Introdução à Economia. - Modelos Econômicos - Ganhos de Comércio

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Introdução à Economia. - Modelos Econômicos - Ganhos de Comércio"

Transcrição

1 Introdução à Economia - Modelos Econômicos - Ganhos de Comércio

2 O que é Economia? Definição: Economia é uma ciência social que estuda como a sociedade administra seus recursos escassos. Por que é uma ciência social? O que são e quais são esses recursos? O que significa recursos escassos?

3 Objeto de estudo da Economia Problema econômico fundamental: Desejos e Necessidades da sociedade ilimitadas X Recursos limitados Não tem como a sociedade produzir todos os bens e serviços que a sociedade deseja.

4 Problemas econômicos básicos A sociedade terá que tomar decisões sobre: - O que e quanto produzir? - Como produzir? - Para quem produzir? A economia estuda como a sociedade deve alocar seus recursos escassos de uma maneira eficiente.

5 Modelos Econômicos Os Economistas usam modelos para simplificar a realidade a fim de melhorar a nossa compreensão do mundo. Os dois Modelos Econômicos mais básico são: - Diagrama do Fluxo Circular; - Fronteira de Possibilidade de Produção.

6 Diagrama do Fluxo Circular Explica, em termos gerais, como a economia está organizada e como seus participantes interagem uns com os outros.

7 Diagrama do Fluxo Circular Receita Bens e serviços vendidos MERCADOS DE BENS E SERVIÇOS Empresas vendem Famílias compram Gastos Bens e serviços comprados EMPRESAS Produzem e vendem bens e serviços Contratam e utilizam fatores de produção FAMÍLIAS Compram e consomem bens e serviços São proprietárias e vendedoras dos fp Fatores de produção Salários, aluguéis e lucros MERCADOS DE FATORES DE PRODUÇÃO Famílias vendem Empresas compram Trabalho, terra e capital Renda = Fluxo de insumos e produtos = Fluxo monetário

8 Fronteira de Possibilidades de Produção É um gráfico que mostra as combinações de produção que a economia poderá produzir dados os fatores de produção e a tecnologia de produção disponíveis. Considerando: - A economia produz apenas 2 bens: carros e computadores; - Juntas, as indústrias de carros e computadores usam todos os fatores de produção da economia.

9 Fronteira de Possibilidades de Produção Quantidade de Computadores Produzidos O ponto D é impossível. O ponto B representa um resultado ineficiente. Os pontos A e C são eficientes D B C A Fronteira possibilidades produção Quantidade de Carros Produzidos

10 Fronteira de Possibilidades de Produção Conceitos ilustrados pela Fronteira de Possibilidades de Produção: - Eficiência - Tradeoffs - Custo de Oportunidade - Crescimento Econômico exemplo

11 Uma mudança na Fronteira de Possibilidades de Produção Mudança na Fronteira de Possibilidades de Produção Quantidade de Computadores Produzidos Avanço tecnológico na indústria de computadores A E Quantidade de Carros produzidos

12 Interdependência e Ganhos de Comércio Economia é o estudo de como as sociedades produzem e distribuem mercadorias em uma tentativa de satisfazer os desejos e necessidades dos seu membros.

13 Interdependência e Ganhos de Comércio Como podemos satisfazer nossos desejos e necessidades numa economia global? - Podemos ser economicamente auto-suficientes; - Podemos nos especializar e comercializar com os outros, levando a interdependência econômica.

14 Interdependência e Ganhos de Comércio - Por que a interdependência é a norma? Interdependência ocorre porque as pessoas estão em melhor situação quando se especializam e comercializam com os outros. - O que determina o padrão de produção e do comércio? Padrões de produção e comércio são baseados em diferenças nos custos de oportunidade.

15 Interdependência e Ganhos de Comércio Indivíduos e nações contam com a produção especializada e a troca como forma de resolver os problemas causado pela escassez.

16 Interdependência e Ganhos de Comércio Exemplo: - 2 bens: batata e carne; - 2 pessoas: pecuarista e agricultor; O que cada um deve produzir? Por que deveriam comercializar?

17 Oportunidades de Produção do Agricultor e do Pecuarista Interdependência e Ganhos de Comércio Agricultor Minutos Necessários para Produzir 1 Kg de: Carne 60 min/kg Batatas 15 min/kg Quantidades Produzidas em 8 horas Carne 8 kg Batatas 32 kg Pecuarista 20 min/kg 10 min/kg 24 kg 48 kg

18 Possibilidades de Produção Auto-Suficientes Ao ignorar o outro: Cada um consome o que cada um produz. A Fronteira de Possibilidades de Produção é também a Fronteira de Possibilidades de Consumo. Sem comércio, os ganhos econômicos são diminuídos.

19 Curvas de Possibilidades de Produção (a) A Fronteira de Possibilidades de Produção do Agricultor (b) A Fronteira de Possibilidades de Produção do Pecuarista Carne (kg) Carne (kg) 8 Na ausência de comércio, o agricultor escolhe esta produção e este consumo. 24 Na ausência de comércio, o pecuarista escolhe esta produção e este consumo. 12 B 4 A Batatas (kg) Batatas (kg) As curvas não indicam que combinação de produção o agricultor e o pecuarista escolhem.

20 Especialização e Comércio O agricultor e o fazendeiro se especializam e realizam o comércio. Cada um se especializar na produção dos produtos que produzem melhor e em seguida trocar por outros produtos. O agricultor deverá produzir batatas. O pecuarista deverá produzir carne.

21 Como o comércio expande o conjunto de oportunidades de consumo (a) Produção e Consumo do Agricultor (b) Produção e Consumo do pecuarista Carne (kg) Carne (kg) Consumo do agricultor com comércio. A A* Produção e consumo do agricultor sem comércio. Produção do agricultor com comércio Produção do pecuarista com comércio. B B* Consumo do pecuarista com comércio. Produção e consumo do pecuarista sem comércio Batatas (kg) Batatas (kg) Comércio: 5 kg de carne por 15 kg de batatas.

22 Ganhos do Comércio: Resumo Interdependência e Ganhos de Comércio Agricultor Carne Batatas Carne Pecuarista Batatas Sem comércio: Produção e Consumo 4 kg 16 kg 12 kg 24 kg Com comércio: Produção 0 kg 32 kg 18 kg 12 kg Comércio Recebe 5 kg Dá 15 kg Dá 5 kg Recebe 15 kg Consumo 5 kg 17 kg 13 kg 27 kg Ganhos do Comércio: Aumento do Consumo + 1 kg + 1 kg + 1 kg + 3 kg A especialização e o comércio permitem que cada um consuma mais carne e mais batatas sem precisar trabalhar mais horas.

