VOLUME MANUAL. Sistema Autorizador. Consultórios e Clínicas

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "VOLUME 1 2012 MANUAL. Sistema Autorizador. Consultórios e Clínicas"

Transcrição

1 VOLUME MANUAL Sistema Autorizador Consultórios e Clínicas

2 ÍNDICE 2 Introdução 2 Definições Gerais 3 Intraestrutura e Componentes 4 Acessando o Sistema 6 Tela Inicial 7 Execução de Consulta 9 Solicitação de Guia 12 Execução de Solicitação 14 Execução de Procedimento 17 Estorno de Autorização 18 Cancelamento de Solicitação 19 Segunda Via 20 Produção 22 Movimentação 24 Cadastro de Beneficiário 25 Pesquisa de Beneficiário 26 Atendimento Online (CHAT) 27 Mensagens de Críticas INTRODUÇÃO Sistema Autorizador Consultórios e Clínicas O presente manual tem a finalidade de facilitar e normatizar o processo de autorização para os procedimentos realizados nas clínicas e consultórios, visando sanar as dúvidas decorrentes da operacionalização do Sistema Autorizador Biométrico da Unimed Maceió por parte da atendente, do médico cooperado e demais prestadores. ALGUMAS DEFINIÇÕES USUÁRIO: pessoa que acessa/utiliza o Sistema Autorizador. Esse usuário pode pertencer à Unimed Maceió, ou a um prestador credenciado/cooperado da Unimed. Cada usuário é identificado por um nome de usuário (cadastrado no sistema pela equipe da Unimed Maceió), e validado pela digital e/ou senha informada. Manual desenvolvido pela equipe do DTI - Departamento de Tecnologia da Informação UNIMED MACEIÓ Responsáveis: Dra. Alaíde Fonseca - Coordenadora do Projeto Sabius Thomas Monte - Analista de Sistemas Atendimento ao prestador: (82) Horário de atendimento: segunda à sexta - 06:00 às 22:00h sábado - 07:00 às 13:00h Assistência ao Cooperado: (82) / Site: BENEFICIÁRIO: cliente (pessoa física) da Unimed, que faz uso dos serviços nos prestadores credenciados e/ou cooperados. BIOMETRIA: processo pelo qual é feita a leitura da digital do cliente, que será validada pela digital existente no banco de dados da Unimed Maceió. CADASTRO BIOMÉTRICO: processo pelo qual é feita a leitura inicial da digital que é armazenada no banco de dados da Unimed Maceió. Esse procedimento de leitura é feito três vezes, para garantir um bom reconhecimento da digital.

3 INFRAESTRUTURA E COMPONENTES As clínicas e consultórios, para acessar o sistema autorizador da Unimed Maceió, deverão disponibilizar um computador DESKTOP com acesso à Internet em banda-larga. Sugerimos a seguinte configuração básica: REQUISITOS MÍNIMOS PC com processador com pelo menos 1Ghz de velocidade Sistema Operacional Windows XP ou Windows 7 Navegador Internet Explorer versão 6 ou superior Conexão com Internet em banda larga Disponibilidade de pelo menos 50 MB em disco Memória Ram de 256 MB ou superior Duas entradas USB disponíveis O USO DE COMPUTADORES PORTÁTEIS COMO NOTEBOOKS, LAPTOPS E NETBOOKS NÃO É POSSÍVEL POR ESTE SISTEMA AUTORIZADOR. Para reduzir o trabalho de digitação e de identificação, a Unimed Maceió fornecerá os seguintes dispositivos, que serão disponibilizados (sob comodato) durante a visita do instalador da Unimed: LEITOR BIOMÉTRICO (FINGER) LEITOR DE CARTÃO MAGNÉTICO CARTÃO DE PRESTADOR / COOPERADO* * A convocação para entrega dos cartões será feita através de comunicado aos prestadores. 3

4 SISTEMA AUTORIZADOR ACESSANDO O SISTEMA PROCEDIMENTO INICIAL O acesso ao sistema de autorização da Unimed Maceió deve ser feito utilizando o NAVEGADOR DA INTERNET, presente na maioria dos computadores. O NAVEGADOR DA INTERNET é o programa que utilizamos para acessar os sites da Internet. Recomendamos o uso do INTERNET EXPLORER. INTERNET EXPLORER Para acessar, digite na barra do navegador o endereço do sistema da Unimed Maceió: conforme a figura abaixo: BARRA DE ENDEREÇOS DO NAVEGADOR DA INTERNET A EQUIPE DA UNIMED DISPONIBILIZARÁ UM ÍCONE NA ÁREA DE TRABALHO QUE, AO SER CLICADO, ABRIRÁ O INTERNET EXPLORER DIRETAMENTE NA PÁGINA DO AUTORIZADOR. 4

5 ACESSANDO O SISTEMA Esta é a tela de acesso ao sistema. Chegou a hora da(o) atendente se identificar digitando nome de usuário, previamente cadastrado pela equipe da Unimed. Caso você ainda não tenha sido cadastrado ou ainda não saiba seu nome de usuário, entre em contato com o suporte técnico da Unimed Maceió através do telefone (82) Após digitar seu nome, basta colocar sua digital no leitor biométrico (recomendamos o uso do dedo indicador direito). Não é necessário o uso de senha. NO PRIMEIRO ACESSO, O SISTEMA SOLICITARÁ O CADASTRAMENTO DA DIGITAL DA(O) ATENDENTE: CLIQUE EM INICIAR E SIGA OS PASSOS SOLICITADOS. SERÁ NECESSÁRIO COLOCAR A DIGITAL POR 3 VEZES. LEMBRAMOS QUE ESSE CADASTRAMENTO OCORRERÁ APENAS NO PRIMEIRO ACESSO. APÓS O CADASTRAMENTO, CLIQUE EM SALVAR. 5

6 SISTEMA AUTORIZADOR TELA INICIAL Após a identificação mostrada no passo anterior, aparecerá a tela principal do sistema onde você poderá selecionar a opção desejada. A seguir, explicaremos cada funcionalidade demonstrando passo a passo as opções. MENU DE OPÇÕES Barra lateral de opções que permite selecionar a ação desejada, como autorizações, solicitações, cancelamentos e relatórios de produção médica. Nas próximas páginas deste manual, abordaremos detalhamente cada opção. SOLICITAÇÃO Permite a visualização da situação dos pedidos de revisão feitos pela(o) atendente. MENSAGEM Área destinada às mensagens enviadas pela Unimed Maceió. Quando houver uma nova mensagem, haverá um destaque em VERMELHO. Basta clicar para visualizar. USUÁRIO Exibe o nome do usuário que está acessando o sistema. O botão SAIR permite que o usuário atual desconecte possibilitando que outra pessoa possa acessar. 6

7 EXECUÇÃO DE CONSULTA Como o próprio nome sugere, a opção EXECUÇÃO DE CONSULTA permite a autorização de consultas em consultórios médicos ou clínicas com médicos cooperados que efetuem consultas médicas. 1 Passe o cartão no leitor magnético para as opções CARTEIRA PRESTADOR e CARTEIRA BENEFICIÁRIO. Não será possível digitar; utilize o leitor de cartões magnéticos da Unimed. Uma grande novidade neste novo sistema é a integração com outras Unimeds, o que possibilitará que beneficiários de OUTRAS UNIMEDS (intercâmbio) possam ter seus procedimentos autorizados da mesma forma que os beneficiários da Unimed Maceió, ou seja, através do sistema Autorizador. Ao passar o cartão de outra Unimed no leitor magnético, será exibida uma tela para cadastro dos dados do BENEFICIÁRIO, conforme figura ao lado: Basta digitar NOME, SEXO, DATA DE NASCIMENTO e clicar em ACEITAR. CASO A UNIMED DE ORIGEM NÃO ESTEJA ONLINE, UTILIZE AS REGRAS DA NORMATIVA DE INTERCÂMBIO. PARA PROCEDIMENTOS ACIMA DE R$ 300,00, SOLICITAR AO BENEFICIÁRIO QUE SE DIRIJA À SEDE DA UNIMED MACEIÓ PARA OBTER A AUTORIZAÇÃO COM A UNIMED DE ORIGEM. 7

8 SISTEMA AUTORIZADOR EXECUÇÃO DE CONSULTA 2 Solicite 3 Digite 4 Com que o BENEFICIÁRIO coloque sua digital (geralmente dedo indicador direito) e aguarde a figura da digital mudar da cor cinza para a cor VERDE. o RG do BENEFICIÁRIO (caso seja menor de idade e não o possua, solicite o RG do responsável), preencha também o TIPO DE CONSULTA. todos os dados preenchidos corretamente, clique no botão PROCESSAR EXECUÇÃO DE CONSULTA. Após a execução, será gerado o comprovante contendo os dados da transação incluindo o número da autorização, conforme a tela abaixo: O usuário terá três opções de impressão: IMPRIMIR - Imprime o ticket com formatação para páginas A4, geralmente utilizadas em impressoras jato de tinta e laser. GUIA TISS - Imprime a guia TISS com todos os campos preenchidos (guia completa). IMPRIMIR TICKET - Imprime o ticket com o formato para impressoras de ticket. AS REGRAS EM VIGOR CONTINUARÃO COM OS MESMOS PARÂMETROS. BENFICIÁRIOS DE OUTRAS UNIMEDS* (INTERCÂMBIO) TERÃO SEUS PROCEDIMENTOS AUTORIZADOS DA MESMA FORMA QUE OS BENEFICIÁRIOS DA UNIMED MACEIÓ. * Apenas Unimeds integradas (online) com a Unimed do Brasil A UNIMED MACEIÓ RECOMENDA A IMPRESSÃO DOS TICKETS DAS AUTORIZAÇÕES, COMO COMPROVANTES DE ATENDIMENTO, EM SUBSTITUIÇÃO À IMPRESSÃO DA GUIA TISS. 8

