PROTEÇÃO NA INVALIDEZ

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "PROTEÇÃO NA INVALIDEZ"

Transcrição

1 A informação contida neste manual de apoio não dispensa a consulta da legislação aplicável: Decreto-Lei n.º 187/2007, de 10 de maio Lei nº 90/2009, de 31 de agosto MANUAL DE APOIO PROTEÇÃO NA INVALIDEZ DEPARTAMENTO DE SERVIÇO SOCIAL JUNHO 2012

2 COMO É GARANTIDA A PROTEÇÃO SOCIAL NA INVALIDEZ? QUEM DETERMINA O TIPO DE INCAPACIDADE? A proteção social na situação de Invalidez destina-se a proteger os beneficiários em situações de incapacidade permanente para o trabalho e é garantida através de um apoio em dinheiro (Pensão de Invalidez), pago mensalmente. Para verificar se existe incapacidade permanente avalia-se: O funcionamento físico, sensorial e mental; O estado geral; A idade; As aptidões profissionais; A capacidade de trabalho que ainda possui. Dependendo do grau de incapacidade do beneficiário, a invalidez pode ser relativa ou absoluta. Invalidez relativa: Quando, devido à incapacidade, o beneficiário não pode ganhar na sua atual profissão mais de um terço do ordenado que normalmente ganharia. Não se prevê que recupere, no prazo de três anos, a capacidade de ganhar mais de 50% do que normalmente ganharia. Invalidez absoluta: Quando o beneficiário se encontre numa situação de incapacidade permanente e definitiva para toda e qualquer profissão ou trabalho e não se prevê que recupere essa capacidade até aos 65 anos de idade. Quem determina se a incapacidade é absoluta ou relativa e respetivo grau é o Serviço de Verificação de Incapacidade Permanente (SVIP). O SVIP traduz-se numa peritagem médica de avaliação de incapacidade permanente para o trabalho, deficiência ou dependência, e o impacto dessa incapacidade a nível social e profissional. QUEM TEM DIREITO À PENSÃO DE INVALIDEZ RELATIVA? Trabalhadores por conta de outrem; Trabalhadores independentes ( recibo verdes ); Membros de órgãos estatutários (MOE s), isto é, administradores, diretores e gerentes de pessoas coletivas (empresas). QUEM TEM DIREITO À PENSÃO DE INVALIDEZ ABSOLUTA? Trabalhadores por conta de outrem; Trabalhadores independentes ( recibo verdes ); Membros de órgãos estatutários (MOE s), isto é, administradores, diretores e gerentes de pessoas coletivas (empresas). QUAIS AS CONDIÇÕES NECESSÁRIAS PARA ACEDER À PENSÃO DE INVALIDEZ? O direito à pensão de invalidez é reconhecido ao beneficiário que tenha:

3 Incapacidade permanente para o trabalho, de causa não profissional, reconhecida pelo Sistema de Verificação de Incapacidades (SVIP); Cumprido o prazo de garantia. QUAL O PRAZO DE GARANTIA EXIGIDO? 5 Anos civis - invalidez relativa 3 Anos civis - invalidez absoluta NOTA: Não é exigido prazo de garantia, para atribuição da pensão de invalidez, aos beneficiários que tenham esgotado 1095 dias subsidiados por doença, desde que a situação de incapacidade para o trabalho tenha sido reconhecida pela Comissão de Verificação das Incapacidades Permanentes (CVIP). É POSSÍVEL ACUMULAR A PENSÃO DE INVALIDEZ COM OUTROS RENDIMENTOS? Não pode acumular a Pensão de Invalidez Relativa com: Pensão do Seguro Social Voluntário; Subsídio por doença; Subsídio de desemprego; Pode acumular a Pensão de Invalidez Relativa com: Complemento de pensão por cônjuge a cargo; Complemento por dependência; Outras Pensões (de outros regimes obrigatórios nacionais e estrangeiros bem como com pensões de regimes facultativos); Acréscimo Vitalício de Pensão ou Suplemento Especial de Pensão; Com rendimentos de trabalho: A PARTIR DE QUANDO SE TEM DIREITO A RECEBER A PENSÃO DE INVALIDEZ? A pensão de invalidez é devida a partir da data da decisão da comissão de verificação ou de recurso ou da data indicada pela comissão desde que depois do pedido. DURANTE QUANTO TEMPO SE RECEBE? Enquanto durar a incapacidade. Até a pensão ser substituída pela pensão por velhice, aos 65 anos de idade. A acumulação de Pensão de Invalidez Relativa com rendimentos de trabalho está sujeita a determinados limites, consoante a profissão de que resultem esses mesmos rendimentos. Se os rendimentos resultarem da mesma profissão, o valor acumulado pode ir até 100% da remuneração de referência que serviu de base ao cálculo. Por exemplo: Um beneficiário a quem tenha sido atribuída uma pensão de invalidez de 200, mas continua a desempenhar a mesma profissão, e tem como remuneração de referência 500, pode receber a totalidade, isto é, 700.

4 Se resultarem de uma profissão diferente, o limite do valor acumulado é uma percentagem da remuneração de referência que varia de acordo com anos de acumulação. Anos de acumulação Limite do valor acumulado 1.º 2 x remuneração de referência 2.º 1,75 x remuneração de referência 3.º 1,5 x remuneração de referência 4.º e seguintes 1,33 x remuneração de referência Por exemplo: Um beneficiário a quem tenha sido atribuída uma pensão de invalidez de 200, mas passa a desempenhar outra profissão, e tem como remuneração de referência 500: No primeiro ano pode receber a totalidade, isto é, 700, porque (2*500=1000 corresponde ao limite que pode receber); A partir do quarto ano de trabalho já só pode acumular até 665, porque: (1.33*500=665 - corresponde ao limite que pode receber). Não pode acumular a Pensão de Invalidez Absoluta com: Rendimentos do trabalho; Pensão do Seguro Social Voluntário; Subsídio por doença; Subsídio de desemprego; Complemento de pensão por cônjuge a cargo; Complemento por dependência; Outras Pensões (de outros regimes obrigatórios nacionais e estrangeiros bem como com pensões de regimes facultativos); Acréscimo Vitalício de Pensão ou Suplemento Especial de Pensão. COMO POSSO SABER O VALOR DA PENSÃO A QUE TEREI DIREITO? Para simular o cálculo da pensão de invalidez (relativa ou absoluta) pode: Utilizar o simulador de cálculo de pensões disponibilizado no website (www.seg-social.pt) em simuladores ; Utilizar o serviço on-line Segurança Social Direta com acesso no topo do site da Segurança Social; Pedir um cálculo do montante provável da pensão, através do formulário CNP-06-V , o qual depois de preenchido deverá ser entregue nos serviços de atendimento da segurança social da sua área de residência. COMO SE CALCULA O VALOR DA PENSÃO DE INVALIDEZ? A pensão é calculada com base na carreira contributiva do beneficiário. Se se inscreveu na Segurança Social até 31 de dezembro de 2001: O valor da pensão é constituído por duas partes, uma calculada com base nos 10 melhores anos dos últimos 15 anos de descontos e outra com base em todos os anos de descontos da sua carreira contributiva, até ao limite de 40 anos. Pode acumular a Pensão de Invalidez Absoluta com: Se se inscreveu na Segurança Social a partir de 1 de janeiro de 2002:

5 A pensão é calculada com base em todos os anos de descontos da sua carreira contributiva, até ao limite de 40 anos (se tiver mais que 40 anos de descontos, contam os 40 melhores anos). QUAIS OS MONTATES MÍNIMOS DA PENSÃO DE INVALIDEZ? Invalidez Relativa: Se não comunicar ao Centro Nacional de Pensões que está a trabalhar e a receber ordenado; Se não comunicar ao Centro Nacional de Pensões o valor de outra pensão que receba; Se faltar (sem justificação) ao exame médico de revisão de incapacidade para que tenha sido convocado; Se não entregar os comprovativos médicos pedidos. CARREIRA CONTRIBUTIVA VALOR MÍNIMO DA PENSÃO Menos de 15 anos 254 De 15 a 20 anos De 21 a 30 anos Igual ou superior a 30 anos Invalidez Absoluta: O montante mínimo é igual ao valor mínimo de pensão de invalidez relativa correspondente a uma carreira contributiva de 40 anos. Assim, no ano de 2012, o valor mínimo de pensão de invalidez absoluta é de 379,04. A pensão de invalidez termina definitivamente: Se a Comissão de Verificação de Incapacidades Permanentes considerar, em exame médico de revisão, que o beneficiário já não tem uma incapacidade permanente; Se continuar a desempenhar uma profissão para a qual foi declarado incapaz (beneficiários com pensão iniciada até 31 de Dezembro de 1993 e inicio de trabalho até 31 de Maio de 2007); Quando é substituída pela pensão de velhice; Quando o pensionista falecer. QUAIS AS OBRIGAÇÕES DO BENEFICIÁRIO? POR QUE RAZÕES PODE TERMINAR O PAGAMENTO DA PENSÃO? O pagamento da pensão de invalidez é interrompido: Se não houver prova de que o beneficiário está vivo, sempre que for pedida; Enquanto estiver a receber pensão de invalidez absoluta e a receber rendimentos de trabalho; Apresentar-se nos exames clínicos convocados pela Comissão de Verificação de Incapacidades Permanentes (CVIP); Comunicar todas as situações que possam afetar o seu direito à pensão; Manter a morada completa atualizada.

