CMP238 Projeto e Teste de Sistemas VLSI

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "CMP238 Projeto e Teste de Sistemas VLSI"

Transcrição

1 CMP238 Projeto e Teste de Sistemas VLSI Apresentação Disciplina Profa. Fernanda Gusmão de Lima Kastensmidt Prof. Marcelo Lubaszewski

2 Definição de Sistemas Digitais VLSI Um circuito digital que processa e/ou armazena informação very large scale integration microprocessadores Lógica Programável conversores Chip Memórias Lógica aleatória

3 Moore s Law A observação feira por Gordon Moore em 1965, cofundador da Intel: O numero de transistores por área em circuitos integrados tem dobrado a cada ano, desde sua invensão. Nos anos subsequentes, essa razão diminui um pouco: a densidade tem dobrado a cada 18 meses, aproximadamente.

4 Evolução dos Circuitos Integrados (VLSI) Lei de Moore: capacidade dobra em 18 meses 10 mil vezes nos últimos 20 anos Processadores da Intel:

5 Evolução (Revolução) do Projeto de CI Se os carros tivessem o mesmo grau de melhoria que os circuitos integrados, um carro hoje em dia: Viajaria na velocidade da luz Viajaria anos com apenas um tanque de pretroleo Transportaria a cidade toda em apenas um carro

6 A industria de microeletrônica se mantem bem ativa e continua a crescer apenas por causa do rapido progresso (Moore s Law): O grau de progresso deve ser mantido para que a industria continue bem. O tempo de vida de uma nova geração de tecnologia de fabricação é de no máximo 5 anos. A produção de CIs é barata em grande quantidade por causa do processo de litografia. O projeto é complicado e muito caro. Um erro no projeto pode custar muito tempo e dinheiro.

7 Parte 1 Introdução a Disciplina

8 Avaliação 1 Provas 1 trabalho (projeto de um sistema digital com aplicações de teste) Nota final: NP1 + NT = NF 2

9 Bibliografia CARRO, Luigi. Projeto e Prototipação de Sistemas Digitais. Porto Alegre: Ufrgs, D. GAJSKI, F. VAHID, S. NARAYAN, J. GONG, Specification and Design of Embedded Systems, Prentice Hall, Englewood Cliffs, NJ, 1994, 450 pages. GAJSKI, D. et al. High-Level Synthesis: Introduction to Chip and System Design. Kluwer, LIPSETT, R. et al. VHDL: Hardware Description and Design. Kluwer Academic Publishers, AHMED A. JERRAYA, JEAN MERMET, "System-Level Synthesis," Kluwer Academic Publishers, WAGNER, F. R., PORTO, I. J., WEBER, R. F., WEBER, T. S. Métodos de Validação de Sistemas Digitais. Escola de Computação, 6. UNICAMP, BALARIN et. al., "Hardware-Software Co-design of Embedded Systems. The POLIS Approach," Kluwer Academic Publishers, 1997.

10 Bibliografia BUSHNELL, M. and AGRAWAL, V. Essentials of Electronic Testing for Digital, Memory, and Mixed-Signal VLSI Circuits. Kluwer Academic Publishers, ABRAMOVICI, M.; BREUER, M.; FRIEDMAN, A. Digital Systems Testing and Testable Design. IEEE Press, 1990 LALA, P. Digital Circuit Testing and Testability. Academic Press, 1997.

11 Ferramentas a ser utilizadas Síntese de Linguagem de Hardware VHDL ou Verliog ISE (da empresa Xilinx) para sintese em FPGAs Leonardo (da empresa Mentor) para sintese em FPGAs ou ASIC System C Cynthetizer (da empresa Forte) para sintese de SystemC para Verilog Simulação de descrições em linguagem de hardware ModelSim (da empresa Mentor) Teste Flextest, Fastscan e DFTadvisor (da empresa Mentor)

12 Placas de Prototipação

13 Mais informações em:

14 Grupo de Suporte NSCAD Localização: no centro de emprendimento do Instituto de Informática, em frente a biblioteca, primeiro andar Suporte as ferramentas, placas de prototipação, emprestimo de ferramentas para instalação nos grupos de pesquisa e das placas (localizadas na sala 105, predio novo).

Micro e Nanoelectrónica LCEE

Micro e Nanoelectrónica LCEE Micro e Nanoelectrónica LCEE Corpo docente: Marcelino Santos (marcelino.santos@ist.utl.pt) 2007/08 Da Electrónica às Nanotecnologias From http://www.amd.com Lei de Moore Durante os últimos 40 anos: 25%

Leia mais

Projeto Moderno de Sistemas Digitais

Projeto Moderno de Sistemas Digitais Projeto Moderno de Sistemas Digitais Edson Midorikawa 1 Tópicos Projeto Convencional Projeto com HDLs e FPGAs Fluxo de Projeto Moderno Codificação em HDLs Altera DE2 Digilent Nexys 3 2 Tecnologias de Lógica

Leia mais

Parte # 2 - Circuitos Combinatórios

Parte # 2 - Circuitos Combinatórios CEFET Departamento de Engenharia Elétrica - DEPEL GELE 7163 Eletrônica Digital Parte # 2 - Circuitos Combinatórios 1 GELE 7163 Eletrônica Digital 2 Referências : Notas de Aula. Mendonça, Alexandre e Zelenovsky,

Leia mais

FPGA & VHDL. Tutorial

FPGA & VHDL. Tutorial FPGA & VHDL Tutorial 2009-2 FPGA FieldProgrammableGateArray Dispositivo lógico contendo uma matriz de: Células lógicas genéricas Configuráveis ( programadas ) para desempenhar uma função simples Chaves

Leia mais

Aula 11. Dispositivos Lógicos Programáveis. SEL Sistemas Digitais. Prof. Dr. Marcelo Andrade da Costa Vieira

