O PEQUENO TREVO E OS AMIGOS DA RUA

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "O PEQUENO TREVO E OS AMIGOS DA RUA"

Transcrição

1 O PEQUENO TREVO E OS AMIGOS DA RUA LEITURA FÁCIL De Pedro Santos de Oliveira Ilustrações de Luis de Lacerda Estrela PLIP009 Adaptação e revisão de texto Ana Cristina Luz Desenvolvido no âmbito do projeto PLIP ( 2013

2 Na rua onde mora o Tomé e os seus amigos, todos conhecem o Pequeno Trevo das quatro folhas. Há até alguns adultos que já tiraram fotografias ao lado dele, só para conseguirem ter mais sorte. Mas o que estas pessoas não sabem, é que não basta tirar fotografias ao lado de um trevo de quatro folhas para se ter sorte. Aliás, o segredo da sorte está muito bem guardado no coração de cada um dos amigos da rua. Todos sabem o que é preciso fazer para ter a melhor sorte do mundo. E não é com fotografias. Certa vez, logo nos primeiros dias, quando estavam todos a jogar às escondidas, o Tomé subiu a uma velha árvore para se esconder e caiu, juntamente com um ramo, dentro da Casa

3 dos Muros Altos. - Ai que não vamos voltar a ver o nosso amigo! - Dizem que dali ninguém volta! Nunca lá tinham entrado, mas todos tinham ouvido dizer que na Casa dos Muros Altos vivia um homem magro, muito alto, com barbas brancas, que guardava coisas velhas e não gostava nada de crianças. - O melhor é fugir! Vamos todos para casa! Quando todos se preparavam para deixar o amigo Tomé e o Pequeno Trevo entregues à sua sorte, ouviu-se um enorme portão a abrir. - Onde é que estão os amigos deste trevo de quatro folhas? Preciso da vossa ajuda para tirar os ramos de uma árvore de cima de um menino! Afinal, e pelo tom de voz calmo, rouco, mas meigo, o

4 Homem das Barbas Brancas não parecia ser assim tão mau como diziam. Os amigos da rua voltaram-se para o portão e viram um homem alto, com o cabelo e a barba tão brancos como a lua-cheia. Usava um boné verde, com a pala para trás, e na mão segurava, cuidadosamente, o que parecia ser uma flor um pouco maltratada. - Vejam! É o Pequeno Trevo! - Ele salvou o nosso amigo! Vamos também ajudar o Tomé! Confiantes, perderam o medo, correram portão adentro e todos juntos, em trabalho de equipa, levantaram o grande ramo partido. Lá de baixo saiu o Tomé, com a t-shirt rasgada e um pouco dorido, mas sem nenhuma ferida. Era tanta a alegria que todos o abraçaram. - Ai, não apertem!

5 Obrigado, mas não apertem! - Tomé! Tens de agradecer é ao Homem das Barbas Brancas! Ele é que te salvou! Acariciando o Pequeno Trevo ainda um pouco combalido na sua grande mão, limpa, forte e calejada de tanto trabalho, o Homem das Barbas Brancas ajoelhou-se e entregou-o ao Tomé. - Não! Têm é de agradecer a este vosso pequeno e corajoso amigo! Ele é que pediu ajuda ao vento. Sem medo veio até mim, apontou para onde tinha caído o Tomé, e disse-me que na rua estavam os amigos, que de certeza nos viriam ajudar! E foi assim que todos começaram a perceber como se conquistava a tal sorte do trevo das quatro folhas. A partir desse dia, o Pequeno Trevo e os amigos da rua começaram a dividir as

6 suas habituais brincadeiras, como o jogo da bola ou do avião, com outras bem giras que o Homem das Barbas Brancas lhes foi ensinando. Aos sábados de manhã, juntam-se em frente ao portão da Casa dos Muros Altos para serem recebidos pelo seu simpático anfitrião, que adora mostrar às crianças como se deve respeitar a natureza. É um espaço mágico, onde as plantas, os pássaros, as minhocas e os esquilos vivem livres, mas de forma equilibrada, na companhia de mil objetos usados, que ganham ali uma nova vida. Tudo tem a sua utilidade e nada é desperdiçado. - Olhem ali aqueles capacetes no alto daquela árvore! Que fixe! Para que servem? - São os abrigos das rolas!

7 O Pequeno Trevo participa em tudo com muita atenção e sente-se cada vez mais especial. Pois ao mesmo tempo que vê a irmã natureza ser tão respeitada, também sente que ela ganha todos os dias novos amigos. As crianças tocam instrumentos musicais feitos de latas de tinta e colheres já sem brilho. Fazem corridas com carros de mão feitos de alguidares e rodas de carrinhos de bebé. Comem morangos que tinham plantado em vasos feitos de garrafas de plástico e até observam os ninhos com binóculos feitos de tubos. Constroem pequenos barcos de restos de cortiça com velas de pano usado, que navegam por entre os canais de telhas velhas, que recolhem as águas da chuva.

8 Não há limites para a imaginação e o tempo passa sempre num instante. E quando chega a hora de ir embora, todos recordam como tudo começou, como aprendem tanto com o Homem das Barbas Brancas e a sorte que têm por ter um amigo de quatro folhas que lhes mudou a vida para sempre.

O Pequeno Trevo e os Amigos da Rua

O Pequeno Trevo e os Amigos da Rua O Pequeno Trevo e os Amigos da Rua De Pedro Santos de Oliveira Versão COMPLETA Por Pedro Santos de Oliveira Ilustrações de Luis de Lacerda Estrela PLIP009 www.plip.ipleiria.pt 2013 O Pequeno Trevo e os

Leia mais

Versão COMPLETA. O Ribeiro que queria Sorrir. PLIP004 Ana Cristina Luz. Ilustração: Margarida Oliveira

Versão COMPLETA. O Ribeiro que queria Sorrir. PLIP004  Ana Cristina Luz. Ilustração: Margarida Oliveira O Ribeiro que queria Sorrir Ana Cristina Luz Ilustração: Margarida Oliveira Versão COMPLETA PLIP004 www.plip.ipleiria.pt Este trabalho foi desenvolvido no espírito do art.º 75 e 80 do Código do Direito

Leia mais

25 de Abril Quase como um Conto de Fadas. Texto: CONCEIÇÃO LOPES Ilustrações: CARLOS BARRADAS

