Cobrança pelo Uso da Água Impactos para as PCH s

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Cobrança pelo Uso da Água Impactos para as PCH s"

Transcrição

1 Cobrança pelo Uso da Água Impactos para as PCH s Outubro / 2006

2 OBJETIVO Avaliar a PL 4114/2000 e a cobrança pelo uso da água, em especial para as PCH s

3 LEI Nº , DE 29 DE DEZEMBRO DE 2005 Dispõe sobre a cobrança pela utilização dos recursos hídricos do domínio do Estado de São Paulo,os procedimentos para fixação dos seus limites,condicionantes e valores e dá outras providências. Artigo 5º - Estão sujeitos à cobrança todos aqueles que utilizam os recursos hídricos. 3º - A cobrança para fins de geração de energia elétrica seguirá o que dispuser a legislação federal.

4 Resolução nº52 do CNRH Aprova os mecanismos e os valores para a cobrança pelo uso dos recursos hídricos nas bacias hidrográficas dos rios Piracicaba, Capivari e Jundiaí. Considerando a Resolução CNRH no 48, de 21 de março de 2005, que estabelece critérios gerais para a cobrança pelo uso dos recursos hídricos; Art. 6 o A cobrança pelo uso da água para geração hidrelétrica, por meio de Pequenas Centrais Hidrelétricas, denotadas por PCHs, será feita de acordo com a seguinte equação: ValorPCH = GHefetivo x TAR x Kgeração, onde: ValorPCH = pagamento anual pelo uso da água para geração hidrelétrica em PCHs; GHefetivo = energia anual efetivamente gerada, em MWh, pela PCH; TAR = Tarifa Atualizada de Referência (TAR), em R$/MWh, relativa à compensação financeira pela utilização dos recursos hídricos, fixada, anualmente, por Resolução Homologatória da ANEEL; Kgeração = adotado igual a 0,01. Parágrafo único. A implementação efetiva da cobrança de que trata este artigo dependerá de ato normativo da autoridade federal competente relativa as questões advindas do pagamento pelo uso de recursos hídricos para geração hidrelétrica, por meio de PCH s.

5 Cobrança em rios de Domínio da União Bacia do PCJ janeiro Início da Cobrança para todos os usos, exceto para a geração de energia hidroelétrica, cuja implementação dependerá de ato normativo da autoridade federal competente (uniformização) Geração hidroelétrica ValorPCH = 1% x GH x TAR Geração hidroelétrica ValorPCH = 0,75% x GH x TAR Consta na Resolução Nº 52 do CNRH Proposta de modificação na Resolução Nº 52

6 Cobrança pelo Uso da Água Piracicaba-Capivari-Jundiaí (PCJ) Geração hidroelétrica ValorPCH = 1% x GH x TAR Piracicaba-Capivari-Jundiaí (PCJ) USINAS Piracicaba-Capivari-Jundiaí JAN FEV MAR (PCJ) ABR MAI JUN JUL AGO SET OUT NOV DEZ TOTAL AMERICANA 2.487, , , , , , ,64 138,18 70, , , , ,51 BURITIS 135,71 96,66 278,13 94,65 0,00 0,00 87,94 135,60 14,77 0,00 2,01 12,08 857,56 CAPÃO PRETO 526,28 894,82 951,20 914,28 733,26 855,21 594,08 460,50 386,66 322,21 427,61 504, ,25 CHIBARRO 397,40 365,18 392,70 425,59 455,80 439,02 390,68 382,63 320,20 350,41 378,60 457, ,35 DOURADOS 2.491, , , , , , , , , , , , ,73 ELOY CHAVES 5.279, , , , , , , , , , , , ,64 ESMERIL 1.496, , , , , , ,46 794,80 554,92 809,12 827, , ,49 GAVIÃO PEIXOTO 1.001, , , , , , , ,99 953, ,25 984,10 992, ,45 JAGUARI 3.331, , , , , , , , , , , , ,17 LENÇÓIS 490,03 473,25 536,35 486,68 447,74 470,90 436,33 328,26 318,52 354,10 329,93 415, ,63 MONJOLINHO 0,00 0,00 19,86 96,27 118,70 137,44 66,34 78,93 23,83 0,00 0,00 1,06 542,45 PINHAL 2.295, , , , , , ,01 850,40 929, , , , ,61 SALTO GRANDE 864, ,53 961, ,35 970, ,92 909,98 604,82 469,11 943,20 921, , ,79 SANTANA 1.259, , , , , ,61 862,78 776,02 556,46 758, , , ,63 SÃO JOAQUIM 2.311, , , , , , , , , , , , ,75 SOCORRO 0,00 0,00 264,61 278,35 252,45 270,24 230,75 194,85 71,44 0,00 0,00 229, ,78 TRÊS SALTOS 268,51 75,18 183,93 256,76 267,84 272,88 238,98 241,33 136,61 194,00 232,60 268, ,46 ValorPCH =1% x GH x 55,94 TAR R$ , ,25

7 Cobrança pelo Uso da Água Piracicaba-Capivari-Jundiaí (PCJ) Geração hidroelétrica ValorPCH = 0,75% x GH x TAR Piracicaba-Capivari-Jundiaí (PCJ) Piracicaba-Capivari-Jundiaí (PCJ) USINAS JAN FEV MAR ABR MAI JUN JUL AGO SET OUT NOV DEZ TOTAL AMERICANA 1.865, , , , , , ,98 103,64 52, , , , ,88 BURITIS 101,78 72,50 208,60 70,99 0,00 0,00 65,95 101,70 11,08 0,00 1,51 9,06 643,17 CAPÃO PRETO 394,71 671,11 713,40 685,71 549,95 641,41 445,56 345,37 289,99 241,66 320,70 378, ,69 CHIBARRO 298,05 273,88 294,52 319,19 341,85 329,26 293,01 286,97 240,15 262,81 283,95 342, ,51 DOURADOS 1.868, , , , , , , , , , , , ,05 ELOY CHAVES 3.959, , , , , , , , , , , , ,23 ESMERIL 1.122, , , , ,10 847,83 790,10 596,10 416,19 606,84 620, , ,12 GAVIÃO PEIXOTO 751,16 773,82 951,54 928,38 959,59 947,51 953,55 908,24 714,91 900,19 738,07 744, ,59 JAGUARI 2.498, , , , , , ,87 765, , , , , ,88 LENÇÓIS 367,53 354,94 402,26 365,01 335,81 353,18 327,25 246,19 238,89 265,58 247,45 311, ,72 MONJOLINHO 0,00 0,00 14,90 72,20 89,03 103,08 49,76 59,20 17,87 0,00 0,00 0,80 406,84 PINHAL 1.721, , , , , ,84 910,51 637,80 697,00 805, , , ,70 SALTO GRANDE 648,58 864,40 721,00 790,02 727,71 888,69 682,48 453,62 351,83 707,40 690,79 952, ,59 SANTANA 944,99 897,96 921,77 842,26 894,66 895,95 647,08 582,01 417,35 569,08 764,58 833, ,23 SÃO JOAQUIM 1.733, , , , , , , , , , , , ,06 SOCORRO 0,00 0,00 198,45 208,76 189,34 202,68 173,06 146,13 53,58 0,00 0,00 171, ,84 TRÊS SALTOS 201,38 56,39 137,95 192,57 200,88 204,66 179,23 180,99 102,45 145,50 174,45 201, , ,19 ValorPCH =0,75% x GH x 55,94 R$ ,19

