PROF. RAUL DE MELLO FRANCO JR. UNIARA

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "PROF. RAUL DE MELLO FRANCO JR. UNIARA"

Transcrição

1 PROF. RAUL DE MELLO FRANCO JR. UNIARA

2 Conceito Controlar a constitucionalidade de lei ou ato normativo significa: a) impedir a subsistência da eficácia de norma contrária à Constituição (incompatibilidade vertical) b) conferir eficácia plena a todos os preceitos constitucionais (controle da inconstitucionalidade por omissão)

3 Objetos Lei Ato normativo Ato do poder público

4 Lei e Ato normativo Lei todas as espécies do art. 59 da CF + tratados e convenções internacionais Ato normativo normas de hierarquia inferior à lei, mas que também regulam direitos e deveres (ex.: decretos do Executivo, normas regimentais dos Tribunais, resoluções administrativas, portarias, provimentos etc.)

5 Decretos Regulamentares em regra não se subordinam ao controle concentrado (crise de legalidade) Autônomos podem se submeter (quebra do princ. da reserva legal)

6 Classificação quanto ao órgão que executa o controle Político Jurisdicional Misto No Brasil: político e jurisdicional

7 Classificação quanto ao momento da realização do controle Preventivo (PL e PE) Repressivo (ou sucessivo) (PL e PJ)

8 Controle preventivo Pelo Poder Legislativo: atuação no processo legislativo (comissões, plenário) Pelo Poder Executivo: atuação no processo legislativo (veto jurídico) Pelo Poder Judiciário : garantia do devido processo legislativo através do MS

9 Controle repressivo Pelo Poder Legislativo: controle das medidas provisórias, regulamentos e lei delegada Pelo Poder Judiciário: todos os casos onde o controle repressivo é admitido (exame de casos concretos ou por via de ação)

10 Controle repressivo Poder Judiciário Critérios utilizados: a) Incidental (difuso, aberto, concreto, por via de exceção) b) Concentrado (abstrato, por via de ação, fechado) Prof. Raul de Mello Franco Jr.

11 Controle repressivo Poder Judiciário CONTROLE INCIDENTAL (difuso) efetuado por qualquer juiz, em qualquer tipo de processo efetuado em qualquer grau de jurisdição exercido sempre à vista de um caso concreto objeto principal do processo não é a inconstitucionalidade qualquer pessoa pode fazer uso

12 Controle repressivo Poder Judiciário CONTROLE INCIDENTAL (difuso) Efeitos (em regra): - Inter partes - Ex tunc (retroativo) - Não vinculante Prof. Raul de Mello Franco Jr.

13 Controle repressivo Poder Judiciário CONTROLE INCIDENTAL (difuso) Quando realizado pelo STF, com reconhecimento de inconstitucionalidade: Comunicação ao SENADO (art. 52, X, CF) Possibilidade do Senado suspender a execução, no todo ou em parte, da norma declarada inconstitucional Efeitos: erga omnes, ex nunc, vinculante Prof. Raul de Mello Franco Jr.

14 Controle repressivo Poder Judiciário CONTROLE CONCENTRADO Realizado através de ações especialmente concebidas para o controle de constitucionalidade Tem por objeto não um caso concreto, mas a própria inconstitucionalidade Realiza-se no nível federal somente através do STF Realiza-se no nível estadual ou distrital somente através do Tribunal de Justiça

15 Controle repressivo Poder Judiciário CONTROLE CONCENTRADO Objetivo: afirmar se a norma (ou ato) é ou não contrária à: CONSTITUIÇÃO FEDERAL (ações perante o STF) CONSTITUIÇÃO ESTADUAL (ações perante o TJ dos Estados) LEI ORGÂNICA DO DF (ações perante o TJ- DF)

16 Controle repressivo Poder Judiciário CONTROLE CONCENTRADO MODALIDADES DE AÇÕES PREVISTAS NO SISTEMA DE CONTROLE: ADIn (ou ADI) ação direta de inconstitucionalidade ADC (ou ADCon) ação declaratória de constitucionalidade ADPF arguição de descumprimento de preceito fundamental

17 Controle repressivo Poder Judiciário CONTROLE CONCENTRADO Ação direta de inconstitucionalidade Tipos: a) ADIn genérica b) ADIn interventiva c) ADIn por omissão Prof. Raul de Mello Franco Jr.

18 ADIn GENÉRICA Prof. Raul de Mello Franco Jr.

19 ADIn genérica perante o STF Objetos: Lei ou ato normativo federal (inclusive emendas à CF) Lei ou ato normativo estadual (inclusive as Const. Estaduais e suas emendas) Lei ou ato normativo distrital (inclusive a LODF e suas emendas), quando a norma servir ao exercício de competências estaduais

20 ADIn genérica perante o TJ dos Estados Objeto: Lei ou ato normativo estadual (inclusive emendas à CE) Lei ou ato normativo municipal (inclusive as leis orgânicas dos municípios e suas emendas)

21 ADIn genérica perante o TJ-DF Objeto: Lei ou ato normativo distrital (inclusive emendas à LODF), quando a norma servir ao exercício de competências estaduais ou municipais e houver conflito com a LODF

22 ADIn genérica Legitimidade ativa No STF rol de pessoas do art. 103, CF No TJ dos Estados rol de pessoas indicadas na Const. Estadual No TJ do DF rol de pessoas indicadas no Regimento Interno do TJ-DFT. OBS.: Pertinência temática

23 ADIn genérica Legitimidade ativa em São Paulo A Constituição Paulista prevê a legitimidade ativa em favor das seguintes pessoas: Governador do Estado Mesa da Assembléia Legislativa Prefeito Mesa da Câmara Municipal Procurador-Geral de Justiça (MP) Conselho da Seção Estadual da OAB Entidades sindicais ou de classe (estaduais ou municipais) Partidos políticos com representação na AL

24 ADIn genérica Defesa da norma No nível federal: o Advogado Geral da União No nível estadual: o Procurador-Geral do Estado (ainda que se trate de lei municipal) OBS.: é desnecessária essa participação nas demais ações do controle concentrado

25 ADIn genérica - Particularidades Cláusula de reserva de plenário a declaração de inconstitucionalidade depende do voto da maioria absoluta (art. 97) Efeitos da decisão de mérito (regra) erga omnes, ex tunc, vinculante Medida cautelar efeitos erga omnes, ex nunc, vinculante

26 ADIn INTERVENTIVA

27 FINALIDADES Provocar a intervenção: a) da UNIÃO nos ESTADOS b) dos ESTADOS nos MUNICÍPIOS Em casos de descumprimento de princípios constitucionais sensíveis (cf. art. 34, VII e 35, IV, CF) Prof. Raul de Mello Franco Jr.

