Cartilha do Participante. Previdência Complementar CASFAM

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Cartilha do Participante. Previdência Complementar CASFAM"

Transcrição

1 Cartilha do Participante Previdência Complementar CASFAM

2 APRESENTAÇÃO Caro (a) Participante, Preparar-se para o futuro, podendo aproveitar o período de aposentadoria com saúde e conforto, implica controlar o seu consumo e criar estratégias para poupar dinheiro. Uma decisão consciente agora garante o nível de renda futura e o bem-estar da sua família. A CASFAM é a Previdência Complementar do Sistema FIEMG e tem como missão Gerir o Plano de Previdência Complementar, prestando aos seus participantes serviços de qualidade e confiabilidade, buscando a melhoria contínua na relação com seus associados e Patrocinadores e o equilíbrio econômico e financeiro. Esta Cartilha foi elaborada com o objetivo de lhe oferecer informações, em linguagem clara e acessível, sobre a Previdência Complementar do Sistema FIEMG. A leitura desta Cartilha não dispensa a leitura do Regulamento do Plano e do Estatuto da CASFAM, que são os documentos a serem observados para todos os fins de direito. A equipe da CASFAM está à disposição para atender você. Acesse e cadastre-se! Aproveite a leitura! Equipe CASFAM Caixa de Assistência e Previdência Fábio de Araújo Motta (31) (31)

3 ÍNDICE O que é a CASFAM?...5 Quais as vantagens de aderir à Previdência Complementar do Sistema FIEMG?...6 Quais as principais características da Previdência Complementar do Sistema FIEMG...7 INSCRIÇÃO...7 Como realizar a inscrição no Plano?...7 Quem serão meus beneficiários?...8 Há algum custo para inscrição do participante no Plano?...8 CONTRIBUIÇÕES...9 Como são feitas as contribuições do Participante ao Plano?...9 Como funciona a contribuição da Patrocinadora?...9 Como é feito o pagamento das contribuições pelo participante?...9 BENEFÍCIOS...10 Quais são os benefícios oferecidos pelo Plano?...10 Quais as condições para concessão de cada benefício?...10 Como são calculados os valores dos benefícios?...11 Como são pagos os Benefícios?

4 ÍNDICE DESLIGAMENTO...12 A inscrição no Plano pode ser cancelada?...12 Quais os direitos garantidos ao participante na perda do vínculo empregatício?...13 Autopatrocínio...13 Benefício Proporcional Diferido (BPD)...13 Portabilidade...13 Resgate...14 REGIMES DE TRIBUTAÇÃO

5 O que é a CASFAM? A CASFAM é uma Entidade Fechada de Previdência Complementar EFPC, sem fins lucrativos, responsável pela administração do Plano de Previdência Complementar do Sistema FIEMG. Ela foi criada para cuidar da gestão desse Plano, que é de acesso exclusivo aos empregados das empresas vinculadas ao Sistema FIEMG. A CASFAM é composta por: Conselho Deliberativo Órgão máximo responsável pela administração do Plano de Benefícios. Diretoria Executiva Órgão que compõe a estrutura mínima obrigatória de uma EFPC sendo responsável pela sua administração. Conselho Fiscal Órgão responsável pelo controle interno e fiscalização da administração da entidade. Comitê de Investimentos Órgão de suporte técnico na gestão econômicofinanceira dos recursos garantidores das reservas técnicas, considerando rentabilidade, segurança e liquidez da CASFAM. 5

6 Você sabia que a cada 3 (três) anos, acontecem os processos eleitorais para escolha dos membros dos Conselhos Deliberativo e Fiscal, sendo metade dos representantes escolhidos pelos participantes por meio de eleição direta; e a outra metade indicada pelo Sistema FIEMG. A CASFAM também presta contas aos seguintes órgãos: Ministério da Fazenda MF; Conselho Nacional de Previdência Complementar CNPC; Superintendência Nacional de Previdência Complementar PREVIC; Conselho Monetário Nacional CMN; Banco Central do Brasil BACEN; Receita Federal do Brasil RFB Quais as vantagens de aderir à Previdência Complementar do Sistema FIEMG? Cada empresa do Sistema FIEMG é uma patrocinadora, que contribui com o mesmo valor da contribuição mensal que o empregado faz (Veja mais detalhes no item Contribuições página 9). Dessa forma, o investimento do empregado, que formará o saldo de sua conta individual, tem uma contrapartida de 100% de sua contribuição normal, desde o momento da adesão ao Plano. Outro aspecto importante é o incentivo fiscal, pois o total das contribuições que o participante faz durante o ano para a Previdência Complementar do Sistema FIEMG pode ser deduzido na Declaração de Ajuste Anual do Imposto de Renda, até o limite de 12% de sua remuneração anual tributável, para aqueles que optarem pelo modelo completo de declaração. Mais uma vantagem é a rentabilidade. Como a CASFAM não visa a lucro, a rentabilidade obtida com a aplicação dos recursos financeiros é revertida ao Plano e, consequentemente, aos participantes. 6

7 Outra vantagem oferecida aos participantes da Previdência Complementar do Sistema FIEMG é o empréstimo consignado. Conforme norma vigente, após 12 (doze) meses de contribuições para o plano de previdência, é permitida a contratação de empréstimo pelo participante ou aposentado. Acesse a área restrita do site da CASFAM e faça uma simulação. Outro diferencial do Plano é a cobertura do Benefício de Risco, que completa o saldo de contas, do momento da invalidez ou óbito até a data em que o participante completaria 60 anos, garantindo assim o pagamento do benefício de Aposentadoria por Invalidez ou Pensão por Morte nos mesmos níveis correspondentes às contribuições normais do participante e da patrocinadora. Quais as principais características da Previdência Complementar do Sistema FIEMG? A Previdência Complementar do Sistema FIEMG, que chamamos de Plano, foi criada para oferecer pecúlio por morte, rendas de aposentadorias e de pensões por morte aos participantes e seus respectivos beneficiários. INSCRIÇÃO Como realizar a inscrição no Plano? A inscrição pode ser feita pelo empregado no momento da assinatura do contrato de trabalho ou mediante solicitação direta à CASFAM, a qualquer tempo. O Termo de Adesão ao Plano está disponível na intranet do Sistema FIEMG e no site da CASFAM. No termo de adesão, você escolherá um percentual de participação sobre seu salário. Esse percentual só poderá ser alterado uma vez por ano, no mês de dezembro. 7

8 O percentual de contribuição terá a contrapartida da Patrocinadora, que contribui com o mesmo valor da contribuição normal do seu empregado participante. Na área restrita do site da CASFAM, você consegue simular seu benefício futuro com base na projeção de suas contribuições. É importante que o participante revise seu percentual de contribuição anualmente. Quem serão meus beneficiários? Há duas categorias de beneficiários: os Beneficiários Legais e os Beneficiários Designados. Eles podem ser inscritos no momento da adesão do participante ou posteriormente. Como Beneficiários Legais podem ser inscritos o cônjuge ou o(a) companheiro(a) e o(s) filho(s) menor(es) que estiverem habilitados para fins de recebimento da pensão por morte perante o INSS. Como Beneficiário Designado poderá ser inscrita qualquer pessoa física para fins exclusivos de pagamento do pecúlio por morte. ATENÇÃO! É RESPONSABILIDADE DO PARTICIPANTE. Qualquer alteração nas informações prestadas na inscrição, inclusive por quem já estiver aposentado no Plano, deverá ser comunicada à CASFAM em até 30 dias de sua ocorrência, juntando os documentos comprobatórios da alteração. Há algum custo para inscrição do participante no Plano? Não. A CASFAM não exige qualquer taxa para formalizar a adesão do participante. 8

