Proposta Orçamentária para Justificativa

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Proposta Orçamentária para Justificativa"

Transcrição

1 Proposta Orçamentária para 2010 Justificativa I - INTRODUÇÃO A elaboração da Proposta Orçamentária do Conselho Federal de Economia para o exercício financeiro de 2010 está de acordo com as normas estabelecidas na Lei 4.320, 17 de março de 1964, A proposta orçamentária para o exercício de 2010 foi elaborada tendo por base a média de arrecadação dos últimos três exercícios, para as receitas e para as despesas às realizadas no último exercício como determina o art. 22, III a e d da Lei 4.320/64. II DA ELABORAÇÃO DA PROPOSTA Com o objetivo de atender as suas necessidades, o COFECON tem como meio de financiar suas atividades por intermédio das Receitas disposto no art. 9º da Lei 1.411/51 c/c pelo capítulo 5.3 seção item 2 assim expresso: 2 Constituem receita do COFECON: a) 1/5 da receita de cada CORECON prevista no art. 11 alíneas a, b e c da Lei 1411/51(art. 9º alínea a da Lei 1411/51); b) doações e legados (art. 9º alínea. b da Lei 1411/51); c) subvenções dos governos (art. 9º alínea c da Lei 1411/51); d) receita patrimonial (art. 31 alínea d do Decreto 31794/52) e) outras receitas derivadas que venha a auferir em função de prestação de serviços ou patrocínios. 2 Por força do art. 149 da Constituição Federal, as anuidades devidas aos CORECONs revestem-se de natureza tributária (Precedentes: Supremo Tribunal Federal, Mandado de Segurança nº ; TRF 4ª Região, 2ª Turma, Apelação Cível nº /RS DJ ) Por conseguinte, a atividade administrativa de arrecadação das anuidades obedece às normas e princípios estabelecidos pela pelo Código Tributário Nacional e legislação tributária complementar. (Precedente: TRF 2ª Região, 4ª Turma, Agravo de Instrumento /RJ. DJU )

2 Justificativas dos Valores da Receita A receita foi feita com base em estimativa das receitas arrecadadas pelos Conselhos Regionais, tendo em vista a participação legal sobre a renda bruta dos mesmos (COBRANÇA COMPARTILHADA), considerando-se a média de crescimento de registros e atualização dos valores das taxas, levando em consideração o reajuste das anuidades pelo INPC/IBGE, de 4,43% ficando o valor estimado em R$ ,00 para o exercício de Receitas de Valores Mobiliários Consta uma estimativa de arrecadação na ordem de R$ ,00 (Cento e Sessenta Mil Reais), para juros e correção monetária de depósitos na Caderneta de Poupança e juros CDB/RDB. Transferências Intragovernamentais O recolhimento no valor de R$ ,00 (Três Milhões Novecentos e Sessenta e Quatro Mil Reais), que corresponde a 1/5 das Receitas dos Conselhos Regionais de Economia, considerando o reajuste das anuidades pelo INPC/IBGE de 4,43%. Receitas Diversas Consta a importância de R$ ,00 (Setenta Mil Reais), para Saldos de Exercícios Anteriores e Outras Receitas Diversas. III - Justificativas dos Valores da Despesa A fixação dos valores da despesa obedece a critérios tradicionais adotados na Proposta Orçamentária do COFECON de 2010, tais como: a) Manutenção da Entidade; b) Aplicação de recurso nas atividades fins da autarquia, destacase, principalmente a ajuda aos Conselhos Regionais de Economia e a disseminação da técnica ECONÔMICA através da promoção de ( Auxílio Financeiro para Prêmio de Monografia, Congresso, Since entre outros); c) Aumento permanente das atividades internas do Conselho Federal com aplicação e execução de normas e suas alterações;

3 d) Oscilação dos custos de material e variações de custos dos serviços com aumento de encargos e desenvolvimento das atividades fins. Dessa forma, com base nesses princípios fundamentais, foi possível fixar a Proposta Orçamentária de 2010, em linhas gerais, é a seguinte: III. a - Despesas de Pessoal Salários destina ao pagamento da folha de pessoal regido pela CLT, projeção de aumento salarial Acordo Coletivo de 2010 e uma previsão de aumento salarial de 6% com base no INPC. 13º Salário Sendo utilizados os mesmos critérios. Indenizações Trabalhistas essa rubrica dependerá do número de rescisões trabalhistas, visto que está condicionado a multa de 40% sobre o saldo do FGTS para as rescisões sem justa causa. Gratificações por Funções dependerá das funções comissionadas desempenhadas por empregados efetivos do COFECON. Anuênio ATS despesas referente a 1% por ano trabalhado sobre a remuneração dos empregados efetivos do COFECON, obedecendo os mesmos critérios adotados pelos salários. Abono Constitucional de Férias refere-se ao abono de 1/3 sobre a remuneração do empregado quando esse adquirir o direito. O valor previsto está condicionado aos salários vigentes, motivo pelos quais adotamos os critérios. III. b- Despesas Variáveis Abono Pecuniário de Férias despesa referente à venda de no máximo 10 dias das férias do empregado na qual dependerá da sua anuência da Conveniência do COFECON. Diárias de Funcionários a fixação dessa despesa foi à média dos gastos ocorrido nos exercícios de 2008 e 2009 e o aumento do valor da diária para R$ 480,00 Diárias de Conselheiros - a execução dessa despesa dependerá do cronograma das Sessões Plenárias do COFECON, bem como de suas Comissões de trabalho entretanto levamos em consideração os gastos até setembro de 2009 e a previsão do aumento do número de Conselheiros e aumento das diárias.

4 Diárias de Convidados e Palestrantes essa despesa dependerá da necessidade do COFECON, nas Sessões Plenárias levando em consideração os gastos em 2009 até setembro de 2009 e aumento das diárias. Gratificação por Serviços Extraordinários a execução dessa rubrica orçamentária dependerá das necessidades do COFECON, pois trata-se de hora extra pagas a empregados. Auxílio Transporte e Alimentação foi levado em consideração o número atual dos funcionários e os valores dos benefícios multiplicados por 12 meses. Auxílio Creche, Educação e Pós Graduação dependerá das necessidades de cada funcionários. Obrigações Patronais essa dotação está vinculada ao pagamento da folha de pessoal nos percentuais de 21% e 8% para INSS e FGTS respectivamente. IV - Material de Consumo essas despesas dependerão das necessidades do COFECON. V - Serviço de Terceiros e Encargos Estágio atualmente o Cofecon não dispõe de estagiário, podendo ser solicita por algum setor ficando a critério da Administração. Transporte de Encomendas e Cargas refere-se a despesas de encomendas locais e nacionais (frete). Transporte de Pessoal e Suas Bagagens Houve um separação dessa rubrica em Passagens Aéreas e Táxi a fim de melhorar o controle. Assinatura de Periódicos refere-se à assinatura de jornais e informativos técnicos como informações jurídicas. Fornecimento de Energia Elétrica e Gás Foi utilizada a média de gastos do exercício considerando provável reajuste nas tarifas. Serviços de Divulgação, Impressão e Encadernação para a fixação dessa rubrica consideramos a impressão do Jornal do Economista que dá uma tiragem anual de 300,000 exemplares a R$ 0,10 cada e a publicação no D.O.U de matérias de interesse do Cofecon.

5 Serviço de Assistência a Saúde e Odontológica refere-se ao Plano de Saúde e Odontológico concedidos aos funcionários e seus dependentes. Serviços de Comunicação em Geral essa rubrica foi dividida em telefone Fixo, Telefone Celular, Internet e Correios, para um melhorar o controle das despesas. Locação de Bens Móveis e Imóveis e Condomínios leva-se em consideração o Condomínio pago da sede do Cofecon e as despesas com alugueis de salões, materiais de apoio para as Sessões Plenárias. Obrigações Tributárias, Contributivas e Taxas despesas relacionadas à IPTU, taxa de iluminação Pública e Limpeza, além das despesas de cartórios. Despesas Bancárias refere-se às despesas com cobranças compartilhadas e outras tarifas bancárias. Suprimento de Fundo refere-se a despesas miúdas de pronto pagamento, que não precisa passar pelo trâmite legal do processo administrativo. Levando em consideração um intervalo de um mês e meio para cada suprimento de caixa no valor de R$ 1.500,00. Serviços de Informática está conta está incluso as despesas com a Implanta ou outra empresa que preste serviços equivalente e outros serviços de informática tais como: Serpro, Dexion entre outras. Despesas de Hospedagem despesas relacionadas a pessoas convidadas pelo Cofecon como palestrante ou premiados desde que não receba diárias como exemplo apoio financeiro a terceiros, que o regulamento determine que seja feito somente por passagens aéreas, hospedagens. Material de Distribuição Gratuita despesas relacionadas a distribuição de Bótons com Símbolo do Economista. Outros Serviços essa dotação servirá para alocar despesas que não se enquadra nos itens acima. Eventos esta rubrica orçamentária servirá para dotar despesas do Cofecon a fim de valorizar a categoria de economista como, por exemplo, Prêmio Brasil de Economia entre outros. VI - Diversas Despesas de Custeios despesas relacionadas no orçamento como possíveis Sentenças Judiciais, Despesas de Exercícios Anteriores e Reclamações Trabalhistas.

