Subtítulo da Apresentação

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Subtítulo da Apresentação"

Transcrição

1 Subtítulo da Apresentação

2 MOTIVAÇÃO

3 METODOLOGIA 15 cidades analisadas Análise do valor médio dos imóveis cadastrados no VivaReal 15 cidades + 1,8 mi Maior Base de imóveis entre os portais Análise de Intenção de Compra e Aluguel com base nos contatos realizados no Portal 3

4 METODOLOGIA + 10 milhões de visitas mensais + 13 mil anunciantes milhões de contatos mensais 15 escritórios 4

5 DADOS MACRO

6 Dados Macro PIB Crescimento do PIB (%) Brasil 7,5 6,1 5,2-0,3 2,7 1,0 2,5 0,2 1, Previsão 2015 Fonte: World Bank O crescimento ocorrido em 2013 (de 2,5%) não se manteve em 2014, como se vê no gráfico acima. 6

7 Dados Macro INFLAÇÃO E JUROS % Inflação IPCA Nacional % Taxa Selic Anual ,60% ,00% ,40% ,25% ,20% ,00% ,40% ,75% 2015* 9,00% 2015* 14,00% Fonte: World Bank 2015* = PREVISÃO ANUAL Fonte: Banco Central Houve aumento da taxa de inflação, assim como da taxa Selic em

8 INDICADORES QUE IMPACTAM POSITIVAMENTE A DEMANDA POR IMÓVEIS NO PAÍS

9 Dados Macro POPULAÇÃO POR CLASSES % 10% 41% 15% 30% 38% 54% 49% 55% D/E C A/B Fonte: IBGE Aumento da renda da população, que causa o crescimento das classes A/B e também da classe C. 9

10 Dados Macro FINANCIAMENTO DE IMÓVEIS Financiamento de imóveis (% PIB) ,3% ,1% ,1% ,4% ,8% ,0% ,0% 2015* 2015* = PREVISÃO ANUAL 10,0% Fonte: Secovi Alguns fatores ajudaram na expansão do financiamento imobiliário no país, entre eles a ascensão da Classe C, o aumento do percentual de empregos formais e a estratégia de expansão das principais instituições financeiras do país. 10

11 Dados Macro VALORES FINANCIADOS Valores financiados (R$ bilhões) 8,1 8,9 8,2 7,9 9,1 8,3 9,8 9,7 11,1 9,1 10,4 10,0 10,5 9,1 10,2 10,1 9,1 9,4 10,6 10,1 10,3 9,0 6,7 5, JAN FEV MAR ABR MAI JUN JUL AGO SET OUT NOV DEZ Fonte: Abecip Não houve aumento significativo nos valores financiados entre 2013 e

12 Crédito imobiliário no PIB (%) Por País Reino Unido 2013 EUA 2013 Alemanha 2013 África do Sul 2013 Chile 2012 México 2013 Brasil 2014 Rússia ,0% 18,9% 9,8% 9,0% 3,8% 35,2% 62,1% 80,6% Fonte: Abecip Porém, apesar do crescimento nos últimos anos, o crédito imobiliário é relativamente baixo quando comparado ao PIB do país. 12

13 MERCADO IMOBILIÁRIO 2014

14 ,0 % 6,0 % 5,0 % 4,0 % 3,0 % 2,0 % 1,0 % 0,0 % -1,0% -2,0% Mercado PREÇO DE VENDA BRASIL Var %: +6,1% IPCA NAC: 6,4% 6,4% + 6,1% ,2% ,6% 2,9% 1,9% -0,9% -0,3% 1ºT ºT ºT ºT ºT ºT ºT ºT Apesar da valorização de preços por m², houve queda de variação percentual desde o 2º Trimestre de 2014, fazendo que o percentual de valorização do país no ano fosse abaixo do IPCA (6,4%) 15

15 20,5 0 20,0 0 19,5 0 19,0 0 18,5 0 18,0 0 17,5 0 3,5 % 3,0 % 2,5 % 2,0 % 1,5 % 1,0 % 0,5 % 0,0 % -0,5% -1,0% -1,5% -2,0% Mercado PREÇO DE ALUGUEL BRASIL Var %: +5,1% IGP-M: 3,7% 2,9% + 5,1% 2,1% 1,7% 19,44 19,67 1,2% 19,97 1,5% 19,86 18,43 18,82 18,57 18,89-0,5% -1,3% 1ºT ºT ºT ºT ºT ºT ºT ºT O mesmo aconteceu com imóveis para aluguel no país, com queda na variação percentual no último trimestre. Porém, a valorização no período foi acima do IGP-M (3,7%) 16

16 Preço médio por cidade Venda 2014 Brasília Rio de Janeiro São Paulo Recife Vitória Santos Salvador Porto Alegre Florianópolis Campinas Belo Horizonte Curitiba Fortaleza Ribeirão Preto Goiânia Brasília, Rio de Janeiro e São Paulo são as cidades com maior valor de m² para venda no país... 17

17 Preço médio por cidade Aluguel 2014 Rio de Janeiro São Paulo Brasília Santos Recife Salvador Porto Alegre Campinas Vitória Florianópolis Belo Horizonte Ribeirão Preto Curitiba Goiânia Fortaleza 35,90 32,98 29,03 26,83 24,29 21,54 19,86 18,66 18,64 17,69 16,28 15,83 15,00 12,90 44,12...a ordem destas três cidades é invertida no preço de aluguel, por m², onde Rio de Janeiro é a cidade mais cara e Brasília a terceira. 18

18 Mercado TAXA DE RETORNO DE ALUGUEL / COMPRA 7,2% 7,1% 6,4% 6,3% 5,6% 5,4% 5,4% 5,4% 5,2% 5,0% 4,9% 4,9% 4,4% 4,4% 3,9% Rio de Janeiro é a cidade com a maior taxa de retorno para quem investe em imóveis para aluguel.devido ao baixo valor de aluguel, Brasília possui taxa de 5,2%. 20

19 Mercado VA R I A Ç Ã O D E P R E Ç O V E N D A X I N F L A Ç Ã O N A C I O N A L 36,2% 35,2% IPCA NACIONAL ,0% 14,9% 13,9% 13,4% 11,0% 10,2% 10,0% 6,7% 6,4% 6,2% 2,1% 0,6% 6,4% -7,5% Consideramos os dados de Brasília entre o 2T14 e 4T14 Curitiba e Florianópolis valorizaram mais de 35% no período. Em uma análise rápida, poremos concluir que somente 4 cidades tiveram crescimento no preço médio de venda abaixo do IPCA (6,4%) no último ano, entre elas, o Rio de Janeiro. 21

20 Mercado VA R I A Ç Ã O D E P R E Ç O V E N D A X I N F L A Ç Ã O R E G I O N A L 36,2% 35,2% 16,0% 14,9% 13,9% 13,4% 11,0% 10,2% 10,0% 6,7% 6,4% 6,2% 6,7% 6,4% 6,4% 7,2% 6,4% 6,2% 6,8% 6,0% 6,3% 6,1% 6,4% 5,8% IPCA REGIONAL ,6% 5,9% 6,3% 2,1% 0,6% -7,5% Consideramos o IPCA Nacional nas cidades de: Campinas, Florianópolis, Santos e Ribeirão Preto Consideramos os dados de Brasília entre o 2T14 e 4T14 Mas devemos nos atentar aos indicadores regionais, que trazem diferentes conclusões e impactos para o mercado imobiliário. Nesse caso, a variação de preço em Salvador foi acima do IPCA Regional em

21 , 0% 12, 0% 10, 0% 8,0 % 6,0 % 4,0 % 2,0 % 0,0 % -2,0% Mercado VA R I A Ç Ã O D E V E N D A - C U R I T I B A Var %: +36,3% IPCA NAC: 6,4% IPCA REG: 6,7% 12,1% + 36,2% 11,7% ,6% ,3% 1,9% -0,4% 0,4% 1ºT ºT ºT ºT ºT ºT ºT ºT A valorização do primeiro semestre de 2014 foi o principal fator que fez a cidade ter a maior variação do país. Assim como o preço de vendas no Brasil, houve desaceleração nos últimos trimestres do ano. 23

