DAÍ DAIS Manual de Operação SISTAR V / 30

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "DAÍ DAIS Manual de Operação SISTAR V 1.0 1 / 30"

Transcrição

1 1 / 30

2 Sumário Sumário...2 Introdução...3 Objetivo...3 Operação...4 Autenticando no sistema SISTAR...5 Análise Tarifária...8 Unidade de Consumo...8 Tarifa Informação Convencional Informação HS Azul Informação HS Verde Informação Todas Combinações...14 Análise...17 Gráficos...19 Simulação / 30

3 Introdução SISTAR, Programa de Simulação da Tarifação de Energia Elétrica, foi elaborado para auxiliar o Administrador de Prédios Públicos analisar a seu contrato junto a concessionária, avaliando assim o melhor contrato de classe tarifária para sua Unidade de Consumo (Prédio Público). O Programa SISTAR é parte do Sistema CDC, Cadastro de Prédios Públicos, administrado pelo PROCEL, que visa apoiar a resulução de lei???, para redução do consumo de energia elétrica em Prédios Público. Com a intenção de possibilitar uma melhor análise, e também possibilitar a captura de dados referente às contas de energia pública, o SISTAR oferece, uma vez informado o consumo da unidade de consumo, a possibilidade de verificar e indicar um melhor enquadramento tarifário para o mesmo. O que propomos é uma parceria com o administrador, onde o mesmo passa as informações de consumo da unidade, e disponibilizamos o processamento das informações de forma a orientar a modificação do contrato de energia atendendo a RESOLUÇÃO N.º 456, DE 29 DE NOVEMBRO DE 2000 que Estabelece, de forma atualizada e consolidada, as Condições Gerais de Fornecimento de Energia Elétrica. Objetivo Indicar a melhor Classificação Tarifária da Unidade de Consumo cadastrada no CDC, capturar informações de consumo da Unidade. 3 / 30

4 Operação A operação do SISTAR depende do usuário ser cadastrado no CDC (Cadastro de Prédios Públicos PROCEL) e possuir unidade de consumo cadastrada com as informações pertinentes a conta de energia elétrica da Unidade de Consumo assim como das informações de consumo. Como não são todas as unidades que possuem consumo já cadastrado nos anos necessários para a análise, o SISTAR disponibiliza a funcionalidade de se atualizar estas informações no Sistema CDC. Para efetuar a análise, podemos dizer que os passos básicos são: 1- Logar no sistema SISTAR (utilizando mesmo login do CDC); 2- Escolher a Unidade de Cosnumo já cadastrada a partir do Sistema CDC; 3- Conferir e/ou Atualizar os valores de Demandas Contratadas da Unidade; 4- Conferir e/ou atualizar a tarifa praticada pela concessinária; 5- Informar e/ou escolher o intervalo de ano a ser analisado para ser efetuado o diagnóstico; e 6- Visualizar e/ou imprimir o diagnóstico, assim como gráficos referentes a Demanda e Consumo. O SISTAR também oferece a possibilidade de efetuar simulações não reais, com consumo estipulado pelo usuário, persistindo estas informações na máquina local do usuário. Estas simulações devem ser efetuadas separadamente para não interferir nos dados reais de consumo da Unidade de Consumo, facilitando assim também a inserção de novas simulações podendo importar os dados reais já informados para o CDC a partir do SISTAR, assim como possibilitando a importação destes dados de consumo a partir de copia e cola de uma planilha EXCELL. Este manual foi eleborado com o passo a passo da operação, e dicas, sendo utilizado uma numeração para cada campo e/ou botão descrevendo sua funcionalidade. 4 / 30

5 Autenticando no sistema SISTAR 1 5 / 30

6 Botão inicial para entrada da Tela de Login no Programa SISTAR 2- Nome do Administrador, o mesmo utilizado no cadastro de Prédios Públicos CDC 3- Sobrenome do Administrador, o mesmo utilizado no cadastro de Prédios Públicos CDC 4- Senha do Administrador, o mesmo utilizado no cadastro de Prédios Públicos CDC 5- CPF do Administrador O sistema só inicializará com a informação correta do CPF 6- Botão de confirmação dos dados de login para entrada no sistema 7- Botão para se desconectar no Sistema (logout) 8- Informe do Sistema sobre a situação do login, Andamento, Logado, Aguardando Login, e erro no login. 6 / 30

7 Caso haja erro na validação do CF o sistema mostrará uma caixa de diálogo informando o erro de CPF e cancelando o processo de login no SISTAR. 7 / 30

8 Análise Tarifária Unidade de Consumo Ao ser autenticado no SISTAR, ele entrará automaticamente na tela de Análise Tarifária, local onde deverão ser verificados e/ou modificados os dados de demanda contratada da Unidade selecionada e que deverá ser efetuada a análise, alem de verificação e/ou informação da tarifa praticada pela concessionária, informação ou seleção do consumo a ser analisado, o resultado e os gráficos Botão da Janela de Análise Tarifária, onde deverão conter valores reais de consumo 10- Aba de detalhes e escolha da Unidade de Consumo 11- Combobox, onde é mostrada o nome da Unidade e possibilita a seleção da Unidade de Consumo desejada. 12- Informação Sobre a Demanda Contratada na Ponta 13- Informação Sobre a Demanda Contratada Fora da Ponta 8 / 30

9 Há uma observação quanto aos campos 12 e 13: Quando a Unidade for Convencional, a tela apresentará apenas valor de Demanda Contratada, sendo que quando Unidade de Consumo possuir Classe Tarifária Verde ou Azul, apresentará ambos os campos, entretanto a Classe Tarifária Verde poderá possui apenas valor de Demanda contratada, neste caso, o administrador deverá sempre utilizar o campo de demanda contratada na Ponta como Demanda Contratada, e zerar o valor de Demanda contratada Fora da Ponta, sendo que a mesma regra vale para a informação de consumo. Não efetuando esta observação, o sistema calculará de forma diferente podendo não apresentar dados corretos ao final do processo. 14- Mensagem do Sistema esta mensagem poderá variar, ela é um espaço de informe do Administrador do SISTAR (PROCEL). 15- Botão para atualizar a informação caso seja modificado os itens 12 ou 13. Tarifa A aba de Tarifa é utilizada para informar a tarifa praticada pela concessionária na Classe Tarifária da Unidade Selecionada ou em Todas as Classes Tarifárias de Todas as Unidades existentes no domínio do Administrador. Estas informações são compartilhadas, com isso, se alguma administrador já inseriu a informação, você deverá apenas verificar se a informação esta correta, estando diferente do mostrado em sua conta de energia, você então deverá atualizar a informação para possibilitar o cálculo com o valor correto. Abaixo estão representados todas as combinações possíveis e as variações de layout de tela de acordo com a Classe Tarifária Selecionada. 9 / 30

10 1. Informação Convencional Quando selecionado um Grupo tarifário Convencional, a tela deverá apresentar as seguintes características Mostra a Aba Tarifa 17- Informação da Concessionária da Unidade selecionada (isso não estiver selecionado o checkbox [22] caso esteja mostrará nesta coluna todas as concessionárias existentes nas Unidades de Consumo do Administrador.) 18- Grupo da Classe Tarifária Mostrará todos os grupos existentes para cada concessionária. 19- SubGrupo da Classe tarifária Mostrará apenas os grupos da unidade selecionada (isso não estiver selecionado o checkbox [22] caso esteja mostrará nesta coluna todas as concessionárias existentes. [A1, A2, A3, A3a, A4 e AS]) 20- Valor de Demanda Contratada, existente na Convencional e pode existir também na Verde. 21- Energia informação de Energia Max da Tarifa. 10 / 30

