Quais os benefícios ao patrocinar um curso online?

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Quais os benefícios ao patrocinar um curso online?"

Transcrição

1

2

3 Quais os benefícios ao patrocinar um curso online? Reforço da marca no mercado; Relacionamento estreito com o público alvo; Destaque da expertise da organização ao contribuir com conhecimentos e tecnologias do setor; Associação da marca a uma instituição com vasta experiência em treinamentos de alta qualidade; Espaço publicitário exclusivo na área de atuação;

4 O que está incluso na ação? Menção da empresa em todos os materiais de comunicação (página de venda do curso, matérias do MilkPoint e MilkPoint Indústria, newsleterrs, redes sociais, s marketing personalizados e outros); Inscrições para equipe, clientes ou parceiros; Inserção de 2 banners dentro da plataforma do curso; Módulo exclusivo dentro do ambiente digital com materiais da empresa (1 vídeo de até 20 minutos + 2 artigos); Mailing detalhado dos participantes; Investimento: à consultar (varia de acordo com os temas: ver nos próximos slides) Período de divulgação do treinamento: aproximadamente 3 meses Duração do treinamento: aproximadamente 2 meses

5 Como exatamente sua marca será exposta? Exposição nas matérias dos portais:

6 Marca dentro da página de vendas:

7 Banners dentro do ambiente digital:

8 Postagens em redes sociais:

9 - Aleitamento de bezerros com sucedâneo - Bem-estar animal: foco em rebanhos leiteiros - Boas Práticas na produção de leite - Compost Barn para rebanhos leiteiros - Controle e prevenção de mastite - Controle parasitário em bovinos leiteiros - Criação Eficiente de Bezerras e novilhas - Custos de Produção na Pecuária Leiteira - Custos e análise de indicadores - Formulação de dietas para rebanhos leiteiros - Gerenciamento de fazendas leiteiras - Gestão da reprodução em rebanhos de leite - IATF em rebanhos leiteiros - Índices zootécnicos em produção de leite - Manejo do estresse calórico - Manejo reprodutivo em gado de leite - Melhoramento genético da gado leiteiro - Nutrição de precisão - Nutrição de vacas de alta produção - Nutrição e manejo de vacas em transição - Princípios da nutrição em bovinos leiteiros - Programas de certificação na pecuária de leite - Qualidade do leite e manejo de ordenha - Sanidade de Vacas em Transição

10 - Adubação de Pastagens: conceitos essenciais - Cana de açúcar para alimentação animal - Conservação de forragens - Correção e adubação do solo da pastagem - Integração lavoura-pecuária-floresta - Intensificando uso de pastagens: da formação ao manejo - Irrigação de pastagens - Manejo de pastagens tropicais: foco em gado de leite - Manejo de plantas daninhas em pastagens - Produção eficiente e sustentável de pastagens - Produção econômica de silagem - Suplementação de vacas leiteiras a pasto - Ultrassonografia para bovinos - Utilização de subprodutos para ruminantes

11 - Controle de parasitas em ovinos e caprinos - Custos em ovino e caprinocultura - Instalação para ovinos - Melhoramento genético em ovinos - Princípios da nutrição em ovinos e caprinos de corte - Produção de caprinos de corte: conceitos essenciais - Produção de leite caprino - Produção de ovinos: conceitos gerais - Produção intensiva de cordeiros: do nascimento ao abate

12 - Correção de solo e adubação do cafezal - Fisiologia e produção do café conilon - Irrigação do Cafezal - Manejo integrado de doenças do café - Marketing aplicado ao café - Rainforest Alliance: certificação voltada para a cadeia do café

13 - 5S Qualidade total - Adequação ambiental - Análise de investimentos no agronegócio - Aplicação da Ferramenta APPCC - Conceitos atualizados sobre plantio direto - Contratos agrários - Finanças pessoais, do orçamento ao investimento - Gestão da sucessão rural (Sucessão Familiar na Agropecuária) - Influência & Persuasão - Leis trabalhistas no campo - Liderança para alta performance - Negociação avançada - Novas tecnologias para otimização de processos em laticínios - Produção de eucalipto: conceitos técnicos e econômicos - Qualidade da água em propriedades rurais - Técnicas de processamento de leite e derivados de baixo teor ou sem lactose - Técnicas de vendas no Agronegócio

14

Grade Curricular do Curso Zootecnia A partir de 2008

Grade Curricular do Curso Zootecnia A partir de 2008 Grade Curricular do Curso Zootecnia A partir de 2008 1º PERÍODO Domésticos I Obrigatória 4 60 Biologia Celular Obrigatória 4 60 Informática Básica Obrigatória 2 30 Introdução à Zootecnia Obrigatória 2

Leia mais

PROGRAMA DE DISCIPLINA

PROGRAMA DE DISCIPLINA PROGRAMA DE DISCIPLINA CAMPUS: São Mateus CURSO: Agronomia DEPARTAMENTO RESPONSÁVEL: Ciências Agrárias e Biológicas-DCAB PROFESSOR RESPONSÁVEL: Thasia Martins Macedo CÓDIGO DISCIPLINA OU ESTÁGIO PERIODIZAÇÃO

Leia mais

Bancos de proteína abandonados o que fazer frente aos desafios e inovações atuais do setor?

Bancos de proteína abandonados o que fazer frente aos desafios e inovações atuais do setor? Bancos de proteína abandonados o que fazer frente aos desafios e inovações atuais do setor? Francisco Eden Paiva Fernandes Zootecnista Embrapa Caprinos Esquema Contexto Banco de proteína conceitos, implantação

Leia mais

PROGRAMA DE DISCIPLINA

PROGRAMA DE DISCIPLINA PROGRAMA DE DISCIPLINA Disciplina: Bovinocultura de Corte e Leite Código da Disciplina: AGR 361 Curso: Agronomia Semestre de oferta da disciplina: 7 p Faculdade responsável: Agronomia Programa em vigência

Leia mais

RESULTADOS TÉCNICOS E ECONÔMICOS URT DE COMBINADO FAZENDA PARAISO

RESULTADOS TÉCNICOS E ECONÔMICOS URT DE COMBINADO FAZENDA PARAISO RESULTADOS TÉCNICOS E ECONÔMICOS URT DE COMBINADO FAZENDA PARAISO Equipe Técnica Responsável técnico RURALTINS Carlos Rodrigo Xavier Oliveira Técnico/Tecnólogo em Agropecuária Responsável técnico EMBRAPA

Leia mais

GESTÃO E MANEJO NA BOVINOCULTURA LEITEIRA

GESTÃO E MANEJO NA BOVINOCULTURA LEITEIRA PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO DEPARTAMENTO DE ADMINISTRAÇÃO CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO EM NÍVEL DE ESPECIALIZAÇÃO lato sensu em GESTÃO E MANEJO NA BOVINOCULTURA LEITEIRA O leite está entre os seis primeiros produtos

