Emita as suas Faturas Eletrónicas de forma Simples, segura e Global

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Emita as suas Faturas Eletrónicas de forma Simples, segura e Global"

Transcrição

1 DESMATERIALIZAÇÃO NORMALIZADA DE DOCUMENTOS DE NEGÓCIO. Emita as suas Faturas Eletrónicas de forma Simples, segura e Global

2 PME DIGITAL A ENTRADA DA GS1 PORTUGAL A GS1 Portugal e a ACEPI acordaram criar uma valência adicional ao programa PME Digital Foi criado um novo eixo surge no programa no âmbito da temática da Fatura Eletrónica A GS1 Portugal surgiu como o parceiro natural para a Fatura Electrónica, contribuindo de forma neutra com o Sistema de Normas GS1 e os seus Standards de Negócio Cumprindo a sua missão de facilitador a GS1 Portugal posiciona-se como elemento catalisador para a entrada de Empresas neste eixo

3 PME DIGITAL A ENTRADA DA GS1 PORTUGAL Para cumprir estes objetivos a GS1 Portugal entendeu facultar aos seus associados uma solução para o tratamento da Fatura Eletrónicas e outros documentos desmaterializados Dado que o foco da solução é promover a utilização de faturas eletrónicas, por mais empresas no panorama nacional, esta solução é gratuita para associados GS1. Dado que é uma solução gratuita a GS1 Portugal, no sentido de manter a livre concorrência no mercado, resolveu balizar a utilização por um número máximo de documentos transacionados por ano.

4 SOLUÇÃO TÉCNICA: O QUE É? Solução de Desmaterialização da GS1 destina-se às PME e é um serviço de Web EDI para a troca eletrónica de documentos. Este serviço permite às empresas desmaterializar os seus documentos de negócio, de uma forma simples, intuitiva e de baixo custo. Solução de Desmaterialização da GS1 não implica a aquisição de licenças de software, basta um acesso à internet. O objetivo principal é facultar uma ferramenta de gestão que permita otimizar processos, gerando eficiência nos negócios.

5

6 VANTAGENS REDUÇÃO DE CUSTOS A poupança é imediata e não exige custos de implementação ou de aquisição de licenças de software. PRODUTIVIDADE Abandonar o papel e desmaterializar documentos permite focar nas atividades de negócio que geram valor. EFICIÊNCIA Emissão e receção de documentos comerciais é compatível com maioria dos ERP (Enterprise Resource Planning) no mercado, essencial na relação com fornecedores e clientes. FÁCIL ACESSO Solução permite o acesso 24/24 a qualquer browser e cumpre todos os requisitos legais e fiscais. SUSTENTABILIDADE Menos papel: consumo racional de recursos não renováveis, menor pegada carbónica e maior reputação para a sua MARCA.

7 CONDIÇÕES DE ADESÃO 1. CONDIÇÕES COMERCIAIS DE UTILIZAÇÃO PLATAFORMA 560 e.invoice 1.1 Associados da GS1 Portugal 1.2 Com um volume de negócios até Que emitam até 300 documentos por ano 1.4 Que não estejam a operar com nenhum dos prestadores de serviços EDI 2. Condições Comerciais/Descontos (enquanto vigorar o Programa PME Digital) 2.1 Isenção do pagamento de quotas no primeiro ano e desconto de 50% na quotização nos 2 anos seguintes para novos associados sem GCP/CEP (Campanha de Angariação) 2.2 Desconto 50% no valor das quotas (até dois anos) para actuais associados sem GCP/CEP 2.3 Sem Desconto mas com direito à utilização da 560 e.invoice todos os associados com GCP/CEP GCP/CEP Global Company Prefix / Código Empresa Portuguesa

8 CONDIÇÕES DE ADESÃO COMO ADERIR? Assinatura Contrato Atribuição de Identificador Chave: 1º GLN gratuito 2 Ações de Formação no Sistema de Normas GS1 para novos associados 4 Ações de Formação no Sistema de Normas GS1 para actuais associados Acesso a Condições Preferenciais nos Serviços GS1 Portugal (50% desconto em serviços) NOTA: Nos casos em que ao longo do ano se verificar que o associado excedeu e emissão de 300 Documentos, a GS1 Portugal dará 3 meses para que o Associado encontre uma solução alternativa no mercado.

9 CONDIÇÕES DE ADESÃO

10 SOLUÇÃO TÉCNICA APRESENTAÇÃO

11 CODIPOR Associação Portuguesa de Identificação e Codificação de Produtos R. Prof. Fernando da Fonseca, 16 Esc.II Lisboa T F E. W.

PEDIDO DE ADMISSÃO À GS1 Portugal-CODIPOR (Associação Portuguesa de Identificação e Codificação de Produtos)

PEDIDO DE ADMISSÃO À GS1 Portugal-CODIPOR (Associação Portuguesa de Identificação e Codificação de Produtos) PEDIDO DE ADMISSÃO À GS1 Portugal-CODIPOR (Associação Portuguesa de Identificação e Codificação de Produtos) Os dados recolhidos serão objeto de tratamento informatizado e destinam-se à gestão do processo

Leia mais

Fatura Eletrónica para Micro e PME

Fatura Eletrónica para Micro e PME Fatura Eletrónica para Micro e PME Serviço 560 e.invoice Nuno Miranda / Eduardo Bentes / Filipe Silva 04 de março de 2015 Apresentação 2 Implementação de um sistema de Faturação Eletrónica Análise e avaliação

Leia mais

A simplicidade do desafio do e.commerce nas PME s: Desmaterialização de Documentos via EDI. Nuno Miranda 04 de junho de 2015

A simplicidade do desafio do e.commerce nas PME s: Desmaterialização de Documentos via EDI. Nuno Miranda 04 de junho de 2015 A simplicidade do desafio do e.commerce nas PME s: Desmaterialização de Documentos via EDI Nuno Miranda 04 de junho de 2015 Apresentação GS1 2015 2 Iniciação ao EDI (Electronic Data Interchange) EDI -