11 22- Se marcado, o programa mostrará todas as Classes tarifárias para todas as Concessionárias existentes no conjunto de Unidades de Consumo do Administrador Logado. 23- Envia envia todos os dados modificados para o Sistema CDC Procel, persistindo assim os dados e compartilhando estas informações com todos os usuários do SISTAR. 24- Valida Esta funcionalidade é apenas uma confirmação que você verificou os valores e então o sistema libera para você cadastrar e/ou filtrar o consumo da Unidade para efetuar a Análise 11 / 30

12 2. Informação HS Azul A seguinte tela, mostra os campos diferentes existentes no Grupo tarifário Azul. Serão comentados apenas os dados diferentes Valor R$/kW da Demanda Máxima na Ponta 26- Valor R$/kW da Demanda Máxima Fora da Ponta 27- Valor R$/Mwh da Energia na Ponta Seca 28- Valor R$/Mwh da Energia na Ponta Úmida 29- Valor R$/Mwh da Energia Fora da Ponta Seca 30- Valor R$/Mwh da Energia Fora da Ponta Úmida Todos estes valores deverão ser iguais aos demonstrados em sua conta de energia Elétrica. 12 / 30

13 3. Informação HS Verde A seguinte tela, mostra os campos diferentes existentes no Grupo tarifário Verde. Esta tela junta tanto os campos da Convencional assim como da Tarifa Verde. A tarifa verde pode apresentar duas formas de contrato, possuindo apenas valores de Demanda Contratada ou de Demanda Contratada Na Ponta e Fora da Ponta. Informe ou verifique os Valores correspondentes a forma do seu contrato. Os dados de energia são iguais para ambos os tipos de contratos possíveis. 13 / 30

14 4. Informação Todas Combinações A seguinte tela todas as combinações existentes, como comnetado anteriormente. Ela é apresentada desta forma quando você seleciona o item (22), como demonstrado abaixo. Esta possibilidade está em aberto, caso você deseja cadastrar todas as tarifas individualmente antes de realizar qualquer análise tarifária, não vinculando assim o cadastro e a verificação do mesmo a cada Unidade de Consumo Selecionada. 14 / 30

15 Consumo Esta aba tem a funcionalidade de se filtrar ou cadastrar as informações de consumo REAIS (diferente das simulações). Todas as informações inseridas nesta, serão armazenadas no sistema CDC, no banco de dados na Eletrobrás. A vantagem de se utilizar estas informações é de possibilitar a sua reutilização nas simulações, efetuando a importação dos mesmo, para modificação, na simulação, além de promover a parceria sugerida pelo PRCEL na captura da informação da Unidade de Consumo. Ao ser informado este tipo de informação, as Unidades de Consumo em questão, obterão maiores facilidades em negociação com convênios e contratos junto ao PROCEL, desde que o mesmo se encaixe no perfil do programa incentivado pelo PROCEL no âmbito de Eficientização Energética da Unidade Aba de Consumo 32- Ano inicio a ser analisado ou modificado 33- Ano fim a ser analisado ou modificado 34- Busca as informações no banco de dados da Eletrobrás (PROCEL CDC) 15 / 30

16 35- Insere novas informações de um Ano (inicialmente com valores zerados a serem modificados pelo Administrador) Para inserir informe o ano desejado a ser inserido. Se o ano já existir, o sistema gerará um erro. Se o erro persistir ao fazer qualquer movimentação, pressione a tecla ESC, para cancelar a operação com problema. Caso ele preencha, ele poderá apresenta varias vezes a mensagem de erro, devendo você, para resolver este problema, refazer o filtro do intervalo de anos a serem buscados e pressionar o butão Busca (34) 36- Envia os dados modificados para o Sistema CDC Para facilitar a carga das informações o sistema possui a funcionalidade de reconhecer uma área selecionada no aplicativo Excel, e ser colada dentro do intervalo de ano filtrado na tela. Lembre-se: assim como no Excell, o programa colará as informações na mesma ordem que copiadas, tanto linhas como colunas, então, não esqueça de verificar se os dados da sua planilha esteja ordenadas pelo ano/mês, se as colunas correspondem as mesmas colunas da tela e se possui o mesmo numero de linhas ou inferior (caso seja apenas um intervalo). Se houver ultrapassagem o sistema gerará um erro, podendo não completar todos os dados, assim como ignorar dados em excesso. Para efetuar a operação, bastará selecionar a área na planilha Excel, copiar, selecionar a célula inicio da tela do Sistar a ser colada a pressionar Ctrl+V (paste). 16 / 30

17 Análise Ao clicar na aba Análise, o sistema entrará em comunicação com o servidor na Eletrobrás, repassando as informações necessárias para o cálculo. Veja abaixo um exemplo de resultado Se você tentar usar a aba de gráfico ou da análise e não tiver dados de consumo, o sistema apresentará erro: 37- Análise é o resultado da análise. Ao clicar pode demosrar um pouco, isto dependerá da sua conexão com a Internet, pois o calculo é efetuado no Servidores da Eletrobrás. 17 / 30

18 38- Imprimir Tabela esta funcionalidade imprimirá o conteúdo desta aba (análise), com o resultado demonstrado em tela. 39- Impromir Gráfico esta funcionalidade imprimirá os gráficos da aba de gráfico, que são os demonstrativos de demanda e energia (consumo) atual ( ou seja, o demonstrado na tabela de Consumo cadastrada). 18 / 30

19 Gráficos Esta tela não é processada nos servidores da eletrobrás, ela é uma demonstração gráfica da Demanda e Consumo, com a linha de Tendência Aba gráfico demonstração gráfica dos valores informados na aba de consumo 41- Gráfico da Demanda 42- Gráficos de Consumo Apresentará a somatória do consumo, sendo o gráfico do consumo geral. 43- Gráfico de Consumo detalhado quando aparecer é porque existem valores de energia na ponta e fora da ponta, gráficos distintos. 44- Existem duas operações possívei de se efetuar no gráfico. Clicando do o botão direito, você poderá movimentar o gráfico, e com o botão esquerdo selecionar uma área para fazer o zoom. Veja imagem abaixo. Para retornar ao normal, faça uma seleção pequena no canto superior esquerdo, que o gráfico voltará ao normal. 19 / 30

20 20 / 30

21 21 / 30

22 22 / 30

23 Simulação Simulação é a funcionalidade reservada para o administrador poder visualizar possibilidades de mudanças de consumo, seguindo uma meta por exemplo, para avaliar o melhor contrato e até mesmo a redução que se teria ao se atingir tal meta. Também pode ser utilizado para simular e verificar o resultado em classes que teoricamente não seriam possíveis, como por exemplo, Convencional para Verde, desde que o administrador tenha alguma forma de saber os seus consumos ponta fora de ponta (tenham medidor próprio por exemplo) e possua as medições. A simulação abre a possibilidade de cadastrar informações específicas da verde e azul, mesmo sendo Convencional, isso na aba de consumo. Ela é um espaço para simular, analisar discrepâncias mas sem modificar os dados reais informados pela funcionalidade de Análise Tarifária. O único pré-requisito para utilização desta funcionalidade é ter a informação de consumo do ano anterior no sistema, isso fará com que o programa libere a unidade para simulação. Cada Unidade de consumo poderá ter N simulações, e cada simulação, possui seu autor, descrição e data. Elas são armazenadas na sua máquina local, na mesma pasta onde encontra-se o executável do SISTAR. É importante ressaltar que a simulação é separada da análise, para não haver confusões de dados persistidos no CDC (cadastro de prédio públicos) e os dados informados na Simulação. Hoje, a possibilidade é de informação de consumo distintos. Para cada simulação poder-se-á ter um conjunto de anos de informações de consumo distintos entre si. A simulação tem uma poderosa vantagem (se utilizado corretamente ou seja os dados reais cadastrados pela Análise Tarifária) que é a importação dos dados reais em qualquer simulação, e no caso se já existir valores no intervalo desejado, o sistema irá atualizá-lo de acordo com a informação real. Segue abaixo as telas da simulação assim como a sua utilização, que é muito parecida com o próprio sistema, mudando apenas as questão do cadastro da simulação assim como o cadastro do consumo, possibilitando a abertura de campos para informações distintas ao tipo da sua conta. 23 / 30

