MANUTENÇÃO PREVENTIVA AUTOMOTIVA. Checklist de peças

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "MANUTENÇÃO PREVENTIVA AUTOMOTIVA. Checklist de peças"

Transcrição

1 MANUTENÇÃO PREVENTIVA AUTOMOTIVA Checklist de peças A manutenção preventiva é uma das partes mais importantes para a conservação de um veículo pois até mesmo os que não estejam rodando regularmente, passam por um desgaste natural. O procedimento é realizado a fim de analisar e prevenir possíveis problemas técnicos relacionados às peças do carro para que ele possa continuar funcionando corretamente, de forma segura, econômica e preservando também o meio ambiente. A seguir, o Peça Peças na Web lista os principais itens a serem verificados em seu veículo para garantir seu que você possa rodar tranquilo e sem preocupações... 1

2 1. Filtros Filtros são peças fundamentais para o funcionamento do motor do seu carro pois evitam a entrada de impurezas no sistema. a. Filtro de Ar do Motor Tem a função de separar e eliminar as partículas impuras do ar aspiradas pelo motor, garantindo que somente o ar livre de impurezas chegue à câmara de combustão, evitando desgaste prematuro de peças móveis do motor, como pistões e biela. O excesso de sujeira faz com que o propulsor tenha que fazer mais força para puxar o ar, elevando o consumo de combustível e permitindo a entrada de impurezas que atingem o motor. Além disso, o carro perde potência nas retomadas de velocidade. Cerca de Kms. b. Filtro de Óleo São desenvolvidos para eliminar impurezas como partículas de metal geradas pela fricção das peças móveis do motor, além de partículas derivadas da combustão. Os contatos das peças internas do motor, podem deixar impurezas. Se o Filtro de Óleo estiver vencido, não será capaz de absorver estas partículas que poderão danificar peças como pistões, cilindros, anéis, válvulas e mancais, chegando até a fundir o motor em casos extremos. O aconselhado pelas montadoras é realizar a troca do Filtro de Óleo sempre junto com o de óleo, geralmente entre e Kms. 2

3 c. Filtro de Combustível É responsável por filtrar as impurezas do combustível antes da combustão. Fica entre o tanque e o motor para evitar que partículas acumuladas durante o transporte e armazenamento, como pó, ferrugem, água e sujeira no tanque do veículo cheguem à bomba de combustível e ao bico injetor. Filtro de combustível vencido ou danificado pode comprometer a bomba de combustível e sujar o sistema de injeção, especialmente os bicos injetores. Isso pode provocar falhas e afeta o rendimento. Em média é recomendado pelas montadoras entre e Kms. d. Filtro de Cabine É responsável por filtrar e retira odores do ar que vem da rua para dentro dos carros com ar condicionado. O filtro vencido ou estragado não impede a entrada de impurezas e cheiros da rua no carro. Além do cheiro, o filtro velho pode impedir o fluxo de ar. Não há prazo de troca por quilometragem, pois depende de como o motorista usa o carro e das condições de transito enfrentadas pelo veículo. É fundamental a checagem periódica a cada Km. 2. Sistema de Arrefecimento É um conjunto de componentes que trabalham integrados com o objetivo de controlar a temperatura ideal de trabalho dos motores. Em uma revisão preventiva, deve-se verificar a condição do Eletroventilador. a. Eletroventilador O Eletroventilador consiste numa ventoinha acionada por meio de um motor elétrico de corrente contínua. É utilizado para forçar a passagem de ar através do radiador quando o veículo se encontra parado ou a baixa velocidade. 3

4 Um Eletroventilador danificado pode ser identificado por causar trepidação no momento em que é acionado. Seu mau funcionamento resultará na falta de arrefecimento do motor, causado o aumento de temperatura que gera desgastes das juntas e pode chegar até a fundir o motor O Eletroventilador é uma peça que pode variar de desgaste de acordo com a utilização do carro, como por exemplo uso do ar condicionado e transito constante. É indicado verificar ao menos uma vez ao ano, principalmente antes de longas viagens 3. Óleos São substâncias utilizadas para reduzir o atrito, lubrificando e aumentando a vida útil dos componentes móveis dos motores a. Óleo do Motor Fundamentalmente, o óleo tem como função primária lubrificar as partes do motor, diminuindo o atrito e evitando problemas como o desgaste excessivo das partes. Além disso, ele é responsável por manter a temperatura do motor, além de ser um agente de vedação. O Óleo velho não refrigera e lubrifica o motor, causando desgaste das peças internas do motor além de aquecimento do mesmo e o aumento do consumo de combustível. Pode prejudicar as engrenagens por dentro e resultar até mesmo na perda do motor. O ideal é verificar o nível de óleo do motor a cada abastecimento. O prazo para a troca do óleo é diferente para cada modelo. Por isso, o ideal é sempre consultar o Manual do Proprietário. Geralmente, em condições de rodagem ideal, a troca é aconselhada a cada e Kms ou um ano. 4

5 4. Trava de Freio Mecanismo que permite controlar o movimento de aceleração do veículo, de modo a retardar ou parar seu movimento. Em uma revisão preventiva, é importante verificar o estado das Pastilhas de Freio. a. Pastilhas É um dos principais componentes de um sistema de freio a disco. A pastilha de freio atua principalmente por meio da fricção contra o aço do disco de freio, que em contato giratório com as pastilhas, efetua a diminuição do giro. O mau funcionamento das pastilhas de freio causados pelo desgaste excessivo pode danificar os demais componentes podendo ocasionar na avaria total do conjunto. Esta situação gera além de altos gastos de reparo, a insegurança ao guiar um veículo com frenagem comprometida. quilometragem específica relacionada à durabilidade do sistema de freio. Por isso é importante fazer a manutenção preventiva duas vezes por ano. 5. Limpador de Para-brisa Dispositivo mecânico que serve para manter a transparência do para-brisas, em caso de chuva, eliminando o excesso de água. a. Palhetas São as escovas de borracha, fixadas aos Limpadores de Para-brisa que, eliminam o excesso de água que prejudica a visibilidade sem danificar o vidro Uma palheta fora de condições de uso acaba prejudicando a visão do condutor, podendo até mesmo causar acidentes por conta da falta de visibilidade durante as chuvas O indicado é que as palhetas sejam trocadas ao menos uma vez ao ano 5

6 6. Correia Dentada Tem a função de manter o sincronismo entre o comando de válvulas e o virabrequim, mantendo um perfeito funcionamento do motor e garantindo a correta queima de combustível e arrefecimento do sistema. a. Kit Correia Dentada e Bomba D Água O sistema de arrefecimento do veículo controla a temperatura de funcionamento do motor. Neste sistema, a Correia Dentada aciona a Bomba D'Água, que por sua vez faz o líquido de arrefecimento circular no sistema evitando o superaquecimento. Sem a água na temperatura ideal os componentes do motor esquentam causando fervura, empeno ou trincas, resultando assim em sua perda parcial e alguns casos total. quilometragem específica relacionada à durabilidade da peça. O indicado é ao menos duas vezes ao ano verificar o estado do conjunto, principalmente antes de longas viagens b. Kit Correia Dentada e Tensor Sua responsabilidade está em manter a correta tensão na correia dentada do motor. A importância do bom funcionamento do tensor é tão importante quanto o da correia, uma vez que ele é que mantém a correia funcionando sincronizadamente. quilometragem específica relacionada à durabilidade da peça. O indicado é ao menos duas vezes ao ano verificar o estado do conjunto, principalmente antes de longas viagens 6