Aula 11. Dispositivos Lógicos Programáveis. SEL Sistemas Digitais. Prof. Dr. Marcelo Andrade da Costa Vieira Aula 11 Dispositivos Lógicos Programáveis SEL 0414 - Sistemas Digitais Prof. Dr. Marcelo Andrade da Costa Vieira 1. Características Gerais l PLD Programmable Logical Device; l Agrupa um grande número de

Leia mais

Pontifícia Universidade Católica Federal do Rio de Santa Grande Catarina do Sul

Pontifícia Universidade Católica Federal do Rio de Santa Grande Catarina do Sul DEPARTAMENTO: Engenharia Elétrica CURSO: Engenharia Elétrica DISCIPLINA: Sistemas Digitais CÓDIGO: EEL 7020 CRÉDITOS: 04 (02 Teoria e 02 Prática) CARGA HORÁRIA: 72 horas-aula REQUISITOS: OFERTA: Pré-requisito:

Leia mais

Projeto Lógico Automatizado de Sistemas Digitais Seqüenciais 1 - Introdução

Projeto Lógico Automatizado de Sistemas Digitais Seqüenciais 1 - Introdução Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul Instituto de Informática (II-PUCRS) Grupo de Apoio ao Projeto de Hardware - GAPH Projeto Lógico Automatizado de Sistemas Digitais Seqüenciais - Introdução

Leia mais

FPGA & VHDL. Tutorial Aula 1. Computação Digital

FPGA & VHDL. Tutorial Aula 1. Computação Digital FPGA & VHDL Tutorial Aula 1 Computação Digital FPGA Field Programmable Gate Array Dispositivo lógico contendo uma matriz de: Células lógicas genéricas Configuráveis ( programáveis ) para desempenhar uma

Leia mais

Introdução à Computação

Introdução à Computação Universidade Federal de Campina Grande Departamento de Sistemas e Computação Introdução à Computação Conceitos Básicos de Eletrônica Digital (Parte IV) Prof. a Joseana Macêdo Fechine Régis de Araújo joseana@computacao.ufcg.edu.br

Leia mais

INF Técnicas Digitais para Computação. Introdução. Aula 1

INF Técnicas Digitais para Computação. Introdução. Aula 1 INF01 118 Técnicas Digitais para Computação Introdução Aula 1 Objetivo Projetar circuitos digitais: Combinacionais Sequências Testar a analisar circuitos digitais Funcionamento Área Desempenho (velocidade)

Leia mais

TE 130 PROJETO DE CIRCUITOS INTEGRADOS DIGITAIS

TE 130 PROJETO DE CIRCUITOS INTEGRADOS DIGITAIS TE 130 PROJETO DE CIRCUITOS INTEGRADOS DIGITAIS Oscar C. Gouveia Filho Departamento de Engenharia Elétrica UFPR URL: www.eletrica.ufpr.br/ogouveia E-mail: ogouveia@eletrica.ufpr.br 1 OBJETIVOS Entender

Leia mais

Funcionamento Área Desempenho (velocidade) Potência Aula 1. Circuitos Digitais. Circuitos Digitais

Funcionamento Área Desempenho (velocidade) Potência Aula 1. Circuitos Digitais. Circuitos Digitais INF01058 Objetivo Circuitos igitais Projetar circuitos digitais: Combinacionais Sequências Testar a analisar circuitos digitais Introdução Funcionamento Área esempenho (velocidade) Potência Aula 1 Mundo

Leia mais

Sistemas Digitais I LESI :: 2º ano. Introdução

Sistemas Digitais I LESI :: 2º ano. Introdução Sistemas Digitais I LESI :: 2º ano Introdução António Joaquim Esteves João Miguel Fernandes www.di.uminho.pt/~aje Bibliografia: capítulo 1, DDPP, Wakerly DEP. DE INFORMÁTICA ESCOLA DE ENGENHARIA UNIVERSIDADE

Leia mais

Informática Aplicada. Introdução

Informática Aplicada. Introdução Informática Aplicada Introdução Breve histórico da computação moderna Principais eventos 1000ac - Ábaco 1614 - Logaritmos (John Napier) 1623 - Sistema Binário (Francis Bacon) 1642 - Máquina de Turing 1946

Leia mais

Máquinas Multiníveis Aula 04. Prof. Jadir Eduardo Souza Lucas Universidade Federal do Espírito Santo Departamento de Informática

Máquinas Multiníveis Aula 04. Prof. Jadir Eduardo Souza Lucas Universidade Federal do Espírito Santo Departamento de Informática Máquinas Multiníveis Aula 04 Evolução... Computadores Mecânicos Geração Zero Mecânicos (1642-1945) Blaise Pascal (1623-1662) - máquina de calcular, adições e subtrações Leibniz (1646-1716) - mesmo estilo,

Leia mais

Pontifícia Universidade Católica Federal do Rio de Santa Grande Catarina do Sul

Pontifícia Universidade Católica Federal do Rio de Santa Grande Catarina do Sul DEPARTAMENTO: Engenharia Elétrica CURSO: Engenharia Elétrica DISCIPLINA: Sistemas Digitais CÓDIGO: EEL 7020 CRÉDITOS: 04 (02 Teoria e 02 Prática) CARGA HORÁRIA: 72 horas-aula REQUISITOS: OFERTA: Pré-requisito:

Leia mais

Sistemas Digitais: Introdução

Sistemas Digitais: Introdução Universidade Federal do Rio Grande do Norte Departamento de Engenharia de Computação e Automação Sistemas Digitais: Introdução DCA0119 Sistemas Digitais Heitor Medeiros Florencio 1 Objetivo: Projetar Sistemas

Leia mais

Microeletrônica. Prof. Fernando Massa Fernandes. Sala 5017 E. https://www.fermassa.com/microeletronica.php