28 LEGITIMIDADE ATIVA (regra) a) Para a INTERVENÇÃO FEDERAL: PGR, perante o STF b) Para a INTERVENÇÃO ESTADUAL: PGJ, perante o TJ

29 ADIn por omissão Prof. Raul de Mello Franco Jr.

30 Adin por omissão Objetivo: conferir plena eficácia aos preceitos constitucionais não autoaplicáveis Tipos de omissão que combate: a) Omissão legislativa inconstitucional b) Omissão administrativa inconstitucional

31 Adin por omissão Legitimidade ativa: Os mesmos legitimados para propor a Adin genérica (Nos Estados depende de previsão nas Const. Estaduais)

32 Adin por omissão Conseqüências da procedência da ação (em regra): a) Na omissão legislativa ciência ao poder omisso para que adote as providências necessárias b) Na omissão administrativa fixação do prazo de 30 dias para que as medidas necessárias sejam adotadas

33 Decisões de cunho aditivo em omissões legislativas Fixação de prazos para a elaboração legislativa Solução de casos concretos pela aplicação analógica de outros diplomas

34 Adin por omissão X Mdd. Injunção ADIn M.I. Legitimidade rol constitucional qualquer pessoa Efeitos erga omnes inter partes Competência STF ou TJ STF, TJ, STJ, TSE, TRE Objeto Instrumento de controle Om. legisl. e om. administrativa Concentrado Om. legislativa Difuso

35 ADC Ação declaratória de constitucionalidade

36 ADC ação declaratória de constitucionalidade Finalidades: a) transformar a presunção relativa de constitucionalidade (que toda lei ou ato normativo possui) em presunção absoluta b) Paralisar debates em torno de questões jurídicas fundamentais de interesse coletivo

37 ADC ação declaratória de constitucionalidade Objeto: Lei ou ato normativo federal Legitimados ativos: os mesmos da Adin genérica Efeitos (regra): os mesmos da Adin genérica Medida cautelar: possível Pré-requisito: comprovação da controvérsia Nível estadual: não há previsão atualmente

38 ADPF Argüição de descumprimento de preceito fundamental

39 ADPF Objetivo: evitar ou reparar lesão a preceito fundamental, resultante de ato do poder público

40 ADPF Preceito fundamental: princípios e normas que contam com primazia no sistema (análise do STF) Ato do poder público: qualquer ato, como os administrativos, judiciais, leis, atos normativos, contratos, editais, decisões dos Trib. de Contas etc.

41 ADPF Legitimados ativos e efeitos: os mesmos da ADIn genérica Competência: STF

42 ADPF - Observações Caráter subsidiário: somente tem aplicação se incabível ou inócuo um outro instrumento do controle concentrado (subsidiariedade) Inaplicabilidade: controle preventivo, atos políticos (impeachment, veto...), súmulas Medida cautelar: admissível

43 ADPF Casos concretos Leis anteriores à Const. de 88 (imprensa, monopólios das atividades postais pela ECT, lei do DPVAT etc.)(130, 46, 95) Decisões judiciais impugnáveis (importação de pneus usados)(101) Interpretação de Tribunais Superiores (inelegibilidade e vida pregressa)(144) Relações jurídicas e MPs rejeitadas (84) Consequências penais do aborto de anencéfalos (54) Implementação de políticas públicas constitucionais descumpridas (omissão)(45)

44 Algumas observações gerais Cláusula de reserva de plenário Medida cautelar Amicus curiae Efeitos das decisões Prazo decadencial inexistente Cognição ampla Reclamação Modulação de efeitos (art. 27, lei 9.868/99) Prof. Raul de Mello Franco Jr.

45 Ações do controle concentrado Modulação de efeitos É possível a modulação de efeitos por razões de: a) Segurança jurídica b) Excepcional interesse social Condição: voto de 2/3 do órgão julgador (art. 27, da lei 9.868/99) Prof. Raul de Mello Franco Jr.

46 UNIARA Prof. Raul de Mello Franco Júnior Página:

Controlar a constitucionalidade de lei ou ato normativo significa:

Controlar a constitucionalidade de lei ou ato normativo significa: Conceito Controlar a constitucionalidade de lei ou ato normativo significa: a) impedir a subsistência da eficácia de norma contrária à Constituição (incompatibilidade vertical) b) conferir eficácia plena

Leia mais

CONTROLE DE CONSTITUCIONALIDADE AULA 6. Prof. Eduardo Casassanta

CONTROLE DE CONSTITUCIONALIDADE AULA 6. Prof. Eduardo Casassanta CONTROLE DE CONSTITUCIONALIDADE AULA 6 Prof. Eduardo Casassanta ARGUIÇÃO DE DESCUMPRIMENTO DE PRECEITO FUNDAMENTAL Previsão constitucional e infraconstitucional A ADPF está prevista no art. 102, 1º da

Leia mais

PROCESSO CONSTITUCIONAL PROF. RENATO BERNARDI

PROCESSO CONSTITUCIONAL PROF. RENATO BERNARDI CONTROLE DE CONSTITUCIONALIDADE Conceito: assegurar a supremacia da Constituição Federal. supremacia formal da Constituição Federal rigidez constitucional. Controlar a constitucionalidade consiste em examinar

Leia mais

DIREITOS COLETIVOS E CONTROLE DE CONSTITUCIONALIDADE II. Professor Juliano Napoleão

DIREITOS COLETIVOS E CONTROLE DE CONSTITUCIONALIDADE II. Professor Juliano Napoleão DIREITOS COLETIVOS E CONTROLE DE CONSTITUCIONALIDADE II Professor Juliano Napoleão UNIDADE 1 O controle de constitucionalidade no Brasil 1.1 Considerações iniciais: conceito, pressupostos e objetivos do

Leia mais

Como pensa o examinador em provas para a Magistratura do TJ-RS? MAPEAMENTO DAS PROVAS - DEMONSTRAÇÃO -

Como pensa o examinador em provas para a Magistratura do TJ-RS? MAPEAMENTO DAS PROVAS - DEMONSTRAÇÃO - Curso Resultado Um novo conceito em preparação para concursos! Como pensa o examinador em provas para a Magistratura do TJ-RS? MAPEAMENTO DAS PROVAS - DEMONSTRAÇÃO - Trabalho finalizado em julho/2015.

Leia mais

ARTIGO: O controle incidental e o controle abstrato de normas

ARTIGO: O controle incidental e o controle abstrato de normas ARTIGO: O controle incidental e o controle abstrato de normas Luís Fernando de Souza Pastana 1 RESUMO: Nosso ordenamento jurídico estabelece a supremacia da Constituição Federal e, para que esta supremacia

Leia mais

Polo ativo: uma das pessoas públicas ou privadas prevista no art. 103 da CF. Presidente da República. Mesa do Senado Federal

Polo ativo: uma das pessoas públicas ou privadas prevista no art. 103 da CF. Presidente da República. Mesa do Senado Federal Turma e Ano: Turma Regular Master A Matéria / Aula: Direito Constitucional Aula 10 Professor: Marcelo Leonardo Tavares Monitora: Beatriz Moreira Souza 1. Fundamento da ADI (art. 102, I, a da CF c/c art.103

Leia mais

DIREITO CONSTITUCIONAL CONTROLE DE CONSTITUCIONALIDADE

DIREITO CONSTITUCIONAL CONTROLE DE CONSTITUCIONALIDADE DIREITO CONSTITUCIONAL CONTROLE DE CONSTITUCIONALIDADE Atualizado em 22/10/2015 CONTROLE DE CONSTITUCIONALIDADE MODELOS DE CONTROLE DE CONSTITUCIONALIDADE No que diz respeito ao número de órgãos do Poder

Leia mais

Quesito avaliado. 5. Fundamentos: Cabimento do recurso: art. 102, III, a e foi interposto tempestivamente (art. 508 do CPC) (0,30);

