BARÓMETRO TRIMESTRAL DO COMÉRCIO ELECTRÓNICO EM PORTUGAL 4º TRIMESTRE DE 2014 RELATÓRIO DE RESULTADOS

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "BARÓMETRO TRIMESTRAL DO COMÉRCIO ELECTRÓNICO EM PORTUGAL 4º TRIMESTRE DE 2014 RELATÓRIO DE RESULTADOS"

Transcrição

1 BARÓMETRO TRIMESTRAL DO COMÉRCIO ELECTRÓNICO EM PORTUGAL 4º TRIMESTRE DE 2014 RELATÓRIO DE RESULTADOS

2 Índice Introdução 03 Ficha Técnica 05 Sumário Executivo 06 Relatório de Resultados 07 Entidades Inquiridas 30 ACEPI/Netsonda 4º Trimestre 2014 Slide 2

3 Sobre a ACEPI A ACEPI - Associação da Economia Digital, é uma organização independente sem fins lucrativos, de pessoas individuais e colectivas, visando o estudo e a implementação das diversas formas de Comércio Electrónico e da Publicidade Interactiva, constituindo um fórum independente e aberto para o debate, potenciação, promoção, generalização e dignificação destas realidades e temáticas em Portugal. A ACEPI congrega actualmente as mais relevantes entidades e profissionais ligados ao Comércio Electrónico e à Publicidade Interactiva em Portugal, incluindo lojas on-line, bancos e outras empresas financeiras, emarketplaces, entidades ligadas à área da publicidade online, Internet Service Providers, imprensa on-line, operadores de telecomunicações, empresas de venda à distância e muitas outras empresas de outros sectores de actividade. Mais informações em ACEPI/Netsonda 4º Trimestre 2014 Slide 3

4 Sobre a Netsonda A Netsonda, em actividade desde Julho de 2000, é líder e pioneira em Portugal na recolha e análise de informação através de plataformas tecnológicas desenvolvidas à medida das necessidades dos projectos, oferecendo rapidez, segurança e rentabilidade. Os estudos da Netsonda são ferramentas de trabalho precisas, dotando os seus clientes da informação necessária aos processos de decisão, de investimento e de aperfeiçoamento de produtos e serviços. A equipa de research da Netsonda é constituída por profissionais com a formação adequada aos objectivos da empresa, designadamente na área das ciências sociais, da estatística e das novas tecnologias da informação. A Netsonda pertence à APODEMO Associação Portuguesa de Empresas de Estudo de Mercado e de Opinião, à ESOMAR World Association of Research Professionals, subscrevendo e realizando as suas propostas e estudos de acordo com os códigos CODEMO e ICC/ESOMAR. O Painel da Netsonda encontra-se registado na Comissão Nacional para Protecção de Dados (CNPD). Mais informações em ACEPI/Netsonda 4º Trimestre 2014 Slide 4

5 Objectivo e Metodologia Objectivo O Barómetro Trimestral do Comércio constitui um dos instrumentos que a ACEPI e a Netsonda colocam à disposição de todas as entidades - Estado, empresas, profissionais, docentes, estudantes, formadores, consultores, investigadores - envolvidas na cadeia de valor do comércio, com o objectivo de conhecer a evolução do negócio e as principais tendências do comércio electrónico em Portugal, na perspectiva da oferta. A amostra escolhida algumas das mais representativas empresas do sector (do ponto de vista do volume de negócios), contempla os mais variados modelos de negócio (B2B, B2C, Homebanking, C2C) e reflecte uma grande variedade de sectores económicos (banca, comércio, turismo, construção, imprensa, desporto, entre muitos outros). O estudo cuja síntese de resultados se apresenta neste documento foi realizado pela Netsonda e pela ACEPI, e tem por objectivo fundamental avaliar a evolução e desenvolvimento do Comércio na perspectiva da oferta, assim como a confiança e expectativas dos seus protagonistas. O alvo definido para o estudo realizado foram algumas das mais representantes empresas associadas da ACEPI (Associação da Economia Digital). Importa destacar a enorme variedade de sectores representados pelas empresas participantes neste barómetro assim como o facto das mesmas representarem, juntas, uma considerável fatia da totalidade do volume de negócios do comércio electrónico em Portugal. Amostra A técnica de recolha de informação utilizada foi o inquérito online aos associados da ACEPI. O contacto com os associados foi realizado através de mensagem de , fornecendo um convite à participação no estudo de âmbito geral, estando o questionário alojado na plataforma tecnológica da Netsonda. Período de Recolha A recolha de informação decorreu entre os dias 12 de Fevereiro de 2015 e 12 de Março de ACEPI/Netsonda 4º Trimestre 2014 Slide 5

6 Sumário Executivo 66% dos sites afirma ter aumentado o volume de vendas em comparação com o período homólogo. Quando comparando os dados com 3ºT de 2014 e trimestre homólogo de 2013 verifica-se um aumento no número de sites a referir que o seu volume de vendas diminuiu. Para 24% dos sites, o volume de vendas do foi superior a 1 milhão de euros. Por outro lado, 26% indica que o seu volume de vendas ficou abaixo dos euros. 71% dos sites afirma ter registado um aumento de clientes em relação ao período homólogo. Em comparação com o trimestre anterior e homólogos 2013 e 2012 verifica-se uma diminuição no número de sites que refere que o número de clientes no período em análise foi mais de No 4ºT de 2014, 55% dos sites optaram por aumentar o investimento realizado no seu site, valor sempre em crescimento quando comparado com o trimestre anterior e homólogos. Para as entidades inquiridas que operam na área B2C, as expectativas para o próximo trimestre em relação ao site e comércio electrónico continuam a ser de crescimento. Das que operam na área B2B, verifica-se que os inquiridos têm uma menor expectativa que o seu site acelere o ritmo de crescimento das vendas, em comparação com o trimestre anterior. Os meios de pagamentos mais utilizados pelos sites inquiridos são o Pagamento de Serviços/MB e Cartão de Débito/Crédito. Cerca de 95% dos sites inquiridos realizaram promoções no, valores em crescimento em relação ao trimestre anterior e homólogos de 2013 e Os locais privilegiados pelos sites inquiridos para promoverem o seu site/negócio continuam a ser as redes sociais (87%) e publicidade online (82%). 24% dos sites afirma que do total das suas vendas, nenhuma é realizada através de dispositivos móveis. Por outro lado, 53% afirma que entre 1 a 10% das suas vendas são concretizadas através destes aparelhos. Apesar de mais de metade dos sites realizarem exportações, verifica-se que as transacções ainda têm uma baixa representatividade no total das suas vendas. ACEPI/Netsonda 4º Trimestre 2014 Slide 6

7 Diabetes Diabetes Relatório Diagnóstico de Resultados

8 Neste Trimestre, e em comparação com o período homólogo, o volume de vendas do seu site 66% dos sites afirma ter aumentado o volume de vendas em comparação com o período homólogo sendo que perto de um terço dos sites afirma mesmo ter crescido acima de dois dígitos percentuais. 34% 20% 12% BASE: Total (n=41) ACEPI/Netsonda 4º Trimestre 2014 Slide 8

9 Neste Trimestre, e em comparação com o período homólogo, o volume de vendas do seu site Quando comparando os dados com 3ºT de 2014 e trimestre homólogo de 2013 verifica-se um aumento no número de sites a referir que o seu volume de vendas diminuiu. n=41 n=26 n=25 n=31 ACEPI/Netsonda 4º Trimestre 2014 Slide 9

10 Indique o volume de vendas no período em análise. Para 24% dos sites, o volume de vendas do foi superior a 1 milhão de euros. Por outro lado, 26% indica que o seu volume de vendas ficou abaixo dos euros. 26% 18% BASE: Com actividade há mais de um trimestre (n=38) ACEPI/Netsonda 4º Trimestre 2014 Slide 10

