Histórico do livro Menino brinca de boneca?

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Histórico do livro Menino brinca de boneca?"

Transcrição

1 Histórico do livro Menino brinca de boneca? Menino brinca de boneca? foi lançado em 1990, com grande aceitação de público e crítica, e vem sendo referência de trabalho para profissionais, universidades, associações, ONGs e projetos na área de Educação Sexual de diferentes instituições. Há mais de duas décadas, é indicado e adotado por escolas públicas e privadas de todo país. O livro recebeu também três importantes prêmios: Monteiro Lobato (1991), da Academia Brasileira de Letras; Altamente Recomendável (1991), da Fundação Nacional do Livro Infantojuvenil; e Qualidade Brasil (1991), Prêmio de Instituição internacional; International Exporter s Service. Vejamos um pouco da história de suas edições. 1ª edição 14 impressões Nessa primeira edição, em 1990, dois importantes especialistas falaram a respeito do livro: Prefácio Marta Suplicy Psicóloga. Atualmente, senadora da República: Num mundo no qual os papéis e as relações entre os sexos estão em vertiginosa transformação, nada mais propício do que o livro Menino brinca de boneca?, de Marcos Ribeiro. A mulher não nasce com o desejo de lavar pratos, assim como o homem não nasce com vontade de sustentar a mulher. Repensar estes valores, pensar num mundo de cabeça para baixo, diferente do que conhecemos, mas na direção do que desejamos como um mundo melhor para homens e mulheres, é a tarefa a que Menino brinca de boneca? se propõe. E acho que consegue. Somente através da educação de nossas crianças é que conseguiremos mudar esta sociedade desigual. Pouco adianta pensarmos numa sociedade mais justa e igualitária se as crianças dentro do lar continuarem a observar e a ter como modelo pais que são percebidos como tendo relações, direitos e possibilidades desiguais. As crianças criadas nessas condições não desenvolverão em nível do inconsciente a noção do que seja uma relação entre iguais: serão pessoas que aceitarão a submissão social, a relação explorador/explorado mais facilmente. Já era hora de termos um livro infantil dedicado basicamente ao questionamento dos estereótipos sexuais.

2 O livro de Marcos Ribeiro questiona com precisão, alegria e com palavras fáceis as verdades do que seja ser homem e mulher. Quarta capa Frei Betto Teólogo, autor de mais de vinte títulos publicados no Brasil e Exterior: Uma obra importante para crianças de 0 a 60 anos Menino brinca de boneca? é uma obra oportuna que Marcos Ribeiro autor de Mamãe, como eu nasci? oferece ao público infanto-juvenil. Com muito sabor e leveza, o autor mexe com todos os nossos preconceitos machistas (sem ignorar que o machismo é também um problema da mulher, da mãe que ensina aos filhos papéis masculinos e femininos). Uma das causas da infelicidade de muitas pessoas é essa mania de se pautar por atitudes alheias. Desde pequena, a criança aprende a imitar e a competir com seus colegas, prejudicando o desenvolvimento de sua própria personalidade. Ser o que se é eis um desafio difícil até mesmo para os adultos. Estamos tão condicionados pelo comportamento vigente que trocamos a liberdade pela opinião consensual. A frustração muitas vezes tem esta origem absurda: surge da nossa incapacidade de corresponder ao que julgamos que os outros esperam de nós. Neste livro, Marcos Ribeiro coloca a questão do masculino-feminino de forma muito didática, acessível a leitores de qualquer idade. Sobretudo, ele estimula o jovem leitor a refletir, decidir, opinar. Esta é, portanto, uma obra muito educativa, porque aborda, num estilo muito agradável, um aspecto fundamental da nossa cultura ainda impregnada de heranças patriarcas. Menino brinca de boneca? é uma obra lúdica e muito séria. 2ª edição 11 impressões Nessa segunda edição, em 2003, mais um especialista se junta ao time anterior. Prefácio à segunda edição Branca Portes Educadora da Secretaria Municipal de Educação do Rio de Janeiro. Quando comecei a dar aulas, vivi uma experiência ímpar: os meninos e as meninas da turma brigavam e se agrediam por tudo e por nada. Menina não pode! ; Sai pra lá! ; Ai, meu cabelo! ; Mulherzinha! eram as exclamações mais frequentes.

3 Um dia, durante o recreio, entrei na roda (só de meninas, naturalmente) e puxei um dos meninos para brincar. Segurei firme a sua mão e rodamos por alguns minutos até que peguei a mão de outro que estava mais perto. Surpreso, o grupo restante veio chegando, rindo e gozando os colegas. Mas o desejo de brincar era visível. Fomos abrindo a roda, convidando, estimulando, trazendo. E eles vieram, gostando, mas ainda sem querer demonstrar o gosto. E a roda se ampliou, se abriu, se assinou. Os rostos, todos, expressavam, confusos, desejo e rejeição. Sentimentos fortes e conflitantes. De volta à sala, as falas costumeiras deram lugar ao silêncio. Sobre a roda... nada se falou. No dia seguinte, encarei o assunto. Dividida a turma em dois grupos, meninos e meninas, a tarefa era escrever: os meninos, o que só as mulheres podiam fazer e as meninas, o que só os homens podiam fazer. Muitos pode, não pode e por quê? depois, aquele grupo, entre certezas e dúvidas, concluiu: Só as mulheres podem guardar o nenê na barriga, parir e dar de mamar. O resto, todos os homens e mulheres podem fazer. Conclusão sofrida, refletida e parcial, é claro, porque os caminhos estavam apenas se abrindo para nós. Anos depois (muitos), caiu em minhas mãos uma pequena preciosidade: Menino brinca de boneca?, o livro de Marcos Ribeiro. Imediatamente, aqueles meninos e meninas e aquela professora que eu era, tão cheios de angústias e de inseguranças, voltaram à minha lembrança. Ah! Marcos, que vontade de fazer voltar o relógio do tempo! Que bom teria sido fazer com eles também uma outra roda, lendo e discutindo o que você escreveu com humor, leveza e seriedade. Mas que ótimo que os professores de hoje podem fazer isso! Aproveitem.