Quesito avaliado. 5. Fundamentos: Cabimento do recurso: art. 102, III, a e foi interposto tempestivamente (art. 508 do CPC) (0,30); Peça prática Foi proposta uma ação direta de inconstitucionalidade pelo prefeito de um município do Estado X. O Tribunal de Justiça do Estado X julgou tal ação improcedente, tendo o acórdão declarado constitucional

Leia mais

AULA 10 CONTROLE DE CONSTITUCIONALIDADE NO BRASIL

AULA 10 CONTROLE DE CONSTITUCIONALIDADE NO BRASIL Faculdade do Vale do Ipojuca - FAVIP Bacharelado em Direito Autorizado pela Portaria nº 4.018 de 23.12.2003 publicada no D.O.U. no dia 24.12.2003 Curso reconhecido pela Portaria Normativa do MEC nº 40,

Leia mais

S u m á r i o. Capítulo 1 O Constitucionalismo... 1

S u m á r i o. Capítulo 1 O Constitucionalismo... 1 S u m á r i o Capítulo 1 O Constitucionalismo... 1 1.1. Constitucionalismo, democracia e constituições escritas: coisas distintas... 1 1.2. Acepções quanto ao constitucionalismo... 1 1.3. Conceito... 2

Leia mais

3. OBJETIVOS ESPECÍFICOS

3. OBJETIVOS ESPECÍFICOS DISCIPLINA: Jurisdição Constitucional CH total: 72h SEMESTRE DE ESTUDO: 10º Semestre TURNO: Matutino / Noturno CÓDIGO: DIR 193 1. EMENTA: A Constituição e a Defesa da Supremacia Constitucional. Antecedentes

Leia mais

CEM. Magistratura Federal. Direito Constitucional

CEM. Magistratura Federal. Direito Constitucional CEM CADERNO DE EXERCÍCIOS MASTER Direito Constitucional Período 2010 2016 1) CESPE - JF TRF1/TRF 1/2013 A respeito do sistema brasileiro de controle de constitucionalidade de leis e atos normativos, tal

Leia mais

Direito Constitucional PARA CONCURSO DE. Juiz do Trabalho

Direito Constitucional PARA CONCURSO DE. Juiz do Trabalho Direito Constitucional PARA CONCURSO DE Juiz do Trabalho Direito Constitucional PARA CONCURSO DE Juiz do Trabalho Janice Helena Ferreri Morbidelli con cursos Direito Constitucional para concurso de Juiz

Leia mais

Sumário. CAPÍTULO 3 INTERPRETAÇÃO CONSTITUCIONAL 1. Introdução

Sumário. CAPÍTULO 3 INTERPRETAÇÃO CONSTITUCIONAL 1. Introdução Sumário CAPÍTULO 1 CONSTITUIÇÃO E DIREITO CONSTITUCIONAL 1. Direito Constitucional 2. Constitucionalismo moderno 3. Constituição 3.1. Conceito ideal de Constituição (Constituição ideal) 3.2. Concepção

Leia mais

SUMÁRIO. Direito_Constitucional_2aFaseOAB_3ed.indb 7 04/11/ :41:40

SUMÁRIO. Direito_Constitucional_2aFaseOAB_3ed.indb 7 04/11/ :41:40 SUMÁRIO 1. RAIO-X DA OAB 2ª FASE CONSTITUCIONAL... 15 1.1. Breve introdução... 15 1.2. Peças práticas... 15 1.3. Questões dissertativas... 19 1.4. Leitura programada... 21 2. PETIÇÃO INICIAL... 25 2.1.

Leia mais

PROPOSTA DE SÚMULA VINCULANTE N. 69

PROPOSTA DE SÚMULA VINCULANTE N. 69 PROPOSTA DE SÚMULA VINCULANTE N. 69 O que é: O enunciado da súmula terá por objeto a validade, a interpretação e a eficácia de normas determinadas, acerca das quais haja, entre órgãos judiciários ou entre

Leia mais

1 Estas são as hipóteses apresentadas por Gilmar Ferreira Mendes e Paulo Gustavo Gonet Branco, que me parece

1 Estas são as hipóteses apresentadas por Gilmar Ferreira Mendes e Paulo Gustavo Gonet Branco, que me parece OS ATOS DO PODER PÚBLICO, EVENTUALMENTE VIOLADORES DE PRECEITO FUNDAMENTAL, PASSÍVEIS DE QUESTIONAMENTO POR ADPF THE ACTS OF THE PUBLIC POWER, EVENTUALLY VIOLATORS OF FUNDAMENTAL PRECEPT, LIABLE OF QUESTIONING

Leia mais

Parte II Espécies Normativas PROCESSO LEGISLATIVO

Parte II Espécies Normativas PROCESSO LEGISLATIVO Parte II Espécies Normativas PROCESSO LEGISLATIVO I. EMENDAS CONSTITUCIONAIS LIMITAÇÕES Expressas Materiais Cláusulas pétreas CF, art. 60, 4º. Circunstanciais CF.art. 60, 1º. Formais Referentes ao processo

Leia mais

DIREITOS HUMANOS. Prof. Ricardo Torques. fb.com/direitoshumanosparaconcursos. periscope.tv/rstorques.

DIREITOS HUMANOS. Prof. Ricardo Torques. fb.com/direitoshumanosparaconcursos. periscope.tv/rstorques. DIREITOS HUMANOS Prof. Ricardo Torques fb.com/direitoshumanosparaconcursos periscope.tv/rstorques rst.estrategia@gmail.com Teoria Geral dos Direitos Humanos Características, Eficácia e Classificação de

Leia mais

Autoritarismo do Código de Processo Penal de 1941 vs. Constituição Federal de Processo Penal...8. Sistema Acusatório...

Autoritarismo do Código de Processo Penal de 1941 vs. Constituição Federal de Processo Penal...8. Sistema Acusatório... Sumário Autoritarismo do Código de Processo Penal de 1941 vs. Constituição Federal de 1988...2 Contexto Político e Histórico... 2 Características da Constituição de 1937... 4 Código de Processo Penal de

Leia mais

CONTROLE DE CONSTITUCIONALIDADE CONTROLE DIFUSO

CONTROLE DE CONSTITUCIONALIDADE CONTROLE DIFUSO CONTROLE DE CONSTITUCIONALIDADE CONTROLE DIFUSO I) CONCEITO: Também chamado de controle pela via de exceção ou de defesa ou controle aberto, o controle difuso pode ser realizado por qualquer juiz ou tribunal.