Leia mais

FAQ. GS1 Portugal. FAQ Perguntas Mais Frequentes

FAQ. GS1 Portugal. FAQ Perguntas Mais Frequentes FAQ GS1 Portugal 1 Índice ADESÃO E UTILIZAÇÃO... 3 O que é a? Esta plataforma está relacionada com a Fatura Eletrónica?... 3 O que devo fazer para aderir à?... 3 A minha empresa não é associada da GS1

Leia mais

ecommerce RoadShow GS1 Portugal Porto 26 de Maio 2011 The global language of business

ecommerce RoadShow GS1 Portugal Porto 26 de Maio 2011 The global language of business ecommerce RoadShow GS1 Portugal Porto 26 de Maio 2011 The global language of business GS1 Portugal GTIN Global Trade Item Number GLN Global Location Number 2 GS1 Portugal Standards globais para identificação

Leia mais

Preços e Condições Comerciais 2016

Preços e Condições Comerciais 2016 A Linguagem Global dos Negócios Preços e Condições Comerciais 2016 Produtos GS1 Portugal ANOS Trusted Adviser ÍNDEX Adesão à GS1 Portugal Jóia Quota Anual Condições para transferência de Códigos entre

Leia mais

GS1 Portugal CODIPOR. Associação Portuguesa de Identificação e Codificação de Produtos. Novembro 2010

GS1 Portugal CODIPOR. Associação Portuguesa de Identificação e Codificação de Produtos. Novembro 2010 GS1 Portugal CODIPOR Associação Portuguesa de Identificação e Codificação de Produtos Novembro 2010 Apresentação da GS1 Portugal CODIPOR 1. Quem somos a) A GS1 no Mundo b) A GS1 em Portugal A CODIPOR i.

Leia mais

STILL (Standard International Logistic Label)

STILL (Standard International Logistic Label) STILL (Standard International Logistic Label) MARCA Optimize as suas Operações Workshop Movimente Normas GS1 Eficiência nos T&L 29 Novembro, Hotel Villa Rica - Lisboa Agenda Estudo LAUN STILL (Standard

Leia mais

O Sistema GS1 Eficiência para. Silvério Paixão Lisboa, 23 de Maio de 2015

O Sistema GS1 Eficiência para. Silvério Paixão Lisboa, 23 de Maio de 2015 O Sistema GS1 Eficiência para Silvério Paixão Lisboa, 23 de Maio de 2015 Índice A GS1 no Mundo A GS1 em Portugal O Sistema de Normas GS1 Sector Saúde 3 A GS1 no Mundo Propósitos e Crenças Somos uma Organização

Leia mais

TABELA DE PREÇOS E CONDIÇÕES COMERCIAIS GS1 Portugal entrada em vigor 01/01/2014

TABELA DE PREÇOS E CONDIÇÕES COMERCIAIS GS1 Portugal entrada em vigor 01/01/2014 TABELA DE PREÇOS E CONDIÇÕES COMERCIAIS entrada em vigor 01/01/2014 ÍNDICE TABELA DE PREÇOS E CONDIÇÕES COMERCIAIS 01 ADMISSÃO À GS1 PORTUGAL JÓia Quota Anual Condições Comerciais 02 PRODUTOS GS1 PORTUGAL

Leia mais

ASAE TERÁ PAPEL ATIVO NA FISCALIZAÇÃO DO REG. EU 1169/11 560 E.INVOICE: UM SERVIÇO DE FATURAÇÃO ELETRÓNICA GRATUITO E SIMPLES PARA PME

ASAE TERÁ PAPEL ATIVO NA FISCALIZAÇÃO DO REG. EU 1169/11 560 E.INVOICE: UM SERVIÇO DE FATURAÇÃO ELETRÓNICA GRATUITO E SIMPLES PARA PME REGULAMENTO EUROPEU 1169/11 LISTA DE ATRIBUTOS OBRIGATÓRIOS EM CANAIS DE VENDA À DISTÂNCIA 1. Denominação ou nome do género alimentício; 2. Lista de ingredientes; 3. Indicação de todos os ingredientes

Leia mais

Preços e Condições Comerciais 2016

Preços e Condições Comerciais 2016 A Linguagem Global dos Negócios Preços e Condições Comerciais 2016 Produtos e Serviços GS1 Portugal ANOS Trusted Adviser ÍNDEX Adesão à GS1 Portugal Jóia Quota Anual Condições para transferência de Códigos

Leia mais

Preços e Condições Comerciais 2017

Preços e Condições Comerciais 2017 A Linguagem Global dos Negócios Preços e Condições Comerciais 2017 Produtos e Serviços GS1 Portugal ANOS Trusted Adviser ÍNDEX Adesão à GS1 Portugal Jóia Quota Anual Condições para transferência de Códigos

Leia mais

Preços e Condições Comerciais 2017

Preços e Condições Comerciais 2017 A Linguagem Global dos Negócios Preços e Condições Comerciais 2017 Produtos e Serviços GS1 Portugal ANOS Trusted Adviser ÍNDEX Adesão à GS1 Portugal Jóia Quota Anual Condições para transferência de Códigos

Leia mais

PLATAFORMA ELETRÓNICA DE COMPRAS PARA O SETOR DA SAÚDE

PLATAFORMA ELETRÓNICA DE COMPRAS PARA O SETOR DA SAÚDE PLATAFORMA ELETRÓNICA DE COMPRAS PARA O SETOR DA SAÚDE A FORMA MAIS INTELIGENTE DE COMPRAR REDUZA CUSTOS NA SUA UNIDADE HOSPITALAR PORQUÊ A PLATAFORMA ELETRÓNICA VORTALhealth? MELHOR TECNOLOGIA MÁXIMA

Leia mais

GS1 DataBar: A R evolução no Ponto de Venda Mais Informação Menos Espaço

GS1 DataBar: A R evolução no Ponto de Venda Mais Informação Menos Espaço GS1 DataBar: A R evolução no Ponto de Venda Mais Informação Menos Espaço Como retalhistas, procuramos sempre soluções que melhorem a experiência de compra dos nossos clientes. Com o novo código de barras