8 PROJETO DE LEI Nº DE 2000 Extingue a isenção do pagamento da compensação financeira pelas Pequenas Centrais Hidrelétricas PCH s Art 1º Esta lei extingue a isenção do pagamento da compensação financeira, de que trata o φ 1º do art. 20 da Constituição Federal, pelas pequenas centrais hidrelétricas PCH s, instituída pelo art 4º da Lei nº 7.990, de 28 de dezembro de 1989, e estendida pelo art. 4º da Lei nº 9.648, de 27 de maio de Resultado: todas as PCH s pagariam a Compensação Financeira. Inviabilização de PCH s em operação, como também, novos projetos. Impossibilidade de repassar este custo para a tarifa de geração. PL / ANO Assunto Autor/ Relator PL s APENSA DOS Tram itação ( Ú ltim a Ação) AÇÕES EFETUADAS PELA ABRAGE PROVIDÊNCIAS A SEREM TOMADAS OBS 4114 / 2000 Extingue a isenção do Mário pagamento Assad da Júnior / compensaçã o financeira pelas pequenas centrais B. Sá hidrelétricas - PCHs. 1 5 /5 / Comissão de Minas e Energia (C M E ) Prazo de Vista Encerrado O PL vem sendo discutido no âmbito do GTRH/ABRA GE. Preparar correspondência ao Deputado B. Sá, usando como base os argumentos enviados pelo GTRH

9 PROJETO DE LEI Nº DE 2000 USINAS JAN FEV MAR ABR MAI JUN JUL AGO SET OUT NOV DEZ TOTAL AMERICANA , , , , , , ,84 932,73 475, , , , ,95 BURITIS 916,04 652, ,41 638,89 0,00 0,00 593,58 915,29 99,69 0,00 13,59 81, ,53 CAPÃO PRETO 3.552, , , , , , , , , , , , ,18 CHIBARRO 2.682, , , , , , , , , , , , ,60 DOURADOS , , , , , , , , , , , , ,41 ELOY CHAVES , , , , , , , , , , , , ,06 ESMERIL , , , , , , , , , , , , ,05 GAVIÃO PEIXOTO 6.760, , , , , , , , , , , , ,32 JAGUARI , , , , , , , , , , , , ,90 LENÇÓIS 3.307, , , , , , , , , , , , ,51 MONJOLINHO 0,00 0,00 134,08 649,84 801,26 927,75 447,83 532,79 160,86 0,00 0,00 7, ,57 PINHAL , , , , , , , , , , , , ,34 SALTO GRANDE 5.837, , , , , , , , , , , , ,34 SANTANA 8.504, , , , , , , , , , , , ,04 SÃO JOAQUIM , , , , , , , , , , , , ,55 SOCORRO 0,00 0, , , , , , ,21 482,20 0,00 0, , ,52 TRÊS SALTOS 1.812,46 507, , , , , , ,94 922, , , , , ,71 Caso a PL seja aprovada, existe um forte risco de inviabilizar os investimentos em PCH s R$ ,71

10 CONCLUSÃO 1. A cobrança pelo uso da água ocorrerá, devemos trabalhar para que a mesma seja a mais justa; 2. Devemos evitar que a PL 4.114/2000 continue a tramitar no Congresso, sua aprovação inviabilizará as PCH s existentes, e também novos projetos; 3. Impossibilidade de repassar este custo para a tarifa de geração; 4. Criar mecanismos de compensação para os agentes de geração que viabilizam o uso múltiplo.

DEMONSTRATIVO DE CÁLCULO DE APOSENTADORIA - FORMAÇÃO DE CAPITAL E ESGOTAMENTO DAS CONTRIBUIÇÕES

DEMONSTRATIVO DE CÁLCULO DE APOSENTADORIA - FORMAÇÃO DE CAPITAL E ESGOTAMENTO DAS CONTRIBUIÇÕES Página 1 de 28 Atualização: da poupança jun/81 1 133.540,00 15,78 10,00% 13.354,00 10,00% 13.354,00 26.708,00-0,000% - 26.708,00 26.708,00 26.708,00 jul/81 2 133.540,00 15,78 10,00% 13.354,00 10,00% 13.354,00

Leia mais

PRÓ-TRANSPORTE - MOBILIDADE URBANA - PAC COPA 2014 - CT 318.931-88/10

PRÓ-TRANSPORTE - MOBILIDADE URBANA - PAC COPA 2014 - CT 318.931-88/10 AMPLIAÇÃO DA CENTRAL DE Simpl Acum Simpl Acum jul/10 a jun/11 jul/11 12 13 (%) (%) (%) (%) 1.72.380,00 0,00 0,00 0,00 361.00,00 22,96 22,96 1/11 AMPLIAÇÃO DA CENTRAL DE ago/11 Simpl Acum Simpl Acum Simpl

Leia mais

PRÓ-TRANSPORTE - MOBILIDADE URBANA - PAC COPA 2014 - CT 318.931-88/10

PRÓ-TRANSPORTE - MOBILIDADE URBANA - PAC COPA 2014 - CT 318.931-88/10 AMPLIAÇÃO DA CENTRAL DE Simpl Acum Simpl Acum jul/10 a jun/11 jul/11 12 13 (%) (%) (%) (%) 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 1/11 AMPLIAÇÃO DA CENTRAL DE ago/11 Simpl Acum Simpl Acum Simpl Acum 14 set/11 15

Leia mais

DELEGACIA REGIONAL TRIBUTÁRIA DE

DELEGACIA REGIONAL TRIBUTÁRIA DE Fatores válidos para recolhimento em 01/08/2016 JANEIRO 3,3714 3,2396 3,0166 2,8566 2,6932 2,5122 2,3076 2,1551 1,9790 1,8411 1,7203 1,5947 FEVEREIRO 3,3614 3,2158 3,0021 2,8464 2,6807 2,4939 2,2968 2,1429

Leia mais

GDOC INTERESSADO CPF/CNPJ PLACA

GDOC INTERESSADO CPF/CNPJ PLACA Fatores válidos para recolhimento em 01/02/2017 JANEIRO 3,4634 3,3316 3,1086 2,9486 2,7852 2,6042 2,3996 2,2471 2,0710 1,9331 1,8123 1,6867 FEVEREIRO 3,4534 3,3078 3,0941 2,9384 2,7727 2,5859 2,3888 2,2349

Leia mais

SUSTENTABILIDADE DO SISTEMA DE RECURSOS HÍDRICOS COMPENSAÇÃO FINANCEIRA DO SETOR ELÉTRICO

SUSTENTABILIDADE DO SISTEMA DE RECURSOS HÍDRICOS COMPENSAÇÃO FINANCEIRA DO SETOR ELÉTRICO SUSTENTABILIDADE DO SISTEMA DE RECURSOS HÍDRICOS COMPENSAÇÃO FINANCEIRA DO SETOR ELÉTRICO COMPENSAÇÃO FINANCEIRA A Compensação Financeira pela utilização dos Recursos Hídricos para Fins de Geração de Energia