4 3 a edição revista e reformulada Nessa terceira edição, em 2011, dois importantes especialistas falaram a respeito do livro: Prefácio Marta Suplicy Psicóloga. Atualmente, senadora da República: Num mundo no qual os papéis e as relações entre os sexos estão em vertiginosa transformação, nada mais propício do que o livro Menino brinca de boneca?, de Marcos Ribeiro. A mulher não nasce com o desejo de lavar pratos, assim como o homem não nasce com vontade de sustentar a mulher. Repensar estes valores, pensar num mundo de cabeça para baixo, diferente do que conhecemos, mas na direção do que desejamos como um mundo melhor para homens e mulheres, é a tarefa a que Menino brinca de boneca? se propõe. E acho que consegue. Somente através da educação de nossas crianças é que conseguiremos mudar esta sociedade desigual. Pouco adianta pensarmos numa sociedade mais justa e igualitária se as crianças dentro do lar continuarem a observar e a ter como modelo pais que são percebidos como tendo relações, direitos e possibilidades desiguais. As crianças criadas nessas condições não desenvolverão em nível do inconsciente a noção do que seja uma relação entre iguais: serão pessoas que aceitarão a submissão social, a relação explorador/explorado mais facilmente. Já era hora de termos um livro infantil dedicado basicamente ao questionamento dos estereótipos sexuais. O livro de Marcos Ribeiro questiona com precisão, alegria e com palavras fáceis as verdades do que seja ser homem e mulher. Quarta capa Frei Betto Teólogo, autor de mais de vinte títulos publicados no Brasil e Exterior: Uma obra importante para crianças de 0 a 60 anos Menino brinca de boneca? é uma obra oportuna que Marcos Ribeiro autor de Mamãe, como eu nasci? oferece ao público infanto-juvenil. Com muito sabor e leveza, o autor mexe com todos os nossos preconceitos machistas (sem ignorar que o machismo é também um problema da mulher, da mãe que ensina aos filhos papéis masculinos e femininos). Uma das causas da infelicidade de muitas pessoas é essa mania de se pautar por atitudes alheias.

5 Desde pequena, a criança aprende a imitar e a competir com seus colegas, prejudicando o desenvolvimento de sua própria personalidade. Ser o que se é eis um desafio difícil até mesmo para os adultos. Estamos tão condicionados pelo comportamento vigente que trocamos a liberdade pela opinião consensual. A frustração muitas vezes tem esta origem absurda: surge da nossa incapacidade de corresponder ao que julgamos que os outros esperam de nós. Neste livro, Marcos Ribeiro coloca a questão do masculino-feminino de forma muito didática, acessível a leitores de qualquer idade. Sobretudo, ele estimula o jovem leitor a refletir, decidir, opinar. Esta é, portanto, uma obra muito educativa, porque aborda, num estilo muito agradável, um aspecto fundamental da nossa cultura ainda impregnada de heranças patriarcas. Menino brinca de boneca? é uma obra lúdica e muito séria.

Transcrição de Entrevista n º 22

Transcrição de Entrevista n º 22 Transcrição de Entrevista n º 22 E Entrevistador E22 Entrevistado 22 Sexo Masculino Idade 50 anos Área de Formação Engenharia Electrotécnica E - Acredita que a educação de uma criança é diferente perante

Leia mais

Educação familiar e escolar para o terceiro milênio. nosso tema

Educação familiar e escolar para o terceiro milênio. nosso tema Prefácio As pessoas já têm mil noções feitas bem antigas! com relação à palavra educação. Os pais e a escola têm de ensinar para as crianças, em palavras e só com palavras, quase tudo sobre os conhecimentos

Leia mais

Entendendo o que é Gênero

Entendendo o que é Gênero Entendendo o que é Gênero Sandra Unbehaum 1 Vila de Nossa Senhora da Piedade, 03 de outubro de 2002 2. Cara Professora, Hoje acordei decidida a escrever-lhe esta carta, para pedir-lhe ajuda e trocar umas

Leia mais

Dicas para você trabalhar o livro Menino brinca de boneca? com seus alunos

Dicas para você trabalhar o livro Menino brinca de boneca? com seus alunos Dicas para você trabalhar o livro Menino brinca de boneca? com seus alunos Caro professor, Este link do site foi elaborado especialmente para você, com o objetivo de lhe dar dicas importantes para o seu

Leia mais

Era uma vez um menino muito pobre chamado João, que vivia com o papai e a

Era uma vez um menino muito pobre chamado João, que vivia com o papai e a João do Medo Era uma vez um menino muito pobre chamado João, que vivia com o papai e a mamãe dele. Um dia, esse menino teve um sonho ruim com um monstro bem feio e, quando ele acordou, não encontrou mais

Leia mais

PASSO A PASSO: CRIAÇÃO DE PERSONAS

PASSO A PASSO: CRIAÇÃO DE PERSONAS PASSO A PASSO: CRIAÇÃO DE PERSONAS INTRODUÇÃO 1) INTRODUÇAO 2) PERGUNTAS O que é uma persona? Uma persona é a representação hipotética de um cliente ideal, com dados pertinentes sobre sua personalidade,

Leia mais

AULA CRIATIVA DE HISTÓRIA - FOLCLORE

AULA CRIATIVA DE HISTÓRIA - FOLCLORE AULA CRIATIVA DE HISTÓRIA - FOLCLORE Mesmo não acreditando na Educação Criativa, o professor pode fazer uma experiência para ver o resultado. É o caso da professora deste relato. Glorinha Aguiar glorinhaaguiar@uol.com.br

Leia mais

OS DOZE TRABALHOS DE HÉRCULES

OS DOZE TRABALHOS DE HÉRCULES OS DOZE TRABALHOS DE HÉRCULES Introdução ao tema A importância da mitologia grega para a civilização ocidental é tão grande que, mesmo depois de séculos, ela continua presente no nosso imaginário. Muitas

Leia mais

Gtp+ PROGRAMAS E PROJETOS Grupo de Trabalhos em Prevenção Posithivo (GTP+) Fundação em 2000, Recife-PE O Grupo de Trabalhos em Prevenção Posithivo é a única ONG da Região Nordeste do Brasil coordenada

Leia mais

O papel da mulher na construção de uma sociedade sustentável

O papel da mulher na construção de uma sociedade sustentável O papel da mulher na construção de uma sociedade sustentável Sustentabilidade Socioambiental Resistência à pobreza Desenvolvimento Saúde/Segurança alimentar Saneamento básico Educação Habitação Lazer Trabalho/

Leia mais

FORMAÇÃO PLENA PARA OS PROFESSORES

FORMAÇÃO PLENA PARA OS PROFESSORES Fundação Carlos Chagas Difusão de Idéias dezembro/2006 página 1 FORMAÇÃO PLENA PARA OS PROFESSORES Bernardete Gatti: o país enfrenta uma grande crise na formação de seus professores em especial, de alfabetizadores.

