CMP238 Projeto e Teste de Sistemas VLSI

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "CMP238 Projeto e Teste de Sistemas VLSI"

Transcrição

1 CMP238 Projeto e Teste de Sistemas VLSI Apresentação Disciplina Profa. Fernanda Gusmão de Lima Kastensmidt Prof. Marcelo Lubaszewski

2 Definição de Sistemas Digitais VLSI Um circuito digital que processa e/ou armazena informação very large scale integration microprocessadores Lógica Programável conversores Chip Memórias Lógica aleatória

3 Moore s Law A observação feira por Gordon Moore em 1965, cofundador da Intel: O numero de transistores por área em circuitos integrados tem dobrado a cada ano, desde sua invensão. Nos anos subsequentes, essa razão diminui um pouco: a densidade tem dobrado a cada 18 meses, aproximadamente.

4 Evolução dos Circuitos Integrados (VLSI) Lei de Moore: capacidade dobra em 18 meses 10 mil vezes nos últimos 20 anos Processadores da Intel:

5 Evolução (Revolução) do Projeto de CI Se os carros tivessem o mesmo grau de melhoria que os circuitos integrados, um carro hoje em dia: Viajaria na velocidade da luz Viajaria anos com apenas um tanque de pretroleo Transportaria a cidade toda em apenas um carro

6 A industria de microeletrônica se mantem bem ativa e continua a crescer apenas por causa do rapido progresso (Moore s Law): O grau de progresso deve ser mantido para que a industria continue bem. O tempo de vida de uma nova geração de tecnologia de fabricação é de no máximo 5 anos. A produção de CIs é barata em grande quantidade por causa do processo de litografia. O projeto é complicado e muito caro. Um erro no projeto pode custar muito tempo e dinheiro.

7 Parte 1 Introdução a Disciplina

8 Avaliação 1 Provas 1 trabalho (projeto de um sistema digital com aplicações de teste) Nota final: NP1 + NT = NF 2

9 Bibliografia CARRO, Luigi. Projeto e Prototipação de Sistemas Digitais. Porto Alegre: Ufrgs, D. GAJSKI, F. VAHID, S. NARAYAN, J. GONG, Specification and Design of Embedded Systems, Prentice Hall, Englewood Cliffs, NJ, 1994, 450 pages. GAJSKI, D. et al. High-Level Synthesis: Introduction to Chip and System Design. Kluwer, LIPSETT, R. et al. VHDL: Hardware Description and Design. Kluwer Academic Publishers, AHMED A. JERRAYA, JEAN MERMET, "System-Level Synthesis," Kluwer Academic Publishers, WAGNER, F. R., PORTO, I. J., WEBER, R. F., WEBER, T. S. Métodos de Validação de Sistemas Digitais. Escola de Computação, 6. UNICAMP, BALARIN et. al., "Hardware-Software Co-design of Embedded Systems. The POLIS Approach," Kluwer Academic Publishers, 1997.

10 Bibliografia BUSHNELL, M. and AGRAWAL, V. Essentials of Electronic Testing for Digital, Memory, and Mixed-Signal VLSI Circuits. Kluwer Academic Publishers, ABRAMOVICI, M.; BREUER, M.; FRIEDMAN, A. Digital Systems Testing and Testable Design. IEEE Press, 1990 LALA, P. Digital Circuit Testing and Testability. Academic Press, 1997.

11 Ferramentas a ser utilizadas Síntese de Linguagem de Hardware VHDL ou Verliog ISE (da empresa Xilinx) para sintese em FPGAs Leonardo (da empresa Mentor) para sintese em FPGAs ou ASIC System C Cynthetizer (da empresa Forte) para sintese de SystemC para Verilog Simulação de descrições em linguagem de hardware ModelSim (da empresa Mentor) Teste Flextest, Fastscan e DFTadvisor (da empresa Mentor)

12 Placas de Prototipação

13 Mais informações em:

14 Grupo de Suporte NSCAD Localização: no centro de emprendimento do Instituto de Informática, em frente a biblioteca, primeiro andar Suporte as ferramentas, placas de prototipação, emprestimo de ferramentas para instalação nos grupos de pesquisa e das placas (localizadas na sala 105, predio novo).

Pontifícia Universidade Católica Federal do Rio de Santa Grande Catarina do Sul

Pontifícia Universidade Católica Federal do Rio de Santa Grande Catarina do Sul DEPARTAMENTO: Engenharia Elétrica CURSO: Engenharia Elétrica DISCIPLINA: Sistemas Digitais CÓDIGO: EEL 7020 CRÉDITOS: 04 (02 Teoria e 02 Prática) CARGA HORÁRIA: 72 horas-aula REQUISITOS: OFERTA: Pré-requisito:

Leia mais

FPGA & VHDL. Tutorial Aula 1. Computação Digital

FPGA & VHDL. Tutorial Aula 1. Computação Digital FPGA & VHDL Tutorial Aula 1 Computação Digital FPGA Field Programmable Gate Array Dispositivo lógico contendo uma matriz de: Células lógicas genéricas Configuráveis ( programáveis ) para desempenhar uma

Leia mais

Funcionamento Área Desempenho (velocidade) Potência Aula 1. Circuitos Digitais. Circuitos Digitais

Funcionamento Área Desempenho (velocidade) Potência Aula 1. Circuitos Digitais. Circuitos Digitais INF01058 Objetivo Circuitos igitais Projetar circuitos digitais: Combinacionais Sequências Testar a analisar circuitos digitais Introdução Funcionamento Área esempenho (velocidade) Potência Aula 1 Mundo

Leia mais

TE 130 PROJETO DE CIRCUITOS INTEGRADOS DIGITAIS

TE 130 PROJETO DE CIRCUITOS INTEGRADOS DIGITAIS TE 130 PROJETO DE CIRCUITOS INTEGRADOS DIGITAIS Oscar C. Gouveia Filho Departamento de Engenharia Elétrica UFPR URL: www.eletrica.ufpr.br/ogouveia E-mail: ogouveia@eletrica.ufpr.br 1 OBJETIVOS Entender