7 7. Vela de Ignição a. Vela de Ignição Sua principal função é conduzir a corrente elétrica gerada no transformador até a câmara de combustão, e transformá-la em centelha elétrica de alta tensão, o que dará início a combustão, ou seja, a queima da mistura ar/combustível. Uma Vela de Ignição com funcionamento comprometido gera o aumento do gasto de combustível, perda de potência e queda do funcionamento do motor podendo ocasionar em paradas repentinas O indicado é e Kms b. Cabo de Vela de Ignição Os cabos de ignição têm como função conduzir a corrente elétrica do transformador até as velas de ignição distribuindo a corrente na ordem correta de ignição do motor Como funciona juntamente com a Vela de Ignição, seu mau funcionamento gera o aumento do gasto de combustível, perda de potência e queda do funcionamento do motor podendo ocasionar em paradas repentinas quilometragem específica relacionada à durabilidade da peça. O indicado é ao menos duas vezes ao ano verificar o estado do conjunto, principalmente antes de longas viagens a cada duas trocas de vela 7

Dicas que deixarão seu carro novo até os KM! 10 minutos de leitura que valem a pena!

Dicas que deixarão seu carro novo até os KM! 10 minutos de leitura que valem a pena! Dicas que deixarão seu carro novo até os 200.000 KM! 10 minutos de leitura que valem a pena! Introdução O estado de conservação atual do seu carro é o reflexo dos cuidados contínuos que foram dados à ele

Leia mais

Mecanização Agrícola e Máquinas Motorização e partes do sistema

Mecanização Agrícola e Máquinas Motorização e partes do sistema Mecanização Agrícola e Máquinas Motorização e partes do sistema Eng. Agr. Me. Andre Gustavo Battistus E-mail: andregustavo@udc.edu.br E-mail alternativo: andre_battistus@hotmail.com Terminologia Motorização

Leia mais

MÁQUINAS E EQUIPAMENTOS

MÁQUINAS E EQUIPAMENTOS MÁQUINAS E EQUIPAMENTOS AULA 01 - APRESENTAÇÃO Mundi - Centro de Formação Técnica Unidade Vitória da Conquista BA Curso Técnico de Edificações APRESENTAÇÃO Philipe do Prado Santos - contato@philipeprado.eng.br

Leia mais

COTAÇAO DE PREÇOS SANTANA 2000 QUATRO PORTAS KDT-9241 ANO 1999 ITEM DESCRICÃO UNIDADE QUANT MARCA VLR UNITÁRI

COTAÇAO DE PREÇOS SANTANA 2000 QUATRO PORTAS KDT-9241 ANO 1999 ITEM DESCRICÃO UNIDADE QUANT MARCA VLR UNITÁRI COTAÇAO DE PREÇOS SANTANA 2000 QUATRO PORTAS KDT-9241 ANO 1999 ITEM DESCRICÃO UNIDADE QUANT MARCA VLR UNITÁRVLR TOTAL 1 AMORTECEDORES DIANTEIRO PAR 1 2 AMORTECEDORES TRASEIRO PAR 1 3 ANEIS DE PISTAO JG

Leia mais

Como funciona a injeção eletrônica - Pirituba Fusca Club. Escrito por Robson Luiz Braga. Injeção Eletrônica

Como funciona a injeção eletrônica - Pirituba Fusca Club. Escrito por Robson Luiz Braga. Injeção Eletrônica Injeção Eletrônica Devido à rápida evolução dos motores dos automóveis, além de fatores como controle de emissão de poluentes e economia de combustível, o velho carburador que acompanhou praticamente todo

Leia mais

MANUAL DE GARANTIA IVECO STRALIS IVECO TRAKKER

MANUAL DE GARANTIA IVECO STRALIS IVECO TRAKKER MANUAL DE GARANTIA 1 MANUAL DE GARANTIA IVECO STRALIS IVECO TRAKKER LIVRO DE GARANTIA 3 LIVRO DE GARANTIA O Livro de Garantia deve acompanhar o veículo e ser mantido obrigatoriamente com os documentos

Leia mais

Análise de Modos de Falha e Efeitos

Análise de Modos de Falha e Efeitos Análise de Modos de Falha e Efeitos Patriota de Siqueira 3 Sistema de Resfriamento. Arrefecimento Falta ventilação Ventilador Aquecimento do motor Resfriar a água do sistema entre forçada quebrado Ventilador

Leia mais

MOTORES DE COMBUSTÃO INTERNA II

MOTORES DE COMBUSTÃO INTERNA II Departamento de Engenharia de Biossistemas ESALQ/USP MOTORES DE COMBUSTÃO INTERNA II LEB0332 Mecânica e Máquinas Motoras Prof. Leandro M. Gimenez 2017 Componentes do motor Cabeçote Junta Cilindro Bloco

Leia mais

Motor de combustão de quatro tempos

Motor de combustão de quatro tempos Força motriz Ao produzir-se a combustão (explosão) da mistura de gasolina e ar, os pistões impulsionados pela expansão dos gases originam a força motriz do motor. Num automóvel de dimensões médias, quando

Leia mais

Vista Explodida Clientes do Motor a Diesel 10HP

Vista Explodida Clientes do Motor a Diesel 10HP Vista Explodida Clientes do Motor a Diesel 10HP CONJUNTO TANQUE DE COMBUSTÍVEL 1 2 3 4 5 6 7 8 01.03.10.015.052 01.03.01.016.004 01.03.08.007.002 01.03.040.008.001 01.03.04.007.003 02.05.03.01.06.001 01.03.03.014.001

Leia mais

Lubrificação de Motores e Redutores

Lubrificação de Motores e Redutores Lubrificação de Motores e Redutores Prof. Dr. João Candido Fernandes Luís Henrique Bonacordi Boccardo Vinicius Hernandes Kauê Vieira RA: 711901 611549 612261 Índice 1. Introdução 2. Tipos de óleos para

Leia mais

ReCon Cummins. Remanufaturados Economia, agilidade e confiabilidade.

ReCon Cummins. Remanufaturados Economia, agilidade e confiabilidade. ReCon Cummins Remanufaturados Economia, agilidade e confiabilidade. Motor novo Manutenção Preventiva Remanufatura Revisões Reparo Linha do Tempo Motor novo Manutenção Preventiva Remanufatura Revisões Reparo

Leia mais

Convecção natural. É o termo usado quando o movimento do fluido se dá devido às diferenças de densidade em um campo gravitacional.

Convecção natural. É o termo usado quando o movimento do fluido se dá devido às diferenças de densidade em um campo gravitacional. CAPÍTULO 6 - SISTEMA DE REFRIGERAÇÃO INTRODUÇÃO O Sistema de Refrigeração tem por objetivo impedir que os elementos mecânicos do motor atinjam uma temperatura muito elevada ao contato com os gases da combustão.

Leia mais

Mecanização Agrícola e Máquinas Máquinas, implementos e ferramentas

Mecanização Agrícola e Máquinas Máquinas, implementos e ferramentas Mecanização Agrícola e Máquinas Máquinas, implementos e ferramentas Eng. Agr. Me. Andre Gustavo Battistus E-mail: andregustavo@udc.edu.br E-mail alternativo: andre_battistus@hotmail.com Terminologia Mecanização

Leia mais

Figura 1. Combustão externa: calor é produzido fora do motor em caldeiras.

