Direito é na Católica

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Direito é na Católica"

Transcrição

1 é na Católica D UNIVERSIDADE CATÓLICA PORTUGUESA FACULDADE DE DIREITO

2 Índice Um Curso de D inovador Dos métodos de ensino ao plano curricular, descubra porque estamos na vanguarda. Internacionalização: abrir horizontes é uma prioridade estratégica Colaboração com as melhores universidades estrangeiras, mobilidade de estudantes e de docentes. Um ambiente de trabalho estimulante Espaços modernos e infra-estruturados tecnologicamente para suprir todas as necessidades. Uma Faculdade voltada para os estudantes Os bons alunos não pagam propinas na Católica, e todos têm d a excelentes condições. Um corpo docente diversificado e de excelência Professores de carreira e a melhor ratio docente/estudante das Faculdades de D nacionais. Um curso com saídas profissionais A Católica preocupa-se com os seus estudantes, e procura proporcionar-lhes a melhor preparação, bem como o contacto directo com potenciais empregadores. Contactos

3 Um Curso de D inovador Um plano curricular novo, concebido para preparar juristas de formação sólida, com papel de destaque no mundo profissional do futuro. Uma revolução nos métodos: ferramentas de e-learning de apoio ao ensino presencial, com um site para cada disciplina; learn by doing através das clínicas legais ; aprendizagem baseada na resolução de problemas; ensino não massificado e d a aulas práticas. Um ciclo básico (180 créditos ECTS), com disciplinas e módulos obrigatórios, e um ciclo de especialização (120 créditos ECTS), flexível e orientado para as saídas profissionais. Um curso exigente: avaliação contínua em pequenas turmas; obrigatoriedade de avaliação escrita; realização de um mínimo de oito provas orais; várias disciplinas leccionadas em inglês. Um ensino de excelência: uma Faculdade jovem, mas de qualidade já reconhecida internacionalmente; mesmo a Comissão Nacional de Avaliação Externa, cuja composição foi sujeita a críticas, classificou a Católica com Excelente e Muito Bom em todos os items.

4 Internacionalização: abrir horizontes é uma prioridade estratégica A Católica prepara os seus licenciados para a globalização do mundo do D, através de um número crescente de iniciativas inovadoras. Disciplinas leccionadas na Católica, com assinalável êxito, por professores visitantes de reputadas universidades europeias e americanas, designadamente com o apoio da Comissão Fulbright. Possibilidade efectiva de frequência de um semestre no estrangeiro, em dezenas das mais prestigiadas universidades europeias e americanas. Frequência de cursos de verão internacionais organizados com a Católica, designadamente nos Estados Unidos, que promovem o encontro e a troca de experiências com estudantes e professores estrangeiros. Formação pós-graduada em colaboração com universidades estrangeiras, de que se destaca o mestrado sobre práticas jurídicas europeias, com a chancela da Comissão Europeia, através do programa Erasmus Mundus. University of Illinois - College of Law

5 Biblioteca Um ambiente de trabalho estimulante II João Paulo A Católica é conhecida pelo seu excelente ambiente académico: a pequena dimensão facilita um relacionamento próximo entre professores, alunos e funcionários. A participação crítica dos estudantes e das suas associações, em espírito de franca colaboração, é essencial à tomada de decisões pelos órgãos de Direcção da Faculdade e ao funcionamento do Conselho Pedagógico. No campus de Lisboa, a comunidade académica abrange outras Faculdades da Católica (Ciências Humanas, Economia e Gestão, Teologia) e beneficia do apoio espiritual da Capelania, sem prejuízo da liberdade individual e da abertura do Curso a não católicos. A Biblioteca oferece acesso directo a todos os volumes e está totalmente informatizada e apetrechada.

6 Uma Faculdade voltada para os estudantes e Cafetaria Bar Os bons alunos não pagam propinas: - isenção total de propinas no primeiro ano para todos os candidatos com nota igual ou superior a 16; - isenção total de propinas para todos os alunos do Curso de D que, em cada ano, tenham média igual ou superior a 14,5 valores (15,5 no último ano). Espaços de estudo abertos 24 horas por dia. Acesso gratuito à internet através de rede wireless. Apoio financeiro a alunos carenciados e a estudantes dos países de língua portuguesa. Iniciativas de integração dos novos alunos promovidas em colaboração da Faculdade com os estudantes. Actividades extra-curriculares: desporto, tuna, coro, grupo de teatro, festas, idas à neve. Gabinete de Apoio ao Aluno: apoio social e psicológico; orientação profissional.

7 Professora Um corpo docente diversificado e de excelência Maria da Glória Garcia Professores de carreira, com as mais elevadas classificações em provas académicas. Docentes com larga experiência profissional, visando ligar a teoria à prática. Professores visitantes estrangeiros, em número crescente. Professores de outras áreas científicas (economia, gestão, filosofia, ética, ciência política). A tradição de excelência pedagógica é fomentada pela avaliação periódica dos docentes pelos estudantes, instituída há mais de uma década. A melhor ratio docente/estudante (incluindo professor doutorado/estudante) das Faculdades de D portuguesas. Os docentes estão disponíveis para apoiar os estudantes, mesmo fora dos horários de atendimento, pessoalmente ou através de . Professor Germano Marques da Silva

8 Um curso com saídas profissionais Os licenciados da Católica têm a melhor taxa de empregabilidade, comprovada por inquéritos rigorosos e independentes e pelas admissões à Ordem dos Advogados e ao Centro de Estudos Judiciários. As melhores e mais prestigiadas sociedades de advogados recrutam na Católica. Os licenciados da Católica são conhecidos pelo profissionalismo e formação ética que adquirem. A Católica proporciona aos seus estudantes a possibilidade de contacto directo com futuros empregadores, quer sejam docentes na Faculdade, quer sejam convidados a apresentar os seus projectos. O plano de curso da Católica integra disciplinas em áreas de ponta da advocacia e da gestão, não leccionadas em qualquer outra universidade portuguesa. A Católica cuida da inserção profissional dos futuros licenciados, através de protocolos com entidades públicas e privadas, especialmente sociedades de advogados de grande e média dimensão. A elevada qualidade do ensino pós-graduado da Católica, quer de índole académica (mestrados e doutoramentos) quer de índole profissionalizante (pósgraduações e formação avançada) é reconhecida na comunidade jurídica. Sessão de encerramento da segunda edição do Jobshop

9 Contactos Gabinete do Candidato Telefone: Faculdade de D da Católica Morada: Palma de Cima Lisboa Telefone: / 78 Fax: Internet:

REGULAMENTO DE APROVAÇÃO DO PLANO DE CURSO DA LICENCIATURA DA FACULDADE DE DIREITO DA UNIVERSIDADE CATÓLICA PORTUGUESA ESCOLA DE LISBOA

REGULAMENTO DE APROVAÇÃO DO PLANO DE CURSO DA LICENCIATURA DA FACULDADE DE DIREITO DA UNIVERSIDADE CATÓLICA PORTUGUESA ESCOLA DE LISBOA REGULAMENTO DE APROVAÇÃO DO PLANO DE CURSO DA LICENCIATURA DA FACULDADE DE DIREITO DA UNIVERSIDADE CATÓLICA PORTUGUESA ESCOLA DE LISBOA A Faculdade de Direito da Universidade Católica Portuguesa aprovou

Leia mais

estrado em ireito dministrativo contratação ública parceiro

estrado em ireito dministrativo contratação ública parceiro estrado em ireito dministrativo contratação ública parceiro Mestrados em Direito Faculdade de Direito - Escola de Lisboa - Universidade Católica Cada um dos nossos Mestrados foi organizado para proporcionar

Leia mais

- Doutoramento em Direito.