Leia mais

Informática Aplicada. Introdução

Informática Aplicada. Introdução Informática Aplicada Introdução Breve histórico da computação moderna Principais eventos 1000ac - Ábaco 1614 - Logaritmos (John Napier) 1623 - Sistema Binário (Francis Bacon) 1642 - Máquina de Turing 1946

Leia mais

Sistemas Digitais: Introdução

Sistemas Digitais: Introdução Universidade Federal do Rio Grande do Norte Departamento de Engenharia de Computação e Automação Sistemas Digitais: Introdução DCA0119 Sistemas Digitais Heitor Medeiros Florencio 1 Objetivo: Projetar Sistemas

Leia mais

Arquitetura de Computadores

Arquitetura de Computadores Arquitetura de Computadores Prof. Eduardo Simões de Albuquerque Instituto de Informática UFG 1o. Semestre / 2006 Adaptado do material do prof. Fábio Moreira Costa Programa e Introdução Assunto do curso

Leia mais

Introdução a Sistemas Digitais

Introdução a Sistemas Digitais Introdução a Sistemas Digitais Definição Sistemas Digitais Projeto Revisão: Circuitos Combinacionais Circuitos Sequênciais Máquinas de Estados Sistemas Digitais Definição Um sistema digital é um sistema

Leia mais

CIRCUITOS INTEGRADOS E VLSI

CIRCUITOS INTEGRADOS E VLSI CIRCUITOS INTEGRADOS E VLSI ALUNOS ANÁLISE E DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS André, Andreia Aquino, Gabriele Aquino e Renato Junior O QUE SÃO OS CIRCUITOS INTEGRADOS? Os circuitos integrados (microchip, chip

Leia mais

Introdução ao Desenvolvimento de Circuitos Digitais Prof. Rômulo Calado Pantaleão Camara. Carga Horária: 2h/60h

Introdução ao Desenvolvimento de Circuitos Digitais Prof. Rômulo Calado Pantaleão Camara. Carga Horária: 2h/60h Introdução ao Desenvolvimento de Circuitos Digitais Prof. Rômulo Calado Pantaleão Camara Carga Horária: 2h/60h A grande ideia! O processo de concepção de um produto (chip) é muito demorado. Tempo; Esforço;

Leia mais

As Gerações dos Computadores. Professor Leonardo Cabral da R. Soares

As Gerações dos Computadores. Professor Leonardo Cabral da R. Soares As Gerações dos Computadores Professor Leonardo Cabral da R. Soares Primeira Geração (1946 1954) A primeira geração de computadores utilizava válvulas eletrônicas e possuía dimensões gigantescas. Um dos

Leia mais

Circuitos Digitais. Representação Numérica. Analógica

Circuitos Digitais. Representação Numérica. Analógica 2 Circuitos Digitais Representação Numérica Analógica As entradas e saídas são valores contínuos. Uma quantidade analógica é representada por outra que lhe é proporcional. São sistemas que manipulam quantidade

Leia mais

Aula Breve História dos Computadores - Informatiquês - O Computador - Software vs. Hardware. Introdução à Engenharia da Computação

Aula Breve História dos Computadores - Informatiquês - O Computador - Software vs. Hardware. Introdução à Engenharia da Computação Aula 02 - Breve História dos Computadores - Informatiquês - O Computador - Software vs. Hardware Slide 1 de - Qual é a origem etimológica da palavra COMPUTADOR? Computador procede do latim computatore.

Leia mais

Dispositivos Lógicos Programáveis

Dispositivos Lógicos Programáveis PARTE 1 - TEORIA Dispositivos Lógicos Programáveis Os dispositivos lógicos programáveis (PLD Programmable Logic Device) são circuitos integrados programáveis, que possuem um grande número de portas lógicas,

Leia mais

CMP 238 Projeto e Teste de um Sistema VLSI

CMP 238 Projeto e Teste de um Sistema VLSI CMP 238 Projeto e Teste de um Sistema VLSI Definição Sistemas Digitais e espaço de projeto Metodologia de Projeto Disciplina: CMP238 Profa. Dra. Fernanda Gusmão de Lima Kastensmidt 2008 Sistemas Embarcados

Leia mais

Plano de Aula 26/8/13. VHDL - Visão Geral. Obje%vos: VHDL - Visão Geral. Descrição de circuito digital em VHDL

Plano de Aula 26/8/13. VHDL - Visão Geral. Obje%vos: VHDL - Visão Geral. Descrição de circuito digital em VHDL Instituto Federal de Santa Catarina Área de Telecomunicações SST20707 Síntese de Sistemas de Telecomunicações Prof. Roberto de Matos viso de direitos utorais: Transparências baseadas no trabalho do Prof.

Leia mais

Arquiteturas Sequencias. Evolução dos Computadores BIBLIOGRAFIA BÁSICA. Organização e Arquitetura de Computadores

Arquiteturas Sequencias. Evolução dos Computadores BIBLIOGRAFIA BÁSICA. Organização e Arquitetura de Computadores Organização e Arquitetura Computadores Organização e Arquiteturas Computadores.Organização Básica Computadores - Histórico da - Organização Básica do Computador - Unida Lógica e Aritmética - Unida - Microprocessador

Leia mais

Informática Básica. Ensino Fundamental II

Informática Básica. Ensino Fundamental II Informática Básica Ensino Fundamental II Caro(a) cursista, Estamos dando início a disciplina de informática básica, com o objetivo de auxiliá-lo nesta nova etapa produzimos e selecionamos materiais com