6 VII - Transferências Correntes Transferências para Prêmios de Monografia a metodologia adota foi a de concessão de um apoio para prêmio de monografia a todos os Corecon,s no valor de R$ 3.000,00 conforme determina o Regulamento da Profissão. SINCE e Congresso dotamos R$ ,00 para Since, e Congresso com base no Congresso de São Paulo SP, concedido em Encontros Regionais foi dotado o valor de R$ ,00 para a realização de cada Encontro Regional distribuídos para as 5 regiões do país. Outros despesas não relacionadas nos itens acima. VIII - Contribuição PASEP refere-se ao percentual de 1% sobre a folha de pagamento para Formação do Patrimônio do Servidor Público. IX - Despesas de Capital Investimentos despesas fixadas para aquisição de bens móveis. Conclusão A Proposta Orçamentária foi elaborada de maneira a permitir o atendimento das despesas de manutenção do corrente exercício financeiro e a realização das despesas dentro do limite da arrecadação proporcionado pelas receitas, de modo a manter o princípio orçamentário do equilíbrio. Brasília DF, 08 de outubro de 2009 José Luiz Pereira Barboza Contador Econ. Pepeu Garcia Presidente

Comparativo da Despesa Paga. Gratificação por Tempo de Serviço. Cursos de Aperfeiçoamento Profissional JUROS E ENCARGOS DA DÍVIDA CONTRATUAL

Comparativo da Despesa Paga. Gratificação por Tempo de Serviço. Cursos de Aperfeiçoamento Profissional JUROS E ENCARGOS DA DÍVIDA CONTRATUAL Conselho Regional de Fisioterapia e Terapia Ocupacional CNPJ: 29.991.262/0001-47 Comparativo da Paga CRÉDITO DISPONÍVEL DA DESPESA 17.583.504,00 7.477.452,14 CRÉDITO DISPONÍVEL DESPESA CORRENTE 15.183.504,00

Leia mais

Balancete. Saldo Anterior. Saldo Anterior , , , , , , ,06

Balancete. Saldo Anterior. Saldo Anterior , , , , , , ,06 CRESS/SC - 12ª Região Conselho Regional de Serviço Social CNPJ: 76.557.099/0001-99 Período: 01/08/2014 à 31/08/2014 Balancete Conta Saldo Anterior Débitos Créditos Saldo CRESS/SC - 12ª Região Período:

Leia mais

Balancete. Saldo Anterior. Saldo Anterior , , , , , , , , ,

Balancete. Saldo Anterior. Saldo Anterior , , , , , , , , , CRESS/SC - 12ª Região Conselho Regional de Serviço Social CNPJ: 76.557.099/0001-99 Período: 01/10/2014 à 31/10/2014 Balancete Conta Saldo Anterior Débitos Créditos Saldo CRESS/SC - 12ª Região Período:

Leia mais

CRF/BA. Comparativo da Despesa Paga CONSELHO REGIONAL DE FARMÁCIA DO ESTADO DA BAHIA - CRF-BA CNPJ: / Página:1/6

CRF/BA. Comparativo da Despesa Paga CONSELHO REGIONAL DE FARMÁCIA DO ESTADO DA BAHIA - CRF-BA CNPJ: / Página:1/6 CONSELHO REGIONAL DE FARMÁCIA DO ESTADO DA BAHIA - CRF-BA CNPJ: 13.529.565/0001-02 Comparativo da Paga CRÉDITO DISPONÍVEL DA DESPESA 10.692.70 517.916,89 9.309.452,52 1.383.247,48 CRÉDITO DISPONÍVEL DESPESAS

Leia mais

CRF/BA. Comparativo da Despesa Paga CONSELHO REGIONAL DE FARMÁCIA DO ESTADO DA BAHIA - CRF-BA CNPJ: / Página:1/6

CRF/BA. Comparativo da Despesa Paga CONSELHO REGIONAL DE FARMÁCIA DO ESTADO DA BAHIA - CRF-BA CNPJ: / Página:1/6 CONSELHO REGIONAL DE FARMÁCIA DO ESTADO DA BAHIA - CRF-BA CNPJ: 13.529.565/0001-02 Comparativo da Paga CRÉDITO DISPONÍVEL DA DESPESA 10.292.70 9.375.483,91 CRÉDITO DISPONÍVEL DESPESAS CORRENTES 10.038.70

Leia mais

Proposta Orçamentária - Exercício EXECUÇÃO DA RECEITA RECEITA A REALIZAR RECEITA CORRENTE

Proposta Orçamentária - Exercício EXECUÇÃO DA RECEITA RECEITA A REALIZAR RECEITA CORRENTE Conselho Regional dos Representantes Comerciais no Estado de Pernambuco CNPJ: 09.852.690/0001-81 Proposta Orçamentária - Exercício 2016 6.2.1 - EXECUÇÃO DA RECEITA 6.2.1.1 - RECEITA A REALIZAR 6.2.1.1.1

Leia mais

Comparativo da Despesa Liquidada JUROS E ENCARGOS DA DÍVIDA CONTRATUAL JUROS E ENCARGOS DA DÍVIDA MOBILIÁRIA

Comparativo da Despesa Liquidada JUROS E ENCARGOS DA DÍVIDA CONTRATUAL JUROS E ENCARGOS DA DÍVIDA MOBILIÁRIA Conselho Regional de Nutricionistas da 9ª Regiao - Minas Gerais CNPJ: 08.641.589/0001-19 Comparativo da Liquidada CRÉDITO DISPONÍVEL DA DESPESA 2.652.166,40 344.677,08 2.278.040,23 374.126,17 CRÉDITO DISPONÍVEL

Leia mais

Comparativo da Despesa Paga. Plano de Saúde, Serviços Hospitalares e Farmacêuticos BENEFÍCIOS ASSISTENCIAIS RGPS - CFF

Comparativo da Despesa Paga. Plano de Saúde, Serviços Hospitalares e Farmacêuticos BENEFÍCIOS ASSISTENCIAIS RGPS - CFF CONSELHO REGIONAL DE FARMACIA DO AMAPA CNPJ: 12.967.467/0001-94 Comparativo da Paga CRÉDITO DISPONÍVEL DA DESPESA 1.066.322,00 986.698,34 CRÉDITO DISPONÍVEL DESPESAS CORRENTES 804.332,00 724.708,34 PESSOAL

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL CONSELHO DE ARQUITETURA E URBANISMO DO ESPÍRITO SANTO

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL CONSELHO DE ARQUITETURA E URBANISMO DO ESPÍRITO SANTO DELIBERAÇÃO PRES CAU/ES N 01, DE 11 DE DEZEMBRO DE 2012. Aprova o Orçamento - Exercício do Conselho de Arquitetura e Urbanismo do Espírito Santo (CAU/ES). O presidente do Conselho de Arquitetura e Urbanismo

Leia mais

CREA/ES. Comparativo da Despesa Liquidada. Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do ES CNPJ: / Página:1/5

CREA/ES. Comparativo da Despesa Liquidada. Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do ES CNPJ: / Página:1/5 Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do ES CNPJ: 27.055.235/0001-37 Comparativo da Liquidada CRÉDITO DISPONÍVEL DA DESPESA 40.137.244,10 1.616.690,09 4.888.420,25 35.248.823,85 CRÉDITO DISPONÍVEL

Leia mais

CREA/ES. Comparativo da Despesa Liquidada. Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do ES CNPJ: / Página:1/5