Figura 1. Combustão externa: calor é produzido fora do motor em caldeiras. UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DO RIO DE JANEIRO IT Departamento de Engenharia ÁREA DE MÁQUINAS E ENERGIA NA AGRICULTURA IT 154- MOTORES E TRATORES INTRODUÇÃO CONSTITUIÇÃO DOS MOTORES Carlos Alberto Alves

Leia mais

Catálogo de Filtros RCI

Catálogo de Filtros RCI Catálogo de Filtros RCI A TECNOLOGIA RCI DE PURIFICAÇÃO DE COMBUSTÍVEL O QUE É A TECNOLOGIA RCI DE PURIFICAÇÃO DE COMBUSTÍVEL? A tecnologia RCI de purificação de combustíveis é uma unidade de filtragem

Leia mais

Vista Explodida Motor Gerador a Diesel - ND3200. Sistema de Combustível

Vista Explodida Motor Gerador a Diesel - ND3200. Sistema de Combustível Vista Explodida Motor Gerador a Diesel - ND00 Sistema de Combustível 5 6 7 8 9 0 Sistema de Combustível 70 70 0.0.0.05.05 PARAFUSO 0.0.0.06.00 SUPORTE DO TANQUE DE COMBUSTÍVEL 0.0.08.007.00 APOIO DO SUPORTE

Leia mais

conheça O SISTEMA DE FREIOS

conheça O SISTEMA DE FREIOS r o d e s e m p r e. r o d e c o m a v o l v o. conheça O SISTEMA DE FREIOS DO VOLVO VM olá! nessa edição vamos estudar a fundo a questão do freio a disco nos novos volvo vm. EDIÇÃO 2003 REVISADA 18 Você

Leia mais

EXPLODIDO PARA OS GERADORES DAS SÉRIES ND72000ES3 1. CABEÇA DO CILINDRO & CONJUNTO DA TAMPA

EXPLODIDO PARA OS GERADORES DAS SÉRIES ND72000ES3 1. CABEÇA DO CILINDRO & CONJUNTO DA TAMPA EXPLODIDO PARA OS GERADORES DAS SÉRIES ND72000ES3 1. CABEÇA DO CILINDRO & CONJUNTO DA TAMPA 1. CABEÇA DO CILINDRO & CONJUNTO DA TAMPA ITEM DESCRIÇÃO QUANTIDADE 1 VÁLVULA DE ADMISSÃO 4 2 VÁLVULA DE ESCAPE

Leia mais

Lisboa, 15 de Outubro de 2011 Elaborado por: Diogo Nascimento Joana Nascimento

Lisboa, 15 de Outubro de 2011 Elaborado por: Diogo Nascimento Joana Nascimento Lisboa, 15 de Outubro de 2011 Elaborado por: Diogo Nascimento Joana Nascimento Principais grupos/sistemas no veiculo automóvel Motor Sistema de transmissão Sistema de travagem Sistema de suspensão Pneumáticos

Leia mais

PEÇAS CUMMINS ORIGINAIS EXISTE UMA DIFERENÇA. A melhor garantia de uma viagem tranquila. Nem todas as peças são criadas igualmente.

PEÇAS CUMMINS ORIGINAIS EXISTE UMA DIFERENÇA. A melhor garantia de uma viagem tranquila. Nem todas as peças são criadas igualmente. Nem todas as peças são criadas igualmente. Melhores peças. Maior disponibilidade. A melhor garantia de uma viagem tranquila. Geralmente, o que você não pode ver faz toda a diferença. Os componentes do

Leia mais

LINTEC VEÍCULOS E MOTORES ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS

LINTEC VEÍCULOS E MOTORES ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS LINTEC VEÍCULOS E MOTORES ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS Código: ET 700.018 Data: 05/08/2011 MOTOR 3LD1500 LINTEC PRODUTO: MOTOR APROVADO: Adelair Colombo ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS MODELO: MOTOR 3LD1500 ELABORADO:

Leia mais

ANEXO I. Pará Pag.: 1 Governo Municipal de Capanema. Preço Unit (R$) Código AMORTECEDOR DIANTEIRO VEICULO PEQUENO PORTE

ANEXO I. Pará Pag.: 1 Governo Municipal de Capanema. Preço Unit (R$) Código AMORTECEDOR DIANTEIRO VEICULO PEQUENO PORTE Pará Pag.: 1 044926 AMORTECEDOR DIANTEIRO VEICULO PEQUENO 4 044929 AMORTECEDOR TRASEIRO VEICULO PEQUENO 4 044932 COXIN VEICULO PEQUENO 044934 MOLA VEICULO PEQUENO 044937 CUBO DIANTEIRO VEICULO PEQUENO

Leia mais

MANUAL DE INSTRUÇÕES MACACO HIDRÁULICO TIPO GARRAFA:

MANUAL DE INSTRUÇÕES MACACO HIDRÁULICO TIPO GARRAFA: MANUAL DE INSTRUÇÕES MACACO HIDRÁULICO TIPO GARRAFA: TMG2T TMG4T TMG6T TMG8T TMG10T TMG12T TMG20T TMG32T TMG50T www.tanderequipamentos.com.br assistencia@tanderequipamentos.com.br MACACO HIDRÁULICO INSTRUÇÕES

Leia mais

NT PowerBox. Dispositivo eletrônico de fácil instalação que aumenta a potência do motor, diminui a emissão de gases tóxicos e protege o óleo.

NT PowerBox. Dispositivo eletrônico de fácil instalação que aumenta a potência do motor, diminui a emissão de gases tóxicos e protege o óleo. NT PowerBox Dispositivo eletrônico de fácil instalação que aumenta a potência do motor, diminui a emissão de gases tóxicos e protege o óleo. SEU MOTOR TEM BAIXA PERFORMANCE? DÊ UMA DOSE DE NT POWERBOX

Leia mais

MOTOR 2 CILINDROS BFDE 292

MOTOR 2 CILINDROS BFDE 292 MOTOR CILINDROS BFDE MOTOR DIESEL - BFDE CILINDROS 0 0 0 0 PEÇAS (BLOCO) Parafuso M0 Levantamento Motor Arruela Lisa M0 Porca Longa Cabeçote Prisioneiro Do Cabeçote Prisioneiro MX0mm Selo I Prisioneiro

Leia mais

TR 450 E CATÁLOGO DE PEÇAS

TR 450 E CATÁLOGO DE PEÇAS TR 0 E CATÁLOGO DE PEÇAS ÍNDICE TR 0 E Catálogo de peças...0 Bloco do motor...0 Carter...0 Caixa de engrenagens...0 Conjunto cabeçote...0 Conjunto pistão...0 Conjunto eixo virabrequim...0 Conjunto eixo

Leia mais

SIMPLES E FACIL DE ENTENDER ESSE PROCESSO DE ARREFECIMENTO

SIMPLES E FACIL DE ENTENDER ESSE PROCESSO DE ARREFECIMENTO Acompanhe neste tópico as dicas de manutenção e revisão do sistema de arrefecimento. Manter o motor na temperatura ideal de funcionamento é tarefa que, se não cumprida rigorosamente, pode trazer sérios