6 EXISTE ALGUM REGIME ESPECIAL DE PROTEÇÃO NA INVALIDEZ? Têm direito a Proteção especial de Invalidez todos os beneficiários em situação de incapacidade permanente para o trabalho, devidamente comprovada pelo SVIP, causada por: Paramiloidose familiar; Doença do Machado Joseph; Sida VIH; Esclerose múltipla; Esclerose lateral amiotrófica; Doença do foro oncológico; Doença do Parkinson; Doença do Alzheimer. QUE OUTRAS CONDIÇÕES TENHO QUE REUNIR PARA TER PROTEÇÃO ESPECIAL NA INVALIDEZ? Cumprir o prazo de garantia, isto é, ter descontado durante 3 anos civis seguidos ou não. Nota 1: para estes 3 anos contam os períodos em que esteve a trabalhar e declarou remunerações à Segurança Social e em que não pode trabalhar e esteve a receber subsídios (por exemplo, subsídio de doença). NUNCA EFETUEI DESCONTOS PARA A SEGURANÇA SOCIAL E DIAGNOSTICARAM-ME UMA DAS DOENÇAS ABRANGIDAS PELO REGIME ESPECIAL, TENHO DIREITO À PROTEÇÃO ESPECIAL NA INVALIDEZ? Se não tiver os 3 anos civis de descontos e se não possuir rendimentos mensais ilíquidos superiores a 40% do valor do IAS, ou 60 % deste valor, tratando-se de casal, tem direito à Pensão Social de Invalidez. O valor mínimo da Pensão Social de Invalidez em 2012 é de 254. JÁ SOU REFORMADO POR INVALIDEZ, MAS APARECEU-ME UMA DOENÇA ONCOLÓGICA, POSSO PEDIR REVISÃO À PENSÃO DE INVALIDEZ A FIM DE ME SER RECONHECIDA INVALIDEZ ESPECIAL? Apenas poderá haver revisão da pensão de invalidez do regime geral para atribuição da pensão de invalidez especial se a doença do foro oncológico se reportar à data de início da pensão e for reconhecida pela CVIP como causa da incapacidade permanente para o trabalho, ou seja, se a doença do foro oncológico já estava diagnosticada e era incapacitante na data de início da pensão. Nota 2: No âmbito deste regime especial, a fórmula de cálculo da pensão é diferente, de acordo com o que está estabelecido na Lei nº 90/2009, de 31 de agosto.

INSTITUTO DA SEGURANÇA SOCIAL, I.P

INSTITUTO DA SEGURANÇA SOCIAL, I.P GUIA PRÁTICO REGIME ESPECIAL DE PROTEÇÃO NA INVALIDEZ (ESCLEROSE MÚLTIPLA, ESCLEROSE LATERAL AMIOTRÓFICA (ELA), DOENÇA DE PARKINSON (DP), DOENÇA DE ALZHEIMER (DA), ENTRE OUTRAS). INSTITUTO DA SEGURANÇA

Leia mais

GUIA PRÁTICO COMPLEMENTO POR DEPENDÊNCIA INSTITUTO DA SEGURANÇA SOCIAL, I.P

GUIA PRÁTICO COMPLEMENTO POR DEPENDÊNCIA INSTITUTO DA SEGURANÇA SOCIAL, I.P GUIA PRÁTICO COMPLEMENTO POR DEPENDÊNCIA INSTITUTO DA SEGURANÇA SOCIAL, I.P FICHA TÉCNICA TÍTULO Guia Prático Complemento por Dependência (7013 v4.20) PROPRIEDADE Instituto da Segurança Social, I.P. AUTOR

Leia mais

MANUAL DE APOIO NO DESEMPREGO PROTEÇÃO SOCIAL

MANUAL DE APOIO NO DESEMPREGO PROTEÇÃO SOCIAL A informação contida neste manual de apoio não é exaustiva e, como tal, não dispensa a consulta da legislação aplicável: Decreto-Lei n.º 64/2012, de 15 de março. Altera o Decreto-Lei 220/2006, de 03 de

Leia mais

GUIA PRÁTICO PENSÃO DE INVALIDEZ

GUIA PRÁTICO PENSÃO DE INVALIDEZ Manual de GUIA PRÁTICO PENSÃO DE INVALIDEZ INSTITUTO DA SEGURANÇA SOCIAL, I.P ISS, I.P. Departamento/Gabinete Pág. 1/28 FICHA TÉCNICA TÍTULO Guia Prático Pensão de Invalidez (7002 v4.25) PROPRIEDADE Instituto

Leia mais

GUIA PRÁTICO SUBSÍDIO MENSAL VITALÍCIO

GUIA PRÁTICO SUBSÍDIO MENSAL VITALÍCIO Manual de GUIA PRÁTICO SUBSÍDIO MENSAL VITALÍCIO INSTITUTO DA SEGURANÇA SOCIAL, I.P ISS, I.P. Departamento/Gabinete Pág. 1/10 FICHA TÉCNICA TÍTULO Guia Prático Subsídio Mensal Vitalício (4004 v4.14) PROPRIEDADE

Leia mais

GUIA PRÁTICO PENSÃO DE INVALIDEZ

GUIA PRÁTICO PENSÃO DE INVALIDEZ Manual de GUIA PRÁTICO PENSÃO DE INVALIDEZ INSTITUTO DA SEGURANÇA SOCIAL, I.P ISS, I.P. Departamento/Gabinete Pág. 1/27 FICHA TÉCNICA TÍTULO Guia Prático Pensão de Invalidez (7002 v4.23) PROPRIEDADE Instituto

Leia mais

GUIA PRÁTICO INCAPACIDADE TEMPORÁRIA POR DOENÇA PROFISSIONAL

GUIA PRÁTICO INCAPACIDADE TEMPORÁRIA POR DOENÇA PROFISSIONAL GUIA PRÁTICO INCAPACIDADE TEMPORÁRIA POR DOENÇA PROFISSIONAL INSTITUTO DA SEGURANÇA SOCIAL, I.P ISS, I.P. Pág. 1/10 FICHA TÉCNICA TÍTULO Guia Prático Incapacidade Temporária por Doença Profissional (N07

Leia mais

GUIA PRÁTICO COMPLEMENTO POR CÔNJUGE A CARGO

GUIA PRÁTICO COMPLEMENTO POR CÔNJUGE A CARGO Manual de GUIA PRÁTICO COMPLEMENTO POR CÔNJUGE A CARGO INSTITUTO DA SEGURANÇA SOCIAL, I.P ISS, I.P. Departamento/Gabinete Pág. 1/7 FICHA TÉCNICA TÍTULO Guia Prático Complemento por Cônjuge a Cargo (N03

Leia mais

Exemplo: Uma empresa efetua despedimentos, no âmbito de uma reestruturação, em

Exemplo: Uma empresa efetua despedimentos, no âmbito de uma reestruturação, em Em cada triénio, só são consideradas para efeitos de proteção no desemprego as situações de cessação do contrato de trabalho por acordo, com fundamento em motivos que permitam o recurso ao despedimento

Leia mais

Decreto-Lei n.º 246/2015, de 20 de outubro

Decreto-Lei n.º 246/2015, de 20 de outubro Decreto-Lei n.º 246/2015, de 20 de outubro A Lei n.º 90/2009, de 31 de agosto, que aprova o regime especial de proteção na invalidez, teve por objetivo a unificação de vários regimes especiais de proteção

Leia mais

GUIA PRÁTICO SUBSÍDIO MENSAL VITALÍCIO

GUIA PRÁTICO SUBSÍDIO MENSAL VITALÍCIO Manual de GUIA PRÁTICO SUBSÍDIO MENSAL VITALÍCIO INSTITUTO DA SEGURANÇA SOCIAL, I.P ISS, I.P. Departamento/Gabinete Pág. 1/10 FICHA TÉCNICA TÍTULO Guia Prático Subsídio Mensal Vitalício (4004 v4.18) PROPRIEDADE

