Os Setes CélebresC. Sete Dias da Semana. Cores do Arco-Íris.

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Os Setes CélebresC. Sete Dias da Semana. Cores do Arco-Íris."

Transcrição

1 Ciclo dos Sete Anos

2 O Número N Sete Esse número n é venerado háh mais de anos por razões sacerdotais, desde os tempos da antiga Babilônia. Em todos os livros sagrados, de todas as religiões, o número "7" é enaltecido insistentemente. Na Bíblia, B existem escritas mais de 500 vezes o número "7". Há referências de que ele seria o resultado do Quadrado Perfeito (Ar, Terra, Fogo e Água) com a Trindade (Pai, Filho e Espírito Santo).

3 Os Setes CélebresC Sete Dias da Semana. Cores do Arco-Íris. ris. Notas Musicais. Pecados Capitais. Sete Artes. Os Sete Sacramentos. Os Sete Mares. Ramos do Candelabro de Jerusalém. Estrelas da Constelação da Ursa Maior. Estrelas da Constelação da Ursa Menor. Plêiades

4 Uma das únicas coisas certas na vida é a mudança

5 Cabala "O homem deve ver que nada existe realmente, mas que tudo está sempre se tornando e mudando. Nada fica parado, tudo está nascendo, crescendo e morrendo. No instante em que alguma coisa atinge o seu auge, começa a decair. A lei do ritmo está em funcionamento constante. Não há qualidade duradoura, fixidez ou substancialidade em nada. Nada é permanente a não ser a mudança...

6

7 A metafísica do misticismo judaico define Dez Atributos Divinos (Sefirot), sendo que sete são manifestos neste mundo: Graça, Força, Beleza, Vitória, Glória, Fundação e Reino. Estes Atributos Divinos se revelam seqüencialmente, um por ano, ocasionando ciclos de Sete Anos.

8 Anatomia Por meio de um estudo anatômico e patológico feito para um período de sete anos - observou-se que há uma mudança em todos os elementos do corpo. As células de nosso corpo estão sendo constantemente substituídas. Passam-se se 7 meses para a renovação completa dos tecidos moles; 7 anos para substituir todas as células e reconstruir um corpo inteiramente novo.

9 Psicologia Segundo Dr. Levinson,, professor de psicologia em sua tese sobre ciclos de vida afirma que nenhuma estrutura vital pode durar mais do que sete ou oito anos. Este estudo foi baseado no desenvolvimento psicológico de centenas de pessoas estudadas ao longo de anos.

10 Astrologia Na Astrologia existem alguns ciclos que envolvem o número 7. As fases da Lua ocorrem num período de mais ou menos sete dias, fechando seu ciclo a cada 28 dias. Urano em seu percurso pela eclíptica percorre cada signo (30º) num período de mais ou menos sete anos. Fechando seu ciclo a cada 84 anos (12 X 7). Saturno é o grande determinador do ciclo dos 7 anos. Seu ciclo se assemelha ao ciclo da Lua, só que em proporções maiores de tempo, tem uma duração de mais ou menos 28 anos, e a cada 7 anos determina uma fase importante no desenvolvimento do ser humano.

11

12 Saturno e os 7 anos "O ciclo de Saturno proporciona um símbolo particularmente completo e útil da realização, do desenvolvimento e da maturação do ser humano. "Durante os períodos de sete anos verificam-se, quase sempre ajustamentos fundamentais, revisões das atitudes, decisões importantes, alterações no modo de assumir a responsabilidade ou de encarar mudanças radicais no estilo de vida, na profissão, na estrutura de trabalho e na própria vida.

13 O Primeiro Ciclo O Passado Aqui Saturno é expresso em função do passado coletivo, isto é, da hereditariedade e do ambiente no qual o indivíduo nasceu e para qual ele deve emergir a fim de aplicar seu potencial nato.

14 Este ciclo que vai do nascimento aos 28 anos é a formação da base física e da estrutura do indivíduo O O fechamento deste ciclo é baseado na reação ao condicionalismo do passado, às influências dos pais e às pressões sociais. É É quando o indivíduo deve conseguir a sua independência e autonomia, como um ser adulto apto a constituir e criar o seu novo lar, a sua nova família.

15 Do Nascimento aos 7 anos A criança começa a vida totalmente dependente. À medida que Saturno vai distanciando de sua posição natal a criança vai conquistando a independência dos pais e dos modelos familiares. Ao final deste período, por volta dos sete anos, iniciam as primeiras tentativas de enfatizar o Eu contra as pressões da família e do ambiente. A criança alcançou a idade da razão. Ela começa a contestar a autoridade dos pais e dos professores. Acentua o conflito por ela querer se afirmar.

16 Dos 7 aos 14 anos Aqui começa um período de aprendizado, principalmente mental/intelectual. A mente começa a desenvolver suas faculdades mais objetivas. Ao final deste período, que se dá por volta dos 14 anos, o indivíduo começa a sofrer maiores mudanças físicas. Surge a crise da puberdade, o indivíduo oscila entre a infância e vida adulta. Os problemas de sexualidade surgem como parte da crise.

17 Dos 14 aos 21 anos Aqui tem início a valorização dos seus iguais, que substituem os pais e os professores. O jovem torna-se mais consciente do sexo e das relações sociais. O sentimento de liberdade aumenta. A confrontação com a família, com as figuras de autoridade e mesmo com a sociedade tomam maiores proporções. É um período de contestação geral. As vezes querem sobrepor até as leis da sociedade.

18 Dos 21 aos 28 anos Aos 21 anos somos reconhecidos socialmente como adultos. Começa-se a ter uma forte consciência de individualidade. O indivíduo já não é mais tão dependente do grupo. A separação do passado inclui o rompimento dos laços de velhas atitudes. É um período de afirmações, e uma crise de maturidade.

19 Os 28 Anos É um período de avaliação, é a crise dos talentos. Está relacionado ao fechar para balanço. É uma fase racional, para planejar e estruturar. Este período é uma oitava superior do primeiro período dos 0 aos 7 anos. É quando devemos aprender a sermos compreensivos e humildes

20 Dos 28 aos 35 anos É um período de escolha, que determina a direção da vida, o tipo de associados, a profissão e as atividades de negócios. Começa uma fase de grande potencial de produtividade. Oportunidade para reavaliar os sonhos e metas à luz da maturidade.

21 Dos 35 aos 42 anos Crise de autenticidade. O senso do Eu é forte, mas a que lugar pertence esse EU, o que quer esse EU? É uma fase de aprendizagem e de auto-educação. Este é o momento para o indivíduo perceber que o verdadeiro e único construtor de seu destino é ele mesmo, e nunca deve jogar a responsabilidade e a culpa da felicidade ou infelicidade de seu destino nas costas dos outros.