24 Combobox com o nome da Unidade de consumo liberada (ou seja, ela possui consumo informado pela Analise tarifária no ano corrente). 46- Nome da Simulação, cadastrado pelo usuário da aplicação para a unidade de consumo selecionada. 47- Nome do Autor 48- Data de criação da simulação. 49- Descrição ou informação que o administrador ache necessário para a simulação. 50- Botão para criação de uma nova simulação. A simulação será criada para a Unidade de consumo selecionada (45) 24 / 30

25 Apaga a simulação selecionada em (46) 52- Nome de Simulação dada pelo Usuário 53- Autor da Simulação 54- Descrição da Simulação 55- Confirma criação 56- Cancela criação 25 / 30

26 Na tela de detalhes da unidade de consumo, a diferença é apenas a impossibilidade de mudança dos dados de demandas contratadas 26 / 30

27 Funciona da mesma forma que na Análise Tarifária 27 / 30

28 57 58 Na tela de Consumo aparecem duas novas funcionalidades: 57- Abilita novos campos de informações de demanda e consumo de energia libera todas as possibilidades. 58- Importação dos consumos registrados no Banco do CDC a partir da Análise Tarifária Ano Inicio a ser importado 60- Ano Fim a ser Importado 28 / 30

29 61- Confirma importação ( a importação irá sobrecarregar os valores se existentes na simulação) 62- Cancela a importação da informação do CDC Mesmo apresentação de cálculo e impressão da Análise Tarifária, idem para os Gráficos. 29 / 30

30 30 / 30

4 / Nova tela de Descrição Cirúrgica - Médicos. O que mudou?

4 / Nova tela de Descrição Cirúrgica - Médicos. O que mudou? Nova tela de Descrição Cirúrgica - Médicos. O que mudou? 1 Possibilidade de inserir uma ou varias descrições por cirurgia (uma para cada procedimento) 2 Possibilidade de inserir varias anestesias por cirurgia

Leia mais

Portal Contador Parceiro

Portal Contador Parceiro Portal Contador Parceiro Manual do Usuário Produzido por: Informática Educativa 1. Portal Contador Parceiro... 03 2. Acesso ao Portal... 04 3. Profissionais...11 4. Restrito...16 4.1 Perfil... 18 4.2 Artigos...

Leia mais

Manual Configuração Esquema Contábil

Manual Configuração Esquema Contábil Manual Configuração Esquema Contábil MARÇO/2013 Sumário 1. Introdução... 3 2. Funcionalidade... 3 3. Acesso ao Sistema Parâmetros... 3 4. Configurar o Esquema Contábil... 4 4.1. Inserir Palavra Chave...

Leia mais

Manual de utilização do. sistema integrado de controle médico WWW.ISA.NET.BR

Manual de utilização do. sistema integrado de controle médico WWW.ISA.NET.BR Manual de utilização do sistema integrado de controle médico WWW.ISA.NET.BR Sistema integrado de controle médico Acesso... 3 Menu principal... 4 Cadastrar... 6 Cadastro de pacientes... 6 Convênios... 10

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO AMAPÁ NÚCLEO DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO. Manual de Avaliação de Desempenho Cadastro

UNIVERSIDADE FEDERAL DO AMAPÁ NÚCLEO DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO. Manual de Avaliação de Desempenho Cadastro UNIVERSIDADE FEDERAL DO AMAPÁ NÚCLEO DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO Manual de Avaliação de Desempenho Cadastro UNIFAP MACAPÁ-AP 2013 S U M Á R I O 1 Tela de Login...2 2 Acessando ao submenu cadastro de avaliação

Leia mais

Manual de Atualização MATERIAL DE APOIO - KB IMÓVEIS

Manual de Atualização MATERIAL DE APOIO - KB IMÓVEIS 1 2 Manual de Atualização MATERIAL DE APOIO - KB IMÓVEIS Login é a área de autenticação do sistema. Por questões de segurança, é necessário que o usuário se identifique, impedindo a entrada de pessoas

Leia mais

Tutorial Folha Express. Como otimizar a confecção da folha de pagamento.

Tutorial Folha Express. Como otimizar a confecção da folha de pagamento. Tutorial Folha Express Como otimizar a confecção da folha de pagamento. Índice Apresentação Pág. 2 Passo 1 Pág. 3 Disponibilização da Folha de Pagamento Passo 2 Pág. 5 Exportação de clientes e Folha de

Leia mais

Manual de Instruções ISS WEB SISTEMA ISS WEB. Sil Tecnologia LTDA

Manual de Instruções ISS WEB SISTEMA ISS WEB. Sil Tecnologia LTDA SISTEMA ISS WEB Sil Tecnologia LTDA Sumário INTRODUÇÃO 3 1. ACESSO AO SISTEMA 4 2. AUTORIZAR USUÁRIO 5 3. TELA PRINCIPAL 6 4. ALTERAR SENHA 7 5. TOMADORES DE SERVIÇO 7 5.1 Lista de Declarações de Serviços

Leia mais

VALIDADOR DE ARQUIVOS SICREDI (VAS) Cobrança e Convênios

VALIDADOR DE ARQUIVOS SICREDI (VAS) Cobrança e Convênios VALIDADOR DE ARQUIVOS SICREDI (VAS) Cobrança e Convênios Atrelada ao processo: Validação de layout dos arquivos de convênios/cobrança de um novo convênio/cedente Classificação da informação: uso interno

Leia mais

Portal Gestão de Recebimentos

Portal Gestão de Recebimentos Portal Gestão de Recebimentos Introdução O Portal Gestão de Recebimentos proporciona agilidade e rapidez na interação dos clientes HSBC com seus fornecedores. Permite a você consultar as operações liberadas

Leia mais

MANUAL TISS Versão 3.02.00

MANUAL TISS Versão 3.02.00 MANUAL TISS Versão 3.02.00 1 INTRODUÇÃO Esse manual tem como objetivo oferecer todas as informações na nova ferramenta SAP que será utilizada pelo prestador Mediplan, a mesma será responsável para atender

Leia mais

MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO SISTEMA DE EMISSÃO DE NOTA FISCAL ELETRÔNICA

MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO SISTEMA DE EMISSÃO DE NOTA FISCAL ELETRÔNICA MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO SISTEMA DE EMISSÃO DE NOTA FISCAL ELETRÔNICA Apresentação Este sistema faz parte do Portal NFS Digital e tem o intuito de ser utilizado por emissores de Nota Fiscal de Serviços

Leia mais

Introdução. Servidor de Tempo (SNTP) com opção de horário de verão automático; 1 Cadastro do novo modelo de equipamento Urano Topmax SS

Introdução. Servidor de Tempo (SNTP) com opção de horário de verão automático; 1 Cadastro do novo modelo de equipamento Urano Topmax SS Urano Indústria de Balanças e Equipamentos Eletrônicos Ltda. Rua Irmão Pedro 709 Vila Rosa Canoas RS Fone: (51) 3462.8700 Fax: (51) 3477.4441 Guia de Novas Funcionalidades Urano Integra 2.3 Data: 15/04/2015

Leia mais

Questão - 01. Essência do Excel 2003...

