CONGRESSO DE FUNDOS DE INVESTIMENTO PARALELA DE FIP MAIO 2015

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "CONGRESSO DE FUNDOS DE INVESTIMENTO PARALELA DE FIP MAIO 2015"

Transcrição

1 8 º CONGRESSO DE FUNDOS DE INVESTIMENTO PARALELA DE FIP MAIO 2015

2 CENÁRIO

3 PERCENTUAL DO CAPITAL COMPROMETIDO POR TIPO DE INVESTIDOR* EM BILHÕES DE R$ FUNDO DE PENSÃO NACIONAIS OUTROS INVESTIDORES INSTITUCIONAIS NACIONAIS PESSOAS FÍSICAS/ FAMILY OFFICES RECURSOS PRÓPRIOS DO GESTOR INVESTIDORES INSTITUCIONAIS INTERNACIONAIS OUTROS INVESTIDORES INTERNACIONAIS OUTROS EM 2014, US$10,39 BILHÕES CAPTADOS PARA PE LATAM, SENDO US$5,56 BILHÕES DESTINADOS AO BRASIL (FONTE VALOR ECONÔMICO) *PERCENTUAL CALCULADO SOMENTE SOBRE OS VALORES INFORMADOS

4 FORTE PRESENÇA DE INVESTIDORES ESTRANGEIROS NOS ÚLTIMOS ANOS: CONSOLIDAÇÃO ECONÔMICA DO PAÍS VANTAGENS TRIBUTÁRIAS CAPTAÇÃO DE ESTRANGEIROS APROXIMA INDÚSTRIA DE PE NACIONAL DAS PRÁTICAS INTERNACIONAIS TRADIÇÃO DE INVESTIMENTOS POR FUNDOS DE PENSÃO NACIONAIS CRIOU MODELO DOMÉSTICO DE PE É POSSÍVEL JUNTAR TAIS PERFIS DE INVESTIDORES EM UM MESMO PRODUTO? QUAIS OS DESAFIOS?

5 MODELO INTERNACIONAL

6 USUALMENTE LIMITED PARTNERSHIPS INVESTIDORES SÃO LIMITED PARTNERS, GESTOR É GENERAL PARTNER FORTE PRESENÇA DAS BOAS PRÁTICAS RECOMENDADAS PELA INSTITUTIONAL LIMITED PARTNERS ASSOCIATION ILPA NAS NEGOCIAÇÕES ILPA NÃO É AUTO-REGULAÇÃO, E SIM BOAS PRÁTICAS. SIGNATÁRIOS NÃO SÃO OBRIGADOS A ADOTAR SEUS TERMOS THESE PREFERRED PRIVATE EQUITY TERMS AND BEST PRACTICES MAY INFORM DISCUSSIONS BETWEEN EACH GP AND ITS RESPECTIVE LPS IN THE DEVELOPMENT OF PARTNERSHIP AGREEMENTS AND IN THE MANAGEMENT OF FUNDS. THEY SHOULD NOT BE APPLIED AS A CHECKLIST, AS EACH PARTNERSHIP SHOULD BE CONSIDERED SEPARATELY AND HOLISTICALLY. WE RECOGNIZE THAT A SINGLE SET OF TERMS CANNOT PROVIDE FOR THE BROAD FLEXIBILITY OF THE MARKET. ILPA PRIVATE EQUITY PRINCIPLES VERSION 2.0 JANUARY 2011

7 ALINHAMENTO DE INTERESSES WATERFALL CARRY CLAWBACK OFFSETS GP COMMITMENT GOVERNANÇA CONFLICTS X LPAC KEY PERSON / DEDICAÇÃO TRANSPARÊNCIA FEES REPORTING ILPA PRACTICES RITMO DE INVESTIMENTOS EMPRÉSTIMOS SIDE LETTERS MFN AJUSTES DE OFERTAS SUBSEQUENTES EXCLUSÃO DE INVESTIDORES EM DETERMINADOS INVESTIMENTOS COINVESTIMENTO INCENTIVOS PARA FIRST CLOSERS WAREHOUSING DIRETORES INDEPENDENTES

8 MODELO DOMÉSTICO

9 ICVM 391/03 E CÓDIGO ABVCAP/ANBIMA FUNDOS NECESSARIAMENTE REGISTRADOS E REGULADOS OFERTAS 400 OU 476 IMPOSSIBILIDADE DE OFERTA PRIVADA DE COTAS DE FUNDO S REGISTRADOS MARCELO TRINDADE, NO PROCESSO RJ 2005/2345. A DECISÃO AFIRMA QUE "NEM A LEI, NEM A INSTRUÇÃO 400, VEDAM A COLOCAÇÃO PRIVADA (ISTO É, NÃO PÚBLICA) DE VALORES MOBILIÁRIOS, NEM TAMPOUCO EXIGEM, PARA ESSA MODALIDADE DE VENDA, REGISTRO PERANTE A CVM". TAMBÉM CONCLUIU, NO ENTANTO, QUE "NÃO PARECE POSSÍVEL, (...) DO PONTO DE VISTA LEGAL, QUE A CVM CONCEDA REGISTRO A QUALQUER FUNDO DE INVESTIMENTO EM QUE O ADMINISTRADOR PRETENDA COLOCAR SUAS COTAS EXCLUSIVAMENTE DE MODO PRIVADO. (...) SESSÃO DE JULGAMENTO DO PROCESSO ADMINISTRATIVO SANCIONADOR CVM Nº RJ2003/12656 SISTEMA POSITIVO DE NORMAS E PRINCÍPIOS, INCLUINDO NATUREZA JURÍDICA CONDOMINIAL, TRATAMENTO IGUALITÁRIO DOS INVESTIDORES, PUBLICIDADE E TRANSPARÊNCIA DAS INFORMAÇÕES

10 AUSÊNCIA DE MODELO UNIFORME DE ORGANIZAÇÃO DA INDÚSTRIA E DESENVOLVIMENTO DE NEGOCIAÇÕES TÍPICAS PARA CADA PERFIL DE INVESTIDOR SISTEMA CONDOMINIAL / TRATAMENTO IGUALITÁRIO CLASSES DE COTAS (DIREITOS POLÍTICOS E ECONÔMICOS) COMITÊS DE INVESTIMENTO & SUPERVISÃO SISTEMAS DE DESTITUIÇÃO DE PLAYERS EQUIPE CHAVE COINVESTIMENTO TRATAMENTO DE BENEFÍCIOS INDIRETOS MARCAÇÃO PELO CUSTO / VALOR DE MERCADO CONFLITOS DE INTERESSE SUJEITOS À AGC

11 PROCESSO REGULATÓRIO ATUAL

12 INVESTIDORES & PRÁTICAS INTERNACIONAIS CVM / AUTO-REGULAÇÃO INVESTIDORES E PRÁTICAS NACIONAIS INDÚSTRIA DE PE NO BRASIL