Leia mais

INFORMAÇÕES GERAIS DO TRABALHO

INFORMAÇÕES GERAIS DO TRABALHO INFORMAÇÕES GERAIS DO TRABALHO Título do Trabalho: PROJETO DE LAYOUTS DE CIRCUITOS INTEGRADOS DIGITAIS UTILIZANDO TECNOLOGIA CMOS Autor (es): Renner Ribeiro Brandão, Tarlei Almeida e Rafael Vinicius Tayette

Leia mais

Curso Superior de Sistemas de Telecomunicações Unidade São José. Disciplina: Síntese de Sistemas de Telecomunicações 7º Fase

Curso Superior de Sistemas de Telecomunicações Unidade São José. Disciplina: Síntese de Sistemas de Telecomunicações 7º Fase Curso Superior de Sistemas de Telecomunicações Unidade São José Disciplina: Síntese de Sistemas de Telecomunicações 7º Fase Bases tecnológicas Dispositivos Lógicos Programáveis. Introdução à Tecnologia

Leia mais

Arquitetura e Organização de Computadores

Arquitetura e Organização de Computadores Arquitetura e Organização de Computadores Aula 01 Tecnologias e Perspectiva Histórica Edgar Noda Pré-história Em 1642, Blaise Pascal (1633-1662) construiu uma máquina de calcular mecânica que podia somar

Leia mais

Implementação de um Algoritmo Customizado para o Cálculo de FFT usando o NIOS (ALTERA)

Implementação de um Algoritmo Customizado para o Cálculo de FFT usando o NIOS (ALTERA) Implementação de um Algoritmo Customizado para o Cálculo de FFT usando o NIOS (ALTERA) Sandro Binsfeld Ferreira - sbferreira@inf.ufrgs.br CMP 237 - Arquitetura e Organização de Processadores Programa de

Leia mais

INFORMÁTICA APLICADA. Histórico. Gerações

INFORMÁTICA APLICADA. Histórico. Gerações INFORMÁTICA APLICADA Histórico Gerações 00001 As gerações dos computadores Os computadores são máquinas capazes de realizar vários cálculos automaticamente, além de possuir dispositivos de armazenamento

Leia mais

ARQUITECTURA DE COMPUTADORES 2013/2014 2º SEMESTRE

ARQUITECTURA DE COMPUTADORES 2013/2014 2º SEMESTRE ARQUITECTURA DE COMPUTADORES 2013/2014 2º SEMESTRE Objectivos da Disciplina Príncipios gerais da arquitectura de computadores Estrutura e comportamento de um computador Programação em assembly Processadores

Leia mais

Aula 1: Introdução à Organização de Computadores

Aula 1: Introdução à Organização de Computadores BC1503: Arquitetura de Computadores 1o Trimestre / 2009 Aula 1: Introdução à Organização de Computadores Prof. Raphael Y. de Camargo raphael.camargo@ufabc.edu.br Roteiro da Aula Introdução História da

Leia mais

CIRCUITOS INTEGRADOS. Professor Adão de Melo Neto

CIRCUITOS INTEGRADOS. Professor Adão de Melo Neto CIRCUITOS INTEGRADOS Professor Adão de Melo Neto R = RESISTÊNCIA É A OPOSIÇÃO A CIRCULAÇÃO DA CORRENTE GERADA POR UMA TENSÃO OU DIFERENÇA DE POTENCIAL (medido em ohms) I = CORRENTE FLUXO DE ELÉTRONS DO

Leia mais

Introdução histórica. José Delgado. Arquitetura de Computadores Introdução histórica 1

Introdução histórica. José Delgado. Arquitetura de Computadores Introdução histórica 1 Introdução histórica Arquitetura de Computadores Introdução histórica 1 Primeiro objeto de cálculo Ábaco - desde 3000 A.C. Usado ainda hoje (China, por exemplo) Arquitetura de Computadores Introdução histórica

Leia mais

UNIVERSIDADE PRESBITERIANA MACKENZIE Decanato Acadêmico

UNIVERSIDADE PRESBITERIANA MACKENZIE Decanato Acadêmico Unidade Universitária: Escola de Engenharia Curso: Engenharia Elétrica e Eletrônica Disciplina: Dispositivos Lógicos Programáveis Núcleo Temático: Sistemas Digitais Código da Disciplina: 161.1654.2 Professor:

Leia mais

Organização e Arquitetura de computadores

Organização e Arquitetura de computadores Conteúdo Organização e Arquitetura de computadores Abstrações e Tecnologias computacionais Prof. Dr. Luciano José Senger Falácias e armadilhas Computadores: produto da tecnologia de informação, 10% do

Leia mais

Lista de Exercícios sobre Conceitos de Informática. Exercício 1: Correspondência

Lista de Exercícios sobre Conceitos de Informática. Exercício 1: Correspondência Lista de Exercícios sobre Conceitos de Informática Exercício 1: Correspondência Relacione os termos da tabela 1 abaixo com as definições da tabela 2. Para facilitar, os termos da tabela 1 estão colocados

Leia mais

Arquitetura e Organização de Computadores. Histórico. Gerações

Arquitetura e Organização de Computadores. Histórico. Gerações Histórico Gerações 00001 As gerações dos computadores Os computadores são máquinas capazes de realizar vários cálculos automaticamente, além de possuir dispositivos de armazenamento e de entrada e saída.