9 SOLICITAÇÃO DE GUIA Quando um médico cooperado desejar solicitar algum exame após uma consulta, será necessário efetuar essa solicitação no sistema Autorizador da Unimed Maceió. Essa solicitação é realizada na opção SOLICITAÇÃO DE GUIA, na aba lateral do sistema Autorizador, e deve ser efetuada após a consulta, com a presença do cliente, pois o sistema solicitará a identificação pela digital. Esta etapa é de extrema importância para que o processo de execução em outro prestador seja concluído com sucesso, sem gerar contratempos ao prestador executante e ao beneficiário, pois os procedimentos só serão realizados após a inclusão desta solicitação no sistema. 1 Passe o cartão magnético no leitor para as opções CART. PRESTADOR, CART. BENEFICIÁRIO, RG DO BENEFICIÁRIO e solicitar a DIGITAL do cliente, conforme já explicado. 9

10 SISTEMA AUTORIZADOR SOLICITAÇÃO DE GUIA 2 O campo GUIA PRINCIPAL é utilizado quando existe uma GUIA DE PEQUENA CIRURGIA, GUIA DE SERVIÇOS DIVERSOS ou ainda uma GUIA DE INTERNAÇÃO em aberto para o BENEFICIÁRIO. Caso contrário, deixar o número da guia em branco. No campo CID (Classificação Internacional de Doenças) é possível localizar o código através do botão PROCURAR. 3 Marcar SERVIÇOS DIVERSOS e solicitar ao médico as informações: CARÁTER DA SOLICITAÇÃO e INDICAÇÃO CLÍNICA. 4 Selecionar o TIPO DE ATENDIMENTO entre: Remoção utilizado quando o cliente for removido; Pequena Cirurgia utilizado nos casos dos procedimentos ambulatoriais; Terapia para os procedimentos de fisioterapia, acupuntura, fonoaudiologia, etc; Consulta quando realizada em caráter de urgência; Exame; Atendimento Domiciliar; SADT Internado para os exames realizados quando o cliente está internado; Quimioterapia; Radioterapia; TRS Terapia Renal Substitutiva utilizada para as sessões de diálise peritoneal e hemodiálises aguda ou crônica dos clientes. 5 Insira o CÓDIGO do procedimento e clique em, lembrando que é possível PROCURAR pelo nome do procedimento, caso você não saiba o código desejado. 10

11 SOLICITAÇÃO DE GUIA 6 Com todos os dados preenchidos, clique em e em seguida será exibido o ticket com as informações da solicitação: NÚMERO DA SOLICITAÇÃO As opções de impressão são exibidas. O TICKET DE SOLICITAÇÃO poderá ser impresso (substituindo a solicitação feita na guia TISS em papel) ou o NÚMERO DA SOLICITAÇÃO deverá ser anotado na guia TISS e entregue ao cliente, pois ele será utilizado pelo PRESTADOR EXECUTANTE no momento da realização do procedimento. 11

12 SISTEMA AUTORIZADOR EXECUÇÃO DE SOLICITAÇÃO No tópico anterior, demonstramos como devemos proceder para SOLICITAR procedimentos. Agora, vamos EXECUTAR os procedimentos que foram solicitados. Para isso, utilizaremos a opção EXECUÇÃO DE SOLICITAÇÃO. 1 Passe o cartão magnético no leitor para as opções CARTEIRA PRESTADOR, CARTEIRA BENEFICIÁRIO, preencha o RG BENEFICIÁRIO e inserir a digital do cliente; 2 Após o primeiro passo, digite o NÚMERO DA SOLICITAÇÃO fornecido pelo cliente ou clique em para exibir os procedimentos que foram solicitados para este BENEFICIÁRIO; Solicitante : 12

13 EXECUÇÃO DE SOLICITAÇÃO 3 Para visualizar o(s) procedimento(s) que consta(m) na solicitação, basta clicar na seta em azul que logo abaixo aparecerá o detalhamento, conforme a figura: Solicitante : 4 Selecione o procedimento que deseja autorizar e em seguida clique no botão de autorização., que corresponde à solicitação SE HOUVER MAIS DE UM PROCEDIMENTO NA MESMA SOLICITAÇÃO, CLIQUE APENAS NO CÓDIGO QUE SERÁ AUTORIZADO. CASO A AUTORIZAÇÃO POSSUA MAIS DE UM EXAME/ PROCEDIMENTO POR GUIA, TODA A GUIA SERÁ GLOSADA. 5 O ticket será exibido com o resultado da EXECUÇÃO DE SOLICITAÇÃO, com as opções de impressão. O usuário terá três opções de impressão: IMPRIMIR - Imprime o ticket com formatação para páginas A4, geralmente utilizadas em impressoras jato de tinta e laser. GUIA TISS - Imprime a guia TISS com todos os campos preenchidos (guia completa). IMPRIMIR TICKET - Imprime o ticket com o formato para impressoras de ticket. NO MOMENTO EM QUE EFETUAMOS A EXECUÇÃO DE SOLICITAÇÃO, O QUE ERA APENAS UMA SOLICITAÇÃO TORNA-SE UMA AUTORIZAÇÃO QUE SERÁ FATURADA PARA O MÉDICO COOPERADO OU PRESTADOR CREDENCIADO. A UNIMED MACEIÓ RECOMENDA A IMPRESSÃO DOS TICKETS DAS AUTORIZAÇÕES, COMO COMPROVANTES DE ATENDIMENTO, EM SUBSTITUIÇÃO À IMPRESSÃO DA GUIA TISS. 13

14 SISTEMA AUTORIZADOR EXECUÇÃO DE PROCEDIMENTO EXECUÇÃO DE CONSULTA Uma outra opção para autorizar procedimentos é a EXECUÇÃO DE PROCEDIMENTO. Será utilizada quando o PRESTADOR que solicitou o procedimento é o mesmo que irá realizá-lo. 1 Preencher 2 Inserir 3 Selecionar os campos CARTEIRA PRESTADOR, CARTEIRA BENEFICIÁRIO, RG BENEFICIÁRIO e inserir a digital do cliente, conforme descrito no capítulo EXECUÇÃO DE CONSULTA (pág. 7). o CRM do SOLICITANTE (sem o dígito verificador) e verificar se o nome que aparece na cor cinza corresponde ao desejado. o CARÁTER DA SOLICITAÇÃO - eletiva ou urgência/emergência - e descrever a INDICAÇÃO CLÍNICA. 14

15 EXECUÇÃO DE PROCEDIMENTO 4 Selecionar o TIPO DE ATENDIMENTO entre: Remoção utilizado quando o cliente for removido; Pequena Cirurgia utilizado nos casos dos procedimentos ambulatoriais; Terapia para os procedimentos de fisioterapia, acupuntura, fonoaudiologia, etc; Consulta quando realizada em caráter de urgência; Exame; Atendimento Domiciliar; SADT Internado para os exames realizados quando o cliente está internado; Quimioterapia; Radioterapia; TRS Terapia Renal Substitutiva utilizada para as sessões de diálise peritoneal e hemodiálises aguda ou crônica dos clientes. 5 Preencher o CÓDIGO do procedimento e em seguida clique em ADICIONAR. Verifique se as informações encontradas estão corretas e, em caso de erros, clique em EXCLUIR e repita o processo. SÓ SERÁ PERMITIDO AUTORIZAR UM EXAME POR GUIA NA TELA DE EXECUÇÃO DE PROCEDIMENTOS. CASO A AUTORIZAÇÃO POSSUA MAIS DE UM EXAME, TODA A GUIA SERÁ GLOSADA. 6 Caso você não saiba o CÓDIGO do procedimento, clique em PROCURAR. Abrirá uma janela onde será possível procurar pelo nome do procedimento. Ao clicar em PESQUISAR, aparecerão opções relacionadas ao que você digitou em DESCRIÇÃO. Basta clicar no procedimento desejado que automaticamente voltará para a tela anterior. 15

16 SISTEMA AUTORIZADOR EXECUÇÃO DE PROCEDIMENTO 7 Com todas as informações preenchidas corretamente, clique no botão para que os dados sejam verificados e em seguida será exibido o comprovante da transação: O usuário terá três opções de impressão: IMPRIMIR - Imprime o ticket com formatação para páginas A4, geralmente utilizadas em impressoras jato de tinta e laser. GUIA TISS - Imprime a guia TISS com todos os campos preenchidos (guia completa). IMPRIMIR TICKET - Imprime o ticket com o formato para impressoras de ticket. A UNIMED MACEIÓ RECOMENDA A IMPRESSÃO DOS TICKETS DAS AUTORIZAÇÕES, COMO COMPROVANTES DE ATENDIMENTO, EM SUBSTITUIÇÃO À IMPRESSÃO DA GUIA TISS. NA PÁGINA 27 DESTE MANUAL DAREMOS ALGUNS EXEMPLOS DE MENSAGENS DE CRÍTICAS NOS TICKETS. 16