Leia mais

DIREITO CONSTITUCIONAL PROFESSOR: Fábio Ramos 2015 FGV TJ/PI Analista Judiciário Escrivão Judicial 1. A Constituição de 1988, ao enunciar os seus princípios fundamentais, fez menção, em seu art. 1º, à

Leia mais

SUMÁRIO LIVRO I IMPROBIDADE ADMINISTRATIVA. Parte 1 Direito Material Rafael Carvalho Rezende Oliveira

SUMÁRIO LIVRO I IMPROBIDADE ADMINISTRATIVA. Parte 1 Direito Material Rafael Carvalho Rezende Oliveira SUMÁRIO LIVRO I IMPROBIDADE ADMINISTRATIVA Parte 1 Direito Material Rafael Carvalho Rezende Oliveira 1. INTRODUÇÃO 1.1. A importância do combate à corrupção 1.2. Conceito de improbidade administrativa

Leia mais

Organização dos Poderes do Estado

Organização dos Poderes do Estado Organização dos Poderes do Estado DO PODER JUDICIÁRIO TEMAS BÁSICOS FUNÇÕES TÍPICAS E ATÍPICAS Típica: julgar ( jus dicere ). Atípicas: administrar e normatizar (função regimental; SV; Resoluções do TSE;

Leia mais

DIREITO CONSTITUCIONAL

DIREITO CONSTITUCIONAL DIREITO CONSTITUCIONAL PEÇA PROFISSIONAL Um contingente de servidores públicos do município A, inconformado com a política salarial adotada pelo governo municipal, decidiu, após ter realizado paralisação

Leia mais

PROCESSO PENAL ANTONIO DOS SANTOS JUNIOR.

PROCESSO PENAL ANTONIO DOS SANTOS JUNIOR. PROCESSO PENAL ANTONIO DOS SANTOS JUNIOR asjunior2004@uolcombr JURISDIÇÃO Poder Judiciário: garantir a realização dos direitos através de seus órgãos; Órgãos devem ter jurisdição (função de conhecer os

Leia mais

Este Plano de Curso poderá sofrer alterações a critério do professor e / ou da Coordenação.

Este Plano de Curso poderá sofrer alterações a critério do professor e / ou da Coordenação. Este Plano de Curso poderá sofrer alterações a critério do professor e / ou da Coordenação. PLANO DE CURSO 2009/02 DISCIPLINA: DIREITO CONSTITUCIONAL III PROFESSOR: SERGIO ROBERTO LEAL DOS SANTOS TURMA:

Leia mais

Controle de Constitucionalidade Difuso EFEITOS:

Controle de Constitucionalidade Difuso EFEITOS: EFEITOS: - Para as partes: inter partes e ex tunc, mas o STF já admitiu efeito em nunc e pro futuro (ver RE 97.97 Informativo 34/STF). - Para terceiros (art. 5, X, CF): suspensão da execução da lei declarada

Leia mais

Faculdade de Direito de Sorocaba. Direito Constitucional II

Faculdade de Direito de Sorocaba. Direito Constitucional II Faculdade de Direito de Sorocaba Direito Constitucional II Controle da constitucionalidade O controle da constitucionalidade na Constituição Federal Art.. 102, I, a ADI e ADC Art.. 103,? 2º - ADI-omissão

Leia mais

Vícios de Constitucionalidade

Vícios de Constitucionalidade Vícios de Constitucionalidade Vício Formal Nomodinâmico O Vício Formal ocorre durante o processo legislativo, dando a idéia de dinamismo, movimento. Vício quanto ao processo legislativo Vicio Formal é

Leia mais

Direito Constitucional TJ/RJ Prof. Carlos Andrade

Direito Constitucional TJ/RJ Prof. Carlos Andrade Direito Constitucional TJ/RJ Prof. Carlos Andrade 19. Segundo a Constituição Federal, os tratados e convenções internacionais sobre direitos humanos que forem aprovados, em cada Casa do Congresso Nacional,

Leia mais

Jéssica Tiemi SAKAUE 1 Fabele Rosa Bernardo de BRITO 2 Gilberto Notário LIGERO 3

Jéssica Tiemi SAKAUE 1 Fabele Rosa Bernardo de BRITO 2 Gilberto Notário LIGERO 3 JURISDIÇÃO: ESTABELECIMENTO DE NOVO CONCEITO TENDO EM VISTA A ATUAÇÃO DO SUPREMO TRIBUNAL FEDERAL (ESPECIALMENTE NO CONTROLE CONCENTRADO DE CONSTITUCIONALIDADE) Jéssica Tiemi SAKAUE 1 Fabele Rosa Bernardo

Leia mais

BREVES APONTAMENTOS SOBRE O CONTROLE DE CONSTITUCIONALIDADE

BREVES APONTAMENTOS SOBRE O CONTROLE DE CONSTITUCIONALIDADE BREVES APONTAMENTOS SOBRE O CONTROLE DE CONSTITUCIONALIDADE Pedro Fernandes Alonso Alves Pereira 1 Resumo: Este trabalho aborda o controle de constitucionalidade no Brasil, tendo como objetivo a compreensão

Leia mais

Prof. Cristiano Lopes

Prof. Cristiano Lopes Prof. Cristiano Lopes CONCEITO: É o procedimento de verificar se uma lei ou ato normativo (norma infraconstitucional) está formalmente e materialmente de acordo com a Constituição. Controlar significa

Leia mais

CONTROLE DE CONTEÚDO CONCURSOS LEGISLATIVOS ÁREA ADMINISTRATIVA

CONTROLE DE CONTEÚDO CONCURSOS LEGISLATIVOS ÁREA ADMINISTRATIVA 1 Domínio da Ortografia Oficial. Emprego das Letras. Emprego da Acentuação Gráfica. 2 Estrutura, Formação e Representação das Palavras. 3 Emprego das Classes de Palavras. 4 Relações de coordenação e de

Leia mais

CONTROLE DE CONSTITUCIONALIDADE CONTROLE DE CONSTITUCIONALIDADE CONTROLE DE CONSTITUCIONALIDADE

CONTROLE DE CONSTITUCIONALIDADE CONTROLE DE CONSTITUCIONALIDADE CONTROLE DE CONSTITUCIONALIDADE Conceito: verificar a adequação (compatibilidade) de uma lei ou de um ato normativo com a Constituição, segundo seus requisitos formais e materiais, ou, ainda, se a omissão do Poder Público contraria a

Leia mais

PLANO DE CURSO : JURISDIÇÃO CONSTITUCIONAL (CÓD. ENEX 60120) ETAPA: 4ª TOTAL DE ENCONTROS:

PLANO DE CURSO : JURISDIÇÃO CONSTITUCIONAL (CÓD. ENEX 60120) ETAPA: 4ª TOTAL DE ENCONTROS: PLANO DE CURSO DISCIPLINA: JURISDIÇÃO CONSTITUCIONAL (CÓD. ENEX 60120) ETAPA: 4ª TOTAL DE ENCONTROS: 15 SEMANAS Semana Conteúdos/ Matéria Categorias/ Questões Tipo de aula Habilidades e Competências Textos,

Leia mais

ARGUIÇÃO DE DESCUMPRIMENTO DE PRECEITO FUNDAMENTAL

ARGUIÇÃO DE DESCUMPRIMENTO DE PRECEITO FUNDAMENTAL Turma e Ano: Direito Público I (2013) Matéria / Aula: Direito Constitucional / Aula 13 Professor: Marcelo L. Tavares Monitora: Carolina Meireles ARGUIÇÃO DE DESCUMPRIMENTO DE PRECEITO FUNDAMENTAL Lei 9.882/99

Leia mais

Nota à 30a edição, xxix Prefácio à 1a edição, xxxi

Nota à 30a edição, xxix Prefácio à 1a edição, xxxi Nota à 30a edição, xxix Prefácio à 1a edição, xxxi 1 DIREITO CONSTITUCIONAL, 1 1 Constitucionalismo, 1 1.1 Estado Constitucional: Estado de Direito e Estado Democrático, 2 2 Conceito de Constituição, 6

Leia mais

Turma e Ano: Matéria / Aula: Professor: Monitora: 1. Representação de inconstitucionalidade estadual

Turma e Ano: Matéria / Aula: Professor: Monitora: 1. Representação de inconstitucionalidade estadual Turma e Ano: Turma Regular Master A Matéria / Aula: Direito Constitucional Aula 11 Professor: Marcelo Leonardo Tavares Monitora: Beatriz Moreira Souza 1. Representação de inconstitucionalidade estadual

Leia mais

ARTIGO: Efeitos (subjetivos e objetivos) do controle de

ARTIGO: Efeitos (subjetivos e objetivos) do controle de ARTIGO: Efeitos (subjetivos e objetivos) do controle de constitucionalidade Luís Fernando de Souza Pastana 1 RESUMO: há diversas modalidades de controle de constitucionalidade previstas no direito brasileiro.

