SISTEMA DE CONTROLE DE ACESSO SCANCHIP

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "SISTEMA DE CONTROLE DE ACESSO SCANCHIP"

Transcrição

1 SISTEMA DE CONTROLE DE ACESSO SCANCHIP MANUAL DO ADMINISTRADOR. Introdução O Controle de Acesso SCANCHIP foi desenvolvido visando à instalação da chamada com código (senha), cartão magnético ou biometria em todos os modelos de comandos de elevadores novos ou antigos, sem a necessidade de instalação de chaves e outros sistemas de liberação para visitas. Com isso a instalação é simples e rápida, na botoeira da cabina ou de pavimentos, vejam abaixo as possibilidades do sistema: 1. Teclado com Cartão Magnético. 2. Teclado, Cartão Magnético e Leitor Biométrico. O sistema permite: Cadastrar até mil usuários Armazenar os (dois mil) últimos registros de uso. Copiar do equipamento para o computador os últimos (dois mil) registros via software. Informar ao administrador do sistema, o usuário, data e hora da utilização do arquivo, através do equipamento ou relatórios impressos. Definir horários de acesso ao elevador para o usuário Programação do número de tentativas de senhas permitidas pelos usuários, bem como o tempo em que se permite fazer as tentativas. Cabe aos responsáveis pelo elevador bem como aos próprios usuários, executar os procedimentos para maior segurança na defesa de seu próprio interesse.

2 CONFIGURAÇÕES INICIAIS Como selecionar parâmetros: Para selecionar um parâmetro utilize as teclas ou. Para pular ao próximo parâmetro utilize a tecla. Para retornar parâmetros utilize a tecla. MENU ADMINISTRADOR O administrador do sistema possui uma senha para acesso aos parâmetros de programação. Senha de Fábrica 1111 Com esta senha o administrador poderá efetuar as seguintes rotinas de programações do sistema: Cadastro de usuários; Ajuste de hora e data; Mudança de senha; Ajustar número de pavimentos; Fazer Up Load da LOG para computador; Cancelar usuário; Selecionar modo de operação; Liberar para Manutenção; Ajustar posição do térreo; Acessar a LOG do sistema; Selecionar tipo de Pânico. Cadastro de Zonas OBS.: RECOMENDAMOS PARA UMA MAIOR SEGURANÇA, QUE A SENHA DO ADMINISTRADOR SEJA MODIFICADA, E QUE A NOVA SENHA SEJA DIVULGADA APENAS ÀS PESSOAS RESPONSÁVEIS. Para acessar o Menu Administrador siga os passos: Administrador Usuario 2 Pressione Tecle a senha 3 Digitar Senha 4 números (fábrica 1111) 4 Pressione ENTER Aparecerá a 1 ª tela de programação Cadastrar usuário Apaga Usuário

3 Ajustes Iniciais Ajuste do Relógio Acesse o parâmetro: Ajusta Relog. Utilizando o teclado numérico ajuste a hora, em seguida a tecla ENTER. Utilizando o teclado numérico ajuste a data, em seguida a tecla ENTER. Utilizando o teclado numérico ajuste o dia da semana da seguinte forma: Domingo= 1, Segunda= 2, Terça= 3, Quarta= 4, Quinta= 5, Sexta= 6, Sábado= 7. Administrador Usuario 2 Pressione Tecle a senha 3 Digitar Senha 4 números (administrador) 4 Pressione ENTER Aparecerá a 1 ª tela de programação 5 Pressione 6 Pressione 7 Pressione 8 Pressione Cadastrar usuário Apaga Usuario Numero Pavmto Pos Térreo Modo Operação Tipo de Panico Lib Menu Cab Up Load Mudar Senha Manutencao 9 Pressione Ocorrencias Ajusta Relog. 10 Pressione Tecle Hora 00:00:00 11 Pressione Digite a Data e ENTER Dia da Semana 12 Pressione Digite o Dia da Semana 01 para Domingo, 02 para Segunda 03 para Terça E assim por diante, e ENTER O dia escolhido 13 Pressione MENU Sai do Modo Administrador

4 SELECIONANDO O MODO DE OPERAÇÃO Modo de operação direto: O usuário terá autorização para acesso único ao andar cadastrado. Digitando a senha e o elevador automaticamente já registra o andar autorizado.. Modo de operação Normal: O usuário terá autorização para acessar até 3 andares com a mesma senha. Digita-se a senha ou passa-se o cartão e em seguida o andar desejado. Administrador Usuário 2 Pressione Tecle a senha 3 Digitar Senha 4 números (administrador) 4 Pressione ENTER Aparecerá a 1 ª tela de programação 5 Pressione 6 Pressione 7 Pressione Selecione ou na opção desejada. Cadastrar usuário Apaga Usuario Numero Pavmto Pos Térreo Modo Operação Tipo de Panico Normal Direto Ajustando Número de pavimentos Acesse o parâmetro: Num Pav. Utilizando o teclado numérico ajuste o número de paradas do elevador, em seguida a tecla ENTER. Selecionando modo de operação Administrador Usuário 2 Pressione Tecle a senha 3 Digitar Senha 4 números (administrador)

5 4 Pressione ENTER Aparecerá a 1 ª tela de programação 5 Pressione 6 Pressione Cadastrar usuário Apaga Usuario Numero Pavmto Pos Térreo Com o Teclado numero digite o numero de pavimentos. Ajustando a posição do térreo Andar Térreo ou Garagens: Por tratarem-se de andares de uso geral e normalmente utilizado para saída do prédio, pode ser cadastrada senha comum, divulgando-se as senhas aos usuários. Estes andares podem também ficar livres, bastando não interliga-los ao Controle de Acesso Administrador Usuario 2 Pressione Tecle a senha 3 Digitar Senha 4 números (administrador) 4 Pressione ENTER Aparecerá a 1 ª tela de programação 5 Pressione Cadastrar usuário Apaga Usuario Numero Pavmto Pos Terreo 6 Pressione Ex : T,1,2,3,4,5,6... Posição térreo= 00 SS,T,1,2,3,4,5... Posição térreo= 01 S2,S1,T,1,2,3... Posição térreo= 02

6 Selecionando tipo de Pânico administrador Usuário 2 Pressione Tecle a senha 3 Digitar Senha 4 números (administrador) 4 Pressione ENTER Aparecerá a 1 ª tela de programação 5 Pressione 6 Pressione 7 Pressione Cadastrar usuário Apaga Usuario Numero Pavmto Pos Térreo Modo Operação Tipo de Panico Senha Seta Para selecionar modo senha aperte a tecla. Para selecionar modo seta aperte a tecla SENHA: No modo senha o Pânico será ativado quando o usuário digitar sua senha inversamente. Ex: Senha Digitando: 4321 ativa pânico. SETA: No modo seta o pânico será ativado quando o usuário digitar sua senha e em seguida SETA. Ex: Senha Digitando: 1234 e SETA ativa pânico.

7 USO: Manutenção do elevador, coleta de lixo, etc... LIBERANDO ELEVADOR PARA MANUTENÇÃO Administrador Usuário 2 Pressione Tecle a senha 3 Digitar Senha 4 números (administrador) 4 Pressione ENTER Aparecerá a 1 ª tela de programação 5 Pressione 6 Pressione 7 Pressione 8 Pressione Cadastrar usuário Apaga Usuario Numero Pavmto Pos Térreo Modo Operação Tipo de Panico Lib Menu Cab Up Load Mudar Senha Manutencao 9 Pressione Como Utilizar o Modo Manutenção 1 Pressione ENTER Tecle o pavimento (andar) 2 Digitar 3 Pressione ENTER 00 para Térreo 01 para 1º andar 02 para 2 andar e 1 para 1º Sub Solo e 2 para 2º Sub Solo e assim por diante O elevador registra a chamada e inicia automaticamente a viagem para o andar desejado. Observações: 1) O Sistema Code cancela automaticamente ao ser digitada uma senha de um dos usuários, portanto, Recomendamos placas indicando Elevador em Manutenção ; 2) Caso queira voltar ao Sistema Codificado: Aperte SETA seguido de ENTER.