Microeletrônica. Prof. Fernando Massa Fernandes. Sala 5017 E. https://www.fermassa.com/microeletronica.php Microeletrônica Prof. Fernando Massa Fernandes Sala 5017 E fermassa@lee.uerj.br https://www.fermassa.com/microeletronica.php http://www.lee.eng.uerj.br/~germano/microeletronica_2016-2.html (Prof. Germano

Leia mais

Introdução a Sistemas Digitais

Introdução a Sistemas Digitais Introdução a Sistemas Digitais Definição Sistemas Digitais Projeto Revisão: Circuitos Combinacionais Circuitos Sequênciais Máquinas de Estados Sistemas Digitais Definição Um sistema digital é um sistema

Leia mais

Tópicos Avançados em Sistemas Computacionais: Infraestrutura de Hardware Aula 02

Tópicos Avançados em Sistemas Computacionais: Infraestrutura de Hardware Aula 02 Tópicos Avançados em Sistemas Computacionais: Infraestrutura de Hardware Aula 02 Prof. Max Santana Rolemberg Farias max.santana@univasf.edu.br Colegiado de Engenharia de Computação POR QUE APRENDER CONCEITOS

Leia mais

Introdução aos circuitos integrados de aplicação específica

Introdução aos circuitos integrados de aplicação específica Introdução aos circuitos integrados de aplicação específica João Canas Ferreira 2007-09-17 Tópicos de Projecto de VLSI digital Assuntos Tópicos 1 2 Circuitos programáveis 3 Fluxo de projecto Contém figuras

Leia mais

CIRCUITOS INTEGRADOS E VLSI

CIRCUITOS INTEGRADOS E VLSI CIRCUITOS INTEGRADOS E VLSI ALUNOS ANÁLISE E DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS André, Andreia Aquino, Gabriele Aquino e Renato Junior O QUE SÃO OS CIRCUITOS INTEGRADOS? Os circuitos integrados (microchip, chip

Leia mais

O Mundo Real é Analógico ou Digital?

O Mundo Real é Analógico ou Digital? Analógico / Digital O Mundo Real é Analógico ou Digital? O que define uma grandeza analógica? Os sinais analógicos podem tomar qualquer valor num intervalo contínuo de tensão, corrente, resistência ou

Leia mais

Tools. Tools. Tools. Organização. Cronograma. Ferramentas para Síntese Automática de Circuitos Integrados

Tools. Tools. Tools. Organização. Cronograma. Ferramentas para Síntese Automática de Circuitos Integrados 1 Ferramentas para Síntese Automática de Circuitos Integrados Profs: Ricardo Reis e Marcelo Johann Introdução à disciplina, Metodologias de Projeto e Diagrama Y Organização Súmula Cronograma Página Trabalhos

Leia mais

Circuitos Lógicos. Prof. Odilson Tadeu Valle

Circuitos Lógicos. Prof. Odilson Tadeu Valle Introdução Circuitos Lógicos Prof. Odilson Tadeu Valle Instituto Federal de Santa Catarina IFSC Campus São José odilson@ifsc.edu.br 1/44 Sumário 1 Introdução 2 Analógico Versus Digital 3 Bits, Bytes e

Leia mais

SSC304 Introdução à Programação Para Engenharias

SSC304 Introdução à Programação Para Engenharias Universidade de São Paulo Instituto de Ciências Matemáticas e de Computação Departamento de Sistemas de Computação Introdução à Para Engenharias Estrutura de um Computador GE4 Bio GE4Bio Grupo de Estudos

Leia mais

Arquitetura de Computadores

Arquitetura de Computadores Arquitetura de Computadores Prof. Eduardo Simões de Albuquerque Instituto de Informática UFG 1o. Semestre / 2006 Adaptado do material do prof. Fábio Moreira Costa Programa e Introdução Assunto do curso

Leia mais

Sumário. Introdução. Revisão da Aula. Fatos Históricos Estrutura Básica Principais Componentes. Hardware: Software;

Sumário. Introdução. Revisão da Aula. Fatos Históricos Estrutura Básica Principais Componentes. Hardware: Software; Sumário Introdução Fatos Históricos Estrutura Básica Principais Componentes Hardware: Processador (UCP); Memória; e Periféricos. Software; Sistema Operacional Revisão da Aula 1 Oqueéumcomputador: Máquina

Leia mais

Programa Brazil-IP: Formando Talentos em Projetos de Microeletrônica de Qualidade

Programa Brazil-IP: Formando Talentos em Projetos de Microeletrônica de Qualidade Programa Brazil-IP: Formando Talentos em Projetos de Microeletrônica de Qualidade Objetivos e Resultados Edna Barros e Elmar Melcher Centro de Informática UFPE Departamento de Sistemas de Computação- UFCG

Leia mais

Universidade do Minho

Universidade do Minho Universidade do Minho Laboratórios Integrados II Conversor luz - frequência integrado num chip CMOS Engenharia Biomédica 2005/2006 Introdução A tecnologia CMOS é, actualmente, a mais utilizada no fabrico

Leia mais

SEL-0415 Introdução à Organização de Computadores Aula 2 Prof. Dr. Marcelo Andrade da Costa Vieira

SEL-0415 Introdução à Organização de Computadores Aula 2 Prof. Dr. Marcelo Andrade da Costa Vieira SEL-0415 Introdução à Organização de Computadores Conceitos Básicos Aula 2 Prof. Dr. Marcelo Andrade da Costa Vieira INTRODUÇÃO n Organização Æ implementação do hardware, componentes, construção dos dispositivos

Leia mais

ORGANIZAÇÃO DE COMPUTADORES

ORGANIZAÇÃO DE COMPUTADORES ORGANIZAÇÃO DE COMPUTADORES CAMPUS SANTO ANDRÉ CELSO CANDIDO SEMESTRE 2014-1 1 EVOLUÇÃO HISTÓRICA 2 Ábaco: Aproximadamente 4.000 a.c. Palavra que vem do Latim, que significa Quadro. No início o Ábaco era

Leia mais

Aula Breve História dos Computadores - Informatiquês - O Computador - Software vs. Hardware. Introdução à Engenharia da Computação

Aula Breve História dos Computadores - Informatiquês - O Computador - Software vs. Hardware. Introdução à Engenharia da Computação Aula 02 - Breve História dos Computadores - Informatiquês - O Computador - Software vs. Hardware Slide 1 de - Qual é a origem etimológica da palavra COMPUTADOR? Computador procede do latim computatore.