11 Indique o volume de vendas no período em análise. Em comparação com o último trimestre e homólogo de 2013, observa-se um aumento no número de sites com volume de vendas inferior a n=38 n=26 n=24 n=31 ACEPI/Netsonda 4º Trimestre 2014 Slide 11

12 Neste Trimestre, e em comparação com o período homólogo, o nº de clientes que fez compras no seu site... 71% dos sites afirma ter registado um aumento de clientes em relação ao período homólogo. 13% BASE: Com actividade há mais de um trimestre (n=38) ACEPI/Netsonda 4º Trimestre 2014 Slide 12

13 Neste Trimestre, e em comparação com o período homólogo, o nº de clientes que fez compras no seu site... Face aos trimestres anterior e homólogo de 2013 verifica-se que houve uma diminuição de clientes a comprar no site. n=38 n=26 n=24 n=31 ACEPI/Netsonda 4º Trimestre 2014 Slide 13

14 Indique o número de clientes referentes ao período em análise. 29% dos sites inquiridos afirma ter tido mais de clientes no período em análise enquanto que 1/3 do refere ter tido 100 ou menos clientes. 34% 16% BASE: Com actividade há mais de um trimestre (n=38) ACEPI/Netsonda 4º Trimestre 2014 Slide 14

15 Indique o número de clientes referentes ao período em análise. Em comparação com o trimestre anterior e homólogos 2013 e 2012 verifica-se uma diminuição no número de sites que refere que o número de clientes no período em análise foi mais de n=38 n=26 n=24 n=31 ACEPI/Netsonda 4º Trimestre 2014 Slide 15

16 Neste Trimestre, e em comparação com o período homólogo, o investimento que realizou no seu site (upgrades, promoção, etc.) No 4ºT de 2014, 55% dos sites optaram por aumentar o investimento realizado no seu site, valor sempre em crescimento quando comparado com o trimestre anterior e homólogos. n=38 n=26 n=24 n=31 ACEPI/Netsonda 4º Trimestre 2014 Slide 16

17 Indique todas as categorias de Produtos/Serviços que vendeu no seu site neste Trimestre. A principal categoria de produtos e serviços transaccionadas nos diferentes sites dos inquiridos foram produtos de Electrónica/Telemóveis (26%). BASE: Com actividade há mais de um trimestre (n=38) ACEPI/Netsonda 4º Trimestre 2014 Slide 17

18 Indique todas as categorias de Produtos/Serviços que vendeu no seu site neste Trimestre. n=38 n=26 n=24 n=31 ACEPI/Netsonda 4º Trimestre 2014 Slide 18

19 Indique todas as categorias de Produtos/Serviços que vendeu no seu site neste Trimestre (1/3). n=38 n=26 n=24 n=31 ACEPI/Netsonda 4º Trimestre 2014 Slide 19

20 Indique todas as categorias de Produtos/Serviços que vendeu no seu site neste Trimestre (2/3). n=38 n=26 n=24 n=31 ACEPI/Netsonda 4º Trimestre 2014 Slide 20

21 Indique todas as categorias de Produtos/Serviços que vendeu no seu site neste Trimestre (3/3). n=38 n=26 n=24 n=31 ACEPI/Netsonda 4º Trimestre 2014 Slide 21

22 Frases que melhor descrevem as suas expectativas para o próximo Trimestre (se operar na área B2C) Para as entidades inquiridas que operam na área B2C, as expectativas para o próximo trimestre em relação ao site e comércio electrónico continuam a ser de crescimento. O meu site 4ºT 2014 Trimestre Anterior (3ºT 2014) Trimestre Homólogo (4ºT 2013) Trimestre Homólogo (4ºT 2012) O meu site vai acelerar o ritmo do crescimento das vendas O meu site vai registar um aumento de vendas mais modesto do que o deste Trimestre O meu site vai manter o ritmo de crescimento de vendas O meu site vai registar um decréscimo de vendas O comércio electrónico O comércio electrónico em geral vai aumentar o ritmo de crescimento O comércio electrónico em geral vai reduzir o ritmo de crescimento O comércio electrónico vai manter o crescimento do ritmo de vendas O comércio electrónico em geral vai registar um decréscimo de vendas n=30 n=22 n=21 n=27 ACEPI/Netsonda 4º Trimestre 2014 Slide 22

23 Frases que melhor descrevem as suas expectativas para o próximo Trimestre (se operar na área B2B) Das entidades inquiridas que operam na área B2B, verifica-se que os inquiridos têm uma menor expectativa que o seu site acelere o ritmo de crescimento das vendas, em comparação com o trimestre anterior. O meu site 4ºT 2014 Trimestre Anterior (3ºT 2014) Trimestre Homólogo (4ºT 2013) Trimestre Homólogo (4ºT 2012) O meu site vai acelerar o ritmo do crescimento das vendas O meu site vai registar um aumento de vendas mais modesto do que o deste Trimestre O meu site vai manter o ritmo de crescimento de vendas O meu site vai registar um decréscimo de vendas O comércio electrónico O comércio electrónico em geral vai aumentar o ritmo de crescimento O comércio electrónico em geral vai reduzir o ritmo de crescimento O comércio electrónico vai manter o crescimento do ritmo de vendas O comércio electrónico em geral vai registar um decréscimo de vendas n=14 n=7 n=11 n=11 ACEPI/Netsonda 4º Trimestre 2014 Slide 23

24 Indique a distribuição dos seus Clientes neste Trimestre. Em 40% dos sites os seus clientes distribuem-se mais por clientes novos do que recorrentes. n=38 n=26 n=24 n=31 ACEPI/Netsonda 4º Trimestre 2014 Slide 24

25 Indique os Métodos de Pagamento que aceita actualmente no seu site. Os meios de pagamentos mais utilizados pelos sites inquiridos são o Pagamento de Serviços/MB e Cartão de Débito/Crédito. Cartões Débito/Crédito Pagamento à cobrança Pagamento de Serviços/MB PayPal Transferência Bancária Outro NA NA NA n=38 n=26 n=24 n=31 ACEPI/Netsonda 4º Trimestre 2014 Slide 25

26 Indique se realizou promoções no seu site neste trimestre. Cerca de 95% dos sites inquiridos realizaram promoções no, valores em crescimento em relação ao trimestre anterior e homólogos de 2013 e n=38 n=26 n=24 n=31 ACEPI/Netsonda 4º Trimestre 2014 Slide 26

27 Frases que melhor descrevem as suas expectativas para o próximo Trimestre (se operar na área B2C) Os locais privilegiados pelos sites inquiridos para promoverem o seu site/negócio continuam a ser as redes sociais (87%) e publicidade online (82%). 4ºT 2014 Trimestre Anterior (3ºT 2014) Trimestre Homólogo (4ºT 2013) Trimestre Homólogo (4ºT 2012) Redes Sociais Publicidade Online Meios impressos (catálogos, flyers, etc,) Na loja física Publicidade em Imprensa Publicidade na Rádio Publicidade na Televisão Publicidade Exterior (Mupis, Outdoors, etc,) Outro Não promovi o meu site/negócio n=38 n=26 n=24 n=31 ACEPI/Netsonda 4º Trimestre 2014 Slide 27

28 Indique a percentagem das suas vendas que correspondem às suas vendas em dispositivos móveis. 24% dos sites afirma que do total das suas vendas, nenhuma é realizada através de dispositivos móveis. Por outro lado, 53% afirma que entre 1 a 10% das suas vendas são concretizadas através destes aparelhos. n=38 n=26 n=24 n=31 ACEPI/Netsonda 4º Trimestre 2014 Slide 28