Leia mais

Curso: Engenharia Agronômica

Curso: Engenharia Agronômica RELATÓRIO DAS ALTERAÇÕES PROPOSTAS PARA O ANO DE 2016 Curso: Engenharia Agronômica a) criação de disciplinas obrigatórias a.1) 0110130 Vida Universitária e Cidadania 2 0 1º sem. Adaptação: para ingressantes

Leia mais

PROGRAMA DE DISCIPLINA

PROGRAMA DE DISCIPLINA PROGRAMA DE DISCIPLINA Disciplina: Bovinocultura de Corte e Leite Código: VET244 Curso: Medicina Veterinária Semestre de oferta: 7 p Faculdade responsável: Medicina Veterinária Programa em vigência a partir

Leia mais

RELAÇÃO DE AÇÕES FORMAÇÃO PROFISSIONAL RURAL

RELAÇÃO DE AÇÕES FORMAÇÃO PROFISSIONAL RURAL RELAÇÃO DE AÇÕES FORMAÇÃO PROFISSIONAL RURAL LINHA DE AÇÃO: AGRICULTURA Atemoia - Instalação da lavoura Atemoia - Manejo e tratos culturais Banana - Colheita e comercialização Banana - Instalação da lavoura

Leia mais

RELATÓRIO DAS ALTERAÇÕES PROPOSTAS PARA O ANO DE Curso: Engenharia Agronômica

RELATÓRIO DAS ALTERAÇÕES PROPOSTAS PARA O ANO DE Curso: Engenharia Agronômica RELATÓRIO DAS ALTERAÇÕES PROPOSTAS PARA O ANO DE 2014 Curso: Engenharia Agronômica a) criação de disciplina optativa eletiva a.1.) LCB0222 Tópicos em Ciências Biológicas optativa 2 0 6º sem. sem requisito

Leia mais

SELEÇÃO SIMPLIFICADA DE ESTAGIÁRIOS DE NÍVEL TÉCNICO PARA REALIZAÇÃO DE ESTÁGIO NA EMPRESA BRASILEIRA DE PESQUISA AGROPECUÁRIA (EMBRAPA) GADO DE LEITE

SELEÇÃO SIMPLIFICADA DE ESTAGIÁRIOS DE NÍVEL TÉCNICO PARA REALIZAÇÃO DE ESTÁGIO NA EMPRESA BRASILEIRA DE PESQUISA AGROPECUÁRIA (EMBRAPA) GADO DE LEITE SELEÇÃO SIMPLIFICADA DE ESTAGIÁRIOS DE NÍVEL TÉCNICO PARA REALIZAÇÃO DE ESTÁGIO NA EMPRESA BRASILEIRA DE PESQUISA AGROPECUÁRIA (EMBRAPA) GADO DE LEITE EDITAL IF FARROUPILHA Nº 279/2013 A REITORA DO INSTITUTO

Leia mais

EAD CR CAMPEIRO 7. Visão Geral do Sistema

EAD CR CAMPEIRO 7. Visão Geral do Sistema EAD CR CAMPEIRO 7 Visão Geral do Sistema Prof. Dr. Enio Giotto Departamento de Engenharia Rural Centro de Ciências Rurais Universidade Federal de Santa Maria O Projeto CR Campeiro O Projeto de Ciência

Leia mais

CURRÍCULOS E PRÉ-REQUISITOS. Currículo: BACHARELADO ZOOTECNIA Código Disciplina Optativa C.H. Total Nº Créditos

CURRÍCULOS E PRÉ-REQUISITOS. Currículo: BACHARELADO ZOOTECNIA Código Disciplina Optativa C.H. Total Nº Créditos 1º PERÍODO 1511 ANATOMIA ANIMAL Não 80 4 52 BIOLOGIA CELULAR E MOLECULAR Não 80 4 50 CIÊNCIAS DO AMBIENTE E ECOLOGIA Não 80 4 55 INFORMÁTICA BÁSICA Não 40 2 1509 INTRODUÇÃO A ZOOTECNIA E DEONTOLOGIA Não

Leia mais

Sistema de Controle Acadêmico. Grade Curricular. Curso : ZOOTECNIA. CRÉDITOS Obrigatórios: 243 Optativos: 2. 1º Semestre

Sistema de Controle Acadêmico. Grade Curricular. Curso : ZOOTECNIA. CRÉDITOS Obrigatórios: 243 Optativos: 2. 1º Semestre Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro Pró-reitoria de Graduação - DAARG DRA - Divisão de Registros Acadêmicos Sistema de Controle Acadêmico Grade Curricular 30/01/2014-13:10:50 Curso : ZOOTECNIA

Leia mais

Pré-requisito Coreq Disciplina CCA029 - ZOOLOGIA GERAL - Ativa desde: 01/01/2006. Natureza - Obrigatoria Prática 34 Teórica 34

Pré-requisito Coreq Disciplina CCA029 - ZOOLOGIA GERAL - Ativa desde: 01/01/2006. Natureza - Obrigatoria Prática 34 Teórica 34 1 de 8 Colegiado: Nível:Graduação Início: 20051 Título: 01 - - CCA029 - ZOOLOGIA GERAL - Ativa desde: 01/01/2006 CCA198 - INTRODUCAO A - Ativa desde: 08/08/2007 CCA275 - BIOLOGIA CELULAR E MOLECULAR -

Leia mais

Extensão Rural Aplicada A Pecuária Leiteira

Extensão Rural Aplicada A Pecuária Leiteira Extensão Rural Aplicada A Pecuária Leiteira Pedro Paulo Bueno*, 6º módulo de Medicina Veterinária da UFLA (pedropaulovet@gmail.com); Rodrigo de Andrade Ferrazza (rodrigoferrazza@yahoo.com.br), 5º módulo

Leia mais

Programa Analítico de Disciplina AGF473 Produção de Ruminantes

Programa Analítico de Disciplina AGF473 Produção de Ruminantes Catálogo de Graduação 016 da UFV 0 Programa Analítico de Disciplina AGF7 Produção de Ruminantes Campus de Florestal - Campus de Florestal Número de créditos: Teóricas Práticas Total Duração em semanas:

Leia mais

370 Administração de Empresa Rural - PROGRAMA GERALEITE. 123 Administração de Propriedade em Regime de Economia Familiar

370 Administração de Empresa Rural - PROGRAMA GERALEITE. 123 Administração de Propriedade em Regime de Economia Familiar 1 de 5 121 Administração de Empresa Rural 360 Administração de Empresa Rural - PROGRAMA CAPRICORTE 369 Administração de Empresa Rural - PROGRAMA CABRAUNE 370 Administração de Empresa Rural - PROGRAMA GERALEITE

Leia mais

1ª Fase. Disciplina Crédito C.H Pré-requisitos T P L C D TOTAL ª Fase. Disciplina Crédito C.H Pré-requisitos T P L C D

