CPS CP/ECEME ª AVALIAÇÃO FORMATIVA FICHA AUXILIAR DE CORREÇÃO GEOGRAFIA - SAÚDE. 1ª QUESTÃO (Valor 6,0)

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "CPS CP/ECEME ª AVALIAÇÃO FORMATIVA FICHA AUXILIAR DE CORREÇÃO GEOGRAFIA - SAÚDE. 1ª QUESTÃO (Valor 6,0)"

Transcrição

1 CPS CP/ECEME ª AVALIAÇÃO FORMATIVA FICHA AUXILIAR DE CORREÇÃO 1ª QUESTÃO (Valor 6,0) Analisar a elevação dos níveis educacionais da população brasileira nas duas últimas décadas e suas consequências na redução da mortalidade infantil da Região Sudeste. 1. MÉTODO MÉTODO TOTAL: 180 (cento e oitenta) escores M1 Abordagem da ideia central. Introdução M2 Delimitação do espaço. 0 M3 Delimitação no tempo. 0 Ideias Preparação correta para o desenvolvimento. 0 M4 complementares. Não elaboração da introdução de forma abrupta. 0 correto M Ligação com o desenvolvimento. M6 Não antecipação de partes do desenvolvimento. PARÂMETRO IDEIAS ASPECTOS A SEREM CONSIDERADOS DESENVOLVIMENTO Escores Esc/Aluno M7 Divisão da solução em introdução, desenvolvimento e conclusão. Compreensão do nível de desempenho correto M8 M9 M M11 De forma dedutiva. Elaboração das conclusões parciais. Limitando-se a resumir. Não elaborou as conclusões parciais. 0 Atendimento das Totalmente. condicionantes do Digressão de até 3. desenvolvimento. Digressão de mais de 3. 0 Totalmente. Análise das com Até 3 incidências sem ligação. ligação de causa e efeito. Mais de 3 incidências sem ligação. 0 Totalmente. Divisão do todo em partes coerentes. Pelo menos uma parte não está 0 coerente com o todo. PARÂMETRO IDEIAS ASPECTOS A SEREM CONSIDERADOS CONCLUSÃO Escores Esc/Aluno M12 Retomada da ideia central. De forma dedutiva. Conclusão Compreensão do nível de desempenho Elaboração da síntese. M13 Limitou-se a resumir. Não elaborou a síntese. 0 M14 Atendimento à imposição do problema. M1 Conclusão apenas sob aspectos desenvolvidos (lógica). GEOGRAFIA - SAÚDE Na conclusão, todas as têm suporte na introdução ou no desenvolvimento. Na conclusão, pelo menos uma das tem suporte na introdução ou no desenvolvimento. Na conclusão, mais de uma ideia não tem suporte na introdução ou no desenvolvimento. M16 Elaboração do parágrafo conclusivo. Subtotal MÉTODO 180 0

2 2 2. CONHECIMENTO CONHECIMENTO ( ) TOTAL: 300 (trezentos) escores 240 (duzentos e quarenta) escores atribuídos para essenciais 60 (sessenta) escores atribuídos para complementares 0 (cinquenta) escores atribuídos para novas* * A critério do oficial responsável pela correção, caso considere pertinentes que não constam do barema, devendo defini-las como essenciais ou complementares, e atribuir um valor a elas, no limite do estabelecido para novas (somente computar se o aluno obtiver menos de 300 escores e até esse limite). Introdução C1 A situação do nível educacional da população brasileira ao final da década de C2 Caracterização da área da Região Sudeste. C3 C4 As taxas de mortalidade infantil no Brasil e na Região Sudeste ao final da década de As influências que os níveis educacionais podem exercer no aumento ou na redução das taxas de mortalidade. C Ligação com o desenvolvimento. PARÂMETRO IDEIAS ASPECTOS A SEREM CONSIDERADOS DESENVOLVIMENTO Escores Esc/Aluno - a. A elevação dos níveis educacionais da população brasileira na década de 1990 e suas consequências na redução da mortalidade infantil da Região Sudeste. C6 C7 C8 C9 C Trinômio educação melhoria do padrão sócio-econômico redução dos índices de mortalidade infantil. Elevação do nível de escolaridade da população de baixa renda facilitando a prática de programas de saúde. Implementação das políticas de educação em saúde para as populações de baixa renda. Incremento das campanhas de imunização com a participação da população de nível de escolaridade mais elevado. Interiorização dos cursos de Medicina, Enfermagem e Odontologia. C11 Utilização do ensino à distância através da Internet. C12 Redução das desigualdades sociais em virtude do aumento da escolaridade nas áreas urbanas e rurais. C13 Redução do índice de analfabetismo entre as mães, com implicação direta na melhoria dos padrões de saúde dos filhos. C14 Outras julgadas pertinentes. C1 Conclusão Parcial (CP). Em consequência da elevação dos níveis educacionais da população brasileira na década de 1990, a taxa de mortalidade infantil sofreu uma pequena redução na Região Sudeste. 1 - b. A elevação dos níveis educacionais da população brasileira na década atual e suas consequências na redução da mortalidade infantil da Região Sudeste. C16 Realização de programas de educação de hábitos que reduzem os riscos de doenças. C17 Implementação de programas de saúde nas Escolas. C18 Manutenção de programas de educação e atualização permanente de agentes de saúde. C19 Realização de programas educação sanitária familiar. C Conscientização da mulher, por intermédio de campanhas educacionais, com relação ao acompanhamento pré-natal.

3 3 C21 Correlação entre elevação do nível educacional e a melhoria das condições habitacionais da população da região. C22 Utilização do ensino à distância através da Internet. C23 C24 Elevação do nível educacional das mães, por intermédio de cursos, palestras, aulas, facilitando o diagnóstico de determinadas doenças e, assim, contribuindo para o tratamento adequado dos filhos. Assinatura da Declaração do Milênio, documento da ONU que privilegia a educação como fator de melhoria das condições de vida e redução da mortalidade infantil. C2 Programa educação sanitária familiar: orientação de agentes do Ministério da Saúde visando a melhoria das condições sanitárias urbanas. C26 Outras julgadas pertinentes. C27 Conclusão Parcial (CP). A redução da mortalidade infantil na última década, na região, em consequência da elevação dos níveis educacionais. 1 PARÂMETRO IDEIAS ASPECTOS A SEREM CONSIDERADOS CONCLUSÃO Escores Esc/Aluno C28 A situação dos níveis educacionais da população brasileira e da mortalidade infantil na R Sudeste ao final da década da Conclusão A melhoria dos níveis educacionais no Brasil e a redução da C29 mortalidade infantil na R Sudeste na década de A melhoria dos níveis educacionais no Brasil e a redução da C30 mortalidade infantil na R Sudeste na última década. C31 Parágrafo conclusivo. Subtotal - CONHECIMENTO EXPRESSÃO ESCRITA EXPRESSÃO ESCRITA TOTAL: 1 (cento e vinte) escores PARÂMETRO IDEIAS ASPECTOS A SEREM CONSIDERADOS Escores Esc/Aluno A1 Incoerente, ilógico ou contraditório. 00 Coerência A2 Parcialmente compreensível. 0 A3 Plenamente coerente. Fácil compreensão. B1 Pouco claro. 00 Clareza B2 Falta de clareza em partes do texto. 1 B3 Claro. Fácil entendimento. 30 C1 Pouco objetivo. Vago. Texto com divagações inúteis. 00 Objetividade C2 Parcialmente objetivo. 0 C3 Objetivo. Linguagem direta. Preciso. D1 Pouco coeso. 00 Coesão D2 Emprego inadequado dos conectivos. D3 Emprego parcial dos conectivos. D4 Coeso. Emprego correto e diversificado dos conectivos. 30 Ortografia E1 Pontuação E2 Retirar um escore por erro. Concordância E3 Regência E4 Subtotal EXPRESSÃO ESCRITA 1 RESULTADO DA QUESTÃO ESCORES / GRAU BRUTO MÁXIMO 600 6,0 ESCORES / GRAU BRUTO OBTIDO