- Doutoramento em Direito. CANDIDATURAS AOS PROGRAMAS DE FORMAÇÃO AVANÇADA E PÓS- GRADUAÇÕES DA FACULDADE DE DIREITO DA UNIVERSIDADE CATÓLICA PORTUGUESA (ESCOLA DE LISBOA) AO ABRIGO DO PROGRAMA ALBAN BOLSAS DE ALTO NÍVEL PARA A

Leia mais

ESTudos avançados em. direito do trabalho. pós-graduação mestrado doutoramento

ESTudos avançados em. direito do trabalho. pós-graduação mestrado doutoramento ESTudos avançados em direito do trabalho pós-graduação mestrado doutoramento ESTudos avançados em direito do trabalho pós-graduação mestrado doutoramento coordenador Prof. Doutor Bernardo Xavier VICE-coordenADORA

Leia mais

Mestrado em. ECONOMIA e GESTÃO INTERNACIONAL

Mestrado em. ECONOMIA e GESTÃO INTERNACIONAL Mestrado em ECONOMIA e GESTÃO INTERNACIONAL ANO LECTIVO 2011/2012 6. a EDIÇÃO Rui Henrique Alves (Vogal) Maria do Rosário Moreira (Vogal) Rosa Forte (Directora) Ana Paula Africano (Vogal) Raquel Meneses

Leia mais

Sistema Educativo de Portugal

Sistema Educativo de Portugal Departamento de Ciências da Educação Curso de 1.º Ciclo em Ciências da Educação Unidade Curricular: Educação Comparada Ano lectivo - 2009/2010 2.ºAno 1.º Semestre Sistema Educativo de Portugal Investigação

Leia mais

Regulamento de Mobilidade Internacional de Estudantes do Instituto de Estudos Políticos. I. Disposições Gerais. Artigo 1º.

Regulamento de Mobilidade Internacional de Estudantes do Instituto de Estudos Políticos. I. Disposições Gerais. Artigo 1º. Regulamento de Mobilidade Internacional de Estudantes do Instituto de Estudos Políticos I. Disposições Gerais Artigo 1º (Objecto) 1. O presente Regulamento rege a mobilidade internacional de estudantes

Leia mais

Resultados-Chave Relatório de Bolonha do ISCTE-IUL (2010/2011)

Resultados-Chave Relatório de Bolonha do ISCTE-IUL (2010/2011) Resultados-Chave Relatório de Bolonha do ISCTE-IUL (2010/2011) 1. O relatório sobre o grau de concretização do processo de Bolonha no Instituto Universitário de Lisboa (ISCTE-IUL) relativo ao ano lectivo

Leia mais

Cursos de Pós-Graduação REGULAMENTO. Elaborado por: Aprovado por: Versão

Cursos de Pós-Graduação REGULAMENTO. Elaborado por: Aprovado por: Versão REGULAMENTO Cursos de Pós-Graduação Elaborado por: Aprovado por: Versão Gabinete Apoio Reitoria Reitor 2.0 (Professor Doutor Rui Oliveira) Revisto e Confirmado por: Data de Aprovação Inicial Secretário-Geral

Leia mais

MARIA JOÃO ESTORNINHO

MARIA JOÃO ESTORNINHO MARIA JOÃO ESTORNINHO FUNÇÃO Professora Catedrática Convidada CONTACTOS Tel. +351 217 214 170 Fax +351 217 214 177 Palma de Cima, 1649-023 Lisboa Portugal mjestorninho@gmail.com www.fd.lisboa.ucp.pt ÁREAS

Leia mais

Oferta Formativa Pós- Graduada Curso Pós-Graduado de Especialização em Educação

Oferta Formativa Pós- Graduada Curso Pós-Graduado de Especialização em Educação Instituto de Oferta Formativa Pós- Graduada Curso Pós-Graduado de Especialização em Educação Especialização: Tecnologias e Metodologias da Programação no Ensino Básico 16 17 Edição Instituto de Educação

Leia mais

FINANÇAS. ORGANIZAÇÃO O curso está estruturado em duas áreas de especialização: Mercados Financeiros; Instituições

FINANÇAS. ORGANIZAÇÃO O curso está estruturado em duas áreas de especialização: Mercados Financeiros; Instituições COMISSÃO CIENTÍFICA E PEDAGÓGICA Professor doutor João Duque (coordenador) Professora doutora Raquel Gaspar Professora doutora Clara Raposo DESTINATÁRIOS FINANÇAS O mestrado destina-se essencialmente a

Leia mais

Índice. Estudo da integração dos estudantes do 1. ano, CLE 1- EIXO FORMAÇÃO. Que importância atribui a este tipo de atividades?

Índice. Estudo da integração dos estudantes do 1. ano, CLE 1- EIXO FORMAÇÃO. Que importância atribui a este tipo de atividades? 13-3-214 Índice 13 de março de 214 1- Eixo Formação Opinião dos estudantes acerca da integração Opinião acerca das UC e docentes Opinião sobre o ciclo de estudos Estudo da validade das respostas dadas

Leia mais

Regulamento de criação, acreditação interna e creditação dos cursos de formação na área da educação contínua da UPorto

Regulamento de criação, acreditação interna e creditação dos cursos de formação na área da educação contínua da UPorto Regulamentos Regulamento de criação, acreditação interna e creditação dos cursos de formação na área da educação contínua da UPorto Secção Permanente do Senado de 07 de Abril de 2004 Alterado pela Secção

Leia mais

Departamento de Matemática Relatório de Atividades 2015

Departamento de Matemática Relatório de Atividades 2015 Departamento de Matemática Relatório de Atividades 2015 O relatório do departamento de Matemática (DM) identifica atividade em diversos domínios constantes do Plano Estratégico para o ISEG. 1. Ensino e

Leia mais

Mestrados em Direito Faculdade de Direito - Escola de Lisboa - Universidade Católica