Leia mais

Revisão: Projeto e síntese de Circuitos Digitais em FPGA

Revisão: Projeto e síntese de Circuitos Digitais em FPGA Universidade Federal do Rio Grande do Norte Departamento de Engenharia de Computação e Automação Revisão: Projeto e síntese de Circuitos Digitais em FPGA DCA0119 Sistemas Digitais Heitor Medeiros Florencio

Leia mais

Projeto e Implementação de um Fatorial em Hardware para Dispositivos Reconfiguráveis

Projeto e Implementação de um Fatorial em Hardware para Dispositivos Reconfiguráveis Projeto e Implementação de um Fatorial em Hardware para Dispositivos Reconfiguráveis Álamo G. Silva, Leonardo A. Casillo Departamento de Ciências Exatas e Naturais Universidade Federal Rural do Semi- Árido

Leia mais

As Gerações dos Computadores. Professor Leonardo Cabral da R. Soares

As Gerações dos Computadores. Professor Leonardo Cabral da R. Soares As Gerações dos Computadores Professor Leonardo Cabral da R. Soares Primeira Geração (1946 1954) A primeira geração de computadores utilizava válvulas eletrônicas e possuía dimensões gigantescas. Um dos

Leia mais

1. Conceitos Básicos de Computação

1. Conceitos Básicos de Computação Introdução à Computação I IBM1006 1. Conceitos Básicos de Computação Prof. Renato Tinós Local: Depto. de Computação e Matemática (FFCLRP/USP) 1 Principais Tópicos 1.Conceitos Básicos de Computação 1.1.

Leia mais

Introdução ao Desenvolvimento de Circuitos Digitais Prof. Rômulo Calado Pantaleão Camara. Carga Horária: 2h/60h

Introdução ao Desenvolvimento de Circuitos Digitais Prof. Rômulo Calado Pantaleão Camara. Carga Horária: 2h/60h Introdução ao Desenvolvimento de Circuitos Digitais Prof. Rômulo Calado Pantaleão Camara Carga Horária: 2h/60h A grande ideia! O processo de concepção de um produto (chip) é muito demorado. Tempo; Esforço;

Leia mais

O Mundo Real é Analógico ou Digital?

O Mundo Real é Analógico ou Digital? Analógico / Digital O Mundo Real é Analógico ou Digital? O que define uma grandeza analógica? Os sinais analógicos podem tomar qualquer valor num intervalo contínuo de tensão, corrente, resistência ou

Leia mais

Arquiteturas Sequencias. Evolução dos Computadores BIBLIOGRAFIA BÁSICA. Organização e Arquitetura de Computadores

Arquiteturas Sequencias. Evolução dos Computadores BIBLIOGRAFIA BÁSICA. Organização e Arquitetura de Computadores Organização e Arquitetura Computadores Organização e Arquiteturas Computadores.Organização Básica Computadores - Histórico da - Organização Básica do Computador - Unida Lógica e Aritmética - Unida - Microprocessador

Leia mais

Projeto com Linguagens de Descrição de Hardware

Projeto com Linguagens de Descrição de Hardware Projeto com Linguagens de Descrição de Hardware Versão 2012 RESUMO Esta experiência consiste no projeto e implementação de um circuito digital simples com o uso de uma linguagem de descrição de hardware.

Leia mais

INFORMAÇÕES GERAIS DO TRABALHO

INFORMAÇÕES GERAIS DO TRABALHO INFORMAÇÕES GERAIS DO TRABALHO Título do Trabalho: PROJETO DE LAYOUTS DE CIRCUITOS INTEGRADOS DIGITAIS UTILIZANDO TECNOLOGIA CMOS Autor (es): Renner Ribeiro Brandão, Tarlei Almeida e Rafael Vinicius Tayette

Leia mais

DSP Builder - Altera. MO801 - Tópicos em Arquitetura e Hardware. Michele Tamberlini 05/2006

DSP Builder - Altera. MO801 - Tópicos em Arquitetura e Hardware. Michele Tamberlini 05/2006 DSP Builder - Altera MO801 - Tópicos em Arquitetura e Hardware Michele Tamberlini 05/2006 DSP Builder Roteiro Introdução Funcionalidades MegaCore MATLAB / SIMULINK SOPC Builder Bibliotecas Introdução Algoritmos

Leia mais

MICROPROCESSADORES. Palavras Chaves: microprocessador, cpu, ucp, arquitetura de computadores.

MICROPROCESSADORES. Palavras Chaves: microprocessador, cpu, ucp, arquitetura de computadores. MICROPROCESSADORES Celso Cardoso Neto Sergio Paiva Rodas Mayara dos Santos Bomfim Leonardo Cavalcante dos Santos RESUMO A pesquisa aborda os aspectos relacionados ao microprocessadores, com destaque para

Leia mais

PROJETO LÓGICO DE COMPUTADORES Prof. Ricardo Rodrigues Barcelar

PROJETO LÓGICO DE COMPUTADORES Prof. Ricardo Rodrigues Barcelar - Aula 1 - O NÍVEL DA LÓGICA DIGITAL 1. INTRODUÇÃO Na parte inferior da hierarquia da figura abaixo encontramos o nível da lógica digital, o verdadeiro hardware do computador. Este nível situa-se na fronteira

Leia mais

Implementação de um Algoritmo Customizado para o Cálculo de FFT usando o NIOS (ALTERA)

