Planejamento estético em dentes anteriores

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Planejamento estético em dentes anteriores"

Transcrição

1 7 Planejamento estético em dentes anteriores Cristian Higashi João Carlos Gomes Sidney Kina Oswaldo Scopin de Andrade Ronaldo Hirata A odontologia estética encontra-se em contínuo avanço e tem sido cada vez mais praticada nos últimos anos em virtude dos procedimentos adesivos e do desenvolvimento de materiais restauradores que buscam a reprodução das características naturais das estruturas dentais. A estética para o ser humano é um conceito altamente subjetivo, pois se encontra relacionada a fatores sociais, culturais e psicológicos que se alteram em função do tempo, dos valores de vida e da idade do indivíduo. Devido a isto, a avaliação das expectativas do paciente e o entendimento das possíveis soluções terapêuticas são essenciais antes de iniciar qualquer planejamento. Atualmente o cirurgião-dentista possui diversas opções restauradoras para os dentes anteriores. Procedimentos diretos ou indiretos, com resinas compostas ou cerâmicas, variáveis que muitas vezes dificultam o correto diagnóstico de qual técnica e qual material são mais adequados para cada situação clínica. O conceito da Odontologia Restauradora atual preconiza que, para qualquer tipo de procedimento, o profissional deve sempre optar pelo tratamento mais conservador, isto é, com maior preservação de estrutura dental sadia. O plano de tratamento deve ser realizado de modo que permita formular um bom prognóstico a médio e longo prazo, não apenas em termos de estética, como também considerando os aspectos biológicos e funcionais. Nenhum tipo de tratamento poderá ter êxito sem o estabelecimento de um correto diagnóstico e adequado planejamento. Esta etapa é, provavelmente, uma das mais

2 O D O N T O L O G I A E S T É T I C A P l a n e j a m e n t o e t é c n i c a importantes e imprescindíveis para a obtenção de excelência (Baratieri, 2002). Este capítulo objetiva apresentar algumas estratégias clínicas que visam facilitar o planejamento e execução das restaurações estéticas em dentes anteriores, possibilitando trabalhar com uma maior previsibilidade de resultados e máxima preservação da estrutura dental. ABORDAGEM INICIAL O primeiro contato com o paciente que procura um tratamento odontológico estético tem por finalidade compreender as necessidades primordiais deste paciente, isto é, entender qual é o principal problema que o incomoda. Assim, o profissional deve ouvir atentamente as explicações do mesmo, buscando definir a personalidade do paciente, o nível de expectativa e o grau de exigência com relação ao tratamento a ser realizado (Fradeani, 2006). Uma seqüência de procedimentos pode ser feita para obter informações essenciais para a elaboração de um planejamento estético individualizado, a começar por um exame clínico detalhado, que deve ser complementado com a requisição de radiografias, fotografias e modelos de estudo. Radiografia e fotografia digital A requisição de um levantamento radiográfico periapical é uma documentação extremamente importante, pois dentre as suas várias funções, possibilita a verificação de possíveis lesões cariosas, acompanhamento de restaurações ou próteses dentárias antigas, além de possibilitar a observação da situação endodôntica e periodontal do paciente. Em uma análise estética de dentes anteriores existem muitas informações a serem observadas, que dificilmente podem ser anotadas durante a primeira consulta clínica. A obtenção de fotografias em diferentes ângulos pode auxiliar o profissional a analisar com tranqüilidade detalhes estéticos na ausência do paciente (Gürel, 2003). Além do auxílio na montagem do plano de tratamento inicial, as fotografias podem ser úteis para diversas outras situações. É uma forma muito interessante de transmitir para o paciente, informações sobre os problemas clínicos encontrados, podendo ampliar as imagens para uma melhor visualização. Diante de um momento crítico de decisão, como previamente à cimentação de laminados cerâmicos, estas fotografias podem auxiliar na decisão de escolhas quanto à cor e forma das peças protéticas. Observando as imagens o paciente consegue opinar com maior clareza sobre quais alterações serão necessárias. Pode ser um excelente meio de comunicação com o laboratório de prótese (Magne, Belser, 2003), em que permite ao ceramista ter a visualização da face, do sorriso e do contorno de lábios do paciente, favorecendo a confecção de restaurações personalizadas e algumas fotografias específicas podem ser importantes nas correções cerâmicas a serem feitas. Atualmente, com a evolução das câmeras digitais, esta etapa está bastante facilitada, pois permite a visualização e veiculação quase imediata das imagens registradas, no entanto é necessário objetividade e padronização do número e ângulos das fotografias, a fim de realizar somente o registro das imagens que realmente serão aproveitadas, pois ao contrário, esta etapa pode se um passo desconfortável e irritante para o paciente. Algumas fotografias podem ser padronizadas para a análise estética inicial dos dentes anteriores. Desta forma, oito fotos deverão ser realizadas (Figuras 7.1 a 7.8). As imagens registradas, juntamente com os modelos de estudo conferem uma condição mais favorável para uma análise estética minuciosa a ser conduzida sem a presença do paciente. 140

3 CAPÍTULO 7 PLANEJAMENTO ESTÉTICO EM DENTES ANTERIORES Figura 7.1 Lábio em repouso e a boca entreaberta, para avaliar a exposição dos incisivos superiores. Figura 7.2 Lábio em repouso e boca entreaberta (foto de perfil), para a visualização do posicionamento dos dentes e do volume dos lábios. Figura 7.3 Sorriso frontal, de pré-molar a pré-molar, utilizada para observar a altura e largura do sorriso; inter-relação das bordas incisais dos dentes superiores com o lábio inferior. Figura 7.4 Dentes em MIH (máxima intercuspidação habitual), de canino a canino com o auxílio de um afastador de lábios, para avaliar o posicionamento e simetria entre os dentes anteriores. 141

4 O D O N T O L O G I A E S T É T I C A P l a n e j a m e n t o e t é c n i c a Figuras 7.5 a 7.7 Com o auxílio de um afastador de lábios e um fundo escuro, permitem avaliar as formas e os contornos dentais e verificar as proporções entre os dentes anteriores. Figura 7.8 Fotografia em close-up dos incisivos superiores para registro de pequenos detalhes, como a textura, definição dos mamelos, cristas marginais e áreas de translucidez, presentes principalmente nos dentes de pacientes jovens. 142

5 CAPÍTULO 7 PLANEJAMENTO ESTÉTICO EM DENTES ANTERIORES Modelos de estudo e enceramento diagnóstico A obtenção de modelos de estudo da arcada superior e inferior permitem uma visualização tridimensional dos dentes e tecidos adjacentes, impossível de se obter clinicamente. Através dos modelos pode-se observar detalhes gengivais, posicionamento, inclinações, formas dentais e relações dos dentes em conjunto e com os seus antagonistas (Conceição, 2005). Quando múltiplas alterações estiverem indicadas, um enceramento diagnóstico deve ser realizado sobre os modelos de estudo para facilitar a visualização da forma, posição e proporção das futuras restaurações, que devem ser realizadas de acordo com o melhor arranjo funcional e estético possível. Este enceramento é muito interessante para os pacientes com dificuldade de imaginar todas as possíveis modificações que podem ser realizadas em seu sorriso após o tratamento restaurador. Além de facilitar a comunicação entre profissional e paciente, o enceramento diagnóstico pode ser muito útil durante os procedimentos diretos e indiretos. Sua aplicabilidade clínica será melhor comentada posteriormente. Ensaios diagnósticos intra-orais ou mock-up A previsão do resultado final de um tratamento é essencial quando do planejamento de uma reabilitação estética substancial (Magne, 1999). Um planejamento restaurador em modelos de estudo e um ensaio restaurador intra-oral permite ao profissional trabalhar com maior previsibilidade de resultados e conseqüentemente com uma menor margem de erros em casos mais difíceis, quando múltiplas alterações deverão ser realizadas. Eventualmente, pode não ser necessário para problemas isolados envolvendo apenas um ou dois dentes. Inicialmente é extremamente importante redefinir a morfologia dental desejada através do enceramento diagnóstico. Quando há a necessidade de alteração da forma, comprimento ou posição do dente no arco, o ensaio pode ter grande valia para a visualização prévia do resultado final desejado (Figuras 7.9 a 7.14). Dependendo da situação clínica encontrada e dos conhecimentos e habilidades do profissional, esta simulação pode ser realizada diretamente sobre os dentes, inserindo resinas compostas em áreas específicas para obtenção do melhor resultado estético e funcional possível Figuras 7.9 e 7.10 Enceramento diagnóstico para redefinição da morfologia dos dentes a serem restaurados. 143

6 O D O N T O L O G I A E S T É T I C A P l a n e j a m e n t o e t é c n i c a Figuras 7.11 a 7.14 Enceramento diagnóstico para redefinição da morfologia dos dentes a serem restaurados. É importante salientar que estes ensaios intraorais ou restaurações de diagnósticos devem ser realizados sem o condicionamento dos tecidos dentais, para depois de cumprida a sua finalidade poder ser facilmente removido. Uma outra forma de se realizar este ensaio é a utilização de uma resina composta para restaurações provisórias, genericamente denominada bis-acryl, que se polimeriza quimicamente ao ser automisturada em pistolas com pontas semelhantes às utilizadas nos sistemas de silicone de adição. Algumas marcas comerciais com o Structur 2 SC (Voco), Ultra-Trim (Bosworth) e Systemp C&B (Ivoclar Vivadent) podem ser encontradas no mercado odontológico, disponíveis em diversas cores. Primeiramente faz-se uma moldagem do enceramento diagnóstico com silicone por condensação de uso laboratorial, posteriormente, a matriz obtida desta moldagem (Figura 7.15) é preenchida com uma resina bis-acryl (Figura 7.16), levada aos dentes não preparados, e mantida em posição até a completa polimerização. Ao final do tempo de polimerização, remove-se a matriz e pode-se avaliar o ensaio diagnóstico em posição (Figuras 7.17 e 7.18). Neste caso, se algum desgaste dental for necessário, será realizado somente após a aprovação da forma, tamanho e comprimento dental por parte do profissional e do paciente. É muito válido principalmente para os casos em que apenas um aumento do volume dental é necessário, muito freqüente em pacientes adultos ou idosos com incisivos desgastados ou envelhecidos. 144