Questão - 01. Essência do Excel 2003... Valdir Questão - 01 Como deve proceder o usuário do Microsoft para que sejam atualizados os cálculos das funções ou fórmulas utilizadas nas planilhas? a) Pressionar a tecla F9 no teclado b) Pressionar

Leia mais

Manual Programa SOSView 4.0

Manual Programa SOSView 4.0 2012 Manual Programa SOSView 4.0 Laboratório SOS Sotreq Versão Manual 1.0 01/03/2012 Página 1 de 52 Manual Programa SOSView 4 Instalação do Programa Utilização em Rede Importação de Amostras Consulta de

Leia mais

VESOFTWARE - DESENVOLIMENTO DE SISTEMAS E WEBSITES Fone: (11) 4036-6980 VIVO(11)9607-5649 TIM(11)7013-8480 www.vesoftware.com.

VESOFTWARE - DESENVOLIMENTO DE SISTEMAS E WEBSITES Fone: (11) 4036-6980 VIVO(11)9607-5649 TIM(11)7013-8480 www.vesoftware.com. Fone: (11) 4036-6980 VIVO(11)9607-5649 TIM(11)7013-8480 www.vesoftware.com.br 1-15 INTRODUÇÃO O Programa pode ser instalado em qualquer equipamento que utilize o sistema operacional Windows 95 ou superior,

Leia mais

LASERTECK SOFTECK MANUAL DO USUÁRIO

LASERTECK SOFTECK MANUAL DO USUÁRIO LASERTECK SOFTECK MANUAL DO USUÁRIO 2013 SUMÁRIO 1 INTRODUÇÃO... 3 2 REQUISITOS DO SISTEMA... 3 3 INSTALAÇÃO... 3 4 COMO COMEÇAR... 3 5 FORMULÁRIOS DE CADASTRO... 4 6 CADASTRO DE VEÍCULO... 6 7 ALINHAMENTO...

Leia mais

Copyright 2004/2014 - VLC

Copyright 2004/2014 - VLC Escrituração Fiscal Manual do Usuário Versão 7.2 Copyright 2004/2014 - VLC As informações contidas neste manual são de propriedade da VLC Soluções Empresariais Ltda., e não poderão ser usadas, reproduzidas

Leia mais

Perguntas Frequentes (FAQ) Portal do Professor

Perguntas Frequentes (FAQ) Portal do Professor Universidade Federal do Espírito Santo Perguntas Frequentes (FAQ) Portal do Professor Núcleo de Tecnologia da Informação (NTI) Novembro/2014 Sumário 1 ATIVIDADES COMPLEMENTARES... 4 1.1 O que é o menu

Leia mais

CONTABILIDADE COM MÚLTIPLOS PLANOS DE CONTAS

CONTABILIDADE COM MÚLTIPLOS PLANOS DE CONTAS CONTABILIDADE COM MÚLTIPLOS PLANOS DE CONTAS As mudanças ocorridas com a publicação da lei 11.638/07 e alterações da lei 11.941/09 exigiram das empresas uma adequação em sua estrutura de balanços e demonstrações

Leia mais

Guia do Usuário PRONAVTECH GUIA DO USUÁRIO VALIDADOR

Guia do Usuário PRONAVTECH GUIA DO USUÁRIO VALIDADOR GUIA DO USUÁRIO VALIDADOR 1 Índice INTRODUÇÃO... 3 ACESSANDO O PRONAVTECH... 4 Primeiro Acesso... 5 Demais Acessos... 6 Esqueci Minha Senha... 6 Esqueci o usuário principal... 7 ÁREA DE TRABALHO DO PRONAVTECH...

Leia mais

ÍNDICE 1 INTRODUÇÃO. 04 2 ACESSO. 05 3 CONSULTA DE PROTOCOLO. 07 4 PROTOCOLOS PENDENTES. 08 5 CONFIRMAÇÃO DE RECEBIMENTO. 09 6 ANDAMENTO DE PROTOCOLO

ÍNDICE 1 INTRODUÇÃO. 04 2 ACESSO. 05 3 CONSULTA DE PROTOCOLO. 07 4 PROTOCOLOS PENDENTES. 08 5 CONFIRMAÇÃO DE RECEBIMENTO. 09 6 ANDAMENTO DE PROTOCOLO ÍNDICE 1 INTRODUÇÃO... 04 2 ACESSO... 05 3 CONSULTA DE PROTOCOLO... 07 4 PROTOCOLOS PENDENTES... 08 5 CONFIRMAÇÃO DE RECEBIMENTO... 09 6 ANDAMENTO DE PROTOCOLO... 10 1 INTRODUÇÃO SISTEMA DE CONTROLE DE

Leia mais

MANUAL PAPELETA MOTORISTA Criado em: 15/02/2013 Atualizado em: 12/11/2014

MANUAL PAPELETA MOTORISTA Criado em: 15/02/2013 Atualizado em: 12/11/2014 O objetivo deste manual é explicar passo a passo o controle da papeleta do motorista realizado no SAT. De acordo com a LEI Nº 12.619, DE 30 DE ABRIL DE 2012, que pode ser acessada em: http://www.planalto.gov.br

Leia mais

Senha: Dígitos do CPF (sem pontos ou traço)

Senha: Dígitos do CPF (sem pontos ou traço) 1. Login Para realizar o acesso à ferramenta de suporte FAPAM, basta acessar o endereço: http://www.fapam.edu.br/helpdesk/ Usuário: Número da Chapa - FAPAM Senha: Dígitos do CPF (sem pontos ou traço) 2.

Leia mais

A Unimed Muriaé esta atualizando a o sistema autorizador (HILUM )

A Unimed Muriaé esta atualizando a o sistema autorizador (HILUM ) A Unimed Muriaé esta atualizando a o sistema autorizador (HILUM ) Houve mudanças em várias áreas do sistema, mas para simplificar ao usuário final estarei ativando só os campos que são obrigatórios para

Leia mais

WF Processos. Manual de Instruções

WF Processos. Manual de Instruções WF Processos Manual de Instruções O WF Processos é um sistema simples e fácil de ser utilizado, contudo para ajudar os novos usuários a se familiarizarem com o sistema, criamos este manual. Recomendamos

Leia mais

Pedido de Bar Sistema para controle de pedido de bar

Pedido de Bar Sistema para controle de pedido de bar Pedido de Bar Sistema para controle de pedido de bar Desenvolvido por Hamilton Dias (31) 8829.9195 Belo Horizonte hamilton-dias@ig.com.br www.h-dias.cjb.net ÍNDICE Introdução...3 Implantação...3 Instalação...3

Leia mais

Guia do Usuário PRONAVTECH GUIA DO USUÁRIO ARMAZENADOR

Guia do Usuário PRONAVTECH GUIA DO USUÁRIO ARMAZENADOR GUIA DO USUÁRIO ARMAZENADOR 1 Índice INTRODUÇÃO... 3 ACESSANDO O PRONAVTECH... 4 Primeiro Acesso... 5 Demais Acessos... 6 Esqueci Minha Senha... 7 Esqueci o usuário principal... 7 ÁREA DE TRABALHO DO PRONAVTECH...