Leia mais

GUIA PRÁTICO COMPLEMENTO ESPECIAL DE PENSÃO

GUIA PRÁTICO COMPLEMENTO ESPECIAL DE PENSÃO Manual de GUIA PRÁTICO COMPLEMENTO ESPECIAL DE PENSÃO INSTITUTO DA SEGURANÇA SOCIAL, I.P ISS, I.P. Departamento/Gabinete Pág. 1/7 FICHA TÉCNICA TÍTULO Guia Prático Complemento Especial de Pensão (7017

Leia mais

GUIA PRÁTICO COMPLEMENTO ESPECIAL DE PENSÃO

GUIA PRÁTICO COMPLEMENTO ESPECIAL DE PENSÃO Manual de GUIA PRÁTICO COMPLEMENTO ESPECIAL DE PENSÃO INSTITUTO DA SEGURANÇA SOCIAL, I.P ISS, I.P. Departamento/Gabinete Pág. 1/8 FICHA TÉCNICA TÍTULO Guia Prático Complemento Especial de Pensão (7017

Leia mais

GUIA PRÁTICO COMPLEMENTO POR DEPENDÊNCIA INSTITUTO DA SEGURANÇA SOCIAL, I.P

GUIA PRÁTICO COMPLEMENTO POR DEPENDÊNCIA INSTITUTO DA SEGURANÇA SOCIAL, I.P GUIA PRÁTICO COMPLEMENTO POR DEPENDÊNCIA INSTITUTO DA SEGURANÇA SOCIAL, I.P FICHA TÉCNICA TÍTULO Guia Prático Complemento por Dependência (7013 v4.14) PROPRIEDADE Instituto da Segurança Social, I.P. AUTOR

Leia mais

GUIA PRÁTICO SUPLEMENTO ESPECIAL DE PENSÃO

GUIA PRÁTICO SUPLEMENTO ESPECIAL DE PENSÃO GUIA PRÁTICO SUPLEMENTO ESPECIAL DE PENSÃO INSTITUTO DA SEGURANÇA SOCIAL, I.P ISS, I.P. Departamento/Gabinete Pág. 1/8 FICHA TÉCNICA TÍTULO Guia Prático Suplemento Especial de Pensão (7017-A v4. 11) PROPRIEDADE

Leia mais

GUIA PRÁTICO SERVIÇO DE VERIFICAÇÃO DE INCAPACIDADE PERMANENTE

GUIA PRÁTICO SERVIÇO DE VERIFICAÇÃO DE INCAPACIDADE PERMANENTE Manual de GUIA PRÁTICO SERVIÇO DE VERIFICAÇÃO DE INCAPACIDADE PERMANENTE INSTITUTO DA SEGURANÇA SOCIAL, I.P ISS, I.P. Departamento/Gabinete Pág. 1/9 FICHA TÉCNICA TÍTULO Guia Prático Serviço de Verificação

Leia mais

GUIA PRÁTICO PENSÃO SOCIAL DE INVALIDEZ INSTITUTO DA SEGURANÇA SOCIAL, I.P

GUIA PRÁTICO PENSÃO SOCIAL DE INVALIDEZ INSTITUTO DA SEGURANÇA SOCIAL, I.P GUIA PRÁTICO PENSÃO SOCIAL DE INVALIDEZ INSTITUTO DA SEGURANÇA SOCIAL, I.P FICHA TÉCNICA TÍTULO Guia Prático Pensão Social de Invalidez (7010 v4. 14) PROPRIEDADE Instituto da Segurança Social, I.P. AUTOR

Leia mais

GUIA PRÁTICO DOENÇA PROFISSIONAL - CERTIFICAÇÃO

GUIA PRÁTICO DOENÇA PROFISSIONAL - CERTIFICAÇÃO GUIA PRÁTICO DOENÇA PROFISSIONAL - CERTIFICAÇÃO INSTITUTO DA SEGURANÇA SOCIAL, I.P ISS, I.P. Pág. 1/12 FICHA TÉCNICA TÍTULO Guia Prático Doença Profissional - Certificação (N28 v4.06) PROPRIEDADE Instituto

Leia mais

GUIA PRÁTICO SERVIÇO DE VERIFICAÇÃO DE INCAPACIDADE TEMPORÁRIA

GUIA PRÁTICO SERVIÇO DE VERIFICAÇÃO DE INCAPACIDADE TEMPORÁRIA Manual de GUIA PRÁTICO SERVIÇO DE VERIFICAÇÃO DE INCAPACIDADE TEMPORÁRIA INSTITUTO DA SEGURANÇA SOCIAL, I.P ISS, I.P. Departamento/Gabinete Pág. 1/10 FICHA TÉCNICA TÍTULO Guia Prático Serviço de Verificação

Leia mais

GUIA PRÁTICO PENSÃO DE ORFANDADE INSTITUTO DA SEGURANÇA SOCIAL, I.P

GUIA PRÁTICO PENSÃO DE ORFANDADE INSTITUTO DA SEGURANÇA SOCIAL, I.P GUIA PRÁTICO PENSÃO DE ORFANDADE INSTITUTO DA SEGURANÇA SOCIAL, I.P FICHA TÉCNICA TÍTULO Guia Prático Pensão de Orfandade (7006 V4.18) PROPRIEDADE Instituto da Segurança Social, I.P. AUTOR Centro Nacional

Leia mais

Subsídio de Doença Direção-Geral da Segurança Social março 2015

Subsídio de Doença Direção-Geral da Segurança Social março 2015 Direção-Geral da Segurança Social março 2015 O é uma prestação em dinheiro atribuída ao beneficiário para compensar a perda de remuneração, resultante do impedimento temporário para o trabalho, por motivo

Leia mais

DECRETO N.º 11/XIII. A Assembleia da República decreta, nos termos da alínea c) do artigo 161.º da Constituição, o seguinte: Artigo 1.

DECRETO N.º 11/XIII. A Assembleia da República decreta, nos termos da alínea c) do artigo 161.º da Constituição, o seguinte: Artigo 1. DECRETO N.º 11/XIII Primeira alteração, por apreciação parlamentar, ao Decreto-Lei n.º 246/2015, de 20 de outubro (Primeira alteração à Lei n.º 90/2009, de 31 de agosto, que aprova o regime especial de

Leia mais

GUIA PRÁTICO PENSÃO SOCIAL DE INVALIDEZ INSTITUTO DA SEGURANÇA SOCIAL, I.P

GUIA PRÁTICO PENSÃO SOCIAL DE INVALIDEZ INSTITUTO DA SEGURANÇA SOCIAL, I.P GUIA PRÁTICO PENSÃO SOCIAL DE INVALIDEZ INSTITUTO DA SEGURANÇA SOCIAL, I.P FICHA TÉCNICA TÍTULO Guia Prático Pensão Social de Invalidez (7010 v4.28) PROPRIEDADE Instituto da Segurança Social, I.P. AUTOR

Leia mais

Pensão de invalidez Atualizado em:

Pensão de invalidez Atualizado em: SEGURANÇA SOCIAL Pensão de invalidez Atualizado em: 30-12-2016 Esta informação destina-se a que cidadãos Trabalhadores por conta de outrem Trabalhadores independentes Membros de órgãos estatutários Trabalhador

Leia mais

GUIA PRÁTICO PENSÃO SOCIAL DE VELHICE INSTITUTO DA SEGURANÇA SOCIAL, I.P

GUIA PRÁTICO PENSÃO SOCIAL DE VELHICE INSTITUTO DA SEGURANÇA SOCIAL, I.P GUIA PRÁTICO PENSÃO SOCIAL DE VELHICE INSTITUTO DA SEGURANÇA SOCIAL, I.P FICHA TÉCNICA TÍTULO Guia Prático Pensão Social de Velhice (7009 v4.18) PROPRIEDADE Instituto da Segurança Social, I.P. AUTOR Centro

Leia mais

GUIA PRÁTICO SUBSÍDIO POR ASSISTÊNCIA DE TERCEIRA PESSOA

GUIA PRÁTICO SUBSÍDIO POR ASSISTÊNCIA DE TERCEIRA PESSOA Manual de GUIA PRÁTICO SUBSÍDIO POR ASSISTÊNCIA DE TERCEIRA PESSOA INSTITUTO DA SEGURANÇA SOCIAL, I.P ISS, I.P. Departamento/Gabinete Pág. 1/13 FICHA TÉCNICA TÍTULO Guia Prático Subsídio por Assistência