Leia mais

Pesquisa com Professores de Escolas e com Alunos da Graduação em Matemática

Pesquisa com Professores de Escolas e com Alunos da Graduação em Matemática Pesquisa com Professores de Escolas e com Alunos da Graduação em Matemática Rene Baltazar Introdução Serão abordados, neste trabalho, significados e características de Professor Pesquisador e as conseqüências,

Leia mais

Transcriça o da Entrevista

Transcriça o da Entrevista Transcriça o da Entrevista Entrevistadora: Valéria de Assumpção Silva Entrevistada: Ex praticante Clarice Local: Núcleo de Arte Grécia Data: 08.10.2013 Horário: 14h Duração da entrevista: 1h COR PRETA

Leia mais

Ser humano, sociedade e cultura

Ser humano, sociedade e cultura Ser humano, sociedade e cultura O ser humano somente vive em sociedade! Isolado nenhuma pessoa é capaz de sobreviver. Somos dependentes uns dos outros,e por isso, o ser humano se organiza em sociedade

Leia mais

Conversando com os pais

Conversando com os pais Conversando com os pais Motivos para falar sobre esse assunto, em casa, com os filhos 1. A criança mais informada, e de forma correta, terá mais chances de saber lidar com sua sexualidade e, no futuro,

Leia mais

Homens. Inteligentes. Manifesto

Homens. Inteligentes. Manifesto Homens. Inteligentes. Manifesto Ser homem antigamente era algo muito simples. Você aprendia duas coisas desde cedo: lutar para se defender e caçar para se alimentar. Quem fazia isso muito bem, se dava

Leia mais

Gostava de redacções, como gostava! Dos seis filhos da família Santos apenas ele e a Nazaré (que andava no 9. ano) gostavam de escrever; de resto

Gostava de redacções, como gostava! Dos seis filhos da família Santos apenas ele e a Nazaré (que andava no 9. ano) gostavam de escrever; de resto 1 Gostava de redacções, como gostava! Dos seis filhos da família Santos apenas ele e a Nazaré (que andava no 9. ano) gostavam de escrever; de resto eram também os únicos que passavam horas a ler, nos tempos

Leia mais

Para gostar de pensar

Para gostar de pensar Rosângela Trajano Para gostar de pensar Volume III - 3º ano Para gostar de pensar (Filosofia para crianças) Volume III 3º ano Para gostar de pensar Filosofia para crianças Volume III 3º ano Projeto editorial

Leia mais

Fui, não: fui e sou. Não mudei a esse respeito. Sou anarquista.

Fui, não: fui e sou. Não mudei a esse respeito. Sou anarquista. Tínhamos acabado de jantar. Defronte de mim o meu amigo, o banqueiro, grande comerciante e açambarcador notável, fumava como quem não pensa. A conversa, que fora amortecendo, jazia morta entre nós. Procurei

Leia mais

Estudo de Caso. Cliente: Cristina Soares. Coach: Rodrigo Santiago. Duração do processo: 12 meses

Estudo de Caso. Cliente: Cristina Soares. Coach: Rodrigo Santiago. Duração do processo: 12 meses Estudo de Caso Cliente: Cristina Soares Duração do processo: 12 meses Coach: Rodrigo Santiago Quando decidi realizar meu processo de coaching, eu estava passando por um momento de busca na minha vida.

Leia mais

LEIA ATENTAMENTE AS INSTRUÇÕES

LEIA ATENTAMENTE AS INSTRUÇÕES ZERO Instruções REDAÇÃO Você deve desenvolver seu texto em um dos gêneros apresentados nas propostas de redação. O tema é único para as três propostas. O texto deve ser redigido em prosa. A fuga do tema

Leia mais

Dicas para você trabalhar o livro Mamãe, como eu nasci? com seus alunos.

Dicas para você trabalhar o livro Mamãe, como eu nasci? com seus alunos. Dicas para você trabalhar o livro Mamãe, como eu nasci? com seus alunos. Caro professor, Este link do site foi elaborado especialmente para você, com o objetivo de lhe dar dicas importantes para o seu

Leia mais

Segundo Relatório de Intercâmbio de Longa Duração

Segundo Relatório de Intercâmbio de Longa Duração Segundo Relatório de Intercâmbio de Longa Duração Carlos Araujo RCRJ/Nova Iguaçu Odense, Danmark. Ainda depois de 4 meses na Dinamarca, este país ainda consegue fazer surpresas. Desde de agosto, a minha

Leia mais

5 ADOLESCÊNCIA. 5.1. Passagem da Infância Para a Adolescência

5 ADOLESCÊNCIA. 5.1. Passagem da Infância Para a Adolescência 43 5 ADOLESCÊNCIA O termo adolescência, tão utilizado pelas classes médias e altas, não costumam fazer parte do vocabulário das mulheres entrevistadas. Seu emprego ocorre mais entre aquelas que por trabalhar

Leia mais

coleção Conversas #20 - MARÇO 2015 - t t o y ç r n s s Respostas perguntas para algumas que podem estar passando pela sua cabeça.

coleção Conversas #20 - MARÇO 2015 - t t o y ç r n s s Respostas perguntas para algumas que podem estar passando pela sua cabeça. Vocês acham possam a coleção Conversas #20 - MARÇO 2015 - cer d o t t o a r que ga cr ia n y ç a s s? Respostas perguntas para algumas que podem estar passando pela sua cabeça. A Coleção CONVERSAS da Editora

Leia mais

ulher não fala muito Mulher pensa alto

ulher não fala muito Mulher pensa alto ulher não fala muito Mulher pensa alto bla bla PROF. GRETZ Mulher não fala muito. Mulher pensa alto. Reflexões bem humoradas para uma ótima vida a dois Florianópolis 2014 1. Silêncio 7 2. Percepção 13

Leia mais

Não é o outro que nos

Não é o outro que nos 16º Plano de aula 1-Citação as semana: Não é o outro que nos decepciona, nós que nos decepcionamos por esperar alguma coisa do outro. 2-Meditação da semana: Floresta 3-História da semana: O piquenique

Leia mais

Duração: Aproximadamente um mês. O tempo é flexível diante do perfil de cada turma.