23 O Princípio da Vantagem Comparativa Diferenças nos custos de produção determinam: Quem deve produzir o que? Quanto deve ser negociado de cada produto? Quem pode produzir batatas a um menor custo? O agricultor ou o pecuarista?

24 O Princípio da Vantagem Comparativa Temos duas maneiras de medir as diferenças nos custos de produção: O número de horas necessárias para produzir uma unidade de produção (por exemplo, um quilo de batatas). O custo de oportunidade.

25 Vantagem Absoluta A comparação entre os produtores de um bem de acordo com sua produtividade Vantagem Absoluta O produtor que precisa de uma quantidade menor de insumos para produzir um bem tem uma vantagem absoluta na produção desse bem.

26 Vantagem Absoluta O pecuarista precisa de 10 minutos para produzir 1 kg de batatas, enquanto o agricultor necessita de 15 minutos. O pecuarista precisa de 20 minutos para produzir 1 kg de carne, enquanto o agricultor necessita de 60 minutos. O pecuarista tem uma vantagem absoluta na produção de carne e batatas.

27 Custo de Oportunidade e Vantagem Comparativa A comparação entre os produtores de um bem levando em consideração seus custos de oportunidade Vantagem Comparativa. Custo de Oportunidade de uma coisa é aquilo de que abrimos mão para obtê-la. O produtor que tem o menor custo de oportunidade de produzir um bem tem uma vantagem comparativa na produção desse bem.

28 Custo de Oportunidade da Carne e das Batatas Interdependência e Ganhos de Comércio Agricultor Custo de Oportunidade de: 1 kg de carne 1 kg de batatas 4 kg de batatas ¼ kg de carne Pecuarista 2 kg de batatas ½ kg de batatas O agricultor tem uma vantagem comparativa na produção de batatas e o pecuarista tem uma vantagem comparativa na produção de carne.

29 Vantagem Comparativa e Comércio Quando cada pessoa se especializa na produção do bem no qual tem vantagem comparativa, a produção total da economia aumenta e esse aumento pode ser usado para melhorar a situação de todos.

30 Vantagem Comparativa e Comércio No exemplo: Produção total de batatas: 40 kg para 44 kg; Produção total de carne: 16 kg para 18 kg. O agricultor e o pecuarista compartilham os benefícios desse aumento da produção.

31 Vantagem Comparativa e Comércio Cada um se beneficia do comércio porque obtém um bem a um preço inferior ao custo de oportunidade desse bem. Ex: 5kg de carne por 15kg de batatas - Agricultor: Compra 1 kg de carne por 3 kg de batatas. Esse preço é inferior ao seu custo de oportunidade para 1 kg carne, que é 4 kg de batatas. - Pecuarista: Compra 1 kg de batata por 1/3 kg de carne. Esse preço é inferior ao seu custo de oportunidade de 1 kg batatas, que é 1/2 kg de carne.

32 Vantagem Comparativa e Comércio O comércio pode beneficiar a todos os membros da sociedade porque permite que as pessoas se especializem em atividades nas quais têm uma vantagem comparativa.

33 Fronteira de Possibilidades de Produção Quantidade de Computadores Produzidos Qual o custo de oportunidade de 200 computadores? - O custo de oportunidade dos carros em termos de computadores depende do ponto em que a economia está produzindo. Custo de oportunidade de um carro é baixo C A Custo de oportunidade de um carro é muito elevado. Ok Quantidade de Carros Produzidos

Interdependência e Ganhos de Troca

Interdependência e Ganhos de Troca 3 Interdependência e Ganhos de Troca Bens e serviços no dia a dia O despertador que toca de manhã foi feito na China. O software do celular foi desenvolvido nos Estados Unidos e montado também na China.

Leia mais

Macroeconomia. Fundamentos 1. O Mercado e o Estado. Francisco Lima. 2º ano 1º semestre 2013/2014 Licenciatura em Engenharia e Gestão Industrial

Macroeconomia. Fundamentos 1. O Mercado e o Estado. Francisco Lima. 2º ano 1º semestre 2013/2014 Licenciatura em Engenharia e Gestão Industrial Macroeconomia Fundamentos 1. O Mercado e o Estado Francisco Lima 2º ano 1º semestre 2013/2014 Licenciatura em Engenharia e Gestão Industrial Plano As sociedades d e a actividade id d económica: produzir

Leia mais

Macroeconomia. Fundamentos 1. O Mercado e o Estado. Francisco Lima. 2º ano 1º semestre 2012/2013 Licenciatura em Engenharia e Gestão Industrial

Macroeconomia. Fundamentos 1. O Mercado e o Estado. Francisco Lima. 2º ano 1º semestre 2012/2013 Licenciatura em Engenharia e Gestão Industrial Macroeconomia Fundamentos 1. O Mercado e o Estado Francisco Lima 2º ano 1º semestre 2012/2013 Licenciatura em Engenharia e Gestão Industrial Plano As sociedades d e a actividade id d económica: produzir

Leia mais

3. Interdependências e Ganhos de Comércio. Interdependência e Comércio. Como Satisfazemos Nossas Necessidade e Desejos? Interdependência e Comércio

3. Interdependências e Ganhos de Comércio. Interdependência e Comércio. Como Satisfazemos Nossas Necessidade e Desejos? Interdependência e Comércio 3. Interdependências e Ganhos de Comércio Considere o seu dia típico: Você foi acordado por um despertador feito na Coréia do Sul Tomou suco de laranja de Santo Antonio de Jesus Sua roupa foi feita na

Leia mais

INTERDEPENDÊNCIA E GANHOS DE COMÉRCIO

INTERDEPENDÊNCIA E GANHOS DE COMÉRCIO INTERDEPENDÊNCIA E GANHOS DE COMÉRCIO Capítulo 3 (Mankiw) Interdependência e Comércio Economistas estudam como a sociedade produz e distribui os bens, numa tentativa de satisfazer as vontades e as necessidades

Leia mais

Interdependencia e Ganhos do Comércio. Copyright 2004 South-Western/Thomson Learning

Interdependencia e Ganhos do Comércio. Copyright 2004 South-Western/Thomson Learning Interdependencia e Ganhos do Comércio 3 /Thomson Learning Considere seu dia tipico: Você acorda com um celular feito na China. Você usa roupas fabricadas na china e se perfumam com produtos fabricados