Leia mais

DATA DIA DIAS DO FRAÇÃO DATA DATA HORA DA INÍCIO DO ANO JULIANA SIDERAL T.U. SEMANA DO ANO TRÓPICO 2450000+ 2460000+

DATA DIA DIAS DO FRAÇÃO DATA DATA HORA DA INÍCIO DO ANO JULIANA SIDERAL T.U. SEMANA DO ANO TRÓPICO 2450000+ 2460000+ CALENDÁRIO, 2015 7 A JAN. 0 QUARTA -1-0.0018 7022.5 3750.3 1 QUINTA 0 +0.0009 7023.5 3751.3 2 SEXTA 1 +0.0037 7024.5 3752.3 3 SÁBADO 2 +0.0064 7025.5 3753.3 4 DOMINGO 3 +0.0091 7026.5 3754.3 5 SEGUNDA

Leia mais

DISCUSSÃO SOBRE ALTERAÇÃO DO VALOR DA COBRANÇA NA RH II -GUANDU. Seropédica 05 de maio de 2016

DISCUSSÃO SOBRE ALTERAÇÃO DO VALOR DA COBRANÇA NA RH II -GUANDU. Seropédica 05 de maio de 2016 DISCUSSÃO SOBRE ALTERAÇÃO DO VALOR DA COBRANÇA NA RH II -GUANDU Seropédica 05 de maio de 2016 Cobrança no Estado de São Paulo HISTÓRICO 1991 1993 1990 Criação da Lei paulista nº 7.663, de 1991, que instituiu

Leia mais

TABELA PRÁTICA PARA CÁLCULO DOS JUROS DE MORA ICMS ANEXA AO COMUNICADO DA-87/12

TABELA PRÁTICA PARA CÁLCULO DOS JUROS DE MORA ICMS ANEXA AO COMUNICADO DA-87/12 JANEIRO 2,8451 2,7133 2,4903 2,3303 2,1669 1,9859 1,7813 1,6288 1,4527 1,3148 1,1940 1,0684 FEVEREIRO 2,8351 2,6895 2,4758 2,3201 2,1544 1,9676 1,7705 1,6166 1,4412 1,3048 1,1840 1,0584 MARÇO 2,8251 2,6562

Leia mais

Data Moeda Valor Vista Descrição Taxa US$ 07-Jul-00 Real 0,5816 Sem frete - PIS/COFINS (3,65%) NPR 1,81 14-Jul-00 Real 0,5938 Sem frete - PIS/COFINS

Data Moeda Valor Vista Descrição Taxa US$ 07-Jul-00 Real 0,5816 Sem frete - PIS/COFINS (3,65%) NPR 1,81 14-Jul-00 Real 0,5938 Sem frete - PIS/COFINS Data Moeda Valor Vista Descrição Taxa US$ 07-Jul-00 Real 0,5816 Sem frete - PIS/COFINS (3,65%) NPR 1,81 14-Jul-00 Real 0,5938 Sem frete - PIS/COFINS (3,65%) NPR 1,8 21-Jul-00 Real 0,6493 Sem frete - PIS/COFINS

Leia mais

CPFL GERAÇÃO DE ENERGIA S.A. CNPJ nº / NIRE

CPFL GERAÇÃO DE ENERGIA S.A. CNPJ nº / NIRE CPFL GERAÇÃO DE ENERGIA S.A. CNPJ nº 03.953.509/0001-47 - NIRE 35.300.179.595 ATA DA 144ª REUNIÃO DO CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO, REALIZADA EM 18 DE JULHO DE 2011 I. Local e data: Aos 18 dias do mês de julho

Leia mais

Aprova os mecanismos e os valores para a cobrança pelo uso dos recursos hídricos nas bacias hidrográficas dos rios Piracicaba, Capivari e Jundiaí.

Aprova os mecanismos e os valores para a cobrança pelo uso dos recursos hídricos nas bacias hidrográficas dos rios Piracicaba, Capivari e Jundiaí. RESOLUÇÃO Nº 52, DE 28 DE NOVEMBRO DE 2005 Aprova os mecanismos e os valores para a cobrança pelo uso dos recursos hídricos nas bacias hidrográficas dos rios Piracicaba, Capivari e Jundiaí. O CONSELHO

Leia mais

Safra 2016/2017. Safra 2015/2016

Safra 2016/2017. Safra 2015/2016 Valores de ATR e Preço da Tonelada de Cana-de-açúcar - Consecana do Estado do Paraná Safra 2016/2017 Mar/16 0,6048 0,6048 0,6048 66,04 73,77 Abr 0,6232 0,6232 0,5927 64,72 72,29 Mai 0,5585 0,5878 0,5868

Leia mais

GESTÃO DE RECURSOS HÍDRICOS EM EMPREENDIMENTOS HIDRELÉTRICOS

GESTÃO DE RECURSOS HÍDRICOS EM EMPREENDIMENTOS HIDRELÉTRICOS GESTÃO DE RECURSOS HÍDRICOS EM EMPREENDIMENTOS HIDRELÉTRICOS Joana Cruz Diretora de Recursos Hídricos SEMINÁRIO SOCIOAMBIENTAL HIDRELÉTRICO - 2018 A LEI FEDERAL 9.433 8 de janeiro de 1997 - lei atual,

Leia mais

PARECER CONSOLIDADO ARES-PCJ Nº 63/2016

PARECER CONSOLIDADO ARES-PCJ Nº 63/2016 Americana, 19 de abril de 2016. PROCESSO ADMINISTRATIVO PARECER CONSOLIDADO ARES-PCJ Nº 63/2016 ARES-PCJ Nº 12/2016 ASSUNTO: REAJUSTE DE CONTRAPRESTAÇÃO CONTRATO Nº 213/2008 INTERESSADO: SERVIÇO AUTÔNOMO

Leia mais

Alturas mensais de precipitação (mm)

Alturas mensais de precipitação (mm) Secretaria do Meio Ambiente e Recursos Hídricos AGUASPARANÁ - Instituto das Águas do Paraná Sistema de Informações Hidrológicas - SIH Alturas mensais de precipitação (mm) Estação: Município: Tipo: Altitude:

Leia mais

Série 34 E 35 Relatório de Acompanhamento do CRI 31-jan-14

Série 34 E 35 Relatório de Acompanhamento do CRI 31-jan-14 31-jan-14 a - Juros 6.691.919,50 a - Juros 1.672.979,81 b - Amortização 3.757.333,97 b - Amortização 939.333,65 a - Saldo atual dos CRI Seniors (984.936.461,48) b - Saldo atual dos CRI Junior (246.234.105,79)

Leia mais

Tarifação de Energia Elétrica

Tarifação de Energia Elétrica Tarifação de Energia Elétrica Conceitos básicos Escola Politécnica da Universidade de São Paulo Depto. de Engenharia de Energia e Automação Elétricas Escola Politécnica da USP Julho/2012 Exercício Enunciado

Leia mais

A Energia na Cidade do Futuro

A Energia na Cidade do Futuro Ministério de Minas e Energia A Energia na Cidade do Futuro 2º Workshop Perspectivas da Matriz Elétrica Brasileira I Participação das Fontes Renováveis e Alternativas Campinas, 07 de junho de 2013 José

Leia mais

Vênus Em Aquário 25 Dez 1939. Vênus Em Peixes 18 Jan 1940. Vênus Em Áries 12 Fev 1940. Vênus Em Touro 8 Mar 1940. Vênus Em Gêmeos 4 Abr 1940