Implementação de um Algoritmo Customizado para o Cálculo de FFT usando o NIOS (ALTERA) Implementação de um Algoritmo Customizado para o Cálculo de FFT usando o NIOS (ALTERA) Sandro Binsfeld Ferreira - sbferreira@inf.ufrgs.br CMP 237 - Arquitetura e Organização de Processadores Programa de

Leia mais

Arquitetura e Organização de Computadores

Arquitetura e Organização de Computadores UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DO SEMI-ÁRIDO DEPARTAMENTO DE CIÊNCIAS EXATAS E NATURAIS CURSO DE CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO Arquitetura e Organização de Computadores 1- Introdução Prof. Sílvio Fernandes Arquitetura

Leia mais

Plano de Aula 26/8/13. VHDL - Visão Geral. Obje%vos: VHDL - Visão Geral. Descrição de circuito digital em VHDL

Plano de Aula 26/8/13. VHDL - Visão Geral. Obje%vos: VHDL - Visão Geral. Descrição de circuito digital em VHDL Instituto Federal de Santa Catarina Área de Telecomunicações SST20707 Síntese de Sistemas de Telecomunicações Prof. Roberto de Matos viso de direitos utorais: Transparências baseadas no trabalho do Prof.

Leia mais

Dispositivos Lógicos Programáveis

Dispositivos Lógicos Programáveis PARTE 1 - TEORIA Dispositivos Lógicos Programáveis Os dispositivos lógicos programáveis (PLD Programmable Logic Device) são circuitos integrados programáveis, que possuem um grande número de portas lógicas,

Leia mais

6. Natureza dos circuitos digitais

6. Natureza dos circuitos digitais Sumário: Electrónica digital Circuitos integrados LEI FÍSICA 1 Electrónica digital: Electrónica digital é o conjunto de determinadas técnicas e dispositivos integrados, que se utilizam principalmente na

Leia mais

Aula 1: Introdução à Organização de Computadores

Aula 1: Introdução à Organização de Computadores BC1503: Arquitetura de Computadores 1o Trimestre / 2009 Aula 1: Introdução à Organização de Computadores Prof. Raphael Y. de Camargo raphael.camargo@ufabc.edu.br Roteiro da Aula Introdução História da

Leia mais

Dispositivos Lógicos Programáveis (PLDs) Leandro Schwarz

Dispositivos Lógicos Programáveis (PLDs) Leandro Schwarz Dispositivos Lógicos Programáveis (PLDs) Leandro Schwarz Conceito PLD - Programmable Logic Device; Circuito integrado com grande número de portas lógicas configuráveis, flip-flops e registradores; Permite

Leia mais

ELETRÔNICA DIGITAL. Parte 4 Funções Lógicas - Circuitos Integrados. Professor Dr. Michael Klug. 1 Prof. Michael

ELETRÔNICA DIGITAL. Parte 4 Funções Lógicas - Circuitos Integrados. Professor Dr. Michael Klug. 1 Prof. Michael ELETRÔNICA DIGITAL Parte 4 Funções Lógicas - Circuitos Integrados Professor Dr. Michael Klug 1 2 ALGEBRA BOOLEANA George Boole (1854): Uma investigação das Leis do Pensamento modo como tomamos decisões

Leia mais

Arquitetura e Organização de Computadores

Arquitetura e Organização de Computadores Arquitetura e Organização de Computadores Introdução Givanaldo Rocha de Souza http://docente.ifrn.edu.br/givanaldorocha givanaldo.rocha@ifrn.edu.br Material do prof. Sílvio Fernandes - UFERSA O que é isso?

Leia mais

Informática Básica. Ensino Fundamental II

Informática Básica. Ensino Fundamental II Informática Básica Ensino Fundamental II Caro(a) cursista, Estamos dando início a disciplina de informática básica, com o objetivo de auxiliá-lo nesta nova etapa produzimos e selecionamos materiais com

Leia mais

Circuitos Digitais. Representação Numérica. Analógica

Circuitos Digitais. Representação Numérica. Analógica 2 Circuitos Digitais Representação Numérica Analógica As entradas e saídas são valores contínuos. Uma quantidade analógica é representada por outra que lhe é proporcional. São sistemas que manipulam quantidade

Leia mais

Arquitetura e Organização de Computadores. Histórico. Gerações

Arquitetura e Organização de Computadores. Histórico. Gerações Histórico Gerações 00001 As gerações dos computadores Os computadores são máquinas capazes de realizar vários cálculos automaticamente, além de possuir dispositivos de armazenamento e de entrada e saída.

Leia mais

Sistemas Digitais. Apresentação. Grupo de Engenharia da Computação (GRECO) Centro de Informática Universidade Federal de Pernambuco

Sistemas Digitais. Apresentação. Grupo de Engenharia da Computação (GRECO) Centro de Informática Universidade Federal de Pernambuco Sistemas Digitais Apresentação Grupo de Engenharia da Computação (GRECO) Centro de Informática Universidade Federal de Pernambuco Abel Guilhermino da Silva Filho 2 Por que estudar sistemas digitais? Conhecer

Leia mais

Fundamentos em Informática Introdução e Conceitos

Fundamentos em Informática Introdução e Conceitos Fundamentos em Informática 01 - Introdução e Conceitos Subsequente / 2011 - Disciplina: Fundamentos ago/2011 em Informática - 1 Introdução Informática: ciência do tratamento automático das informações

Leia mais

INTRODUÇÃO. Introdução a Informática. Vinícius Pádua

INTRODUÇÃO. Introdução a Informática. Vinícius Pádua INTRODUÇÃO Introdução a Informática Introdução Para que serve o computador? Word, Filme, Facebook,... Resolver problemas do usuário Coletar, manipular e fornecer os resultados Processamento eletrônico