22 , 0% 8,0 % 6,0 % 4,0 % 2,0 % 0,0 % -2,0% -4,0% -6,0% Mercado VA R I A Ç Ã O D E V E N D A R I O D E J A N E I R O Var %: +2,1% IPCA NAC: 6,4% IPCA REG: 7,6% + 2,1% ,6% ,6% ,6% 2,6% 2,7% 2,2% -5,2% 1ºT ºT ºT ºT ºT ºT ºT ºT A desvalorização de 5,2% no preço no 2º Trimestre de 2014 contribuiu para o Rio de Janeiro ser a 2º menor valorização de preços do país. Entre o 4 T13 e o 4 T14, a região valorizou abaixo do IPCA nacional e regional. 24

23 ,5 % 4,0 % 3,5 % 3,0 % 2,5 % 2,0 % 1,5 % 1,0 % 0,5 % 0,0 % Mercado VA R I A Ç Ã O D E V E N D A S Ã O PA U L O Var %: +6,7% IPCA NAC: 6,4% IPCA REG: 6,1% 4,0% 4,2% + 6,7% ,9% ,2% 2,8% ,6% 1,0% 1ºT ºT ºT ºT ºT ºT ºT ºT A instabilidade na variação dos preços em 2014 fez São Paulo ser a 5º menor valorização do país no período. Porém, sua valorização se manteve próxima aos índices de inflação nacional e regional. 25

24 Mercado L A N Ç A M E N T O S P R E Ç O S S Ã O PA U L O + 6,9% T13 1T14 2T14 3T14 4T14 Fonte: Secovi Assim como em vendas, ao longo de 2014 houve valorização positiva do preço médio de lançamentos em São Paulo, próxima aos índices nacional e regional de inflação. 26

25 Mercado T R A N S A Ç Ã O I M Ó V E I S U S A D O S X L A N Ç A M E N T O S Financiamento Imobiliário (Produção e Aquisição) SBPE - Em Unidades / São Paulo Capital 59% 41% Novos Usados Fonte: Abecip Muitas vezes, as conclusões sobre o mercado imobiliário são feitas em cima dos dados de lançamentos, mas o mercado de usados é maior. 27

26 ,0% -0,5% -1,0% -1,5% -2,0% -2,5% -3,0% -3,5% -4,0% -4,5% -5,0% Mercado VA R I A Ç Ã O D E V E N D A B R A S Í L I A Var %: -7,5% IPCA NAC: 6,4% IPCA REG: 6,3% -7,5% ,5% -3,1% ,5% 1ºT ºT ºT ºT Preço m² Variação Mesmo com a diminuição na valorização a partir do 3T14, o preço atual de Brasília é o mais alto do país. 28

27 Mercado VA R I A Ç Ã O D E P R E Ç O A L U G U E L X I N F L A Ç Ã O 20,4% 18,6% 13,6% 13,4% 11,8% 11,0% IGP-M ,1% 7,1% 5,7% 5,2% 4,1% 1,1% 0,2% 3,7% -5,0% -6,3% Em aluguéis, 4 cidades tiveram desvalorização real, sendo 2 cidades com desvalorização nominal em

28 25,0 0 20,0 0 15,0 0 10,0 0 5,00-10, 0% 8,0 % 6,0 % 4,0 % 2,0 % 0,0 % -2,0% -4,0% -6,0% Mercado VA R I A Ç Ã O D E A L U G U E L P O R T O A L E G R E Var %: +20,4% IGP-M: 3,7% 17,33 16,67 17,17 3,0% 17,89 18,37 4,2% 2,7% + 20,4% 8,9% 20,00 20,83 4,2% 21,54 3,4% -3,8% 1ºT ºT ºT ºT ºT ºT ºT ºT A valorização de 8,9% no preço no 2º Trimestre de 2014 contribuiu para que Porto Alegre seja a maior valorização de preços de aluguel no país... 30

29 37,0 0 36,0 0 35,0 0 34,0 0 33,0 0 32,0 0 31,0 0 30,0 0 29,0 0 4,0 % 3,5 % 3,0 % 2,5 % 2,0 % 1,5 % 1,0 % 0,5 % 0,0 % -0,5% Mercado VA R I A Ç Ã O D E A L U G U E L S Ã O PA U L O Var %: +4,1% IGP-M: 3,7% 2,6% 2,1% 3,4% 34,48 + 4,1% 34,85 34,81 35,71 2,6% 35,90 33,33 31,82 32,65 1,1% 0,5% -0,1% 1ºT ºT ºT ºT ºT ºT ºT ºT Já São Paulo teve o mesmo movimento de vendas com instabilidade nas valorizações e valorização próxima a taxa de inflação (IGP-M 3,7%) 31

30 50,0 0 45,0 0 40,0 0 35,0 0 30,0 0 25,0 0 20,0 0 15,0 0 10,0 0 5,00-15, 0% 10, 0% 5,0 % 0,0 % -5,0% -10,0% -15,0% Mercado VA R I A Ç Ã O D E A L U G U E L R I O D E J A N E I R O Var %: +13,4% IGP-M: 3,7% + 13,4% 38,71 41,67 7,6% 36,63 38,90 40,00 6,2% 2,8% 44,62 44,96 44,12 11,5% 0,8% -1,9% -12,1% 1ºT ºT ºT ºT ºT ºT ºT ºT No Rio de Janeiro, ao contrário de vendas, houve a 4º maior valorização de aluguel do país e percentual acima do IGP-M

31 34,00 33,00 32,00 31,00 30,00 29,00 28,00 27,00 10,0% 9,0% 8,0% 7,0% 6,0% 5,0% 4,0% 3,0% 2,0% 1,0% 0,0% Mercado VA R I A Ç Ã O D E A L U G U E L B R A S Í L I A Var %: +13,6% IGP-M: 3,7% + 13,6% 8,9% 32,67 32,98 3,3% 30,00 29,03 1,0% 1ºT ºT ºT ºT Preço m² Variação 33

32 OFERTA VS DEMANDA

33 Mercado O F E R TA X D E M A N D A - B R A S I L Metragem Venda Oferta 7% 41% 20% 11% 21% Demanda 15% 51% 17% 7% 10% até 50m² de 51 a 100m² de 101 a 150m² de 151 a 200m² acima de 200m² Mais da metade das pessoas procuram por imóveis entre 51 m² e 100 m², enquanto sua oferta é de 41%... 40

34 Mercado O F E R TA X D E M A N D A - B R A S I L Metragem Venda Oferta 18% 20% 13% 7% 42% até 50m² de 51 a 100m² de 101 a 150m² de 151 a 200m² acima de 200m² Demanda 20% 30% 13% 6% 31% 50% das pessoas procuram por imóveis até 100 m², enquanto sua oferta é de 38%... 41

35 Mercado O F E R TA X D E M A N D A - B R A S I L Nº Dormitórios Venda Oferta 6% 33% 44% 16% Demanda 7% 49% 36% 8% 1 dormitório 2 dormitórios 3 dormitórios 4 ou + dormitórios...da mesma forma, quase metade das pessoas procuram imóveis de 2 dormitórios, enquanto quase metade da oferta é de 3 dormitórios... 42

36 Mercado O F E R TA X D E M A N D A - B R A S I L Nº Dormitórios Venda Oferta 20% 17% 26% 38% ou mais Demanda 19% 27% 30% 24%...Em Brasília, mais da metade das pessoas procuram imóveis de acima de 3 dormitórios, alinhado com sua oferta... 43

37 Mercado O F E R TA X D E M A N D A - B R A S I L Metragem Aluguel Oferta 16% 44% 17% 8% 15% Demanda 31% 47% 13% 4% 6% até 50m² de 51 a 100m² de 101 a 150m² de 151 a 200m² acima de 200m²...Assim como vendas, os imóveis mais procurados no país são de 51 m² a 100 m²... 44

