1ª EDIÇÃO. Regulamento

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "1ª EDIÇÃO. Regulamento"

Transcrição

1 1ª EDIÇÃO Regulament 1. OBJETIVO O Prêmi BRASILIDADE é uma iniciativa d Serviç de Api às Micr e Pequenas Empresas n Estad d Ri de Janeir SEBRAE/RJ, idealizad pr Izabella Figueired Braunschweiger e cm a crdenaçã técnica da Universidade Veiga de Almeida e api d CentrDesignRi, cm bjetiv de recnhecer iniciativas implantadas pelas micr, pequenas e médias empresas e instituições de ciência e tecnlgia, que tenham cmpetência n setr da mda, cm sede n Estad d Ri de Janeir/Brasil, que prmvam ações de melhria d desempenh da gestã empresarial e práticas ambientalmente respnsáveis, cm fc na sustentabilidade. O Prêmi Brasilidade visa estimular a criaçã de Núcles de Excelência ns Arranjs Prdutivs Lcais d setr da mda, cm fc na invaçã através da melhria d prcess, prdut e cnsum sustentável. 2. PERFIL DOS PARTICIPANTES / ELEGIBILIDADE Pderã participar micrs, pequenas e médias empresas e instituições de ciência e tecnlgia e tecnlgia scial (públicas u privadas) d setr da mda, que intrduzam nvas sluções, matérias-primas mens impactantes n ambiente, gestã empresarial eceficiente da prduçã e d prdut, materiais reciclads, recicláveis, rgânics/natural e pesquisas invadras e sustentáveis, cm element relevante em suas estratégias de atuaçã e cresciment. A adesã à prpsta da Premiaçã é uma decisã vluntária das empresas e pesquisadres d setr da mda. Pderã cncrrer a Prêmi BRASILIDADE smente empresas que pssuam ações ambientais já cncluídas u em fase final de implementaçã. Micr/Pequena Empresa Empresas brasileiras d setr da mda cm faturament brut anual, em 2008, até R$10,5 milhões de reais.

2 Média Empresa Empresas brasileiras d setr da mda cm faturament brut anual, em 2008, entre R$10,5 milhões e R$60 milhões de reais. Instituiçã de Ciência & Tecnlgia Instituições públicas u privadas, sem fins lucrativs, que desenvlvam atividades de pesquisa básica u aplicada de caráter científic u tecnlógic, tais cm: centrs, labratóris e agências de invaçã pertencentes a entidades de ensin e/u pesquisa, bem cm núcles de invaçã tecnlógica (NITs) e escritóris de patentes vinculads a essas instituições, pr mei d cnjunt de suas ações de relacinament cm mercad e de fment à atividade d setr da mda ns últims 3 ans. Tecnlgia Scial Instituições de Ciência e Tecnlgia, Assciações, Cperativas e Instituições públicas u privadas sem fins lucrativs, pr mei de experiências invadras, ambientais e tecnlógicas junt a setr da mda ns últims 3 (três) ans. 3. CONDIÇÕES DE PARTICIPAÇÃO É cndiçã para participaçã preenchiment cmplet d frmulári de inscriçã dispnível n endereç eletrônic d Prêmi Brasilidade site: até términ d períd de inscrições. Se necessári, respnsável pela inscriçã pderá enviar anexs para cmplementar as infrmações prestadas n frmulári de inscriçã, restrits a material impress e a arquivs eletrônics gravads em CD u DVD. Os anexs nã serã devlvids após prcess de julgament, e deverã ser enviads pr mei d Escritóri Reginal d SEBRAE/RJ mais próxim. O endereç para a pstagem ds anexs é: SEBRAE/RJ Rua Santa Luzia, 685/9º andar Centr CEP Ri de Janeir RJ TEL: Área de Desenvlviment Industrial 4. CATEGORIAS As empresas pderã cncrrer em tdas as categrias e mdalidades e as instituições na categria pesquisa. O Prêmi Brasilidade, na sua 1 a Ediçã apresenta as seguintes categrias: PRODUTO, GESTÃO EMPRESARIAL SUSTENTÁVEL E PEQUISA.

3 CATEGORIA PRODUTO: Pderã participar micr, pequenas e médias empresas d Estad d Ri de Janeir que apresentem uma cleçã de 5 (cinc) prduts acabads que utilizem matéria(s)-prima(s) cm menr impact n ambiente, tais cm material reciclad, rgânic/natural u mist. A categria prdut apresenta as seguintes mdalidades: Prdut têxtil/cnfecçã masculin e feminin Acessóris Calçads As empresas pderã participar de tdas as mdalidades desta categria. Nesta categria é necessári preencher a ficha de inscriçã; anexar s desenhs técnics das peças da cleçã; especificar a(s) matéria(s)-prima(s) usada(s) na cnfecçã, sua cmpsiçã, e identificar frnecedr da(s) matéria(s)-prima(s) em questã. As empresas selecinadas nesta categria para a segunda fase (semifinalistas) deverã enviar a cleçã pr mei d Escritóri Reginal d SEBRAE/RJ mais próxim. As peças da cleçã enviadas devem ser identificadas pr uma etiqueta impressa, cm númer de inscriçã d Prêmi, SEM NOME, MARCA OU QUALQUER REFERÊNCIA À EMPRESA DE ORIGEM. CATEGORIA GESTÃO EMPRESARIAL SUSTENTÁVEL: Pderã participar micr, pequenas e médias empresas de TODOS OS SETORES DA MODA d Estad d Ri de Janeir que cmprvem a utilizaçã de insums cm fc na sustentabilidade, tecnlgias limpas ns prcesss prdutivs, reduçã n cnsum de prduts químics, reduçã d cnsum de energia, de água, de geraçã de resídus e de reaprveitament de resídus, assim cm adequaçã às nrmas ambientais e de segurança d trabalh. CATEGORIA PESQUISA: Pderã participar Instituições de ciência e tecnlgia / tecnlgia scial d Estad d Ri de Janeir que desenvlvam pesquisa aplicável n setr da mda, tais cm: pesquisa cm material reciclad u reciclável, tecnlgia limpa aplicável a prcess de prduçã, pesquisa de matérias-primas e insums cm menr impact n ambiente, prdut invadr e de menr impact n ambiente. 5. INSCRIÇÕES As inscrições devem ser feitas n períd de 1º/JUNHO/2009 a 30/NOVEMBRO/2009. A empresa pderá se inscrever em tdas as categrias e mdalidades.

4 É brigatóri preenchiment integral d frmulári de inscriçã, que estará dispnível n site d Prêmi Brasilidade - As empresas e as instituições participantes deverã estar sediadas n Estad d Ri de Janeir. 6. PROCESSO DE SELEÇÃO A Cmissã Julgadra d Prêmi Brasilidade 1 a Ediçã efetuará uma préseleçã de tdas as fichas de inscriçã. A pré-seleçã terá caráter eliminatóri. Nesta etapa será verificad preenchiment crret e cmplet de tdas as infrmações d frmulári de inscriçã, bem cm atendiment às cndições de participaçã. Na ausência u n err de infrmaçã, a empresa estará autmaticamente eliminada d Prêmi Brasilidade. As empresas e instituições pré-selecinadas serã avaliadas pr uma Cmissã Julgadra cmpsta pr especialistas em cada categria e pr representantes de instituições e empresas d segment tecnlógic e d setr da mda, além de representantes d SEBRAE/RJ. A Cmissã atuará de frma presencial u nã-presencial, a seu critéri. Tds s membrs da Cmissã Julgadra firmarã cmprmiss de sigil sbre as infrmações às quais têm acess durante julgament. A Cmissã Julgadra terá prcediments de avaliaçã distints para cada categria: Na categria PRODUTO a Cmissã Julgadra ds finalistas nã terá acess as nmes das empresas e de seus frnecedres. Nas categrias GESTÃO E PESQUISA a Cmissã Julgadra irá pessalmente avaliar s prcesss e materiais/insums sustentáveis, na segunda fase (semifinal). 6.1 FASES PRIMEIRA FASE Pré-seleçã e avaliaçã das FICHAS DE INSCRIÇÃO para definiçã ds semifinalistas (segunda fase). As fichas que nã estiverem preenchidas crretamente serã autmaticamente desclassificadas. Tdas as infrmações declaradas serã mantidas em sigil. SEGUNDA FASE