Vênus Em Aquário 25 Dez 1939. Vênus Em Peixes 18 Jan 1940. Vênus Em Áries 12 Fev 1940. Vênus Em Touro 8 Mar 1940. Vênus Em Gêmeos 4 Abr 1940 Vênus Em Aquário 25 Dez 1939 Vênus Em Peixes 18 Jan 1940 Vênus Em Áries 12 Fev 1940 Vênus Em Touro 8 Mar 1940 Vênus Em Gêmeos 4 Abr 1940 Vênus Em Câncer 6 Maio 1940 Vênus Em Gêmeos 5 Jul 1940 Vênus Em

Leia mais

RECALL SMITHS LISTA DOS PRODUTOS ENVOLVIDOS, IMPORTADOS AO BRASIL PELA CIRÚRGICA FERNANDES, COM INFORMAÇÕES SOBRE PRODUTOS VENDIDOS E EM ESTOQUE

RECALL SMITHS LISTA DOS PRODUTOS ENVOLVIDOS, IMPORTADOS AO BRASIL PELA CIRÚRGICA FERNANDES, COM INFORMAÇÕES SOBRE PRODUTOS VENDIDOS E EM ESTOQUE DOCUMENTO 2 LISTA DOS PRODUTOS ENVOLVIDOS, IMPORTADOS AO BRASIL PELA CIRÚRGICA FERNANDES, COM INFORMAÇÕES SOBRE PRODUTOS VENDIDOS E EM ESTOQUE 100.105.025 644425 10 10 fev/05 fev/10 9660 10/10/2005 13/10/2005

Leia mais

Atualização de $ 602,77 de Abr-2006 para Mai-2011 pelo índice INPC. Valor atualizado: $ 784,48

Atualização de $ 602,77 de Abr-2006 para Mai-2011 pelo índice INPC. Valor atualizado: $ 784,48 CONTINUO de $ 602,77 de 2006 para Mai-2011 pelo índice INPC. Valor atualizado: $ 784,48 06=0,12%; Mai-06=0,13%; Jun-06=-0,07%; Jul-06=0,11%; Ago-06=-0,02%; Set- 06=0,43%; Nov-06=0,42%; Dez-06=0,62%; Jan-07=0,49%;

Leia mais

+ DE 190 ASSOCIADOS EM 4 ANOS DE ATUAÇÃO!!

+ DE 190 ASSOCIADOS EM 4 ANOS DE ATUAÇÃO!! + DE 190 ASSOCIADOS EM 4 ANOS DE ATUAÇÃO!! ABRAPCH 1º Workshop Nacional de CGHs LEI Nº 9.074, DE 7 DE JULHO DE 1995 Art. 8 o O aproveitamento de potenciais hidráulicos iguais ou inferiores a 3.000 kw

Leia mais

O Mercado Livre de Energia Elétrica

O Mercado Livre de Energia Elétrica O Mercado Livre de Energia Elétrica Conjuntura atual do setor elétrico, seus impactos na indústria e perspectivas futuras. Campetro Energy Novembro de 2015 Sumário 1. Institucional Grupo Votorantim e Votorantim

Leia mais

RESOLUÇÃO ANEEL N O 267, DE 13 DE AGOSTO DE 1998

RESOLUÇÃO ANEEL N O 267, DE 13 DE AGOSTO DE 1998 RESOLUÇÃO ANEEL N O 267, DE 13 DE AGOSTO DE 1998 Homologa os Montantes de Energia e Demanda de Potência para os Contratos Iniciais de compra e venda de energia para as empresas da região Sul e dá outras

Leia mais

RELATÓRIO DE ACOMPANHAMENTO DA EXECUÇÃO FINANCEIRA

RELATÓRIO DE ACOMPANHAMENTO DA EXECUÇÃO FINANCEIRA CONTRATO 07/2013 EXERCÍCIO 2013 jan/13 fev/13 mar/13 abr/13 mai/13 jun/13 jul/13 ago/13 set/13 out/13 nov/13 dez/13 Número da Nota Fiscal emitida - - - - - - 92 99 110 121/133-157 - - Depósitos realizados

Leia mais

COMITÊ DA BACIA HIDROGRÁFICA DO RIO SÃO FRANCISCO

COMITÊ DA BACIA HIDROGRÁFICA DO RIO SÃO FRANCISCO MINUTA DELIBERAÇÃO CBHSF Nº XX, de XX de agosto de 2017 Atualiza os mecanismos e sugere novos valores de cobrança pelo uso de recursos hídricos na bacia hidrográfica do rio São Francisco O Comitê da Bacia

Leia mais

Relatório Anual do Serviço de Informação ao Cidadão Banpará

Relatório Anual do Serviço de Informação ao Cidadão Banpará Relatório Anual do Serviço de Informação ao Cidadão Banpará Exercício 6 BELÉM/PA Página APRESENTAÇÃO Este Relatório foi elaborado pela Autoridade de Gerenciamento do BANCO DO ESTADO DO PARÁ S.A., responsável

Leia mais

DISCUSSÃO SOBRE ALTERAÇÃO RH II -GUANDU. Seropédica 03de março de 2016

DISCUSSÃO SOBRE ALTERAÇÃO RH II -GUANDU. Seropédica 03de março de 2016 DISCUSSÃO SOBRE ALTERAÇÃO DO VALOR DA COBRANÇA NA RH II -GUANDU Seropédica 03de março de 2016 As Bacias Hidrográficas no Estado de Minas Gerais Agências de Bacias Hidrográficas no Estado de Minas Gerais

Leia mais

Distribuição de Renda

Distribuição de Renda Distribuição de Renda Renda Per Capita do Trabalho Principais Regiões Metropolitanas 15 a 60 anos de idade Inclui zeros www.fgv.br/cps/ms Índice de Gini Desigualdade Níveis Renda domiciliar per capita

Leia mais

Calendário Pós-graduação 2014 - MBA em Gestão de Projetos

Calendário Pós-graduação 2014 - MBA em Gestão de Projetos Calendário Pós-graduação 2014 - MBA em Gestão de Projetos Disciplina Data Início Data fim Atividade acadêmica ENTRADA 1 10/03/2014 20/12/2014 17/03/2014 24/03/2014 Análise de Cenários Econômicos (Disciplina

Leia mais

PROCESSO ADMINISTRATIVO ARES-PCJ Nº 05/2015 PARECER CONSOLIDADO ARES-PCJ Nº 11/ DFB

PROCESSO ADMINISTRATIVO ARES-PCJ Nº 05/2015 PARECER CONSOLIDADO ARES-PCJ Nº 11/ DFB PROCESSO ADMINISTRATIVO ARES-PCJ Nº 05/2015 PARECER CONSOLIDADO ARES-PCJ Nº 11/2015 - DFB ASSUNTO: INTERESSADO: REAJUSTE DO CONTRATO DE PARCERIA PÚBLICO-PRIVADA Nº 048/2012 - ÁGUAS DO MIRANTE S/A SERVIÇO

Leia mais

Valores de ATR e Preço da Tonelada de Cana-de-açúcar - Consecana do Estado de São Paulo

Valores de ATR e Preço da Tonelada de Cana-de-açúcar - Consecana do Estado de São Paulo Valores de ATR e Preço da Tonelada de Cana-de-açúcar - Consecana do Estado de São Paulo Safra 2015/2016 Mensal Acumulado Cana Campo (1) Cana Esteira (2) R$/Kg ATR R$/Kg ATR R$/Ton. R$/Ton. Abr/15 0,4909