CREA/ES. Comparativo da Despesa Liquidada. Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do ES CNPJ: / Página:1/5 Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do ES CNPJ: 27.055.235/0001-37 Comparativo da Liquidada CRÉDITO DISPONÍVEL DA DESPESA 40.137.244,10 1.700.800,49 4,24 3.271.730,16 8,15 36.865.513,94 91,85 CRÉDITO

Leia mais

CREA/SP. Comparativo da Despesa Empenhada. CREA SP - Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do Estado de SP CNPJ: /

CREA/SP. Comparativo da Despesa Empenhada. CREA SP - Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do Estado de SP CNPJ: / CREA SP - Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do Estado de SP CNPJ: 60.985.017/0001-77 Comparativo da Empenhada 6.2.2.1.1 - CRÉDITO DISPONÍVEL DA DESPESA 249.008.00 9.919.577,05 228.498.789,85

Leia mais

CREA/ES. Comparativo da Despesa Liquidada. Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do ES CNPJ: / Página:1/5

CREA/ES. Comparativo da Despesa Liquidada. Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do ES CNPJ: / Página:1/5 Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do ES CNPJ: 27.055.235/0001-37 Comparativo da Liquidada CRÉDITO DISPONÍVEL DA DESPESA 45.830.999,89 2.494.313,46 16.306.610,59 29.524.389,30 CRÉDITO DISPONÍVEL

Leia mais

CREA/SP. Comparativo da Despesa Liquidada. CREA SP - Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do Estado de SP CNPJ: /

CREA/SP. Comparativo da Despesa Liquidada. CREA SP - Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do Estado de SP CNPJ: / CREA SP - Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do Estado de SP CNPJ: 60.985.017/0001-77 Comparativo da Liquidada 6.2.2.1.1 - CRÉDITO DISPONÍVEL DA DESPESA 249.008.00 8.004.499,19 109.840.697,60

Leia mais

CRP/RJ. Comparativo da Despesa Paga CONSELHO REGIONAL DE PSICOLOGIA 5ª REGIÃO CNPJ: / Página:1/5

CRP/RJ. Comparativo da Despesa Paga CONSELHO REGIONAL DE PSICOLOGIA 5ª REGIÃO CNPJ: / Página:1/5 CONSELHO REGIONAL DE PSICOLOGIA 5ª REGIÃO CNPJ: 37.115.458/0001-04 Comparativo da Paga 6.2.2.1.1 - CRÉDITO DISPONÍVEL DA DESPESA 29.759.00 19.446.469,25 6.2.2.1.1.01 - CRÉDITO DISPONÍVEL DESPESA CORRENTE

Leia mais

CREA/ES Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do ES CNPJ: /

CREA/ES Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do ES CNPJ: / Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do ES CNPJ: 27.055.235/0001-37 CRÉDITO DISPONÍVEL DESPESA CORRENTE 23.960.855,09 PESSOAL E ENCARGOS SOCIAIS 10.613.130,84 REMUNERAÇÃO PESSOAL 8.288.264,86 Salários

Leia mais

CREA/ES. Comparativo da Despesa Liquidada. Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do ES CNPJ: / Página:1/5

CREA/ES. Comparativo da Despesa Liquidada. Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do ES CNPJ: / Página:1/5 Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do ES CNPJ: 27.055.235/0001-37 Comparativo da Liquidada CRÉDITO DISPONÍVEL DA DESPESA 45.830.999,89 2.542.846,95 13.812.297,13 32.018.702,76 CRÉDITO DISPONÍVEL

Leia mais

CRP/RS Conselho Regional de Psicologia 7ª Região - CRPRS CNPJ: /

CRP/RS Conselho Regional de Psicologia 7ª Região - CRPRS CNPJ: / Conselho Regional de Psicologia 7ª Região - CRPRS CNPJ: 03.230.787/0001-76 Participação das despesas sobre os centros de custo - Fase Pagamento Período: 01/01/2015 a 31/12/2015 01 - SEDE 01.01 - GESTÃO

Leia mais

CREA/ES Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do ES CNPJ: /

CREA/ES Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do ES CNPJ: / Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do ES CNPJ: 27.055.235/0001-37 CRÉDITO DISPONÍVEL DESPESA CORRENTE 25.342.855,09 PESSOAL E ENCARGOS SOCIAIS 10.613.130,84 REMUNERAÇÃO PESSOAL 8.288.264,86 Salários

Leia mais

Conta Descrição Fixada + Alterações...Realizada RECEITAS CORRENTES , , ,63 54, ,37

Conta Descrição Fixada + Alterações...Realizada RECEITAS CORRENTES , , ,63 54, ,37 COMPARATIVO DA RECEITA ORÇADA COM A REALIZADA RECEITA - Março - 2016 Pág. : 1 6.2.1 RECEITAS CORRENTES 1.096.75 102.732,02 595.683,63 54,31 501.066,37 6.2.1.1 CONTRIBUIÇÕES 931.90 90.239,73 570.128,05

Leia mais

CRM/MG. Comparativo da Despesa Paga. Conselho Regional de Medicina do Estado de Minas Gerais CNPJ: / Página:1/5

CRM/MG. Comparativo da Despesa Paga. Conselho Regional de Medicina do Estado de Minas Gerais CNPJ: / Página:1/5 Conselho Regional de Medicina do Estado de Minas Gerais CNPJ: 22.256.879/0001-70 Comparativo da Paga 6.2.2.1.1 - CRÉDITO DISPONÍVEL - DESPESAS CORRENTES 40.485.923,89 13.291.871,93 34.047.849,65 6.438.074,24

Leia mais

CREA/ES Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do ES CNPJ: /

CREA/ES Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do ES CNPJ: / Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do ES CNPJ: 27.055.235/0001-37 CRÉDITO DISPONÍVEL DESPESA CORRENTE 23.960.855,09 PESSOAL E ENCARGOS SOCIAIS 10.613.130,84 REMUNERAÇÃO PESSOAL 8.288.264,86 Salários

Leia mais

CRTR/SP. Comparativo da Despesa Paga. Conselho Regional de Tecnicos em Radiologia de São Paulo CNPJ: /

CRTR/SP. Comparativo da Despesa Paga. Conselho Regional de Tecnicos em Radiologia de São Paulo CNPJ: / Conselho Regional de Tecnicos em Radiologia de São Paulo CNPJ: 59.575.555/0001-04 Comparativo da Paga 6.2.2.1.1 - CRÉDITO DISPONÍVEL - DESPESAS CORRENTES 9.177.00 415.503,03 4.358.996,61 4.818.003,39 6.2.2.1.1.31

Leia mais

CREA/ES Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do ES CNPJ: /

CREA/ES Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do ES CNPJ: / Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do ES CNPJ: 27.055.235/0001-37 CRÉDITO DISPONÍVEL DESPESA CORRENTE 25.342.855,09 PESSOAL E ENCARGOS SOCIAIS 10.613.130,84 REMUNERAÇÃO PESSOAL 8.288.264,86 Salários

Leia mais

CREA/ES Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do ES CNPJ: /

CREA/ES Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do ES CNPJ: / Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do ES CNPJ: 27.055.235/0001-37 CRÉDITO DISPONÍVEL DESPESA CORRENTE 25.342.855,09 PESSOAL E ENCARGOS SOCIAIS 10.613.130,84 REMUNERAÇÃO PESSOAL 8.288.264,86 Salários

Leia mais

CRM/MG. Comparativo da Despesa Empenhada. Conselho Regional de Medicina do Estado de Minas Gerais CNPJ: /

CRM/MG. Comparativo da Despesa Empenhada. Conselho Regional de Medicina do Estado de Minas Gerais CNPJ: / Conselho Regional de Medicina do Estado de Minas Gerais CNPJ: 22.256.879/0001-70 Comparativo da Empenhada 6.2.2.1.1 - CRÉDITO DISPONÍVEL - DESPESAS CORRENTES 37.745.935,90 1.217.523,32 31.846.277,05 5.899.658,85

Leia mais

CRM/MG. Comparativo da Despesa Paga. Conselho Regional de Medicina do Estado de Minas Gerais CNPJ: / Página:1/5

CRM/MG. Comparativo da Despesa Paga. Conselho Regional de Medicina do Estado de Minas Gerais CNPJ: / Página:1/5 Conselho Regional de Medicina do Estado de Minas Gerais CNPJ: 22.256.879/0001-70 Comparativo da Paga 6.2.2.1.1 - CRÉDITO DISPONÍVEL - DESPESAS CORRENTES 30.345.00 5.193.686,26 13.591.852,81 16.753.147,19