17 ESTORNO DE AUTORIZAÇÃO Para cancelar a EXECUÇÃO DE CONSULTA, EXECUÇÃO DE SOLICITAÇÃO e EXECUÇÃO DE PROCEDIMENTOS, que são autorizações, utilizaremos a opção ESTORNO DE AUTORIZAÇÃO. Ela deve ser utilizada apenas em transações já efetuadas, ou seja, que o sistema já enviou à Unimed para processamento da produção do médico cooperado ou prestador credenciado. 1 Utilize o leitor de cartões magnético para inserir as informações de CART. PRESTADOR e CART. BENEFICIÁRIO. 2 Insira no campo NÚMERO DA GUIA o código da transação emitido no ticket da autorização e clique no botão DICA: CASO VOCÊ NÃO TENHA IMPRESSO O TICKET OU ANOTADO O NÚMERO DA GUIA, É POSSÍVEL VERIFICAR NA OPÇÃO MOVIMENTAÇÃO (VEJA NA PÁGINA 22). 3 Os dados serão verificados e em seguida será exibido o comprovante da transação indicando se o estorno (cancelamento) foi efetuado com sucesso. Apesar das opções de imprimir aparecerem novamente, não é necessária a impressão dos comprovantes de cancelamento. 17

18 SISTEMA AUTORIZADOR CANCELAMENTO DE SOLICITAÇÃO No tópico ESTORNO DE AUTORIZAÇÃO, vimos como cancelar guias já autorizadas. Agora abordaremos a opção CANCELAMENTO DE SOLICITAÇÃO que destina-se, como o nome já sugere, apenas ao cancelamento das solicitações de procedimentos que ainda não foram executados. Devemos utilizá-la quando houver algum equívoco na etapa de SOLICITAÇÃO DE GUIA, descrita na página Utilize o leitor de cartões magnético para inserir as informações de CART. PRESTADOR e CART. BENEFICIÁRIO. 2 Insira no campo NUM. SOLICITAÇÃO o código da transação emitido no ticket da solicitação e clique no botão DICA: CASO VOCÊ NÃO TENHA IMPRESSO O TICKET OU ANOTADO O NÚMERO DA SOLICITAÇÃO, É POSSÍVEL VERIFICAR NA OPÇÃO MOVIMENTAÇÃO (VEJA NA PÁGINA 22). 3 Os dados serão verificados e em seguida será exibido o comprovante da transação indicando se o cancelamento foi efetuado com sucesso. Apesar das opções de imprimir aparecerem novamente, não é necessária a impressão dos comprovantes de cancelamento. 18

19 SEGUNDA VIA Quando a(o) atendente necessitar imprimir novamente o ticket de algum procedimento já autorizado ou de uma solicitação, deverá utilizar a opção SEGUNDA VIA no menu. 1 Escolha o tipo de segunda via que você deseja emitir: GUIA AUTORIZADA ou SOLICITAÇÃO. 2 Insira 3 Clique O usuário terá três opções de impressão: IMPRIMIR - Imprime o ticket com formatação para páginas A4, geralmente utilizadas em impressoras jato de tinta e laser. GUIA TISS - Imprime a guia TISS com todos os campos preenchidos (guia completa). IMPRIMIR TICKET - Imprime o ticket com o formato para impressoras de ticket. o NÚMERO DA GUIA ou NÚMERO DA SOLICITAÇÃO. no botão e em seguida o ticket selecionado será exibido na tela. 19

20 SISTEMA AUTORIZADOR PRODUÇÃO A opção PRODUÇÃO permite que o médico cooperado ou prestador credenciado emita um relatório com a movimentação de toda sua produção médica. Esse relatório deverá ser entregue à Unimed Maceió juntamente à produção mensal. 1 Existem duas formas de identificar o prestador que você deseja emitir o relatório de produção: utilizando o cartão magnético do prestador; ou inserindo o número do CRM (sem o dígito da Unimed Maceió) e a digital (biometria) do médico. 2 Em 3 Depois seguida, escolha a SITUAÇÃO das transações que você deseja v visualizar no relatório. basta especificar o período entre as opções disponíveis ou inserir um período específico e clicar em. 20

21 PRODUÇÃO Abaixo segue o exemplo do relatório emitido: TIPO DE TRANSAÇÃO AUTORIZAÇÃO OU SOLICITAÇÃO CÓDIGO DO PROCEDIMENTO Ao final do relatório, é exibido um quadro quantitativo com as transações e as opções para VOLTAR ao menu principal ou IMPRIMIR em formato A4. 21

22 SISTEMA AUTORIZADOR MOVIMENTAÇÃO Nesta funcionalidade a(o) atendente poderá emitir um relatório por prestador, podendo optar pelo período desejado. O principal objetivo desta opção é possibilitar que o cooperado ou prestador acompanhe a movimentação de sua produção médica diariamente. 1 Você 2 Epecificar poderá emitir um relatório de movimentação para TODOS os prestadores ou individualmente, caso haja mais de um prestador ou médico cooperado. o período entre as opções disponíveis ou inserir um período específico e clicar em 22

23 MOVIMENTAÇÃO O relatório apresentará os totais das transações por prestador, dentro do período selecionado: IDENTIFICAÇÃO DO PRESTADOR NÚMERO DA TRANSAÇÃO SITUAÇÃO DA TRANSAÇÃO VISUALIZAR O TICKET EMITIDO NA TRANSAÇÃO DATA DA MOVIMENTAÇÃO TIPO DE TRANSAÇÃO No final do relatório é exibido um quadro com o quantitativo das movimentações. Exemplo: Para retornar ao menu anterior, clique em VOLTAR ou, se desejar imprimir, clique em IMPRIMIR. 23

24 SISTEMA AUTORIZADOR CADASTRO DE BENEFICIÁRIO Vimos nos tópicos anteriores que diversas funcionalidades necessitam da autenticação da digital do cliente. Caso o cliente ainda não tenha cadastrado sua digital, o sistema informará no ticket que o beneficiário não possui digital cadastrada. Portanto, será preciso cadastrá-la utilizando a opção do menu CADASTRO DE BENEFICIÁRIO. 1 Passe o cartão magnético do beneficiário no leitor, digite o RG do mesmo e indique qual de seus dedos* será cadastrado. * Recomendamos o uso do dedo indicador direito 2 Clique em INICIAR, verifique se a frase Pressione o dedo sobre o leitor aparece na tela; em seguida, solicite que o paciente coloque o dedo indicado por 3 vezes no sensor biométrico, observando se a figura que simboliza a digital do usuário ficou na cor verde. 3 Para finalizar o processo pressione o botão e verifique se as informações que aparecem estão corretas. 24

25 PESQUISA DE BENEFICIÁRIO A opção PESQUISA DE BENEFICIÁRIO permite que a(o) atendente verifique se o cliente está apto a realizar um procedimento, evitando assim, que o cliente se desloque até o prestador executante e não obtenha a autorização de maneira automática. Este módulo substitui o antigo CONSULTA BENEFICIÁRIOS do sistema WEBTISS. 1 Passe o cartão magnético do beneficiário no leitor, ou digite o número do cartão na opção CARTEIRA. Será possível visualizar o nome do beneficiário conforme o exemplo ao lado. 2 Digite 3 Após o CÓDIGO DO PROCEDIMENTO na opção SERVIÇO, ou clique na figura pela descrição do procedimento. para procurar inserir o CÓDIGO DO PROCEDIMENTO clique na figura para adicionar o serviço à lista dos procedimentos que serão verificados. Você poderá selecionar até 5 procedimentos. 4 Com todos os dados preenchidos, clique no botão CONSULTAR. Abrirá uma janela informando o resultado da pesquisa. No exemplo ao lado, vemos que o cliente obterá autorização automática sem restrição para todos os procedimentos consultados. LEMBRE-SE SEMPRE QUE, PARA OS PROCEDIMENTOS QUE SERÃO REALIZADOS EM OUTROS PRESTADORES, DEVE-SE PREENCHER A SOLICITAÇÃO DE GUIA CONFORME DESCRITO NA PÁGINA

26 SISTEMA AUTORIZADOR ATENDIMENTO ONLINE (CHAT) 1 Ao Visando oferecer maior agilidade no atendimento à rede credenciada, apresentamos um novo canal de comunicação com a Unimed Maceió: o ATENDIMENTO ONLINE (CHAT). Quando a autorização automática não for possível, exibindo alguma mensagem de erro ou crítica no TICKET (comprovante de atendimento), o sistema mostrará o botão de CHAT (ATENDIMENTO ONLINE). Com esta nova funcionalidade, ao clicar em CHAT, será possível entrar em contato* com os operadores da Unimed Maceió usando o próprio Sistema Autorizador, através de um bate-papo via Internet. * O serviço funcionará das 6 às 22 horas de segunda à sexta e das 07 às 13 horas aos sábados. clicar no botão CHAT, aparecerá uma nova janela informando a quantidade de operadores disponíveis e uma estimativa do tempo de espera. Aguarde até que o atendimento seja iniciado. 2 Ao receber o chamado, o operador visualizará automaticamente seus dados e o problema que houve em sua transação. Se necessário, o operador solicitará informações adicionais. 3 Se a clínica dispuser de um aparelho de scanner e queira anexar algum documento como por exemplo: boleto, exames, RG; clique na imagem do CLIPE e escolha o arquivo a ser enviado. 4 Ao final do atendimento, clique em SAIR DO ATENDIMENTO. Abrirá uma última tela onde será possível avaliar o atendimento recebido. 26