Leia mais

Desmaterialização Processo Interno de Compras

Desmaterialização Processo Interno de Compras Desmaterialização Processo Interno de Compras Câmara Municipal de Cascais Cristina Andrade Chefe de Divisão Contratação Pública Mateus Rodrigues Coordenador Técnico Contratação Pública Plataforma de Contratação

Leia mais

Global Data Synchronization Network (GS1 GDSN)

Global Data Synchronization Network (GS1 GDSN) Global Data Synchronization Network (GS1 GDSN) RoadShow GS1 Portugal Braga 25 de Novembro de 2010 The global language of business ecommerce O que é ecommerce? É a utilização das comunicações electrónicas

Leia mais

A Linguagem Global dos Negócios. O ADN da eficiência

A Linguagem Global dos Negócios. O ADN da eficiência A Linguagem Global dos Negócios O ADN da eficiência Sobre a GS1 The Global Language of Business Todos fazemos coisas à nossa maneira. Mas, apesar de as diferenças enriquecerem a diversidade de uma organização,

Leia mais

REDUZA OS CUSTOS DOS SEUS PROJETOS DE CONSTRUÇÃO

REDUZA OS CUSTOS DOS SEUS PROJETOS DE CONSTRUÇÃO REDUZA OS CUSTOS DOS SEUS PROJETOS DE CONSTRUÇÃO POUPE TEMPO E DINHEIRO NAS COMPRAS DE MATERIAIS E SERVIÇOS PARA CONSTRUÇÃO ATRAVÉS DO VORTALECONSTROI, A PLATAFORMA ELECTRÓNICA DE COMPRAS PARA O SECTOR

Leia mais

Roadshow: Gestão Inteligente e Colaborativa da Cadeia de Abastecimento do produtor ao consumidor

Roadshow: Gestão Inteligente e Colaborativa da Cadeia de Abastecimento do produtor ao consumidor Roadshow: Gestão Inteligente e Colaborativa da Cadeia de Abastecimento do produtor ao consumidor GS1 Portugal em parceria com a NERSANT 23 de Maio de 2016 Necessidade flagrante: Linguagem Global dos Negócios

Leia mais

Rastreabilidade no ArtSOFT

Rastreabilidade no ArtSOFT no ArtSOFT A utilização de normas comuns de identificação e de comunicação melhora significativamente a precisão e a velocidade da informação relacionada com a origem e o processamento de bens/serviços,

Leia mais

e.newsletter GS1 Portugal

e.newsletter GS1 Portugal Caso não consiga visualizar corretamente Clique aqui A Linguagem Global dos Negócios CODIPOR Assembleia Geral da GS1 Portugal CODIPOR realiza-se a 26 de março Será no próximo dia 26 de março, a partir

Leia mais

ROADSHOW PORTO Sistema GS1 26 de Maio 2011 Luís Peixoto

ROADSHOW PORTO Sistema GS1 26 de Maio 2011 Luís Peixoto ROADSHOW PORTO Sistema GS1 26 de Maio 2011 Luís Peixoto The global language of business SOP 2010 Agenda 1. Normas Globais para Identificação Automática 2. A Base do Sistema GS1: os Identificadores Chave

Leia mais

PLANO DE ATIVIDADES 2017

PLANO DE ATIVIDADES 2017 PLANO DE ATIVIDADES 2017 PE1 Reforçar a participação ativa na discussão, implementação e avaliação de planos, políticas e legislação ambientais, promovendo a partilha de informação e conhecimento com os

Leia mais

e.newsletter Abril_2014 .01 .02 .03 .calendário de Formação GS1 CONGRESSO NACIONAL GS1 PORTUGAL 2014 Comissão organizadora

e.newsletter Abril_2014 .01 .02 .03 .calendário de Formação GS1 CONGRESSO NACIONAL GS1 PORTUGAL 2014 Comissão organizadora CONGRESSO NACIONAL GS1 PORTUGAL 2014 Comissão organizadora.01 A GS1 Portugal vai realizar este ano a segunda edição do seu Congresso Nacional será no dia 23 de outubro, no Museu do Oriente, em Lisboa.

Leia mais

O sucesso dos nossos clientes é o nosso sucesso

O sucesso dos nossos clientes é o nosso sucesso Na atitude está a nossa diferença O sucesso dos nossos clientes é o nosso sucesso Faturação Eletrónica Desmaterialização Documental Outsourcing TI Solução integrada para desmaterialização de documentos

Leia mais

PERGUNTAS FREQUENTES

PERGUNTAS FREQUENTES PERGUNTAS FREQUENTES Porque devemos utilizar a empresa Tungsten-Network para enviar as nossas facturas? Para além das vantagens indicadas anteriormente, a facturação electrónica é o método preferido pela

Leia mais

PHC CS. Loja Web. A sua loja online integrada com o PHC CS Gestão. Aproveite todos os benefícios do seu negócio online

PHC CS. Loja Web. A sua loja online integrada com o PHC CS Gestão. Aproveite todos os benefícios do seu negócio online PHC CS Loja Web Aproveite todos os benefícios do seu negócio online Venda a qualquer hora, em qualquer local Atinja novos mercados Modernize a imagem do seu negócio Melhore o seu serviço ao cliente Evite

Leia mais

O Sistema GS1 na eficiência dos negócios

O Sistema GS1 na eficiência dos negócios O Sistema GS1 na eficiência dos negócios Do código de barras às soluções tecnológicas de gestão e partilha de informação Silvério Paixão Aveiro, 4 de Junho de 2015 Agenda Eficiência dos Negócios (Muito)

Leia mais

Apresentação As Tecnologias de Informação e Comunicação e os Sistemas de Informação nos Hospitais: entre a oferta e a procura

Apresentação As Tecnologias de Informação e Comunicação e os Sistemas de Informação nos Hospitais: entre a oferta e a procura Apresentação As Tecnologias de Informação e Comunicação e os Sistemas de Informação nos Hospitais: entre a oferta e a procura Escola Nacional de Saúde Pública Alguns Tópicos sobre a Prescrição em Portugal