7 CAPÍTULO 7 PLANEJAMENTO ESTÉTICO EM DENTES ANTERIORES Figura 7.15 Matriz obtida pela moldagem do enceramento diagnóstico, utilizada para a confecção do ensaio intra-oral. Figura 7.16 A matriz de silicone é preenchida com uma resina bis-acryl, que deve ser levada aos dentes e mantida em posição por um tempo de aproximadamente 5 minutos. Figura 7.17 Situação inicial. Figura 7.18 Situação logo após a confecção do ensaio diagnóstico, previamente aos procedimentos de acabamento e polimento. Observe que este ensaio permite uma correta visualização do resultado final esperado, sem a necessidade de desgastes dentais prévios. Após a conclusão do ensaio restaurador é necessário que o paciente e o profissional avaliem o resultado obtido e havendo a necessidade, ajustes e modificações intra-orais poderão ser realizados de acordo com as características e anseios de cada paciente. 145

8 O D O N T O L O G I A E S T É T I C A P l a n e j a m e n t o e t é c n i c a INDICAÇÕES CLÍNICAS PARA RESTAURAÇÃO EM DENTES ANTERIORES A reprodução das características dos dentes naturais sempre foi um dos grandes objetivos das técnicas e materiais restauradores. Após a preconização do condicionamento do esmalte dental com ácido fosfórico por Buonocore, em 1955, e o advento das resinas compostas com Bowen, em 1963, soluções restauradoras extremamente conservadoras e reversíveis tornaram-se possíveis. A busca constante da estética natural, juntamente com a evolução continuada de técnicas adesivas avançadas e formulações poliméricas e cerâmicas garantiu ao clínico e ao paciente a oportunidade para alcançar resultados funcionais e estéticos em longo prazo (Christensen, 1991; Meijering, 1997; Rucker, 1990; Welbury, 1991). Várias são as alternativas de abordagem clínica dos problemas relacionados com a forma, posição e alinhamento, simetria e proporção, textura superficial e cor dos dentes anteriores (Heymann, 1987). As indicações atuais dos procedimentos adesivos são relativas, não existe mais a possibilidade que ocorria com as técnicas e materiais mais antigos de indicações e contra-indicações autoritárias e seguras. Hoje quem define a indicação é o próprio profissional, em vista de cada situação clínica (que é extremamente particular) e com base em conhecimentos científicos (Hirata, 1999). Dentro desta abordagem, o limite entre as indicações para facetas diretas e indiretas será tênue, variando de acordo com o caso clínico em questão. Tratamento restaurador direto O recontorno cosmético com resinas compostas é a técnica mais simples de restauração direta, não requer qualquer espécie de preparo, exige simplesmente o condicionamento ácido total do dente. A resistência e retenção são providas pela adesão ao esmalte. Representa a alternativa de escolha em casos em que não existem alterações de cor profundas, ou dentes cujo posicionamento não exige correção por meio de desgastes. Essa técnica representa a base do recontorno cosmético por aposição de resinas compostas, cujo objetivo principal é o reposicionamento do dente no arco, podendo também esta técnica ser empregada para o fechamento de diastemas e restaurações de dentes conóides. Desde que respeitadas as suas limitações, principalmente com relação à seleção do caso e a sensibilidade da técnica, os recontornos cosméticos são restaurações que podem proporcionar ou devolver a harmonia do sorriso de forma excepcional. As resinas compostas oferecem resultados de tratamentos adequados para pacientes jovens. Em adultos são apropriadas quando o volume, a extensão ou o número de restaurações é limitado (Magne, Belser, 2003). Aqueles casos em que já existe um comprometimento razoável da cor, com escurecimento médio ou elevado, a alternativa restauradora invariavelmente exigirá um preparo do remanescente dental, visando uma espessura e campo de trabalho para a execução de uma faceta. Outros casos que exigirão preparo são dentes com extrema vestibularização, onde para o correto alinhamento no arco, exige-se um desgaste da superfície vestibular. Para os dentes escurecidos, o clareamento dental prévio sempre deve ser proposto como tratamento inicial. Em situações isoladas, com a presença de problemas localizados, referentes a apenas um dente conóide ou fraturado ou escurecido, com muita estrutura dental remanescente, talvez a técnica direta seja mais recomendada pela versatilidade e possibilidade de reprodução mais fiel dos dentes vizinhos. As restaurações diretas possuem a grande vantagem de ser unicamente dependente do profissional, um procedimento centralizado; o resultado será, portanto, diretamente proporcional à técnica e ao conhecimento daquele que estiver executando, sendo também uma faca de dois gumes. Outra vantagem do processo direto é o custo do procedimento, que é relativamente mais baixo do que aqueles que envolvem parte laboratorial. O número de sessões para execução (sessão única) também mostra ser uma vantagem importante, apesar de esta ser relativamente longa. A resistência e a estabilidade de cor das resinas compostas, apesar de inferiores em relação às cerâmicas, são satisfatórias e dependerão do caso em que as restaurações foram indicadas e como foram executadas e ajustadas. O tempo estimado de vida infelizmente não pode ser calculado devido ao caráter multifatorial envolvido. 146

9 CAPÍTULO 7 PLANEJAMENTO ESTÉTICO EM DENTES ANTERIORES Tratamento restaurador indireto Quando vários dentes anteriores apresentam perda significativa da estrutura coronal, as restaurações cerâmicas são indicadas (Magne, Belser, 2003). Casos clínicos em que problemas generalizados são observados, bem como grande número de restaurações extensas, com manchamentos, alterações de forma observados em vários dentes, estes são sérios candidatos ao facetamento indireto. Descolorações por tetraciclina, resistentes ao clareamento, podem também ser efetivamente tratadas com laminados cerâmicos, podendo apresentar elevada satisfação com relação à cor após 2,5 anos de acompanhamento clínico (Chen, 2005). Na necessidade de reposição de guia anterior, provavelmente as facetas indiretas sejam mais indicadas, pela maior resistência mecânica oferecida. Lembre-se que um correto ajuste dos movimentos excursivos influencia diretamente a longevidade e preservação da área incisal. Pacientes com expectativas altas, com sentidos apurados para estética, que apresentam facetas de resinas compostas insatisfatórias realizadas anteriormente, solicitando resultados com outros materiais mais estáveis, com menos manchamentos e melhor estética são casos para facetamento indireto. A grande vantagem da natureza da técnica indireta é a fabricação das peças de forma extraoral, otimizando os resultados estéticos e os procedimentos de acabamento e polimento. Os laminados cerâmicos apresentam diversas vantagens, pois reúnem algumas das qualidades dos compósitos, como a capacidade de ser colado ao substrato dental; e das cerâmicas, como a estabilidade de cor, alta resistência e durabilidade, expansão térmica e rigidez semelhante ao esmalte dental. Estudos in vivo demonstram um elevado potencial para o estabelecimento de uma excelente adaptação marginal, manutenção da integridade periodontal e alto grau de satisfação pelos pacientes (Peumans et al., 2000). UTILIZAÇÃO DO PLANEJAMENTO INICIAL PARA O TRATAMENTO RESTAURADOR O planejamento inicial é fundamental na busca pelos melhores resultados estéticos e funcionais dos procedimentos restauradores. A utilização de algumas técnicas aliadas a este planejamento permite a execução do trabalho com maior previsibilidade de resultados e com máxima preservação da estrutura dental. Uso do enceramento diagnóstico e matriz palatina para confecção de restaurações diretas Um bom tipo de matriz para dentes anteriores fraturados, restaurações classe IV extensas, redução e/ou fechamento de diastemas e recontornos cosméticos pode ser obtido a partir de um ensaio restaurador diagnóstico (Figura 7.19), por meio de uma moldagem com a parte densa de um silicone por adição ou condensação. Essa matriz é na verdade um guia de silicone, que pode ser feita diretamente na boca ou a partir de um modelo de gesso (Baratieri et al., 2002). Para ambos os casos devem-se primeiramente realizar um ensaio diagnóstico, como citado anteriormente. Após a reconstrução dos dentes a serem restaurados, na boca ou no modelo de gesso (enceramento diagnóstico), uma moldagem, sem moldeira, com a parte densa de um silicone por adição ou condensação deverá ser feita, envolvendo todo o dente (Figura 7.20). Pode-se também utilizar silicones polimerizados por condensação, de uso laboratorial, como o Zetalabor (Zhermack), Silon IP (Dentsply) ou Perfil Lab (Vigodent), sendo estes muito rígidos e excelentes para este fim. Após a presa do material de moldagem, o molde deverá ser retirado e, com auxílio de uma lâmina de bisturi nº 12 ou 15 (feather), recortado no sentido mesio-distal, removendo apenas a porção vestibular, de modo que o rebordo incisal permaneça na matriz de silicone (Behle, 2000) (Figura 7.21). Após o recorte do molde, este deve ser levado em posição para verificar e testar o assentamento correto (Figura 7.25). 147