Leia mais

Introdução à Linguagem VHDL

Introdução à Linguagem VHDL Fundamentos de Sistemas Digitais Introdução à Linguagem VHDL prof. Dr. Alexandre M. Amory Referências Sugiro estudarem nesta ordem de preferência: Vahid, Cap 9 Ignorar verilog e SystemC Bem didático! um

Leia mais

ORGANIZAÇÃO DE COMPUTADORES MÓDULO 4

ORGANIZAÇÃO DE COMPUTADORES MÓDULO 4 ORGANIZAÇÃO DE COMPUTADORES MÓDULO 4 Índice 1. História da Arquitetura de Computadores - Continuação..3 1.1. Terceira Geração Circuitos Integrados (1965 1980)... 3 1.2. Quarta Geração Integração em Larga

Leia mais

Evolução da Computação de Alto Desempenho sob a Ótica da Lis. ou (Se um processador já é rápido, imaginem um sistema com processadores :-)

Evolução da Computação de Alto Desempenho sob a Ótica da Lis. ou (Se um processador já é rápido, imaginem um sistema com processadores :-) Evolução da Computação de Alto Desempenho sob a Ótica da Lista TOP500 ou (Se um processador já é rápido, imaginem um sistema com 10.649.600 processadores :-) Siang Wun Song IME-USP Evolução

Leia mais

Capítulo 1 Introdução

Capítulo 1 Introdução Capítulo 1 Introdução Programa: Seqüência de instruções descrevendo como executar uma determinada tarefa. Computador: Conjunto do hardware + Software Os circuitos eletrônicos de um determinado computador

Leia mais

Introdução ao módulo LabVIEW FPGA

Introdução ao módulo LabVIEW FPGA Introdução ao módulo LabVIEW FPGA Guilherme Yamamoto Engenheiro de Marketing de Produto Tecnologia FPGA Blocos de E/S Acesso direto às E/S digitais e analógicas. Interconexões programáveis Roteamento de

Leia mais

Livro texto: VHDL- Descrição e Síntese de Circuitos Digitais Roberto D Amore Editora LTC

Livro texto: VHDL- Descrição e Síntese de Circuitos Digitais Roberto D Amore Editora LTC Livro texto: VHDL- Descrição e Síntese de Circuitos Digitais Roberto D Amore Editora LTC Linguagem para descrever o funcionamento de um sistema (o que e como o sistema faz). O sistema descrito em HDL

Leia mais

DISCIPLINA: Arquitetura e Organização de Computadores I

DISCIPLINA: Arquitetura e Organização de Computadores I DISCIPLINA: Arquitetura e Organização de Computadores I CÓDIGO: Período Letivo: 1 o Semestre / 01 Carga Horária: Total: 0 horas Semanal: 0 aulas Créditos: 0 Modalidade: Teórica Classificação do Conteúdo

Leia mais

Arquitetura e Organização de Computadores

Arquitetura e Organização de Computadores Arquitetura e Organização de Computadores Introdução Givanaldo Rocha de Souza http://docente.ifrn.edu.br/givanaldorocha givanaldo.rocha@ifrn.edu.br Material do prof. Sílvio Fernandes - UFERSA O que é isso?

Leia mais

14/3/2016. Prof. Evandro L. L. Rodrigues

14/3/2016. Prof. Evandro L. L. Rodrigues SEL 433 APLICAÇÕES DE MICROPROCESSADORES I SEL-433 APLICAÇÕES DE MICROPROCESSADORES I Prof. Evandro L. L. Rodrigues Tópicos do curso Conceitos básicos - Aplicações e utilizações dos microcontroladores

Leia mais

DISPOSITIVOS LÓGICOS PROGRAMÁVEIS - DLP. 18/04/2016 Prof. Alexandre - ELP1DLP1 / DEE

DISPOSITIVOS LÓGICOS PROGRAMÁVEIS - DLP. 18/04/2016 Prof. Alexandre - ELP1DLP1 / DEE DISPOSITIVOS LÓGICOS PROGRAMÁVEIS - DLP 1 Objetivos da Aula: Introdução à Linguagem VHDL Plano de Ensino Conteúdo Programático 3. Ferramentas de Desenvolvimento 3.4. Editor de texto (programação VHDL ou

Leia mais

Aula 7 SISTEMAS DIGITAIS. Linguagem de Descrição de Hardware VHDL Maquinas de Estados. Prof. Fernanda Gusmão de Lima Kastensmidt

Aula 7 SISTEMAS DIGITAIS. Linguagem de Descrição de Hardware VHDL Maquinas de Estados. Prof. Fernanda Gusmão de Lima Kastensmidt SISTEMAS DIGITAIS Linguagem de Descrição de Hardware VHDL Maquinas de Estados Prof. Fernanda Gusmão de Lima Kastensmidt fglima@inf.ufrgs.br Maquinas de Estado Tipo Melay and Moore Entrada estado f Reset

Leia mais

Organização de Computadores 2005/2006

Organização de Computadores 2005/2006 GoBack 2005/2006 Paulo Ferreira paf a dei.isep.ipp.pt Fevereiro de 2006 Docentes Avaliação Pontos importantes Trabalho Apresentação do trabalho ORGC Apresentação da disciplina slide 2 Docentes Docentes

Leia mais

PROJETO DE CIRCUITOS INTEGRADOS VLSI

PROJETO DE CIRCUITOS INTEGRADOS VLSI Universidade Federal do Piauí Centro de Tecnologia Curso de Engenharia Elétrica PROJETO DE CIRCUITOS INTEGRADOS VLSI Sistemas VLSI Digitais e Dispositivos de Lógica Programável Prof. Marcos Zurita zurita@ufpi.edu.br

Leia mais

Modelo RTL de módulo de operações aritméticas, lógicas e de conversão sob números em ponto flutuante sintetizável em FPGA

Modelo RTL de módulo de operações aritméticas, lógicas e de conversão sob números em ponto flutuante sintetizável em FPGA Universidade Federal de Pernambuco Centro de Informática Pré-projeto Modelo RTL de módulo de operações aritméticas, lógicas e de conversão sob números em ponto flutuante sintetizável em FPGA Lucas Fernando

Leia mais

Conceitos de Linguagens de Descrição de Hardware (Verilog, VHDL) Alex Vidigal Bastos alexvbh@gmail.com

Conceitos de Linguagens de Descrição de Hardware (Verilog, VHDL) Alex Vidigal Bastos alexvbh@gmail.com Conceitos de Linguagens de Descrição de Hardware (Verilog, VHDL) 1 Alex Vidigal Bastos alexvbh@gmail.com Objetivos da Aula Apresentar o conceito gerais de Linguagens de Descrição de Hardware (Verilog /

Leia mais

MICROPROCESSADORES. Palavras Chaves: microprocessador, cpu, ucp, arquitetura de computadores.