8 MUDANDO A SENHA DO ADMINISTRADOR Para iniciar a programação siga os passos descritos abaixo. Administrador Usuário 2 Pressione Tecle a senha 3 Digitar Senha 4 números (administrador) 4 Pressione ENTER Aparecerá a 1 ª tela de programação 5 Pressione 6 Pressione 7 Pressione 8 Pressione Cadastrar usuário Apaga Usuario Numero Pavmto Pos Térreo Modo Operação Tipo de Panico Lib Menu Cab Up Load Mudar Senha Manutencao 10 9 Pressione Pressione ENTER Digite nova senha de 4 números.

9 CADASTRANDO USUÁRIOS Esta é a rotina mais importante do sistema, pois todos os usuários autorizados do prédio deverão ser cadastrados. ATENÇÃO: Não se esqueça de anotar os usuários na planilha de controle fornecida com este manual, bem como os respectivos andares de acesso. No caso do próprio usuário receber autorização para cadastrar senhas temporárias, é necessário informá-lo do respectivo número de cadastro que consta na planilha, pois é este número que o sistema identifica para permitir o cadastro da senha temporária. administrador usuário 2 Pressione Tecle a senha 3 Digitar Senha 4 números (administrador) 4 Pressione ENTER Aparecerá a 1 ª tela de programação cadastrar usuário ajustar relógio 7 Pressione Tecle usuario 8 Digitar Número entre 001 e 1000 conforme planilha de registro do usuário. 9 Pressione ENTER pavimento principal 10 Digitar 00 para Térreo 01 para 1º andar SETA e 1 para 1º Sub Solo SETA e 2 para 2º Sub Solo e assim por diante Neste ponto já foi definido se os usuários terão o acesso múltiplo (até 3 andares) ou único (1 andar). Você pode cadastrar previamente andares alternativos para uso no futuro, se for o caso. Operando em modo direto estes andares, mesmo que pré-cadastrados, não poderão ser acessados. Para o modo indireto proceda o cadastro dos pavimentos como segue: 11 Pressione ENTER Pavimento alternativo 1 12 Pressione Idem item Pressione ENTER Pavimento alternativo 2 14 Pressione Idem item Pressione ENTER Zona A 16 Digitar valor Zona ENTER Zona B

10 17 Digitar valor Zona ENTER Zona C 18 Digitar valor Zona ENTER cadastrar usuário ajustar relógio Zonas e Horários: O controle poderá ter cadastro da zona 0 (Zero) ate 17, onde : Zona 0 (zero) = Bloqueado Zona 1 a 16 = configuráveis Zona 17 = Liberado Cada zona poderá ser programada com hora inicial e hora final, dia inicial e dia final. Cada usuário pode ter o cadastro em até 3 zonas ( A, B, C), portanto o usuário somente poderá ter acesso dentro dos dias e horários pertinentes as zonas em que foi cadastrado. Sendo que para ter acesso total basta o usuário ser cadastrado em uma zona 17. SUPER USUÁRIO Nos casos em que o cliente tenha necessidade de ter acesso a mais de três andares existem a opção do SUPER USUARIO, que são cadastrados com os números 990 a 999. Os cadastros podem ser feitos normalmente, como mostra os passos anteriores, porém na hora em que o usuário digitar a senha o controle ira mostrar PAV, então ele devera digitar o numero do pavimento em que deseja ter acesso e depois digitar a tecla ENTER, lembrando que antes deve ser cadastrado as senhas no menu do usuário.

11 Cadastro das Zonas administrador usuário 2 Pressione Tecle a senha 3 Digitar Senha 4 números (administrador) 4 Pressione ENTER Aparecerá a 1 ª tela de programação 5 Pressione 6 Pressione 7 Pressione 8 Pressione Cadastrar usuário Apaga Usuario Numero Pavmto Pos Térreo Modo Operação Tipo de Panico Lib Menu Cab Up Load Mudar Senha Manutencao 9 Pressione Ocorrencias Ajusta Relog. 10 Pressione Zonas Horarios Tentativas 11 Pressione Digite o numero da zona (de 0 a 17) 12 Pressione ENTER Digite o horário inicial Ex: 08:00 13 Pressione ENTER Digite o horário final Ex: 18:00 Digite o dia da semana inicial: 14 Pressione ENTER 01 para Domingo, 02 para Segunda 03 para Terça E assim por diante, Digite o dia da semana final:

12 15 Pressione ENTER 01 para Domingo, 02 para Segunda 03 para Terça E assim por diante, e ENTER. Cadastro de Tentativas Função utilizada para programar o número de tentativas que o usuário pode fazer de sua senha em um mesmo período de tempo. Por exemplo: Caso esteja programado 3 tentativas em 5 minutos, isto significa que se ele digitar pela segunda vez a senha e não esteja dentro do seu período de acesso ele deve esperar 5 minutos para digitar novamente, pois se ele digitar pela terceira vez fora do seu período seu cadastro será cancelado. administrador usuário 2 Pressione Tecle a senha 3 Digitar Senha 4 números (administrador) 4 Pressione ENTER Aparecerá a 1 ª tela de programação 5 Pressione 6 Pressione 7 Pressione 8 Pressione 9 Pressione 10 Pressione Cadastrar usuário Apaga Usuario Numero Pavmto Pos Térreo Modo Operação Tipo de Panico Lib Menu Cab Up Load Mudar Senha Manutencao Ocorrencias Ajusta Relog. Zonas Horarios Tentativas 11 Pressione Numero tent. 12 Pressione Digite o número de tentativas Intervalo tent.

13 13 Pressione Digite o tempo Zonas Horarios Tentativas Qualidade da Digital AÇÃO TECLA APARECERÁ NA TELA administrador usuário 2 Pressione Tecle a senha 3 Digitar Senha 4 números (administrador) 4 Pressione ENTER Aparecerá a 1 ª tela de programação 5 Pressione 6 Pressione 7 Pressione 8 Pressione Cadastrar usuário Apaga Usuario Numero Pavmto Pos Térreo Modo Operação Tipo de Panico Lib Menu Cab Up Load Mudar Senha Manutencao 9 Pressione Ocorrencias Ajusta Relog. 10 Pressione Zonas Horarios Tentativas 11 Pressione Qualidade Dig Versão 11 Pressione Qualidade Dig Versão Qualid Med. (qualidade media) 12 Pressione Ou Qualid Alt. (qualidade alta) Verifique se o cursor estará marcado na opção desejada e confirme com ENTER.

14 SISTEMA DE CONTROLE DE ACESSO SCANCHIP MANUAL DO USUÁRIO O usuário poderá fazer as seguintes operações no menu USUÁRIO: Cadastro de Senhas temporárias. Cadastro ou alteração da sua senha. Cadastro de Cartão temporário. Cadastro ou alteração de Cartão. Cadastro da Digital. Apagar Digital. Libera pavimento Bloquear pavimento

15 CADASTRANDO AS SENHAS PESSOAIS Esta rotina é destinada ao usuário, onde ele mesmo poderá cadastrar sua senha pessoal, conferindo maior credibilidade ao sistema. 2. SENHA PESSOAL: Definir quantas senhas serão utilizadas: por apartamento, andar ou senha pessoal para cada usuário, lembrando que o limite de cadastramento é de 1000 usuários e senhas. 3. SENHA TEMPORÁRIA: Definir com a organização do prédio se será permitido ao próprio usuário cadastrar senha temporária. Esta senha permite o acesso de outras pessoas devidamente autorizadas pelos residentes. Lembramos ao administrador que não havendo esta autorização, algum dos funcionários do prédio ou responsável terá que se deslocar até cada elevador para cadastrar autorização de acesso, ou ainda por intermédio da mesa operadora, nos casos em que este tipo de equipamento também seja adquirido. ATENÇÃO: Não usar números simétricos na senha pessoal, ou seja, => Ex.: 1001, 5225, 3443, devido a utilização do mesmo no dispositivo pânico. Se quiser repetir o 2º e o 3º algarismo para melhor memorização, alterne os demais, => Ex.: 1226, Pressione administrador usuário senha temporária mudar senha 3 Pressione Tecle usuário 4 Digitar Número do usuário Pré-cadastrado 5 Pressione ENTER Tecle nova senha 6 Digitar 4 números _ nova senha pessoal 7 Pressione ENTER Alterado