Leia mais

AULA 1: ORGANIZAÇÃO DOS PODERES

AULA 1: ORGANIZAÇÃO DOS PODERES AULA 1: ORGANIZAÇÃO DOS PODERES EMENTÁRIO DE TEMAS: São Poderes da União, independentes e harmônicos entre si, o Legislativo, o Executivo e o Judiciário (Art. 2º, da CRFB/88) Organização dos Poderes: separação

Leia mais

ESPÉCIES NORMATIVAS E PROCESSO LEGISLATIVO. Maira L. de Souza Melo

ESPÉCIES NORMATIVAS E PROCESSO LEGISLATIVO. Maira L. de Souza Melo ESPÉCIES NORMATIVAS E PROCESSO LEGISLATIVO Maira L. de Souza Melo ESPÉCIES NORMATIVAS Art.18 da CE: Emenda Constitucional Lei Complementar Lei Ordinária Lei Delegada Decreto Legislativo Resolução NORMAS

Leia mais

PROCESSO LEGISLATIVO DE REFORMA DA LOM e do RI

PROCESSO LEGISLATIVO DE REFORMA DA LOM e do RI PROCESSO LEGISLATIVO DE REFORMA DA LOM e do RI PROCESSO LEGISLATIVO DE REFORMA DA LOM e do RI 1 - AUTONOMIA MUNICIPAL. 2 - HIERARQUIA DAS LEIS. 3 - INICIATIVA. 4 - TÉCNICA LEGISLATIVA (LC 95/98). 5 - MATÉRIA

Leia mais

INTENSIVO OAB REGULAR MÓDULO I - MANHÃ Disciplina: Direito Constitucional Prof. Nathalia Masson Aula: 03/04 MATERIAL DE APOIO MONITORIA

INTENSIVO OAB REGULAR MÓDULO I - MANHÃ Disciplina: Direito Constitucional Prof. Nathalia Masson Aula: 03/04 MATERIAL DE APOIO MONITORIA INTENSIVO OAB REGULAR MÓDULO I - MANHÃ Disciplina: Direito Constitucional Prof. Nathalia Masson Aula: 03/04 MATERIAL DE APOIO MONITORIA I. Anotações de aula II. Simulado III. Lousas I. ANOTAÇÕES DE AULA

Leia mais

ÓRGÃO ESPECIAL DO TRIBUNAL DE JUSTIÇA

ÓRGÃO ESPECIAL DO TRIBUNAL DE JUSTIÇA ÓRGÃO ESPECIAL DO TRIBUNAL DE JUSTIÇA Representante: Exmo. Senhor Prefeito do Município de Barra do Piraí Representado: Exmo. Senhor Presidente da Câmara Municipal do Município de Barra do Piraí Relator:

Leia mais

EC 7/77 (Congresso fechado) falta de um perfil nacional previsão de uma lei complementar regras gerais preparação da LC 40/81

EC 7/77 (Congresso fechado) falta de um perfil nacional previsão de uma lei complementar regras gerais preparação da LC 40/81 Escola Superior do Ministério Público SP O Promotor de Justiça como agente político Hugo Nigro Mazzilli Antecedentes históricos Origem ligada à defesa do rei e à acusação penal Fins do Séc. XIII instituição

Leia mais

JURISDIÇÃO CONSTITUCIONAL

JURISDIÇÃO CONSTITUCIONAL JURISDIÇÃO CONSTITUCIONAL Melline Solfa RODRIGUES 1 Rodrigo Lemos ARTEIRO 2 RESUMO: A guarda da jurisdição constitucional foi conferida ao Supremo Tribunal Federal pela própria Constituição. Em um sistema

Leia mais

Cargo: Efetivo (de carreira ou isolado) adquire estabilidade Em comissão livre exoneração Vitalício adquire vitaliciedade

Cargo: Efetivo (de carreira ou isolado) adquire estabilidade Em comissão livre exoneração Vitalício adquire vitaliciedade CAMPUS Capítulo 5 Administração Pública e Servidores Públicos Disposições Constitucionais 189 Servidor público em sentido estrito (regime estatutário) Cargo efetivo Cargo em comissão Adm. Direta, autárquica

Leia mais

Direitos Difusos e Coletivos

Direitos Difusos e Coletivos Direitos Difusos e Coletivos noções fundamentais Hugo Nigro Mazzilli www.mazzilli.com.br 1 O processo coletivo Processo estava voltado p/ conflitos tradicionais entre Estado x indivíduo entre indivíduo(s)

Leia mais

Manual de Direito Administrativo I Gustavo Mello Knoplock

Manual de Direito Administrativo I Gustavo Mello Knoplock Série Provas e Concursos Manual de Direito Administrativo I Gustavo Mello Knoplock ELSEVIER 5.6. Resumo AGENTES PÚBLICOS (segundo Hely Lopes Meirelles): 1. Agentes políticos Aqueles no alto escalão dos

Leia mais

f ÅâÄtwÉ wx IED / V Çv t céä à vt `öüv t cxä áátü INTRODUÇÃO AO ESTUDO DO DIREITO CIÊNCIA POLÍTICA

f ÅâÄtwÉ wx IED / V Çv t céä à vt `öüv t cxä áátü INTRODUÇÃO AO ESTUDO DO DIREITO CIÊNCIA POLÍTICA INTRODUÇÃO AO ESTUDO DO DIREITO CIÊNCIA POLÍTICA 01) Não se enquadra na subdivisão de "Público" o direito: a) Constitucional b) Administrativo. c) Judiciário / processual. d) Penal. e) Comercial. 02) Não

Leia mais

A INCONSTITUCIONALIDADE DAS RESOLUÇÕES DO CONAMA FRENTE AOS DIREITOS FUNDAMENTAIS

A INCONSTITUCIONALIDADE DAS RESOLUÇÕES DO CONAMA FRENTE AOS DIREITOS FUNDAMENTAIS A INCONSTITUCIONALIDADE DAS RESOLUÇÕES DO CONAMA FRENTE AOS DIREITOS FUNDAMENTAIS David Silva de Souza 1 RESUMO O presente artigo tem como escopo abordar brevemente a problemática existente entre o choque

Leia mais

16/04/2015 PLENÁRIO : MIN. TEORI ZAVASCKI

16/04/2015 PLENÁRIO : MIN. TEORI ZAVASCKI Ementa e Acórdão Inteiro Teor do Acórdão - Página 1 de 5 RELATOR EMBTE.(S) ADV.(A/S) : MIN. TEORI ZAVASCKI :MULTIPLIC LTDA. : LUIZ ALFREDO TAUNAY E OUTRO(A/S) EMENTA: CONSTITUCIONAL E PROCESSUAL CIVIL.