4 4 2ª QUESTÃO - Valor: 4,0 Apresentar os impactos econômicos ocorridos no território europeu em decorrência do processo de formação e expansão da União Européia (UE). 1. MÉTODO MÉTODO TOTAL: 80 (oitenta) escores M1 Abordagem da ideia central. Introdução M2 Delimitação do espaço. M3 Delimitação no tempo. Ideias Preparação correta para o desenvolvimento. M4 complementares. Não elaboração da introdução de forma abrupta. correto M Ligação com o desenvolvimento. M6 Não antecipação de partes do desenvolvimento. PARÂMETRO IDEIAS ASPECTOS A SEREM CONSIDERADOS DESENVOLVIMENTO Escores Esc/Aluno M7 Divisão da solução em introdução e desenvolvimento. Apresentação das Em todas as premissas. Compreensão do nível de M8 premissas segundo as condicionantes (ligação de desempenho causa e efeito). correto M9 2. CONHECIMENTO das premissas. Não apresentou até 3 premissas. Não apresentou mais de 3 premissas. 2 Todas Subtotal - MÉTODO 80 CONHECIMENTO ( ) TOTAL : 240 (duzentos e quarenta) escores 160 (cento e sessenta) escores atribuídos para essenciais 80 (oitenta) escores atribuídos para complementares 0 (cinquenta) escores atribuídos para novas* * A critério do oficial responsável pela correção, caso considere pertinentes que não constam do barema, devendo defini-las como essenciais ou complementares, e atribuir um valor a elas, no limite do estabelecido para novas (somente computar se o aluno obtiver menos de 240 escores e até esse limite). Introdução C1 Caracterização do espaço geográfico europeu. C2 O que é a UE (com países componentes e novos integrantes)? C3 Origens da União Européia Tratado de Roma 197 (pedra fundamental da UE). C4 Tratado de Maastricht C Ligação como desenvolvimento. PARÂMETRO IDEIAS C6 C7 ASPECTOS A SEREM CONSIDERADOS DESENVOLVIMENTO Formação do Mercado Único Europeu (ou seja, uma união aduaneira), reduzindo as taxas entre os países membros e favorecendo o comércio intra-regional. Criação e adoção de uma moeda única (EURO), facilitando as negociações e as transações comerciais. Escores Esc/Aluno

5 C8 C9 C C11 C12 C13 C14 C1 C16 C17 C18 C19 C Adoção de uma política agrícola protecionista, favorecendo as relações mercantis entre os países integrantes da UE e as excolônias europeias localizadas na África, Oceania e no Pacífico, contribuindo para o seu desenvolvimento e expansão. Aumento do superávit econômico, o que resultou na expansão e modernização dos complexos industriais nos países mais desenvolvidos e na instalação de parques industriais modernos nos países menos desenvolvidos. Redução dos custos das viagens aéreas, ferroviárias e rodoviárias entre os países da UE, facilitando o transporte de cargas e a circulação de pessoas, como resultado da construção de redes eficientes de infra-estrutura em transportes e telecomunicações, facilitando a integração regional. Crescimento regular e constante da economia, como consequência de ações planejadas e detalhadas para integrar as economias dos Estados membros. Maior quantidade de recursos destinados a Ciência e Tecnologia para, por meios de pesquisas e desenvolvimento, aumentar a qualidade tecnológica dos produtos produzidos na UE, agregando mais valor a seu preço. Maior desenvolvimento econômico e social ocorrido nos países menos desenvolvidos como resultado da injeção de recursos financeiros destinados a equilibrar as condições de vida das populações dos países membros. Estreita coordenação das políticas econômicas nacionais visando a uma maior integração dos países da UE. Aumento do desemprego como resultado de fluxos migratórios dos países mais pobres para os mais ricos da UE. Grande esforço financeiro dos países âncora da UE (Alemanha, França, Itália, Grã-Bretanha, Holanda, Suécia e Dinamarca) para aumentar o nível sócio econômico dos países menos desenvolvidos da UE, principalmente aqueles oriundos do Leste europeu. Redução dos custos dos serviços de telefonia fixa e móvel, bem como dos serviços postais. Modernização da economia para aumentar a competitividade da UE nos mercados internacionais. Aumento dos recursos destinados a educação devido à necessidade de aumento de mão-de-obra especializada para ocupar os novos postos de emprego que surgiram. Grande aumento das trocas comerciais entre os países membros, buscando sempre a complementaridade dos produtos. C21 Ampliação do mercado de trabalho em consequência do crescimento dos diversos setores da economia. C22 Outras julgadas pertinentes. Subtotal - CONHECIMENTO EXPRESSÃO ESCRITA EXPRESSÃO ESCRITA TOTAL: 80 (oitenta) escores PARÂMETRO IDEIAS ASPECTOS A SEREM CONSIDERADOS Escore Esc/Aluno A1 Incoerente, ilógico ou contraditório. 00 Coerência A2 Parcialmente compreensível. 0 A3 Plenamente coerente. Fácil compreensão.

6 6 B1 Pouco claro. 00 Clareza B2 Falta de clareza em partes do texto. 0 B3 Claro. Fácil entendimento. C1 Pouco objetivo. Vago. Texto com divagações inúteis. 00 Objetividade C2 Parcialmente objetivo. 0 C3 Objetivo. Linguagem direta. Preciso. D1 Pouco coeso. 00 Coesão D2 Emprego inadequado dos conectivos. 0 D3 Emprego parcial dos conectivos. 08 D4 Coeso. Emprego correto e diversificado dos conectivos. Ortografia E1 Pontuação E2 Retirar um escore por erro. Concordância E3 Regência E4 Subtotal EXPRESSÃO ESCRITA 80 RESULTADO DA QUESTÃO ESCORES / GRAU BRUTO MÁXIMO 400 4,0 ESCORES / GRAU BRUTO OBTIDO VALOR DAS QUESTÕES RESULTADO FINAL ESCORES ESCORES OBTIDOS GRAU OBTIDO 1ª Questão 6, ª Questão 4,0 400 OBSERVAÇÕES JULGADAS PERTINENTES PARA A ORIENTAÇÃO DOS ALUNOS

CPS CP/ECEME ª AVALIAÇÃO SOMATIVA FICHA AUXILIAR DE CORREÇÃO GEOGRAFIA - SAÚDE. 1ª QUESTÃO - (Valor 6,0)

CPS CP/ECEME ª AVALIAÇÃO SOMATIVA FICHA AUXILIAR DE CORREÇÃO GEOGRAFIA - SAÚDE. 1ª QUESTÃO - (Valor 6,0) CPS CP/ECEME - 09 1ª AVALIAÇÃO SOMATIVA FICHA AUXILIAR DE CORREÇÃO Al Nº: 1ª QUESTÃO - (Valor 6,0) Analisar a participação do Brasil no G, nos campos econômico e político, concluindo sobre os impactos

Leia mais

CPS CP/ECEME ª AVALIAÇÃO FORMATIVA FICHA AUXILIAR DE CORREÇÃO HISTÓRIA

CPS CP/ECEME ª AVALIAÇÃO FORMATIVA FICHA AUXILIAR DE CORREÇÃO HISTÓRIA CPS CP/ECEME - 09 2ª AVALIAÇÃO FORMATIVA FICHA AUXILIAR DE CORREÇÃO Al Nº: 1ª QUESTÃO (Valor 6,0) A primeira palavra que vem à cabeça de qualquer um que pense em Oriente Médio é conflito. Região que deu

Leia mais

CP/ECEME/2007 2ª AVALIAÇÃO FORMATIVA FICHA AUXILIAR DE CORREÇÃO HISTÓRIA. 1ª QUESTÃO (Valor 6,0)

CP/ECEME/2007 2ª AVALIAÇÃO FORMATIVA FICHA AUXILIAR DE CORREÇÃO HISTÓRIA. 1ª QUESTÃO (Valor 6,0) CP/ECEME/07 2ª AVALIAÇÃO FORMATIVA FICHA AUXILIAR DE CORREÇÃO HISTÓRIA 1ª QUESTÃO (Valor 6,0) Analisar os fatos históricos, ocorridos durante as crises política, econômica e militar portuguesa/européia