Leia mais

Sistemas Digitais (SD) Elementos de Tecnologia Funções Lógicas

Sistemas Digitais (SD) Elementos de Tecnologia Funções Lógicas Sistemas Digitais (SD) Elementos de Tecnologia Funções Lógicas Aula Anterior Na aula anterior: Álgebra de Boole Operações básicas Propriedades Portas Lógicas Leis de DeMorgan Simplificação algébrica 2

Leia mais

CMP 238 Projeto e Teste de um Sistema VLSI

CMP 238 Projeto e Teste de um Sistema VLSI CMP 238 Projeto e Teste de um Sistema VLSI Definição Sistemas Digitais e espaço de projeto Metodologia de Projeto Disciplina: CMP238 Profa. Dra. Fernanda Gusmão de Lima Kastensmidt 2008 Sistemas Embarcados

Leia mais

INFORMÁTICA APLICADA. Histórico. Gerações

INFORMÁTICA APLICADA. Histórico. Gerações INFORMÁTICA APLICADA Histórico Gerações 00001 As gerações dos computadores Os computadores são máquinas capazes de realizar vários cálculos automaticamente, além de possuir dispositivos de armazenamento

Leia mais

Livro texto: VHDL- Descrição e Síntese de Circuitos Digitais Roberto D Amore Editora LTC

Livro texto: VHDL- Descrição e Síntese de Circuitos Digitais Roberto D Amore Editora LTC Livro texto: VHDL- Descrição e Síntese de Circuitos Digitais Roberto D Amore Editora LTC Linguagem para descrever o funcionamento de um sistema (o que e como o sistema faz). O sistema descrito em HDL

Leia mais

Resumo teórico INTRODUÇÃO AOS DISPOSITIVOS LÓGICOS PROGRAMÁVEIS

Resumo teórico INTRODUÇÃO AOS DISPOSITIVOS LÓGICOS PROGRAMÁVEIS Resumo teórico INTRODUÇÃO AOS DISPOSITIVOS LÓGICOS PROGRAMÁVEIS 1 DISPOSITIVOS LÓGICOS PROGRAMÁVEIS Edith Ranzini e Edson Lemos Horta / 2000 ETM / 2001 (revisão) ETM / 2011 (revisão) Os dispositivos lógicos

Leia mais

Curso Superior de Sistemas de Telecomunicações Unidade São José. Disciplina: Síntese de Sistemas de Telecomunicações 7º Fase

Curso Superior de Sistemas de Telecomunicações Unidade São José. Disciplina: Síntese de Sistemas de Telecomunicações 7º Fase Curso Superior de Sistemas de Telecomunicações Unidade São José Disciplina: Síntese de Sistemas de Telecomunicações 7º Fase Bases tecnológicas Dispositivos Lógicos Programáveis. Introdução à Tecnologia

Leia mais

ATIVIDADE DA DÉCIMA SEMANA

ATIVIDADE DA DÉCIMA SEMANA ATIVIDADE DA DÉCIMA SEMANA Caro aluno, segue abaixo a atividade para ser realizada nessa semana. Disciplina: Arquitetura Computacional Período: 06/10 a 11/10 Prazo: 20/10 Atividade 2: Reflita, analise

Leia mais

EVOLUÇÃO DOS COMPUTADORES

EVOLUÇÃO DOS COMPUTADORES EVOLUÇÃO DOS COMPUTADORES 1 EVOLUÇÃO DOS COMPUTADORES Caracterização da evolução dos computadores Computadores da 1ª Geração ENIAC Máquinas de Von Newman EDVAC (1945-1952) Computador comercial UNIVAC da

Leia mais

FPGA - Field Programmable Gate Array

FPGA - Field Programmable Gate Array FPGA - Field Programmable Gate Array 1985/86: Xilinx introduz nova família de PLDs FPGA - Field Programmable Gate Array agregados regulares de blocos lógicos configuráveis (CLB para XILINX) ligações programáveis

Leia mais

Introdução aos. Sistemas Embebidos

Introdução aos. Sistemas Embebidos Introdução aos Sistemas Embebidos João M. P. Cardoso Email: jmcardo@ualg.pt URL: http://w3.ualg.pt/~jmcardo 1 Sistemas Embebidos O que são? Embedded systems are computers camouflaged as non-computers.

Leia mais

CIRCUITOS INTEGRADOS. Professor Adão de Melo Neto

CIRCUITOS INTEGRADOS. Professor Adão de Melo Neto CIRCUITOS INTEGRADOS Professor Adão de Melo Neto Revisão sobre Circuito Resistivo e Lei de Ohms R = RESISTÊNCIA É A OPOSIÇÃO A CIRCULAÇÃO DA CORRENTE GERADA POR UMA TENSÃO OU DIFERENÇA DE POTENCIAL (medido

Leia mais

Universidade Federal do Rio Grande do Sul Instituto de Informática Programa de Pós-Graduação em Computação

Universidade Federal do Rio Grande do Sul Instituto de Informática Programa de Pós-Graduação em Computação Universidade Federal do Rio Grande do Sul Instituto de Informática Programa de Pós-Graduação em Computação Relatório do Trabalho da Disciplina de Arquitetura e Organização de Processadores CMP- 237 Marcelo

Leia mais

CIRCUITOS INTEGRADOS. Professor Adão de Melo Neto

CIRCUITOS INTEGRADOS. Professor Adão de Melo Neto CIRCUITOS INTEGRADOS Professor Adão de Melo Neto R = RESISTÊNCIA É A OPOSIÇÃO A CIRCULAÇÃO DA CORRENTE GERADA POR UMA TENSÃO OU DIFERENÇA DE POTENCIAL (medido em ohms) I = CORRENTE FLUXO DE ELÉTRONS DO

Leia mais

ORGANIZAÇÃO DE COMPUTADORES MÓDULO 4

ORGANIZAÇÃO DE COMPUTADORES MÓDULO 4 ORGANIZAÇÃO DE COMPUTADORES MÓDULO 4 Índice 1. História da Arquitetura de Computadores - Continuação..3 1.1. Terceira Geração Circuitos Integrados (1965 1980)... 3 1.2. Quarta Geração Integração em Larga