10 O D O N T O L O G I A E S T É T I C A P l a n e j a m e n t o e t é c n i c a Figura 7.19 Planejamento inicial com enceramento diagnóstico sobre os modelos de estudo do paciente. Figura 7.20 Moldagem do enceramento diagnóstico com um silicone de uso laboratorial Zetalabor (Zhermack). Observe o completo envolvimento de todo o dente. Figura 7.21 Recorte da matriz no sentido mesio-distal, preservando somente a região palatina e incisal. Figura 7.22 Posicionamento da matriz palatina no modelo de gesso encerado Figuras 7.23 e 7.24 Caso inicial antes e após a remoção das restaurações antigas, respectivamente. Foi utilizada uma técnica de isolamento absoluto modificado. 148

11 CAPÍTULO 7 PLANEJAMENTO ESTÉTICO EM DENTES ANTERIORES Figura 7.25 Verificação intra-oral do correto assentamento da matriz palatina. Uma das grandes vantagens de se trabalhar com este tipo de matriz é a segurança do correto posicionamento dos bordos incisais e proximais, onde a partir da região palatina outras camadas de resinas são inseridas pela técnica incremental policromática (Figuras 7.26 a 7.28) Figuras 7.26 a 7.28 Restauração pela técnica incremental policromática com inserção das resinas a partir da região palatina. Note que a utilização matriz permite a visualização prévia do correto posicionamento e comprimento da restauração final planejada. 149

12 O D O N T O L O G I A E S T É T I C A P l a n e j a m e n t o e t é c n i c a Figuras 7.29 a 7.32 Resultado final obtido. Uso do enceramento diagnóstico em preparos dentais para laminados cerâmicos Para o desgaste da superfície do esmalte é essencial restabelecer o volume original do dente. Para isto, o uso de um enceramento diagnóstico e uma correspondente matriz de silicone é imperativo a esta consideração (Magne, 1999). Para os procedimentos indiretos, a forma e a espessura do preparo dental são variáveis possíveis para o sucesso das restaurações cerâmicas e diferentes geometrias de preparos podem ser encontradas na literatura. Dentre as várias técnicas de preparo descritas, independente do autor e tipo de tratamento proposto, um dos objetivos principais é a máxima preservação das estruturas dentais sadias, desta forma, pode-se utilizar uma matriz para nortear a espessura de desgaste. Esta matriz é obtida pela moldagem do enceramento diagnóstico e deve ser recortada no sentido horizontal, de forma a utilizar somente a face vestibular da mesma. Posiciona-se a matriz nos dentes antes de iniciar o procedimento de preparo para verificar sua estabilidade e correto assentamento, porém quando o posicionamento dos dentes não permitir que isto ocorra, alguns desgastes prévios serão necessários (Figuras 7.33 a 7.35). Durante o preparo dental esta mesma matriz deve ser novamente posicionada para avaliar os locais específicos a serem desgastados, permitindo assim preparos mais conservadores. O espaço necessário na região incisal pode ser controlado com uma matriz palatal (Figura 7.36) e após a finalização de todo preparo é necessário o posicionamento da matriz para verificar se há uma espessura adequada para a confecção da restauração (Figura 7.37). Portanto, a quantidade de desgaste da estrutura dental é calculada tendo em vista o resultado final da restauração cerâmica e não em relação ao que está presente no paciente, como era realizado na técnica convencional da silhueta. Resulta-se assim em preparos minimamente invasivos e com máxima preservação da estrutura dental sadia (Figura 7.38). 150

13 CAPÍTULO 7 PLANEJAMENTO ESTÉTICO EM DENTES ANTERIORES Figuras 7.33 a 7.35 * Desgastes dentais necessários para o correto assentamento da matriz (setas). Figura 7.36* Espaço de aproximadamente 2 mm necessários para a região incisal dos laminados cerâmicos. Figura 7.37 * Verificação da espessura necessária para a confecção da restauração. * (Mesmo paciente das Figuras 7.9 a 7.18). Figura 7.38 * Preparos dentais finalizados. 151

14 O D O N T O L O G I A E S T É T I C A P l a n e j a m e n t o e t é c n i c a Uso do enceramento diagnóstico para confecção de provisórios diretos Uma restauração provisória adequada é necessária para proteção dental contra as injúrias térmicas e infiltrações bacterianas. Para os casos de laminados cerâmicos, o objetivo dos provisórios, além dos já citados acima, é prover a função e estética planejada no início do tratamento, possibilitando uma comunicação direta com o paciente e o laboratório a fim de melhorar pequenos detalhes que podem influenciar no resultado final da restauração. Os provisórios diretos podem ser confeccionados da mesma forma que os ensaios restauradores de diagnóstico (Figuras 7.15 a 7.18), isto é, utilizando as resinas denominadas bis-acryl, com a mesma matriz obtida do enceramento diagnóstico. Ela é levada aos preparos e mantida em posição até a completa polimerização da resina. Ao final do tempo de polimerização, remove-se a matriz (Figura 7.39) e se realiza os acabamentos e polimentos necessários nas restaurações provisórias, que estão unidas entre si e serão cimentadas provisoriamente com cimentos translúcidos como o Temp Bond Clear (SDS Kerr) ou Provitemp (Biodinâmica), proporcionando assim uma maior previsibilidade dos resultados finais relacionados à forma dos laminados cerâmicos a serem confeccionados. Um glazeamento final (polimento através da aplicação de uma resina líquida) destes provisórios pode ser feito com uma resina fotopolimerizável própria para este procedimento, como o Biscover (Bisco) utilizado para aumentar o brilho, a estabilidade de cor e o polimento destas restaurações (Figuras 7.40 a 7.42). É importante salientar que este produto não se polimeriza completamente com ativação por algumas luzes de aparelhos LED, sendo necessário a fotoativação com luz halógena Figura 7.39 * Após aproximadamente 5 minutos, tempo necessário para a polimerização da resina bis-acryl, remove-se a matriz e se realiza os acabamentos e correções necessárias. Figuras 7.40 e 7.41 * Visão final dos provisórios para laminados cerâmicos, após a remoção dos excessos e glazeamento. * (Mesmo paciente das Figuras 7.9 a 7.18). 152

15 CAPÍTULO 7 PLANEJAMENTO ESTÉTICO EM DENTES ANTERIORES Figura 7.42 * Caso finalizado. Após a cimentação dos provisórios, é normal o paciente queixar-se do excessivo volume dental. Para isto, ele deve ser informado que o objetivo da avaliação estética dos provisórios requer uma análise clínica de vários dias e conseqüentemente deve-se provar as restaurações provisórias por 1 a 2 semanas, para em uma outra consulta discutir alterações possíveis a serem feitas. Se alterações forem posteriormente realizadas, uma melhor forma de transferir estas alterações para o laboratório é por meio de uma moldagem final dos provisórios com alginato ou silicone por condensação. Este é o melhor meio de transferir a correta posição incisal, forma e posicionamento dos dentes para o laboratório e deve ser enviado juntamente com as fotografias intra e extra-orais do paciente. ÚLTIMAS CONSIDERAÇÕES Um correto conhecimento das técnicas e materiais restauradores é essencial para o planejamento e execução de restaurações estéticas em dentes anteriores. O protocolo de tratamento descrito neste capítulo possibilita uma melhor interação entre o profissional, o paciente e o laboratório, através das fotografias e dos modelos de estudo encerados. Demonstrou que a utilização do enceramento diagnóstico com o auxílio das matrizes de silicone facilita a confecção de restaurações diretas, auxilia no planejamento de laminados cerâmicos e permite a realização de preparos dentais tendo em vista o resultado final estético desejado. * (Mesmo paciente das Figuras 7.9 a 7.18). 153

16 O D O N T O L O G I A E S T É T I C A P l a n e j a m e n t o e t é c n i c a Referências 1. Baratieri LN et al. Caderno de Dentística: restaurações adhesivas diretas com resinas compostas em dentes ateriores. São Paulo, Livraria Editora Santos, Behle C. Placement of direct composite veneers utilizing a silicone buildup guide and intraoral mock-up. Pract Periodontics Aesthet Dent v. 12, n. 3, p , apr Bowen RL. Properties of silica-reinforced polymer for dental restorations. J Am Dent Assoc Chicago v. 66, n. 1, p , jan Buonocore MG. A simple method of increasing the adhesion of acrylic filling materials to enamel surfaces. J Dent Res v. 34, n. 6, p , dec Chen J et al. Clinical evaluation of 546 tetracyclinestained teeth treated with porcelain laminate veneers. J Dent v. 33, n. 1, p. 3-8, jan Conceição EN et al. Restaurações Estéticas: compósitos, cerâmicas e implantes. Porto Alegre, Artmed, Christensen GJ, Christensen RP. Clinical observations of porcelain veneers: a three year report. J Esthet Dent v. 3, n. 5, p , sep./oct Dietschi D, Dietschi JM. Current developments in composite materials and techniques. Pract Periodontics Aesthet Dent v. 8, n. 7, p , Sep Fradeani M. Análise Estética: uma abordagem sistemática para o tratamento protético. São Paulo, Quintessence Editora Ltda, Gürel G. The science and art of porcelain laminate veneers. Baden-Baden, Quintessence Books, Heymann HO. The artistry of conservative esthetic dentistry. J Am Dent Assoc (Special Issue) p. 14E- 23E, Dec Hirata R, Carniel CZ. Solucionando alguns problemas clínicos comuns com uso de facetamento direto e indireto: uma visão ampla. JBC J Bras Clin Estét Odontol v. 3, n. 15, p. 7-17, Magne P, Belser U. Restaurações adesivas de porcelana na dentição anterior uma abordagem biomimética. Quintessence Editora Ltda, São Paulo, Magne P et al. Crack propensity of porcelain laminate veneers: A simulated operatory evaluation. J Prosthet Dent v. 81, n. 3, p , mar Meijering AC et al. Pacients satisfaction with different types of veneer restorations. J Dent v. 25, n. 6, p , nov Peumans M et al. Porcelain veneers: a review of the literature. J Dent v. 28, n. 3, p , mar Rucker ML et al. Porcelain and resin veneers clinically evaluated: 2-year results. J Am Dent Assoc v. 121, n. 5, p , nov Welbury RR. A clinical study of a microfilled composite resin for labial veneers. Int J Paediatr Dent v. 1, n. 1, p. 9-15,