Leia mais

CPS CP/ECEME ª AVALIAÇÃO SOMATIVA FICHA AUXILIAR DE CORREÇÃO GEOGRAFIA - SAÚDE. 1ª QUESTÃO (Valor 6,0)

CPS CP/ECEME ª AVALIAÇÃO SOMATIVA FICHA AUXILIAR DE CORREÇÃO GEOGRAFIA - SAÚDE. 1ª QUESTÃO (Valor 6,0) CPS CP/ECEME - 2008 2ª AVALIAÇÃO SOMATIVA Al Nr FICHA AUXILIAR DE CORREÇÃO GEOGRAFIA - SAÚDE 1ª QUESTÃO (Valor 6,0) Analisar as medidas adotadas pelo Governo Federal, visando à prevenção e o controle dos

Leia mais

GEOGRAFIA - SAÚDE. 1ª QUESTÃO (Valor 6,0)

GEOGRAFIA - SAÚDE. 1ª QUESTÃO (Valor 6,0) PEP/2009 2ª AVALIAÇÃO DE TREINAMENTO FICHA AUXILIAR DE CORREÇÃO GEOGRAFIA - SAÚDE 1ª QUESTÃO (Valor 6,0) Analisar as características sanitárias das populações urbana e rural do Brasil, concluindo sobre

Leia mais

PEP/2006 4ª AVALIAÇÃO DE TREINAMENTO FICHA AUXILIAR DE CORREÇÃO GEOGRAFIA DO BRASIL. 1ª QUESTÃO (Valor 6,0)

PEP/2006 4ª AVALIAÇÃO DE TREINAMENTO FICHA AUXILIAR DE CORREÇÃO GEOGRAFIA DO BRASIL. 1ª QUESTÃO (Valor 6,0) PEP/2006 4ª AVALIAÇÃO DE TREINAMENTO FICHA AUXILIAR DE CORREÇÃO GEOGRAFIA DO BRASIL 1ª QUESTÃO (Valor 6,0) Estudar os programas governamentais de combate à fome no Brasil, destacando sua efetividade no

Leia mais

CPS CP/ECEME ª AVALIAÇÃO FORMATIVA FICHA AUXILIAR DE CORREÇÃO HISTÓRIA

CPS CP/ECEME ª AVALIAÇÃO FORMATIVA FICHA AUXILIAR DE CORREÇÃO HISTÓRIA CPS CP/ECEME - 2ª AVALIAÇÃO FORMATIVA FICHA AUXILIAR DE CORREÇÃO Aluno Nº HISTÓRIA 1ª QUESTÃO (Valor 6,0) Estudar, nos campos político e militar, o período compreendido entre o pós II Guerra Mundial (194)

Leia mais

PEP/2008 2ª AVALIAÇÃO DE TREINAMENTO FICHA AUXILIAR DE CORREÇÃO HISTÓRIA. 1ª QUESTÃO (Valor 6,0)

PEP/2008 2ª AVALIAÇÃO DE TREINAMENTO FICHA AUXILIAR DE CORREÇÃO HISTÓRIA. 1ª QUESTÃO (Valor 6,0) PEP/2008 2ª AVALIAÇÃO DE TREINAMENTO FIHA AUXILIAR DE ORREÇÃO HISTÓRIA 1ª QUESTÃO (Valor 6,0) om base nos fatos históricos ocorridos a partir da década de 1940, estudar a importância política e econômica

Leia mais

PEP/2015 2ª AVALIAÇÃO DE TREINAMENTO FICHA AUXILIAR DE CORREÇÃO

PEP/2015 2ª AVALIAÇÃO DE TREINAMENTO FICHA AUXILIAR DE CORREÇÃO 1 PEP/2015 2ª AVALIAÇÃO DE TREINAMENTO FICHA AUXILIAR DE CORREÇÃO GEOGRAFIA-SAÚDE 1ª QUES TÃ O (Valor 6,0) Analisar as políticas de governo adotadas atualmente em Educação Sanitária, nas áreas social e

Leia mais

PEP /2013-2ª AVALIAÇÃO DE TREINAMENTO FICHA AUXILIAR DE CORREÇÃO HISTÓRIA. 1ª QUES TÃ O (Valor 6,0)

PEP /2013-2ª AVALIAÇÃO DE TREINAMENTO FICHA AUXILIAR DE CORREÇÃO HISTÓRIA. 1ª QUES TÃ O (Valor 6,0) 1 PEP /2013-2ª AVALIAÇÃO DE TREINAMENTO FICHA AUXILIAR DE CORREÇÃO HISTÓRIA 1ª QUES TÃ O (Valor 6,0) Do estudo dos seguintes fatos históricos: Entradas e Bandeiras (1554 1725); União Ibérica (1580 1640),

Leia mais

CPS CP/ECEME - 2009 2ª AVALIAÇÃO FORMATIVA FICHA AUXILIAR DE CORREÇÃO GEOGRAFIA

CPS CP/ECEME - 2009 2ª AVALIAÇÃO FORMATIVA FICHA AUXILIAR DE CORREÇÃO GEOGRAFIA CPS CP/ECEME - 2009 2ª AVALIAÇÃO FORMATIVA FICHA AUXILIAR DE CORREÇÃO Al Nº: 1ª QUESTÃO (Valor 6,00) Comparar os sistemas de transportes da Região Norte com os da Região Centro-Oeste do Brasil, concluindo

Leia mais

DPS CP/ECEME 2014 FICHA AUXILIAR DE CORREÇÃO 2ª AVALIAÇÃO FORMATIVA

DPS CP/ECEME 2014 FICHA AUXILIAR DE CORREÇÃO 2ª AVALIAÇÃO FORMATIVA 1 DPS CP/ECEME 14 FICHA AUXILIAR DE CORREÇÃO 2ª AVALIAÇÃO FORMATIVA Aluno nº GEOGRAFIA-SAÚDE 1ª QUES TÃ O (Valor 6,0) Comparar os hábitos alimentares das Regiões Norte e Sul do Brasil, concluindo sobre

Leia mais

PEP/2006 5ª AVALIAÇÃO DE TREINAMENTO FICHA AUXILIAR DE CORREÇÃO HISTÓRIA. 1ª QUESTÃO (Valor 6,0)

PEP/2006 5ª AVALIAÇÃO DE TREINAMENTO FICHA AUXILIAR DE CORREÇÃO HISTÓRIA. 1ª QUESTÃO (Valor 6,0) PEP/2006 5ª AVALIAÇÃO DE TREINAMENTO FICHA AUXILIAR DE CORREÇÃO HISTÓRIA 1ª QUESTÃO (Valor 6,0) Comparar a evolução política dos países latinos da América do Sul com a evolução política dos Estados Unidos

Leia mais

CPS CP/ECEME ª AVALIAÇÃO SOMATIVA FICHA AUXILIAR DE CORREÇÃO HISTÓRIA. 1ª QUES TÃ O (Valor 6,0) TOTAL: 180 (cento e oitenta) escores

CPS CP/ECEME ª AVALIAÇÃO SOMATIVA FICHA AUXILIAR DE CORREÇÃO HISTÓRIA. 1ª QUES TÃ O (Valor 6,0) TOTAL: 180 (cento e oitenta) escores 1 CPS CP/ECEME 2011 2ª AVALIAÇÃO SOMATIVA FICHA AUXILIAR DE CORREÇÃO Aluno Nº HISTÓRIA 1ª QUES TÃ O (Valor 6,0) Analisar o nacionalismo laico e os mecanismos de modernização na Turquia, Egito e Síria,

Leia mais

PEP/2009 5ª AVALIAÇÃO DE TREINAMENTO FICHA AUXILIAR DE CORREÇÃO HISTÓRIA 1ª QUESTÃO

PEP/2009 5ª AVALIAÇÃO DE TREINAMENTO FICHA AUXILIAR DE CORREÇÃO HISTÓRIA 1ª QUESTÃO PEP/2009 5ª AVALIAÇÃO DE TREINAMENTO FICHA AUXILIAR DE CORREÇÃO HISTÓRIA 1ª QUESTÃO Analisar os fatores políticos e psicossociais, contidos nos ideais do pan-americanismo (Bolivarismo), para a construção