MICROPROCESSADORES. Palavras Chaves: microprocessador, cpu, ucp, arquitetura de computadores. MICROPROCESSADORES Celso Cardoso Neto Sergio Paiva Rodas Mayara dos Santos Bomfim Leonardo Cavalcante dos Santos RESUMO A pesquisa aborda os aspectos relacionados ao microprocessadores, com destaque para

Leia mais

Evolução dos Microprocessadores

Evolução dos Microprocessadores A Hugo Gonçalves Victor Rodrigues Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade Nova de Lisboa 2 de Janeiro de 2012 Outline A Evolução Computacional A 1 A Evolução Computacional Os Microprocessadores

Leia mais

Fundamentos em Informática Introdução e Conceitos

Fundamentos em Informática Introdução e Conceitos Fundamentos em Informática 01 - Introdução e Conceitos Subsequente / 2011 - Disciplina: Fundamentos ago/2011 em Informática - 1 Introdução Informática: ciência do tratamento automático das informações

Leia mais

Programa Analítico de Disciplina SIN252 Arquitetura de Computadores

Programa Analítico de Disciplina SIN252 Arquitetura de Computadores 0 Programa Analítico de Disciplina Campus Rio Paranaíba - Campus Rio Paranaíba Número de créditos: Teóricas Práticas Total Duração em semanas: 15 Carga horária semanal 0 Períodos - oferecimento: II Carga

Leia mais

Opções de Design para Circuitos Integrados CMOS

Opções de Design para Circuitos Integrados CMOS Opções de Design para Circuitos Integrados CMOS Para implementar um circuito integrado (CI) em CMOS é possível escolher entre as múltiplas possibilidades existentes no mercado. A escolha deve ser feita

Leia mais

Organização e Arquitetura de Computadores I

Organização e Arquitetura de Computadores I Universidade Federal de Campina Grande Centro de Engenharia Elétrica e Informática Unidade Acadêmica de Sistemas e Computação Curso de Bacharelado em Ciência da Computação Organização e Arquitetura de

Leia mais

Aula 02: Tendências Tecnológicas e Custos

Aula 02: Tendências Tecnológicas e Custos Aula 02: Tendências Tecnológicas e Custos Cadeia Alimentar Figura Original Regra: Peixes maiores comem peixes menores Tubarões e Comidas O que é um tubarão? sistema de computação PC Mainframe comer: seguindo

Leia mais

Microprocessadores vs Microcontroladores

Microprocessadores vs Microcontroladores Microprocessadores vs Microcontroladores Um microcontrolador difere de um microprocessador em vários aspectos. Primeiro e o mais importante, é a sua funcionalidade. Para que um microprocessador possa ser

Leia mais

Introdução à Organização e Arquitetura de Computadores. Prof. Leonardo Barreto Campos 1

Introdução à Organização e Arquitetura de Computadores. Prof. Leonardo Barreto Campos 1 Introdução à Organização e Arquitetura de Computadores Prof. Leonardo Barreto Campos 1 Sumário Introdução; Evolução dos Computadores; Considerações da Arquitetura de von Neumann; Execução de uma instrução

Leia mais

DISPOSITIVOS LÓGICOS PROGRAMÁVEIS. SEL Sistemas Digitais Prof. Homero Schiabel

DISPOSITIVOS LÓGICOS PROGRAMÁVEIS. SEL Sistemas Digitais Prof. Homero Schiabel DISPOSITIVOS LÓGICOS PROGRAMÁVEIS SEL 414 - Sistemas Digitais Prof. Homero Schiabel 1. Introdução Operação do circuito lógico pode ser descrita por: Tabela da Verdade Expressão booleana Dispositivo de

Leia mais

Curso Superior de Sistemas de Telecomunicações Unidade São José. Disciplina: Síntese de Sistemas de Telecomunicações 7º Fase

Curso Superior de Sistemas de Telecomunicações Unidade São José. Disciplina: Síntese de Sistemas de Telecomunicações 7º Fase Curso Superior de Sistemas de Telecomunicações Unidade São José Disciplina: Síntese de Sistemas de Telecomunicações 7º Fase Bases tecnológicas Dispositivos Lógicos Programáveis. Introdução à Tecnologia

Leia mais

Aula 6: Introdução ao System Generator

Aula 6: Introdução ao System Generator www.decom.fee.unicamp.br/~cardoso Aula 6: Introdução ao System Generator Fabbryccio Cardoso Marcelo Fernandes Dalton S. Arantes DECOM-FEEC-UNICAMP Casos de Uso Desenvolvimento e análise de algoritmos visando

Leia mais

Universidade Federal do Rio Grande do Sul Instituto de Informática Programa de Pós-Graduação em Computação

Universidade Federal do Rio Grande do Sul Instituto de Informática Programa de Pós-Graduação em Computação Universidade Federal do Rio Grande do Sul Instituto de Informática Programa de Pós-Graduação em Computação Relatório do Trabalho da Disciplina de Arquitetura e Organização de Processadores CMP- 237 Marcelo

Leia mais

Aula 1 Introdução a Arquitetura de Computadores

Aula 1 Introdução a Arquitetura de Computadores Aula 1 Introdução a Arquitetura de Computadores Anderson L. S. Moreira anderson.moreira@recife.ifpe.edu.br http://dase.ifpe.edu.br/~alsm Anderson Moreira Arquitetura de Computadores 1 O que fazer com essa

Leia mais

4a. Geração VLSI 1980 à????