25 de Abril Quase como um Conto de Fadas. Texto: CONCEIÇÃO LOPES Ilustrações: CARLOS BARRADAS 25 de Abril Quase como um Conto de Fadas Texto: CONCEIÇÃO LOPES Ilustrações: CARLOS BARRADAS 1 Saímos da sombra e expusemo-nos ao sol, eu, meu pai, minha mãe, meu avô e meus irmãos. Ao sol no prado, junto

Leia mais

Escrita e ilustrada pelos alunos da Escola Básica do Primeiro Ciclo da Benquerença Ano Lectivo 2008/2009

Escrita e ilustrada pelos alunos da Escola Básica do Primeiro Ciclo da Benquerença Ano Lectivo 2008/2009 A Família Desaparecida Escrita e ilustrada pelos alunos da Escola Básica do Primeiro Ciclo da Benquerença Ano Lectivo 2008/2009 NUMA BELA MANHÃ DE PRIMAVERA, UM MENINO CAMI NHAVA JUNTO A UM RIO E OLHAVA

Leia mais

O Tigre à Beira do Rio

O Tigre à Beira do Rio O Tigre à Beira do Rio --Baixe-se Moba! Muito bem Didi, o menino birmanês subiu no elefante e fez carinho em sua cabeça. Didi treinara Moba desde bebê. Como era um elefante asiático, Moba não era tão grande

Leia mais

Na escola do Carlinhos, na hora do recreio, aconteceu algo muito interessante! Vamos ver o que houve? Lá no pátio...

Na escola do Carlinhos, na hora do recreio, aconteceu algo muito interessante! Vamos ver o que houve? Lá no pátio... Na escola do Carlinhos, na hora do recreio, aconteceu algo muito interessante! Vamos ver o que houve? TRIIIIIMMMMM!!!! Eba! Recreio!! Vamos descer lá no pátio, Carlinhos? Vamos, sim, Bruno! Você depois

Leia mais

Como Ajudar o Mundo?

Como Ajudar o Mundo? Como Ajudar o Mundo? Todos dizem como salvar o mundo, mas será mesmo que fazem o que falam? André tem 8 anos. Certo dia estava em uma aula de ciências e sua professora disse que o mundo está sofrendo com

Leia mais

Cristóbal nasceu num aquário. O mundo dele resumia-se a um pouco de água entre as quatro paredes de vidro. Isso, alguma areia, algas, pedras de divers

Cristóbal nasceu num aquário. O mundo dele resumia-se a um pouco de água entre as quatro paredes de vidro. Isso, alguma areia, algas, pedras de divers Cristóbal nasceu num aquário. O mundo dele resumia-se a um pouco de água entre as quatro paredes de vidro. Isso, alguma areia, algas, pedras de diversos tamanhos e a miniatura em madeira de uma caravela

Leia mais

1.º C. 1.º A Os livros

1.º C. 1.º A Os livros 1.º A Os livros Os meus olhos veem segredos Que moram dentro dos livros Nas páginas vive a sabedoria, Histórias mágicas E também poemas. Podemos descobrir palavras Com imaginação E letras coloridas Porque

Leia mais

DESAFIA-TE #FAZERMARAVILHAS #NOPRESÉPIO 2ª FEIRA 12 DE DEZEMBRO ESTRELA A QUE GUIA

DESAFIA-TE #FAZERMARAVILHAS #NOPRESÉPIO 2ª FEIRA 12 DE DEZEMBRO ESTRELA A QUE GUIA 2ª FEIRA 12 DE DEZEMBRO ESTRELA A QUE GUIA DESAFIA-TE #FAZERMARAVILHAS #NOPRESÉPIO Bom dia! Estamos quase a chegar ao último dia de aulas e já ouvimos falar de tantas pessoas que nos ajudam a preparar

Leia mais

saltar e pregar partidas.

saltar e pregar partidas. MI G UE L VA L E DE AL M E IDA 26 A escola do arco-íris Como é costume dizer-se, "era uma vez"... Era uma vez uma escola chamada Escola do Arco-Íris. A professora Ana gostava muito das crianças e estas

Leia mais

Jesus e Pedro andam sobre as águas

Jesus e Pedro andam sobre as águas Jesus e Pedro andam sobre as águas História bíblica Mateus 14:22-32 Depois de ensinar e alimentar os 5000, Jesus falou para os discípulos irem para o outro lado do mar. Naquela noite veio uma tempestade

Leia mais

1 O carro é do meu tio Zé.

1 O carro é do meu tio Zé. carro O carro é do meu tio Zé. Lê e escreve de novo a frase mas muda o nome do dono do carro. Não sabes? Pode ser: João, Tó, Rui, Ana, Maria. O carro azul tem rodas. A mota só tem rodas. O meu pai tem

Leia mais

Momento certo e ótima locação resultam em fotografias de maternidade memoráveis

Momento certo e ótima locação resultam em fotografias de maternidade memoráveis 20 DE NOVEMBRO DE 2017 INTERMEDIÁRIO Momento certo e ótima locação resultam em fotografias de maternidade memoráveis Apresentando BETH WADE Beth Wade Fotografado no estúdio em frente a uma parede floral

Leia mais

CONHECE DEUS NA SUA ESSÊNCIA O AMOR

CONHECE DEUS NA SUA ESSÊNCIA O AMOR 2ªf (28 set) CONHECE DEUS NA SUA ESSÊNCIA O AMOR Guia Bom Dia! Jesus, numa das suas Parábolas, compara Deus a um pastor. Ao apresentar esta parábola, Jesus quis mostrar o tamanho do amor de Deus pelas

Leia mais

Associação dos Profissionais Tradutores / Intérpretes de Língua Brasileira de Sinais de Mato Grosso do Sul - APILMS

Associação dos Profissionais Tradutores / Intérpretes de Língua Brasileira de Sinais de Mato Grosso do Sul - APILMS Curso Básico de LIBRAS Comunicando com as Mãos de Judy Esminger Associação dos Profissionais Tradutores / Intérpretes de Língua Brasileira de Sinais de Mato Grosso do Sul - Curso Básico de LIBRAS Ilustração:

Leia mais

Num bonito dia de inverno, um grupo de crianças brincava no recreio da sua escola,