Duração: Aproximadamente um mês. O tempo é flexível diante do perfil de cada turma. Projeto Nome Próprio http://pixabay.com/pt/cubo-de-madeira-letras-abc-cubo-491720/ Público alvo: Educação Infantil 2 e 3 anos Disciplina: Linguagem oral e escrita Duração: Aproximadamente um mês. O tempo

Leia mais

Atividades Pedagógicas. Abril2014

Atividades Pedagógicas. Abril2014 Atividades Pedagógicas Abril2014 III A JOGOS DIVERTIDOS Fizemos dois campeonatos com a Turma da Fazenda, o primeiro com o seguinte trajeto: as crianças precisavam pegar água em um ponto e levar até o outro,

Leia mais

coleção Conversas #17 - DEZEMBRO 2014 - u s a r Respostas perguntas para algumas que podem estar passando pela sua cabeça.

coleção Conversas #17 - DEZEMBRO 2014 - u s a r Respostas perguntas para algumas que podem estar passando pela sua cabeça. coleção Conversas #17 - DEZEMBRO 2014 - Sou so profes r a, Posso m a s n ão parar d aguento m e ai ensinar s? d a r a u la s Respostas perguntas para algumas que podem estar passando pela sua cabeça. A

Leia mais

KIT CÉLULA PARA CRIANÇAS: 28/10/15

KIT CÉLULA PARA CRIANÇAS: 28/10/15 KIT CÉLULA PARA CRIANÇAS: 28/10/15 A mentira não agrada a Deus Principio: Quando mentimos servimos o Diabo o Pai da mentira. Versículo: O caminho para vida é de quem guarda o ensino, mas o que abandona

Leia mais

Questões de gênero. Masculino e Feminino

Questões de gênero. Masculino e Feminino 36 Questões de gênero Masculino e Feminino Pepeu Gomes Composição: Baby Consuelo, Didi Gomes e Pepeu Gomes Ôu! Ôu! Ser um homem feminino Não fere o meu lado masculino Se Deus é menina e menino Sou Masculino

Leia mais

A LIBERDADE COMO POSSÍVEL CAMINHO PARA A FELICIDADE

A LIBERDADE COMO POSSÍVEL CAMINHO PARA A FELICIDADE Aline Trindade A LIBERDADE COMO POSSÍVEL CAMINHO PARA A FELICIDADE Introdução Existem várias maneiras e formas de se dizer sobre a felicidade. De quando você nasce até cerca dos dois anos de idade, essa

Leia mais

UMA PROPOSTA INOVADORA PARA ENSINAR EMPREENDEDORISMO AOS JOVENS

UMA PROPOSTA INOVADORA PARA ENSINAR EMPREENDEDORISMO AOS JOVENS UMA PROPOSTA INOVADORA PARA ENSINAR EMPREENDEDORISMO AOS JOVENS www.empreende.com.br emp@empreende.com.br FAZENDO ACONTECER Programa de ensino de empreendedorismo inovador em nível mundial, desenvolvido

Leia mais

SUGESTÕES DE ATIVIDADES AOS EDUCADORES

SUGESTÕES DE ATIVIDADES AOS EDUCADORES SUGESTÕES DE ATIVIDADES AOS EDUCADORES RESPONDENDO À GARRAFA OBJETIVOS: - Perceber a diversidade de posturas frente ao tema sexualidade humana. - Verificar que a história de vida (religião, educação, valores,

Leia mais

5- Cite, em ordem de preferência, três profissões que você mais gostaria de exercer: 1º 2º 3º

5- Cite, em ordem de preferência, três profissões que você mais gostaria de exercer: 1º 2º 3º 18. DICAS PARA A PRÁTICA Orientação para o trabalho A- Conhecimento de si mesmo Sugestão: Informativo de Orientação Vocacional Aluno Prezado Aluno O objetivo deste questionário é levantar informações para

Leia mais

A Escolinha do Mar. Atividades

A Escolinha do Mar. Atividades A Escolinha do Mar Atividades Turma: 1º ano da Educação Infantil Professoras: Eloane Tavares / Ercyany dos Santos CUIDANDO DO PLANETA O trabalho foi iniciado por meio de um teatro apresentado pelas próprias

Leia mais

P/1 Seu Ivo, eu queria que o senhor começasse falando seu nome completo, onde o senhor nasceu e a data do seu nascimento.

P/1 Seu Ivo, eu queria que o senhor começasse falando seu nome completo, onde o senhor nasceu e a data do seu nascimento. museudapessoa.net P/1 Seu Ivo, eu queria que o senhor começasse falando seu nome completo, onde o senhor nasceu e a data do seu nascimento. R Eu nasci em Piúma, em primeiro lugar meu nome é Ivo, nasci

Leia mais

O HOMEM DE VERDADE 1 : Olhando pelas lentes pelas quais vêem as mulheres

O HOMEM DE VERDADE 1 : Olhando pelas lentes pelas quais vêem as mulheres Introdução O HOMEM DE VERDADE 1 : Olhando pelas lentes pelas quais vêem as mulheres Sonia de Alcantara IFRJ/UGB sonia.alcantara@ifrj.edu.br Letícia Mendes Pereira, Lohanna Giovanna Gonçalves da Silva,

Leia mais

Veículo: Site Estilo Gestão RH Data: 03/09/2008

Veículo: Site Estilo Gestão RH Data: 03/09/2008 Veículo: Site Estilo Gestão RH Data: 03/09/2008 Seção: Entrevista Pág.: www.catho.com.br SABIN: A MELHOR EMPRESA DO BRASIL PARA MULHERES Viviane Macedo Uma empresa feita sob medida para mulheres. Assim

