Delineador para Crescimento dos Cílios. Atualização Mensal em:

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Delineador para Crescimento dos Cílios. Atualização Mensal em:"

Transcrição

1 Atualização Mensal em: Delineador para Crescimento dos Cílios E m p r e g o d o s F a t o r e s d e Crescimento IGF, bfgf, afgf e VEGF apresenta-se eficaz na promoção do crescimento dos fios.

2 Delineador para Crescimento dos Emprego dos Fatores de Crescimento IGF, bfgf, afgf e VEGF apresenta-se eficaz na promoção do crescimento dos fios Introdução As pálpebras e os movimentos palpebrais fazem parte do mecanismo de proteção dos olhos. Neste sentido, os cílios que são anexos palpebrais também auxiliam no mecanismo de defesa ocular. Os cílios são pêlos terminais, formados a partir da replicação celular que ocorre dentro do folículo piloso. A localização habitual dos cílios é a lamela anterior da margem palpebral, onde se encontram fixos obliquamente na pele, anteriormente ao músculo orbicular, podendo atravessá-lo e alcançar o tarso Os cílios estão distribuídos em ambas as pálpebras, mas possuem diferenças conforme estejam na superior ou na inferior, ou seja, os cílios das pálpebras superiores são mais longos, mais grossos e mais numerosos e os folículos e bulbos mais profundos e largos, respectivamente quando comparados à pálpebra inferior. O crescimento dos cílios ocorre de maneira cíclica, atravessando as fases de crescimento, atrofia e inatividade (ou anágena, catágena e telógena). Durante o ciclo de crescimento ciliar, há folículos em fases diferentes de desenvolvimento e a proporção de folículos que se encontra em cada fase, refletirá a duração relativa Quando existem inflamações crônicas, infecções ou queimaduras químicas nas pálpebras pode haver alterações dos cílios, com redução do número, perda da convexidade e alterações da espessura e da coloração. Qual mulher que nunca sonhou com cílios de bonecas? Ou já experimentou várias máscaras de cílios, mas o efeito não é o desejado? As mulheres vivem em busca de um olhar mais marcante e sedutor. Na maquiagem, é possível conseguir esse efeito com curvex (para curvar os cílios) e várias camadas de máscara para cílios. Mas, às vezes, nem a máscara é capaz de ajudar. Muitas pessoas reclamam que possuem cílios pequenos, outras reclamam que eles são ralos e existem as que reclamam das duas coisas. Hoje, esse problema já tem solução. Para quem deseja alongar e dar volume aos cílios chegou ao mercado magistral o Delineador para Crescimento dos Cílios. Contém em sua fórmula Fatores de Crescimento e outros componentes que estimulam a formação de vasos sanguíneos e ativam a mitose folicular, atuando de maneira sinérgica e complementar na formação de novos vasos sanguíneos e novo O Delineador com Fatores de Crescimento apresenta-se inovador e eficaz no aumento do volume e crescimento dos fios, melhorando a qualidade de vida e auto-

3 Estudos & Atualidades Estudo avalia a ação da associação de afgf e VEGF sobre o crescimento de cílios. Resultados: Aumento da expressão de VEGF sobre os folículos capilares nos dias 12 e 15 A associação dos Fatores de Crescimento Vascular Endotelial e Fibroblástico Ácido e sua aplicação sobre a base do cílio promove expressivo aumento no tamanho dos fios, observado após 8 semanas de aplicação diária. Caragem, Korea & PharmaSpecial..

4 Estudos & Atualidades Avaliação da atividade de bfgf sobre a proliferação de células capilares A atividade do bfgf apresenta-se dose dependente, conforme demonstrado pelo gráfico Razão Relativa Contro 50pg 200pg 500pg 1ng 5ng Concentração de bfgf/ml Avaliação da atividade de bfgf sobre a proliferação de células capilares A atividade do bfgf apresenta-se dose dependente, conforme demonstrado pelo gráfico Contro bfgf 500pg/ml bfgf 1ng/ml bfgf 5ng/ml A utilização do Fator de Crescimento Fibroblástico em células capilares apresentase benéfico na promoção e estímulo de crescimento, observado de maneira dosedependente e com resultados visíveis em apenas 72 horas após a aplicação. Caragem, Korea.

5 Estudos & Atualidades Estudo avalia a ação do Fator de Crescimento Vascular Endotelial (VEGF) sobre o crescimento capilar: Aumento da expressão de VEGF sobre os folículos capilares nos dias 12 e 15 Controle: 12 dias VEGF: 12 dias Resultados: ŸVEGF aumentou a expressão dos folículos pilosos nos dias 12 e 15; ŸVEGF acelerou o crescimento capilar e aumentou a espessura do fio; ŸVEGF aumentou a angiogênese. Controle: 15 dias VEGF: 15 dias O Fator de Crescimento Vascular Endotelial pode induzir a angiogênse e aumentar a atividade do folículo capilar, proporcionando maior velocidade de crescimento dos fios.

6 O que são Fatores de Crescimento? São mediadores biológicos naturais peptídicos que atuam sobre os processos de reparo e regeneração. Eles são encontrados em vários tecidos em fase de cicatrização e/ou renovação celular. A importância dos peptídeos e dos fatores de crescimento na regulação da expressão genética e do metabolismo celular é estabelecida na biologia da pele. As vantagens destes peptídeos como ingredientes cosméticos são: Ÿ Ação prolongada, devido à alta estabilidade, resultado da modificação da seqüência primária; Ÿ Penetração transdérmica por nano estrutura; Ÿ Alta pureza do produto. Mecanismo de Ação dos fatores de Crescimento sobre o Crescimento Capilar 1. IGF aumenta a saúde dos fios por estimular o crescimento de fios com maior nutrição e coesão celular; 2. bfgf Auxilia na circulação sanguínea e revitaliza o folículo piloso; 3. afgf Promove o crescimento dos fios e inibe a despigmentação destes; 4. VEGF Promove o desenvolvimento de novos vasos sanguíneos e com isso aumenta o fornecimento de nutrientes e oxigênio ao folículo piloso. Como prescrever? Delineador com Fatores de Crescimento IGF % bfgf % afgf % afgf % S o l u v i t Richter...3 % S é r u m Á r e a d o s O l h o s Literatura Consultada 1. Literatura Técnica Fabricante Karagen, Korea. 2. Narikawa Silvia, Schellini Silvana Artioli, Padovani Carlos Roberto Pereira, Padovani Carlos Roberto. Alterações dos cílios em portadores de cavidade anoftálmica. Arq. Bras. Oftalmol. [serial on the Internet] Feb [cited 2010 July 23] ; 70(1):

