGRANTES INGLESES

SÉCULO XVII A INGLATERRA INCENTIVOU A COLONIZAÇÃO DAS TERRAS NORTE- AMERICANAS INCENTIVANDO A VINDA DE EMIGRANTES INGLESES A GUERRA DE INDEPENDÊNCIA DOS ESTADOS UNIDOS DA AMÉRICA ANTECEDENTES SÉCULO XVII A INGLATERRA INCENTIVOU A COLONIZAÇÃO DAS TERRAS NORTE- AMERICANAS INCENTIVANDO A VINDA DE EMIGRANTES INGLESES NESSA ÉPOCA

Leia mais

A expansão dos EUA (séc. XVIII-XX)

A expansão dos EUA (séc. XVIII-XX) 1803 Os Estados Unidos compram a Louisiana da França. Cronologia 1846 a 1848 Guerra do México. Os Estados Unidos conquistam e anexam os territórios da Califórnia, Novo México, Nevada, Arizona e Utah. 1810

Leia mais

Alguns dados sobre a China

Alguns dados sobre a China CHINA "...de que país a China é colônia? É colônia de cada país com quem firmou um tratado, e todos os países que têm um tratado com a China são seus donos. Assim, a China não é somente escrava de uma

Leia mais

A Revolução Inglesa. Monarquia britânica - (1603 1727)

A Revolução Inglesa. Monarquia britânica - (1603 1727) A Revolução Inglesa A Revolução inglesa foi um momento significativo na história do capitalismo, na medida em que, ela contribuiu para abrir definitivamente o caminho para a superação dos resquícios feudais,

Leia mais

PROVA DE MATEMÁTICA DA UFPE. VESTIBULAR 2013 2 a Fase. RESOLUÇÃO: Profa. Maria Antônia Gouveia.

PROVA DE MATEMÁTICA DA UFPE. VESTIBULAR 2013 2 a Fase. RESOLUÇÃO: Profa. Maria Antônia Gouveia. PROVA DE MATEMÁTICA DA UFPE VESTIBULAR 0 a Fase Profa. Maria Antônia Gouveia. 0. A ilustração a seguir é de um cubo com aresta medindo 6cm. A, B, C e D são os vértices indicados do cubo, E é o centro da

Leia mais

Quadro de conteúdos HISTÓRIA

Quadro de conteúdos HISTÓRIA Quadro de conteúdos HISTÓRIA 1 Apresentamos, a seguir, o conteúdo a ser trabalhado em cada período do segundo ciclo do Ensino Fundamental do 6º ao 9º ano. 6 o ano 1 A História e a humanidade 2 Sociedades

Leia mais

Crescimento urbano e industrial dos anos 20 ao Estado Novo

Crescimento urbano e industrial dos anos 20 ao Estado Novo A UA UL LA MÓDULO 7 Crescimento urbano e industrial dos anos 20 ao Estado Novo Nesta aula O café foi o principal produto de exportação durante a República Velha. Os cafeicultores detinham o controle da

Leia mais

PROFª CLEIDIVAINE DA S. REZENDE DISC. HISTÓRIA / 8º ANO

PROFª CLEIDIVAINE DA S. REZENDE DISC. HISTÓRIA / 8º ANO PROFª CLEIDIVAINE DA S. REZENDE DISC. HISTÓRIA / 8º ANO 1 CONTEXTO HISTÓRICO Crescimento econômico da Inglaterra no século XVIII: industrialização processo de colonização ficou fora. Ingleses se instalaram

Leia mais

DÉCADA DE 50. Eventos mais marcantes: Revolução Chinesa (1949) Guerra da Coréia (1950-1953) Revolução Cubana (1959) Corrida armamentista

DÉCADA DE 50. Eventos mais marcantes: Revolução Chinesa (1949) Guerra da Coréia (1950-1953) Revolução Cubana (1959) Corrida armamentista Eventos mais marcantes: Revolução Chinesa (1949) Guerra da Coréia (1950-1953) Revolução Cubana (1959) Corrida armamentista Corrida Espacial REVOLUÇÃO CHINESA Após um longo período de divisões e lutas internas,

Leia mais

AULA: 17 Assíncrona. TEMA: Cidadania e Movimentos Sociais DINÂMICA LOCAL INTERATIVA CONTEÚDO E HABILIDADES FORTALECENDO SABERES HISTÓRIA

AULA: 17 Assíncrona. TEMA: Cidadania e Movimentos Sociais DINÂMICA LOCAL INTERATIVA CONTEÚDO E HABILIDADES FORTALECENDO SABERES HISTÓRIA CONTEÚDO E HABILIDADES FORTALECENDO SABERES DESAFIO DO DIA AULA: 17 Assíncrona TEMA: Cidadania e Movimentos Sociais 2 CONTEÚDO E HABILIDADES FORTALECENDO SABERES DESAFIO DO DIA Conteúdos: China: dominação

