DIAGNÓSTICO DA UTILIZAÇÃO DAS TECNOLOGIAS DE INFORMAÇÃO (TI) EM MICRO/PEQUENAS INDÚSTRIAS DE CONFECÇÕES DO SUDOESTE DE MINAS GERAIS

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "DIAGNÓSTICO DA UTILIZAÇÃO DAS TECNOLOGIAS DE INFORMAÇÃO (TI) EM MICRO/PEQUENAS INDÚSTRIAS DE CONFECÇÕES DO SUDOESTE DE MINAS GERAIS"

Transcrição

1 DIAGNÓSTICO DA UTILIZAÇÃO DAS TECNOLOGIAS DE INFORMAÇÃO (TI) EM MICRO/PEQUENAS INDÚSTRIAS DE CONFECÇÕES DO SUDOESTE DE MINAS GERAIS Elaine Maria dos Santos (CEFET-PR/UNICENTRO) Aluna Especialização Luciano Scanderali (CEFET-PR) Professor Titular Vicente Toniolo Zander (CEFET-PR) Aluno Especialização Isaura Alberton de Lima Professora Titular Resumo O presente estudo tem como objetivo diagnosticar a utilização das tecnologias de informação em micro/pequenas indústrias de confecções, localizados no sudoeste de Minas Gerais. Escolheu-se aleatoriamente oito indústrias de confecções, as quais responderam um questionário. Os resultados foram tabulados e analisados. Trata-se de uma pesquisa de campo; descritiva em função dos objetivos; de natureza aplicada e quantitativa considerando o problema. Os questionários foram respondidos pelos gestores e/ou gerentes. Concluiu-se que as indústrias de confecções estão iniciando o processo de informatização, possuem um número relativamente baixo de computadores em virtude do tempo de atividade no mercado. Os serviços de TI são integralmente terceirizados, em função do custo. Todas as indústrias dispõem de internet, o que naturalmente possibilita conhecer e avançar em novos mercados. Utilizam um sistema que é 100% licenciado, embora, os aplicativos sejam parcialmente licenciados. A prática de software livre é pouco usual. Considerando o curto período de informatização das indústrias de confecções observou-se que as mesmas possuem uma estrutura de TI que as atendem, apesar de muitas vezes, por falta de pessoal capacitado e/ou treinamento adequado subtiliza os recursos da informatização. Com isto, desperdiçam a oportunidade de criar um diferencial frente a seus competidores. Palavras-chave: Perfil da TI; indústrias de confecções; micro e pequenas empresas. Introdução Atualmente, vive-se em uma sociedade baseada na informação e no conhecimento, e isto naturalmente gera uma transformação na forma de gerir os negócios, pois existe uma crescente competitividade. Diante de tantas mudanças e desafios, a informação torna-se ferramenta fundamental não só para o crescimento, mas também para a sobrevivência das organizações, pois possibilita respostas rápidas para a tomada de decisões. A tecnologia de informação (TI) vem num acelerado processo de crescimento e com significativa redução no custo, possibilitando transformações na forma de buscar novos negócios, na forma de trabalhar, na forma de estudar e na forma de viver.

2 Apesar da notória importância da TI nas organizações, não basta apenas coletar e armazenar dados. É essencial transformá-los em informações relevantes ao processo de gestão estratégica. Logo, para o sucesso e a viabilidade de seu emprego, principalmente no ambiente das micro e pequenas empresas, é necessário utilizar uma ferramenta que forneça respostas rápidas, de maneira simples e mais econômica possível, uma vez que os micros e pequenos empresários, em sua maioria, enfrentam a concorrência totalmente despreparados, sem conhecerem o mercado, seus concorrentes, as fontes de informação disponíveis... A TI tornou-se inevitável em praticamente todos os setores da empresa moderna, já que seu uso eficiente pode gerar um diferencial que agrega valor ao produto, ao processo e/ou ao serviço, garantindo melhor desempenho na competitividade. Neste contexto, o presente estudo tem como objetivo conhecer e diagnosticar o perfil da informatização de micro/pequenas indústrias de confecções. Metodologia Para realização deste estudo, foram selecionadas aleatoriamente oito micro/pequenas indústrias de confecções, localizadas no Sudoeste de Minas Gerais. Foram entregues os questionários para cada uma das empresas e realizado os esclarecimentos necessários quanto ao preenchimento do mesmo. Os resultados foram tabulados e analisados. Trata-se de uma pesquisa survey; de natureza aplicada, quantitativa em função do problema e descritiva de acordo com os objetivos. Os questionários foram respondidos pelos gestores e/ou gerentes das indústrias de confecções. As indústrias pesquisadas serão referenciadas respectivamente por E1, E2, E3, E4, E5, E6, E7 e E8. O Papel da Tecnologia da Informação (TI) nas Organizações A tecnologia da informação (TI) vem exercendo um papel fundamental em qualquer área de atividade organizacional neste inicio de século. Este movimento está provocando no mundo inteiro importantes transformações no ambiente organizacional das empresas, afetando diretamente a formulação das suas estratégias e negócios. Neste cenário, entende-se por tecnologias de informação o complexo tecnológico que envolve computadores, softwares, redes de comunicação eletrônica, públicas e privadas e rede digital de serviços, tecnologias de telecomunicações, protocolos de transmissão de dados e outros serviços (MARCOVITCH,1997). Assim, o propósito básico deste aparato é ajudar a empresa a alcançar seus objetivos pelo uso eficiente dos recursos disponíveis, possibilitando aumentar a vantagem competitiva e ampliar a sua capacidade de obter informações internas e externas. Mas para que isso aconteça na prática, é preciso que o corpo gestor saiba tirar proveito das ferramentas e recursos informacionais disponíveis, demonstrando a capacidade de identificar e aplicar as informações necessárias para gerir os negócios empresariais em nível estratégico (BEAL, 2001).

3 É evidente que uma das maiores dificuldades encontradas pelas micro e pequenas empresas é obter informações sobre os ambientes internos e externos, os quais são imprescindíveis à tomada de decisões. Por isso, Rezende (2001) afirma que, como as organizações estão atualmente enfrentando um mercado competitivo, globalizante e turbulento, elas necessitam de informações oportunas e conhecimentos personalizados para efetivamente auxiliar sua gestão de forma inteligente. Neste contexto, observa-se que inúmeros empresários utilizam a tecnologia da informação como suporte ao negócio, demonstrando que esta tecnologia tem lugar no setor das empresas de pequeno porte sendo necessário oferecer soluções de acordo com a necessidade do segmento. Os pequenos negócios precisam de aplicações que facilitem o dia-a-dia e ajudem a incrementar a produtividade de forma concreta ou mesmo a enxergar novas perspectivas de negócio, mas com a mínima mobilização de ativos tecnológicos e sem a perturbação cultural que as grandes revoluções provocam (FIRMINO, 2003). Destaca-se que, embora as micro e pequenas empresas estejam visualizando como a tecnologia da informação pode ser útil, ainda não conseguiram uma efetiva análise dos custos, dos benefícios mensuráveis, dos resultados esperados, da realidade econômicofinanceira, além do ambiente organizacional da empresa como forma de adequação a TI. No entanto, (PRATES, SARAIVA e CAMINITI, 2003) ressaltam que os benefícios oriundos da TI estão relacionados com a melhoria de compreensão das funções produtivas, principalmente o aumento da satisfação do usuário, em melhoria de controles dada pelo aumento de velocidade de resposta. O Perfil da TI no contexto das indústrias de confecções Foram pesquisadas oito micro/pequenas indústrias do ramo de confecções de uma cidade localizada no Sudoeste de Minas Gerais. Esta cidade teve nos últimos cinco anos destaque especial em função do significativo aumento no número de indústrias de confecções, o que conseqüentemente aumentou o número de empregos ofertados e arrecadação de impostos, melhorando a qualidade de vida das pessoas e a renda per capta. Tempo de atividade e número de funcionários As indústrias pesquisadas apresentam um tempo médio de atividade de 16,7 anos, variando de 1,6 a 25 anos de atividade no mercado. Estes dados mostram que as indústrias de confecções daquela região têm superado a fase crítica de mortalidade que é até 3 anos de vida, conforme SEBRAE (2005).