Tricologia. Profa Elaine C. S. Ovalle. Tricologia

Tricologia. Profa Elaine C. S. Ovalle. Tricologia Tricologia Profa Elaine C. S. Ovalle Tricologia Tricologia - do grego thricos (cabelos) + logos (estudo) É um ramo da medicina que trata dos pêlos ou cabelos, iniciou-se na Inglaterra em 1902 Seus conhecimentos

Leia mais

Processo Inflamatório e Lesão Celular. Professor: Vinicius Coca

Processo Inflamatório e Lesão Celular. Professor: Vinicius Coca Processo Inflamatório e Lesão Celular Professor: Vinicius Coca www.facebook.com/profviniciuscoca www.viniciuscoca.com O que é inflamação? INFLAMAÇÃO - Inflamare (latim) ação de acender, chama FLOGOSE phlogos

Leia mais

Capítulo 2 Aspectos Histológicos

Capítulo 2 Aspectos Histológicos 5 Capítulo 2 Aspectos Histológicos Alguns conceitos básicos sobre histologia humana, a caracterização dos tecidos, a regeneração e reparação dos mesmos em lesões e a cicatrização de feridas são aspectos

Leia mais

Reparação. Regeneração Tecidual 30/06/2010. Controlada por fatores bioquímicos Liberada em resposta a lesão celular, necrose ou trauma mecânico

Reparação. Regeneração Tecidual 30/06/2010. Controlada por fatores bioquímicos Liberada em resposta a lesão celular, necrose ou trauma mecânico UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ COORDENAÇÃO DO CURSO DE MEDICINA VETERINÁRIA DISCIPLINA DE PATOLOGIA VETERINÁRIA Reparação Prof. Raimundo Tostes Reparação Regeneração: reposição de um grupo de células destruídas

Leia mais

INFLAMAÇÃO & REPARO TECIDUAL

INFLAMAÇÃO & REPARO TECIDUAL UNIVERSIDADE DE BRASÍLIA UnB PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM BIOLOGIA MOLECULAR INFLAMAÇÃO & REPARO TECIDUAL Mestranda: Diane Oliveira Sumário 1) Inflamação 1.1- Visão geral 1.2- Inflamação Aguda Estímulos

Leia mais

SISTEMA TEGUMENTAR. Pele e anexos. Pele e anexos Funções. Pele e anexos 5/5/2012

SISTEMA TEGUMENTAR. Pele e anexos. Pele e anexos Funções. Pele e anexos 5/5/2012 SISTEMA TEGUMENTAR SISTEMA TEGUMENTAR Origem: Ectodérmica Epiderme Mesodérmica Derme Hipoderme Pele: epiderme, derme e hipoderme Anexos: pêlos; unhas, cascos e garras; glândulas sudoríparas e sebáceas.

Leia mais

Aula: Histologia II. Sangue e linfa. Funções de hemácias, plaquetas e leucócitos.

Aula: Histologia II. Sangue e linfa. Funções de hemácias, plaquetas e leucócitos. Sangue e linfa. Funções de hemácias, plaquetas e leucócitos. PROFESSORA: Brenda Braga DATA: 10/04/2014 7. Tecidos Conjuntivos de Transporte 7.1. Sangue Centrifugação 55 % Plasma 45 % Elementos figurados

Leia mais

SymPeptideTM Eyelash. Para Cílios Bonitos, Longos e Volumosos Resultados Visíveis em Apenas 4 Semanas. DermoCosmetologia. Índice

SymPeptideTM Eyelash. Para Cílios Bonitos, Longos e Volumosos Resultados Visíveis em Apenas 4 Semanas. DermoCosmetologia. Índice DermoCosmetologia SymPeptide Eyelash Para Cílios Bonitos, Longos e Volumosos Resultados Visíveis em Apenas 4 Semanas Symrise, Always Inspiring More. Estados Unidos. Índice 02 SymPeptide Eyelash - Ativo

Leia mais

ENVELHECIMENTO CUTÂNE0. Professora: Erika Liz

ENVELHECIMENTO CUTÂNE0. Professora: Erika Liz ENVELHECIMENTO CUTÂNE0 Professora: Erika Liz Introdução O envelhecimento é um processo biológico e dinâmico que ocorre desde o dia em que nascemos. Os tecidos gradualmente passam por mudanças de acordo

Leia mais

COLCHA! A FISIOLOGIA É UMA COLCHA DE RETALHOS... A FISIOLOGIA É O ESTUDO DA VIDA EM AÇÃO MAS OS RETALHOS FORMAM UMA... O QUE É A FISIOLOGIA?

COLCHA! A FISIOLOGIA É UMA COLCHA DE RETALHOS... A FISIOLOGIA É O ESTUDO DA VIDA EM AÇÃO MAS OS RETALHOS FORMAM UMA... O QUE É A FISIOLOGIA? O QUE É A FISIOLOGIA? A FISIOLOGIA É UMA COLCHA DE RETALHOS... Biologia Molecular Bioquímica Psicologia Histologia Biologia Celular Anatomia Genética Medicina Biofísica MAS OS RETALHOS FORMAM UMA... A

Leia mais

- CAPÍTULO 3 - O SISTEMA CIRCULATÓRIO

- CAPÍTULO 3 - O SISTEMA CIRCULATÓRIO - CAPÍTULO 3 - O SISTEMA CIRCULATÓRIO 01. Quais são as três estruturas básicas que compõem nosso sistema circulatório ou cardiovascular? 02. Que funções o sistema circulatório desempenha em nosso organismo?