Lentes de contato dental: construindo um protocolo previsível

Lentes de contato dental: construindo um protocolo previsível Lentes de contato dental: construindo um protocolo previsível Weider Silva Especialista em Dentística. Especialista em Prótese. Especialista em Implantodontia. Professor do Curso de Especialização de Dentística

Leia mais

CURSO EXTENSIVO DE ENCERAMENTO E CERÂMICA

CURSO EXTENSIVO DE ENCERAMENTO E CERÂMICA Dr. Dario Adolfi Dr. Ivan Ronald Huanca Duração: 6 meses/módulos de 2 dias. Datas: 11 e 12 de março de 2010 8 e 9 de abril de 2010 13 e 14 de maio de 2010 17 e 18 de junho de 2010 15 e 16 de julho de 2010

Leia mais

Caso Selecionado. Odontologia Estética Integrada - a busca do equilíbrio

Caso Selecionado. Odontologia Estética Integrada - a busca do equilíbrio Caso Selecionado Odontologia Estética Integrada - a busca do equilíbrio Cláudio de Pinho Costa, José Maria Gratone, Paulo Martins Ferreira, Tatiana Costa Ribeiro O conhecimento e domínio dos princípios

Leia mais

Harmonia. Caso Selecionado. Sidney Kina e José Carlos Romanini

Harmonia. Caso Selecionado. Sidney Kina e José Carlos Romanini Caso Selecionado Harmonia Sidney Kina e José Carlos Romanini Na busca para encontrar uma composição agradável no sorriso, alguns fatores de composição estética devem ser observados, para orientação na

Leia mais

27/05/2014. Dentística I. Classe III. Classe I. Classe V. Terapêutica ou protética; Simples, composta ou complexa.

27/05/2014. Dentística I. Classe III. Classe I. Classe V. Terapêutica ou protética; Simples, composta ou complexa. Mauro A Dall Agnol UNOCHAPECÓ mauroccs@gmail.com Classe I Classe II Classe III Classe IV Classe V Classe I Classe II Classe III Classe IV Classe V Dentística I Terapêutica ou protética; Simples, composta

Leia mais

Coluna Visão Protética

Coluna Visão Protética Coluna Visão Protética 88 PROSTHESIS Prosthes. Lab. Sci. 2013; 2(6):88-97. L A B O R A T O R Y i n Gustavo Bertholdo 1 Elson Bertholdo 2 Eduardo Souza Junior 3 Luis Gustavo Barrote Albino 4 Thays Bertoldo

Leia mais

SIMPLES E EFICIENTES PROCEDIMENTOS PARA AS REABILITAÇÕES ORAIS SOBRE DENTES NATURAIS E IMPLANTES

SIMPLES E EFICIENTES PROCEDIMENTOS PARA AS REABILITAÇÕES ORAIS SOBRE DENTES NATURAIS E IMPLANTES PARA AS REABILITAÇÕES ORAIS SOBRE Dr. Dario Adolfi Dr. Oswaldo Scopin de Andrade Dr. Maurício Adolfi Data: 7 a 11 de outubro de 2013 OBJETIVOS: Saiba como planejar uma reabilitação total e mostrar ao paciente

Leia mais

Resinas compostas: o estado da arte

Resinas compostas: o estado da arte Caso Selecionado Resinas compostas: o estado da arte Maurício U. Watanabe Na Odontologia atual, a resina composta é o material de eleição quando se trata de reconstruções de coroas fraturadas de dentes

Leia mais

REABLITAÇÃO ESTÉTICA E FUNCIONAL DA GUIA ANTERIOR E CANINA UTILIZANDO RESINA COMPOSTA (ESTHET-X) DE UMA PACIENTE COM EROSÃO E BRUXISMO.

REABLITAÇÃO ESTÉTICA E FUNCIONAL DA GUIA ANTERIOR E CANINA UTILIZANDO RESINA COMPOSTA (ESTHET-X) DE UMA PACIENTE COM EROSÃO E BRUXISMO. REABLITAÇÃO ESTÉTICA E FUNCIONAL DA GUIA ANTERIOR E CANINA UTILIZANDO RESINA COMPOSTA (ESTHET-X) DE UMA PACIENTE COM EROSÃO E BRUXISMO. Caso clínico realizado pelo especialista em Dentística Restauradora

Leia mais

Estética Dental: Clareamento e Resina Composta Dental Aesthetic: bleaching and composite resin

Estética Dental: Clareamento e Resina Composta Dental Aesthetic: bleaching and composite resin Estética Dental: Clareamento e Resina Composta Dental Aesthetic: bleaching and composite resin Frederico dos Reis GOYATÁ Doutor em Prótese UNITAU Taubaté-SP. Pós Doutorando em Prótese UNITAU Taubaté-SP.

Leia mais

Protocolo para laminados cerâmicos: Relato de um caso clínico

Protocolo para laminados cerâmicos: Relato de um caso clínico rtigo Inédito Protocolo para laminados cerâmicos: Relato de um caso clínico Oswaldo Scopin de ndrade*, José Carlos Romanini** RESUMO literatura científica atual preconiza para a dentição anterior a opção

Leia mais

ODONTOLOGIA ESTÉTICA

ODONTOLOGIA ESTÉTICA ODONTOLOGIA ESTÉTICA O sorriso enaltece os dentes que podem assim como outros elementos da face denunciar a idade cronológica do ser humano por meio de desgastes ou mesmo pela alteração da cor. Nesse contexto,

Leia mais

Casos Clínicos. Caso Clínico: Importância do Acabamento e Polimento na Obtenção de Excelência Estética com Resina Composta Direta.

Casos Clínicos. Caso Clínico: Importância do Acabamento e Polimento na Obtenção de Excelência Estética com Resina Composta Direta. Autor: Dr. LUIZ RAFAEL CALIXTO ESPECIALISTA EM DENTÍSTICA PELA UNESP- ARARAQUARA/SP MESTRE EM DENTÍSTICA PELA UNESP- ARARAQUARA/SP DOUTORANDO EM DENTÍSTICA PELA UNESP- ARARAQUARA/SP PROFESSOR DOS CURSOS

Leia mais

LAMINADOS CERÂMICOS CRITÉRIOS CLÍNICOS PARA PLANEJAMENTO, EXECUÇÃO E MANUTENÇÃO. A utilização de laminados cerâmicos é extensamente

LAMINADOS CERÂMICOS CRITÉRIOS CLÍNICOS PARA PLANEJAMENTO, EXECUÇÃO E MANUTENÇÃO. A utilização de laminados cerâmicos é extensamente CAPÍTULO XIV LAMINADOS CERÂMICOS CRITÉRIOS CLÍNICOS PARA PLANEJAMENTO, EXECUÇÃO E MANUTENÇÃO Oswaldo Scopin de Andrade Sérgio Siqueira Jr. Ariovaldo Stefani Maristela Lobo Márcio Seto A utilização de laminados

Leia mais

SEQUÊNCIA DE POLIMENTO DE CERÔMEROS

SEQUÊNCIA DE POLIMENTO DE CERÔMEROS SEQUÊNCIA DE POLIMENTO DE CERÔMEROS Dr. Alex Antônio Maciel de Oliveira Especialista em Implantodontia Consultor científico do Sistema Friccional de Implantes Kopp Contato: alexamaciel@hotmail.com Nos

Leia mais

O uso do mock-up no planejamento de restaurações cerâmicas

O uso do mock-up no planejamento de restaurações cerâmicas Relato de caso clínico SILVA TB, LOPES LV OLIVEIRA MBRG, TAKANO AE, CARDOSO PC O uso do mock-up no planejamento de restaurações cerâmicas The use of mock-up on ceramics restorations Thaynan Bruna da Silva

Leia mais

APLICAÇÃO CLÍNICA E LABORATORIAL DO SISTEMA CAD/CAM

APLICAÇÃO CLÍNICA E LABORATORIAL DO SISTEMA CAD/CAM APLICAÇÃO CLÍNICA E LABORATORIAL Data: 24 a 27 de novembro de 2015 Atualmente existe uma forte tendência no mercado mundial sobre os Sistemas CAD/CAM. A proposta deste programa é brindar-lhes com toda

Leia mais

Digital smile design: uma ferramenta para planejamento e comunicação em odontologia estética

Digital smile design: uma ferramenta para planejamento e comunicação em odontologia estética DICAS DE PRÓTESE LABORATORIAL Digital smile design: uma ferramenta para planejamento e comunicação em odontologia estética Coachman, Christian Cirurgião-dentista, Técnico em Prótese Dentária Calamita,

Leia mais

Técnica de impressão em dois tempos Técnica de afastamento com duplo fio

Técnica de impressão em dois tempos Técnica de afastamento com duplo fio ESTÉTICA ESTÉTICA ESTÉTICA ESTÉTICA ESTÉTICA Técnica de impressão em dois tempos Técnica de afastamento com duplo fio Prof. Dr. Glauco Rangel Zanetti Doutor em Clínica Odontológica - Prótese Dental - FOP-Unicamp

Leia mais

TRANSFORMAÇÃO DE DENTE CONÓIDE E FECHAMENTO DE DIASTEMA EM CLÍNICA GERAL

TRANSFORMAÇÃO DE DENTE CONÓIDE E FECHAMENTO DE DIASTEMA EM CLÍNICA GERAL TRANSFORMAÇÃO DE DENTE CONÓIDE E FECHAMENTO DE DIASTEMA EM CLÍNICA GERAL ESTHETIC CORRECTION OF PEG SHAPED LATERAL INCISOR AND DIASTEMA CLOSURE IN GENERAL DENTISTRY Denise Pedrini Professora assistente

Leia mais

Amaris naturalmente simples. simplesmente Bonito!