38 Mercado O F E R TA X D E M A N D A - B R A S I L Metragem Aluguel Oferta 43% 23% 9% 4% 22% até 50m² de 51 a 100m² de 101 a 150m² de 151 a 200m² acima de 200m² Demanda 48% 29% 7% 2% 13%...Ao contrário de Brasília, cuja demanda maior é de imóveis de até 50 m²... 45

39 Mercado O F E R TA X D E M A N D A - B R A S I L Nº Dormitórios Aluguel Oferta 19% 34% 35% 12% Demanda 25% 42% 26% 7% 1 dormitório 2 dormitórios 3 dormitórios 4 ou + dormitórios...e imóveis de 2 dormitórios... 46

40 Mercado O F E R TA X D E M A N D A - B R A S I L Nº Dormitórios Aluguel Oferta 48% 16% 13% 23% ou mais Demanda 51% 22% 16% 12%...Ou 1 dormitório, no caso de Brasília... 47

41 Mercado O F E R TA X D E M A N D A - B R A S I L Faixa de Preço Venda Oferta 4% 25% 20% 30% 20% Demanda 26% 42% 15% 13% 5% até R$ 170 mil de R$ 171 a R$ 350 mil de R$ 351 a R$ 500 mil de R$ 501 a R$ 1 milhão acima de R$ 1 milhão...destes, 68% das pessoas procuram por imóveis até R$ 350 mil......porém 70% da oferta é de imóveis acima de R$ 351 mil 48

42 Mercado O F E R TA X D E M A N D A - B R A S I L Faixa de Preço Venda 1% Oferta 12% 14% 27% 46% Demanda 7% 22% 18% 30% 25% até R$ 170 mil de R$ 171 a R$ 350 mil de R$ 351 a R$ 500 mil de R$ 501 a R$ 1 milhão acima de R$ 1 milhão 49

43 PERSPECTIVAS DO MERCADO IMOBILIÁRIO EM 2015

44 Pesquisa P E R S P E C T I VA S PA R A M E R C A D O Comparado a 2014, em 2015 como você acredita que se comportará o preço dos imóveis residenciais? Venda Aluguel 51

45 Pesquisa P R I M E I R O S D A D O S V E N D A Preço médio por cidade Venda 2015 (1T15) Brasilia Rio de Janeiro Sao Paulo Recife Vitoria Santos Salvador Florianopolis Porto Alegre Campinas Curitiba Belo Horizonte Fortaleza Goiania Ribeirao Preto

46 Pesquisa P R I M E I R O S D A D O S V E N D A 10,40% Variação de Preço por Cidade x IPCA Nacional ,84% 3,23% 2,79% 2,65% 3,50% 1,98% 1,64% 1,34% 1,31% 0,83% 0,67% 0,30% -0,27%-0,41% -1,52% 53

47 Pesquisa P R I M E I R O S D A D O S A L U G U E L Preço médio por cidade Aluguel 2015 (Fev) Rio de Janeiro Sao Paulo Brasilia Santos Recife Salvador Porto Alegre Campinas Florianopolis Vitoria Belo Horizonte Ribeirao Preto Curitiba Goiania Fortaleza R$ 42,86 R$ 36,76 R$ 33,19 R$ 29,85 R$ 26,67 R$ 24,42 R$ 21,67 R$ 20,00 R$ 18,82 R$ 18,33 R$ 17,50 R$ 16,67 R$ 15,87 R$ 15,24 R$ 12,86 54

48 Pesquisa P R I M E I R O S D A D O S A L U G U E L Variação de Preço por Cidade x IGP-M ,82% 2,42% 2,38% 1,61% 1,04% 0,96% 0,69% 0,64% 0,60% 0,54% 0,22% -0,36% -0,61% -1,09% -1,75% -2,86% 55

49 CONCLUSÕES

50 CONCLUSÕES Expectativa de desaceleração dos preços, mas com grande variação regional. A demanda por imóveis depende de indicadores macroeconômicos, como aumento de renda no país. Expectativa de continuação do crescimento da participação do financiamento imobiliário (%) no PIB. Desalinhamento entre oferta e demanda tende a se reduzir em longo prazo. Continuação dos investimento governamentais em habitação. 57

51 PERGUNTAS?

30 cidades analisadas

30 cidades analisadas MOTIVAÇÃO Metodologia 30 cidades analisadas Análise do valor médio dos imóveis cadastrados no VivaReal + 2 mi Maior Base de imóveis entre os portais Análise de Intenção de Compra e Aluguel com base nos

Leia mais

Subtítulo da Apresentação

Subtítulo da Apresentação Subtítulo da Apresentação MOTIVAÇÃO METODOLOGIA 15 cidades analisadas Análise do valor médio dos imóveis cadastrados no VivaReal 15 cidades + 1,8 mi Maior Base de imóveis entre os portais Análise de Intenção

Leia mais

BALANÇO DO MERCADO IMOBILIÁRIO 1º TRIMESTRE/2013. Versão CPE - ACCB/CCMA/JJA/MAB/RSO 1/37

BALANÇO DO MERCADO IMOBILIÁRIO 1º TRIMESTRE/2013. Versão CPE - ACCB/CCMA/JJA/MAB/RSO 1/37 BALANÇO DO MERCADO IMOBILIÁRIO 1º TRIMESTRE/2013 Versão 1005133-20100617 CPE - ACCB/CCMA/JJA/MAB/RSO 1/37 1/39 1/74 1/6 INFORMAÇÃO E CONHECIMENTO ECONOMIA PIB CRESCIMENTO NO ANO 8,0% 7,5% 7,0% 6,0% 5,0%

Leia mais

Análise e Perspectivas do Mercado Imobiliário

Análise e Perspectivas do Mercado Imobiliário Análise e Perspectivas do Mercado Imobiliário Celso Petrucci Economista-Chefe do Secovi-SP Foreci 02/06/2017 Cenário Econômico Principais indicadores econômicos PIB do Brasil -Taxa de crescimento no ano

Leia mais

Conjuntura Econômica e o Mercado Imobiliário

Conjuntura Econômica e o Mercado Imobiliário Conjuntura Econômica e o Mercado Imobiliário Ricardo Yazbek Vice Presidente do Secovi-SP IBAPE - 16/09/2016 Economia Produto Interno Bruto do Brasil (%) 0,5% 4,4% 1,4% 3,1% 1,1% 5,8% 3,2% 4,0% 6,1% 5,1%

Leia mais

Apresentação Índice Ademi-ES VivaReal VivaReal

Apresentação Índice Ademi-ES VivaReal VivaReal Apresentação O Índice Ademi-ES VivaReal é uma realização da Associação das Empresas do Mercado Imobiliário do Estado do Espírito Santo (Ademi-ES), com base no DMI - Dados do Mercado Imobiliário, gerado

Leia mais

Apresentação Índice Ademi-ES VivaReal VivaReal

Apresentação Índice Ademi-ES VivaReal VivaReal Apresentação O Índice Ademi-ES VivaReal é uma realização da Associação das Empresas do Mercado Imobiliário do Estado do Espírito Santo (Ademi-ES), com base no DMI - Dados do Mercado Imobiliário, gerado

Leia mais

DMI-VivaReal. Dados do Mercado Imobiliário 2013

DMI-VivaReal. Dados do Mercado Imobiliário 2013 DMI-VivaReal Dados do Mercado Imobiliário 2013 Dados do Mercado Imobiliário 2013 Metodologia Este é o primeiro relatório sobre o mercado imobiliário produzido pelo VivaReal. O objetivo deste relatório

Leia mais

Panorama do Mercado Imobiliário

Panorama do Mercado Imobiliário Panorama do Mercado Imobiliário Celso Petrucci Economista-Chefe do Secovi-SP Entendendo o Mercado Imobiliário Leis 4.380 (BNH) e 4.591 (Incorporação Imobiliária) Extinção do BNH Pré- 1964 1964 1966 1986

Leia mais

Cenário macroeconômico e a construção civil 29/5/2012

Cenário macroeconômico e a construção civil 29/5/2012 Cenário macroeconômico e a construção civil 29/5/2012 O papel da construção no desenvolvimento sustentado Há cinco anos, o setor da construção iniciou um ciclo virtuoso de crescimento: Esse ciclo foi pavimentado

Leia mais

Boletim Informativo de Crédito Imobiliário e Poupança

Boletim Informativo de Crédito Imobiliário e Poupança Boletim Informativo de Crédito Imobiliário e Poupança D A T A A B E C I P D E Z E M B R O, 2 0 1 6 D E S T A Q U E S D O M Ê S Poupança SBPE Captação Líquida: R$ 9,0 bilhões Saldo: R$ 516,0 bilhões Financiamentos

Leia mais

Mercado Imobiliário Brasil Situação, Tendências e Perspectivas. Nosso negócio é fazer negócios!