1ª Fase. Disciplina Crédito C.H Pré-requisitos T P L C D TOTAL ª Fase. Disciplina Crédito C.H Pré-requisitos T P L C D Distribuição das disciplinas da matriz curricular do Curso de Agronomia do Campus Universitário de Alta Floresta por fase (semestre) CURSO DE AGRONOMIA 1ª Fase Citologia 3 0 1 0 0 Ecologia Geral 2 0 1

Leia mais

Bom dia... Manejo e Aleitamento Artificial de Cabritos. Programa. Mas tem mais... Importância do aleitamento Objetivos

Bom dia... Manejo e Aleitamento Artificial de Cabritos. Programa. Mas tem mais... Importância do aleitamento Objetivos Bom dia... Manejo e Aleitamento Artificial de Cabritos * * * Prof. Dr. Silvio Doria de Almeida Ribeiro Profa. Dra. Anamaria Cândido Ribeiro 1/39 Programa Introdução Introdução Cuidados com o recém- nascido

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA PROGRAMA DE DISCIPLINA

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA PROGRAMA DE DISCIPLINA UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA PROGRAMA DE DISCIPLINA DEPARTAMENTO: ZOOTECNIA IDENTIFICAÇÃO DA DISCIPLINA: CÓDIGO NOME ( T - P ) ZOT 1050 BOVINOCULTURA DE LEITE (2-1) OBJETIVOS - ao término da disciplina

Leia mais

ÁREA DE CONCENTRAÇÃO EM PRODUÇÃO ANIMAL

ÁREA DE CONCENTRAÇÃO EM PRODUÇÃO ANIMAL UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO ESCOLA SUPERIOR DE AGRICULTURA LUIZ DE QUEIROZ ÁREA DE CONCENTRAÇÃO EM PRODUÇÃO ANIMAL CURSO DE ENGENHARIA AGRONÔMICA 2013 APRESENTAÇÃO Os programas das Áreas de Concentração

Leia mais

Pré-requisitos Para integrar o Programa MACAL de Estágio Supervisionado, o candidato precisa atender os seguintes requisitos:

Pré-requisitos Para integrar o Programa MACAL de Estágio Supervisionado, o candidato precisa atender os seguintes requisitos: Prezados Senhores: A MACAL - Soluções em Nutrição, desde 2003 desenvolve o programa de Estágio Supervisionado que consiste em um intensivo programa para a preparação de novos profissionais, tendo como

Leia mais

Importância Reprodutiva em Gado de Leiteiro

Importância Reprodutiva em Gado de Leiteiro Importância Reprodutiva em Gado de Leiteiro Prof. Me.: Whelerson Luiz Vitro vitro@fea.br Disciplina de Bovinocultura FEA Andradina 2015 Introdução O desempenho adequado de qualquer sistema de produção

Leia mais

I CONGRESSO ESTADUAL DA AGROPECUÁRIA UMUARAMA. Nova dinâmica da Assistência Técnica e Extensão Rural. (Emater-PR)

I CONGRESSO ESTADUAL DA AGROPECUÁRIA UMUARAMA. Nova dinâmica da Assistência Técnica e Extensão Rural. (Emater-PR) I CONGRESSO ESTADUAL DA AGROPECUÁRIA UMUARAMA Nova dinâmica da Assistência Técnica e Extensão Rural (Emater-PR) Eng. Agr. Hernani Alves da Silva Gerente de Produção Agropecuária e Negocios hernanialves@emater.pr.gov.br

Leia mais

Nível:Graduação Início: Fim: Legislação: Reconhecido pela Portaria 516 de 15/10/2013. Currículo

Nível:Graduação Início: Fim: Legislação: Reconhecido pela Portaria 516 de 15/10/2013. Currículo 1 de 8 Nível:Graduação Título: 01 - - CCA238 - HISTOLOGIA E EMBRIOLOGIA - Ativa desde: 14/07/2008 CCA275 - BIOLOGIA CELULAR E MOLECULAR - Ativa desde: 11/01/2008 CCA283 - METODOLOGIA DA PESQUISA - Ativa

Leia mais

QUADRO GERAL DE HORÁRIOS ZOOTECNIA PRIMEIRO PERÍODO

QUADRO GERAL DE HORÁRIOS ZOOTECNIA PRIMEIRO PERÍODO PRIMEIRO PERÍODO Cálculo 1 C (64 h) A 14:00-15:39 16:00-17:39 EVZ/DPA/SL. 1 Desenho técnico (48h) Exercício da Profissão de Zootecnia (16h) A 10:00-12:30 EA B 8:00-10:30 EA A 14:00-15:39 EVZ/CENTRO AULAS/SL.

Leia mais

Rainforest Alliance Certified TM Relatório de Auditoria. Fazenda Nossa Senho Aparecida. Resumo Público 30/01/ /12/ /11/ /11/2016

Rainforest Alliance Certified TM Relatório de Auditoria. Fazenda Nossa Senho Aparecida. Resumo Público 30/01/ /12/ /11/ /11/2016 Rainforest Alliance Certified TM Relatório de Auditoria Resumo Público Fazenda Nossa Senho Aparecida Produto(s) da fazenda: Café Arábica Imaflora Instituto de Manejo e Certificação Florestal e Agrícola

Leia mais

CURRÍCULO DO CURSO. Atividade Curricular Créditos T E P EAD Estrutura Tipo pré-requisito Pré-requisito

CURRÍCULO DO CURSO. Atividade Curricular Créditos T E P EAD Estrutura Tipo pré-requisito Pré-requisito 1º Semestre 0040045 - ANATOMIA DOS ANIMAIS DE PRODUÇÃO I 4 004004 - HISTOLOGIA DOS ANIMAIS 4 0304 - CÁLCULO 1 A 4 4 0170070 - QUÍMICA ORGÂNICA 4 4 1151 - INTRODUÇÃO À COMPUTAÇÃO 4 1430001 - INICIAÇÃO A

Leia mais

Criação de bovinos de leite no Semi-Árido

Criação de bovinos de leite no Semi-Árido Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária Embrapa Semi-Árido Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento Criação de bovinos de leite no Semi-Árido Brasília, DF 2007 Exemplares desta publicação

Leia mais

EMPRESA DE PESQUISA AGROPECUÁRIA DE MINAS GERAIS - EPAMIG

EMPRESA DE PESQUISA AGROPECUÁRIA DE MINAS GERAIS - EPAMIG EMPRESA DE PESQUISA AGROPECUÁRIA DE MINAS GERAIS - EPAMIG C L I P P I N G 13/1/2011 Produção Ascom Diário do Comércio 12/1/2011 Agência Minas 12/1/2011 www.agenciaminas.mg.gov.br Programa Minas Leite terá