Leia mais

OPERAÇÕES DE FRETE/2011

OPERAÇÕES DE FRETE/2011 JAN (lta) 213.840 213.840 48.693,90 213.840 213.840 48.693,90 FEV 48.300 48.300 4.859,10 91.839 91.839 8.767,52 722.756 722.756 45.937,39 MAR 862.895 862.895 59.564,01 142.600 142.600 12.482,77 290.232

Leia mais

RESOLUÇÃO ANEEL N O 451, DE 29 DE DEZEMBRO DE 1998

RESOLUÇÃO ANEEL N O 451, DE 29 DE DEZEMBRO DE 1998 RESOLUÇÃO ANEEL N O 451, DE 29 DE DEZEMBRO DE 1998 Homologa os Montantes de Energia e Demanda de Potência para os Contratos Iniciais de compra e venda de energia para as empresas das regiões Norte e Nordeste

Leia mais

Nível de Emprego Regional - CIESP

Nível de Emprego Regional - CIESP Diretorias Regionais do Centro das Indústrias do Estado de São Paulo CIESP Indústria de Transformação Setembro de 2005 Nota metodológica: Pesquisa mensal, realizada pelo CIESP/Sede entre suas Diretorias

Leia mais

COMO A CEDAE ENFRENTOU A CRISE HÍDRICA DE Eng. Edes Fernandes de Oliveira Diretor de Produção e Grande Operação

COMO A CEDAE ENFRENTOU A CRISE HÍDRICA DE Eng. Edes Fernandes de Oliveira Diretor de Produção e Grande Operação COMO A CEDAE ENFRENTOU A CRISE HÍDRICA DE 2015 Eng. Edes Fernandes de Oliveira Diretor de Produção e Grande Operação E-mail: edes@cedae.com.br A ESCASSEZ HÍDRICA NO RIO PARAIBA DO SUL E OS IMPACTOS PARA

Leia mais

Perspectivas do Setor de Energia Elétrica

Perspectivas do Setor de Energia Elétrica Perspectivas do Setor de Energia Elétrica Palestra Apimec RJ 19/set/2011 Leonardo Lima Gomes Agenda 1. Visão Geral do Setor 2. Mercado de Energia Elétrica 3. Perspectivas Desenvolvimento Mercado 4. Perspectivas

Leia mais

RESOLUÇÃO ANEEL N O 453, DE 30 DE DEZEMBRO DE 1998

RESOLUÇÃO ANEEL N O 453, DE 30 DE DEZEMBRO DE 1998 RESOLUÇÃO ANEEL N O 453, DE 30 DE DEZEMBRO DE 1998 Homologa os Montantes de Energia e Potência asseguradas das usinas hidrelétricas pertencentes às empresas das regiões Sudeste, Centro-Oeste, Norte e Nordeste.

Leia mais

GOVERNO DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO Secretaria de Estado do Ambiente CÂMARA DE COMPENSAÇÃO AMBIENTAL

GOVERNO DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO Secretaria de Estado do Ambiente CÂMARA DE COMPENSAÇÃO AMBIENTAL DELIBERAÇÃO CCA N o 48 /2014 DE13 DE JUNHO DE 2014 APROVA AS FONTES PAGADORAS (TCCA) PARA RESSARCIMENTO DE CUSTOS ADMINISTRATIVOS DO MECANISMO PARA CONSERVAÇÃO DA BIODIVERSIDADE DO ESTADO DO RIO E DÁ OUTRAS

Leia mais

Calendário Pós-graduação 2014 - Educação Infantil

Calendário Pós-graduação 2014 - Educação Infantil Calendário Pós-graduação 2014 - Educação Infantil Disciplina Data Início Data fim Atividade acadêmica ENTRADA 1 10/03/2014 20/12/2014 17/03/2014 24/03/2014 Gestão criativa e inovadora nas instituições

Leia mais

Submódulo 6.1. Planejamento e programação da operação elétrica: visão geral

Submódulo 6.1. Planejamento e programação da operação elétrica: visão geral Submódulo 6.1 Planejamento e programação da operação elétrica: visão geral Rev. Nº. 0.0 0.1 0.2 Motivo da revisão Este documento foi motivado pela criação do Operador Nacional do Sistema Elétrico. Adequação

Leia mais

ESTADO DO TOCANTINS CAMARA MUNICIPAL DE SAO VALERIO CAMARA MUNICIPAL DE SAO VALERIO RELATÓRIO DE GESTÃO FISCAL DEMONSTRATIVO DA DESPESA DE PESSOAL

ESTADO DO TOCANTINS CAMARA MUNICIPAL DE SAO VALERIO CAMARA MUNICIPAL DE SAO VALERIO RELATÓRIO DE GESTÃO FISCAL DEMONSTRATIVO DA DESPESA DE PESSOAL LRF, Artigo 55, inciso I, alínea "a" - Anexo I JANEIRO/2013 FEV/2012 a JAN/2013 DESPESA BRUTA COM PESSOAL (I) 22.609,19 Pessoal Ativo 22.609,19 TOTAL DA DESPESA COM PESSOAL PARA FINS DE APURACAO DO LIMITE

Leia mais

ADVOCACIA GERAL DA UNIAO Procuradoria Geral da Uniao Departamento de Calculos e Pericias - DECAP ( NECAP NO ESTADO DO

ADVOCACIA GERAL DA UNIAO Procuradoria Geral da Uniao Departamento de Calculos e Pericias - DECAP ( NECAP NO ESTADO DO FICHA FINANCEIRA REFERENTE A 2002 JAN FEV MAR ABR MAI JUN 00182 ADIANT.GRATIF.NATALINA - APOS. R 1 82118 GRAT.DES.TEC.ADM.L10404/GDATA R 1 142,12 142,12 142,12 142,12 142,12 142,12 63,00 63,00 63,00 70,00

Leia mais

RESOLUÇÃO CERHI-RJ nº 45, DE 26 DE MAIO DE 2010

RESOLUÇÃO CERHI-RJ nº 45, DE 26 DE MAIO DE 2010 RESOLUÇÃO CERHI-RJ nº 45, DE 26 DE MAIO DE DISPÕE SOBRE AS QUESTÕES RELACIONADAS AO CONTRATO DE GESTÃO A SER CELEBRADO ENTRE O INSTITUTO ESTADUAL DO AMBIENTE-INEA E A ASSOCIAÇÃO PRÓ-GESTÃO DE ÁGUAS DA

Leia mais

Relatório de Débito Atualizado Monetariamente - Cálculo até 07/11/2016

Relatório de Débito Atualizado Monetariamente - Cálculo até 07/11/2016 1 01883012 01867507 01865678 01866445 01867475 01868560 01869416 01870367 01871257 01872077 01872892 01873716 01874468 01875302 01876585 01877423 01878358 01879376 01880281 01881289 01882199 PROCESSO ATÉ

Leia mais

PROCESSO ADMINISTRATIVO ARES-PCJ Nº 42/2016 PARECER CONSOLIDADO ARES-PCJ Nº 11/2016

PROCESSO ADMINISTRATIVO ARES-PCJ Nº 42/2016 PARECER CONSOLIDADO ARES-PCJ Nº 11/2016 PROCESSO ADMINISTRATIVO ARES-PCJ Nº 42/2016 PARECER CONSOLIDADO ARES-PCJ Nº 11/2016 ASSUNTO: REAJUSTE DO CONTRATO Nº 013/07-X DE PARCERIA PÚBLICO-PRIVADA DO MUNICÍPIO DE RIO CLARO INTERESSADOS: DEPARTAMENTO

Leia mais

PROCESSO ADMINISTRATIVO ARES-PCJ Nº 05/2015 PARECER CONSOLIDADO ARES-PCJ Nº 19/ DFB

PROCESSO ADMINISTRATIVO ARES-PCJ Nº 05/2015 PARECER CONSOLIDADO ARES-PCJ Nº 19/ DFB PROCESSO ADMINISTRATIVO ARES-PCJ Nº 05/2015 PARECER CONSOLIDADO ARES-PCJ Nº 19/2015 - DFB ASSUNTO: INTERESSADO: REAJUSTE DO CONTRATO DE PARCERIA PÚBLICO-PRIVADA Nº 048/2012 - ÁGUAS DO MIRANTE S/A SERVIÇO

Leia mais

E P E ANALISTA DE PESQUISA ENERGÉTICA MEIO AMBIENTE / RECURSOS HÍDRICOS LEIA ATENTAMENTE AS INSTRUÇÕES ABAIXO.