22 Dos 42 aos 49 anos Crise de reavaliação. Crise existencial. A nota chave deste período deve ser a Objetividade. Com um claro objetivo de propósito de vida, aqui o indivíduo pode ter a experiência de iluminação real, a passagem para um período mais produtivo e criativo. Aqui podem surgir novos contratos, novos casamentos. Fatores internos são influenciados por fatores externos, pode haver conflito entre estes fatores.

23 Dos 49 aos 56 anos Aqui ocorre uma crise de consciência semelhante à dos 21 anos. O indivíduo se vê diante da necessidade de se privar dos seus padrões de comportamento, sentimento e pensamento. Neste ponto médio dos seus anos criativos e produtivos, ele é intimado a arriscar a sorte e tentar alguma coisa nova. Quando aceita esse desafio, a vida expande num sentido social à medida que o indivíduo tenta ampliar seus horizontes.

24 O Terceiro Ciclo O Futuro Aqui Saturno tenta reunir o significado essencial da vida numa forma de consciência, ou símbolosemente, que pode garantir a imortalidade. A crise psicológica que ocorre durante este ciclo trata-se da percepção de que a juventude se foi, de que a vitalidade está diminuindo e os anos produtivos estão chegando ao fim.

25 56 aos 63 Anos: A crise psicológica é semelhante à dos 28 anos. O indivíduo está consciente de que alguma coisa vai terminar e de que algo novo pode renascer. Ele está ciente de que a sua mocidade está indo embora, mas este é o início do período da sabedoria. É o momento para a realização de alguma obra-prima. É uma fase de reverência, admiração e misticismo. Mas pode ser também uma fase de espanto e insegurança.

26 63 aos 70 Anos: Aqui pode surgir uma crise de solidão. Mas é um momento propício para o indivíduo buscar a liberdade e exercer a sabedoria. Viver com seu interior, pois já tem uma gama de conhecimentos, tanto teóricos quanto existenciais. Neste período o indivíduo pode buscar a ampliação dos conhecimentos através de estudos filosóficos e religiosos. É um momento para passar os conhecimentos, ministrar cursos e orientar as pessoas.

27 Dos 70 aos 77 Anos: Este período está relacionado à fase dos 14 aos 21 anos, quando surge a rebeldia contra autoridade em geral. Aqui surge um conflito com o mundo externo. O indivíduo se torna impaciente com a humanidade. Há uma rebeldia contra a sociedade. É um período para exercer a liberdade.

28 Dos 77 aos 84 Anos: Esta fase vai depender muito do estado físico de cada indivíduo. Como nos períodos anteriores está muito relacionado com o sentimento de liberdade interior, com a sabedoria, com o passar do conhecimento e das experiências vividas.

29 84 Anos: É o fechamento do terceiro ciclo de 28 anos, e seria o início de um quarto ciclo, que no estado físico é praticamente inviável. Os 84 anos, na Astrologia, corresponde a um ciclo de Urano, três ciclos de Saturno e sete ciclos de Júpiter.

30 Elmer Baumgratz

31

O Indivíduo em Sociedade

O Indivíduo em Sociedade O Indivíduo em Sociedade A Sociologia não trata o indivíduo como um dado da natureza isolado, livre e absoluto, mas como produto social. A individualidade é construída historicamente. Os indivíduos são

Leia mais

Para evoluir é necessário reencontrar a autenticidade do próprio espírito

Para evoluir é necessário reencontrar a autenticidade do próprio espírito Para evoluir é necessário reencontrar a autenticidade do próprio espírito Autor: Regis Mesquita Blog Nascer Várias Vezes - http://www.nascervariasvezes.com/ "Não ser autêntico é uma forma de evitar aquilo

Leia mais

Crescer por dentro. compreender e caminhar rumo ao SER

Crescer por dentro. compreender e caminhar rumo ao SER Crescer por dentro compreender e caminhar rumo ao SER 2 Crescer por dentro compreender e caminhar rumo ao SER Gita Lazarte Primeira Edição São Paulo 2011 3 4 Agradecimentos: A meus filhos Leonardo, Arturo

Leia mais

O Trabalho de Família de Origem

O Trabalho de Família de Origem O Trabalho de Família de Origem Autora: Vânia Bastos Fonseca de Castilho CEFAC 1994 A vida da Família de origem é uma experiência poderosa para todas as pessoas e seu impacto não fica restrito à infância.

Leia mais

O curso da Vida e a Pré-Aposentadoria: perspectivas antropológicas

O curso da Vida e a Pré-Aposentadoria: perspectivas antropológicas O curso da Vida e a Pré-Aposentadoria: perspectivas antropológicas FUNDACENTRO/SP Novembro 2013 Prof. Dr. Silas Guerriero Programa de Pós-Graduação em Ciências da Religião - PUC-SP silasg@pucsp.br O Ser

Leia mais

I Seminário. Estadual de enfrentamento ao CRACK. O papel da família no contexto da prevenção e do enfrentamento aos problemas decorrentes do CRACK

I Seminário. Estadual de enfrentamento ao CRACK. O papel da família no contexto da prevenção e do enfrentamento aos problemas decorrentes do CRACK O papel da família no contexto da prevenção e do enfrentamento aos problemas decorrentes do CRACK Contextualização Social Economia Capitalista Transformações sociais Alterações nos padrões de comportamento

Leia mais

Lição 01 O propósito eterno de Deus

Lição 01 O propósito eterno de Deus Lição 01 O propósito eterno de Deus LEITURA BÍBLICA Romanos 8:28,29 Gênesis 1:27,28 Efésios 1:4,5 e 11 VERDADE CENTRAL Deus tem um propósito original e eterno para minha vida! OBJETIVO DA LIÇÃO Que eu

Leia mais

RELAÇÕES INTERPESSOAIS

RELAÇÕES INTERPESSOAIS RELAÇÕES INTERPESSOAIS E MUDANÇAS COMPORTAMENTAIS Outubro/2012 UM BRINDE A NÓS PROFISSIONAIS DE SECRETARIADO Pelo dia da secretária, comemorado em 30/09. Pela profissão que escolhemos, gratificante pelos

Leia mais

COMPETÊNCIAS E SABERES EM ENFERMAGEM

COMPETÊNCIAS E SABERES EM ENFERMAGEM COMPETÊNCIAS E SABERES EM ENFERMAGEM Faz aquilo em que acreditas e acredita naquilo que fazes. Tudo o resto é perda de energia e de tempo. Nisargadatta Atualmente um dos desafios mais importantes que se

Leia mais

Educar é mostrar a vida a quem ainda não a viu. O educador diz: Veja! - e, ao falar, aponta. O aluno olha na direção apontada e vê o que nunca viu.