29 Indique se vendeu para fora de Portugal neste trimestre. Indique a percentagem das suas vendas que correspondem às suas vendas para fora de Portugal. Apesar de mais de metade dos sites realizarem exportações, verifica-se que as transacções ainda têm uma baixa representatividade no total das suas vendas. Se Sim, Que percentagem? n=38 n=26 n=24 n=31 n=21 n=17 n=14 n=17 ACEPI/Netsonda 4º Trimestre 2014 Slide 29

30 Entidades Inquiridas ACEPI/Netsonda 4º Trimestre 2014 Slide 30

31 BARÓMETRO TRIMESTRAL DO COMÉRCIO ELECTRÓNICO EM PORTUGAL 4º TRIMESTRE DE 2014 RELATÓRIO DE RESULTADOS

ACEPI/Netsonda Barómetro Trimestral do Comércio Electrónico em Portugal 1º Trimestre 2010. Página 1

ACEPI/Netsonda Barómetro Trimestral do Comércio Electrónico em Portugal 1º Trimestre 2010. Página 1 Página 1 Sobre a ACEPI A ACEPI - Associação de Comércio Electrónico e Publicidade Interactiva, nova designação da ACEP, após ter passado a integrar também as entidades e os profissionais da área da publicidade

Leia mais

Introdução 03. Ficha Técnica 05. Sumário Executivo 06. Relatório de Resultados 07. Entidades Inquiridas 32. Índice

Introdução 03. Ficha Técnica 05. Sumário Executivo 06. Relatório de Resultados 07. Entidades Inquiridas 32. Índice Índice Introdução 03 Ficha Técnica 05 Sumário Executivo 06 Relatório de Resultados 07 Entidades Inquiridas 32 ACEPI/Netsonda 1º Trimestre 2013 Slide 2 Sobre a ACEPI A ACEPI - Associação de Comércio Electrónico

Leia mais

BARÓMETRO TRIMESTRAL DO COMÉRCIO ELECTRÓNICO EM PORTUGAL 2º TRIMESTRE DE 2014 RELATÓRIO DE RESULTADOS

BARÓMETRO TRIMESTRAL DO COMÉRCIO ELECTRÓNICO EM PORTUGAL 2º TRIMESTRE DE 2014 RELATÓRIO DE RESULTADOS BARÓMETRO TRIMESTRAL DO COMÉRCIO ELECTRÓNICO EM PORTUGAL 2º TRIMESTRE DE 2014 RELATÓRIO DE RESULTADOS Índice Introdução 03 Ficha Técnica 05 Sumário Executivo 06 Relatório de Resultados 07 Entidades Inquiridas

Leia mais

Síntese. de Resultados. 1. Sobre a ACEP

Síntese. de Resultados. 1. Sobre a ACEP 1. Sobre a ACEP A ACEP - Associação de Comércio Electrónico em Portugal é uma organização independente sem fins lucrativos, de pessoas individuais e colectivas, visando o estudo e a implementação das diversas

Leia mais

Síntese. de Resultados. 1. Sobre a ACEP

Síntese. de Resultados. 1. Sobre a ACEP 1. Sobre a ACEP A ACEP - Associação de Comércio Electrónico em Portugal é uma organização independente sem fins lucrativos, de pessoas individuais e colectivas, visando o estudo e a implementação das diversas

Leia mais

ACEPI Quem Somos? Mais informações em ACEPI/Netsonda Barómetro Trimestral do Comércio Electrónico em Portugal 1º Trimestre 2009

ACEPI Quem Somos? Mais informações em  ACEPI/Netsonda Barómetro Trimestral do Comércio Electrónico em Portugal 1º Trimestre 2009 ACEPI Quem Somos? A ACEPI - Associação de Comércio Electrónico e Publicidade Interactiva, nova designação da ACEP, após ter passado a integrar também as entidades e os profissionais da área da publicidade

Leia mais

BARÓMETRO TRIMESTRAL DO COMÉRCIO ELECTRÓNICO EM PORTUGAL 2º TRIMESTRE 2013 RELATÓRIO DE RESULTADOS

BARÓMETRO TRIMESTRAL DO COMÉRCIO ELECTRÓNICO EM PORTUGAL 2º TRIMESTRE 2013 RELATÓRIO DE RESULTADOS BARÓMETRO TRIMESTRAL DO COMÉRCIO ELECTRÓNICO EM PORTUGAL 2º TRIMESTRE 2013 RELATÓRIO DE RESULTADOS Índice Introdução 03 Ficha Técnica 05 Sumário Executivo 06 Relatório de Resultados 08 Entidades Inquiridas

Leia mais

Síntese. de Resultados. 1. Sobre a ACEP

Síntese. de Resultados. 1. Sobre a ACEP 1. Sobre a ACEP A ACEP - Associação de Comércio Electrónico em Portugal é uma organização independente sem fins lucrativos, de pessoas individuais e colectivas, visando o estudo e a implementação das diversas

Leia mais

BARÓMETRO TRIMESTRAL DO COMÉRCIO ELECTRÓNICO EM PORTUGAL 1º TRIMESTRE DE 2014 RELATÓRIO DE RESULTADOS

BARÓMETRO TRIMESTRAL DO COMÉRCIO ELECTRÓNICO EM PORTUGAL 1º TRIMESTRE DE 2014 RELATÓRIO DE RESULTADOS BARÓMETRO TRIMESTRAL DO COMÉRCIO ELECTRÓNICO EM PORTUGAL 1º TRIMESTRE DE 2014 RELATÓRIO DE RESULTADOS Índice Introdução 03 Ficha Técnica 05 Sumário Executivo 06 Relatório de Resultados 07 Entidades Inquiridas

Leia mais

ACEPI Quem Somos? Mais informações em ACEPI/Netsonda Barómetro Trimestral do Comércio Electrónico em Portugal 2º Trimestre 2009

ACEPI Quem Somos? Mais informações em  ACEPI/Netsonda Barómetro Trimestral do Comércio Electrónico em Portugal 2º Trimestre 2009 ACEPI Quem Somos? A ACEPI - Associação de Comércio Electrónico e Publicidade Interactiva, nova designação da ACEP, após ter passado a integrar também as entidades e os profissionais da área da publicidade

Leia mais

ACEPI/Netsonda Barómetro Trimestral do Comércio Electrónico em Portugal 4º Trimestre Página 1

ACEPI/Netsonda Barómetro Trimestral do Comércio Electrónico em Portugal 4º Trimestre Página 1 Página 1 Sobre a ACEPI A ACEPI - Associação de Comércio Electrónico e Publicidade Interactiva, nova designação da ACEP, após ter passado a integrar também as entidades e os profissionais da área da publicidade

Leia mais

ACEPI/Netsonda Barómetro Trimestral do Comércio Electrónico em Portugal 2º Trimestre Página 1

ACEPI/Netsonda Barómetro Trimestral do Comércio Electrónico em Portugal 2º Trimestre Página 1 Página 1 Sobre a ACEPI A ACEPI - Associação de Comércio Electrónico e Publicidade Interactiva, nova designação da ACEP, após ter passado a integrar também as entidades e os profissionais da área da publicidade

Leia mais

ACEPI/Netsonda Barómetro Trimestral do Comércio Electrónico em Portugal 1º Trimestre 2012. Página 1

ACEPI/Netsonda Barómetro Trimestral do Comércio Electrónico em Portugal 1º Trimestre 2012. Página 1 Página 1 Sobre a ACEPI A ACEPI - Associação de Comércio Electrónico e Publicidade Interactiva, é uma organização independente sem fins lucrativos, de pessoas individuais e colectivas, visando o estudo

Leia mais

ACEPI/Netsonda Barómetro Trimestral do Comércio Electrónico em Portugal 3º Trimestre 2010. Página 1

ACEPI/Netsonda Barómetro Trimestral do Comércio Electrónico em Portugal 3º Trimestre 2010. Página 1 Página 1 Sobre a ACEPI A ACEPI - Associação de Comércio Electrónico e Publicidade Interactiva, nova designação da ACEP, após ter passado a integrar também as entidades e os profissionais da área da publicidade