13 RELAÇÕES ESTRUTURAIS

14 INVESTIDORES ESTRANGEIROS INVESTIDORES NACIONAIS INVESTIDORES ESTRANGEIROS INVESTIDORES NACIONAIS INVESTIDORES ESTRANGEIROS INVESTIDORES NACIONAIS FEEDER OFFSHORE FEEDER NACIONAL FEEDER OFFSHORE FIP FIP FIP FIP ACORDO DE CO-INVESTIMENTO VALOR COMPROMETIDO VS. VARIAÇÃO CAMBIAL VALOR COMPROMETIDO VS. VARIAÇÃO CAMBIAL VALOR COMPROMETIDO VS. VARIAÇÃO CAMBIAL IMPOSSIBILIDADE DE TRATAMENTO INDIVIDUALIZADO DOS INVESTIDORES ESTRANGEIROS IMPOSSIBILIDADE DE IMPLEMENTAÇÃO DE DETERMINADAS CONDIÇÕES INTERNACIONAIS LPAC X AGC/COMITÊS DECISÕES DISTINTAS LPAC X AGC/COMITÊS DECISÕES DISTINTAS MARGEM PARA DESCUMPRIMENTO DE OBRIGAÇÕES CONTRATUAIS & CHERRY PICKING

15 RELAÇÕES CONCEITUAIS/ REGULATÓRIAS

16 PRÁTICA INTERNACIONAL GP COMMITMENT SIDE LETTERS FUNÇÕES LPAC OFFSETS WATERFALL & CATCH-UP REPORTING EM FAIR VALUE CLAWBACKS EXCLUSÃO DE INVESTIDORES EMPRÉSTIMOS WAREHOUSING REALIDADE NACIONAL ICVM 358/INSIDER TRADING SISTEMA CONDOMINIAL / CLASSES DE COTAS AGC / COMITÊS DE INVESTIMENTO / SUPERVISÃO TRANSFERÊNCIA DE BENEFÍCIOS INDIRETOS (ART. 14, VII, ICVM 306) MODELO DE PERFORMANCE NACIONAL CONTABILIDADE DE FIPS/PUBLICIDADE LIMITAÇÃO DE RESPONSABILIDADE PJ E COTISTA SISTEMA CONDOMINIAL PRESTAÇÃO DE GARANTIAS CONFLITOS DE INTERESSE

17 SOLUÇÕES?

18 AMADURECIMENTO/EDUCAÇÃO DE INVESTIDORES E PLAYERS FIP VS. IED INCENTIVOS FISCAIS VS. AUSÊNCIA DE REGULAMENTAÇÃO RECONHECIMENTO DA ATIPICIDADE DA INDÚSTRIA DE FUNDOS NACIONAL EMBORA ATÍPICA, PRUDENCIAL E BEM SUCEDIDA SOLUÇÕES ALTERNATIVAS PARA REGISTRO DE EMISSOR E OFERTA (144-A)?

19 ENQUANTO NÃO HOUVER CONVERGÊNCIA DOS MODELOS DE GOVERNANÇA ESTRANGEIRO E NACIONAL, A INDÚSTRIA DE PE NO BRASIL SÓ TEM A PERDER.

20 OBRIGADO! SÃO PAULO AV. PAULISTA, º E 18º ANDARES CEP SÃO PAULO / SP TEL.: 55 (11) FAX.: 55 (11) REGISTRO OAB/SP Nº RIO DE JANEIRO RUA DA ASSEMBLÉIA, 10 SALA 1601 CEP RIO DE JANEIRO / RJ TEL.: 55 (21) FAX.: 55 (21) REGISTRO OAB/RJ Nº /2001 R.S. BRASÍLIA SRTV SUL, QD. 701, CJ. D BL. C, Nº100 SALA 234 CEP BRASÍLIA / DF TEL.: 55 (61) FAX.: 55 (61) REGISTRO OAB/DF Nº 772/01 R.S.

Estruturação de Fundos de Private Equity e Venture Capital. Fundos Offshore, suas Operações e a Captação Internacional de Recursos

Estruturação de Fundos de Private Equity e Venture Capital. Fundos Offshore, suas Operações e a Captação Internacional de Recursos Estruturação de Fundos de Private Equity e Venture Capital Fundos Offshore, suas Operações e a Captação Internacional de Recursos 06 de novembro de 2012 SOBRE A LIONS Administradora de fundos independente,

Leia mais

Desafios Estratégicos para a Indústria de Fundos de Investimento. Marcelo Trindade mtrindade@trindadeadv.com.br Rio de Janeiro, 15.03.

Desafios Estratégicos para a Indústria de Fundos de Investimento. Marcelo Trindade mtrindade@trindadeadv.com.br Rio de Janeiro, 15.03. Desafios Estratégicos para a Indústria de Fundos de Investimento Marcelo Trindade mtrindade@trindadeadv.com.br Rio de Janeiro, 15.03.2012 Arcabouço Regulatório da Indústria de Fundos de Investimento Sumário

Leia mais

Disclaimer. Advertências

Disclaimer. Advertências Disclaimer Advertências O investimento em ativos financeiros envolve riscos sobre os quais o investidor deve buscar informar-se lendo a documentação obrigatória referente a cada ativo. Fundos de investimento

Leia mais

Workshop - Código ABVCAP/ANBIMA de Regulação e Melhores Práticas para o Mercado de FIP e FIEE

Workshop - Código ABVCAP/ANBIMA de Regulação e Melhores Práticas para o Mercado de FIP e FIEE Workshop - Código ABVCAP/ANBIMA de Regulação e Melhores Práticas para o Mercado de FIP e FIEE São Paulo, 22 de Novembro de 2012. Marco Pisani Membro do Conselho de Regulação e Melhores Práticas de FIP/FIEE

Leia mais

Carlos José da Costa André Diretor de Gestão

Carlos José da Costa André Diretor de Gestão Desafios Estratégicos para a Indústria de Fundos de Investimento Carlos José da Costa André Diretor de Gestão Indústria de Fundos de Investimento Brasileira I. Gestão de Ativos Diferentes Serviços II.

Leia mais

Regulação de Fundos de Investimento

Regulação de Fundos de Investimento Regulação de Fundos de Investimento Reações à crise de 2008, novidades e desafios Francisco Santos Superintendente de Relações com Investidores Institucionais 6º Congresso ANBIMA de Fundos de Investimento

Leia mais

Financiamento do Investimento no Brasil

Financiamento do Investimento no Brasil ESTUDOS E PESQUISAS Nº 407 Financiamento do Investimento no Brasil Carlos A. Rocca * Fórum Especial Na Grande Recessão Novo Modelo de Desenvolvimento e Grandes Oportunidades (Como em 1929): New Deal Verde.

Leia mais

Av. Ataulfo de Paiva, 245-3º andar Leblon CEP: 22440-032 www.animaeducacao.com.br/ri Rio de Janeiro Tel.: +55 (21) 3550-1630. www.genuscapital.com.