Leia mais

4LD LDG Motor e Gerador

4LD LDG Motor e Gerador LD 00 LDG 00 Motor e Gerador MOTOR LD 00 / LDG 00 ÍNDICE A Bloco do Motor Bloco do Motor Cabeçote Conjunto Pistão Virabrequim Comando de Válvulas Trem de Válvulas Trem de Engrenagens Alimentação e Escape

Leia mais

Injeção eletrônica de combustíveis

Injeção eletrônica de combustíveis Injeção eletrônica de combustíveis É um sistema de dosagem de combustível nos motores ciclo Otto com o objetivo de controlar a relação estequiométrica (ar/combustível) de forma que a mesma seja sempre

Leia mais

VISTA EXPLODIDA CONJUNTO MOTOR MOTOBOMBA A DIESEL - NMBD2 MOTOR 170F - NMBD3 MOTOR 178F - NMBD4 MOTOR 186F. Sistema de Combustível

VISTA EXPLODIDA CONJUNTO MOTOR MOTOBOMBA A DIESEL - NMBD2 MOTOR 170F - NMBD3 MOTOR 178F - NMBD4 MOTOR 186F. Sistema de Combustível VISTA EXPLODIDA CONJUNTO MOTOR MOTOBOMBA A DIESEL - NMBD MOTOR 70F - NMBD MOTOR 78F - NMBD4 MOTOR 86F Sistema de Combustível No. Exp. 4 5 6 7 8 0.0.08.007.00 0.0.04.008.00 0.0.04.007.00 0.05.0.0.06.00

Leia mais

Vidro líquido. Conceito em impermeabilização e proteção de superfícies. Econômico e Durável!

Vidro líquido. Conceito em impermeabilização e proteção de superfícies. Econômico e Durável! Vidro líquido Vidro líquido Conceito em impermeabilização e proteção de superfícies Econômico e Durável! Alta longevidade e alto rendimento Não altera a textura e a cor, e ainda mantém a respiração da

Leia mais

Disciplina: Motores a Combustão Interna. Principais Componentes Móveis Parte 2

Disciplina: Motores a Combustão Interna. Principais Componentes Móveis Parte 2 Disciplina: Motores a Combustão Interna Principais Componentes Móveis Parte 2 Tucho Hidráulico Em alguns projetos, um dispositivo hidráulico é usado para controlar a folga da válvula e, de fato, a folga

Leia mais

Motores Térmicos. 9º Semestre 5º ano. Prof. Jorge Nhambiu

Motores Térmicos. 9º Semestre 5º ano. Prof. Jorge Nhambiu Motores Térmicos 9º Semestre 5º ano Aula 3 Componentes do Motor Cabeça; Bloco; Cárter; Válvulas; Árvore de Cames; Cambota; Pistão; Biela. 2 Constituição dos Motores O motor de combustão interna é um conjunto

Leia mais

SLIDE PATROCINADOR 1

SLIDE PATROCINADOR 1 SLIDE PATROCINADOR 1 SLIDE PATROCINADOR 1 AULA TÉCNICA 21 2015 INSTRUTOR: SCOPINO GERENCIAMENTO ELETRÔNICO FIESTA 1.6 FLEX MARELLI IAW 4CFR SCOPINO TREINAMENTOS Já tivemos aula sobre: FIESTA 1.6 FLEX MARCHA

Leia mais

MOTOR 3 LD 1500 / 3 LDG 1500

MOTOR 3 LD 1500 / 3 LDG 1500 MOTOR LD 00 / LDG 00 ÍNDICE 7 8 9 0 7 8 9 0 7 Bloco do Motor Tampa do Comando Cabeçote Tampa do Cabeçote Conjunto Pistão Virabrequim Comando de Válvulas Trem de Engrenagens Admissão Escapamento Carter

Leia mais

OFERTAS PEÇA A SUA PEÇA REPARADORES ANO 01. INFORMATIVO 01. SET 2017 OFERTAS DESCONTO REPARADORES FIAT MECÂNICA VER OFERTAS

OFERTAS PEÇA A SUA PEÇA REPARADORES ANO 01. INFORMATIVO 01. SET 2017 OFERTAS DESCONTO REPARADORES FIAT MECÂNICA VER OFERTAS OFERTAS REPARADORES ATÉ 89% DESCONTO PEÇA A SUA PEÇA Mais de 90 peças com até 89% de desconto. Você não pode perder! Procure sua concessionária de preferência e faça seu pedido. VÁLIDO ATÉ 30/09 ou enquanto

Leia mais

MOTOCULTIVADOR BUFFALO BFD

MOTOCULTIVADOR BUFFALO BFD ÍNDICE: Componentes do motocultivador... 1 1.0 Funcionamento do Motor Diesel... 2 1.1 Abastecimento de Óleo Lubrificante... 2 1.2 Abastecimento de Óleo Diesel... 2 1.3 Abastecimento de Óleo na Transmissão...

Leia mais

7. Cilindro Mestre. Freio - Conhecendo o Produto

7. Cilindro Mestre. Freio - Conhecendo o Produto Cilindro Mestre Como o próprio nome traduz, é através dele que se inicia a "Hidráulica do Freio", introduzindo e controlando o processo de frenagem, injetando e comprimindo o óleo, gerando a pressão necessária

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE BARRA DE SÃO FRANCISCO

PREFEITURA MUNICIPAL DE BARRA DE SÃO FRANCISCO Objetivo: Contratação de empresa para fornecimento de peças e serviços, para manutenção da frota de veículos desta municipalidade, confome Termo de Referência e Anexo I deste Edital. Lote: 00001 Item(*)

Leia mais

BANCADA DIDÁTICA PARA TREINAMENTO EM MOTORES (FLEX) DO TIPO CICLO OTTO

BANCADA DIDÁTICA PARA TREINAMENTO EM MOTORES (FLEX) DO TIPO CICLO OTTO BANCADA DIDÁTICA PARA TREINAMENTO EM MOTORES (FLEX) DO TIPO CICLO OTTO MODELO: EE0421 APRESENTAÇÃO A bancada didática para treinamento em motores de combustão interna do tipo CICLO OTTO Flex (motor vivo),

Leia mais

MANUAL DE PEÇAS MOTOR QUANCHAI QC385D

MANUAL DE PEÇAS MOTOR QUANCHAI QC385D MANUAL DE PEÇAS MOTOR QUANCHAI QC385D (TORRE DE ILUMINAÇÃO RPLT6000) 1 2 01 120001001 Junta do volante 1 02 120001002 Bucha 1 03 120001003 Parafuso 2 04 120001004 Arruela 2 05 120001005 Arruela 2 06 120001006

Leia mais

IVECO DAILY MANUAL DE GARANTIA

IVECO DAILY MANUAL DE GARANTIA IVECO DAILY MANUAL DE GARANTIA 1 MANUAL DE GARANTIA IVECO DAILY LIVRO DE GARANTIA 3 LIVRO DE GARANTIA O Livro de Garantia deve acompanhar o veículo e ser mantido obrigatoriamente com os documentos de

Leia mais

Desenho Explodido GC-5000L

Desenho Explodido GC-5000L Desenho Explodido GC-5000L CONJUNTO CARTER TAMPA DO CARTER CONJUNTO VIRABREQUIM CONJUNTO CILINDRO Lista de Peças GC-5000L CONJUNTO CARTER TAMPA DO CARTER 1 00029076.9 CARTER 1 00029087.4 JUNTA DO CARTER