Leia mais

PENSANDO COMO UM ECONOMISTA

PENSANDO COMO UM ECONOMISTA PENSANDO COMO UM ECONOMISTA à Economia Mankiw, N.G. Capítulo 2 Pensando como um Economista Cada campo de estudo tem sua própria linguagem... Matemáticos integrais, axiomas, espaços vetoriais etc. Psicólogos

Leia mais

PRO 2208 Introdução à Economia

PRO 2208 Introdução à Economia PRO 2208 Introdução à Economia Introdução Prof. Regina Meyer Branski Slides cedidos pelo Professor David Nakano 2015 Objetivos Apresentar Princípios básicos de Economia Alguns Modelos Econômicos Princípios

Leia mais

09/02/2014. Prévia. Vantagem comparativa e custo de oportunidade. Introdução

09/02/2014. Prévia. Vantagem comparativa e custo de oportunidade. Introdução Capítulo 3 Produtividade do trabalho e vantagem comparativa: o modelo ricardiano Prévia Custos de oportunidade e vantagem comparativa O modelo ricardiano de um só fator Possibilidades de produção Ganhos

Leia mais

Introdução à Economia

Introdução à Economia Introdução à 1.1 Introdução Diariamente, nos deparamos com informações sobre economia nos jornais e noticiários na TV. Com a intensificação das relações econômicas internacionais, determinados fatos e

Leia mais

INTRODUÇÃO A ECONOMIA AULA 1

INTRODUÇÃO A ECONOMIA AULA 1 INTRODUÇÃO A ECONOMIA espartanos.economia@gmail.com AULA 1 Apresentação elaborada por: Roberto Name Ribeiro/ Francisco Carlos B. dos Santos Adaptado por: Andréa de Souza, MS.c 1 A concepção A economia

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE CENTRO DE CIÊNCIAS E TECNOLOGIA AGROALIMENTAR UNIDADE ACADÊMICA TECNOLOGIA DE ALIMENTOS

UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE CENTRO DE CIÊNCIAS E TECNOLOGIA AGROALIMENTAR UNIDADE ACADÊMICA TECNOLOGIA DE ALIMENTOS UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE CENTRO DE CIÊNCIAS E TECNOLOGIA AGROALIMENTAR UNIDADE ACADÊMICA TECNOLOGIA DE ALIMENTOS Disciplina: Economia e Administração Rural / Economia e Administração na Industria

Leia mais

DEZ PRINCÍPIOS DA ECONOMIA

DEZ PRINCÍPIOS DA ECONOMIA 1 INTRODUÇÃO DEZ PRINCÍPIOS DA ECONOMIA Economia A palavra economia vem do grego aquele que cuida da casa : oposição à política. Chamaremos aquele que cuida da casa de indivíduo ou família. Dez Princípios

Leia mais

Instruções de Uso (Material disponível em PDF)

Instruções de Uso (Material disponível em PDF) Instruções de Uso (Material disponível em PDF) Para apresentação em tela cheia, utilizar o comando Ctrl+L. Ao finalizar a apresentação, pressionar ESC para sair. Introdução à Economia N. Gregory Mankiw

Leia mais

ECONOMIA COMO CIÊNCIA SOCIAL

ECONOMIA COMO CIÊNCIA SOCIAL ECONOMIA COMO CIÊNCIA SOCIAL OBJETIVO GERAL Apresentar o universo de estudo de economia como uma ciências social aplicada e do estudo das relações humanas, bem como suas particularidades, pontos fortes

Leia mais

Objeto da ciência econômica: é a questão da escassez, ou seja, economizar recursos.

Objeto da ciência econômica: é a questão da escassez, ou seja, economizar recursos. Escassez e Curvas de Produção Como visto anteriormente, a economia é uma ciência social uma vez que objetiva atender às necessidade humanas: como o indivíduo e a sociedade utilizam os recursos, na produção

Leia mais

INSS Economia Conceitos Básicos Fabio Lobo

INSS Economia Conceitos Básicos Fabio Lobo INSS Economia Conceitos Básicos Fabio Lobo 2012 Copyright. Curso Agora eu Passo - Todos os direitos reservados ao autor. Economia Conceitos Básicos CONCEITOS BÁSICOS Etimologicamente, a palavra economia

Leia mais

Administração AULA- 3. ERI0199 Sistemas Econômicos. Prof. Isnard Martins. Sistemas Econômicos

Administração AULA- 3. ERI0199 Sistemas Econômicos. Prof. Isnard Martins. Sistemas Econômicos Administração AULA- 3 ERI0199 Prof. Isnard Martins Bibliografia: Rosseti J. Introdução à Economia. Atlas 2006 1 Isnard Martins Pag - 1 São arranjos cronológicos a partir dos quais agentes econômicos empregam

Leia mais

Escassez: problema econômico central de QUALQUER sociedade

Escassez: problema econômico central de QUALQUER sociedade RESUMINDO: Escassez: problema econômico central de QUALQUER sociedade Necessidades humanas ilimitadas X Recursos produtivos escassos escassez escolha o que e quanto produzir como produzir para quem produzir

Leia mais

Introdução. à Macroeconomia. Mensuração do PIB

Introdução. à Macroeconomia. Mensuração do PIB Introdução à Macroeconomia Mensuração do PIB Microeconomia vs. Macroeconomia Microeconomia: O estudo de como famílias e empresas tomam decisões e de como interagem nos mercados. Macroeconomia: O estudo

Leia mais

INTRODUÇÃO À ECONOMIA

INTRODUÇÃO À ECONOMIA INTRODUÇÃO À ECONOMIA Capítulo I ESCASSEZ A escassez ocorre porque os desejos humanos excedem as quantidades de produção possíveis com período e recursos disponíveis, porém limitados. ESCASSEZ A escassez

Leia mais

Renda Nacional. Copyright 2004 South-Western

Renda Nacional. Copyright 2004 South-Western Renda Nacional 15 Microeconomia Renda Nacional Microeconomia é estudo da decisão individual de consumidores e firmas e da interação entre eles no mercado. Macroeconomia Macroeconomia é o estudo da economia

Leia mais

1 Introdução. 21 de março de 2011

1 Introdução. 21 de março de 2011 1 Introdução 21 de março de 2011 Sumário Conceitos iniciais Vantagens comparativas Uma palavra, três ou mais significados 1. Poupançaou ato de poupar 2. Sistemas econômicos reais (em inglês economy) 3.