Leia mais

TECNOLOGIAS LOGÍSTICAS

TECNOLOGIAS LOGÍSTICAS TECNOLOGIAS LOGÍSTICAS TI e Logística As tecnologias e os SIs atuais integram atividades logísticas em toda cadeia. Estas tecnologias permitem o intercâmbio entre fornecedores e clientes, facilitando a

Leia mais

YET - Your Electronic Transactions. Soluções globais de transações eletrónicas

YET - Your Electronic Transactions. Soluções globais de transações eletrónicas YET - Your Electronic Transactions Soluções globais de transações eletrónicas Conhecimento e experiência na desmaterialização de processos A YET Your Electronic Transactions é uma empresa especializada

Leia mais

O Sistema de Gestão de Responsabilidade Social

O Sistema de Gestão de Responsabilidade Social Securitas Portugal O Sistema de Gestão de Responsabilidade Social Agosto de 2016 1 O Sistema de Gestão da Responsabilidade Social A SECURITAS desenvolveu e implementou um Sistema de Gestão de aspetos de

Leia mais

Caso de Sucesso Microsoft. Reuniões da Câmara do Porto sem papel agilizam processos e poupam 11 árvores por ano. Sumário País: Portugal

Caso de Sucesso Microsoft. Reuniões da Câmara do Porto sem papel agilizam processos e poupam 11 árvores por ano. Sumário País: Portugal Caso de Sucesso Microsoft Reuniões da Câmara do Porto sem papel agilizam processos e poupam 11 árvores por ano Sumário País: Portugal Industria: Administração Pública Perfil do Cliente A Câmara Municipal

Leia mais

FAQ - Perguntas Mais Frequentes Revisto em Agosto 2015

FAQ - Perguntas Mais Frequentes Revisto em Agosto 2015 FAQ - Perguntas Mais Frequentes Revisto em Agosto 2015 SYNC PT - FAQ Perguntas Mais Frequentes 1 ADESÃO E UTILIZAÇÃO... 4 O que é a GS1 GDSN?... 4 O que é a Plataforma SYNC PT?... 4 Esta plataforma está

Leia mais

CBSI Curso de Bacharelado em Sistemas de Informação ERP. Tópicos Especiais em Sistemas de Informação

CBSI Curso de Bacharelado em Sistemas de Informação ERP.  Tópicos Especiais em Sistemas de Informação CBSI Curso de Bacharelado em Sistemas de Informação ERP Prof. Dr. Sandro Ronaldo Bezerra Oliveira srbo@ufpa.br www.ufpa.br/srbo Tópicos Especiais em Sistemas de Informação Faculdade de Computação Instituto

Leia mais

SEMINÁRIO A gestão eficiente de energia no setor público

SEMINÁRIO A gestão eficiente de energia no setor público SEMINÁRIO A gestão eficiente de energia no setor público 16 Novembro Teatro Aveirense - Aveiro A oferta da EDP para o Setor Público António Coutinho EDP Comercial A oferta da EDPC assenta na complementaridade

Leia mais

Define as orientações fundamentais para a utilização nacional dos fundos comunitários para o período de

Define as orientações fundamentais para a utilização nacional dos fundos comunitários para o período de QREN: Uma oportunidade para potenciar a inovação nas empresas O que é o QREN? Define as orientações fundamentais para a utilização nacional dos fundos comunitários para o período de 2007-2013. As suas

Leia mais

contidos na descrição do serviço para localizar, contactar e chamar o serviço. A figura mostra os componentes e a interação entre eles.

contidos na descrição do serviço para localizar, contactar e chamar o serviço. A figura mostra os componentes e a interação entre eles. Web Services Web Service é um componente de software identificado por uma URI que independe de implementação ou de plataforma e pode ser descrito, publicado e invocado sobre uma rede por meio de mensagens

Leia mais

Casos Práticos (Internacionais)

Casos Práticos (Internacionais) Casos Práticos (Internacionais) MARCA Optimize as suas Operações Workshop Movimente Normas GS1 Eficiência nos T&L 29 Novembro, Hotel Villa Rica - Lisboa Casos Estudo nos T&L Desenvolvido pelo GS1 Global

Leia mais

Seminário GS1 Portugal FIPA

Seminário GS1 Portugal FIPA GS1 - The Global Language of Business Seminário GS1 Portugal FIPA Nuno Miranda 14.06.2012 2 EDI = Electronic Data Interchange - Transferência Electrónica de Documentos EDI é a transferência de MENSAGENS

Leia mais

Sistemas ERP (Enterprise Resource Planning)

Sistemas ERP (Enterprise Resource Planning) Sistemas ERP (Enterprise Resource Planning) O que significa ERP? ERP - Enterprise Resource Planning (Planejamento de Recursos Empresariais) são sistemas de informações que integram todos os dados e processos

Leia mais

TABELA DE PREÇOS E CONDIÇÕES COMERCIAIS GS1 Portugal entrada em vigor 01/01/2014

TABELA DE PREÇOS E CONDIÇÕES COMERCIAIS GS1 Portugal entrada em vigor 01/01/2014 TABELA DE PREÇOS E CONDIÇÕES COMERCIAIS entrada em vigor 01/01/2014 01/ ADMISSÃO À GS1 PORTUGAL - Codipor Jóia Admissão à Associação (Direitos e Deveres Estatutários) 150,00 Quota AnuaL Permanência como

Leia mais

Recomendações para Politicas Públicas de Compras Sustentáveis. Ana Paula Duarte LNEG

Recomendações para Politicas Públicas de Compras Sustentáveis. Ana Paula Duarte LNEG Recomendações para Politicas Públicas de Compras Sustentáveis Ana Paula Duarte LNEG Recomendações para Políticas Públicas de Compras Sustentáveis No âmbito do projeto Building SPP foi previsto a elaboração

Leia mais

Aula de OSM I Sistemas de Gestão Empresarial ERP

Aula de OSM I Sistemas de Gestão Empresarial ERP Aula de OSM I Sistemas de Gestão Empresarial Prof. Esp. Adriano Rissi ERP ERP, é uma acrônimo em Inglês que significa Enterprise Resource Planning, que em português significa; Planejamento dos Recursos