Leia mais

CPS CP/ECEME - 2008 2ª AVALIAÇÃO SOMATIVA FICHA AUXILIAR DE CORREÇÃO GEOGRAFIA

CPS CP/ECEME - 2008 2ª AVALIAÇÃO SOMATIVA FICHA AUXILIAR DE CORREÇÃO GEOGRAFIA CPS CP/ECEME - 2008 2ª AVALIAÇÃO SOMATIVA FICHA AUXILIAR DE CORREÇÃO GEOGRAFIA Al nº 1ª QUESTÃO (Valor 6,0) Estudar a retomada do Programa Nuclear Brasileiro, com o enfoque nos aspectos econômico e científico-tecnológico,

Leia mais

GEOGRAFIA. TOTAL: 180 (cento e oitenta) escores

GEOGRAFIA. TOTAL: 180 (cento e oitenta) escores 1 CPS CP/ECEME 2011 1ª AVALIAÇÃO SOMATIVA FICHA AUXILIAR DE CORREÇÃO Aluno Nº GEOGRAFIA 1ª QUES TÃ O (Valor 6,0) Analisar as disputas ocorridas no Oriente Médio, a partir de 1970, nos campos político e

Leia mais

PEP/2011 2ª AVALIAÇÃO DE TREINAMENTO FICHA AUXILIAR DE CORREÇÃO GEOGRAFIA. 1ª QUESTÃO (Valor 6,0)

PEP/2011 2ª AVALIAÇÃO DE TREINAMENTO FICHA AUXILIAR DE CORREÇÃO GEOGRAFIA. 1ª QUESTÃO (Valor 6,0) PEP/2011 2ª AVALIAÇÃO DE TREINAMENTO FICHA AUXILIAR DE CORREÇÃO 1 1ª QUESTÃO (Valor 6,0) Analisar a participação do Brasil no cenário internacional, a partir de 1970, nos campos político e econômico, concluindo

Leia mais

PEP/2010 4ª AVALIAÇÃO DE TREINAMENTO FICHA AUXILIAR DE CORREÇÃO HISTÓRIA. 1ª QUESTÃO (Valor 6,0)

PEP/2010 4ª AVALIAÇÃO DE TREINAMENTO FICHA AUXILIAR DE CORREÇÃO HISTÓRIA. 1ª QUESTÃO (Valor 6,0) PEP/2010 4ª AVALIAÇÃO DE TREINAMENTO FICHA AUXILIAR DE CORREÇÃO HISTÓRIA 1 1ª QUESTÃO (Valor 6,0) Comparar a Primeira e Segunda Intifadas (ocorridas respectivamente nos períodos compreendidos entre 1987/1993

Leia mais

DPS CP/ECEME 2015 FICHA AUXILIAR DE CORREÇÃO 1ª AVALIAÇÃO FORMATIVA GEOGRAFIA

DPS CP/ECEME 2015 FICHA AUXILIAR DE CORREÇÃO 1ª AVALIAÇÃO FORMATIVA GEOGRAFIA 1 DPS CP/ECEME 20 FICHA AUXILIAR DE CORREÇÃO 1ª AVALIAÇÃO FORMATIVA Aluno nº GEOGRAFIA 1ª QUES TÃ O (Valor 6,0) Analisar a atual situação do Estado-nação diante das mudanças impostas pelo processo de globalização,

Leia mais

CPS CP/ECEME - 2008 1ª AVALIAÇÃO SOMATIVA FICHA AUXILIAR DE CORREÇÃO GEOGRAFIA - SAÚDE. 1ª QUESTÃO (Valor 6,0)

CPS CP/ECEME - 2008 1ª AVALIAÇÃO SOMATIVA FICHA AUXILIAR DE CORREÇÃO GEOGRAFIA - SAÚDE. 1ª QUESTÃO (Valor 6,0) CPS CP/ECEME - 2008 1ª AVALIAÇÃO SOMATIVA Al Nr FICHA AUXILIAR DE CORREÇÃO GEOGRAFIA - SAÚDE 1ª QUESTÃO (Valor 6,0) Em 2006, a expectativa de vida do brasileiro ao nascer era de 72,3 anos, segundo mostra

Leia mais

CPS CP/ECEME ª AVALIAÇÃO SOMATIVA FICHA AUXILIAR DE CORREÇÃO HISTÓRIA

CPS CP/ECEME ª AVALIAÇÃO SOMATIVA FICHA AUXILIAR DE CORREÇÃO HISTÓRIA CPS CP/ECEME 2008 1ª AVALIAÇÃO SOMATIVA Al nº FICHA AUXILIAR DE CORREÇÃO HISTÓRIA 1ª QUESTÃO (Valor 6,0) Estudar os fatores políticos, econômicos e psicossociais que influenciaram no processo de independência

Leia mais

CPS CP/ECEME - 2009 1ª AVALIAÇÃO SOMATIVA FICHA AUXILIAR DE CORREÇÃO HISTÓRIA. 1ª QUESTÃO (Valor 6,0)

CPS CP/ECEME - 2009 1ª AVALIAÇÃO SOMATIVA FICHA AUXILIAR DE CORREÇÃO HISTÓRIA. 1ª QUESTÃO (Valor 6,0) CPS CP/ECEME - 29 1ª AVALIAÇÃO SOMATIVA FICHA AUXILIAR DE CORREÇÃO 1ª QUESTÃO (Valor 6,) Analisar as consequências político-econômicas da Guerra do Pacífico (1879-1881) e Guerra do Chaco (1932-1935) para

Leia mais

Caracterização do território

Caracterização do território Perfil do Município de Rondonópolis, MT 02/08/2013 - Pág 1 de 14 Caracterização do território Área 4181,58 km² IDHM 2010 0,755 Faixa do IDHM Alto (IDHM entre 0,700 e 0,799) (Censo 2010) 195476 hab. Densidade

Leia mais

PEP/2013-1ª AVALIAÇÃO DE TREINAMENTO FICHA AUXILIAR DE CORREÇÃO HISTÓRIA. 1ª QUES TÃ O (Valor 6,0)

PEP/2013-1ª AVALIAÇÃO DE TREINAMENTO FICHA AUXILIAR DE CORREÇÃO HISTÓRIA. 1ª QUES TÃ O (Valor 6,0) 1 PEP/2013-1ª AVALIAÇÃO DE TREINAMENTO FICHA AUXILIAR DE CORREÇÃO HISTÓRIA 1ª QUES TÃ O (Valor 6,0) Estudar as Rebeliões Nativistas: A Guerra dos Emboabas (1708 1709) e a Guerra dos Mascates (1710 1711),

Leia mais

CP/ECEME/2007 1ª AVALIAÇÃO SOMATIVA FICHA AUXILIAR DE CORREÇÃO GEOGRAFIA (SAÙDE) 1ª QUESTÃO (Valor 6,0)

CP/ECEME/2007 1ª AVALIAÇÃO SOMATIVA FICHA AUXILIAR DE CORREÇÃO GEOGRAFIA (SAÙDE) 1ª QUESTÃO (Valor 6,0) CP/ECEME/2007 1ª AVALIAÇÃO SOMATIVA FICHA AUXILIAR DE CORREÇÃO GEOGRAFIA (SAÙDE) 1ª QUESTÃO (Valor 6,0)! "#$ &%'(!*)+,-,. / 01 2 3 4 %5 6. %, 87 9;:=?A@ BDC@E@ FGB

Leia mais

Caracterização do território

Caracterização do território Perfil do Município de Porto Real do Colégio, AL 14/01/2014 - Pág 1 de 14 Report a map error Caracterização do território Área 240,46 km² IDHM 2010 0,551 Faixa do IDHM Baixo (IDHM entre 0,5 e 0,599) (Censo

Leia mais

Caracterização do território

Caracterização do território Perfil do Município de Boca da Mata, AL 13/01/2014 - Pág 1 de 14 Report a map error Caracterização do território Área 187,11 km² IDHM 2010 0,604 Faixa do IDHM Médio (IDHM entre 0,6 e 0,699) (Censo 2010)