Num bonito dia de inverno, um grupo de crianças brincava no recreio da sua escola, Pátio da escola Num bonito dia de inverno, um grupo de crianças brincava no recreio da sua escola, quando começara a cair encantadores flocos de neve. Entre eles estava o Bernardo, um menino muito curioso

Leia mais

Presente Perfeito A. D. Feldman

Presente Perfeito A. D. Feldman Presente Perfeito A. D. Feldman Encontramo-nos em algum lugar de um pequeno planeta e observamos a beleza fria e ao mesmo tempo arrebatadora do infinito em sua profundeza impenetrável. Lá a morte e a vida

Leia mais

BE/CRE do Centro Escolar

BE/CRE do Centro Escolar Olá! Cá estou eu de volta. Lembram-se de mim? Sou o BIBLIOKID. Habitualmente, encontram-me na biblioteca da EB1 n.º2 Adoro livros e computadores!!!.. Sabem!!! Estou muito feliz, porque agora tenho uma

Leia mais

É Quase Natal. Andam todos a brincar A correr, a saltar na floresta Mas não há tempo a perder Têm de preparar a festa

É Quase Natal. Andam todos a brincar A correr, a saltar na floresta Mas não há tempo a perder Têm de preparar a festa É Quase Natal No vale encantado Vive uma família especial São Bonecos de Neve E é quase Natal 2x Andam todos a brincar A correr, a saltar na floresta Mas não há tempo a perder Têm de preparar a festa Tanto

Leia mais

Nº 13 B - 6º Domingo do Tempo Comum

Nº 13 B - 6º Domingo do Tempo Comum Nº 13 B - 6º Domingo do Tempo Comum-15.2.2015 Ajudar quem precisa Vamos imitar Jesus A Bíblia foi escrita há muitas centenas de anos, mas é fácil perceber como se aplica agora, à nossa vida. No Evangelho

Leia mais

1ª Edição. Ana Gonçalves. Cândida Santos. Ilustração de. Vítor Silva

1ª Edição. Ana Gonçalves. Cândida Santos. Ilustração de. Vítor Silva 1ª Edição Ana Gonçalves Cândida Santos Ilustração de Vítor Silva Era uma vez uma casa velha no meio de um prado verde. O seu telhado era velho, as paredes eram brancas e à volta da porta e de todas as

Leia mais

Pedrinho e a Cidade Inteligente

Pedrinho e a Cidade Inteligente apresenta Pedrinho e a Cidade Inteligente Pamella Caúla Copyright 2017 Instituto Planet The Smart City Rua Manuelito Moreira, 55 Benfica CEP 60025-210 - Fortaleza-CE Fone: (85) 3214.8181 comercial@premiuseditora.com.br

Leia mais

Verdinha estava triste. E por que ela estava triste? Ela achava que, como a bétula tinha tantas folhas, ninguém jamais iria reparar nela.

Verdinha estava triste. E por que ela estava triste? Ela achava que, como a bétula tinha tantas folhas, ninguém jamais iria reparar nela. a n i d r e V a n i l A Fo Verdina estava triste. E por que ela estava triste? Ela acava que, como a bétula tina tantas folas, ninguém jamais iria reparar nela. Qualquer pessoa que olasse para a árvore

Leia mais

Amor & Sociologia Cultural - Oswaldo Montenegro & Raul Seixas

Amor & Sociologia Cultural - Oswaldo Montenegro & Raul Seixas Page 1 of 6 Universidade Federal do Amapá Pró-Reitoria de Ensino de Graduação Curso de Licenciatura Plena em Pedagogia Disciplina: Sociologia Cultural Educador: João Nascimento Borges Filho Amor & Sociologia

Leia mais

O segredo do rio. Turma 4 3º/4º anos EB1/JI da Póvoa de Lanhoso. Trabalho realizado no âmbito do PNL. (Plano Nacional de Leitura)

O segredo do rio. Turma 4 3º/4º anos EB1/JI da Póvoa de Lanhoso. Trabalho realizado no âmbito do PNL. (Plano Nacional de Leitura) Turma 4 3º/4º anos EB1/JI da Póvoa de Lanhoso Ano Lectivo 2009/2010 O segredo do rio Trabalho realizado no âmbito do PNL (Plano Nacional de Leitura) Era uma vez um rapaz que morava numa casa no campo.

Leia mais

Nº 27 - B - Pentecostes

Nº 27 - B - Pentecostes Nº 27 - B - Pentecostes 24.5.2015 Hoje celebramos a festa de Pentecostes, ou seja, a descida do Espírito Santo sobre os Apóstolos e Nossa Senhora. Antes de subir ao Céu, Jesus prometeu aos Apóstolos que

Leia mais

Shué. o pequeno canário

Shué. o pequeno canário Shué o pequeno canário 35 Shué era um pequeno canário. Nasceu num ninho feito de raízes, que os pais construíram entre dois ramos de uma árvore. Na quinta em que vivia havia imensa comida. Todas as manhãs

Leia mais

A história do Pedrito Coelho. Beatrix Potter. Fichas de leitura. Criação intelectual: Fátima Patronilho. A história do Pedrito Coelho Porto Editora

A história do Pedrito Coelho. Beatrix Potter. Fichas de leitura. Criação intelectual: Fátima Patronilho. A história do Pedrito Coelho Porto Editora A história do Pedrito Coelho Beatrix Potter Fichas de leitura Criação intelectual: Fátima Patronilho 23 Fichas de leitura Ficha 1 1. Observa bem a capa do livro. 1.1. Assinala com X as afirmações verdadeiras.