E P E ANALISTA DE PESQUISA ENERGÉTICA MEIO AMBIENTE / RECURSOS HÍDRICOS LEIA ATENTAMENTE AS INSTRUÇÕES ABAIXO. 13 E P E MEIO AMBIENTE / RECURSOS HÍDRICOS EDITAL N o 001/2012 - EPE LEIA ATENTAMENTE AS INSTRUÇÕES ABAIXO. 01 - Você recebeu do fiscal o seguinte material: a) este caderno, com os enunciados das 50 (cinquenta)

Leia mais

REVISÃO DA CURVA BIANUAL DE AVERSÃO A RISCO PARA A REGIÃO SUL - BIÊNIO 2009/2010

REVISÃO DA CURVA BIANUAL DE AVERSÃO A RISCO PARA A REGIÃO SUL - BIÊNIO 2009/2010 REVISÃO DA CURVA BIANUAL DE AVERSÃO A RISCO PARA A REGIÃO SUL - BIÊNIO 2009/2010 2008/ONS Todos os direitos reservados. Qualquer alteração é proibida sem autorização. ONS NT 038/2009 REVISÃO DA CURVA BIANUAL

Leia mais

Superando as Barreiras Regulatórias para Comercialização de Eletricidade pelas Usinas do Setor Sucroenergético. Maio de 2017

Superando as Barreiras Regulatórias para Comercialização de Eletricidade pelas Usinas do Setor Sucroenergético. Maio de 2017 Superando as Barreiras Regulatórias para Comercialização de Eletricidade pelas Usinas do Setor Sucroenergético Maio de 2017 Instabilidade do preço-teto nos leilões O preço teto para a fonte biomassa tem

Leia mais

RESOLUÇÃO CONJUNTA No 499, DE 21 DE NOVEMBRO DE 2005

RESOLUÇÃO CONJUNTA No 499, DE 21 DE NOVEMBRO DE 2005 RESOLUÇÃO CONJUNTA No 499, DE 21 DE NOVEMBRO DE 2005 Dispõe sobre os procedimentos para a regularização dos usos de recursos hídricos nos rios de domínio da União nas Bacias Hidrográficas dos rios Piracicaba,

Leia mais

Painel II - O Novo Modelo do Setor Elétrico - Perspectivas? Moderação de Roberto Zilles, IEE/USP

Painel II - O Novo Modelo do Setor Elétrico - Perspectivas? Moderação de Roberto Zilles, IEE/USP Seminário O Estado Atual do Setor Elétrico Brasileiro - Crise ou Consequência? Painel II - O Novo Modelo do Setor Elétrico - Perspectivas? Mesa 1 - Os Descaminhos do Modelo Setorial: questões e alternativas

Leia mais

1 - INTRODUÇÃO PARECER CONSOLIDADO ARES-PCJ Nº 05/ CRBG PROCESSO ADMINISTRATIVO ARES-PCJ Nº 08/2017

1 - INTRODUÇÃO PARECER CONSOLIDADO ARES-PCJ Nº 05/ CRBG PROCESSO ADMINISTRATIVO ARES-PCJ Nº 08/2017 PROCESSO ADMINISTRATIVO ARES-PCJ Nº 08/2017 PARECER CONSOLIDADO ARES-PCJ Nº 05/2017 - CRBG ASSUNTO: INTERESSADO: REAJUSTE ANUAL DE PREÇOS DO CONTRATO DE PPP Nº 48/2012 SERVIÇO MUNICIPAL DE ÁGUA E ESGOTO-SEMAE,

Leia mais

Nome do Condomínio. Demonstrativo Financeiro

Nome do Condomínio. Demonstrativo Financeiro Mês: Janeiro 1.5 - Mês: Fevereiro 1.5 - Mês: Março 1.5 - Mês: Abril 1.5 - Mês: Maio 1.5 - Mês: Junho 1.5 - Mês: Julho 1.5 - Mês: Agosto 1.5 - Mês: Setembro 1.5 - Mês: Outubro 1.5 - Mês: Novembro 1.5 -

Leia mais

RELATÓRIO ANUAL DA QUALIDADE DA ÁGUA 2017

RELATÓRIO ANUAL DA QUALIDADE DA ÁGUA 2017 RELATÓRIO ANUAL DA QUALIDADE DA ÁGUA 2017 A Companhia de Saneamento Ambiental de Atibaia - SAAE, com sede na Praça Roberto Gomes Pedrosa, 11 - Centro - Atibaia - SP, Telefone 4414-3500 e atendimento ao

Leia mais

ANÁLISE DE CENÁRIOS DA IMPLEMENTAÇÃO DO HIDROGRAMA AMBIENTAL NO BAIXO TRECHO DO RIO SÃO FRANCISCO

ANÁLISE DE CENÁRIOS DA IMPLEMENTAÇÃO DO HIDROGRAMA AMBIENTAL NO BAIXO TRECHO DO RIO SÃO FRANCISCO Salvador/ 2016 UNIVERSIDADE FEDERAL DA BAHIA UFBA Grupo de Recursos Hídricos - GRH ANÁLISE DE CENÁRIOS DA IMPLEMENTAÇÃO DO HIDROGRAMA AMBIENTAL NO BAIXO TRECHO DO RIO SÃO FRANCISCO Yvonilde Dantas Pinto

Leia mais

AGÊNCIA DE ÁGUA PCJ PARECER TÉCNICO Nº: 02/2007. Assunto: SOLICITAÇÃO DE ABATIMENTO DO VALOR DBO IDENTIFICAÇÃO

AGÊNCIA DE ÁGUA PCJ PARECER TÉCNICO Nº: 02/2007. Assunto: SOLICITAÇÃO DE ABATIMENTO DO VALOR DBO IDENTIFICAÇÃO AGÊNCIA DE ÁGUA PCJ CONSÓRCIO PCJ COMITÊS PCJ PARECER TÉCNICO Nº: 02/2007 Assunto: SOLICITAÇÃO DE ABATIMENTO DO VALOR DBO - 2006 1. IDENTIFICAÇÃO Tomador: Sociedade de Abastecimento de Água e Saneamento

Leia mais

UMA EMPRESA FORTE EM ENERGIA. Energy Expo Fórum. Estratégias Vencedoras na Compra de Energia no Mercado Livre