Leia mais

Ajuda On-line - Sistema de Relacionamento com o Cliente. Versão 1.1

Ajuda On-line - Sistema de Relacionamento com o Cliente. Versão 1.1 Ajuda On-line - Sistema de Relacionamento com o Cliente Versão 1.1 Sumário Sistema de Relacionamento com Cliente 3 1 Introdução... ao Ambiente do Sistema 4 Acessando... o Sistema 4 Sobre a Tela... do Sistema

Leia mais

Guia Site Empresarial

Guia Site Empresarial Guia Site Empresarial Índice 1 - Fazer Fatura... 2 1.1 - Fazer uma nova fatura por valores de crédito... 2 1.2 - Fazer fatura alterando limites dos cartões... 6 1.3 - Fazer fatura repetindo última solicitação

Leia mais

Gerente de Tecnologia: Ricardo Alexandre F. de Oliveira Marta Cristiane Pires M. Medeiros Mônica Bossa dos Santos Schmid WORD 2007

Gerente de Tecnologia: Ricardo Alexandre F. de Oliveira Marta Cristiane Pires M. Medeiros Mônica Bossa dos Santos Schmid WORD 2007 WORD 2007 PREFEITURA DO MUNICÍPIO DE LONDRINA SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO GERÊNCIA DE TECNOLOGIA Gerente de Tecnologia: Ricardo Alexandre F. de Oliveira Marta Cristiane Pires M. Medeiros Mônica Bossa

Leia mais

Manual de Relação de Pontos por Indicação

Manual de Relação de Pontos por Indicação Manual de Relação de Pontos por Indicação Sumário 1. Verificando se o parâmetro das funções está ativo... 3 2. Efetuando o cadastro da faixa de indicação... 5 2.1. Cadastro de faixas com intervalos...

Leia mais

MANUAL DE VENDAS TESTES AUTORIZADOR VIDALINK VERSÃO 6.0.0

MANUAL DE VENDAS TESTES AUTORIZADOR VIDALINK VERSÃO 6.0.0 Instruções de como realizar a Venda Teste no Autorizador da Vidalink Para a integração de loja que deseja atender PBM e/ou Farmácia Popular e/ou CPV, é necessária que sejam realizadas e enviadas para validação,

Leia mais

Frontur Consolidação Portal / Manual versão 2.0

Frontur Consolidação Portal / Manual versão 2.0 Frontur Consolidação Portal / Manual versão 2.0 Manual Avançado Portal Agências Sumário 1 Portal Frontur Consolidação... 3 2 Reconhecendo o Portal... 03/04/2014 3 3 Navegando e utilizando o Portal... 5

Leia mais

ÍNDICE ANALÍTICO: 1.0. CADASTRO DE CONTABILISTAS... 4 1.1. Primeiro Acesso... 4 1.2. Visão Geral... 11

ÍNDICE ANALÍTICO: 1.0. CADASTRO DE CONTABILISTAS... 4 1.1. Primeiro Acesso... 4 1.2. Visão Geral... 11 MANUAL DE USO DO SISTEMA GOVERNO DIGITAL ÍNDICE ANALÍTICO: 1.0. CADASTRO DE CONTABILISTAS... 4 1.1. Primeiro Acesso... 4 1.2. Visão Geral... 11 2.0. SOLICITAÇÕES DE AIDF E AUTORIZAÇÃO DE EMISSÃO DE NOTA

Leia mais

SUMÁRIO Acesso ao sistema... 2 Atendente... 3

SUMÁRIO Acesso ao sistema... 2 Atendente... 3 SUMÁRIO Acesso ao sistema... 2 1. Login no sistema... 2 Atendente... 3 1. Abrindo uma nova Solicitação... 3 1. Consultando Solicitações... 5 2. Fazendo uma Consulta Avançada... 6 3. Alterando dados da

Leia mais

Follow-Up Acompanhamento Eletrônico de Processos (versão 3.0) Manual do Sistema. 1. Como acessar o sistema Requisitos mínimos e compatibilidade

Follow-Up Acompanhamento Eletrônico de Processos (versão 3.0) Manual do Sistema. 1. Como acessar o sistema Requisitos mínimos e compatibilidade do Sistema Índice Página 1. Como acessar o sistema 1.1 Requisitos mínimos e compatibilidade 03 2. Como configurar o Sistema 2.1 Painel de Controle 2.2 Informando o nome da Comissária 2.3 Escolhendo a Cor

Leia mais

GerNFe 1.0 Sistema de Gerenciador de Notas Fiscais Eletrônicas

GerNFe 1.0 Sistema de Gerenciador de Notas Fiscais Eletrônicas GerNFe 1.0 Manual do usuário Página 1/13 GerNFe 1.0 Sistema de Gerenciador de Notas Fiscais Eletrônicas O programa GerNFe 1.0 tem como objetivo armazenar em local seguro e de maneira prática para pesquisa,

Leia mais

Tutorial Administrativo (Backoffice)

Tutorial Administrativo (Backoffice) Manual - Software ENTRANDO NO SISTEMA BACKOFFICE Para entrar no sitema Backoffice, digite no seu navegador de internet o seguinte endereço: http://pesquisa.webbyapp.com/ Entre com o login e senha. Caso

Leia mais

SSE 3.0. Guia Rápido. Módulo Secretaria. Nesta Edição

SSE 3.0. Guia Rápido. Módulo Secretaria. Nesta Edição SSE 3.0 Guia Rápido Módulo Secretaria Nesta Edição 1 Acessando o Módulo Secretaria 2 Cadastros Auxiliares 3 Criação de Modelos Definindo o Layout do Modelo Alterando o Layout do Cabeçalho 4 Parametrização

Leia mais

Como Criar uma Aula? Na página inicial do Portal do Professor, acesse ESPAÇO DA AULA: Ao entrar no ESPAÇO DA AULA, clique no ícone Criar Aula :

Como Criar uma Aula? Na página inicial do Portal do Professor, acesse ESPAÇO DA AULA: Ao entrar no ESPAÇO DA AULA, clique no ícone Criar Aula : Como Criar uma Aula? Para criar uma sugestão de aula é necessário que você já tenha se cadastrado no Portal do Professor. Para se cadastrar clique em Inscreva-se, localizado na primeira página do Portal.

Leia mais

PORTAL DE COMPRAS SÃO JOSÉ DO RIO PRETO

PORTAL DE COMPRAS SÃO JOSÉ DO RIO PRETO Compra Direta - Guia do Fornecedor PORTAL DE COMPRAS SÃO JOSÉ DO RIO PRETO Página As informações contidas neste documento, incluindo quaisquer URLs e outras possíveis referências a web sites, estão sujeitas

Leia mais

INSTALAÇÃO DO SISTEMA CONTROLGÁS

INSTALAÇÃO DO SISTEMA CONTROLGÁS INSTALAÇÃO DO SISTEMA CONTROLGÁS 1) Clique duas vezes no arquivo ControlGasSetup.exe. Será exibida a tela de boas vindas do instalador: 2) Clique em avançar e aparecerá a tela a seguir: Manual de Instalação

Leia mais

NOTA FISCAL DE SERVIÇOS ELETRÔNICA

NOTA FISCAL DE SERVIÇOS ELETRÔNICA 1 NOTA FISCAL DE SERVIÇOS ELETRÔNICA TUTORIAL DE USO DA FERRAMENTA ANO 2012 2 Sumário 1 Nota Fiscal de Serviços eletrônica - NFS-e... 3 1.1 Considerações Iniciais... 3 1.2 Legislação... 3 1.3 Definição...