Educar é mostrar a vida a quem ainda não a viu. O educador diz: Veja! - e, ao falar, aponta. O aluno olha na direção apontada e vê o que nunca viu. - Educar - Educar é mostrar a vida a quem ainda não a viu. O educador diz: Veja! - e, ao falar, aponta. O aluno olha na direção apontada e vê o que nunca viu. Seu mundo se expande. Ele fica mais rico interiormente...

Leia mais

X Congresso Sul Mineiro de Medicina Psicossomática Caxambu, novembro/2010. Decio Tenenbaum

X Congresso Sul Mineiro de Medicina Psicossomática Caxambu, novembro/2010. Decio Tenenbaum X Congresso Sul Mineiro de Medicina Psicossomática Caxambu, novembro/2010 Decio Tenenbaum Biológica Psicológica Ôntica Social Cultural Espiritual Níveis de consciência (transcendência) Somos formados por

Leia mais

RESENHA BIBLIOGRÁFICA

RESENHA BIBLIOGRÁFICA REVISTA CIENTÍFICA ELETÔNICA DE PSICOLOGIA ISSN: 1806-0625 Ano VI Número 10 Maio de 2008 Periódicos Semestral RESENHA BIBLIOGRÁFICA COLACITI, Alethéa Kennerly Coordenadora-Adjunta e Psicóloga da C.E.P.P.A.

Leia mais

Conceitos de Identidade Relação "eu" e "outro" Para Vygotsky

Conceitos de Identidade Relação eu e outro Para Vygotsky FAMOSP - FACULDADE MOZARTEUM DE SÃO PAULO PEDAGOGIA - 1 o SEMESTRE PSICOLOGIA DO DESENVOLVIMENTO Conceitos de Identidade Relação "eu" e "outro" Para Vygotsky Deyse Maria Souza Almeida Eliete Pereira Nunes

Leia mais

A ESPIRITUALIDADE: UM ALICERCE PARA O ENVELHECIMENTO ATIVO. Profª Dra Leoni Zenevicz Universidade Federal da Fronteira Sul -UFFS

A ESPIRITUALIDADE: UM ALICERCE PARA O ENVELHECIMENTO ATIVO. Profª Dra Leoni Zenevicz Universidade Federal da Fronteira Sul -UFFS I SEMINÁRIO ESTADUAL SOBRE ENVELHECIMENTO ATIVO A ESPIRITUALIDADE: UM ALICERCE PARA O ENVELHECIMENTO ATIVO Profª Dra Leoni Zenevicz Universidade Federal da Fronteira Sul -UFFS ESTAÇÕES DA VIDA... PRIMAVERA..

Leia mais

O Determinismo na Educação hoje Lino de Macedo

O Determinismo na Educação hoje Lino de Macedo O Determinismo na Educação hoje Lino de Macedo 2010 Parece, a muitos de nós, que apenas, ou principalmente, o construtivismo seja a ideia dominante na Educação Básica, hoje. Penso, ao contrário, que, sempre

Leia mais

A CONSTRUÇÃO SOCIAL DO SUJEITO. Ser Humano um ser social por condição.

A CONSTRUÇÃO SOCIAL DO SUJEITO. Ser Humano um ser social por condição. A FAMÍLIA E ESCOLA Profa.Dra.Claudia Dechichi Instituto de Psicologia Universidade Federal de Uberlândia Contatos: (34) 9123-3090 (34)9679-9601 cdechichi@umnuarama.ufu.br A CONSTRUÇÃO SOCIAL DO SUJEITO

Leia mais

Os encontros de Jesus. sede de Deus

Os encontros de Jesus. sede de Deus Os encontros de Jesus 1 Jo 4 sede de Deus 5 Ele chegou a uma cidade da Samaria, chamada Sicar, que ficava perto das terras que Jacó tinha dado ao seu filho José. 6 Ali ficava o poço de Jacó. Era mais ou

Leia mais

Mulher do Futuro. Construindo um Projeto de Vida Integral. Por Maju Canzi Limiyarti www.mulherintegral.com

Mulher do Futuro. Construindo um Projeto de Vida Integral. Por Maju Canzi Limiyarti www.mulherintegral.com Mulher do Futuro Construindo um Projeto de Vida Integral Por Maju Canzi Limiyarti www.mulherintegral.com Mulher do Futuro Construindo um Projeto de Vida Integral Sobre a Autora Maju Canzi Limiyarti é Coach

Leia mais

SEXO. espiritualidade, instinto e cultura

SEXO. espiritualidade, instinto e cultura SEXO espiritualidade, instinto e cultura AGEU HERINGER LISBOA SEXO espiritualidade, instinto e cultura Copyright 2001 by Ageu Heringer Lisboa Projeto Gráfico: Editora Ultimato 2ª edição Maio de 2006 Revisão:

Leia mais

Liderança: Seja a pessoa certa, no lugar certo.

Liderança: Seja a pessoa certa, no lugar certo. Liderança: Seja a pessoa certa, no lugar certo. Suelen Teixeira Martins Master Coach, membro da Academia Brasileira de Coach, Certificada Internacionalmente pelo BCI (BEHAVIORAL COACH INSTITUTE). Musicista

Leia mais

Deus está implantando o Seu Reino aqui na Terra e Ele tem deixado bem claro qual é a visão dele para nós:

Deus está implantando o Seu Reino aqui na Terra e Ele tem deixado bem claro qual é a visão dele para nós: Visão do MDa Na visão do MDA, é possível à Igreja Local ganhar multidões para Jesus sem deixar de cuidar bem de cada cristão é o modelo de discipulado um a um em ação. O MDA abrange diversos fatores desenvolvidos

Leia mais

1. Você escolhe a pessoa errada porque você espera que ela mude após o casamento.

1. Você escolhe a pessoa errada porque você espera que ela mude após o casamento. 10 Maneiras de se Casar com a Pessoa Errada O amor cego não é uma forma de escolher um parceiro. Veja algumas ferramentas práticas para manter os seus olhos bem abertos. por Rabino Dov Heller, Mestre em

Leia mais

Wertheimer pode provar experimentalmente que diferentes formas de organização perceptiva são percebidas de forma organizada e com significado

Wertheimer pode provar experimentalmente que diferentes formas de organização perceptiva são percebidas de forma organizada e com significado Wertheimer pode provar experimentalmente que diferentes formas de organização perceptiva são percebidas de forma organizada e com significado distinto por cada pessoa. o conhecimento do mundo se obtém