Amaris naturalmente simples. simplesmente Bonito! Naturalmente simples. Simplesmente bonito! Amaris Elegância natural Dois passos simples Estratificação natural Resultados brilhantes Técnica simples Ao longo de décadas, os dentistas utilizaram uma escala

Leia mais

Visão 2. Protocolo Clínico para Confecção de Facetas Diretas em Resina Composta. Clinical protocol for fabrication of direct composite resin veneers

Visão 2. Protocolo Clínico para Confecção de Facetas Diretas em Resina Composta. Clinical protocol for fabrication of direct composite resin veneers Visão 2 Protocolo Clínico para Confecção de Facetas Diretas em Resina Composta Clinical protocol for fabrication of direct composite resin veneers Fernando Fialho *, Rodrigo Proença **, Mariana Proença

Leia mais

Artigo Inédito. Fabiano Carlos Marson* Sidney Kina** 76 Rev Dental Press Estét. 2010 jul-set;7(3):76-86

Artigo Inédito. Fabiano Carlos Marson* Sidney Kina** 76 Rev Dental Press Estét. 2010 jul-set;7(3):76-86 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30 31 32 33 34 35 36 37 38 39 40 41 42 43 44 45 46 Artigo Inédito Fabiano Carlos Marson* Sidney Kina** * Mestre e Doutor em

Leia mais

! 1. Alterar forma e/ou cor vestibular dos dentes; 2. Realinhar dentes inclinados para lingual. Restaurações estéticas anteriores diretas.

! 1. Alterar forma e/ou cor vestibular dos dentes; 2. Realinhar dentes inclinados para lingual. Restaurações estéticas anteriores diretas. Restaurações estéticas anteriores diretas. O crescente desenvolvimento de materiais resinosos e técnicas adesivas, possibilita o planejamento e execução de restaurações de resina composta na dentição anterior.

Leia mais

Excelência em Laboratório

Excelência em Laboratório 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30 31 32 33 34 35 36 37 38 39 Excelência em Laboratório * Especialista, Mestre e Doutorando em Dentística Restauradora, Faculdade

Leia mais

Por: Renato Fabricio de Andrade Waldemarin; Guilherme Brião Camacho e Vinícius Marcel Ferst

Por: Renato Fabricio de Andrade Waldemarin; Guilherme Brião Camacho e Vinícius Marcel Ferst Por: Renato Fabricio de Andrade Waldemarin; Guilherme Brião Camacho e Vinícius Marcel Ferst Técnica 1: Faceta I.Dente vital e preparo protético pronto. 1. Medir a altura e a largura do dente homológo do

Leia mais

Ponto de Contato. Reabilitação Estética Sobre Implante em Função Imediata. Aesthetic rehabilitation with implants in immediate function

Ponto de Contato. Reabilitação Estética Sobre Implante em Função Imediata. Aesthetic rehabilitation with implants in immediate function Ponto de Contato Reabilitação Estética Sobre Implante em Função Imediata Aesthetic rehabilitation with implants in immediate function José Norberto Garcia Nesello* Manoel Martin Junior** Carlos Marcelo

Leia mais

CURSO INTENSIVO CLINICO E LABORATORIAL PARA CIRURGÕES DENTISTAS

CURSO INTENSIVO CLINICO E LABORATORIAL PARA CIRURGÕES DENTISTAS CURSO INTENSIVO CLINICO E LABORATORIAL PARA CIRURGÕES Dr. Dario Adolfi Dr. Gustavo Javier Vernazza Dr. Oswaldo Scopin de Andrade Data: 20 a 24 de setembro de 2010 PROGRAMA DO CURSO PRIMERO DIA Dr. Gustavo

Leia mais

TRANSFORMAÇÃO DA FORMA DOS LATERAIS CONÓIDES UTILIZANDO RESINA COMPOSTA (ESTHET-X)

TRANSFORMAÇÃO DA FORMA DOS LATERAIS CONÓIDES UTILIZANDO RESINA COMPOSTA (ESTHET-X) TRANSFORMAÇÃO DA FORMA DOS LATERAIS CONÓIDES UTILIZANDO RESINA COMPOSTA (ESTHET-X) Caso clínico realizado pelo especialista em Dentística Restauradora HECTOR GREGORY SOCIAS JUNIOR (República Dominicana).

Leia mais

Clinical Update. Uso Combinado de TPH - ESTHET-X na Resolução de Fratura em Dentes Anteriores - Relato de Caso Clínico. Introdução.

Clinical Update. Uso Combinado de TPH - ESTHET-X na Resolução de Fratura em Dentes Anteriores - Relato de Caso Clínico. Introdução. Uso Combinado de TPH - ESTHET-X na Resolução de Fratura em Dentes Anteriores - Relato de Caso Clínico PEREIRA, Marcelo Agnoletti Especialista em Dentística restauradora FUNBEO-FOB-USP Mestre em Dentística

Leia mais

Fechamento de Diastemas Unitários com Resinas Compostas: um tratamento conservador, reversível e estético

Fechamento de Diastemas Unitários com Resinas Compostas: um tratamento conservador, reversível e estético Fechamento de Diastemas Unitários com Resinas Compostas: um tratamento conservador, reversível e estético Frederico dos Reis GOYATÁ Leonardo Fernandes da Cunha*, Rafaella Caramori Saab**, Juliana de Souza

Leia mais

A PREVISIBILIDADE DIGITAL FACILITOU MUITO A COMUNICAÇÃO ENTRE O PROFESSIONAL E O PACIENTE EVITANDO-SE SURPRESAS NO FINAL DO TRATAMENTO

A PREVISIBILIDADE DIGITAL FACILITOU MUITO A COMUNICAÇÃO ENTRE O PROFESSIONAL E O PACIENTE EVITANDO-SE SURPRESAS NO FINAL DO TRATAMENTO Lorem. 2 A PREVISIBILIDADE DIGITAL FACILITOU MUITO A COMUNICAÇÃO ENTRE O PROFESSIONAL E O PACIENTE EVITANDO-SE SURPRESAS NO FINAL DO TRATAMENTO TÉCNICA DE HARMONIA DENTAL UTILIZANDO A PROPORÇÃO ÁUREA DIGITAL,

Leia mais

Balsamo M. Cosmética em anomalias dentais. Dental Science - Clin e Pesq Integrada 2007; 1(2); 134-140.

Balsamo M. Cosmética em anomalias dentais. Dental Science - Clin e Pesq Integrada 2007; 1(2); 134-140. Ponto de contato................... Marcelo Balsamo* Balsamo M.. - Clin e Pesq Integrada 2007; 1(2); 134-140. blemas estéticos decorrentes de anomalias dentárias, sejam elas ocasionadas por fatores de

Leia mais

APLICAÇÃO CLÍNICA E LABORATORIAL DO SISTEMA CAD/CAM

APLICAÇÃO CLÍNICA E LABORATORIAL DO SISTEMA CAD/CAM APLICAÇÃO CLÍNICA E LABORATORIAL DO SISTEMA CAD/CAM DATA à definir Atualmente existe uma forte tendência no mercado mundial sobre os Sistemas CAD/CAM. A proposta deste programa é brindar-lhes com toda

Leia mais

Alinhamento de sorriso por meio de resinas compostas

Alinhamento de sorriso por meio de resinas compostas Caso Selecionado Alinhamento de sorriso por meio de resinas compostas Wanderley de Almeida Cesar Jr. Quando tenho pela frente um caso clínico para solucionar e uma necessidade estética do meu paciente

Leia mais

Digital. Design. Corso teoric o-pratic o Di G ital s M i L e D esign. Abordagem moderna. nei settori estetici Anterior

Digital. Design. Corso teoric o-pratic o Di G ital s M i L e D esign. Abordagem moderna. nei settori estetici Anterior Curso Teórico e Prático di Smile Design & DIGITAL TECHNOLOGY Digital smile Design Corso teoric o-pratic o Di G ital s M i L e D esign Abordagem moderna para Approccio o digital moderno estudo digital apresentação

Leia mais

Odontologia Estetica Integrada:

Odontologia Estetica Integrada: Visao Clinica Odontologia Estetica Integrada: Obtendo Naturalidade com Simplicidade Claudio Pinho Os diversos meios de comunicação têm divulgado e demonstrado, cada vez mais, a importância do rejuvenescimento