Leia mais

ESTADO DO MATO GROSSO

ESTADO DO MATO GROSSO Folha: 1 Condições de Pagto: Forma de Reajuste: Validade da Proposta: Prazo Entrega/Exec.: Local de Entrega: Objeto da Licitação: MEDIANTE ENTREGA/RECEBIMENTO DOS MATERIAIS E SERVIÇOS, MEDIA 60 DIAS 03

Leia mais

DEPARTAMENTO ESTADUAL DE TRÂNSITO DE ALAGOAS - DETRAN/AL QUESTÕES SOBRE MECÂNICA

DEPARTAMENTO ESTADUAL DE TRÂNSITO DE ALAGOAS - DETRAN/AL QUESTÕES SOBRE MECÂNICA A quilometragem percorrida pelo veículo é indicada pelo: 1 velocímetro. 2 hodômetro. 3 manômetro. 4 conta-giros. O termômetro é utilizado para indicar a temperatura: 1 do motor. 2 do combustível. 3 no

Leia mais

VALIDADE DA PROPOSTA:... dia(s) (VALIDADE MINIMA - ) PRAZO DE ENTREGA:... dia(s) (PRAZO MAXIMO - ) Responsavel pela Firma Proponente

VALIDADE DA PROPOSTA:... dia(s) (VALIDADE MINIMA - ) PRAZO DE ENTREGA:... dia(s) (PRAZO MAXIMO - ) Responsavel pela Firma Proponente 1 1,0000 PECA 2491 ESTATOR DO ALTERNADOR. 2 1,0000 PECA 2852 BUCHA DE BIELA JOGO. MOTOR 3 1,0000 PECA 3089 FILTRO FILTRO 4 2,0000 JOGO 3154 REPARO DO FREIO MOTOR. 5 4,0000 PECA 3159 REPARO DO PISTAO laterais

Leia mais

MOTOSSERRA OM GS 44 (EURO 1) CARBURADOR WT-780D

MOTOSSERRA OM GS 44 (EURO 1) CARBURADOR WT-780D CARBURADOR WT-780D CARBURADOR WT-780D REF. CÓDIGO DESCRIÇÃO QUANT. 1 094600148 Mola de retorno 1 2 074000240 Parafuso de regulagem da lenta 1 3 095000141 Borboleta do acelerador 1 4 50010141 Parafuso da

Leia mais

BLOCO DO MOTOR ITEM QTDE CÓDIGO MODÊLO DO MOTOR DENOMINAÇÃO OBS.

BLOCO DO MOTOR ITEM QTDE CÓDIGO MODÊLO DO MOTOR DENOMINAÇÃO OBS. BLOCO DO MOTOR 1 BLOCO DO MOTOR ITEM QTDE CÓDIGO MODÊLO DO MOTOR DENOMINAÇÃO OBS. 1 1 814 112 HL170F / HL178F / HL186F BUJÃO DE DRENO 2 1 814 113 HL170F / HL178F / HL186F ANEL DE VEDAÇÃO 252 285 HL170F

Leia mais

MOTOR 4 LD 2500 / 4 LDG 2500

MOTOR 4 LD 2500 / 4 LDG 2500 MOTOR LD 500 / LDG 500 ÍNDICE A 5 6 Bloco do Motor Carcaça Tampa do Motor LD 500 Tampa do Motor LDG 500 Cabeçote Tampa do Cabeçote Conjunto Pistão LD 500 6A Conjunto Pistão LDG 500 7 8 9 0 5 6 7 8 9 0

Leia mais

KIT DIDÁTIDO MOCK UP MOTOR DIESEL

KIT DIDÁTIDO MOCK UP MOTOR DIESEL KIT DIDÁTIDO MOCK UP MOTOR DIESEL MODELO: EE0234 APRESENTAÇÃO A bancada didática para treinamento em motores de combustão interna do tipo ciclo diesel (motor vivo), modelocummins ISBE 4 cilindros - EURO

Leia mais

Controle Motor Flex Dificuldade de Partida e Falha no Reconhecimento de A/F

Controle Motor Flex Dificuldade de Partida e Falha no Reconhecimento de A/F 10 - e Falha no Reconhecimento de A/F MODELOS ENVOLVIDOS: Fiat T.T. com motorização Flex. DESCRIÇÃO: Para veículos que apresentarem dificuldade de partida, falha no reconhecimento de A/F ou funcionamento

Leia mais

Diagnósticos Cambio dualogic 1.8/1.9 flex

Diagnósticos Cambio dualogic 1.8/1.9 flex Câmbio Dualogic Diagnósticos 21-001- Câmbio Dualogic 1.8 / 1.9 Flex INCONVENIENTE: Veículo em trânsito demora a desacoplar a embreagem. DIAGNOSE: 1) - Verificar se o interruptor de freio esta queimado

Leia mais

Índice. Chassi e Suspensão 21. Motores 03. Eixo dianteiro, Barramento e Caixa de direção 23. Câmbio 1 1. Freios e Rodas 25.

Índice. Chassi e Suspensão 21. Motores 03. Eixo dianteiro, Barramento e Caixa de direção 23. Câmbio 1 1. Freios e Rodas 25. Índice Chassi e Suspensão 21 Motores 03 Eixo dianteiro, Barramento e Caixa de direção 23 Câmbio 1 1 Freios e Rodas 25 Embreagem 1 4 Cabine e Elétrica 28 Cardan e Diferencial 18 Arrefecimento e Reservatório

Leia mais

Seção Reservatório e Linhas de Combustível APLICAÇÃO NO VEÍCULO: Ranger. Índice FERRAMENTAS ESPECIAIS DESCRIÇÃO E OPERAÇÃO

Seção Reservatório e Linhas de Combustível APLICAÇÃO NO VEÍCULO: Ranger. Índice FERRAMENTAS ESPECIAIS DESCRIÇÃO E OPERAÇÃO 1 de 19 15/07/2011 14:20 Seção 310-01 Reservatório e Linhas Seção 310-01 Reservatório e Linhas de Combustível APLICAÇÃO NO VEÍCULO: Ranger Índice Assunto Página FERRAMENTAS ESPECIAIS 310-01-02 DESCRIÇÃO

Leia mais

MANTEMOS A EMOÇÃO TUDO O QUE DEVE SABER SOBRE LUBRIFICANTES

MANTEMOS A EMOÇÃO TUDO O QUE DEVE SABER SOBRE LUBRIFICANTES MANTEMOS A EMOÇÃO TUDO O QUE DEVE SABER SOBRE LUBRIFICANTES POR QUE MOTIVO É NECESSÁRIO REALIZAR AS MUDANÇAS DE ÓLEO? Substituir regularmente o óleo do seu motor por um lubrificante novo que cumpra as

Leia mais

Vista Explodida Motores a Gasolina - 170F - NMG70/NMG70E

Vista Explodida Motores a Gasolina - 170F - NMG70/NMG70E Vista Explodida Motores a Gasolina - - NMG70/NMG70E Conjunto da Cabeça do Cilindro Conjunto da Cabeça do Cilindro 1.1 01.01.01.024.013 Cabeçote do Cilindro 1.2 01.01.10.011.002 Parafuso Prisioneiro M6*110