5 As empresas e instituições semifinalistas serã definidas pr mei de avaliaçã e verificaçã de infrmações declaradas na ficha de inscriçã, para seleçã das CINCO finalistas nas seguintes categrias e mdalidades: Categria Prdut Prdut têxtil/cnfecçã masculin e feminin Acessóris Calçads Categria Gestã Empresarial Sustentável Gestã empresarial sustentável Categria Pesquisa Pesquisa instituiçã de ciência e tecnlgia u de tecnlgia scial TERCEIRA FASE Na etapa final d Prêmi Brasilidade, serã premiadas empresas e instituiçã nas categrias e mdalidades acima descritas. Nesta etapa final d Prêmi as empresas e a instituiçã serã selecinadas pr uma Cmissã Julgadra. A Cmissã Julgadra é sberana, nã cabend recurss às suas decisões. Haverá smente um vencedr pr categria e mdalidade, ttalizand 5 (cinc) vencedres. N cas de empate entre duas u mais finalistas, a Cmissã Julgadra decidirá, pr cnsens, resultad final. 7. CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO CATEGORIA PRODUTO: design, adequaçã às tendências de mercad, matériaprima utilizada, qualidade, ergnmia, durabilidade e prdutividade. CATEGORIA GESTÃO: ambiente de trabalh (segurança, higiene, ergnmia); equipaments e prcesss; timizaçã de gast de energia, material e água; aprveitament de resídus. CATEGORIA PESQUISA: caráter invadr; relevância; desenvlviment de tecnlgias limpas aplicáveis a setr da Mda, matérias-primas, insums e nvas sluções cm fc na sustentabilidade. A pesquisa deve estar aplicada u em fase de implementaçã. 8. PREMIAÇÃO

6 PARTICIPANTES Os participantes d Prêmi Brasilidade terã acess nline de rientaçã sbre sustentabilidade empresarial para desenvlviment de prdut e gestã empresarial e prdut/cnsum, pel site Os participantes d Prêmi terã acess a Fórum de Mda Sustentável, dispnível n site FINALISTAS Os finalistas e seus frnecedres de matéria(s)-prima(s) participarã d catálg de Mda d Prêmi Brasilidade. VENCEDORES Um curs n SEBRAE/RJ na área de esclha da empresa e da instituiçã. Um curs de MBA gestã ambiental na UVA. Um curs de MBA gestã de negócis na UVA. Um curs de MBA prduçã de mda na UVA. Expsiçã da cleçã n FASHION RIO sala vip d SEBRAE/RJ. Participarã d catálg de Mda d Prêmi Brasilidade. 9. DAS DISPOSIÇÕES FINAIS O encaminhament da ficha de inscriçã implicará na cncrdância, pr parte da empresa candidata, nas cndições previstas nestas Regras de Participaçã.

PRÊMIO AUTOMAÇÃO - CATEGORIA DE JORNALISMO

PRÊMIO AUTOMAÇÃO - CATEGORIA DE JORNALISMO PRÊMIO AUTOMAÇÃO - CATEGORIA DE JORNALISMO REGULAMENTO 1. DOS OBJETIVOS DO PRÊMIO O PRÊMIO NA CATEGORIA DE JORNALISMO tem cm bjetiv premiar matérias veiculadas na imprensa nacinal relativas a temas ligads

Leia mais

VERSÃO ATUALIZADA EM 07/08/2015 > Alteração no cronograma (Art. 6º e Art. 12º).

VERSÃO ATUALIZADA EM 07/08/2015 > Alteração no cronograma (Art. 6º e Art. 12º). VERSÃO ATUALIZADA EM 07/08/2015 > Alteraçã n crngrama (Art. 6º e Art. 12º). APRESENTAÇÃO Idealizad e instituíd pela Assciaçã Nacinal de Entidades Prmtras de Empreendiments Invadres (Anprtec), em parceria

Leia mais

Prêmio Planeta Casa 2012 Regulamento categoria Produtos de decoração

Prêmio Planeta Casa 2012 Regulamento categoria Produtos de decoração Prêmio Planeta Casa 2012 Regulamento categoria Produtos de decoração O Prêmio Planeta Casa 2012 busca valorizar empresas, organizações da sociedade civil e profissionais das áreas de arquitetura, design,

Leia mais

Manual do DEC Domicílio Eletrônico do Contribuinte

Manual do DEC Domicílio Eletrônico do Contribuinte GOVERNO DO ESTADO DE SÃO PAULO SECRETARIA DA FAZENDA Crdenadria da Administraçã Tributária Diretria Executiva da Administraçã Tributária Manual d DEC Dmicíli Eletrônic d Cntribuinte Manual DEC (dezembr

Leia mais

REGULAMENTO DE ESTÁGIO DE INICIAÇÃO PROFISSIONAL

REGULAMENTO DE ESTÁGIO DE INICIAÇÃO PROFISSIONAL REGULAMENTO DE ESTÁGIO DE INICIAÇÃO PROFISSIONAL Intrduçã O presente Regulament cnstitui um dcument intern d curs de Ciências Cntábeis e tem pr bjetiv reger as atividades relativas a Estági de Iniciaçã

Leia mais

PRÊMIO DE INCENTIVO À EDUCAÇÃO

PRÊMIO DE INCENTIVO À EDUCAÇÃO PRÊMIO DE INCENTIVO À EDUCAÇÃO 1. OBJETIVO O Prêmi de Incentiv à Educaçã é uma iniciativa das empresas d Pl Industrial, através d Cmitê de Fment Industrial de Camaçari - COFIC. Tem pr bjetiv estimular,

Leia mais

O fornecedor deverá maximizar o uso de tintas, vernizes e adesivos a base de água ou óleo vegetal;

O fornecedor deverá maximizar o uso de tintas, vernizes e adesivos a base de água ou óleo vegetal; Requeriments de Obstáculs Hipism Salts: Requeriments Mandatóris: Tda madeira e demais prduts flrestais utilizads devem ser cmpsts de fibra reciclada (us n pós-cnsum) u vir de fntes legais e respnsáveis,

Leia mais

2º PRÊMIO SESCAP-PR DE JORNALISMO. Regulamento

2º PRÊMIO SESCAP-PR DE JORNALISMO. Regulamento 2º PRÊMIO SESCAP-PR DE JORNALISMO Regulamento 1. OBJETIVO: O PRÊMIO SESCAP-PR DE JORNALISMO é uma iniciativa do Sindicato das Empresas de Serviços Contábeis e das Empresas de Assessoramento, Perícias,

Leia mais

A UERGS E O PROGRAMA CIÊNCIA SEM FRONTEIRAS

A UERGS E O PROGRAMA CIÊNCIA SEM FRONTEIRAS A UERGS E O PROGRAMA CIÊNCIA SEM FRONTEIRAS O Prgrama Ciência sem Frnteiras, lançad n dia 26 de julh de 2011, é um prgrama d Gvern Federal que busca prmver a cnslidaçã, a expansã e a internacinalizaçã

Leia mais

Art. 2º. Trata-se de uma promoção de caráter exclusivamente de estimulo cultural, profissional e acadêmico sem vínculo com sorteios.