Mercado Imobiliário Brasil Situação, Tendências e Perspectivas. Nosso negócio é fazer negócios! Mercado Imobiliário Brasil Situação, Tendências e Perspectivas Não se gerencia o que não se mede, não se mede o que não se define, não se define o que não se entende, e não há sucesso no que não se gerencia

Leia mais

Release com embargo até 0h de 18/7/2017. Junho/2017

Release com embargo até 0h de 18/7/2017. Junho/2017 Release com embargo até 0h de 18/7/2017 Índice FipeZap de Locação encerra primeiro semestre abaixo da inflação Entre janeiro e junho, preço médio do aluguel registrou alta de 0,47%, face à inflação acumulada

Leia mais

Boletim Informativo de Crédito Imobiliário e Poupança

Boletim Informativo de Crédito Imobiliário e Poupança Boletim Informativo de Crédito Imobiliário e Poupança D A T A A B E C I P M A I O, 2 0 1 7 D E S T A Q U E S D O M Ê S São Paulo, 25 de maio de 2017 Crédito imobiliário totaliza R$ 3,13 bilhões em abril

Leia mais

Índice FipeZap registra novo recuo no preço do aluguel em julho

Índice FipeZap registra novo recuo no preço do aluguel em julho Índice FipeZap registra novo recuo no preço do aluguel em julho Cidades como Rio de Janeiro, Goiânia e Campinas têm queda acentuada em 2017 e puxam a média nacional para baixo O Índice FipeZap de Locação

Leia mais

Release com embargo até 0h de 15/9/2017. Agosto/2017

Release com embargo até 0h de 15/9/2017. Agosto/2017 Release com embargo até 0h de 15/9/2017 Preço médio do aluguel cai novamente em agosto Média dos preços de 15 cidades tem nova retração, mas algumas cidades já têm aumentos acima da inflação em 2017 O

Leia mais

Preço do aluguel residencial tem nova alta em fevereiro Aumento no preço do locação, entretanto, foi novamente inferior à inflação no período

Preço do aluguel residencial tem nova alta em fevereiro Aumento no preço do locação, entretanto, foi novamente inferior à inflação no período Preço do aluguel residencial tem nova alta em fevereiro Aumento no preço do locação, entretanto, foi novamente inferior à inflação no período Segundo o Índice FipeZap de Locação que acompanha o preço de

Leia mais

Boletim Informativo de Crédito Imobiliário e Poupança

Boletim Informativo de Crédito Imobiliário e Poupança Boletim Informativo de Crédito Imobiliário e Poupança D A T A A B E C I P J U N H O, 2 0 1 7 D E S T A Q U E S D O M Ê S Poupança SBPE Captação Líquida: R$ 173 milhões Saldo: R$ 517,6 bilhões Financiamentos

Leia mais

Índice FipeZap de setembro aponta quarto recuo consecutivo no preço do aluguel

Índice FipeZap de setembro aponta quarto recuo consecutivo no preço do aluguel Índice FipeZap de setembro aponta quarto recuo consecutivo no preço do aluguel Com nova retração, preço dos aluguéis acumula variação de -0,36%, em 2017, e de -0,66%, nos últimos 12 meses O Índice FipeZap

Leia mais

Momento Econômico e Perspectivas de um Novo Mercado. Celso Petrucci Economista-Chefe do Secovi-SP VPITU. 27/10/2016 Construindo o Grande ABC

Momento Econômico e Perspectivas de um Novo Mercado. Celso Petrucci Economista-Chefe do Secovi-SP VPITU. 27/10/2016 Construindo o Grande ABC Momento Econômico e Perspectivas de um Novo Mercado Celso Petrucci Economista-Chefe do Secovi-SP 27/10/2016 Construindo o Grande ABC VPITU Economia 2 Atividade econômica - % de crescimento do PIB no Brasil

Leia mais

Boletim Informativo de Crédito Imobiliário e Poupança

Boletim Informativo de Crédito Imobiliário e Poupança Boletim Informativo de Crédito Imobiliário e Poupança D A T A A B E C I P M A I O, 2 0 1 6 D E S T A Q U E S D O M Ê S São Paulo, 28 de junho de 2016 Em maio, crédito imobiliário somou R$ 3,9 bilhões Poupança

Leia mais

FRANCHISING PA N O R A M A E P R O J E Ç Õ E S

FRANCHISING PA N O R A M A E P R O J E Ç Õ E S FRANCHISING PA N O R A M A E P R O J E Ç Õ E S CENÁRIO MACROECONÔMICO Índice de confiança do consumidor (set/17- set/16): + 3,0** IPCA 3,06 % PROJEÇÕES para 2017 PIB 0,73% Índice de confiança empresarial

Leia mais

Índice FipeZap de Locação registra leve alta em abril Como nos meses anteriores, comportamento do preço médio de locação se manteve abaixo da inflação

Índice FipeZap de Locação registra leve alta em abril Como nos meses anteriores, comportamento do preço médio de locação se manteve abaixo da inflação Índice FipeZap de Locação registra leve alta em abril Como nos meses anteriores, comportamento do preço médio de locação se manteve abaixo da inflação Segundo o Índice FipeZap de Locação que acompanha

Leia mais

Crédito Imobiliário Bradesco Apresentação BBI São Paulo, 11 de abril 2017

Crédito Imobiliário Bradesco Apresentação BBI São Paulo, 11 de abril 2017 Bradesco Apresentação BBI São Paulo, 11 de abril 2017 Pilares de Sustentação 1.Ambiente Econômico 2.Funding 3.Segurança Jurídica CRÉDITO IMOBILIÁRIO 2 Ambiente Econômico 2017 Inflação Taxa de Juros Renda

Leia mais

Índice FipeZap de Locação mantém-se próximo à estabilidade em maio

Índice FipeZap de Locação mantém-se próximo à estabilidade em maio Índice FipeZap de Locação mantém-se próximo à estabilidade em maio Nós últimos 12 meses, preço médio do aluguel recuou 1,65%, face à inflação acumulada de 3,6% no período O Índice FipeZap de Locação que

Leia mais

Release com embargo até 0h de 18/4/2017. Março/2017

Release com embargo até 0h de 18/4/2017. Março/2017 Release com embargo até 0h de 18/4/2017 Preço de locação acumula alta de 0,47% no primeiro trimestre do ano A variação, entretanto, ainda é inferior à inflação acumulada para o período, segundo o IBGE

Leia mais

ÍNDICE 1 INDICADORES DA CONSTRUÇÃO CIVIL... 2

ÍNDICE 1 INDICADORES DA CONSTRUÇÃO CIVIL... 2 EDIÇÃO MERCADO Nº 13 JANEIRO 2017 1 ÍNDICE 1 INDICADORES DA CONSTRUÇÃO CIVIL... 2 1.1 PARÁ JANEIRO 2017... 2 1.1.1 VARIAÇÃO ANUAL ACUMULADA ONERADO E DESONERADO... 3 1.1.2 VARIAÇÃO ACUMULADA DO - 12 MESES...