Leia mais

Clinical Update. Restauração com Resina Composta de Dentes Anteriores Fraturados Relato de Caso Clínico. Procedimento Restaurador

Clinical Update. Restauração com Resina Composta de Dentes Anteriores Fraturados Relato de Caso Clínico. Procedimento Restaurador Restauração com Resina Composta de Dentes Anteriores Fraturados Relato de Caso Clínico Dr Saul Antunes Neto Desde o surgimento das resinas compostas, das técnicas de condicionamento ácido, das estruturas

Leia mais

GrandTEC. Tiras de fibra de vidro impregnadas com resina para uso em técnicas adesivas odontológicas

GrandTEC. Tiras de fibra de vidro impregnadas com resina para uso em técnicas adesivas odontológicas GrandTEC Tiras de fibra de vidro impregnadas com resina para uso em técnicas adesivas odontológicas GrandTEC Técnica inovadora Somente aplicando os mais modernos materiais da técnica adesiva, o clínico

Leia mais

Caso Clínico. Flavia Caetano P. dos Santos* Weider de Oliveira Silva** Miquelle Carvalho***

Caso Clínico. Flavia Caetano P. dos Santos* Weider de Oliveira Silva** Miquelle Carvalho*** Caso Clínico Flavia Caetano P. dos Santos* Weider de Oliveira Silva** Miquelle Carvalho*** * Especialista em Dentística pela Associação Brasileira de Odontologia - ABO (Taguatinga DF). ** Especialista

Leia mais

manter um dente recém- período suficientemente prolongado correção ortodôntica que se conceito polêmico.

manter um dente recém- período suficientemente prolongado correção ortodôntica que se conceito polêmico. Introdução CONTENÇÕES EM ORTODONTIA em ortodontia é o procedimento para manter um dente recém- movimentado em posição por um período suficientemente prolongado para assegurar a manutenção da correção ortodôntica

Leia mais

Excelência estética obtida com diagnóstico, planejamento e tratamento integrados

Excelência estética obtida com diagnóstico, planejamento e tratamento integrados Caso Selecionado Excelência estética obtida com diagnóstico, planejamento e tratamento integrados Carlos Eduardo Francischone O caso clínico apresentado mostra resultados estéticos e funcionais excelentes,

Leia mais

Protemp TM 4. Material Provisório à Base de Bisacril. Restauração provisória. qualidade. com a 3M ESPE

Protemp TM 4. Material Provisório à Base de Bisacril. Restauração provisória. qualidade. com a 3M ESPE Protemp TM 4 Material Provisório à Base de Bisacril Restauração provisória com a qualidade 3M ESPE Protemp TM 4 Com 40 anos de experiência em materiais provisórios e amplo conhecimento em produtos com

Leia mais

Faceta direta em resina composta com recurso de uma matriz de acetato - relato de caso clínico

Faceta direta em resina composta com recurso de uma matriz de acetato - relato de caso clínico Caso Clínico Faceta direta em resina composta com recurso de uma matriz de acetato - relato de caso clínico Milena Peixoto Nogueira de Sá*, Renata Corrêa Pascotto** Resumo A realização de facetas vestibulares

Leia mais

Classificação dos Núcleos

Classificação dos Núcleos OBJETIVO Núcleos Permitir que o dente obtenha características biomecânicas suficientes para ser retentor de uma prótese parcial fixa. Classificação dos Núcleos Núcleos de Preenchimento Núcleos Fundidos

Leia mais

Reabilitação estética de dentes anteriores com restaurações cerâmicas adesivas

Reabilitação estética de dentes anteriores com restaurações cerâmicas adesivas Autor convidado PENA CE, VIOTTI RG, FERREIRA LA, RODRIGUES JA, REIS AF Reabilitação estética de dentes anteriores com restaurações cerâmicas adesivas Esthetic rehabilitation of anterior teeth with bonded

Leia mais

2ª. PARTE CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS. 21. Segundo Bonachela, os polígonos importantes a serem avaliados na condição de estabilidade da PPR são:

2ª. PARTE CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS. 21. Segundo Bonachela, os polígonos importantes a serem avaliados na condição de estabilidade da PPR são: 2ª. PARTE CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS PROTESE DENTÁRIA 21. Segundo Bonachela, os polígonos importantes a serem avaliados na condição de estabilidade da PPR são: a) Polígonos de Roy e de Kent. b) Polígono

Leia mais

Caso Selecionado. Como o olhar analítico da Odontologia Estética reconstrói um sorriso

Caso Selecionado. Como o olhar analítico da Odontologia Estética reconstrói um sorriso Como o olhar analítico da Odontologia Estética reconstrói um sorriso Marcelo Moreira*, Marcelo Kyrillos**, Luis Eduardo Calicchio***, Hélio Laudelino G. de Oliveira****, Márcio J. A. de Oliveira*****,

Leia mais

SORRISO BONITO E SAUDÁVEL PARA TODA A VIDA!

SORRISO BONITO E SAUDÁVEL PARA TODA A VIDA! SORRISO BONITO E SAUDÁVEL PARA TODA A VIDA! INTRODUÇÃO Um sorriso bonito, saudável e harmônico faz toda a diferença! Na autoestima traz diversos benefícios, pois quem sorri abertamente acredita em si mesmo

Leia mais

Por: Renato Fabrício de Andrade Waldemarin; Guilherme Brião Camacho e Vinícius Marcel Ferst

Por: Renato Fabrício de Andrade Waldemarin; Guilherme Brião Camacho e Vinícius Marcel Ferst Por: Renato Fabrício de Andrade Waldemarin; Guilherme Brião Camacho e Vinícius Marcel Ferst 1. Anamnese, exame clínico e exames complementares (inclusive radiográfico); 2. Moldagem e Modelagem para estudo

Leia mais

Avaliação estética do sorriso do paciente na clínica restauradora

Avaliação estética do sorriso do paciente na clínica restauradora Capítulo 11 Avaliação estética do sorriso do paciente na clínica restauradora Leonardo Buso * Sanzio Marques * Paulo Fernando de Carvalho * José Carlos Romanini O sorriso é a manifestação dos lábios quando

Leia mais

Aprovados sem restrições para cavidades oclusais. Diamond

Aprovados sem restrições para cavidades oclusais. Diamond Grandio SO Heavy Grandio SO Heavy Aprovados sem restrições para cavidades oclusais Com o lançamento do compósito compactável, a VOCO introduziu no mercado um material de restauração semelhante ao dente

Leia mais

2ª. PARTE CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS. 21. Quanto ao mecanismo de fratura de um dente, podemos considerar como principal fator determinante:

2ª. PARTE CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS. 21. Quanto ao mecanismo de fratura de um dente, podemos considerar como principal fator determinante: 2ª. PARTE CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS PRÓTESE DENTÁRIA 21. Quanto ao mecanismo de fratura de um dente, podemos considerar como principal fator determinante: a) Tratamento endodôntico. b) Perda da estrutura

Leia mais

Curso de Extensão em Clínica Odontológica Faculdade de Odontologia de Piracicaba - UNICAMP

Curso de Extensão em Clínica Odontológica Faculdade de Odontologia de Piracicaba - UNICAMP Restauração Indireta em Dente Posterior Associando Adesivo e Compósito com Nanopartículas Mario Fernando de Góes Cristiana Azevedo Vinicius Di Hipólito Luís Roberto Martins Cláudio Bragoto Curso de Extensão

Leia mais

REABILITAÇÃO ORAL MULTIDISCIPLINAR: TRATAMENTO ORTODÔNTICO, IMPLANTE DENTÁRIO E FACETAS EM CERÂMICA FELDSPÁTICA

REABILITAÇÃO ORAL MULTIDISCIPLINAR: TRATAMENTO ORTODÔNTICO, IMPLANTE DENTÁRIO E FACETAS EM CERÂMICA FELDSPÁTICA O JornalDentistry ARTIGO ORIGINAL REABILITAÇÃO ORAL MULTIDISCIPLINAR: TRATAMENTO ORTODÔNTICO, IMPLANTE DENTÁRIO E FACETAS EM CERÂMICA FELDSPÁTICA Introdução A Medicina Dentária da era moderna tem como

Leia mais

Nós acreditamos. Conheça o seu novo laboratório!

Nós acreditamos. Conheça o seu novo laboratório! Nós acreditamos. Conheça o seu novo laboratório! Bons profissionais procuram bons parceiros e fornecedores. Trabalhar com profissionais diferenciados, prestando serviços de alta qualidade é a nossa prioridade.

Leia mais

Escrito por Administrator Ter, 02 de Fevereiro de 2010 09:14 - Última atualização Qua, 10 de Março de 2010 08:44

Escrito por Administrator Ter, 02 de Fevereiro de 2010 09:14 - Última atualização Qua, 10 de Março de 2010 08:44 Mitos e Verdades da Odontologia Mitos: Quanto maior e colorida for nossa escova dental, melhor! Mentira. A escova dental deve ser pequena ou média para permitir alcançar qualquer região da nossa boca.