Leia mais

RELENDO A HISTÓRIA AO LER HISTÓRIAS

RELENDO A HISTÓRIA AO LER HISTÓRIAS RELENDO A HISTÓRIA AO LER HISTÓRIAS BRASÍLIA ECHARDT VIEIRA (CENTRO DE ATIVIDADES COMUNITÁRIAS DE SÃO JOÃO DE MERITI - CAC). Resumo Na Baixada Fluminense, uma professora que não está atuando no magistério,

Leia mais

Meu filho, não faça isso

Meu filho, não faça isso Meu filho, não faça isso Família é ideia de Deus, geradora de personalidade, melhor lugar para a formação do caráter, da ética, da moral e da espiritualidade. O sonho de Deus para a família é que seja

Leia mais

A DIVERSIDADE NA ESCOLA

A DIVERSIDADE NA ESCOLA Tema: A ESCOLA APRENDENDO COM AS DIFERENÇAS. A DIVERSIDADE NA ESCOLA Quando entrei numa escola, na 1ª série, aos 6 anos, tinha uma alegria verdadeira com a visão perfeita, não sabia ler nem escrever, mas

Leia mais

Como aconteceu essa escuta?

Como aconteceu essa escuta? No mês de aniversário do ECA - Estatuto da Criança e do Adolescente, nada melhor que ouvir o que acham as crianças sobre a atuação em Educação Integral realizada pela Fundação Gol de Letra!! Conheça um

Leia mais

Projeto Gráfico e Editoração Coordenadoria de Comunicação Social. Revisão gramatical Lucia Anilda Miguel

Projeto Gráfico e Editoração Coordenadoria de Comunicação Social. Revisão gramatical Lucia Anilda Miguel Elaboração Centro de Apoio Operacional da Infância e Juventude e Coordenadoria de Comunicação Social do Ministério Público do Estado de Santa Catarina. Contato Rua Bocaiúva, 1.750, 4º andar - Centro -

Leia mais

O computador que faz e conta piadas.

O computador que faz e conta piadas. O computador que faz e conta piadas. Se vocês pensam que só os humanos contam piadas estão enganados, computadores também tem censo de humor. Apresento-lhes os meus computadores:- O computador principal

Leia mais

Texto integrante dos Anais do XX Encontro Regional de História: História e Liberdade. ANPUH/SP UNESP-Franca. 06 a 10 de setembro de 2010. Cd-Rom.

Texto integrante dos Anais do XX Encontro Regional de História: História e Liberdade. ANPUH/SP UNESP-Franca. 06 a 10 de setembro de 2010. Cd-Rom. JUSTIFICATIVA A escolha do tema do presente trabalho se deu com o intuito de mostrar as grandes dificuldades e os preconceitos que a mulher sofre no islã, o que faz com que os problemas que as mulheres

Leia mais

Cartilha de Prevenção Orientações para o combate à Violência Sexual contra Crianças e Adolescentes

Cartilha de Prevenção Orientações para o combate à Violência Sexual contra Crianças e Adolescentes Art. 5º Nenhuma criança ou adolescente será objeto de qualquer forma de negligência, discriminação, exploração, violência, crueldade e opressão, punido na forma da lei qualquer atentado, por ação ou omissão,

Leia mais

Era uma vez, numa cidade muito distante, um plantador chamado Pedro. Ele

Era uma vez, numa cidade muito distante, um plantador chamado Pedro. Ele O Plantador e as Sementes Era uma vez, numa cidade muito distante, um plantador chamado Pedro. Ele sabia plantar de tudo: plantava árvores frutíferas, plantava flores, plantava legumes... ele plantava

Leia mais

Em algum lugar de mim

Em algum lugar de mim Em algum lugar de mim (Drama em ato único) Autor: Mailson Soares A - Eu vi um homem... C - Homem? Que homem? A - Um viajante... C - Ele te viu? A - Não, ia muito longe! B - Do que vocês estão falando?

Leia mais

INQ Já alguma vez se sentiu discriminado por ser filho de pais portugueses?

INQ Já alguma vez se sentiu discriminado por ser filho de pais portugueses? Transcrição da entrevista: Informante: nº15 Célula: 5 Data da gravação: Agosto de 2009 Geração: 2ª Idade: 35 Sexo: Masculino Tempo de gravação: 10.24 minutos INQ Já alguma vez se sentiu discriminado por

Leia mais

Quem tem medo da Fada Azul?

Quem tem medo da Fada Azul? Quem tem medo da Fada Azul? Lino de Albergaria Quem tem medo da Fada Azul? Ilustrações de Andréa Vilela 1ª Edição POD Petrópolis KBR 2015 Edição de Texto Noga Sklar Ilustrações Andréa Vilela Capa KBR

Leia mais

10 coisas que cachorros ensinam sobre o que de fato importa

10 coisas que cachorros ensinam sobre o que de fato importa 10 coisas que cachorros ensinam sobre o que de fato importa Cães são uma fonte constante de amor e diversão, mas, além disso, nos ensinam algumas das maiores lições de nossas vidas Debbie Gisonni, do Cachorro:

Leia mais

Rio de Janeiro, 5 de junho de 2008

Rio de Janeiro, 5 de junho de 2008 Rio de Janeiro, 5 de junho de 2008 IDENTIFICAÇÃO Meu nome é Alexandre da Silva França. Eu nasci em 17 do sete de 1958, no Rio de Janeiro. FORMAÇÃO Eu sou tecnólogo em processamento de dados. PRIMEIRO DIA

Leia mais

POR QUE O MEU É DIFERENTE DO DELE?