Leia mais

Síntese. de Resultados. 1. Sobre a ACEP

Síntese. de Resultados. 1. Sobre a ACEP 1. Sobre a ACEP A ACEP - Associação de Comércio Electrónico em Portugal é uma organização independente sem fins lucrativos, de pessoas individuais e colectivas, visando o estudo e a implementação das diversas

Leia mais

Síntese. de Resultados. 1. Sobre a ACEP

Síntese. de Resultados. 1. Sobre a ACEP 1. Sobre a ACEP A ACEP - Associação de Comércio Electrónico em Portugal é uma organização independente sem fins lucrativos, de pessoas individuais e colectivas, visando o estudo e a implementação das diversas

Leia mais

Síntese. de Resultados. 1. Sobre a ACEP

Síntese. de Resultados. 1. Sobre a ACEP 1. Sobre a ACEP A ACEP - Associação de Comércio Electrónico em Portugal é uma organização independente sem fins lucrativos, de pessoas individuais e colectivas, visando o estudo e a implementação das diversas

Leia mais

ACEPI/Netsonda Barómetro Trimestral do Comércio Electrónico em Portugal 2º Trimestre 2012. Página 1

ACEPI/Netsonda Barómetro Trimestral do Comércio Electrónico em Portugal 2º Trimestre 2012. Página 1 Página 1 Sobre a ACEPI A ACEPI - Associação de Comércio Electrónico e Publicidade Interactiva, é uma organização independente sem fins lucrativos, de pessoas individuais e colectivas, visando o estudo

Leia mais

Síntese. de Resultados. 1. Sobre a ACEP

Síntese. de Resultados. 1. Sobre a ACEP 1. Sobre a ACEP A ACEP - Associação de Comércio Electrónico em Portugal é uma organização independente sem fins lucrativos, de pessoas individuais e colectivas, visando o estudo e a implementação das diversas

Leia mais

Síntese. de Resultados. 1. Sobre a ACEP

Síntese. de Resultados. 1. Sobre a ACEP 1. Sobre a ACEP A ACEP - Associação de Comércio Electrónico em Portugal é uma organização independente sem fins lucrativos, de pessoas individuais e colectivas, visando o estudo e a implementação das diversas

Leia mais

ACEPI/Netsonda Barómetro Trimestral do Comércio Electrónico em Portugal 3º Trimestre 2011. Página 1

ACEPI/Netsonda Barómetro Trimestral do Comércio Electrónico em Portugal 3º Trimestre 2011. Página 1 Página 1 Sobre a ACEPI A ACEPI - Associação de Comércio Electrónico e Publicidade Interactiva, nova designação da ACEP, após ter passado a integrar também as entidades e os profissionais da área da publicidade

Leia mais

Síntese. de Resultados. 1. Sobre a ACEP

Síntese. de Resultados. 1. Sobre a ACEP 1. Sobre a ACEP A ACEP - Associação de Comércio Electrónico em Portugal é uma organização independente sem fins lucrativos, de pessoas individuais e colectivas, visando o estudo e a implementação das diversas

Leia mais

SÍNTESE DE RESULTADOS DO ESTUDO SOBRE DOWNLOADS NA INTERNET

SÍNTESE DE RESULTADOS DO ESTUDO SOBRE DOWNLOADS NA INTERNET SÍNTESE DE RESULTADOS DO ESTUDO SOBRE DOWNLOADS NA INTERNET MARÇO 2009 Sobre a Netsonda A Netsonda, em actividade desde Julho de 2000, é líder e pioneira em Portugal na recolha e análise de informação

Leia mais

INSTITUTO NACIONAL DE ESTATISTICA CABO VERDE. INQUÉRITO DE CONJUNTURA NO CONSUMIDOR Folha de Informação Rápida. 2º Trimestre 2015

INSTITUTO NACIONAL DE ESTATISTICA CABO VERDE. INQUÉRITO DE CONJUNTURA NO CONSUMIDOR Folha de Informação Rápida. 2º Trimestre 2015 INSTITUTO NACIONAL DE ESTATISTICA CABO VERDE INQUÉRITO DE CONJUNTURA NO CONSUMIDOR Folha de Informação Rápida 2º Trimestre 2015 Julho 2015 Ficha Técnica Presidente Antonio Duarte Editor Instituto Nacional

Leia mais

Exceeding expectations Estudo de Natal Consumer Products & Retail

Exceeding expectations Estudo de Natal Consumer Products & Retail Exceeding expectations Estudo de Natal 2016 Consumer Products & Retail Onde obter ideias e conselhos Onde encontra ideias e conselhos sobre as seguintes categorias de presentes? Em, a fonte mais utilizada

Leia mais

SÍNTESE DE RESULTADOS DO ESTUDO SOBRE CONSUMO E COMUNICAÇÕES DE NATAL

SÍNTESE DE RESULTADOS DO ESTUDO SOBRE CONSUMO E COMUNICAÇÕES DE NATAL SÍNTESE DE RESULTADOS DO ESTUDO SOBRE CONSUMO E COMUNICAÇÕES DE NATAL DEZEMBRO 2008 Sobre a Netsonda A Netsonda, em actividade desde Julho de 2000, é líder e pioneira em Portugal na recolha e análise de

Leia mais

Estudo sobre Venda de Medicamentos Online

Estudo sobre Venda de Medicamentos Online Estudo sobre Venda de Medicamentos Online.:Outubro de 2003:. 1. Introdução O estudo cuja síntese de resultados se apresenta neste documento foi realizado pela Netsonda, e teve por objectivo fundamental

Leia mais

ROAMING INTERNACIONAL INFORMAÇÃO GERAL E DADOS ESPECÍFICOS SOBRE AS COMUNICAÇÕES REGULAMENTADAS PELA COMISSÃO EUROPEIA ABRIL 2007 DEZEMBRO 2009

ROAMING INTERNACIONAL INFORMAÇÃO GERAL E DADOS ESPECÍFICOS SOBRE AS COMUNICAÇÕES REGULAMENTADAS PELA COMISSÃO EUROPEIA ABRIL 2007 DEZEMBRO 2009 ROAMING INTERNACIONAL INFORMAÇÃO GERAL E DADOS ESPECÍFICOS SOBRE AS COMUNICAÇÕES REGULAMENTADAS PELA COMISSÃO EUROPEIA ABRIL 2007 DEZEMBRO 2009 Índice 1. O serviço de roaming internacional e a intervenção

Leia mais

ANACOM. Resposta Consulta Publica TDT Interactividade Portugal Resposta Consulta Publica TDT. Lisboa,

ANACOM. Resposta Consulta Publica TDT Interactividade Portugal Resposta Consulta Publica TDT. Lisboa, ANACOM Resposta Consulta Publica TDT Interactividade Portugal 15-10-07 António Ventura INDRA SISTEMAS PORTUGAL, S.A. Rua da Indústria, nº6, 2610-088 Alfragide, Portugal T + 351 21 472 46 00 F + 351 21

Leia mais

THE WAY AHEAD FOR THE MEDIA INDUSTRY ALEXANDRE NILO FONSECA PRESIDENTE ACEPI

THE WAY AHEAD FOR THE MEDIA INDUSTRY ALEXANDRE NILO FONSECA PRESIDENTE ACEPI DIGITAL MEDIA FORUM PORTUGAL LISBOA, 14 DE JULHO DE 2015 THE WAY AHEAD FOR THE MEDIA INDUSTRY ALEXANDRE NILO FONSECA PRESIDENTE ACEPI www.acepi.pt 15 ANOS A PROMOVER E DESENVOLVER A ECONOMIA DIGITAL EM