9 CONTRIBUIÇÕES Como são feitas as contribuições do Participante ao Plano? As contribuições são feitas pelos participantes e pelas patrocinadoras. As contribuições do Participante são: a) Contribuição Normal, de caráter mensal e obrigatório, em percentual livremente escolhido e incidente sobre seu salário, respeitado o percentual mínimo de 2% e o máximo de 8%; b) Contribuição Adicional, de caráter mensal, para o participante que tenha escolhido pagar sua Contribuição Normal acima de 8%; c) Contribuição Esporádica, de caráter facultativo, podendo ser feita em qualquer valor e a qualquer momento. Como funciona a contribuição da Patrocinadora? Atualmente, a patrocinadora contribui com o mesmo valor da Contribuição Normal, mensal, feita pelo seu empregado, respeitando o limite de 8%. Não há contrapartida da patrocinadora para as Contribuições Adicionais ou Esporádicas. Como é feito o pagamento das contribuições pelo participante? Se o participante for ativo, isto é, se estiver em atividade na patrocinadora, as Contribuições Normais e Adicionais são descontadas na folha de pagamento. No caso das contribuições esporádicas aquelas feitas em qualquer valor e tempo os participantes deverão preencher um formulário e o pagamento será feito por meio de boleto bancário. 9

10 Na área restrita do site, você acompanha o histórico das suas contribuições e a evolução do seu saldo de contas. BENEFÍCIOS Quais são os benefícios oferecidos pelo Plano? O Plano assegura os seguintes benefícios: a) Aposentadoria Normal; b) Aposentadoria por Invalidez; c) Pensão por morte aos beneficiários; d) Pecúlio por morte antes ou após a aposentadoria para os beneficiários designados. Quais as condições para concessão de cada benefício? Os benefícios são concedidos a partir do cumprimento de carências específicas, estabelecidas no Regulamento do Plano, sendo: 1) Aposentadoria Normal a. Mínimo de 55 anos de idade; b. Mínimo de 10 anos de serviço creditado; Serviço Creditado é o tempo de serviço ou de vínculo funcional do participante à patrocinadora. c. 60 meses de contribuição para o Plano; d. Concessão da aposentadoria por tempo de contribuição, especial ou por idade pelo INSS. e. Término do Vínculo Empregatício com a Patrocinadora. 10

11 2) Aposentadoria por Invalidez a. Pelo menos 12 meses de contribuição para o Plano; e b. Concessão da aposentadoria por invalidez pelo INSS. 3) Pensão por Morte antes da Aposentadoria a. Falecimento de participante ativo; e b. Concessão da pensão por morte pelo INSS aos seus beneficiários. 4) Pensão por Morte após a Aposentadoria a. Falecimento de aposentado; e b. Concessão da pensão por morte pelo INSS aos seus beneficiários; 5) Pecúlio por Morte antes da Aposentadoria (pago aos beneficiários designados): falecimento do participante ativo. 6) Pecúlio por Morte após a Aposentadoria (pago aos beneficiários designados): falecimento de participante aposentado. Como são calculados os valores dos benefícios? Os benefícios são calculados com base no saldo de contas constituído em nome do participante, respeitando suas características pessoais e de seus beneficiários, tais como idade, expectativa de vida, total de beneficiários. Para tanto, o Plano mantém contas individuais em nome de cada participante, nas quais são depositadas as contribuições feitas por ele e pelo patrocinador em seu nome. 11

12 Como são pagos os Benefícios? Os benefícios de aposentadorias e pensões por morte, são pagos na forma de renda mensal vitalícia. O benefício adicional, composto pelo saldo das contas de Portabilidade e ou de Contribuições Esporádicas, é pago na forma de renda por prazo determinado e enquanto existir saldo nessas contas. Já os pecúlios são pagos em prestação única, cujo montante é rateado entre os beneficiários designados existentes. Na falta dessa designação o pecúlio é destinado ao espólio do falecido. DESLIGAMENTO A inscrição no Plano pode ser cancelada? Sim. O cancelamento da inscrição ocorre na primeira ocorrência das seguintes situações: a) quando houver atraso por 3 (três) meses consecutivos no pagamento das contribuições mensais devidas ao Plano e, se depois de notificado, o participante não quitar seu débito; b) pelo falecimento; c) pelo desligamento voluntário do Plano; d) no recebimento do benefício na forma de pagamento único ou quando a renda mensal for transformada em pagamento único; e e) quando o participante deixar de ser empregado da patrocinadora e não optar pelo instituto do autopatrocínio ou do benefício proporcional diferido. 12

13 Quais os direitos garantidos ao participante na perda do vínculo empregatício? Na ocorrência do término do vínculo empregatício, antes da entrada em gozo da Aposentadoria Normal, o participante poderá optar por uma das modalidades abaixo: Autopatrocínio Opção por manter o pagamento de todas as contribuições para o Plano (de Participante e Patrocinadora), visando assegurar seus direitos no Plano, como na condição anterior à perda do vínculo empregatício. O participante que se enquadrar nessa situação passará a ser denominado autopatrocinado. Benefício Proporcional Diferido (BPD) O participante que tiver, pelo menos, 3 (três) anos de contribuição poderá manter-se vinculado ao Plano para receber, em tempo futuro, a aposentadoria decorrente dessa opção, ou seja, a aposentadoria diferida. Na opção pelo BPD, o participante realiza somente o pagamento das contribuições destinadas ao custeio das despesas administrativas e à garantia dos benefícios de risco (invalidez e pensão). Portabilidade Para optar pela Portabilidade o participante deverá ter, na data da demissão, pelo menos, 3 (três) anos de contribuição ao Plano. A Portabilidade é a opção de transferência dos recursos acumulados no Plano para outra entidade de previdência complementar. 13

14 Com o pagamento da portabilidade, encerram-se quaisquer compromissos do Plano para com o participante, seus beneficiários ou beneficiários designados. Resgate É a opção pelo recebimento do saldo existente nas Contas de Participante, Patrocinadora, Contribuição Esporádica e Portabilidade, existentes em seu nome. O resgate é pago em parcela única ou poderá ser dividido em até 12 prestações. Com o pagamento do resgate ficam encerrados quaisquer compromissos do Plano para com o participante, seus beneficiários ou beneficiários designados. Tempo em anos % Resgate 0% 10% 20% 30% 40% 50% 60% 70% 80% 90% 100% REGIMES DE TRIBUTAÇÃO Desde 1º de janeiro de 2005, os participantes de planos de benefícios de caráter previdenciário podem optar por um regime tributário alternativo, para incidência do imposto de renda. Até 2004 somente o regime progressivo era permitido. O regime progressivo é aquele em que a alíquota do imposto de renda é maior quanto maior é o montante do benefício. Não leva em consideração, para determinar a base de cálculo do imposto, o 14