4a. Geração VLSI 1980 à???? 4a. Geração VLSI 1980 à???? A Microsoft tenta criar um novo padrão de micros: o MSX (Microsoft Extended), - já que havia diversos micros com diversos "padrões" Com o apoio total de diversas grande empresas

Leia mais

HARDWARE COMPONENTES DO COMPUTADOR

HARDWARE COMPONENTES DO COMPUTADOR 2009 HARDWARE COMPONENTES DO COMPUTADOR Breve descrição dos componentes físicos do computador. Sónia Rodrigues 07 09 2009 HARDWARE 2 ÍNDICE 1. HARDWARE... 3 2. MOTHERBOARD... 4 3. PROCESSADOR... 5 4. MEMÓRIAS...

Leia mais

Field Programmable Gate Array - FPGA / Mini-curso de Computação Híbrida Reconfigurável

Field Programmable Gate Array - FPGA / Mini-curso de Computação Híbrida Reconfigurável Field Programmable Gate Array - FPGA Mini-curso de Computação Híbrida Reconfigurável Vitor C. F. Gomes, Andrea S. Charão, Haroldo F. C. Velho Última atualização: 19 de setembro de 2009 Universidade Federal

Leia mais

Arquitetura de Computadores. Prof. Marcelo Mikosz Gonçalves

Arquitetura de Computadores. Prof. Marcelo Mikosz Gonçalves Arquitetura de Computadores Prof. Marcelo Mikosz Gonçalves Conceitos Básicos Programa: é uma seqüência de instruções que executam uma determinada tarefa. Linguagem de máquina: conjunto de instruções primitivas

Leia mais

Sistemas Digitais. Módulo 15 Prof. Celso PLD - DISPOSITIVOS LÓGICOS PROGRAMÁVEIS

Sistemas Digitais. Módulo 15 Prof. Celso PLD - DISPOSITIVOS LÓGICOS PROGRAMÁVEIS 1 PLD - DISPOSITIVOS LÓGICOS PROGRAMÁVEIS Os projetos com circuitos digitais mais complexos podem se tornar inviáveis devido a vários problemas, tais como: - Elevado número de C.I. (circuitos integrados)

Leia mais

Histórico da evolução dos. Ermeson Andrade

Histórico da evolução dos. Ermeson Andrade Histórico da evolução dos computadores Ermeson Andrade Histórico A evolução dos computadores tem sido caracterizada pelo: Aumento da velocidade dos Processadores Diminuição do Tamanho dos Componentes Aumento

Leia mais

Introdução à Computação: Máquinas Multiníveis

Introdução à Computação: Máquinas Multiníveis Introdução à Computação: Máquinas Multiníveis Beatriz F. M. Souza (bfmartins@inf.ufes.br) http://inf.ufes.br/~bfmartins/ Computer Science Department Federal University of Espírito Santo (Ufes), Vitória,

Leia mais

PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA ELÉTRICA. Plano de Ensino

PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA ELÉTRICA. Plano de Ensino DISCIPLINA: Tópicos Especiais em Modelagem e Controle de Sistemas: Fontes Chaveadas CÓDIGO: MEE 017 Validade: Carga Horária: 45 horas-aula Créditos: 03 Área de Concentração / Módulo: Modelagem e Sistemas

Leia mais

E II Circuitos Digitais

E II Circuitos Digitais Introdução Circuitos Digitais MOS: Pequena área Fabrico simples Baixo consumo Elevada densidade de integração Sinais digitais: só dois estados lógicos, 0 e 1, com zona de separação Escala de Integração:

Leia mais

HORÁRIO DE AULAS 1º SEMESTRE DE º PERÍODO LETIVO 1º ANO ENGENHARIA ELÉTRICA ELETRÔNICA

HORÁRIO DE AULAS 1º SEMESTRE DE º PERÍODO LETIVO 1º ANO ENGENHARIA ELÉTRICA ELETRÔNICA 1º PERÍODO LETIVO 1º ANO SEL0300-Introdução à Engenharia Elétrica SCC0304-Introdução à Programação para Engenharias 7600005 Física I SCC0304-Introdução à Programação para Engenharias SMA0300-Geometria

Leia mais

INFORMÁTICA BÁSICA HARDWARE: COMPONENTES BÁSICOS E FUNCIONAMENTO.

INFORMÁTICA BÁSICA HARDWARE: COMPONENTES BÁSICOS E FUNCIONAMENTO. INFORMÁTICA BÁSICA HARDWARE: COMPONENTES BÁSICOS E FUNCIONAMENTO isabeladamke@hotmail.com Componentes de um Sistema de Computador HARDWARE: unidade responsável pelo processamento dos dados, ou seja, o

Leia mais

Sistemas Digitais. Sistemas Digitais III - Ementa

Sistemas Digitais. Sistemas Digitais III - Ementa Sistemas Digitais Sistemas Digitais I - Sistemas Combinatórios As saídas atuais são determinadas diretamente a partir das entradas atuais. Portas Lógicas. Sistemas Digitais II - Sistemas Seqüenciais As

Leia mais

CMP238 Projeto e Teste de Sistemas VLSI

CMP238 Projeto e Teste de Sistemas VLSI CMP238 Projeto e Teste de Sistemas VLSI Uso de banco de registradores e Memorias Projeto Prof. Fernanda Lima Kastensmidt Uso de Memoria em Circuitos Integrados VHDL designs Memory Model Simulador lógico

Leia mais

Arquitetura de Computadores Moderna

Arquitetura de Computadores Moderna Arquitetura de Computadores Moderna Eduardo Barrére (eduardo.barrere@ice.ufjf.br) DCC/UFJF Baseado no material do prof. Marcelo Lobosco Agenda Visão Geral Objetivos do Curso Ementa Bibliografia Avaliações

Leia mais

Circuitos Lógicos. Profa. Grace S. Deaecto. Faculdade de Engenharia Mecânica / UNICAMP , Campinas, SP, Brasil.