4 Tempo de Atividade Total % Até 5 anos 01 12,5 De 6 a 10 anos 00 - De 11 a 20 anos Acima de 20 anos 03 37,5 TABELA 01 - TEMPO DE ATIVIDADE DAS INDÚSTRIAS DE CONFECÇÕES Pelo critério de porte, baseado em número de empregados, segundo o SEBRAE (2005), as indústrias são classificadas em: ME (Microempresa): até 19 empregados; PE (Pequena Empresa): de 20 a 99 empregados. Com esta referência, 25% das indústrias pesquisadas são consideradas microempresas e 75% pequenas empresas, conforme Tabela 02. Número de funcionários Total % Até De 20 a ,5 De 41 a De 61 a ,5 TABELA 02 - NÚMERO DE FUNCIONÁRIOS DAS INDÚSTRIAS DE CONFECÇÕES A informatização das indústrias de confecções De acordo com a Tabela 03 observa-se que 50% das indústrias possuem até 4 microcomputadores, já 37,5% possuem de 5 a 9. Estes dados mostram que as indústrias estão iniciando seu processo de informatização. Entretanto, nenhuma indústria possui computador(es) novo(s), ou seja, com até 1 ano de vida, pois, 62,5% dos computadores possuem mais de 3 anos e 37,5 % de 1 a 3 anos. Número de computadores Total % De 1 a De 5 a ,5 De 10 a Acima de ,5 TABELA 03 NÚMERO DE COMPUTADORES

5 Nº de funcionários da empresa Nº total de computadores na empresa FONTE: DADOS ORGANIZADOS PELOS AUTORES GRÁFICO 01 - RELAÇÃO Nº DE COMPUTADORES X Nº DE FUNCIONÁRIOS Analisando as tabelas 02 e 03 juntamente com o gráfico 01, pode-se observar que 25% das empresas com até 19 funcionários possuem até 3 computadores; 37,5% das indústrias com 20 a 40 funcionários possuem em média 5 computadores. As indústrias com 41 a 60 funcionários (25%) possuem em média 6,5 computadores; já a indústria com mais de 60 funcionários possui 19 computadores. Através da análise da Tabela 04 verifica-se o número de impressoras disponíveis nas indústrias de confecções, sendo que a maior concentração de uso está na impressora matricial e jato de tinta com 87,5% e o restante distribuído entre laser e outros tipos (ex. Plotter). Número de impressoras Total % De 1 a De 4 a ,5 Acima de ,5 TABELA 04 NÚMERO DE IMPRESSORAS Dentre as indústrias pesquisadas, 50% delas utilizam software livre. Sendo que o sistema operacional predominante é o Windows.X com 100% de uso, apenas 12,5% utiliza Linux, mas associado ao Windows. Os softwares aplicativos utilizados pelas indústrias concentram-se em Excel com 100% de uso, seguido pelo Word com 87,5% e Access com 12,5%. Estes são os aplicativos utilizados pelas indústrias. A Tabela 05 mostra a utilização de softwares licenciados.

6 Softwares licenciados Total % Totalmente Parcialmente 05 62,5 Não são 00 - Não responderam 01 12,5 TABELA 05 UTILIZAÇÃO DE SOFTWARES LICENCIADOS Observou-se que os softwares totalmente licenciados são apenas os sistemas de controle das indústrias. A utilização de redes de computadores Quanto à utilização de redes de computadores, 25% das indústrias não utilizam, das 62,5% que utilizam 37,5% utilizam Ethernet, 12,5% Novell e 12,5% outro tipo. Observou-se que 37,5% das indústrias possuem 100% de seus computadores interligados em rede, enquanto 25% das indústrias possuem em média 75% dos micros interligados. O Gráfico 02 retrata esta realidade Nº de computadores que possui Nº de computadores interligados pela rede FONTE: DADOS ORGANIZADOS PELOS AUTORES GRÁFICO 02 UTILIZAÇÃO DE REDE DE COMPUTADORES Uma informação interessante é que 100% das indústrias possuem Internet na indústria, sendo que 62,5% destas indústrias dispõem de conexão via rádio ou ADSL e 37,5% conexão discada, conforme demonstrado na Tabela 06.

7 Internet Total % Discada 03 37,5 Via rádio 03 37,5 ADSL Via satélite 00 - Linha dedicada 00 - Outro 00 - TABELA 06 TIPO DE CONEXÃO DA INTERNET Quanto à informação se a indústria possui site na internet 50% responderam Sim e 50% Não. Dentre as indústrias que responderam possuir site na internet, 100% delas terceirizam esta atividade. Esta ação mostra que as indústrias ainda não dispõem de pessoal especializado para as atividades de TI. Quanto à informação, sobre transações comerciais via internet, 50% responderam que realizam e 50% que não realizam. As transações comerciais citadas são vendas e representações, realização de pedidos de compra, transferência de arquivos entre lojas do mesmo proprietário e pagamento de documentos. Estrutura de TI Em relação à estrutura de TI 100% das indústrias responderam que não existe previsão orçamentária para Hardware e Software, mas caso seja necessário efetuam a compra, mesmo sem previsão. Quanto à estrutura formal de informática dentro das indústrias de confecções, apenas 12,5% possui departamento de informática. Tanto a assistência técnica de hardware quanto o suporte de software são terceirizados, exceto a indústria que dispõe de departamento de informática, que terceiriza apenas as atividades que não são possíveis de serem solucionadas internamente. O motivo alegado pela terceirização é 100% em função do custo. Considerando que apenas 12,5% das indústrias dispõem de estrutura formal de informática, estes 12,5% possibilitam treinamento aos funcionários de TI. Percepção da TI nas indústrias de confecções Através deste estudo observa-se que 100% das indústrias de confecções não possuem planejamento estratégico de TI e apenas 12,5% dispõem de profissionais de TI em sua estrutura organizacional. Dentre as indústrias participantes do estudo, verificou-se que nenhuma indústria atingiu o estágio totalmente implantado em seus sistemas e processos, enquanto 50% das mesmas estão em estágio intermediário de implantação.

8 No tocante à integração dos sistemas, apenas 25% estão totalmente integrados e 37,5% que são parcialmente integrados. Esta situação se dá principalmente pelo fato de estarem se estruturando há pouco tempo, não tendo ainda implantado todos os sistemas necessários e conseqüentemente a integração dos mesmos. Apesar das indústrias de confecções possuírem uma média de 16,7 anos de atividade, o processo de informatização ainda é iniciante, data dos últimos cinco anos, período no qual houve um acelerado crescimento nas referidas indústrias, aumentando a competitividade e alargando mercados. Embora as indústrias de confecções estejam em um processo inicial de informatização, os empresários e/ou dirigentes, possuem uma visão otimista em relação aos benefícios da TI, haja vista que nenhuma indústria relatou que a TI não mudou em nada dentro da empresa, conforme Tabela 07. Total % Facilitou a tomada de decisões 3 37,5 Aumentou o faturamento 2 25 Automatizou as tarefas rotineiras 5 62,5 Melhorou as vendas 2 25 Melhorou o controle interno das operações 5 62,5 Melhorou o atendimento a clientes 5 62,5 Influenciou positivamente na competitividade 4 50 Aumentou a produtividade 3 37,5 Melhorou o processo produtivo 3 37,5 Não mudou em nada 0 - TABELA 07 OPINIÃO SOBRE A INFORMATIZAÇÃO Considerando que 62,5% das indústrias reconhecem que a TI automatizou as tarefas rotineiras, aprimorou o controle interno das operações e melhorou o atendimento a clientes, isto corrobora com o fato de que 87,5% das indústrias estão satisfeitas e/ou muito satisfeitas com os sistemas de controle de estoque, contas a pagar e receber, fluxo de caixa e vendas. O fato de 50% das indústrias alegarem que o uso do computador influenciou positivamente a competitividade está intimamente ligado ao fato de que 87,5% das indústrias estão satisfeitas e/ou muito satisfeitas com os sistemas de vendas e atendimento a clientes. Já o sistema menos utilizado é o de P&D (Pesquisa e Desenvolvimento), onde 75% das indústrias não o utilizam. Conclusão Através do estudo apresentado foi possível diagnosticar que as indústrias de confecções estão iniciando o processo de informatização, onde seus gestores/dirigentes apesar de reconhecem a importância da TI, não a vêem como urgente dentro da expansão organizacional ou de seus negócios.