Leia mais

Fases do ciclo celular O ciclo celular dos eucariotos está dividido em quatro fases separadas: M, G 1

Fases do ciclo celular O ciclo celular dos eucariotos está dividido em quatro fases separadas: M, G 1 CICLO CELULAR A vida das células é formada por dois períodos: INTÉRFASE: inicia no fim da mitose e estende até iniciar a próxima mitose. MITOSE: Reprodução celular, com as seguintes finalidades: Nos unicelulares:

Leia mais

Fatores de Crescimento + Ácido Hialurônico

Fatores de Crescimento + Ácido Hialurônico Atualização em Terapêutica Dermatológica 1 Fatores de Crescimento + Ácido Hialurônico Associação vantajosa para o rejuvenescimento cutâneo em conjunto com lasers leves a moderados 1. A aplicação tópica

Leia mais

Trabalho de biologia. Nome: Naiheverton e wellinton. Turma:103

Trabalho de biologia. Nome: Naiheverton e wellinton. Turma:103 Trabalho de biologia Nome: Naiheverton e wellinton Turma:103 VITAMINAS São compostos orgânicos imprescindível para algumas reações metabólicas especificas,requeridos pelo corpo em quantidade minimas para

Leia mais

FISIOLOGIA DA PELE Conhecimentos Básicos para Atendimento no Varejo TATIANA FERRARA BARROS

FISIOLOGIA DA PELE Conhecimentos Básicos para Atendimento no Varejo TATIANA FERRARA BARROS FISIOLOGIA DA PELE Conhecimentos Básicos para Atendimento no Varejo TATIANA FERRARA BARROS Fisiologia da Pele Conhecimentos Básicos para Atendimento no Varejo SUMÁRIO 1. Introdução... 10 2. Funções da

Leia mais

Tecido conjuntivo de preenchimento. Pele

Tecido conjuntivo de preenchimento. Pele Tecido conjuntivo de preenchimento Pele derme epiderme Pele papila dérmica crista epidérmica corte histológico da pele observado em microscopia de luz Camadas da Epiderme proliferação e diferenciação dos

Leia mais

10/6/2011. Histologia da Pele. Diagrama da Estrutura da Pele. Considerações Gerais. epiderme. derme

10/6/2011. Histologia da Pele. Diagrama da Estrutura da Pele. Considerações Gerais. epiderme. derme epiderme derme 10/6/2011 Histologia da Pele Considerações Gerais Maior órgão do corpo: 16% do peso total e 1,2 a 2,3 m 2 de superfície Composto por duas regiões: epiderme e derme Funções proteção: atrito,

Leia mais

Apresentação COMPRE AGORA! CONTATO / https://geographicamed.com.

Apresentação COMPRE AGORA! CONTATO / https://geographicamed.com. Apresentação CONTATO 81 98878.0538 81 3455.9091 / 3035.0728 contato@geographicamed.com.br Pele de Diabéticos Principais características: Pele Desidratada Mudanças e danos em pequenos vasos sanguíneos (microcirculação)

Leia mais

AULA PRÁTICA 7 PELE E ANEXOS CUTÂNEOS LÂMINA Nº 91 - PELE GROSSA (PELE DE DEDO) - HE

AULA PRÁTICA 7 PELE E ANEXOS CUTÂNEOS LÂMINA Nº 91 - PELE GROSSA (PELE DE DEDO) - HE AULA PRÁTICA 7 PELE E ANEXOS CUTÂNEOS A pele ou tegumento cutâneo reveste externamente o corpo variando em cor e espessura nas diferentes regiões, assim como também na presença de pêlos, glândulas e unhas.

Leia mais

VOCÊ SABE O QUE É MELASMA?

VOCÊ SABE O QUE É MELASMA? VOCÊ SABE O QUE É MELASMA? Você sabe o que é o melasma? Trata-se daquelas manchas amarronzadas que aparecem na pele, mais comumente no rosto, podendo ocorrer também no colo, braços e até nas costas. Escuras

Leia mais

INFLAMAÇÃO. Prof a Adriana Azevedo Prof. Archangelo P. Fernandes Processos Patológicos Gerais

INFLAMAÇÃO. Prof a Adriana Azevedo Prof. Archangelo P. Fernandes Processos Patológicos Gerais INFLAMAÇÃO Prof a Adriana Azevedo Prof. Archangelo P. Fernandes Processos Patológicos Gerais Para quê serve? A INFLAMAÇÃO é uma resposta do tecido à lesão, ela procura conter e isolar a lesão e preparar

Leia mais

MICRO-POWER PATCHES. Tratamento cosmético high-tech baseado em iontoforese para tratamento de rugas

MICRO-POWER PATCHES. Tratamento cosmético high-tech baseado em iontoforese para tratamento de rugas MICRO-POWER PATCHES Tratamento cosmético high-tech baseado em iontoforese para tratamento de rugas MICRO-POWER PATCHES Tratamento cosmético high-tech baseado em iontoforese para tratamento de rugas Introdução

Leia mais

PerfectionPeptide P3 Peeling biomimético de uso contínuo

PerfectionPeptide P3 Peeling biomimético de uso contínuo PerfectionPeptide P3 Peeling biomimético de uso contínuo INFORMATIVO TÉCNICO As técnicas para manter a pele com aspecto mais jovem vêm se aperfeiçoando com o avanço tecnológico principalmente pela preocupação

Leia mais

Nutrigenômica x Nutrigenética - doenças relacionadas

Nutrigenômica x Nutrigenética - doenças relacionadas Nutrigenômica x Nutrigenética - doenças relacionadas Início Projeto Genoma Humano 20.000 genes (120.000 inicialmente estimados) Diversidade nucleotídica: 0,1 a 0,4% pares de base correspondente a aproximadamente

Leia mais

LITERATURA BAICAPIL ESTIMULO AO CRESCIMENTO CAPILAR

LITERATURA BAICAPIL ESTIMULO AO CRESCIMENTO CAPILAR BAICAPIL ESTIMULO AO CRESCIMENTO CAPILAR O cabelo é símbolo de vitalidade e saúde, além de ser uma característica fundamental da individualidade e da identidade de uma pessoa. Um cabelo reluzente, em bom

Leia mais

PULPOPATIAS 30/08/2011

PULPOPATIAS 30/08/2011 Funções da polpa PULPOPATIAS Produtora Nutrição Sensorial Protetora Biologicamente, é a dentina que forma a maior parte do dente e mantém íntima relação com a polpa dental, da qual depende para sua formação

Leia mais

Turma Fisioterapia - 2º Termo. Profa. Dra. Milena Araújo Tonon Corrêa

Turma Fisioterapia - 2º Termo. Profa. Dra. Milena Araújo Tonon Corrêa Turma Fisioterapia - 2º Termo Profa. Dra. Milena Araújo Tonon Corrêa Administração Absorção Fármaco na circulação sistêmica A absorção, a distribuição, o metabolismo e a excreção de um fármaco envolvem