Leia mais

Eficiência Energética no Setor dos Transportes

Eficiência Energética no Setor dos Transportes Eficiência Energética no Setor dos Transportes Sistema de Etiquetagem Energética de Frotas SEEF João Paulo Calau 13 de julho, Infraestruturas de Portugal, Almada O que é a ADENE? A ADENE - Agência para

Leia mais

e.newsletter GS1 Portugal

e.newsletter GS1 Portugal Aniversário da GS1 Portugal 1985-2015: 30 anos a revolucionar a forma como se faz negócio em Portugal A história da eficiência dos negócios começou a escrever-se há 30 anos em Portugal. Quando o país aderia

Leia mais

SISTEMAS DE INCENTIVOS PORTUGAL 2020

SISTEMAS DE INCENTIVOS PORTUGAL 2020 SISTEMAS DE INCENTIVOS PORTUGAL 2020 Qualificação PME Esta candidatura consiste num plano de apoio financeiro a projetos que visam ações de qualificação de PME em domínios imateriais com o objetivo de

Leia mais

Folheto. - Cartão Caixa ITIC/FNE, exclusivo para Professores - Cartão Caixa Classic/FNE, para Técnicos, Administrativos e Auxiliares de Educação

Folheto. - Cartão Caixa ITIC/FNE, exclusivo para Professores - Cartão Caixa Classic/FNE, para Técnicos, Administrativos e Auxiliares de Educação Bancos Protocolos FNE Caixa Geral de Depósitos Folheto A Caixa, em parceria com a Federação Nacional dos Sindicatos da Educação (FNE), lança duas novas versões dos actuais Cartões de Crédito Caixa ITIC

Leia mais

Emissores gratuitos NFe, CTe, MDFe e NFSe & Plataforma completa e integrada de emissão VARITUS NFe, NFCe, CTe, MDFe, NFSe, CCe e Eventos Consulta

Emissores gratuitos NFe, CTe, MDFe e NFSe & Plataforma completa e integrada de emissão VARITUS NFe, NFCe, CTe, MDFe, NFSe, CCe e Eventos Consulta Emissores gratuitos NFe, CTe, MDFe e NFSe & Plataforma completa e integrada de emissão VARITUS NFe, NFCe, CTe, MDFe, NFSe, CCe e Eventos Consulta Simples Nacional e Sintegra DFe (Espião NFe) + MDe Quem

Leia mais

I COMPENSAÇÃO ÀS FARMÁCIAS PELA VENDA DE MEDICAMENTOS GENÉRICOS 2

I COMPENSAÇÃO ÀS FARMÁCIAS PELA VENDA DE MEDICAMENTOS GENÉRICOS 2 NEWSLETTER I DIREITO DA SAÚDE ÍNDICE NEWSLETTER DIREITO DA SAÚDE I SETEMBRO, 2016 I COMPENSAÇÃO ÀS FARMÁCIAS PELA VENDA DE MEDICAMENTOS GENÉRICOS 2 II TRANSPARÊNCIA E PUBLICIDADE DOS PATROCÍNIOS ATRIBUIDOS

Leia mais

REGULAMENTO. PRÉMIO e-empreendedor CHRONOPOST

REGULAMENTO. PRÉMIO e-empreendedor CHRONOPOST REGULAMENTO PRÉMIO e-empreendedor CHRONOPOST Enquadramento O Prémio e-empreendedor Chronopost é um projeto que tem o propósito de promover, identificar e reconhecer os melhores negócios online em Portugal

Leia mais

Compras centralizadas. Instrumentos procedimentais especiais de contratação. Tiago Abade, Manager PwC

Compras centralizadas. Instrumentos procedimentais especiais de contratação. Tiago Abade, Manager PwC Compras centralizadas Instrumentos procedimentais especiais de contratação Tiago Abade, Manager PwC Agenda 1. Sistemas de procurement 2. Procedimento especiais de contratação 3. Sistema de aquisição dinâmico

Leia mais

O Caso SPMS -Plataforma única de compras na Saúde

O Caso SPMS -Plataforma única de compras na Saúde O Caso SPMS -Plataforma única de compras na Saúde Lisboa, 22 de Setembro de 2015 Laura Raposo Ideia das compras públicas Portaria n.º 227/2014, de 6 de novembro Complementar o regime jáprevisto na Portaria

Leia mais

Sistemas de Informações Gerenciais. da Cadeia de Suprimento ao ERP e ao CRM

Sistemas de Informações Gerenciais. da Cadeia de Suprimento ao ERP e ao CRM Sistemas de Informações Gerenciais da Cadeia de Suprimento ao ERP e ao CRM Empresa digital 2 Sistema Integrado de Gestão e-commerce e empresas parceiras Compras BACK OFFICE FRONT OFFICE SCM - Supply Chain

Leia mais

InvoiceXpress, para o empresário que não tem tempo a perder

InvoiceXpress, para o empresário que não tem tempo a perder InvoiceXpress, para o empresário que não tem tempo a perder Date : 25 de Março de 2015 No actual contexto laboral em que freelancers, donos de lojas online, empresários em nome individual e prestadores

Leia mais

NOVO PROGRAMA. Programa Petrobras SOCIOAMBIENTAL

NOVO PROGRAMA. Programa Petrobras SOCIOAMBIENTAL NOVO PROGRAMA Programa Petrobras SOCIOAMBIENTAL 2014-2018 1 PETROBRAS Fundada em 1953, a partir de uma campanha popular O petróleo é nosso. Empresa integrada de energia Sociedade anônima de capital aberto

Leia mais

Portugal 2020 Inovar na Administração Pública

Portugal 2020 Inovar na Administração Pública Portugal 2020 Inovar na Administração Pública Jaime S. Andrez Vogal da Comissão Diretiva Lisboa 29 de abril de 2015 1 Driver da Competitividade Ambiente favorável aos negócios Emprego e Valor económico