9 Quanto à informatização, possuem um número relativamente baixo de computadores considerando o tempo de atividade no mercado. A TI é integralmente terceirizada pelas indústrias, em função do custo dos profissionais de TI, juntamente com a falta de profissionais habilitados. Uma informação importante é o fato de que todas as indústrias dispõem de internet, o que naturalmente possibilita conhecer e avançar em novos mercado, pois atualmente, as empresas podem estar localizadas em qualquer lugar do mundo, podendo acessar outras técnicas de produção de bens e serviços disponibilizados a preços competitivos e atendendo às exigências dos padrões mundiais de qualidade. Utilizam um sistema que é 100% licenciado, porém os aplicativos são parcialmente licenciados. A prática de software livre é pouco usual entre as indústrias pesquisadas. Considerando o curto período de informatização das indústrias de confecções pesquisadas, pode-se concluir que as mesmas possuem uma estrutura de TI que as atendem, apesar de muitas vezes, por falta de pessoal capacitado e/ou treinamento adequado, subtilizam os recursos da informatização. Com isto, desperdiçam a oportunidade de criar um diferencial frente a seus competidores. DIAGNOSIS OF THE UTILIZATION OF THE INFORMATION TECHNOLOGIES (TI) IN MICRO/SMALL INDUSTRIES OF CONFECÇÕES IN THE MINAS GERAIS SOUTHWEST Abstract The present study it has as objective to diagnosis the use of the technologies of information in micro/small industries of confections, located in the southwest of Minas Gerais. One random chose eight industries of confections, which had answered a questionnaire. The results had been tabulated and analyzed. One is about a field research; descriptive in function of the objectives; of applied and quantitative nature considering the problem. The questionnaires had been answered by the managers and/or controlling. It was concluded that the industries of confections are initiating the computerization process, possess a relatively low number of computers in virtue of the time of activity in the market. The services of IT integrally are another one to make, in function of the cost. All the industries make use of Internet, what of course it makes possible to know and to advance in new markets. They use a system that is 100% licensed; even so, the applicatory ones partially are licensed. The practical one of free software is little usual. Considering the short period of computerization of the industries of confections it was observed that the same ones possess a structure of IT that they take care of them, although many times, due to able staff and/or adequate training not to use the all resources of computerization. With this, its competitors waste the chance to create a distinguishing front. Key Words: Profile of IT; industries of confections; micro and small industries. Referências bibliográficas BEAL, A. Sistema de Informação Gerencial nas Organizações. Disponível em: <www.vydia.com.br/tecnologia> Acesso em: 30 julho FIRMINO, M. Por que a pequena empresa resiste à tecnologia? Sessão Tecnologia, Disponível em: <http://webinsider.uol.com.br> Acesso em: 30 julho 2005.

10 SOUZA, D.F.O. Ferramentas de Gestão da Tecnologia: um diagnóstico de utilização nas pequenas e médias empresas industriais da região de Curitiba. Dissertação de Mestrado, Programa de Pós-Graduação em Tecnologia (CEFET-PR), Curitiba, MARCOVITCH, J. Tecnologia de informação e estratégia empresarial. São Paulo: Futura, PRATES. G. A; SARAIVA, A. L.; CAMINITI, G. B. (2003). Tecnologia da informação em pequenos hotéis. In: SEMINÁRIO INTERNACIONAL DE COMUNICAÇÃO, 7., 2003, Anais..., Porto Alegre, Rio Grande do Sul, REZENDE, D.A.; ABREU, A.F. Tecnologia da Informação Aplicada a Sistemas de Informação Empresariais. São Paulo: Atlas, SEBRAE. Micro e Pequena Empresa. Disponível em: <www.sebraemg.com.br> Acesso em: 17/07/2005.

GESTÃO EMPRESARIAL E TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO

GESTÃO EMPRESARIAL E TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO GESTÃO EMPRESARIAL E TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO * César Raeder Este artigo é uma revisão de literatura que aborda questões relativas ao papel do administrador frente à tecnologia da informação (TI) e sua

Leia mais

Unidade II GERENCIAMENTO DE SISTEMAS. Prof. Roberto Marcello

Unidade II GERENCIAMENTO DE SISTEMAS. Prof. Roberto Marcello Unidade II GERENCIAMENTO DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO Prof. Roberto Marcello SI Sistemas de gestão A Gestão dos Sistemas Integrados é uma forma organizada e sistemática de buscar a melhoria de resultados.

Leia mais

2.3. ORGANIZAÇÕES E GESTÃO DOS SISTEMAS DE INFORMAÇÃO

2.3. ORGANIZAÇÕES E GESTÃO DOS SISTEMAS DE INFORMAÇÃO 2.3. ORGANIZAÇÕES E GESTÃO DOS SISTEMAS DE INFORMAÇÃO As Empresas e os Sistemas Problemas locais - impacto no sistema total. Empresas como subsistemas de um sistema maior. Uma empresa excede a soma de

Leia mais

Perfil da Tecnologia de Informação: Um Diagnóstico da Pequena Indústria de Guarapuava, PR

Perfil da Tecnologia de Informação: Um Diagnóstico da Pequena Indústria de Guarapuava, PR Perfil da Tecnologia de Informação: Um Diagnóstico da Pequena Indústria de Guarapuava, PR Information Technology Profile: A Diagnosis of the Small Industry of Guarapuava, PR Elaine Maria dos Santos Departamento

Leia mais

ERP. Enterprise Resource Planning. Planejamento de recursos empresariais

ERP. Enterprise Resource Planning. Planejamento de recursos empresariais ERP Enterprise Resource Planning Planejamento de recursos empresariais O que é ERP Os ERPs em termos gerais, são uma plataforma de software desenvolvida para integrar os diversos departamentos de uma empresa,

Leia mais

Ricardo Scheurer Sonda Supermercado

Ricardo Scheurer Sonda Supermercado Tema: Apresentador: Plano Diretor de Tecnologia da Informação Ricardo Scheurer Sonda Supermercado Objetivo desta palestra será resolver as seguintes questões: Porque fazer um PDTI? Quais os benefícios

Leia mais

Fundamentos de Sistemas de Informações: Exercício 1

Fundamentos de Sistemas de Informações: Exercício 1 Fundamentos de Sistemas de Informações: Exercício 1 Fundação Getúlio Vargas Estudantes na Escola de Administração da FGV utilizam seu laboratório de informática, onde os microcomputadores estão em rede

Leia mais

Docente do Curso Superior de Tecnologia em Gestão Comercial UNOESTE. E mail: joselia@unoeste.br

Docente do Curso Superior de Tecnologia em Gestão Comercial UNOESTE. E mail: joselia@unoeste.br Encontro de Ensino, Pesquisa e Extensão, Presidente Prudente, 22 a 25 de outubro, 2012 141 A LOGÍSTICA COMO DIFERENCIAL COMPETITIVO Douglas Fernandes 1, Josélia Galiciano Pedro 1 Docente do Curso Superior

Leia mais

INTRODUÇÃO À GESTÃO DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO. Adriana Beal, Eng. MBA Maio de 2001

INTRODUÇÃO À GESTÃO DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO. Adriana Beal, Eng. MBA Maio de 2001 INTRODUÇÃO À GESTÃO DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO, Eng. MBA Maio de 2001 Apresentação Existe um consenso entre especialistas das mais diversas áreas de que as organizações bem-sucedidas no século XXI serão

Leia mais

SAM GERENCIAMENTO DE ATIVOS DE SOFTWARE

SAM GERENCIAMENTO DE ATIVOS DE SOFTWARE SAM GERENCIAMENTO DE ATIVOS DE SOFTWARE Modelo de Otimização de SAM Controle, otimize, cresça Em um mercado internacional em constante mudança, as empresas buscam oportunidades de ganhar vantagem competitiva