Mestrados em Direito Faculdade de Direito - Escola de Lisboa - Universidade Católica Mestrados em Direito Faculdade de Direito - Escola de Lisboa - Universidade Católica Cada um dos nossos Mestrados foi organizado para proporcionar aos licenciados uma formação consistente e especializada,

Leia mais

DESPACHO. ASSUNTO: Regulamento de Candidatura - Programa Leonardo Da Vinci para diplomados ESTeSL

DESPACHO. ASSUNTO: Regulamento de Candidatura - Programa Leonardo Da Vinci para diplomados ESTeSL DESPACHO N.º 29/2013 Data: 2013/06/21 Para conhecimento de: Pessoal Docente, Discente e não Docente ASSUNTO: Regulamento de Candidatura - Programa Leonardo Da Vinci para diplomados ESTeSL 2012-2014. No

Leia mais

Reitoria. Universidade do Minho, 24 de Fevereiro de 2010

Reitoria. Universidade do Minho, 24 de Fevereiro de 2010 Reitoria RT-21/2010 Por proposta do Conselho Académico da Universidade do Minho, é homologado o Regulamento do Mestrado Integrado em Psicologia, anexo a este despacho. Universidade do Minho, 24 de Fevereiro

Leia mais

Doutoramento em Economia

Doutoramento em Economia Doutoramento em Economia 2010/2011 O Programa O Programa de Doutoramento em Economia tem como objectivo central proporcionar formação que permita o acesso a actividades profissionais de elevada exigência

Leia mais

PÓS-GRADUAÇÃO EM DIREITO DO PETRÓLEO E DO GÁS UM PARADIGMA NA FORMAÇÂO PÓS-GRADUADA

PÓS-GRADUAÇÃO EM DIREITO DO PETRÓLEO E DO GÁS UM PARADIGMA NA FORMAÇÂO PÓS-GRADUADA PÓS-GRADUAÇÃO EM DIREITO DO PETRÓLEO E DO GÁS UM PARADIGMA NA FORMAÇÂO PÓS-GRADUADA FACULDADE DE DIREITO DA UNIVERSIDADE AGOSTINHO NETO (FDUAN) Um curso de excelência pioneiro em Angola que resulta de

Leia mais

PROGRAMA DE DOUTORAMENTO EM ENFERMAGEM

PROGRAMA DE DOUTORAMENTO EM ENFERMAGEM PROGRAMA DE DOUTORAMENTO EM ENFERMAGEM REGULAMENTO 1 - Justificação As Ciências da Saúde têm registado nos últimos anos um progresso assinalável em múltiplos domínios. Este progresso assenta, em grande

Leia mais

doutoramentos guia (3º ciclo) e pós-doutoramentos

doutoramentos guia (3º ciclo) e pós-doutoramentos doutoramentos (3º ciclo) e pós-doutoramentos guia 2015 www.fd.ulisboa.pt faculdade de direito exigência, rigor e diálogo científico a faculdade de direito da universidade de lisboa é uma instituição centenária,

Leia mais

JULIANA FERRAZ COUTINHO CURRICULUM VITÆ PORTO

JULIANA FERRAZ COUTINHO CURRICULUM VITÆ PORTO JULIANA FERRAZ COUTINHO CURRICULUM VITÆ PORTO 2011 ÍNDICE I. Identificação...2 II. Formação Académica...3 III. Actividade Docente...4 1. Licenciaturas. 2. Cursos de Pós-Graduação. 3. Outros Cursos. IV.

Leia mais

PROCESSO PENAL PRÁTICAS

PROCESSO PENAL PRÁTICAS PROCESSO PENAL PRÁTICAS FORENSES ELEMENTOS DA DISCIPLINA Docência: Prof. Doutor José Lobo Moutinho; Prof. Doutor Henrique Salinas. Ano Lectivo: 2012/2013 1.º Semestre Optativa Carga horária: 3h45 (3 aulas)

Leia mais

REGULAMENTO DO PROGRAMA DOUTORAL EM MATEMÁTICA E APLICAÇÕES DAS UNIVERSIDADES DE AVEIRO E MINHO

REGULAMENTO DO PROGRAMA DOUTORAL EM MATEMÁTICA E APLICAÇÕES DAS UNIVERSIDADES DE AVEIRO E MINHO REGULAMENTO DO PROGRAMA DOUTORAL EM MATEMÁTICA E APLICAÇÕES DAS UNIVERSIDADES DE AVEIRO E MINHO Artigo 1º Criação do Programa As Universidades do Aveiro e Minho, designadas por Universidades, instituem

Leia mais

Acção 1. Quem pode participar? Programas conjuntos de mestrado e doutoramento, incluindo um sistema de bolsas de estudo

Acção 1. Quem pode participar? Programas conjuntos de mestrado e doutoramento, incluindo um sistema de bolsas de estudo Co m i s s ã o E u r o p e i a m e s t Acção 1 Programas conjuntos de mestrado e doutoramento, incluindo um sistema de bolsas de estudo Os programas conjuntos de reconhecida qualidade académica são concebidos

Leia mais

Metodologia do Desporto - Treino Desportivo - Natação. Ponte entre a teoria e prática.

Metodologia do Desporto - Treino Desportivo - Natação. Ponte entre a teoria e prática. Workshop de inovação e partilha pedagógica da U.Porto Experiências pedagógicas na U.Porto: apresentações das unidades orgânicas Metodologia do Desporto - Treino Desportivo - Natação. Ponte entre a teoria

Leia mais

UNIVERSIDADE TÉCNICA DE MOÇAMBIQUE UDM DIRECÇÃO ACADÉMICA CURRÍCULO DA ÁREA DE FORMAÇÃO EM ADMINISTRAÇÃO E GESTÃO DE EMPRESAS AFAGE

UNIVERSIDADE TÉCNICA DE MOÇAMBIQUE UDM DIRECÇÃO ACADÉMICA CURRÍCULO DA ÁREA DE FORMAÇÃO EM ADMINISTRAÇÃO E GESTÃO DE EMPRESAS AFAGE UNIVERSIDADE TÉCNICA DE MOÇAMBIQUE UDM DIRECÇÃO ACADÉMICA CURRÍCULO DA ÁREA DE FORMAÇÃO EM ADMINISTRAÇÃO E GESTÃO DE EMPRESAS AFAGE Licenciatura em Administração e Gestão de Empresas (LAGE) Maputo, Julho

Leia mais

REORGANIZAÇÃO DAS LICENCIATURAS DA U. M.