Leia mais

Disciplina: HISTOLOGIA PROFESSORA: JULIANA TAVARES

Disciplina: HISTOLOGIA PROFESSORA: JULIANA TAVARES Disciplina: HISTOLOGIA PROFESSORA: JULIANA TAVARES 2017 CONTEÚDO 2 TECIDO EPITELIAL CORTES HISTOLÓGICOS CONSTITUIÇÃO HISTOLÓGICA Células poliédricas justapostas Epitélio apoiado sobre tecido conjuntivo

Leia mais

Depilação a Laser

Depilação a Laser Depilação a Laser Depilação a laser é um dos procedimentos cosméticos mais comuns. Existem pelos indesejáveis em diversas regiões do corpo. Em geral, as pessoas encaram a presença de pelos em determinadas

Leia mais

Composição e Estrutura Molecular dos Sistemas Biológicos

Composição e Estrutura Molecular dos Sistemas Biológicos Pontifícia Universidade Católica de Goiás Departamento de Biologia Prof. Hugo Henrique Pádua M.Sc. Fundamentos de Biofísica Composição e Estrutura Molecular dos Sistemas Biológicos Átomos e Moléculas Hierarquia

Leia mais

Conhecer a morfologia do complexo hipotálamo-hipófise.

Conhecer a morfologia do complexo hipotálamo-hipófise. Conhecer a morfologia do complexo hipotálamo-hipófise. Compreender o mecanismo de regulação do hipotálamo sobre a hipófise. Conhecer a ação das principais hormonas sexuais femininas estrogénios e progesterona.

Leia mais

DOSSIER CIENTÍFICO ANTI-FADIGA

DOSSIER CIENTÍFICO ANTI-FADIGA Criador da Cosmétique Végétale DOSSIER CIENTÍFICO ANTI-FADIGA O factor N 1 de que as mulheres mais se apercebem: a FADIGA. A Investigação em Cosmétique Végétale Yves Rocher pôs em evidência a importância

Leia mais

UNIPAMPA Disciplina de Histologia, citologia e embriologia Curso de Nutrição TECIDO EPITELIAL. Prof.: Cristiano Ricardo Jesse

UNIPAMPA Disciplina de Histologia, citologia e embriologia Curso de Nutrição TECIDO EPITELIAL. Prof.: Cristiano Ricardo Jesse UNIPAMPA Disciplina de Histologia, citologia e embriologia Curso de Nutrição TECIDO EPITELIAL Prof.: Cristiano Ricardo Jesse CONSIDERAÇÕES INICIAIS Organismos Sistemas Órgãos Tecidos Células CONSIDERAÇÕES

Leia mais

A ORGANIZAÇÃO DO SER VIVO

A ORGANIZAÇÃO DO SER VIVO A ORGANIZAÇÃO DO SER VIVO PRINCIPAIS ELEMENTOS QUE CONSTITUEM OS SERES VIVOS Carbono CHONPS Compõe as principais cadeias das moléculas orgânicas (lipídios, carboidratos e proteínas) presentes em nosso

Leia mais

Tire todas as suas dúvidas sobre Depilação a Laser

Tire todas as suas dúvidas sobre Depilação a Laser Tire todas as suas dúvidas sobre Depilação a Laser Em comparação às várias formas tradicionais de depilação, tais como: cera, lâminas e cremes depilatórios, o Soprano XL trata com mais rapidez, segurança

Leia mais

Vasculite sistémica primária juvenil rara

Vasculite sistémica primária juvenil rara www.printo.it/pediatric-rheumatology/br/intro Vasculite sistémica primária juvenil rara Versão de 2016 2. DIAGNÓSTICO E TRATAMENTO 2.1 Quais são os tipos de vasculite? Como é a vasculite classificada?

Leia mais

Sistema circulatório

Sistema circulatório Texto de apoio ao professor T2 Sistema circulatório Constituintes Características Funções Introdução: O sistema circulatório é um circuito fechado e é responsável pelo transporte de substâncias no nosso

Leia mais

Anatomia e Fisiologia Humana

Anatomia e Fisiologia Humana Componentes A) Coração B) Vasos Sanguíneos Coração É um órgão muscular tetracavitário (4 cavidades); Situado no centro do tórax, entre os pulmões; Tamanho de um mão fechada e pesa cerca de 300 gramas;

Leia mais

SISTEMA CARDIOVASCULAR. Elab.: Prof. Gilmar

SISTEMA CARDIOVASCULAR. Elab.: Prof. Gilmar 1 SISTEMA CARDIOVASCULAR 2 Funções Gerais: Transporte de gases respiratórios:o sangue carrega oxigênio dos pulmões para as células do corpo e dióxido de carbono das células para aos pulmões. Transporte

Leia mais

LITERATURA. PHYTOCELLTEC MALUS DOMESTICA or CÉLULAS TRONCO NA REGENERAÇÃO CELULAR

LITERATURA. PHYTOCELLTEC MALUS DOMESTICA or CÉLULAS TRONCO NA REGENERAÇÃO CELULAR PHYTOCELLTEC MALUS DOMESTICA or CÉLULAS TRONCO NA REGENERAÇÃO CELULAR INCI name: Malus Domestica Fruit Cell Culture Extract (and) Xanthan Gum (and) Glycerin (and) Lecithin (and) Phenoxyethanol (and) Aqua/

Leia mais

Nanopartículas em plantas, nano o quê? Milena Camargo de Paula * ; Rosana Marta Kolb

Nanopartículas em plantas, nano o quê? Milena Camargo de Paula * ; Rosana Marta Kolb 13 Nanopartículas em plantas, nano o quê? Milena Camargo de Paula * ; Rosana Marta Kolb Departamento de Ciências Biológicas. Faculdade de Ciências e Letras. Univ Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho,

Leia mais

21/03/2012. A variação molecular atua: fatores de crescimento hormônios adesão celular movimentação alterações funcionais

21/03/2012. A variação molecular atua: fatores de crescimento hormônios adesão celular movimentação alterações funcionais Tecido Conjuntivo Tecido responsável pela resposta inflamatória e por todo o processo de reparo que ocorre após a agressão. Contém vasos sangüíneos, linfáticos e líquido intersticial chamado de sistema

Leia mais

Prof. Ms. Marcelo Lima. Site:

Prof. Ms. Marcelo Lima.   Site: Prof. Ms. Marcelo Lima E-mail: profmarcelolima@yahoo.com.br Site: www.profmarcelolima.webnode.com.br INTRODUÇÃO 1. Funções: Proteção abrasões, perda de líquido, substâncias nocivas e microorganismos. Regulação

Leia mais

Aspectos Moleculares da Inflamação:

Aspectos Moleculares da Inflamação: Patologia Molecular Lucas Brandão Aspectos Moleculares da Inflamação: os mediadores químicos inflamatórios Inflamação São uma série de eventos programados que permitem com que Leucócitos e outras proteínas

Leia mais

O texto acima é o início de um enunciado de questão em uma avaliação, que apresentava quatro propostas a serem solucionadas pelo aluno.