Leia mais

Testes de Diagnóstico

Testes de Diagnóstico INOVAÇÃO E TECNOLOGIA NA FORMAÇÃO AGRÍCOLA agrinov.ajap.pt Coordenação Técnica: Associação dos Jovens Agricultores de Portugal Coordenação Científica: Miguel de Castro Neto Instituto Superior de Estatística

Leia mais

Viagens turísticas aumentam no 4º trimestre e no ano de 2015

Viagens turísticas aumentam no 4º trimestre e no ano de 2015 Procura Turística dos Residentes 4º Trimestre de 2015 02 de maio de 2016 Viagens turísticas aumentam no 4º trimestre e no ano de 2015 No 4º trimestre de 2015 a população residente em Portugal realizou

Leia mais

Nota de Informação Estatística Lisboa, 21 de fevereiro de 2013

Nota de Informação Estatística Lisboa, 21 de fevereiro de 2013 Nota de Informação Estatística Lisboa, de fevereiro de 3 Banco de Portugal divulga estatísticas da balança de pagamentos e da posição de investimento internacional referentes a O Banco de Portugal publica

Leia mais

Event: ROAD SHOW Degustação dos Vinhos de Portugal 2016 Brasilia

Event: ROAD SHOW Degustação dos Vinhos de Portugal 2016 Brasilia RELATÓRIO DE AVALIAÇÃO Brasil Event: ROAD SHOW Degustação dos Vinhos de Portugal 2016 Brasilia DATE: 18 de maio de 2016 GERENCIAMENTO AGÊNCIA: EXPONOR BRASIL FEIRAS E EVENTOS LTDA. RESPONSÁVEL GERAL: DOMINGOS

Leia mais

7 de Maio de 2009. Contacto Netsonda : Departamento Comercial Tiago Cabral 91.7202203 Estudo NE253

7 de Maio de 2009. Contacto Netsonda : Departamento Comercial Tiago Cabral 91.7202203 Estudo NE253 Contacto Netsonda : Departamento Comercial Tiago Cabral 91.7202203 Estudo NE253 Netsonda Network Research Travessa do Jasmim 10 1º Andar 1200-230 Lisboa Tel. 21.3429318 Fax 21.3429868 Estudo Número N de

Leia mais

2ºSalão das viagens de negócio INICIATIVA DE:

2ºSalão das viagens de negócio INICIATIVA DE: 2ºSalão das viagens de negócio INICIATIVA DE: OBJECTIVOS E METODOLOGIA O Barómetro de Viagens de Negócios de Angola é uma iniciativa da Travelstore American Express Global Business Travel, representadas

Leia mais

Análise de Conjuntura do Sector da Construção 1º trimestre 2014

Análise de Conjuntura do Sector da Construção 1º trimestre 2014 Análise de Conjuntura do Sector da Construção 1º trimestre 2014 Apreciação Global A análise dos diversos indicadores relativos ao primeiro trimestre de 2014, para além de confirmar a tendência de abrandamento

Leia mais

GERENCIAMENTO DE WEBMARKETING Prof. Cleide de Freitas

GERENCIAMENTO DE WEBMARKETING Prof. Cleide de Freitas GERENCIAMENTO DE WEBMARKETING Prof. Cleide de Freitas A HISTÓRIA DO COMÉRCIO ELETRÔNICO O Comércio Eletrônico surgiu com a evolução das tecnologias na Internet, com objetivo de complementar o processo

Leia mais

SERVIÇOS PÚBLICOS ONLINE E PLANO TECNOLÓGICO

SERVIÇOS PÚBLICOS ONLINE E PLANO TECNOLÓGICO SERVIÇOS PÚBLICOS ONLINE E PLANO TECNOLÓGICO SÍNTESE DE RESULTADOS DO ESTUDO NOVEMBRO 2006 Sobre a Netsonda A Netsonda, em actividade desde Julho de 2000, é líder e pioneira em Portugal na recolha e análise

Leia mais

Desempregados da Construção já ultrapassam os 110 mil

Desempregados da Construção já ultrapassam os 110 mil Associações Filiadas: AECOPS Associação de Empresas de Construção e Obras Públicas e Serviços AICCOPN Associação dos Industriais da Construção Civil e Obras Públicas Conjuntura da Construção n.º 67 Fevereiro

Leia mais

PLANO DE CURSO. Formação para Profissionais. PORTUGAL ANGOLA MOÇAMBIQUE CABO VERDE SÃO TOMÉ E PRÍNCIPE BRASIL

PLANO DE CURSO. Formação para Profissionais.  PORTUGAL ANGOLA MOÇAMBIQUE CABO VERDE SÃO TOMÉ E PRÍNCIPE BRASIL PLANO DE CURSO PORTUGAL ANGOLA MOÇAMBIQUE CABO VERDE SÃO TOMÉ E PRÍNCIPE BRASIL Formação para Profissionais + 2.000 Cursos Disponíveis A Melhor e Maior Oferta de Formação em Portugal + 1.300 Cursos na

Leia mais

Desemprego na Construção atinge novo máximo

Desemprego na Construção atinge novo máximo Associações Filiadas: AECOPS Associação de Empresas de Construção e Obras Públicas e Serviços AICCOPN Associação dos Industriais da Construção Civil e Obras Públicas Conjuntura da Construção n.º 59 Fevereiro

Leia mais

A Educação para os Media em Portugal

A Educação para os Media em Portugal A Educação para os Media em Portugal Experiências, Actores e Contextos Centro de Estudos de Comunicação e Sociedade Novembro de 2009 1. Enquadramento Teórico A Educação para os Media é hoje uma área-chave

Leia mais

PACOTES DE SERVIÇOS DE COMUNICAÇÕES ELETRÓNICAS. (em local fixo)

PACOTES DE SERVIÇOS DE COMUNICAÇÕES ELETRÓNICAS. (em local fixo) PACOTES DE SERVIÇOS DE COMUNICAÇÕES ELETRÓNICAS (em local fixo) 4.º TRIMESTRE DE 2014 4.º trimestre 2014 Índice SUMÁRIO... 3 1. Prestadores dos serviços em pacote... 4 2. Número de subscritores e penetração

Leia mais

A Indústria Portuguesa de Moldes

A Indústria Portuguesa de Moldes A Indústria Portuguesa de Moldes A Indústria Portuguesa de Moldes tem vindo a crescer e a consolidar a sua notoriedade no mercado internacional, impulsionada, quer pela procura externa, quer por uma competitiva

Leia mais

A Indústria Portuguesa de Moldes

A Indústria Portuguesa de Moldes A Indústria Portuguesa de Moldes A Indústria Portuguesa de Moldes tem vindo a crescer e a consolidar a sua notoriedade no mercado internacional, impulsionada, quer pela procura externa, quer pelo conjunto

Leia mais

EXPORTAÇÕES DE CORTIÇA CRESCEM 1,5%

EXPORTAÇÕES DE CORTIÇA CRESCEM 1,5% Informação à Imprensa 10 de Março de 2015 EXPORTAÇÕES DE CORTIÇA CRESCEM 1,5% apcor.pt Exportações de cortiça crescem 1,5% As exportações portuguesas de cortiça registaram, em 2014, um aumento de 1,5%

Leia mais

SÍNTESE DE CONJUNTURA

SÍNTESE DE CONJUNTURA SÍNTESE DE CONJUNTURA Fevereiro 2016 ISEG Síntese de Conjuntura, fevereiro 2016 1 SUMÁRIO O crescimento em volume da economia portuguesa ao longo de 2015 (1,5%) mostrou sinais de desaceleração na segunda

Leia mais

Relatório do Estudo sobre a Campanha 50% do Pingo Doce Preparad0 por NETSONDA // Maio de 2012

Relatório do Estudo sobre a Campanha 50% do Pingo Doce Preparad0 por NETSONDA // Maio de 2012 Relatório do Estudo sobre a Campanha 50% do Pingo Doce Preparad0 por NETSONDA // Maio de 2012 Netsonda Full service. Full research. // Documento confidencial, não pode ser difundido sem autorização escrita.