Leia mais

Matéria da Recuperação. Industrialização Urbanização População

Matéria da Recuperação. Industrialização Urbanização População Disciplina: Geografia Roteiro de Recuperação Ano / Série: 7º Professor (a): Gabriel Data: / / 2013 Matéria da Recuperação Industrialização Urbanização População 1- A função urbana de uma cidade diz respeito

Leia mais

Unidade 6: O Leste e o Sudeste Asiático

Unidade 6: O Leste e o Sudeste Asiático Unidade 6: O Leste e o Sudeste Asiático Capítulo 1: Japão - Capítulo 2: China - Capítulo 4: Tigres Asiáticos Apresentação elaborada pelos alunos do 9º Ano C Monte Fuji - Japão Muralha da China Hong Kong

Leia mais

Palestra: História da Cana-de. de-açúcar no Centro-Oeste Professora: Ana Paula PROJETO: PRODUÇÃO DO AÇÚCAR ORGÂNICO NA JALLES MACHADO S/A

Palestra: História da Cana-de. de-açúcar no Centro-Oeste Professora: Ana Paula PROJETO: PRODUÇÃO DO AÇÚCAR ORGÂNICO NA JALLES MACHADO S/A Palestra: História da Cana-de de-açúcar no Centro-Oeste Professora: Ana Paula PROJETO: PRODUÇÃO DO AÇÚCAR ORGÂNICO NA JALLES MACHADO S/A ORIGEM DA CANA-DE-AÇÚCAR A cana-de de-açúcar é uma planta proveniente

Leia mais

AMÉRICA: ASPECTOS NATURAIS E TERRITORIAIS

AMÉRICA: ASPECTOS NATURAIS E TERRITORIAIS AMÉRICA: ASPECTOS NATURAIS E TERRITORIAIS Tema 1: A América no mundo 1. Um continente diversificado A América possui grande extensão latitudinal e, por isso, nela encontramos diversas paisagens. 2. Fatores

Leia mais

RESOLUÇÃO: O QUE É GEOGRAFIA

RESOLUÇÃO: O QUE É GEOGRAFIA O QUE É GEOGRAFIA 01. (Ufpe) Vamos supor que um determinado pesquisador escreveu o seguinte texto sobre a Amazônia brasileira. "A Amazônia brasileira, uma das principais regiões do País, está fadada ao

Leia mais

PROCESSO SELETIVO 2011

PROCESSO SELETIVO 2011 PROCESSO SELETIVO 2011 Anos 06/12/2010 INSTRUÇÕES 1. Confira, abaixo, o seu número de inscrição, turma e nome. Assine no local indicado. 2. Aguarde autorização para abrir o caderno de prova. Antes de iniciar

Leia mais

China: a. Professor Zé Soares. potência do século XXI

China: a. Professor Zé Soares. potência do século XXI China: a Professor Zé Soares potência do século XXI China: o país do espetáculo do crescimento e os problemas atuais Desenvolvimento da nova China; Problemas atuais; Olimpíadas de Pequim; A questão do

Leia mais

INTEIRATIVIDADE FINAL CONTEÚDO E HABILIDADES DINÂMICA LOCAL INTERATIVA. Conteúdo: Independência dos Estados Unidos

INTEIRATIVIDADE FINAL CONTEÚDO E HABILIDADES DINÂMICA LOCAL INTERATIVA. Conteúdo: Independência dos Estados Unidos Conteúdo: Independência dos Estados Unidos Habilidades: Compreender o processo de independência Norte Americana dentro do contexto das ideias iluministas. Yankee Doodle 1 Causas Altos impostos cobrados

Leia mais

Material de divulgação da Editora Moderna

Material de divulgação da Editora Moderna Material de divulgação da Editora Moderna Professor, nós, da Editora Moderna, temos como propósito uma educação de qualidade, que respeita as particularidades de todo o país. Desta maneira, o apoio ao

Leia mais

Marie Curie Vestibulares Lista 4 Geografia Matheus Ronconi AGROPECUÁRIA, INDÚSTRIA E DISTRIBUIÇÃO TECNOLÓGICA MUNDIAL

Marie Curie Vestibulares Lista 4 Geografia Matheus Ronconi AGROPECUÁRIA, INDÚSTRIA E DISTRIBUIÇÃO TECNOLÓGICA MUNDIAL AGROPECUÁRIA, INDÚSTRIA E DISTRIBUIÇÃO TECNOLÓGICA MUNDIAL 1) (UDESC - 2012) São exemplos da indústria de bens de consumo (ou leve): a) Indústria de autopeças e de alumínio. b) Indústria de automóveis

Leia mais