Art. 2º. Trata-se de uma promoção de caráter exclusivamente de estimulo cultural, profissional e acadêmico sem vínculo com sorteios. Prêmi Data Pint de Criatividade e Invaçã - 2011 N an em que cmpleta 15 ans de atuaçã n mercad de treinament em infrmática, a Data Pint ferece à cmunidade a prtunidade de participar d Prêmi Data Pint de

Leia mais

O fornecedor deverá maximizar o uso de tintas, vernizes e adesivos a base de água ou óleo vegetal;

O fornecedor deverá maximizar o uso de tintas, vernizes e adesivos a base de água ou óleo vegetal; Requeriments de Obstáculs Hipism Crss Cuntry: Requeriments Mandatóris: Tda madeira e demais prduts flrestais utilizads devem ser cmpsts de fibra reciclada (us n pós-cnsum) u vir de fntes legais e respnsáveis,

Leia mais

OPEN CAIXA LOTERIAS DE ATLETISMO 2015 21 a 25 de Abril São Paulo, SP - Brasil INFORMAÇÕES GERAIS

OPEN CAIXA LOTERIAS DE ATLETISMO 2015 21 a 25 de Abril São Paulo, SP - Brasil INFORMAÇÕES GERAIS OPEN CAIXA LOTERIAS DE ATLETISMO 2015 21 a 25 de Abril Sã Paul, SP - Brasil INFORMAÇÕES GERAIS 1. Cmitê Organizadr Lcal Cmitê Paralímpic Brasileir (CPB) 1.1. Cntats Nme: Ricard Mel Fernand Partelli Email:

Leia mais

ESCOLA DE DIREITO DO RIO DE JANEIRO DA FUNDAÇÃO GETULIO VARGAS FGV DIREITO RIO EDITAL DO PROCESSO SELETIVO DOS CURSOS DE EDUCAÇÃO CONTINUADA

ESCOLA DE DIREITO DO RIO DE JANEIRO DA FUNDAÇÃO GETULIO VARGAS FGV DIREITO RIO EDITAL DO PROCESSO SELETIVO DOS CURSOS DE EDUCAÇÃO CONTINUADA ESCOLA DE DIREITO DO RIO DE JANEIRO DA FUNDAÇÃO GETULIO VARGAS EDITAL DO PROCESSO SELETIVO DOS CURSOS DE EDUCAÇÃO CONTINUADA 2º semestre / 2012 O Prgrama de Educaçã Cntinuada da trna públic, para cnheciment

Leia mais

1º Prêmio de Comunicação - Grupo SMS 2014

1º Prêmio de Comunicação - Grupo SMS 2014 1º Prêmio de Comunicação - Grupo SMS 2014 1 INTRODUÇÃO O 1º Prêmio de Comunicação Grupo SMS 2014, com o tema Mobilidade Urbana é uma iniciativa do Grupo SMS, formado pelas empresas Auto Viação Salineira,

Leia mais

Faculdade de Tecnologia SENAI Florianópolis e Faculdade de Tecnologia SENAI Jaraguá do Sul EDITAL DE PROCESSO SELETIVO

Faculdade de Tecnologia SENAI Florianópolis e Faculdade de Tecnologia SENAI Jaraguá do Sul EDITAL DE PROCESSO SELETIVO Faculdade de Tecnlgia SENAI Flrianóplis e Faculdade de Tecnlgia SENAI Jaraguá d Sul EDITAL DE PROCESSO SELETIVO Pós-Graduaçã Lat Sensu MBA em Gestã de Prjets A Faculdade de Tecnlgia SENAI/SC em Flrianóplis

Leia mais

ESCOLA DE MÚSICA DA UFRJ CONCURSO NACIONAL DE CANTO LÍRICO / ÓPERA 2010 REGULAMENTO

ESCOLA DE MÚSICA DA UFRJ CONCURSO NACIONAL DE CANTO LÍRICO / ÓPERA 2010 REGULAMENTO ESCOLA DE MÚSICA DA UFRJ CONCURSO NACIONAL DE CANTO LÍRICO / ÓPERA 2010 REGULAMENTO CAPÍTULO I Dos objetivos Art. 1º O Concurso Nacional de Canto Lírico / Ópera 2010 da Escola de Música da UFRJ, tem por

Leia mais

REGULAMENTO CONCURSO DE IDEIAS OESTECIM A MINHA EMPRESA

REGULAMENTO CONCURSO DE IDEIAS OESTECIM A MINHA EMPRESA 1. Intrduçã e Objetivs a) O Cncurs de Ideias OESTECIM a minha empresa pretende ptenciar apareciment de prjets invadres na regiã d Oeste sempre numa perspetiva de desenvlviment ecnómic e scial. b) O Cncurs

Leia mais

1º PRÊMIO SESCAP-PR DE JORNALISMO. Regulamento

1º PRÊMIO SESCAP-PR DE JORNALISMO. Regulamento 1º PRÊMIO SESCAP-PR DE JORNALISMO Regulamento 1. OBJETIVO: O PRÊMIO SESCAP-PR DE JORNALISMO é uma iniciativa do Sindicato das Empresas de Serviços Contábeis e das Empresas de Assessoramento, Perícias,

Leia mais

LOGOMARCA NE R E G U L A M E N T O. Capítulo I DO CONCURSO E SEU OBJETIVO

LOGOMARCA NE R E G U L A M E N T O. Capítulo I DO CONCURSO E SEU OBJETIVO LOGOMARCA NE R E G U L A M E N T O Capítulo I DO CONCURSO E SEU OBJETIVO Art. 1º A Coordenadoria de Integração Escola Comunidade - CIEC institui o CONCURSO Logomarca NE, como parte da realização do início

Leia mais

Florianópolis, 25 de janeiro de 2016 EDITAL PARA CANDIDATURA À SEDE DO 6º ENCONTRO NACIONAL DE ESTUDANTES DE ENGENHARIA CIVIL 2017

Florianópolis, 25 de janeiro de 2016 EDITAL PARA CANDIDATURA À SEDE DO 6º ENCONTRO NACIONAL DE ESTUDANTES DE ENGENHARIA CIVIL 2017 Flrianóplis, 25 de janeir de 2016 EDITAL PARA CANDIDATURA À SEDE DO 6º ENCONTRO NACIONAL DE ESTUDANTES DE ENGENHARIA CIVIL 2017 1) Cnsiderações Gerais: A Federaçã Nacinal ds Estudantes de Engenharia Civil

Leia mais

Processo de envio de e-mail de marketing

Processo de envio de e-mail de marketing Prcess de envi de e-mail de marketing Intrduçã Visand um melhr gerenciament ns prcesss de marketing das empresas, fi desenvlvid uma nva funcinalidade para sistema TCar, que tem pr finalidade realizar envis

Leia mais

PRÊMIO DE MONOGRAFIA ECONOMISTA JAIRO SIMÕES. Lançamento do PRÊMIO DE MONOGRAFIA ECONOMISTA JAIRO SIMÕES 2015

PRÊMIO DE MONOGRAFIA ECONOMISTA JAIRO SIMÕES. Lançamento do PRÊMIO DE MONOGRAFIA ECONOMISTA JAIRO SIMÕES 2015 PRÊMIO DE MONOGRAFIA ECONOMISTA JAIRO SIMÕES Lançamento do PRÊMIO DE MONOGRAFIA ECONOMISTA JAIRO SIMÕES 2015 ABRIL/2015 COMISSÃO TÉCNICA: Prêmio Monografia Economista Jairo Simões Econ. Gildásio Santana

Leia mais

Vensis Manutenção. Rua Américo Vespúcio, 71 Porto Alegre / RS (51) 3012-4444 comercial@vensis.com.br www.vensis.com.br

Vensis Manutenção. Rua Américo Vespúcio, 71 Porto Alegre / RS (51) 3012-4444 comercial@vensis.com.br www.vensis.com.br Vensis Manutençã Vensis Manutençã É módul que permite gerenciament da manutençã de máquinas e equipaments. Prgramaçã de manutenções preventivas u registr de manutenções crretivas pdem ser feits de frma

Leia mais

PROJETO 22ª MOSTRA ESTUDANTIL TECNOLÓGICA Dias 22 e 23 DE OUTUBRO DE 2014 CURSO: GESTÃO EMPRESARIAL

PROJETO 22ª MOSTRA ESTUDANTIL TECNOLÓGICA Dias 22 e 23 DE OUTUBRO DE 2014 CURSO: GESTÃO EMPRESARIAL PROJETO 22ª MOSTRA ESTUDANTIL TECNOLÓGICA Dias 22 e 23 DE OUTUBRO DE 2014 CURSO: GESTÃO EMPRESARIAL Objetivs: Gestã Empresarial Desenvlver cmpetências para atuar n gerenciament de prjets, prestand cnsultria