POR QUE O MEU É DIFERENTE DO DELE? POR QUE O MEU É DIFERENTE DO DELE? Rafael chegou em casa um tanto cabisbaixo... Na verdade, estava muito pensativo. No dia anterior tinha ido dormir na casa de Pedro, seu grande amigo, e ficou com a cabeça

Leia mais

EDUCAÇÃO SEXUAL Vejam o quanto isso é legal

EDUCAÇÃO SEXUAL Vejam o quanto isso é legal EDUCAÇÃO SEXUAL Vejam o quanto isso é legal Sidney Gilberto Gonçalves CREF 011017-G/PR Profº Especialista em Educação Física Escolar Email: sidneygon@pop.com.br Contatos: (41) 9630-5650 e (41) 3042-1559

Leia mais

AVALIE ENSINO MÉDIO 2013 Questionário do Estudante

AVALIE ENSINO MÉDIO 2013 Questionário do Estudante AVALIE ENSINO MÉDIO 2013 Questionário do Estudante Caro Estudante, O Projeto Avalie pretende conhecer melhor o perfil do estudante do Ensino Médio da Bahia, por isso a sua participação representa a garantia

Leia mais

ENTRE FRALDAS E CADERNOS

ENTRE FRALDAS E CADERNOS ENTRE FRALDAS E CADERNOS Entre Fraldas e Cadernos Proposta metodológica: Bem TV Educação e Comunicação Coordenação do projeto: Márcia Correa e Castro Consultoria Técnica: Cláudia Regina Ribeiro Assistente

Leia mais

NOSSO VELHO E NOVO BONSUCESSO DE GUARULHOS SINOPSE: Carlos um adolescente, encontra um livro interessante na biblioteca da escola. Ele conta aos seus

NOSSO VELHO E NOVO BONSUCESSO DE GUARULHOS SINOPSE: Carlos um adolescente, encontra um livro interessante na biblioteca da escola. Ele conta aos seus NOSSO VELHO E NOVO BONSUCESSO DE GUARULHOS SINOPSE: Carlos um adolescente, encontra um livro interessante na biblioteca da escola. Ele conta aos seus amigos Antonio, Maria e Larissa o que descobriu sobre

Leia mais

SEXUALIDADE NA EDUCAÇÃO: PRÁTICAS INTEGRATIVAS SOBRE DOENÇAS SEXUALMENTE TRANSMISSÍVEIS

SEXUALIDADE NA EDUCAÇÃO: PRÁTICAS INTEGRATIVAS SOBRE DOENÇAS SEXUALMENTE TRANSMISSÍVEIS SEXUALIDADE NA EDUCAÇÃO: PRÁTICAS INTEGRATIVAS SOBRE DOENÇAS SEXUALMENTE TRANSMISSÍVEIS Renata de Barros Oliveira (UFPE/CAV) José Phillipe Joanou Santos (UFPE/CAV) Janaina Patrícia Dos Santos (Escola Estadual

Leia mais

A CONSTRUÇÃO DA IDENTIDADE DE GÊNERO NA EDUCAÇÃO INFANTIL

A CONSTRUÇÃO DA IDENTIDADE DE GÊNERO NA EDUCAÇÃO INFANTIL A CONSTRUÇÃO DA IDENTIDADE DE GÊNERO NA EDUCAÇÃO INFANTIL Luciane Knüppe Patricia B. Macedo Vianna Roberta Jung Marcon Programa de Pós-Graduação em Educação Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande

Leia mais

6 MILHÕES de casas em Portugal. O seu lar reflete-o. por APAV OS NÚMEROS NESTE CATÁLOGO PRECISAM DE DIMINUIR ATÉ 2016

6 MILHÕES de casas em Portugal. O seu lar reflete-o. por APAV OS NÚMEROS NESTE CATÁLOGO PRECISAM DE DIMINUIR ATÉ 2016 6 MILHÕES de casas em Portugal O seu lar reflete-o OS NÚMEROS NESTE CATÁLOGO PRECISAM DE DIMINUIR ATÉ 2016 por APAV 02 FAMÍLIA 03 > FAMÍLIA 1 /semana A violência doméstica foi responsável por uma morte/semana

Leia mais

Como fazer seu blog se destacar dos outros

Como fazer seu blog se destacar dos outros Como fazer seu blog se destacar dos outros Fama. Tráfego. Reconhecimento. Muito dinheiro no bolso. Esses itens certamente estão presentes na lista de desejos de quase todos os blogueiros. Afinal, ninguém

Leia mais

Blog http://conquistadores.com.br. + dinheiro + mulheres + sucesso social (mini e-book grátis)

Blog http://conquistadores.com.br. + dinheiro + mulheres + sucesso social (mini e-book grátis) Blog http://conquistadores.com.br CONQUISTADORES + dinheiro + mulheres + sucesso social (mini e-book grátis) Blog http://conquistadores.com.br CONQUISTADORES + dinheiro + mulheres + sucesso social (Este

Leia mais

ACENDA O OTIMISMO EM SUA VIDA. Quiz Descubra Se Você é uma Pessoa Otimista

ACENDA O OTIMISMO EM SUA VIDA. Quiz Descubra Se Você é uma Pessoa Otimista ACENDA O OTIMISMO EM SUA VIDA Quiz Descubra Se Você é uma Pessoa Otimista Uma longa viagem começa com um único passo. - Lao-Tsé Ser Otimista não é uma tarefa fácil hoje em dia, apesar de contarmos hoje

Leia mais

Avaliação 1 o Bimestre

Avaliação 1 o Bimestre Avaliação 1 o Bimestre NOME: N º : CLASSE: Na primeira unidade você leu uma letra de música do grupo Skank sobre a grande emoção que o futebol desperta na maioria dos brasileiros. Na segunda, você leu

Leia mais

Transcrição de Entrevista nº 5

Transcrição de Entrevista nº 5 Transcrição de Entrevista nº 5 E Entrevistador E5 Entrevistado 5 Sexo Feminino Idade 31 anos Área de Formação Engenharia Electrotécnica e Telecomunicações E - Acredita que a educação de uma criança é diferente

Leia mais

pensamentos para o seu dia a dia

pensamentos para o seu dia a dia pensamentos para o seu dia a dia Israel Belo de Azevedo 1Vida e espiritualidade 1 Adrenalina no tédio O interesse por filmes sobre o fim do mundo pode ser uma forma de dar conteúdo ao tédio. Se a vida