Leia mais

CRO/MG. Comparativo da Despesa Liquidada CONSELHO REGIONAL DE ODONTOLOGIA MG CNPJ: / Página:1/5. Período: 01/01/2015 a 31/12/2015

CRO/MG. Comparativo da Despesa Liquidada CONSELHO REGIONAL DE ODONTOLOGIA MG CNPJ: / Página:1/5. Período: 01/01/2015 a 31/12/2015 CONSELHO REGIONAL DE ODONTOLOGIA MG CNPJ: 17.231.564/0001-38 Comparativo da Liquidada CRÉDITO DISPONÍVEL DA DESPESA 20.600.957,99 3.544.126,63 CRÉDITO DISPONÍVEL DESPESA CORRENTE 19.925.957,99 16.890.717,46

Leia mais

Prática - desenvolvimento de sistemas Av. Assis Brasil 1800/302 - Porto Alegre - RS - CEP: Empresa: Plano referencial 9 - Partidos Políticos

Prática - desenvolvimento de sistemas Av. Assis Brasil 1800/302 - Porto Alegre - RS - CEP: Empresa: Plano referencial 9 - Partidos Políticos 1 ATIVO 1.01 ATIVO CIRCULANTE 1.01.01 ATIVO CIRCULANTE - FUNDO PARTIDÁRIO 1.01.01.01 DISPONÍVEL 1.01.01.01.02 BANCO CONTA MOVIMENTO 1.01.01.01.02.01 Bancos - Conta específica do Fundo Partidário 1.01.01.01.03

Leia mais

Proposta Orçamentária - Exercício EXECUÇÃO DA RECEITA RECEITA A REALIZAR RECEITA CORRENTE

Proposta Orçamentária - Exercício EXECUÇÃO DA RECEITA RECEITA A REALIZAR RECEITA CORRENTE Conselho Regional de Psicologia 19ª Região CNPJ: 13.033.843/0001-36 Proposta Orçamentária - Exercício 2014 6.2.1 - EXECUÇÃO DA RECEITA 6.2.1.1 - RECEITA A REALIZAR 6.2.1.1.1 - RECEITA CORRENTE 6.2.1.1.1.01

Leia mais

Comparativo da Despesa Paga. Gratificação de Natal - 13º Salário. Material de Áudio, Vídeo e Foto

Comparativo da Despesa Paga. Gratificação de Natal - 13º Salário. Material de Áudio, Vídeo e Foto Conselho de Arquitetura e Urbanismo do Estado do Rio Grande do Norte CNPJ: 14.829.126/0001-88 Comparativo da Paga CRÉDITO DISPONÍVEL DA DESPESA 2.024.098,05 432.765,55 1.591.332,50 DESPESA CORRENTE 1.256.703,32

Leia mais

ORÇAMENTO 2017 (R$) Realizada (Jan-Set) , ,17 78,0% 53,8%

ORÇAMENTO 2017 (R$) Realizada (Jan-Set) , ,17 78,0% 53,8% ORÇAMENTO 2017 (R$) RECEITAS Estimada (Jan-Dez) Realizada (Jan-Set) Exec.(%) Peso (%) RECEITAS DE CONTRIBUIÇÕES 297.710.288,00 232.588.782,17 78,0% 53,8% DIRETAS 167.768.456,00 130.056.354,04 78,0% 30,3%

Leia mais

CONRERP/MG - 3ª Regi CONSELHO REGIONAL DE PROFISSIONAIS DE RELAÇÕES PUBLICAS DE MINAS GERAIS CNPJ: /

CONRERP/MG - 3ª Regi CONSELHO REGIONAL DE PROFISSIONAIS DE RELAÇÕES PUBLICAS DE MINAS GERAIS CNPJ: / CONSELHO REGIONAL DE PROFISSIONAIS DE RELAÇÕES PUBLICAS DE MINAS GERAIS CNPJ: 16.578.551/0001-77 Balancete Conta Anterior Débitos Créditos 1 - ATIVO 302.629,19D 29.935,38 53.624,54 278.940,03D 1.1 - ATIVO

Leia mais

ORÇAMENTO 2017 (R$) Realizada (Jan-Set) , ,15 79,0% 48,0%

ORÇAMENTO 2017 (R$) Realizada (Jan-Set) , ,15 79,0% 48,0% ORÇAMENTO 2017 (R$) RECEITAS Estimada (Jan-Dez) Realizada (Jan-Set) Exec.(%) Peso (%) RECEITAS DE CONTRIBUIÇÕES 223.231.871,00 175.752.903,15 79,0% 48,0% DIRETAS 124.922.481,00 97.722.227,55 78,0% 26,9%

Leia mais

Tabela 1 - Receitas e Despesas em Receita Arrecadada. Discriminação da Receita Arrecadada Montante % Receita de Anuidades

Tabela 1 - Receitas e Despesas em Receita Arrecadada. Discriminação da Receita Arrecadada Montante % Receita de Anuidades Tabela 1 - Receitas e Despesas em 2.009 Receita Arrecadada Discriminação da Receita Arrecadada Montante % Receita de Anuidades 1.042.627 84 Receita Patrimonial - Rendimento da Poupança 26.179 2 Receita

Leia mais

Conselho Reg. de Medicina/SE - CRM/SE Siscontw - v

Conselho Reg. de Medicina/SE - CRM/SE Siscontw - v Folha : 1 2 SISTEMA FINANCEIRO 618.698,02D 187.660,17 210.025,07 596.333,12D 2.1 ATIVO FINANCEIRO 613.448,78D 158.175,88 181.126,13 590.498,53D 2.1.1 DISPONIBILIDADES 439.539,14D 138.787,44 175.790,36

Leia mais

Conta Nome Abril/2016 Maio/2016 Junho/2016 Total

Conta Nome Abril/2016 Maio/2016 Junho/2016 Total 06/12/2016 14:36:40 Página : 0 3.0.00.00 DESPESAS CORRENTES 1.922.160,60 1.991.397,96 1.876.130,44 5.789.689,00 3.1.00.00 DESPESAS CORRENTES 1.922.160,60 1.991.397,96 1.876.130,44 5.789.689,00 3.1.01.00

Leia mais

1. Balanço Financeiro 2. Balanço Orçamentário 3. Balanço Patrimonial 4. Demonstrativo Do Fluxo De Caixa 5. Demonstração Das Variações Patrimoniais

1. Balanço Financeiro 2. Balanço Orçamentário 3. Balanço Patrimonial 4. Demonstrativo Do Fluxo De Caixa 5. Demonstração Das Variações Patrimoniais DEMONSTRAÇÕES CONTÁBEIS ANO 2016 1. Balanço Financeiro 2. Balanço Orçamentário 3. Balanço Patrimonial 4. Demonstrativo Do Fluxo De Caixa 5. Demonstração Das Variações Patrimoniais Sede João Pessoa Av.

Leia mais

Governo do Estado do Rio Grande do Norte Sistema Integrado para Administração Financeira Ano Base: 2013 Demonstrativo da Proposta da Despesa

Governo do Estado do Rio Grande do Norte Sistema Integrado para Administração Financeira Ano Base: 2013 Demonstrativo da Proposta da Despesa 0100 - ATIVIDADE DE APOIO ADMINISTRATIVO 20780 - Preservação do Patrimônio Público 0001 - Rio Grande do Norte Assegurar os recursos orçamentários necessários à cobertura de despesas com a conservação do

Leia mais

4 - PLANEJAMENTO ORGANIZACIONAL E DESEMPENHO ORÇAMENTÁRIO E OPERACIONAL

4 - PLANEJAMENTO ORGANIZACIONAL E DESEMPENHO ORÇAMENTÁRIO E OPERACIONAL 4 - PLANEJAMENTO ORGANIZACIONAL E DESEMPENHO ORÇAMENTÁRIO E OPERACIONAL 4.1 PLANEJAMENTO ORGANIZACIONAL Não se Aplica 14 4.1.1 OBJETIVOS DO EXERCÍCIO Visão Geral Apresentação da técnica de planejamento

Leia mais

CNPJ: /

CNPJ: / Página : 370 2 SISTEMA FINANCEIRO 380.179,66D 17.857.894,36 15.034.177,89 3.203.896,13D 2.1 ATIVO FINANCEIRO 1.641.581,88D 16.784.777,64 12.749.015,09 5.677.344,43D 2.1.1 DISPONÍVEL 1.275.376,83D 16.419.393,67