Leia mais

DESAFIO PORTO DIGITAL PARA SUSTENTABILIDADE DAS CIDADES

DESAFIO PORTO DIGITAL PARA SUSTENTABILIDADE DAS CIDADES DESAFIO PORTO DIGITAL PARA SUSTENTABILIDADE DAS CIDADES Porto Digital Recife, Maio de 2011 1. OBJETIVOS O DESAFIO PORTO DIGITAL PARA SUSTENTABILIDADE DAS CIDADES, promovido pelo Porto Digital, visa reconhecer

Leia mais

REGULAMENTO DESAFIO CRIATIVOS DA ESCOLA

REGULAMENTO DESAFIO CRIATIVOS DA ESCOLA REGULAMENTO DESAFIO CRIATIVOS DA ESCOLA O Desafio Criativos da Escola é um concurso promovido pelo Instituto Alana com sede na Rua Fradique Coutinho, 50, 11 o. andar, Bairro Pinheiros São Paulo/SP, CEP

Leia mais

R E G U L A M E N T O

R E G U L A M E N T O R E G U L A M E N T O I CONCURSO MUNICIPAL DE JINGLE CAPÍTULO I - DO OBJETO Art. 1º A Associação Comercial e Industrial de Bagé-ACIBa, a Administração Pública Municipal e as Entidades parceiras, através

Leia mais

CERTIFICAÇÃO DE RESPONSABILIDADE AMBIENTAL

CERTIFICAÇÃO DE RESPONSABILIDADE AMBIENTAL Pól Mveleir de Arapngas PR Revisã: 00 Pól Mveleir de Arapngas PR Revisã: 01 TERMOS DE USO DO ECOSELO EQUIPE TÉCNICA RESPONSÁVEL PELA ELABORAÇÃO DESTE DOCUMENTO: Irineu Antni Brrasca Presidente d CETEC

Leia mais

Regulamento do programa de bolsas de estudos

Regulamento do programa de bolsas de estudos Regulament d prgrama de blsas de estuds Unidades Ri de Janeir e Sã Paul Data de publicaçã: 13/05/2015 Regulament válid até 30/08/2015 1 1. Sbre prgrama Através de um prcess seletiv, prgrama de blsas de

Leia mais

táxis compartilhados Shared-transport / Shared-taxi

táxis compartilhados Shared-transport / Shared-taxi Benefícis ds serviçs de transprte de táxis cmpartilhads Shared-transprt / Shared-taxi Reuniã de Especialistas sbre Transprte Urban Sustentável: Mdernizand e Trnand Eclógicas as Frtas de Táxis nas Cidades

Leia mais

GUIA DE RELACIONAMENTO MT-COR: 001 Revisão: 000

GUIA DE RELACIONAMENTO MT-COR: 001 Revisão: 000 GUIA DE RELACIONAMENTO MT-COR: 001 Revisã: 000 A Mercur S.A., empresa estabelecida desde 1924, se precupa em cnduzir as suas relações de acrd cm padrões étics e cmerciais, através d cumpriment da legislaçã

Leia mais

PROCESSO EXTERNO DE CERTIFICAÇÃO

PROCESSO EXTERNO DE CERTIFICAÇÃO 1 de 7 1. OBJETIVO Este prcediment estabelece prcess para cncessã, manutençã, exclusã e extensã da certificaçã de sistema de segurança cnfrme ABNT NBR 15540. 2. DOCUMENTOS COMPLEMENTARES - ABNT NBR 15540:2013:

Leia mais

Cm Criar Seu Própri Empreg em Apenas 5 Passs 1 1º Pass: A IDEIA 2º Pass: O CONTACTO COM VÁRIAS INSTITUIÇÕES E ENTIDADES 3º Pass: PLANO DE NEGÓCIOS 4º Pass: CRIAÇÃO DA EMPRESA E INÍCIO DE ACTIVIDADE 5º

Leia mais

CONSELHO REGIONAL DE NUTRICIONISTAS - 6ª REGIÃO PE - AL - PB - RN - PI - MA - CE REGULAMENTO PRÊMIO EMÍLIA AURELIANO DE ALENCAR MONTEIRO 2013

CONSELHO REGIONAL DE NUTRICIONISTAS - 6ª REGIÃO PE - AL - PB - RN - PI - MA - CE REGULAMENTO PRÊMIO EMÍLIA AURELIANO DE ALENCAR MONTEIRO 2013 REGULAMENTO PRÊMIO EMÍLIA AURELIANO DE ALENCAR MONTEIRO 2013 CAPÍTULO I - DA CRIAÇÃO DO PRÊMIO SEÇÃO I DA INSTITUIÇÃO Artigo 1 º O PRÊMIO EMÍLIA AURELIANO DE ALENCAR MONTEIRO foi instituído pelo Plenário

Leia mais

Programa Olho Vivo no Dinheiro Público 5º Concurso de Desenho e Redação da Controladoria-Geral da União CGU para o ensino fundamental e médio

Programa Olho Vivo no Dinheiro Público 5º Concurso de Desenho e Redação da Controladoria-Geral da União CGU para o ensino fundamental e médio Programa Olho Vivo no Dinheiro Público 5º Concurso de Desenho e Redação da Controladoria-Geral da União CGU para o ensino fundamental e médio TEMA: A sociedade no acompanhamento da gestão pública: Todos

Leia mais

PORTARIA N. 8.605 de 05 de novembro de 2013.

PORTARIA N. 8.605 de 05 de novembro de 2013. PORTARIA N. 8.605 de 05 de nvembr de 2013. Altera a Plítica de Segurança da Infrmaçã n âmbit d Tribunal Reginal d Trabalh da 4ª Regiã. A PRESIDENTE DO, n us de suas atribuições legais e regimentais, CONSIDERANDO

Leia mais

WORKSHOPS SOBRE AS POSSIBILIDADES DE COOPERAÇÃO / CONCENTRAÇÃO NO SECTOR AUXILIAR NAVAL

WORKSHOPS SOBRE AS POSSIBILIDADES DE COOPERAÇÃO / CONCENTRAÇÃO NO SECTOR AUXILIAR NAVAL WORKSHOPS SOBRE AS POSSIBILIDADES DE COOPERAÇÃO / CONCENTRAÇÃO NO SECTOR AUXILIAR NAVAL ÍNDICE I. Apresentaçã e bjectivs d wrkshp II. III. Resultads ds inquérits Ambiente cmpetitiv Negóci Suprte Prcesss

Leia mais

REGULAMENTO PRÊMIO GANDHI DE COMUNICAÇÃO 2015 ATENÇÃO: INSCRIÇÕES PRORROGADAS!!!! Até 18 de setembro de 2015.

REGULAMENTO PRÊMIO GANDHI DE COMUNICAÇÃO 2015 ATENÇÃO: INSCRIÇÕES PRORROGADAS!!!! Até 18 de setembro de 2015. REGULAMENTO PRÊMIO GANDHI DE COMUNICAÇÃO 2015 ATENÇÃO: INSCRIÇÕES PRORROGADAS!!!! Até 18 de setembro de 2015. Justificativa O Prêmio Gandhi de Comunicação é uma iniciativa da Agência da Boa Notícia, Organização

Leia mais

CONCURSO ANUAL DO CBAR DE MONOGRAFIAS

CONCURSO ANUAL DO CBAR DE MONOGRAFIAS CONCURSO ANUAL DO CBAR DE MONOGRAFIAS 1 ÍNDICE I - Objetivos II Organização dos Concursos III Inscrições IV Requisitos de Apresentação dos Trabalhos V Comissão Julgadora VI Julgamento dos Trabalhos VI

Leia mais

Regulamento da Feira de Ciência

Regulamento da Feira de Ciência Regulament da Feira de Ciência A Feira A Feira de Ciência é um é um prject rganizad pel Núcle de Física d Institut Superir Técnic (NFIST). Esta actividade cnsiste em desenvlver um prject científic pr um

Leia mais

PRÊMIO FINEP DE INOVAÇÃO 15ª EDIÇÃO REGULAMENTO

PRÊMIO FINEP DE INOVAÇÃO 15ª EDIÇÃO REGULAMENTO PRÊMIO FINEP DE INOVAÇÃO 15ª EDIÇÃO REGULAMENTO 1. Objetivo O Prêmio FINEP de Inovação foi criado para reconhecer e divulgar esforços inovadores realizados por empresas, instituições sem fins lucrativos