Leia mais

Que Grande Abóbora Mimi! Valerie Thomas e Korky Paul

Que Grande Abóbora Mimi! Valerie Thomas e Korky Paul Que Grande Abóbora Mimi! Valerie Thomas e Korky Paul Mimi comia muitos legumes. Gostava de brócolos, couve-flor, repolho e nabos. E também de ervilhas, cenouras, feijões, batatas e espinafres. Adorava

Leia mais

Certa manhã, todos foram para a mata apanhar lenha e frutas silvrestres, mas os sete irmãos acabaram se perdendo

Certa manhã, todos foram para a mata apanhar lenha e frutas silvrestres, mas os sete irmãos acabaram se perdendo O pequeno Polegar E ra uma vez um casal de lenhadores muito pobre, com sete filhos pequenos. O caçula era magro e fraco, mas também esperto e inteligente. Ele recebeu o apelido de Polegar por ser muito

Leia mais

Ziraldo O SEGREDO DE. (com desenhos especiais de Célio César)

Ziraldo O SEGREDO DE. (com desenhos especiais de Célio César) Ziraldo O SEGREDO DE (com desenhos especiais de Célio César) http://groups.google.com/group/digitalsource Era uma vez uma letra que era muito interessante e que se chamava Úrsula. Parece nome de estrela

Leia mais

Bem no céu você via uma luz azul incandescente de diâmetros enorme emaranhados verticalmente, não sei o

Bem no céu você via uma luz azul incandescente de diâmetros enorme emaranhados verticalmente, não sei o PAN The Dark Days, The Time Child, and The Equilibrium. 1 Foi tudo um sonho, Estava de novo naquele estranho lugar tudo escuro como se não fosse meu mundo, meus pés estavam presos numa terra lamacenta,

Leia mais

Ainda antes de começar por volta das 6H temos que deixar os sacos com todo o material das transições.

Ainda antes de começar por volta das 6H temos que deixar os sacos com todo o material das transições. SETÚBAL TRIATLHON Realizou-se no passado dia 9 de abril o triatlo longo de Setúbal organizado pela HMSports onde estiveram 13 atletas a representar o clube, Nuno Prazeres (vencedor no escalão V50), Pedro

Leia mais

Nº 5 C Natal e Sagrada Família

Nº 5 C Natal e Sagrada Família Nº 5 C Natal e Sagrada Família Esta semana celebramos nascimento de Jesus, no dia de Natal e depois a festa da Sagrada Família. A Sagrada Família é composta por Maria, José e o Menino Jesus. A Sagrada

Leia mais

PLUFT, O FANTASMINHA

PLUFT, O FANTASMINHA PERSONAGENS: Sebastião marinheiro - Julião - marinheiro - João marinheiro - Mãe Fantasma - Pluft, o fantasminha - Gerúndio - tio do Pluft - Perna de Pau - marinheiro pirata - Maribel - menina - (Entram

Leia mais

Versão SIMPLIFICADA Leitura Fácil

Versão SIMPLIFICADA Leitura Fácil O Principezinho De Antoine De Saint Exupéry Versão SIMPLIFICADA Leitura Fácil Adaptação e revisão de texto Judite Vieira e Maria da Luz Simão Escola Secundária Afonso Lopes Vieira Leiria PLIP003 www.plip.ipleiria.pt

Leia mais

Era uma tarde quente de verão e todos obedeciam à rotina diária. O labrador Mozart, chefe da matilha e cão mais velho, descansa suas pernas

Era uma tarde quente de verão e todos obedeciam à rotina diária. O labrador Mozart, chefe da matilha e cão mais velho, descansa suas pernas Era uma tarde quente de verão e todos obedeciam à rotina diária. O labrador Mozart, chefe da matilha e cão mais velho, descansa suas pernas doloridas, mas permanece atento a tudo o que acontece: ele é

Leia mais

1ª semana do Advento Reino Mineral

1ª semana do Advento Reino Mineral 1ª semana do Advento Reino Mineral Presépio: pano azul, Maria, Anjo, algumas estrelas, e o caminho de velas (contar quantos dias exatos tem do primeiro domingo do advento até o dia 24. Nem sempre darão

Leia mais

Que Nevão! Teresa Dangerfield

Que Nevão! Teresa Dangerfield Que Nevão! Teresa Dangerfield Que Nevão! Teresa Dangerfield Mamã, Mamã, está tudo branquinho lá fora! gritou o Tomás muito contente assim que se levantou e espreitou pela janela. Mariana, vem ver depressa!

Leia mais

O PROPÓSITO DO NATAL. Hoje na cidade de Davi, lhes nasceu o Salvador... Lucas 2.11

O PROPÓSITO DO NATAL. Hoje na cidade de Davi, lhes nasceu o Salvador... Lucas 2.11 Série: Um Natal de esperança Mensagem: O propósito do Natal (03/04). Introdução: Nesta série temos lembrado que o Natal é fruto de uma promessa de esperança ao nosso mundo, promessa feita pelos profetas

Leia mais

Apreciação Apreciação, Página 1

Apreciação Apreciação, Página 1 Apreciação! Apreciação, Página 1 O que é que fazem que é tão único? O que é que nós, como seres humanos, fazemos mesmo, mesmo bem? A coisa espantosa é que não pensamos assim. Não pensamos: "Qual é a minha

Leia mais

PONTOS DE XANGÔ. XANGÔ CAÔ Sr Jacób. EM CIMA DAQUELA PEDREIRA TEM UM LIRIO QUE É DE XANGÔ Bis XANGÔ, CAÔ CAÔ, CABESCILE XANGÔ DE AGODO...

PONTOS DE XANGÔ. XANGÔ CAÔ Sr Jacób. EM CIMA DAQUELA PEDREIRA TEM UM LIRIO QUE É DE XANGÔ Bis XANGÔ, CAÔ CAÔ, CABESCILE XANGÔ DE AGODO... PONTOS DE XANGÔ XANGÔ CAÔ Sr Jacób EM CIMA DAQUELA PEDREIRA TEM UM LIRIO QUE É DE XANGÔ Bis XANGÔ, CAÔ CAÔ, CABESCILE XANGÔ DE AGODO... SAUDAÇÃO A XANGÔ CAÔ ELE É O NOSSO PAI NA ARUANDA MALEME, MALEME

Leia mais

O Amor se resume em se sentir bem, especial, incrivelmente Feliz. Um estado espiritual destinado a trazer muitas coisas boas. As vezes ele existe em

O Amor se resume em se sentir bem, especial, incrivelmente Feliz. Um estado espiritual destinado a trazer muitas coisas boas. As vezes ele existe em O Amor O Amor se resume em se sentir bem, especial, incrivelmente Feliz. Um estado espiritual destinado a trazer muitas coisas boas. As vezes ele existe em ter alguém por perto ou fazer algo que goste.