16 CADASTRANDO AS SENHAS TEMPORÁRIAS Para uso de visitantes ou prestadores de serviços temporários. A senha cadastrada se autocancela depois de expirado o tempo determinado por ocasião do cadastro. Tempo pré-estipulado no sistema: mínimo de 1 hora e máximo de 120 horas. Há uma tolerância pré-estipulada no sistema de 0 a 30 minutos a mais de duração para a senha temporária. A senha temporária só permite o acesso do visitante ao(s) andar(es) cadastrado(s) para o usuário. 2 Pressione Administrador Usuário Senha Temporária Mudar Senha 3 Pressione Tecle usuário 4 Digitar Número do usuário Pré-cadastrado (vide planilha de cadastro) 5 Pressione ENTER Tecle a Senha 6 Digitar Senha do usuário 7 Pressione ENTER Senha Temporária 8 Digitar 4 novos números para senha temporária 9 Pressione ENTER 10 Digitar 3 números para qtde.horas 001 para 1 hora e assim por diante Tecle qtde de horas (até 120 horas) 11 Pressione ENTER Alterado

17 CADASTRANDO OU SUBSTITUINDO CARTÕES MAGNETICOS O usuário poderá utilizar qualquer tipo de cartão que tenha tarja (banda) magnética. Ex.: cartão de conta bancária ou cartão de crédito. O processo de cadastro de cartão é similar ao de senha pessoal. O usuário poderá, quando desejar, substituir o cartão cadastrado sendo o cartão antigo automaticamente bloqueado pelo sistema. OBS.: No caso de perda ou roubo, o usuário deverá cadastrar um novo cartão sendo o cartão antigo automaticamente bloqueado pelo sistema. ATENÇÃO: O usuário de cartão magnético tem a possibilidade de acessar o sistema tanto pela senha numérica como pelo próprio cartão. 2 Pressione 3 Pressione Administrador Usuário Senha tempor. Mudar senha Cartão tempor. Mudar cartão 4 Pressione Tecle usuário 5 Digitar Número do usuário Pré-cadastrado (vide planilha de cadastro) 6 Pressione ENTER Tecle a senha 7 Digitar 4 novos números senha 8 Pressione ENTER Passe o cartão 9 Passe o cartão magnético Alterado

18 CADASTRANDO CARTÕES TEMPORÁRIOS Para uso de visitantes ou prestadores de serviços temporários. O cartão se autocancela depois de expirado o tempo determinado por ocasião do cadastro. Tempo pré-estipulado no sistema: mínimo de 1 hora e máximo de 120 horas. O cartão temporário só permite o acesso do visitante ao(s) andar(es) cadastrado(s) para o usuário. Há uma tolerância pré-estipulada no sistema de 0 a 30 minutos a mais de duração para a senha temporária. O visitante poderá utilizar qualquer tipo de cartão que tenha tarja (banda) magnética. Ex.: cartão de conta bancária ou cartão de crédito. O processo de cadastro de cartão temporário é similar ao de senha temporária. 2 Pressione 3 Pressione Administrador Usuário Senha Tempor. Mudar Senha Cartão Termpor. Cadast Cartão 4 Pressione Tecle usuário 5 Digitar Número do usuário Pré-cadastrado (vide planilha de cadastro) 6 Pressione ENTER Tecle a senha 7 Digitar 4 novos números senha 8 Pressione ENTER Passe o cartão 9 Passe o cartão magnético 10 Digitar 3 números para qtde.horas 001 para 1 hora e assim por diante Tecle qtde de horas (até 120 horas)

19 11 Pressione ENTER Alterado CADASTRANDO DIGITAL O usuário deve cadastrar 3 Digitais, sendo 2 para uso normal e 1 para Pânico. 2 Pressione 3 Pressione 4 Pressione Administrador Usuário Cartão Termpor. Muda Cartão Cartão termpor. Muda cartão Cad Digital Apaga Dig 5 Pressione Tecle usuário XXX 6 Digitar Digite o número do usuário e ENTER Tecle senha XXX 7 Digitar Digite a senha e ENTER Cadastro digital 8 Por dedo 1 Retire o dedo 9 Retire dedo Por dedo 1 10 Por dedo 1 Retire o dedo 11 Retire dedo Por dedo 1 12 Por dedo 1 Retire o dedo 13 Retire dedo Por dedo 2 14 Por dedo 2 Retire o dedo 15 Retire dedo Por dedo 2 16 Por dedo 2 Retire o dedo 17 Retire dedo Por dedo 2

20 18 Por dedo 2 Retire o dedo 19 Retire dedo Por dedo Pânico 20 Por dedo Pânico Retire o dedo 21 Retire dedo Por dedo Pânico 22 Por dedo Pânico Retire o dedo 23 Retire dedo Por dedo Pânico 24 Por dedo Pânico 25 Retire dedo Retire o dedo Cad Digital Apaga Dig. Utilização da Senha O Controle de acesso sempre fica em stand-by indicando a data e o horário, para iniciar é necessário: A. Senha (modo direto) : Teclar, Digitar Senha (até 4 dígitos), depois ENTER. B. Senha (modo indireto) : Teclar, Digitar (até 4 dígitos), depois ENTER, seguido do número do andar desejado 01, 02,... ( até 03 pavimentos cadastrados).. Utilização do Cartão A. Cartão (modo direto) : Passe o Cartão, a chamada será registrada. B. Cartão (modo indireto) : Passe o Cartão, seguido do número do andar desejado 01, 02,...(até 3 pavimentos cadastrados)..utilização do Biométrico A. Biométrico (modo direto) : Posicione o dedo no Leitor Biométrico, a chamada será registrada. B. Biométrico (modo indireto) : Posicione o dedo no Leitor Biométrico,, seguido do número do andar desejado 01, 02,...(até 3 pavimentos cadastrados). O Sistema de Controle de Acesso Scanchip foi originalmente desenvolvido para complementar os demais sistemas de segurança dos edifícios.

21 A utilização do sistema não representa segurança absoluta. Deverão ser observadas as rotinas de utilização do próprio controle de acesso e outras de sistemas análogos ou não, que possam dificultar a ação de pessoas estranhas ao edifício. Cabe aos responsáveis pela edificação bem como aos próprios usuários, observar e cumprir as regras, políticas ou determinações estipuladas pelo condomínio, no intuito de proporcionar maior segurança na defesa de seu próprio interesse.

22

23 Ligações dos Botões Quando o controle for instalado em outros modelos de comando usa-se a Interface Codif, uma interface codif atende até 16 paradas, para acima de 16 paradas usa-se uma outra interface como extensão. Segue abaixo o diagrama elétrico

24 Ligação Geral OS GERAIS DOS BOTOES PERMANECEM LIGADOS, O FIO MARROM DO CONTROLE DEVE SER LIGADO JUNTAMENTE COM SEU RESPECTIVO GERAL. O RETORNO DOS BOTOES PARA O COMANDO DEVEM SER INTERROMPIDOS; ASSIM SENDO LIGADO O FIO VERDE DO CONTROLE NO RETORNO DA CHAMADA CORRESPONDENTE E O FIO LARANJA NO BOTAO CORRESPONDENTE.

25 CHAMADA SEM VARREDURA RETORNO DE CHAMADA (COMANDO) GERAL DE CHAMADA (COMANDO) Botão FIO LARANJA FIO VERDE FIO MARROM

26 Informações adicionais e dúvidas consultar-nos: SCANCHIP TECNOLOGIA LTDA. Tel.: (11) / 5632 Tel./Fax: (11) Claro : / VIVO : / TIM : / Nextel : (11) / (11) ( WhatsAPP) - ID.: 35*41*57566 / 35*41* Site:

Cadastramento de Computadores. Manual do Usuário

Cadastramento de Computadores. Manual do Usuário Cadastramento de Computadores Manual do Usuário Setembro 2008 ÍNDICE 1. APRESENTAÇÃO 1.1 Conhecendo a solução...03 Segurança pela identificação da máquina...03 2. ADERINDO À SOLUÇÃO e CADASTRANDO COMPUTADORES

Leia mais

Manual de operação. BS Ponto Versão 5.1

Manual de operação. BS Ponto Versão 5.1 Manual de operação BS Ponto Versão 5.1 conteúdo 1. Instalação do sistema Instalando o BS Ponto Configurando o BS Ponto 2. Cadastrando usuários Cadastro do usuário Master Alterando a senha Master Cadastro

Leia mais

MANUAL DO USUÁRIO NextCall Gravador Telefônico Digital

MANUAL DO USUÁRIO NextCall Gravador Telefônico Digital MANUAL DO USUÁRIO NextCall Gravador Telefônico Digital DEZEMBRO / 2010 NEXTCALL GRAVADOR TELEFÔNICO DIGITAL Obrigado por adquirir o NextCall. Este produto foi desenvolvido com o que há de mais atual em

Leia mais

Manual de Instalação... 2 RECURSOS DESTE RELÓGIO... 3 1 - REGISTRANDO O ACESSO... 4 1.1 Acesso através de cartão de código de barras:...