REORGANIZAÇÃO DAS LICENCIATURAS DA U. M. CAc P 1-02/03 REORGANIZAÇÃO DAS LICENCIATURAS DA U. M. 1. Introdução A expansão da rede do Ensino Superior Público e Privado, que ocorreu nas décadas de 80 e 90, trouxe como consequência, aliás previsível,

Leia mais

l.l.ílsj DE ADMINISTRAÇÃO, I.P.

l.l.ílsj DE ADMINISTRAÇÃO, I.P. r» - INSTITUTO NACIONAL l.l.ílsj DE ADMINISTRAÇÃO, I.P. PROTOCOLO DE COOPERAÇÃO ENTRE O INSTITUTO SUPERIOR DE CIÊNCIAS SOCIAIS E POLÍTICAS EO INSTITUTO NACIONAL DE ADMINISTRAÇÃO Considerando que o Instituto

Leia mais

Acesso ao Ensino Superior. Serviços de Psicologia e Orientação Escola Secundária Francisco Rodrigues Lobo

Acesso ao Ensino Superior. Serviços de Psicologia e Orientação Escola Secundária Francisco Rodrigues Lobo Acesso ao Ensino Superior Serviços de Psicologia e Orientação Escola Secundária Francisco Rodrigues Lobo Aque perguntas vamos responder? 1. Que curso do ensino secundário (ou disciplinas) é necessário

Leia mais

Universidade do Minho Universidade do Porto- Faculdade de Ciências

Universidade do Minho Universidade do Porto- Faculdade de Ciências Universidade do Minho Universidade do Porto- Faculdade de Ciências PROPOSTA DE REGULAMENTO DO CICLO DE ESTUDOS CONDUCENTES AO GRAU DE MESTRE EM Tecnologia, Ciência e Segurança Alimentar Artigo 1º Concessão

Leia mais

CONCURSO PARA ATRIBUIÇÃO DE 20 BOLSAS DE DOUTORAMENTO PROGRAMA DOUTORAL EM BIOLOGIA E ECOLOGIA DAS ALTERAÇÕES GLOBAIS

CONCURSO PARA ATRIBUIÇÃO DE 20 BOLSAS DE DOUTORAMENTO PROGRAMA DOUTORAL EM BIOLOGIA E ECOLOGIA DAS ALTERAÇÕES GLOBAIS CONCURSO PARA ATRIBUIÇÃO DE 20 BOLSAS DE DOUTORAMENTO PROGRAMA DOUTORAL EM BIOLOGIA E ECOLOGIA DAS ALTERAÇÕES GLOBAIS Em Fevereiro de 2011, têm início as actividades lectivas do primeiro doutoramento em

Leia mais

Instituto de Educação

Instituto de Educação Instituto de Educação Universidade de Lisboa Oferta Formativa Pós-Graduada Doutoramento em Educação Especialização: Didática das Ciências Edição Instituto de Educação da Universidade de Lisboa maio de

Leia mais

REGULAMENTO DE FREQUÊNCIA DE CLÍNICAS LEGAIS E ESTÁGIOS DE

REGULAMENTO DE FREQUÊNCIA DE CLÍNICAS LEGAIS E ESTÁGIOS DE REGULAMENTO DE FREQUÊNCIA DE CLÍNICAS LEGAIS E ESTÁGIOS DE VERÃO (Aprovado em 2 de Dezembro de 2009, pela Direcção da Escola de Lisboa) CAPÍTULO I INTRODUÇÃO Artigo 1º (Objecto) O presente regulamento

Leia mais

PROPOSTA DE CRIAÇA O DE UM CURSO DE FORMAÇA O NA A REA DE EDUCAÇA O CONTI NUA DIPLOMA DE FORMAÇA O AVANÇADA

PROPOSTA DE CRIAÇA O DE UM CURSO DE FORMAÇA O NA A REA DE EDUCAÇA O CONTI NUA DIPLOMA DE FORMAÇA O AVANÇADA PROPOSTA DE CRIAÇA O DE UM CURSO DE FORMAÇA O NA A REA DE EDUCAÇA O CONTI NUA DIPLOMA DE FORMAÇA O AVANÇADA NOME DO CURSO Português: Formação Avançada em Engenharia da Refinação, Petroquímica e Química

Leia mais

Proposta de patrocínio para a participação da Católica Porto Escola de Direito na

Proposta de patrocínio para a participação da Católica Porto Escola de Direito na Proposta de patrocínio para a participação da Católica Porto Escola de Direito na Universidade Católica Portuguesa Nascida em 1967, a afirmação da Universidade Católica Portuguesa na sociedade concretizou-

Leia mais

Aviso de Abertura das Candidaturas à Pós-Graduação em Educação Musical Madeira Funchal 3ª FASE. 18 de Julho a 26 de Agosto de 2011

Aviso de Abertura das Candidaturas à Pós-Graduação em Educação Musical Madeira Funchal 3ª FASE. 18 de Julho a 26 de Agosto de 2011 Aviso de Abertura das Candidaturas à Pós-Graduação em Educação Musical Madeira Funchal 3ª FASE 18 de Julho a 26 de Agosto de 2011 1. Introdução A presente proposta refere-se a uma pós-graduação de 60 créditos

Leia mais

2012/13. Inquérito aos Estudantes de Mestrado e Doutoramento. Avaliaça o dos Cursos da Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa

2012/13. Inquérito aos Estudantes de Mestrado e Doutoramento. Avaliaça o dos Cursos da Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa 2012/13 Inquérito aos Estudantes de Mestrado e Doutoramento Avaliaça o dos Cursos da Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa Julho 2013 Índice Introdução...

Leia mais

Doutoramento Gestão 2011/2012

Doutoramento Gestão 2011/2012 Doutoramento Gestão 2011/2012 O Programa O Programa de Doutoramento em Gestão (PDG) pretende proporcionar aos doutorandos uma compreensão profunda dos problemas de gestão e uma formação sólida em métodos

Leia mais

UNIVERSIDADE TÉCNICA DE MOÇAMBIQUE

UNIVERSIDADE TÉCNICA DE MOÇAMBIQUE UNIVERSIDADE TÉCNICA DE MOÇAMBIQUE REGULAMENTO DA CARREIRA DOCENTE Capítulo I Dos Princípios Gerais Artigo (Âmbito e Constituição do Corpo Docente). O presente Regulamento aplica-se a todos os docentes

Leia mais

PROGRAMA AVANÇADO EM CIÊNCIA POLÍTICA PARA PROFESSORES DO ENSINO SECUNDÁRIO 1ª EDIÇÃO 2009

PROGRAMA AVANÇADO EM CIÊNCIA POLÍTICA PARA PROFESSORES DO ENSINO SECUNDÁRIO 1ª EDIÇÃO 2009 1ª EDIÇÃO 2009 DIRECÇÃO Prof. Doutor Rosas Doutora Dra. COORDENAÇÃO APRESENTAÇÃO Mestre Eugénia Gamboa O Instituto de Estudos Políticos sempre prezou uma interactividade entre a sociedade civil e a academia