Leia mais

GUIA PRÁTICO SUBSÍDIO DE LAR

GUIA PRÁTICO SUBSÍDIO DE LAR Manual de GUIA PRÁTICO SUBSÍDIO DE LAR INSTITUTO DA SEGURANÇA SOCIAL, I.P ISS, I.P. Departamento/Gabinete Pág. 1/9 FICHA TÉCNICA TÍTULO Guia Prático Subsídio de Lar (4007 v4.15) PROPRIEDADE Instituto da

Leia mais

Através do seguro social voluntário Atualizado em:

Através do seguro social voluntário Atualizado em: SEGURANÇA SOCIAL Através do seguro social voluntário Atualizado em: 05-01-2017 Esta informação destina-se a que cidadãos Pessoas abrangidas pelo seguro social voluntário O que é O regime do seguro social

Leia mais

GUIA PRÁTICO PENSÃO DE ORFANDADE INSTITUTO DA SEGURANÇA SOCIAL, I.P

GUIA PRÁTICO PENSÃO DE ORFANDADE INSTITUTO DA SEGURANÇA SOCIAL, I.P GUIA PRÁTICO PENSÃO DE ORFANDADE INSTITUTO DA SEGURANÇA SOCIAL, I.P FICHA TÉCNICA TÍTULO Guia Prático Pensão de Orfandade (7006 V4.16) PROPRIEDADE Instituto da Segurança Social, I.P. AUTOR Centro Nacional

Leia mais

APPDA-Setúbal. Segurança Social. Subsídios

APPDA-Setúbal. Segurança Social. Subsídios APPDA-Setúbal Segurança Social Subsídios ACÃO SOCIAL A ação social é um sistema que: - tem como objetivos fundamentais a prevenção e reparação de situações de carência e desigualdade socioeconómica, de

Leia mais

GUIA PRÁTICO SUBSÍDIO POR ASSISTÊNCIA DE TERCEIRA PESSOA

GUIA PRÁTICO SUBSÍDIO POR ASSISTÊNCIA DE TERCEIRA PESSOA Manual de GUIA PRÁTICO SUBSÍDIO POR ASSISTÊNCIA DE TERCEIRA PESSOA INSTITUTO DA SEGURANÇA SOCIAL, I.P ISS, I.P. Departamento/Gabinete Pág. 1/13 FICHA TÉCNICA TÍTULO Guia Prático Subsídio por Assistência

Leia mais

GUIA PRÁTICO SUBSÍDIO POR ASSISTÊNCIA DE TERCEIRA PESSOA

GUIA PRÁTICO SUBSÍDIO POR ASSISTÊNCIA DE TERCEIRA PESSOA Manual de GUIA PRÁTICO SUBSÍDIO POR ASSISTÊNCIA DE TERCEIRA PESSOA INSTITUTO DA SEGURANÇA SOCIAL, I.P ISS, I.P. Departamento/Gabinete Pág. 1/14 FICHA TÉCNICA TÍTULO Guia Prático Subsídio por Assistência

Leia mais

GUIA PRÁTICO FUNDO ESPECIAL DE SEGURANÇA SOCIAL DO PESSOAL DA INDÚSTRIA DE LANIFÍCIOS

GUIA PRÁTICO FUNDO ESPECIAL DE SEGURANÇA SOCIAL DO PESSOAL DA INDÚSTRIA DE LANIFÍCIOS GUIA PRÁTICO FUNDO ESPECIAL DE SEGURANÇA SOCIAL DO PESSOAL DA INDÚSTRIA DE LANIFÍCIOS INSTITUTO DA SEGURANÇA SOCIAL, I.P ISS, I.P. Departamento/Gabinete Pág. 1/11 FICHA TÉCNICA TÍTULO Guia Prático Fundo

Leia mais

DRE. Diploma. Artigo 1.º

DRE. Diploma. Artigo 1.º Diploma Primeira alteração à Lei n.º 90/2009, de 31 de agosto, que institui o regime especial de proteção na invalidez, e terceira alteração do Decreto-Lei n.º 265/99, de 14 de julho, que cria o complemento

Leia mais

BOM PARA OS PAIS, MELHOR PARA OS FILHOS. Licença parental até 6 meses (se partilhada entre pai e mãe) Adopção equiparada a licença parental

BOM PARA OS PAIS, MELHOR PARA OS FILHOS. Licença parental até 6 meses (se partilhada entre pai e mãe) Adopção equiparada a licença parental PARENTALIDADE BOM PARA OS PAIS, MELHOR PARA OS FILHOS Licença parental até 6 meses (se partilhada entre pai e mãe) Adopção equiparada a licença parental Trabalhadores independentes com direitos alargados

Leia mais

GUIA PRÁTICO SUBSÍDIO DE FUNERAL

GUIA PRÁTICO SUBSÍDIO DE FUNERAL Manual de GUIA PRÁTICO SUBSÍDIO DE FUNERAL INSTITUTO DA SEGURANÇA SOCIAL, I.P ISS, I.P. Departamento/Gabinete Pág. 1/8 FICHA TÉCNICA TÍTULO Guia Prático Subsídio de Funeral (4003 v4.16) PROPRIEDADE Instituto

Leia mais

GUIA PRÁTICO PENSÃO SOCIAL DE VELHICE INSTITUTO DA SEGURANÇA SOCIAL, I.P

GUIA PRÁTICO PENSÃO SOCIAL DE VELHICE INSTITUTO DA SEGURANÇA SOCIAL, I.P GUIA PRÁTICO PENSÃO SOCIAL DE VELHICE INSTITUTO DA SEGURANÇA SOCIAL, I.P FICHA TÉCNICA TÍTULO Guia Prático Pensão Social de Velhice (7009 v4.19) PROPRIEDADE Instituto da Segurança Social, I.P. AUTOR Centro

Leia mais

REGIME DE SEGURANÇA SOCIAL DOS TRABALHADORES INDEPENDENTES DECRETO-LEI N.º 328/93, DE 25 DE SETEMBRO

REGIME DE SEGURANÇA SOCIAL DOS TRABALHADORES INDEPENDENTES DECRETO-LEI N.º 328/93, DE 25 DE SETEMBRO Legislação publicada: Despacho Normativo n.º 19/87, de 19 de Fevereiro: vai ser feita referência a este despacho no art. 6.º do D.L. 328/93; Decreto-Lei n.º 328/93, de 25 de Setembro: instituiu o regime

Leia mais

GUIA PRÁTICO BOLSA DE ESTUDO

GUIA PRÁTICO BOLSA DE ESTUDO Manual de GUIA PRÁTICO BOLSA DE ESTUDO INSTITUTO DA SEGURANÇA SOCIAL, I.P ISS, I.P. Departamento/Gabinete Pág. 1/11 FICHA TÉCNICA TÍTULO Guia Prático Bolsa de Estudo (4010 v1.10) PROPRIEDADE Instituto

Leia mais

GUIA PRÁTICO PRESTAÇÕES COMPENSATÓRIAS DOS SUBSÍDIOS DE FÉRIAS, NATAL OU OUTROS SEMELHANTES

GUIA PRÁTICO PRESTAÇÕES COMPENSATÓRIAS DOS SUBSÍDIOS DE FÉRIAS, NATAL OU OUTROS SEMELHANTES GUIA PRÁTICO PRESTAÇÕES COMPENSATÓRIAS DOS SUBSÍDIOS DE FÉRIAS, NATAL OU OUTROS SEMELHANTES FICHA TÉCNICA TÍTULO Guia Prático Prestações compensatórias dos subsídios de férias, Natal ou outros semelhantes

Leia mais

GUIA PRÁTICO BOLSA DE ESTUDO

GUIA PRÁTICO BOLSA DE ESTUDO Manual de GUIA PRÁTICO BOLSA DE ESTUDO INSTITUTO DA SEGURANÇA SOCIAL, I.P ISS, I.P. Departamento/Gabinete Pág. 1/11 FICHA TÉCNICA TÍTULO Guia Prático Bolsa de Estudo (4010 v1. 17) PROPRIEDADE Instituto

Leia mais

Pensão de velhice Atualizado em:

Pensão de velhice Atualizado em: SEGURANÇA SOCIAL Pensão de velhice Atualizado em: 12-10-2017 Esta informação destina-se a que cidadãos Trabalhadores por conta de outrem Trabalhadores independentes Membros de órgãos estatutários Trabalhadores