Leia mais

Rio de Janeiro, 10 de junho de 2008

Rio de Janeiro, 10 de junho de 2008 IDENTIFICAÇÃO Rio de Janeiro, 10 de junho de 2008 Humberto Cordeiro Carvalho admitido pela companhia em 1 de julho de 1981. Eu nasci em 25 de maio de 55 em Campos do Goytacazes. FORMAÇÃO Segundo grau Escola

Leia mais

coleção Conversas #14 - outubro 2014 - e r r Respostas perguntas para algumas que podem estar passando pela sua cabeça.

coleção Conversas #14 - outubro 2014 - e r r Respostas perguntas para algumas que podem estar passando pela sua cabeça. não Eu Não r que o f existe coleção Conversas #14 - outubro 2014 - a z fu e r tu r uma fa o para c ul m d im ad? e. Respostas perguntas para algumas que podem estar passando pela sua cabeça. A Coleção

Leia mais

Ensino ativo para uma aprendizagem ativa: Eu quero saber fazer. Karina Grace Ferreira de Oliveira CREFITO 25367-F FADBA

Ensino ativo para uma aprendizagem ativa: Eu quero saber fazer. Karina Grace Ferreira de Oliveira CREFITO 25367-F FADBA Ensino ativo para uma aprendizagem ativa: Eu quero saber fazer. Karina Grace Ferreira de Oliveira CREFITO 25367-F FADBA Em ação! PARTE 1: (5 minutos) Procure alguém que você não conhece ou que conhece

Leia mais

DA TEORIA À PRÁTICA: UMA ANÁLISE DIALÉTICA

DA TEORIA À PRÁTICA: UMA ANÁLISE DIALÉTICA DA TEORIA À PRÁTICA: UMA ANÁLISE DIALÉTICA JURUMENHA, Lindelma Taveira Ribeiro. 1 Universidade Regional do Cariri URCA lindelmafisica@gmail.com FERNANDES, Manuel José Pina 2 Universidade Regional do Cariri

Leia mais

Concurso Literário. O amor

Concurso Literário. O amor Concurso Literário O Amor foi o tema do Concurso Literário da Escola Nova do segundo semestre. Durante o período do Concurso, o tema foi discutido em sala e trabalhado principalmente nas aulas de Língua

Leia mais

RELAÇÕES DE GÊNERO E VIOLÊNCIA

RELAÇÕES DE GÊNERO E VIOLÊNCIA RELAÇÕES DE GÊNERO E VIOLÊNCIA Caro (a) Chesfiano (a), Você está recebendo uma série de publicações intitulada Para Viver Melhor, com informações atualizadas sobre temas diversos no campo da saúde física

Leia mais

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Coordenação de Biblioteca 68 Discurso na cerimónia de lançamento

Leia mais

Região. Mais um exemplo de determinação

Região. Mais um exemplo de determinação O site Psicologia Nova publica a entrevista com Úrsula Gomes, aprovada em primeiro lugar no concurso do TRT 8 0 Região. Mais um exemplo de determinação nos estudos e muita disciplina. Esse é apenas o começo

Leia mais

7 Negócios Lucrativos

7 Negócios Lucrativos 7 Negócios Lucrativos CAPÍTULO 1 Mentalidade Geralmente empreendedores ficam caçando uma maneira nova de ganhar dinheiro constantemente, e de fato é isso que faz com que uns cheguem ao topo e outros não,

Leia mais

Estudo de Caso. Cliente: Rafael Marques. Coach: Rodrigo Santiago. Duração do processo: 12 meses

Estudo de Caso. Cliente: Rafael Marques. Coach: Rodrigo Santiago. Duração do processo: 12 meses Estudo de Caso Cliente: Rafael Marques Duração do processo: 12 meses Coach: Rodrigo Santiago Minha idéia inicial de coaching era a de uma pessoa que me ajudaria a me organizar e me trazer idéias novas,

Leia mais

Alô, alô. www.bibliotecapedrobandeira.com.br

Alô, alô. www.bibliotecapedrobandeira.com.br Alô, alô Quero falar com o Marcelo. Momento. Alô. Quem é? Marcelo. Escuta aqui. Eu só vou falar uma vez. A Adriana é minha. Vê se tira o bico de cima dela. Adriana? Que Adriana? Não se faça de cretino.

Leia mais

Falhar em se preparar é se preparar para falhar. (Benjamin Franklin).

Falhar em se preparar é se preparar para falhar. (Benjamin Franklin). 1- Planejamento Falhar em se preparar é se preparar para falhar. (Benjamin Franklin). Planejamento é uma etapa administrativa que auxilia o administrador a perceber a realidade, avaliar ações e definir

Leia mais

coleção Conversas #10 - junho 2014 - Respostas que podem estar sendo feitas para algumas perguntas Garoto de Programa por um.

coleção Conversas #10 - junho 2014 - Respostas que podem estar sendo feitas para algumas perguntas Garoto de Programa por um. coleção Conversas #10 - junho 2014 - Eu sou Estou garoto num de programa. caminho errado? Respostas para algumas perguntas que podem estar sendo feitas Garoto de Programa por um. A Coleção CONVERSAS da

Leia mais

coleção Conversas #7 - ABRIL 2014 - f o? Respostas que podem estar passando para algumas perguntas pela sua cabeça.

coleção Conversas #7 - ABRIL 2014 - f o? Respostas que podem estar passando para algumas perguntas pela sua cabeça. Eu quero não parar coleção Conversas #7 - ABRIL 2014 - de consigo.o usar que eu drogas f o? aç e Respostas para algumas perguntas que podem estar passando pela sua cabeça. A Coleção CONVERSAS da Editora

Leia mais

CANDIDATO BANCADO PELOS PAIS

CANDIDATO BANCADO PELOS PAIS CANDIDATO BANCADO PELOS PAIS Desânimo total Acho que minhas forças estão indo abaixo, ando meio desmotivado!!!! Não quero desanimar, mas os fatores externos estão superando minha motivação... cobrança

Leia mais

VERSÃO DEMO DO MÉTODO DE GUITARRA: CURE SEU IMPROVISO: MODOS GREGOS POR ROBERTO TORAO

VERSÃO DEMO DO MÉTODO DE GUITARRA: CURE SEU IMPROVISO: MODOS GREGOS POR ROBERTO TORAO VERSÃO DEMO DO MÉTODO DE GUITARRA: CURE SEU IMPROVISO: MODOS GREGOS POR ROBERTO TORAO CURE SEU IMPROVISO - MODOS GREGOS. Primeiramente, muito obrigado por apoiar meu trabalho e depois do grande sucesso