Leia mais

Edital 05/2014 UNA-SUS/UFCSPA Seleção de Tutores à Distância para o Curso de Especialização em Saúde da Família

Edital 05/2014 UNA-SUS/UFCSPA Seleção de Tutores à Distância para o Curso de Especialização em Saúde da Família Edital 05/2014 UNA-SUS/UFCSPA Seleção de Tutores à Distância para o Curso de Especialização em Saúde da Família O Pró-Reitor de Pesquisa e Pós-graduação da Universidade Federal de Ciências da Saúde de

Leia mais

INSTITUTO DE EXCELÊNCIA EM EDUCAÇÃO DE SAÚDE IEES. Excelência na Formação através da Experiência e Aplicação MARKETING FARMACÊUTICO PRÁTICO

INSTITUTO DE EXCELÊNCIA EM EDUCAÇÃO DE SAÚDE IEES. Excelência na Formação através da Experiência e Aplicação MARKETING FARMACÊUTICO PRÁTICO E IEES I EDUCAÇÃO DE SAÚDE INSTITUTO DE EXCELÊNCIA EM EDUCAÇÃO DE SAÚDE IEES Excelência na Frmaçã através da Experiência e Aplicaçã MARKETING FARMACÊUTICO PRÁTICO 1.CARGA HORÁRIA 32 Hras 2.DATA E LOCAL

Leia mais

FACULDADES SÃO CAMILO RIO DE JANEIRO II JORNADA CIENTÍFICA 17 DE MAIO DE 2008

FACULDADES SÃO CAMILO RIO DE JANEIRO II JORNADA CIENTÍFICA 17 DE MAIO DE 2008 FACULDADES SÃO CAMILO RIO DE JANEIRO II JORNADA CIENTÍFICA 17 DE MAIO DE 2008 EDITAL QUE REGULAMENTA A INSCRIÇÃO, APRESENTAÇÃO, AVALIAÇÃO E PREMIAÇÃO DOS TRABALHOS PARA A II JORNADA CIENTÍFICA DAS FACULDADES

Leia mais

CONCURSO DE IDEIAS PARA A CRIAÇÃO DE EMPRESAS INOVADORAS REGULAMENTO

CONCURSO DE IDEIAS PARA A CRIAÇÃO DE EMPRESAS INOVADORAS REGULAMENTO REGULAMENTO Artigo 1.º - Enquadramento O Concurso de Ideias para a Criação de Empresas Inovadoras é uma iniciativa do BICMINHO no âmbito da execução da operação n.º NORTE-07-0364-FEDER-000006 Apoio à Criação

Leia mais

Glossário das Metas Prioritárias 2010 Versão 1.2.14 Agosto/2010

Glossário das Metas Prioritárias 2010 Versão 1.2.14 Agosto/2010 Meta Priritária 5 Implantar métd de gerenciament de rtinas (gestã de prcesss de trabalh) em pel mens 50% das unidades judiciárias de 1º grau. Esclareciment da Meta Nã estã sujeits a esta meta s tribunais

Leia mais

PROGRAMA DESENVOLVIMENTO RURAL CONTINENTE 2014-2020. DESCRIÇÃO DA AÇÃO Versão: 1 Data: 28/10/2013

PROGRAMA DESENVOLVIMENTO RURAL CONTINENTE 2014-2020. DESCRIÇÃO DA AÇÃO Versão: 1 Data: 28/10/2013 PROGRAMA DESENVOLVIMENTO RURAL CONTINENTE 2014-2020 DESCRIÇÃO DA AÇÃO Versã: 1 Data: 28/10/2013 M5. ORGANIZAÇÃO DA PRODUÇÃO AÇÃO 5.1. CRIAÇÃO DE AGRUPAMENTOS E ORGANIZAÇÃO DE PRODUTORES NOTA INTRODUTÓRIA

Leia mais

Inscrições: 2 de julho a 27 de agosto, para trabalhos veiculados no período de 6 de setembro de 2011 a 27 de agosto de 2012. R$ 90 mil em prêmios

Inscrições: 2 de julho a 27 de agosto, para trabalhos veiculados no período de 6 de setembro de 2011 a 27 de agosto de 2012. R$ 90 mil em prêmios R$ 90 mil em prêmios Inscrições: 2 de julho a 27 de agosto, para trabalhos veiculados no período de 6 de setembro de 2011 a 27 de agosto de 2012. UM GRANDE PRÊMIO PARA GRANDES PROFISSIONAIS SUMÁRIO 1.

Leia mais

REGULAMENTO TOP CIDADANIA ABRH-RS EDIÇÃO 2015 CATEGORIA ESTUDANTE

REGULAMENTO TOP CIDADANIA ABRH-RS EDIÇÃO 2015 CATEGORIA ESTUDANTE REGULAMENTO TOP CIDADANIA ABRH-RS EDIÇÃO 2015 CATEGORIA ESTUDANTE ARTIGO I DEFINIÇÃO E NATUREZA O Prêmi Cidadania, categria Estudante, premia trabalhs de caráter técnic u científic, referente a implementaçã

Leia mais

Projeto Natal na Usina Boas Festas. Boas Energias Concurso Energisa de Presépios 2014 EDITAL

Projeto Natal na Usina Boas Festas. Boas Energias Concurso Energisa de Presépios 2014 EDITAL Projeto Natal na Usina Boas Festas. Boas Energias Concurso Energisa de Presépios 2014 EDITAL OBJETO: Seleção de presépios natalinos para o Concurso Energisa de Presépios 2014 CAPÍTULO I DO OBJETIVO 1.1

Leia mais

MEIO AMBIENTE E CIDADANIA

MEIO AMBIENTE E CIDADANIA REGULAMENTO A Universidade Comunitária da Região de Chapecó, em conjunto com a Caixa Econômica Federal, abre inscrições para 6º Prêmio Unochapecó/Caixa de Jornalismo Ambiental 2014 e dá outras providências.

Leia mais

Edital de Chamada Pública nº 01/2012 SEBRAE 2014

Edital de Chamada Pública nº 01/2012 SEBRAE 2014 Edital de Chamada Pública nº 01/2012 SEBRAE 2014 A Diretria d SEBRAE/RS trna públic presente edital e cnvida Artesãs representads pr Assciações e/u Cperativas de Artesanat d Ri Grande d Sul a inscreverem-se

Leia mais

CONCURSO PARA ESCOLHA DO LOGOTIPO PARA O ARQHOUR DO CURSO DE ARQUITETURA E URBANISMO DA FACULDADE DA SERRA GAÚCHA

CONCURSO PARA ESCOLHA DO LOGOTIPO PARA O ARQHOUR DO CURSO DE ARQUITETURA E URBANISMO DA FACULDADE DA SERRA GAÚCHA CONCURSO PARA ESCOLHA DO LOGOTIPO PARA O ARQHOUR DO CURSO DE ARQUITETURA E URBANISMO DA FACULDADE DA SERRA GAÚCHA 1. OBJETIVO: 1.1 O presente concurso tem como objetivo escolher a logomarca que será a

Leia mais

Informações Importantes 2015

Informações Importantes 2015 Infrmações Imprtantes 2015 CURSOS EXTRACURRICULARES N intuit de prprcinar uma frmaçã cmpleta para alun, Clégi Vértice ferece curss extracurriculares, que acntecem lg após as aulas regulares, tant n períd

Leia mais

PROPOSTA DE DESENVOLVIMENTO

PROPOSTA DE DESENVOLVIMENTO R.M. Infrmática Cmérci e Serviç Ltda CNPJ: 04.831.742/0001-10 Av. Rdrig Otávi, 1866, Módul 22 Distrit Industrial - Manaus - AM Tel./Fax (92) 3216-3884 http://www.amaznit.cm.br e-mail: amaznit@amaznit.cm.br

Leia mais

Manual. Autorizador da UNIMED

Manual. Autorizador da UNIMED Manual Prtal Autrizadr da UNIMED Pass a Pass para um jeit simples de trabalhar cm Nv Prtal Unimed 1. Períd de Atualizaçã Prezads Cperads e Rede Credenciada, A Unimed Sul Capixaba irá atualizar seu sistema