Leia mais

Introdução à Linguagem VHDL

Introdução à Linguagem VHDL Fundamentos de Sistemas Digitais Introdução à Linguagem VHDL prof. Dr. Alexandre M. Amory Referências Sugiro estudarem nesta ordem de preferência: Vahid, Cap 9 Ignorar verilog e SystemC Bem didático! um

Leia mais

DISPOSITIVOS LÓGICOS PROGRAMÁVEIS - DLP. 18/04/2016 Prof. Alexandre - ELP1DLP1 / DEE

DISPOSITIVOS LÓGICOS PROGRAMÁVEIS - DLP. 18/04/2016 Prof. Alexandre - ELP1DLP1 / DEE DISPOSITIVOS LÓGICOS PROGRAMÁVEIS - DLP 1 Objetivos da Aula: Introdução à Linguagem VHDL Plano de Ensino Conteúdo Programático 3. Ferramentas de Desenvolvimento 3.4. Editor de texto (programação VHDL ou

Leia mais

UNIVERSIDADE PRESBITERIANA MACKENZIE Decanato Acadêmico

UNIVERSIDADE PRESBITERIANA MACKENZIE Decanato Acadêmico Unidade Universitária: Escola de Engenharia Curso: Engenharia Elétrica e Eletrônica Disciplina: Dispositivos Lógicos Programáveis Núcleo Temático: Sistemas Digitais Código da Disciplina: 161.1654.2 Professor:

Leia mais

Resumo Expandido INTRODUÇÃO:

Resumo Expandido INTRODUÇÃO: Resumo Expandido Título da Pesquisa (Português): Projeto de layouts de circuitos integrados digitais utilizando tecnologia cmos Título da Pesquisa (Inglês): Layout project of digital integrated circuits

Leia mais

Implementação de Componentes de Sistemas Operacionais Embarcados em Hardware

Implementação de Componentes de Sistemas Operacionais Embarcados em Hardware Implementação de Componentes de Sistemas Operacionais Embarcados em Hardware Maicon Carlos Pereira, Rafael Luiz Cancian Centro de Ciências Tecnológicas da Terra e do Mar (CTTMar) Universidade do Vale do

Leia mais

DISCIPLINA: Arquitetura e Organização de Computadores I

DISCIPLINA: Arquitetura e Organização de Computadores I DISCIPLINA: Arquitetura e Organização de Computadores I CÓDIGO: Período Letivo: 1 o Semestre / 01 Carga Horária: Total: 0 horas Semanal: 0 aulas Créditos: 0 Modalidade: Teórica Classificação do Conteúdo

Leia mais

Evolução da Computação de Alto Desempenho sob a Ótica da Lis. ou (Se um processador já é rápido, imaginem um sistema com processadores :-)

Evolução da Computação de Alto Desempenho sob a Ótica da Lis. ou (Se um processador já é rápido, imaginem um sistema com processadores :-) Evolução da Computação de Alto Desempenho sob a Ótica da Lista TOP500 ou (Se um processador já é rápido, imaginem um sistema com 10.649.600 processadores :-) Siang Wun Song IME-USP Evolução

Leia mais

Opções de Design para Circuitos Integrados CMOS

Opções de Design para Circuitos Integrados CMOS Opções de Design para Circuitos Integrados CMOS Para implementar um circuito integrado (CI) em CMOS é possível escolher entre as múltiplas possibilidades existentes no mercado. A escolha deve ser feita

Leia mais

Curso Superior de Sistemas de Telecomunicações Unidade São José. Disciplina: Síntese de Sistemas de Telecomunicações 7º Fase

Curso Superior de Sistemas de Telecomunicações Unidade São José. Disciplina: Síntese de Sistemas de Telecomunicações 7º Fase Curso Superior de Sistemas de Telecomunicações Unidade São José Disciplina: Síntese de Sistemas de Telecomunicações 7º Fase Bases tecnológicas Dispositivos Lógicos Programáveis. Introdução à Tecnologia

Leia mais

Aula 7 SISTEMAS DIGITAIS. Linguagem de Descrição de Hardware VHDL Maquinas de Estados. Prof. Fernanda Gusmão de Lima Kastensmidt

Aula 7 SISTEMAS DIGITAIS. Linguagem de Descrição de Hardware VHDL Maquinas de Estados. Prof. Fernanda Gusmão de Lima Kastensmidt SISTEMAS DIGITAIS Linguagem de Descrição de Hardware VHDL Maquinas de Estados Prof. Fernanda Gusmão de Lima Kastensmidt fglima@inf.ufrgs.br Maquinas de Estado Tipo Melay and Moore Entrada estado f Reset

Leia mais

Programa Analítico de Disciplina SIN252 Arquitetura de Computadores

Programa Analítico de Disciplina SIN252 Arquitetura de Computadores 0 Programa Analítico de Disciplina Campus Rio Paranaíba - Campus Rio Paranaíba Número de créditos: Teóricas Práticas Total Duração em semanas: 15 Carga horária semanal 0 Períodos - oferecimento: II Carga

Leia mais

Sistemas Computacionais. helioesperidiao.com

Sistemas Computacionais. helioesperidiao.com Sistemas Computacionais PROF. ME. HÉLIO ESPERIDIÃO helioesperidiao.com O que é informática? Em 1957, o alemão Karl Steinbuch publicou um jornal chamado Informatik: Automatische Informationsverarbeitung

Leia mais

Capítulo 1 Introdução

Capítulo 1 Introdução Capítulo 1 Introdução Programa: Seqüência de instruções descrevendo como executar uma determinada tarefa. Computador: Conjunto do hardware + Software Os circuitos eletrônicos de um determinado computador