15 prazo de acumulação. No caso de resgate de valores, o valor a ser resgatado pelo participante que tiver optado pelo regime da Tabela Progressiva, sofrerá a incidência de uma alíquota fixa de 15%. O imposto pago será objeto de ajuste na Declaração de Ajuste Anual a ser feita no ano seguinte ao recebimento do benefício ou ao recebimento do valor resgatado. Com a introdução do regime regressivo a partir de 2005, é possível ao participante a opção pelo regime de tributação regressivo, cujas alíquotas de imposto de renda variam de 35% a 10% conforme o prazo de acumulação de cada contribuição. No caso de resgate de valores, o valor a ser resgatado pelo participante que tiver optado pelo regime da Tabela Regressiva, também sofrerá a incidência de uma alíquota entre 35% a 10%, de acordo com o prazo de acumulação de cada contribuição. Cada contribuição realizada pelo participante, feitas em datas distintas, apresentam datas de aportes diferentes. Desta forma, cada contribuição é analisada para fins de aplicação de alíquota do IR, de acordo com seu prazo de acumulação. No caso do regime regressivo, a tributação será definitiva, não podendo ser deduzida ou compensada na Declaração de Ajuste Anual. No Plano de Benefícios do Sistema FIEMG a opção pelo regime de tributação, progressivo ou regressivo, deve ser feita no momento da inscrição e não poderá ser alterada, por força de lei. Para maiores informações sobre os regimes de tributação, acesse o site da Receita Federal do Brasil. As tabelas também estão disponíveis no site da CASFAM. 15

16 Caro (a) Participante, Planejar a aposentadoria é essencial para seu futuro. Esperamos que esta Cartilha facilite o entendimento das principais regras do Plano de Benefícios do Sistema FIEMG. Qualquer dúvida, nós estamos à disposição para esclarecê-la. LEMBRE A leitura desta Cartilha não dispensa a leitura atenta do Regulamento do Plano, que é o documento a ser observado para todos os fins de direito. 16

17 Caixa de Assistência Fábio de Araújo Motta Rua Bernardo Guimarães 63, Bairro Funcionários Belo Horizonte MG CEP

Pense no seu futuro! Plano de Contribuição Variável CV - Prevdata II

Pense no seu futuro! Plano de Contribuição Variável CV - Prevdata II Pense no seu futuro! Plano de Contribuição Variável CV - Prevdata II A Prevdata É uma Entidade Fechada de Previdência Complementar, que tem por finalidade a instituição e administração de planos de benefícios

Leia mais

APRESENTAÇÃO DEFINIÇÃO. O que é o Plano de Contribuição Definida CD

APRESENTAÇÃO DEFINIÇÃO. O que é o Plano de Contribuição Definida CD APRESENTAÇÃO Esta cartilha tem o objetivo de informá-lo, de forma simples e precisa, sobre os principais pontos do Plano SERGUS de Benefícios na modalidade de Contribuição Definida (CD), baseado no seu

Leia mais

Plano de Benefícios CD-05

Plano de Benefícios CD-05 1/5 Plano de Benefícios CD-05 Nosso Plano é cuidar do seu futuro! 2/5 1 Apresentação A REGIUS Sociedade Civil de Previdência Privada é uma entidade fechada de previdência privada, que tem como objetivo

Leia mais

CARTILHA EXPLICATIVA DATUSPREV

CARTILHA EXPLICATIVA DATUSPREV CARTILHA EXPLICATIVA DATUSPREV DATUSPREV Sociedade de Previdência Complementar CIASC Plano CIASCPREV CNPJ 10.605.283/0001-59 CNPB 2009.0009-19 Órgão Regulamentador PREVIC Ministério da Previdência Social

Leia mais

Plano CV Prevdata. Conheça mais sobre o seu Plano de Previdência Complementar

Plano CV Prevdata. Conheça mais sobre o seu Plano de Previdência Complementar Plano CV Prevdata Conheça mais sobre o seu Plano de Previdência Complementar A entidade Nossos números Patrimônio de R$ 1,1 bilhão (dez/2016) 2 planos de benefícios e plano de gestão administrativa 36

Leia mais

REGIUS SOCIEDADE CIVIL DE PREVIDÊNCIA PRIVADA

REGIUS SOCIEDADE CIVIL DE PREVIDÊNCIA PRIVADA 1/5 Plano de Benefícios CD-02 Cuidar do seu futuro é o nosso negócio! 2/5 1 Por que foi criado o Plano CD-02? O Plano CD-02 foi desenhado no modelo de Contribuição Definida, um plano totalmente individual,

Leia mais

Material Explicativo

Material Explicativo Material Explicativo Material Explicativo Índice Introdução...4 Sobre o Plano Previplan...5 Adesão...5 Benefícios do Plano...6 Entenda o Plano...7 Rentabilidade...8 Veja como funciona a Tributação...9

Leia mais

Adesão ao Plano de Benefícios HP

Adesão ao Plano de Benefícios HP Adesão ao Plano de Benefícios HP 1 Objetivo da HP Prev Proporcionar aos seus participantes a oportunidade de contribuir para a HP Prev e, juntamente com as contribuições da patrocinadora, formar uma renda

Leia mais

MATERIAL EXPLICATIVO PLANO CD PREVIBAYER SOCIEDADE DE PREVIDÊNCIA PRIVADA

MATERIAL EXPLICATIVO PLANO CD PREVIBAYER SOCIEDADE DE PREVIDÊNCIA PRIVADA MATERIAL EXPLICATIVO PREVIBAYER SOCIEDADE DE PREVIDÊNCIA PRIVADA MATERIAL EXPLICATIVO PREZADO COLABORADOR! Você, que está sendo admitido agora ou que ainda não aderiu ao Plano CD, conheça, nas próximas

Leia mais

CARTILHA DO PARTICIPANTE. O OABPREV/RS é uma Entidade Fechada de Previdência Complementar, criada para administrar planos de previdência.

CARTILHA DO PARTICIPANTE. O OABPREV/RS é uma Entidade Fechada de Previdência Complementar, criada para administrar planos de previdência. O que é o OABPREV/RS? CARTILHA DO PARTICIPANTE O OABPREV/RS é uma Entidade Fechada de Previdência Complementar, criada para administrar planos de previdência. Quem instituiu o OABPREV/RS? A Ordem dos Advogados

Leia mais

CARTILHA DO PLANO CELPREV

CARTILHA DO PLANO CELPREV CARTILHA DO PLANO CELPREV O QUE É O CELPREV? O CELPREV é um plano de contribuição definida, também conhecido como plano CD, que nada mais é do que uma poupança individual na qual serão investidos dois

Leia mais

Novo Plano de Contribuição Definida -CD

Novo Plano de Contribuição Definida -CD Previ-Siemens Novo Plano de Contribuição Definida -CD Protection notice / Copyright notice Agenda A Importância de um plano de previdência Plano de Aposentadoria CD -Previ-Siemens Contribuições Procedimentos

Leia mais

CARTILHA DO PLANO DE BENEFÍCIOS

CARTILHA DO PLANO DE BENEFÍCIOS CARTILHA DO PLANO DE BENEFÍCIOS Esta cartilha traz informações e dicas, de forma simples e clara, para que você conheça as vantagens que o seu plano de previdência oferece. Leia com atenção e comece a

Leia mais

Sumário DEFINIÇÕES 05

Sumário DEFINIÇÕES 05 Sumário INTRODUÇÃO 04 DEFINIÇÕES 05 1. O que é um plano de previdência complementar? 05 2. O que é um Fundo de Pensão? 05 3. O que é a SÃO FRANCISCO? 05 4. O que é o Codeprev? 05 5. Quais são as modalidades

Leia mais

Entenda mais sobre. Plano Copasa Saldado

Entenda mais sobre. Plano Copasa Saldado Entenda mais sobre O Plano Copasa Saldado Apresentação Senhor (a) Participante: Ao publicar este material, a Fundação Libertas tem por objeto facilitar o entendimento e a disseminação dos principais dispositivos

Leia mais

O que você quer ser quando envelhecer

O que você quer ser quando envelhecer O que você quer ser quando envelhecer Entenda como funciona o Fundo de Pensão Multipatrocinado da Ordem dos Advogados do Brasil, Seccional do Rio Grande do Sul - OABPrev-RS. 2 01 02 03 O que é OABPrev-RS?