Leia mais

MODELO DE PROJETO DE EXTENSÃO

MODELO DE PROJETO DE EXTENSÃO PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE EXTENSÃO PIBEX 2013-2014 ANEXO 02 MODELO DE PROJETO DE EXTENSÃO Título: Capacitação de produtores e de seus familiares em tecnologias inovadoras na criação de gado de

Leia mais

Gerenciamento da Ovinocultura

Gerenciamento da Ovinocultura Gerenciamento da Ovinocultura Base da apresentação... 6 anos de coleta de dados a campo sobre sistemas de produção no LAPOC; Produção de uma dissert. Mestrado sobre análise do resultado econômico dos sistemas;

Leia mais

ZOOTECNIA DE PRECISÃO

ZOOTECNIA DE PRECISÃO II Workshop de Pecuária de Precisão ZOOTECNIA DE PRECISÃO Prof. Dr. Antonio Santi Programa de Pós Graduação em Agricultura de Precisão- UFSM Mestrado Profissional Brasil - liderança no agronegócio mundial

Leia mais

Trabalhador Vaqueiro a 03/09/ h as 12h e de

Trabalhador Vaqueiro a 03/09/ h as 12h e de CURSOS PARA EXPOSIÇÃO AGROPECUÁRIA DE DOIS IRMÃOS 29/08 a 06/09/2015 Trabalhador na Operação e Manutenção de Tratores e Implementos Agricolas 40 25 a 29/ago 08h as 12h e de Trabalhador Vaqueiro 24 01 a

Leia mais

Projetos Consultoria Capacitação Assistência Técnica

Projetos Consultoria Capacitação Assistência Técnica Projetos Consultoria Capacitação Assistência Técnica Fundada em 2010, a SIA Serviço de Inteligência em Agronegócios é uma empresa especializada em promover o desenvolvimento sustentável do agronegócio

Leia mais

CALENDÁRIO DE RECUPERAÇÃO º SEMESTRE (Dias: 15, 16 e 17 de julho de 2013) DISCIPLINAS OBRIGATÓRIAS

CALENDÁRIO DE RECUPERAÇÃO º SEMESTRE (Dias: 15, 16 e 17 de julho de 2013) DISCIPLINAS OBRIGATÓRIAS LCE008 Química Inorgânica e Analítica Prova 08:00 2h Sala 0 LCE020 Cálculo I Prova 6:00 2h Anfiteatro Pavilhão da Engenharia LES080 Introdução à Administração Prova 08:00 2h Sala 2 LES LFN022 Zoologia

Leia mais

Sistema Intensivo de Produção de leite da Embrapa Pecuária Sudeste

Sistema Intensivo de Produção de leite da Embrapa Pecuária Sudeste Pecuária Sudeste Minitério da Agricultura, Pecuária e Abasteciment

Leia mais

GRADE CURRICULAR ENGENHARIA AGRONÔMICA ESALQ/USP 2015

GRADE CURRICULAR ENGENHARIA AGRONÔMICA ESALQ/USP 2015 GRADE CURRICULAR ENGENHARIA AGRONÔMICA ESALQ/USP 2015 Disciplinas em Seqüência Aconselhada Créditos Carga Per. Obrigatórias Aula Trab. Tot. Horária Ideal 0110113(6) Introdução à Engenharia Agronômica 2

Leia mais

CENTRO UNIVERSITÁRIO CATÓLICO SALESIANO AUXILIUM Curso de Engenharia Agronômica

CENTRO UNIVERSITÁRIO CATÓLICO SALESIANO AUXILIUM Curso de Engenharia Agronômica MATRIZ CURRICULAR DO CURSO DE ENGENHARIA AGRONÔMICA GRADE 1 Currículo Pleno aprovado pelo Conselho de Curso para o ano de 2013 Cód. Disc. DISCIPLINAS 1º SEMESTRE CRÉD. CH TOTAL TEÓRICA PRÁTICA 6249-1 Língua

Leia mais

Produtividade: Interação entre Adubação Fosfatada de Pastagens e Suplementação Mineral

Produtividade: Interação entre Adubação Fosfatada de Pastagens e Suplementação Mineral 0 Produtividade: Interação entre Adubação Fosfatada de Pastagens e Suplementação Mineral Paulo Rodrigo Santos de Souza Zootecnista, Msc. Produção Animal 1 Pecuária Brasileira no Mundo Brasil é o maior

Leia mais

Agenda de Pesquisa e Desenvolvimento da Embrapa Cerrados

Agenda de Pesquisa e Desenvolvimento da Embrapa Cerrados Agenda de Pesquisa e Desenvolvimento da Embrapa Cerrados Definição A Agenda de P&D da Embrapa Cerrados é um documento de caráter estratégico, construído em consonância com o Sistema de Inteligência Estratégica

Leia mais

MATRIZ DE CONHECIMENTO PROFISSIONAL. J.O. Menten, P.F. Kreyci, M.C. Alves

MATRIZ DE CONHECIMENTO PROFISSIONAL. J.O. Menten, P.F. Kreyci, M.C. Alves MATRIZ DE CONHECIMENTO PROFISSIONAL J.O. Menten, P.F. Kreyci, M.C. Alves OUTUBRO/ 2012 ATRIBUIÇÕES PROFISSIONAIS ATIVIDADES MATRIZ DE CONHECIMENTO PROFISSIONAL Introdução MATRIZ DE CONHECIMENTO PROFISSIONAL

Leia mais

CETAM - Centro de Treinamento de Montenegro

CETAM - Centro de Treinamento de Montenegro CETAM - Centro de Treinamento de Montenegro O Centro de Treinamento de Montenegro - CETAM está localizado no bairro Zootecnia em Montenegro. Em atividade desde 1998, encontra-se instalado em uma área de

Leia mais

CETAM - Centro de Treinamento de Montenegro

CETAM - Centro de Treinamento de Montenegro CETAM - Centro de Treinamento de Montenegro O Centro de Treinamento de Montenegro - CETAM está localizado no bairro Zootecnia em Montenegro. Em atividade desde 1998, encontra-se instalado em uma área de

Leia mais

Criação de Novilhas Leiteiras

Criação de Novilhas Leiteiras Criação de Novilhas Leiteiras Introdução Tópicos Objetivos da criação de novilhas Estimativa do número de novilhas no rebanho Manejo da Novilha Considerações Econômicas (Criar ou Terceirizar?) Salvador,

Leia mais

Escola Técnica Estadual Professora Helcy Moreira Martins Aguiar. Cafelândia

Escola Técnica Estadual Professora Helcy Moreira Martins Aguiar. Cafelândia Escola Técnica Estadual Professora Helcy Moreira Martins Aguiar - Cafelândia AVISO DE ABERTURA DE INSCRIÇÕES AO PROCESSO SELETIVO DE DOCENTES, OBJETIVANDO A FORMAÇÃO DE CADASTRO PARA CONTRATAÇÃO TEMPORÁRIA