Circuitos Lógicos. Profa. Grace S. Deaecto. Faculdade de Engenharia Mecânica / UNICAMP , Campinas, SP, Brasil. Circuitos Lógicos Profa. Grace S. Deaecto Faculdade de Engenharia Mecânica / UNICAMP 13083-860, Campinas, SP, Brasil. grace@fem.unicamp.br Segundo Semestre de 2013 Profa. Grace S. Deaecto ES572 DMC / FEM

Leia mais

HARDWARE Componentes do Computador

HARDWARE Componentes do Computador 2009 HARDWARE 1 HARDWARE Componentes do Computador Breve descrição dos componentes físicos do computador Maria João Bastos 07-09-2009 HARDWARE 2 ÍNDICE 1. INTRODUÇÃO-HARDUARE... 3 2. MOTHERBOARDS ou PLACA

Leia mais

Microcontroladores e Microprocessadores

Microcontroladores e Microprocessadores Microcontroladores e Microprocessadores Prof. Alison Lins Microcontrolador Agenda - Histórico da Evolução da Eletrônica - Microprocessadores - Memórias - Microcontroladores - Microcontrolador x Microprocessador

Leia mais

Conceitos e Evolução Capítulos 1 e 2

Conceitos e Evolução Capítulos 1 e 2 Aula 2 ARQUITETURA DE COMPUTADORES Conceitos e Evolução Capítulos 1 e 2 Prof. Osvaldo Mesquita E-mail: oswaldo.mesquita@gmail.com 1/48 CONTEÚDO DA AULA Conceitos Importantes O que é arquitetura de computadores?

Leia mais

Introdução ao VHDL. Circuitos Lógicos. DCC-IM/UFRJ Prof. Gabriel P. Silva. Original por Ayman Wahba

Introdução ao VHDL. Circuitos Lógicos. DCC-IM/UFRJ Prof. Gabriel P. Silva. Original por Ayman Wahba Introdução ao VHDL Circuitos Lógicos DCC-IM/UFRJ Prof. Gabriel P. Silva Original por Ayman Wahba VHDL É uma linguaguem de descrição de hardware, ou seja, uma forma estruturada para a descrição de circuitos

Leia mais

EPUSP PCS 2011/2305/2355 Laboratório Digital SOMADORES DECIMAIS

EPUSP PCS 2011/2305/2355 Laboratório Digital SOMADORES DECIMAIS SOMADORES DECIMAIS Versão 2012 RESUMO Nesta experiência será estudado um circuito aritmético de soma decimal a partir dos somadores binários de 4 bits (por exemplo, o circuito integrado 74283). A parte

Leia mais

Desenvolvendo aplicações com LabVIEW FPGA. Rogério Rodrigues Engenheiro de Marketing Técnico Marcos Cardoso Engenheiro de Vendas

Desenvolvendo aplicações com LabVIEW FPGA. Rogério Rodrigues Engenheiro de Marketing Técnico Marcos Cardoso Engenheiro de Vendas Desenvolvendo aplicações com LabVIEW FPGA Rogério Rodrigues Engenheiro de Marketing Técnico Marcos Cardoso Engenheiro de Vendas Agenda O que são FPGAs e por que eles são úteis? Programando FPGAs Hardware

Leia mais

Organização e Arquitetura de Computadores II

Organização e Arquitetura de Computadores II Organização e Arquitetura de Computadores II Rômulo Calado Pantaleão Camara Romulo.camara@univasf.edu.br www.univasf.edu.br/~romulo.camara 60h/02h Disciplinas Correlacionadas Programação Org. e Arq. de

Leia mais

Os CI são utilizados para implementar os dispositivos e os sistemas utilizados em sistemas digitais.

Os CI são utilizados para implementar os dispositivos e os sistemas utilizados em sistemas digitais. Os CI são utilizados para implementar os dispositivos e os sistemas utilizados em sistemas digitais. A construção dos CI tem por base um processo tecnológico que, no caso do hardware digital, evoluiu dramaticamente

Leia mais

Eletrônica Básica / ELE Carlos Antonio Alves DEE Campus III Sala 59 / Fone

Eletrônica Básica / ELE Carlos Antonio Alves DEE Campus III Sala 59 / Fone Carlos Antonio Alves DEE Campus III Sala 59 / Fone 3743-1224 caa@dee.feis.unesp.br 1 OBJETIVOS (Ao término da disciplina o aluno deverá ser capaz de:) Entender o funcionamento dos principais dispositivos

Leia mais

Eletrônica Básica / ELE Carlos Antonio Alves DEE Campus III Sala 59 / Fone

Eletrônica Básica / ELE Carlos Antonio Alves DEE Campus III Sala 59 / Fone Carlos Antonio Alves DEE Campus III Sala 59 / Fone 3743-1224 caa@dee.feis.unesp.br 1 OBJETIVOS (Ao término da disciplina o aluno deverá ser capaz de:) Entender o funcionamento dos principais dispositivos

Leia mais

Evolução histórica dos computadores

Evolução histórica dos computadores Evolução histórica dos computadores Descrever a organização funcional de um computador. Identificar as principais formas de utilização e aplicação de computadores. Nesta primeira aula, abordaremos os conceitos

Leia mais

Turma PCS2304. Objetivos. Site da disciplina. Professor Edson Midorikawa Edson T. Midorikawa 25/02/2008.