Av. Ataulfo de Paiva, 245-3º andar Leblon CEP: 22440-032 www.animaeducacao.com.br/ri Rio de Janeiro Tel.: +55 (21) 3550-1630. www.genuscapital.com. Av. Ataulfo de Paiva, 245-3º andar Leblon CEP: 22440-032 Rio de Janeiro Tel.: +55 (21) 3550-1630 www.genuscapital.com.br A EMPRESA A Genus Capital Group é uma gestora independente centrada em produtos

Leia mais

POLÍTICA DE NEGOCIAÇÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS

POLÍTICA DE NEGOCIAÇÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS POLÍTICA DE NEGOCIAÇÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS TEGMA GESTÃO LOGÍSTICA S.A. ÍNDICE 1. INTRODUÇÃO E PRINCÍPIOS GERAIS 2. DEFINIÇÕES 3. OBJETIVOS E ABRANGÊNCIA 4. PERÍODO DE VEDAÇÕES ÀS NEGOCIAÇÕES 5. AUTORIZAÇÃO

Leia mais

O Brasil Plural é um Grupo Financeiro fundado em 2009 que possui escritórios no Rio de Janeiro, São Paulo e Nova York. Nossos sócios possuem um amplo

O Brasil Plural é um Grupo Financeiro fundado em 2009 que possui escritórios no Rio de Janeiro, São Paulo e Nova York. Nossos sócios possuem um amplo O Brasil Plural é um Grupo Financeiro fundado em 2009 que possui escritórios no Rio de Janeiro, São Paulo e Nova York. Nossos sócios possuem um amplo histórico de sucesso no mercado de capitais brasileiro

Leia mais

CNPJ 05.086.234/0001-17 PERIODICIDADE MÍNIMA PARA DIVULGAÇÃO DA CARTEIRA DO FUNDO

CNPJ 05.086.234/0001-17 PERIODICIDADE MÍNIMA PARA DIVULGAÇÃO DA CARTEIRA DO FUNDO BRB FUNDO DE INVESTIMENTO EM COTAS DE FUNDOS DE INVESTIMENTO EM RENDA FIXA DI LONGO PRAZO 500 FORMULÁRIO DE INFORMAÇÕES COMPLEMENTARES Competência: 19/01/2016 CNPJ 05.086.234/0001-17 PERIODICIDADE MÍNIMA

Leia mais

CONCURSO DE TRABALHOS TÉCNICOS - 20º CONGRESSO APIMEC 2008

CONCURSO DE TRABALHOS TÉCNICOS - 20º CONGRESSO APIMEC 2008 CONCURSO DE TRABALHOS TÉCNICOS - 20º CONGRESSO APIMEC 2008 1. CONGRESSO Local: Centro de Convenções do Hotel Windsor Barra Av. Sernambetiba, 2630 - Barra da Tijuca - Rio de Janeiro - RJ Cep: 22620-172

Leia mais

GESTOR DA CARTEIRA DE INVESTIMENTO

GESTOR DA CARTEIRA DE INVESTIMENTO O QUE É? No Brasil um fundo de investimento possui a sua organização jurídica na forma de um condomínio de investidores, portanto o fundo de investimento possui um registro na Receita Federal (CNPJ) pois

Leia mais

EDITAL DE AUDIÊNCIA PÚBLICA SDM Nº 10/14 Prazo: 1º de dezembro de 2014

EDITAL DE AUDIÊNCIA PÚBLICA SDM Nº 10/14 Prazo: 1º de dezembro de 2014 Prazo: 1º de dezembro de 2014 Objeto: Obrigatoriedade de o administrador de carteiras de valores mobiliários registrado na categoria Administrador Fiduciário ser banco múltiplo, banco comercial, a Caixa

Leia mais

LEVY & SALOMÃO A D V O G A D O S

LEVY & SALOMÃO A D V O G A D O S FERNANDO DE AZEVEDO PERAÇOLI (11) 3555-5127 fperacoli@levysalomao.com.br 0001/7047 São Paulo, 23 de fevereiro de 2012 AV. BRIG. FARIA LIMA, 2601 12º ANDAR 01452-924 SÃO PAULO SP BRASIL TEL(11)3555-5000

Leia mais

PRIVATE EQUITY & VENTURE CAPITAL NEWSLETTER

PRIVATE EQUITY & VENTURE CAPITAL NEWSLETTER AD VO G AD O S MOTTA, FERNANDES ROCHA ADVOGADOS COLETÂNEA 2013 Sumário Conciliando investidores estrangeiros e institucionais brasileiros nos Fundos de Investimento em Participações FIPs... 2 Private Equity

Leia mais

ões A A Visão dos Fundos de Investimento (PE/VC) Belo Horizonte, 12 maio 2010.

ões A A Visão dos Fundos de Investimento (PE/VC) Belo Horizonte, 12 maio 2010. Seminário IBRADEMP MG sobre Fusões e Aquisições ões A A Visão dos Fundos de Investimento (PE/VC) Belo Horizonte, 12 maio 2010. Histórico 1988 1989 1990 1991 1992 1993 1994 1995 1996 1997 1998 1999 2000

Leia mais

Pesquisa de Private Equity na América Latina

Pesquisa de Private Equity na América Latina Pesquisa de Private Equity na América Latina 1 UMA PERSPECTIVA ÚNICA SOBRE OS DESAFIOS E OPORTUNIDADES QUE ENCONTRAM OS INVESTIDORES EM PRIVATE EQUITY NA AMÉRICA LATINA Coller Capital/LAVCA Pesquisa de

Leia mais

POLÍTICA DE EXERCÍCIO DE DIREITO DE VOTO EM ASSEMBLEIAS GERAIS

POLÍTICA DE EXERCÍCIO DE DIREITO DE VOTO EM ASSEMBLEIAS GERAIS POLÍTICA DE EXERCÍCIO DE DIREITO DE VOTO EM ASSEMBLEIAS GERAIS Índice 1. Objetivo... 2 2. Regulação e Autoregulação CVM e Anbima... 2 3. Princípios Gerais... 3 4. Tratamento dos assuntos que fazem parte

Leia mais

21º Congresso APIMEC: O Papel do Mercado de Capitais em um Mundo Sustentável. Autorregulação e a Atividade do Profissional de Investimento

21º Congresso APIMEC: O Papel do Mercado de Capitais em um Mundo Sustentável. Autorregulação e a Atividade do Profissional de Investimento 21º Congresso APIMEC: O Papel do Mercado de Capitais em um Mundo Sustentável Autorregulação e a Atividade do Profissional de Investimento Marcelo Giufrida - Presidente da ANBIMA Agosto/2010 REPRESENTA

Leia mais

EDITAL DE AUDIÊNCIA PÚBLICA Nº 05/2007. Prazo: 04 de maio de 2007

EDITAL DE AUDIÊNCIA PÚBLICA Nº 05/2007. Prazo: 04 de maio de 2007 Prazo: 04 de maio de 2007 Objeto: Aperfeiçoamento da regulação da CVM sobre a aplicação de recursos no exterior por parte dos fundos de investimento. 1. Introdução A discussão sobre a possibilidade de

Leia mais

A Indústria de Fundos de Investimento no Brasil. Luiz Calado Gerente de Certificação da ANBID

A Indústria de Fundos de Investimento no Brasil. Luiz Calado Gerente de Certificação da ANBID A Indústria de Fundos de Investimento no Brasil Luiz Calado Gerente de Certificação da ANBID A ANBID A ANBID Associação Nacional dos Bancos de Investimentos Criada em 1967, é a maior representante das

Leia mais

Terceiro Setor, Cultura e Responsabilidade Social. Mattos Filho, Veiga Filho, Marrey Jr. e Quiroga Advogados. Todos os direitos reservados.