Leia mais

2 TU-AFETIVIDADE E SEXUALIDADE. Meus primeiros amores. Na construção do amor

2 TU-AFETIVIDADE E SEXUALIDADE. Meus primeiros amores. Na construção do amor E acima de tudo isto, o amor, que é vínculo da unidade perfeita. Col. 3,1 1 E acima de tudo isto, o amor, que é vínculo da unidade perfeita. Col 3,1 Te convidamos para ler estas histórias... Um homem de

Leia mais

3ª FEIRA 19 DE SETEMBRO. Não Temas! Estou Contigo

3ª FEIRA 19 DE SETEMBRO. Não Temas! Estou Contigo : 3ª FEIRA 19 DE SETEMBRO Não Temas! Estou Contigo Bom dia! Agora que as apresentações já foram feitas, as regras estabelecidas e os materiais preparados está na hora de colocarmos mãos à obra. Vai ser

Leia mais

Título: Poemas da verdade e da mentira. Autor: Luísa Ducla Soares. Ilustação: Ana Cristina Inácio. Edição original: Livros Horizonte, 2005

Título: Poemas da verdade e da mentira. Autor: Luísa Ducla Soares. Ilustação: Ana Cristina Inácio. Edição original: Livros Horizonte, 2005 Título: Poemas da verdade e da mentira Autor: Luísa Ducla Soares Ilustação: Ana Cristina Inácio Edição original: Livros Horizonte, 2005 Edição: Serviço das Bibliotecas do Agrupamento de Escolas Finisterra-

Leia mais

Introdução ATIVIDADES DE ARTE. Atividades para crianças de 3 anos Pincéis naturais... 13

Introdução ATIVIDADES DE ARTE. Atividades para crianças de 3 anos Pincéis naturais... 13 Sumário Introdução... 11 ATIVIDADES DE ARTE Pincéis naturais... 13 Limpeza de praia!... 14 Tesouros naturais... 15 Papel reciclado colorido... 16 Balões como a Terra... 17 Brincadeira do Dia da Terra...

Leia mais

O Melhor presente de Natal

O Melhor presente de Natal O Melhor presente de Natal This ebook is distributed under Creative Common License 3.0 http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/3.0/ You are free to copy, distribute and transmit this work under the

Leia mais

No princípio Deus criou o céu e a terra

No princípio Deus criou o céu e a terra No princípio Deus criou o céu e a terra No início Deus criou céu e terra. Ele sempre pensou em todos nós e impulsionado pelo seu grande amor, Deus quis criar o mundo. Como um pai e uma mãe que preparam

Leia mais

Roteiro: Kelson s, O lugar onde vivo.

Roteiro: Kelson s, O lugar onde vivo. Roteiro: Kelson s, O lugar onde vivo. SINOPSE: Kelson s : O Lugar onde Vivo Relato de quatro meninos de uma comunidade de baixa renda do Rio de Janeiro, falando a um entrevistador, do lugar onde vivem.

Leia mais

A fé. Deus. acredita em. Porque é que. Se algumas pessoas não acreditam. nem toda a gente

A fé. Deus. acredita em. Porque é que. Se algumas pessoas não acreditam. nem toda a gente A fé Porque é que nem toda a gente acredita em Deus? A fé Se algumas pessoas não acreditam em Deus, é talvez porque ainda não encontraram crentes felizes que tivessem vontade de dar testemunho da sua fé.

Leia mais

5. O que há debaixo da terra?

5. O que há debaixo da terra? 5. O que há debaixo da terra? 2 Muno e o mundo subterrâneo No conto que a professora leu hoje, uma menina muito curiosa chamada Alice entra por uma floresta adentro quando persegue um coelho que tem uma

Leia mais

*PRECCI* Programa de Evangelização e Catequese Católico InfantoJuvenil TiaJane. Roteiro

*PRECCI* Programa de Evangelização e Catequese Católico InfantoJuvenil TiaJane. Roteiro Personagens: J- TIA JANE B- Anjo BENTINHO P- PEDRINHO C- CLARINHA Be- Bebel Roteiro J- É ano novo lalaia, é ano novo lalaia! Vou deixar tudo bonito pra esperar o menino Jesus que vai nascer!!! (cantando

Leia mais

A FLORESTA MAGICALÍCIA

A FLORESTA MAGICALÍCIA A FLORESTA MAGICALÍCIA A FLORESTA MAGICALÍCIA Existe uma floresta no nosso país, que é mágica, onde todos os animais, frutos e plantas falam. Como é habitual, aos sábados a noite, todos se reúnem a volta

Leia mais

Aos Poetas. Que vem trazer esperança a um povo tristonho, Fazendo os acreditar que ainda existem os sonhos.

Aos Poetas. Que vem trazer esperança a um povo tristonho, Fazendo os acreditar que ainda existem os sonhos. Aos Poetas Venho prestar homenagem a uma grande nação, Que são os nossos poetas que escrevem com dedicação, Os poemas mais lindos e que por todos são bemvindos, Que vem trazer esperança a um povo tristonho,

Leia mais

Pensamento Positivo. Pr. Rodrigo Moraes

Pensamento Positivo. Pr. Rodrigo Moraes Pensamento Positivo Pr. Rodrigo Moraes Pensamento Positivo Pastor Rodrigo Moraes Igreja Nova Aliança Ministério Atraindo Vidas Para Deus - AVD 2015 Prefácio Esta é uma obra com o intuito de mostrar com

Leia mais

PROVA DE LÍNGUA PORTUGUESA

PROVA DE LÍNGUA PORTUGUESA S.I. DE CHAVILLE JUNHO 2009/ JUIN 2009 PROVA DE LÍNGUA PORTUGUESA EPREUVE DE LANGUE PORTUGAISE 6 ème- IDENTIFICAÇÃO (A preencher pelo aluno) Nome do aluno: Data de nascimento: Nacionalidade: Morada: Nome

Leia mais

A ESTRELINHA DO MAR. Rosa Maria Teixeira da Cruz. Rui Mendes Oliveira. texto. ilustração

A ESTRELINHA DO MAR. Rosa Maria Teixeira da Cruz. Rui Mendes Oliveira. texto. ilustração A ESTRELINHA DO MAR texto Rosa Maria Teixeira da Cruz ilustração Rui Mendes Oliveira Há, nas profundezas do mar, um sítio tão especial e tão belo que se torna quase impossível poder descrevê-lo com exatidão.

Leia mais

Caderno 1 GRUPO I. Prova Modelo de Português. Ouve atentamente a gravação e segue as instruções que te são dadas.