Leia mais

DEMONSTRATIVO DE RECEITAS E DESPESAS EXERCÍCIO TÍTULO DA CONTA DESCRIÇÃO DA CONTA TOTAL R$

DEMONSTRATIVO DE RECEITAS E DESPESAS EXERCÍCIO TÍTULO DA CONTA DESCRIÇÃO DA CONTA TOTAL R$ PARTIDO: ÓRGÃO DO PARTIDO: DEMONSTRATIVO DE RECEITAS E DESPESAS EXERCÍCIO MUNICÍPIO: TÍTULO DA CONTA DESCRIÇÃO DA CONTA TOTAL R$ 4. RECEITAS 4.1 RECEITAS OPERACIONAIS 4,1.1. RECEITAS OPERACIONAIS - FUNDO

Leia mais

COBRANÇA PELO USO DA ÁGUA Aplicação dos recursos arrecadados e sustentabilidade financeira da entidade delegatária CBH- PARANAIBA

COBRANÇA PELO USO DA ÁGUA Aplicação dos recursos arrecadados e sustentabilidade financeira da entidade delegatária CBH- PARANAIBA COBRANÇA PELO USO DA ÁGUA Aplicação dos recursos arrecadados e sustentabilidade financeira da entidade delegatária CBH- PARANAIBA 31/07/2014 - Brasília DF SERGIO RAZERA Diretor-Presidente Fundação Agência

Leia mais

PRESTAÇÃO DE CONTAS EXERCÍCIO DE 2010

PRESTAÇÃO DE CONTAS EXERCÍCIO DE 2010 PRESTAÇÃO DE CONTAS EXERCÍCIO DE 2010 RESTOS A PAGAR DE 2009 PAGOS EM 2010 VI e AR 73.190,00 Valores Líquidos da folha (Serviços médicos p/ funcionários + HE) 17.712,04 Entidades Públicas Credoras (Cota

Leia mais

MUTUA-SP. Oficio n" SP Proc. N São Paulo, 17 de agosto de Ilmo. Senhor Eng" Civil Francisco Kurimori Presidente do CREA-SP

MUTUA-SP. Oficio n SP Proc. N São Paulo, 17 de agosto de Ilmo. Senhor Eng Civil Francisco Kurimori Presidente do CREA-SP MUTUA-SP CAIXA DE ASSISTÊNCIA DOS PROFISSIONAIS DO CREA Oficio n" SP-3821216 Proc. N 3.3.1 São Paulo, 17 de agosto de 216. Ilmo. Senhor Eng" Civil Francisco Kurimori Presidente do CREA-SP ;, Ao Plenário

Leia mais

Tabela de incidência de INSS, FGTS e Imposto de Renda e legislação correlata

Tabela de incidência de INSS, FGTS e Imposto de Renda e legislação correlata Tabela de incidência de INSS, FGTS e Imposto de Renda e legislação correlata RUBRICAS INCIDÊNCIAS INSS FGTS IR Abono de qualquer natureza, salvo o de férias Incide Art. 28, I, Lei nº e 1º, art. 457 da

Leia mais

ORDEM DOS ADV. BRASIL - DF - OAB/DF CNPJ: / Siscontw - v

ORDEM DOS ADV. BRASIL - DF - OAB/DF CNPJ: / Siscontw - v Página : 350 2 SISTEMA FINANCEIRO 7.860.041,21C 10.482.757,81 8.350.356,82 5.727.640,22C 2.1 ATIVO FINANCEIRO 11.020.907,81D 8.422.506,35 6.327.754,64 13.115.659,52D 2.1.1 DISPONÍVEL 1.575.253,27D 8.361.434,18

Leia mais

Conselho Regional de Economia - CORECON / SC CNPJ: / Siscontw - v

Conselho Regional de Economia - CORECON / SC CNPJ: / Siscontw - v 3.1.10.10.01 - Salários 26/09/2016 805 Pagto de Salário do mês de setembro de 2016 ao funcionário Luis Gonzaga Corrêa - CPF nº 534.570.489-91, conforme Recibo 26/09/2016 806 Pagto de Salário do mês de

Leia mais

Conselho Regional de Economia - CORECON / SC CNPJ: / Siscontw - v

Conselho Regional de Economia - CORECON / SC CNPJ: / Siscontw - v 3.1.10.10.01 - Salários Saldo Anterior 24/02/2017 114 Pagto de Salário do mês de fevereiro de 2017 ao funcionário Rodrigo Nivaldo Martins - CPF nº 034.936.089-85, conforme Recibo 24/02/2017 115 Pagto de

Leia mais

NOTAS EXPLICATIVAS ÀS DEMONSTRAÇÕES CONTÁBEIS EM 31 DE DEZEMBRO DE 2016 (Em Reais)

NOTAS EXPLICATIVAS ÀS DEMONSTRAÇÕES CONTÁBEIS EM 31 DE DEZEMBRO DE 2016 (Em Reais) NOTAS EXPLICATIVAS ÀS DEMONSTRAÇÕES CONTÁBEIS EM 31 DE DEZEMBRO DE 2016 (Em Reais) 1. CONTEXTO OPERACIONAL O Conselho Regional de Odontologia de São Paulo, Autarquia Federal nos termos da Lei n 4.324/64

Leia mais

Tabela de incidências Tributárias

Tabela de incidências Tributárias Tabela de incidências Tributárias Abaixo, apresentamos uma Tabela Prática para facilitar a verificação da incidência ou não do INSS, FGTS e IR/Fonte sobre os rendimentos mais comumente pagos. Rendimentos

Leia mais

Orçamento e Finanças 2016

Orçamento e Finanças 2016 Orçamento e Finanças 2016 Orçamento O orçamento total do Grupo Hospitalar Conceição é dividido em duas unidades orçamentárias. Na primeira estão os créditos consignados no Orçamento Geral da União - OGU,

Leia mais

INSS/FGTS/IRRF Tabela de incidências

INSS/FGTS/IRRF Tabela de incidências INSS/FGTS/IRRF Tabela de incidências Tabela de incidências Fonte: ECONET EDITORA RUBRICAS INCIDÊNCIAS INSS FGTS IR 28, I, Lei n de qualquer natureza, salvo o de Sim. Arts. 3 e 7 e 1, art. férias 457 da

Leia mais

RIO GRANDE DO SUL PREFEITURA MUNICIPAL DE DERRUBADAS Comparativo da Despesa Autorizada com a Realizada - Anexo 11 Administração Direta

RIO GRANDE DO SUL PREFEITURA MUNICIPAL DE DERRUBADAS Comparativo da Despesa Autorizada com a Realizada - Anexo 11 Administração Direta Página 1 Entidade : 02 GABINETE DO PREFEITO MUNICIPAL 388.850,00 0,00 388.850,00 379.148,52 9.701,48 02.01 GABINETE DO PREFEITO MUNICIPAL 388.850,00 0,00 388.850,00 379.148,52 9.701,48 0201.04 Administração

Leia mais

0007 ASSOCIAÇÃO DOS SERVIDORES DO IPESC 20/11/ :08 Pág:0001 CNPJ: / Período: 01/07/2014 a 31/07/2014 Balancete Societário

0007 ASSOCIAÇÃO DOS SERVIDORES DO IPESC 20/11/ :08 Pág:0001 CNPJ: / Período: 01/07/2014 a 31/07/2014 Balancete Societário 0007 ASSOCIAÇÃO DOS SERVIDORES DO IPESC 20/11/2014 15:08 Pág:0001 1 S 1 ATIVO 938.218,79 47.302,43 30.140,53 955.380,69 2 S 1.1 CIRCULANTE 71.826,90 47.302,43 30.140,53 88.988,80 3 S 1.1.01 DISPONÍVEL

Leia mais

1.1.1 DISPONIVEL 6.360,65 D , , ,54 D CREDITO COM TRABALHADOR ,79 D 6.575, ,50 30.

1.1.1 DISPONIVEL 6.360,65 D , , ,54 D CREDITO COM TRABALHADOR ,79 D 6.575, ,50 30. RELATORIO: BALANCETE DE VERIFICACAO ANALITICO - ACUMULADO PAGINA..: 001 1 ATIVO 1.286.870,58 D 645.897,36 642.120,69 1.290.647,25 D 1.1 CIRCULANTE 57.158,50 D 641.537,36 642.120,69 56.575,17 D 1.1.1 DISPONIVEL