Leia mais

PRINCÍPIOS DE ECONOMIA

PRINCÍPIOS DE ECONOMIA PRINCÍPIOS DE ECONOMIA OBJETIVO GERAL Apresentar de forma geral os fundamentos e objetivos do estudo de sistemas econômicos, bem como os tópicos a serem abordados durante os cursos de economia do IFMG

Leia mais

10 princípios da economia

10 princípios da economia 10 princípios da economia Podemos dividir os 10 princípios da economia em: Como as pessoas interagem Como a economia como um todo funciona 2 1 1) Pessoas enfrentam o problema da escolha 2) O custo de algo

Leia mais

RI Análise Macroeconômica

RI Análise Macroeconômica Federal University of Roraima, Brazil From the SelectedWorks of Elói Martins Senhoras 2010 RI 406 - Análise Eloi Martins Senhoras Available at: http://works.bepress.com/eloi/168/ Slides das Aulas eloi@dri.ufrr.br

Leia mais

FUNDAMENTOS DE TEORIA ECONÔMICA

FUNDAMENTOS DE TEORIA ECONÔMICA FUNDAMENTOS DE TEORIA ECONÔMICA Victor Prochnik E-mail: vpk001@gmail.com INTRODUÇÃO 1 Questões da economia: 1 como funciona/ não funciona sistema econômico, i. e., como consegue fornecer/ não fornecer

Leia mais

UNIVERSIDADE DA BEIRA INTERIOR

UNIVERSIDADE DA BEIRA INTERIOR UNIVERSIDADE DA BEIRA INTERIOR FACULDADE DE CIÊNCIAS SOCIAIS E HUMANAS DEPARTAMENTO DE GESTÃO E ECONOMIA MACROECONOMIA I Licenciaturas: Economia, Gestão 1º A/1º S CADERNO 1 * Princípios de Economia: a

Leia mais

ECONOMIA Micro e Macro. Profª Sílvia Maria Marinho Storti Economia e Administração Rural FCAA / FISMA Andradina/SP

ECONOMIA Micro e Macro. Profª Sílvia Maria Marinho Storti Economia e Administração Rural FCAA / FISMA Andradina/SP Profª Sílvia Maria Marinho Storti Economia e Administração Rural FCAA / FISMA Andradina/SP 1 Introdução à Economia Conceito de Economia Problemas Econômicos Fundamentais Sistemas Econômicos Curva (Fronteira

Leia mais

INTRODUÇÃO À ECONOMIA

INTRODUÇÃO À ECONOMIA Ribeirão Preto, 1º semestre de 2007 Slides adaptados de Harcourt Brace & Co. Considerações gerais O professor Formação: Bacharel em Engenharia Agronômica/USP Doutor em Economia Aplicada/USP Atividade Profissional:

Leia mais

ECONOMIA Como as pessoas tomam decisões

ECONOMIA Como as pessoas tomam decisões INICIANDO A CONVERSA SOBRE ECONOMIA 1. As pessoas enfrentam tradeoffs. 2. O custo de alguma coisa é aquilo de que você desiste para obtê-la. CUSTO DE OPORTUNIDADE 3. As pessoas racionais pensam na margem.

Leia mais

ECONOMIA - LISTA DE EXERCÍCIOS 1

ECONOMIA - LISTA DE EXERCÍCIOS 1 1. Constitui um bem de capital: ECONOMIA - LISTA DE EXERCÍCIOS 1 a) os bens e serviços que se destinam ao atendimento direto das necessidades humanas. b) os bens que aumentam a eficiência do trabalho humano.

Leia mais

Tradução da 6a. edição norte-americana

Tradução da 6a. edição norte-americana N. Gregory Mankiw Economia Introdução à Tradução da 6a. edição norte-americana 1 Dez princípios de economia Depois de ler este capítulo, responda às seguintes questões: Que tipos de perguntas a economia

Leia mais

Introdução à Economia

Introdução à Economia CURSO DE ENGENHARIA AMBIENTAL ECONOMIA AMBIENTAL Introdução à Economia Prof. Augusto Santana 28/11/2012 CONCEITOS BÁSICOS Conceito de Economia Economia é a ciência social que estuda como o indivíduo e

Leia mais

Especialização. Sumário, aula 5. Especialização. Especialização. Especialização. Especialização. 1) Especialização

Especialização. Sumário, aula 5. Especialização. Especialização. Especialização. Especialização. 1) Especialização 1) Especialização Sumário, aula 5 Vantagem Absoluta Vantagem Relativa Exercícios 2) Curva das possibilidades de produção Especialização Um indivíduo não é capaz de produzir todos os bens que consome (?)

Leia mais

Marco Antonio Sandoval de Vasconcellos Apresentação elaborada por: Roberto Name Ribeiro Francisco Carlos B. dos Santos

Marco Antonio Sandoval de Vasconcellos Apresentação elaborada por: Roberto Name Ribeiro Francisco Carlos B. dos Santos Marco Antonio Sandoval de Vasconcellos Apresentação elaborada por: Roberto Name Ribeiro Francisco Carlos B. dos Santos 1 Capítulo 1: Introdução à Economia Conceito de Economia Problemas Econômicos Fundamentais

Leia mais

indivíduoeasociedade decidem (escolhem) empregar recursos produtivos escassos na produção de bens e e grupos da sociedade, a fim de satisfazer as

indivíduoeasociedade decidem (escolhem) empregar recursos produtivos escassos na produção de bens e e grupos da sociedade, a fim de satisfazer as Economia é a ciência social que estuda como o indivíduoeasociedade decidem (escolhem) empregar recursos produtivos escassos na produção de bens e serviços, de modo adistribuí-los ib entre as várias pessoas

Leia mais

Economia. O Fluxo Real e o Fluxo Monetário, PNB, PIB e Produto Líquido

Economia. O Fluxo Real e o Fluxo Monetário, PNB, PIB e Produto Líquido Economia O Fluxo Real e o Fluxo Monetário, PNB, PIB e Produto Líquido O conhecimento da macroeconomia possibilitará a você uma avaliação dos benefícios e os custos de abordagens diferentes da política

Leia mais

Economia para Engenharia

Economia para Engenharia Economia para Engenharia Eng. Telecomunicações Aula 03 rev. 01 abrul/16 Roteiro» Introdução» Estrutura de mercado» Sistemas econômicos Capitalismo; Socialismo; Economia Mista;» Divisão do estudo econômico»