Leia mais

Caracterização do território

Caracterização do território Perfil do Município de União dos Palmares, AL 14/01/2014 - Pág 1 de 14 Report a map error Caracterização do território Área 429,08 km² IDHM 2010 0,593 Faixa do IDHM Baixo (IDHM entre 0,5 e 0,599) (Censo

Leia mais

PEP ª AVALIAÇÃO DE TREINAMENTO FICHA AUXILIAR DE CORREÇÃO GEOGRAFIA

PEP ª AVALIAÇÃO DE TREINAMENTO FICHA AUXILIAR DE CORREÇÃO GEOGRAFIA 1 PEP 2016 5ª AVALIAÇÃO DE TREINAMENTO FICHA AUXILIAR DE CORREÇÃO GEOGRAFIA 1ª QUES TÃO (Valor 6,0) A n a l i s a r o s a t u a i s p r o b l e m a s e x i s t e n t e s n o O r i e n t e M é d i o, n

Leia mais

Escrito por Administrator Seg, 22 de Novembro de :55 - Última atualização Seg, 22 de Novembro de :09

Escrito por Administrator Seg, 22 de Novembro de :55 - Última atualização Seg, 22 de Novembro de :09 MISSÃO O Serviço Social tem como missão dar suporte psico-social e emocional ao colaborador e sua família. Neste sentido, realiza o estudo de casos, orientando e encaminhando aos recursos sociais da comunidade,

Leia mais

Caracterização do território

Caracterização do território Perfil do Município de Guarujá, SP 30/07/2013 - Pág 1 de 14 Caracterização do território Área 143,71 km² IDHM 2010 0,751 Faixa do IDHM Alto (IDHM entre 0,700 e 0,799) (Censo 2010) 290752 hab. Densidade

Leia mais

Caracterização do território

Caracterização do território Perfil do Município de Esperança, PB 01/08/2013 - Pág 1 de 14 Caracterização do território Área 166,54 km² IDHM 2010 0,623 Faixa do IDHM Médio (IDHM entre 0,6 e 0,699) (Censo 2010) 31095 hab. Densidade

Leia mais

PEP ª AVALIAÇÃO DE TREINAMENTO FICHA AUXILIAR DE CORREÇÃO GEOGRAFIA

PEP ª AVALIAÇÃO DE TREINAMENTO FICHA AUXILIAR DE CORREÇÃO GEOGRAFIA 1 PEP 2014-3ª AVALIAÇÃO DE TREINAMENTO FICHA AUXILIAR DE CORREÇÃO GEOGRAFIA 1 a QUESTÃO (Valor 6,0) A sociedade sempre funcionou em rede. Aliás, sociedade e rede são conceitos indissociáveis. Os seres

Leia mais

Caracterização do território

Caracterização do território Perfil do Município de Patos, PB 02/08/2013 - Pág 1 de 14 Caracterização do território Área 515,74 km² IDHM 2010 0,701 Faixa do IDHM Alto (IDHM entre 0,700 e 0,799) (Censo 2010) 100674 hab. Densidade demográfica

Leia mais

Caracterização do território

Caracterização do território Perfil do Município de Sinop, MT 02/08/2013 - Pág 1 de 14 Caracterização do território Área 3204,92 km² IDHM 2010 0,754 Faixa do IDHM Alto (IDHM entre 0,700 e 0,799) (Censo 2010) 113099 hab. Densidade

Leia mais

Caracterização do território

Caracterização do território Perfil do Município de Campo Novo do Parecis, MT 01/08/2013 - Pág 1 de 14 Caracterização do território Área 9480,98 km² IDHM 2010 0,734 Faixa do IDHM Alto (IDHM entre 0,700 e 0,799) (Censo 2010) 27577

Leia mais

Caracterização do território

Caracterização do território Perfil do Município de Guarabira, PB 01/08/2013 - Pág 1 de 14 Caracterização do território Área 166,77 km² IDHM 2010 0,673 Faixa do IDHM Médio (IDHM entre 0,6 e 0,699) (Censo 2010) 55326 hab. Densidade

Leia mais

Caracterização do território

Caracterização do território Perfil do Município de Cáceres, MT 01/08/2013 - Pág 1 de 14 Caracterização do território Área 24478,87 km² IDHM 2010 0,708 Faixa do IDHM Alto (IDHM entre 0,700 e 0,799) (Censo 2010) 87942 hab. Densidade

Leia mais

Caracterização do território

Caracterização do território Perfil do Município de Juara, MT 02/08/2013 - Pág 1 de 14 Caracterização do território Área 21474,36 km² IDHM 2010 0,682 Faixa do IDHM Médio (IDHM entre 0,6 e 0,699) (Censo 2010) 32791 hab. Densidade demográfica

Leia mais

Caracterização do território

Caracterização do território Perfil do Município de Taperoá, PB 02/08/2013 - Pág 1 de 14 Caracterização do território Área 664,9 km² IDHM 2010 0,578 Faixa do IDHM Baixo (IDHM entre 0,5 e 0,599) (Censo 2010) 14936 hab. Densidade demográfica

Leia mais

Caracterização do território

Caracterização do território Perfil do Município de Mãe D'Água, PB 02/08/2013 - Pág 1 de 14 Caracterização do território Área 243,65 km² IDHM 2010 0,542 Faixa do IDHM Baixo (IDHM entre 0,5 e 0,599) (Censo 2010) 4019 hab. Densidade

Leia mais

Caracterização do território

Caracterização do território Perfil do Município de Pirpirituba, PB 02/08/2013 - Pág 1 de 14 Caracterização do território Área 79,64 km² IDHM 2010 0,595 Faixa do IDHM Baixo (IDHM entre 0,5 e 0,599) (Censo 2010) 10326 hab. Densidade

Leia mais

Caracterização do território

Caracterização do território Perfil do Município de São Félix do Araguaia, MT 02/08/2013 - Pág 1 de 14 Caracterização do território Área 16915,81 km² IDHM 2010 0,668 Faixa do IDHM Médio (IDHM entre 0,6 e 0,699) (Censo 2010) 10625

Leia mais

Caracterização do território

Caracterização do território Perfil do Município de Lucas do Rio Verde, MT 02/08/2013 - Pág 1 de 14 Caracterização do território Área 3674,76 km² IDHM 2010 0,768 Faixa do IDHM Alto (IDHM entre 0,700 e 0,799) (Censo 2010) 45556 hab.

Leia mais

Caracterização do território

Caracterização do território Perfil do Município de Matupá, MT 02/08/2013 - Pág 1 de 14 Caracterização do território Área 5172,94 km² IDHM 2010 0,716 Faixa do IDHM Alto (IDHM entre 0,700 e 0,799) (Censo 2010) 14174 hab. Densidade

Leia mais

Caracterização do território

Caracterização do território Perfil do Município de Palmeira dos Índios, AL 14/01/2014 - Pág 1 de 14 Report a map error Caracterização do território Área 462,76 km² IDHM 2010 0,638 Faixa do IDHM Médio (IDHM entre 0,6 e 0,699) (Censo

Leia mais

Caracterização do território

Caracterização do território Perfil do Município de Arapiraca, AL 13/01/2014 - Pág 1 de 14 Report a map error Caracterização do território Área 352,81 km² IDHM 2010 0,649 Faixa do IDHM Médio (IDHM entre 0,6 e 0,699) (Censo 2010) 214006

Leia mais

Caracterização do território

Caracterização do território Perfil do Município de Vila Rica, MT 02/08/2013 - Pág 1 de 14 Caracterização do território Área 7468,7 km² IDHM 2010 0,688 Faixa do IDHM Médio (IDHM entre 0,6 e 0,699) (Censo 2010) 21382 hab. Densidade

Leia mais

Caracterização do território

Caracterização do território Perfil do Município de Belém, AL 13/01/2014 - Pág 1 de 14 Report a map error Caracterização do território Área 48,36 km² IDHM 2010 0,593 Faixa do IDHM Baixo (IDHM entre 0,5 e 0,599) (Censo 2010) 4551 hab.