O texto acima é o início de um enunciado de questão em uma avaliação, que apresentava quatro propostas a serem solucionadas pelo aluno. Avaliação: Aluno: Data: Ano: Turma: Professor: Biologia Questão 1 A pele é o maior órgão do corpo. Representa aproximadamente 16% do peso corporal e desempenha inúmeras funções, entre elas protetora, sensorial,

Leia mais

Redensyl. Reativa as células-tronco do folículo piloso para um crescimento capilar surpreendente.

Redensyl. Reativa as células-tronco do folículo piloso para um crescimento capilar surpreendente. Redensyl Reativa as células-tronco do folículo piloso para um crescimento capilar surpreendente. O couro cabeludo tem uma média de 110.000 folículos capilares que crescem e caem diariamente. Quando o equilíbrio

Leia mais

Adaptações Celulares. Processos Patológicos Gerais Profa. Adriana Azevedo Prof. Archangelo P. Fernandes Enf./2 o sem

Adaptações Celulares. Processos Patológicos Gerais Profa. Adriana Azevedo Prof. Archangelo P. Fernandes Enf./2 o sem Adaptações Celulares Processos Patológicos Gerais Profa. Adriana Azevedo Prof. Archangelo P. Fernandes Enf./2 o sem Estímulo Lesivo Célula Normal Estresse Fisiológico/ Patógeno Lesão Celular Incapacidade

Leia mais

IMPORTÂNCIA DA DIVISÃO CELULAR

IMPORTÂNCIA DA DIVISÃO CELULAR Cerca de 30 minutos Divisão Celular IMPORTÂNCIA DA DIVISÃO CELULAR Reprodução dos seres unicelulares Multiplicação /crescimento celular dos organismos pluricelulares Renovação e Regeneração de tecidos

Leia mais

y Para viver, viver os seres aeróbios necessitam da entrada constante de oxigénio para as células e da eliminação eficaz do dióxido de carbono que se

y Para viver, viver os seres aeróbios necessitam da entrada constante de oxigénio para as células e da eliminação eficaz do dióxido de carbono que se Trocas gasosas nos seres multicelulares y Para viver, viver os seres aeróbios necessitam da entrada constante de oxigénio para as células e da eliminação eficaz do dióxido de carbono que se forma como

Leia mais

Tecido Epitelial de Revestimento

Tecido Epitelial de Revestimento Tecido Epitelial de Revestimento Prof. a Dr a. Sara Tatiana Moreira UTFPR Campus Santa Helena 1 Tecido Epitelial Revestimento Secreção/ Glandular 2 1 Revestimento das superfícies corporais externas 3 Revestimento

Leia mais

COMPLEXO PRINCIPAL DE HISTOCOMPATIBILIDADE - MHC. Profa Valeska Portela Lima

COMPLEXO PRINCIPAL DE HISTOCOMPATIBILIDADE - MHC. Profa Valeska Portela Lima COMPLEXO PRINCIPAL DE HISTOCOMPATIBILIDADE - MHC Profa Valeska Portela Lima Introdução Todas as espécies possuem um conjunto de genes denominado MHC, cujos produtos são de importância para o reconhecimento

Leia mais

Aula 6: Sistema respiratório

Aula 6: Sistema respiratório Aula 6: Sistema respiratório Sistema respiratório Tem início no nariz e na boca e continua através das vias aéreas até os pulmões, onde ocorre a troca dos gases. Sistema respiratório - Funções Condução

Leia mais

ONCOLOGIA. Aula I Profª.Enfª: Darlene Carvalho (www.darlenecarvalho.webnode.com.br)

ONCOLOGIA. Aula I Profª.Enfª: Darlene Carvalho (www.darlenecarvalho.webnode.com.br) ONCOLOGIA Aula I Profª.Enfª: Darlene Carvalho (www.darlenecarvalho.webnode.com.br) CLASSIFICAÇÃO DAS CÉLULAS Lábeis Estáveis Perenes CLASSIFICAÇÃO DAS CÉLULAS Células lábeis: São aquelas em constante renovação

Leia mais

SISTEMA CIRCULATÓRIO. Prof a Cristiane Oliveira

SISTEMA CIRCULATÓRIO. Prof a Cristiane Oliveira SISTEMA CIRCULATÓRIO Prof a Cristiane Oliveira SISTEMA CIRCULATÓRIO QUAIS SUAS PRINCIPAIS CARACTERÍSTICAS? Rede de tubos pelos quais circulam o sangue e a linfa (vasos sanguíneos e linfáticos, respectivamente).

Leia mais

Histologia. Professora Deborah

Histologia. Professora Deborah Histologia Professora Deborah Histologia Histologia (do grego hystos = tecido + logos = estudo) é o estudo dos tecidos biológicos, sua formação, estrutura e função. Tecidos É um conjunto de células que

Leia mais

TRABALHO DE BIOLOGIA A Química da Vida

TRABALHO DE BIOLOGIA A Química da Vida TRABALHO DE BIOLOGIA A Química da Vida Nomes: Leonardo e Samuel Turma: 103 Para iniciar o estudo das células (citologia) devemos primeiramente ter uma noção das estruturas básicas da célula ou as estruturas

Leia mais

ORGANOGÊNESE FASE EMBRIONÁRIA

ORGANOGÊNESE FASE EMBRIONÁRIA ORGANOGÊNESE FASE EMBRIONÁRIA ORGANOGÊNESE (organo: organismo e gênese: origem) Importância: embrião. A maior parte do desenvolvimento dos órgãos: (varia com a espécie) Ao final deste período: Principais

Leia mais

NERVITON MEGA Ômega Vitaminas + 8 Minerais

NERVITON MEGA Ômega Vitaminas + 8 Minerais M.S. 6.6969.0023.001-6 NERVITON MEGA Ômega 3 + 13 Vitaminas + 8 Minerais NERVITON MEGA é um produto inovador no Brasil, pois possui em sua fórmula o óleo de peixe ( ÔMEGA 3 ) e diversas vitaminas e minerais