Leia mais

Como transformar a sua empresa numa organização que aprende

Como transformar a sua empresa numa organização que aprende Como transformar a sua empresa numa organização que aprende É muito interessante quando se fala hoje com profissionais de Recursos Humanos sobre organizações que aprendem. Todos querem trabalhar em organizações

Leia mais

Religião e Espiritualidade

Religião e Espiritualidade Religião e Espiritualidade Há mais coisas entre o céu e a terra do que sonha vossa vã filosofia. Shakespeare A Mudança de Modelos Mentais O que é Religião? O que é espiritualidade? O que é Meditação? Como

Leia mais

I - Desenvolvimento Humano

I - Desenvolvimento Humano I - Desenvolvimento Humano 1.1. Conceito O desenvolvimento humano se estabelece através da interação do indivíduo com o ambiente físico e social. Se caracteriza pelo desenvolvimento mental e pelo crescimento

Leia mais

PLANEJAMENTO OPERACIONAL: RECURSOS HUMANOS E FINANÇAS MÓDULO 10

PLANEJAMENTO OPERACIONAL: RECURSOS HUMANOS E FINANÇAS MÓDULO 10 PLANEJAMENTO OPERACIONAL: RECURSOS HUMANOS E FINANÇAS MÓDULO 10 Índice 1. Regulamento, Procedimento e Programação em Recursos Humanos...3 2. Aprendizagem...3 3. Como melhorar a aprendizagem...5 4. Avaliação

Leia mais

A LIBERDADE COMO POSSÍVEL CAMINHO PARA A FELICIDADE

A LIBERDADE COMO POSSÍVEL CAMINHO PARA A FELICIDADE Aline Trindade A LIBERDADE COMO POSSÍVEL CAMINHO PARA A FELICIDADE Introdução Existem várias maneiras e formas de se dizer sobre a felicidade. De quando você nasce até cerca dos dois anos de idade, essa

Leia mais

LIDERAR PESSOAS A BASE DA CONSTRUÇÃO DE UMA EQUIPE DE SUCESSO. Prof. Paulo Henrique Ribeiro paulo@topassessoria.com

LIDERAR PESSOAS A BASE DA CONSTRUÇÃO DE UMA EQUIPE DE SUCESSO. Prof. Paulo Henrique Ribeiro paulo@topassessoria.com LIDERAR PESSOAS A BASE DA CONSTRUÇÃO DE UMA EQUIPE DE SUCESSO Prof. Paulo Henrique Ribeiro paulo@topassessoria.com LI ESTAMOS PASSANDO PELA MAIOR TRANSFORMAÇÃO NA HISTÓRIA DA HUMANIDADE. VALORIZAR PESSOAS

Leia mais

MADRINA-Desenvolvimento Infantil e Parental 1

MADRINA-Desenvolvimento Infantil e Parental 1 MADRINA-Desenvolvimento Infantil e Parental 1 PROJETO MEU TEMPO DE CRIANÇA Missão Visão Valores Colaborar com a importante tarefa de educar as crianças, nesse momento único de suas jovens vidas, onde os

Leia mais

Vós sois a luz do mundo Mateus 5:14

Vós sois a luz do mundo Mateus 5:14 Vós sois a luz do mundo Mateus 5:14 Bem aventuranças O caráter do Cristão Humilde de Espírito O que chora Manso Fome e sede de justiça Misericordioso Limpo de coração Pacificador A influência do Cristão

Leia mais

A adolescência e o fenômeno da drogadição. Prof. Marco Aurélio de Patrício Ribeiro marcoaurélio@7setembro.com.br Cel. 9998.6560

A adolescência e o fenômeno da drogadição. Prof. Marco Aurélio de Patrício Ribeiro marcoaurélio@7setembro.com.br Cel. 9998.6560 A adolescência e o fenômeno da drogadição. Prof. Marco Aurélio de Patrício Ribeiro marcoaurélio@7setembro.com.br Cel. 9998.6560 A Sociedade muda (acentuando o problema das drogas nos últimos 30 anos) Ao

Leia mais

Rousseau e educação: fundamentos educacionais infantil.

Rousseau e educação: fundamentos educacionais infantil. Rousseau e educação: fundamentos educacionais infantil. 1 Autora :Rosângela Azevedo- PIBID, UEPB. E-mail: rosangelauepb@gmail.com ²Orientador: Dr. Valmir pereira. UEPB E-mail: provalmir@mail.com Desde

Leia mais

ASPECTOS DO DESENVOLVIMENTO PSICOSSOCIAL A TEORIA DE ERIK

ASPECTOS DO DESENVOLVIMENTO PSICOSSOCIAL A TEORIA DE ERIK PSICOLOGIA DO DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM Educação Social, 1º Ano, 1º Semestre ASPECTOS GERAIS A TEORIA T DO DESENVOLVIMENTO PSICOSSOCIAL DE ERIK ERIKSON Notas Biográficas Aspectos teóricos Proposições

Leia mais

Palestra Virtual. Tema: Perda dos Entes Queridos. Palestrante: Mauro Operti. Promovida pelo IRC-Espiritismo http://www.irc-espiritismo.org.

Palestra Virtual. Tema: Perda dos Entes Queridos. Palestrante: Mauro Operti. Promovida pelo IRC-Espiritismo http://www.irc-espiritismo.org. Palestra Virtual Promovida pelo http://www.irc-espiritismo.org.br Tema: Perda dos Entes Queridos Palestrante: Mauro Operti Rio de Janeiro 08/05/1998 Organizadores da palestra: Moderador: Macroz (nick:

Leia mais

POR QUE SONHAR SE NÃO PARA REALIZAR?

POR QUE SONHAR SE NÃO PARA REALIZAR? POR QUE SONHAR SE NÃO PARA REALIZAR? Como Encontrar a Verdadeira Felicidade Rosanne Martins Introdução Este livro foi escrito com o intuito de inspirar o leitor a seguir o sonho que traz em seu coração.

Leia mais

Objetivos. ü Compreender o verdadeiro sentido da felicidade na Terra. ü Explicar o processo de aquisição da felicidade atual e futura.