Leia mais

Caracterização do território

Caracterização do território Perfil do Município de Casserengue, PB 01/08/2013 - Pág 1 de 14 Caracterização do território Área 202,67 km² IDHM 2010 0,514 Faixa do IDHM Baixo (IDHM entre 0,5 e 0,599) (Censo 2010) 7058 hab. Densidade

Leia mais

Caracterização do território

Caracterização do território Perfil do Município de São José do Xingu, MT 02/08/2013 - Pág 1 de 14 Caracterização do território Área 7493,63 km² IDHM 2010 0,657 Faixa do IDHM Médio (IDHM entre 0,6 e 0,699) (Censo 2010) 5240 hab. Densidade

Leia mais

Caracterização do território

Caracterização do território Perfil do Município de Major Isidoro, AL 14/01/2014 - Pág 1 de 14 Report a map error Caracterização do território Área 455,14 km² IDHM 2010 0,566 Faixa do IDHM Baixo (IDHM entre 0,5 e 0,599) (Censo 2010)

Leia mais

Caracterização do território

Caracterização do território Perfil do Município de Olho D'Água das Flores, AL 14/01/2014 - Pág 1 de 14 Report a map error Caracterização do território Área 183,96 km² IDHM 2010 0,565 Faixa do IDHM Baixo (IDHM entre 0,5 e 0,599) (Censo

Leia mais

PEP/2015 1ª AVALIAÇÃO DE TREINAMENTO FICHA AUXILIAR DE CORREÇÃO

PEP/2015 1ª AVALIAÇÃO DE TREINAMENTO FICHA AUXILIAR DE CORREÇÃO 1 PEP/2015 1ª AVALIAÇÃO DE TREINAMENTO FICHA AUXILIAR DE CORREÇÃO HISTÓRIA 1ª QUESTÃO (Valor 6,0) Comparar causas e consequências das Revoltas de Canudos (1893 1897) e do Contestado (1912-1916) 1. MÉTODO

Leia mais

PEP ª AVALIAÇÃO DE TREINAMENTO FICHA AUXILIAR DE CORREÇÃO GEOGRAFIA

PEP ª AVALIAÇÃO DE TREINAMENTO FICHA AUXILIAR DE CORREÇÃO GEOGRAFIA Objec 1 PEP 2016-4ª AVALIAÇÃO DE TREINAMENTO FICHA AUXILIAR DE CORREÇÃO GEOGRAFIA 1 a QUESTÃO (Valor 6,0) Analisar as relações do Brasil com a União Europeia, nas expressões econômica e científica/tecnológica,

Leia mais

CP/CAEM / 2006 2ª AVALIAÇÃO SOMATIVA

CP/CAEM / 2006 2ª AVALIAÇÃO SOMATIVA CP/CAEM / 2006 2ª AVALIAÇÃO SOMATIVA FICHA AUXILIAR DE CORREÇÃO GEOGRAFIA DO BRASIL 1ª QUESTÃO (Valor 6,0) Analisar as características da população brasileira segundo a expectativa de vida e a taxa de

Leia mais

Prova Escrita de Economia A

Prova Escrita de Economia A EXAME FINAL NACIONAL DO ENSINO SECUNDÁRIO Prova Escrita de Economia A 11.º Ano de Escolaridade Decreto-Lei n.º 19/2012, de 5 de julho Prova 712/1.ª Fase Critérios de Classificação 12 Páginas 2016 Prova

Leia mais

ANEXO I CARGO, REQUISITOS DE ESCOLARIDADE, DESCRIÇÃO SUMÁRIA, CARGA HORÁRIA e VENCIMENTO BASE.

ANEXO I CARGO, REQUISITOS DE ESCOLARIDADE, DESCRIÇÃO SUMÁRIA, CARGA HORÁRIA e VENCIMENTO BASE. ANEXO I,,, e VENCIMENTO BASE. Auxiliar de Serviços Gerais NÍVEL FUNDAMENTAL Ensino Fundamental Completo. Limpeza dos prédios públicos, móveis e equipamentos e similares. 01 Auxiliar de Serviços Urbanos

Leia mais

Crise na Europa e Globalização

Crise na Europa e Globalização Crise na Europa e Globalização Crise na Europa e Globalização 1. Nas últimas décadas, a Turquia vem pleiteando, sem sucesso, sua entrada na União Europeia. Apresente uma razão que tem dificultado a entrada

Leia mais

CPS CP/ECEME ª AVALIAÇÃO FORMATIVA FICHA AUXILIAR DE CORREÇÃO HISTÓRIA

CPS CP/ECEME ª AVALIAÇÃO FORMATIVA FICHA AUXILIAR DE CORREÇÃO HISTÓRIA CPS CP/ECEME 20 2ª AVALIAÇÃO FORMATIVA FICHA AUXILIAR DE CORREÇÃO HISTÓRIA 1ª QUESTÃO (Valor 4,0) Estudar o papel do índio na formação da nacionalidade brasileira, concluindo sobre sua participação na

Leia mais

Inovação como prioridade estratégica do BNDES

Inovação como prioridade estratégica do BNDES Inovação como prioridade estratégica do BNDES Helena Tenorio Veiga de Almeida APIMECRIO 20/04/2012 Histórico do apoio à inovação no BNDES 2 Histórico do apoio à inovação no BNDES 1950 Infraestrutura Econômica

Leia mais

EUROPA. o velho continente. Professora: Rilvania Flôr.

EUROPA. o velho continente. Professora: Rilvania Flôr. EUROPA o velho continente. Professora: Rilvania Flôr. http://noticias.universia.com.br/carreira/noticia/2015/04/30/1124394/profissionais-iberoamericanos-preferem-trabalhareuropa-aponta-pesquisa.html Ocupação

Leia mais

A ECONOMIA PORTUGUESA NO MUNDO

A ECONOMIA PORTUGUESA NO MUNDO A ECONOMIA PORTUGUESA NO MUNDO MANUEL CALDEIRA CABRAL UNIVERSIDADE DO MINHO FACULDADE DE ECONOMIA DO PORTO 29 DE SETEMBRO 2010 INTERNACIONALIZAÇÃO DA ECONOMIA PORTUGUESA Porque é que é importante Crescimento

Leia mais

DPS CP/ECEME FICHA AUXILIAR DE CORREÇÃO FAC 1ªAVALIAÇÃO SOMATIVA HISTÓRIA

DPS CP/ECEME FICHA AUXILIAR DE CORREÇÃO FAC 1ªAVALIAÇÃO SOMATIVA HISTÓRIA 1 DPS CP/ECEME - 14 FICHA AUXILIAR DE CORREÇÃO FAC 1ªAVALIAÇÃO SOMATIVA Aluno nº HISTÓRIA 1ª QUES TÃ O (Valor 6,0) Comparar as similitudes e diferenças entre os seguintes conflitos regionais da América

Leia mais

INFORMAÇÃO- PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA

INFORMAÇÃO- PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA PROVA 344 INFORMAÇÃO- PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA 12º Ano de Escolaridade CURSOS CIENTÍFICO-HUMANÍSTICOS SOCIOLOGIA ANO LECTIVO 2011/2012 Tipo de prova: Escrita Duração (em minutos): 90 TEMAS CONTEÚDOS

Leia mais

Desenvolvimento Local

Desenvolvimento Local Desenvolvimento Local Aula 3 Globalização e desenvolvimento local. Regiões ganhadoras e regiões perdedoras. Comparação entre regiões usando como indicador o Índice de dispersão do PIB per capita. Dinâmicas

Leia mais

REGULAMENTO DO PROGRAMA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA DO CURSO DE MATEMÁTICA COM ÊNFASE EM INFORMÁTICA DA FACULDADE DE EDUCAÇÃO SÃO LUÍS DE JABOTICABAL SP

REGULAMENTO DO PROGRAMA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA DO CURSO DE MATEMÁTICA COM ÊNFASE EM INFORMÁTICA DA FACULDADE DE EDUCAÇÃO SÃO LUÍS DE JABOTICABAL SP ANEXO II REGULAMENTO DO PROGRAMA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA DO CURSO DE MATEMÁTICA COM ÊNFASE EM INFORMÁTICA DA FACULDADE DE EDUCAÇÃO SÃO LUÍS DE JABOTICABAL SP CAPÍTULO I DA FINALIDADE E OBJETIVOS Art. 1º