27 MENSAGENS DE CRÍTICAS Abordamos neste manual diversos procedimentos em que são gerados tickets com as informações da transação. O quadro abaixo mostra algumas das críticas e erros mais frequentes que poderão ocorrer em uma transação: 27

VOLUME 1 2012 MANUAL. Sistema Autorizador. Laboratórios de Análises Clínicas

VOLUME 1 2012 MANUAL. Sistema Autorizador. Laboratórios de Análises Clínicas VOLUME 1 2012 MANUAL Sistema Autorizador Laboratórios de Análises Clínicas ÍNDICE 1 Introdução 1 Definições Gerais 2 Intraestrutura e Componentes 3 Acessando o Sistema 5 Tela Inicial 6 Execução de Procedimento

Leia mais

Manual de PRODUÇÃO ONLINE. Autorização e Faturamento

Manual de PRODUÇÃO ONLINE. Autorização e Faturamento Manual de PRODUÇÃO ONLINE 2 APRESENTAÇÃO A Unimed-Rio desenvolveu seu sistema de Produção Online, criado para facilitar a rotina de atendimento de seus médicos cooperados. Este sistema é composto por dois

Leia mais

Sistema de Autorização Unimed

Sistema de Autorização Unimed Diretoria de Gestão Estratégica Departamento de Tecnologia da Informação Divisão de Serviços em TI Sistema de Autorização Unimed MANUAL DO USUÁRIO DIVISÃO DE SERVIÇOS EM TI A Divisão de Serviços em TI

Leia mais

Sistema MV Saúde. Manual do Prestador

Sistema MV Saúde. Manual do Prestador Sistema MV Saúde Manual do Prestador Indice: Como logar 3 COMO GERAR UMA GUIA DE CONSULTA 5 COMO GERAR UMA GUIA DE SP/SADT (PROCEDIMENTOS) 8 COMO GERAR UMA GUIA DE INTERNAÇÃO 12 2 Como logar Sistema MV

Leia mais

Versão 1.15. Portal StarTISS. Portal de Digitação e Envio do Faturamento. Manual de Utilização. Versão 1.15 (Agosto/2014)

Versão 1.15. Portal StarTISS. Portal de Digitação e Envio do Faturamento. Manual de Utilização. Versão 1.15 (Agosto/2014) Versão 1.15 Portal StarTISS Portal de Digitação e Envio do Faturamento Manual de Utilização Versão 1.15 (Agosto/2014) Conteúdo 1. CONTATOS... 1 2. REQUISITOS NECESSÁRIOS... 1 3. ACESSANDO O PORTAL STARTISS...

Leia mais

SISTEMA HILUM FISIOTERAPIAS

SISTEMA HILUM FISIOTERAPIAS SISTEMA HILUM FISIOTERAPIAS 2014 Tecnologia da Informação - TI Unimed Cascavel MANUAL HILUM 4.0 - FISIOTERAPIA A ANS estabeleceu um padrão de Troca de Informação em Saúde Suplementar - TISS para registro

Leia mais

Manual Sistema de Autorização Online GW

Manual Sistema de Autorização Online GW Sistema de Autorização Online GW Sumário Introdução...3 Acesso ao sistema...4 Logar no sistema...4 Autorizando uma nova consulta...5 Autorizando exames e/ou procedimentos...9 Cancelamento de guias autorizadas...15

Leia mais

SISTEMA HILUM CONSULTÓRIOS

SISTEMA HILUM CONSULTÓRIOS SISTEMA HILUM CONSULTÓRIOS 2014 Tecnologia da Informação - TI Unimed Cascavel MANUAL HILUM 4.0 - CONSULTÓRIOS A ANS estabeleceu um padrão de Troca de Informação em Saúde Suplementar - TISS para registro

Leia mais

SISTEMA HILUM TERAPIAS

SISTEMA HILUM TERAPIAS SISTEMA HILUM TERAPIAS 2014 Tecnologia da Informação - TI Unimed Cascavel MANUAL HILUM 4.0 TERAPIAS (Psicoterapias, Fonoaudiologia, Nutrição). A ANS estabeleceu um padrão de Troca de Informação em Saúde

Leia mais

MANUAL DE PROCESSO DIGITAÇÃO DE CONTAS MÉDICAS PORTAL WEB. Última atualização: 29/08/2014 1

MANUAL DE PROCESSO DIGITAÇÃO DE CONTAS MÉDICAS PORTAL WEB. Última atualização: 29/08/2014 1 MANUAL DE PROCESSO DIGITAÇÃO DE CONTAS MÉDICAS PORTAL WEB 1 Índice 1. Acesso ao Portal WEB... 2. Digitação de Contas Médicas... 2.1. Criação de Protocolo... 2.1.1. Digitação Contas... 2.1.1.1. Guia Consulta...

Leia mais

MANUAL DO PRESTADOR FATURAMENTO WEB

MANUAL DO PRESTADOR FATURAMENTO WEB MANUAL DO PRESTADOR FATURAMENTO WEB 0 Sumário Introdução... 2 Funcionalidades... 2 Requisitos Necessários... 2 Faturamento Web... 3 Faturamento Simplificado... 4 Faturamento Detalhado... 9 Faturamento

Leia mais

Unimed do Brasil Unidade de Serviços às Singulares Página 1 de 119. Unimed HILUM - Versão 3.0.0

Unimed do Brasil Unidade de Serviços às Singulares Página 1 de 119. Unimed HILUM - Versão 3.0.0 Página 1 de 119 Unimed HILUM - Versão 3.0.0 1 HILUM... 4 1.1 Consulta... 6 1.1.1 Execução... 6 1.2 SADT... 11 1.2.1 Solicitação... 11 1.2.2 Execução... 18 1.2.3 Execução On-Line... 26 1.2.4 Outras Despesas...

Leia mais

SISTEMA HILUM PRESTADORES

SISTEMA HILUM PRESTADORES SISTEMA HILUM PRESTADORES 2014 Tecnologia da Informação - TI Unimed Cascavel MANUAL HILUM 4.0 - PRESTADORES A ANS estabeleceu um padrão de Troca de Informação em Saúde Suplementar - TISS para registro

Leia mais

produção MANUAL APRESENTAÇÃO

produção MANUAL APRESENTAÇÃO MANUALWEB 1 APRESENTAÇÃO MANUAL da produção online Conheça as funções, características e as facilidades para autorizar e faturar os atendimentos realizados aos beneficiários Unimed. Rio MANUALWEB 2 SUMÁRIO

Leia mais

Autorizador Plasc TISS Web. - Manual de Instrução-

Autorizador Plasc TISS Web. - Manual de Instrução- Autorizador Plasc TISS Web - Manual de Instrução- A ANS estabeleceu um padrão de Troca de Informação em Saúde Suplementar - TISS para registro e intercâmbio de dados entre operadoras de planos privados

Leia mais

Procedimentos para Utilização do SAVI

Procedimentos para Utilização do SAVI Procedimentos para Utilização do SAVI 1. Acessando o sistema Para acessar o sistema é necessário ter instalado em seu sistema o navegador Firefox. Uma vez que ele esteja disponível acesse o link: HTTP://

Leia mais

INTRODUÇÃO 2 AUTORIZADOR WEB 4. Pesquisar Beneficiário... 5. Elegibilidade Beneficiário... 6. Nova Guia Consulta Eletiva... 7. Nova Guia SP/SADT...

INTRODUÇÃO 2 AUTORIZADOR WEB 4. Pesquisar Beneficiário... 5. Elegibilidade Beneficiário... 6. Nova Guia Consulta Eletiva... 7. Nova Guia SP/SADT... INTRODUÇÃO 2 AUTORIZADOR WEB 4 Pesquisar Beneficiário... 5 Elegibilidade Beneficiário... 6 Nova Guia Consulta Eletiva... 7 Nova Guia SP/SADT... 10 Nova Guia Anexo de Radioterapia... 14 Nova Guia Anexo

Leia mais

Consultório Online. Manual de Utilização do Módulo Operacional. índice. Guias consulta / SADT (Solicitação, Execução com Guia e Autogerada): 4

Consultório Online. Manual de Utilização do Módulo Operacional. índice. Guias consulta / SADT (Solicitação, Execução com Guia e Autogerada): 4 índice Passo 1: Visão geral 3 Passo 2: Como acessar o Consultório Online? 3 Passo 3: Recursos disponíveis 4 Guias consulta / SADT (Solicitação, Execução com Guia e Autogerada): 4 Pesquisa de histórico

Leia mais

MANUAL TISS Versão 3.02.00

MANUAL TISS Versão 3.02.00 MANUAL TISS Versão 3.02.00 1 INTRODUÇÃO Esse manual tem como objetivo oferecer todas as informações na nova ferramenta SAP que será utilizada pelo prestador Mediplan, a mesma será responsável para atender

Leia mais

Consultório On-line. Tudo o que você precisa em um só lugar.