Objetivos. ü Compreender o verdadeiro sentido da felicidade na Terra. ü Explicar o processo de aquisição da felicidade atual e futura. Objetivos ü Compreender o verdadeiro sentido da felicidade na Terra. ü Explicar o processo de aquisição da felicidade atual e futura. Felicidade, segundo o dicionário ü Concurso de circunstâncias que causam

Leia mais

Você foi criado para tornar-se semelhante a Cristo

Você foi criado para tornar-se semelhante a Cristo 4ª Semana Você foi criado para tornar-se semelhante a Cristo I- CONECTAR: Inicie o encontro com dinâmicas que possam ajudar as pessoas a se conhecer e se descontrair para o tempo que terão juntas. Quando

Leia mais

EVANGELIZAÇÃO É AMOR E LUZ É JESUS NO CORAÇÃO

EVANGELIZAÇÃO É AMOR E LUZ É JESUS NO CORAÇÃO EVANGELIZAÇÃO É AMOR E LUZ É JESUS NO CORAÇÃO Lenildo Solano EVANGELIZAÇÃO EM MÚSICA - Sequência Musical: 01- Aula de Evangelização 02- Deus 03- Jesus 04- Anjos da Guarda 05- Oração 06- Espiritismo 07-

Leia mais

A LIÇÃO DAS GENEALOGIAS

A LIÇÃO DAS GENEALOGIAS A LIÇÃO DAS GENEALOGIAS Gn 5 1 Esta é a lista dos descendentes de Adão. Quando criou os seres humanos, Deus os fez parecidos com ele. 2 Deus os criou homem e mulher, e os abençoou, e lhes deu o nome de

Leia mais

Cada célula do ser vivo contém imensa

Cada célula do ser vivo contém imensa ECTOPLASMA Cada célula do ser vivo contém imensa variedade de características vitais e vibracionais, organizacionais no todo ou em partes específicas, que dependem das condições física, mental e vibracional

Leia mais

Gestão de Pessoas. Capacidade de gerar resultados a partir das pessoas e dos processos inerentes ao negócio.

Gestão de Pessoas. Capacidade de gerar resultados a partir das pessoas e dos processos inerentes ao negócio. Gestão Corporativa Governança Corporativa é o conjunto de processos, costumes, políticas, leis que regulam a maneira como uma empresa é dirigida, administrada ou controlada. PROCESSOS PESSOAS TECNOLOGIA

Leia mais

Introdução. Gerar vida sem sexualidade e viver. sem perceber que se está a gerar. Apenas uma instituição. a união sexual à procriação.

Introdução. Gerar vida sem sexualidade e viver. sem perceber que se está a gerar. Apenas uma instituição. a união sexual à procriação. Introdução A amplitude do conhecimento actual acerca da transmissão da vida alcança limites extraordinários. Existem já inúmeros mecanismos para evitar que surja a vida humana em consequência do amor conjugal

Leia mais

Visão MDA. Sidnei Souza Hewlett-Packard 01/01/2014

Visão MDA. Sidnei Souza Hewlett-Packard 01/01/2014 2014 Visão MDA [Digite o subtítulo do documento] VI [Digite o resumo do documento aqui. Em geral, um resumo é um apanhado geral do conteúdo do documento. Digite o resumo do documento aqui. Em geral, um

Leia mais

A Visão. Uma Introdução

A Visão. Uma Introdução 1 A Visão Uma Introdução Muitas pessoas sabem, já desde a infância ou juventude, o que querem ser na vida quando forem adultos, como, por exemplo, médico(a), enfermeiro (a), músico (a), advogado (a), ou

Leia mais

A INFLUÊNCIA DAS NOVAS TECNOLOGIAS NO PROCESSO DE ENSINO: VANTAGENS E DESVANTAGENS

A INFLUÊNCIA DAS NOVAS TECNOLOGIAS NO PROCESSO DE ENSINO: VANTAGENS E DESVANTAGENS A INFLUÊNCIA DAS NOVAS TECNOLOGIAS NO PROCESSO DE ENSINO: VANTAGENS E DESVANTAGENS Vitor Cleton Viegas de Lima 1 Cristiane Camargo Aita 2 Daniele Pinto Andres 3 Resumo: este artigo tem por objetivo levantar

Leia mais

FUNK CONSCIENTIZA. VAI 1 - música

FUNK CONSCIENTIZA. VAI 1 - música PROGRAMA PARA A VALORIZAÇÃO DE INICIATIVAS CULTURAIS VAI SECRETARIA MUNICIPAL DA CULTURA São Paulo, fevereiro de 2010 FUNK CONSCIENTIZA VAI 1 - música Proponente Nome RG: CPF: Endereço Fone: E-mail: DADOS

Leia mais

P-08 - Criando o Líder de Líderes. Qual é o Papel do RH? Daniel Castello

P-08 - Criando o Líder de Líderes. Qual é o Papel do RH? Daniel Castello P-08 - Criando o Líder de Líderes. Qual é o Papel do RH? Daniel Castello Contexto Aprendizados Formar Líderes de alto nível é muito diferente de formar simples líderes operacionais. A âncora do processo

Leia mais

FAMÍLIA E DEPENDÊNCIA QUÍMICA. VERA LUCIA MORSELLI vmorselli@uol.com.br

FAMÍLIA E DEPENDÊNCIA QUÍMICA. VERA LUCIA MORSELLI vmorselli@uol.com.br FAMÍLIA E DEPENDÊNCIA QUÍMICA VERA LUCIA MORSELLI vmorselli@uol.com.br A Posição de Não-Saber Termo proposto por Anderson e Goolishian (1993) ao designar o profissional que desconhece como as pessoas da

Leia mais

Projeto Pedagógico Institucional PPI FESPSP FUNDAÇÃO ESCOLA DE SOCIOLOGIA E POLÍTICA DE SÃO PAULO PROJETO PEDAGÓGICO INSTITUCIONAL PPI

Projeto Pedagógico Institucional PPI FESPSP FUNDAÇÃO ESCOLA DE SOCIOLOGIA E POLÍTICA DE SÃO PAULO PROJETO PEDAGÓGICO INSTITUCIONAL PPI FUNDAÇÃO ESCOLA DE SOCIOLOGIA E POLÍTICA DE SÃO PAULO PROJETO PEDAGÓGICO INSTITUCIONAL PPI Grupo Acadêmico Pedagógico - Agosto 2010 O Projeto Pedagógico Institucional (PPI) expressa os fundamentos filosóficos,

Leia mais

GESTÃO ESCOLAR: UMA NOVA VISÃO DA EDUCAÇÃO

GESTÃO ESCOLAR: UMA NOVA VISÃO DA EDUCAÇÃO GESTÃO ESCOLAR: UMA NOVA VISÃO DA EDUCAÇÃO Preletora: Antônia dos Santos Alves Quem é o Gestor? Ajustar a mente no início do dia. Escola é uma empresa com características próprias O ato de orar antes das

Leia mais

EQUIPAS DE JOVENS DE NOSSA SENHORA O PAPEL DO CASAL ASSISTENTE

EQUIPAS DE JOVENS DE NOSSA SENHORA O PAPEL DO CASAL ASSISTENTE EQUIPAS DE JOVENS DE NOSSA SENHORA O PAPEL DO CASAL ASSISTENTE A experiência de um casal cristão que acompanha a equipa traz aos seus membros uma riqueza complementar à que caracteriza a presença do padre.