Leia mais

O Plano Nacional de Educação. Maria Alice Setubal, educadora e presidente dos conselhos do Cenpec e da Fundação Tide Setubal

O Plano Nacional de Educação. Maria Alice Setubal, educadora e presidente dos conselhos do Cenpec e da Fundação Tide Setubal O Plano Nacional de Educação Maria Alice Setubal, educadora e presidente dos conselhos do Cenpec e da Fundação Tide Setubal Plano Nacional de Educação Diretrizes Superação das desigualdades educacionais

Leia mais

PLANEJAMENTO ANUAL / TRIMESTRAL 2013 Conteúdos Habilidades Avaliação

PLANEJAMENTO ANUAL / TRIMESTRAL 2013 Conteúdos Habilidades Avaliação COLÉGIO LA SALLE BRASÍLIA Disciplina: Geografia Trimestre: 1º PLANEJAMENTO ANUAL / TRIMESTRAL 2013 1. Mundo contemporâneo: economia e geopolítica: - Processo de desenvolvimento do capitalismo - Geopolítica

Leia mais

TEMA ESTRATÉGICO: GESTÃO UNIVERSITÁRIA TECNOLOGIAS DA INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO

TEMA ESTRATÉGICO: GESTÃO UNIVERSITÁRIA TECNOLOGIAS DA INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO TEMA ESTRATÉGICO: GESTÃO UNIVERSITÁRIA TECNOLOGIAS DA INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO Objetivo 1: Aprimorar a adoção de soluções de TI nas atividades de ensino, pesquisa, extensão e gestão, auxiliando na consecução

Leia mais

MESTRADO EM ECONOMIA DA EMPRESA E DA CONCORRÊNCIA PROGRAMAS DAS UNIDADES CURRICULARES

MESTRADO EM ECONOMIA DA EMPRESA E DA CONCORRÊNCIA PROGRAMAS DAS UNIDADES CURRICULARES MESTRADO EM ECONOMIA DA EMPRESA E DA CONCORRÊNCIA PROGRAMAS DAS UNIDADES CURRICULARES UNIDADES CURRICULARES OBRIGATÓRIAS Análise Macroeconómica 1. Introdução à Macroeconomia 2. Medição da Actividade Económica

Leia mais

ANÁLISE DE PRÉ-PROJETO

ANÁLISE DE PRÉ-PROJETO BAREMA 01 ANÁLISE DE PRÉ-PROJETO ITENS DE AVALIAÇÃO Pontuação Máxima 1. Tema e Relevância do Projeto Pertinência com a proposta do curso 01 Originalidade 01 2. Delimitação do Problema Abordagem clara do

Leia mais

CORREÇÃO DA PROVA MENSAL 1º BIMESTRE 2012

CORREÇÃO DA PROVA MENSAL 1º BIMESTRE 2012 CORREÇÃO DA PROVA MENSAL 1º BIMESTRE 2012 1. (a) Iden?fique três caracterís?cas principais do sistema capitalista exemplicando- as com passagens do texto 1. O sistema capitalista possui como caracterís?ca

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE RONDÔNIA ANEXO III

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE RONDÔNIA ANEXO III SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE RONDÔNIA ANEXO III Fichas de Avaliação das Provas: Escrita, Didática e/ou Prática e de Títulos Porto Velho -RO SERVIÇO PÚBLICO

Leia mais

MANTENEDORA ASSOCIAÇÃO EDUCACIONAL DE CIÊNCIAS DA SAÚDE AECISA MANTIDA FACULDADE PERNAMBUCANA DE SAÚDE- FPS

MANTENEDORA ASSOCIAÇÃO EDUCACIONAL DE CIÊNCIAS DA SAÚDE AECISA MANTIDA FACULDADE PERNAMBUCANA DE SAÚDE- FPS MANTENEDORA ASSOCIAÇÃO EDUCACIONAL DE CIÊNCIAS DA SAÚDE AECISA MANTIDA FACULDADE PERNAMBUCANA DE SAÚDE- FPS REGULAMENTO ATIVIDADES COMPLEMENTARES RECIFE/PE Atualizado em 21 de setembro de 2015 1 SUMÁRIO

Leia mais

EJA 5ª FASE PROF. JEFFERSON OLIVEIRA PROF.ª LUDMILA DUTRA

EJA 5ª FASE PROF. JEFFERSON OLIVEIRA PROF.ª LUDMILA DUTRA EJA 5ª FASE PROF. JEFFERSON OLIVEIRA PROF.ª LUDMILA DUTRA Unidade III O Continente Europeu e CEI 2 Aula 13.2 Conteúdo União Europeia 3 Habilidade Analisar a importância que a União Europeia possui para

Leia mais

MUNDO A PRODUÇÃO DO ESPAÇO GLOBAL ( NO MATERIAL PÁGINAS 51 A 55

MUNDO A PRODUÇÃO DO ESPAÇO GLOBAL ( NO MATERIAL PÁGINAS 51 A 55 MUNDO A PRODUÇÃO DO ESPAÇO GLOBAL ( NO MATERIAL PÁGINAS 51 A 55 Pós-Segunda Guerra Mundial A regionalização do mundo em países capitalistas e socialistas Critério: organização econômica, social e política

Leia mais

Prova Escrita de Geografia A

Prova Escrita de Geografia A Exame Final Nacional do Ensino Secundário Prova Escrita de Geografia A.º Ano de Escolaridade Decreto-Lei n.º 39/202, de de julho Prova 79/2.ª Fase Critérios de Classificação 9 Páginas 204 Prova 79/2.ª

Leia mais

Equipe de Geografia GEOGRAFIA

Equipe de Geografia GEOGRAFIA Aluno (a): Série: 3ª Turma: TUTORIAL 8B Ensino Médio Equipe de Geografia Data: GEOGRAFIA DEMOGRAFIA População absoluta: População total de um determinado local (cidade, estado ou país); População relativa:

Leia mais

Acreditamos no seu envolvimento e dedicação à sua realização e confiamos no seu sucesso.

Acreditamos no seu envolvimento e dedicação à sua realização e confiamos no seu sucesso. ATIVIDADE INTEGRADORA CURSO: LICENCIATURA EM PEDAGOGIA DISCIPLINA: ESTÁGIO SUPERVISIONADO EM GESTÃO ESCOLAR CIRCUITO: 9 PERIODO: 7º Caro (a) aluno (a), Esta atividade deverá ser desenvolvida individualmente

Leia mais

II FÓRUM CPA Comissão Própria da Avaliação

II FÓRUM CPA Comissão Própria da Avaliação II FÓRUM CPA Comissão Própria da Avaliação 25 de maio de 2016 EIXO 1: PLANEJAMENTO E AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL Dimensão 8: Planejamento e avaliação Fragilidades Melhorar as reuniões da CPA e reestruturar

Leia mais

GEOGRAFIA 9 ANO ENSINO FUNDAMENTAL PROF.ª ANDREZA XAVIER PROF. WALACE VINENTE

GEOGRAFIA 9 ANO ENSINO FUNDAMENTAL PROF.ª ANDREZA XAVIER PROF. WALACE VINENTE GEOGRAFIA 9 ANO ENSINO FUNDAMENTAL PROF.ª ANDREZA XAVIER PROF. WALACE VINENTE CONTEÚDOS E HABILIDADES Unidade II Comunicação e tecnologia. 2 CONTEÚDOS E HABILIDADES Aula 7.2 Conteúdos A presença da economia

Leia mais

Geografia - 6º AO 9º ANO

Geografia - 6º AO 9º ANO 5ª Série / 6º Ano Eixos norteadores Temas Conteúdo Habilidades Competências A Geografia como uma - Definição de Geografia - Noções de tempo e -Compreender processos - Identificar diferentes formas de representação

Leia mais

GEOGRAFIA DA POPULAÇÃO - I -

GEOGRAFIA DA POPULAÇÃO - I - GEOGRAFIA DA POPULAÇÃO - I - DEMOGRAFIA POPULAÇÃO - conjunto de pessoas que habitam uma determinada área, classificada de vários aspectos: religião, etnia, local de moradia, atividades econômicas, faixa