Consultório On-line. Tudo o que você precisa em um só lugar. Índice 1) Acesso ao sistema 2) Recepção do paciente 3) Envio do atendimento para faturamento: consulta médica ou procedimentos simples 4) Envio do atendimento para faturamento: procedimentos previamente

Leia mais

SISTEMA UNIMED HRP: MÓDULO WEBSAÚDE MANUAL DE UTILIZAÇÃO

SISTEMA UNIMED HRP: MÓDULO WEBSAÚDE MANUAL DE UTILIZAÇÃO SISTEMA UNIMED HRP: MÓDULO WEBSAÚDE MANUAL DE UTILIZAÇÃO Departamento de Tecnologia da Informação tecnologia@unimeditabira.com.br 31 3839-771 3839-7713 Revisão 03 Itabira Setembro 2015 Sumário 1. Acessando

Leia mais

Página: 1. Revisão: 16/12/2008. G:\TI\Negocios\Manuais_WebGuias\WebGuias 1.08.doc

Página: 1. Revisão: 16/12/2008. G:\TI\Negocios\Manuais_WebGuias\WebGuias 1.08.doc Página: 1 Página: 2 INDICE EMISSÃO DE GUIAS VIA INTERNET... 3 WEBGUIAS...4 1. Página Inicial...5 2. Alterando a senha padrão fornecida pela Santa Casa Saúde:...6 3. Mensagens WEB...7 4. Autorização de

Leia mais

Manual do AP_Conta. Manual do AP_Conta. Aplicativo para digitação e envio de contas médicas no padrão TISS

Manual do AP_Conta. Manual do AP_Conta. Aplicativo para digitação e envio de contas médicas no padrão TISS 2014 Manual do AP_Conta Aplicativo para digitação e envio de contas médicas no padrão TISS 0 Sumário 1. Sobre esse manual... 3 2. Habilitando e Configurando o AP_Conta... 4 3. Habilitação e Licenciamento...

Leia mais

MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO MODULO OPERACIONAL

MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO MODULO OPERACIONAL MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO MODULO OPERACIONAL TISS 3.02.00 Setembro 2015 - Versão 3 Índice Passo 1: Visão Geral... 3 Passo 2: Como acessar o Consultório Online?... 3 Passo 3: Quais são os Recursos Disponíveis...

Leia mais

MANUAL SCCARD. Rev.00 Aprovação: 16/08/2010 Página 1 de 19

MANUAL SCCARD. Rev.00 Aprovação: 16/08/2010 Página 1 de 19 Rev.00 Aprovação: 16/08/2010 Página 1 de 19 UNIMED BLUMENAU COOPERATIVA DE TRABALHO MÉDICO SCCard Sistema de Autorização On-Line O SCCard é a interface web do sistema de autorização da Unimed Blumenau

Leia mais

MANUAL DO PRESTADOR WEB

MANUAL DO PRESTADOR WEB MANUAL DO PRESTADOR WEB Sumário 1. Guia de Consulta... 3 2. Guia de Procedimentos Ambulatoriais... 6 3. Guia de Solicitação de Internação... 8 4. Prorrogação de internação... 8 5. Confirmação de pedido

Leia mais

Manual do Prestador. Autorizador Web

Manual do Prestador. Autorizador Web Manual do Prestador Autorizador Web Instruções Gerais Quando houver a realização de consultas que os beneficiários estiverem sem o cartão de identificação, ou quando este cartão não for reconhecido na

Leia mais

Manual de Utilização Autorizador

Manual de Utilização Autorizador 1) Acessando: 1-1) Antes de iniciar a Implantação do GSS, lembre-se de verificar os componentes de software instalados no computador do prestador de serviço: a) Sistema Operacional: nosso treinamento está

Leia mais

ÍNDICE. 2.1. Funcionalidades... 5

ÍNDICE. 2.1. Funcionalidades... 5 ÍNDICE 1. PRIMEIRO ACESSO AO SITE... 3 2. MAPA DO SITE... 4 2.1. Funcionalidades... 5 3. ENVIO DE COBRANÇAS ELETRÔNICAS... 5 3.1. Solicitações... 7 3.1.1. Internação... 7 3.1.2. Prorrogação... 8 3.1.3.

Leia mais

MANUAL DE USUÁRIO - PRESTADORES

MANUAL DE USUÁRIO - PRESTADORES MANUAL DE USUÁRIO - PRESTADORES ÍNDICE Conteúdo ACESSO AO SISTEMA WEB... 2 AUTORIZAÇÃO PARA CONSULTA MÉDICA... 5 AUTORIZAÇÃO PARA EXAMES E PROCEDIMENTOS... 10 PROCEDIMENTOS COM TAXAS, MATERIAIS OU MEDICAMENTOS...

Leia mais

Manual do Assistente do Certificado Digital

Manual do Assistente do Certificado Digital Manual do Assistente do Certificado Digital Índice Bem-vindo ao Assistente do Certificado Digital Serasa Experian 3 Iniciando o Assistente do Certificado Digital Serasa Experian 4 Renovação de Certificado

Leia mais

MANUAL DO PROGRAMA CSPSNet

MANUAL DO PROGRAMA CSPSNet MANUAL DO PROGRAMA CSPSNet Qualquer dúvida entre em contato: (33)32795093 01 USUÁRIO/CSPSNet O sistema CSPSNet está configurado para funcionar corretamente nos seguintes browsers: Internet Explorer 8.0,

Leia mais

Cadastramento e compra de vale transporte para o Cartão Metrocard Metropolitano Integrado. Em substituição ao Vale Transporte Temporário de Papel

Cadastramento e compra de vale transporte para o Cartão Metrocard Metropolitano Integrado. Em substituição ao Vale Transporte Temporário de Papel Cadastramento e compra de vale transporte para o Cartão Metrocard Metropolitano Integrado Em substituição ao Vale Transporte Temporário de Papel Acesso para cadastramento da empresa 2 Caso já tenha se

Leia mais

GUIA RÁPIDO DE UTILIZAÇÃO DO PORTAL DO AFRAFEP SAÚDE

GUIA RÁPIDO DE UTILIZAÇÃO DO PORTAL DO AFRAFEP SAÚDE GUIA RÁPIDO DE UTILIZAÇÃO DO PORTAL DO AFRAFEP SAÚDE INTRODUÇÃO O portal do Afrafep Saúde é um sistema WEB integrado ao sistema HEALTH*Tools. O site consiste em uma área onde os Usuários e a Rede Credenciada,

Leia mais

Está apto a utilizar o sistema, o usuário que tenha conhecimentos básicos de informática e navegação na internet.

Está apto a utilizar o sistema, o usuário que tenha conhecimentos básicos de informática e navegação na internet. Conteúdo 1. Descrição geral 2 2. Resumo das funcionalidades 3 3. Efetuar cadastro no sistema 4 4. Acessar o sistema 6 5. Funcionalidades do menu 7 5.1 Dados cadastrais 7 5.2 Grupos de usuários 7 5.3 Funcionários

Leia mais

MANUAL AUTORIZADOR ON-LINE

MANUAL AUTORIZADOR ON-LINE MANUAL AUTORIZADOR ON-LINE ANS nº 34.600-4 AUTORIZADOR ON-LINE Para ter acesso ao autorizador on-line da Uniodonto Piracicaba siga os passos abaixo: 1 Acesse www.uniodontopiracicaba.com.br e clique em

Leia mais

V.1.0 SIAPAS. Sistema Integrado de Administração ao Plano de Assistência à Saúde. Contas Médicas

V.1.0 SIAPAS. Sistema Integrado de Administração ao Plano de Assistência à Saúde. Contas Médicas 2014 V.1.0 SIAPAS Sistema Integrado de Administração ao Plano de Assistência à Saúde Contas Médicas SIAPAS Sistema Integrado de Administração ao Plano de Assistência à Saúde Módulos CONTAS MÉDICAS Capa

Leia mais

Manual do Usuário ipedidos MILI S.A. - D.T.I.

Manual do Usuário ipedidos MILI S.A. - D.T.I. Manual do Usuário ipedidos MILI S.A. - D.T.I. MILI S.A. - D.T.I. Índice 1 ACESSANDO O PORTAL IPEDIDOS... 3 1.1 Login...5 1.2 Tela Principal, Mensagens e Atendimento On-line...6 2 CADASTRAR... 10 2.1 Pedido...10

Leia mais

Figura 1: tela inicial do BlueControl COMO COLOCAR A SALA DE INFORMÁTICA EM FUNCIONAMENTO?