Caderno 1 GRUPO I. Prova Modelo de Português. Ouve atentamente a gravação e segue as instruções que te são dadas. 4 Prova Modelo de Português Nome: Data: / / Caderno 1 GRUPO I Ouve atentamente a gravação e segue as instruções que te são dadas. 1. Na história há três personagens. Uma delas é uma, que se chama Paulina.

Leia mais

Amarelinho splash não tinha forma. Nem mesmo a forma de uma gema de ovo quando ai! se espalha desastradamente pelo chão da cozinha.

Amarelinho splash não tinha forma. Nem mesmo a forma de uma gema de ovo quando ai! se espalha desastradamente pelo chão da cozinha. Era uma vez um homem que nascera para sábio. Ora, às vezes, tal facto aborrecia o muito. Sempre com o nariz enfiado em livros velhos, sempre a escrevinhar relatórios para enviar aos outros sábios que moravam

Leia mais

POR QUE CADA UM NÃO PODE SER COMO QUER SER?

POR QUE CADA UM NÃO PODE SER COMO QUER SER? ra uma vez um príncipe que se sentia errado e uma princesa que queria ser errante. Mas a mãe da princesa desejava que ela fosse a maior princesa de todos os tempos: frágil e tímida à espera de seu príncipe

Leia mais

separação separacao_miolo_v8.indd 1 4/13/16 2:13 PM

separação separacao_miolo_v8.indd 1 4/13/16 2:13 PM separação separacao_miolo_v8.indd 1 separacao_miolo_v8.indd 2 Luciano Trigo separação separacao_miolo_v8.indd 3 separacao_miolo_v8.indd 4 minha filha cresce minha filha cresce e consome impaciente os últimos

Leia mais

01- A partir do texto, responda: a) Como eram os brinquedos no tempo em que Rachel de Queiroz era criança? R.:

01- A partir do texto, responda: a) Como eram os brinquedos no tempo em que Rachel de Queiroz era criança? R.: PROFESSOR: EQUIPE DE HISTÓRIA E GEOGRAFIA BANCO DE QUESTÕES - HISTÓRIA E GEOGRAFIA 2 ANO - ENSINO FUNDAMENTAL ========================================================================== No texto a seguir,

Leia mais

Em um feriado, a família do Fernando resolveu dar uma volta no parque, em uma cidadezinha no interior. Muitas coisas interessantes

Em um feriado, a família do Fernando resolveu dar uma volta no parque, em uma cidadezinha no interior. Muitas coisas interessantes Em um feriado, a família do Fernando resolveu dar uma volta no parque, em uma cidadezinha no interior. Muitas coisas interessantes aconteceram. Vamos ver o que houve? Vovô! Chegamos, finalmente! Eu já

Leia mais

SAPO QUENTÃO LÁ VEM O SAPO, SAPO, SAPO, QUE NADAVA NO RIO, NO RIO, NO RIO, COM SEU TRAJE VERDE, VERDE, VERDE, QUE MORRIA DE FRIO, DE FRIO, DE FRIO.

SAPO QUENTÃO LÁ VEM O SAPO, SAPO, SAPO, QUE NADAVA NO RIO, NO RIO, NO RIO, COM SEU TRAJE VERDE, VERDE, VERDE, QUE MORRIA DE FRIO, DE FRIO, DE FRIO. SAPO QUENTÃO LÁ VEM O SAPO, SAPO, SAPO, QUE NADAVA NO RIO, NO RIO, NO RIO, COM SEU TRAJE VERDE, VERDE, VERDE, QUE MORRIA DE FRIO, DE FRIO, DE FRIO. A DONA SAPA, SAPA, SAPA, LHE EMPRESTOU UM ROUPÃO, ROUPÃO,

Leia mais

Suplemento do Professor. Superligado. Elaborado pelas autoras. Cassiana Pizaia Rima Awada Rosi Vilas Boas. Ilustrações de.

Suplemento do Professor. Superligado. Elaborado pelas autoras. Cassiana Pizaia Rima Awada Rosi Vilas Boas. Ilustrações de. Suplemento do Professor Superligado Elaborado pelas autoras Cassiana Pizaia Rima Awada Rosi Vilas Boas Ilustrações de Thiago Lopes Sobre a coleção A Coleção Crianças na Rede foi desenvolvida especialmente

Leia mais

as pessoas do mundo. Ele fez isso porque nos ama Nome muito. Devemos ser gratos a ele por nos criar e cuidar de Classe

as pessoas do mundo. Ele fez isso porque nos ama Nome muito. Devemos ser gratos a ele por nos criar e cuidar de Classe Olá, amiguinho, É com muita alegria que vamos iniciar mais um período de estudos. E será muito interessante. Nós preparamos muita coisa legal e divertida para você fazer. A sua revista está cheia de histórias

Leia mais

Simpatia para o amor

Simpatia para o amor Simpatia para o amor Essa simpatia e para um novo amor Requesito para a simpatia Dia 13/06 Hora As 18:00 O que se espera Para encontrar um novo amor. Materiais para a simpatia *Uma imagem de Santo Antonio

Leia mais

Leitura: Rom 8, 8-11 Carta de S. Paulo aos Romanos

Leitura: Rom 8, 8-11 Carta de S. Paulo aos Romanos Acreditai! Nos amigos confiamos plenamente! Sabemos que jamais nos enganarão e que estarão presentes sempre que deles precisarmos. Nos amigos nós acreditamos: temos a garantia de que querem a nossa alegria.