Leia mais

: MIN. DIAS TOFFOLI CONTAS DO ESTADO DE GOIÁS JUNTO AO TRIBUNAL DE CONTAS DO ESTADO DE GOIÁS

: MIN. DIAS TOFFOLI CONTAS DO ESTADO DE GOIÁS JUNTO AO TRIBUNAL DE CONTAS DO ESTADO DE GOIÁS RECLAMAÇÃO 24.163 DISTRITO FEDERAL RELATOR RECLTE.(S) PROC.(A/S)(ES) RECLDO.(A/S) PROC.(A/S)(ES) INTDO.(A/S) ADV.(A/S) : MIN. DIAS TOFFOLI :MINISTÉRIO PÚBLICO JUNTO AO TRIBUNAL DE CONTAS DO ESTADO DE GOIÁS

Leia mais

Sumário APRESENTAÇÃO... 21 NOTA DO AUTOR À 3ª EDIÇÃO... 23 PREFÁCIO... 25

Sumário APRESENTAÇÃO... 21 NOTA DO AUTOR À 3ª EDIÇÃO... 23 PREFÁCIO... 25 Sumário 11 Sumário APRESENTAÇÃO... 21 NOTA DO AUTOR À 3ª EDIÇÃO... 23 PREFÁCIO... 25 Capítulo I ASPECTOS DE UMA JURISDIÇÃO CONSTITUCIONAL: UMA DISPUTA DE PARADIGMAS... 29 1. Estado de Direito e o conceito

Leia mais

DIREITO CONSTITUCIONAL

DIREITO CONSTITUCIONAL DIREITO CONSTITUCIONAL PEÇA PROFISSIONAL O presidente da República apresenta ao Congresso Nacional proposição legislativa que trata de criação, transformação em estado ou reintegração ao estado de origem

Leia mais

Excertos da publicação: 1. Considerações sobre o controle de constitucionalidade. 1.1 Exposições preliminares

Excertos da publicação: 1. Considerações sobre o controle de constitucionalidade. 1.1 Exposições preliminares Excertos da publicação: PEREIRA, Rodrigo Paixão. Alguns aspectos da abstrativização do controle difuso de constitucionalidade. 2008. Monografia (Trabalho Acadêmico apresentado à Escola Superior Verbo Jurídico

Leia mais

FORÇAS ARMADAS SEGURANÇA PÚBLICA

FORÇAS ARMADAS SEGURANÇA PÚBLICA SEGURANÇA PÚBLICA A quem incumbe? É dever do Estado, direito e responsabilidade de todos. Na CF: arts. 144 e 42 Finalidades Preservação da ordem pública Preservação da incolumidade das pessoas e do patrimônio

Leia mais

I RELATO DO CASO JULGADO

I RELATO DO CASO JULGADO NOTA/PGFN/CASTF/Nº 637/2014. Nota Explicativa. Portaria Conjunta PGFN/RFB nº 01/2014. TRIBUTÁRIO. Contribuição ao PIS. Entidades beneficentes de assistência social. Imunidade. Reafirmação da jurisprudência

Leia mais

Fontes do Direitos: Constituição, lei, costumes, jurisprudência, doutrina e contrato. A Constituição Federal e os tópicos da Economia

Fontes do Direitos: Constituição, lei, costumes, jurisprudência, doutrina e contrato. A Constituição Federal e os tópicos da Economia Fontes do Direitos: Constituição, lei, costumes, jurisprudência, doutrina e contrato. A Constituição Federal e os tópicos da Economia No Brasil, vigora o princípio da Supremacia da Constituição, segundo

Leia mais

ÍNDICE PREFÁCIO... XIII

ÍNDICE PREFÁCIO... XIII ÍNDICE PREFÁCIO... XIII SEGURANÇA JURÍDICA NO NOVO CARF PAULO DE BARROS CARVALHO... 1 1. Palavras introdutórias... 1 2. Núcleo semântico do sobreprincípio da segurança jurídica... 4 3. O primado da segurança

Leia mais

BRUNA FERNANDES COÊLHO SISTEMAS DE CONTROLE DE CONSTITUCIONALIDADE

BRUNA FERNANDES COÊLHO SISTEMAS DE CONTROLE DE CONSTITUCIONALIDADE BRUNA FERNANDES COÊLHO SISTEMAS DE CONTROLE DE CONSTITUCIONALIDADE RECIFE 2011 SUMÁRIO RESUMO... 3 INTRODUÇÃO... 3 DESENVOLVIMENTO... 4 1. CONSTITUIÇÃO FEDERAL... 4 2. O FENÔMENO DA INCONSTITUCIONALIDADE...

Leia mais

Prof. Cristiano Lopes

Prof. Cristiano Lopes Prof. Cristiano Lopes Poder Legislativo Federal ü No Brasil vigora o bicameralismo federativo, no âmbito federal. Ou seja, o Poder Legislativo no Brasil, em âmbito federal, é bicameral, isto é, composto

Leia mais

EDITAL Nº 18/2011 01* 01* OBS: O professor ao se inscrever deverá ter disponibilidade nos turnos indicados.

EDITAL Nº 18/2011 01* 01* OBS: O professor ao se inscrever deverá ter disponibilidade nos turnos indicados. EDITAL Nº 18/2011 Processo Seletivo de Docentes da Estácio FIC 2011. A DIRETORA GERAL da Faculdade Estácio do Ceará - Estácio FIC, no uso de suas atribuições e regimentais, torna pública a abertura de

Leia mais

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO ESQUEMATIZADO: ANALISTA JUDICIÁRIO - ÁREA ADMINISTRATIVA

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO ESQUEMATIZADO: ANALISTA JUDICIÁRIO - ÁREA ADMINISTRATIVA CONTEÚDO PROGRAMÁTICO ESQUEMATIZADO: ANALISTA JUDICIÁRIO - ÁREA ADMINISTRATIVA DE ACORDO COM O EDITAL N 1, DE 24 DE NOVEMBRO DE 201, DO TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DE SÃO PAULO, TRE-SP CONHECIMENTOS BÁSICOS

Leia mais

GABARITO DEFINITIVO - Analista Legislativo da Câmara dos Deputados - Consultor Legislativo - Área VIII

GABARITO DEFINITIVO - Analista Legislativo da Câmara dos Deputados - Consultor Legislativo - Área VIII GABARITO DEFINITIVO - Analista Legislativo da Câmara dos Deputados - Consultor Legislativo - Área VIII Conhecimentos Específicos 1 E. Uma sociedade de economia mista só pode ser instituída sob a forma

Leia mais

Processo do Trabalho I

Processo do Trabalho I Processo do Trabalho I»Aula 5 Jurisdição e Competência Parte 1 Introdução Jurisdição Competência Em razão da Matéria Competência Funcional Jurisdição e competência da Justiça a do Trabalho I Introdução