Leia mais

CREA - METODOLOGIA DA RECEITA ANEXO - I EXERCÍCIO BASE ESPECIFICAÇÃO DA RECEITA CÓDIGO DISCRIMINAÇÃO ORÇADO CARACTERIZAÇÃO E LEGISLAÇÃO BÁSICA

CREA - METODOLOGIA DA RECEITA ANEXO - I EXERCÍCIO BASE ESPECIFICAÇÃO DA RECEITA CÓDIGO DISCRIMINAÇÃO ORÇADO CARACTERIZAÇÃO E LEGISLAÇÃO BÁSICA CREA - CONSELHO REGIONAL DE ENGENHARIA, ARQUITETURA E AGRONOMIA DO ESTADO BASE ANEXO - I METODOLOGIA DA RECEITA ESPECIFICAÇÃO DA RECEITA CÓDIGO DISCRIMINAÇÃO CARACTERIZAÇÃO E LEGISLAÇÃO BÁSICA PARÂMETROS

Leia mais

1 ATIVO ,16 D , , ,68 D 1.1 CIRCULANTE ,72 D , , ,00 D

1 ATIVO ,16 D , , ,68 D 1.1 CIRCULANTE ,72 D , , ,00 D MODULO...: CONTABIL PAGINA..: 001 1 ATIVO 1.485.850,16 D 583.862,37 666.097,85 1.403.614,68 D 1.1 CIRCULANTE 270.728,72 D 580.875,13 666.097,85 185.506,00 D 1.1.1 DISPONIVEL 222.893,63 D 574.378,48 654.960,10

Leia mais

UNIVERSIDADE ESTADUAL DO OESTE DO PARANÁ UNIOESTE

UNIVERSIDADE ESTADUAL DO OESTE DO PARANÁ UNIOESTE DESPESAS EMPENHADAS EM AGOSTO DE 2013 CAMPUS DE TOLEDO DESPESAS COM CUSTEIO UNIVERSIDADE ESTADUAL DO OESTE DO PARANÁ UNIOESTE RUBRICA DESCRIÇÃO Recursos do Fundo Recursos Convênios Outros total Tesouro

Leia mais

CRESS/MT- 20ª Região Conselho Regional de Serviço Social - CRESS 20ª Região/MT CNPJ: /

CRESS/MT- 20ª Região Conselho Regional de Serviço Social - CRESS 20ª Região/MT CNPJ: / Conselho Regional de Serviço Social - CRESS 20ª Região/MT CNPJ: 00.809./0001-01 Relação de s N. Emp. N. Baixa Processo Data Pgto Favorecido Valor Valor Liq. Documento Número Conta 00.809./0001-01 - Conselho

Leia mais

Código da Conta Descrição Saldo Anterior Débitos Créditos Saldo Atual

Código da Conta Descrição Saldo Anterior Débitos Créditos Saldo Atual ISG - Instituto Socrates B A L A N C E T E D E V E R I F I C A Ç Ã O EM BRL Folha : 1 1 - A T I V O 13.924.391,04 12.410.778,06 11.048.573,43-15.286.595,67 11 - ATIVO CIRCULANTE 10.134.525,70 11.829.474,94

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE ARAPUÃ ESTADO DO PARANÁ

PREFEITURA MUNICIPAL DE ARAPUÃ ESTADO DO PARANÁ PREFEITURA MUNICIPAL DE ARAPUÃ ESTADO DO PARANÁ Notas Explicativas Das Demonstrações Contábeis Exercício financeiro de 2016 As Demonstrações Contábeis do Município de Arapuã foram elaboradas de acordo

Leia mais

B A L A N Ç O P A T R I M O N I A L

B A L A N Ç O P A T R I M O N I A L Folha: 00001 A T I V O ATIVO 5.009.984,38 ATIVO CIRCULANTE 1.143.610,93 DISPONIVEL 698.029,65 CAIXA GERAL 9.534,77 CAIXA 9.534,77 BANCOS CONTA MOVIMENTO - RECURSOS 311.021,36 LIVRES BANCO DO BRASIL S/A

Leia mais

INSS/FGTS/IRRF -Tabela de Incidências

INSS/FGTS/IRRF -Tabela de Incidências INSS/FGTS/IRRF -Tabela de Incidências RUBRICAS de qualquer natureza, salvo o de férias INCIDÊNCIAS INSS FGTS IR 28, I, e 1º, art. 457 da CLT Não. Abono pecuniário de férias Não. Arts. 28, 9º, e, 6 Art.

Leia mais

USP: PROPOSTA ORÇAMENTÁRIA PARA 2016

USP: PROPOSTA ORÇAMENTÁRIA PARA 2016 1 USP: PROPOSTA ORÇAMENTÁRIA PARA 2016 Com base no Projeto de Lei Orçamentária do Estado de São Paulo para 2016, (Projeto de Lei nº 071/2015), encaminhada à Assembleia Legislativa, e nas vigentes Diretrizes

Leia mais

PARECER TÉCNICO N.º 01/2017 DO CONSELHO FISCAL DO SINDIFISCAL- TO SOBRE A PRESTAÇÃO DE CONTAS DE 2016

PARECER TÉCNICO N.º 01/2017 DO CONSELHO FISCAL DO SINDIFISCAL- TO SOBRE A PRESTAÇÃO DE CONTAS DE 2016 PARECER TÉCNICO N.º 01/2017 DO CONSELHO FISCAL DO SINDIFISCAL- TO SOBRE A PRESTAÇÃO DE CONTAS DE 2016 Certificamos, como membros do conselho fiscal do SINDIFISCAL- TO (Sindicato dos Auditores Fiscais da

Leia mais

Aviso Prévio indenizado OBS: o posicionamento do STJ não há a incidência de INSS sobre o aviso prévio indenizado, devendo o verificado o posicionament

Aviso Prévio indenizado OBS: o posicionamento do STJ não há a incidência de INSS sobre o aviso prévio indenizado, devendo o verificado o posicionament de qualquer natureza, salvo o de férias Sim. Art. 28, I, Lei nº e 1º, art. 457 da CLT Abono Adicionais (Insalubridade, periculosidade, noturno, de função e tempo de serviço, de transferência, Horas extras)

Leia mais

ORÇAMENTO DE CUSTEIO DA DIRETORIA DE NEGÓCIOS 2014

ORÇAMENTO DE CUSTEIO DA DIRETORIA DE NEGÓCIOS 2014 DESPESAS 1.660.500 136.050 224.159-88.109 164,76% 587.166 64,64% DESPESAS COM PESSOAL 896.400 72.375 67.225 5.150 92,88% 320.403 64,26% REMUNERAÇÃO 477.000 39.750 57.012-17.262 143,43% -39.455 108,27%

Leia mais

CONSOLIDADO DO ORÇAMENTO DE CUSTEIO DA DIRETORIA ADM FINANCEIRA 2014

CONSOLIDADO DO ORÇAMENTO DE CUSTEIO DA DIRETORIA ADM FINANCEIRA 2014 DESPESAS 4.860.150 396.435 399.638-3.203 100,81% 1.912.665 60,65% DESPESAS COM PESSOAL 2.623.125 212.250 204.271 7.979 96,24% 1.135.968 56,69% REMUNERAÇÃO 1.446.750 123.000 180.606-57.606 146,83% 240.232

Leia mais

Balancete Consolidado - De Janeiro 2014 até Dezembro 2014

Balancete Consolidado - De Janeiro 2014 até Dezembro 2014 Página: 1 1 Ativo 416.718,52D 1.369.991,42 1.274.348,95 512.360,99D 1.1 Ativo Circulante 34.417,55D 1.315.467,41 1.237.378,87 112.506,09D 1.1.1 Disponibilidades 27.213,00D 1.263.321,71 1.192.261,80 98.272,91D

Leia mais

CORE/SC Conselho Regional dos Representantes Comerciais do Estado de Santa Catarina CNPJ: /

CORE/SC Conselho Regional dos Representantes Comerciais do Estado de Santa Catarina CNPJ: / Conselho Regional dos Representantes Comerciais do Estado de Santa Catarina CNPJ: 83.896.068/0001-28 Balanço Patrimonial ATIVO PASSIVO Especificação ATIVO CIRCULANTE CAIXA E EQUIVALENTES DE CAIXA CRÉDITOS