Leia mais

ESTUDO DA SOCIEDADE PORTUGUESA- MARÇO 2017 RENDIMENTO E POUPANÇA

ESTUDO DA SOCIEDADE PORTUGUESA- MARÇO 2017 RENDIMENTO E POUPANÇA ESTUDO DA SOCIEDADE PORTUGUESA- MARÇO 2017 RENDIMENTO E POUPANÇA Conteúdo: Sumário Executivo Introdução e Apresentação do Estudo Indicadores Gerais: Felicidade e Satisfação Satisfação com a Vida Introdução

Leia mais

SÍNTESE DE CONJUNTURA

SÍNTESE DE CONJUNTURA SÍNTESE DE CONJUNTURA Mensal outubro 2016 - Newsletter ÍNDICE EVOLUÇÃO DA ATIVIDADE ECONÓMICA... 2 Atividade global... 2 Atividade setorial... 3 - Produção... 3 - Volume de negócios... 4 Comércio internacional...

Leia mais

Guia Metodológico do Utilizador dos

Guia Metodológico do Utilizador dos Guia Metodológico do Utilizador dos Produtos @Risco Projecto desenvolvido por: Co-financiado por: O Projecto @Risco é co financiado pela Agência Europeia para a Segurança e Saúde no Trabalho e é desenvolvido

Leia mais

Segurança nas Comunicações. Junho 2014

Segurança nas Comunicações. Junho 2014 Segurança nas Comunicações Junho 204 Segurança nas Comunicações Survey Segurança e Privacidade dos Dados . Não existe privacidade total no mundo digital; 2. Marcas não são transparentes no tratamento

Leia mais

Observatório. do Turismo. Cabo Verde

Observatório. do Turismo. Cabo Verde Observatório do Turismo Cabo Verde Emanuel Almeida, Beja, 03 de Maio 2012 Agenda I. CABO VERDE E O SECTOR DO TURISMO 1. Importância do Turismo 2. Estatísticas do Turismo em CV II. OBSERVATÓRIO DO TURISMO

Leia mais

Desenvolvimento Sustentado da Inovação Empresarial: Perspectivas para o Futuro. Novembro de 2007

Desenvolvimento Sustentado da Inovação Empresarial: Perspectivas para o Futuro. Novembro de 2007 Desenvolvimento Sustentado da Inovação Empresarial: Perspectivas para o Futuro Novembro de 2007 Preocupações fundamentais da COTEC na condução das suas iniciativas Consistência das iniciativas a desenvolver,

Leia mais

ANGOLA, ESTILOS DE VIDA E CONSUMIDOR 2014

ANGOLA, ESTILOS DE VIDA E CONSUMIDOR 2014 INTRODUÇÃO A Keyresearch é uma empresa de Pesquisa e Estudos de Mercado que está presente no mercado angolano desde 2005, sendo portanto a mais antiga empresa neste ramo em Angola. Sedeada em Luanda, a

Leia mais

Indústria de Shopping Centers no Brasil

Indústria de Shopping Centers no Brasil Indústria de Shopping Centers no Brasil 1 SHOPPINGS DE COMUNIDADE E CENTROS DE CONVENIÊNCIA E SERVIÇOS - CCS DEFINIÇÃO DOS PONTOS COMERCIAIS Cada Equipamento (Shopping) enquadra-se numa das seguintes categorias,

Leia mais

Fundamentação Económica da Proposta Sindical

Fundamentação Económica da Proposta Sindical Fundamentação Económica da Proposta Sindical CALÇADO CCT 2008 GABINETE DE ESTUDOS DA FESETE Enquadramento macroeconómico De acordo com a informação do Banco de Portugal 1 e com a estimativa rápida das

Leia mais

Desemprego da Construção em máximo histórico

Desemprego da Construção em máximo histórico Associações Filiadas: AECOPS Associação de Empresas de Construção e Obras Públicas e Serviços AICCOPN Associação dos Industriais da Construção Civil e Obras Públicas Conjuntura da Construção n.º 62 Agosto

Leia mais

ESTUDO SOBRE A PRESENÇA DE MARCAS NO FACEBOOK Outubro 2012

ESTUDO SOBRE A PRESENÇA DE MARCAS NO FACEBOOK Outubro 2012 #1 Equipa técnica experiente e polivalente estatística, sociologia, psicologia e tecnologia #2 Plataforma tecnológica desenvolvida à medida desde o ano 2000 7 razões para trabalhar com a Netsonda #3 Gestão

Leia mais

ADITAMENTO AO ACORDO ENTRE OS MINISTÉRIOS DAS FINANÇAS, DA ECONOMIA E DA SAÚDE E A INDÚSTRIA FARMACÊUTICA

ADITAMENTO AO ACORDO ENTRE OS MINISTÉRIOS DAS FINANÇAS, DA ECONOMIA E DA SAÚDE E A INDÚSTRIA FARMACÊUTICA ADITAMENTO AO ACORDO ENTRE OS MINISTÉRIOS DAS FINANÇAS, DA ECONOMIA E DA SAÚDE E A INDÚSTRIA FARMACÊUTICA Os Ministérios das Finanças, da Economia e da Saúde, e a Indústria Farmacêutica, por intermédio

Leia mais

Síntese de Resultados Janeiro de 2004

Síntese de Resultados Janeiro de 2004 A Imprensa na Internet Síntese de Resultados Janeiro de 2004 Netsonda - Consultadoria, Sondagens e Estudos de Mercado, Lda. Travessa. do Jasmim, 10, 1º Tel: 213 429 318 netsonda@netsonda.pt 1200-230 Lisboa

Leia mais

EUROBARÓMETRO 65 OPINIÃO PÚBLICA NA UNIÃO EUROPEIA PRIMAVERA

EUROBARÓMETRO 65 OPINIÃO PÚBLICA NA UNIÃO EUROPEIA PRIMAVERA Standard Eurobarometer European Commission EUROBARÓMETRO 65 OPINIÃO PÚBLICA NA UNIÃO EUROPEIA PRIMAVERA 2006 RELATÓRIO NACIONAL Standard Eurobarometer 65 / Spring 2006 TNS Opinion & Social SUMÁRIO EXECUTIVO

Leia mais

Visita a Portugal do importador Skosiden

Visita a Portugal do importador Skosiden Visita a Portugal do importador Skosiden Calçado Dinamarca 6 e 7 de Maio de 2013 Enquadramento Portugal é o 2º fornecedor de calçado à Dinamarca para onde exporta anualmente cerca de 40 milhões de euros.