Leia mais

Teoria tricromática de Young-Helmholtz

Teoria tricromática de Young-Helmholtz ESPECIALIZAÇAO EM CIÊNCIAS E TECNOLOGIAS NA EDUCAÇÃO Teoria tricromática de Young-Helmholtz Prof. Nelson Luiz Reyes Marques É um agente físico capaz de sensibilizar os nossos órgãos visuais. Dispersão

Leia mais

TIREÓIDE E HORMÔNIOS TIREOIDEANOS (T3 e T4)

TIREÓIDE E HORMÔNIOS TIREOIDEANOS (T3 e T4) Texto de apoio ao curso de Especialização Atividade física adaptada e saúde Prof. Dr. Luzimar Teixeira TIREÓIDE E HORMÔNIOS TIREOIDEANOS (T3 e T4) A tireóide localiza-se na região do pescoço, anteriormente

Leia mais

Trocas Gasosas em Seres Multicelulares

Trocas Gasosas em Seres Multicelulares Trocas Gasosas em Seres Multicelulares -Trocas gasosas nas plantas -Trocas gasosas nos animais Prof. Ana Rita Rainho TROCAS GASOSAS NAS PLANTAS www.biogeolearning.com 1 Trocas gasosas nas plantas Nas plantas,

Leia mais

Literatura PERFELINE

Literatura PERFELINE Literatura PERFELINE PERFELINE INCI Name: Water, Carnitine, Caffeine, Ruscus Aculeatus Root Extract, Citric Acid, Potassium Sorbate, Sodium Benzoate. PERFELINE é uma combinação de cafeína, L-carnitina

Leia mais

Nome: 1- FAÇA um desenho de uma célula, identificando as suas partes. a) DESCREVA a função de cada uma das partes da célula.

Nome: 1- FAÇA um desenho de uma célula, identificando as suas partes. a) DESCREVA a função de cada uma das partes da célula. Atividade de Estudo - Ciências 5º ano Nome: 1- FAÇA um desenho de uma célula, identificando as suas partes. a) DESCREVA a função de cada uma das partes da célula. b) Podemos afirmar que todas as células

Leia mais

NANOFACTOR C Sodium Ascorbyl Phosphate Decapeptide 4

NANOFACTOR C Sodium Ascorbyl Phosphate Decapeptide 4 NANOFACTOR C Sodium Ascorbyl Phosphate Decapeptide 4 A forma mais ESTÁVEL da VITAMINA C potencializada com FATOR DE CRESCIMENTO (PEPTÍDEO BIOIDÊNTICO ) NANOLIPOSSOMADO elevada ESTABILIDADE e BIODISPONIBILIDADE

Leia mais

Importância dos processos de sinalização. Moléculas sinalizadoras (proteínas, peptídeos, aminoácidos, hormônios, gases)

Importância dos processos de sinalização. Moléculas sinalizadoras (proteínas, peptídeos, aminoácidos, hormônios, gases) Sinalização celular Importância dos processos de sinalização Seres unicelulares Seres multicelulares Moléculas sinalizadoras (proteínas, peptídeos, aminoácidos, hormônios, gases) Receptores Proteínas -

Leia mais

Fisiologia do Sistema Endócrino. Pâncreas Endócrino. Anatomia Microscópica. Anatomia Microscópica

Fisiologia do Sistema Endócrino. Pâncreas Endócrino. Anatomia Microscópica. Anatomia Microscópica Fisiologia do Sistema Endócrino Pâncreas Endócrino Prof. Dr. Leonardo Rigoldi Bonjardim Profa. Adjunto do Depto. De Fisiologia-CCBS-UFS Material disponível em: http://www.fisiologiaufs.xpg.com.br 2006

Leia mais

Concentre Coralline. Estudos: 1- Biodisponibilidade do Cálcio: Medida da penetração de diferentes fontes de cálcio nas células. Concentre Coralline:

Concentre Coralline. Estudos: 1- Biodisponibilidade do Cálcio: Medida da penetração de diferentes fontes de cálcio nas células. Concentre Coralline: Concentre Coralline É o extrato aquoso da Corallina officinalis., rico em cálcio e que oferece uma notável e imediata disponibilidade desse elemento para as células. Além do cálcio, Concentre Coralline

Leia mais

EXAME NACIONAL DO ENSINO SECUNDÁRIO

EXAME NACIONAL DO ENSINO SECUNDÁRIO EXAME NACIONAL DO ENSINO SECUNDÁRIO PROVA 10/C/7 Págs. 1.º Ano de Escolaridade (Decreto-Lei n.º 86/89, de 9 de Agosto) Curso Geral e Curso Tecnológico de Química Agrupamento 1 Duração da prova: 10 minutos.ª

Leia mais

BIOLOGIA - 1 o ANO MÓDULO 50 TECIDO SANGUÍNEO

BIOLOGIA - 1 o ANO MÓDULO 50 TECIDO SANGUÍNEO BIOLOGIA - 1 o ANO MÓDULO 50 TECIDO SANGUÍNEO Adenoide Tonsila Nódulos linfáticos Timo Células dos tecidos Capilar sanguíneo Baço Nódulos de Peyer Apêndice Capilar linfático Fluído intertical intercelular

Leia mais

ANEXO 02 CHAVES DE CORREÇÃO. Área Ciências

ANEXO 02 CHAVES DE CORREÇÃO. Área Ciências ANEXO 02 CHAVES DE CORREÇÃO Área 001 - Ciências 1) Descreva de maneira detalhada os eventos da meiose especificamente os cinco estágios da prófase I. Valor: 02 (dois) pontos. Resposta: a) Leptóteno: Cromossomos

Leia mais

Avaliação da Capacidade para Frequência do Ensino Superior de Candidatos Maiores de 23 anos

Avaliação da Capacidade para Frequência do Ensino Superior de Candidatos Maiores de 23 anos Avaliação da Capacidade para Frequência do Ensino Superior de Candidatos Maiores de 23 anos 2016 QUÍMICA Conteúdos Programáticos MATERIAIS - Origem - Constituição e composição dos materiais: - Constituição

Leia mais

Teste de frequência módulo de Bioquímica 21 Jan 98

Teste de frequência módulo de Bioquímica 21 Jan 98 Licenciatura em Enfermagem Biofísica e Bioquímica 1º Ano - 1º Semestre 2007/2008 Teste de frequência módulo de Bioquímica 21 Jan 98 Cotação máxima 13,5 valores (A cotação de cada pergunta está indicada

Leia mais

ISO-SLIMCOMPLEX ANTICELULÍTICO E REDUTOR

ISO-SLIMCOMPLEX ANTICELULÍTICO E REDUTOR ISO-SLIMCOMPLEX ANTICELULÍTICO E REDUTOR Isoflavonas da soja para um corpo perfeito Iso-SlimComplex é um ingrediente tanto redutor quanto anticelulitico, a base de genisteína, ingrediente biologicamente

Leia mais

Assinale toda alternativa que indica o mecanismo de transporte revelado pelo gráfico acima.