Leia mais

Folheto explicativo PLANO A

Folheto explicativo PLANO A Folheto explicativo PLANO A Como está o seu planejamento para a aposentadoria? Você já parou para pensar que a vida está passando rápido demais? A gente sabe que ao longo dos anos muitas prioridades surgem

Leia mais

Folheto explicativo PLANO D

Folheto explicativo PLANO D Folheto explicativo PLANO D Benefícios do plano Como participante do Plano D, você conta com esses benefícios: Benefícios Aposentadoria Normal Condições necessárias para receber o benefício Desligar-se

Leia mais

2º Semestre de

2º Semestre de 1 2 2º Semestre de 2010 Informações sobre a nova estrutura do Plano de Benefícios PreviSenac 3 Introdução: Este folheto é destinado aos participantes do Plano de Benefícios PreviSenac que, até a data da

Leia mais

Este material contém uma mídia com documentos adicionais para você consultar no computador. RESUMO PAP II ATIVOS

Este material contém uma mídia com documentos adicionais para você consultar no computador. RESUMO PAP II ATIVOS Este material contém uma mídia com documentos adicionais para você consultar no computador. RESUMO II ATIVOS Conheça, compare, decida. Quer ter mais gestão sobre o seu benefício de aposentadoria? Um dos

Leia mais

Material Explicativo 1

Material Explicativo 1 Material Explicativo 1 quem está seguro, tem futuro. quem é PORTO, é seguro. GARANTIR UM FUTURO MAIS TRANQUILO É O DESEJO DE TODOS. AGORA, POUPAR FICOU MUITO MAIS FÁCIL PARA VOCÊ. Este manual se destina

Leia mais

Alterações no Regulamento do Plano de Aposentadoria BASF

Alterações no Regulamento do Plano de Aposentadoria BASF Alterações no Regulamento do Plano de Aposentadoria BASF A Superintendência Nacional de Previdência Complementar PREVIC, órgão que regulamenta e fiscaliza os fundos de pensão no Brasil, aprovou em 13 de

Leia mais

Guia do Participante. Planos Básico e Suplementar de Aposentadoria Modalidade Contribuição Definida

Guia do Participante. Planos Básico e Suplementar de Aposentadoria Modalidade Contribuição Definida Planos Básico e Suplementar de Aposentadoria Modalidade Contribuição Definida Prezado Colaborador, O Guia do Participante tem por objetivo resumir as informações dos seguintes regulamentos oficiais: Regulamento

Leia mais

REGRAS BÁSICAS - PLANO DE BENEFÍCIOS FAF CNPB Nº

REGRAS BÁSICAS - PLANO DE BENEFÍCIOS FAF CNPB Nº 1 - BENEFÍCIOS OFERECIDOS O Plano de Benefícios FAF oferece os seguintes benefícios aos seus participantes, ou aos dependentes de participantes falecidos: I - quanto aos participantes: - suplementação

Leia mais

Folheto explicativo PLANO D

Folheto explicativo PLANO D Folheto explicativo PLANO D Como está o seu planejamento para a aposentadoria? Plano D Previ Novartis Veja algumas vantagens do plano: 1 2 Flexibilidade para planejar o seu futuro; Contrapartida da empresa

Leia mais

Material Explicativo

Material Explicativo Material Explicativo ABBprev Sociedade de Previdência Privada Este material explicativo tem como objetivo fornecer informações sobre um dos benefícios que as patrocinadoras ABB Ltda e Cooperativa de Crédito

Leia mais

PLANO DE APOSENTADORIA DA DUPREV Fazendo manutenção no seu Plano de Aposentadoria

PLANO DE APOSENTADORIA DA DUPREV Fazendo manutenção no seu Plano de Aposentadoria PLANO DE APOSENTADORIA DA DUPREV Fazendo manutenção no seu Plano de Aposentadoria 2016 DUPREV Entidade Fechada da Previdência Complementar Sociedade Civil sem fins lucrativos independente da DuPont Regulada

Leia mais

Cartilha de Tributação 2016

Cartilha de Tributação 2016 Cartilha de Tributação 2016 Como funciona o Imposto de Renda incidente sobre Planos de Previdência Complementar *? * Na modalidade de Contribuição Definida ou Variável Conforme a legislação tributária

Leia mais

Este material contém uma mídia com documentos adicionais para você consultar no computador. MATERIAL EXPLICATIVO PLANO PAN

Este material contém uma mídia com documentos adicionais para você consultar no computador. MATERIAL EXPLICATIVO PLANO PAN Este material contém uma mídia com documentos adicionais para você consultar no computador. MATERIAL EXPLICATIVO PLANO PAN índice A Previdência no Brasil A Funepp e o PAN pág. 6 pág. 10 2 3 O MELHOR MOMENTO

Leia mais

02 O que eu preciso fazer

02 O que eu preciso fazer 01 Quais são os documentos que necessito apresentar para requerer minha aposentadoria no FusanPrev e atualizar minha situação no SaneSaúde? Cópia simples dos seguintes documentos: - Identidade e CPF do

Leia mais

CARTILHA EXPLICATIVA

CARTILHA EXPLICATIVA CARTILHA EXPLICATIVA DATUSPREV Sociedade de Previdência Complementar CIASC Plano CIASCPREV CNPJ 10.605.283/0001-59 CNPB 2009.0009-19 Órgão Regulamentador PREVIC Ministério da Previdência Social CORPO ADMINISTRATIVO

Leia mais

Novo cenário, maiores benefícios

Novo cenário, maiores benefícios Manual de Aderentes Novo cenário, maiores benefícios A Superintendência Nacional de Previdência Complementar (PREVIC) aprovou a implantação do Plano de Benefícios Previdenciários PrevAmazônia (CNPB nº.

Leia mais

PERGUNTAS FREQUENTES PLANO DE BENEFÍCIOS FAF CNPB Nº

PERGUNTAS FREQUENTES PLANO DE BENEFÍCIOS FAF CNPB Nº 1 - Quem pode ingressar no Plano de Benefícios FAF? O Plano de Benefícios está fechado ao ingresso de novos Participantes desde 01.01.2003. 2 - Como são fixadas as contribuições mensais dos Participantes

Leia mais

PREVCOM-RP e PREVCOM-RG Planos de Benefícios Complementares de São Paulo CARLOS HENRIQUE FLORY

PREVCOM-RP e PREVCOM-RG Planos de Benefícios Complementares de São Paulo CARLOS HENRIQUE FLORY PREVCOM-RP e PREVCOM-RG Planos de Benefícios Complementares de São Paulo CARLOS HENRIQUE FLORY Janeiro de 2013 ETAPAS CONCLUÍDAS Aprovação da Lei 14.653, de 22/12/2011, que define teto de benefícios igual

Leia mais

PLANO PRINCIPAL. Material Explicativo Plano Principal 1

PLANO PRINCIPAL. Material Explicativo Plano Principal 1 PLANO PRINCIPAL Material Explicativo 1 Introdução A CitiPrevi oferece planos para o seu futuro! Recursos da Patrocinadora Plano Principal Benefício Definido Renda Vitalícia Programa Previdenciário CitiPrevi

Leia mais

PLANO MILÊNIO NOVAS REGRAS DE APOSENTADORIA E OUTRAS ALTERAÇÕES

PLANO MILÊNIO NOVAS REGRAS DE APOSENTADORIA E OUTRAS ALTERAÇÕES PLANO MILÊNIO NOVAS REGRAS DE APOSENTADORIA E OUTRAS ALTERAÇÕES INFORMATIVO N.º 165-13/07/2010 http://www.cbsprev.com.br Central de Atendimento 08000-268181 Caro(a) Participante, Para a melhor compreensão

Leia mais

MATERIAL EXPLICATIVO PAP

MATERIAL EXPLICATIVO PAP MATERIAL EXPLICATIVO PAP índice A Previdência no Brasil A Funepp e o PAP pág. 6 pág. 10 2 3 A Nestlé oferece aos seus colaboradores a oportunidade de se prepararem para o futuro, auxiliando-os na formação

Leia mais

Previdência Privada. A tabela a seguir apresenta algumas diferenças entre o FAPI e PGBL.