Leia mais

Autorização da oferta

Autorização da oferta MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE SANTA CATARINA Autorização da oferta PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO FIC de BOVINOCULTOR

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DA AMAZÔNIA COMISSÃO DE CONCURSOS PONTOS

UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DA AMAZÔNIA COMISSÃO DE CONCURSOS PONTOS UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DA AMAZÔNIA COMISSÃO DE CONCURSOS PONTOS ÁREA I: Comunicação e Expressão 1. Processos da comunicação e elementos essenciais da comunicação. 2. Coesão, coerência, intertextualidade

Leia mais

Dentre as técnicas utilizadas no Projeto Gerenciamento de Propriedades Leiteiras podem ser agrupadas e citadas as seguintes:

Dentre as técnicas utilizadas no Projeto Gerenciamento de Propriedades Leiteiras podem ser agrupadas e citadas as seguintes: Um levantamento realizado no Estado do Rio de Janeiro, mostrou que apenas 2,65 % dos entrevistados produziam leite por ser um negócio lucrativo. Os outros 97,35 % produziam leite por este possibilitar

Leia mais

ENGENHEIRO AGRÔNOMO: ATRIBUIÇÕES, FORMAÇÃO, PERFIL PROFISSIONAL E MERCADO DE TRABALHO

ENGENHEIRO AGRÔNOMO: ATRIBUIÇÕES, FORMAÇÃO, PERFIL PROFISSIONAL E MERCADO DE TRABALHO ENGENHEIRO AGRÔNOMO: ATRIBUIÇÕES, FORMAÇÃO, PERFIL PROFISSIONAL E MERCADO DE TRABALHO 0110113 INTRODUÇÃO À ENGENHARIA AGRONÔMICA PIRACICABA 22/02/2016 ATRIBUIÇÕES Biológicas (23%) 1. Biologia Geral 2.

Leia mais

BOAS PRÁTICAS DA PRODUÇÃO DE LEITE

BOAS PRÁTICAS DA PRODUÇÃO DE LEITE BOAS PRÁTICAS DA PRODUÇÃO DE LEITE INTRODUÇÃO A doença de maior relevância para o criador de bovino leiteiro é a mastite (figura 1), hoje considerada a doença de maior importância em todo o mundo quando

Leia mais

Potencial de IG para raças locais: caso do Bovino Pantaneiro. Raquel Soares Juliano

Potencial de IG para raças locais: caso do Bovino Pantaneiro. Raquel Soares Juliano Potencial de IG para raças locais: caso do Bovino Pantaneiro Raquel Soares Juliano JUSTIFICATIVA Baixo valor da carne como comodity Mercado consumidor mais exigente Possibilidade de produto diferenciado

Leia mais

Importância Reprodutiva em Gado de Leiteiro

Importância Reprodutiva em Gado de Leiteiro Importância Reprodutiva em Gado de Leiteiro Prof. Me.: Whelerson Luiz Vitro vitro@fea.br Disciplina de Bovinocultura FEA Andradina 2015 Introdução O desempenho adequado de qualquer sistema de produção

Leia mais

9. Matriz Curricular Curso de Agronomia IFTO/Araguatins

9. Matriz Curricular Curso de Agronomia IFTO/Araguatins 9. Matriz Curricular Curso de Agronomia IFTO/Araguatins Carga Horária 1º PERÍODO Horas/ semana 80 4 Básica Obrigatória - Química I 60 3 Básica Obrigatória - Educação Ambiental 40 2 Básica Obrigatória -

Leia mais

MATRIZ CURRICULAR DO CURSO DE BACHARELADO EM ZOOTECNIA

MATRIZ CURRICULAR DO CURSO DE BACHARELADO EM ZOOTECNIA MATRIZ CURRICULAR DO CURSO DE BACHARELADO EM ZOOTECNIA Câmpus: São Luís de Montes Belos Curso: Zootecnia Modalidade: Bacharelado Integralização: Mínimo: 10 semestres e Máximo: 15 semestres Carga Horária

Leia mais

Rainforest Alliance Certified TM Relatório de Auditoria. Fazenda Boa Vista e Fazenda Olhos de Águia. Resumo Público

Rainforest Alliance Certified TM Relatório de Auditoria. Fazenda Boa Vista e Fazenda Olhos de Águia. Resumo Público Rainforest Alliance Certified TM Relatório de Auditoria Resumo Público Fazenda Boa Vista e Fazenda Olhos de Águia Produto(s) da fazenda: Café Arábica Imaflora Instituto de Manejo e Certificación Florestal

Leia mais

BACHARELADO DE ZOOTECNIA

BACHARELADO DE ZOOTECNIA UNIVERSIDADE FEDERAL DE MATO GROSSO CAMPUS UNIVERSITÁRIO DE SINOP INSTITUTO DE CIÊNCIAS AGRÁRIAS E AMBIENTAIS - ICAA COORDENAÇÃO DE ZOOTECNIA BACHARELADO DE ZOOTECNIA COORDENADOR: Prof. D.Sc. Dalton Henrique

Leia mais

Centro de Treinamento de Nova Petrópolis Aprender Fazendo - Compromisso com a Qualificação Profissional da Família Rural.

Centro de Treinamento de Nova Petrópolis Aprender Fazendo - Compromisso com a Qualificação Profissional da Família Rural. Centro de Treinamento de Nova Petrópolis Aprender Fazendo - Compromisso com a Qualificação Profissional da Família Rural. O CETANP Centro de Treinamento de Nova Petrópolis fica localizado na RS 235 no

Leia mais

COMPONENTE CURRICULAR

COMPONENTE CURRICULAR U N I V E R S I D A D E F E D E R A L D A B A H I A SUPERINTENDÊNCIA ACADÊMICA SECRETARIA GERAL DOS CURSOS PROGRAMA DE COMPONENTES CURRICULARES COMPONENTE CURRICULAR CÓDIGO MEV-142 NOME CAPRINOCULTURA

Leia mais

FEDERAL GOVERNO. Pesquisa e desenvolvimento: Agricultura familiar como base para o desenvotvimemo de propriedades leiteiras í

FEDERAL GOVERNO. Pesquisa e desenvolvimento: Agricultura familiar como base para o desenvotvimemo de propriedades leiteiras í ~ ~ e GOVERNO Ministério da Agricultura do Abastecimento ~ Pecuária Sudeste FEDERAL Trabalhando em todo o Brasil Pesquisa e desenvolvimento: Agricultura familiar como base para o desenvotvimemo de propriedades

Leia mais

FACULDADE DE AGRONOMIA. MATRIZ CURRICULAR DO CURSO DE AGRONOMIA (Adequada conforme as exigências da Resolução CNE/CES n. 1, de 2 de fevereiro de 2006)