UMA EMPRESA FORTE EM ENERGIA. Energy Expo Fórum. Estratégias Vencedoras na Compra de Energia no Mercado Livre UMA EMPRESA FORTE EM ENERGIA Energy Expo Fórum Estratégias Vencedoras na Compra de Energia no Mercado Livre Uma Empresa Forte em Energia 24 Usinas em Operação e 5 em Construção R$ 1,4 bilhão de investimentos

Leia mais

ER - TRATAMENTO DA ENERGIA DE RESERVA NA CCEE

ER - TRATAMENTO DA ENERGIA DE RESERVA NA CCEE - TRATAMENTO DA ENERGIA DE RESERVA NA CCEE www.ccee.org.br Nº 27 Fevereiro/2012 0800 10 00 08 O objetivo desse relatório é apresentar os valores associados ao encargo, fundo de garantia e saldo da CONER

Leia mais

Energia Eólica Setembro 2016

Energia Eólica Setembro 2016 Energia Eólica Setembro 2016 2 3 4 12 ton. / pá BRASIL: 5.432 aerogeradores construídos 5 Associados 6 Panorama do Setor Eólico Trajetória Mundial (Capacidade Instalada Acumulada) --------------------

Leia mais

EXPLICAÇÕES DA SEÇÃO B 1 B

EXPLICAÇÕES DA SEÇÃO B 1 B EXPLICAÇÕES DA SEÇÃO B 1 B Os instantes do nascer, passagem meridiana e ocaso dos planetas ( exceto Plutão ), Sol e Lua são apresentados para seis cidades brasileiras : Longitude ( W ) Latitude ( S ) o

Leia mais

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE PONTA GROSSA PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM QUÍMICA APLICADA MESTRADO EM QUÍMICA

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE PONTA GROSSA PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM QUÍMICA APLICADA MESTRADO EM QUÍMICA UNIVERSIDADE ESTADUAL DE PONTA GROSSA PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM QUÍMICA APLICADA MESTRADO EM QUÍMICA ESTRUTURA DO EXAME DE QUALIFICAÇÃO E DA DISSERTAÇÃO PONTA

Leia mais

Energia Eólica Agosto / 2016

Energia Eólica Agosto / 2016 Energia Eólica Agosto / 2016 ABEEólica: Quem somos? A ABEEólica Associação Brasileira de Energia Eólica, pessoa jurídica de direito privado sem fins lucrativos, fundada em 2002, congrega, em todo o Brasil,

Leia mais

Energia solar fotovoltaica:

Energia solar fotovoltaica: Energia solar fotovoltaica: Uma solução para o setor energético brasileiro Raphael Duque Objetivos 1. Desafios do Setor de Energia Elétrica Brasileiro; 2. Uma Solução para o Setor Elétrico Brasileiro;

Leia mais

Sumário Estatístico dos Exames ANBIMA. Certificação Dados obtidos até: Relatório Gerado em:

Sumário Estatístico dos Exames ANBIMA. Certificação Dados obtidos até: Relatório Gerado em: Sumário Estatístico dos Exames ANBIMA Certificação Dados obtidos até: 31.12.2017 Relatório Gerado em: 25.02.2018 NÚMEROS CONSOLIDADOS Exames de Certificação ANBIMA CPA-10 CPA-20 *CGA CEA Total Inscrições

Leia mais

EXPLICAÇÕES DA SEÇÃO B 1 B

EXPLICAÇÕES DA SEÇÃO B 1 B EXPLICAÇÕES DA SEÇÃO B 1 B Os instantes do nascer, passagem meridiana e ocaso dos planetas ( exceto Plutão ), Sol e Lua são apresentados para seis cidades brasileiras : Longitude ( W ) Latitude ( S ) o

Leia mais

ν ν α α π θ θ δ α α α + + α + α α + α + φ Γ φ θ θ θφ Γ δ = α ν α α ν + ν ν + ν + ν + δ + ν ν + δ + + + + + δ + + ν ν + + ν + + + ν ν ν + + ν + ν + = θ β β + Γ δ Γ δ β µ µ µµ µ µ µ µ α ν α µ

Leia mais

Resultados 1T14. Maio, 2014

Resultados 1T14. Maio, 2014 Resultados Maio, 2014 Destaques Operacional & Comercial Manutenção do nível de indisponibilidades não programadas em patamares reduzidos (1,18% no versus 1,01% no ); queda média anual de 39% desde 2010

Leia mais

Perspectives on the main benefits and opportunities associated with the development of large hydropower projects

Perspectives on the main benefits and opportunities associated with the development of large hydropower projects Perspectives on the main benefits and opportunities associated with the development of large hydropower projects Tucurui, November 22, 2011 Marcio Drummond Evolução da Capacidade Instalada por Fonte (MW)

Leia mais

Fundo de Garantia de Operações - FGO CNPJ nº /

Fundo de Garantia de Operações - FGO CNPJ nº / Fundo de Garantia de Operações - FGO O valor das garantias concedidas pelo FGO, em 2014, estão demonstrados nas tabelas I-a; I-b; I-c, I-d e I-e O Saldo disponível para outorga de novas garantias, por

Leia mais

CONSULTORIA TÉCNICA VISANDO APOIO AO PROGRAMA DE MONITORAMENTO DAS ÁGUAS COM FOCO EM ESTUDOS HIDROLÓGICOS E MELHORIAS NA OPERAÇÃO DE RESERVATÓRIOS.

CONSULTORIA TÉCNICA VISANDO APOIO AO PROGRAMA DE MONITORAMENTO DAS ÁGUAS COM FOCO EM ESTUDOS HIDROLÓGICOS E MELHORIAS NA OPERAÇÃO DE RESERVATÓRIOS. CONSULTORIA TÉCNICA VISANDO APOIO AO PROGRAMA DE MONITORAMENTO DAS ÁGUAS COM FOCO EM ESTUDOS HIDROLÓGICOS E MELHORIAS NA OPERAÇÃO DE RESERVATÓRIOS. Prof. Dr. Antonio Carlos Zuffo (FEC-UNICAMP) Prof. Dr.

Leia mais

A inserção da Biomassa no Setor Elétrico: avanços e oportunidades

A inserção da Biomassa no Setor Elétrico: avanços e oportunidades A inserção da Biomassa no Setor Elétrico: avanços e oportunidades Celso Zanatto Jr, Diretor, Crystalsev Bioenergia, SP, Brasil Energy Trading Brasil 2009, Sao Paulo, Brazil Oferta Interna de Energia Brasil

Leia mais

Legislação LEGISLAÇÃO APLICÁVEL A INVESTIMENTOS EM PCH S. Leis:

Legislação LEGISLAÇÃO APLICÁVEL A INVESTIMENTOS EM PCH S. Leis: A Legislação brasileira que trata dos investimentos em PCH's diz respeito à organização do setor elétrico, à constituição dos órgãos governamentais correlacionados e seus regulamentos, às políticas de

Leia mais

Encontro Nacional sobre o Futuro das PCHs. Cenário e tarifas do mercado livre e regulado

Encontro Nacional sobre o Futuro das PCHs. Cenário e tarifas do mercado livre e regulado Encontro Nacional sobre o Futuro das PCHs Cenário e tarifas do mercado livre e regulado 22 de agosto de 2013 Luiz Eduardo Barata Ferreira Presidente do Conselho de Administração Agenda Comercialização

Leia mais

Secretária de Estado Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável - Semad. Subsecretaria de Regularização Ambiental Suram