Figura 1: tela inicial do BlueControl COMO COLOCAR A SALA DE INFORMÁTICA EM FUNCIONAMENTO? Índice BlueControl... 3 1 - Efetuando o logon no Windows... 4 2 - Efetuando o login no BlueControl... 5 3 - A grade de horários... 9 3.1 - Trabalhando com o calendário... 9 3.2 - Cancelando uma atividade

Leia mais

EMISSOR DE NOTA FISCAL GRATUITO GUIA DE USO. 2014 - VALID Certificadora Digital

EMISSOR DE NOTA FISCAL GRATUITO GUIA DE USO. 2014 - VALID Certificadora Digital EMISSOR DE NOTA FISCAL GRATUITO GUIA DE USO 2014 - VALID Certificadora Digital Controle de Versões Autor Descrição Versão Data Lays Almeida Versão Inicial 1.0 06.11.2014 2014 - VALID Certificadora Digital

Leia mais

Controle de Documento

Controle de Documento 1 Controle de Documento Revisor Versão Data Publicação Suelen Longoni 1.0 11/09/2009 2 Sumário Controle de Versão... 2 Índice de Figuras... 6 1. Informações Iniciais... 11 1.1. Sobre o documento... 11

Leia mais

PORTAL SPA TISS. Manual do Credenciado. Manual do Credenciado para utilização do Portal SPA TISS do SPA Saúde.

PORTAL SPA TISS. Manual do Credenciado. Manual do Credenciado para utilização do Portal SPA TISS do SPA Saúde. PORTAL SPA TISS Manual do Credenciado Manual do Credenciado para utilização do Portal SPA TISS do SPA Saúde. Equipe de Treinamento de Desenvolvimento TIS SPA Saúde Sumário 1. Introdução... 3 2. Objetivo...

Leia mais

Manual do Prestador Versão TISS 3.02

Manual do Prestador Versão TISS 3.02 Manual do Prestador Versão TISS 3.02 Caro(a) Prestador(a) Serviços, É com muito prazer e satisfação que aproveitamos esta página para demonstrar nosso agradecimento em relação à confiança depositada por

Leia mais

MANUAL VERSÃO 2.11 1

MANUAL VERSÃO 2.11 1 1 SUMÁRIO 1 INTRODUÇÃO... 3 2 O QUE É O EOL?... 3 3 ACESSO AO CLIENTE... 3 4 ACESSANDO O EOL... 3 5 TELA INICIAL... 4 6 EXAMES ADMISSIONAIS... 5 7 MUDANÇA DE FUNÇÃO... 7 8 EXAMES DEMISSIONAL E RETORNO

Leia mais

Faturamento Eletrônico - CASSEMS

Faturamento Eletrônico - CASSEMS 1 Conteúdo 1. Informações Iniciais... 3 1.1. Sobre o documento... 3 1.2. Organização deste Documento... 3 2. Orientações Básicas... 3 2.1. Sobre o Faturamento Digital... 3 3. Instalação do Sistema... 4

Leia mais

Manual do Usuário Cyber Square

Manual do Usuário Cyber Square Manual do Usuário Cyber Square Criado dia 27 de março de 2015 as 12:14 Página 1 de 48 Bem-vindo ao Cyber Square Parabéns! Você está utilizando o Cyber Square, o mais avançado sistema para gerenciamento

Leia mais

Manual de Utilização Chat Intercâmbio

Manual de Utilização Chat Intercâmbio Manual de Utilização Chat Intercâmbio 1 INDICE 1 Chat Intercâmbio... 6 1.1 Glossário de Termos Utilizados.... 6 1.2 Definições de uma Sala de Chat... 7 1.3 Como Acessar o Chat Intercâmbio... 8 1.4 Pré-requisitos

Leia mais

MANUAL ISS DIGITAL Av. Augusto de Lima, 479-15º Andar - Sala 1511 Centro - Belo Horizonte/MG CEP: 30.190-000 (31) 3201-1639 / Fax: (31) 3212-1215

MANUAL ISS DIGITAL Av. Augusto de Lima, 479-15º Andar - Sala 1511 Centro - Belo Horizonte/MG CEP: 30.190-000 (31) 3201-1639 / Fax: (31) 3212-1215 Av. Augusto de Lima, 479-15º Andar - Sala 1511 Centro - Belo Horizonte/MG CEP: 30.190-000 (31) 3201-1639 / Fax: (31) 3212-1215 1. INTRODUÇÃO Dispõe sobre o sistema eletrônico de gerenciamento de dados

Leia mais

Manual Laboratório. ICS Sistemas de Gestão em Saúde ICS 01/01/2014

Manual Laboratório. ICS Sistemas de Gestão em Saúde ICS 01/01/2014 2014 Manual Laboratório ICS Sistemas de Gestão em Saúde ICS 01/01/2014 Sumário Acesso ao Sistema... 2 Menu Cadastros... 4 Cadastro de usuários... 4 Inclusão de Novo Usuário... 5 Alteração de usuários...

Leia mais

Cappta Cartões Guia de Utilização

Cappta Cartões Guia de Utilização Cappta Cartões Guia de Utilização Bem-vindo! Obrigado por utilizar a solução Cappta Cartões, a maneira mais simples e rápida de aceitar todos os tipos de cartão no varejo. Este manual detalha as principais

Leia mais

Roteiro de acesso ao Autorizador do Plan-Assiste para autorização de procedimentos.

Roteiro de acesso ao Autorizador do Plan-Assiste para autorização de procedimentos. 1 - PRIMEIRO ACESSO AO AUTORIZADOR Tutorial Autorizador WEB Roteiro de acesso ao Autorizador do Plan-Assiste para autorização de procedimentos. 1.1. Acessar o endereço http://assiste.mpu.gov.br/autorizadorweb;

Leia mais

Está apto a utilizar o sistema, o usuário que tenha conhecimentos básicos de informática e navegação na internet.

Está apto a utilizar o sistema, o usuário que tenha conhecimentos básicos de informática e navegação na internet. 1. Descrição Geral Este manual descreve as operações disponíveis no módulo VTWEB Client, cuja finalidade é gerenciar cadastros de funcionários, realização de pedidos e controle financeiro dos pedidos.

Leia mais

Manual das Secretárias. Manual do usuário. Módulo Secretárias

Manual das Secretárias. Manual do usuário. Módulo Secretárias Manual do usuário Módulo Secretárias 1. Login O login é único e permite o acesso exclusivo ao consultório médico. Será informado por email às secretária que enviaram os dados para cadastro. Obs: A senha

Leia mais

Follow-Up Acompanhamento Eletrônico de Processos (versão 3.0) Manual do Sistema. 1. Como acessar o sistema Requisitos mínimos e compatibilidade

Follow-Up Acompanhamento Eletrônico de Processos (versão 3.0) Manual do Sistema. 1. Como acessar o sistema Requisitos mínimos e compatibilidade do Sistema Índice Página 1. Como acessar o sistema 1.1 Requisitos mínimos e compatibilidade 03 2. Como configurar o Sistema 2.1 Painel de Controle 2.2 Informando o nome da Comissária 2.3 Escolhendo a Cor

Leia mais

MANUAL DO USUÁRIO PORTAL TISS. Manual. Usuário. Versão 1.3 atualizado em 13/06/2013

MANUAL DO USUÁRIO PORTAL TISS. Manual. Usuário. Versão 1.3 atualizado em 13/06/2013 Manual do Usuário Versão 1.3 atualizado em 13/06/2013 1. CONFIGURAÇÕES E ORIENTAÇÕES PARA ACESSO... 4 2 GUIAS... 11 2.1 DIGITANDO AS GUIAS... 11 2.2 SALVANDO GUIAS... 12 2.3 FINALIZANDO UMA GUIA... 13

Leia mais

MANUAL DE INSTRUÇÕES AO CREDENCIADO VOAM

MANUAL DE INSTRUÇÕES AO CREDENCIADO VOAM MANUAL DE INSTRUÇÕES AO CREDENCIADO VOAM Versão 01/2013 Consultório e SADT 11 IDENTIFICAÇÃO VOAM VOLVO ODONTOLOGIA E ASSISTÊNCIA MÉDICA. Razão Social: VOLVO DO BRASIL VEÍCULOS LTDA. CNPJ: 43.999.424/0001-14

Leia mais

Manual. Pedido Eletrônico

Manual. Pedido Eletrônico Manual Pedido Eletrônico ÍNDICE 1. Download... 3 2. Instalação... 4 3. Sistema de Digitação SantaCruz... 8 3.1. Configuração... 8 4. Utilização do Sistema Digitação SantaCruz... 11 4.1. Atualizar cadastros...11

Leia mais

Renovação Online de Certificados Digitais A3 (Com Boleto Bancário)

Renovação Online de Certificados Digitais A3 (Com Boleto Bancário) Renovação Online de Certificados Digitais A3 (Com Boleto Bancário) Guia de Orientação Todos os direitos reservados. Imprensa Oficial do Estado S.A. 2013 Página 1 de 47 Índice PRÉ-REQUISITOS PARA INSTALAÇÃO...

Leia mais

O programa Mysql acompanha o pacote de instalação padrão e será instalado juntamente com a execução do instalador.