Manual de Instalação... 2 RECURSOS DESTE RELÓGIO... 3 1 - REGISTRANDO O ACESSO... 4 1.1 Acesso através de cartão de código de barras:... 0 Conteúdo Manual de Instalação... 2 RECURSOS DESTE RELÓGIO... 3 1 - REGISTRANDO O ACESSO... 4 1.1 Acesso através de cartão de código de barras:... 4 1.2 Acesso através do teclado (digitando a matrícula):...

Leia mais

Portaria Express 3.0

Portaria Express 3.0 Portaria Express 3.0 A portaria do seu condomínio mais segura e eficiente. Com a preocupação cada vez mais necessária de segurança nos condomínio e empresas, investe-se muito em segurança. Câmeras, cercas,

Leia mais

Cadastramento de Computadores. Manual do Usuário

Cadastramento de Computadores. Manual do Usuário Cadastramento de Computadores Manual do Usuário Agosto 2006 ÍNDICE 1. APRESENTAÇÃO 1.1 Conhecendo a solução...03 Segurança pela identificação da máquina...03 2. ADERINDO À SOLUÇÃO e CADASTRANDO COMPUTADORES

Leia mais

Manual do Administrador BioDIGI. Controle de Acesso Biométrico para Elevadores

Manual do Administrador BioDIGI. Controle de Acesso Biométrico para Elevadores Manual do Administrador BioDIGI Controle de Acesso Biométrico para Elevadores Sumário Lista de Tabelas... 4 Objetivo... 5 Dados Técnicos... 7 Instalação Recomendação de Posicionamento... 8 1 Utilizando

Leia mais

Acionamento através de senha*, cartão de proximidade ou biometria. Compatível com fechaduras magnéticas, eletroímãs e cancelas.

Acionamento através de senha*, cartão de proximidade ou biometria. Compatível com fechaduras magnéticas, eletroímãs e cancelas. 1/8 SISTEMA ZIGLOCK TCP Visão Geral: Instalação e configuração simplificada. Alta capacidade de armazenamento de registros e usuários. Acionamento através de senha*, cartão de proximidade ou biometria.

Leia mais

Procedimentos para Utilização do SAVI

Procedimentos para Utilização do SAVI Procedimentos para Utilização do SAVI 1. Acessando o sistema Para acessar o sistema é necessário ter instalado em seu sistema o navegador Firefox. Uma vez que ele esteja disponível acesse o link: HTTP://

Leia mais

Conteúdo BIOTRONIC PLUS

Conteúdo BIOTRONIC PLUS 0 Conteúdo Manual de Instalação...3 RECURSOS DESTE RELÓGIO...5 1 - REGISTRANDO O ACESSO...7 1.1 Acesso através do sensor biométrico:...7 1.2 Acesso através de cartão de código de barras:...7 1.3 Acesso

Leia mais

O programa Mysql acompanha o pacote de instalação padrão e será instalado juntamente com a execução do instalador.

O programa Mysql acompanha o pacote de instalação padrão e será instalado juntamente com a execução do instalador. INTRODUÇÃO O Programa pode ser instalado em qualquer equipamento que utilize o sistema operacional Windows 95 ou superior, e seu banco de dados foi desenvolvido em MySQL, sendo necessário sua pré-instalação

Leia mais

MADIS RODBEL SOLUÇÕES DE PONTO E ACESSO LTDA

MADIS RODBEL SOLUÇÕES DE PONTO E ACESSO LTDA MADIS RODBEL SOLUÇÕES DE PONTO E ACESSO LTDA Manual de operação Relógio MD 5705 Revisão 1.02 Maio de 2010 1 Índice Apresentação... 3 Display de LCD... 3 Leitor de crachás... 3 Leitor biométrico... 3 Teclado...

Leia mais

ST 160 ST 160 0 # Manual de Referência e Instalação

ST 160 ST 160 0 # Manual de Referência e Instalação ST 160 ST 160 1 2 3 4 5 6 7 8 9 0 # Manual de Referência e Instalação Descrições 1 1 2 3 4 5 6 7 8 9 0 # 3 2 Número Descrição 1 Indicador de modo 2 Antena 3 Matriz do Teclado 4 Parafuso Especificações

Leia mais

Guia Site Empresarial

Guia Site Empresarial Guia Site Empresarial Índice 1 - Fazer Fatura... 2 1.1 - Fazer uma nova fatura por valores de crédito... 2 1.2 - Fazer fatura alterando limites dos cartões... 6 1.3 - Fazer fatura repetindo última solicitação

Leia mais

Pré-Venda. Para efetuar a montagem de uma Pré-Venda em seu sistema segue o passo a passo.

Pré-Venda. Para efetuar a montagem de uma Pré-Venda em seu sistema segue o passo a passo. Pré-Venda Para efetuar a montagem de uma Pré-Venda em seu sistema segue o passo a passo. 1 - Iniciando a Pré-Venda: 1.1 Entre em Financeiro + Vendas + Pré-Venda (Conforme tela abaixo) 1.2 Para que a pré-venda

Leia mais

Smart Laudos 1.9. A Forma Inteligente de Criar seus Laudos Médicos. Manual do Usuário

Smart Laudos 1.9. A Forma Inteligente de Criar seus Laudos Médicos. Manual do Usuário Smart Laudos 1.9 A Forma Inteligente de Criar seus Laudos Médicos Manual do Usuário Conteúdo 1. O que é o Smart Laudos?... 3 2. Características... 3 3. Instalação... 3 4. Menu do Sistema... 4 5. Configurando

Leia mais

ÍNDICE. Operações com o Cartão Ticket Car...

ÍNDICE. Operações com o Cartão Ticket Car... ÍNDICE Operações com o Cartão Ticket Car... POS Ticket Car :... Funções... Mensagens... Terminal TEF: Ticket Car Novo... Funções... Mensagens... Transação de Venda Manual... Procedimento... Obter boleto...

Leia mais

MANUAL DO USUÁRIO X 7

MANUAL DO USUÁRIO X 7 MODELO: X 7 http://www.newello.com.br/ Newello Tecnologia com Responsabilidade 1 Procedimento recomendado: Passo 1: Instale o dispositivo e ligar. Passo 2: Após a senha do estiver autenticada e alterada,

Leia mais

VESOFTWARE - DESENVOLIMENTO DE SISTEMAS E WEBSITES Fone: (11) 4036-6980 VIVO(11)9607-5649 TIM(11)7013-8480 www.vesoftware.com.

VESOFTWARE - DESENVOLIMENTO DE SISTEMAS E WEBSITES Fone: (11) 4036-6980 VIVO(11)9607-5649 TIM(11)7013-8480 www.vesoftware.com. Fone: (11) 4036-6980 VIVO(11)9607-5649 TIM(11)7013-8480 www.vesoftware.com.br 1-15 INTRODUÇÃO O Programa pode ser instalado em qualquer equipamento que utilize o sistema operacional Windows 95 ou superior,

Leia mais

COMO ACESSAR O SISTEMA?