Leia mais

REALIDADE DO CENÁRIO DO MERCADO IMOBILIÁRIO HABITACIONAL NO BRASIL

REALIDADE DO CENÁRIO DO MERCADO IMOBILIÁRIO HABITACIONAL NO BRASIL REALIDADE DO CENÁRIO DO MERCADO IMOBILIÁRIO HABITACIONAL NO BRASIL Engº Emmanuel Braz ebrazengenharia@gmail.com Outubro/2015 Risco no mercado Imobiliário Brasileiro? Todo o mercado imobiliário, sempre

Leia mais

Construção civil: balanço e perspectivas 2/12/2013

Construção civil: balanço e perspectivas 2/12/2013 Construção civil: balanço e perspectivas 2/12/2013 Balanço 2013 As expectativas eram modestas Lançamentos e vendas no mercado imobiliário voltam a crescer; Investimentos em infraestrutura crescem mais

Leia mais

Preço anunciado do m 2 tem queda real no primeiro semestre de 2014

Preço anunciado do m 2 tem queda real no primeiro semestre de 2014 Preço anunciado do m 2 tem queda real no primeiro semestre de 2014 Variação no preço dos imóveis é menor do que a inflação nos seis primeiros meses do ano O aumento anual do preço médio do m 2 anunciado

Leia mais

Boletim Informativo de Crédito Imobiliário e Poupança

Boletim Informativo de Crédito Imobiliário e Poupança Boletim Informativo de Crédito Imobiliário e Poupança D A T A A B E C I P F E V E R E I R O, 2 0 1 7 D E S T A Q U E S D O M Ê S São Paulo, 24 de março de 2017 Crédito imobiliário totaliza R$ 2,95 bilhões

Leia mais

DEMONSTRATIVO DE CÁLCULO DE APOSENTADORIA - FORMAÇÃO DE CAPITAL E ESGOTAMENTO DAS CONTRIBUIÇÕES

DEMONSTRATIVO DE CÁLCULO DE APOSENTADORIA - FORMAÇÃO DE CAPITAL E ESGOTAMENTO DAS CONTRIBUIÇÕES Página 1 de 28 Atualização: da poupança jun/81 1 133.540,00 15,78 10,00% 13.354,00 10,00% 13.354,00 26.708,00-0,000% - 26.708,00 26.708,00 26.708,00 jul/81 2 133.540,00 15,78 10,00% 13.354,00 10,00% 13.354,00

Leia mais

Índice. Janeiro/2017

Índice. Janeiro/2017 Índice Janeiro/2017 Preço do aluguel residencial tem primeira alta depois de 20 meses Após quase dois anos de variações mensais negativas, Índice FipeZap de Locação registra aumento em janeiro Os preços

Leia mais

Conjuntura Econômica e Mercado Imobiliário. Celso Petrucci. Economista-Chefe do Secovi-SP

Conjuntura Econômica e Mercado Imobiliário. Celso Petrucci. Economista-Chefe do Secovi-SP Conjuntura Econômica e Mercado Imobiliário Celso Petrucci Economista-Chefe do Secovi-SP Entendendo o Mercado Imobiliário Leis 4.380 (BNH) e 4.591 (Incorporação Imobiliária) Pré - 1964 Mercado Desregulado

Leia mais

Variação do preço do m 2 perde novamente para a inflação em outubro

Variação do preço do m 2 perde novamente para a inflação em outubro Variação do preço do m 2 perde novamente para a inflação em outubro Média de 20 cidades indica aumento de 0,45% no 10º mês do ano; São Paulo e Rio de Janeiro mostraram a menor variação mensal desde 2008

Leia mais

Para Onde Caminha a Demanda?

Para Onde Caminha a Demanda? Para Onde Caminha a Demanda? Comissão da Indústria Imobiliária Data: 23/maio/2014 Demanda O que move o mercado imobiliário? Dinâmica familiar: processo de formação de novas famílias, que é influenciado

Leia mais

PRÓ-TRANSPORTE - MOBILIDADE URBANA - PAC COPA 2014 - CT 318.931-88/10

PRÓ-TRANSPORTE - MOBILIDADE URBANA - PAC COPA 2014 - CT 318.931-88/10 AMPLIAÇÃO DA CENTRAL DE Simpl Acum Simpl Acum jul/10 a jun/11 jul/11 12 13 (%) (%) (%) (%) 1.72.380,00 0,00 0,00 0,00 361.00,00 22,96 22,96 1/11 AMPLIAÇÃO DA CENTRAL DE ago/11 Simpl Acum Simpl Acum Simpl

Leia mais

INTELIGÊNCIA IMOBILIÁRIA

INTELIGÊNCIA IMOBILIÁRIA RELATÓRIO DE INTELIGÊNCIA IMOBILIÁRIA Rio de Janeiro Março - 2017 Ano 1 Edição 12 Somos referência e uma das maiores empresas em gestão condominial e negócios imobiliários do Brasil, levando solidez e

Leia mais

INTELIGÊNCIA IMOBILIÁRIA

INTELIGÊNCIA IMOBILIÁRIA RELATÓRIO DE INTELIGÊNCIA IMOBILIÁRIA Rio de Janeiro Maio - 2017 Ano 2 Edição 14 Somos referência e uma das maiores empresas em gestão condominial e negócios imobiliários do Brasil, levando solidez e eficiência

Leia mais

INTELIGÊNCIA IMOBILIÁRIA

INTELIGÊNCIA IMOBILIÁRIA RELATÓRIO DE INTELIGÊNCIA IMOBILIÁRIA Rio de Janeiro Julho - 2017 Ano 2 Edição 16 Somos referência e uma das maiores empresas em gestão condominial e negócios imobiliários do Brasil, levando solidez e

Leia mais

PRÓ-TRANSPORTE - MOBILIDADE URBANA - PAC COPA 2014 - CT 318.931-88/10

PRÓ-TRANSPORTE - MOBILIDADE URBANA - PAC COPA 2014 - CT 318.931-88/10 AMPLIAÇÃO DA CENTRAL DE Simpl Acum Simpl Acum jul/10 a jun/11 jul/11 12 13 (%) (%) (%) (%) 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 1/11 AMPLIAÇÃO DA CENTRAL DE ago/11 Simpl Acum Simpl Acum Simpl Acum 14 set/11 15

Leia mais

1º semestre de 2015 Curitiba, 05 de agosto de 2015

1º semestre de 2015 Curitiba, 05 de agosto de 2015 1º semestre de 2015 Curitiba, 05 de agosto de 2015 PIB em trajetória de queda; Produção em retração; Crescimento do desemprego; Aumento dos juros; Inflação em crescimento; Retração dos investimentos; Queda

Leia mais

ÍNDICE 1 INDICADORES DA CONSTRUÇÃO CIVIL... 2

ÍNDICE 1 INDICADORES DA CONSTRUÇÃO CIVIL... 2 EDIÇÃO MERCADO Nº 5 MAIO 216 1 ÍNDICE 1 INDICADORES DA CONSTRUÇÃO CIVIL... 2 1.1 PARÁ MAIO 216... 2 1.1.1 VARIAÇÃO ANUAL ACUMULADA ONERADO E DESONERADO... 3 1.1.2 VARIAÇÃO ACUMULADA DO - 12 MESES... 3

Leia mais

Boletim Informativo de Crédito Imobiliário e Poupança

Boletim Informativo de Crédito Imobiliário e Poupança Boletim Informativo de Crédito Imobiliário e Poupança D A T A A B E C I P N O V E M B R O, 2 0 1 6 D E S T A Q U E S D O M Ê S Poupança SBPE Captação Líquida: R$ 2,6 bilhões Saldo: R$ 503,8 bilhões Financiamentos

Leia mais

Panorama da Economia Brasileira

Panorama da Economia Brasileira Panorama da Economia Brasileira Nelson Barbosa Secretário de Política Econômica Brasília, 23 de novembro de 2009 1 PRODUÇÃO INDUSTRIAL Índice com ajuste sazonal (jan/2007 = 100) 115 110 110,9 105 101,89

Leia mais

INTELIGÊNCIA IMOBILIÁRIA

INTELIGÊNCIA IMOBILIÁRIA RELATÓRIO DE INTELIGÊNCIA IMOBILIÁRIA Rio de Janeiro Novembro - 2016 Ano 1 Edição 9 Somos referência e uma das maiores empresas em gestão condominial e negócios imobiliários do Brasil, levando solidez