Terceiro Setor, Cultura e Responsabilidade Social. Mattos Filho, Veiga Filho, Marrey Jr. e Quiroga Advogados. Todos os direitos reservados. Terceiro Setor, Cultura e Responsabilidade Social Mattos Filho, Veiga Filho, Marrey Jr. e Quiroga Advogados. Todos os direitos reservados. Nossos serviços Nossa equipe atende empresas que investem em responsabilidade

Leia mais

Apresentação Institucional

Apresentação Institucional Apresentação Institucional O GRUPO O Grupo MultinvestCapital é formado pelas seguintes empresas MultinvestCapital Administradora de Recursos, MultinvestCapital Agentes Autônomos de Investimentos e MultinvestCapital

Leia mais

Novas Instruções da CVM sobre Fundos de Investimento

Novas Instruções da CVM sobre Fundos de Investimento LUCIANA BARBOSA SILVEIRA Superintendente de Jurídico e Compliance Novas Instruções da CVM sobre Fundos de Investimento Sumário A partir de out/2015, novas normas passarão a reger a indústria de fundos

Leia mais

Índice POLÍTICA DE EXERCÍCIO DE DIREITO DE VOTO EM ASSEMBLEIAS GERAIS. Página. Data de Publicação. Versão. Área responsável 03/11/2015

Índice POLÍTICA DE EXERCÍCIO DE DIREITO DE VOTO EM ASSEMBLEIAS GERAIS. Página. Data de Publicação. Versão. Área responsável 03/11/2015 POLÍTICA DE EXERCÍCIO DE DIREITO DE VOTO EM ASSEMBLEIAS GERAIS Índice 1. Objetivo... 2 2. Princípios Gerais... 2 2.1. Presença Facultativa... 2 2.2. Exceções... 3 3. Matérias Relevantes Obrigatórias...

Leia mais

PERIODICIDADE MÍNIMA PARA DIVULGAÇÃO DA COMPOSIÇÃO DA CARTEIRA DO FUNDO Mensal, até o dia 10 do mês subsequente ao de referência.

PERIODICIDADE MÍNIMA PARA DIVULGAÇÃO DA COMPOSIÇÃO DA CARTEIRA DO FUNDO Mensal, até o dia 10 do mês subsequente ao de referência. NORTHVIEW FUNDO DE INVESTIMENTO EM COTAS DE FUNDOS DE INVESTIMENTO MULTIMERCADO CRÉDITO PRIVADO 11.806.097/0001-40 Mês de Referência: Março de 2016 Formulário de Informações Complementares O formulário

Leia mais

FUNDO DE INVESTIMENTO EM AÇÕES AUXILIAR I CNPJ nº 54.070.966/0001-24. Mês de Referência: Março de 2016

FUNDO DE INVESTIMENTO EM AÇÕES AUXILIAR I CNPJ nº 54.070.966/0001-24. Mês de Referência: Março de 2016 FUNDO DE INVESTIMENTO EM AÇÕES AUXILIAR I CNPJ nº 54.070.966/0001-24 Mês de Referência: Março de 2016 Formulário de Informações Complementares O formulário contém um resumo das informações complementares

Leia mais

Cotas de Fundos de Investimento em Participações - FIP

Cotas de Fundos de Investimento em Participações - FIP Renda Variável Cotas de Fundos de Investimento em Participações - Fundo de Investimento em Participações Investimento estratégico com foco no resultado provocado pelo desenvolvimento das companhias O produto

Leia mais

2ª Conferência de Investimentos Alternativos: FIDC, FII E FIP

2ª Conferência de Investimentos Alternativos: FIDC, FII E FIP 2ª Conferência de Investimentos Alternativos: FIDC, FII E FIP São Paulo, 21 de Agosto de 2013 Hotel Caesar Park Patrocínio Investimentos Alternativos 10 de Junho de 2.010 2ª. Conferência de Investimentos

Leia mais

Mellon FAMA Private Equity I Fundo de Investimento em Quotas de Fundos de Investimento Multimercado

Mellon FAMA Private Equity I Fundo de Investimento em Quotas de Fundos de Investimento Multimercado Mellon FAMA Private Equity I Fundo de Investimento em Quotas de Fundos de Investimento Multimercado Março 2008 Private Equity A Oportunidade Diversificação Acessível ao Varejo O Mellon FAMA Private Equity

Leia mais

5º Seminário IBCPF. Investimento no Exterior Carlos André Diretor Executivo

5º Seminário IBCPF. Investimento no Exterior Carlos André Diretor Executivo 5º Seminário IBCPF Investimento no Exterior Carlos André Diretor Executivo Agenda 1. A Indústria de Fundos de Investimento 2. Investimento no Exterior 3. Legislação 4. Case EFPCs 2 1. A Indústria de Fundos

Leia mais

F r e i t a s L e i t e S o l u ç õ e s t ã o e x c l u s i v a s q u a n t o s e u s d e s a f i o s w w w. f r e i t a s l e i t e. c o m.

F r e i t a s L e i t e S o l u ç õ e s t ã o e x c l u s i v a s q u a n t o s e u s d e s a f i o s w w w. f r e i t a s l e i t e. c o m. F r e i t a s L e i t e S o l u ç õ e s t ã o e x c l u s i v a s q u a n t o s e u s d e s a f i o s w w w. f r e i t a s l e i t e. c o m. b r Fundado em 1997, FreitasLeite possui grande experiência

Leia mais

12º FÓRUM PERSPECTIVAS DE INVESTIMENTOS 2016. The asset manager for a changing world

12º FÓRUM PERSPECTIVAS DE INVESTIMENTOS 2016. The asset manager for a changing world 12º FÓRUM PERSPECTIVAS DE INVESTIMENTOS 2016 The asset manager for a changing world INVESTIMENTOS ALTERNATIVOS LUIZ FIGUEIREDO HEAD - INVESTIMENTOS ALTERNATIVOS The asset manager for a changing world 1.

Leia mais

CAIXA FI INSTITUCIONAL AÇÕES BDR NIVEL I

CAIXA FI INSTITUCIONAL AÇÕES BDR NIVEL I CAIXA FI INSTITUCIONAL AÇÕES BDR NIVEL I 1 Por que investir em fundo de AÇÕES BDR NIVEL I? Viabiliza o acesso das instituições reguladas pela Resolução CMN 3792/09 a investimentos no exterior; Estrutura

Leia mais

Apresentação Institucional

Apresentação Institucional Apresentação Institucional O GRUPO O Grupo MultinvestCapital está inserido no mercado financeiro e de capitais que, ao longo das últimas décadas, vem evoluindo e aprimorando os padrões e procedimentos

Leia mais

Divulgação de Resultados 1T14

Divulgação de Resultados 1T14 Divulgação de Resultados 1T14 A Tarpon Investimentos S.A. ( Tarpon ou Companhia ), por meio de suas subsidiárias, realiza a gestão de fundos e carteiras de investimentos em bolsa e private-equity ( Fundos

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA Nº 06/2014

TERMO DE REFERÊNCIA Nº 06/2014 abveap \,~ Prívate Equity & Venture Capital TERMO DE REFERÊNCIA Nº 06/2014 CONTRATAÇÃO DE CONSULTORIA PARA INTELIGÊNCIA COMERCIAL COM VISTAS À EXPANSÃO DA CAPACIDADE DE GERAÇÃO DE DADOS, ESTUDOS E PESQUISAS