COMO ACESSAR O SISTEMA? COMO ACESSAR O SISTEMA? 1º Passo Vai ao ícone do programa que está na área de trabalho. Veja a figura abaixo com o ícone do programa: 2º Passo - Clique 2 vezes sobre o ícone. 3º Passo Após os dois clique

Leia mais

Manual Sistema de Autorização Online GW

Manual Sistema de Autorização Online GW Sistema de Autorização Online GW Sumário Introdução...3 Acesso ao sistema...4 Logar no sistema...4 Autorizando uma nova consulta...5 Autorizando exames e/ou procedimentos...9 Cancelamento de guias autorizadas...15

Leia mais

Manual de Utilização

Manual de Utilização Manual de Utilização Índice 1 Introdução...2 2 Acesso ao Sistema...3 3 Funcionamento Básico do Sistema...3 4 Tela Principal...4 4.1 Menu Atendimento...4 4.2 Menu Cadastros...5 4.2.1 Cadastro de Médicos...5

Leia mais

Av. Francisco Andrade Ribeiro 543 - Bloco 13 - Centro Santa Rita do Sapucaí- MG CEP: 37.540-000 Tel: (35) 3471-0895

Av. Francisco Andrade Ribeiro 543 - Bloco 13 - Centro Santa Rita do Sapucaí- MG CEP: 37.540-000 Tel: (35) 3471-0895 Grupo Giga Av. Francisco Andrade Ribeiro 543 - Bloco 13 - Centro Santa Rita do Sapucaí- MG CEP: 37.540-000 Tel: (35) 3471-0895 http:// Manual do Usuário NibProx Prime Função Comando 4-2 (Habilitar / desabilitar

Leia mais

T O M e P U L S O. Disca em linhas ECONÔMICAS. Discadora Telefônica

T O M e P U L S O. Disca em linhas ECONÔMICAS. Discadora Telefônica Discadora Telefônica T O M e P U L S O Disca em linhas ECONÔMICAS Disca em modo TOM e PULSO Disca para até 5 números Não perde memória em caso de falta de energia elétrica www.genno.com.br MAGADTDPTF05V1

Leia mais

Volte ao Menu Principal e escolha a opção Acesso Manual

Volte ao Menu Principal e escolha a opção Acesso Manual Treinamento de Biometria Parte 2 Agora que já cadastramos os funcionários e suas respectivas biometrias com sucesso, vamos conhecer as telas de movimento do sistema, aonde o sistema ficará a maior parte

Leia mais

Mozart de Melo Alves Júnior

Mozart de Melo Alves Júnior Mozart de Melo Alves Júnior WORD 2000 INTRODUÇÃO: O Word é um processador de texto com recursos de acentuação, formatação de parágrafo, estilo de letras diferentes, criação de tabelas, corretor ortográfico,

Leia mais

Ponto Secullum 4 - Comunicando com o Equipamento de marcação de Ponto

Ponto Secullum 4 - Comunicando com o Equipamento de marcação de Ponto Ponto Secullum 4 - Comunicando com o Equipamento de marcação de Ponto O Ponto Secullum 4 comunica diretamente com os equipamentos de marcação de ponto informatizados de vários fabricantes. Desta forma,

Leia mais

Manual de configuração do sistema

Manual de configuração do sistema Manual de configuração do sistema (v.1.5.x Beta) Rua México, 119 Sala 2004 Centro Rio de Janeiro, RJ www.doctors-solution.com.br www.simdoctor.com.br contato@simdoctor.com.br Sumário 1. Fazendo seu primeiro

Leia mais

Treinamento Sistema Condominium Módulo III

Treinamento Sistema Condominium Módulo III Financeiro (Lançamentos Despesas e Saldos) Nesse módulo iremos apresentar os principais recursos da área contábil do sistema. Contábil> Lançamentos Nessa tela é possível lançar as despesas dos condomínios,

Leia mais

Manual do usuário. Softcall Java. versão 1.0.5

Manual do usuário. Softcall Java. versão 1.0.5 Manual do usuário Softcall Java versão 1.0.5 Sumário Iniciando SoftCall...3 Tela Principal...3 Configurando o SoftCall...4 Agenda...5 Incluindo um contato...5 Procurando um contato...6 Apagando um contato...6

Leia mais

Sumário INSTALAÇÃO DO SIATRON CONDOMÍNIO ATIVAÇÃO DA LICENÇA PRESTADORES DE SERVIÇOS PARÂMETROS DO SISTEMA

Sumário INSTALAÇÃO DO SIATRON CONDOMÍNIO ATIVAÇÃO DA LICENÇA PRESTADORES DE SERVIÇOS PARÂMETROS DO SISTEMA Sumário INSTALAÇÃO DO SIATRON CONDOMÍNIO ATIVAÇÃO DA LICENÇA SIATRON SÍNDICO LOGIN NO SISTEMA FAMÍLIA MORADORES VEÍCULOS FUNÇÃO PÂNICO PRESTADORES DE SERVIÇOS PARÂMETROS DO SISTEMA CONFIGURAÇÕES ACORDA

Leia mais

MANUAL DE ATUALIZAÇÃO DE VERSÃO DE PAF-ECF

MANUAL DE ATUALIZAÇÃO DE VERSÃO DE PAF-ECF MANUAL DE ATUALIZAÇÃO DE VERSÃO DE PAF-ECF Sobre a Atualização de Versão de PAF-ECF. Para o SAT (Sistema de Administração Tributária), atualizar a versão do PAF-ECF significa incrementar o número da versão,

Leia mais

1. Tela de Acesso pg. 2. 2. Cadastro pg. 3. 3. Abas de navegação pg. 5. 4. Abas dados cadastrais pg. 5. 5. Aba grupo de usuários pg.

1. Tela de Acesso pg. 2. 2. Cadastro pg. 3. 3. Abas de navegação pg. 5. 4. Abas dados cadastrais pg. 5. 5. Aba grupo de usuários pg. Sumário 1. Tela de Acesso pg. 2 2. Cadastro pg. 3 3. Abas de navegação pg. 5 4. Abas dados cadastrais pg. 5 5. Aba grupo de usuários pg. 6 6. Aba cadastro de funcionários pg. 7 7. Pedidos pg. 12 8. Cartões

Leia mais

MANUAL DE INSTALAÇÃO E OPERAÇÃO. Central de Alarme Particionada AP4/AP4 D

MANUAL DE INSTALAÇÃO E OPERAÇÃO. Central de Alarme Particionada AP4/AP4 D MANUAL DE INSTALAÇÃO E OPERAÇÃO Central de Alarme Particionada AP/AP D Índice 1.Apresentação... 2.Características... 3.Características Técnicas... 5.Status de Bips... 5 5.Status dos Led s... 5 6.Conhecendo

Leia mais

Manual operacional Sistec for Windows

Manual operacional Sistec for Windows 1 Índice 1.Apresentação 2.Instalação 2.1.Instalando o programa 2.2.Executando o programa 2.3.Alterando o Logotipo 2.4.Alterando a Mensagem da tela Principal 3.Operações básicas 3.1.Cadastrando Contas Bancárias

Leia mais

FingerTech Importação e Comércio de produtos tecnológicos LTDA

FingerTech Importação e Comércio de produtos tecnológicos LTDA FingerTech Importação e Comércio de produtos tecnológicos LTDA Avenida Tiradentes, 501 - Torre 2 5 Andar - Sala 502 Jardim Shangrilá A - 86070-565 Londrina - PR Sumário 1. Introdução...4 1.1 Características...4

Leia mais

DataQuest. Soluções para Controle de Acesso. DataMini. Manual Técnico Software Ver. 1.0

DataQuest. Soluções para Controle de Acesso. DataMini. Manual Técnico Software Ver. 1.0 DataQuest Soluções para Controle de Acesso DataMini Manual Técnico Software Ver. 1.0 DataQuest DataQuest Comércio e Consultoria Ltda. Av. Dr. Guilherme Dumont Villares, n 1050 Sala 11 Vila Suzana - São

Leia mais

Cadastramento e compra de vale transporte para o Cartão Metrocard Metropolitano Integrado. Em substituição ao Vale Transporte Temporário de Papel

Cadastramento e compra de vale transporte para o Cartão Metrocard Metropolitano Integrado. Em substituição ao Vale Transporte Temporário de Papel Cadastramento e compra de vale transporte para o Cartão Metrocard Metropolitano Integrado Em substituição ao Vale Transporte Temporário de Papel Acesso para cadastramento da empresa 2 Caso já tenha se

Leia mais

SSE 3.0. Guia Rápido. Módulo Secretaria. Nesta Edição

SSE 3.0. Guia Rápido. Módulo Secretaria. Nesta Edição SSE 3.0 Guia Rápido Módulo Secretaria Nesta Edição 1 Acessando o Módulo Secretaria 2 Cadastros Auxiliares 3 Criação de Modelos Definindo o Layout do Modelo Alterando o Layout do Cabeçalho 4 Parametrização