Leia mais

Mais informações: I Tel: / /

Mais informações: I Tel: / / LIFE14 CAP/PT/000004 Sessão e Workshop Regionais de Capacitação Coimbra 28 a 30 março 2017 Este documento contém: Apresentações: o Agência para a Sustentabilidade e Competitividade da Região de Aveiro

Leia mais

O Kit da Produtividade componente de valorização da oferta nacional prevista no projecto promovido pela AEP designado Compro o que é Nosso"

O Kit da Produtividade componente de valorização da oferta nacional prevista no projecto promovido pela AEP designado Compro o que é Nosso A elaboração do Kit da Produtividade é uma iniciativa da AEP, em co-produção com o IAPMEI, visando o desenvolvimento de uma campanha de melhoria da competitividade das empresas portuguesas O Kit da Produtividade

Leia mais

Cases de sucesso RG2 CONSULTORIA DE SISTEMAS LTDA:

Cases de sucesso RG2 CONSULTORIA DE SISTEMAS LTDA: Cases de sucesso RG2 CONSULTORIA DE SISTEMAS LTDA: Entenda como a utilização do MAKER tornou ainda mais eficiente e prática o desenvolvimento de sistemas comercializados pela RG2, sempre etendendo e atendendo

Leia mais

As Empresas de Serviços Energéticos

As Empresas de Serviços Energéticos As Empresas de Serviços Energéticos Lisboa, Março 2013 Miguel Matias Presidente da APESE Vice-Presidente Self Energy A Eficiência Energética na Cidade oportunidade na Reabilitação Urbana In Smart Grids

Leia mais

Estratégia Digital GS1

Estratégia Digital GS1 Estratégia Digital GS1 Inovação & Tecnologia Nuno Azevedo GS1 Portugal Norman Joseph Woodland De 2013 a 2017 a GS1 concretizou mais projetos e ideias do que nos 40 anos anteriores. A inovação e

Leia mais

ADMINISTRAÇÃO DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO. Lista de Exercícios 02. Luiz Leão

ADMINISTRAÇÃO DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO. Lista de Exercícios 02. Luiz Leão Luiz Leão luizleao@gmail.com http://www.luizleao.com Exercício 01 Conceitue e-business e quais o seu principal objetivo? Exercício 01 Resposta Conceitue e-business e quais o seu principal objetivo? É todo

Leia mais

Agora podemos fazer mais e melhor! Business Transformation

Agora podemos fazer mais e melhor! Business Transformation s Agora podemos fazer mais e melhor! Business Transformation 2 Ainda mais fácil. Mais Simples. Estamos a melhorar o nosso serviço para si. Conteúdo Página com o apoio de um moderno e unificado sistema

Leia mais

PATROCINADORES PRINCIPAIS

PATROCINADORES PRINCIPAIS PATROCINADORES PRINCIPAIS PATROCINADORES PRINCIPAIS Apoio Institucional Patrocinadores Globais APDSI PRIMAVERA Public Services nos grandes desafios do setor da Saúde Ângela Brandão Vice Presidente PRIMAVERA

Leia mais

FAQ - Perguntas Mais Frequentes Revisto em Agosto 2015

FAQ - Perguntas Mais Frequentes Revisto em Agosto 2015 FAQ - Perguntas Mais Frequentes Revisto em Agosto 2015 SYNC PT - FAQ Perguntas Mais Frequentes 1 Conteúdos ADESÃO E UTILIZAÇÃO... 4 O que é a GS1 GDSN?... 4 O que é a Plataforma SYNC PT?... 4 Esta plataforma

Leia mais

A quem se destina. Principais Benefícios. Empresas que pretendam reduzir os seus consumos energéticos localização: Norte Centro

A quem se destina. Principais Benefícios. Empresas que pretendam reduzir os seus consumos energéticos localização: Norte Centro FORMAÇÃO FORMAÇÃO A quem se destina Empresas que pretendam reduzir os seus consumos energéticos localização: Norte Centro Principais Benefícios Conhecimento do perfil energético da empresa; Verificação

Leia mais

DECLARAÇÃO DE LUANDA IV REUNIÃO DOS PONTOS FOCAIS DE GOVERNAÇÃO ELETRÓNICA DA COMUNIDADE DOS PAÍSES DE LÍNGUA PORTUGUESA

DECLARAÇÃO DE LUANDA IV REUNIÃO DOS PONTOS FOCAIS DE GOVERNAÇÃO ELETRÓNICA DA COMUNIDADE DOS PAÍSES DE LÍNGUA PORTUGUESA DECLARAÇÃO DE LUANDA IV REUNIÃO DOS PONTOS FOCAIS DE GOVERNAÇÃO ELETRÓNICA DA COMUNIDADE DOS PAÍSES DE LÍNGUA PORTUGUESA Os Pontos Focais da Governação Eletrónica da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa

Leia mais

As Normas GS1 na Cadeia de Valor da Saúde: Melhorando a segurança do paciente

As Normas GS1 na Cadeia de Valor da Saúde: Melhorando a segurança do paciente As Normas GS1 na Cadeia de Valor da Saúde: Melhorando a segurança do paciente A logística na indústria do sector da saúde Em todas as cadeias de valor a gestão logística optimiza a circulação dos produtos

Leia mais

Célia Laranjeira Gil Nadais Município de Águeda

Célia Laranjeira Gil Nadais Município de Águeda Célia Laranjeira Gil Nadais Município de Águeda 11 Municípios 1 Comunidade Intermunicipal 1 Projeto de Sustentabilidade A RUCI da Comunidade Intermunicipal da Região de Aveiro, visa desenvolver uma estratégia

Leia mais

Atestado médico para a Carta de Condução Formação

Atestado médico para a Carta de Condução Formação Atestado médico para a Carta de Condução Formação Agenda Enquadramento Âmbito do Projeto Modelo Funcional Processo Visão Macro Apresentação do módulo ACC do SClínico Estado AFM/AM Notificações Mensagens