Leia mais

A evolução da tecnologia da informação nos últimos 45 anos

A evolução da tecnologia da informação nos últimos 45 anos A evolução da tecnologia da informação nos últimos 45 anos Denis Alcides Rezende Do processamento de dados a TI Na década de 1960, o tema tecnológico que rondava as organizações era o processamento de

Leia mais

O SEBRAE E O QUE ELE PODE FAZER PELO SEU NEGÓCIO

O SEBRAE E O QUE ELE PODE FAZER PELO SEU NEGÓCIO O SEBRAE E O QUE ELE PODE FAZER PELO SEU NEGÓCIO Competividade Perenidade Sobrevivência Evolução Orienta na implantação e no desenvolvimento de seu negócio de forma estratégica e inovadora. O que são palestras

Leia mais

Sistemas de Informações. Daniel Gondim

Sistemas de Informações. Daniel Gondim Sistemas de Informações Daniel Gondim Roteiro da Aula SPT Sistema de Processamento de Transações Visão geral; métodos e objetivos Atividades no processamento de transações Controle de Administração Aplicações

Leia mais

Respostas da Lista de Exercícios do Módulo 1: Fundamentos dos SI. Resposta do Exercício 1

Respostas da Lista de Exercícios do Módulo 1: Fundamentos dos SI. Resposta do Exercício 1 Respostas da Lista de Exercícios do Módulo 1: Fundamentos dos SI Resposta do Exercício 1 Fundação Getúlio Vargas Leia o texto e responda o seguinte: a) identifique os recursos de: Hardware: microcomputadores,

Leia mais

XVIII JORNADA DE ENFERMAGEM EM HEMODINÂMICA.

XVIII JORNADA DE ENFERMAGEM EM HEMODINÂMICA. . Qualificando o desempenho operacional utilizando ferramentas de Tecnologia de Informação. sfl.almada@gmail.com Enfª Sueli de Fátima da Luz Formação: Bacharel em Enfermagem e Obstetrícia Universidade

Leia mais

PARTE III Auditoria Conceitos Introdutórios

PARTE III Auditoria Conceitos Introdutórios FATERN Faculdade de Excelência Educacional do RN Coordenação Tecnológica de Redes e Sistemas Curso Superior de Tecnologia em Sistemas para Internet Auditoria em Sistemas de Informação Prof. Fabio Costa

Leia mais

ASSUNTO DA APOSTILA: SISTEMAS DE INFORMAÇÃO E AS DECISÕES GERENCIAIS NA ERA DA INTERNET

ASSUNTO DA APOSTILA: SISTEMAS DE INFORMAÇÃO E AS DECISÕES GERENCIAIS NA ERA DA INTERNET AULA 02 ASSUNTO DA APOSTILA: SISTEMAS DE INFORMAÇÃO E AS DECISÕES GERENCIAIS NA ERA DA INTERNET JAMES A. O BRIEN CAPÍTULO 01 continuação Páginas 03 à 25 1 COMPONENTES DE UM SISTEMA DE INFORMAÇÃO Especialistas

Leia mais

GESTÃO DE TI NAS ORGANIZAÇÕES CONTEMPORÂNEAS

GESTÃO DE TI NAS ORGANIZAÇÕES CONTEMPORÂNEAS GESTÃO DE TI NAS ORGANIZAÇÕES CONTEMPORÂNEAS WALLACE BORGES CRISTO 1 JOÃO CARLOS PEIXOTO FERREIRA 2 João Paulo Coelho Furtado 3 RESUMO A Tecnologia da Informação (TI) está presente em todas as áreas de

Leia mais

Diagnóstico organizacional: um estudo tecnológico na cooperativa-escola do IFMG-campus Bambuí.

Diagnóstico organizacional: um estudo tecnológico na cooperativa-escola do IFMG-campus Bambuí. Diagnóstico organizacional: um estudo tecnológico na cooperativa-escola do IFMG-campus Bambuí. RESUMO Andressa Lima da CUNHA ; Aline Martins CHAVES ; Gabriel da SILVA 2 Pós-Graduada em Administração de

Leia mais

P á g i n a 3 INTRODUÇÃO

P á g i n a 3 INTRODUÇÃO P á g i n a 3 INTRODUÇÃO A Administração de Materiais compreende as decisões e o controle sobre o planejamento, programação, compra, armazenamento e distribuição dos materiais indispensáveis à produção

Leia mais

Estratégias em Tecnologia da Informação

Estratégias em Tecnologia da Informação Estratégias em Tecnologia da Informação Capítulo 6 Sistemas de Informações Estratégicas Sistemas integrados e sistemas legados Sistemas de Gerenciamento de Banco de Dados Material de apoio 2 Esclarecimentos

Leia mais

Cláudia Araújo Coordenadora Diego Macêdo Programador Marcelo Rodrigues Suporte

Cláudia Araújo Coordenadora Diego Macêdo Programador Marcelo Rodrigues Suporte BCON Sistema de Controle de Vendas e Estoque Declaração de escopo Versão 1.0 Histórico de Revisão Elaborado por: Filipe de Almeida do Amaral Versão 1.0 Aprovado por: Marcelo Persegona 22/03/2011 Time da

Leia mais

TÍTULO: O CRM NA FIDELIZAÇÃO DE CLIENTES EM UMA EMPRESA DE MATERIAL PARA CONSTRUÇÃO

TÍTULO: O CRM NA FIDELIZAÇÃO DE CLIENTES EM UMA EMPRESA DE MATERIAL PARA CONSTRUÇÃO TÍTULO: O CRM NA FIDELIZAÇÃO DE CLIENTES EM UMA EMPRESA DE MATERIAL PARA CONSTRUÇÃO CATEGORIA: CONCLUÍDO ÁREA: CIÊNCIAS SOCIAIS APLICADAS SUBÁREA: ADMINISTRAÇÃO INSTITUIÇÃO: FACULDADE DE AURIFLAMA AUTOR(ES):

Leia mais

Uso dos computadores e a Tecnologia da informação nas empresas: uma visão geral e introdutória

Uso dos computadores e a Tecnologia da informação nas empresas: uma visão geral e introdutória Uso dos computadores e a Tecnologia da informação nas empresas: uma visão geral e introdutória Não há mais dúvidas de que para as funções da administração - planejamento, organização, liderança e controle

Leia mais

SI- Sistemas de Informação. Professora: Mariana A. Fuini

SI- Sistemas de Informação. Professora: Mariana A. Fuini SI- Sistemas de Informação Professora: Mariana A. Fuini INTRODUÇÃO A informação é tudo na administração de uma organização. Mas para uma boa informação é necessário existir um conjunto de características

Leia mais

CONHECENDO E CONCEITUANDO SISTEMAS DE INFORMAÇÃO

CONHECENDO E CONCEITUANDO SISTEMAS DE INFORMAÇÃO CONHECENDO E CONCEITUANDO SISTEMAS DE INFORMAÇÃO Franco Vieira Sampaio 1 Atualmente a informática está cada vez mais inserida no dia a dia das empresas, porém, no início armazenavam-se os dados em folhas,

Leia mais

ERP. Planejamento de recursos empresariais

ERP. Planejamento de recursos empresariais ERP Enterprise Resource Planning Planejamento de recursos empresariais ERP Enterprise Resource Planning -Sistema de Gestão Empresarial -Surgimento por volta dos anos 90 -Existência de uma base de dados

Leia mais

IT SERVICES. 1º SEMINÁRIO: Gestão Estratégica para Departamentos Jurídicos e Escritórios de Advocacia. LOCAL: São Paulo -SP 20/03/2014

IT SERVICES. 1º SEMINÁRIO: Gestão Estratégica para Departamentos Jurídicos e Escritórios de Advocacia. LOCAL: São Paulo -SP 20/03/2014 IT SERVICES 1º SEMINÁRIO: Gestão Estratégica para Departamentos Jurídicos e Escritórios de Advocacia LOCAL: São Paulo -SP 20/03/2014 TEMA DA PALESTRA: Desafios da Gestão de TI no Mercado Jurídico PALESTRANTE:

Leia mais

Utilização dos processos de RH em algumas empresas da cidade de Bambuí: um estudo multi-caso

Utilização dos processos de RH em algumas empresas da cidade de Bambuí: um estudo multi-caso III Semana de Ciência e Tecnologia do IFMG campus Bambuí II Jornada Científica 9 a 23 de Outubro de 200 Utilização dos processos de RH em algumas empresas da cidade de Bambuí: um estudo multi-caso Sablina

Leia mais

Escolha os melhores caminhos para sua empresa

Escolha os melhores caminhos para sua empresa Escolha os melhores caminhos para sua empresa O SEBRAE E O QUE ELE PODE FAZER PELO SEU NEGÓCIO Competitividade Perenidade Sobrevivência Evolução Orienta na implantação e no desenvolvimento de seu negócio

Leia mais

SISTEMAS DE INFORMAÇÃO COMO AUXÍLIO NA GESTÃO DAS MICRO E PEQUENAS EMPRESAS: UM ESTUDO EM MICRO E PEQUENAS EMPRESAS DO INTERIOR DO PARANÁ

SISTEMAS DE INFORMAÇÃO COMO AUXÍLIO NA GESTÃO DAS MICRO E PEQUENAS EMPRESAS: UM ESTUDO EM MICRO E PEQUENAS EMPRESAS DO INTERIOR DO PARANÁ SISTEMAS DE INFORMAÇÃO COMO AUXÍLIO NA GESTÃO DAS MICRO E PEQUENAS EMPRESAS: UM ESTUDO EM MICRO E PEQUENAS EMPRESAS DO INTERIOR DO PARANÁ MELLO, A.D. de.; RANDO, D.R. Resumo No atual contexto empresarial

Leia mais

Sistemas de Informações Gerenciais

Sistemas de Informações Gerenciais Sistemas de Informações Gerenciais Aula 4 Sistema de Informação SI baseado em computadores Organização, administração e estratégia Professora: Cintia Caetano INTRODUÇÃO Sistemas de Informação são parte

Leia mais

SISTEMAS DE NEGÓCIOS. a) SISTEMAS DE APOIO EMPRESARIAIS

SISTEMAS DE NEGÓCIOS. a) SISTEMAS DE APOIO EMPRESARIAIS 1 SISTEMAS DE NEGÓCIOS a) SISTEMAS DE APOIO EMPRESARIAIS 1. COLABORAÇÃO NAS EMPRESAS Os sistemas colaborativos nas empresas nos oferecem ferramentas para nos ajudar a colaborar, comunicando idéias, compartilhando

Leia mais

Instituto de Educação Tecnológica Pós-graduação Gestão e Tecnologia da Informação - Turma 25 20/03/2015. Big Data Analytics:

Instituto de Educação Tecnológica Pós-graduação Gestão e Tecnologia da Informação - Turma 25 20/03/2015. Big Data Analytics: Instituto de Educação Tecnológica Pós-graduação Gestão e Tecnologia da Informação - Turma 25 20/03/2015 Big Data Analytics: Como melhorar a experiência do seu cliente Anderson Adriano de Freitas RESUMO

Leia mais

1. DESCRIÇÃO DO SIE Sistema de Informações para o Ensino

1. DESCRIÇÃO DO SIE Sistema de Informações para o Ensino 1. DESCRIÇÃO DO SIE Sistema de Informações para o Ensino O SIE é um sistema aplicativo integrado, projetado segundo uma arquitetura multicamadas, cuja concepção funcional privilegiou as exigências da Legislação

Leia mais

Pessoas e Negócios em Evolução

Pessoas e Negócios em Evolução Empresa: Atuamos desde 2001 nos diversos segmentos de Gestão de Pessoas, desenvolvendo serviços diferenciados para empresas privadas, associações e cooperativas. Prestamos serviços em mais de 40 cidades

Leia mais

Evolução da Disciplina. Logística Empresarial. Aula 1. O Papel dos Sistemas Logísticos. Contextualização. O Mundo Atual

Evolução da Disciplina. Logística Empresarial. Aula 1. O Papel dos Sistemas Logísticos. Contextualização. O Mundo Atual Logística Empresarial Evolução da Disciplina Aula 1 Aula 1 O papel da Logística empresarial Aula 2 A flexibilidade e a Resposta Rápida (RR) Operadores logísticos: conceitos e funções Aula 3 Prof. Me. John

Leia mais

E-business: Como as Empresas Usam os Sistemas de Informação

E-business: Como as Empresas Usam os Sistemas de Informação Capítulo 2 E-business: Como as Empresas Usam os Sistemas de Informação 2.1 2007 by Prentice Hall OBJETIVOS DE ESTUDO Identificar e descrever as principais características das empresas que são importantes

Leia mais

Sistemas Empresariais. Capítulo 3: Sistemas de Negócios. Colaboração SPT SIG

Sistemas Empresariais. Capítulo 3: Sistemas de Negócios. Colaboração SPT SIG Capítulo 3: Sistemas de Negócios Colaboração SPT SIG Objetivos do Capítulo Explicar como os SI empresariais podem apoiar as necessidades de informação de executivos, gerentes e profissionais de empresas.

Leia mais

Planejamento Estratégico de Tecnologia da Informação

Planejamento Estratégico de Tecnologia da Informação INSTITUTO VIANNA JÚNIOR LTDA FACULDADES INTEGRADAS VIANNA JÚNIOR Planejamento Estratégico de Tecnologia da Informação Lúcia Helena de Magalhães 1 Teresinha Moreira de Magalhães 2 RESUMO Este artigo traz

Leia mais

Colaboração nas Empresas SPT SIG Aplicações Empresariais

Colaboração nas Empresas SPT SIG Aplicações Empresariais Capítulo 3: Sistemas de Apoio Gerenciais Colaboração nas Empresas SPT SIG Aplicações Empresariais Objetivos do Capítulo Explicar como os SI empresariais podem apoiar as necessidades de informação de executivos,

Leia mais

gesacad GESTÃO ACADÊMIDA DE ESCOLAS

gesacad GESTÃO ACADÊMIDA DE ESCOLAS gesacad GESTÃO ACADÊMIDA DE ESCOLAS Mais de uma década de experiência e evolução é o que dá ao sistema uma vasta gama de funcionalidades. Esse conhecimento que faz total diferença para sua empresa. xp+

Leia mais

Sistemas de Informação

Sistemas de Informação Material adicional: Sistemas de Informação livro Osistema de Informação : Enfoque Gerencial... livro O Analista de Negócios e da Informação... 1. Conceito de Sistema A palavra sistema envolve, de fato,

Leia mais

Índice EMPRESA... 03 ESPECIALIDADES... 03 TRABALHOS REALIZADOS... 04 PRODUTOS... 05 SERVIÇOS... 06

Índice EMPRESA... 03 ESPECIALIDADES... 03 TRABALHOS REALIZADOS... 04 PRODUTOS... 05 SERVIÇOS... 06 Apresentação Índice EMPRESA... 03 ESPECIALIDADES... 03 TRABALHOS REALIZADOS... 04 PRODUTOS... 05 SERVIÇOS... 06 2 EMPRESA CDN&T Informática e Suporte Ltda, empresa que atua a mais de 15 anos no mercado

Leia mais

IT SERVICES. 1º SEMINÁRIO: Gestão Estratégica para Departamentos Jurídicos e Escritórios de Advocacia. LOCAL: Rio de Janeiro -RJ 13/02/2014

IT SERVICES. 1º SEMINÁRIO: Gestão Estratégica para Departamentos Jurídicos e Escritórios de Advocacia. LOCAL: Rio de Janeiro -RJ 13/02/2014 IT SERVICES 1º SEMINÁRIO: Gestão Estratégica para Departamentos Jurídicos e Escritórios de Advocacia LOCAL: Rio de Janeiro -RJ 13/02/2014 TEMA DA PALESTRA: Desafios da Gestão de TI no Mercado Jurídico

Leia mais

USO DA COMUNICAÇÃO ALINHADA A TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO E TOMADA DE DECISÃO

USO DA COMUNICAÇÃO ALINHADA A TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO E TOMADA DE DECISÃO USO DA COMUNICAÇÃO ALINHADA A TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO E TOMADA DE DECISÃO Alexandra Lemos Ferraz 1 Evandro Oliveira da Silva 2 Edimar Luiz Bevilaqua 3 Fernando Nobre gomes da silva 4 Matheus Trindade

Leia mais

04/04/2014. Antes de 1940

04/04/2014. Antes de 1940 Prof. William Costa Rodrigues Eng. Agrônomo Um Sistema de Informação Gerenciais é um instrumento administrativo que contribui efetivamente para a otimização das comunicações e do processo decisório nas

Leia mais

COMO O INVESTIMENTO EM TI PODE COLABORAR COM A GESTÃO HOSPITALAR?