Leia mais

II Torneio de Programação em LabVIEW

II Torneio de Programação em LabVIEW Desenvolvimento da Aplicação II Torneio de Programação em LabVIEW Seção I: Requisitos Gerais A aplicação submetida deverá atender, pelo menos, às exigências de funcionamento descritas na Seção II deste

Leia mais

MANUAL DE INSTALAÇÃO, CADASTROS E OPERAÇÃO DA XNFC-e

MANUAL DE INSTALAÇÃO, CADASTROS E OPERAÇÃO DA XNFC-e MANUAL DE INSTALAÇÃO, CADASTROS E OPERAÇÃO DA XNFC-e SUMÁRIO 1. INSTALAÇÃO 2. CADASTROS 2.1. CADASTRO DE USUÁRIO 2.2. CADASTRO DE MODALIDADE 2.3. CADASTRO DE PRODUTO 3. OPERAÇÃO 3.1. VENDA 3.2. CANCELAMENTO

Leia mais

IIIIIIII HAND INVENTORY

IIIIIIII HAND INVENTORY MANUAL DE OPERAÇÃO IIIIIIII HAND INVENTORY INVENTÁRIO GENÉRICO e-mail: comercial@mobilitysistemas.com.br site: www.mobilitysistemas.com.br Índice 1 - Introdução... 2 2 - Instalação... 2 2.1. Palm Desktop...

Leia mais

Veja o que você precisa saber para instalar o seu modem Siemens Speed Stream 4200:

Veja o que você precisa saber para instalar o seu modem Siemens Speed Stream 4200: Prezado Cliente, A GVT pensa sempre em facilitar a sua vida, por isso criou um passo-a-passo de instalação e configuração do modem ADSL Siemens Speed Stream 4200. Com este guia você pode realizar a instalação

Leia mais

Este documento consiste em 25 páginas. Elaborado por: Innova Tecnologia de Soluções. Liberado em Março de 2010.

Este documento consiste em 25 páginas. Elaborado por: Innova Tecnologia de Soluções. Liberado em Março de 2010. Manual do Usuário Este documento consiste em 25 páginas. Elaborado por: Innova Tecnologia de Soluções. Liberado em Março de 2010. Impresso no Brasil. Sujeito a alterações técnicas. A reprodução deste documento,

Leia mais

Conecta S_Line. 2.2 Downloads Para instalar o Conecta S_Line, basta acessar www.sline.com.br/downloads.aspx

Conecta S_Line. 2.2 Downloads Para instalar o Conecta S_Line, basta acessar www.sline.com.br/downloads.aspx 1 Introdução O Conecta S_Line permite que o laboratório envie à Central S_Line os resultados de exames gerados pelo Sistema de Informação Laboratorial (LIS) em forma de arquivos digitais. Todo o processo

Leia mais

http://www.nibtec.com.br Manual do Usuário NibProx Light

http://www.nibtec.com.br Manual do Usuário NibProx Light http:// Manual do Usuário NibProx Light INTRODUÇÃO Independente do porte de sua empresa, residência ou condomínio, os controladores de acesso NibAccess atendem na medida certa. Compactos e com design arrojado,

Leia mais

Manual de instruções rápido para testar o sistema Graces

Manual de instruções rápido para testar o sistema Graces Manual de instruções rápido para testar o sistema Graces Gerenciar um salão de beleza usando o sistema Graces é muito fácil! Eis alguns passos que poderão lhe ajudar a realizar os testes. Lembre-se que

Leia mais

VESOFTWARE - DESENVOLIMENTO DE SISTEMAS E WEBSITES Fone: (11) 4036-6980 VIVO(11)9607-5649 TIM(11)7013-8480 1-13

VESOFTWARE - DESENVOLIMENTO DE SISTEMAS E WEBSITES Fone: (11) 4036-6980 VIVO(11)9607-5649 TIM(11)7013-8480 1-13 1-13 INTRODUÇÃO O Programa pode ser instalado em qualquer equipamento que utilize o sistema operacional Windows 95 ou superior, e seu banco de dados foi desenvolvido em MySQL, sendo necessário sua pré-instalação

Leia mais

TECHFONE PORTEIRO ELETRÔNICO

TECHFONE PORTEIRO ELETRÔNICO IMPORTANTE: TECHFONE PORTEIRO ELETRÔNICO GUIA DE INSTALAÇÃO E PROGRAMAÇÃO A PARTIR DA VERSÃO TEC7 A MAXCOM reserva-se o direito de alterar este guia sem prévio aviso. Alterações feitas serão inseridas

Leia mais

A All Design Ltda., reserva-se o direito de revisar esta publicação e efetuar alterações em seu conteúdo.

A All Design Ltda., reserva-se o direito de revisar esta publicação e efetuar alterações em seu conteúdo. Copyright All Design Ltda. - ME. Todos os direitos reservados MANUAL DE INSTALAÇÃO E UTILIZAÇÃO DO SOFTWARE PDVMIL MARCAS E MODELOS DE EQUIPAMENTOS ECF COMPATÍVEIS COM O SOFTWARE: BEMATECH: MP-2000, MP-2100,

Leia mais

Cadastros. Versão 2.0. Manual destinado à implantadores, técnicos do suporte e usuários finais

Cadastros. Versão 2.0. Manual destinado à implantadores, técnicos do suporte e usuários finais Cadastros Versão 2.0 Manual destinado à implantadores, técnicos do suporte e usuários finais Sumário Cadastro de Grupos de Usuário... 3 Cadastro de Usuários... 4 Cadastro de Clientes... 7 Cadastro de Empresas...

Leia mais

Manual. Pedido Eletrônico

Manual. Pedido Eletrônico Manual Pedido Eletrônico ÍNDICE 1. Download... 3 2. Instalação... 4 3. Sistema de Digitação SantaCruz... 8 3.1. Configuração... 8 4. Utilização do Sistema Digitação SantaCruz... 11 4.1. Atualizar cadastros...11

Leia mais

Modelo R02 - Volume 2 - Operacional

Modelo R02 - Volume 2 - Operacional Modelo R02 - Volume 2 - Operacional INTRODUÇÃO Este manual foi elaborado com a finalidade de exemplificar todas as operações possíveis de serem executadas no equipamento. O equipamento Prisma Super Fácil

Leia mais

CONFIGURAÇÃO PASSO A PASSO DO TELEFONE

CONFIGURAÇÃO PASSO A PASSO DO TELEFONE CONFIGURAÇÃO PASSO A PASSO DO TELEFONE 1. Ligando o telefone. Pressione a tecla vermelha por 3 segundos, após a inicialização do telefone aparecerá a tela inicial com a operadora escolhida. (claro, tim,

Leia mais

1 Introdução. 2 REDES sem fio de comunicações

1 Introdução. 2 REDES sem fio de comunicações 1 Introdução Neste manual serão apresentados os procedimentos de instalação e configuração do sistema de detecção e prevenção de incêndio GALBA V251, além de dicas que certamente agilizarão os trabalhos

Leia mais

Como funciona? SUMÁRIO

Como funciona? SUMÁRIO SUMÁRIO 1. Introdução... 2 2. Benefícios e Vantagens... 2 3. Como utilizar?... 2 3.1. Criar Chave / Senha de Usuário... 2 3.2. Recursos da Barra Superior... 2 3.2.1. Opções... 3 3.2.1.1. Mover Para...

Leia mais

MANUAL ZEDIT 32 Índice:

MANUAL ZEDIT 32 Índice: MANUAL ZEDIT 32 Índice: Configuração Painel -------------------------------------------------------------------- 02 à 04 Criar Novo modelo Painel -------------------------------------------------------------

Leia mais

Freedom Software. Sistema de Representação. Freedom Software Sistema de Representação Página 1

Freedom Software. Sistema de Representação. Freedom Software Sistema de Representação Página 1 Freedom Software Sistema de Representação Freedom Software Sistema de Representação Página 1 FREEVENDMOBILE (Sistema de Vendas Mó vel) Sumário INSTALAÇÃO:... 3 O SISTEMA... 7 MENU E BARRAS DO SISTEMA...