Leia mais

Economia. Medindo a renda nacional. Introdução à. N. Gregory Mankiw. Tradução da 6a. edição norte-americana

Economia. Medindo a renda nacional. Introdução à. N. Gregory Mankiw. Tradução da 6a. edição norte-americana N. Gregory Mankiw Introdução à Economia Tradução da 6a. edição norte-americana 23 Medindo a renda nacional 2013 Cengage Learning. All Rights Reserved. May not be copied, scanned, or duplicated, in whole

Leia mais

Instituto Superior de Ciências do Trabalho e da Empresa ECONOMIA I. Nome: PARTE I: Teoria do Consumidor (5 V)

Instituto Superior de Ciências do Trabalho e da Empresa ECONOMIA I. Nome: PARTE I: Teoria do Consumidor (5 V) Instituto Superior de Ciências do Trabalho e da Empresa ECONOMIA I Frequência, 1º Semestre 2003-2004 24 Janeiro, OGE e GEI Tempo de duração: 2h30m Nome: Nº Turma PARTE I: Teoria do Consumidor (5 V) 1.

Leia mais

Introdução a Economia

Introdução a Economia Introdução a Economia FACULDADE VALÉ DO CRICARÉ 2015/1 Parte 01 1.0 CONCEITOS ECONÔMICOS FUNDAMENTAIS A disciplina Economia, que estamos estudando, se interessa por coisas ditas comuns. No Século XIX,

Leia mais

PRODUÇÃO. Introdução a Economia

PRODUÇÃO. Introdução a Economia PRODUÇÃO Introdução a Economia Tópicos para discussão Slide 2 Conceitos Básicos Produção no Curto Prazo Produção no Longo Prazo Rendimentos de escala Oferta Slide 3 Quantidade de um bem que os produtores

Leia mais

EAE0111 Fundamentos de Macroeconomia. Lista 1. Prof: Danilo Igliori

EAE0111 Fundamentos de Macroeconomia. Lista 1. Prof: Danilo Igliori EAE0111 Fundamentos de Macroeconomia Lista 1 Prof: Danilo Igliori Questão 1 Qual das seguintes manchetes de jornal é mais estreitamente relacionado com o que microeconomistas estudam (e menos relacionado

Leia mais

ECONOMIA E MERCADO MBA EM CONTROLADORIA E FINANÇAS PGCF PROF. JOÃO EVANGELISTA DIAS MONTEIRO

ECONOMIA E MERCADO MBA EM CONTROLADORIA E FINANÇAS PGCF PROF. JOÃO EVANGELISTA DIAS MONTEIRO ECONOMIA E MERCADO MBA EM CONTROLADORIA E FINANÇAS PGCF PROF. JOÃO EVANGELISTA DIAS MONTEIRO 1 OBJETIVOS DA AULA 1 Noções Básicas de Economia e sistemas econômicos Os Problemas Fundamentais da Economia

Leia mais

COMÉRCIO E INVESTIMENTO INTERNACIONAIS PROF. MARTA LEMME 2º SEMESTRE 2011

COMÉRCIO E INVESTIMENTO INTERNACIONAIS PROF. MARTA LEMME 2º SEMESTRE 2011 COMÉRCIO E INVESTIMENTO INTERNACIONAIS PROF. MARTA LEMME 2º SEMESTRE 2011 1 Em função das diferenças existentes entre eles COMÉRCIO INTER INDÚSTRIA Exploração de economias de escala COMÉRCIO INTRA INDÚSTRIA

Leia mais

Economia Pública. Economia Pública

Economia Pública. Economia Pública Economia Pública 1º Semestre 2010/11 Programa Base: Economia Pública 0 Revisões de Microeconomia 0. Revisões de Microeconomia 1. Intervenção do Estado na Economia 1.1 Objectivos 1.2 Bens Públicos 1.3 Externalidades

Leia mais

Economia é a ciência que se preocupa em alocar recursos escassos, orientando a escolha do que, como e para quem produzir com teorias e informação.

Economia é a ciência que se preocupa em alocar recursos escassos, orientando a escolha do que, como e para quem produzir com teorias e informação. Economia é a ciência que se preocupa em alocar recursos escassos, orientando a escolha do que, como e para quem produzir com teorias e informação. Escassez Necessidades Ilimitadas Recursos Limitados 1

Leia mais

Para começar, é necessário propor uma definição de ciência. Ciência é uma forma de conhecimento. Há outras: senso comum, intuição, religião.

Para começar, é necessário propor uma definição de ciência. Ciência é uma forma de conhecimento. Há outras: senso comum, intuição, religião. Ciência Econômica 2 Ciência Econômica Para começar, é necessário propor uma definição de ciência. Ciência é uma forma de conhecimento. Há outras: senso comum, intuição, religião. Você acredita na Teoria

Leia mais

PRODUÇÃO. Graduação Curso de Microeconomia I Profa. Valéria Pero. Varian, H. Microeconomia. Princípios Básicos. Editora Campus (7ª edição), 2003.

PRODUÇÃO. Graduação Curso de Microeconomia I Profa. Valéria Pero. Varian, H. Microeconomia. Princípios Básicos. Editora Campus (7ª edição), 2003. PRODUÇÃO Graduação Curso de Microeconomia I Profa. Valéria Pero Varian, H. Microeconomia. Princípios Básicos. Editora Campus (7ª edição), 2003. Introdução Trocas: modelo de equilíbrio geral de uma economia

Leia mais

Economia - Programa da Disciplina: Disciplina Economia. Economia Trabalho em Grupo

Economia - Programa da Disciplina: Disciplina Economia. Economia Trabalho em Grupo Economia - Programa da Disciplina: Disciplina Economia Prof. Dr. Daniel Bertoli Gonçalves Engenheiro Agrônomo pela UFSCar em 1998, Mestre em Desenvolvimento Econômico pelo Instituto de Economia da UNICAMP

Leia mais

COMÉRCIO E INVESTIMENTO INTERNACIONAIS PROF. MARTA LEMME 2º SEMESTRE 2011

COMÉRCIO E INVESTIMENTO INTERNACIONAIS PROF. MARTA LEMME 2º SEMESTRE 2011 COMÉRCIO E INVESTIMENTO INTERNACIONAIS PROF. MARTA LEMME 2º SEMESTRE 2011 1 Comércio internacional, no mundo real, reflete: Diferenças de produtividade do trabalho Diferenças de dotação de recursos Modelo