Leia mais

Os brasileiros precisam conhecer a história dos negros. (textos e fotos Maurício Pestana)

Os brasileiros precisam conhecer a história dos negros. (textos e fotos Maurício Pestana) Os brasileiros precisam conhecer a história dos negros (textos e fotos Maurício Pestana) Responsável pelo parecer do Conselho Nacional de Educação que instituiu, há alguns anos, a obrigatoridade do ensino

Leia mais

Desafio para a família

Desafio para a família Desafio para a família Família é ideia de Deus, geradora de personalidade, melhor lugar para a formação do caráter, da ética, da moral e da espiritualidade. O sonho de Deus para a família é que seja um

Leia mais

HERÓIS SEM ROSTOS - A Saga do Imigrante para os EUA Autor: Dirma Fontanezzi - dirma28@hotmail.com

HERÓIS SEM ROSTOS - A Saga do Imigrante para os EUA Autor: Dirma Fontanezzi - dirma28@hotmail.com HERÓIS SEM ROSTOS - A Saga do Imigrante para os EUA Autor: Dirma Fontanezzi - dirma28@hotmail.com TRECHO: A VOLTA POR CIMA Após me formar aos vinte e seis anos de idade em engenharia civil, e já com uma

Leia mais

Curso Intermediário de LIBRAS

Curso Intermediário de LIBRAS Curso Intermediário de LIBRAS 1 Curso Intermediário de LIBRAS 2 Unidade 2 Fazer as compras Sábado foi dia de ir ao Tok Stok. Nós, casal, fomos passear e dar uma voltada para olhar os moveis e objetos.

Leia mais

BOLETIM INFORMATIVO MAR/ABRIL 2013 [Edição 6]

BOLETIM INFORMATIVO MAR/ABRIL 2013 [Edição 6] BOLETIM INFORMATIVO MAR/ABRIL 2013 [Edição 6] O tema central desta edição do Boletim Informativo será a Psicologia Infantil. A Psicologia Infantil é a área da Psicologia que estuda o desenvolvimento da

Leia mais

Logo, fiquem atentos às nossas instruções para que tudo ocorra dentro da normalidade.

Logo, fiquem atentos às nossas instruções para que tudo ocorra dentro da normalidade. Papai e Mamãe, A Escola Bem-Me-Quer apresenta esta cartilha para que vocês possam tornar a adaptação do seu (sua) filho (a) mais tranquila e sem traumas. Mas para isso, é necessário que vocês sigam direitinho

Leia mais

MEU TIO MATOU UM CARA

MEU TIO MATOU UM CARA MEU TIO MATOU UM CARA M eu tio matou um cara. Pelo menos foi isso que ele disse. Eu estava assistindo televisão, um programa idiota em que umas garotas muito gostosas ficavam dançando. O interfone tocou.

Leia mais

8. O OBJETO DE ESTUDO DA DIDÁTICA: O PROCESSO ENSINO APRENDIZAGEM

8. O OBJETO DE ESTUDO DA DIDÁTICA: O PROCESSO ENSINO APRENDIZAGEM CORRENTES DO PENSAMENTO DIDÁTICO 8. O OBJETO DE ESTUDO DA DIDÁTICA: O PROCESSO ENSINO APRENDIZAGEM Se você procurar no dicionário Aurélio, didática, encontrará o termo como feminino substantivado de didático.

Leia mais

Professor BÓRIS em O DIREITO DE SER CRIANÇA

Professor BÓRIS em O DIREITO DE SER CRIANÇA Professor BÓRIS em O DIREITO DE SER CRIANÇA AUTORA Luciana de Almeida COORDENAÇÃO EDITORIAL Sílnia N. Martins Prado REVISÃO DE TEXTO Katia Rossini PROJETO GRÁFICO E DIAGRAMAÇÃO Linea Creativa ILUSTRAÇÕES

Leia mais

Unidade 2: A família de Deus cresce José perdoa

Unidade 2: A família de Deus cresce José perdoa Olhando as peças Histórias de Deus:Gênesis-Apocalipse 3 a 6 anos Unidade 2: A família de Deus cresce José perdoa História Bíblica: Gênesis 41-47:12 A história de José continua com ele saindo da prisão

Leia mais

Assunto: Entrevista com a primeira dama de Porto Alegre Isabela Fogaça

Assunto: Entrevista com a primeira dama de Porto Alegre Isabela Fogaça Serviço de Rádio Escuta da Prefeitura de Porto Alegre Emissora: Rádio Guaíba Assunto: Entrevista com a primeira dama de Porto Alegre Isabela Fogaça Data: 07/03/2007 14:50 Programa: Guaíba Revista Apresentação:

Leia mais

Diogo Caixeta 6 PASSOS PARA CONSTRUIR UM NEGÓCIO DIGITAL DE SUCESSO! WWW.PALAVRASQUEVENDEM.COM WWW.CONVERSAODIGITAL.COM.BR

Diogo Caixeta 6 PASSOS PARA CONSTRUIR UM NEGÓCIO DIGITAL DE SUCESSO! WWW.PALAVRASQUEVENDEM.COM WWW.CONVERSAODIGITAL.COM.BR Diogo Caixeta 6 PASSOS PARA CONSTRUIR UM NEGÓCIO DIGITAL DE SUCESSO! WWW.PALAVRASQUEVENDEM.COM WWW.CONVERSAODIGITAL.COM.BR INTRODUÇÃO Você está cansado de falsas promessas uma atrás da outra, dizendo

Leia mais

PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSA DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA PIBID RELATÓRIO DE ATIVIDADES DO ALUNO BOLSISTA SUBPROJETO DE 2011. 2 Semestre de 2011

PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSA DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA PIBID RELATÓRIO DE ATIVIDADES DO ALUNO BOLSISTA SUBPROJETO DE 2011. 2 Semestre de 2011 Ministério da Educação Secretaria de Educação Média e Tecnológica Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Goiás Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSA DE

Leia mais