Leia mais

CAU - RN. Comparativo da Receita. Conselho de Arquitetura e Urbanismo do Estado do Rio Grande do Norte CNPJ: /

CAU - RN. Comparativo da Receita. Conselho de Arquitetura e Urbanismo do Estado do Rio Grande do Norte CNPJ: / Conselho de Arquitetura e Urbanismo do Estado do Rio Grande do Norte CNPJ: 14.829.126/0001-88 Comparativo da RECEITA REALIZADA 1.868.185,06 688.293,65 RECEITA CORRENTE 1.131.994,00-47.897,41 RECEITAS DE

Leia mais

Faço saber que a CÂMARA MUNICIPAL DE BELÉM estatui e eu sanciono a seguinte Lei:

Faço saber que a CÂMARA MUNICIPAL DE BELÉM estatui e eu sanciono a seguinte Lei: Estima a Receita e fixa a Despesa do Município de Belém, para o exercício de 2016. O PREFEITO MUNICIPAL DE BELÉM, Faço saber que a CÂMARA MUNICIPAL DE BELÉM estatui e eu sanciono a seguinte Lei: Art. 1º

Leia mais

Sumário. Introdução, 1

Sumário. Introdução, 1 S Sumário Introdução, 1 1 Folha de Pagamento, 7 1 Salário, 8 1.1 Salário-hora para 40 horas semanais: divisor 200 (duzentos), 9 1.2 Depósito de salários em conta bancária, 9 2 Horas extras, 10 2.1 Integração

Leia mais

Conselho Regional da OAB/TO - OAB / TO Siscontw - v

Conselho Regional da OAB/TO - OAB / TO Siscontw - v Página : 1 DESPESAS CORRENTES 5.716.229,48+ 220.302,38+ 1.870.527,32+ 3.845.702,16+ DESPESAS CORRENTES 5.716.229,48+ 220.302,38+ 1.870.527,32+ 3.845.702,16+ DESPESAS DE CUSTEIO 3.370.290,00+ 175.325,86+

Leia mais

Código da Conta Descrição Saldo Anterior Débitos Créditos Saldo Atual

Código da Conta Descrição Saldo Anterior Débitos Créditos Saldo Atual ISG - Instituto Socrates B A L A N C E T E D E V E R I F I C A Ç Ã O EM BRL Folha : 1 1 - A T I V O 33.116.209,56 12.143.097,36 11.212.070,16-34.047.236,76 11 - ATIVO CIRCULANTE 21.518.018,92 11.760.886,15

Leia mais

Diário :1 Folha: 10 Descrição Classificação Exercício Atual. Taxa de Manutenção Taxas de Transferência de quinhão

Diário :1 Folha: 10 Descrição Classificação Exercício Atual. Taxa de Manutenção Taxas de Transferência de quinhão Diário :1 Folha: 10 Receitas Receitas Operacionais Receita Social Receita Social Taxa de Manutenção 5-1-01-01-0001 370.398,37C =Receita Social ****370.398,37C Outras Taxas Taxas de Transferência de quinhão

Leia mais

Tabela de Incidência INSS/FGTS/IRRF INCIDÊNCIAS INSS FGTS IR

Tabela de Incidência INSS/FGTS/IRRF INCIDÊNCIAS INSS FGTS IR Tabela de Incidência INSS/FGTS/IRRF INCIDÊNCIAS Abono Adicionais RUBRICAS de qualquer natureza, salvo o de férias pecuniário de férias (Insalubridade, periculosidade, noturno, de função e tempo de serviço,

Leia mais

CNPJ: /

CNPJ: / Página : 370 2 SISTEMA FINANCEIRO 98.627,11D 18.845.747,50 15.915.330,98 3.029.043,63D 2.1 ATIVO FINANCEIRO 933.985,06D 17.910.574,98 13.761.409,15 5.083.150,89D 2.1.1 DISPONÍVEL 434.092,17D 17.542.289,06

Leia mais

Fundo de Pensão Multipatroc. da Ordem dos Advogados do Brasil - Seção Rio de Janeiro Balancete de Verificação

Fundo de Pensão Multipatroc. da Ordem dos Advogados do Brasil - Seção Rio de Janeiro Balancete de Verificação Folha: 1 17 1 ATIVO 143.343.945,38 7.564.249,57 7.021.278,73 143.886.916,22 23 1.1 DISPONÍVEL 345.554,59 4.311.530,78 4.464.568,21 192.517,16 30 1.1.1 IMEDIATO 327.333,19 2.971.530,78 3.119.276,04 179.587,93

Leia mais

Balanço Patrimonial da Apubh de 2015

Balanço Patrimonial da Apubh de 2015 Balanço Patrimonial e Financeiro da Apubh de 2015 e Previsão Orçamentária para 2016 Balanço Patrimonial da Apubh de 2015 Como em anos anteriores, a Apubh fechou o ano de 2015 com um superavit, desta vez

Leia mais

CNPJ : / Balancete por Centro de Custo de 01/06/2014 até 30/06/2014. Folha: 1 HD INFORMATICA LTDA CLUBE DOS MARIMBÁS(00347)

CNPJ : / Balancete por Centro de Custo de 01/06/2014 até 30/06/2014. Folha: 1 HD INFORMATICA LTDA CLUBE DOS MARIMBÁS(00347) Folha: 1 Descrição Saldo Anterior Débito Crédito Saldo Atual Centro de custo - (00101) DIRETORIA SEDE / RESTAURANTE [409]RECEITAS [410]RECEITA BRUTA [421]RECEITA DE VENDAS [422]RECEITA DE VENDAS RESTAURANTE

Leia mais

Conselho Reg. de Medicina/SE - CRM/SE Siscontw - v

Conselho Reg. de Medicina/SE - CRM/SE Siscontw - v Folha : 1 2 SISTEMA FINANCEIRO 286.691,03D 322.235,08 221.824,24 387.101,87D 2.1 ATIVO FINANCEIRO 453.716,42D 252.884,38 207.573,39 499.027,41D 2.1.1 DISPONIBILIDADES 176.677,60D 252.749,13 205.659,61

Leia mais

ORDEM DOS ADVOGADOS DO BRASIL CONSELHO SECCIONAL DO DISTRITO FEDERAL CONSELHO PLENO RESOLUÇÃO Nº 17, DE 6 DE OUTUBRO DE 2011

ORDEM DOS ADVOGADOS DO BRASIL CONSELHO SECCIONAL DO DISTRITO FEDERAL CONSELHO PLENO RESOLUÇÃO Nº 17, DE 6 DE OUTUBRO DE 2011 ORDEM DOS ADVOGADOS DO BRASIL CONSELHO SECCIONAL DO DISTRITO FEDERAL CONSELHO PLENO RESOLUÇÃO Nº 17, DE 6 DE OUTUBRO DE 2011 Aprova o Orçamento para o Exercício Financeiro compreendido entre 1º de janeiro

Leia mais

Código da Conta Descrição Saldo Anterior Débitos Créditos Saldo Atual

Código da Conta Descrição Saldo Anterior Débitos Créditos Saldo Atual ISG - Instituto Socrates B A L A N C E T E D E V E R I F I C A Ç Ã O EM BRL Folha : 1 1 - A T I V O 29.031.312,06 19.432.382,85 18.277.805,85-30.185.889,06 11 - ATIVO CIRCULANTE 17.463.277,42 17.841.176,56

Leia mais

Contabilidade Aplicada ao Setor Público Receitas e Despesas Públicas. Profa.: Patrícia Siqueira Varela

Contabilidade Aplicada ao Setor Público Receitas e Despesas Públicas. Profa.: Patrícia Siqueira Varela Contabilidade Aplicada ao Setor Público Receitas e Despesas Públicas Profa.: Patrícia Siqueira Varela Receita Pública Conceito: todo e qualquer recolhimento feito aos cofres públicos. Receita Orçamentária:

Leia mais

BALANÇO PATRIMONIAL. Saldos em 31/12/2013

BALANÇO PATRIMONIAL. Saldos em 31/12/2013 PARTIDO: BALANÇO PATRIMONIAL ORGÃO DO PARTIDO UF EXERCÍCIO CÓDIGO CONTA Saldos em 31/12/2014 Saldos em 31/12/2013 CÓDIGO 1.1. ATIVO CIRCULANTE 2.1. PASSIVO CIRCULANTE 1.1.1. ATIVO CIRCULANTE - FUNDO PARTIDÁRIO

Leia mais

MUTUA DE ASSISTENCIA DOS PROFISSIONAIS DA ENG ARQ AGRONOMIA - MUTUA - SEDE - BALANCETE Ref. janeiro/2014 30/4/2014 2:53 PM - Pg.