Leia mais

Curso Preparatório CPA20

Curso Preparatório CPA20 Página 1 de 9 Você acessou como Flávio Pereira Lemos - (Sair) Curso Preparatório CPA20 Início Ambiente ) CPA20_130111_1_1 ) Questionários ) Passo 2: Simulado Módulo II ) Revisão da tentativa 1 Iniciado

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 2689. I - constituir um ou mais representantes no País; II - preencher formulário, cujo modelo constitui o Anexo a esta Resolução;

RESOLUÇÃO Nº 2689. I - constituir um ou mais representantes no País; II - preencher formulário, cujo modelo constitui o Anexo a esta Resolução; RESOLUÇÃO Nº 2689 Dispõe sobre aplicações de investidor não residente nos mercados financeiro e de capitais. O BANCO CENTRAL DO BRASIL, na forma do art. 9º da Lei nº 4.595, de 31 de dezembro de 1964, torna

Leia mais

Metodologia para envio de Estatísticas de Private

Metodologia para envio de Estatísticas de Private Metodologia para envio de Estatísticas de Private Metodologia Definição A atividade de Private Banking exerce um importante papel na distribuição de valores mobiliários, especialmente fundos de investimento,

Leia mais

C O E u m a n o v a a l t e r n a t i v a d e i n v e s t i m e n t o

C O E u m a n o v a a l t e r n a t i v a d e i n v e s t i m e n t o C O E u m a n o v a a l t e r n a t i v a d e i n v e s t i m e n t o Objetivos 1. Conceituar o Produto 2. Dados do Mercado Internacional e Local 3. Inserir a utilidade do produto no contexto dos Fundos

Leia mais

Como funcionam os fundos de investimentos

Como funcionam os fundos de investimentos Como funcionam os fundos de investimentos Fundos de Investimentos: são como condomínios, que reúnem recursos financeiros de um grupo de investidores, chamados de cotistas, e realizam operações no mercado

Leia mais

1 a Jornada de Contabilidade Práticas de Governança Corporativa e Transparência 22 de setembro de 2005

1 a Jornada de Contabilidade Práticas de Governança Corporativa e Transparência 22 de setembro de 2005 1 a Jornada de Contabilidade Práticas de Governança Corporativa e Transparência 22 de setembro de 2005 Agenda Introdução Demandas do mercado de capitais Governança corporativa Governança corporativa no

Leia mais

Câmara de Comércio Exterior Secretaria Executiva

Câmara de Comércio Exterior Secretaria Executiva Câmara de Comércio Exterior Secretaria Executiva LAURA NOBRE VELOSO Assessora Especial Acordos de Promoção e Proteção Recíproca de Investimentos (APPIs) Manaus 30/08/2006 Conceito: São acordos que visam

Leia mais

Estruturação de Fundos FIDCs e FIPs para empresas

Estruturação de Fundos FIDCs e FIPs para empresas Grupo Keyassociados Estruturação de Fundos FIDCs e FIPs para empresas Brasília 06/06/2013 Marco Antônio Fujihara Agenda 1. Overview da Indústria de Private Equity e Venture Capital 2. Mapa Global do Empreendedorismo

Leia mais

ROTEIRO DE INFORMAÇÕES PARA SELEÇÃO E ENQUADRAMENTO DE FUNDOS DE INVESTIMENTO

ROTEIRO DE INFORMAÇÕES PARA SELEÇÃO E ENQUADRAMENTO DE FUNDOS DE INVESTIMENTO ROTEIRO DE INFORMAÇÕES PARA SELEÇÃO E ENQUADRAMENTO DE FUNDOS DE INVESTIMENTO A Procedimentos para Encaminhamento das Propostas As solicitações para a participação no processo seletivo de escolha do fundo

Leia mais

Relatório do Administrador FIP BVEP PLAZA

Relatório do Administrador FIP BVEP PLAZA Relatório do Administrador FIP BVEP PLAZA 2º Trimestre 2014 O Fundo O FIP BVEP PLAZA tem como objetivo investir na empresa BVEP Empreendimentos Imobiliários SPE III S.A. que é proprietária de 100% do empreendimento

Leia mais

O ETF como instrumento na gestão de recursos:

O ETF como instrumento na gestão de recursos: O ETF como instrumento na gestão de recursos: Agosto de 2013 Tendências e Oportunidades no Brasil e no mundo. Informação Pública Política Corporativa de Segurança da Informação Conteúdo Utilização de ETFs

Leia mais

DESAFIOS E PERSPECTIVAS PARA A INDÚSTRIA DE FUNDOS IMOBILIÁRIOS NO BRASIL

DESAFIOS E PERSPECTIVAS PARA A INDÚSTRIA DE FUNDOS IMOBILIÁRIOS NO BRASIL DESAFIOS E PERSPECTIVAS PARA A INDÚSTRIA DE FUNDOS IMOBILIÁRIOS NO BRASIL Valdery Albuquerque 2ª Conferência Internacional de Crédito Imobiliário De 17 a 19 de março de 2010 Índice 1. Conceitos e Características

Leia mais

A IMPLANTAÇÃO DE CONSELHO CONSULTIVO EM SOCIEDADES LIMITADAS COMO FORMA DE GOVERNANÇA CORPORATIVA

A IMPLANTAÇÃO DE CONSELHO CONSULTIVO EM SOCIEDADES LIMITADAS COMO FORMA DE GOVERNANÇA CORPORATIVA A IMPLANTAÇÃO DE CONSELHO CONSULTIVO EM SOCIEDADES LIMITADAS COMO FORMA DE GOVERNANÇA CORPORATIVA Ana Carolina Rovida de Oliveira Especialista em Direito da Economia e Empresarial I INTRODUÇÃO A estabilização

Leia mais

Assunto Instrução CVM nº 409/04 Audiência Pública Manifestação ANBIMA Instrução CVM nº 555/14 Observações

Assunto Instrução CVM nº 409/04 Audiência Pública Manifestação ANBIMA Instrução CVM nº 555/14 Observações Assunto Instrução CVM nº 409/04 Audiência Pública Manifestação ANBIMA Instrução CVM nº 555/14 Observações Classe de Fundos Rebate Os Fundos eram divididos em sete classes: (i) Curto Prazo (ii) Referenciado

Leia mais

MEMORANDO AOS CLIENTES MERCADO DE CAPITAIS INSTRUÇÃO CVM 535/13

MEMORANDO AOS CLIENTES MERCADO DE CAPITAIS INSTRUÇÃO CVM 535/13 MEMORANDO AOS CLIENTES MERCADO DE CAPITAIS Fundos de Investimento em Participações Julho de 2013 INSTRUÇÃO CVM 535/13 A Comissão de Valores Mobiliários ( CVM ) publicou, em 28 de junho de 2013, a Instrução

Leia mais

Fundos de Investimento

Fundos de Investimento Luciane Ribeiro Coordenadora da Subcomissão de Base de Dados da ANBID Diretora Executiva Grupo Santander Brasil 1 Agenda O que é a classificação ANBID de Fundos Para que serve a classificação Pilares da

Leia mais

FINANCIADORA DE ESTUDOS E PROJETOS - FINEP INCUBADORA DE FUNDOS INOVAR 9ª CHAMADA DE FUNDOS

FINANCIADORA DE ESTUDOS E PROJETOS - FINEP INCUBADORA DE FUNDOS INOVAR 9ª CHAMADA DE FUNDOS FINANCIADORA DE ESTUDOS E PROJETOS - FINEP INCUBADORA DE FUNDOS INOVAR 9ª CHAMADA DE FUNDOS 1. OBJETO A Financiadora de Estudos e Projetos, na qualidade de Secretaria Executiva da Incubadora de s INOVAR,

Leia mais

Fundos de Investimento

Fundos de Investimento Fundos de Investimento Difusão de Fundos de Investimento BB DTVM e FGV 17/05/2013 Programa. A ANBIMA. O que são Fundos de Investimento. Como se constituem. Governança. Operação. A indústria Brasileira

Leia mais

FORMULÁRIO DE INFORMAÇÕES COMPLEMENTARES FUNDO DE INVESTIMENTO MULTIMERCADO CRÉDITO PRIVADO TRAVESSIA INVESTIMENTO NO EXTERIOR 23.352.