Leia mais

play Guia de uso no Computador

play Guia de uso no Computador play Guia de uso no Computador 1 Bem-vindo Agora, com seu Vivo Play, você se diverte na hora em que der vontade. São milhares de filmes, séries e shows só esperando você dar um play. Você pausa, volta,

Leia mais

Treinamento Módulo Contas a Pagar

Treinamento Módulo Contas a Pagar Contas a Pagar Todas as telas de cadastro também são telas de consultas futuras, portanto sempre que alterar alguma informação clique em Gravar ou pressione F2. Teclas de atalho: Tecla F2 Gravar Tecla

Leia mais

O programa Mysql acompanha o pacote de instalação padrão e será instalado juntamente com a execução do instalador.

O programa Mysql acompanha o pacote de instalação padrão e será instalado juntamente com a execução do instalador. INTRODUÇÃO O Programa pode ser instalado em qualquer equipamento que utilize o sistema operacional Windows 95 ou superior, e seu banco de dados foi desenvolvido em MySQL, sendo necessário sua pré-instalação

Leia mais

MANUAL DE CONFIGURAÇÃO DO BACKUP

MANUAL DE CONFIGURAÇÃO DO BACKUP SISTEMA DE AUTOMAÇÃO COMERCIAL MANUAL DE CONFIGURAÇÃO DO BACKUP Apresentação Após o término da instalação você deverá configurar o Backup para que você tenha sempre uma cópia de segurança dos seus dados

Leia mais

SuperStore. Sistema para Automação de Óticas. MANUAL DO USUÁRIO (Módulo Vendas e Caixa)

SuperStore. Sistema para Automação de Óticas. MANUAL DO USUÁRIO (Módulo Vendas e Caixa) SuperStore Sistema para Automação de Óticas MANUAL DO USUÁRIO (Módulo Vendas e Caixa) Contato: (34) 9974-7848 http://www.superstoreudi.com.br superstoreudi@superstoreudi.com.br SUMÁRIO 1 Vendas... 3 1.1

Leia mais

GUIA PRÁTICO. PassFinger 2021

GUIA PRÁTICO. PassFinger 2021 GUIA PRÁTICO PassFinger 2021 1/20 Sumário 1.Instalação...3 2.Estrutura do menu...4 3.Operações básicas:...4 3.1.Cadastramento de usuário:...4 3.1.1.Cadastrar ID...4 3.1.2.Cadastrar Senha...6 3.1.3.Cadastrar

Leia mais

Follow-Up Acompanhamento Eletrônico de Processos (versão 3.0) Manual do Sistema. 1. Como acessar o sistema Requisitos mínimos e compatibilidade

Follow-Up Acompanhamento Eletrônico de Processos (versão 3.0) Manual do Sistema. 1. Como acessar o sistema Requisitos mínimos e compatibilidade do Sistema Índice Página 1. Como acessar o sistema 1.1 Requisitos mínimos e compatibilidade 03 2. Como configurar o Sistema 2.1 Painel de Controle 2.2 Informando o nome da Comissária 2.3 Escolhendo a Cor

Leia mais

Passo-a-Passo para Criação de Conta no site Griaule e Download do Programa SDK e da Licença Fingerprint SDK 2009

Passo-a-Passo para Criação de Conta no site Griaule e Download do Programa SDK e da Licença Fingerprint SDK 2009 1 Importante: Passo-a-Passo para Criação de Conta no site Griaule e Download do Programa SDK e da Licença Fingerprint SDK 2009 É importante salientar que a Licença SDK não trabalha sozinha. Para que que

Leia mais

Manual Módulo Livro Caixa Livro Caixa Atualizada com a versão 1.3.0

Manual Módulo Livro Caixa Livro Caixa Atualizada com a versão 1.3.0 Manual Módulo Livro Caixa Livro Caixa Atualizada com a versão 1.3.0 Noções Gerais: Pg. 02 Instruções para instalação Pg. 02 Ferramentas úteis Pg. 04 Menu Arquivos Empresas Usuárias Pg. 05 Ativar Empresa

Leia mais

MANUAL AUTORIZADOR ON-LINE

MANUAL AUTORIZADOR ON-LINE MANUAL AUTORIZADOR ON-LINE ANS nº 34.600-4 AUTORIZADOR ON-LINE Para ter acesso ao autorizador on-line da Uniodonto Piracicaba siga os passos abaixo: 1 Acesse www.uniodontopiracicaba.com.br e clique em

Leia mais

Henry Equipamentos Eletrônicos e Sistemas Ltda.

Henry Equipamentos Eletrônicos e Sistemas Ltda. Henry Equipamentos Eletrônicos e Sistemas Ltda. +55 41 3661-0100 Rua Rio Piquiri, 400 - Jardim Weissópolis - Pinhais/PR - Brasil CEP: 83322-010 CNPJ: 01.245.055/0001-24 Inscrição Estadual: 90.111.008-53

Leia mais

Manual de instrução do Modulo de Configurações. NETCONTROL Pacote 49

Manual de instrução do Modulo de Configurações. NETCONTROL Pacote 49 Manual de instrução do Modulo de Configurações NETCONTROL Pacote 49 1 Sumário 1. Apresentação... 3 1. Configuração do Módulo de Configuração.... 3 1.1 Configuração do Wizard.... 4 2. Voltando dispositivo

Leia mais

GUIA RÁPIDO. DARUMA Viva de um novo jeito

GUIA RÁPIDO. DARUMA Viva de um novo jeito GUIA RÁPIDO DARUMA Viva de um novo jeito Dicas e Soluções para IPA210 Leia atentamente as dicas a seguir para configurar seu IPA210. Siga todos os tópicos para que seja feita a configuração básica para

Leia mais

Manual Integra S_Line

Manual Integra S_Line 1 Introdução O é uma ferramenta que permite a transmissão Eletrônica de Resultado de Exames, possibilitando aos Prestadores de Serviços (Rede Credenciada), integrarem seus sistemas com os das Operadoras

Leia mais

CERTIFICADO DE CONCLUSÃO LIVRO E CERTIFICADO

CERTIFICADO DE CONCLUSÃO LIVRO E CERTIFICADO LIVRO E CERTIFICADO 1. Informações Gerais. Esta opção do sistema controla formulários de certificados de conclusão dos cursos que são disponibilizados pelas escolas. O sistema controla o livro de registros

Leia mais

GUIA INTEGRA SERVICES E STATUS MONITOR

GUIA INTEGRA SERVICES E STATUS MONITOR GUIA INTEGRA SERVICES E STATUS MONITOR 1 - Integra Services Atenção: o Integra Services está disponível a partir da versão 2.0 do software Urano Integra. O Integra Services é um aplicativo que faz parte

Leia mais

1. Desativar o Firewall do computador. Clique em Iniciar Clique em Painel de Controle, como mostra a figura a seguir.

1. Desativar o Firewall do computador. Clique em Iniciar Clique em Painel de Controle, como mostra a figura a seguir. 1. Desativar o Firewall do computador Clique em Iniciar Clique em Painel de Controle, como mostra a figura a seguir. Clique em Sistema e Segurança. Clique em Firewall do Windows. Clique em Ativar ou Desativar

Leia mais

Acionamento através de senha*, cartão de proximidade e biometria. Compatível com fechaduras magnéticas, eletroímãs e cancelas.

Acionamento através de senha*, cartão de proximidade e biometria. Compatível com fechaduras magnéticas, eletroímãs e cancelas. 1/8 Visão Geral: Instalação e configuração simplificada. Alta capacidade de armazenamento de registros e usuários. Acionamento através de senha*, cartão de proximidade e biometria. Compatível com fechaduras

Leia mais

Controladora Biométrica Bio SA

Controladora Biométrica Bio SA Manual do usuário Controladora Biométrica Bio SA 1 2 Manual do usuário Parabéns, você acaba de adquirir um produto desenvolvido com qualidade e segurança Citrox. Este manual foi desenvolvido para ser uma

Leia mais

Instalação. PONTO PRINCIPAL = Ponto que o bloqueador, quando instalado, atuará em todos os telefones da linha.