FACULDADE DE AGRONOMIA. MATRIZ CURRICULAR DO CURSO DE AGRONOMIA (Adequada conforme as exigências da Resolução CNE/CES n. 1, de 2 de fevereiro de 2006) FACULDADE DE AGRONOMIA MATRIZ CURRICULAR DO CURSO DE AGRONOMIA (Adequada conforme as exigências da Resolução CNE/CES n. 1, de 2 de fevereiro de 2006) PRIMEIRO PERÍODO NDC113 Biologia Celular 72 60 - AGR151

Leia mais

EQUIVALÊNCIA DAS DISCIPLINAS DO CURSO DE ENGENHARIA AGRÍCOLA MATRIZ 2015 COM A MATRIZ Coordenador: Prof. Elton Fialho dos Reis

EQUIVALÊNCIA DAS DISCIPLINAS DO CURSO DE ENGENHARIA AGRÍCOLA MATRIZ 2015 COM A MATRIZ Coordenador: Prof. Elton Fialho dos Reis EQUIVALÊNCIA DAS DISCIPLINAS DO CURSO DE ENGENHARIA AGRÍCOLA MATRIZ 2015 COM A MATRIZ 2009 Coordenador: Prof. Elton Fialho dos Reis Quadro 1 - Equivalência de disciplinas do curso de Engenharia Agrícola

Leia mais

ASPECTOS IMPORTANTES PARA O SUCESSO DA. Zootecnista: Cledson Augusto Garcia Docente da Graduação

ASPECTOS IMPORTANTES PARA O SUCESSO DA. Zootecnista: Cledson Augusto Garcia Docente da Graduação ASPECTOS IMPORTANTES PARA O SUCESSO DA PRODUÇÃO DE OVINOS DE CORTE Zootecnista: Cledson Augusto Garcia Docente da Graduação Jacó: o precursor do Pastoreio Racional O BOM PASTOR COMEÇA DESDE CEDO PASTOR:

Leia mais

ESTRATÉGIAS ECONÔMICAS EM MANEJO DE PASTAGENS

ESTRATÉGIAS ECONÔMICAS EM MANEJO DE PASTAGENS ESTRATÉGIAS ECONÔMICAS EM MANEJO DE PASTAGENS II SIMPÓSIO DE ADUBAÇÃO E MANEJO DE PASTAGENS. UNESP/DRACENA, 18 DE MAIO DE 2013. JOÃO MANETTI FILHO (FEIS/UNESP). a) PRODUÇÃO DE FORRAGEM b) AQUISIÇÃO DE

Leia mais

PORTARIA Nº 254, DE 10 DE MAIO DE 2013

PORTARIA Nº 254, DE 10 DE MAIO DE 2013 Página 1 de 6 INSTITUTO NACIONAL DE ESTUDOS E PESQUISAS EDUCACIONAIS ANÍSIO TEIXEIRA PORTARIA Nº 254, DE 10 DE MAIO DE 2013 O Presidente do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio

Leia mais

AGROECOLOGIA TECNÓLOGO Oferta por meio do SiSU 2º semestre

AGROECOLOGIA TECNÓLOGO Oferta por meio do SiSU 2º semestre AGROECOLOGIA TECNÓLOGO Oferta por meio do SiSU 2º semestre DESCRIÇÃO DO CURSO: O Curso Superior de Tecnologia em Agroecologia forma profissionais para desenvolver, de modo pleno e inovador, as atividades

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DO RIO DE JANEIRO CURSO DE PÓS GRADUAÇÃO EM CIÊNCIAS VETERINÁRIAS INSTITUTO DE VETERINÁRIA

UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DO RIO DE JANEIRO CURSO DE PÓS GRADUAÇÃO EM CIÊNCIAS VETERINÁRIAS INSTITUTO DE VETERINÁRIA UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DO RIO DE JANEIRO CURSO DE PÓS GRADUAÇÃO EM CIÊNCIAS VETERINÁRIAS INSTITUTO DE VETERINÁRIA Análise dos fatores DEPARTAMENTO de risco relacionados DE à PARASITOLOGIA resistência

Leia mais

Quadro resumo do crédito do Pronaf

Quadro resumo do crédito do Pronaf Pronaf custeio Quadro resumo do crédito do Pronaf 2016-2017 Linha Finalidade/empreendimento Condições Encargos (taxa de juros) Para financiamentos destinados ao cultivo de arroz, feijão, mandioca, feijão

Leia mais

Curso: ENGENHARIA AGRONÔMICA

Curso: ENGENHARIA AGRONÔMICA RELATÓRIO DAS ALTERAÇÕES PARA O ANO DE 2015 Curso: ENGENHARIA AGRONÔMICA a) mudança quanto ao oferecimento: de optativa eletiva para obrigatória, semestre de lecionamento, requisito e bibliografia de:

Leia mais

Faculdades Integradas da União Educacional do Planalto Central - FACIPLAC

Faculdades Integradas da União Educacional do Planalto Central - FACIPLAC Faculdades Integradas da União Educacional do Planalto Central - FACIPLAC EDITAL nº 003, de 25 de março de 2014 As Faculdades Integradas da União Educacional do Planalto Central FACIPLAC, faz saber a todos

Leia mais

CONVERSANDO COM OS CONSULTORES

CONVERSANDO COM OS CONSULTORES CONVERSANDO COM OS CONSULTORES Pronaf Mais Alimentos: É a linha mais geral e mais usada. Não tem uma finalidade ou beneficiário específico, atende a basicamente todos os produtores rurais em diversos itens

Leia mais

Marco Abreu dos Santos

Marco Abreu dos Santos Módulo 07 Capítulo 2 As paisagens rurais e os sistemas agrários Marco Abreu dos Santos marcoabreu@live.com www.professormarco.wordpress.com Organização do espaço agrário Quase todos os países do planeta

Leia mais

Custos de produção e Planejamento do rebanho

Custos de produção e Planejamento do rebanho Custos de produção e Planejamento do rebanho A estimativa dos custos de produção permite avaliar a viabilidade do negócio. Custo Operacional (CO) Despesas de custeio / produção de leite. Custo Operacional

Leia mais

PROFISSIONALIZAÇÃO DE PEQUENOS PRODUTORES DE LEITE PARCERIA. EMATER/Cooperativa Castrolanda/Prefeitura Municipal de Castro

PROFISSIONALIZAÇÃO DE PEQUENOS PRODUTORES DE LEITE PARCERIA. EMATER/Cooperativa Castrolanda/Prefeitura Municipal de Castro PROFISSIONALIZAÇÃO DE PEQUENOS PRODUTORES DE LEITE PARCERIA EMATER/Cooperativa Castrolanda/Prefeitura Municipal de Castro TERMO DE COOPERAÇÃO TÉCNICA E FINANCEIRA Sidney S. Rodrigues de Oliveira Extensionista