Leia mais

HINÁRIO. Chico Corrente O SIGNO DO TEU ESTUDO. 01 O SIGNO DO TEU ESTUDO

HINÁRIO. Chico Corrente O SIGNO DO TEU ESTUDO.  01 O SIGNO DO TEU ESTUDO HINÁRIO O SIGNO DO TEU ESTUDO Tema 2012: Flora Brasileira Esponjinha (Stifftia fruticosa) Chico Corrente 1 www.hinarios.org 2 01 O SIGNO DO TEU ESTUDO O signo do teu estudo Estou aqui para te dizer Estou

Leia mais

Essa história aconteceu há

Essa história aconteceu há O HOMEM DO SACO Essa história aconteceu há mais de vinte anos, num dia nublado. Perfeito para Josué, Mateus, Antonia e Frederico começarem o dia colocando o plano combinado em ação. Estavam de férias,

Leia mais

A galinha. Dona Gertrudes

A galinha. Dona Gertrudes A galinha da Dona Gertrudes Aquele jornalista das perguntas, que já conhecem, foi entrevistar uma galinha, mas uma galinha especial. Propunha-se a cacarejante criatura entrar para o Guinness, o livro dos

Leia mais

A Galinha que criava um ratinho

A Galinha que criava um ratinho SOCIEDADE MINEIRA DE CULTURA Mantenedora da PUC Minas e do COLÉGIO SANTA MARIA UNIDADE: DATA: 03 / / 0 III ETAPA AVALIAÇÃO ESPECIAL DE LÍNGUA PORTUGUESA.º ANO/EF ALUNO(A): N.º: TURMA: PROFESSOR(A): VALOR:

Leia mais

A lei da semeadura. Não erreis: Deus não se deixa escarnecer; porque tudo o que o homem semear, isso também ceifará. Gálatas 6:7

A lei da semeadura. Não erreis: Deus não se deixa escarnecer; porque tudo o que o homem semear, isso também ceifará. Gálatas 6:7 A lei da semeadura Não erreis: Deus não se deixa escarnecer; porque tudo o que o homem semear, isso também ceifará. Gálatas 6:7 Plantar e colher. COLHEITA. 1. Só semeia quem tem sonho, quem tem visão.

Leia mais

Transcrição da Entrevista

Transcrição da Entrevista Transcrição da Entrevista Entrevistadora: Valéria de Assumpção Silva Entrevistada: Praticante Sonia Local: Núcleo de Arte Nise da Silveira Data: 5 de dezembro de 2013 Horário: 15:05 Duração da entrevista:

Leia mais

Fui à biblioteca tentar escolher. Um bom livro para ler. Mas era difícil descobrir. Aquele que me ia surpreender! Desisti da ideia de procurar

Fui à biblioteca tentar escolher. Um bom livro para ler. Mas era difícil descobrir. Aquele que me ia surpreender! Desisti da ideia de procurar Fui à biblioteca tentar escolher Um bom livro para ler Mas era difícil descobrir Aquele que me ia surpreender! Desisti da ideia de procurar E vim cá para fora brincar. Os meus amigos riam-se de mim E eu

Leia mais

DISCIPLINAS ESPIRITUAIS

DISCIPLINAS ESPIRITUAIS EBD DE FÉRIAS MANUAL DO ALUNO JANEIRO - MARÇO DISCIPLINAS ESPIRITUAIS AULA 2 - SOLITUDE Meu conselho a vocês é simples e direto: prossigam com o que receberam, e vocês receberam Cristo Jesus, o Senhor.

Leia mais

OS FILHOS DE CEVA Lição 66

OS FILHOS DE CEVA Lição 66 OS FILHOS DE CEVA Lição 66 1 1. Objetivos: Ensinar que os feiticeiros, ao verem o poder de Jesus, se arrependeram e queimaram os livros de feitiçaria. Isto queria dizer que nunca mais iam praticar a feitiçaria

Leia mais

IMPORTANTE: Este livro é recomendado para pessoas solteiras. Caso você seja louco comprometido e coloque em prática essas dicas, que seja com seu parc

IMPORTANTE: Este livro é recomendado para pessoas solteiras. Caso você seja louco comprometido e coloque em prática essas dicas, que seja com seu parc IMPORTANTE: Este livro é recomendado para pessoas solteiras. Caso você seja louco comprometido e coloque em prática essas dicas, que seja com seu parceiro(a). O Guia dos Solteiros não se responsabiliza

Leia mais

1. OUÇAM A PRIMAVERA!

1. OUÇAM A PRIMAVERA! 1. OUÇAM A PRIMAVERA! Na Mata dos Medos há uma pequena clareira dominada por um pinheiro-manso 1 muito alto. É o largo do Pinheiro Grande. Um pássaro que por lá passarou pôs-se a cantar e acordou o Ouriço,

Leia mais

Francisco Anacleto Barros Fidelis de Moura. 40 Anos. 29 de Abril de Anos

Francisco Anacleto Barros Fidelis de Moura. 40 Anos. 29 de Abril de Anos Francisco Anacleto Barros Fidelis de Moura 40 Anos 29 de Abril de 2016 40 Anos Louro Neste dia tão importante em sua vida, eu e seu pai selecionamos algumas fotos e documentos que dizem respeito à sua

Leia mais

Reza! como o Papa Francisco!

Reza! como o Papa Francisco! Reza! 2ª feira, 23 de novembro: O polegar reza por quem está mais próximo! O Papa Francisco, conhecem? Aquele que está ali na imagem, Ele disse-nos uma vez que podemos usar a nossa mão, os nossos dedos

Leia mais

A Boneca de Porcelana

A Boneca de Porcelana A Boneca de Porcelana Uma garota muito triste tinha acabado de se mudar para uma nova cidade e as coisas estavam dificil para ela,a uma semana ela tinha perdido seu querido cachorro Francisco,na escola

Leia mais

Bombeiros... Uma filosofia de vida!

Bombeiros... Uma filosofia de vida! Bombeiros... Uma filosofia de vida! A história que vocês irão ler já é conhecida de muitos. Ela foi publicada na Revista Bombeiros em Emergência nº 19 SP, está em muitos sites especializados, já foi lida

Leia mais

Os vinhateiros. Referência Bíblica: Mateus

Os vinhateiros. Referência Bíblica: Mateus Os vinhateiros Referência Bíblica: Mateus 20. 1-16 Introdução: O que é de fato o Reino de Deus começa Jesus a explicar, circundado por muita gente que o escuta atentamente... Um senhor era dono de uma

Leia mais

Walter e Olivia são dois escoteiros muito espertos, que hoje estão indo para uma aventura na Praia. Walter está muito animado: - Não vejo a hora de

Walter e Olivia são dois escoteiros muito espertos, que hoje estão indo para uma aventura na Praia. Walter está muito animado: - Não vejo a hora de Walter & Olive Walter e Olivia são dois escoteiros muito espertos, que hoje estão indo para uma aventura na Praia. Walter está muito animado: - Não vejo a hora de chegar e "pegar jacaré". - Eu quero tomar