Leia mais

IMPORTANTES PROCEDIMENTOS CLÍNICOS E LABORATORIAIS PARA AS REABILITAÇÕES ORAIS SOBRE DENTES NATURAIS E IMPLANTES

IMPORTANTES PROCEDIMENTOS CLÍNICOS E LABORATORIAIS PARA AS REABILITAÇÕES ORAIS SOBRE DENTES NATURAIS E IMPLANTES Dr. Dario Adolfi Data: 27, 28 e 29 de novembro de 2013 OBJETIVOS: Saiba como planejar uma reabilitação total através do enceramento de diagnóstico e a importância das técnicas de preparo e como executar

Leia mais

IMERSÃO EM LAMINADOS E LENTES DE CONTATO SÃO PAULO

IMERSÃO EM LAMINADOS E LENTES DE CONTATO SÃO PAULO IMERSÃO EM LAMINADOS E LENTES DE CONTATO SÃO PAULO OBJETIVOS DO CURSO Capacitar o cirurgião-dentista a indicar, planejar e executar tratamentos reabilitadores estéticos indiretos minimamente invasivos,

Leia mais

Dentes Alemães Classic A Solução Perfeita 4x4

Dentes Alemães Classic A Solução Perfeita 4x4 Dentes Alemães Classic A Solução Perfeita 4x4 Carta Molde Informação de Produto Magister Dentes anteriores Classic Magister Dentes anteriores com 4 camadas Os dentes Magister apresentam estética semelhante

Leia mais

Ponto de Contato. Conjugando Procedimentos Restauradores Indiretos e Diretos: Mimetizando Materiais Restauradores à Estrutura Dental

Ponto de Contato. Conjugando Procedimentos Restauradores Indiretos e Diretos: Mimetizando Materiais Restauradores à Estrutura Dental Ponto de Contato Conjugando Procedimentos Restauradores Indiretos e Diretos: Mimetizando Materiais Restauradores à Estrutura Dental Conjugating direct and indirect restorative procedures: Restorative materials

Leia mais

MANUAL DE PRÓTESE FIXA

MANUAL DE PRÓTESE FIXA MANUAL DE PRÓTESE FIXA INDICE Materiais e Equipamentos 05 Materiais e Técnicas de Moldagem 07 Vazamento de Modelos 08 Montagem em Articulador 17 Enceramento 20 Preparo de Troquel 23 Inclusão 25 Fundição

Leia mais

Cirurgia Ortognática e Estética Facial: Qual sua importância na Odontologia Integrada?

Cirurgia Ortognática e Estética Facial: Qual sua importância na Odontologia Integrada? Cirurgia Ortognática e Estética Facial: Qual sua importância na Odontologia Integrada? A avaliação da estética facial, bem como sua relação com a comunicação e expressão da emoção, é parte importante no

Leia mais

Laminados cerâmicos minimamente invasivos. Minimally invasive porcelain laminate veneers.

Laminados cerâmicos minimamente invasivos. Minimally invasive porcelain laminate veneers. F U L L 1 Laminados cerâmicos minimamente invasivos. Minimally invasive porcelain laminate veneers. Cristian Higashi 1 Antonio Setsuo Sakamoto Junior 2 Giovana Mongruel Gomes 3 Abraham Lincoln Calixto

Leia mais

Structur 2 SC / Structur Premium

Structur 2 SC / Structur Premium Structur Structur 2 SC / Structur Premium Excelentes provisórios com Structur Fácil aplicação O tratamento protético dos seus pacientes, em particular o tratamento provisório, requer a utilização de produtos

Leia mais

Ufi Gel SC/P Ufi Gel hard/c. Ufi Gel SC / P Ufi Gel hard / C. aplicação

Ufi Gel SC/P Ufi Gel hard/c. Ufi Gel SC / P Ufi Gel hard / C. aplicação Ufi Gel SC/P Ufi Gel hard/c Ufi Gel SC / P Ufi Gel hard / C O sistema reembasador para qualquer aplicação Ufi Gel SC/P Ufi Gel hard/c O sistema reembasador para qualquer aplicação A atrofia do osso alveolar

Leia mais

www.dentaladvisor.com Quick Up Editors Choice + + + + +

www.dentaladvisor.com Quick Up Editors Choice + + + + + www.dentaladvisor.com Material autopolimerizável para a fixação de attachments e elementos secundários em próteses Editors Choice + + + + + A SOLUÇÃO EM UM KIT É muito comum as próteses totais apresentarem

Leia mais

Manipulação de Tecido Mole ao Redor de Implantes na Zona Estética

Manipulação de Tecido Mole ao Redor de Implantes na Zona Estética Manipulação de Tecido Mole ao Redor de Implantes na Zona Estética Figura 9 1A Diagrama de secção transversal mostrando um implante no local do incisivo. A forma côncava do rebordo vestibular é evidenciada.

Leia mais

PROCESSO SELETIVO EDITAL 23/2014

PROCESSO SELETIVO EDITAL 23/2014 PROCESSO SELETIVO EDITAL 23/2014 CARGO E UNIDADES: Odontólogo (Unidade Móvel) Atenção: NÃO ABRA este caderno antes do início da prova. Tempo total para resolução desta prova: 3 (três) horas. I N S T R

Leia mais

Recuperação da Linha do Sorriso Utilizando Procedimentos Cirúrgico e Restaurador

Recuperação da Linha do Sorriso Utilizando Procedimentos Cirúrgico e Restaurador CASO CLÍNICO Recuperação da Linha do Sorriso Utilizando Procedimentos Cirúrgico e Restaurador Recovery of the Smile Line By Means of Surgical and Restorative Treatment Sandra Rahal MESTRENER* Jorge KOMATSU

Leia mais

O USO DO MOCK-UP NA OTIMIZAÇÃO E PRECISÃO DO RESULTADO DA CIRURGIA PLÁSTICA PERIODONTAL

O USO DO MOCK-UP NA OTIMIZAÇÃO E PRECISÃO DO RESULTADO DA CIRURGIA PLÁSTICA PERIODONTAL O USO DO MOCK-UP NA OTIMIZAÇÃO E PRECISÃO DO RESULTADO DA CIRURGIA PLÁSTICA PERIODONTAL 74 Decurcio RA, Cardoso PC, Rodrigues DC, Corrêa EJB, Rogers GJ. O Uso do Mock-up na Otimização e Precisão do Resultado

Leia mais

Fragmento CerâmiCo em incisivo Central: abordagem estética e UltraConservadora

Fragmento CerâmiCo em incisivo Central: abordagem estética e UltraConservadora Visão Clínica Fragmento CerâmiCo em incisivo Central: abordagem estética e UltraConservadora Ceramic fragment in central incisor: Aesthetic approach and ultraconservative Carlos Marcelo Archangelo*, José

Leia mais

Restabelecimento estético anterior: clareamento, facetas e coroas em cerâmica

Restabelecimento estético anterior: clareamento, facetas e coroas em cerâmica Restabelecimento estético anterior: clareamento, facetas e coroas em cerâmica Mariana Veras Godeiro Cirurgiã-dentista graduada pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte-UFRN. Especialista em Dentística

Leia mais

Cimentos para cimentação

Cimentos para cimentação Curso de Auxiliar em Saude Bucal - ASB Faculdade de Odontologia - UPF Requisitos de um agente cimentante ideal Cimentos para cimentação Ser adesivo; Ser insolúvel no meio bucal; Permitir bom selamento

Leia mais

RECURSOS CONTEMPORÂNEOS DO PLANEJAMENTO ESTÉTICO INTEGRADO. Vivian Leite Martins Estudante de graduação da Escola Bahiana de

RECURSOS CONTEMPORÂNEOS DO PLANEJAMENTO ESTÉTICO INTEGRADO. Vivian Leite Martins Estudante de graduação da Escola Bahiana de CASOS CLÍNICOS RECURSOS CONTEMPORÂNEOS DO PLANEJAMENTO ESTÉTICO INTEGRADO Danielle Nishitani Shibasaki Estudante de graduação da Escola Bahiana de Medicina e Saúde Pública. Vivian Leite Martins Estudante

Leia mais

Autorizado pela Portaria no 131, de 13/01/11, publicada no DOU no 11, de17/01/11, seção 1, pág.14

Autorizado pela Portaria no 131, de 13/01/11, publicada no DOU no 11, de17/01/11, seção 1, pág.14 C U R S O O D O N T O L O G I A Autorizado pela Portaria no 131, de 13/01/11, publicada no DOU no 11, de17/01/11, seção 1, pág.14 Componente Curricular: ODONTOLOGIA PRÉ-CLÍNICA II Código: ODO-028 Pré-requisito:

Leia mais

Caso Clínico. Sanzio Marques* 64 Rev Dental Press Estét. 2010 jul-set;7(3):64-79

Caso Clínico. Sanzio Marques* 64 Rev Dental Press Estét. 2010 jul-set;7(3):64-79 Caso Clínico Sanzio Marques* * Mestre em Dentística Restauradora (FO-UFMG). Especialista em Prótese Dental (FORP-USP). utor do livro Estética com resinas compostas em dentes anteriores: percepção, arte

Leia mais

Visão Clínica. A odontologia Interdisciplinar na Estética Dental Anterior The interdisciplinary dentistry at the anterior dental aesthetics

Visão Clínica. A odontologia Interdisciplinar na Estética Dental Anterior The interdisciplinary dentistry at the anterior dental aesthetics Visão Clínica A odontologia Interdisciplinar na Estética Dental Anterior The interdisciplinary dentistry at the anterior dental aesthetics Cláudio Pinho*, Patricia N. R. Pereira**, José Maria Gratone***

Leia mais

Tabela de Procedimentos Odontológicos Página: 1 de 8 Especialidade: DENTÍSTICA RESTAURADORA

Tabela de Procedimentos Odontológicos Página: 1 de 8 Especialidade: DENTÍSTICA RESTAURADORA Tabela de Procedimentos Odontológicos Página: 1 de 8 Grupo: 100-Diagnose - As consultas deverão ser faturadas em Guias de Atendimento - GA, separadamente dos demais procedimentos, que serão faturados na

Leia mais

Para todos os casos! Implantes-ANKYLOS. Informação ao paciente. Degussa Dental

Para todos os casos! Implantes-ANKYLOS. Informação ao paciente. Degussa Dental Para todos os casos! Implantes-ANKYLOS Informação ao paciente Degussa Dental Fornecido pelo seu cirurgião-dentista: Prezado(a) paciente, Mais cedo ou mais tarde acontece com cada um de nós: os primeiros

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE UBERLÃNDIA ESCOLA TÉCNICA DE SAÚDE CURSO TÉCNICO PRÓTESE DENTÁRIA FICHA DA SUBFUNÇÃO/COMPONENTE CURRICULAR

UNIVERSIDADE FEDERAL DE UBERLÃNDIA ESCOLA TÉCNICA DE SAÚDE CURSO TÉCNICO PRÓTESE DENTÁRIA FICHA DA SUBFUNÇÃO/COMPONENTE CURRICULAR UNIVERSIDADE FEDERAL DE UBERLÃNDIA ESCOLA TÉCNICA DE SAÚDE CURSO TÉCNICO PRÓTESE DENTÁRIA FICHA DA SUBFUNÇÃO/COMPONENTE CURRICULAR FUNÇÃO: Recuperação / Reabilitação SUBFUNÇÃO OU COMPONENTE CURRICULAR:

Leia mais

CEREC. Feito para inspirar.