Leia mais

Faculdade de Tecnologia SENAI Florianópolis e Faculdade de Tecnologia SENAI Jaraguá do Sul EDITAL DE PROCESSO SELETIVO

Faculdade de Tecnologia SENAI Florianópolis e Faculdade de Tecnologia SENAI Jaraguá do Sul EDITAL DE PROCESSO SELETIVO Faculdade de Tecnlgia SENAI Flrianóplis e Faculdade de Tecnlgia SENAI Jaraguá d Sul EDITAL DE PROCESSO SELETIVO Pós-Graduaçã Lat Sensu em Gestã da Segurança da Infrmaçã em Redes de Cmputadres A Faculdade

Leia mais

CENTRO UNIVERSITÁRIO DE BELO HORIZONTE UNIBH VIII EDIÇÃO DO PRÊMIO DE INTERDISCIPLINARIDADE REGULAMENTO

CENTRO UNIVERSITÁRIO DE BELO HORIZONTE UNIBH VIII EDIÇÃO DO PRÊMIO DE INTERDISCIPLINARIDADE REGULAMENTO CENTRO UNIVERSITÁRIO DE BELO HORIZONTE UNIBH VIII EDIÇÃO DO PRÊMIO DE INTERDISCIPLINARIDADE REGULAMENTO Art. 1º - O presente regulamento estabelece regras para a premiação dos trabalhos desenvolvidos durante

Leia mais

Edição 2015. Veja como participar. Prêmios. Cronograma. Inscrições

Edição 2015. Veja como participar. Prêmios. Cronograma. Inscrições EDIÇÃO 2015 Participe da 14ª edição do mais importante concurso de projetos de sustentabilidade da América Latina com auditoria independente de procedimentos Veja como participar Poderão concorrer ao prêmio

Leia mais

2ª EDIÇÃO DO PRÊMIO MULHER DE NEGÓCIOS DE CAIEIRAS REGULAMENTO

2ª EDIÇÃO DO PRÊMIO MULHER DE NEGÓCIOS DE CAIEIRAS REGULAMENTO REGULAMENTO Este Regulamento estabelece normas, condições e diretrizes para a realização da II Edição do Prêmio Mulher de Negócios de Caieiras, promovido pela Prefeitura Municipal de Caieiras, Secretaria

Leia mais

Vensis PCP. Rua Américo Vespúcio, 71 Porto Alegre / RS (51) 3012-4444 comercial@vensis.com.br www.vensis.com.br

Vensis PCP. Rua Américo Vespúcio, 71 Porto Alegre / RS (51) 3012-4444 comercial@vensis.com.br www.vensis.com.br Vensis PCP Vensis PCP O PCP é módul de planejament e cntrle de prduçã da Vensis. Utilizad n segment industrial, módul PCP funcina de frma ttalmente integrada a Vensis ERP e permite às indústrias elabrar

Leia mais

CENTRO UNIVERSITÁRIO UNINOVAFAPI

CENTRO UNIVERSITÁRIO UNINOVAFAPI CENTRO UNIVERSITÁRIO UNINOVAFAPI EDITAL Nº 005/2014 DE 07 DE ABRIL DE 2014 PROCESSO SELETIVO O Centr Universitári UNINOVAFAPI, situad à rua Vitrin Orthiges Fernandes, nº 6123, Bairr d Uruguai, CEP.: 64.073-505,

Leia mais

BOLSA DE ESTUDOS FGC REGULAMENTO

BOLSA DE ESTUDOS FGC REGULAMENTO BOLSA DE ESTUDOS FGC REGULAMENTO Art. 1º - O Fundo Garantidor de Créditos FGC concederá, nos termos deste Regulamento, auxílio bolsa de estudos para os melhores projetos de monografia de conclusão de curso,

Leia mais

MANUAL DE PROCEDIMENTOS PARA REGISTO DE. Técnicos de Instalação e Manutenção de Edifícios e Sistemas. (TIMs)

MANUAL DE PROCEDIMENTOS PARA REGISTO DE. Técnicos de Instalação e Manutenção de Edifícios e Sistemas. (TIMs) MANUAL DE PROCEDIMENTOS PARA REGISTO DE Técnics de Instalaçã e Manutençã de Edifícis e Sistemas (TIMs) NO SISTEMA INFORMÁTICO DO SISTEMA NACIONAL DE CERTIFICAÇÃO ENERGÉTICA NOS EDIFÍCIOS (SCE) 17/07/2014

Leia mais

MTUR Sistema FISCON. Manual do Usuário

MTUR Sistema FISCON. Manual do Usuário MTUR Sistema FISCON Manual d Usuári Índice 1. INTRODUÇÃO... 3 2. DESCRIÇÃO DO SISTEMA... 3 3. ACESSAR O SISTEMA... 4 4. UTILIZANDO O SISTEMA... 5 4.1. CADASTRAR CONVENENTE... 5 4.2. INSERIR FOTOGRAFIAS/IMAGENS

Leia mais

Regulamento e datas importantes da Categoria JÚNIOR 9º ano

Regulamento e datas importantes da Categoria JÚNIOR 9º ano Regulamento e datas importantes da Categoria JÚNIOR 9º ano Datas Importantes JÚNIOR 1º ELIMINATÓRIA (9º ano) 04-Fev-15 Envio testes e Folhas de Resposta por EMAIL ao Diretor do Agrupamento ou Director

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE PELOTAS FACULDADE DE ODONTOLOGIA 53ª SEMANA ACADÊMICA ODONTOLÓGICA EDITAL PARA INSCRIÇÕES DE TRABALHOS

UNIVERSIDADE FEDERAL DE PELOTAS FACULDADE DE ODONTOLOGIA 53ª SEMANA ACADÊMICA ODONTOLÓGICA EDITAL PARA INSCRIÇÕES DE TRABALHOS UNIVERSIDADE FEDERAL DE PELOTAS FACULDADE DE ODONTOLOGIA 53ª SEMANA ACADÊMICA ODONTOLÓGICA EDITAL PARA INSCRIÇÕES DE TRABALHOS O evento abrangerá duas modalidades de participação: TEMA LIVRE e MOMENTO

Leia mais

EDITAL DE SELEÇÃO DE MONITORIA DA SEMANA ACADÊMICA 2012

EDITAL DE SELEÇÃO DE MONITORIA DA SEMANA ACADÊMICA 2012 FACULDADE INTEGRADA DA GRANDE FORTALEZA Avenida Porto Velho N.º 401 - Bairro João XXIII - Tel: (0xx85) 3299.9900 - Cep 61.525-571 - Fortaleza - Ceará Home-page: www.fgf.edu.br - E-mail: semanaacademica@fgf.edu.br

Leia mais

CONCURSO CULTURAL CRIAÇÃO DA LOGOMARCA PARA O NÚCLEO DE EMPREGABILIDADE E CARREIRA - NEC EDITAL/01/2015

CONCURSO CULTURAL CRIAÇÃO DA LOGOMARCA PARA O NÚCLEO DE EMPREGABILIDADE E CARREIRA - NEC EDITAL/01/2015 CONCURSO CULTURAL CRIAÇÃO DA LOGOMARCA PARA O NÚCLEO DE EMPREGABILIDADE E CARREIRA - NEC EDITAL/01/2015 A Escola de Serviço Público Municipal e Inclusão Socioeduacional torna público o presente edital

Leia mais

PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU EM ENSINO DE CIÊNCIAS E MATEMÁTICA. EDITAL Nº 009/2014-PROPPG, de 22 de abril de 2014

PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU EM ENSINO DE CIÊNCIAS E MATEMÁTICA. EDITAL Nº 009/2014-PROPPG, de 22 de abril de 2014 PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU EM ENSINO DE CIÊNCIAS E MATEMÁTICA EDITAL Nº 009/2014-PROPPG, de 22 de abril de 2014 A, por meio da Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação (PROPPG/IFG), torna público o processo