FORMULÁRIO DE INFORMAÇÕES COMPLEMENTARES FUNDO DE INVESTIMENTO MULTIMERCADO CRÉDITO PRIVADO TRAVESSIA INVESTIMENTO NO EXTERIOR 23.352. FORMULÁRIO DE INFORMAÇÕES COMPLEMENTARES FUNDO DE INVESTIMENTO MULTIMERCADO CRÉDITO PRIVADO TRAVESSIA INVESTIMENTO NO EXTERIOR 23.352.186/0001-43 Mês de Referência: Novembro de 2015 CLASSIFICAÇÃO ANBIMA:

Leia mais

POLÍTICA DE INVESTIMENTO

POLÍTICA DE INVESTIMENTO QUEM SOMOS Somos uma gestora independente de investimentos, totalmente alinhada com os interesses de nossos clientes. Os sócios possuem larga experiência no mercado financeiro, em diversas áreas de atuação.

Leia mais

Dispõe sobre aplicações de investidor não residente nos mercados financeiro e de capitais.

Dispõe sobre aplicações de investidor não residente nos mercados financeiro e de capitais. RESOLUCAO 2.689 --------------- Dispõe sobre aplicações de investidor não residente nos mercados financeiro e de capitais. O BANCO CENTRAL DO BRASIL, na forma do art. 9º da Lei nº 4.595, de 31 de dezembro

Leia mais

BANRISUL AUTOMÁTICO FUNDO DE INVESTIMENTO CURTO PRAZO CNPJ/MF nº 01.353.260/0001-03

BANRISUL AUTOMÁTICO FUNDO DE INVESTIMENTO CURTO PRAZO CNPJ/MF nº 01.353.260/0001-03 BANRISUL AUTOMÁTICO FUNDO DE INVESTIMENTO CURTO PRAZO CNPJ/MF nº 01.353.260/0001-03 PROSPECTO AVISOS IMPORTANTES I. A CONCESSÃO DE REGISTRO PARA A VENDA DAS COTAS DESTE FUNDO NÃO IMPLICA, POR PARTE DA

Leia mais

Melhores Práticas de Governança

Melhores Práticas de Governança Melhores Práticas de Governança Corporativa Eletros Novembro de 2011 Eliane Lustosa Objetivos Introdução Governança Corporativa (GC) Conceito e princípios básicos Sistema Importância e benefícios Principais

Leia mais

APRESENTAÇÃO INSTITUCIONAL. Julho 2010 APRESENTAÇÃO INSTITUCIONAL

APRESENTAÇÃO INSTITUCIONAL. Julho 2010 APRESENTAÇÃO INSTITUCIONAL APRESENTAÇÃO INSTITUCIONAL APRESENTAÇÃO INSTITUCIONAL Edge Investimentos Ltda. Av. Ayrton Senna 3000 Bloco 2 324 Rio de Janeiro RJ Tel: +55 (21) 2421-4262 www.edgeinvestimentos.com.br Administrador/ Distribuidor:

Leia mais

Política de Exercício de Direito de Voto

Política de Exercício de Direito de Voto Política de Exercício de Direito de Voto Setembro de 2012 Av. Pres. Juscelino Kubitschek, 50 13º andar 04543-000 Itaim Bibi - São Paulo - SP Tel 55 11 3318-9400 - Fax 55 11 3318 9403 Esta Política estabelece

Leia mais

1. Público-alvo. 2. Objetivos

1. Público-alvo. 2. Objetivos LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS dezembro/2013 Esta lâmina contém um resumo das informações essenciais sobre o. As informações completas sobre esse fundo podem ser obtidas no Prospecto e no Regulamento

Leia mais

POLÍTICA DE EXERCÍCIO DE DIREITO DE VOTO EM ASSEMBLÉIAS GERAIS GAP GESTORA DE RECURSOS LTDA. CAPÍTULO I Definição e Finalidade

POLÍTICA DE EXERCÍCIO DE DIREITO DE VOTO EM ASSEMBLÉIAS GERAIS GAP GESTORA DE RECURSOS LTDA. CAPÍTULO I Definição e Finalidade POLÍTICA DE EXERCÍCIO DE DIREITO DE VOTO EM ASSEMBLÉIAS GERAIS GAP GESTORA DE RECURSOS LTDA. CAPÍTULO I Definição e Finalidade Artigo 1º A presente Política de Exercício de Direito de Voto em Assembléias

Leia mais

ANÚNCIO DE INÍCIO DE DISTRIBUIÇÃO DO Fundo de Investimento Imobiliário Votorantim Securities CNPJ/MF: 10.347.505/0001-80

ANÚNCIO DE INÍCIO DE DISTRIBUIÇÃO DO Fundo de Investimento Imobiliário Votorantim Securities CNPJ/MF: 10.347.505/0001-80 ANÚNCIO DE INÍCIO DE DISTRIBUIÇÃO DO Fundo de Investimento Imobiliário Votorantim Securities CNPJ/MF: 10.347.505/0001-80 VOTORANTIM ASSET MANAGEMENT DTVM LTDA. ( Administrador ), comunica o início da distribuição

Leia mais

FINANCIADORA DE ESTUDOS E PROJETOS - FINEP INCUBADORA DE FUNDOS INOVAR 10ª CHAMADA DE FUNDOS

FINANCIADORA DE ESTUDOS E PROJETOS - FINEP INCUBADORA DE FUNDOS INOVAR 10ª CHAMADA DE FUNDOS FINANCIADORA DE ESTUDOS E PROJETOS - FINEP INCUBADORA DE FUNDOS INOVAR 10ª CHAMADA DE FUNDOS 1. OBJETO A Financiadora de Estudos e Projetos, na qualidade de Secretaria Executiva da Incubadora de Fundos

Leia mais

Diretrizes de Governança Corporativa

Diretrizes de Governança Corporativa Diretrizes de Governança Corporativa DIRETRIZES DE GOVERNANÇA CORPORATIVA DA BM&FBOVESPA Objetivo do documento: Apresentar, em linguagem simples e de forma concisa, o modelo de governança corporativa da

Leia mais

EDITAL DE AUDIÊNCIA PÚBLICA SDM Nº 02/2012 Prazo: 11 de maio de 2012

EDITAL DE AUDIÊNCIA PÚBLICA SDM Nº 02/2012 Prazo: 11 de maio de 2012 EDITAL DE AUDIÊNCIA PÚBLICA SDM Nº 02/2012 Prazo: 11 de maio de 2012 Objeto: Contratação de Formador de Mercado Alterações na Instrução que regula os Fundos de Investimento Imobiliário FII 1. Introdução

Leia mais

Este anúncio é de caráter exclusivamente informativo, não se tratando de oferta de venda de Cotas.