Leia mais

SEMINÁRIO POLÍTICAS E PRÁTICAS DE ACOLHIMENTO E INTEGRAÇÃO

SEMINÁRIO POLÍTICAS E PRÁTICAS DE ACOLHIMENTO E INTEGRAÇÃO SEMINÁRIO POLÍTICAS E PRÁTICAS DE ACOLHIMENTO E INTEGRAÇÃO Instituto da Segurança Social, I.P. Centro Distrital de Faro 24/06/2015 Assistência Médica CESD Cartão Europeu de Seguro de Doença Assistência

Leia mais

Trabalhadores Independentes Atualizado em:

Trabalhadores Independentes Atualizado em: SEGURANÇA SOCIAL Trabalhadores Independentes Atualizado em: 08-02-2017 Esta informação destina-se a que cidadãos Trabalhadores independentes Cálculo das contribuições O montante das contribuições é calculado,

Leia mais

GUIA PRÁTICO PENSÃO DE VELHICE

GUIA PRÁTICO PENSÃO DE VELHICE GUIA PRÁTICO PENSÃO DE VELHICE INSTITUTO DA SEGURANÇA SOCIAL, I.P Pág. 1/33 FICHA TÉCNICA TÍTULO Guia Prático Pensão de Velhice (7001 v4.43) PROPRIEDADE Instituto da Segurança Social, I.P. AUTOR Centro

Leia mais

GUIA PRÁTICO REDUÇÃO DE TAXA CONTRIBUTIVA PRÉ REFORMA INSTITUTO DA SEGURANÇA SOCIAL, I.P

GUIA PRÁTICO REDUÇÃO DE TAXA CONTRIBUTIVA PRÉ REFORMA INSTITUTO DA SEGURANÇA SOCIAL, I.P GUIA PRÁTICO REDUÇÃO DE TAXA CONTRIBUTIVA PRÉ REFORMA INSTITUTO DA SEGURANÇA SOCIAL, I.P FICHA TÉCNICA TÍTULO Guia Prático Redução de Taxa Contributiva Pré Reforma (2005 v5.4) PROPRIEDADE Instituto da

Leia mais

GUIA PRÁTICO INSTITUTO DA SEGURANÇA SOCIAL, I.P

GUIA PRÁTICO INSTITUTO DA SEGURANÇA SOCIAL, I.P GUIA PRÁTICO MEDIDA EXCECIONAL DE APOIO AO EMPREGO: REDUÇÃO DE 0,75 PONTOS PERCENTUAIS DA TAXA CONTRIBUTIVA PARA A SEGURANÇA SOCIAL A CARGO DA ENTIDADE EMPREGADORA INSTITUTO DA SEGURANÇA SOCIAL, I.P FICHA

Leia mais

Código dos Regimes Contributivos do Sistema Previdencial de Segurança Social. Seguro Social Voluntário

Código dos Regimes Contributivos do Sistema Previdencial de Segurança Social. Seguro Social Voluntário Seguro Social Voluntário Ficha Técnica Título Autor de Segurança Social Seguro Social Voluntário Conceção gráfica Edição Direção de Serviços de Instrumentos de Aplicação http://www.seg-social.pt/dgss-direccao-geral-da-seguranca-social

Leia mais

GUIA PRÁTICO SUBSÍDIO POR INTERRUPÇÃO DA GRAVIDEZ

GUIA PRÁTICO SUBSÍDIO POR INTERRUPÇÃO DA GRAVIDEZ GUIA PRÁTICO SUBSÍDIO POR INTERRUPÇÃO DA GRAVIDEZ INSTITUTO DA SEGURANÇA SOCIAL, I.P ISS, I.P. Pág. 1/13 FICHA TÉCNICA TÍTULO Guia Prático Subsídio por Interrupção da Gravidez (3021 v1.12) PROPRIEDADE

Leia mais

Implicações do Código dos Regimes Contributivos REGIMES APLICÁVEIS A TRABALHADORES INTEGRADOS EM CATEGORIAS OU SITUAÇÕES ESPECÍFICAS

Implicações do Código dos Regimes Contributivos REGIMES APLICÁVEIS A TRABALHADORES INTEGRADOS EM CATEGORIAS OU SITUAÇÕES ESPECÍFICAS Implicações do Código dos Regimes Contributivos REGIMES APLICÁVEIS A TRABALHADORES INTEGRADOS EM CATEGORIAS OU SITUAÇÕES ESPECÍFICAS TRABALHADORES COM ÂMBITO MATERIAL DE PROTECÇÃO REDUZIDO Art. 56º, 1

Leia mais

Marconi O que preciso de saber sobre a transferência de Fundos de Pensões e o novo enquadramento na Segurança Social

Marconi O que preciso de saber sobre a transferência de Fundos de Pensões e o novo enquadramento na Segurança Social O que preciso de saber sobre a transferência de Fundos de Pensões e o novo enquadramento na Segurança Social Direcção de Recursos Humanos 13.01.2011 Este documento é propriedade intelectual da PT e fica

Leia mais

GUIA PRÁTICO SUBSÍDIO DE DESEMPREGO PARCIAL INSTITUTO DA SEGURANÇA SOCIAL, I.P

GUIA PRÁTICO SUBSÍDIO DE DESEMPREGO PARCIAL INSTITUTO DA SEGURANÇA SOCIAL, I.P GUIA PRÁTICO SUBSÍDIO DE DESEMPREGO PARCIAL INSTITUTO DA SEGURANÇA SOCIAL, I.P FICHA TÉCNICA TÍTULO Guia Prático Subsídio de Desemprego Parcial (6002 v4.15) PROPRIEDADE Instituto da Segurança Social, I.P.

Leia mais

GUIA PRÁTICO PENSÃO SOCIAL DE VELHICE INSTITUTO DA SEGURANÇA SOCIAL, I.P

GUIA PRÁTICO PENSÃO SOCIAL DE VELHICE INSTITUTO DA SEGURANÇA SOCIAL, I.P GUIA PRÁTICO PENSÃO SOCIAL DE VELHICE INSTITUTO DA SEGURANÇA SOCIAL, I.P FICHA TÉCNICA TÍTULO Guia Prático Pensão Social de Velhice (7009 v4. 22) PROPRIEDADE Instituto da Segurança Social, I.P. AUTOR Centro

Leia mais

GUIA PRÁTICO BONIFICAÇÃO POR DEFICIÊNCIA

GUIA PRÁTICO BONIFICAÇÃO POR DEFICIÊNCIA Manual de GUIA PRÁTICO BONIFICAÇÃO POR DEFICIÊNCIA INSTITUTO DA SEGURANÇA SOCIAL, I.P ISS, I.P. Departamento/Gabinete Pág. 1/14 FICHA TÉCNICA TÍTULO Guia Prático Bonificação por Deficiência (4002 v4.20)

Leia mais

GUIA PRÁTICO SUBSÍDIO PARA ASSISTÊNCIA A NETO

GUIA PRÁTICO SUBSÍDIO PARA ASSISTÊNCIA A NETO Manual de GUIA PRÁTICO SUBSÍDIO PARA ASSISTÊNCIA A NETO INSTITUTO DA SEGURANÇA SOCIAL, I.P ISS, I.P. Departamento/Gabinete Pág. 1/12 FICHA TÉCNICA TÍTULO Guia Prático Subsídio para Assistência a Neto (3017

Leia mais

GUIA PRÁTICO BONIFICAÇÃO POR DEFICIÊNCIA

GUIA PRÁTICO BONIFICAÇÃO POR DEFICIÊNCIA Manual de GUIA PRÁTICO BONIFICAÇÃO POR DEFICIÊNCIA INSTITUTO DA SEGURANÇA SOCIAL, I.P ISS, I.P. Departamento/Gabinete Pág. 1/12 FICHA TÉCNICA TÍTULO Guia Prático Bonificação por Deficiência (4002 v4.11)

Leia mais

GUIA PRÁTICO INSTITUTO DA SEGURANÇA SOCIAL, I.P

GUIA PRÁTICO INSTITUTO DA SEGURANÇA SOCIAL, I.P GUIA PRÁTICO MEDIDA EXCECIONAL DE APOIO AO EMPREGO: REDUÇÃO DE 0,75 PONTOS PERCENTUAIS DA TAXA CONTRIBUTIVA PARA A SEGURANÇA SOCIAL A CARGO DA ENTIDADE EMPREGADORA INSTITUTO DA SEGURANÇA SOCIAL, I.P FICHA