Leia mais

ANÁLISE ECONÔMICA DA UTILIZAÇÃO DE ALFAFA EM SISTEMAS DE PRODUÇÃO DE LEITE

ANÁLISE ECONÔMICA DA UTILIZAÇÃO DE ALFAFA EM SISTEMAS DE PRODUÇÃO DE LEITE ANÁLISE ECONÔMICA DA UTILIZAÇÃO DE ALFAFA EM SISTEMAS DE PRODUÇÃO DE LEITE Marcela de Mello Brandão Vinholis Embrapa Pecuária Sudeste São Carlos junho - 2008 Introdução Mudanças econômicas década de 90

Leia mais

2 Sistemas de produção de leite no Brasil tos, procedeu-se, primeiramente, um estudo detalhado das informações disponíveis no Censo do IBGE de 1996, c

2 Sistemas de produção de leite no Brasil tos, procedeu-se, primeiramente, um estudo detalhado das informações disponíveis no Censo do IBGE de 1996, c ISSN 1517-4816 Sistemas de produção de leite no Brasil 85 Introdução A caracterização dos sistemas de produção de leite é importante para a identificação de gargalos do setor produtivo e a implementação

Leia mais

Rainforest Alliance Certified TM Relatório de Auditoria. Fazenda Pinhal e Santo Antonio. Resumo Público 08/02/ /01/ /12/ /12/2016

Rainforest Alliance Certified TM Relatório de Auditoria. Fazenda Pinhal e Santo Antonio. Resumo Público 08/02/ /01/ /12/ /12/2016 Rainforest Alliance Certified TM Relatório de Auditoria Resumo Público Fazenda Pinhal e Santo Antonio Produto(s) da fazenda: Café Arábica Imaflora Instituto de Manejo e Certificação Florestal e Agrícola

Leia mais

Providing global solutions for a healthier world

Providing global solutions for a healthier world Providing global solutions for a healthier world Curso RLM 2010 RLM 3.2 (Programa de Formulação de Rações de Lucro Máximo) Introdução RLM 3.2 (Programa de Formulação de Rações de Lucro Máximo) Desenvolvido

Leia mais

Currículos dos Cursos do CCB UFV MEDICINA VETERINÁRIA. COORDENADOR Laércio dos Anjos Benjamin

Currículos dos Cursos do CCB UFV MEDICINA VETERINÁRIA. COORDENADOR Laércio dos Anjos Benjamin 186 Currículos dos Cursos do CCB UFV MEDICINA VETERINÁRIA COORDENADOR Laércio dos Anjos Benjamin laercio@ufv.br UFV Catálogo de Graduação 2014 187 Médico Veterinário ATUAÇÃO O(a) Médico(a) Veterinário(a)

Leia mais

1º Período 2017/1. Horários Segunda Terça Quarta Quinta Sexta Sábado 8:00 8:50 Topografia Aplicada - T Danilo. Clarisse. Clarisse. Química P.

1º Período 2017/1. Horários Segunda Terça Quarta Quinta Sexta Sábado 8:00 8:50 Topografia Aplicada - T Danilo. Clarisse. Clarisse. Química P. 1º Período 2017/1 Horários Segunda erça Quarta Quinta Sexta Sábado 8:00 8:50 opografia Aplicada - Intro. Zootecnia 8:50 9:40 opografia Aplicada - Intro. Zootecnia 9:50 10:40 opografia Aplicada - P Intro.

Leia mais

CURSO PREPARATÓRIO PARA CONCURSO PÚBLICO AUDITOR FISCAL FEDERAL AGROPECUÁRIO MÉDICO VETERINÁRIO CRONOGRAMA DE AULAS

CURSO PREPARATÓRIO PARA CONCURSO PÚBLICO AUDITOR FISCAL FEDERAL AGROPECUÁRIO MÉDICO VETERINÁRIO CRONOGRAMA DE AULAS CURSO PREPARATÓRIO PARA CONCURSO PÚBLICO AUDITOR FISCAL FEDERAL AGROPECUÁRIO MÉDICO VETERINÁRIO CRONOGRAMA DE AULAS - 2017 Data Dia Horário Disciplina Duração Instrutor 02/09 sábado 08:30 / 09:00 1ª SEMANA

Leia mais

Suplementação de peso com o resultado que você sempre quis. Probeef - Performa e Maxima

Suplementação de peso com o resultado que você sempre quis. Probeef - Performa e Maxima Suplementação de peso com o resultado que você sempre quis. Probeef - Performa e Maxima Probeef Performa Com a linha Probeef Performa você tem as soluções completas para uma performance potencializada

Leia mais

TERMINAÇÃO. Sistemas de produção de carne no Brasil Sistema de 2010 (x 1000) 2010 (%) Sistemas de Produção 11/03/2015

TERMINAÇÃO. Sistemas de produção de carne no Brasil Sistema de 2010 (x 1000) 2010 (%) Sistemas de Produção 11/03/2015 TERMINAÇÃO Sistemas de produção de carne no Brasil Sistema de 2010 (x 1000) 2010 (%) produção Confinamento 3.047 7,39 Semiconfinamento Pastagens inverno 2.583 6,27 822 1,99 Pastagem sem 34.748 84,35 definição

Leia mais

Manejo Intensivo de Pastagens para Produção de Carne Bovina. Curso Teórico Prático Embrapa Pecuária Sudeste 22 a 25 de abril de 2003

Manejo Intensivo de Pastagens para Produção de Carne Bovina. Curso Teórico Prático Embrapa Pecuária Sudeste 22 a 25 de abril de 2003 Manejo Intensivo de Pastagens para Produção de Carne Bovina Curso Teórico Prático Embrapa Pecuária Sudeste 22 a 25 de abril de 2003 Situação atual: Baixa produtividade: 100 kg de PV/ha/ano Produtividade

Leia mais

Carga horária Teo./Prat. Código Nome da Disciplina Créditos. DISCIPLINAS DE NIVELAMENTO (Todas as áreas de concentração)

Carga horária Teo./Prat. Código Nome da Disciplina Créditos. DISCIPLINAS DE NIVELAMENTO (Todas as áreas de concentração) ESTRUTURA CURRICULAR DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ZOOTECNIA DA UFLA - MATRIZ DE 2016 NIVEL: MESTRADO (MS) E DOUTORADO (DS) ÁREAS DE CONCENTRAÇÃO: PRODUÇÃO E NUTRIÇÃO DE RUMINANTES (PNR) PRODUÇÃO E NUTRIÇÃO

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL FACULDADE DE AGRONOMIA COMISSÃO DE GRADUAÇÃO EM ZOOTECNIA RESOLUÇÃO 04/2016

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL FACULDADE DE AGRONOMIA COMISSÃO DE GRADUAÇÃO EM ZOOTECNIA RESOLUÇÃO 04/2016 SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL FACULDADE DE AGRONOMIA COMISSÃO DE GRADUAÇÃO EM RESOLUÇÃO 04/2016 A COMISSÃO DE GRADUAÇÃO DO CURSO DE, reunida em 08/05/2016, no uso de