Leia mais

MANUAL VALVULA DE SEGMENTO ESFÉRICO SERIE 960

MANUAL VALVULA DE SEGMENTO ESFÉRICO SERIE 960 A. Introdução Este manual tem por objetivo apresentar as especificações, procedimentos de instalação, operação e manutenção de válvula de segmento esférico série 960. A válvula de segmento esférico montado

Leia mais

LEB0332 Mecânica e Máquinas Motoras

LEB0332 Mecânica e Máquinas Motoras Departamento de Engenharia de Biossistemas ESALQ/USP MANUTENÇÃO DE TRATORES E MÁQUINAS AGRÍCOLAS LEB0332 Mecânica e Máquinas Motoras Prof. Leandro M. Gimenez 2015 2 D e p a r t a m e n t o d e E n g e

Leia mais

Manual de Lubrificação. TCMT0021 Agosto 2012

Manual de Lubrificação. TCMT0021 Agosto 2012 Manual de Lubrificação TCMT0021 Agosto 2012 Informação Geral O procedimento adequado de lubrificação é a chave para um bom e completo programa de manutenção. Se o óleo não cumpre sua função ou se o nível

Leia mais

Possíveis Efeitos. Possíveis Causas Ausência de treinamento adequado ou falha no comando elétrico de controle. falha elétrica falha mecânica falha do

Possíveis Efeitos. Possíveis Causas Ausência de treinamento adequado ou falha no comando elétrico de controle. falha elétrica falha mecânica falha do ANEXO I Estudo de Perigos e Operabilidade - HAZOP Nó n : Sistema Hidráulico da Torre Outra condição operacional Outra condição operacional Acionamento Acionamento Acionamento incorreto do operador do Iron

Leia mais

Motores de Alto Rendimento. - Utilizam chapas magnéticas de aço silício que reduzem as correntes de magnetização;

Motores de Alto Rendimento. - Utilizam chapas magnéticas de aço silício que reduzem as correntes de magnetização; 1 Motores de Alto Rendimento - Utilizam chapas magnéticas de aço silício que reduzem as correntes de magnetização; - Mais cobre nos enrolamentos, diminuindo as perdas por efeito Joule; - Alto fator de

Leia mais

GUIA DE CUIDADOS PARA O SEU BARCO

GUIA DE CUIDADOS PARA O SEU BARCO GUIA DE CUIDADOS PARA O SEU BARCO INTRODUÇÃO Não importa o barco que você possui: se ele é grande ou pequeno, para pesca ou passeio. Todos eles precisam de cuidados especiais, uma vez que estão sujeitos

Leia mais

PART NUMBER DESCRIÇÃO DE: DESCONTO POR: APLICAÇÃO A1 FILTRO TELA R$ 610,14 40% R$ 366,08 LINHA CR ENGRENAGEM R$ 3.

PART NUMBER DESCRIÇÃO DE: DESCONTO POR: APLICAÇÃO A1 FILTRO TELA R$ 610,14 40% R$ 366,08 LINHA CR ENGRENAGEM R$ 3. 123488A1 FILTRO TELA R$ 610,14 40% R$ 366,08 LINHA CR 87354342 ENGRENAGEM R$ 3.255,48 40% R$ 1.953,29 LINHA CR 87720415 TERMINAL ESFERICO R$ 25,08 35% R$ 16,30 LINHA CR 87563303 SEM-FIM R$ 1.949,66 35%

Leia mais

AULA TÉCNICA INSTRUTOR: SCOPINO

AULA TÉCNICA INSTRUTOR: SCOPINO AULA TÉCNICA 26 2015 INSTRUTOR: SCOPINO GERENCIAMENTO ELETRÔNICO 307 1.6 16V FLEX BOSCH ME 7.4.9 SCOPINO TREINAMENTOS Já tivemos aula sobre: ONIX - AJUSTES E SCANNER Agora veremos: 307 ME 7.4.9 - AULA

Leia mais

CATÁLOGO DE PEÇAS GASOLINA COM FOTOS

CATÁLOGO DE PEÇAS  GASOLINA COM FOTOS CATÁLOGO DE PEÇAS WWW.AGPARTSBR.COM GASOLINA COM FOTOS MOTORES A GASOLINA - REFRIGERADOR À AR SÉRIE AG - 5,5HP À 15,0HP APLICAÇÃO Em todo equipamento que necessite de uma tomada de força, tais como bombas

Leia mais

Estrada do Engenho D água 1330, Box 32, Anil. Rio de Janeiro, RJ, Cep: Contato via telefone:

Estrada do Engenho D água 1330, Box 32, Anil. Rio de Janeiro, RJ, Cep: Contato via telefone: Estrada do Engenho D água 1330, Box 32, Anil. Rio de Janeiro, RJ, Cep: 22765-240 Contato via telefone: Rio de Janeiro: (21) 3072-3333 São Paulo: (11) 3522-4773 Vitória: (27) 4062-8307 Belo Horizonte: (31)

Leia mais

KIT DIDÁTIDO MOCK UP MOTOR DIESEL

KIT DIDÁTIDO MOCK UP MOTOR DIESEL KIT DIDÁTIDO MOCK UP MOTOR DIESEL ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS/DESCRIÇÃO A bancada didática para treinamento em motores de combustão interna do tipo ciclo diesel (motor vivo) tem como objetivo auxiliar as aulas

Leia mais

EDITAL DE LICITAÇÃO PREGÃO PRESENCIAL Nº 52/2014

EDITAL DE LICITAÇÃO PREGÃO PRESENCIAL Nº 52/2014 87.590.998/0001-00 Página 1 de 7 Tipo de Julgamento: Menor Preço por Sub. Qtde. Unid. Descrição Marca/Modelo Valor Valor Total 1 1,00 GL REFORMA DA GLOBIA: 16 disco de corte; Embuchamento do levante; Retentor

Leia mais

EXERCÍCIOS Curso Básico de Turbinas a Vapor Parte 3. Aluno: 1) Em relação ao sistema de controle das turbinas, marque verdadeiro V, ou Falso F:

EXERCÍCIOS Curso Básico de Turbinas a Vapor Parte 3. Aluno: 1) Em relação ao sistema de controle das turbinas, marque verdadeiro V, ou Falso F: EXERCÍCIOS Curso Básico de Turbinas a Vapor Parte 3 Aluno: Instrutor: Gustavo Franchetto 1) Em relação ao sistema de controle das turbinas, marque verdadeiro V, ou Falso F: (V) O sistema de controle atua

Leia mais

CATÁLOGO DE PEÇAS X050QTG11

CATÁLOGO DE PEÇAS X050QTG11 CHASSI 01 02 03 2 04 05 06 07 COMPONENTES DO CHASSI NÚMERO DESCRIÇÃO QT COR NÚMERO DA PEÇA PESO 01 AMORTECEDOR TRASEIRO 01 NEUTRO C024NN 843,54 g 02 CHASSI 01 NEUTRO C001NN 12700 g 03 SUPORTE DA CARENAGEM

Leia mais

MOTOR DIESEL BANDAI - DE296 / DE296E - 7HP 01 - CILINDRO POSIÇÃO CÓDIGO DESCRIÇÃO 1 DE PARAFUSO DO DRENO 2 DE ARRUELA 3 DE