Previdência Privada. A tabela a seguir apresenta algumas diferenças entre o FAPI e PGBL. Previdência Privada Modalidades de Previdência Privada Aberta 1) FAPI Fundo de Aposentadoria Programada Individual Inspirado no IRA Individual Retirement Account, dos Estados Unidos, onde o contribuinte

Leia mais

FISCAIS 2.CARACTERÍSTICAS DO PLANO PS II

FISCAIS 2.CARACTERÍSTICAS DO PLANO PS II 2 SUMÁRIO pág. 5 APRESENTAÇÃO pág. 61.VANTAGENS FISCAIS 2.CARACTERÍSTICAS DO PLANO PS II pág. 8 3.ESCOLHA DO REGIME TRIBUTÁRIO pág. 9 4.PRINCIPAIS BENEFÍCIOS pág. 13 5.INSTITUTOS 4 Apresentação O SERPROS

Leia mais

Manual do Aposentado e Pensionista EBC Prev. Plano de Benefícios da EBC Empresa Brasil de Comunicação

Manual do Aposentado e Pensionista EBC Prev. Plano de Benefícios da EBC Empresa Brasil de Comunicação Manual do Aposentado e Pensionista Prev Plano de Benefícios da Empresa Brasil de Comunicação SUMÁRIO Qual é o significado de Aposentado e Pensionista?...3 Quando é realizado o pagamento das parcelas do

Leia mais

MANUAL DO APOSENTADO E PENSIONISTA PLANO SGC PREV PLANO DE BENEFÍCIOS DE PREVIDÊNCIA COMPLEMENTAR DA SOCIEDADE GOIANA DE CULTURA

MANUAL DO APOSENTADO E PENSIONISTA PLANO SGC PREV PLANO DE BENEFÍCIOS DE PREVIDÊNCIA COMPLEMENTAR DA SOCIEDADE GOIANA DE CULTURA MANUAL DO APOSENTADO E PENSIONISTA PLANO SGC PREV PLANO DE BENEFÍCIOS DE PREVIDÊNCIA COMPLEMENTAR DA SOCIEDADE GOIANA DE CULTURA SUMÁRIO Qual é o significado de aposentado e pensionista?...3 Quando é realizado

Leia mais

PLANO DE BENEFÍCIOS II

PLANO DE BENEFÍCIOS II PLANO DE BENEFÍCIOS II SUMÁRIO Carta da diretoria O FUTURO EM SUAS MÃOS 3 Por que ReckittPrev VANTAGENS DO PLANO 4 Você pode contribuir CABE NO SEU BOLSO 8 Incentivo fiscal DEDUÇÃO NO IMPOSTO DE RENDA

Leia mais

5. Como fica a situação de quem não migrar para o InovaPrev?

5. Como fica a situação de quem não migrar para o InovaPrev? Perguntas InovaPrev 1. O que é o InovaPrev? É um plano de previdência complementar moderno, patrocinado pela Fundação CPqD, Instituto Atlântico, Já, STIC, Padtec e PSG Telecom. Sua administração é feita

Leia mais

Manual do Aposentado e Pensionista

Manual do Aposentado e Pensionista Manual do Aposentado e Pensionista Plano de Benefícios COTRIJAL PREV SUMÁRIO Qual o significado de Aposentado e Pensionista?...3 Quando são realizados os pagamentos dos Benefícios?...3 Quais as formas

Leia mais

Previdência no Serviço Público. ARI LOVERA Diretor de Previdência do IPERGS

Previdência no Serviço Público. ARI LOVERA Diretor de Previdência do IPERGS Previdência no Serviço Público ARI LOVERA Diretor de Previdência do IPERGS Outubro/2016 1. Regimes Previdenciários do Brasil; 2. RPPS RS; 3. Cenários; 4. Regime de Previdência Complementar; 5. Riscos 1.

Leia mais

C A R T I L H A I N P E L P R E V PREV

C A R T I L H A I N P E L P R E V PREV C A R T I L H A I N P E L P R E V PREV 2 CARTILHA INPELPREV Bem-vindo, novo participante! É com satisfação que recebemos sua adesão ao INPELPrev, Plano desenhado para oferecer uma complementação de aposentadoria

Leia mais

MANUAL PARTICIPANTE. Plano Vida. Junho 2008

MANUAL PARTICIPANTE. Plano Vida. Junho 2008 MANUAL DO PARTICIPANTE Plano Vida Junho 2008 CAGEPREV - FUNDAÇÃO CAGECE DE PREVIDÊNCIA COMPLEMENTAR APRESENTAÇÃO Este é o MANUAL DO PARTICIPANTE da CAGEPREV, material explicativo que descreve, em linguagem

Leia mais

Material Explicativo Plano de Benefícios Avon 2016

Material Explicativo Plano de Benefícios Avon 2016 Material Explicativo Plano de Benefícios Avon 2016 Material Explicativo ÍNDICE 1. Mensagem importante pra você... 4 2. Que tal planejar sua aposentadoria?... 5 3. Estamos juntos!... 6 4. Saiba quem pode

Leia mais

Glossário de Termos Técnicos da Previdência Complementar

Glossário de Termos Técnicos da Previdência Complementar Glossário de Termos Técnicos da Previdência Complementar GLOSSÁRIO Este glossário tem como objetivo apresentar as expressões e termos utilizados no contexto da Previdência Complementar, em especial dos

Leia mais

Manual do Aposentado e Pensionista. Plano de Benefícios SEESPPREV

Manual do Aposentado e Pensionista. Plano de Benefícios SEESPPREV Manual do Aposentado e Pensionista Plano de Benefícios SEESPPREV SUMÁRIO Qual o significado de Aposentado e Pensionista?...3 Quando é realizado o pagamento do Benefício?...3 Quais as formas de recebimento

Leia mais

Aproveite esta cartilha e tire suas dúvidas. Boa Leitura!

Aproveite esta cartilha e tire suas dúvidas. Boa Leitura! 1 2 APRESENTAÇÃO Esta cartilha foi criada pela Fasern para oferecer informações de forma clara e resumida sobre o seu Plano Previdenciário e reforçar a importância dele para o seu futuro. Servindo como

Leia mais

DUAS DEFINIÇÕES IMPORTANTES

DUAS DEFINIÇÕES IMPORTANTES Você está trabalhando, construindo sua vida e de sua família. Tudo vai bem. Mas... Você já começou a pensar na sua aposentadoria? Quando se aposentar, você receberá o benefício do INSS, mas ele será suficiente?