Leia mais

RESULTADOS CONSOLIDADOS A 30 DE SETEMBRO DE 2004

RESULTADOS CONSOLIDADOS A 30 DE SETEMBRO DE 2004 COMUNICADO Página 1 / 6 RESULTADOS CONSOLIDADOS A 30 DE SETEMBRO DE 2004 02 de Novembro de 2004 Volume de Negócios aumentou 5,9% para 4.813 M. Cash-Flow Operacional cresceu 25,8% para 548 M. Resultados

Leia mais

Mercados. informação estatística. Mercado Brasil. Empresas Portuguesas Exportadoras de Bens Análise de Exposição a Mercados Externos

Mercados. informação estatística. Mercado Brasil. Empresas Portuguesas Exportadoras de Bens Análise de Exposição a Mercados Externos Mercados informação estatística Empresas Portuguesas Exportadoras de Bens Análise de Exposição a Mercados Externos Mercado Brasil Outubro 2015 Índice 1. Evolução das exportações portuguesas de bens para

Leia mais

Acções de Cooperação Transfronteiriça para a Inovação e Oportunidades de Negócio. Braga, 20 de Setembro de 2012

Acções de Cooperação Transfronteiriça para a Inovação e Oportunidades de Negócio. Braga, 20 de Setembro de 2012 Acções de Cooperação Transfronteiriça para a Inovação e Oportunidades de Negócio Braga, 20 de Setembro de 2012 1 - Enquadramento ACTION: Acções de Cooperação Transfronteiriça para a Inovação e Oportunidades

Leia mais

Valor médio de avaliação bancária acentuou tendência crescente

Valor médio de avaliação bancária acentuou tendência crescente Dez-14 Jan-15 Fev-15 Mar-15 Abr-15 Mai-15 Jun-15 Jul-15 Ago-15 Set-15 Out-15 Nov-15 Dez-15 Inquérito à Avaliação Bancária na Dezembro de 2015 25 de janeiro de 2016 Valor médio de avaliação bancária acentuou

Leia mais

Inquérito à Utilização de Tecnologias de Informação e Comunicação pelas Famílias 2002

Inquérito à Utilização de Tecnologias de Informação e Comunicação pelas Famílias 2002 Instrumento de notação do Sistema Estatístico Nacional (Lei n.º 6/89, de 15 de Abril), de resposta obrigatória. Registado no INE sob o n.º 9437. Válido até 31-12-2002. DEPARTAMENTO DE ESTATÍSTICAS SOCIAIS

Leia mais

Estatísticas do Emprego 4º trimestre de A taxa de desemprego do 4º trimestre de 2008 foi de 7,8% 17 de Fevereiro de 2009

Estatísticas do Emprego 4º trimestre de A taxa de desemprego do 4º trimestre de 2008 foi de 7,8% 17 de Fevereiro de 2009 Estatísticas do Emprego 4º trimestre de 2008 17 de Fevereiro de 2009 A taxa de desemprego do 4º trimestre de 2008 foi de 7,8% A taxa de desemprego estimada para o 4º trimestre de 2008 foi de 7,8%. Este

Leia mais

Consumo de cimento em 2012: o menor dos últimos 39 anos

Consumo de cimento em 2012: o menor dos últimos 39 anos FEPICOP - FEDERAÇÃO PORTUGUESA DA INDÚSTRIA DA CONSTRUÇÃO E OBRAS PÚBLICAS Associações Filiadas: AECOPS Associação de Empresas de Construção e Obras Públicas e Serviços AICCOPN Associação dos Industriais

Leia mais

Questionário - Experiência em comércio electrónico

Questionário - Experiência em comércio electrónico Questionário - Experiência em comércio electrónico 1. Conhecimento para realizar compras na Internet: (responda de 1 a 7 segundo a escala) Conhecimento Nível Nível de conhecimento 1= Nenhum; 2 = Muito

Leia mais

Netsonda realiza estudo sobre o Natal e a Internet em Portugal Oeiras, 9 de Dezembro de 2013

Netsonda realiza estudo sobre o Natal e a Internet em Portugal Oeiras, 9 de Dezembro de 2013 Comunicado de Imprensa Netsonda realiza estudo sobre o Natal e a Internet em Portugal Oeiras, 9 de Dezembro de 2013 A Netsonda levou a cabo o estudo de opinião sobre um conjunto de questões relacionadas

Leia mais

Barómetro de Conjuntura verão Estabelecimentos Hoteleiros, Aldeamentos e Apartamentos Turísticos

Barómetro de Conjuntura verão Estabelecimentos Hoteleiros, Aldeamentos e Apartamentos Turísticos Barómetro de Conjuntura verão 2016 Estabelecimentos Hoteleiros, Aldeamentos e Apartamentos Turísticos ÍNDICE Sumário Executivo 3 Perspetivas de evolução da procura - verão 2016 - NUTS II e A.M. Lisboa

Leia mais

Nota de Informação Estatística Lisboa, 21 de Fevereiro de 2011

Nota de Informação Estatística Lisboa, 21 de Fevereiro de 2011 Nota de Informação Estatística Lisboa, 21 de Fevereiro de 2011 Banco de Portugal divulga as Estatísticas da Balança de Pagamentos e da Posição de Investimento Internacional referentes a 2010 O Banco de

Leia mais

Incrementos salariais no sector Segurador diminuem em 2012

Incrementos salariais no sector Segurador diminuem em 2012 Te Mercer Total Compensation Sector Segurador 2011 Maior estudo nacional sobre tendências de compensação e benefícios no sector segurador Incrementos salariais no sector Segurador diminuem em 2012 Administrativos

Leia mais

COMPORTAMENTOS DE PAGAMENTO DAS EMPRESAS EM PORTUGAL

COMPORTAMENTOS DE PAGAMENTO DAS EMPRESAS EM PORTUGAL COMPORTAMENTOS DE PAGAMENTO DAS EMPRESAS EM PORTUGAL Maio de 2014 ESTUDO INFORMA D&B COMPORTAMENTOS DE PAGAMENTO DAS EMPRESAS EM PORTUGAL E NOUTROS PAÍSES O Barómetro Informa D&B deste mês apresenta o

Leia mais

[DINÂMICAS REGIONAIS NA REGIÃO CENTRO]

[DINÂMICAS REGIONAIS NA REGIÃO CENTRO] [DINÂMICAS REGIONAIS NA REGIÃO CENTRO] COMÉRCIO INTRA-COMUNITÁRIO DE BENS DA REGIÃO CENTRO Um confronto entre a região da sede do operador e a região de origem ou destino das mercadorias As relações comerciais

Leia mais

Mercados. informação estatística. Mercado Brasil Setor Agroalimentar

Mercados. informação estatística. Mercado Brasil Setor Agroalimentar Mercados informação estatística Empresas Portuguesas Exportadoras de Bens Análise de Exposição a Mercados Externos Mercado Brasil Setor Agroalimentar Outubro 2015 Índice 1. Evolução das exportações portuguesas

Leia mais

Nas últimas duas décadas, o nível de instrução dos agricultores e a sua idade média aumentaram

Nas últimas duas décadas, o nível de instrução dos agricultores e a sua idade média aumentaram Nas últimas duas décadas, o nível de instrução dos agricultores e a sua idade média aumentaram O Instituto Nacional de Estatística produz, desde o início dos anos 80, um vasto conjunto de estatísticas

Leia mais

Valor médio de avaliação bancária acentua diminuição

Valor médio de avaliação bancária acentua diminuição 25 de novembro de 2014 Inquérito à Avaliação Bancária na Habitação Outubro de 2014 Valor médio de avaliação bancária acentua diminuição O valor médio de avaliação bancária 1 do total do País diminuiu 1,5%

Leia mais

RELATÓRIO DA ADMINISTRAÇÃO

RELATÓRIO DA ADMINISTRAÇÃO RELATÓRIO DA ADMINISTRAÇÃO Senhores acionistas, A CVC Brasil Operadora e Agência de Viagens S.A., ( CVC ou Companhia ) apresenta, a seguir, seu Relatório da Administração e as demonstrações financeiras

Leia mais

OBSERVATÓRIO. Exportações e Investimento Externo. Novembro 2016

OBSERVATÓRIO. Exportações e Investimento Externo. Novembro 2016 OBSERVATÓRIO Exportações e Investimento Externo Novembro O presente documento constitui uma análise do desempenho recente das relações económicas de Portugal com o estrangeiro, ao nível das exportações

Leia mais

Introdução ao Comércio Eletrônico - E-Commerce Prof. Adriano Maranhão

Introdução ao Comércio Eletrônico - E-Commerce Prof. Adriano Maranhão Apresentação(Professor) Introdução ao Comércio letrônico - -Commerce Prof. Adriano Maranhão Site: resenhadevalor.com.br Graduado em Ciências da Computação - UVA Pós-graduado em ngenharia de Software -