Assinale toda alternativa que indica o mecanismo de transporte revelado pelo gráfico acima. PARA A VALIDADE DO QiD, AS RESPOSTAS DEVEM SER APRESENTADAS EM FOLHA PRÓPRIA, FORNECIDA PELO COLÉGIO, COM DESENVOLVIMENTO E SEMPRE A TINTA. TODAS AS QUESTÕES DE MÚLTIPLA ESCOLHA DEVEM SER JUSTIFICADAS.

Leia mais

SISTEMA RESPIRATÓRIO PROF. JAIR

SISTEMA RESPIRATÓRIO PROF. JAIR SISTEMA RESPIRATÓRIO PROF. JAIR Fisiologia do Sistema Respiratório A respiração pode ser interpretada como um processo de trocas gasosas entre o organismo e o meio, ou como um conjunto de reações químicas

Leia mais

O que essas imagens têm em comum???

O que essas imagens têm em comum??? Características Gerais dos Seres Vivos Curso de Educação Física Disciplina: Bases Biológicas da Educação Física Profa Cristina Lacerda Soares Petrarolha Silva O que essas imagens têm em comum??? 1 28/3/2016

Leia mais

Composição Química das Células: Água

Composição Química das Células: Água A Química da Vida Composição Química das Células: Água As substâncias que constituem os corpos dos seres vivos possuem em sua constituição cerca de 75/85% de água. Ou seja, cerca de 80% do corpo de um

Leia mais

LITERATURA PHYTOCELLTEC - SOLAR VITIS PROTEÇÃO UV ATRAVÉS DE CÉLULAS TRONCO

LITERATURA PHYTOCELLTEC - SOLAR VITIS PROTEÇÃO UV ATRAVÉS DE CÉLULAS TRONCO PHYTOCELLTEC - SOLAR VITIS PROTEÇÃO UV ATRAVÉS DE CÉLULAS TRONCO INCI name: Vitis vinifera (Grape) Fruit Cell Extract (and) Isomalt (and) Lecithin (and) Sodium Benzoate (and) Aqua / Water. PhytoCellTec

Leia mais

PROVA ESCRITA DESTINADA A AVALIAR A CAPACIDADE PARA A FREQUÊNCIA DO ENSINO SUPERIOR DOS MAIORES DE 23 ANOS

PROVA ESCRITA DESTINADA A AVALIAR A CAPACIDADE PARA A FREQUÊNCIA DO ENSINO SUPERIOR DOS MAIORES DE 23 ANOS ESCOLA SUPERIOR AGRÁRIA Instituto Politécnico de Coimbra 2014 PROVA ESCRITA DESTINADA A AVALIAR A CAPACIDADE PARA A FREQUÊNCIA DO ENSINO SUPERIOR DOS MAIORES DE 23 ANOS DATA 05/05/2014 HORA 10.00H - 12.00H

Leia mais

COLÉGIO MONJOLO DESAFIO N / 1 BIMESTRE

COLÉGIO MONJOLO DESAFIO N / 1 BIMESTRE COLÉGIO MONJOLO DESAFIO N 01 2017 / 1 BIMESTRE DISCIPLINA: CIÊNCIAS NOME DO PROFESSOR (A): FRANCISCO JARDEL Data da entrega: 24/02/2017. Aluno(a): 8 Ano: CÉLULA, UNIDADE BÁSICA DOS SERES VIVOS. Todos os

Leia mais

Envelhecer... Um tempo de beleza, permitindo que a vida desabroche com. ChroNOline

Envelhecer... Um tempo de beleza, permitindo que a vida desabroche com. ChroNOline Envelhecer... Um tempo de beleza, permitindo que a vida desabroche com ChroNOline INCI Name: Caprooyl tetrapeptide-3 (and) Dextran (and) Glycerin (and) Water CAS Number: 56-81-5, 7732-18-5, 9004-54-0 ENVELHECIMENTO

Leia mais

Principais funções dos sais minerais:

Principais funções dos sais minerais: A Química da Vida Água Água mineral é a água que tem origem em fontes naturais ou artificiais e que possui componentes químicos adicionados, como sais, compostos de enxofre e gases que já vêm dissolvidas

Leia mais

AULA-10 FISIOLOGIA DO SISTEMA CARDIOVASCULAR

AULA-10 FISIOLOGIA DO SISTEMA CARDIOVASCULAR AULA-10 FISIOLOGIA DO SISTEMA CARDIOVASCULAR Profª Tatiani UNISALESIANO Fornecer e manter suficiente, contínuo e variável o fluxo sanguíneo aos diversos tecidos do organismo, segundo suas necessidades

Leia mais

O sistema reprodutor feminino. Os ovários e os órgãos acessórios. Aula N50

O sistema reprodutor feminino. Os ovários e os órgãos acessórios. Aula N50 O sistema reprodutor feminino. Os ovários e os órgãos acessórios. Aula N50 Sistema reprodutor feminino Ovários = produz óvulos Tubas uterinas = transportam e protegem os óvulos Útero = prove meio adequado

Leia mais

SINAIS EXTRACELULARES. sinais e receptores químicos

SINAIS EXTRACELULARES. sinais e receptores químicos SINAIS EXTRACELULARES sinais e receptores químicos SINAIS EXTRACELULARES principais tipos SINAIS EXTRACELULARES exemplos MOLÉCULAS Metabolitos Citocinas Interleucinas Factores de crescimento Hormonas Nutrientes

Leia mais

Criador da Cosmétique Végétale DOSSIER CIENTÍFICO 3 PATENTES EM COSMÉTIQUE VÉGÉTALE DE MAÇÃ 3 OLIGÓSIDOS. Marca depositada pela Yves Rocher

Criador da Cosmétique Végétale DOSSIER CIENTÍFICO 3 PATENTES EM COSMÉTIQUE VÉGÉTALE DE MAÇÃ 3 OLIGÓSIDOS. Marca depositada pela Yves Rocher Criador da Cosmétique Végétale DOSSIER CIENTÍFICO 3 OLIGÓSIDOS 3 PATENTES EM COSMÉTIQUE VÉGÉTALE DE MAÇÃ Marca depositada pela Yves Rocher A Yves Rocher dedica à mulher de 40 anos o activo mais poderoso

Leia mais

Vírus, um grupo a parte.