Leia mais

Estudo Sobre a Concorrência no. Sector das Análises Clínicas

Estudo Sobre a Concorrência no. Sector das Análises Clínicas Sumário Executivo Estudo Sobre a Concorrência no Sector das Análises Clínicas Sendo uma das atribuições da Entidades Reguladora da Saúde (ERS), nos termos do art. 6.º n.º 2 al. b) do Decreto-Lei n.º 309/2003,

Leia mais

Sistema Integrado de Gestão para a Indústria Março de 2016

Sistema Integrado de Gestão para a Indústria Março de 2016 Sistema Integrado de Gestão para a Indústria Março de 2016 O QUE ESPERAR DO MONITOR ERP Ambiente ERP Completo, voltado para a área industrial, atendendo a todos os segmentos de produção industrial Sistema

Leia mais

NORMALIZAÇÃO Normas Globais para a Codificação de Produtos 14 de Dezembro 2010 Silvério Paixão

NORMALIZAÇÃO Normas Globais para a Codificação de Produtos 14 de Dezembro 2010 Silvério Paixão NORMALIZAÇÃO Normas Globais para a Codificação de Produtos 14 de Dezembro 2010 Silvério Paixão The global language of business Construindo pontes entre diversos parceiros da cadeia de distribuição Qual

Leia mais

Documento Geral Explicativo. GS1 Portugal. Sync PT Documento Geral Explicativo

Documento Geral Explicativo. GS1 Portugal. Sync PT Documento Geral Explicativo Documento Geral Explicativo GS1 Portugal 1 Índice Plataforma Sync PT... 3 Enquadramento... 3 Benefícios para a Cadeia de Valor... 4 Benefícios para o Consumidor... 5 Excelência na informação -Solução focada

Leia mais

Ligue tudo lá em casa ao sol

Ligue tudo lá em casa ao sol Ligue tudo lá em casa ao sol A energia do sol chegou a sua casa. Agora, com as soluções de energia solar edp já pode produzir e consumir a sua própria eletricidade. Assim, reduz a sua fatura energética

Leia mais

Anexos Técnicos Electrónicos

Anexos Técnicos Electrónicos Anexos Técnicos Electrónicos 1 A acreditação de uma entidade ésempre específica para um determinado conjunto de actividades, que se encontram listadas num Anexo Técnico. Tradicionalmente estes Anexos Técnicos

Leia mais

Factura Electrónica by Carlos Costa Tavares Executive Manager da Score Innovation

Factura Electrónica by Carlos Costa Tavares Executive Manager da Score Innovation Factura Electrónica by Carlos Costa Tavares Executive Manager da Score Innovation Desafios da Facturação Electrónica A facturação electrónica (e-invoicing) poderá fazer parte das iniciativas emblemáticas

Leia mais

Manual de Ecodesign InEDIC. Ferramenta 1: Identificação dos fatores de motivação para o ecodesign

Manual de Ecodesign InEDIC. Ferramenta 1: Identificação dos fatores de motivação para o ecodesign Manual de Ecodesign InEDIC Ferramenta 1: Identificação dos fatores de para o ecodesign De modo a identificar e avaliar as expetativas em torno do projeto de ecodesign e a sua importância para a empresa,

Leia mais

Docapesca Portos e Lotas, S.A. ID&I para um Futuro Sustentável das Atividades Marítimas

Docapesca Portos e Lotas, S.A. ID&I para um Futuro Sustentável das Atividades Marítimas Docapesca Portos e Lotas, S.A. ID&I para um Futuro Sustentável das Atividades Marítimas Paço de Arcos, 11 de Março de 2014 Matosinhos, 18 de julho de 2013 Uma empresa ao serviço do setor 6 Delegações 22

Leia mais

2 APLICAÇÃO 3 ATRIBUIÇÕES E RESPONSABILIDADES 4 DOCUMENTOS DE REFERÊNCIA 5 TERMINOLOGIA 6 DESCRIÇÃO DAS ROTINAS ADMINISTRATIVAS_ZIG

2 APLICAÇÃO 3 ATRIBUIÇÕES E RESPONSABILIDADES 4 DOCUMENTOS DE REFERÊNCIA 5 TERMINOLOGIA 6 DESCRIÇÃO DAS ROTINAS ADMINISTRATIVAS_ZIG Aprovado ' Elaborado por Luana Gomes/BRA/VERITAS em 21/10/2013 Verificado por Luis Fernando em 22/10/2013 Aprovado por Marcio Pereira/BRA/VERITAS em 22/10/2013 ÁREA M&O Tipo Instrução Administrativa Número

Leia mais

Índice Preâmbulo... 3

Índice Preâmbulo... 3 Índice Índice... 2 Preâmbulo... 3 1. Guia de utilizador... 4 1.1. Login no portal... 4 1.2. Recuperação da password de acesso... 5 1.3. Navegação... 6 1.4. Gestão do utilizador... 7 1.5. Informação da

Leia mais

A Certificação da Cadeia de Responsabilidade. Raquel Sanmartín Lisboa 30.Mar.12

A Certificação da Cadeia de Responsabilidade. Raquel Sanmartín Lisboa 30.Mar.12 A Certificação da Cadeia de Responsabilidade Agenda A Certificação da Cadeia de Responsabilidade Esquemas de Certificação: PEFC e FSC Estatísticas Mundiais e Nacionais Requisitos da CdR aplicáveis ao Sector

Leia mais

O Sistema GS1 Normas para os T&L

O Sistema GS1 Normas para os T&L O Sistema GS1 Normas para os T&L MARCA Optimize as suas Operações Workshop Movimente Normas GS1 Eficiência nos T&L 29 Novembro, Hotel Villa Rica - Lisboa O QUE É A GS1? Sem Fins Lucrativos Neutra em relação

Leia mais

A ALER E O SEU PAPEL NO APOIO À REGULAÇÃO DE ENERGIAS RENOVÁVEIS

A ALER E O SEU PAPEL NO APOIO À REGULAÇÃO DE ENERGIAS RENOVÁVEIS A ALER E O SEU PAPEL NO APOIO À REGULAÇÃO DE ENERGIAS RENOVÁVEIS IX Conferência RELOP 5 de Dezembro de 2016 O QUE É E PARA QUE SERVE A ALER PROMOTORA A ALER é uma associação sem fins lucrativos que tem