Leia mais

Material Explicativo. Plano de Previdência Tokio Marine

Material Explicativo. Plano de Previdência Tokio Marine Material Explicativo Plano de Previdência Tokio Marine Este material apresenta um resumo das principais características do Plano e não dispensa a leitura do seu Regulamento, cujo teor sempre prevalecerá

Leia mais

Regras básicas do seu. Plano de Benefícios

Regras básicas do seu. Plano de Benefícios Regras básicas do seu Plano de Benefícios 1 2 índice 3 3 3 4 4 4 5 5 5 5 6 6 6 7 7 7 8 8 9 Apresentação Inscrição Cancelamento Institutos Obrigatórios Contribuição Joia Salário-de-Participação Salário-Real-de-Benefício

Leia mais

ASSUNTO ANTES DAS ALTERAÇÕES APÓS AS ALTERAÇÕES Definições Serviço Contínuo

ASSUNTO ANTES DAS ALTERAÇÕES APÓS AS ALTERAÇÕES Definições Serviço Contínuo Alterações no Regulamento do Plano de A Apresentamos abaixo as alterações realizadas no Plano de A, aprovadas pela Superintendência Nacional de Previdência Complementar PREVIC, por meio da Portaria nº

Leia mais

A Previdência no Brasil A FUNEPP e o PAP II. pág. 6 pág. 10

A Previdência no Brasil A FUNEPP e o PAP II. pág. 6 pág. 10 A Previdência no Brasil A FUNEPP e o PAP II pág. 6 pág. 10 2 3 O MELHOR MOMENTO PARA PENSAR NO FUTURO É AGORA! A Nestlé oferece aos seus colaboradores a oportunidade de se prepararem para o futuro, auxiliando-os

Leia mais

Entenda mais sobre. Novo Plano Copasa

Entenda mais sobre. Novo Plano Copasa Entenda mais sobre O Novo Plano Copasa Apresentação Senhor (a) Participante: Ao publicar este material, a Fundação Libertas tem por objeto facilitar o entendimento e a disseminação dos principais dispositivos

Leia mais

ITAÚ FUNDO MULTIPATROCINADO. Material Explicativo do Plano de Aposentadoria McPrev

ITAÚ FUNDO MULTIPATROCINADO. Material Explicativo do Plano de Aposentadoria McPrev ITAÚ FUNDO MULTIPATROCINADO Material Explicativo do Plano de Aposentadoria McPrev ÍNDICE Introdução...3 Inscrição no Plano...3 Contribuição para o Plano...4 Os Benefícios do Plano...7 O Pagamento dos Benefícios...8

Leia mais

Cartilha do Participante. Plano de Contribuição Definida

Cartilha do Participante. Plano de Contribuição Definida Construindo o futuro O futuro é uma grande obra a ser construída. Cada atitude é um passo que damos rumo à construção de algo sólido e seguro. Está em nossas mãos transformar o presente em uma oportunidade

Leia mais

Quadro Comparativo das Alterações do Regulamento do Plano de Aposentadoria Básico da PREVI-SIEMENS

Quadro Comparativo das Alterações do Regulamento do Plano de Aposentadoria Básico da PREVI-SIEMENS Capítulo A.7. Dos Institutos Legais Obrigatórios A.7.1 - No caso de Término do Vínculo Empregatício, o Participante Ativo que não for elegível ao Benefício de Aposentadoria Normal previsto neste Regulamento

Leia mais

Seja bem-vindo! Odebrecht Previdência Guia Explicativo

Seja bem-vindo! Odebrecht Previdência Guia Explicativo GUIA EXPLICATIVO Odebrecht Previdência Guia Explicativo Seja bem-vindo! Este guia foi especialmente desenvolvido para proporcionar uma rápida reflexão sobre o seu futuro, além de contribuir para que você,

Leia mais

PLANO DE BENEFÍCIOS DA EMPRESA DE TRENS URBANOS DE PORTO ALEGRE - TRENSURB

PLANO DE BENEFÍCIOS DA EMPRESA DE TRENS URBANOS DE PORTO ALEGRE - TRENSURB Manual do Aposentado e Pensionista Plano TRENSUB PREV PLANO DE BENEFÍCIOS DA EMPRESA DE TRENS URBANOS DE PORTO ALEGRE - TRENSURB SUMÁRIO Qual é o significado de Aposentado e Pensionista?... 3 Quando é

Leia mais

Quadro Comparativo das Alterações Propostas Regulamento do Plano de Aposentadoria MSD Prev

Quadro Comparativo das Alterações Propostas Regulamento do Plano de Aposentadoria MSD Prev Quadro Comparativo das Alterações Propostas Regulamento do Plano de Aposentadoria MSD Prev MSD Prev Sociedade de Previdência Privada CNPB:19.980.047-83 CNPJ:02.726.871/0001-12 Anexo I Ata de Reunião Extraordinária

Leia mais

Introdução. Prodemge iniciou a oferta do Plano ProdemgePrev, na modalidade CD, em 1º/12/2012.

Introdução. Prodemge iniciou a oferta do Plano ProdemgePrev, na modalidade CD, em 1º/12/2012. Introdução A Prodemge iniciou a oferta do Plano ProdemgePrev, na modalidade CD, em 1º/12/2012. Ele está aberto à inscrição de novos participantes desde então. Adicionalmente, participantes e assistidos

Leia mais

CARTILHA DA PORTABILIDADE. - Visão Prev -

CARTILHA DA PORTABILIDADE. - Visão Prev - CARTILHA DA PORTABILIDADE - - CARTILHA DA PORTABILIDADE Tome uma decisão consciente entenda, conheça e analise todos os fatores envolvidos em um processo de portabilidade. Após o encerramento de seu vínculo

Leia mais

Guia do Participante. Planos Básico e Suplementar de Aposentadoria Modalidade Contribuição Definida

Guia do Participante. Planos Básico e Suplementar de Aposentadoria Modalidade Contribuição Definida Guia do Participante Planos Básico e Suplementar de Aposentadoria Modalidade Contribuição Definida Prezado Colaborador, O Guia do Participante tem por objetivo resumir as informações dos seguintes Regulamentos

Leia mais

O novo modelo de previdência do setor público. Outubro/2013

O novo modelo de previdência do setor público. Outubro/2013 O novo modelo de previdência do setor público Outubro/2013 MODELO ADOTADO PREVIDÊNCIA BÁSICA SPPREV ou INSS + PREVIDÊNCIA COMPLEMENTAR Benefícios variáveis, dependendo do valor acumulado pelo servidor

Leia mais

REDAÇÃO ATUAL REDAÇÃO PROPOSTA IMPACTOS

REDAÇÃO ATUAL REDAÇÃO PROPOSTA IMPACTOS XIII XIV "Índice de Reajuste": significa o índice geral de aumentos salariais concedidos pela Patrocinadora 3M do Brasil Ltda., desconsiderados os aumentos reais. O Conselho Deliberativo poderá determinar

Leia mais

C A R T I L H A F o z d o C h a p e c ó P r e v. Foz do Chapecó. Prev

C A R T I L H A F o z d o C h a p e c ó P r e v. Foz do Chapecó. Prev C A R T I L H A F o z d o C h a p e c ó P r e v Foz do Chapecó Prev 2 CARTILHA FOZ DO CHAPECÓ PREV Bem-vindo, novo participante! É com satisfação que recebemos sua adesão ao Foz do Chapecó Prev, Plano

Leia mais

Manual do Participante SARAHPREV

Manual do Participante SARAHPREV Manual do Participante SARAHPREV 1 Sumário Plano SARAHPREV e seus benefícios 5 O que é o Plano SARAHPREV? Quais os benefícios oferecidos pelo Plano? Quais as formas de recebimento dos benefícios oferecidos

Leia mais

Norma de Perfis de Investimento

Norma de Perfis de Investimento Seguridade SEBE D.SE.17 1/9 ÍNDICE 1. Objetivo... 2 2. Responsabilidades... 2 3. Conceitos... 2 4. Dos Perfis de Investimento... 4 5. Regras Gerais... 7 6. Alocação das Contribuições... 8 7. Pagamentos...