Leia mais

Índice FipeZap amplia cobertura e passa a monitorar preços em 16 cidades; Seis delas tiveram queda real de preços em janeiro

Índice FipeZap amplia cobertura e passa a monitorar preços em 16 cidades; Seis delas tiveram queda real de preços em janeiro Índice FipeZap amplia cobertura e passa a monitorar preços em 16 cidades; Seis delas tiveram queda real de preços em janeiro A partir do mês de janeiro de 2013, o Índice FipeZap Ampliado passa a ser divulgado

Leia mais

INDICADORES ECONÔMICOS

INDICADORES ECONÔMICOS INDICADORES ECONÔMICOS Índice de Preços IGP-M IGP-DI Mensal No ano Em 12 meses Mensal No ano Em 12 meses Jan. 0,39 0,39 11,87 0,33 0,33 11,61 Fev. 0,30 0,69 11,43 0,40 0,74 10,86 Mar. 0,85 1,55 11,12 0,99

Leia mais

RESIDENCIAL - LOCAÇÃO. Julho/2016

RESIDENCIAL - LOCAÇÃO. Julho/2016 RESIDENCIAL - LOCAÇÃO Julho/2016 Destaques do mês Primeiro semestre tem a maior queda no preço de locação em 9 anos No acumulado até junho, o preço médio de locação recuou 1,78% em 11 cidades pesquisadas

Leia mais

Mercado Imobiliário. Celso Petrucci. Economista-Chefe do SecoviSP. 16ª Conferência Internacional da LARES

Mercado Imobiliário. Celso Petrucci. Economista-Chefe do SecoviSP. 16ª Conferência Internacional da LARES Mercado Imobiliário Celso Petrucci Economista-Chefe do SecoviSP 16ª Conferência Internacional da LARES Economia 2 Atividade econômica - de crescimento do PIB no Brasil Impeachment da Presidente Dilma Roussef

Leia mais

e Indicadores Brasileiros Nº 1/2 Junho de 2012

e Indicadores Brasileiros Nº 1/2 Junho de 2012 Notícias do Comércio Internacional e Indicadores Brasileiros Nº 1/2 Junho de 2012 Sindmóveis - Projeto Orchestra Brasil www.sindmoveis.com.br www.orchestrabrasil.com.br Realização: inteligenciacomercial@sindmoveis.com.br

Leia mais

INTELIGÊNCIA IMOBILIÁRIA

INTELIGÊNCIA IMOBILIÁRIA RELATÓRIO DE INTELIGÊNCIA IMOBILIÁRIA Rio de Janeiro Agosto - 2017 Ano 2 Edição 17 Somos referência e uma das maiores empresas em gestão condominial e negócios imobiliários do Brasil, levando solidez e

Leia mais

Índices de Preços. Em 12

Índices de Preços. Em 12 Indicadores econômicos Índices de Preços IPC/FIPE IPCA Período Em 12 Em 12 Mensal No ano Mensal No ano meses meses Jan. 0,52 0,52 4,27 0,54 0,54 4,56 Fev. 0,19 0,71 4,12 0,49 1,03 4,61 Mar. 0,31 1,02 4,33

Leia mais

Preço do m 2 perde para a inflação na maioria das cidades em novembro

Preço do m 2 perde para a inflação na maioria das cidades em novembro Preço do m 2 perde para a inflação na maioria das cidades em novembro Apenas 9 das 20 cidades pesquisadas têm aumento mensal superior ao esperado para a inflação O Índice FipeZap Ampliado, que acompanha

Leia mais

COLETIVA DE IMPRENSA. 1º semestre de São Paulo 26 de Julho de Gilberto Duarte de Abreu Filho Presidente

COLETIVA DE IMPRENSA. 1º semestre de São Paulo 26 de Julho de Gilberto Duarte de Abreu Filho Presidente COLETIVA DE IMPRENSA 1º semestre de 2017 Gilberto Duarte de Abreu Filho Presidente São Paulo 26 de Julho de 2017 1 PAUTA 1) Conjuntura Econômica 2) Financiamento Imobiliário 3) Funding 4) Inadimplência

Leia mais

ÍNDICE 1 INDICADORES DA CONSTRUÇÃO CIVIL... 2

ÍNDICE 1 INDICADORES DA CONSTRUÇÃO CIVIL... 2 EDIÇÃO MERCADO Nº 02 FEVEREIRO 2016 1 ÍNDICE 1 INDICADORES DA CONSTRUÇÃO CIVIL... 2 1.1 PARÁ - FEVEREIRO 2016... 2 1.1.1 VARIAÇÃO ANUAL ACUMULADA ONERADO E DESONERADO... 3 1.1.2 VARIAÇÃO ACUMULADA DO -

Leia mais

Conjuntura Nacional e Internacional Escola Florestan Fernandes, Guararema, 3 de julho de º. PLENAFUP

Conjuntura Nacional e Internacional Escola Florestan Fernandes, Guararema, 3 de julho de º. PLENAFUP Conjuntura Nacional e Internacional Escola Florestan Fernandes, Guararema, 3 de julho de 2015 5º. PLENAFUP Economia Brasileira I.54 - Índice de Atividade Econômica do Banco Central (IBC-Br) Período Índice

Leia mais

Coletiva de Imprensa. Resultados de 2016 e Perspectivas para Gilberto Duarte de Abreu Filho Presidente. São Paulo, 24 de Janeiro de 2017

Coletiva de Imprensa. Resultados de 2016 e Perspectivas para Gilberto Duarte de Abreu Filho Presidente. São Paulo, 24 de Janeiro de 2017 Coletiva de Imprensa Resultados de 2016 e Perspectivas para 2017 Gilberto Duarte de Abreu Filho Presidente São Paulo, 24 de Janeiro de 2017 Índice 1. Conjuntura Econômica 2. Construção Civil 3. Financiamento

Leia mais

Boletim Informativo de Crédito Imobiliário e Poupança

Boletim Informativo de Crédito Imobiliário e Poupança Boletim Informativo de Crédito Imobiliário e Poupança D A T A A B E C I P A G O S T O, 2 0 1 6 D E S T A Q U E S D O M Ê S Poupança SBPE Captação Líquida: - R$ 3,5 bilhões Saldo: R$ 495,4 bilhões Financiamentos

Leia mais

Índices de Preços. Em 12

Índices de Preços. Em 12 Indicadores econômicos Índices de Preços IPC/FIPE IPCA Período Em 12 Em 12 Mensal No ano Mensal No ano meses meses Jan. 0,52 0,52 4,27 0,54 0,54 4,56 Fev. 0,19 0,71 4,12 0,49 1,03 4,61 Mar. 0,31 1,02 4,33

Leia mais

INDICADORES ECONÔMICOS

INDICADORES ECONÔMICOS INDICADORES ECONÔMICOS Índices de Preços IGP-M IGP-DI Mensal No ano Em 12 meses Mensal No ano Em 12 meses Jan. 0,39 0,39 11,87 0,33 0,33 11,61 Fev. 0,30 0,69 11,43 0,40 0,74 10,86 Mar. 0,85 1,55 11,12

Leia mais

Workshop IBBA : Classe C

Workshop IBBA : Classe C (*) Veja última página para informações de investidor e completa listagem da equipe. Workshop IBBA : Classe C Ilan Goldfajn Economista-chefe Itaú Unibanco Roteiro Cenário internacional de ajuste de transações

Leia mais

Índices de Preços. Em 12

Índices de Preços. Em 12 Indicadores econômicos Índices de Preços IPC/FIPE IPCA Período Em 12 Em 12 Mensal No ano Mensal No ano meses meses Jan. 0,46 0,46 6,27 0,48 0,48 5,84 Fev. 0,27 0,73 5,52 0,55 1,03 5,90 Mar. 0,40 1,14 6,28