Leia mais

REGULAMENTO PRÊMIO ESTADÃO PME

REGULAMENTO PRÊMIO ESTADÃO PME REGULAMENTO PRÊMIO ESTADÃO PME 1. O PRÊMIO O Prêmio ESTADÃO PME é uma iniciativa pioneira e única do Grupo Estado e tem como objetivos valorizar as melhores histórias de pequenas e médias empresas e estimular

Leia mais

Sistema OnixNet / TrucksNet Contagem de Estoque pelas oficinas

Sistema OnixNet / TrucksNet Contagem de Estoque pelas oficinas Versã: 3.0.0.48 Empresa: TrucksCntrl Slicitante: Diretria Respnsável: Fernand Marques Frma de Slicitaçã: e-mail/reuniã Analista de Negóci: Fábi Matesc Desenvlvedr: Fabian Suza Data: 24/09/2012 Sistema

Leia mais

SMART CONTROLE DO ESTOQUE DE GONDOLA

SMART CONTROLE DO ESTOQUE DE GONDOLA SMART CONTROLE DO ESTOQUE DE GONDOLA O prcess de cntrle de estque de gôndla fi desenvlvid cm uma prcess de auxili a cliente que deseja cntrlar a quantidade de cada item deve estar dispnível para venda

Leia mais

EDITAL 06/2015 IX ICONCURSO DE REDAÇÃO 1º SEMESTRE DE 2015 CAPÍTULO I DO OBJETO CAPÍTULO II DAS INSCRIÇÕES

EDITAL 06/2015 IX ICONCURSO DE REDAÇÃO 1º SEMESTRE DE 2015 CAPÍTULO I DO OBJETO CAPÍTULO II DAS INSCRIÇÕES ESCOLA DE CIÊNCIAS JURÍDICAS E SOCIAIS ECJS NÚCLEO DE PESQUISA E PRODUÇÃO CIENTÍFICA NPPC Núcleo de Extensão - NEX EDITAL 06/2015 IX ICONCURSO DE REDAÇÃO 1º SEMESTRE DE 2015 CAPÍTULO I DO OBJETO Art. 1º

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL CONSELHO REGIONAL DE NUTRICIONISTAS - 1ª REGIÃO DISTRITO FEDERAL - GOIÁS - MATO GROSSO - TOCANTINS

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL CONSELHO REGIONAL DE NUTRICIONISTAS - 1ª REGIÃO DISTRITO FEDERAL - GOIÁS - MATO GROSSO - TOCANTINS IV PRÊMIO CIENTÍFICO HELENA FEIJÓ 2011 REGULAMENTO CAPÍTULO I DA INSTITUIÇÃO DO PRÊMIO SEÇÃO I DOS OBJETIVOS Art. 1º O IV PRÊMIO CIENTÍFICO HELENA FEIJÓ, promovido pelo Conselho Regional de Nutricionistas

Leia mais

EDITAL Nº 01 /2011 PINHEIRO PRETO SC. CONCURSO LOGOMARCA e SLOGAN 50 ANOS

EDITAL Nº 01 /2011 PINHEIRO PRETO SC. CONCURSO LOGOMARCA e SLOGAN 50 ANOS 1 EDITAL Nº 01 /2011 PINHEIRO PRETO SC CONCURSO LOGOMARCA e SLOGAN 50 ANOS O MUNICÍPIO DE PINHEIRO PRETO - ESTADO DE SANTA CATARINA, através do Prefeito Municipal, comunica aos interessados que se encontram

Leia mais

MANUAL DE APRESENTAÇÃO DA INICIATIVA 3º Prêmio Braztoa de Sustentabilidade

MANUAL DE APRESENTAÇÃO DA INICIATIVA 3º Prêmio Braztoa de Sustentabilidade MANUAL DE APRESENTAÇÃO DA INICIATIVA 3º Prêmi Brazta de Sustentabilidade Sã Paul - 2014 Seja bem vind a 3 Prêmi Brazta de Sustentabilidade É ntória as crescentes demandas que setr de turism tem cm tema

Leia mais

PRÊMIO CNH INDUSTRIAL DE JORNALISMO ECONÔMICO

PRÊMIO CNH INDUSTRIAL DE JORNALISMO ECONÔMICO PRÊMIO CNH INDUSTRIAL DE JORNALISMO ECONÔMICO REGULAMENTO EDIÇÃO 2015 O Prêmio CNH Industrial de Jornalismo Econômico é um concurso cultural, promovido pela CNH Industrial, que tem como objetivo valorizar

Leia mais

Para que os empreendedores sejam elegíveis para este prêmio, eles devem satisfazer os seguintes requisitos:

Para que os empreendedores sejam elegíveis para este prêmio, eles devem satisfazer os seguintes requisitos: 1. Objetivo O objetivo do prêmio é divulgar, promover e premiar o espírito empreendedor dos empresários Brasileiros, além de divulgar e reconhecer empreendedores de sucesso que muito contribuem para o

Leia mais

Regulamento Prêmio Bom Design 2015

Regulamento Prêmio Bom Design 2015 Regulamento Prêmio Bom Design 2015 (Projetos de janeiro de 2014 até julho 2015) a. CARACTERIZAÇÃO O Prêmio Bom Design é uma premiação dos trabalhos de graduação e equivalentes das instituições de ensino

Leia mais

FICA Fomento e Incentivo à Cultura Alagoana SECRETARIA DE ESTADO DA CULTURA

FICA Fomento e Incentivo à Cultura Alagoana SECRETARIA DE ESTADO DA CULTURA FICA Fomento e Incentivo à Cultura Alagoana IMPRENSA OFICIAL GRACILIANO RAMOS Programa de Incentivo à Cultura Literária 2015 EDITAL 003/2015 O Governo do Estado de Alagoas, através da Secretaria de Estado

Leia mais

II PRÊMIO OCB/MS DE JORNALISMO

II PRÊMIO OCB/MS DE JORNALISMO O II PRÊMIO OCB/MS DE JORNALISMO é um programa institucional desenvolvido pelo Sistema OCB-SESCOOP/MS - Sindicato e Organização das Cooperativas Brasileiras do Estado no Mato Grosso do Sul e Serviço Nacional

Leia mais

PRÊMIO DE DESIGN E PUBLICIDADE E PROPAGANDA UNIARA CATEGORIA PROFISSIONAL

PRÊMIO DE DESIGN E PUBLICIDADE E PROPAGANDA UNIARA CATEGORIA PROFISSIONAL Na categoria PROFISSIONAL, podem ser inscritos trabalhos produzidos para clientes e veiculados até 12 meses antes da inscrição. Artigo 1º dos participantes Podem participar as agências de publicidade de

Leia mais

CONCURSO PARA CRIAÇÃO DA LOGOMARCA OFICIAL DO SINTEEMAR SINDICATO DOS TRABALHADORES EM ESTABELECIMENTOS DE ENSINO DE MARINGÁ

CONCURSO PARA CRIAÇÃO DA LOGOMARCA OFICIAL DO SINTEEMAR SINDICATO DOS TRABALHADORES EM ESTABELECIMENTOS DE ENSINO DE MARINGÁ REGULAMENTO CONCURSO PARA CRIAÇÃO DA LOGOMARCA OFICIAL DO SINTEEMAR SINDICATO DOS TRABALHADORES EM ESTABELECIMENTOS DE ENSINO DE MARINGÁ REGULAMENTO 1. OBJETIVO DO CONCURSO 1.1. Escolher a melhor proposta

Leia mais

Salvador, Bahia Sexta-feira 19 de Julho de 2013 Ano XCVII N o 21.187 EDITAL Nº 073/2013

Salvador, Bahia Sexta-feira 19 de Julho de 2013 Ano XCVII N o 21.187 EDITAL Nº 073/2013 Salvadr, Bahia Sexta-feira 19 de Julh de 2013 An XCVII N 21.187 EDITAL Nº 073/2013 FORMAÇÃO DE CADASTRO PARA SELEÇÃO DE DIVULGADORES DO PROCESSO SELETIVO VESTIBULAR 2014 DA UNIVERSIDADE DO ESTADO DA BAHIA