Leia mais

Introdução à Microeconomia

Introdução à Microeconomia Fundamentos da microeconomia Introdução à Microeconomia Capítulo II Microeconomia: é o ramo da economia que trata do comportamento das unidades econômicas individuais (consumidores, empresas, trabalhadores

Leia mais

Teoria da firma: produção e custos de. produção. Técnico em Logística. 05_Sistemas Econômicos_Teoria da Produção e Custos

Teoria da firma: produção e custos de. produção. Técnico em Logística. 05_Sistemas Econômicos_Teoria da Produção e Custos Teoria da firma: e custos de Teoria da firma: e custos de Introdução Considerações preliminares Uma economia de mercado é orientada pelas forças da oferta e da procura. Consumidores Firmas Unidades do

Leia mais

Aula 3 07/03/2010 TP002 ECONOMIA. Bibliografia SAMUELSON (1975)

Aula 3 07/03/2010 TP002 ECONOMIA. Bibliografia SAMUELSON (1975) Aula 3 07/03/2010 TP002 ECONOMIA. Bibliografia SAMUELSON (1975) Curva de Possibilidade de produção. É a fronteira máxima de produção de uma sociedade. Ela mostra as possibilidades de produção da economia,

Leia mais

AGENTES, FLUXOS E AS QUESTÕES CHAVE DA ECONOMIA

AGENTES, FLUXOS E AS QUESTÕES CHAVE DA ECONOMIA AGENTES, FLUXOS E AS QUESTÕES CHAVE DA ECONOMIA Rossetti (Cap. III) As 4 Questões Chave da Economia Eficiência Produtiva Eficácia alocativa Justiça distributiva e Ordenamento Institucional Principais Elementos

Leia mais

O Problema de Robinson Crusoe

O Problema de Robinson Crusoe O Problema de Robinson Crusoe Duas opções de consumo: trabalhar catando coco ou consumir coco. Trabalho é um mal e coco é um bem, portanto as curvas de indiferença serão negativamente inclinadas Não existe

Leia mais

Fonseca, Alan Sales da. Custeio baseado em atividade ABC e custeio padrão / Alan Sales da Fonseca. Varginha, slides; il.

Fonseca, Alan Sales da. Custeio baseado em atividade ABC e custeio padrão / Alan Sales da Fonseca. Varginha, slides; il. Fonseca, Alan Sales da. F676c Custeio baseado em atividade e custeio padrão / Alan Sales da Fonseca. Varginha, 2015. 20 slides; il. Sistema requerido: Adobe Acrobat Reader Modo de Acesso: World Wide Web

Leia mais

Definições: Material 1. Problema Econômico Fundamental

Definições: Material 1. Problema Econômico Fundamental Material 1 Microeconomia Gilmar Ferreira Abril 2010 Escassez Eficiência produtiva e alocativa Curva de possibilidades de produção Eficiência (ótimo) de Pareto Custo de oportunidade Racionalidade econômica

Leia mais

TEORIA DA FIRMA PRODUÇÃO E CUSTOS

TEORIA DA FIRMA PRODUÇÃO E CUSTOS TEORIA DA FIRMA PRODUÇÃO E CUSTOS INTRODUÇÃO CONSUMIDORES: atendimento de necessidades teoria do consumidor FIRMAS: desenvolvimentos de atividades produtivas teoria da firma TEORIA DA PRODUÇÃO: CONCEITOS

Leia mais

QUANTIFICANDO A RENDA NACIONAL

QUANTIFICANDO A RENDA NACIONAL LEITURA OBRIGATÓRIA CAPÍTULO 22 QUANTIFICANDO A RENDA NACIONAL Mankiw, N. Gregory Introdução à Economia: princípios de micro e macroeconomia, 2ª Edição. Rio de Janeiro, Editora Campus Ltda, 2001 CAPÍTULO

Leia mais

Tradução da 6a. edição norte-americana

Tradução da 6a. edição norte-americana N. Gregory Mankiw Economia Introdução à Tradução da 6a. edição norte-americana 2 Pensando como um economista Neste capítulo, procure as respostas para essas questões: Quais são as duas funções dos economistas?

Leia mais

Mudança nas curvas de demanda e oferta. Alterações no equilíbrio de mercado. Professor Augusto Hauber Gameiro

Mudança nas curvas de demanda e oferta. Alterações no equilíbrio de mercado. Professor Augusto Hauber Gameiro Mudança nas curvas de demanda e oferta Alterações no equilíbrio de mercado Professor Augusto Hauber Gameiro Relembrando Determinantes da mercado Renda do consumidor Preços de bens relacionados Gostos Expectativas

Leia mais

COMÉRCIO E INVESTIMENTO INTERNACIONAIS PROF. MARTA LEMME 1º SEMESTRE 2014

COMÉRCIO E INVESTIMENTO INTERNACIONAIS PROF. MARTA LEMME 1º SEMESTRE 2014 COMÉRCIO E INVESTIMENTO INTERNACIONAIS PROF. MARTA LEMME 1º SEMESTRE 2014 1 Comércio internacional, no mundo real, reflete: Diferenças de produtividade do trabalho Diferenças de dotação de recursos Modelo

Leia mais

O Impacto da. Política Pública sobre Oferta e Demanda. Copyright 2004 South-Western

O Impacto da. Política Pública sobre Oferta e Demanda. Copyright 2004 South-Western O Impacto da 6 Política Pública sobre Oferta e Demanda Copyright 2004 South-Western Oferta, Demanda e Política Pública Em um mercado livre e desregulado, as forças de mercado determinam os preços de equilíbrio

Leia mais

P x ( $ )

P x ( $ ) 1 DEMANDA 1) Explique de onde surge a expressão Qd x = f ( P x ), ceteris paribus? 2) Qual é a relação entre a expressão Qd x = f ( P x ), ceteris paribus, e a expressão Qd x = 8 P x, ceteris paribus?