Leia mais

meses Maio 1,23 2,82 5,41 0,79 2,88 5,58 Jun. 0,96 3,81 5,84 0,74 3,64 6,06 Jul. 0,45 4,27 6,03 0,53 4,19 6,

meses Maio 1,23 2,82 5,41 0,79 2,88 5,58 Jun. 0,96 3,81 5,84 0,74 3,64 6,06 Jul. 0,45 4,27 6,03 0,53 4,19 6, Indicadores econômicos Índices de Preços IPC/FIPE IPCA Período Em 12 Em 12 Mensal No ano Mensal No ano meses meses Maio 1,23 2,82 5,41 0,79 2,88 5,58 Jun. 0,96 3,81 5,84 0,74 3,64 6,06 Jul. 0,45 4,27 6,03

Leia mais

RESIDENCIAL - LOCAÇÃO. Agosto/2016

RESIDENCIAL - LOCAÇÃO. Agosto/2016 RESIDENCIAL - LOCAÇÃO Destaques do mês Valor do aluguel está no nível de 3 anos atrás Preço médio do m 2 anunciado em agosto foi de R$ 30,13, mesmo valor registrado em abril de 2013 Os preços de locação

Leia mais

RESIDENCIAL - LOCAÇÃO. Outubro/2016

RESIDENCIAL - LOCAÇÃO. Outubro/2016 RESIDENCIAL - LOCAÇÃO Destaques do mês Preço médio do aluguel residencial completa 18 meses de queda Índice FipeZap de Locação cai 0,17% em outubro; nos últimos 12 meses a queda é de 3,80% Os preços de

Leia mais

Coletiva de Imprensa. Balanço de 2014 Expectativas para 2015

Coletiva de Imprensa. Balanço de 2014 Expectativas para 2015 Coletiva de Imprensa Balanço de 2014 Expectativas para 2015 Octavio de Lazari Junior Presidente São Paulo, 21 de Janeiro de 2015 Sumário 1. Cenário Macroeconômico 2. Construção Civil 3. Mercado de Crédito

Leia mais

Balanço Anual 2016 e Perspectivas Coletiva de Imprensa 06/02/2017

Balanço Anual 2016 e Perspectivas Coletiva de Imprensa 06/02/2017 Balanço Anual 2016 e Perspectivas 2017 Coletiva de Imprensa 06/02/2017 O PANO DE FUNDO INTERNACIONAL: PIB TRIMESTRAL Comparativo Internacional (Variação % em volume em relação aos 4 trimestres imediatamente

Leia mais

Índice. Novembro/2016

Índice. Novembro/2016 Índice Destaques do mês Preço dos imóveis continuam a não conseguir acompanhar a inflação Sete das vinte cidades pesquisadas tiveram variação negativa nos preços em novembro O Índice FipeZap que acompanha

Leia mais

IMOVELWEB INDEX CURITIBA RELATÓRIO DE MERCADO MAIO 2017

IMOVELWEB INDEX CURITIBA RELATÓRIO DE MERCADO MAIO 2017 IMOVELWEB INDEX CURITIBA RELATÓRIO DE MERCADO MAIO 2017 RESUMO TENDÊNCIAS DESTACADAS VENDA O preço médio em Curitiba ficou R$ 4.625/m2, 3.1% acima que um ano atrás. 7 das 9 regiões da cidade registraram

Leia mais

Retomada do Crescimento e Reformas Estruturais

Retomada do Crescimento e Reformas Estruturais Retomada do Crescimento e Reformas Estruturais Henrique Meirelles Ministro da Agosto, 2017. Crescimento de Curto Prazo 2 fev-14 abr-14 jun-14 ago-14 out-14 dez-14 fev-15 abr-15 jun-15 ago-15 out-15 dez-15

Leia mais

SINCOR-SP 2016 SETEMBRO 2016 CARTA DE CONJUNTURA DO SETOR DE SEGUROS

SINCOR-SP 2016 SETEMBRO 2016 CARTA DE CONJUNTURA DO SETOR DE SEGUROS SETEMBRO 2016 CARTA DE CONJUNTURA DO SETOR DE SEGUROS 1 Sumário Palavra do presidente... 3 Objetivo... 4 1. Carta de Conjuntura... 5 2. Estatísticas dos Corretores de SP... 6 3. Análise macroeconômica...

Leia mais

Destaques do mês. Agosto/2016

Destaques do mês. Agosto/2016 Destaques do mês Em 2016, preço médio do m2 perde da inflação em todas as cidades pesquisadas Crescimento do m2 no ano foi de apenas 0,14%. No mesmo período, inflação esperada atinge 5,40% O Índice FipeZap

Leia mais

Balanço das Exportações e Importações Brasileiras de Rochas Ornamentais no Período Janeiro-Agosto de

Balanço das Exportações e Importações Brasileiras de Rochas Ornamentais no Período Janeiro-Agosto de Informe 11/214 Balanço das Exportações e Importações Brasileiras de Rochas Ornamentais no Período Janeiro-Agosto de 214 Associação Brasileira da Indústria de Rochas Ornamentais ABIROCHAS Avenida Paulista,

Leia mais

O Sistema de Metas de Inflação No Brasil. - Como funciona o sistema de metas e seus resultados no Brasil ( ).

O Sistema de Metas de Inflação No Brasil. - Como funciona o sistema de metas e seus resultados no Brasil ( ). O Sistema de Metas de Inflação No Brasil - Como funciona o sistema de metas e seus resultados no Brasil (1999-2007). - Desempenho recente: a relação juros-câmbio. - Aceleração do crescimento econômico

Leia mais

Cenário Macroeconômico 2006 Janeiro de 2006

Cenário Macroeconômico 2006 Janeiro de 2006 Cenário Macroeconômico 2006 Janeiro de 2006 1 Cenário Econômico Regra básica: Cenário Internacional é dominante. Oscilações de curto prazo são determinadas exogenamente. 2 Cenário Internacional União monetária

Leia mais

Nova queda do PIB não surpreende mercado

Nova queda do PIB não surpreende mercado Nova queda do PIB não surpreende mercado Os dados do Produto Interno Bruto (PIB) divulgados pelo Instituto Brasileiro de Estatística e Geografia (IBGE) nesta primeira semana de março mostram a tendência

Leia mais

Superintendência de Planejamento, Orçamento e Custos

Superintendência de Planejamento, Orçamento e Custos Superintendência de Planejamento, Orçamento e Custos Atividade Econômica PIB - Crescimento anual (%) 4, 4,1 4,5 3,2 3,1 3,5 2,1 1,7 2, 4,8 3,6 2, 2 211 212 213 214 215 216 217* 218* * Projeções do FMI

Leia mais

DATA DIA DIAS DO FRAÇÃO DATA DATA HORA DA INÍCIO DO ANO JULIANA SIDERAL T.U. SEMANA DO ANO TRÓPICO 2450000+ 2460000+

DATA DIA DIAS DO FRAÇÃO DATA DATA HORA DA INÍCIO DO ANO JULIANA SIDERAL T.U. SEMANA DO ANO TRÓPICO 2450000+ 2460000+ CALENDÁRIO, 2015 7 A JAN. 0 QUARTA -1-0.0018 7022.5 3750.3 1 QUINTA 0 +0.0009 7023.5 3751.3 2 SEXTA 1 +0.0037 7024.5 3752.3 3 SÁBADO 2 +0.0064 7025.5 3753.3 4 DOMINGO 3 +0.0091 7026.5 3754.3 5 SEGUNDA

Leia mais

O crédito imobiliário e as instituições financeiras de médio porte. Março de 2014

O crédito imobiliário e as instituições financeiras de médio porte. Março de 2014 O crédito imobiliário e as instituições financeiras de médio porte Março de 2014 SUSTENTABILIDADE DO CRÉDITO 60% Crédito Total/PIB (%) e Variação em 12 meses (%) 56,1% 50% 45,4% 40% 36,6% 34,1% 30% 31,4%

Leia mais

Coletiva de Imprensa. Financiamento Imobiliário 1º Semestre de São Paulo 26 de Julho de Gilberto Duarte de Abreu Filho Presidente