Leia mais

O COMPROMISSO DE UMA INSTITUIÇÃO

O COMPROMISSO DE UMA INSTITUIÇÃO O COMPROMISSO DE UMA INSTITUIÇÃO Bem-vindo aos Programas Executivos do ISAG. A experiência adquirida ao longo dos anos e a atualização de conceitos, permitiu ao ISAG desenvolver programas que se encontram

Leia mais

PROGRAMA INTERNACIONAL DE PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO EMPRESARIAL UCAM- Ipanema/ Porto Business School

PROGRAMA INTERNACIONAL DE PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO EMPRESARIAL UCAM- Ipanema/ Porto Business School PROGRAMA INTERNACIONAL DE PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO EMPRESARIAL UCAM- Ipanema/ Porto Business School A Universidade Candido Mendes apresenta em convênio com a Porto Business School, o programa de Pós-Graduação

Leia mais

ACEF/1314/04432 Relatório final da CAE

ACEF/1314/04432 Relatório final da CAE ACEF/1314/04432 Relatório final da CAE Caracterização do ciclo de estudos Perguntas A.1 a A.10 A.1. Instituição de Ensino Superior / Entidade Instituidora: Universidade Do Porto A.1.a. Outras Instituições

Leia mais

Descrição do Curso de Verão

Descrição do Curso de Verão Descrição do Curso de Verão Portugal - 1 de 7 - Introdução O BEST Board of European Students of Technology é uma associação sem fins lucrativos, políticos ou religiosos que reúne estudantes de Engenharia,

Leia mais

Segurança Alimentar. Pós-Graduação. 45 ECTS //

Segurança Alimentar. Pós-Graduação. 45 ECTS // Pós-Graduação Segurança Alimentar 45 ECTS // www.esb.ucp.pt Nesta pós-graduação estudam-se os perigos, riscos, metodologias e legislação com que a segurança alimentar é confrontada na atualidade, numa

Leia mais

AOS NOVOS. b. Os outros casos enquadram-se no novo regime de acesso ao ensino superior para os maiores de 23 anos.

AOS NOVOS. b. Os outros casos enquadram-se no novo regime de acesso ao ensino superior para os maiores de 23 anos. PEDIDOS DE EQUIPARAÇÃO OU EQUIVALÊNCIA AOS NOVOS PLANOS DE ESTUDO E TÍTULOS ACADÉMICOS EM TEOLOGIA E CIÊNCIAS RELIGIOSAS 1. Cursos Básicos de Teologia O Mapa em anexo ao Despacho Normativo n.º 6-A/90,

Leia mais

Instituto de Educação Universidade de Lisboa

Instituto de Educação Universidade de Lisboa Instituto de Educação Universidade de Lisboa Oferta Formativa Pós-Graduada Mestrado em Educação Especialização: Educação e Tecnologias Digitais 14 15 Edição Instituto de Educação da Universidade de Lisboa

Leia mais

Perfil do Docente 2007/08

Perfil do Docente 2007/08 Perfil do Docente 2007/08 93 PERFIL DO DOCENTE 2009/2010 1 Índice FICHA TÉCNICA Título Perfil do Docente 2009/2010 Autoria Gabinete de Estatística e Planeamento da Educação (GEPE) Direcção de Serviços

Leia mais

Mestrado Integrado em Engenharia e Gestão Industrial

Mestrado Integrado em Engenharia e Gestão Industrial Mestrado Integrado em Engenharia e Gestão Industrial Ana Camanho FEUP, 14 de março de 2016 Sumário Médias de entrada e numerus clausus Objetivo geral do curso Estrutura do curso Parcerias estratégicas

Leia mais

LICENCIATURA EM ESTUDOS ASIÁTICOS LÍNGUAS ASIÁTICAS CIÊNCIAS SOCIAIS E HUMANAS OPÇÕES LIVRES

LICENCIATURA EM ESTUDOS ASIÁTICOS LÍNGUAS ASIÁTICAS CIÊNCIAS SOCIAIS E HUMANAS OPÇÕES LIVRES LICENCIATURA EM ESTUDOS ASIÁTICOS LÍNGUAS ASIÁTICAS CIÊNCIAS SOCIAIS E HUMANAS OPÇÕES LIVRES FACULDADE DE LETRAS DA UNIVERSIDADE DE LISBOA SEMANA DE ACOLHIMENTO AOS NOVOS ALUNOS 13 17 Setembro 2010 Licenciatura

Leia mais

Apresentação Institucional NOVA IMS

Apresentação Institucional NOVA IMS Apresentação Institucional NOVA IMS ÍNDICE Introdução Missão Visão Ensino Empregabilidade Investigação Internacionalização Acreditações e Certificações 2 INTRODUÇÃO A NOVA Information Management School

Leia mais

UNIVERSIDADE EDUARDO MONDLANE FACULDADE DE ECONOMIA E D I T A L

UNIVERSIDADE EDUARDO MONDLANE FACULDADE DE ECONOMIA E D I T A L UNIVERSIDADE EDUARDO MONDLANE FACULDADE DE ECONOMIA E D I T A L PROGRAMA DE MESTRADO EM GESTÃO DE POLÍTICAS ECONÓMICAS 4ª EDIÇÃO/2012 BOLSAS DE ESTUDO A Universidade Eduardo Mondlane (UEM), assinou um

Leia mais

Curso de Licenciatura em Enfermagem GUIA DO ESTUDANTE

Curso de Licenciatura em Enfermagem GUIA DO ESTUDANTE Curso de Licenciatura em Enfermagem GUIA DO ESTUDANTE Outubro 2009 INTRODUÇÃO Este guia de acolhimento, foi elaborado para si. Pretendemos com ele que ao entrar para esta Escola tenha, não só apoio humano,

Leia mais

ATLÂNTICO BUSINESS SCHOOL

ATLÂNTICO BUSINESS SCHOOL ATLÂNTICO BUSINESS SCHOOL A Atlântico Business School é uma instituição de Ensino Superior vocacionada para ministrar formação, tanto ao nível da Licenciatura e Mestrado como ao nível dos MBAs e Pós-Graduações,

Leia mais

Regulamento de Estágios para o Primeiro e Segundo Ciclo Cursos de Ciência Política e Relações Internacionais 2009 / 2010

Regulamento de Estágios para o Primeiro e Segundo Ciclo Cursos de Ciência Política e Relações Internacionais 2009 / 2010 Regulamento de Estágios para o Primeiro e Segundo Ciclo Cursos de Ciência Política e Relações Internacionais 2009 / 2010 Âmbito O presente Regulamento de Estágios é válido para os alunos dos Cursos de

Leia mais

GUIÃO PARA ELABORAÇÃO DO RELATÓRIO DE AVALIAÇÃO/ACREDITAÇÃO DE CICLOS DE ESTUDO EM FUNCIONAMENTO (AACEF) (Ensino Universitário)