CEREC. Feito para inspirar. SOLUÇÕES CAD/CAM PARA O dentista CEREC. Feito para inspirar. sirona.com.br CEREC NO CONSULTÓRIO: CLINICAMENTE SEGURO. Mais de 28 anos de experiência por um bom motivo: tudo está sob seu controle com CEREC,

Leia mais

REABILITAÇÃO ATRAVÉS DE HÍBRIDA APARAFUSADA.

REABILITAÇÃO ATRAVÉS DE HÍBRIDA APARAFUSADA. LABORATÓRIO Joaquín Madrueño Arranz Direção Técnica em laboratório de prótese dental próprio Formação e Peritagem em próteses dentais (Fotografias clínicas cedidas pelo Dr. Villar) REABILITAÇÃO ATRAVÉS

Leia mais

VistaScan Combi View Eficiência com precisão

VistaScan Combi View Eficiência com precisão VistaScan Combi View Eficiência com precisão O novo digitalizador de placas de fósforo com tela touch screen para todos os formatos Ar comprimido Aspiração Imagiologia Tratamento Higiene Placas de fósforo

Leia mais

Utilização de imagem digital para diagnóstico e planejamento estético

Utilização de imagem digital para diagnóstico e planejamento estético Artigo Inédito Utilização de imagem digital para diagnóstico e planejamento estético Breno Carnevalli Franco de Carvalho* Resumo A fotografia digital no pré-operatório, através da duplicação da imagem

Leia mais

Dr. Felipe Groch CRO 101.353 Especialização em Implantes Dentários

Dr. Felipe Groch CRO 101.353 Especialização em Implantes Dentários Nosso consultório odontológico está equipado para oferecer ao produtor rural todos os tratamentos odontológicos disponíveis na atualidade. Segue abaixo uma discriminação detalhada de cada tratamento oferecido

Leia mais

Objetivos do Curso. Normas do Curso

Objetivos do Curso. Normas do Curso Objetiv do Curso Capacitar o cirurgião-dentista a indicar, planejar e executar tratament reabilitadores estétic indiret minimamente invasiv, para dentes unitári ou múltipl, através da utilização de laminad

Leia mais

ODONTO IDÉIAS Nº 07. As 100 Melhores Idéias da Odontologia CALIBRADORES DE ESPAÇO INTERPROXIMAL

ODONTO IDÉIAS Nº 07. As 100 Melhores Idéias da Odontologia CALIBRADORES DE ESPAÇO INTERPROXIMAL ODONTO IDÉIAS Nº 07 As 100 Melhores Idéias da Odontologia CALIBRADORES DE ESPAÇO INTERPROXIMAL Nossa intenção com esta coluna é reconhecer o espírito criativo do Cirurgião Dentista brasileiro, divulgando

Leia mais

PROVA DE CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS Cód. 55

PROVA DE CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS Cód. 55 8 PROVA DE CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS Cód. 55 QUESTÃO 17 A Prótese Dentária é considerada uma especialidade odontológica de rico intercâmbio com as outras especialidades da odontologia. Esse intercâmbio

Leia mais

INSTITUTO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE FUNORTE / SOEBRÁS. Comunicação com laboratório de prótese dentária para confecção de enceramento diagnóstico.

INSTITUTO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE FUNORTE / SOEBRÁS. Comunicação com laboratório de prótese dentária para confecção de enceramento diagnóstico. 1 INSTITUTO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE FUNORTE / SOEBRÁS Comunicação com laboratório de prótese dentária para confecção de enceramento diagnóstico. Natália Schmaedecke Victoriano Campo Grande-MS, 2014 INSTITUTO

Leia mais

Técnica alternativa reabilitadora com materiais adesivos e implantes dentários

Técnica alternativa reabilitadora com materiais adesivos e implantes dentários caso clínico 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30 31 32 33 34 35 36 37 38 39 Técnica alternativa reabilitadora com materiais adesivos e implantes dentários Resumo:

Leia mais

Técnicas radiográficas. Técnicas Radiográficas Intraorais em Odontologia. Técnicas Radiográficas Intraorais. Técnicas Radiográficas

Técnicas radiográficas. Técnicas Radiográficas Intraorais em Odontologia. Técnicas Radiográficas Intraorais. Técnicas Radiográficas Técnicas Radiográficas Intraorais em Odontologia Técnicas radiográficas Divididas em dois grandes grupos: Técnicas Intraorais Profª Paula Christensen Técnicas Radiográficas Técnicas Extraorais Técnicas

Leia mais

PROVA DE CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS Cód. 37. Em relação à resina composta para restaurações indiretas, é CORRETO afirmar:

PROVA DE CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS Cód. 37. Em relação à resina composta para restaurações indiretas, é CORRETO afirmar: 8 PROVA DE CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS Cód. 37 QUESTÃO 17 Em relação à resina composta para restaurações indiretas, é CORRETO afirmar: a) Sua composição química é bem diferente das resinas compostas de uso

Leia mais

Prótese Parcial Removível

Prótese Parcial Removível Prótese Parcial Removível Objetivo: Reabilitar arcos parcialmente desdentados, devolvendo as funções estética, fonética e mastigatória, podendo ser removida tanto pelo profissional como pelo paciente,

Leia mais

CURSOS ICMDS PROSTODONTIA

CURSOS ICMDS PROSTODONTIA CURSOS ICMDS PROSTODONTIA OBJECTIVOS Aprimorar a pratica clinica dos profissionais que praticam Prostodontia no seu dia dia e buscam a exelência no planeamento Estético, Mock up, Metal Free, nos Preparos

Leia mais

Clinical Update Publicação de Atualização Profissional da Dentsply Brasil

Clinical Update Publicação de Atualização Profissional da Dentsply Brasil Enforce - Sistema Multiuso de Cimentação Adesiva, com Flúor Desde que foi lançado no Brasil, o sistema de cimentação adesiva Enforce com Flúor passou a fazer parte do dia-adia dos profissionais que realizam

Leia mais

FACETAS INDIRETAS EM CERÂMICAS: ASPECTOS DE INTERESSE. Indirect Ceramic Veneers: Aspects of Interest

FACETAS INDIRETAS EM CERÂMICAS: ASPECTOS DE INTERESSE. Indirect Ceramic Veneers: Aspects of Interest 1 FACETAS INDIRETAS EM CERÂMICAS: ASPECTOS DE INTERESSE Indirect Ceramic Veneers: Aspects of Interest Jean Carlo VIEIRA 1 Nerli Cristina WEBBER 1 Adilson Yoshio FURUSE 2 1 Acadêmicos do curso de Odontologia

Leia mais

Reanatomização CosmétiCa associada à CiRuRgia PlástiCa PeRiodontal, Relato de Caso ClíniCo.

Reanatomização CosmétiCa associada à CiRuRgia PlástiCa PeRiodontal, Relato de Caso ClíniCo. CosmétiCa associada à CiRuRgia PlástiCa PeRiodontal, Relato de Caso ClíniCo. Cosmetic reanatomization associated to periodontal plastic surgery Leonardo Marques 1 Alessandra Capuano 1 Janayna Grando Macahdo

Leia mais

Restaurações estéticas: técnicas e materiais para recuperar obras-primas da natureza

Restaurações estéticas: técnicas e materiais para recuperar obras-primas da natureza VOL. 61 - N o 3 Mai. /Jun. 2007 ISSN 0004-5276 REVISTA Série 61 anos Caderno especial Restaurações estéticas: técnicas e materiais para recuperar obras-primas da natureza Nesta edição Odontologia estética

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL FACULDADE DE ODONTOLOGIA PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ODONTOLOGIA ÁREA DE CONCENTRAÇÃO EM DENTÍSTICA

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL FACULDADE DE ODONTOLOGIA PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ODONTOLOGIA ÁREA DE CONCENTRAÇÃO EM DENTÍSTICA UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL FACULDADE DE ODONTOLOGIA PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ODONTOLOGIA ÁREA DE CONCENTRAÇÃO EM DENTÍSTICA PAULA PULGA PEREIRA UMA ABORDAGEM CONSERVADORA PARA FINALIZAÇÃO

Leia mais