Leia mais

Manual do Participante do Plano HCPA PREV PLANO DE BENEFÍCIOS E CUSTEIO DE PREVIDÊNCIA COMPLEMENTAR DO HOSPITAL DE CLÍNICAS DE PORTO ALEGRE

Manual do Participante do Plano HCPA PREV PLANO DE BENEFÍCIOS E CUSTEIO DE PREVIDÊNCIA COMPLEMENTAR DO HOSPITAL DE CLÍNICAS DE PORTO ALEGRE Manual do Participante do Plano HCPA PREV PLANO DE BENEFÍCIOS E CUSTEIO DE PREVIDÊNCIA COMPLEMENTAR DO HOSPITAL DE CLÍNICAS DE PORTO ALEGRE 1 SUMÁRIO 1. O que é o HCPA PREV 3 2. Quem pode participar do

Leia mais

SUMÁRIO. Bem-vindo ao Plano CV I Atrativos do Plano CV I Fique por dentro Vantagem tributária Contatos...

SUMÁRIO. Bem-vindo ao Plano CV I Atrativos do Plano CV I Fique por dentro Vantagem tributária Contatos... SUMÁRIO Bem-vindo ao Plano CV I... 04 Atrativos do Plano CV I... 05 Fique por dentro... 08 Vantagem tributária... 13 Contatos... 15 Outras vantagens... 16 Benefícios... 17 Poupar pra quê?... 18 3 BEM-VINDO(A)

Leia mais

UBB PREV Previdência Complementar

UBB PREV Previdência Complementar UBB PREV Previdência Complementar 23 de março 2011 Quadro Comparativo das Alterações Propostas para o Regulamento do Plano de Previdência Unibanco (Futuro Inteligente Aprovadas na ata de Reunião Extraordinária

Leia mais

Saiba mais sobre Finanças

Saiba mais sobre Finanças Saiba mais sobre Finanças Planejamento Previdenciário, Benefício Fiscal, 4Aposentadoria e Institutos Sumário Que estilo de vida você quer levar quando se aposentar?... 4 Iniciando o planejamento... 5

Leia mais

Manual do Aposentado e Pensionista EBC Prev. Plano de Benefícios da EBC Empresa Brasil de Comunicação

Manual do Aposentado e Pensionista EBC Prev. Plano de Benefícios da EBC Empresa Brasil de Comunicação Manual do Aposentado e Pensionista Prev Plano de Benefícios da Empresa Brasil de Comunicação SUMÁRIO Qual é o significado de Aposentado e Pensionista?...3 Quando é realizado o pagamento das parcelas do

Leia mais

vista PREVIDÊNCIA Plano de Contribuição Definida Gerdau

vista PREVIDÊNCIA Plano de Contribuição Definida Gerdau futuro vista PREVIDÊNCIA Plano de Contribuição Definida Gerdau INTRODUÇÃO TERMOS E CONCEITOS POR QUE TER UM PLANO DE PREVIDÊNCIA? COMO FUNCIONA O PLANO DE CONTRIBUIÇÃO DEFINIDA GERDAU? CONTRIBUIÇÃO MENSAL

Leia mais

MANUAL DO PARTICIPANTE DO PLANO SGC PREV PLANO DE BENEFÍCIOS DE PREVIDÊNCIA COMPLEMENTAR DA SOCIEDADE GOIANA DE CULTURA

MANUAL DO PARTICIPANTE DO PLANO SGC PREV PLANO DE BENEFÍCIOS DE PREVIDÊNCIA COMPLEMENTAR DA SOCIEDADE GOIANA DE CULTURA MANUAL DO PARTICIPANTE DO PLANO SGC PREV PLANO DE BENEFÍCIOS DE PREVIDÊNCIA COMPLEMENTAR DA SOCIEDADE GOIANA DE CULTURA SUMÁRIO O que é o SGC PREV?...3 Quem pode participar do SGC PREV?...3 Quem pode ser

Leia mais

Cartilha do Plano PrevSIAS

Cartilha do Plano PrevSIAS Sociedade Ibgeana de Assistência e Seguridade Cartilha do Plano PrevSIAS Plano de Aposentadoria SIAS Instituidor Associação dos Funcionários da SIAS - AFUSI JULHO DE 2013 MENSAGEM DA SIAS Prezado(a) Sr(a).,

Leia mais

1.2 Quem pode votar? É obrigatório? Podem votar os Participantes da FUNCEF, inclusive aposentados e pensionistas. O voto não é obrigatório.

1.2 Quem pode votar? É obrigatório? Podem votar os Participantes da FUNCEF, inclusive aposentados e pensionistas. O voto não é obrigatório. 1 O PLEBISCITO 1.1 Para que serve este Plebiscito? Consultar a opinião dos Participantes sobre as alternativas de solução para os planos de benefícios da FUNCEF, com saldamento do REG/REPLAN e implementação

Leia mais

ITAÚ FUNDO MULTIPATROCINADO MANUAL DO PARTICIPANTE PLANO DE APOSENTADORIA DA ALSTOM

ITAÚ FUNDO MULTIPATROCINADO MANUAL DO PARTICIPANTE PLANO DE APOSENTADORIA DA ALSTOM ITAÚ FUNDO MULTIPATROCINADO MANUAL DO PARTICIPANTE PLANO DE APOSENTADORIA DA ALSTOM Sumário 1 2 Como funciona o Sistema Previdenciário no Brasil... 4 Conheça com detalhes o Plano de Aposentadoria da ALSTOM...

Leia mais

Material Explicativo BASF. Plano de Aposentadoria BASF Material Explicativo

Material Explicativo BASF. Plano de Aposentadoria BASF Material Explicativo Material Explicativo BASF Plano de Aposentadoria BASF Material Explicativo 1 Apresentação O Plano de Aposentadoria BASF é uma ferramenta importante de planejamento financeiro para o futuro. A iniciativa

Leia mais

ITAÚ FUNDO MULTIPATROCINADO

ITAÚ FUNDO MULTIPATROCINADO ITAÚ FUNDO MULTIPATROCINADO Regulamento do Plano Prev-Mosaic 2 (para funcionários admitidos a partir de 01/01/2010) Aprovado pela Portaria n.º 651, de 18/11/2011, publicada no Diário Oficial da União,

Leia mais

Sr. Renato Follador Presidente Fundo Paraná de Previdência Multipatrocinada. Ref.: Plano J.MALUCELLI plano de custeio anual para 2011

Sr. Renato Follador Presidente Fundo Paraná de Previdência Multipatrocinada. Ref.: Plano J.MALUCELLI plano de custeio anual para 2011 CP3792010 Curitiba, 20 de dezembro de 2010. Sr. Renato Follador Presidente Fundo Paraná de Previdência Multipatrocinada Ref.: Plano J.MALUCELLI plano de custeio anual para 2011 Prezado Senhor, A fim de

Leia mais

Itaú Fundo Multipatrocinado Material Explicativo do Plano de Benefícios Schneider

Itaú Fundo Multipatrocinado Material Explicativo do Plano de Benefícios Schneider Itaú Fundo Multipatrocinado Material Explicativo do Plano de Benefícios Schneider Indice Introdução... 4 Inscrição no Plano... 4 Contribuição para o Plano... 5 Saldo de Conta... 6 Os Benefícios do Plano...