GUIÃO PARA ELABORAÇÃO DO RELATÓRIO DE AVALIAÇÃO/ACREDITAÇÃO DE CICLOS DE ESTUDO EM FUNCIONAMENTO (AACEF) (Ensino Universitário) GUIÃO PARA ELABORAÇÃO DO RELATÓRIO DE AVALIAÇÃO/ACREDITAÇÃO DE CICLOS DE ESTUDO EM FUNCIONAMENTO (AACEF) (Ensino Universitário) Versão de 17 de maio de 2012 1 CARACTERIZAÇÃO DO CICLO DE ESTUDOS A.1. Instituição

Leia mais

LICENCIATURA EM CINEMA E AUDIOVISUAL

LICENCIATURA EM CINEMA E AUDIOVISUAL LICENCIATURA EM CINEMA E AUDIOVISUAL NORMAS REGULAMENTARES Curso do 1º ciclo de estudos do ensino superior, de cariz universitário, conferente do grau de licenciado, adequado ao Processo de Bolonha, constante

Leia mais

MESTRADOS ISAG b-learning

MESTRADOS ISAG b-learning MESTRADOS ISAG b-learning O COMPROMISSO DE UMA INSTITUIÇÃO Bem-vindo ao programa de mestrados do ISAG. Os mestrados em Direção Comercial e Marketing e em Gestão de Empresas visam proporcionar uma vantagem

Leia mais

MESTRADO EM FISIOTERAPIA EDITAL 1ª EDIÇÃO 2017/2019

MESTRADO EM FISIOTERAPIA EDITAL 1ª EDIÇÃO 2017/2019 MESTRADO EM FISIOTERAPIA EDITAL 1ª EDIÇÃO 2017/2019 1. APRESENTAÇÃO O mestrado em Fisioterapia organizado pela Escola Superior de Saúde do Vale do Sousa do Instituto Politécnico de Saúde do Norte, tendo

Leia mais

Doutoramento em História Económica e Social

Doutoramento em História Económica e Social Doutoramento em História Económica e Social 2010/2011 O Programa O Programa de Doutoramento em História Económica e Social criado pela Universidade Técnica de Lisboa em 1991 e adequado ao espaço europeu

Leia mais

THE LISBON CONSOR TIUM

THE LISBON CONSOR TIUM THE LISBON CONSOR TIUM Com a criação do Consórcio de Lisboa, a Faculdade de Ciências Humanas da Universidade Católica Portuguesa oferece, no panorama do ensino universitário nacional, uma resposta de

Leia mais

Universidade de Évora. Universidade do Algarve - Faculdade de Ciências e Tecnologia

Universidade de Évora. Universidade do Algarve - Faculdade de Ciências e Tecnologia Universidade de Évora Universidade do Algarve - Faculdade de Ciências e Tecnologia Edital Abertura do Programa de Doutoramento Ciências Agrárias e Ambientais Ano Letivo 2016/2017 1. O Curso é promovido

Leia mais

O COMPROMISSO DE UMA INSTITUIÇÃO COMO VAI MARCAR A DIFERENÇA! ISAG - UMA INSTITUIÇÃO NO CAMINHO DA INOVAÇÃO

O COMPROMISSO DE UMA INSTITUIÇÃO COMO VAI MARCAR A DIFERENÇA! ISAG - UMA INSTITUIÇÃO NO CAMINHO DA INOVAÇÃO O COMPROMISSO DE UMA INSTITUIÇÃO Bem-vindo aos Programas Executivos do ISAG. A experiência adquirida ao longo dos anos e a atualização de conceitos, permitiu ao ISAG European Business School desenvolver

Leia mais

LICENCIATURA EM TEATRO INTERPRETAÇÃO E ENCENAÇÃO

LICENCIATURA EM TEATRO INTERPRETAÇÃO E ENCENAÇÃO LICENCIATURA EM TEATRO INTERPRETAÇÃO E ENCENAÇÃO NORMAS REGULAMENTARES Curso do do 1º ciclo de estudos do ensino superior, de cariz universitário, conferente do grau de licenciado, adequado ao Processo

Leia mais

MOBILIDADE DE ESTUDANTES PARA REALIZAÇÃO DE ESTÁGIO PROFISSIONAL ERASMUS ERASMUS PLACEMENT (SMP) INFORMAÇÕES GERAIS

MOBILIDADE DE ESTUDANTES PARA REALIZAÇÃO DE ESTÁGIO PROFISSIONAL ERASMUS ERASMUS PLACEMENT (SMP) INFORMAÇÕES GERAIS MOBILIDADE DE ESTUDANTES PARA REALIZAÇÃO DE ESTÁGIO PROFISSIONAL ERASMUS ERASMUS PLACEMENT (SMP) Estágios Profissionais Erasmus INFORMAÇÕES GERAIS O Erasmus dá a possibilidade aos estudantes do ensino

Leia mais

Universidade de Évora Instituto Politécnico de Beja - Escola Superior de

Universidade de Évora Instituto Politécnico de Beja - Escola Superior de Universidade de Évora Instituto Politécnico de Beja - Escola Superior de Saúde Instituto Politécnico de Castelo Branco - Escola Superior de Saúde Dr. Lopes Dias Instituto Politécnico de Portalegre - Escola

Leia mais

Programas de Mobilidade ERASMUS +

Programas de Mobilidade ERASMUS + Programas de Mobilidade ERASMUS + 1 Programas de Mobilidade ERASMUS+ e Outras mobilidades Os Programas de Mobilidade consistem em protocolos de cooperação com outras Instituições do Ensino Superior (IES)

Leia mais

Instituto Superior de Ciências Educativas

Instituto Superior de Ciências Educativas Instituto Superior de Ciências Educativas Curso de Pós-Graduação/ Formação Especializada em ORGANIZAÇÃO E GESTÃO DE EVENTOS DE NEGÓCIOS, DESPORTIVOS E DE ANIMAÇÃO TURÍSTICA 2017 / 2018 O curso exposto

Leia mais

Crise Social & Crise das Políticas Sociais

Crise Social & Crise das Políticas Sociais V Seminário International do CESSS Crise Social & Crise das Políticas Sociais Lisboa 31Maio & 1 Junho 2012 Sala 121 FCH I. Contexto e Objectivos Este seminário enquadra-se no âmbito do plano de actividades

Leia mais

PROGRAMA APRENDIZAGEM AO LONGO DA VIDA ERASMUS. Programa de Aprendizagem ao Longo da Vida