Leia mais

SUMÁRIO. 1 Introdução 1.1 Introdução aos meios alternativos de resolução de disputas 1.2 Breve histórico 1.3 Bibliografia recomendada

SUMÁRIO. 1 Introdução 1.1 Introdução aos meios alternativos de resolução de disputas 1.2 Breve histórico 1.3 Bibliografia recomendada Livro: Curso de Arbitragem, 2ª edição Professor Francisco José Cahali SUMÁRIO APRESENTAÇÃO 1 Introdução 1.1 Introdução aos meios alternativos de resolução de disputas 1.2 Breve histórico 1.3 Bibliografia

Leia mais

DIREITO TRIBUTÁRIO. Professor: Mauro Moreira

DIREITO TRIBUTÁRIO. Professor: Mauro Moreira DIREITO TRIBUTÁRIO Professor: Mauro Moreira 1 RACIOCÍNIO JURÍDICO TRIBUTÁRIO CONSTITUIÇÃO -Princípios -Imunidades -Espécies Tributárias - I M P O S T O S T A X A S - C O N T R I B U IÇ Ã O D E M E L H

Leia mais

RECOMENDAÇÃO ADMINISTRATIVA N 03/2014

RECOMENDAÇÃO ADMINISTRATIVA N 03/2014 RECOMENDAÇÃO ADMINISTRATIVA N 03/2014 O MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DO PARANÁ, por seu Promotor de Justiça que adiante assina, no uso de suas atribuições legais, CONSIDERANDO o contido no artigo 127 da

Leia mais

Sumário Capítulo 1 Prazos Capítulo 2 Incompetência: principais mudanças

Sumário Capítulo 1 Prazos Capítulo 2 Incompetência: principais mudanças Sumário Capítulo 1 Prazos 1.1. Forma de contagem: somente em dias úteis 1.2. Prática do ato processual antes da publicação 1.3. Uniformização dos prazos para recursos 1.4. Prazos para os pronunciamentos

Leia mais

A vinculação dos Tribunais Administrativos à jurisprudência do STF e do STJ: perspectivas trazidas pelo novo CPC

A vinculação dos Tribunais Administrativos à jurisprudência do STF e do STJ: perspectivas trazidas pelo novo CPC A vinculação dos Tribunais Administrativos à jurisprudência do STF e do STJ: perspectivas trazidas pelo novo CPC Rodrigo Dalla Pria Doutor em Direito Processual Civil PUC/SP Mestre em Direito Tributário

Leia mais

DIREITO CONSTITUCIONAL

DIREITO CONSTITUCIONAL DIREITO CONSTITUCIONAL Neste Resumo, trago a você a Teoria Mastigada dos Assuntos Mais Cobrados de Direito Constitucional: 1 Controle de Constitucionalidade 2 Federalismo 3 Poder Legislativo 4 Processo

Leia mais

Prof. Me. Edson Guedes. Unidade II INSTITUIÇÕES DE DIREITO

Prof. Me. Edson Guedes. Unidade II INSTITUIÇÕES DE DIREITO Prof. Me. Edson Guedes Unidade II INSTITUIÇÕES DE DIREITO 5. Direito Civil Unidade II 5.1 Da validade dos negócios jurídicos; 5.2 Responsabilidade civil e ato ilícito; 5. Direito Civil 5.1 Da validade

Leia mais

Supremo Tribunal Federal STF Artigo 101

Supremo Tribunal Federal STF Artigo 101 Supremo Tribunal Federal STF Artigo 101 Composto por 11 Ministros de Justiça vitalícios - Taxativamente 11 - Exclusivamente natos - Cidadãos - Mais de 35 e menos de 65 anos de idade - Notável saber jurídico

Leia mais

Teoria Geral do Processo

Teoria Geral do Processo Arno Melo Schlichting Teoria Geral do Processo Concreta - Objetiva - Atual Livro 2 3 a Edição SUMÁRIO Apresentação 9 Identificação 11 Natureza... 13 Objetivo... 13 1 Teoria Geral das Ações 15 1.1 Ação,

Leia mais

LIVRO I Do Processo de Conhecimento...1

LIVRO I Do Processo de Conhecimento...1 Sumário LIVRO I Do Processo de Conhecimento...1 Capítulo 1 Da Jurisdição...3 1.1. Conceito de Jurisdição... 5 1.2. Exercício da Jurisdição Quem Exerce a Jurisdição?...15 1.3. Características da Jurisdição...17

Leia mais

ENUNCIADOS ASSESSORIA CÍVEL

ENUNCIADOS ASSESSORIA CÍVEL ENUNCIADOS ASSESSORIA CÍVEL O PROCURADOR-GERAL DE JUSTIÇA, no uso de suas atribuições legais, tendo em vista o que consta nos autos do procedimento MPRJ nº 201100985004, FAZ SABER aos Membros do Ministério

Leia mais

COMISSÃO NACIONAL DE ESTÁGIO E FORMAÇÃO

COMISSÃO NACIONAL DE ESTÁGIO E FORMAÇÃO COMISSÃO NACIONAL DE ESTÁGIO E FORMAÇÃO Organização Judiciária Programa I Introdução 1 Conceito e âmbito da organização judiciária: 1.1. Considerações preliminares 1.2. Conceito 1.3. Âmbito 2 Noções fundamentais

Leia mais

Hugo Goes Direito Previdenciário Módulo 02 Aula Direito Previdenciário para o Concurso do INSS

Hugo Goes Direito Previdenciário Módulo 02 Aula Direito Previdenciário para o Concurso do INSS Hugo Goes Direito Previdenciário Módulo 02 Aula 001-005 Direito Previdenciário para o Concurso do INSS Fontes Hierarquia (ordem de graduação) Autonomia (entre os diversos ramos) Aplicação (conflitos entre

Leia mais

DIREITO DO TRABALHO. Fontes formais autônomas: elaboradas pelos próprios interessados em aplicá-las. (grupos sociais = sindicatos)

DIREITO DO TRABALHO. Fontes formais autônomas: elaboradas pelos próprios interessados em aplicá-las. (grupos sociais = sindicatos) DIREITO DO TRABALHO FONTES DO DIREITO DO TRABALHO: MATERIAIS: FORMAIS: Fontes formais autônomas: elaboradas pelos próprios interessados em aplicá-las. (grupos sociais = sindicatos) Convenções coletivas

Leia mais

O ESTADO E A ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA NA SOCIEDADE CONTEMPORÂNEA

O ESTADO E A ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA NA SOCIEDADE CONTEMPORÂNEA O ESTADO E A ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA NA SOCIEDADE CONTEMPORÂNEA ESTADO Conjunto de regras, pessoas e organizações que se separam da sociedade para organizá-la. - Só passa a existir quando o comando da comunidade

Leia mais

COMISSÃO DE CONSTITUIÇÃO E JUSTIÇA E DE CIDADANIA

COMISSÃO DE CONSTITUIÇÃO E JUSTIÇA E DE CIDADANIA COMISSÃO DE CONSTITUIÇÃO E JUSTIÇA E DE CIDADANIA PROPOSTA DE EMENDA À CONSTITUIÇÃO N o 33, DE 2011 Altera a quantidade mínima de votos de membros de tribunais para declaração de inconstitucionalidade