Leia mais

A Teoria Neoclássica da Firma. Aula de setembro de 2008

A Teoria Neoclássica da Firma. Aula de setembro de 2008 A Teoria Neoclássica da Firma Alfred Marshall Aula 7 29-30 de setembro de 2008 Questões principais abordadas pela Teoria Neoclássica Como se relacionam produtores e consumidores no mercado? Qual o resultado

Leia mais

Módulo 1 Questões Básicas da Economia Conceito de Economia

Módulo 1 Questões Básicas da Economia Conceito de Economia Módulo 1 Questões Básicas da Economia 1.1. Conceito de Economia Todos nós temos uma série de necessidades. Precisamos comer, precisamos nos vestir, precisamos estudar, precisamos nos locomover, etc. Estas

Leia mais

Oferta e Demanda. 4. Oferta e Demanda. Mercado. O Que São os Mercados? Preços. Mercado

Oferta e Demanda. 4. Oferta e Demanda. Mercado. O Que São os Mercados? Preços. Mercado Oferta e Demanda 4. Oferta e Demanda São as duas palavras mais usadas por economistas São as forças que fazem os mercados funcionarem A microeconomia moderna lida com a oferta, demanda e o equilíbrio do

Leia mais

A MICROECONOMIA estuda como os preços podem harmonizar a OFERTA e a DEMANDA, gerando equilíbrio.

A MICROECONOMIA estuda como os preços podem harmonizar a OFERTA e a DEMANDA, gerando equilíbrio. Microeconomia A MICROECONOMIA estuda como os preços podem harmonizar a OFERTA e a DEMANDA, gerando equilíbrio. É responsável pela análise de formação de preços no mercado, ou melhor, como a empresa e o

Leia mais

Administração e Economia para Engenharia

Administração e Economia para Engenharia Administração e Economia para Engenharia Aula 3.1: Fundamentos da matemática financeira diegofernandes.weebly.com Emiliano Silva 1 Economia Ciência social que estuda a administração dos recursos escassos

Leia mais

Módulo 8 Teoria da Produção

Módulo 8 Teoria da Produção Módulo 8 Teoria da Produção Numa economia de mercado, consumidores e empresas representam respectivamente as unidades do setor de consumo e de produção, que se interrelacionam através do sistema de preços

Leia mais

Modo de produção capitalista

Modo de produção capitalista ECONOMIA POLÍTICA Material didático preparado pela professora Camila Manduca para a disciplina Economia política, baseado no capítulo 4 Modo de produção capitalista, do livro Economia política: uma introdução

Leia mais

Consumidores, produtores e eficiência dos mercados

Consumidores, produtores e eficiência dos mercados N. Gregory Mankiw Introdução à Economia Tradução da 6a. edição norte-americana 7 Consumidores, produtores e eficiência dos mercados 0 Depois de ler este capítulo, responda às seguintes questões: O que

Leia mais

Mercado de Fatores de Produção

Mercado de Fatores de Produção C H A P T E R 18 Mercado de Fatores de Produção Microeonomics P R I N C I P L E S O F N. Gregory Mankiw Premium PowerPoint Slides by Ron Cronovich 2009 South-Western, a part of Cengage Learning, all rights

Leia mais

Produção e o Custo da Empresa. Conceitos básicos; Função de produção; Lei dos rendimentos decrescentes; Equilíbrio da firma; Custos de Produção.

Produção e o Custo da Empresa. Conceitos básicos; Função de produção; Lei dos rendimentos decrescentes; Equilíbrio da firma; Custos de Produção. Produção e o Custo da Empresa Conceitos básicos; Função de produção; Lei dos rendimentos decrescentes; Equilíbrio da firma; Custos de Produção. 1. Conceitos básicos A economia é formada por diversas empresas

Leia mais

Esalq/USP Curso de Ciências Econômicas les Introdução à Economia Custos de Produção

Esalq/USP Curso de Ciências Econômicas les Introdução à Economia Custos de Produção Esalq/USP Curso de Ciências Econômicas les 101 - Introdução à Economia Custos de Produção Os custos de produção Nos capítulos anteriores, usamos a curva de oferta para sumariar as decisões de produção

Leia mais

Economia Urbana. Aula 2: Porque as cidades existem? Tópicos Especiais de Economia XVIII (ANE050) Prof. Dr. Admir A. Betarelli Jr.

Economia Urbana. Aula 2: Porque as cidades existem? Tópicos Especiais de Economia XVIII (ANE050) Prof. Dr. Admir A. Betarelli Jr. Aula 2: Porque as cidades existem? Tópicos Especiais de Economia XVIII (ANE050) Prof. Dr. Admir A. Betarelli Jr. Porque as pessoas preferem viver em cidades sujas, barulhentas e populosas? As pessoas não

Leia mais

ESTABELECIMENTO DE CAMPOS DE PRODUÇÃO DE SEMENTES.

ESTABELECIMENTO DE CAMPOS DE PRODUÇÃO DE SEMENTES. ESTABELECIMENTO DE CAMPOS DE PRODUÇÃO DE SEMENTES. O objetivo é colocar à disposição do agricultor um insumo de qualidade superior. O planejamento da produção envolve o conhecimento da demanda de mercado,

Leia mais

Módulo 7 Demanda, Oferta e Equilíbrio de mercado

Módulo 7 Demanda, Oferta e Equilíbrio de mercado Módulo 7 Demanda, Oferta e Equilíbrio de mercado Como vimos, a microeconomia ou teoria dos preços analisa como consumidores e empresas interagem no mercado, e como essa interação determina o preço e a

Leia mais

Introdução à. Macroeconomia

Introdução à. Macroeconomia Introdução à Prof. Fabini Hoelz Bargas Alvarez IBMEC-RJ / UCP O que é? É o estudo da economia como um todo, pois analisa a economia através de suas variáveis fortemente agregadas. Abrange o comportamento

Leia mais

Agentes Fluxos, e a s as Q uestões Questões Chave da Economia Rossetti (Cap III).

Agentes Fluxos, e a s as Q uestões Questões Chave da Economia Rossetti (Cap III). Agentes, Fluxos e as Questões Chave da Economia Rossetti (Cap. III) Tópicos a serem abordados Principais elementos do Sistema Econômico Interação entre os Sistemas Econômicos Fluxos Econômicos Fundamentais

Leia mais

AGENTES, FLUXOS E AS QUESTÕES CHAVE DA ECONOMIA

AGENTES, FLUXOS E AS QUESTÕES CHAVE DA ECONOMIA AGENTES, FLUXOS E AS QUESTÕES CHAVE DA ECONOMIA Rossetti (Cap. III) Interação entre os Agentes Econômicos Fluxos Econômicos Fundamentais As 4 Questões Chave da Economia Eficiência Produtiva Eficácia alocativa