Leia mais

INSTITUTO DA SEGURANÇA SOCIAL, I.P

INSTITUTO DA SEGURANÇA SOCIAL, I.P GUIA PRÁTICO MEDIDAS DE APOIO ÀS EMPRESAS AFETADAS PELO INCÊNDIO DOS CONCELHOS DE CASTANHEIRA DE PERA, FIGUEIRÓ DOS VINHOS, GÓIS, PAMPILHOSA DA SERRA, PEDROGÃO GRANDE, PENELA E SERTÃ INSTITUTO DA SEGURANÇA

Leia mais

GUIA PRÁTICO SUBSÍDIO POR ASSISTÊNCIA DE TERCEIRA PESSOA

GUIA PRÁTICO SUBSÍDIO POR ASSISTÊNCIA DE TERCEIRA PESSOA Manual de GUIA PRÁTICO SUBSÍDIO POR ASSISTÊNCIA DE TERCEIRA PESSOA INSTITUTO DA SEGURANÇA SOCIAL, I.P ISS, I.P. Departamento/Gabinete Pág. 1/13 FICHA TÉCNICA TÍTULO Guia Prático Subsídio por Assistência

Leia mais

GUIA PRÁTICO DISPENSA DE PAGAMENTO DE CONTRIBUIÇÕES 1º EMPREGO E DESEMPREGADO LONGA DURAÇÃO INSTITUTO DA SEGURANÇA SOCIAL, I.P

GUIA PRÁTICO DISPENSA DE PAGAMENTO DE CONTRIBUIÇÕES 1º EMPREGO E DESEMPREGADO LONGA DURAÇÃO INSTITUTO DA SEGURANÇA SOCIAL, I.P GUIA PRÁTICO DISPENSA DE PAGAMENTO DE CONTRIBUIÇÕES 1º EMPREGO E DESEMPREGADO LONGA DURAÇÃO INSTITUTO DA SEGURANÇA SOCIAL, I.P FICHA TÉCNICA TÍTULO Guia Prático Dispensa de Pagamento de Contribuições 1º

Leia mais

PERGUNTAS MAIS FREQUENTES FAQ s Regime Geral de Segurança Social dos Trabalhadores Independentes

PERGUNTAS MAIS FREQUENTES FAQ s Regime Geral de Segurança Social dos Trabalhadores Independentes PERGUNTAS MAIS FREQUENTES FAQ s Regime Geral de Segurança Social dos Trabalhadores Independentes 1 Que categorias profissionais se encontram abrangidas pelo regime dos trabalhadores independentes? Estão

Leia mais

Lei n.º 3/2009, de 13 de Janeiro. A Assembleia da República decreta, nos termos da alínea c) do artigo 161.º da Constituição, o seguinte:

Lei n.º 3/2009, de 13 de Janeiro. A Assembleia da República decreta, nos termos da alínea c) do artigo 161.º da Constituição, o seguinte: Lei n.º 3/2009, de 13 de Janeiro Regula os efeitos jurídicos dos períodos de prestação de serviço militar de antigos combatentes para efeitos de atribuição dos benefícios previstos nas Leis n. os 9/2002,

Leia mais

GUIA PRÁTICO SUBSÍDIO PARCIAL POR CESSAÇÃO DE ATIVIDADE PARA TRABALHADORES INDEPENTES ECONOMICAMENTE DEPENDENTES

GUIA PRÁTICO SUBSÍDIO PARCIAL POR CESSAÇÃO DE ATIVIDADE PARA TRABALHADORES INDEPENTES ECONOMICAMENTE DEPENDENTES Guia Prático Subsídio de Desemprego Parcial GUIA PRÁTICO SUBSÍDIO PARCIAL POR CESSAÇÃO DE ATIVIDADE PARA TRABALHADORES INDEPENTES ECONOMICAMENTE DEPENDENTES ISS, I.P. Departamento/Gabinete Pág. 1/19 FICHA

Leia mais

Código dos Regimes Contributivos do Sistema Previdencial de Segurança Social. Pagamento Voluntário de Contribuições

Código dos Regimes Contributivos do Sistema Previdencial de Segurança Social. Pagamento Voluntário de Contribuições Pagamento Voluntário de Contribuições Ficha Técnica Título Autor Conceção gráfica de Segurança Social Pagamento Voluntário de Contribuições Direção de Serviços de Instrumentos de Aplicação Edição http://www.seg-social.pt/dgss-direccao-geral-da-seguranca-social

Leia mais

GUIA PRÁTICO INSCRIÇÃO, ALTERAÇÃO E CESSAÇÃO DE ACTIVIDADE DE TRABALHADOR INDEPENDENTE INSTITUTO DA SEGURANÇA SOCIAL, I.P

GUIA PRÁTICO INSCRIÇÃO, ALTERAÇÃO E CESSAÇÃO DE ACTIVIDADE DE TRABALHADOR INDEPENDENTE INSTITUTO DA SEGURANÇA SOCIAL, I.P GUIA PRÁTICO INSCRIÇÃO, ALTERAÇÃO E CESSAÇÃO DE ACTIVIDADE DE TRABALHADOR INDEPENDENTE INSTITUTO DA SEGURANÇA SOCIAL, I.P FICHA TÉCNICA TÍTULO Guia Prático Inscrição, Alteração e Cessação de Actividade

Leia mais

LBA NEWS. Direito Laboral. Janeiro de 2017

LBA NEWS. Direito Laboral. Janeiro de 2017 LBA NEWS Direito Laboral Janeiro de 2017 Contactos: Manuel Lopes Barata - manuellb@lopesbarata.com Diogo Lopes Barata - diogolb@lopesbarata.com Catarina Correia Soares cataricacs@lopesbarata.com Esta informação

Leia mais

PROTECÇÃO SOCIAL NA PARENTALIDADE FOLHA ANEXA AO REQUERIMENTO DOS SUBSÍDIOS PARENTAL, SOCIAL PARENTAL E PARENTAL ALARGADO, MOD.

PROTECÇÃO SOCIAL NA PARENTALIDADE FOLHA ANEXA AO REQUERIMENTO DOS SUBSÍDIOS PARENTAL, SOCIAL PARENTAL E PARENTAL ALARGADO, MOD. PROTECÇÃO SOCIAL NA PARENTALIDADE FOLHA ANEXA AO REQUERIMENTO DOS SUBSÍDIOS PARENTAL, SOCIAL PARENTAL E PARENTAL ALARGADO, MOD. RP 5049-DGSS 1. Quais os subsídios a requerer I INFORMAÇÕES O formulário

Leia mais

Proteção no desemprego para os trabalhadores independentes Decreto-Lei n.º 65/2012, de 15 de março

Proteção no desemprego para os trabalhadores independentes Decreto-Lei n.º 65/2012, de 15 de março Proteção no desemprego para os trabalhadores independentes Decreto-Lei n.º 65/2012, de 15 de março Através do presente decreto-lei o Governo instituiu um regime jurídico de proteção na eventualidade desemprego,

Leia mais

GUIA PRÁTICO PENSÃO DE VELHICE

GUIA PRÁTICO PENSÃO DE VELHICE GUIA PRÁTICO PENSÃO DE VELHICE INSTITUTO DA SEGURANÇA SOCIAL, I.P Pág. 1/31 FICHA TÉCNICA TÍTULO Guia Prático Pensão de Velhice (7001 v4.41) PROPRIEDADE Instituto da Segurança Social, I.P. AUTOR Centro

Leia mais

INSTITUTO DA SEGURANÇA SOCIAL, I.P

INSTITUTO DA SEGURANÇA SOCIAL, I.P GUIA PRÁTICO DISPENSA PARCIAL DO PAGAMENTO DE CONTRIBUIÇÕES PARA A SEGURANÇA SOCIAL RELATIVAMENTE AOS PRODUTORES DE LEITE CRU DE VACA E AOS PRODUTORES DE CARNE DE SUÍNO INSTITUTO DA SEGURANÇA SOCIAL, I.P

Leia mais

GUIA PRÁTICO REDUÇÃO DA TAXA CONTRIBUTIVA - APOIO AO EMPREGO EM MICRO E PEQUENAS EMPRESAS INSTITUTO DA SEGURANÇA SOCIAL, I.P

GUIA PRÁTICO REDUÇÃO DA TAXA CONTRIBUTIVA - APOIO AO EMPREGO EM MICRO E PEQUENAS EMPRESAS INSTITUTO DA SEGURANÇA SOCIAL, I.P GUIA PRÁTICO REDUÇÃO DA TAXA CONTRIBUTIVA - APOIO AO EMPREGO EM MICRO E PEQUENAS EMPRESAS INSTITUTO DA SEGURANÇA SOCIAL, I.P FICHA TÉCNICA TÍTULO Guia Prático Redução da taxa contributiva - Apoio ao emprego