Leia mais

O que são Direitos Humanos?

O que são Direitos Humanos? O que são Direitos Humanos? Técnico comercial 4 (1º ano) Direitos Humanos são os direitos e liberdades básicas de todos os seres humanos. O principal objetivo dos Direitos Humanos é tratar cada indivíduo

Leia mais

Introdução à participação infantil

Introdução à participação infantil Seção 1 Introdução à participação 1.1 Uma visão bíblica da criança Em muitas culturas, as crianças são subestimadas. No entanto, Deus valoriza as crianças tanto quanto os adultos. Todos os seres humanos

Leia mais

Coaching VEV Vida, Existência e Vocação

Coaching VEV Vida, Existência e Vocação Decisões CONSCIENTES, RESULTADOS consistentes. Coaching VEV Vida, Existência e Vocação O que é REALIZAÇÃO para você? REALIZAR + AÇÃO Do Latim REALIS, verdadeiro, de RES, coisa, objeto. Todos nós temos

Leia mais

Minha história rima com vitória!

Minha história rima com vitória! Minha história rima com vitória! www.juliofurtado.com.br 1 Conceito distorcido e perigoso difundido pela mídia e aceito pelas pessoas É a realização irrestrita do desejo individual. Desejos não são direitos!

Leia mais

LECTIO DIVINA JESUS CHAMA SEUS DISCI PULOS

LECTIO DIVINA JESUS CHAMA SEUS DISCI PULOS LECTIO DIVINA JESUS CHAMA SEUS DISCI PULOS 1 TEXTO BÍBLICO - Lucas 6,12-19 (Fazer uma Oração ao Espírito Santo, ler o texto bíblico, fazer um momento de meditação, refletindo sobre os três verbos do texto

Leia mais

AS RELAÇÕES AMOROSAS E OS TRAÇOS DE CARÁTER

AS RELAÇÕES AMOROSAS E OS TRAÇOS DE CARÁTER 1 AS RELAÇÕES AMOROSAS E OS TRAÇOS DE CARÁTER Eloá Andreassa Resumo: As relações amorosas continuam sendo mais que um objetivo na vida das pessoas, é uma necessidade, um sonho, até uma esperança. Porém,

Leia mais

Empreendedorismo. Tópico 1 O (a) Empreendedor (a)

Empreendedorismo. Tópico 1 O (a) Empreendedor (a) Empreendedorismo Tópico 1 O (a) Empreendedor (a) Conteúdo 1. Objetivos do Encontro... 3 2. Introdução... 3 3. A formação do empreendedor... 3 4. Empreendedorismo nato ou desenvolvido?... 4 4.1 Características

Leia mais

Servimo-nos da presente para apresentar os projetos e programas oferecidos pela Israel Operadora.

Servimo-nos da presente para apresentar os projetos e programas oferecidos pela Israel Operadora. Apresentação e projetos para Israel Prezados Senhores, Shalom. Servimo-nos da presente para apresentar os projetos e programas oferecidos pela. A atua no mercado judaico há mais de 10 anos e a partir de

Leia mais

UNIVERSIDADE DE SOROCABA

UNIVERSIDADE DE SOROCABA UNIVERSIDADE DE SOROCABA PRÓ REITORIA DE GRADUAÇÃO CURSO DE GESTÃO EM RECURSOS HUMANOS Alessandra dos Santos Silva Helenice Moraes Rosa Roseneia Farias Gazoli Valdilene Batista de Lima O QUE PODEMOS APRENDER

Leia mais

Entrevista - Espiritualidade nas empresas

Entrevista - Espiritualidade nas empresas Entrevista - Espiritualidade nas empresas 1 - O que podemos considerar como espiritualidade nas empresas? Primeiramente considero importante dizer o que entendo por espiritualidade. Podemos dizer que é

Leia mais

UNIDADE I OS PRIMEIROS PASSOS PARA O SURGIMENTO DO PENSAMENTO FILOSÓFICO.

UNIDADE I OS PRIMEIROS PASSOS PARA O SURGIMENTO DO PENSAMENTO FILOSÓFICO. UNIDADE I OS PRIMEIROS PASSOS PARA O SURGIMENTO DO PENSAMENTO FILOSÓFICO. PARTE 1 O QUE É FILOSOFIA? não é possível aprender qualquer filosofia; só é possível aprender a filosofar. Kant Toda às vezes que

Leia mais

Relacionamento Amoroso

Relacionamento Amoroso CENTRO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS DEPARTAMENTO DE PSICOLOGIA GERAL E ANÁLISE DO COMPORTAMENTO PSICOLOGIA CLÍNICA NA ANÁLISE DO COMPORTAMENTO Relacionamento Amoroso Luisa Guedes Di Mauro Natália Gióia Cípola

Leia mais

Tudo tem um tempo. Uma hora para nascer e uma hora para morrer.

Tudo tem um tempo. Uma hora para nascer e uma hora para morrer. CAPITULO 3 Ele não é o Homem que eu pensei que era. Ele é como é. Não se julga um Homem pela sua aparência.. Tudo tem um tempo. Uma hora para nascer e uma hora para morrer. Eu costumava saber como encontrar

Leia mais

Organização da Aula. Gestão de Recursos Humanos. Aula 2. Liderança X Gerenciamento. Contextualização. Empreendedor Conflitos.

Organização da Aula. Gestão de Recursos Humanos. Aula 2. Liderança X Gerenciamento. Contextualização. Empreendedor Conflitos. Gestão de Recursos Humanos Aula 2 Profa. Me. Ana Carolina Bustamante Organização da Aula Liderança Competências gerenciais Formação de equipes Empreendedor Liderança X Gerenciamento Conceito e estilos

Leia mais

Manual prático sobre Relacionamentos Afetivos com base no Tantra

Manual prático sobre Relacionamentos Afetivos com base no Tantra Manual prático sobre Relacionamentos Afetivos com base no Tantra O intuito de escrever esse manual prático é trazer uma fórmula simples e rápida para que as pessoas possam se encontrar e relacionarem-se

Leia mais

Cap 1 A teoria e a prática da Educação. Ramiro Marques

Cap 1 A teoria e a prática da Educação. Ramiro Marques Cap 1 A teoria e a prática da Educação Ramiro Marques Aristóteles dedica um espaço importante de A Política ao tema da educação, preocupando-se com a discussão de vários assuntos: fim pacífico da Educação,

Leia mais

SEJAM BEM-VINDOS! GESTÃO DE MUDANÇAS EM 3 ESTRATÉGIAS DE COACHING

SEJAM BEM-VINDOS! GESTÃO DE MUDANÇAS EM 3 ESTRATÉGIAS DE COACHING SEJAM BEM-VINDOS! GESTÃO DE MUDANÇAS EM 3 ESTRATÉGIAS DE COACHING OBJETIVOS DESTE WORKSHOP Experimentar o processo de coaching e aplicar as técnicas em seu cotidiano. ASSUNTOS 1. Por que é difícil mudar?