O programa Mysql acompanha o pacote de instalação padrão e será instalado juntamente com a execução do instalador. INTRODUÇÃO O Programa pode ser instalado em qualquer equipamento que utilize o sistema operacional Windows 95 ou superior, e seu banco de dados foi desenvolvido em MySQL, sendo necessário sua pré-instalação

Leia mais

HELP DE UTILIZAÇÃO DO SISTEMA ONLINE DOCTOR PARA SECRETÁRIAS

HELP DE UTILIZAÇÃO DO SISTEMA ONLINE DOCTOR PARA SECRETÁRIAS HELP DE UTILIZAÇÃO DO SISTEMA ONLINE DOCTOR PARA SECRETÁRIAS 1 - A TELA AGENDA 1.1 - TIPOS DE AGENDA 1.1.1 AGENDA NORMAL 1.1.2 AGENDA ENCAIXE 2 - AGENDANDO CONSULTAS 2.1 - AGENDANDO UMA CONSULTA NA AGENDA

Leia mais

Manual de liberação de Guias on-line para o Prestador Credenciado

Manual de liberação de Guias on-line para o Prestador Credenciado Manual de liberação de Guias on-line para o Prestador Credenciado 1 SUMÁRIO 1. Objetivo... 3 2. Acesso ao Sistema... 3 3. Descrição das Funcionalidades Menu Guias Liberação On-line.... 4 3.1 Liberação

Leia mais

O programa Mysql acompanha o pacote de instalação padrão e será instalado juntamente com a execução do instalador.

O programa Mysql acompanha o pacote de instalação padrão e será instalado juntamente com a execução do instalador. INTRODUÇÃO O Programa pode ser instalado em qualquer equipamento que utilize o sistema operacional Windows 95 ou superior, e seu banco de dados foi desenvolvido em MySQL, sendo necessário sua pré-instalação

Leia mais

VESOFTWARE - DESENVOLIMENTO DE SISTEMAS E WEBSITES Fone: (11) 4036-6980 VIVO(11)9607-5649 TIM(11)7013-8480 www.vesoftware.com.

VESOFTWARE - DESENVOLIMENTO DE SISTEMAS E WEBSITES Fone: (11) 4036-6980 VIVO(11)9607-5649 TIM(11)7013-8480 www.vesoftware.com. Fone: (11) 4036-6980 VIVO(11)9607-5649 TIM(11)7013-8480 www.vesoftware.com.br 1-15 INTRODUÇÃO O Programa pode ser instalado em qualquer equipamento que utilize o sistema operacional Windows 95 ou superior,

Leia mais

VESOFTWARE - DESENVOLIMENTO DE SISTEMAS E WEBSITES Fone: (11) 4036-6980 VIVO(11)9607-5649 TIM(11)7013-8480 1-13

VESOFTWARE - DESENVOLIMENTO DE SISTEMAS E WEBSITES Fone: (11) 4036-6980 VIVO(11)9607-5649 TIM(11)7013-8480 1-13 1-13 INTRODUÇÃO O Programa pode ser instalado em qualquer equipamento que utilize o sistema operacional Windows 95 ou superior, e seu banco de dados foi desenvolvido em MySQL, sendo necessário sua pré-instalação

Leia mais

Principais Característic

Principais Característic Principais Característic Características as Software para agendamento e controle de consultas e cadastros de pacientes. Oferece ainda, geração de etiquetas, modelos de correspondência e de cartões. Quando

Leia mais

VERSÃO 3.3 - PERFIL PRESTADOR. Versão do Manual - 1.00

VERSÃO 3.3 - PERFIL PRESTADOR. Versão do Manual - 1.00 VERSÃO 3.3 - PERFIL PRESTADOR Versão do Manual - 1.00 1 2 Histórico de versões Versão Data 1.00 14/12/07 Atualização Criação do Documento Autor Cayo Prado Créditos Coordenador de Desenvolvimento Marcos

Leia mais

Sistematic Tecnologia e Sistemas de Informação LTDA

Sistematic Tecnologia e Sistemas de Informação LTDA Manual do Usuário SisCommercePDV NFC-e Sistematic Tecnologia e Sistemas de Informação LTDA MANUAL DO USUÁRIO SisCommercePDV Emissor de Nota Fiscal do Consumidor Eletrônica (NFC-e) *Manual em desenvolvimento

Leia mais

TUTORIAL COM OS PROCEDIMENTOS DE

TUTORIAL COM OS PROCEDIMENTOS DE TUTORIAL COM OS PROCEDIMENTOS DE GERAÇÃO DE BOLETOS BRADESCO NO FINANCE 2 Índice Como gerar Boleto Bancário pelo Bradesco... 3 Como gerar os arquivos de Remessa para o Banco pelo Finance... 14 Como enviar

Leia mais

O Webconference é uma ferramenta para realizar reuniões online.

O Webconference é uma ferramenta para realizar reuniões online. Webconference Wittel O Webconference é uma ferramenta para realizar reuniões online. Com ele você poderá fazer vídeoconferência, compartilhar arquivos, aplicativos e conteúdo do desktop, além de realizar

Leia mais

WorkFlow WEB Caberj v20150127.docx. Manual Atendimento Caberj

WorkFlow WEB Caberj v20150127.docx. Manual Atendimento Caberj Manual Atendimento Caberj ÍNDICE CARO CREDENCIADO, LEIA COM ATENÇÃO.... 3 ATENDIMENTO... 3 FATURAMENTO... 3 ACESSANDO O MEDLINK WEB... 4 ADMINISTRAÇÃO DE USUÁRIOS... 5 CRIANDO UM NOVO USUÁRIO... 5 EDITANDO

Leia mais

MANUAL DE USO FACGTO AUTORIZADOR ONLINE DE ODONTOLOGIA

MANUAL DE USO FACGTO AUTORIZADOR ONLINE DE ODONTOLOGIA MANUAL DE USO FACGTO AUTORIZADOR ONLINE DE ODONTOLOGIA 1 Acessar o endereço www.unafiscosaude.org.br, no menu Credenciados>Prestadores odontológicos>se deseja acessar o Sistema Facgto clique aqui. 1.2

Leia mais

Manual Unilote. Versão 2.1

Manual Unilote. Versão 2.1 Manual Unilote Versão 2.1 1 INDICE Apresentação...4 Principais Características...4 Requisitos Mínimos...4 Requisitos Mínimos de Software...4 Instalação...5 PRIMEIRO PASSOS Dados da Empresa...6 Acessando

Leia mais

Manual. ID REP Config Versão 1.0

Manual. ID REP Config Versão 1.0 Manual ID REP Config Versão 1.0 Sumário 1. Introdução... 3 2. Pré-Requisitos... 3 2.1. Atualização... 3 3. Instalação do ID REP Config... 4 4. Visão Geral do Programa... 6 4.1. Tela Principal... 6 4.2.

Leia mais

ÍNDICE. Operações com o Cartão Ticket Car...

ÍNDICE. Operações com o Cartão Ticket Car... ÍNDICE Operações com o Cartão Ticket Car... POS Ticket Car :... Funções... Mensagens... Terminal TEF: Ticket Car Novo... Funções... Mensagens... Transação de Venda Manual... Procedimento... Obter boleto...

Leia mais

Atendimento de urgência (Pronto Atendimento)

Atendimento de urgência (Pronto Atendimento) 1 de 6 RESULTADO ESPERADO: 642 PROCESSOS RELACIONADOS: Apoio ao Cliente DESCRIÇÃO DO PROCEDIMENTO: AÇÃO RESPONSÁVEL REGISTROS DESCRIÇÃO DA AÇÃO 1. Atender o cliente Técnico de Enfermagem e Recepcionista

Leia mais

HELP DE UTILIZAÇÃO DO SISTEMA ONLINE DOCTOR/SBOT PARA SECRETÁRIAS

HELP DE UTILIZAÇÃO DO SISTEMA ONLINE DOCTOR/SBOT PARA SECRETÁRIAS HELP DE UTILIZAÇÃO DO SISTEMA ONLINE DOCTOR/SBOT PARA SECRETÁRIAS 1 - A TELA AGENDA 1.1 - TIPOS DE AGENDA 1.1.1 AGENDA NORMAL 1.1.2 AGENDA ENCAIXE 2 - AGENDANDO CONSULTAS 2.1 - AGENDANDO UMA CONSULTA NA

Leia mais

CAPÍTULO 1.0 PADRÃO UNIMED CUIABÁ DE AUTORIZAÇÃO EMULADOR BIOMETRIA 5 CAPÍTULO 2.0 - COMO INICIAR O EMULADOR 5 CAPÍTULO 3.0 AUTORIZAÇÃO DE CONSULTA 8

CAPÍTULO 1.0 PADRÃO UNIMED CUIABÁ DE AUTORIZAÇÃO EMULADOR BIOMETRIA 5 CAPÍTULO 2.0 - COMO INICIAR O EMULADOR 5 CAPÍTULO 3.0 AUTORIZAÇÃO DE CONSULTA 8 1 2 SUMÁRIO CAPÍTULO 1.0 PADRÃO UNIMED CUIABÁ DE AUTORIZAÇÃO EMULADOR BIOMETRIA 5 CAPÍTULO 2.0 - COMO INICIAR O EMULADOR 5 CAPÍTULO 3.0 AUTORIZAÇÃO DE CONSULTA 8 CAPÍTULO 4.0 REIMPRIMINDO O EXTRATO DA

Leia mais

Caso já seja usuário do SCAW siga as instruções a partir da página X.