Leia mais

01- Quantas vezes Rita foi até a janela para tirar fotografias? R.: 02- Quantas pessoas ela fotografou de cada vez? R.: Página 1 de 9 29/09/16 16:41

01- Quantas vezes Rita foi até a janela para tirar fotografias? R.: 02- Quantas pessoas ela fotografou de cada vez? R.: Página 1 de 9 29/09/16 16:41 PROFESSOR: EQUIPE DE MATEMÁTICA BANCO DE QUESTÕES - MATEMÁTICA - 3º ANO - ENSINO FUNDAMENTAL ================================================================= RITA Rita, menina esperta e curiosa, vivia

Leia mais

OndJakI. a menina das cinco tranças. Ilustrações de Joana Lira

OndJakI. a menina das cinco tranças. Ilustrações de Joana Lira OndJakI a menina das cinco tranças Ilustrações de Joana Lira Copyright do texto 2004 by Ondjaki e Editorial Caminho S.a., Lisboa Copyright das ilustrações 2010 by Joana Lira Edição apoiada pela direcção-geral

Leia mais

Aos Jovens. Não ameis o mundo, nem as coisas do mundo 1 Jo 2,15. Josemar do Nascimento

Aos Jovens. Não ameis o mundo, nem as coisas do mundo 1 Jo 2,15. Josemar do Nascimento Aos Jovens Não ameis o mundo, nem as coisas do mundo 1 Jo 2,15 Josemar do Nascimento São Paulo 2017 Sumário Meu alimento... 7 Qual é o evangelho segundo você?... 9 Ser jovem não é nada fácil!... 10 Por

Leia mais

Uma Aventura Fantástica

Uma Aventura Fantástica Uma Aventura Fantástica Koziołek Matołek Salta-Pocinhas Platero Polónia, Portugal e Espanha Era uma vez um burro chamado Platero que vivia no sul de Espanha. Platero tinha um amigo chamado Salta-Pocinhas.

Leia mais

ndice Um Piquenique de Anivers ário 9 A Caminho do Reino Secreto! 25 Um Feiti, co Malvado 43 Elfos Batoteiros! 59 Mais Traquinices!

ndice Um Piquenique de Anivers ário 9 A Caminho do Reino Secreto! 25 Um Feiti, co Malvado 43 Elfos Batoteiros! 59 Mais Traquinices! ndice Um Piquenique de Anivers ário 9 A Caminho do Reino Secreto! 25 Um Feiti, co Malvado 43 Elfos Batoteiros! 59 Mais Traquinices! 71 Tempo de Avalia,c~ao 81 Detenham Aquele Elfo! 99 Um Piquenique de

Leia mais

Bando das Cavernas. Ruby: Como a sua melhor qualidade é o bom senso, é ela quem, na maioria dos casos, põe ordem no bando.

Bando das Cavernas. Ruby: Como a sua melhor qualidade é o bom senso, é ela quem, na maioria dos casos, põe ordem no bando. Bando das Cavernas Tocha: Na escola tem fama de saber acender uma fogueira, embora nunca ninguém o tenha visto fazer tal proeza. Ruby: Como a sua melhor qualidade é o bom senso, é ela quem, na maioria

Leia mais

Introdução a fotografia

Introdução a fotografia UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO NORTE PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSA DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA SUBPROJETO GEOGRAFIA/CERES Introdução a fotografia Caicó-RN, 2012 * Qual a importância da fotografia

Leia mais

QUANDO A VIDA NOS ENSINA A AMAR!

QUANDO A VIDA NOS ENSINA A AMAR! QUANDO A VIDA NOS ENSINA A AMAR! Se a cada passo nos aproximamos de onde queremos, a cada aprimoramento do sentimento, nos aproximamos do amor, e é na convivência que ele se torna verdadeiramente capaz

Leia mais

como começar aprenda como fazer craft em feltro de um jeito fácil e divertido!

como começar aprenda como fazer craft em feltro de um jeito fácil e divertido! como começar aprenda como fazer craft em feltro de um jeito fácil e divertido! pra você, com carinho do aqui você vai encontrar: os materiais básicos para fazer arte em feltro os principais pontos de costura

Leia mais

A HISTÓRIA DE JONAS Lição Objetivos: Ensinar que devemos obedecer na primeira vez que sou mandada.

A HISTÓRIA DE JONAS Lição Objetivos: Ensinar que devemos obedecer na primeira vez que sou mandada. A HISTÓRIA DE JONAS Lição 66 1 1. Objetivos: Ensinar que devemos obedecer na primeira vez que sou mandada. 2. Lição Bíblica: Jonas 1 a 4 (Base bíblica para a história o professor) Versículo para decorar:

Leia mais

CECÍLIA MEIRELLES CIRANDA CULTURAL 2º ANO A/2011 CIRANDA CULTURAL_POEMAS

CECÍLIA MEIRELLES CIRANDA CULTURAL 2º ANO A/2011 CIRANDA CULTURAL_POEMAS CECÍLIA MEIRELLES 1901-1964 CIRANDA CULTURAL_POEMAS 2º ANO A/2011 CIRANDA CULTURAL 2º ANO A/2011 ILUSTRADORES: AILA, ANA LUIZA VIANNA, LIVIA MARIA, VITÓRIA Uma Palmada Bem Dada Cecília Meireles É a menina

Leia mais

Depois, levou os filhotes para o pátio do castelo. Todos parabenizaram a pata: a sua ninhada era realmente bonita... Exceto um: o patinho das penas

Depois, levou os filhotes para o pátio do castelo. Todos parabenizaram a pata: a sua ninhada era realmente bonita... Exceto um: o patinho das penas O patinho feio A mamãe pata havia feito um ninho no meio da folhagem, perto do velho castelo. Finalmente, após longa espera, os ovos se abriram, um após o outro, e surgiram patinhos amarelos. Porém, de

Leia mais

MATEMÁTICA. Data de Nascimento do estudante

MATEMÁTICA. Data de Nascimento do estudante SAEMI SISTEMA DE AVALIAÇÃO EDUCACIONAL MUNICIPAL DO IPOJUCA 2014 MATEMÁTICA 3º ano do Ensino Fundamental Caderno M0303 Nome do estudante Data de Nascimento do estudante Caro(a) estudante, Você está participando

Leia mais