Vírus, um grupo a parte. Vírus, um grupo a parte. Vírus, um grupo a parte. Estrutura típica de um vírus: 01)Observe a figura a seguir, onde está representado, esquematicamente, o vírus HIV e analise as proposições quanto à sua

Leia mais

1 Introdução Motivação

1 Introdução Motivação 1 Introdução 1.1. Motivação Garantir sistemas e serviços seguros é um dos grandes problemas encontrados por países, indústrias e organizações de maneira geral. Esta preocupação vai desde evitar fraudes

Leia mais

DESENGRAXANTE SANDOMIS Limpador de Uso Geral

DESENGRAXANTE SANDOMIS Limpador de Uso Geral Página 1 de 5 FICHA DE INFORMAÇÃO DE SEGURANÇA DE PRODUTOS QUÍMICOS DESENGRAXANTE SANDOMIS Limpador de Uso Geral 1 - IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA Produto: Nome Comercial: Empresa: Desengraxante

Leia mais

PATOLOGIA DA PELE. Conhecimentos Básicos para Atendimento no Varejo TATIANA FERRARA BARROS

PATOLOGIA DA PELE. Conhecimentos Básicos para Atendimento no Varejo TATIANA FERRARA BARROS PATOLOGIA DA PELE Conhecimentos Básicos para Atendimento no Varejo TATIANA FERRARA BARROS Patologia da Pele Conhecimentos Básicos para Atendimento no Varejo SumÁrio 1. Acne... 10 2. Pele seca... 12 3.

Leia mais

Dra Letícia Guimarães

Dra Letícia Guimarães Especialista em Dermatologia pela Sociedade Brasileira de Dermatologia Membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia Membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia Dermatológica Residência em Dermatologia

Leia mais

Funções: distribuição de substâncias (nutrientes, gases respiratórios, produtos do metabolismo, hormônios, etc) e calor.

Funções: distribuição de substâncias (nutrientes, gases respiratórios, produtos do metabolismo, hormônios, etc) e calor. Funções: distribuição de substâncias (nutrientes, gases respiratórios, produtos do metabolismo, hormônios, etc) e calor Componentes: Vasos sanguíneos, Coração, Sangue http://www.afh.bio.br/cardio/cardio3.asp

Leia mais

Sistema cardiovascular. Profº Fernando Belan - BIOLOGIA MAIS

Sistema cardiovascular. Profº Fernando Belan - BIOLOGIA MAIS Sistema cardiovascular Profº Fernando Belan - BIOLOGIA MAIS Sistema sanguíneo Tem como função transportar nutrientes até às células e retirar as excretas. Constituído por coração, artérias, veias e capilares.

Leia mais

Água A água é uma substância química cujas moléculas são formadas por dois átomos de hidrogênio e um de oxigênio (H2O). É abundante no planeta Terra,

Água A água é uma substância química cujas moléculas são formadas por dois átomos de hidrogênio e um de oxigênio (H2O). É abundante no planeta Terra, A Química da Vida Água A água é uma substância química cujas moléculas são formadas por dois átomos de hidrogênio e um de oxigênio (H2O). É abundante no planeta Terra, onde cobre grande parte de sua superfície

Leia mais

Composição Celular do Músculo

Composição Celular do Músculo Tecido Muscular Composição Celular do Músculo Células alongadas com grande quantidade de filamentos citoplasmáticos de proteínas contráteis (geradoras de força para contração) = miofibrilas Células musculares

Leia mais

Ventosaterapia. Guilherme Juvenal

Ventosaterapia. Guilherme Juvenal Ventosaterapia Guilherme Juvenal Benefícios Principais benefícios da ventosaterapia segundo a MTC: Promove o fluxo do Qi e do sangue, ajudando a eliminar os fatores patogénicos como o vento, o frio, a

Leia mais

A respiração pode ser interpretada como: - processo de trocas gasosas entre o organismo e o meio.

A respiração pode ser interpretada como: - processo de trocas gasosas entre o organismo e o meio. INTRODUÇÃO A respiração pode ser interpretada como: - processo de trocas gasosas entre o organismo e o meio. - conjunto de reações químicas do metabolismo energético (respiração celular). RESPIRAÇÃO CELULAR

Leia mais

Profº André Montillo

Profº André Montillo Profº André Montillo www.montillo.com.br Sistema Imunológico Simples: Não Antecipatório / Inespecífico Sistema Imune Antígeno Específico: Antecipatório Sistema Imunológico Simples: Não Antecipatório /

Leia mais

Equipe de Biologia. Biologia DIVISÃO CELULAR

Equipe de Biologia. Biologia DIVISÃO CELULAR Aluno (a): Série: 3ª Turma: TUTORIAL 8R Ensino Médio Equipe de Biologia Data: Biologia DIVISÃO CELULAR A Divisão Celular Os cromossomos são responsáveis pela transmissão dos caracteres hereditários, ou

Leia mais

FACULDADE DE EXCELÊNCIA EDUCACIONAL DO RIO GRANDE DO NORTE CURSO: FISIOTERAPIA DISCIPLINA: HISTOLOGIA E EMBRIOLOGIA Prof. Dr.

FACULDADE DE EXCELÊNCIA EDUCACIONAL DO RIO GRANDE DO NORTE CURSO: FISIOTERAPIA DISCIPLINA: HISTOLOGIA E EMBRIOLOGIA Prof. Dr. FACULDADE DE EXCELÊNCIA EDUCACIONAL DO RIO GRANDE DO NORTE CURSO: FISIOTERAPIA DISCIPLINA: HISTOLOGIA E EMBRIOLOGIA TECIDO ÓSSEO Tipo especializado de tecido conjuntivo» Protege órgãos» Produção de células

Leia mais