PROGRAMA APRENDIZAGEM AO LONGO DA VIDA ERASMUS. Programa de Aprendizagem ao Longo da Vida PROGRAMA APRENDIZAGEM AO LONGO DA VIDA ERASMUS Informação Oficial da Página da Agência Nacional PROALV www.proalv.pt Entidade responsável em Portugal pela gestão do Programa Programa de Aprendizagem ao

Leia mais

Pedro Miguel Puga Alves. Rua Mateus Fernandes nº 21 1º A, Oeiras, Portugal. ou

Pedro Miguel Puga Alves. Rua Mateus Fernandes nº 21 1º A, Oeiras, Portugal. ou re Curriculum vitae Informação pessoal Nome Morada Pedro Miguel Puga Alves Rua Mateus Fernandes nº 21 1º A, 2780-233 Oeiras, Portugal Telefone 21 442 37 86 Telemóvel1: 96 258 53 49 Telemóvel2: 91 338 27

Leia mais

Artº - 1º Âmbito. Artº - 2º Objectivos

Artº - 1º Âmbito. Artº - 2º Objectivos REGULAMENTO DE ESTÁGIOS IEP- UCP Artº - 1º Âmbito O presente Regulamento de Estágios é válido para os alunos dos Cursos de Licenciatura em Ciência Política e Relações Internacionais e do Programa de Mestrado

Leia mais

CURSO DE PREPARAÇÃO PARA REVISORES OFICIAIS DE CONTAS

CURSO DE PREPARAÇÃO PARA REVISORES OFICIAIS DE CONTAS CURSO DE PREPARAÇÃO PARA REVISORES OFICIAIS DE CONTAS ESTRUTURA O Curso tem a duração de 4 trimestres, compreendendo a frequência da componente letiva. Os candidatos poderão inscrever-se em todos os grupos

Leia mais

ESCOLA SUPERIOR DE ENFERMAGEM DE COIMBRA. Síntese do

ESCOLA SUPERIOR DE ENFERMAGEM DE COIMBRA. Síntese do ESCOLA SUPERIOR DE ENFERMAGEM DE COIMBRA Síntese do RELATÓRIO DE AUTO-AVALIAÇÃO: AVALIAÇÃO: OPINIÃO DA COMUNIDADE EDUCATIVA E ENTIDADES EMPREGADORAS O presente documento-síntese é composto pelo Índice

Leia mais

MESTRADOS. Artigo 1.º Criação A Escola Superior de Comunicação Social confere o grau de Mestre em Gestão Estratégica das Relações Públicas.

MESTRADOS. Artigo 1.º Criação A Escola Superior de Comunicação Social confere o grau de Mestre em Gestão Estratégica das Relações Públicas. MESTRADOS REGIME DE FREQUÊNCIA E AVALIAÇÃO GESTÃO ESTRATÉGICA DAS RELAÇÕES PÚBLICAS Artigo 1.º Criação A Escola Superior de Comunicação Social confere o grau de Mestre em Gestão Estratégica das Relações

Leia mais

NA FEUC A FORMAÇÃO É ASSUNTO SÉRIO

NA FEUC A FORMAÇÃO É ASSUNTO SÉRIO NA FEUC A FORMAÇÃO É ASSUNTO SÉRIO MBA PARA EXECUTIVOS 12ªEDIÇÃO 2014/2016 12ª Edição 2014/2016 A Faculdade de Economia concilia a tradição e o prestígio centenários da sua Universidade, com um espírito

Leia mais

INFRAESTRUTURA FÍSICA E ACADÊMICA

INFRAESTRUTURA FÍSICA E ACADÊMICA INFRAESTRUTURA FÍSICA E ACADÊMICA Percentual 1) Como sua instituição viabiliza o acesso dos estudantes de graduação à Internet para atender às necessidades do curso? 60 50 48,65 47,64 40 30 20 10 0 3,37

Leia mais

ERASMUS+ OPÇÕES PARA O FUTURO DA EDUCAÇÃO E FORMAÇÃO. E d u c a ç ã o e F o r m a ç ã o

ERASMUS+ OPÇÕES PARA O FUTURO DA EDUCAÇÃO E FORMAÇÃO. E d u c a ç ã o e F o r m a ç ã o ERASMUS+ E d u c a ç ã o e F o r m a ç ã o OPÇÕES PARA O FUTURO DA EDUCAÇÃO E FORMAÇÃO SEMINÁRIO DESAFIO PORTUGAL 2020 EDUCAÇÃO, QUALIFICAÇÃO PROFISSIONAL E MERCADO DE TRABALHO: IMPACTO NA ECONOMIA PORTUGUESA

Leia mais

ORDEM DE SERVIÇO. Serviços Académicos. Assunto: TABELA DE PROPINAS, TAXAS E EMOLUMENTOS a vigorar no ano lectivo 2016/2017

ORDEM DE SERVIÇO. Serviços Académicos. Assunto: TABELA DE PROPINAS, TAXAS E EMOLUMENTOS a vigorar no ano lectivo 2016/2017 DE: Direcção PARA: Serviços Académicos DATA: 14-04-2016 N.º: 2016003 Assunto: TABELA DE PROPINAS, TAXAS E EMOLUMENTOS a vigorar no ano lectivo 2016/2017 Por deliberação da Direcção da CEU-Cooperativa de

Leia mais

CURSO DE EDUCAÇÃO Tecnológica em Intervenção em Toxicodependências

CURSO DE EDUCAÇÃO Tecnológica em Intervenção em Toxicodependências CURSO DE EDUCAÇÃO Tecnológica em Intervenção em Toxicodependências 1 Caracterização geral do curso de especialização tecnológica 1. Instituição de formação: Universidade dos Açores - Departamento de Ciências

Leia mais

Empregabilidade e Soft Skills na Perspetiva dos Empregadores

Empregabilidade e Soft Skills na Perspetiva dos Empregadores Auditório Nobre do IPS - 29 fevereiro 2016 Empregabilidade e Soft Skills na Perspetiva dos Empregadores Diana Aguiar Vieira Empregabilidade do contexto ou do indivíduo Contexto Empregabilidade Indivíduo

Leia mais

Mestrado em Marketing Relacional

Mestrado em Marketing Relacional 2016>2017 licenciatura. mestrados Mestrado em Marketing Relacional regime b-learning APRESENTAÇÃO REGIME B-learning, sendo as horas de contacto repartidas entre sessões presenciais (aos sábados) e sessões

Leia mais

Curso de Marketing para Farmacêuticos 2017UNAVE/UA. data a definir. 1ª primeira edição

Curso de Marketing para Farmacêuticos 2017UNAVE/UA. data a definir. 1ª primeira edição Marketing para Farmacêuticos UNAVE/UA data a definir 1ª primeira edição WWW.UNAVE.PT 1 a unave A UNAVE Associação para a Formação Profissional e Investigação da Universidade de Aveiro (UA), é, desde 1986,