Leia mais

RESENHA. 1. Indentidade da Obra JUNG,C. G. Psicologia e religião oriental. 5. ed. Petrópolis: Vozes, 1991.

RESENHA. 1. Indentidade da Obra JUNG,C. G. Psicologia e religião oriental. 5. ed. Petrópolis: Vozes, 1991. RESENHA AGOSTINHO, Márcio Roberto Mestre em Ciências da Religião MACKENZIE SÃO PAULO/SP BRASIL Coordenador do Curso de Psicologia - FASU/ACEG GARÇA/SP BRASIL e-mail: casteloagostinho@yahoo.com.br 1. Indentidade

Leia mais

REFLEXÕES SOBRE A QUESTÃO SOCIAL

REFLEXÕES SOBRE A QUESTÃO SOCIAL TEORIA MARXISTA NA COMPREENSÃO DA SOCIEDADE CAPITALISTA Disciplina: QUESTÃO E SERVIÇO Professora: Maria da Graça Maurer Gomes Türck Fonte: AS Maria da Graça Türck 1 Que elementos são constitutivos importantes

Leia mais

Apostila de Tarefas. Casa 4. O Estudo da Casa 4 iluminado pelo trânsito do Sol em Caranguejo e o Calendário Sagrado das Estações

Apostila de Tarefas. Casa 4. O Estudo da Casa 4 iluminado pelo trânsito do Sol em Caranguejo e o Calendário Sagrado das Estações Apostila de Tarefas Casa 4 O Estudo da Casa 4 iluminado pelo trânsito do Sol em Caranguejo e o Calendário Sagrado das Estações Para o Curso de Astrologia Online Astrologia da Mudança Com Hector Othon Junho/Julho

Leia mais

Resumo Aula-tema 01: A literatura infantil: abertura para a formação de uma nova mentalidade

Resumo Aula-tema 01: A literatura infantil: abertura para a formação de uma nova mentalidade Resumo Aula-tema 01: A literatura infantil: abertura para a formação de uma nova mentalidade Pensar na realidade é pensar em transformações sociais. Atualmente, temos observado os avanços com relação à

Leia mais

Por uma pedagogia da juventude

Por uma pedagogia da juventude Por uma pedagogia da juventude Juarez Dayrell * Uma reflexão sobre a questão do projeto de vida no âmbito da juventude e o papel da escola nesse processo, exige primeiramente o esclarecimento do que se

Leia mais

Metodologia da Catequese com Crianças. Ligia Aparecida de Oliveira

Metodologia da Catequese com Crianças. Ligia Aparecida de Oliveira Metodologia da Catequese com Crianças Ligia Aparecida de Oliveira O que é ser Criança? Watson, Piaget ou Freud? Eis a Questão. John B. Watson, psicólogo americano, é o principal responsável pela teoria

Leia mais

Apostila de Atividades

Apostila de Atividades Apostila de Atividades IMAX A viagem pelo espaço continua aqui Transforme a sua sala de aula em uma divertida aventura pelo espaço. Assim que sua classe viver a experiência sem limites pelo universo com

Leia mais

A comunicação com o cliente: como ele vê a sua empresa?

A comunicação com o cliente: como ele vê a sua empresa? A comunicação com o cliente: como ele vê a sua empresa? Karlan Muller Muniz Enconampe - Congresso Catarinense das Micro e Pequenas Empresas Blumenau, 02 de abril de 2011 Pequenas Empresas, Grandes Negócios

Leia mais

OS 4 PASSOS ALTA PERFORMANCE A PARTIR DE AGORA PARA VOCÊ COMEÇAR A VIVER EM HIGHSTAKESLIFESTYLE.

OS 4 PASSOS ALTA PERFORMANCE A PARTIR DE AGORA PARA VOCÊ COMEÇAR A VIVER EM HIGHSTAKESLIFESTYLE. OS 4 PASSOS PARA VOCÊ COMEÇAR A VIVER EM ALTA PERFORMANCE A PARTIR DE AGORA HIGHSTAKESLIFESTYLE. Hey :) Gabriel Goffi aqui. Criei esse PDF para você que assistiu e gostou do vídeo ter sempre por perto

Leia mais

O corpo é um templo sagrado, que nos fo i dado com um propósito divino.

O corpo é um templo sagrado, que nos fo i dado com um propósito divino. Educação Familiar no Lar O Corpo É um Templo 8 Não sabeis vós que sois o templo de Deus, e que o Espírito de Deus habita em vós?" (I Coríntios 3:16.) O corpo é um templo sagrado, que nos fo i dado com

Leia mais

All rights reserved by Self-Realization Fellowship ÍNDICE. Prefácio... xi Prólogo... xvi Introdução...2

All rights reserved by Self-Realization Fellowship ÍNDICE. Prefácio... xi Prólogo... xvi Introdução...2 ÍNDICE Prefácio... xi Prólogo... xvi Introdução...2 1. A Universalidade, Necessidade e Unidade da Religião...8 O objetivo comum da vida...8 Definição universal de religião...12 O que significa ser religioso...13

Leia mais

Jörg Garbers, Mestre de Teologia

Jörg Garbers, Mestre de Teologia Jörg Garbers, Mestre de Teologia Introdução Pregação e prática Durante essa pregação uns vão pensar: Eu fiz e faço muitas coisas de maneira errada. Isso é normal. Cada um de nos falha e ficamos tristes.

Leia mais

Núcleo de Educação Infantil Solarium

Núcleo de Educação Infantil Solarium 0 APRESENTAÇÃO A escola Solarium propõe um projeto de Educação Infantil diferenciado que não abre mão do espaço livre para a brincadeira onde a criança pode ser criança, em ambiente saudável e afetivo

Leia mais

Pluralidade dos Mundos Habitados. Paulo Roberto de Mattos Pereira Centro Espírita Casa do Caminho - DF

Pluralidade dos Mundos Habitados. Paulo Roberto de Mattos Pereira Centro Espírita Casa do Caminho - DF Habitados Paulo Roberto de Mattos Pereira Centro Espírita Casa do Caminho - DF Jesus referiu-se em algum momento de suas pregações à existência de outros mundos habitados? Qualquer pessoa que pensa, ao