MOTOR DIESEL BANDAI - DE296 / DE296E - 7HP 01 - CILINDRO POSIÇÃO CÓDIGO DESCRIÇÃO 1 DE PARAFUSO DO DRENO 2 DE ARRUELA 3 DE MOTOR DIESEL BANDAI - DE296 / DE296E - 7HP 01 - CILINDRO POSIÇÃO CÓDIGO DESCRIÇÃO 1 DE2960101 PARAFUSO DO DRENO 2 DE2960102 ARRUELA 3 DE2960103 RETENTOR 4 DE2960104 BLOCO DO CILINDRO 5 DE2960105 CONTROLADOR

Leia mais

Laboratório de Sistemas Hidráulicos. Aula prática S25

Laboratório de Sistemas Hidráulicos. Aula prática S25 Laboratório de Sistemas Hidráulicos Aula prática S25 Relação entre áreas Vazão X Velocidade 1ª Verificação Aeração e Cavitação Cavitação Entende-se por cavitação a formação temporária de espaços vazios

Leia mais

LISTA DE PREÇOS DE PEÇAS RODOPARANÁ - VALIDA PARA MÊS DE NOVEMBRO 2014

LISTA DE PREÇOS DE PEÇAS RODOPARANÁ - VALIDA PARA MÊS DE NOVEMBRO 2014 LISTA DE PREÇOS DE PEÇAS RODOPARANÁ - VALIDA PARA MÊS DE NOVEMBRO 2014 CODIGO Descrição PIS/COFINS % NCM IPI PRODUTO VALOR 210500012 ANEL VEDAÇÃO 9,25 40169300 8 RDP 470 R$ 9,68 210501565 ANEL 9,25 40169300

Leia mais

01 Embreagem. 02 Pedal de acionamento. 03 Redutor ou multiplicador. 04 Radiador de óleo. 05 Caixa de Câmbio. 06 Diferencial e reduções finais.

01 Embreagem. 02 Pedal de acionamento. 03 Redutor ou multiplicador. 04 Radiador de óleo. 05 Caixa de Câmbio. 06 Diferencial e reduções finais. 01 Embreagem. 02 Pedal de acionamento. 03 Redutor ou multiplicador. 04 Radiador de óleo. 05 Caixa de Câmbio. 06 Diferencial e reduções finais. 08 Diferencial dianteiro e reduções finais. 09 Cardans e Cruzetas.

Leia mais

Scania Oil. Prolongue a vida útil do seu Scania e mantenha o bom desempenho dos seus negócios.

Scania Oil. Prolongue a vida útil do seu Scania e mantenha o bom desempenho dos seus negócios. Scania Oil. Prolongue a vida útil do seu Scania e mantenha o bom desempenho dos seus negócios. DESENVOLVIDOS ESPECIALMENTE PARA O SEU SCANIA. O óleo lubrificante é um dos principais e mais importantes

Leia mais

MOTORES Flex. Tadeu Cordeiro, M.Sc., D.Sc. Consultor Senior CENPES/PDAB/DPM. UFRJ Dezembro de 2012

MOTORES Flex. Tadeu Cordeiro, M.Sc., D.Sc. Consultor Senior CENPES/PDAB/DPM. UFRJ Dezembro de 2012 MOTORES Flex Tadeu Cordeiro, M.Sc., D.Sc. Consultor Senior CENPES/PDAB/DPM UFRJ Dezembro de 2012 FLEX FUEL BRASILEIRO Permite a utilização de álcool hidratado (E100), gasolina (E22) ou qualquer mistura

Leia mais

Furadeira de base magnética modelo CTYP-60

Furadeira de base magnética modelo CTYP-60 0 Furadeira de base magnética modelo CTYP-60 Instrução de operação: Para sua própria segurança, antes de utilizar o equipamento verifique a voltagem correta e cheque se todos os acessórios e peças estão

Leia mais

21. DIAGNOSE DE DEFEITOS

21. DIAGNOSE DE DEFEITOS XR250 21. DIAGNOSE DE DEFEITOS O MOTOR NÃO DÁ PARTIDA OU A PARTIDA É DIFÍCIL 21-1 FALTA DE POTÊNCIA DO MOTOR 21-2 BAIXO DESEMPENHO EM BAIXAS ROTAÇÕES OU MARCHA LENTA 21-3 BAIXO DESEMPENHO EM ALTAS ROTAÇÕES

Leia mais

APLICATIVOS VW. DIGIFANT Mi

APLICATIVOS VW. DIGIFANT Mi Página 1 de 16 CAPITULO 70 APLICATIVOS VW DIGIFANT Mi GOLF GL/GLX 2.0 - Mi. COMO FUNCIONA O SISTEMA DIGIFANT Mi GOLF 2.0 Este sistema de injeção é digital multiponto ou seja com quatro válvulas injetoras

Leia mais

LOTE 1 - Valor Máximo do Lote: R$ ,08 (trezentos e vinte e quatro mil, quatrocentos e sessenta e dois reais e oito centavos)

LOTE 1 - Valor Máximo do Lote: R$ ,08 (trezentos e vinte e quatro mil, quatrocentos e sessenta e dois reais e oito centavos) MUNICÍPIO DE PALOTINA Rua Aldir Pedron, 898 Centro, Palotina Estado do Paraná CNPJ: 76.208.487/0001-64 CEP: 85950-000 PREGÃO 035/2015 - ANEXO I - CORRIGIDO OBJETO: CONTRATAÇÃO DE EMPRESA PARA FORNECIMENTO

Leia mais

ABNT/CB-05 - AUTOMOTIVO Prazo-limite ABNT NBR 10400:1997 Tratores agrícolas - Determinação do desempenho na barra de tração - Método de ensaio

ABNT/CB-05 - AUTOMOTIVO Prazo-limite ABNT NBR 10400:1997 Tratores agrícolas - Determinação do desempenho na barra de tração - Método de ensaio EDITAL Nº. 09:2012 Período de 01 de setembro de 2012 a 30 de setembro de 2012 PROPOSTA DE CONFIRMAÇÃO DE NORMA BRASILEIRA A Proposta de Confirmação de Norma da ABNT pode ser visualizada e impressa pelo

Leia mais

*Imagens meramente ilustrativas LIXADEIRA ORBITAL. Manual de Instruções

*Imagens meramente ilustrativas LIXADEIRA ORBITAL. Manual de Instruções *Imagens meramente ilustrativas LIXADEIRA ORBITAL Manual de Instruções www.v8brasil.com.br 1. DADOS TÉCNICOS LIXADEIRA ORBITAL Modelo Velocidade sem carga Pressão de trabalho Entrada de ar 1/4 Disco de

Leia mais

ANEXO I Pag.: 1 Licitação Nº 043/2016-000030. Lote Descrição Qtd Unidade

ANEXO I Pag.: 1 Licitação Nº 043/2016-000030. Lote Descrição Qtd Unidade ANEXO I Pag.: 1 1 TRATOR A 950 0001 003137 ALTERNADOR (TRATOR A 950) 1,0000 UNIDADE 0002 003142 BOMBA DE TRANSFERENCIA (TRATOR A 950) 2,0000 UNIDADE 0003 003136 BOMBA HIDRÁULICA (TRATOR A 950) 1,0000 UNIDADE

Leia mais

Descrever o princípio de funcionamento dos motores Ciclo Otto Identificar os componentes básicos do motor.