Leia mais

Projecto Jornalismo e Sociedade. Princípios e desafios do jornalismo na época dos media digitais em rede

Projecto Jornalismo e Sociedade. Princípios e desafios do jornalismo na época dos media digitais em rede Projecto Jornalismo e Sociedade Princípios e desafios do jornalismo na época dos media digitais em rede Esta pequena auscultação visa complementar os resultados de um conjunto de fóruns sobre o presente

Leia mais

LISTA DE NORMAS E/OU ESPECIFICAÇÕES PARA REDES E SERVIÇOS DE COMUNICAÇÕES ELECTRÓNICAS E RECURSOS E SERVIÇOS CONEXOS DOCUMENTO PARA CONSULTA

LISTA DE NORMAS E/OU ESPECIFICAÇÕES PARA REDES E SERVIÇOS DE COMUNICAÇÕES ELECTRÓNICAS E RECURSOS E SERVIÇOS CONEXOS DOCUMENTO PARA CONSULTA http://www.anacom.pt/template15.jsp?categoryid=115179 LISTA DE NORMAS E/OU ESPECIFICAÇÕES PARA REDES E SERVIÇOS DE COMUNICAÇÕES ELECTRÓNICAS E RECURSOS E SERVIÇOS CONEXOS DOCUMENTO PARA CONSULTA Documento

Leia mais

Conta Satélite do Turismo ( ) 1

Conta Satélite do Turismo ( ) 1 Conta Satélite do Turismo (2005-2007) 1 21 de Dezembro de 2007 ACTIVIDADE TURÍSTICA RETOMA EM 2006 E 2007 RITMOS DE CRESCIMENTO ELEVADOS, SUPERIORES AO DO CONJUNTO DA ECONOMIA Após o abrandamento registado

Leia mais

PROJECTO DE LEI N.º 290/IX DIFUSÃO DA MÚSICA PORTUGUESA NA RÁDIO. Exposição de motivos

PROJECTO DE LEI N.º 290/IX DIFUSÃO DA MÚSICA PORTUGUESA NA RÁDIO. Exposição de motivos PROJECTO DE LEI N.º 290/IX DIFUSÃO DA MÚSICA PORTUGUESA NA RÁDIO Exposição de motivos Nos últimos anos, tem decrescido significativamente a percentagem de música ligeira portuguesa no mercado discográfico

Leia mais

Turismo ANÁLISE SETORIAL

Turismo ANÁLISE SETORIAL Turismo ANÁLISE SETORIAL Novembro 2016 TURISMO O presente documento constitui um resumo analítico do desempenho recente dos setores: Alojamento; Agências de viagem, operadores turísticos, outros serviços

Leia mais

Relatório Final da Consulta sobre o Desenvolvimento do Sistema Político. Maio de 2012

Relatório Final da Consulta sobre o Desenvolvimento do Sistema Político. Maio de 2012 Relatório Final da Consulta sobre o Desenvolvimento do Sistema Político Maio de 2012 1 1. Aspecto geral sobre o trabalho de consulta 2. Alterações à metodologia para a constituição da Assembleia Legislativa

Leia mais

Prezado Empresário, CeBIT Brasil, País Parceiro 06 a 10 de março de 2012, em Hannover, na Alemanha

Prezado Empresário, CeBIT Brasil, País Parceiro 06 a 10 de março de 2012, em Hannover, na Alemanha Prezado Empresário, A Associação para Promoção da Excelência do Software Brasileiro (SOFTEX), com apoio do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI), do Ministério das Comunicações (MC), do Ministério

Leia mais

7.1 Investimento e Despesa Pública em Planeamento, Ordenamento e Instalações Ambientais

7.1 Investimento e Despesa Pública em Planeamento, Ordenamento e Instalações Ambientais 7. Gestão Ambiental Para além da liderança do Governo, a protecção ambiental é, também, da responsabilidade de toda a população, sendo necessária a participação de toda a sociedade, quer das empresas quer

Leia mais

PLANO DE CURSO. Formação para Profissionais. PORTUGAL ANGOLA MOÇAMBIQUE CABO VERDE SÃO TOMÉ E PRÍNCIPE BRASIL

PLANO DE CURSO. Formação para Profissionais.  PORTUGAL ANGOLA MOÇAMBIQUE CABO VERDE SÃO TOMÉ E PRÍNCIPE BRASIL PLANO DE CURSO PORTUGAL ANGOLA MOÇAMBIQUE CABO VERDE SÃO TOMÉ E PRÍNCIPE BRASIL Formação para Profissionais + 2.000 Cursos Disponíveis A Melhor e Maior Oferta de Formação em Portugal + 1.300 Cursos na

Leia mais

Análise da Mobilidade das Famílias Portuguesas ESTUDO QUANTITATIVO. Análise da Mobilidade das Famílias Portuguesas. APEME MAIO de 2008.

Análise da Mobilidade das Famílias Portuguesas ESTUDO QUANTITATIVO. Análise da Mobilidade das Famílias Portuguesas. APEME MAIO de 2008. ESTUDO QUANTITATIVO Análise da Mobilidade das Famílias Portuguesas Análise da Mobilidade das Famílias Portuguesas APEME MAIO de 2008 OBJECTIVOS OBJECTIVOS Com o presente estudo pretendeu-se identificar

Leia mais

Tarefa Orientada 14 Criação, alteração e utilização de índices

Tarefa Orientada 14 Criação, alteração e utilização de índices Tarefa Orientada 14 Criação, alteração e utilização de índices Conteúdos Criar um índice Alterar um índice 1. Criar índices gerais: Para a realização desta tarefa, utilize o ficheiro com o nome criação_de_índices.doc.

Leia mais

EXPOPOSTOS & CONVENIÊNCIA

EXPOPOSTOS & CONVENIÊNCIA EXPOPOSTOS & CONVENIÊNCIA O evento oficial dos setores de distribuição e revenda de derivados de petróleo, equipamentos, lojas de conveniência e food service do Brasil. É o grande momento de atualização

Leia mais

Relatório de Resultado de Vendas do Natal 2015

Relatório de Resultado de Vendas do Natal 2015 Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo de Santa Catarina Relatório de Resultado de Vendas do Natal 2015 O perfil do empresário e resultado de vendas para o período de Natal em Santa Catarina

Leia mais

Medir a Literacia Estatística

Medir a Literacia Estatística Medir a Literacia Estatística Conteúdo 1. A propósito da Literacia Estatística 2. O Índice: metodologia questionário 3. O caso português 1 A propósito da Literacia Estatística A propósito da Literacia

Leia mais

Conjuntura da Construção n.º 76 junho / 2014 CONSTRUÇÃO CAI 6% NO 1.º TRIMESTRE COM PERSPETIVAS MAIS FAVORÁVEIS PARA O 2.

Conjuntura da Construção n.º 76 junho / 2014 CONSTRUÇÃO CAI 6% NO 1.º TRIMESTRE COM PERSPETIVAS MAIS FAVORÁVEIS PARA O 2. Associações Filiadas: AECOPS Associação de Empresas de Construção e Obras Públicas e Serviços AICCOPN Associação dos Industriais da Construção Civil e Obras Públicas Conjuntura da Construção n.º 76 junho

Leia mais

Evento: ROAD SHOW I Grande Degustação dos Vinhos de Portugal 2016

Evento: ROAD SHOW I Grande Degustação dos Vinhos de Portugal 2016 RELATÓRIO DE AVALIAÇÃO Brasil Evento: ROAD SHOW I Grande Degustação dos Vinhos de Portugal 2016 DATA: 11 a 15 de abril de 2016 GERENCIAMENTO AGÊNCIA: EXPONOR BRASIL FEIRAS E EVENTOS LTDA. RESPONSÁVEL GERAL:

Leia mais