Leia mais

1 INTRODUÇÃO. Tabela 1 Valor exportado do agronegócio brasileiro

1 INTRODUÇÃO. Tabela 1 Valor exportado do agronegócio brasileiro 1 INTRODUÇÃO O Brasil encontra-se num ambiente favorável de crescimento econômico nos últimos anos. A economia brasileira tem como principais forças o comércio, o setor industrial e o agronegócio. O agronegócio,

Leia mais

Administração Central Unidade de Ensino Médio e Técnico - CETEC. Plano de Trabalho Docente Ensino Técnico

Administração Central Unidade de Ensino Médio e Técnico - CETEC. Plano de Trabalho Docente Ensino Técnico Plano de Trabalho Docente 2013 Ensino Técnico ETEC Professor Massuyuki Kawano Extensão E.E Índia Vanuíre Código: 136 Município: Tupã Eixo Tecnológico: Informação e Comunicação Habilitação Profissional:

Leia mais

Geografia 8.º. População e povoamento - 1

Geografia 8.º. População e povoamento - 1 Geografia 8.º População e povoamento - 1 GRUPO I A figura 1 representa as fases da evolução da população mundial, entre o ano 500 e 2050* (*estimativa). A figura 2 representa a repartição da taxa bruta

Leia mais

ANEXO I UNIVERSIDADE DA REGIÃO DE JOINVILLE UNIVILLE COLÉGIO DA UNIVILLE PLANEJAMENTO DE ENSINO E APRENDIZAGEM

ANEXO I UNIVERSIDADE DA REGIÃO DE JOINVILLE UNIVILLE COLÉGIO DA UNIVILLE PLANEJAMENTO DE ENSINO E APRENDIZAGEM ANEXO I UNIVERSIDADE DA REGIÃO DE JOINVILLE UNIVILLE COLÉGIO DA UNIVILLE PLANEJAMENTO DE ENSINO E APRENDIZAGEM 1. Curso: Missão do Colégio: Promover o desenvolvimento do cidadão e, na sua ação educativa,

Leia mais

CPS CP/ECEME AVALIAÇÃO DE RECUPERAÇÃO FICHA AUXILIAR DE CORREÇÃO GEOGRAFIA. 1ª QUESTÃO (Valor 6,0)

CPS CP/ECEME AVALIAÇÃO DE RECUPERAÇÃO FICHA AUXILIAR DE CORREÇÃO GEOGRAFIA. 1ª QUESTÃO (Valor 6,0) CPS CP/ECEME - 2008 AVALIAÇÃO DE RECUPERAÇÃO Al Nr FICHA AUXILIAR DE CORREÇÃO GEOGRAFIA 1ª QUESTÃO (Valor 6,0) Analisar a atual política externa brasileira, com os países da América do Sul, concluindo

Leia mais

POLLO FERREIRA ALVES SÉRIE: Nº DE HORAS/AULA SEMANAL: TOTAL DE HORAS/AULA/ANO:

POLLO FERREIRA ALVES SÉRIE: Nº DE HORAS/AULA SEMANAL: TOTAL DE HORAS/AULA/ANO: P L A N O D E E N S I N O A N O D E 2 0 1 3 ÁREA / DISCIPLINA: Humanas / Geografía Professor(a): MARCO POLLO FERREIRA ALVES SÉRIE: Nº DE HORAS/AULA SEMANAL: TOTAL DE HORAS/AULA/ANO: 1ª 02 COMPETÊNCIA GERAL:

Leia mais

processo histórico produzido dentro das regras de expansão do próprio sistema delegou

processo histórico produzido dentro das regras de expansão do próprio sistema delegou Subdesenvolvimento O subdesenvolvimento é um processo histórico autônomo, uma outra forma de capitalismo produzido dentro das regras de expansão do próprio sistema, onde as diferenças estruturais são naturais

Leia mais

DPS CP/ECEME 2014 FICHA AUXILIAR DE CORREÇÃO 2ª AVALIAÇÃO FORMATIVA

DPS CP/ECEME 2014 FICHA AUXILIAR DE CORREÇÃO 2ª AVALIAÇÃO FORMATIVA 1 DPS CP/ECEME 14 FICHA AUXILIAR DE CORREÇÃO 2ª AVALIAÇÃO FORMATIVA Aluno nº GEOGRAFIA 1ª QUES TÃ O (Valor 6,0) Estudar as vantagens e os óbices decorrentes do desenvolvimento do processo de reforma agrária

Leia mais

PROCESSO SELETIVO GEOGRAFIA

PROCESSO SELETIVO GEOGRAFIA PROCESSO SELETIVO GEOGRAFIA EIXO TEMÁTICO: O MUNDO 1 O ESPAÇO MUNDIAL CONTEÚDOS COMPETÊNCIAS HABILIDADES Compreender o espaço geográfico como resultante das interações históricas entre sociedade e natureza

Leia mais

Exposição do professor; Diálogo orientado professor/aluno e aluno/aluno; Recolha e tratamento da informação;

Exposição do professor; Diálogo orientado professor/aluno e aluno/aluno; Recolha e tratamento da informação; ENSINO SECUNDÁRIO PLANIFICAÇÃO DA DISCIPLINA DE ECONOMIA C 12º ANO DE ESCOLARIDADE CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS METAS/OBJETIVOS OPERACIONALIZAÇÃO (DESCRITORES) ATIVIDADES E ESTRATÉGIAS MATERIAIS CURRICULARES

Leia mais

DPS CP/ECEME 2015 FICHA AUXILIAR DE CORREÇÃO 1ª AVALIAÇÃO SOMATIVA GEOGRAFIA

DPS CP/ECEME 2015 FICHA AUXILIAR DE CORREÇÃO 1ª AVALIAÇÃO SOMATIVA GEOGRAFIA 1 DPS CP/ECEME 1 FICHA AUXILIAR DE CORREÇÃO 1ª AVALIAÇÃO SOMATIVA Aluno nº GEOGRAFIA 1ª QUES TÃ O (Valor 6,0) Analisar as ações estratégicas dos Estados Unidos da América (EUA), nas expressões militar

Leia mais

Planificação da disciplina de Geografia 9º Ano Ano letivo 2014/2015

Planificação da disciplina de Geografia 9º Ano Ano letivo 2014/2015 Planificação da disciplina de Geografia 9º Ano Ano letivo 2014/2015 Nº de aulas (45 minutos) 1º Período 2º Período 3º Período Total Previstas 41 31 27 99 /Correção 6 6 6 18 Tema 4: As atividades económicas*

Leia mais

IV. CONTEÚDO PROGRAMÁTICO

IV. CONTEÚDO PROGRAMÁTICO I IDENTIFICAÇÃO CURSO: Ciência da Computação DISCIPLINA: Prática de Programação Orientada a objetos CARGA HORÁRIA SEMESTRAL: 40 h/a PROF. RESPONSÁVEL: Míriam de Souza Monteiro II. EMENTA Classes e objetos.

Leia mais

A EUROPA DOS 28 Módulo 15 frente 03- Livro 02 páginas: 210 a 212

A EUROPA DOS 28 Módulo 15 frente 03- Livro 02 páginas: 210 a 212 A EUROPA DOS 28 Módulo 15 frente 03- Livro 02 páginas: 210 a 212 1948: BENELUX, primeiro bloco econômico do mundo (pós 2ª Guerra Mundial). HISTÓRICO Integrantes: Bélgica, Holanda e Luxemburgo. 1952: CECA

Leia mais

Passo 5 O questionário foi criado com 27 questões sendo 35 lacunas para serem preenchidas, utilizando-se uma linha temporal desde o diagnóstico da

Passo 5 O questionário foi criado com 27 questões sendo 35 lacunas para serem preenchidas, utilizando-se uma linha temporal desde o diagnóstico da 3 Método Este estudo realizou uma pesquisa do tipo descritivo tendo uma abordagem de pesquisa pré-planejada e estruturada. (MALHOTRA, 2006). A pesquisa buscou o conhecimento adquirido pela gestante analfabeta

Leia mais