Leia mais

Preços e Condições Comerciais 2016

Preços e Condições Comerciais 2016 A Linguagem Global dos Negócios Preços e Condições Comerciais 2016 Serviços GS1 Portugal ANOS Trusted Adviser ÍNDEX Adesão à GS1 Portugal Jóia Quota Anual Condições para transferência de Códigos entre

Leia mais

RETALHO DECLARA APOIO EXPRESSO À PLATAFORMA SYNC PT PARA GARANTIR CUMPRIMENTO DO REGULAMENTO EUROPEU

RETALHO DECLARA APOIO EXPRESSO À PLATAFORMA SYNC PT PARA GARANTIR CUMPRIMENTO DO REGULAMENTO EUROPEU CONGRESSO NACIONAL GS1 PORTUGAL 2014 Comissão organizadora REGULAMENTO EUROPEU 1169/11: CONTAGEM DECRESCENTE PARA AS NOVAS REGRAS DE ROTULAGEM E VENDA ONLINE DE PRODUTOS ALIMENTARES Faltam cinco meses

Leia mais

Cobrança Global BCP Sistema de Débitos Directos

Cobrança Global BCP Sistema de Débitos Directos Sistema de Débitos Directos Abril 2003 Índice Definição do serviço; O funcionamento da ; Nível de Serviço; As vantagens do Sistema de Débitos Directos; As vantagens competitivas do BCP. Procedimentos da

Leia mais

Sistemas Informatizados de Gestão de Empresas (ERP) LES Economia e Administração de Sistemas de Produção Agroindustriais

Sistemas Informatizados de Gestão de Empresas (ERP) LES Economia e Administração de Sistemas de Produção Agroindustriais Sistemas Informatizados de Gestão de Empresas (ERP) LES 0202 - Economia e Administração de Sistemas de Produção Agroindustriais Referência principal O BRIEN, J. A.; MARAKAS, G. M. Administração de sistemas

Leia mais

Santander Totta. Santander Totta. Especializado no Negócio de PME

Santander Totta. Santander Totta. Especializado no Negócio de PME Santander Totta Santander Totta Especializado no Negócio de PME O Banco Santander Totta está integrado num dos maiores Grupos Financeiros a nível Mundial. Distingue-se pela sua capacidade de oferecer as

Leia mais

Desafios Tecnológicos do Novo Código dos Contratos Públicos

Desafios Tecnológicos do Novo Código dos Contratos Públicos As Compras Como Fonte de Inovação e Valorização Impactos Apresentação da nova Corporativa legislação Confidencial Desafios Tecnológicos do Novo Código dos Contratos Públicos Miguel Sobral Administrador

Leia mais

Universidade de Aveiro 2010/02/05

Universidade de Aveiro 2010/02/05 Universidade de Aveiro 2010/02/05 Conteúdo - Apresentação da empresa - Porquê a certificação em NP 4457:2007? - Contexto para a certificação - Processo de implementação - Factores críticos de sucesso visão.c

Leia mais

POLÍTICA DE RESPONSABILIDADE SOCIOAMBIENTAL

POLÍTICA DE RESPONSABILIDADE SOCIOAMBIENTAL POLÍTICA DE RESPONSABILIDADE SOCIOAMBIENTAL Cooperativa de Economia e Crédito Mútuo dos Empregados do Banrisul Sumário: 1. Introdução... 1 2. Objetivo... 1 3. Princípios e Diretrizes... 1 4. Governança...

Leia mais

CALOR & FRIO ALFÉA & PANAMÁ POUPANÇA & CONFORTO

CALOR & FRIO ALFÉA & PANAMÁ POUPANÇA & CONFORTO CALOR & FRIO ALFÉA & PANAMÁ POUPANÇA & CONFORTO APRESENTAMOS UMA SOLUÇÃO IDEAL PARA DESFRUTAR DO MÁXIMO CONFORTO TODO O ANO. E COM UMA POUPANÇA MÁXIMA. ALFÉA & PANAMÁ A COMBINAÇÃO PERFEITA PARA DESFRUTAR

Leia mais

PRODUTOS V4. Digital Signage Retail Analytics Gestão de Filas Sistemas Interactivos. Q-better.com

PRODUTOS V4. Digital Signage Retail Analytics Gestão de Filas Sistemas Interactivos. Q-better.com PRODUTOS V4 Digital Signage Retail Analytics Gestão de Filas Sistemas Interactivos Q-better.com PRODUTOS DISPONÍVEIS Q-DS Digital Signage Q-DS Multiview Q-DSI Interactivo Crie e faça a gestão das suas

Leia mais

NEWSLETTER / FATURA ELETRÓNICA E COMÉRCIO DIGITAL

NEWSLETTER / FATURA ELETRÓNICA E COMÉRCIO DIGITAL AD E AD D LI ID Ç RA SI B A NT IL BI BO A OL VI SE GU RA N ÊN C CI EF I E ÃO ÇA IA TE C S SU 01 GS1 PORTUGAL NO PROGRAMA PME DIGITAL: PROTOCOLO DE ADESÃO FOI ASSINADO COM IAPMEI E ACEPI A GS1 Portugal

Leia mais

TDT Televisão Digital Terrestre

TDT Televisão Digital Terrestre TDT Televisão Digital Terrestre Carlos Lages DPT/PLT carlos.m.lages@telecom.pt TDT Televisão Digital Terrestre Índice Introdução à tecnologia Desenvolvimento da TDT em Portugal O que vai a PT disponibilizar

Leia mais

Seminário Lisboa 6 de Novembro de 2006. Adopção da. Factura Electrónica. na Administração Pública

Seminário Lisboa 6 de Novembro de 2006. Adopção da. Factura Electrónica. na Administração Pública Seminário Lisboa 6 de Novembro de 2006 Adopção da Factura Electrónica na Administração Pública Plano da Apresentação I. Introdução II. Acções desenvolvidas III. Resultados e conclusões Enquadramento RCM

Leia mais