Leia mais

INSTITUTO DE CIÊNCIAS ADMINISTRAÇÃO

INSTITUTO DE CIÊNCIAS ADMINISTRAÇÃO Campus PAULISTA Período NOTURNO Disciplina ECONOMIA E NEGÓCIOS Semestre 1º. Professor ALEXANDRE LAS CASAS Sala Prova NP1 Data 10/04/2012 Duração 2h e 30 minutos Conteúdo 08 questões Permanência 30 minutos

Leia mais

INTRODUÇÃO À MICROECONOMIA PROF. MARTA LEMME 1º SEMESTRE 2014

INTRODUÇÃO À MICROECONOMIA PROF. MARTA LEMME 1º SEMESTRE 2014 INTRODUÇÃO À MICROECONOMIA PROF. MARTA LEMME 1º SEMESTRE 2014 MACROECONOMIA X MICROECONOMIA Macroeconomia é o estudo do comportamento agregado de uma economia, ou seja, das principais tendências da economia

Leia mais

os custos totais são determinados pela soma entre os custos variáveis e os custos fixos.

os custos totais são determinados pela soma entre os custos variáveis e os custos fixos. Módulo 7 Teoria dos Custos Como destacamos em alguns dos módulos anteriores, os produtores são indivíduos racionais, e como tais irão buscar maximizar seus resultados ao realizarem suas atividades produtivas.

Leia mais

INTRODUÇÃO À ECONOMIA

INTRODUÇÃO À ECONOMIA Curso: Direito 1º Período / 2016 Disciplina: Economia Professora: Denice Pavone INTRODUÇÃO À ECONOMIA 1 INTRODUÇÃO Seja em nosso cotidiano, seja através dos jornais, rádio e televisão, deparamo-nos com

Leia mais

Introdução à Microeconomia. As forças de mercado: oferta e demanda. Danilo Igliori

Introdução à Microeconomia. As forças de mercado: oferta e demanda. Danilo Igliori Introdução à Microeconomia As forças de mercado: oferta e demanda Danilo Igliori (digliori@usp.br) As Forças de Mercado de Oferta e Demanda Oferta e demanda estão entre as palavras que os economistas utilizam

Leia mais

DFB ECONOMIA PARA ADVOGADOS Segunda Prova, modelo: A

DFB ECONOMIA PARA ADVOGADOS Segunda Prova, modelo: A DFB2006 2 ECONOMIA PARA ADVOGADOS Segunda Prova, modelo: A Nome: Número: Assinatura: I. Questões de múltipla escolha valor 5 Em cada questão assinale a única alternativa correta. 1. Pat e Kris são colegas

Leia mais

MERCADO: OFERTA X DEMANDA EXCEDENTE DO CONSUMIDOR E DO PRODUTOR

MERCADO: OFERTA X DEMANDA EXCEDENTE DO CONSUMIDOR E DO PRODUTOR MERCADO: OFERTA X DEMANDA EXCEDENTE DO CONSUMIDOR E DO PRODUTOR 2º SEMESTRE 2011 Excedente do Consumidor e Curva de Demanda Excedente do consumidor individual é o ganho líquido que o comprador individual

Leia mais

Fundamentos de Microeconomia. Danilo Igliori

Fundamentos de Microeconomia. Danilo Igliori Fundamentos de Microeconomia Danilo Igliori (digliori@usp.br) 2017 OBJETIVOS O objetivo desta disciplina é apresentar os fundamentos da teoria microeconômica. O curso discutirá elementos básicos do funcionamento

Leia mais

Curso DSc Microeconomia Bacen - Básico 2015

Curso DSc Microeconomia Bacen - Básico 2015 Curso DSc Microeconomia Bacen - Básico 2015 Preliminares Prof. Antonio Carlos Assumpção Segundo Ludwig Von Mises (1948): Economia A economia é a ciência da ação humana. Tentamos responder as seguintes

Leia mais

Pensando como um economista. Copyright 2004 South-Western/Thomson Learning

Pensando como um economista. Copyright 2004 South-Western/Thomson Learning Pensando como um economista 1 Pensando Como um Economista Cada campo de estudo possui sua própria terminologia Matematica integrais axiomas espaços vetoriais Psicologia ego id dissonancia cognitiva Engenharia

Leia mais

2.1 - SISTEMA ECONÔMICO

2.1 - SISTEMA ECONÔMICO Sistemas Econômicos 2.1 - SISTEMA ECONÔMICO Um sistema econômico pode ser definido como a forma na qual uma sociedade está organizada em termos políticos, econômicos e sociais para desenvolver as atividades

Leia mais

Brasil: Exportações em 2000

Brasil: Exportações em 2000 Brasil: Exportações em 2000 US$ FOB % Básicos 12.562 23,44% Minérios de ferro e seus concentrados 3.048 5,69% Soja, mesmo triturada 2.188 4,08% Farelo e resíduos da extração de óleo de soja 1.651 3,08%

Leia mais

Disciplina: Economia _1 Sem

Disciplina: Economia _1 Sem Economia Disciplina: Economia - 2017_1 Sem Prof. MSc. Fernando Piazera Benkendorff Engenharia Civil Fundamentos de Economia Fatores de Produção e Agentes Econômicos Perguntas que nos interessam O que causa

Leia mais

Introdução à Microeconomia

Introdução à Microeconomia Introdução à Microeconomia Marcelo Pessoa de Matos Aula 2 Ementa do Curso Introdução (4 aulas) O que é Economia?; O Sistema Econômico (Representação Simplificada Fluxo Circular); A Evolução do Pensamento

Leia mais

Mercado Financeiro e de Capitais

Mercado Financeiro e de Capitais Mercado Financeiro e de Capitais Professor conteudista: Roberto Cruz Sumário Mercado Financeiro e de Capitais Unidade I 1 MERCADO FINANCEIRO E DE CAPITAIS...1 1.1 Conceitos básicos do mercado financeiro...1

Leia mais

Tradicionalmente, classificam se os sistemas econômicos em:

Tradicionalmente, classificam se os sistemas econômicos em: Módulo 3 O Sistema Econômico 3.1. O que vem a ser um sistema econômico? Sabe se que a economia de cada país funciona de maneira distinta, no entanto podemos dizer que, em linhas gerais, a maior parte dos

Leia mais

Estágio-Docência em Economia Internacional. Carlos Henrique Machado Simão

Estágio-Docência em Economia Internacional. Carlos Henrique Machado Simão Estágio-Docência em Economia Internacional Carlos Henrique Machado Simão carloshmsimao@gmail.com Capítulo 6 Economias de escala, concorrência imperfeita e comércio internacional Economias de Escala e Vantagem

Leia mais