Leia mais

1 FESTIVAL DE MÚSICA DO COLÉGIO MÓDULO REGULAMENTO

1 FESTIVAL DE MÚSICA DO COLÉGIO MÓDULO REGULAMENTO 1 FESTIVAL DE MÚSICA DO COLÉGIO MÓDULO REGULAMENTO 01. DA REALIZAÇÃO: O Colégio Módulo promoverá o 1 Festival de Música, direcionado ao público interno da Instituição, familiares e amigos. 02. DO OBJETIVO:

Leia mais

REGULAMENTO DO 19º PRÊMIO PARANÁ DE ECONOMIA

REGULAMENTO DO 19º PRÊMIO PARANÁ DE ECONOMIA 1 REGULAMENTO DO 19º PRÊMIO PARANÁ DE ECONOMIA I - DO OBJETIVO Artigo 1º - O Prêmio Paraná de Economia é instituído pelo Conselho Regional de Economia 6ª Região Paraná (CORECON-PR), em duas categorias:

Leia mais

10ª JORNADA DE EXTENSÃO UNIVERSITÁRIA Extensão Universitária e Políticas Públicas

10ª JORNADA DE EXTENSÃO UNIVERSITÁRIA Extensão Universitária e Políticas Públicas SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO 10ª JORNADA DE EXTENSÃO UNIVERSITÁRIA Extensã Universitária e Plíticas Públicas Períd 05 a 07 de dezembr de 2007 A 10ª Jrnada

Leia mais

BANCO NACIONAL DE DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO E SOCIAL - BNDES CIRCULAR AC Nº 07/2015

BANCO NACIONAL DE DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO E SOCIAL - BNDES CIRCULAR AC Nº 07/2015 BANCO NACIONAL DE DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO E SOCIAL - BNDES CIRCULAR AC Nº 07/2015 Atualiza a Lista de Prduts, Linhas e Prgramas Passíveis de Outrga de Garantia pel Fund Garantidr para Investiments FGI.

Leia mais

o o o o o o o Comitê Organizador dos Jogos Olímpicos e Paralímpicos Rio 2016 Rio 2016 Organising Committee for the Olympic and Paralympic Games

o o o o o o o Comitê Organizador dos Jogos Olímpicos e Paralímpicos Rio 2016 Rio 2016 Organising Committee for the Olympic and Paralympic Games Requeriments de Pódi: Requeriments Mandatóris: O frnecedr deverá adtar s requeriments mínims definids n Códig Básic da Iniciativa Ética Cmercial (IEC) / Ethical Trading Initative (ETI): O empreg deverá

Leia mais

EDITAL DE CONCURSO REGULAMENTO DO II PRÊMIO DANIEL COELHO DE SOUZA DE MONOGRAFIAS JURÍDICAS

EDITAL DE CONCURSO REGULAMENTO DO II PRÊMIO DANIEL COELHO DE SOUZA DE MONOGRAFIAS JURÍDICAS EDITAL DE CONCURSO REGULAMENTO DO II PRÊMIO DANIEL COELHO DE SOUZA DE MONOGRAFIAS JURÍDICAS I - OBJETIVOS Art. 1º. O presente prêmio de monografias visa a estimular os estudantes de Direito e os recém-graduados

Leia mais

CONCURSO DE FOTOGRAFIA EM COMEMORAÇÃO AOS 80 ANOS DA OAB/MA EDITAL

CONCURSO DE FOTOGRAFIA EM COMEMORAÇÃO AOS 80 ANOS DA OAB/MA EDITAL CONCURSO DE FOTOGRAFIA EM COMEMORAÇÃO AOS 80 ANOS DA OAB/MA EDITAL 1. JUSTIFICATIVA: No dia 4 de abril de 2012, a Seccional Maranhense da Ordem dos Advogados do Brasil completará 80 anos de criação. A

Leia mais

REGULAMENTO DESAFIOS EMPIRIKOS

REGULAMENTO DESAFIOS EMPIRIKOS 1 REGULAMENTO DESAFIOS EMPIRIKOS JUSTIFICATIVA A inserção de assuntos relacionados à ciência e à tecnologia em nossa vida caracteriza o que chamamos de cultura científica. Esse tipo específico de cultura

Leia mais

Art. 2 O Prêmio Gilberto Velho de Tese da UFRJ será outorgado em parceria com o Parque Tecnológico da UFRJ.

Art. 2 O Prêmio Gilberto Velho de Tese da UFRJ será outorgado em parceria com o Parque Tecnológico da UFRJ. PRÓ-REITORIA DE PÓS-GRADUAÇÃO E PESQUISA CONSELHO DE ENSINO PARA GRADUADOS EDITAL CEPG N o 239/2014 Regulamenta a edição 2014 do Prêmio Gilberto Velho de Tese da UFRJ. O Presidente do Conselho de Ensino

Leia mais

Boletim Comercial. Tema: BC003 Plano de Disponibilidade Ilimitada de Recursos UV. Introdução

Boletim Comercial. Tema: BC003 Plano de Disponibilidade Ilimitada de Recursos UV. Introdução Bletim Cmercial Tema: BC003 Plan de Dispnibilidade Ilimitada de Recurss UV Intrduçã Sistemas de cura UV sã cada vez mais presentes em indústrias que imprimem grandes vlumes de materiais, independente d

Leia mais

EDITAL N 034/2014/GAB, de 18 de agosto de 2014

EDITAL N 034/2014/GAB, de 18 de agosto de 2014 EDITAL N 034/2014/GAB, de 18 de agosto de 2014 PROCESSO SELETIVO INTERNO PARA O PROGRAMA INSTITUCIONAL DE INCENTIVO A QUALIFICAÇÃO PROFISSIONAL (PIQP) DOS SERVIDORES DO IF CATARINENSE - CAMPUS RIO DO SUL

Leia mais

1. DO OBJETIVO 1.1. O presente concurso cultural tem como objetivo escolher o logotipo do Programa de Sustentabilidade do IFS: IFS SUSTENTÁVEL.

1. DO OBJETIVO 1.1. O presente concurso cultural tem como objetivo escolher o logotipo do Programa de Sustentabilidade do IFS: IFS SUSTENTÁVEL. EDITAL Nº. 05/2015/PROPEX/IFS CONCURSO CULTURAL PARA ESCOLHA DO LOGOTIPO DO PROGRAMA DE SUSTENTABILIDADE DO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE SERGIPE (IFS): IFS SUSTENTÁVEL - REABERTURA

Leia mais

Regulamento Prêmio Distribuidor Destaque 2011 REGULAMENTO OFICIAL

Regulamento Prêmio Distribuidor Destaque 2011 REGULAMENTO OFICIAL REGULAMENTO OFICIAL CAPÍTULO I DO OBJETIVO GERAL Art. 1º - Reconhecer empresas associadas ao SINCADES que mais se destacaram no seu segmento sob a avaliação de seus clientes. CAPÍTULO II DOS OBJETIVOS

Leia mais

COMPANHIA DE SANEAMENTO DE SERGIPE DESO PRESIDÊNCIA ASSESSORIA DE MARKETING GESTÃO DE EDUCAÇÃO AMBIENTAL

COMPANHIA DE SANEAMENTO DE SERGIPE DESO PRESIDÊNCIA ASSESSORIA DE MARKETING GESTÃO DE EDUCAÇÃO AMBIENTAL COMPANHIA DE SANEAMENTO DE SERGIPE DESO PRESIDÊNCIA ASSESSORIA DE MARKETING GESTÃO DE EDUCAÇÃO AMBIENTAL Primeiro Concurso de Desenho, Poesia e Redação da DESO: Por uma cultura de Saneamento Ambiental

Leia mais

I Concurso InovCluster de Produtos Alimentares Inovadores Regulamento. Regulamento. Financiamento. Apoio. Página 1 de 5

I Concurso InovCluster de Produtos Alimentares Inovadores Regulamento. Regulamento. Financiamento. Apoio. Página 1 de 5 I Concurso InovCluster de Produtos Alimentares Inovadores Página 1 de 5 Preâmbulo O I Concurso InovCluster de Produtos Alimentares Inovadores é uma iniciativa da InovCluster - Associação do Cluster Agroindustrial

Leia mais