Este anúncio é de caráter exclusivamente informativo, não se tratando de oferta de venda de Cotas. Este anúncio é de caráter exclusivamente informativo, não se tratando de oferta de venda de Cotas. ANÚNCIO DE ENCERRAMENTO DA 8ª DISTRIBUIÇÃO DE COTAS DO Fundo de Investimento Imobiliário Votorantim Securities

Leia mais

A CVM disponibilizou ao público novo Edital de Audiência Pública para alteração da Instrução CVM nº 472/2001.

A CVM disponibilizou ao público novo Edital de Audiência Pública para alteração da Instrução CVM nº 472/2001. Fundos Imobiliários A CVM disponibilizou ao público novo Edital de Audiência Pública para alteração da Instrução CVM nº 472/2001. Luciana Simões Rebello Horta AAA/SP - lsimoes@albino.com.br A CVM disponibilizou

Leia mais

Demonstrações financeiras em 31 de julho de 2014 KPDS 96085

Demonstrações financeiras em 31 de julho de 2014 KPDS 96085 Brasil Plural BBDC Feeder Fundo de Investimento em Cotas de Fundos de Investimento CNPJ nº 18.602.310/0001-41 (Administrado pela BEM Distribuidora de Títulos e Valores Mobiliários Ltda.) Demonstrações

Leia mais

Relatório do Administrador FIP BVEP PLAZA

Relatório do Administrador FIP BVEP PLAZA Relatório do Administrador FIP BVEP PLAZA 3º Trimestre 2014 O Fundo O FIP BVEP PLAZA tem como objetivo o investimento na empresa BVEP Empreendimentos Imobiliários SPE III S.A. que é proprietária de 100%

Leia mais

LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O SPINELLI FUNDO DE INVESTIMENTO EM AÇÕES CNPJ 55.075.238/0001-78 SETEMBRO/2015

LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O SPINELLI FUNDO DE INVESTIMENTO EM AÇÕES CNPJ 55.075.238/0001-78 SETEMBRO/2015 Esta lâmina contém um resumo das informações essenciais sobre o Spinelli Fundo de Investimento em Ações. As informações completas sobre esse fundo podem ser obtidas no Prospecto e no Regulamento do fundo,

Leia mais

POLÍTICA DE EXERCÍCIO DE DIREITO DE VOTO EM ASSEMBLÉIAS GERAIS MÁXIMA ASSET MANAGEMENT LTDA. CAPÍTULO I Definição e Finalidade

POLÍTICA DE EXERCÍCIO DE DIREITO DE VOTO EM ASSEMBLÉIAS GERAIS MÁXIMA ASSET MANAGEMENT LTDA. CAPÍTULO I Definição e Finalidade POLÍTICA DE EXERCÍCIO DE DIREITO DE VOTO EM ASSEMBLÉIAS GERAIS MÁXIMA ASSET MANAGEMENT LTDA. CAPÍTULO I Definição e Finalidade Artigo 1º A presente Política de Exercício de Direito de Voto em Assembléias

Leia mais

FUNDO DE INVESTIMENTO IMOBILIÁRIO COM FOCO EM TÍTULOS DE CRÉDITO IMOBILIÁRIO ESTRUTURADO REIT RIVIERA FII

FUNDO DE INVESTIMENTO IMOBILIÁRIO COM FOCO EM TÍTULOS DE CRÉDITO IMOBILIÁRIO ESTRUTURADO REIT RIVIERA FII FUNDO DE INVESTIMENTO IMOBILIÁRIO COM FOCO EM TÍTULOS DE CRÉDITO IMOBILIÁRIO ESTRUTURADO REIT RIVIERA FII Crédito lastreado em imóveis, alta rentabilidade e fluxo de caixa constante, com a solidez do concreto.

Leia mais

Supervisão de Mercados Penalidades e Termos de Compromisso

Supervisão de Mercados Penalidades e Termos de Compromisso Supervisão de Mercados Penalidades e Termos de Compromisso FUNDOS DE INVESTIMENTO MULTAS POR DESCUMPRIMENTO OBJETIVO DISPOSITIVOS DO CÓDIGO Registro de Fundos Atraso no Registro de Documentação de Fundo

Leia mais

Modelo de Autorregulação, Supervisão e Enforcement Educação de Investidores

Modelo de Autorregulação, Supervisão e Enforcement Educação de Investidores Modelo de Autorregulação, Supervisão e Enforcement Educação de Investidores Tendências internacionais na proteção do investidor Participação no Estudo da IIMV - Proteção do Investidor na Região Ibero-americana

Leia mais

Este anúncio é de caráter exclusivamente informativo, não se tratando de oferta de venda de Cotas.

Este anúncio é de caráter exclusivamente informativo, não se tratando de oferta de venda de Cotas. Este anúncio é de caráter exclusivamente informativo, não se tratando de oferta de venda de Cotas. ANÚNCIO DE ENCERRAMENTO DA 2ª DISTRIBUIÇÃO DE COTAS DO Fundo de Investimento Imobiliário Votorantim Securities

Leia mais

Estrutura da Apresentação

Estrutura da Apresentação Fundos de Pensão e Investimentos Socialmente Responsáveis em Mercados Emergentes Wagner Pinheiro de Oliveira Presidente da Petros Novembro de 2004 São Paulo Estrutura da Apresentação Importância Macroeconômica

Leia mais

SECOVI. Entenda a razão do recente crescimento do mercado de fundos de investimento imobiliário

SECOVI. Entenda a razão do recente crescimento do mercado de fundos de investimento imobiliário SECOVI Entenda a razão do recente crescimento do mercado de fundos de investimento imobiliário Conteúdo 1. Histórico 2. Características 3. Tipos de Fundo de Investimento Imobiliário 4. Tributação 5. Preocupações

Leia mais

Potencializar futuros, subtraindo riscos

Potencializar futuros, subtraindo riscos Potencializar futuros, subtraindo riscos QUEM SOMOS O Risk Office é uma consultoria cujo objetivo é a prestação de serviços em gestão de riscos financeiros e operacionais. Criado em 1999, na cidade de

Leia mais

Política de exercício de direito de voto em Assembleias

Política de exercício de direito de voto em Assembleias Política de exercício de direito de voto em Assembleias Data Criação: Ago/11 Data última revisão: Jun/13 1 Sumário 1. Objetivos e aplicação da política de voto... 3 2. Princípios gerais... 3 3. Política

Leia mais

31 de março de 2015 e 2014 com Relatório dos Auditores Independentes sobre as demonstrações financeiras

31 de março de 2015 e 2014 com Relatório dos Auditores Independentes sobre as demonstrações financeiras Demonstrações Financeiras Banrisul Multi Fundo de Investimento em Cotas de Fundos de Investimento (Administrado pelo Banco do Estado do Rio Grande do Sul S.A. - CNPJ: 92.702.067/0001-96) e 2014 com Relatório