Leia mais

Evolução da Computação de Alto Desempenho sob a Ótica da Lis. ou (Se um processador já é rápido, imaginem um sistema com processadores :-)

Evolução da Computação de Alto Desempenho sob a Ótica da Lis. ou (Se um processador já é rápido, imaginem um sistema com processadores :-) Evolução da Computação de Alto Desempenho sob a Ótica da Lista TOP500 ou (Se um processador já é rápido, imaginem um sistema com 10.649.600 processadores :-) Siang Wun Song IME-USP Computação

Leia mais

Evolução dos Microprocessadores

Evolução dos Microprocessadores A Hugo Gonçalves Victor Rodrigues Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade Nova de Lisboa 2 de Janeiro de 2012 Outline A Evolução Computacional A 1 A Evolução Computacional Os Microprocessadores

Leia mais

Tópicos em Sistemas Embarcados. Esterel

Tópicos em Sistemas Embarcados. Esterel Universidade Federal do Rio Grande do Sul Instituto de Informática Tópicos em Sistemas Embarcados Esterel Esterel 1. Do Surgimento 2. A Linguagem Esterel 3. Vantagens da Linguagem 4. Desvantagens da Linguagem

Leia mais

DISPOSITIVOS LÓGICOS PROGRAMÁVEIS. SEL Sistemas Digitais Prof. Homero Schiabel

DISPOSITIVOS LÓGICOS PROGRAMÁVEIS. SEL Sistemas Digitais Prof. Homero Schiabel DISPOSITIVOS LÓGICOS PROGRAMÁVEIS SEL 414 - Sistemas Digitais Prof. Homero Schiabel 1. Introdução Operação do circuito lógico pode ser descrita por: Tabela da Verdade Expressão booleana Dispositivo de

Leia mais

Introdução ao módulo LabVIEW FPGA

Introdução ao módulo LabVIEW FPGA Introdução ao módulo LabVIEW FPGA Guilherme Yamamoto Engenheiro de Marketing de Produto Tecnologia FPGA Blocos de E/S Acesso direto às E/S digitais e analógicas. Interconexões programáveis Roteamento de

Leia mais

14/3/2016. Prof. Evandro L. L. Rodrigues

14/3/2016. Prof. Evandro L. L. Rodrigues SEL 433 APLICAÇÕES DE MICROPROCESSADORES I SEL-433 APLICAÇÕES DE MICROPROCESSADORES I Prof. Evandro L. L. Rodrigues Tópicos do curso Conceitos básicos - Aplicações e utilizações dos microcontroladores

Leia mais

E II Circuitos Digitais

E II Circuitos Digitais Introdução Circuitos Digitais MOS: Pequena área Fabrico simples Baixo consumo Elevada densidade de integração Sinais digitais: só dois estados lógicos, 0 e 1, com zona de separação Escala de Integração:

Leia mais

ENIAC Primeiro computador de Propósito Geral. William Stallings Computer Organization and Architecture 6 th Edition (2003)

ENIAC Primeiro computador de Propósito Geral. William Stallings Computer Organization and Architecture 6 th Edition (2003) William Stallings Computer Organization and Architecture 6 th Edition (2003) ENIAC Primeiro computador de Propósito Geral Electronic Numerical Integrator And Computer Chapter 2 Computer Evolution and Performance

Leia mais

MODELAGEM DE TRANSISTORES E DE CIRCUITOS ANALÓGICOS CMOS USANDO VERILOG-AMS

MODELAGEM DE TRANSISTORES E DE CIRCUITOS ANALÓGICOS CMOS USANDO VERILOG-AMS MODELAGEM DE TRANSISTORES E DE CIRCUITOS ANALÓGICOS CMOS USANDO VERILOG-AMS I. Autor: Prof. Oscar da Costa Gouveia Filho Departamento de Engenharia Elétrica Universidade Federal do Paraná II. Resumo: Verilog-AMS

Leia mais

AULA1 Introdução a Microprocessadores gerais. Disciplina: Aplicações Avançadas de Microprocessadores (AAM)

AULA1 Introdução a Microprocessadores gerais. Disciplina: Aplicações Avançadas de Microprocessadores (AAM) AULA1 Introdução a Microprocessadores gerais Disciplina: Aplicações Avançadas de Microprocessadores (AAM) Tópicos: Conceitos gerais Evolução dos Microprocessadores Arquiteturas Principais características

Leia mais

Introdução histórica. José Delgado. Arquitetura de Computadores Introdução histórica 1

Introdução histórica. José Delgado. Arquitetura de Computadores Introdução histórica 1 Introdução histórica Arquitetura de Computadores Introdução histórica 1 Primeiro objeto de cálculo Ábaco - desde 3000 A.C. Usado ainda hoje (China, por exemplo) Arquitetura de Computadores Introdução histórica

Leia mais

SISTEMAS DIGITAIS ELEMENTOS DE TECNOLOGIA

SISTEMAS DIGITAIS ELEMENTOS DE TECNOLOGIA ELEMTOS DE TECNOLOGIA ELEMTOS DE TECNOLOGIA - 2 SUMÁRIO: CIRCUITOS INTEGRADOS TECNOLOGIAS COMPONTES TTL NÍVEIS LÓGICOS FAN-OUT E FAN-IN TRANSISTORES CMOS PORTAS TRI-STATE TEMPOS DE PROPAGAÇÃO LÓGICA POSITIVA

Leia mais

Principais Componentes do Gabinete. Componentes Básicos de um Computador. CPU ou UCP (Processador) 17/02/2017

Principais Componentes do Gabinete. Componentes Básicos de um Computador. CPU ou UCP (Processador) 17/02/2017 Professora: Janaide Nogueira E-mail: nogueirajanaide@gmail.com Materiais: https://janaide.wordpress.com Componentes Básicos de um Computador Principais Componentes do Gabinete 3 4 CPU ou UCP (Processador)

Leia mais