Leia mais

Manual do Usuário DENATRAN

Manual do Usuário DENATRAN Manual do Usuário DENATRAN Confidencial Portal SISCSV - 2007 Página 1 Índice Analítico 1. INTRODUÇÃO 5 2. ACESSANDO O SISCSV 2.0 6 2.1 Configurando o Bloqueador de Pop-Ups 6 3. AUTENTICAÇÃO DO USUÁRIO

Leia mais

Manual. Pedido Eletrônico

Manual. Pedido Eletrônico Manual Pedido Eletrônico ÍNDICE 1. Download... 3 2. Instalação... 4 3. Sistema de Digitação SantaCruz... 8 3.1. Configuração... 8 4. Utilização do Sistema Digitação SantaCruz... 11 4.1. Atualizar cadastros...11

Leia mais

MANUAL COTAÇAO WEB MANUAL MANUAL AVANÇO INFORMÁTICA AVANÇO INFORMÁTICA. [Digite seu endereço] [Digite seu telefone] [Digite seu endereço de email]

MANUAL COTAÇAO WEB MANUAL MANUAL AVANÇO INFORMÁTICA AVANÇO INFORMÁTICA. [Digite seu endereço] [Digite seu telefone] [Digite seu endereço de email] MANUAL COTAÇAO WEB [Digite seu endereço] [Digite seu telefone] [Digite seu endereço de email] MANUAL MANUAL AVANÇO INFORMÁTICA AVANÇO INFORMÁTICA Material Desenvolvido para a Célula Materiais Autor: Equipe

Leia mais

Primeiros Passos para o Simulador de Ações do FinanceDesktop. Parte A INICIANDO E CONFIGURANDO (5 passos)

Primeiros Passos para o Simulador de Ações do FinanceDesktop. Parte A INICIANDO E CONFIGURANDO (5 passos) Primeiros Passos para o Simulador de Ações do FinanceDesktop. Seja bem-vindo(a) ao Simulador de Ações FinanceDesktop. Seu propósito é oferecer um ambiente completo e fácil de usar que permita o registro

Leia mais

Tutorial de Notas Fiscais Eletrônicas

Tutorial de Notas Fiscais Eletrônicas Tutorial de Notas Fiscais Eletrônicas Geração e transmissão de NF-e Após preencher os dados da nota fiscal, se não houver alguma informação faltando, o sistema sugere a geração do arquivo texto necessário

Leia mais

O Sistema foi inteiramente desenvolvido em PHP+Javascript com banco de dados em MySQL.

O Sistema foi inteiramente desenvolvido em PHP+Javascript com banco de dados em MySQL. Nome do Software: Gerenciador de Projetos Versão do Software: Gerenciador de Projetos 1.0.0 1. Visão Geral Este Manual de Utilização do Programa Gerenciador de Projetos via Web, tem por finalidade facilitar

Leia mais

INTRANET BUSCA CADASTROS PRODUTOS/SERVIÇOS E FORNECEDORES Manual do Usuário

INTRANET BUSCA CADASTROS PRODUTOS/SERVIÇOS E FORNECEDORES Manual do Usuário INTRANET BUSCA CADASTROS PRODUTOS/SERVIÇOS E FORNECEDORES Manual do Usuário Página 2 de 55 1. OBJETIVO:... 3 2. PRÉ-REQUISITOS:... 3 3. ACESSOS AO AMBIENTE:... 3 3.1. ACESSO A INTRANET... 3 3.2. ESQUECI

Leia mais

O programa Mysql acompanha o pacote de instalação padrão e será instalado juntamente com a execução do instalador.

O programa Mysql acompanha o pacote de instalação padrão e será instalado juntamente com a execução do instalador. INTRODUÇÃO O Programa pode ser instalado em qualquer equipamento que utilize o sistema operacional Windows 95 ou superior, e seu banco de dados foi desenvolvido em MySQL, sendo necessário sua pré-instalação

Leia mais

Cappta Cartões Guia de Utilização

Cappta Cartões Guia de Utilização Cappta Cartões Guia de Utilização Bem-vindo! Obrigado por utilizar a solução Cappta Cartões, a maneira mais simples e rápida de aceitar todos os tipos de cartão no varejo. Este manual detalha as principais

Leia mais

Manual do Usuário Cyber Square

Manual do Usuário Cyber Square Manual do Usuário Cyber Square Criado dia 27 de março de 2015 as 12:14 Página 1 de 48 Bem-vindo ao Cyber Square Parabéns! Você está utilizando o Cyber Square, o mais avançado sistema para gerenciamento

Leia mais

Validação de dados. Determinamos qual tipo de informação será aceita e dentro de qual intervalo.

Validação de dados. Determinamos qual tipo de informação será aceita e dentro de qual intervalo. Validação de dados Por meio do recurso de validação, podemos definir que tipo de informação gostaríamos que fosse aceita em um intervalo de células ou uma mensagem de auxílio ao usuário indicando qual

Leia mais

Manual do Teclado de Satisfação Local Versão 1.4.1

Manual do Teclado de Satisfação Local Versão 1.4.1 Manual do Teclado de Satisfação Local Versão 1.4.1 26 de agosto de 2015 Departamento de Engenharia de Produto (DENP) SEAT Sistemas Eletrônicos de Atendimento 1. Introdução O Teclado de Satisfação é uma

Leia mais

Manual de Utilização das Funções Básicas do Sistema ClinicWeb

Manual de Utilização das Funções Básicas do Sistema ClinicWeb Manual de Utilização das Funções Básicas do Sistema ClinicWeb Dezembro/2012 2 Manual de Utilização das Funções Básicas do Sistema ClinicWeb Sumário de Informações do Documento Título do Documento: Resumo:

Leia mais

29/9/2011 MANUAL WWW.ESTATISTICASDAMEGASENA.COM.BR

29/9/2011 MANUAL WWW.ESTATISTICASDAMEGASENA.COM.BR 29/9/2011 MANUAL WWW.ESTATISTICASDAMEGASENA.COM.BR Estudos e Estatísticas das Loterias 2011 S U M Á R I O O Sistema ---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Leia mais

Emissão do Conhecimento de Transporte Eletrônico - CT-e

Emissão do Conhecimento de Transporte Eletrônico - CT-e Emissão do Conhecimento de Transporte Eletrônico - CT-e Sumário: 1. Orientações Gerais:... 3 1.1 Cadastros Básicos:... 3 1.2 Conhecimento de Transporte Eletrônico CTe:... 3 2. Tela inicial:... 4 3. CT-e

Leia mais

Figura 1: tela inicial do BlueControl COMO COLOCAR A SALA DE INFORMÁTICA EM FUNCIONAMENTO?

Figura 1: tela inicial do BlueControl COMO COLOCAR A SALA DE INFORMÁTICA EM FUNCIONAMENTO? Índice BlueControl... 3 1 - Efetuando o logon no Windows... 4 2 - Efetuando o login no BlueControl... 5 3 - A grade de horários... 9 3.1 - Trabalhando com o calendário... 9 3.2 - Cancelando uma atividade

Leia mais

MANUAL DO USUÁRIO. Projeto/Software/Programa. CDAeM Cadastro de Artistas e Modelos JunioNet. Objetivo desse manual

MANUAL DO USUÁRIO. Projeto/Software/Programa. CDAeM Cadastro de Artistas e Modelos JunioNet. Objetivo desse manual MANUAL DO USUÁRIO Projeto/Software/Programa CDAeM Cadastro de Artistas e Modelos JunioNet Objetivo desse manual Elucidar o instrutor e/ou o utilizador final desse programa de computador. Objetivo desse

Leia mais

Manual SAGe Versão 1.2

Manual SAGe Versão 1.2 Manual SAGe Versão 1.2 Cadastramento de Usuário (a partir da versão 12.08.01 ) Conteúdo Introdução... 2 Cadastramento... 2 Desvendando a tela inicial... 4 Completando seus dados cadastrais... 5 Não lembro

Leia mais

Fundap. Programa de Estágio. Manual de Utilização do Sistema de Administração de Bolsas de Estágio. Plano de Estágio