Leia mais

Currículos dos Cursos UFV MEDICINA VETERINÁRIA. COORDENADOR Laércio dos Anjos Benjamin

Currículos dos Cursos UFV MEDICINA VETERINÁRIA. COORDENADOR Laércio dos Anjos Benjamin 126 Currículos dos Cursos UFV MEDICINA VETERINÁRIA COORDENADOR Laércio dos Anjos Benjamin laercio@ufv.br UFV Catálogo de Graduação 2013 127 Médico Veterinário ATUAÇÃO O(a) Médico(a) Veterinário(a) é o(a)

Leia mais

TECNÓLOGO EM AGROINDÚSTRIA ITINERÁRIO FORMATIVO

TECNÓLOGO EM AGROINDÚSTRIA ITINERÁRIO FORMATIVO TECNÓLOGO EM AGROINDÚSTRIA Módulo Básico I 3 Módulo Específico II 365 h Beneficiamento e Industrialização de Grãos Toxicologia dos Alimentos Sistemas Agroindustriais Alimentares Sistemas de Armazenamento

Leia mais

001 A Sociedade em que Vivemos AMS R$ 76,00 R$ 123, Ações de Promoção do Ambiente Saudável AMS R$ 130,00 R$ 211,00

001 A Sociedade em que Vivemos AMS R$ 76,00 R$ 123, Ações de Promoção do Ambiente Saudável AMS R$ 130,00 R$ 211,00 001 A Sociedade em que Vivemos AMS R$ 76,00 R$ 123,00 002 Ações de Promoção do Ambiente Saudável AMS R$ 130,00 R$ 211,00 003 Administração de Compras GNE R$ 28,00 R$ 51,00 004 Administração de Recursos

Leia mais

4.4 MATRIZ CURRICULAR CURSO DE BACHARELADO EM ENGENHARIA AGRONÔMICA

4.4 MATRIZ CURRICULAR CURSO DE BACHARELADO EM ENGENHARIA AGRONÔMICA 4.4 MATRIZ CURRICULAR CURSO DE BACHARELADO EM ENGENHARIA AGRONÔMICA 1º PERÍODO Carga Horária Horas/ Calculo Diferencial e Integral 70 10 80 4 Básica Obrigatória - Química I 40 20 60 3 Básica Obrigatória

Leia mais

Necessidades e Oportunidades de Investimentos no Agronegócio: da Pesquisa ao Consumo. Como chegar ao campo os avanços da ciência e da tecnologia

Necessidades e Oportunidades de Investimentos no Agronegócio: da Pesquisa ao Consumo. Como chegar ao campo os avanços da ciência e da tecnologia Necessidades e Oportunidades de Investimentos no Agronegócio: da Pesquisa ao Consumo Como chegar ao campo os avanços da ciência e da tecnologia Como transmitir o conhecimento às Assistência Técnica: pessoas

Leia mais

HORÁRIOS DE AULA DO CURSO DE AGRONOMIA Turma AG 01 HORÁRIO SEGUNDA TERÇA QUARTA QUINTA SEXTA

HORÁRIOS DE AULA DO CURSO DE AGRONOMIA Turma AG 01 HORÁRIO SEGUNDA TERÇA QUARTA QUINTA SEXTA Turma AG 01 Tecnologia de Processamento de Plantas Espontâneas 15h Tecnologia de Processamento de Forragicultura e Silvicultura 45h 08-10h Produtos Agropecuários Fisiologia Pós-Colheita 15h Produtos Agropecuários

Leia mais

CURSO TÉCNICO EM ZOOTECNIA

CURSO TÉCNICO EM ZOOTECNIA SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA SERTÃO PERNAMBUCANO DIREÇÃO DE ENSINO CAMPUS PETROLINA ZONA RURAL 1. Perfil do Curso CURSO TÉCNICO EM

Leia mais

"Economia Verde nos Contextos Nacional e Global" - Desafios e Oportunidades para a Agricultura -

Economia Verde nos Contextos Nacional e Global - Desafios e Oportunidades para a Agricultura - "Economia Verde nos Contextos Nacional e Global" - Desafios e Oportunidades para a Agricultura - Maurício Antônio Lopes Diretor Executivo de Pesquisa e Desenvolvimento Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária

Leia mais

Módulo 1- Carga horária total: 320 h Unidade Curricular C/H Semestral Pré-requisito

Módulo 1- Carga horária total: 320 h Unidade Curricular C/H Semestral Pré-requisito Módulo 1 Carga horária total: 320 h Unidade Curricular C/H Semestral Prérequisito Administração Aplicada ao Agronegócio (AAA) 60 Associativismo e Cooperativismo (ACO) 60 Agricultura I (AG1) 80 Comunicação

Leia mais

FACULDADE DE AGRONOMIA

FACULDADE DE AGRONOMIA FACULDADE DE AGRONOMIA MATRIZ CURRICULAR DO CURSO DE AGRONOMIA (Adequada conforme as exigências da Resolução CNE/CES n. 1, de 2 de fevereiro de 2006) PRIMEIRO PERÍODO NDC113 Biologia Celular 72 60 - AGR151

Leia mais

Código Disciplina/Pré Requisito Caráter Créditos. VET02233 ECOLOGIA APLICADA À VETERINÁRIA Obrigatória 2 30

Código Disciplina/Pré Requisito Caráter Créditos. VET02233 ECOLOGIA APLICADA À VETERINÁRIA Obrigatória 2 30 Período Letivo: 2016/2 Curso: MEDICINA VETERINÁRIA Habilitação: MEDICINA VETERINÁRIA Currículo: MEDICINA VETERINÁRIA Créditos Obrigatórios: 293 Créditos Eletivos: 0 Créditos Complementares: 6 Total: 299

Leia mais

Sistema AGRIS - Categorias de Assuntos: A AGRICULTURA. A01 Agricultura - aspectos gerais. A50 Investigação B GEOGRAFIA E HISTÓRIA.

Sistema AGRIS - Categorias de Assuntos: A AGRICULTURA. A01 Agricultura - aspectos gerais. A50 Investigação B GEOGRAFIA E HISTÓRIA. Sistema AGRIS - Categorias de Assuntos: A AGRICULTURA A01 Agricultura - aspectos gerais A50 Investigação B GEOGRAFIA E HISTÓRIA B10 Geografia B50 História C EDUCAÇÃO, EXTENSÃO E INFORMAÇÃO C10 Educação

Leia mais

Valor das vendas dos principais produtos Agropecuários em 2008

Valor das vendas dos principais produtos Agropecuários em 2008 MANEJO E EVOLUÇÃO DE REBANHO DE BOVINOS DE CORTE Prof. Dr. Cássio C. Brauner Prof. Dr. Marcelo A. Pimentel Departamento de Zootecnia FAEM -UFPel Valor das vendas dos principais produtos Agropecuários em

Leia mais