Leia mais

GUIA PRÁTICO SUBSÍDIO POR ASSISTÊNCIA DE TERCEIRA PESSOA

GUIA PRÁTICO SUBSÍDIO POR ASSISTÊNCIA DE TERCEIRA PESSOA Manual de GUIA PRÁTICO SUBSÍDIO POR ASSISTÊNCIA DE TERCEIRA PESSOA INSTITUTO DA SEGURANÇA SOCIAL, I.P ISS, I.P. Departamento/Gabinete Pág. 1/14 FICHA TÉCNICA TÍTULO Guia Prático Subsídio por Assistência

Leia mais

Direção Regional de Estatística da Madeira

Direção Regional de Estatística da Madeira 28 de novembro de 2014 PROTEÇÃO SOCIAL 2004-2013 Nota introdutória A Direção Regional de Estatística da Madeira (DREM) divulga, pela primeira vez, no seu novo portal, uma série retrospetiva com os principais

Leia mais

REPÚBLICA DE ANGOLA CONSELHO DE MINISTROS. Decreto n.º 42/08. de 3 de Julho

REPÚBLICA DE ANGOLA CONSELHO DE MINISTROS. Decreto n.º 42/08. de 3 de Julho REPÚBLICA DE ANGOLA CONSELHO DE MINISTROS Decreto n.º 42/08 de 3 de Julho Considerando que a protecção social obrigatória compreende, além do regime dos trabalhadores por conta de outrem, o regime dos

Leia mais

INSTITUTO DA SEGURANÇA SOCIAL, I.P

INSTITUTO DA SEGURANÇA SOCIAL, I.P GUIA PRÁTICO DISPENSA PARCIAL OU ISENÇÃO TOTAL DO PAGAMENTO DE CONTRIBUIÇÕES 1º EMPREGO, DESEMPREGADO DE LONGA DURAÇÃO E DESEMPREGADO DE MUITO LONGA DURAÇÃO INSTITUTO DA SEGURANÇA SOCIAL, I.P FICHA TÉCNICA

Leia mais

GUIA PRÁTICO REGIME DE PROTEÇÃO SOCIAL DE TRABALHADORES EM FUNÇÕES PÚBLICAS INSTITUTO DA SEGURANÇA SOCIAL, I.P

GUIA PRÁTICO REGIME DE PROTEÇÃO SOCIAL DE TRABALHADORES EM FUNÇÕES PÚBLICAS INSTITUTO DA SEGURANÇA SOCIAL, I.P GUIA PRÁTICO REGIME DE PROTEÇÃO SOCIAL DE TRABALHADORES EM FUNÇÕES PÚBLICAS INSTITUTO DA SEGURANÇA SOCIAL, I.P FICHA TÉCNICA TÍTULO Guia Prático Regime de Proteção Social de Trabalhadores em Funções Públicas

Leia mais

Guia Prático Majorações do Abono de Família para Crianças e Jovens e do Abono de Família Pré-natal

Guia Prático Majorações do Abono de Família para Crianças e Jovens e do Abono de Família Pré-natal Manual de GUIA PRÁTICO MAJORAÇÕES DO ABONO DE FAMÍLIA PARA CRIANÇAS E JOVENS, DO ABONO DE FAMÍLIA PRÉ-NATAL E DA BONIFICAÇÃO POR DEFICIÊNCIA [famílias com duas ou mais crianças/famílias monoparentais/

Leia mais

GUIA PRÁTICO SUBSÍDIO POR FREQUÊNCIA DE ESTABELECIMENTO DE ENSINO ESPECIAL

GUIA PRÁTICO SUBSÍDIO POR FREQUÊNCIA DE ESTABELECIMENTO DE ENSINO ESPECIAL Manual de GUIA PRÁTICO SUBSÍDIO POR FREQUÊNCIA DE ESTABELECIMENTO DE ENSINO ESPECIAL INSTITUTO DA SEGURANÇA SOCIAL, I.P ISS, I.P. Departamento/Gabinete Pág. 1/12 FICHA TÉCNICA TÍTULO Guia Prático Subsídio

Leia mais

GUIA PRÁTICO SUBSÍDIO POR MORTE INSTITUTO DA SEGURANÇA SOCIAL, I.P

GUIA PRÁTICO SUBSÍDIO POR MORTE INSTITUTO DA SEGURANÇA SOCIAL, I.P GUIA PRÁTICO SUBSÍDIO POR MORTE INSTITUTO DA SEGURANÇA SOCIAL, I.P FICHA TÉCNICA TÍTULO Guia Prático Subsídio por Morte (7011 v4.15) PROPRIEDADE Instituto da Segurança Social, I.P. AUTOR Centro Nacional

Leia mais

EMISSOR: Ministério da Solidariedade e da Segurança Social

EMISSOR: Ministério da Solidariedade e da Segurança Social DATA: Sexta-feira, 25 de janeiro de 2013 NÚMERO: 18 SÉRIE I EMISSOR: Ministério da Solidariedade e da Segurança Social DIPLOMA: Decreto-Lei n.º 12/2013 SUMÁRIO: Estabelece o regime jurídico de proteção

Leia mais

MEDIDA CONTRATO-EMPREGO PORTARIA N.º 34/2017, de 18 de janeiro

MEDIDA CONTRATO-EMPREGO PORTARIA N.º 34/2017, de 18 de janeiro MEDIDA CONTRATO-EMPREGO PORTARIA N.º 34/2017, de 18 de janeiro A Portaria n.º 34/2017, de 18 de janeiro criou a medida Contrato-Emprego, a qual consiste na concessão, à entidade empregadora, de um apoio

Leia mais

Código dos Regimes Contributivos do Sistema Previdencial de Segurança Social

Código dos Regimes Contributivos do Sistema Previdencial de Segurança Social FORMAÇÃO Código dos Regimes Contributivos do Sistema Previdencial de Segurança Social 17-01-2011 Fernando Silva 1 ESTRUTURA DA ACÇÃO São 4 os temas que fazem parte do Código Contributivo, divididos por

Leia mais

1/7. Link para o texto original no Jornal Oficial. JusNet 25/02/2013

1/7. Link para o texto original no Jornal Oficial. JusNet 25/02/2013 1/7 Decreto-Lei n.º 12/2013, de 25 de janeiro, Estabelece o regime jurídico de proteção social na eventualidade de desemprego dos trabalhadores independentes com atividade empresarial e dos membros dos

Leia mais

GUIA PRÁTICO PORTEIROS DE PRÉDIOS URBANOS E SIMILARES INSTITUTO DA SEGURANÇA SOCIAL, I.P

GUIA PRÁTICO PORTEIROS DE PRÉDIOS URBANOS E SIMILARES INSTITUTO DA SEGURANÇA SOCIAL, I.P GUIA PRÁTICO PORTEIROS DE PRÉDIOS URBANOS E SIMILARES INSTITUTO DA SEGURANÇA SOCIAL, I.P FICHA TÉCNICA TÍTULO Guia Prático Porteiros de Prédios Urbanos e Similares (2025 V4.13) PROPRIEDADE Instituto da

Leia mais

INFORMAÇÃO SOBRE AS NOVAS REGRAS PARA A ATRIBUIÇÃO DO SUBSÍDIO DE DESEMPREGO

INFORMAÇÃO SOBRE AS NOVAS REGRAS PARA A ATRIBUIÇÃO DO SUBSÍDIO DE DESEMPREGO INFORMAÇÃO SOBRE AS NOVAS REGRAS PARA A ATRIBUIÇÃO DO SUBSÍDIO DE DESEMPREGO O Governo publicou, a 15 de Março, dois diplomas em matéria de protecção no desemprego: Decreto-Lei nº 64/2012, de 15 de Março

Leia mais

GUIA PRÁTICO MEDIDAS ESPECÍFICAS E TRANSITÓRIAS DE APOIO E ESTÍMULO AO EMPREGO

GUIA PRÁTICO MEDIDAS ESPECÍFICAS E TRANSITÓRIAS DE APOIO E ESTÍMULO AO EMPREGO GUIA PRÁTICO MEDIDAS ESPECÍFICAS E TRANSITÓRIAS DE APOIO E ESTÍMULO AO EMPREGO REDUÇÃO DE TAXA CONTRIBUTIVA APOIO À REDUÇÃO DA PRECARIEDADE NO EMPREGO INSTITUTO DA SEGURANÇA SOCIAL, I.P FICHA TÉCNICA TÍTULO