Fundap. Programa de Estágio. Manual de Utilização do Sistema de Administração de Bolsas de Estágio. Plano de Estágio Fundap Fundação do Desenvolvimento Administrativo Programa de Estágio Programa de Estágio Manual de Utilização do Sistema de Administração de Bolsas de Estágio Plano de Estágio Julho de 2008 SABE - Sistema

Leia mais

Treinamento Módulo Contas a Pagar

Treinamento Módulo Contas a Pagar Contas a Pagar Todas as telas de cadastro também são telas de consultas futuras, portanto sempre que alterar alguma informação clique em Gravar ou pressione F2. Teclas de atalho: Tecla F2 Gravar Tecla

Leia mais

Registro de Usuários MT-611-00010 Última Atualização 25/04/2012

Registro de Usuários MT-611-00010 Última Atualização 25/04/2012 Registro de Usuários MT-611-00010 Última Atualização 25/04/2012 I. Objetivos Após este módulo de capacitação você será capaz de: 1. Modificar suas informações gerais, Informações de contato e de configurações

Leia mais

Orientações para o Lançamento de Notas. Diretor

Orientações para o Lançamento de Notas. Diretor Orientações para o Lançamento de Notas Diretor 1 CONTEÚDO Conteúdo... 2 Como acessar o Conexão Educação... 3 Lançamento de Notas... 5 Notas por Turma... 5 Liberação de Lançamento de Notas... 13 2 COMO

Leia mais

Manual do Portal do Fornecedor. isupplier

Manual do Portal do Fornecedor. isupplier isupplier Revisão 01 Setembro 2011 Sumário 1 Acesso ao portal isupplier... 03 2 Home Funções da Tela Inicial... 05 3 Ordens de Compra Consultar Ordens de Compra... 07 4 Entregas Consultar Entregas... 13

Leia mais

Manual do Sistema de Demandas da FUNDEPAG

Manual do Sistema de Demandas da FUNDEPAG 2015 Manual do Sistema de Demandas da FUNDEPAG Manual do Sistema de Demandas da FUNDEPAG Cliente Institucional e Atualizado em: 11 de setembro de 2015 Sumário 1. Conceito do software... 1 2. Abertura de

Leia mais

MANUAL DO USUÁRIO SORE Sistema Online de Reservas de Equipamento. Toledo PR. Versão 2.0 - Atualização 26/01/2009 Depto de TI - FASUL Página 1

MANUAL DO USUÁRIO SORE Sistema Online de Reservas de Equipamento. Toledo PR. Versão 2.0 - Atualização 26/01/2009 Depto de TI - FASUL Página 1 MANUAL DO USUÁRIO SORE Sistema Online de Reservas de Equipamento Toledo PR Página 1 INDICE 1. O QUE É O SORE...3 2. COMO ACESSAR O SORE... 4 2.1. Obtendo um Usuário e Senha... 4 2.2. Acessando o SORE pelo

Leia mais

Sistema de Automaçaõ de Vendas Manual Passo a Passo

Sistema de Automaçaõ de Vendas Manual Passo a Passo Sistema de Automaçaõ de Vendas Manual Passo a Passo Transmissão Antes de começar a trabalhar, vamos entender o item do menu transmissão, é nele que se faz atualização dos dados do moinho para o seu computador,

Leia mais

Importação de Dados para o Educacenso 2013

Importação de Dados para o Educacenso 2013 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO NACIONAL DE ESTUDOS E PESQUISAS EDUCACIONAIS ANÍSIO TEIXEIRA DIRETORIA DE ESTATÍSTICAS EDUCACIONAIS Importação de Dados para o Educacenso 2013 Objetivo Apresentar a forma

Leia mais

Manual (Office 365) Para acesso ao sistema de e-mails, os passos iniciais continuam os mesmos.

Manual (Office 365) Para acesso ao sistema de e-mails, os passos iniciais continuam os mesmos. Histórico de Alterações Versão Data Autor Função Descrição 1 14/09/2012 Roberto Gouveia Analista de Help Desk Criação inicial 2 19/11/2013 Roberto Gouveia Analista de Help Desk Atualização A partir de

Leia mais

Passo a passo SISCORT R 2015

Passo a passo SISCORT R 2015 Passo a passo SISCORT 2015 SUMÁRIO (PASSO A PASSO SISCORT) Passo 1 Acessando o Sistema ------------------------- slide 1 Passo 2 -Identificação do Usuário ---------------------slide 16 Passo 3 Atualizar

Leia mais

MANUAL EXPORTAÇÃO IMPORTAÇÃO

MANUAL EXPORTAÇÃO IMPORTAÇÃO MANUAL EXPORTAÇÃO IMPORTAÇÃO Diretoria de Vigilância Epidemiológica/SES/SC 2006 1 Módulo 04 - Exportação e Importação de Dados Manual do SINASC Módulo Exportador Importador Introdução O Sistema SINASC

Leia mais

Principais Novidades Abril/2013 a Junho/2013

Principais Novidades Abril/2013 a Junho/2013 Principais Novidades Abril/2013 a Junho/2013 Sumário 1. Ambiente Group Shopping... 3 2. Alteração na Tela de Contratos e Controle de Edições... 7 3. Propagação de Contratos... 10 4. Configuração de Impressora

Leia mais

Manual de Utilização Portal de Serviços do Inmetro nos Estados - PSIE

Manual de Utilização Portal de Serviços do Inmetro nos Estados - PSIE Manual de Utilização Portal de Serviços do Inmetro nos Estados - PSIE Sumário PRESTAÇÃO DE CONTAS DE ETIQUETAS DE REPARO...3 Figura 1.0...3 Figura 2.0...4 Figura 3.0...5 Figura 4.0...5 1. Proprietário

Leia mais

1.1 EXTRAÇÃO DE RELATÓRIOS 03 1.2 CONSULTA CADASTRAL E IMPRESSÃO DE BOLETOS 12 1.3 RENEGOCIAÇÕES 15 2 FUNCIONALIDADES DISPONÍVEIS NO SITE

1.1 EXTRAÇÃO DE RELATÓRIOS 03 1.2 CONSULTA CADASTRAL E IMPRESSÃO DE BOLETOS 12 1.3 RENEGOCIAÇÕES 15 2 FUNCIONALIDADES DISPONÍVEIS NO SITE 1 ACESSO EXCLUSIVO PARA SUBSEÇÕES 1.1 EXTRAÇÃO DE RELATÓRIOS 03 1.2 CONSULTA CADASTRAL E IMPRESSÃO DE BOLETOS 12 1.3 RENEGOCIAÇÕES 15 2 FUNCIONALIDADES DISPONÍVEIS NO SITE 2.1 IMPRESSÃO RÁPIDA DE ANUIDADE

Leia mais

1.1 EXTRAÇÃO DE RELATÓRIOS 03 1.2 CONSULTA CADASTRAL 10 1.3 IMPRESSÃO DE BOLETOS 12 1.4 RENEGOCIAÇÕES 15 2 FUNCIONALIDADES DISPONÍVEIS NO SITE

1.1 EXTRAÇÃO DE RELATÓRIOS 03 1.2 CONSULTA CADASTRAL 10 1.3 IMPRESSÃO DE BOLETOS 12 1.4 RENEGOCIAÇÕES 15 2 FUNCIONALIDADES DISPONÍVEIS NO SITE 1 ACESSO EXCLUSIVO PARA SUBSEÇÕES 1.1 EXTRAÇÃO DE RELATÓRIOS 03 1.2 CONSULTA CADASTRAL 10 1.3 IMPRESSÃO DE BOLETOS 12 1.4 RENEGOCIAÇÕES 15 2 FUNCIONALIDADES DISPONÍVEIS NO SITE 2.1 IMPRESSÃO RÁPIDA DE

Leia mais

O programa Mysql acompanha o pacote de instalação padrão e será instalado juntamente com a execução do instalador.