MUTUA DE ASSISTENCIA DOS PROFISSIONAIS DA ENG ARQ AGRONOMIA - MUTUA - SEDE - BALANCETE Ref. janeiro/2014 30/4/2014 2:53 PM - Pg. MUTUA DE ASSISTENCIA DOS PROFISSIONAIS DA ENG ARQ AGRONOMIA - MUTUA - SEDE - BALANCETE Ref. janeiro/2014 30/4/2014 2:53 PM - Pg.: 1 1 1 ATIVO 5.942.395,03 657.809,46 620.924,68 5.979.279,81 1.1 2158 ATIVO

Leia mais

MUTUA DE ASSISTENCIA DOS PROFISSIONAIS DA ENG ARQ AGRONOMIA - MUTUA - SEDE - BALANCETE Ref. novembro/2015 27/1/2016 10:52 AM - Pg.

MUTUA DE ASSISTENCIA DOS PROFISSIONAIS DA ENG ARQ AGRONOMIA - MUTUA - SEDE - BALANCETE Ref. novembro/2015 27/1/2016 10:52 AM - Pg. MUTUA DE ASSISTENCIA DOS PROFISSIONAIS DA ENG ARQ AGRONOMIA - MUTUA - SEDE - BALANCETE Ref. novembro/2015 27/1/2016 10:52 AM - Pg.: 1 1 1 ATIVO 12.597.503,62 1.600.827,05 1.576.202,70 12.622.127,97 1.1

Leia mais

TABELA DE REMUNERAÇÃO DOS SERVIDORES DA FASC

TABELA DE REMUNERAÇÃO DOS SERVIDORES DA FASC TABELA DE REMUNERAÇÃO DOS SERVIDORES DA FASC A presente publicação visa o atendimento ao contido no 6º, do art. 39 da Constituição Federal, com nova redação dada pelo art. 5º, da Emenda Constitucional

Leia mais

CRESS/MT- 20ª Região Conselho Regional de Serviço Social - CRESS 20ª Região/MT CNPJ: /

CRESS/MT- 20ª Região Conselho Regional de Serviço Social - CRESS 20ª Região/MT CNPJ: / Conselho Regional de Serviço Social - CRESS 20ª Região/MT CNPJ: 00.809.350/0001-01 Relação de s N. Emp. N. Baixa Processo Data Pgto Favorecido Valor Valor Liq. Documento Número Conta 00.809.350/0001-01

Leia mais

DATA 29/05/2014 Pagina 2 2.1.3.1.1.00.00.00 FORNECEDORES E CONTAS A PAGAR NACIONAIS A CURTO PR S C 0,00 582,25 3.432,21 2.849,96 C 2.1.3.1.1.01.00.00

DATA 29/05/2014 Pagina 2 2.1.3.1.1.00.00.00 FORNECEDORES E CONTAS A PAGAR NACIONAIS A CURTO PR S C 0,00 582,25 3.432,21 2.849,96 C 2.1.3.1.1.01.00.00 DATA 29/05/2014 Pagina 1 1.0.0.0.0.00.00.00 ATIVO S D 26.200,85 197.350,24 153.749,66 69.801,43 D 1.1.0.0.0.00.00.00 ATIVO CIRCULANTE S D 15.643,04 197.350,24 153.614,51 59.378,77 D 1.1.1.0.0.00.00.00

Leia mais

CRESS/MT- 20ª Região Conselho Regional de Serviço Social - CRESS 20ª Região/MT CNPJ: /

CRESS/MT- 20ª Região Conselho Regional de Serviço Social - CRESS 20ª Região/MT CNPJ: / Conselho Regional de Serviço Social - CRESS 20ª Região/MT CNPJ: 00.809.350/000-0 Relação de s N. Emp. N. Baixa Processo Data Pgto Favorecido Valor Valor Liq. Documento Número Conta 33 4 5 32 34 39 08.206

Leia mais

EXECUTIVO. Prefeitura Municipal de Itaparica. Quinta - Feira 06 de Março de 2014 Ano III N 023. Publicações deste Diário

EXECUTIVO. Prefeitura Municipal de Itaparica. Quinta - Feira 06 de Março de 2014 Ano III N 023. Publicações deste Diário Prefeitura Municipal de Itaparica Quinta - Feira Ano III N 023 Publicações deste Diário LICITAÇÕES E CONTRATOS RESUMO DE DISPENSA 008,009/2014 FMS AVISO DE PREGÃO N 013/2014 RESUMO DE CONTRATO 003/2014

Leia mais

PLANO DE RECUPERAÇÃO JUDICIAL I - Fluxo de Caixa

PLANO DE RECUPERAÇÃO JUDICIAL I - Fluxo de Caixa I - Fluxo de Caixa Descrição 1 Ano 2 Ano 3 Ano 4 Ano 5 Ano 6 Ano 7 Ano TOTAL GERAL RECEITA BRUTA 2.764.557 7.429.547 4.096.640 4.758.681 6.845.260 3.696.573 3.225.966 32.817.224 RECEITA BRUTA DE VENDAS

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA CONSELHO UNIVERSITÁRIO

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA CONSELHO UNIVERSITÁRIO SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA CONSELHO UNIVERSITÁRIO RESOLUÇÃO N o Aprova o Orçamento Interno da Universidade Federal da Paraíba, para o exercício financeiro de 2011. O Conselho

Leia mais

AUDIÊNCIA PÚBLICA LEI DE DIRETRIZES EXERCÍCIO FINANCEIRO DE 2016

AUDIÊNCIA PÚBLICA LEI DE DIRETRIZES EXERCÍCIO FINANCEIRO DE 2016 AUDIÊNCIA PÚBLICA LEI DE DIRETRIZES ORÇAMENTÁRIAS LDO EXERCÍCIO FINANCEIRO DE 2016 PREFEITURA DO MUNICÍPIO DE LONDRINA SECRETARIA MUNICIPAL DE PLANEJAMENTO, ORÇAMENTO E TECNOLOGIA DIRETORIA DE ORÇAMENTO

Leia mais

PRESTAÇÃO DE CONTAS ANUAL EXERCÍCIO ª Assembléia Geral do CIUENP Realizada no dia 31 de Março de 2017

PRESTAÇÃO DE CONTAS ANUAL EXERCÍCIO ª Assembléia Geral do CIUENP Realizada no dia 31 de Março de 2017 PRESTAÇÃO DE CONTAS ANUAL EXERCÍCIO 2016 18ª Assembléia Geral do CIUENP Realizada no dia 31 de Março de 2017 ARRECADAÇÃO DE RECEITAS TRANSFERÊNCIA DOS MUNICÍPIOS (11ª a 14ª Regional de Saúde) R$ 9.325.998,93

Leia mais

CORE/RO Conselho Regional dos Representantes Comerciais do Estado de Rondonia CNPJ: /

CORE/RO Conselho Regional dos Representantes Comerciais do Estado de Rondonia CNPJ: / Conselho Regional dos Representantes Comerciais do Estado de Rondonia CNPJ: 84.646.397/0001-83 Balanço Patrimonial ATIVO PASSIVO Especificação ATIVO CIRCULANTE CAIXA E EQUIVALENTES DE CAIXA CRÉDITOS A

Leia mais

CNPJ : / Balancete por Centro de Custo de 01/02/2015 até 28/02/2015. Folha: 1 MP INFORMATICA LTDA CLUBE DOS MARIMBÁS(00347)

CNPJ : / Balancete por Centro de Custo de 01/02/2015 até 28/02/2015. Folha: 1 MP INFORMATICA LTDA CLUBE DOS MARIMBÁS(00347) Folha: 1 Descrição Saldo Anterior Débito Crédito Saldo Atual Centro de custo - (00101) DIRETORIA SEDE / RESTAURANTE [409]RECEITAS [410]RECEITA BRUTA [421]RECEITA DE VENDAS [422]RECEITA DE VENDAS RESTAURANTE

Leia mais