Leia mais

INTRODUÇÃO A ADMINISTRAÇÃO

INTRODUÇÃO A ADMINISTRAÇÃO ADMINISTRAÇÃO EM SEGURANÇA DO TRABALHO IMPORTÂNCIA INTRODUÇÃO A ADMINISTRAÇÃO Quando do início de um empreendimento, de um negócio ou qualquer atividade; As expectativas e desejos de início são grandes:

Leia mais

PGM 3: MOBILIZAÇÃO E PARTICIPAÇÃO NA ESCOLA JOVEM

PGM 3: MOBILIZAÇÃO E PARTICIPAÇÃO NA ESCOLA JOVEM PGM 3: MOBILIZAÇÃO E PARTICIPAÇÃO NA ESCOLA JOVEM Falar em mobilização e participação de jovens na escola de ensino médio implica em discutir algumas questões iniciais, como o papel e a função da escola

Leia mais

Como Estudar a Bíblia

Como Estudar a Bíblia Como Estudar a Bíblia Caderno de Estudos Por David Batty Estudos em Grupo Para Novos Cristãos 2 Direitos Reservados 2003 Comitê Acadêmico do Teen Challenge Internacional, EUA. Todos os direitos, incluindo

Leia mais

PROLEGÓMENOS Uma corrente literária não passa de uma metafísica.

PROLEGÓMENOS Uma corrente literária não passa de uma metafísica. António Mora PROLEGÓMENOS Uma corrente literária não passa de uma metafísica. PROLEGÓMENOS Uma corrente literária não passa de uma metafísica. Uma metafísica é um modo de sentir as coisas esse modo de

Leia mais

03/09/2011. Princípio da Descrença APEX. WEBCONFERENCE FINANÇAS E PROÉXIS: Enfoque na autogestão em finanças

03/09/2011. Princípio da Descrença APEX. WEBCONFERENCE FINANÇAS E PROÉXIS: Enfoque na autogestão em finanças WEBCONFERENCE FINANÇAS E PROÉXIS: Enfoque na autogestão em finanças Prof. Rodolfo Gasparian Princípio da Descrença Não acredite em nada. Nem mesmo no que for dito neste curso. Experimente. Tenha suas experiências

Leia mais

A família e a sua capacidade de enfrentar desafios. Profª Dra. Rosa Maria S. de Macedo romacedo@pucsp.com.br

A família e a sua capacidade de enfrentar desafios. Profª Dra. Rosa Maria S. de Macedo romacedo@pucsp.com.br A família e a sua capacidade de enfrentar desafios Profª Dra. Rosa Maria S. de Macedo romacedo@pucsp.com.br Definições de família segundo Aurélio Pessoas aparentadas, que vivem em geral na mesma casa,

Leia mais

REFLETINDO SOBRE A ORIENTAÇÃO PROFISSIONAL COM OS ESTUDANTES DA ESCOLA MARIA AMÉLIA

REFLETINDO SOBRE A ORIENTAÇÃO PROFISSIONAL COM OS ESTUDANTES DA ESCOLA MARIA AMÉLIA REFLETINDO SOBRE A ORIENTAÇÃO PROFISSIONAL COM OS ESTUDANTES DA ESCOLA MARIA AMÉLIA Yrismara Pereira da Cruz 3, Ana Raquel Holanda Barros¹, Indira Siebra Feitosa¹. Correspondência para: yrismaracruz@hotmail.com

Leia mais

Implantar o Seu Reino na Terra

Implantar o Seu Reino na Terra CHAMADOS PARA RESPLANDECER A LUZ DO SENHOR ENTRE TODOS OS POVOS Disse Jesus: Venham a mim todos que estão cansados e oprimidos e eu darei alivio para vocês Mat. 11.28 VISÃO DO MDA MÉTODO DE DISCIPULADO

Leia mais

IV PARTE FILOSOFIA DA

IV PARTE FILOSOFIA DA IV PARTE FILOSOFIA DA 119 P á g i n a O que é? Como surgiu? E qual o seu objetivo? É o que veremos ao longo desta narrativa sobre a abertura do trabalho. Irmos em busca das estrelas, no espaço exterior,

Leia mais

MESTRADO EM EDUCAÇÃO. Mestranda Barbara Raquel do Prado Gimenez Corrêa. Prof. Orientador Dr. Sérgio Rogério Azevedo Junqueira

MESTRADO EM EDUCAÇÃO. Mestranda Barbara Raquel do Prado Gimenez Corrêa. Prof. Orientador Dr. Sérgio Rogério Azevedo Junqueira MESTRADO EM EDUCAÇÃO Mestranda Barbara Raquel do Prado Gimenez Corrêa Prof. Orientador Dr. Sérgio Rogério Azevedo Junqueira TEMA A CONCEPÇÃO DO SAGRADO DO PROFESSOR DE ENSINO RELIGIOSO PROBLEMA Que concepção

Leia mais

Histórico do livro Menino brinca de boneca?

Histórico do livro Menino brinca de boneca? Histórico do livro Menino brinca de boneca? Menino brinca de boneca? foi lançado em 1990, com grande aceitação de público e crítica, e vem sendo referência de trabalho para profissionais, universidades,

Leia mais

Características de um casamento duradouro

Características de um casamento duradouro Características de um casamento duradouro Características de um casamento duradouro Introdução: Ainda é possível ver um casal já bem idoso de mãos dadas, e que mesmo depois de tantos anos ainda se olham

Leia mais

O QUE ACONTECEU COM PLUTÃO?

O QUE ACONTECEU COM PLUTÃO? Telescópios na Escola 1 O QUE ACONTECEU COM PLUTÃO? Preâmbulo Um dos grandes desafios em ciência é encontrar a semelhança de coisas que são aparentemente diferentes e estabelecer a diferença entre coisas

Leia mais

Todo homem tem poder suficiente para realizar aquilo que está convencido. (Goethe)

Todo homem tem poder suficiente para realizar aquilo que está convencido. (Goethe) PROGRAMAÇÃO NEUROLINGUÍSTICA: FORMULAÇÃO DE OBJETIVOS E ESTRATÉGIAS: (CONDIÇÕES DE BOA FORMULAÇÃO) / / 1-DETERMINAÇAO DO OBJETIVO (RESULTADO DESEJADO): a) O que quero para mim? Colocação positiva (sem

Leia mais

ESTÉTICA: IDEAL DE JUVENTUDE DA TERCEIRA IDADE

ESTÉTICA: IDEAL DE JUVENTUDE DA TERCEIRA IDADE ESTÉTICA: IDEAL DE JUVENTUDE DA TERCEIRA IDADE 2008 Paulo Roberto Cardoso Pereira Júnior juniorcamamu@hotmail.com Tatiana Pereira Boureau tatiboureau@hotmail.com Raimundo Francisco Frank Ribeiro frank.ribeiro@terra.com.br

Leia mais