Caso já seja usuário do SCAW siga as instruções a partir da página X. Caso já seja usuário do SCAW siga as instruções a partir da página X. Para iniciar o sistema dê um duplo clique no ícone, que se encontra na área de trabalho. 1 Login do sistema. Esta é a tela de login

Leia mais

TUTORIAL COM OS PROCEDIMENTOS DE

TUTORIAL COM OS PROCEDIMENTOS DE TUTORIAL COM OS PROCEDIMENTOS DE GERAÇÃO DE BOLETOS CAIXA ECONÔMICA FEDERAL NO FINANCE Finance V10 New 2 Índice Como gerar Boleto Bancário pela Caixa Econômica... 3 Como efetuar a Conciliação por Extrato

Leia mais

Orientações sobre a Utilização do Saúde Connect

Orientações sobre a Utilização do Saúde Connect Orientações sobre a Utilização do Saúde Connect Objetivo do Módulo Saúde Connect Acesso ao Módulo Saúde Connect Botões de Comando Envio de cobrança para a SPTrans Primeira opção: Digitar Guia Segunda opção:

Leia mais

AP_CONTA WEB Portal de Digitação e envio do Faturamento

AP_CONTA WEB Portal de Digitação e envio do Faturamento [Digite texto] 2013 Portal de Digitação e envio do Faturamento O AP_Conta tem como objetivo permitir aos prestadores de serviços médicos digitarem as guias de faturamento em conformidade com o padrão TISS,

Leia mais

BR DOT COM SISPON: MANUAL DO USUÁRIO

BR DOT COM SISPON: MANUAL DO USUÁRIO BR DOT COM SISPON: MANUAL DO USUÁRIO BAURU 2015 2 BR DOT COM SISPON: MANUAL DO USUÁRIO Manual do usuário apresentado para auxiliar no uso do sistema SisPon. BAURU 2015 3 SUMÁRIO 1 Instalação... 5 1.1 Sispon...

Leia mais

Manual Sistema Padrão TISS 3.02

Manual Sistema Padrão TISS 3.02 Unimed Caçapava Cooperativa de Trabalho Médico Manual Sistema Padrão TISS 3.02 Para uso interno/externo Departamento de Autorização Setembro/2014 MANUAL HILUM 4.0.1 2014 TISS 3.02 O Hilum teve algumas

Leia mais

Manual do Módulo SAC

Manual do Módulo SAC 1 Manual do Módulo SAC Índice ÍNDICE 1 OBJETIVO 4 INICIO 4 SAC 7 ASSOCIADO 9 COBRANÇA 10 CUSTO MÉDICO 10 ATENDIMENTOS 11 GUIAS 12 CREDENCIADO 13 LIVRETO 14 BUSCA POR RECURSO 15 CORPO CLÍNICO 16 MENU ARQUIVO

Leia mais

Manual de utilização do Módulo Operacional

Manual de utilização do Módulo Operacional Manual de utilização do Módulo Operacional Consultório Online Rev. 00 O melhor plano de saúde é viver. O segundo melhor é Unimed. Índice Passo 1: Visão geral Passo 2: Como acessar o Consultório On-Line?

Leia mais

Manual de Utilização

Manual de Utilização Universidade Regional Integrada do Alto Uruguai e das Missões URI Pró-Reitoria de Pesquisa, Extensão e Pós-Graduação PROPEPG Manual de Utilização Sistema de Projetos URI Módulo Projetos Versão 1 - Revisão

Leia mais

Manual de Utilização Portal de Serviços do Inmetro nos Estados - PSIE

Manual de Utilização Portal de Serviços do Inmetro nos Estados - PSIE Manual de Utilização Portal de Serviços do Inmetro nos Estados - PSIE Sumário PRESTAÇÃO DE CONTAS DE ETIQUETAS DE REPARO...3 Figura 1.0...3 Figura 2.0...4 Figura 3.0...5 Figura 4.0...5 1. Proprietário

Leia mais

GW Unimed Blumenau. Nunca foi tão fácil enviar sua produção eletronicamente para a Unimed Blumenau.

GW Unimed Blumenau. Nunca foi tão fácil enviar sua produção eletronicamente para a Unimed Blumenau. 2010 GW Unimed Blumenau Nunca foi tão fácil enviar sua produção eletronicamente para a Unimed Blumenau. GW uma ferramenta on-line de auditoria ligada diretamente com o próprio sistema da operadora, o que

Leia mais

Manual. do POS. O novo POS é de fácil uso e aplicação. Conheça suas funções e características

Manual. do POS. O novo POS é de fácil uso e aplicação. Conheça suas funções e características Manual do POS O novo POS é de fácil uso e aplicação. Conheça suas funções e características Sumário 4 5 6 7 funções básicas funções operacionais c o n s u l t a m é d i c a execução sp/sadt 9 10 c a n

Leia mais

Cadastro de solicitações com anexos

Cadastro de solicitações com anexos Cadastro de solicitações com O prestador poderá cadastrar as solicitações e incluir nas mesmas. Segue demonstrativo de cadastro de solicitações com anexo. Cadastro de solicitações com Acessar o site do

Leia mais

Este manual irá guia-lo passo a passo na geração de um Lote de Guia e, como transmitir o arquivo para gerar o xml no padrão TISS.

Este manual irá guia-lo passo a passo na geração de um Lote de Guia e, como transmitir o arquivo para gerar o xml no padrão TISS. FATURAMENTO ELETRO NICO - SADT Este manual irá guia-lo passo a passo na geração de um Lote de Guia e, como transmitir o arquivo para gerar o xml no padrão TISS. LANÇANDO SADT Para enviar o faturamento

Leia mais

Unimed do Brasil Unidade de Serviços às Singulares Página 1 de 79. Unimed HILUM - Versão 1.7.4.18.1

Unimed do Brasil Unidade de Serviços às Singulares Página 1 de 79. Unimed HILUM - Versão 1.7.4.18.1 Página 1 de 79 1 HILUM... 3 1.1 Consulta... 5 1.1.1 Execução... 5 1.1.2 Tp Saída / CID... 10 1.1.3 Pesquisa CID10... 11 1.2 SP - SADT... 12 1.2.1 Solicitação... 12 1.2.2 Execução... 19 1.2.3 Outras Despesas...

Leia mais

Índice. Manual Backup Online. 03 Capítulo 1: Visão Geral

Índice. Manual Backup Online. 03 Capítulo 1: Visão Geral Índice 03 Capítulo 1: Visão Geral 04 Capítulo 2: Conta de Usuário 04 Criação 08 Edição 09 Grupo de Usuários 10 Informações da Conta 12 Capítulo 3: Download do Backup Online Embratel 16 Capítulo 4: Cópia

Leia mais

Atualização De Mapas GPS Apontador. 1º Acessar site: www.naviextras.com 2º Selecione o Idioma para Português no seu canto direito.

Atualização De Mapas GPS Apontador. 1º Acessar site: www.naviextras.com 2º Selecione o Idioma para Português no seu canto direito. Atualização De Mapas GPS Apontador 1º Acessar site: www.naviextras.com 2º Selecione o Idioma para Português no seu canto direito. 3º Clique na Opção Registrar 4º Selecione o Dispositivo Apontador e o Modelo

Leia mais

Manual. ID REP Config Versão 1.0

Manual. ID REP Config Versão 1.0 Manual ID REP Config Versão 1.0 Sumário 1. Introdução... 3 2. Pré-Requisitos... 3 3. Instalação do ID REP Config... 4 4. Visão Geral do Programa... 8 4.1. Tela Principal... 8 4.2. Tela de Pesquisa... 12

Leia mais

Manual do Prestador. Versão 1.0 Maio/2014. Manaus - Amazonas ANS Nº 38809-2 1

Manual do Prestador. Versão 1.0 Maio/2014. Manaus - Amazonas ANS Nº 38809-2 1 Manual do Prestador Versão 1.0 Maio/2014 Manaus - Amazonas 1 SUMÁRIO Apresentação... 3 1. Identificação do beneficiário...3 2. Atendimento ao beneficiário... 4 2.1. Requisitos para o atendimento... 4 2.2.

Leia mais

Manual de. Solicitação. de Procedimentos Eletivos. Confira o passo a passo para solicitar autorização para a realização de procedimentos eletivos.

Manual de. Solicitação. de Procedimentos Eletivos. Confira o passo a passo para solicitar autorização para a realização de procedimentos eletivos. Manual de Solicitação de Procedimentos Eletivos Confira o passo a passo para solicitar autorização para a realização de procedimentos eletivos. Rio SUMÁRIO MANUALWEB INTRODUÇÃO 2 3 1) Introdução 2) Estrutura

Leia mais

Manual de Operação do Sistema de Tickets Support Suite

Manual de Operação do Sistema de Tickets Support Suite Manual de Operação do Sistema de Tickets Support Suite Sumário Acessando a página do HelpDesk helpdesk.virtuem.com.br... 3 Criando um Ticket... 6 Visualizando Tickets Existentes... 9 Respondendo um Ticket...

Leia mais

Eleições 2008 - Sistemas de registro de candidaturas

Eleições 2008 - Sistemas de registro de candidaturas Módulo II - 2º dia de aula >>2. Considerações iniciais>>2.4. Sistema de Candidaturas módulo externo CandEx Cartilha CandEx O CandEx, módulo externo do sistema de candidaturas, foi desenvolvido pelo Tribunal

Leia mais