Turma PCS2304. Objetivos. Site da disciplina. Professor Edson Midorikawa Edson T. Midorikawa 25/02/2008. Turma Projeto Lógico L Digital Edson T. Midorikawa 25/02/2008 Professor Edson Midorikawa edson.midorikawa@poli.usp.br Horário de atendimento: 6ª feira das 10h00 às 11h00 na sala C2-20 Turma 4 automação

Leia mais

FACULDADE LEÃO SAMPAIO

FACULDADE LEÃO SAMPAIO FACULDADE LEÃO SAMPAIO Apresentação da disciplina Curso de Análise e Desenvolvimento de Sistemas 1 Arquitetura e Organização de Computadores (AOC) Informações Gerais Curso: Análise e Desenvolvimento de

Leia mais

Montagem e Manutenção Processadores

Montagem e Manutenção Processadores Montagem e Manutenção Processadores Processador Cérebro Computacional Evolução dos Computadores 1ª Geração => Válvulas (1945-1955) ENIAC: Tinha 19.000 válvulas Pesava 30 toneladas Área de150 m 2 Evolução

Leia mais

INTRODUÇÃO AOS SISTEMAS COMPUTACIONAIS

INTRODUÇÃO AOS SISTEMAS COMPUTACIONAIS Matéria: Sistema Computacional INTRODUÇÃO AOS SISTEMAS COMPUTACIONAIS Prof. Esp. Patricia Dias da Silva Peixoto O QUE É INFORMÁTICA? Em 1957, o alemão Karl Steinbuch publicou um jornal chamado Informatik:

Leia mais

Plano de Ensino IDENTIFICAÇÃO

Plano de Ensino IDENTIFICAÇÃO Plano de Ensino IDENTIFICAÇÃO EIXO TECNOLÓGICO: Informação e Comunicação CURSO: TÉCNICO EM MANUTENÇÃO E SUPORTE EM INFORMÁTICA FORMA/GRAU: ( X ) integrado ( ) subsequente ( ) concomitante ( ) bacharelado

Leia mais

ELETRONICA DIGITAL. Aula 01 Apresentação da disciplina; Representação Digital x Analógica. Prof. Franklin Alves 1

ELETRONICA DIGITAL. Aula 01 Apresentação da disciplina; Representação Digital x Analógica. Prof. Franklin Alves 1 ELETRONICA DIGITAL Aula 01 Apresentação da disciplina; Representação Digital x Analógica. Prof. Franklin Alves 1 Objetivo Entender os conceitos fundamentais de lógica digital. Estudo de Sistemas Digitais

Leia mais

Tipos de Computadores. Sediane Carmem Lunardi Hernandes

Tipos de Computadores. Sediane Carmem Lunardi Hernandes Tipos de Computadores Sediane Carmem Lunardi Hernandes 1 Introdução Objetivo Apresentar a Lei de Moore e mostrar os vários tipos de computadores 2 a) Lei de Moore Processadores (maioria) são um conjunto

Leia mais

Eletrônica Digital para Instrumentação. Prof: Herman Lima Jr hlima@cbpf.br

Eletrônica Digital para Instrumentação. Prof: Herman Lima Jr hlima@cbpf.br G03 Eletrônica Digital para Instrumentação Prof: hlima@cbpf.br Centro Brasileiro de Pesquisas Físicas Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI) Eletrônica Digital para Instrumentação Objetivo

Leia mais

INFORMÁTICA E CONTABILIDADE. Prof. Me. Fábio Assunção CMP 1128 Parte 01

INFORMÁTICA E CONTABILIDADE. Prof. Me. Fábio Assunção CMP 1128 Parte 01 INFORMÁTICA E CONTABILIDADE Prof. Me. Fábio Assunção CMP 1128 Parte 01 INFORMAÇÃO Informação significa fatos. Expressada verbalmente, visualmente, por ondas, etc. Primórdios do processamento da informação:

Leia mais

UNIVERSIDADE ESTADUAL DO PARÁ UEPA LISTA DE EXERCÍCIOS DE INTRODUÇÃO A COMPUTAÇÃO. 2. O que diferencia os computadores de 1ª geração dos da 2ª.

UNIVERSIDADE ESTADUAL DO PARÁ UEPA LISTA DE EXERCÍCIOS DE INTRODUÇÃO A COMPUTAÇÃO. 2. O que diferencia os computadores de 1ª geração dos da 2ª. UNIVERSIDADE ESTADUAL DO PARÁ UEPA LISTA DE EXERCÍCIOS DE INTRODUÇÃO A COMPUTAÇÃO 1. Cite alguns problemas que o uso de válvulas provocava nos computadores de 1ª geração. 2. O que diferencia os computadores

Leia mais

Memória é um dispositivo capaz de armazenar informação. Logo, podemos dividir dos dispositivos que podem armazenar dados em Quatro tipos:

Memória é um dispositivo capaz de armazenar informação. Logo, podemos dividir dos dispositivos que podem armazenar dados em Quatro tipos: Memória Memória é um dispositivo capaz de armazenar informação Logo, podemos dividir dos dispositivos que podem armazenar dados em Quatro tipos: Memória Principal ROM RAM Memória Secundária Disco rígidos,

Leia mais

O que é um microprocessador?

O que é um microprocessador? MICROPROCESSADORES O que é um microprocessador? É um circuito integrado com milhares, ou mesmo milhões, de transistores, que estão interligados por superfinos traços de alumínio. Os transistores trabalham

Leia mais

Informática I. Aula 1. Objetivo da disciplina

Informática I. Aula 1.  Objetivo da disciplina Informática I Aula 1 http://www.ic.uff.br/~bianca/informatica1/ Aula 1-27/08/2007 1 Objetivo da disciplina O objetivo da disciplina é dar ao aluno uma visão geral sobre a área de ciência da computação.

Leia mais

Fundamentos e Suporte de Computadores. Professora Monalize

Fundamentos e Suporte de Computadores. Professora Monalize Fundamentos e Suporte de Computadores Professora Monalize COMPUTADOR DIGITAL é um equipamento eletrônico que processa dados usando programas, podendo ser dividido em: HARDWARE : parte "física, é o equipamento

Leia mais