O programa Mysql acompanha o pacote de instalação padrão e será instalado juntamente com a execução do instalador. INTRODUÇÃO O Programa pode ser instalado em qualquer equipamento que utilize o sistema operacional Windows 95 ou superior, e seu banco de dados foi desenvolvido em MySQL, sendo necessário sua pré-instalação

Leia mais

Nota Fiscal Paulista. Manual do TD REDF (Transmissor de Dados Registro Eletrônico de Documentos Fiscais) GOVERNO DO ESTADO DE SÃO PAULO

Nota Fiscal Paulista. Manual do TD REDF (Transmissor de Dados Registro Eletrônico de Documentos Fiscais) GOVERNO DO ESTADO DE SÃO PAULO Nota Fiscal Paulista Manual do TD REDF (Transmissor de Dados Registro Eletrônico de Documentos Fiscais) Versão 1.1 15/02/2008 Página 1 de 17 Índice Analítico 1. Considerações Iniciais 3 2. Instalação do

Leia mais

Astra LX Registro de Pacientes e Médicos Guia para o acesso aos registros de Pacientes e Médicos e eliminação de dados duplicados no AstraLX

Astra LX Registro de Pacientes e Médicos Guia para o acesso aos registros de Pacientes e Médicos e eliminação de dados duplicados no AstraLX Astra LX Registro de Pacientes e Médicos Guia para o acesso aos registros de Pacientes e Médicos e eliminação de dados duplicados no AstraLX 2011 Equipe Documentação Astra AstraLab 27/10/2011 Sumário Registro

Leia mais

Manual de Sistema - DDMantra

Manual de Sistema - DDMantra Prezado Cliente Bysoft Você acaba de adquirir um sistema de recuperação e consulta de informações automáticas do Mantra Neste material, você encontrará explicações de todos os recursos oferecidos pelo

Leia mais

MANUAL SISTEMA DE GERENCIAMENTO WWW.REDERENALI.COM.BR

MANUAL SISTEMA DE GERENCIAMENTO WWW.REDERENALI.COM.BR MANUAL SISTEMA DE GERENCIAMENTO WWW.REDERENALI.COM.BR MANUAL SISTEMA GERENCIAMENTO RENALI- Versão 3 Maio 2012 WWW.REDERENALI.COM.BR INTRODUÇÃO ACESSO VISÃO GERAL VISÃO DO PROJETO FORMULÁRIOS CADASTRO DE

Leia mais

Guia de Ambientação Março/2011

Guia de Ambientação Março/2011 Guia de Ambientação Março/2011 APRESENTAÇÃO Caro cursista, Bem vindo ao Guia de Ambientação. Este documento é dirigido a você, participante. Com ele, você conhecerá como está estruturada a interface de

Leia mais

E&L Nota Fiscal de Serviços Eletrônica. Manual do Ambiente do Prestador de Serviços do Município

E&L Nota Fiscal de Serviços Eletrônica. Manual do Ambiente do Prestador de Serviços do Município E&L Nota Fiscal de Serviços Eletrônica Manual do Ambiente do Prestador de Serviços do Município Após receber a confirmação de aceite do Credenciamento via e-mail já é possível efetuar o login no sistema

Leia mais

Manual do usuário (v 1.2.0) E-commerce

Manual do usuário (v 1.2.0) E-commerce Manual do usuário (v 1.2.0) E-commerce Sumário Acessando o sistema gerencial... 1 Enviando logomarca, banners e destaques... 1 Logomarca... 1 Destaques... 2 Banners... 3 Cadastrando produtos... 4 Embalagem...

Leia mais

Tutorial Report Express. Como iniciar o uso dos serviços fazer a diferença.

Tutorial Report Express. Como iniciar o uso dos serviços fazer a diferença. Tutorial Report Express Como iniciar o uso dos serviços fazer a diferença. Índice Apresentação Pág. 3 Passo 1 Pág. 4 Instalação do MasterDirect Integrações Passo 2 Pág. 8 Exportar clientes Linha Contábil

Leia mais

Impressoras Multifunções

Impressoras Multifunções 2011 Impressoras Multifunções Manual de Procedimentos Ctec ESES 13 08 2011 Impressoras Multifunções INDICE LIBERTAR AS IMPRESSÕES, COPIAR OU DIGITALIZAR 3 EFECTUAR CÓPIAS 5 EFECTUAR DIGITALIZAÇÕES ATRAVÉS

Leia mais

Pagamento - Fornecedor

Pagamento - Fornecedor Pagamento - Fornecedor MT-212-00137 - 1 Última Atualização 30/08/2014 I. Objetivos Após este módulo de capacitação você será capaz de: Carregar Documentos Fiscais Verificar o status de envio dos documentos

Leia mais

Manual do Visualizador NF e KEY BEST

Manual do Visualizador NF e KEY BEST Manual do Visualizador NF e KEY BEST Versão 1.0 Maio/2011 INDICE SOBRE O VISUALIZADOR...................................................... 02 RISCOS POSSÍVEIS PARA O EMITENTE DA NOTA FISCAL ELETRÔNICA.................

Leia mais

SSE 3.0 Guia Rápido Parametrizando o SISTEMA DE SECRETARIA Nesta Edição Configurando a Conexão com o Banco de Dados

SSE 3.0 Guia Rápido Parametrizando o SISTEMA DE SECRETARIA Nesta Edição Configurando a Conexão com o Banco de Dados SSE 3.0 Guia Rápido Parametrizando o SISTEMA DE SECRETARIA Nesta Edição 1 Configurando a Conexão com o Banco de Dados 2 Primeiro Acesso ao Sistema Manutenção de Usuários 3 Parametrizando o Sistema Configura

Leia mais

SCPI 8.0. Novas funcionalidades. Conciliação Bancária Automática:

SCPI 8.0. Novas funcionalidades. Conciliação Bancária Automática: SCPI 8.0 Novas funcionalidades A partir de agora o SCPI conta com algumas novas funcionalidades que valem a pena serem comentadas, e dar uma breve introdução de seu funcionamento. Entre elas podemos destacar:

Leia mais

Manual de Utilização

Manual de Utilização Universidade Regional Integrada do Alto Uruguai e das Missões URI Pró-Reitoria de Pesquisa, Extensão e Pós-Graduação PROPEPG Manual de Utilização Sistema de Projetos URI Módulo Projetos Versão 1 - Revisão

Leia mais

Índice. Atualizado em: 01/04/2015 Página: 1

Índice. Atualizado em: 01/04/2015 Página: 1 MANUAL DO USUÁRIO Índice 1. Introdução... 3 2. Acesso ao Sistema... 4 2.1. Instalação... 4 2.1.1. Servidor - Computador Principal... 4 2.1.2. Estação - Computador na Rede... 6 2.1.3. Estação - Mapeamento

Leia mais

Manual de uso do RM Portal Acessando o portal

Manual de uso do RM Portal Acessando o portal Manual de uso do RM Portal Acessando o portal 1º) Deve-se abrir um browser de internet (Utilizar o Internet Explorer para uma melhor visualização do portal). Após o browser aberto, deve-se digitar o endereço

Leia mais

Planilha Eletrônica Excel

Planilha Eletrônica Excel COLÉGIO LA SALLE CANOAS Técnico em Informática Planilha Eletrônica Excel Excel Prof. Valter N. Silva Colégio La Salle Canoas Página 2 1. NOÇÕES BÁSICAS O Microsoft Excel 7.0 é um programa de planilha eletrônica,

Leia mais