Leia mais

4º PAINEL: INVESTIMENTO PRIVADO, INVESTIMENTO PÚBLICO E MERCADO DE CAPITAIS NO BRASIL

4º PAINEL: INVESTIMENTO PRIVADO, INVESTIMENTO PÚBLICO E MERCADO DE CAPITAIS NO BRASIL SEMINARIO FIESP REINDUSTRIALIZAÇÃO DO BRASIL: CHAVE PARA UM PROJETO NACIONAL DE DESENVOLVIMENTO 4º PAINEL: INVESTIMENTO PRIVADO, INVESTIMENTO PÚBLICO E MERCADO DE CAPITAIS NO BRASIL 26 agosto 2013 Carlos

Leia mais

Estrutura Legal. dos fundos de Private Equity e Venture Capital no Brasil

Estrutura Legal. dos fundos de Private Equity e Venture Capital no Brasil Estrutura Legal dos fundos de Private Equity e Venture Capital no Brasil Publicação: Associação Brasileira de Private Equity & Venture Capital (ABVCAP) Edição: Março 2015 Coordenação: Ângela Ximenes Superintendente

Leia mais

SECURITIZAÇÃO DE RECEBÍVEIS IMOBILIÁRIOS 28/10/2014 - IBCPF

SECURITIZAÇÃO DE RECEBÍVEIS IMOBILIÁRIOS 28/10/2014 - IBCPF SECURITIZAÇÃO DE RECEBÍVEIS IMOBILIÁRIOS 28/10/2014 - IBCPF Conceito 1 Conceito Integração dos mercados imobiliário e de capitais, de modo a permitir a captação de recursos necessários para o desenvolvimento

Leia mais

LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O

LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O CNPJ: Informações referentes a Setembro de 2015 Esta lâmina contém um resumo das informações essenciais sobre o As informações completas sobre esse fundo podem

Leia mais

Palestra: Monitoramento de operações realizadas em Bolsas

Palestra: Monitoramento de operações realizadas em Bolsas Palestra: Monitoramento de operações realizadas em Bolsas 4º Congresso de Combate e Prevenção à Lavagem de Dinheiro e ao Financiamento do Terrorismo Marcos José Rodrigues Torres Diretor de Autorregulação

Leia mais

8º Congresso Brasileiro & Pan-Americano de Atuária. Rio de Janeiro Agosto - 2010

8º Congresso Brasileiro & Pan-Americano de Atuária. Rio de Janeiro Agosto - 2010 Normas Internacionais de Supervisão 8º Congresso Brasileiro & Pan-Americano de Atuária Rio de Janeiro Agosto - 2010 Sumário: 1. Solvência II 2. International Association of Insurance Supervisors IAIS 3.

Leia mais

LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O BNP PARIBAS MASTER IBRX FUNDO DE INVESTIMENTO EM AÇÕES

LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O BNP PARIBAS MASTER IBRX FUNDO DE INVESTIMENTO EM AÇÕES LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O CNPJ/MF: Informações referentes a Dezembro de 2014 Esta lâmina contém um resumo das informações essenciais sobre o BNP PARIBAS MASTER IBRX FUNDO DE INVESTIMENTO

Leia mais

LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O BNP PARIBAS MASTER CRÉDITO FI RENDA FIXA CRÉDITO PRIVADO LONGO PRAZO

LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O BNP PARIBAS MASTER CRÉDITO FI RENDA FIXA CRÉDITO PRIVADO LONGO PRAZO LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O CNPJ/MF: Informações referentes a Setembro de 2015 Esta lâmina contém um resumo das informações essenciais sobre o BNP PARIBAS MASTER CRÉDITO FI RENDA FIXA CRÉDITO

Leia mais

Incentivos Fiscais na Emissão de Debêntures - Lei nº 12.431/2011. Fernando Tonanni. 16 de Agosto de 2011

Incentivos Fiscais na Emissão de Debêntures - Lei nº 12.431/2011. Fernando Tonanni. 16 de Agosto de 2011 Incentivos Fiscais na Emissão de Debêntures - Lei nº 12.431/2011 Fernando Tonanni 16 de Agosto de 2011 1 A Lei nº 12.431/2011 Publicada em 27 de junho de 2011; conversão em Lei da Medida Provisória nº

Leia mais

POLÍTICA DE EXERCÍCIO DE DIREITO DE VOTO EM ASSEMBLÉIAS GERAIS INFRA ASSET MANAGEMENT LTDA. Aplicação e Objeto

POLÍTICA DE EXERCÍCIO DE DIREITO DE VOTO EM ASSEMBLÉIAS GERAIS INFRA ASSET MANAGEMENT LTDA. Aplicação e Objeto POLÍTICA DE EXERCÍCIO DE DIREITO DE VOTO EM ASSEMBLÉIAS GERAIS INFRA ASSET MANAGEMENT LTDA. Aplicação e Objeto 1.1. O objeto desta Política de Voto é estabelecer as regras a serem observadas pela INFRA

Leia mais

ENTIDADES AUTO-REGULADORAS DO MERCADO ESTRUTURA E FUNCIONAMENTO

ENTIDADES AUTO-REGULADORAS DO MERCADO ESTRUTURA E FUNCIONAMENTO BM&FBOVESPA A BM&FBOVESPA é muito mais do que um espaço de negociação: lista empresas e fundos; realiza negociação de ações, títulos, contratos derivativos; divulga cotações; produz índices de mercado;

Leia mais

LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O VIDA FELIZ FUNDO DE INVESTIMENTO EM AÇÕES CNPJ 07.660.310/0001-81 OUTUBRO/2015

LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O VIDA FELIZ FUNDO DE INVESTIMENTO EM AÇÕES CNPJ 07.660.310/0001-81 OUTUBRO/2015 Esta lâmina contém um resumo das informações essenciais sobre o Vida Feliz Fundo de Investimento em Ações. As informações completas sobre esse fundo podem ser obtidas no Prospecto e no Regulamento do fundo,

Leia mais

EVEN CONSTRUTORA E INCORPORADORA S.A.

EVEN CONSTRUTORA E INCORPORADORA S.A. POLÍTICA DE NEGOCIAÇÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS DE EMISSÃO DA COMPANHIA EVEN CONSTRUTORA E INCORPORADORA S.A. Aprovada em Reunião do Conselho de Administração da Companhia realizada em 27 de abril de 2012

Leia mais

Divulgação de Resultados 1T15

Divulgação de Resultados 1T15 São Paulo - SP, 06 de Maio de 2015. A Tarpon Investimentos S.A. ( Tarpon ou Companhia ), por meio de suas subsidiárias, realiza a gestão de fundos e carteiras de investimentos em bolsa e private equity

Leia mais

POLÍTICA DE TRANSAÇÕES COM PARTES RELACIONADAS BB SEGURIDADE PARTICIPAÇÕES S.A.

POLÍTICA DE TRANSAÇÕES COM PARTES RELACIONADAS BB SEGURIDADE PARTICIPAÇÕES S.A. POLÍTICA DE TRANSAÇÕES COM PARTES RELACIONADAS BB SEGURIDADE PARTICIPAÇÕES S.A. 28.03.2013 1. OBJETIVO 1.1 A presente Política de Transações com Partes Relacionadas da BB Seguridade Participações S.A.

Leia mais