COMO O INVESTIMENTO EM TI PODE COLABORAR COM A GESTÃO HOSPITALAR? COMO O INVESTIMENTO EM TI PODE COLABORAR COM A GESTÃO HOSPITALAR? Descubra os benefícios que podem ser encontrados ao se adaptar as novas tendências de mercado ebook GRÁTIS Como o investimento em TI pode

Leia mais

Situação mercadológica hoje: Era de concorrência e competição dentro de ambiente globalizado.

Situação mercadológica hoje: Era de concorrência e competição dentro de ambiente globalizado. TECNICAS E TECNOLOGIAS DE APOIO CRM Situação mercadológica hoje: Era de concorrência e competição dentro de ambiente globalizado. Empresas já não podem confiar em mercados já conquistados. Fusões e aquisições

Leia mais

Quem somos? Por que a sua empresa merece o Sistema de Gestão ERP da Otimizy?

Quem somos? Por que a sua empresa merece o Sistema de Gestão ERP da Otimizy? Por que a sua empresa merece Quem somos? A Otimizy Sistemas Inteligentes é a desenvolvedora do software ErpSoft, um Sistema de Gestão Empresarial voltado a resultados, que automatiza processos operacionais

Leia mais

Visão Geral dos Sistemas de Informação

Visão Geral dos Sistemas de Informação Visão Geral dos Sistemas de Informação Existem muitos tipos de sistemas de informação no mundo real. Todos eles utilizam recursos de hardware, software, rede e pessoas para transformar os recursos de dados

Leia mais

ARANDU SISTEMAS. Apresentamos a ARANDU SISTEMAS empresa sediada em Londrina no Paraná, com mais de 15 anos de experiência no varejo.

ARANDU SISTEMAS. Apresentamos a ARANDU SISTEMAS empresa sediada em Londrina no Paraná, com mais de 15 anos de experiência no varejo. ARANDU SISTEMAS Apresentamos a ARANDU SISTEMAS empresa sediada em Londrina no Paraná, com mais de 15 anos de experiência no varejo. A ARANDU SISTEMAS tem primado pela excelência e eficácia de seus produtos

Leia mais

INSTITUTO DE PÓS GRADUAÇÃO ICPG GESTÃO DA TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO

INSTITUTO DE PÓS GRADUAÇÃO ICPG GESTÃO DA TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO INSTITUTO DE PÓS GRADUAÇÃO ICPG GESTÃO DA TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO Prof. Msc. Saulo Popov Zambiasi (saulopz@gmail.com) 11/07/08 10:25 Informação - ICPG - Criciuma - SC 1 Informação - ICPG - Criciuma -

Leia mais

ESTUDO DA VIABILIDADE ECONÔMICA DE IMPLANTAÇÃO DO SOFTWARE MRP I EM UMA MICRO-EMPRESA MOVELEIRA LOCALIZADA NO VALE DO PARAIBA

ESTUDO DA VIABILIDADE ECONÔMICA DE IMPLANTAÇÃO DO SOFTWARE MRP I EM UMA MICRO-EMPRESA MOVELEIRA LOCALIZADA NO VALE DO PARAIBA ESTUDO DA VIABILIDADE ECONÔMICA DE IMPLANTAÇÃO DO SOFTWARE MRP I EM UMA MICRO-EMPRESA MOVELEIRA LOCALIZADA NO VALE DO PARAIBA Tiago Augusto Cesarin 1, Vilma da Silva Santos 2, Edson Aparecida de Araújo

Leia mais

Estudo de Caso sobre o Planejamento Financeiro de uma Empresa Têxtil do Agreste Pernambucano

Estudo de Caso sobre o Planejamento Financeiro de uma Empresa Têxtil do Agreste Pernambucano Universidade Federal de Pernambuco Centro de Ciências Sociais Aplicadas Departamento de Ciências Administrativas Mestrado Profissional em Administração Relatório Executivo Estudo de Caso sobre o Planejamento

Leia mais

Aula 03 CLASSIFICAÇÃO DOS SISTEMAS DE INFORMAÇÃO

Aula 03 CLASSIFICAÇÃO DOS SISTEMAS DE INFORMAÇÃO Aula 03 CLASSIFICAÇÃO DOS SISTEMAS DE INFORMAÇÃO Na prática, não existe uma classificação rígida, permitindo aos autores e principalmente as empresas classificar seus sistemas de diversas maneiras. A ênfase

Leia mais

Sistemas de Informação I

Sistemas de Informação I + Sistemas de Informação I Dimensões de análise dos SI Ricardo de Sousa Britto rbritto@ufpi.edu.br + Introdução n Os sistemas de informação são combinações das formas de trabalho, informações, pessoas

Leia mais

Palavra chave: Capital Humano, Gestão de Pessoas, Recursos Humanos, Vantagem Competitiva.

Palavra chave: Capital Humano, Gestão de Pessoas, Recursos Humanos, Vantagem Competitiva. COMPREENDENDO A GESTÃO DE PESSOAS Karina Fernandes de Miranda Helenir Celme Fernandes de Miranda RESUMO: Este artigo apresenta as principais diferenças e semelhanças entre gestão de pessoas e recursos

Leia mais

NOTAS DE AULA - TELECOMUNICAÇÕES

NOTAS DE AULA - TELECOMUNICAÇÕES NOTAS DE AULA - TELECOMUNICAÇÕES 1. Conectando a Empresa à Rede As empresas estão se tornando empresas conectadas em redes. A Internet e as redes de tipo Internet dentro da empresa (intranets), entre uma

Leia mais

A IMPORTÂNCIA DA CONTABILIDADE GERENCIAL NA GESTÃO EMPRESARIAL

A IMPORTÂNCIA DA CONTABILIDADE GERENCIAL NA GESTÃO EMPRESARIAL A IMPORTÂNCIA DA CONTABILIDADE GERENCIAL NA GESTÃO EMPRESARIAL Aldemar Dias de Almeida Filho Discente do 4º ano do Curso de Ciências Contábeis Faculdades Integradas de Três Lagoas AEMS Élica Cristina da

Leia mais

Universidade. Estácio de Sá. Informática e Telecomunicações

Universidade. Estácio de Sá. Informática e Telecomunicações Universidade Estácio de Sá Informática e Telecomunicações A Estácio Hoje reconhecida como a maior instituição particular de ensino superior do país, a Universidade Estácio de Sá iniciou suas atividades

Leia mais

Portnet: SAP Business One prepara empresa para crescimento contínuo

Portnet: SAP Business One prepara empresa para crescimento contínuo Franklin Xavier Klabin, São Paulo, SP/Brasil. Used with permission. Portnet: SAP Business One prepara empresa para crescimento contínuo Geral Executiva Nome da Portnet Informática Equipamentos Indústria

Leia mais

Sistemas de Informações Organizacionais: guia prático para projetos em cursos de administração, contabilidade e informática.

Sistemas de Informações Organizacionais: guia prático para projetos em cursos de administração, contabilidade e informática. Livro: Editora Atlas 2005 Sistemas de Informações Organizacionais: guia prático para projetos em cursos de administração, contabilidade e informática. Rezende, Denis Alcides, Dr. www.netpar.com.br/drezende

Leia mais

Conceitos ADMINISTRAÇÃO DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO. Comunicação; Formas de escritas; Processo de contagem primitivo;

Conceitos ADMINISTRAÇÃO DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO. Comunicação; Formas de escritas; Processo de contagem primitivo; Conceitos Comunicação; Formas de escritas; Bacharel Rosélio Marcos Santana Processo de contagem primitivo; roseliomarcos@yahoo.com.br Inicio do primitivo processamento de dados do homem. ADMINISTRAÇÃO

Leia mais

Figura 1 - Processo de transformação de dados em informação. Fonte: (STAIR e REYNOLDS, 2008, p. 6, adaptado).