Leia mais

REGULAMENTO DOS CURSOS DE MESTRADO

REGULAMENTO DOS CURSOS DE MESTRADO REGULAMENTO DOS CURSOS DE MESTRADO Aprovado por deliberação do Conselho Científico da Escola do Porto da Faculdade de Direito da UCP em 4 de dezembro de 2015 Artigo 1.º Grau de Mestre em Direito 1. A Universidade

Leia mais

PROGRAMA INTEGRADO DE FORMAÇÃO AVANÇADA EM TURISMO (2º E 3º CICLOS)

PROGRAMA INTEGRADO DE FORMAÇÃO AVANÇADA EM TURISMO (2º E 3º CICLOS) PROGRAMA INTEGRADO DE FORMAÇÃO AVANÇADA EM TURISMO (2º E 3º CICLOS) MESTRADO EM GESTÃO DAS ORGANIZAÇÕES TURÍSTICAS (2º CICLO) MESTRADO EM DESENVOLVIMENTO E GESTÃO DOS DESTINOS TURÍSTICOS (2º CICLO) DOUTORAMENTO

Leia mais

LICENCIATURA EM DESIGN DE COMUNICAÇÃO

LICENCIATURA EM DESIGN DE COMUNICAÇÃO LICENCIATURA EM DESIGN DE COMUNICAÇÃO NORMAS REGULAMENTARES Curso do 1º ciclo de estudos do ensino superior, de cariz universitário, conferente do grau de licenciado, adequado ao Processo de Bolonha, constante

Leia mais

Universidade de Coimbra. Faculdade de Ciências e Tecnologia. Departamento de Engenharia Química (DEQ / FCTUC)

Universidade de Coimbra. Faculdade de Ciências e Tecnologia. Departamento de Engenharia Química (DEQ / FCTUC) Universidade de Coimbra Faculdade de Ciências e Tecnologia Departamento de Engenharia Química (DEQ / FCTUC) Dia Aberto à Inovação e Transferência de Tecnologia DEQ, 4 de Abril de 2006 Licenciatura em Engenharia

Leia mais

MOBILIDADE DE ESTUDANTES PARA REALIZAÇÃO DE ESTÁGIO PROFISSIONAL ERASMUS ERASMUS PLACEMENT (SMP)

MOBILIDADE DE ESTUDANTES PARA REALIZAÇÃO DE ESTÁGIO PROFISSIONAL ERASMUS ERASMUS PLACEMENT (SMP) MOBILIDADE DE ESTUDANTES PARA REALIZAÇÃO DE ESTÁGIO PROFISSIONAL ERASMUS ERASMUS PLACEMENT (SMP) I - Informações gerais Estágios Profissionais Erasmus Objectivos Países onde os estágios podem ser realizados

Leia mais

1.7. Número de unidades curriculares em que participou no segundo semestre de 2006/2007:

1.7. Número de unidades curriculares em que participou no segundo semestre de 2006/2007: INQUÉRITO AOS DOCENTES SOBRE CONDIÇÕES E ACTIVIDADES DE ENSINO/APRENDIZAGEM ANO LECTIVO 2006/2007-2º SEMESTRE 1.1. Categoria e Vínculo Doutorado Convidado Tempo Integral Doutorado Convidado Tempo Parcial

Leia mais

Projeto Pedagógico do Bacharelado em Relações Internacionais

Projeto Pedagógico do Bacharelado em Relações Internacionais Atos legais referentes ao curso Pela Portaria CEE nº 409/2006, de 09.10.2006, publicada no D.O.E. em 11.10.2006, O Conselho Estadual de Educação reconhece o curso de graduação em Relações Internacionais

Leia mais

Recomendações para uma boa estadia

Recomendações para uma boa estadia Recomendações para uma boa estadia Recepção aos caloiros da LEI 08/09 Bem vindos! Sumário Ensino, Aprendizagem e Avaliação Onde obter mais informações O que se segue Caloiros LEI 08/09 Caloiros LEI 08/09

Leia mais

Promover condições de empregabilidade das pessoas com deficiências e incapacidades, visando a consagração do direito de exercício pleno da cidadania.

Promover condições de empregabilidade das pessoas com deficiências e incapacidades, visando a consagração do direito de exercício pleno da cidadania. Formação Profissional para Pessoas ou Grupos com Necessidades Especiais Práticas do Centro de Reabilitação Profissional da CERCIPENICHE Cooperativa de Educação e Reabilitação de Cidadãos Inadaptados de

Leia mais

INtegração. dos estudantes do 1º ano do CLE

INtegração. dos estudantes do 1º ano do CLE INtegração dos estudantes do 1º ano do CLE 18 > 20 setembro 2013 À Descoberta da ESEnfC à luz dos seus valores matriciais: Cidadania Humanismo Liberdade Excelência Cooperação Ética (Guia do Estudante,

Leia mais

OBJETIVOS DO CURSO DE ENFERMAGEM

OBJETIVOS DO CURSO DE ENFERMAGEM FACULDADE DO NORTE GOIANO OBJETIVOS DO CURSO DE ENFERMAGEM Objetivos do curso O Curso de Graduação em Enfermagem tem por objetivo formar bacharel em enfermagem (enfermeiro) capaz de influenciar na construção

Leia mais

Universidade do Minho PROPOSTA DE REGULAMENTO DO CICLO DE ESTUDOS INTEGRADO CONDUCENTES AO GRAU DE MESTRE

Universidade do Minho PROPOSTA DE REGULAMENTO DO CICLO DE ESTUDOS INTEGRADO CONDUCENTES AO GRAU DE MESTRE Universidade do Minho PROPOSTA DE REGULAMENTO DO CICLO DE ESTUDOS INTEGRADO CONDUCENTES AO GRAU DE MESTRE EM ENGENHARIA ELECTRÓNICA INDUSTRIAL E COMPUTADORES 1 Artigo 1º (Natureza e âmbito de aplicação)

Leia mais

PLANO DE DESENVOLVIMENTO EUROPEU

PLANO DE DESENVOLVIMENTO EUROPEU PLANO DE DESENVOLVIMENTO EUROPEU 2015-2017 AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE ARRIFANA, SANTA MARIA DA FEIRA PLANO DE DESENVOLVIMENTO EUROPEU AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE ARRIFANA, SANTA MARIA DA FEIRA 2015-2017 Aprovado

Leia mais

FICHA TÉCNICA. Título Perfil do Docente 2009/2010 Física e química

FICHA TÉCNICA. Título Perfil do Docente 2009/2010 Física e química PERFIL DO DOCENTE 2009/2010 FÍSICA E QUÍMICA 1 FICHA TÉCNICA Título Perfil do Docente 2009/2010 Física e química Autoria Gabinete de Estatística e Planeamento da Educação (GEPE) Direcção de Serviços de

Leia mais