Leia mais

Manual do Aposentado HCPA PREV

Manual do Aposentado HCPA PREV Manual do Aposentado HCPA PREV SUMÁRIO Seu benefício 3 Qual a diferença entre Aposentado, Beneficiário e Pensionista? Quando é realizado o pagamento do Benefício? Quando o benefício é reajustado? Quando

Leia mais

VISÃO PREV SOCIEDADE DE PREVIDÊNCIA COMPLEMENTAR. Regulamento do Plano de Empréstimos Simples VISÃO PREV

VISÃO PREV SOCIEDADE DE PREVIDÊNCIA COMPLEMENTAR. Regulamento do Plano de Empréstimos Simples VISÃO PREV VISÃO PREV SOCIEDADE DE PREVIDÊNCIA COMPLEMENTAR Regulamento do Plano de Empréstimos Simples VISÃO PREV PG. 2 SUMÁRIO PÁG. CAPÍTULO I - DA FINALIDADE...03 CAPÍTULO II - DOS PARTICIPANTES...03 CAPÍTULO

Leia mais

Quadro Comparativo das Alterações do Regulamento do Plano de Aposentadoria Suplementar da PREVI-SIEMENS

Quadro Comparativo das Alterações do Regulamento do Plano de Aposentadoria Suplementar da PREVI-SIEMENS Capítulo B.1. Do Objeto Capítulo B.1. Do Objeto Item B.1.2.1 Item B.1.2.1 A partir de 1º. de janeiro de 2009 serão vedadas inscrições de novos Participantes neste Plano, caracterizando-se como plano em

Leia mais

PLANO DE BENEFÍCIOS DA FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE DO OESTE DE SANTA CATARINA FUNOESC

PLANO DE BENEFÍCIOS DA FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE DO OESTE DE SANTA CATARINA FUNOESC PLANO DE BENEFÍCIOS DA FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE DO OESTE DE SANTA CATARINA FUNOESC SUMÁRIO 1. O plano Unoesc Prev... 4 2. Quem pode ser participante?... 4 3. Quem pode ser beneficiário do participante no

Leia mais

Material Explicativo. Plano de Contribuição Definida

Material Explicativo. Plano de Contribuição Definida Material Explicativo Plano de Contribuição Definida Material Explicativo - Plano de Contribuição Definida 2 Índice Mensagem ao colaborador...5 Por que planejar sua aposentadoria?...5 Conte com a Previ-Ericsson...6

Leia mais

PLANO. Cartilha do Participante. Sem título /2/ :59:52

PLANO. Cartilha do Participante. Sem título /2/ :59:52 PLANO Cartilha do Participante Sem título-2 1 22/2/2011 12:59:52 Sem título-2 2 22/2/2011 12:59:55 SEBRAEPREV Cartilha do Participante INSTITUTO SEBRAE DE SEGURIDADE SOCIAL SEBRAE PREVIDÊNCIA Edjair de

Leia mais

MANUAL DO PARTICIPANTE EBC PREV PLANO DE BENEFÍCIOS DA EBC EMPRESA BRASIL DE COMUNICAÇÃO

MANUAL DO PARTICIPANTE EBC PREV PLANO DE BENEFÍCIOS DA EBC EMPRESA BRASIL DE COMUNICAÇÃO MANUAL DO PARTICIPANTE PREV PLANO DE BENEFÍCIOS DA EMPRESA BRASIL DE COMUNICAÇÃO SUMÁRIO O que é o PREV?...3 Quem pode participar do Plano PREV?...3 Quem é considerado Participante Fundador do PREV?...3

Leia mais

PERGUNTAS E RESPOSTAS PLANO DE CONTRIBUIÇÃO DEFINIDA DA FPI

PERGUNTAS E RESPOSTAS PLANO DE CONTRIBUIÇÃO DEFINIDA DA FPI PERGUNTAS E RESPOSTAS PLANO DE CONTRIBUIÇÃO DEFINIDA DA FPI Válido para participantes que ingressaram no plano até 05/08/2008 1. O que é o Plano de Contribuição Definida? É o seu plano de benefícios na

Leia mais

ÍNDICE. 2. INTRODUÇÃO Apresentação A Previdência Complementar A Fundação CEEE...

ÍNDICE. 2. INTRODUÇÃO Apresentação A Previdência Complementar A Fundação CEEE... 1 ÍNDICE 2. INTRODUÇÃO... 05 Apresentação... 05 A Previdência Complementar... 05 A Fundação CEEE... 05 O CeeePrev... 05 3. INSCRIÇÃO... 07 Quem pode ser Participante do CeeePrev... 07 Inscrição no CeeePrev...

Leia mais

1) O que é um Plano de Previdência Complementar? É um plano cujo objetivo o pagamento de benefícios semelhantes aos pagos pela Previdência Social.

1) O que é um Plano de Previdência Complementar? É um plano cujo objetivo o pagamento de benefícios semelhantes aos pagos pela Previdência Social. Preparamos uma lista com as dúvidas mais comuns a respeito do Plano PREV-ESTAT. Se você ainda precisar de ajuda, ligue para 0800 025 35 45, das 8 às 19h. 1) O que é um Plano de Previdência Complementar?

Leia mais

PLANO DE APOSENTADORIA SIAS PREVSIAS (CNPB n )

PLANO DE APOSENTADORIA SIAS PREVSIAS (CNPB n ) PLANO DE APOSENTADORIA SIAS PREVSIAS (CNPB n. 2013.0011-18) TEXTO ORIGINAL TEXTO PROPOSTO JUSTIFICATIVA Do Glossário XXVII Resgate : o instituto que prevê o recebimento do valor conforme previsto no Regulamento

Leia mais

FAQ Incorporação Plano Visão T-Gestiona ao Visão Telefônica

FAQ Incorporação Plano Visão T-Gestiona ao Visão Telefônica FAQ Incorporação Plano Visão T-Gestiona ao Visão Telefônica Confira abaixo as principais perguntas e respostas sobre a incorporação do plano Visão T-Gestiona ao plano Visão Telefônica: 1) Por que incorporar

Leia mais

Itaú Fundo Multipatrocinado Material Explicativo do Plano de Aposentadoria da ESPM

Itaú Fundo Multipatrocinado Material Explicativo do Plano de Aposentadoria da ESPM Itaú Fundo Multipatrocinado Material Explicativo do Plano de Aposentadoria da ESPM Índice Introdução... 4 Inscrição no Plano... 4 Contribuição para o Plano... 4 Saldo de Conta... 6 Os Benefícios do Plano...

Leia mais

MANUAL DO PARTICIPANTE. PLANO EXECUTIVO FEDERAL (Exec-Prev)

MANUAL DO PARTICIPANTE. PLANO EXECUTIVO FEDERAL (Exec-Prev) MANUAL DO PARTICIPANTE PLANO EXECUTIVO FEDERAL (Exec-Prev) PLANO EXECUTIVO FEDERAL (Exec-Prev) PLANO DE BENEFÍCIOS DOS SERVIDORES PÚBLICOS FEDERAIS DO PODER EXECUTIVO Apresentação MANUAL DO PARTICIPANTE

Leia mais