Figura 1 - Processo de transformação de dados em informação. Fonte: (STAIR e REYNOLDS, 2008, p. 6, adaptado). Tecnologia da Informação (TI) A tecnologia é o meio, o modo pelo qual os dados são transformados e organizados para a sua utilização (LAUDON; LAUDON, 1999). Os dados podem ser considerados como fatos básicos,

Leia mais

Sistema de Informação Gerencial (SIG)

Sistema de Informação Gerencial (SIG) Sistema de Informação Gerencial (SIG) Os Sistemas de Informação Gerencial (SIG) são sistemas ou processos que fornecem as informações necessárias para gerenciar com eficácia as organizações. Um SIG gera

Leia mais

Fundamentos de Sistemas de Informação Sistemas de Informação

Fundamentos de Sistemas de Informação Sistemas de Informação Objetivo da Aula Tecnologia e as Organizações, importância dos sistemas de informação e níveis de atuação dos sistemas de informação Organizações & Tecnologia TECNOLOGIA A razão e a capacidade do homem

Leia mais

INFORMAÇÃO E VANTAGEM COMPETITIVA EM ORGANIZAÇÃO DE MÓVEIS E ELETROS

INFORMAÇÃO E VANTAGEM COMPETITIVA EM ORGANIZAÇÃO DE MÓVEIS E ELETROS INFORMAÇÃO E VANTAGEM COMPETITIVA EM ORGANIZAÇÃO DE MÓVEIS E ELETROS Elane de Oliveira, UFRN 1 Max Leandro de Araújo Brito, UFRN 2 Marcela Figueira de Saboya Dantas, UFRN 3 Anatália Saraiva Martins Ramos,

Leia mais

CURSOS OFERECIDOS. seus objetivos e metas. E também seus elementos fundamentais de Administração, como: PLANEJAMENTO, ORGANIZAÇÃO E CONTROLE.

CURSOS OFERECIDOS. seus objetivos e metas. E também seus elementos fundamentais de Administração, como: PLANEJAMENTO, ORGANIZAÇÃO E CONTROLE. CURSOS OFERECIDOS Access 2007 Aproximadamente 20 horas O aluno aprenderá criar Banco de Dados de forma inteligente, trabalhar com estoques, número de funcionários, clientes etc. Conhecerá ferramentas aprimoradas

Leia mais

V CINFORM Encontro Nacional de Ciência da Informação. Política de Informação Pública

V CINFORM Encontro Nacional de Ciência da Informação. Política de Informação Pública V CINFORM Encontro Nacional de Ciência da Informação Política de Informação Pública Salvador, 28 a 30 de junho de 2004 Política de Informação Pública Inclusão Digital de Micro e Pequeno Empresa Telecentros

Leia mais

SISTEMAS DE INFORMAÇÕES GERENCIAIS

SISTEMAS DE INFORMAÇÕES GERENCIAIS 1 SISTEMAS DE INFORMAÇÕES GERENCIAIS John F. Eichstaedt, Toni Édio Degenhardt Professora: Eliana V. Jaeger RESUMO: Este artigo mostra o que é um SIG (Sistema de Informação gerencial) em uma aplicação prática

Leia mais

REPROJETO DA ORGANIZAÇÃO COM SISTEMAS DE INFORMAÇÃO

REPROJETO DA ORGANIZAÇÃO COM SISTEMAS DE INFORMAÇÃO Capítulo 12 REPROJETO DA ORGANIZAÇÃO COM SISTEMAS DE INFORMAÇÃO 12.1 2003 by Prentice Hall OBJETIVOS De que forma o desenvolvimento de um novo sistema poderia mudar a maneira de uma organização trabalhar?

Leia mais

Construção de um Sistema de Informações Estratégicas, Integrando Conhecimento, Inteligência e Estratégia.

Construção de um Sistema de Informações Estratégicas, Integrando Conhecimento, Inteligência e Estratégia. Construção de um Sistema de Informações Estratégicas, Integrando Conhecimento, Inteligência e Estratégia. Introdução Sávio Marcos Garbin Considerando-se que no contexto atual a turbulência é a normalidade,

Leia mais

Apresentação, xix Prefácio à 8a edição, xxi Prefácio à 1a edição, xxiii. Parte I - Empresa e Sistemas, 1

Apresentação, xix Prefácio à 8a edição, xxi Prefácio à 1a edição, xxiii. Parte I - Empresa e Sistemas, 1 Apresentação, xix Prefácio à 8a edição, xxi Prefácio à 1a edição, xxiii Parte I - Empresa e Sistemas, 1 1 SISTEMA EMPRESA, 3 1.1 Teoria geral de sistemas, 3 1.1.1 Introdução e pressupostos, 3 1.1.2 Premissas

Leia mais

Os obstáculos da aplicação de TI nas pequenas empresas

Os obstáculos da aplicação de TI nas pequenas empresas Os obstáculos da aplicação de TI nas pequenas empresas Ricardo Roberto de Lima UNIBRATEC-PB João Pessoa - PB ricardoricrob@hotmail.com RESUMO O referido artigo visa ilustrar, de forma prática e rápida,

Leia mais

Respostas da Lista de Exercícios do Módulo 2: Vantagem Competitiva. Resposta do Exercício 1

Respostas da Lista de Exercícios do Módulo 2: Vantagem Competitiva. Resposta do Exercício 1 Respostas da Lista de Exercícios do Módulo 2: Vantagem Competitiva 1 Resposta do Exercício 1 Uma organização usa algumas ações para fazer frente às forças competitivas existentes no mercado, empregando

Leia mais

INSTRUÇÃO DE TRABALHO PARA INFORMAÇÕES GERENCIAIS

INSTRUÇÃO DE TRABALHO PARA INFORMAÇÕES GERENCIAIS INSTRUÇÃO DE TRABALHO PARA INFORMAÇÕES GERENCIAIS Asia Shipping Transportes Internacionais Ltda. como cópia não controlada P á g i n a 1 7 ÍNDICE NR TÓPICO PÁG. 1 Introdução & Política 2 Objetivo 3 Responsabilidade

Leia mais

SIE - Sistemas de Informação Empresarial. Transação. Fontes: O Brien e Associação Educacional Dom Bosco

SIE - Sistemas de Informação Empresarial. Transação. Fontes: O Brien e Associação Educacional Dom Bosco SIE - Sistemas de Informação Empresarial SPT Sistemas de Processamento de Transação Fontes: O Brien e Associação Educacional Dom Bosco Visão Integrada do Papel dos SI s na Empresa O Brien [ Problema Organizacional

Leia mais

PESQUISA DE CLIMA ORGANIZACIONAL UTILIZANDO O MÉTODO SURVEY, COM OS COLABORADORES DE UMA EMPRESA DO RAMO DA CONTRUÇÃO CIVIL

PESQUISA DE CLIMA ORGANIZACIONAL UTILIZANDO O MÉTODO SURVEY, COM OS COLABORADORES DE UMA EMPRESA DO RAMO DA CONTRUÇÃO CIVIL PESQUISA DE CLIMA ORGANIZACIONAL UTILIZANDO O MÉTODO SURVEY, COM OS COLABORADORES DE UMA EMPRESA DO RAMO DA CONTRUÇÃO CIVIL Julia Ferreira de Moraes (EEL-USP) moraes.julia@hotmail.com Everton Azevedo Schirmer

Leia mais

Plano de Segurança da Informação

Plano de Segurança da Informação Governança de Tecnologia da Informação LUSANA SOUZA NATÁLIA BATUTA MARIA DAS GRAÇAS TATIANE ROCHA GTI V Matutino Prof.: Marcelo Faustino Sumário 1. OBJETIVO... 2 2. DESCRIÇÃO DO SERVIÇO... 2 3. ETAPAS