Leia mais

GUIA PRÁTICO DISPENSA DE PAGAMENTO DE CONTRIBUIÇÕES ROTAÇÃO EMPREGO-FORMAÇÃO INSTITUTO DA SEGURANÇA SOCIAL, I.P

GUIA PRÁTICO DISPENSA DE PAGAMENTO DE CONTRIBUIÇÕES ROTAÇÃO EMPREGO-FORMAÇÃO INSTITUTO DA SEGURANÇA SOCIAL, I.P GUIA PRÁTICO DISPENSA DE PAGAMENTO DE CONTRIBUIÇÕES ROTAÇÃO EMPREGO-FORMAÇÃO INSTITUTO DA SEGURANÇA SOCIAL, I.P FICHA TÉCNICA TÍTULO Guia Prático Dispensa de Pagamento de Contribuições Rotação Emprego-Formação

Leia mais

GUIA PRÁTICO SUBSÍDIO PARA ASSISTÊNCIA A FILHO

GUIA PRÁTICO SUBSÍDIO PARA ASSISTÊNCIA A FILHO Manual de GUIA PRÁTICO SUBSÍDIO PARA ASSISTÊNCIA A FILHO INSTITUTO DA SEGURANÇA SOCIAL, I.P ISS, I.P. Departamento/Gabinete Pág. 1/13 FICHA TÉCNICA TÍTULO Guia Prático -Subsídio para Assistência a Filho

Leia mais

INSTITUTO DA SEGURANÇA SOCIAL, I.P

INSTITUTO DA SEGURANÇA SOCIAL, I.P GUIA PRÁTICO DISPENSA PARCIAL OU ISENÇÃO TOTAL DO PAGAMENTO DE CONTRIBUIÇÕES - 1º EMPREGO, DESEMPREGADO DE LONGA DURAÇÃO E DESEMPREGADO DE MUITO LONGA DURAÇÃO INSTITUTO DA SEGURANÇA SOCIAL, I.P FICHA TÉCNICA

Leia mais

GUIA PRÁTICO SUBSÍDIO DE DESEMPREGO PARCIAL

GUIA PRÁTICO SUBSÍDIO DE DESEMPREGO PARCIAL GUIA PRÁTICO SUBSÍDIO DE DESEMPREGO PARCIAL INSTITUTO DA SEGURANÇA SOCIAL, I.P ISS, I.P. Departamento/Gabinete Pág. 1/19 FICHA TÉCNICA TÍTULO Guia Prático Subsídio de Desemprego Parcial (6002 v4.24) PROPRIEDADE

Leia mais

GUIA PRÁTICO INSCRIÇÃO, ALTERAÇÃO E CESSAÇÃO DE SERVIÇO DOMÉSTICO INSTITUTO DA SEGURANÇA SOCIAL, I.P

GUIA PRÁTICO INSCRIÇÃO, ALTERAÇÃO E CESSAÇÃO DE SERVIÇO DOMÉSTICO INSTITUTO DA SEGURANÇA SOCIAL, I.P GUIA PRÁTICO INSCRIÇÃO, ALTERAÇÃO E CESSAÇÃO DE SERVIÇO DOMÉSTICO INSTITUTO DA SEGURANÇA SOCIAL, I.P FICHA TÉCNICA TÍTULO Guia Prático Inscrição, Alteração e Cessação do Serviço Doméstico (1003 v4.09)

Leia mais

PORTUGAL. Guia Informativo DOENÇA PROFISSIONAL. do Diagnóstico à Reparação. DISTRIBUIÇÃO GRATUITA Informe-se dos seus Direitos e saiba como Agir

PORTUGAL. Guia Informativo DOENÇA PROFISSIONAL. do Diagnóstico à Reparação. DISTRIBUIÇÃO GRATUITA Informe-se dos seus Direitos e saiba como Agir PORTUGAL Guia Informativo DOENÇA PROFISSIONAL do Diagnóstico à Reparação DISTRIBUIÇÃO GRATUITA Informe-se dos seus Direitos e saiba como Agir É vítima de uma DOENÇA PROFISSIONAL e quer saber com o que

Leia mais

IRS (Lei n.º 66-B/2012 de 31 de Dezembro) SEGUROS DE VIDA

IRS (Lei n.º 66-B/2012 de 31 de Dezembro) SEGUROS DE VIDA IRS 2013 (Lei n.º 66-B/2012 de 31 de Dezembro) SEGUROS DE VIDA 2 SEGUROS DE VIDA Dedução dos prémios: Desde que garantam exclusivamente os riscos De morte; De invalidez; De reforma por velhice, desde que

Leia mais

PROJECTO DE LEI N.º 99/XI ESTABELECE O REGIME SOCIAL E DE SEGURANÇA SOCIAL DOS PROFISSIONAIS DAS ARTES DO ESPECTÁCULO

PROJECTO DE LEI N.º 99/XI ESTABELECE O REGIME SOCIAL E DE SEGURANÇA SOCIAL DOS PROFISSIONAIS DAS ARTES DO ESPECTÁCULO Grupo Parlamentar PROJECTO DE LEI N.º 99/XI ESTABELECE O REGIME SOCIAL E DE SEGURANÇA SOCIAL DOS PROFISSIONAIS DAS ARTES DO ESPECTÁCULO Exposição de motivos Quando se assiste a um espectáculo dificilmente

Leia mais

GUIA PRÁTICO SUBSÍDIO PARENTAL ALARGADO

GUIA PRÁTICO SUBSÍDIO PARENTAL ALARGADO Manual de GUIA PRÁTICO SUBSÍDIO PARENTAL ALARGADO INSTITUTO DA SEGURANÇA SOCIAL, I.P ISS, I.P. Departamento/Gabinete Pág. 1/14 FICHA TÉCNICA TÍTULO Guia Prático Subsídio Parental Alargado (3012 v1.14)

Leia mais

RESPOSTAS ÀS PERGUNTAS FREQUENTES SOBRE A REFORMA ANTECIPADA NA SEGURANÇA SOCIAL

RESPOSTAS ÀS PERGUNTAS FREQUENTES SOBRE A REFORMA ANTECIPADA NA SEGURANÇA SOCIAL Respostas às questões mais frequentes sobre a pensão antecipada na Segurança Social Pág. 1 RESPOSTAS ÀS PERGUNTAS FREQUENTES SOBRE A REFORMA ANTECIPADA NA SEGURANÇA SOCIAL Trabalhadores empregados e desempregados

Leia mais

Trabalhador Independente Atualizado em:

Trabalhador Independente Atualizado em: SEGURANÇA SOCIAL Trabalhador Independente Atualizado em: 20-10-2017 Esta informação destina-se a que cidadãos Trabalhadores Independentes O que é Pessoa singular que exerça atividade profissional sem sujeição

Leia mais

GUIA PRÁTICO DOENÇA PROFISSIONAL - PRESTAÇÕES POR MORTE

GUIA PRÁTICO DOENÇA PROFISSIONAL - PRESTAÇÕES POR MORTE GUIA PRÁTICO DOENÇA PROFISSIONAL - PRESTAÇÕES POR MORTE INSTITUTO DA SEGURANÇA SOCIAL, I.P ISS, I.P. Pág. 1/11 FICHA TÉCNICA TÍTULO Guia Prático Doença Profissional Prestações por Morte (N13 v4.09) PROPRIEDADE

Leia mais

GUIA PRÁTICO SUBSÍDIO POR RISCO CLÍNICO DURANTE A GRAVIDEZ

GUIA PRÁTICO SUBSÍDIO POR RISCO CLÍNICO DURANTE A GRAVIDEZ Manual de GUIA PRÁTICO SUBSÍDIO POR RISCO CLÍNICO DURANTE A GRAVIDEZ INSTITUTO DA SEGURANÇA SOCIAL, I.P ISS, I.P. Departamento/Gabinete Pág. 1/12 FICHA TÉCNICA TÍTULO Guia Prático Subsídio por Risco Clínico

Leia mais

GUIA PRÁTICO REDUÇÃO DA TAXA CONTRIBUTIVA DEFICIENTES INSTITUTO DA SEGURANÇA SOCIAL, I.P

GUIA PRÁTICO REDUÇÃO DA TAXA CONTRIBUTIVA DEFICIENTES INSTITUTO DA SEGURANÇA SOCIAL, I.P GUIA PRÁTICO REDUÇÃO DA TAXA CONTRIBUTIVA DEFICIENTES INSTITUTO DA SEGURANÇA SOCIAL, I.P FICHA TÉCNICA TÍTULO Guia Prático Isenção/Redução da Taxa Contributiva Regiões com Problemas de Interioridade (2007

Leia mais