Instalação. PONTO PRINCIPAL = Ponto que o bloqueador, quando instalado, atuará em todos os telefones da linha. Instalação Manual do Consumidor A instalação do Blockline é muito simples. Observe a instalação hidráulica de sua residência. Como funciona o registro principal e as torneiras de sua residência? Figura

Leia mais

Manual do Usuário do Cell Bridge GSM Tronco

Manual do Usuário do Cell Bridge GSM Tronco INTRODUÇÃO Parabéns! Você acaba de adquirir mais um produto com a qualidade e a tecnologia IDENTECH. O Cell Bridge é uma interface celular diferenciada. O Cell Bridge funciona como uma interface celular

Leia mais

GEST - SISTEMA DE GESTOR DE ESTACIONAMENTOS

GEST - SISTEMA DE GESTOR DE ESTACIONAMENTOS GEST - SISTEMA DE GESTOR DE ESTACIONAMENTOS VISÃO GERAL 1- INTRODUÇÃO GEST Sistema Gestor de Estacionamentos é o sistema desenvolvido pela INFRAERO para o controle operacional e financeiro do fluxo e permanência

Leia mais

Manual Vivo Sync. Manual do Usuário. Versão 1.0.0. Copyright Vivo 2013. http://vivosync.com.br

Manual Vivo Sync. Manual do Usuário. Versão 1.0.0. Copyright Vivo 2013. http://vivosync.com.br Manual do Usuário Versão 1.0.0 Copyright Vivo 2013 http://vivosync.com.br 1 1 Índice 1 Índice... 2 2 Vivo Sync... 4 3 Vivo Sync Web... 5 3.1 Página Inicial... 5 3.1.1 Novo Contato... 6 3.1.2 Editar Contato...

Leia mais

Tecnologia e Segurança na Ponta dos Dedos. Manual. Autorizador

Tecnologia e Segurança na Ponta dos Dedos. Manual. Autorizador Tecnologia e Segurança na Ponta dos Dedos Manual UP Autorizador UP Índice Divulgação do sistema Autorizador para os beneficiários... 3 Cadastro da digital do beneficiário... Justificativa de falha na autenticação

Leia mais

Sistema de Automaçaõ de Vendas Manual Passo a Passo

Sistema de Automaçaõ de Vendas Manual Passo a Passo Sistema de Automaçaõ de Vendas Manual Passo a Passo Transmissão Antes de começar a trabalhar, vamos entender o item do menu transmissão, é nele que se faz atualização dos dados do moinho para o seu computador,

Leia mais

Orientações sobre a Utilização do Home Saúde

Orientações sobre a Utilização do Home Saúde Orientações sobre a Utilização do Home Saúde Objetivo do Módulo Home Saúde Acesso ao Módulo Home Saúde Botões de Comando Consultando informações cadastrais do seu grupo familiar Consultando os dados da

Leia mais

Manual do Aplicativo de Configurações

Manual do Aplicativo de Configurações Registrador Eletrônico de Ponto Manual do Aplicativo de Configurações Henry Equipamentos Eletrônicos e Sistemas Ltda. Rua Rio Piquiri, 400 - Jardim Weissópolis Código Postal 83.322-010 Pinhais - Paraná

Leia mais

MANUAL DO USUÁRIO SORE Sistema Online de Reservas de Equipamento. Toledo PR. Versão 2.0 - Atualização 26/01/2009 Depto de TI - FASUL Página 1

MANUAL DO USUÁRIO SORE Sistema Online de Reservas de Equipamento. Toledo PR. Versão 2.0 - Atualização 26/01/2009 Depto de TI - FASUL Página 1 MANUAL DO USUÁRIO SORE Sistema Online de Reservas de Equipamento Toledo PR Página 1 INDICE 1. O QUE É O SORE...3 2. COMO ACESSAR O SORE... 4 2.1. Obtendo um Usuário e Senha... 4 2.2. Acessando o SORE pelo

Leia mais

Atualização do seu computador com Windows 8 da Philco para o Windows 8.1

Atualização do seu computador com Windows 8 da Philco para o Windows 8.1 Atualização do seu computador com Windows 8 da Philco para o Windows 8.1 O Windows 8.1 foi concebido para ser uma atualização para o sistema operacional Windows 8. O processo de atualização mantém configurações

Leia mais

SISTEMA HILUM PRESTADORES

SISTEMA HILUM PRESTADORES SISTEMA HILUM PRESTADORES 2014 Tecnologia da Informação - TI Unimed Cascavel MANUAL HILUM 4.0 - PRESTADORES A ANS estabeleceu um padrão de Troca de Informação em Saúde Suplementar - TISS para registro

Leia mais

Plus - Manual do equipamento

Plus - Manual do equipamento Plus - Manual do equipamento Plus - Manual do equipamento SUMÁRIO 1. CUIDADOS COM O EQUIPAMENTO... 4 2. DESCRIÇÃO... 5 2.1 Dimensões... 5 2.2 Funções e Características... 5 3. INSTALAÇÃO... 6 3.1 Gabarito

Leia mais

Manual do Usuário. Minha Biblioteca

Manual do Usuário. Minha Biblioteca Manual do Usuário Minha Biblioteca Sumário Acesso a Minha Biblioteca... 3 Tela Principal... 3 Para que serve o ícone Minha Biblioteca?... 3 O que você encontra no campo Pesquisar?... 4 Quando utilizar

Leia mais

SC-06 Controle de Acesso Stand-Alone Proximidade + Teclado. Manual de Instalação e Usuário

SC-06 Controle de Acesso Stand-Alone Proximidade + Teclado. Manual de Instalação e Usuário SC-06 Controle de Acesso Stand-Alone Proximidade + Teclado Manual de Instalação e Usuário 1. Introdução O SC-06 não é apenas um controlador comum integrando leitor de proximidade e teclado, mas sim um

Leia mais

1. Conhecendo o Pligg

1. Conhecendo o Pligg MANUAL DO USUÁRIO Índice 1. Conhecendo o Pligg....................................................... 1 2. Como instalar o Pligg...................................................... 2 3. Como ativar

Leia mais

GUIA PARA HABILITAÇÃO DAS BIOMETRIAS LINEAR (SÉRIE LN) NO SOFTWARE HCS 2010 V9.0 (BETA 3) 11/06/2014

GUIA PARA HABILITAÇÃO DAS BIOMETRIAS LINEAR (SÉRIE LN) NO SOFTWARE HCS 2010 V9.0 (BETA 3) 11/06/2014 GUIA PARA HABILITAÇÃO DAS BIOMETRIAS LINEAR (SÉRIE LN) NO SOFTWARE HCS 2010 V9.0 (BETA 3) 11/06/2014 A partir da versão 9.0 (BETA 3) do Software HCS 2010 é possível monitorar e gerenciar as biometrias

Leia mais

CAPÍTULO 6 COMUNICAÇÃO SERIAL

CAPÍTULO 6 COMUNICAÇÃO SERIAL CAPÍTULO 6 COMUNICAÇÃO SERIAL DEIXADO INTENCIONALMENTE EM BRANCO ÌNDICE 1 COMUNICAÇÃO SERIAL... 5 1.1 - Enviar um arquivo do Proteo... 6 1.2 - Receber um arquivo No Proteo... 9 1.3 - Verificando resultados

Leia mais

MANUAL DE INSTALAÇÃO DO EQUIPAMENTO VOIP

MANUAL DE INSTALAÇÃO DO EQUIPAMENTO VOIP MANUAL DE INSTALAÇÃO DO EQUIPAMENTO VOIP 1 INDICE 1. Identifique seu tipo de conexão à internet:... 3 1.1 Como Identificar sua Conexão Banda Larga... 3 1.1.1 Conexão ADSL... 3 1.1.2 Conexão a Cabo... 3

Leia mais

Boletim Eletrônico de Recolhimento Manual do Sistema. Boletim Eletrônico de Recolhimento. Manual do Sistema

Boletim Eletrônico de Recolhimento Manual do Sistema. Boletim Eletrônico de Recolhimento. Manual do Sistema Boletim Eletrônico de Recolhimento Manual do Sistema Versão 1.2 Junho / 2013 Sumário 1. Introdução... - 3-2. O Sistema BOLETIM ELETRÔNICO DE RECOLHIMENTO... - 3-3. Pré-requisitos... - 3-4. Primeiro Acesso...

Leia mais