Coletiva de Imprensa. Financiamento Imobiliário 1º Semestre de São Paulo 26 de Julho de Gilberto Duarte de Abreu Filho Presidente Coletiva de Imprensa Financiamento Imobiliário 1º Semestre de 2016 Gilberto Duarte de Abreu Filho Presidente São Paulo 26 de Julho de 2016 Índice 1 2 3 4 5 6 Conjuntura Construção Civil Financiamento Imobiliário

Leia mais

Construção civil: cenário atual e perspectivas 06/05/2015

Construção civil: cenário atual e perspectivas 06/05/2015 Construção civil: cenário atual e perspectivas 06/05/2015 Crescimento chinês da construção Taxa de crescimento entre 2007 a 2012 90% 82,61% 83,30% 80% 76,70% 70% 68,07% 60% 50% 40% 41,8% 30% 20% 10% 9,95%

Leia mais

INTELIGÊNCIA IMOBILIÁRIA

INTELIGÊNCIA IMOBILIÁRIA RELATÓRIO DE INTELIGÊNCIA IMOBILIÁRIA Rio de Janeiro Janeiro - 2017 Ano 1 Edição 10 Somos referência e uma das maiores empresas em gestão condominial e negócios imobiliários do Brasil, levando solidez

Leia mais

Seminário Setorial de Construção Civil. Carlos Antônio Vieira Fernandes Gerente Nacional GECRI 05 OUT 10

Seminário Setorial de Construção Civil. Carlos Antônio Vieira Fernandes Gerente Nacional GECRI 05 OUT 10 Seminário Setorial de Construção Civil Carlos Antônio Vieira Fernandes Gerente Nacional GECRI 05 OUT 10 O papel da CEF como fomentador e financiador do setor; Evolução dos investimentos do setor Perspectivas

Leia mais

Preços dos imóveis residenciais têm alta de 0,13% em fevereiro

Preços dos imóveis residenciais têm alta de 0,13% em fevereiro Preços dos imóveis residenciais têm alta de 0,13% em fevereiro Aumento, entretanto, ainda é inferior à inflação esperada para o mês; nos últimos 12 meses, preços subiram 0,84% O Índice FipeZap que acompanha

Leia mais

BALANÇO DO MERCADO IMOBILIÁRIO

BALANÇO DO MERCADO IMOBILIÁRIO BALANÇO DO MERCADO IMOBILIÁRIO 2001 2010 A DÉCADA DA RETOMADA CELSO PETRUCCI Diretor Executivo Economista-chefe do Secovi-SP Versão 1005133-20100617 CPE CPE - ACCB/CCMA/JJA/MAB/RSO - ACCB/JJA/MAB/RSO 1/37

Leia mais

1. Mercado e Construção Civil. 2. Números do Crédito Imobiliário. 3. Informações MCMV. 4. funding. 5. Ações relevantes. 6.

1. Mercado e Construção Civil. 2. Números do Crédito Imobiliário. 3. Informações MCMV. 4. funding. 5. Ações relevantes. 6. Reunião Fev 2016 1. Mercado e Construção Civil 2. Números do Crédito Imobiliário 3. Informações MCMV 4. funding 5. Ações relevantes 6. Pauta CAIXA 2 Mercado de Trabalho Construção Civil #00 Fonte: CAGED

Leia mais

Reunião Pública com Investidores e Analistas

Reunião Pública com Investidores e Analistas Reunião Pública com Investidores e Analistas Apresentação dos Resultados 9M12 14 de dezembro de 2012 Participação Cristiane Crisci Diretora de Inteligência de Mercado, CRM e GPN Cyro Naufel Filho Diretor

Leia mais

Os sérios desafios da economia. Econ. Ieda Vasconcelos Reunião CIC/FIEMG Maio/2016

Os sérios desafios da economia. Econ. Ieda Vasconcelos Reunião CIC/FIEMG Maio/2016 Os sérios desafios da economia Econ. Ieda Vasconcelos Reunião CIC/FIEMG Maio/2016 1 Os números da economia brasileira que o novo governo precisa enfrentar 11,089 milhões Número de desempregados no Brasil,

Leia mais

Release com embargo até 0h de 2/6/2017. Maio/2017

Release com embargo até 0h de 2/6/2017. Maio/2017 Release com embargo até 0h de 2/6/2017 Índice FipeZap registra sua maior queda mensal da série histórica Na comparação entre abril e maio, preço médio de venda de imóveis residenciais recuou 0,16% O Índice

Leia mais

SINCOR-SP 2016 JULHO 2016 CARTA DE CONJUNTURA DO SETOR DE SEGUROS

SINCOR-SP 2016 JULHO 2016 CARTA DE CONJUNTURA DO SETOR DE SEGUROS JULHO 2016 CARTA DE CONJUNTURA DO SETOR DE SEGUROS 1 2 Sumário Palavra do presidente... 4 Objetivo... 5 1. Carta de Conjuntura... 6 2. Estatísticas dos Corretores de SP... 7 3. Análise macroeconômica...

Leia mais

43,85 43,67 43,50 43,26 43,03 42,76 42,45 42,35 42,11 41,96 41,93 41,91

43,85 43,67 43,50 43,26 43,03 42,76 42,45 42,35 42,11 41,96 41,93 41,91 Os dados divulgados pelo Banco Central do (BCB) até Mar./2017 permitem uma análise do endividamento das famílias brasileiras e a elaboração de um panorama do comportamento de diversas modalidades de crédito

Leia mais

2005: Prêmio de Risco; Cenário Externo e Convergência. Dany Rappaport Corecon, 27 de janeiro de 2005

2005: Prêmio de Risco; Cenário Externo e Convergência. Dany Rappaport Corecon, 27 de janeiro de 2005 2005: Prêmio de Risco; Cenário Externo e Convergência Dany Rappaport Corecon, 27 de janeiro de 2005 Cenário Externo Maior crescimento global em 30 anos. Crescimento do PIB em 2004 - Expectativa Área do

Leia mais

Prof. Dr. Cláudio D. Shikida. Luiz André B. Miranda Marcelo Dolabella Mariana Ferreira Renato Byrro Rômulo Muzzi

Prof. Dr. Cláudio D. Shikida. Luiz André B. Miranda Marcelo Dolabella Mariana Ferreira Renato Byrro Rômulo Muzzi Análise de Conjuntura Abril/2010 NEPOM Núcleo de Estudos de Política Monetária do IBMEC/MG Belo Horizonte, 26 de Abril de 2010 Coordenação: Prof. Dr. Cláudio D. Shikida Alunos Integrantes: Leonardo Oliveira

Leia mais

Capítulo 12. Precipitações nas capitais

Capítulo 12. Precipitações nas capitais Capítulo 12 Precipitações nas capitais 12-1 Capítulo 12- Precipitações nas capitais 12.1 Introdução Vamos mostrar as precipitações médias mensais das capitais no Brasil no período de 1961 a 1990 fornecidas

Leia mais

Preço dos imóveis sobe 1,32% em 2015

Preço dos imóveis sobe 1,32% em 2015 Preço dos imóveis sobe 1,32% em 2015 No mesmo período a inflação deve chegar a 10,72%, fazendo o preço médio do m 2 ter queda real de 8,48% no ano passado O Índice FipeZap que acompanha o preço de venda

Leia mais

Boletim Econômico e do Setor Portuário. Sumário

Boletim Econômico e do Setor Portuário. Sumário Boletim Econômico e do Setor Portuário Junho de 2014 Sumário Indicadores da Economia Nacional... 2 O Produto Interno Bruto PIB no primeiro trimestre de 2014... 2 Os Índices de Inflação... 3 O Mercado de

Leia mais

Boletim Informativo de Crédito Imobiliário e Poupança

Boletim Informativo de Crédito Imobiliário e Poupança Boletim Informativo de Crédito Imobiliário e Poupança D A T A A B E C I P J U L H O, 2 0 1 7 D E S T A Q U E S D O M Ê S Poupança SBPE Captação Líquida: R$ 4,9 bilhões Saldo: R$ 525,4 bilhões Financiamentos

Leia mais