Descrever o princípio de funcionamento dos motores Ciclo Otto Identificar os componentes básicos do motor. Objetivos Descrever o princípio de funcionamento dos motores Ciclo Otto Identificar os componentes básicos do motor. Descrição Neste módulo são abordados os princípios de funcionamento do motor Ciclo Otto,

Leia mais

Furadeira de base magnética modelo CTYP-100

Furadeira de base magnética modelo CTYP-100 0 Furadeira de base magnética modelo CTYP-100 Instrução de operação: Para sua própria segurança, antes de utilizar o equipamento verifique a voltagem correta e cheque se todos os acessórios e peças estão

Leia mais

CATÁLOGO DE PEÇAS X050QTA11

CATÁLOGO DE PEÇAS X050QTA11 CHASSI COMPONENTES DO CHASSI 01 02 03 01 AMORTECEDOR TRASEIRO 01 NEUTRO C024NN 843,54 g 02 CHASSI 01 NEUTRO C001NN 12700 g 03 SUPORTE DA CARENAGEM FRONTAL 01 NEUTRO C306NN 218,19 g 04 BALANÇA TRASEIRA

Leia mais

Desenho Explodido: MG168FA-3 / MG-168F - Conjunto Governador Mecânico

Desenho Explodido: MG168FA-3 / MG-168F - Conjunto Governador Mecânico Desenho Explodido: MG168FA-3 / MG-168F - Conjunto Governador Mecânico Lista de Peças: MG-168FA / MG168F - Conjunto Governador Mecânico Nº Código Referência Descrição 01 12637.9 168F.8-1 Governador 02 07184.1

Leia mais

Nebulizadores aplicam gotas menores que 50 mm.

Nebulizadores aplicam gotas menores que 50 mm. Universidade Estadual Paulista Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias Curso : Agronomia Disciplina: Tratamento Fitossanitário Aula: Aplicação de Líquidos e Pulverizadores Os produtos fitossanitários

Leia mais

EXPLODIDO MOTOR MOTOBOMBA 2" MOTOR 168F / 3" MOTOR 168F-1 CABEÇOTE

EXPLODIDO MOTOR MOTOBOMBA 2 MOTOR 168F / 3 MOTOR 168F-1 CABEÇOTE EXPLODIDO MOTOR MOTOBOMBA 2" MOTOR 168F / 3" MOTOR 168F-1 CABEÇOTE 1.1 01.01.01.024.004 CABEÇOTE DO CILINDRO 168F 1 01.01.01.024.005 CABEÇOTE DO CILINDRO 168F-1 1 1.2 01.01.10.011.002 PRISIONEIRO EX M6X110

Leia mais

TF a. EDIÇÃO - OUT/1997 LISTA DE PEÇAS VISTA EXPLODIDA MOTORES DIESEL TF60 / TF60H

TF a. EDIÇÃO - OUT/1997 LISTA DE PEÇAS VISTA EXPLODIDA MOTORES DIESEL TF60 / TF60H LISTA DE PEÇAS VISTA EXPLODIDA MOTORES DIESEL TF60 / TF60H PARTES QUE COMPÕEM ESTA LISTA: Esta lista compõem-se de 2 partes, sendo a primeira com os códigos das peças e a vista explodida da secção da máquina

Leia mais

ZÍZIMO MOREIRA FILHO VINÍCIUS RODRIGUES BORBA

ZÍZIMO MOREIRA FILHO VINÍCIUS RODRIGUES BORBA ZÍZIMO MOREIRA FILHO VINÍCIUS RODRIGUES BORBA 1680 Holandês Huygens propôs o motor movido à pólvora; 1688 Papin, físico e inventor francês, desenvolve motor à pólvora na Royal Society de Londres. O motor

Leia mais

21. DIAGNOSE DE DEFEITOS

21. DIAGNOSE DE DEFEITOS NX-4 FALCON 21. DIAGNOSE DE DEFEITOS O MOTOR NÃO DÁ PARTIDA OU 21-1 A PARTIDA É DIFÍCIL FALTA DE POTÊNCIA DO MOTOR 21-2 BAIXO DESEMPENHO EM BAIXAS 21-3 ROTAÇÕES OU MARCHA LENTA BAIXO DESEMPENHO EM 21-4

Leia mais

Procedimentos Básicos sobre manuseio e cuidados com a Tochas MIG/MAG

Procedimentos Básicos sobre manuseio e cuidados com a Tochas MIG/MAG Procedimentos Básicos sobre manuseio e cuidados com a Tochas MIG/MAG Nov/2005 A tocha de solda é uma ferramenta para a condução de corrente elétrica, arame eletrodo, circuito de água para resfriamento¹

Leia mais

MOTOR 8.0 HP LIFAN CSM

MOTOR 8.0 HP LIFAN CSM 1 - CARCAÇA 1 2.03.50.004 Arruela do Bujão do Óleo 2 2 2.03.64.230 Bujão Óleo 2 3 2.03.80.057 Retentor do Virabrequim 1 4 2.03.21.579 Lacre 1 5 2.01.14.021 Relé Interruptor Nível do Óleo 1 6 2.03.23.043

Leia mais

Pos Código Descrição Q/M*

Pos Código Descrição Q/M* Motores 4 Tempos 5cv 87 7032400 Cabeçote 2 00970 Parafuso da tampa do cabeçote - completo 3 70300623 Tampa do cabeçote 4 0800393 Vedação da tampa cabeçote 5 00443 Parafuso flangeado M0x80 4 6 23500470

Leia mais

CATÁLOGO DE PEÇAS. Cortador de Grama CGT 5.0 EDIÇÃO 10-16

CATÁLOGO DE PEÇAS. Cortador de Grama CGT 5.0 EDIÇÃO 10-16 CATÁLOGO DE PEÇAS Cortador de Grama CGT.0 EDIÇÃO 0- PREFÁCIO PREFÁCIO Esté catálogo foi elaborado para facilitar a identificação e localização das peças originais de reposição dos produtos TRAMONTINI.

Leia mais

CUIDADOS BÁSICOS COM CENTRÍFUGAS

CUIDADOS BÁSICOS COM CENTRÍFUGAS RECOMENDAÇÃO TÉCNICA ISSN 1413-9553 agosto, 1998 Número 10/98 CUIDADOS BÁSICOS COM CENTRÍFUGAS Vicente Real Junior André Luiz Bugnolli Ladislau Marcelino Rabello Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária

Leia mais

Fornecedor : BRIGGS AND STRATTON ordem de código Produto Descricao PNEU 20X PNEU 15X JUNTA RESPIRO 07

Fornecedor : BRIGGS AND STRATTON ordem de código Produto Descricao PNEU 20X PNEU 15X JUNTA RESPIRO 07 Fornecedor : 100 - BRIGGS AND STRATTON ordem de código Produto Descricao 00 68087 PNEU 20X800-8 00 68090 PNEU 15X600-6 02 7549 JUNTA RESPIRO 07 0642GS SILENT BLOCK (COXIM) 18 7385GS SILENT BLOCK (COXIM)

Leia mais

*Imagens meramente ilustrativas LIXADEIRA ORBITAL. Manual de Instruções

*Imagens meramente ilustrativas LIXADEIRA ORBITAL. Manual de Instruções *Imagens meramente ilustrativas LIXADEIRA ORBITAL Manual de Instruções www.v8brasil.com.br 1. DADOS TÉCNICOS LIXADEIRA ORBITAL 1200 Modelo Velocidade sem carga Pressão de ar Entrada de ar 1/4 V8-LX-1200

Leia mais