Leia mais

CONSULTORIA E SERVIÇOS DE INFORMÁTICA

CONSULTORIA E SERVIÇOS DE INFORMÁTICA CONSULTORIA E SERVIÇOS DE INFORMÁTICA Quem Somos A Vital T.I surgiu com apenas um propósito: atender com dedicação nossos clientes. Para nós, cada cliente é especial e procuramos entender toda a dinâmica

Leia mais

acesse: vouclicar.com

acesse: vouclicar.com Transforme como sua empresa faz negócios, com o Office 365. Vouclicar.com A TI chegou para as pequenas e médias empresas A tecnologia é hoje o diferencial competitivo que torna a gestão mais eficiente,

Leia mais

Administração de CPD Chief Information Office

Administração de CPD Chief Information Office Administração de CPD Chief Information Office Cássio D. B. Pinheiro pinheiro.cassio@ig.com.br cassio.orgfree.com Objetivos Apresentar os principais conceitos e elementos relacionados ao profissional de

Leia mais

PERFIL DOS USUÁRIOS DE E-COMMERCE EM GUAÍBA

PERFIL DOS USUÁRIOS DE E-COMMERCE EM GUAÍBA PERFIL DOS USUÁRIOS DE E-COMMERCE EM GUAÍBA João Antonio Jardim Silveira 1 Amilto Muller ¹ Luciano Fagundes da Silva ¹ Luis Rodrigo Freitas ¹ Marines Costa ¹ RESUMO O presente artigo apresenta os resultados

Leia mais

SPEKTRUM SOLUÇÕES DE GRANDE PORTE PARA PEQUENAS E MÉDIAS EMPRESAS SPEKTRUM SAP Partner 1

SPEKTRUM SOLUÇÕES DE GRANDE PORTE PARA PEQUENAS E MÉDIAS EMPRESAS SPEKTRUM SAP Partner 1 SPEKTRUM SOLUÇÕES DE GRANDE PORTE PARA PEQUENAS E MÉDIAS EMPRESAS SPEKTRUM SAP Partner 1 PROSPERE NA NOVA ECONOMIA A SPEKTRUM SUPORTA A EXECUÇÃO DA SUA ESTRATÉGIA Para as empresas que buscam crescimento

Leia mais

Parceiros O PROGRAMA DE PARCERIAS GVN. O que é o GVN Parceiro: O perfil do GVN Parceiro

Parceiros O PROGRAMA DE PARCERIAS GVN. O que é o GVN Parceiro: O perfil do GVN Parceiro Parceiros O PROGRAMA DE PARCERIAS GVN O que é o GVN Parceiro: O GVN Parceiro é uma modalidade de parceria de negócios criada pelo Grupo Vila Nova para ampliar sua capilaridade de oferta e garantir que

Leia mais

Tecnologia da Informação

Tecnologia da Informação Tecnologia da Informação Gestão Organizacional da Logística CONCEITOS O nome Supply Chain, cujo termo têm sido utilizado em nosso país como Cadeia de Suprimentos, vem sendo erroneamente considerado como

Leia mais

PRINCIPAIS FERRAMENTAS DE GESTÃO APLICADAS NA FACULDADE DE CIÊNCIAS SOCIAIS APLICADAS DO SUL DE MINAS - FACESM

PRINCIPAIS FERRAMENTAS DE GESTÃO APLICADAS NA FACULDADE DE CIÊNCIAS SOCIAIS APLICADAS DO SUL DE MINAS - FACESM PRINCIPAIS FERRAMENTAS DE GESTÃO APLICADAS NA FACULDADE DE CIÊNCIAS SOCIAIS APLICADAS DO SUL DE MINAS - FACESM CRISTIANE MORATTO FÉLIX DE FREITAS Faculdade de Ciências Sociais Aplicadas do Sul de Minas

Leia mais

A IMPORTÂNCIA DE SISTEMAS ERP NAS EMPRESAS DE MÉDIO E PEQUENO PORTE

A IMPORTÂNCIA DE SISTEMAS ERP NAS EMPRESAS DE MÉDIO E PEQUENO PORTE REVISTA CIENTÍFICA ELETRÔNICA DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO - ISSN 1807-1872 P UBLICAÇÃO C IENTÍFICA DA F ACULDADE DE C IÊNCIAS J URÍDICAS E G ERENCIAIS DE G ARÇA/FAEG A NO II, NÚMERO, 03, AGOSTO DE 2005.

Leia mais

A IFOUR ÁREAS DE ATUAÇÃO

A IFOUR ÁREAS DE ATUAÇÃO A IFOUR Fundada em 2000, a ifour Sistemas conta com sedes em Viçosa e Muriaé. Atua no desenvolvimento de soluções completas para gestão empresarial (automação), envolvendo software e equipamentos para

Leia mais

CASE PRÊMIO ANSP 2005

CASE PRÊMIO ANSP 2005 CASE PRÊMIO ANSP 2005 1 BVP HAND: Mobilidade para fazer cotações através de dispositivos portáteis. Índice...2 Resumo Executivo...3 Clientes no Brasil...4 1. Sinopse...5 2. Problema...6 3. Solução...7

Leia mais

SISTEMAS DE GESTÃO São Paulo, Janeiro de 2005

SISTEMAS DE GESTÃO São Paulo, Janeiro de 2005 SISTEMAS DE GESTÃO São Paulo, Janeiro de 2005 ÍNDICE Introdução...3 A Necessidade do Gerenciamento e Controle das Informações...3 Benefícios de um Sistema de Gestão da Albi Informática...4 A Ferramenta...5

Leia mais

FACULDADE PITÁGORAS DISCIPLINA: SISTEMAS DE INFORMAÇÃO

FACULDADE PITÁGORAS DISCIPLINA: SISTEMAS DE INFORMAÇÃO FACULDADE PITÁGORAS DISCIPLINA: SISTEMAS DE INFORMAÇÃO Prof. Ms. Carlos José Giudice dos Santos carlos@oficinadapesquisa.com.br www.oficinadapesquisa.com.br Estrutura de um Sistema de Informação Vimos

Leia mais

Corporativo. Transformar dados em informações claras e objetivas que. Star Soft. www.starsoft.com.br

Corporativo. Transformar dados em informações claras e objetivas que. Star Soft. www.starsoft.com.br Corporativo Transformar dados em informações claras e objetivas que possibilitem às empresas tomarem decisões em direção ao sucesso. Com essa filosofia a Star Soft Indústria de Software e Soluções vem

Leia mais

A ESCOLHA DO SOFTWARE PARA INFORMATIZAÇÃO DA SUA EMPRESA

A ESCOLHA DO SOFTWARE PARA INFORMATIZAÇÃO DA SUA EMPRESA A ESCOLHA DO SOFTWARE PARA INFORMATIZAÇÃO DA SUA EMPRESA Necessidade de informatizar a empresa Uma senhora muito simpática, Dona Maria das Coxinhas, feliz proprietária de um comércio de salgadinhos, está,

Leia mais

SISTEMAS DE INFORMAÇÃO GERENCIAIS

SISTEMAS DE INFORMAÇÃO GERENCIAIS SISTEMAS DE INFORMAÇÃO GERENCIAIS O PODER DA INFORMAÇÃO Tem PODER quem toma DECISÃO Toma DECISÃO correta quem tem SABEDORIA Tem SABEDORIA quem usa CONHECIMENTO Tem CONHECIMENTO quem possui INFORMAÇÃO (Sem

Leia mais

Tecnologias e Sistemas de Informação

Tecnologias e Sistemas de Informação Universidade Federal do Vale do São Francisco Curso de Administração Tecnologia e Sistemas de Informação - 02 Prof. Jorge Cavalcanti jorge.cavalcanti@univasf.edu.br www.univasf.edu.br/~jorge.cavalcanti

Leia mais

Resultados da Pesquisa

Resultados da Pesquisa Resultados da Pesquisa 1. Estratégia de Mensuração 01 As organizações devem ter uma estratégia de mensuração formal e garantir que a mesma esteja alinhada com os objetivos da empresa. Assim, as iniciativas

Leia mais