Leia mais

DIREITO PROCESSUAL DO CONTROLE DA CONSTITUCIONALIDADE

DIREITO PROCESSUAL DO CONTROLE DA CONSTITUCIONALIDADE DIREITO PROCESSUAL DO CONTROLE DA CONSTITUCIONALIDADE SUMÁRIO APRESENTAÇÃO...7 CAPÍTULO I JUSTIFICATIVA, ASPECTOS HISTÓRICOS E SISTEMAS EXISTENTES DE CONTROLE DA CONSTITUCIONALIDADE...19 1. Justificativa

Leia mais

O SISTEMA FEDERATIVO E A INTERVENÇÃO FEDERAL

O SISTEMA FEDERATIVO E A INTERVENÇÃO FEDERAL O SISTEMA FEDERATIVO E A INTERVENÇÃO FEDERAL GUSTAVO GUSMÃO O SISTEMA FEDERATIVO E A INTERVENÇÃO FEDERAL INTRODUÇÃO: O Brasil é uma República Federativa, isto é, uma Federação composta de Estados- membros

Leia mais

CONSIDERAÇÕES GERAIS SOBRE A AÇÃO CIVIL PÚBLICA... 23

CONSIDERAÇÕES GERAIS SOBRE A AÇÃO CIVIL PÚBLICA... 23 SUMÁRIO Capítulo I CONSIDERAÇÕES GERAIS SOBRE A AÇÃO CIVIL PÚBLICA... 23 1. Previsão normativa... 23 1.1. A tradição individualista na tutela dos direitos... 23 1.2. Surgimento e consolidação da tutela

Leia mais

COMISSÃO DE CONSTITUIÇÃO E JUSTIÇA E DE CIDADANIA

COMISSÃO DE CONSTITUIÇÃO E JUSTIÇA E DE CIDADANIA 1 COMISSÃO DE CONSTITUIÇÃO E JUSTIÇA E DE CIDADANIA PROJETO DE LEI N o 111, DE 2011 Altera a Lei nº 8.078, de 11 de setembro de 1990, para incluir nova hipótese de cláusula contratual abusiva. Autor: Deputado

Leia mais

SUMÁRIO APRESENTAÇÃO DA COLEÇÃO... 13

SUMÁRIO APRESENTAÇÃO DA COLEÇÃO... 13 SUMÁRIO APRESENTAÇÃO DA COLEÇÃO... 13 CAPÍTULO I A PROCURADORIA-GERAL DA FAZENDA NACIONAL... 15 1. Breve reconstrução histórica... 15 1.1. Do Procurador dos Feitos da Coroa, da Fazenda e do Fisco ao Procurador

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO ÓRGÃO ESPECIAL

PODER JUDICIÁRIO DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO ÓRGÃO ESPECIAL PODER JUDICIÁRIO DO ESTADO DO IMPETRADO: EXMO SR. GOVERNADOR DO ESTADO DO DECISÃO Trata-se de mandado de segurança interposto por REJANE DE ALMEIDA em face de EXMO SR. GOVERNADOR DO ESTADO DO E EXMO SR.

Leia mais

OS RECURSOS DE INCONSTITUCIONALIDADE PARA O TRIBUNAL CONSTITUCIONAL. Tribunal Constitucional, seminário 2013

OS RECURSOS DE INCONSTITUCIONALIDADE PARA O TRIBUNAL CONSTITUCIONAL. Tribunal Constitucional, seminário 2013 OS RECURSOS DE INCONSTITUCIONALIDADE PARA O TRIBUNAL CONSTITUCIONAL S Plano de apresentação S I. INTRODUÇÃO S II. RECURSO ORDINÁRIO DE INCONSTITUCIONALIDADE S III. RECURSO EXTRAORDINÁRIO S IV. REGIME COMPARADO

Leia mais

FRANCISCO JOSÉ CAHALI CURSO DE ARBITRAGEM. LivroAS pdf corrigido indb 3 26/07/ :14:50

FRANCISCO JOSÉ CAHALI CURSO DE ARBITRAGEM. LivroAS pdf corrigido indb 3 26/07/ :14:50 FRANCISCO JOSÉ CAHALI CURSO DE ARBITRAGEM LivroAS 7073 - pdf corrigido - 26.07.2011.indb 3 26/07/2011 15:14:50 SUMÁRIO APRESENTAÇÃO... 9 1 INTRODUÇÃO... 19 1.1 Introdução aos meios alternativos de resolução

Leia mais

DIREITO CONSTITUCIONAL

DIREITO CONSTITUCIONAL DIREITO CONSTITUCIONAL PEÇA PROFISSIONAL O governo brasileiro, preocupado com os índices crescentes de ataques terroristas no mundo, vinculou-se à Convenção sobre os Direitos Humanos das Vítimas de Atividades

Leia mais

Capítulo 1. A Interdisciplinaridade do Direito Tributário... 3

Capítulo 1. A Interdisciplinaridade do Direito Tributário... 3 Sumário Parte I Introdução... 1 Capítulo 1. A Interdisciplinaridade do Direito Tributário... 3 Parte II Petição inicial e contestação... 7 Capítulo 1. Introdução... 9 Capítulo 2. Estrutura da petição inicial...

Leia mais

MATÉRIA Rodrigo Medeiros de Lima Victor Teixeira de Albuquerque

MATÉRIA Rodrigo Medeiros de Lima Victor Teixeira de Albuquerque 000563 - Rodrigo Medeiros de Lima 000212 - Victor Teixeira de Albuquerque Ponto 10. Controle de constitucionalidade: conceito, espécie de controle (preventivo e repressivo). Ação direta Ponto 11. Defesa

Leia mais

Observação. Empresa pública. Conceitos: Distinção. Sociedade de economia mista 12/11/2012 EMPRESAS PÚBLICAS E SOCIEDADES DE ECONOMIA MISTA

Observação. Empresa pública. Conceitos: Distinção. Sociedade de economia mista 12/11/2012 EMPRESAS PÚBLICAS E SOCIEDADES DE ECONOMIA MISTA Observação EMPRESAS PÚBLICAS E SOCIEDADES DE ECONOMIA MISTA Nem toda empresa estatal é empresa pública ou sociedade de economia mista. Para que seja empresa pública ou sociedade de economia mista, é necessário

Leia mais

Simulado TRT Direito Constitucional Simulado 1 Emilly Albuquerque

Simulado TRT Direito Constitucional Simulado 1 Emilly Albuquerque Simulado TRT Direito Constitucional Simulado 1 Emilly Albuquerque 2013 Copyright. Curso Agora eu Passo - Todos os direitos reservados ao autor. CONSTITUCIONAL TRT FCC TRT 16ª 2009 01. Considere: I. A Emenda

Leia mais

CONTROLE DE CONTEÚDO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DE PERNAMBUCO TJPE TODOS OS CARGOS

CONTROLE DE CONTEÚDO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DE PERNAMBUCO TJPE TODOS OS CARGOS CONTROLE DE CONTEÚDO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DE PERNAMBUCO TJPE TODOS OS CARGOS 1 Ortografia oficial. LÍNGUA PORTUGUESA CONTEÚDO PROGRAMÁTICO AULA LEITURA LEITURA QUESTÕES REVISÃO 2 Acentuação gráfica. 3 Flexão

Leia mais