Secretária de Estado Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável - Semad. Subsecretaria de Regularização Ambiental Suram Secretária de Estado Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável - Semad Subsecretaria de Regularização Ambiental Suram As recentes mudanças no panorama do licenciamento ambiental em Minas Gerais As recentes

Leia mais

PESQUISA MENSAL DO COMERCIO VAREJISTA DA REGIÃO METROPOLITANA DE FORTALEZA (CE) - MARÇO 2016 -

PESQUISA MENSAL DO COMERCIO VAREJISTA DA REGIÃO METROPOLITANA DE FORTALEZA (CE) - MARÇO 2016 - PESQUISA MENSAL DO COMERCIO VAREJISTA DA REGIÃO METROPOLITANA DE FORTALEZA (CE) - MARÇO 2016 - Elaboração: Francisco Estevam Martins de Oliveira, Estatístico Coordenação de Campo: Roberto Guerra SUMÁRIO

Leia mais

Mérito Desenvolvimento Imobiliário I FII. Fundo de Investimento Imobiliário

Mérito Desenvolvimento Imobiliário I FII. Fundo de Investimento Imobiliário 03 09 10 11 13 15 16 18 20 22 24 26 28 29 31 33 02 1. Imobiliário I 03 1. Imobiliário I 04 1. Imobiliário I 05 1. Imobiliário I 06 1. Imobiliário I 07 1. Imobiliário I 1. LANÇAMENTO 2. OBRAS 3. CONCLUÍDO

Leia mais

10.000.000,00 9.154.690,15 9.000.000,00 8.000.000,00 7.195.564,56

10.000.000,00 9.154.690,15 9.000.000,00 8.000.000,00 7.195.564,56 10.000.000,00 9.154.690,15 9.000.000,00 8.543.230,16 8.000.000,00 7.195.564,56 7.000.000,00 6.000.000,00 5.000.000,00 4.000.000,00 3.000.000,00 2.000.000,00 1.000.000,00 0,00 1.959.125,59 1.347.665,60

Leia mais

SHELL BRASIL PETRÓLEO LTDA. PEA SHELL FASE 2

SHELL BRASIL PETRÓLEO LTDA. PEA SHELL FASE 2 SHELL BRASIL PETRÓLEO LTDA. PEA SHELL FASE 2 BIJUPIRÁ & SALEMA E PARQUE DAS CONCHAS Plano de Trabalho ANEXO B CRONOGRAMA FÍSICO-FINANCEIRO NOVEMBRO DE 2013 CRONOGRAMA MENSAL DE 2012 Abr Mai Jun Jul Ago

Leia mais

Extrato de Unidade. Período de 01/01/1901 até 22/06/2015 2542 COND.JULHO/2007(50%) 162,00 4073 FUNDO DE RESERVA 18,00 2542 COND.

Extrato de Unidade. Período de 01/01/1901 até 22/06/2015 2542 COND.JULHO/2007(50%) 162,00 4073 FUNDO DE RESERVA 18,00 2542 COND. 13975867 20/07/2007 033508 13991044 02/08/2007 034027 13998459 02/09/2007 034534 14014148 20/09/2007 034969 14031362 08/10/2007 035487 14049982 02/11/2007 036071 14065498 02/12/2007 036420 14083661 02/01/2008

Leia mais

VPAR/762/2008 ANEXO III COMPANHIA FORÇA E LUZ DO OESTE - CFLO Manifestação Formal à NT 356/2008-SRE/ANEEL Consulta Pública 018/2008 DETERMINAÇÃO DO VALOR DA PARCELA A PERDAS Guarapuava, Dezembro de 2.008.

Leia mais

PROPOSTA COMERCIAL CLIENTE: João Carlos Hiper Energy Ltda Criciúma TECNICO RESPONSÁVEL. 29/09/2016 Paulo Costa SOLAR Plus

PROPOSTA COMERCIAL CLIENTE: João Carlos Hiper Energy Ltda Criciúma TECNICO RESPONSÁVEL. 29/09/2016 Paulo Costa SOLAR Plus PROPOSTA COMERCIAL CLIENTE: João Carlos Hiper Energy Ltda Criciúma DATA TECNICO RESPONSÁVEL 29/9/26 Paulo Costa SOLAR Plus Análise econômica Análise das condições econômicas para a instalação de um sistema

Leia mais

Gestor(a): Desembargadora Maria Nailde Pinheiro Nogueira

Gestor(a): Desembargadora Maria Nailde Pinheiro Nogueira Gestor(a): Desembargadora Maria Nailde Pinheiro Nogueira Meta Meta 2 de 29 Meta 2 de 21 Meta 2 de 212 Meta 2 de 213 Descrição Identificar os processos judiciais mais antigos e adotar medidas concretas

Leia mais

O PAPEL DAS AGÊNCIAS DE BACIA NO SISTEMA DE GESTÃO DOS RECURSOS HÍDRICOS Autores: Sergio Razera, Francisco Carlos Castro Lahóz e Dalto Favero Brochi

O PAPEL DAS AGÊNCIAS DE BACIA NO SISTEMA DE GESTÃO DOS RECURSOS HÍDRICOS Autores: Sergio Razera, Francisco Carlos Castro Lahóz e Dalto Favero Brochi O Papel das Agências de Bacia no Sistema de Gestão dos Recursos Hídricos 1 O PAPEL DAS AGÊNCIAS DE BACIA NO SISTEMA DE GESTÃO DOS RECURSOS HÍDRICOS Autores: Sergio Razera, Francisco Carlos Castro Lahóz

Leia mais

Termos de Referência para contratação de serviços para elaboração do Relatório de Situação dos Recursos Hídricos das Bacias Hidrográficas dos rios

Termos de Referência para contratação de serviços para elaboração do Relatório de Situação dos Recursos Hídricos das Bacias Hidrográficas dos rios Termos de Referência para contratação de serviços para elaboração do Relatório de Situação dos Recursos Hídricos das Bacias Hidrográficas dos rios Piracicaba Capivari e Jundiaí 2007. Piracicaba, junho

Leia mais

CRF-RJ Conselho Regional de Farmácia do Estado do Rio de Janeiro Serviço de Registro (SR) RELATÓRIO JUNHO 2013 ÍNDICE

CRF-RJ Conselho Regional de Farmácia do Estado do Rio de Janeiro Serviço de Registro (SR) RELATÓRIO JUNHO 2013 ÍNDICE RELATÓRIO JUNHO ÍNDICE PROTOCOLO...2 PETIÇÕES PROTOCOLIZADAS NA SEDE E SECCIONAIS...2 1) SEDE...2 2) SECCIONAIS...2 a 4 TOTAL DE PETIÇÕES PROTOCOLIZADAS NO CRF-RJ...4 ATENDIMENTO PRESENCIAL E TELEFÔNICO

Leia mais

NT 066/2006. C:\WINDOWS\TEMP\d.Lotus.Notes.Data\NT-066_revisão CAR do SUL.doc

NT 066/2006. C:\WINDOWS\TEMP\d.Lotus.Notes.Data\NT-066_revisão CAR do SUL.doc 2006/ONS Todos os direitos reservados. Qualquer alteração é proibida sem autorização. NT 066/2006 C:\WINDOWS\TEMP\d.Lotus.Notes.Data\NT-066_revisão CAR do SUL.doc !" #$ "%&'" ( "#)*+,-+. -!++/+-0-$"%"*"1!/

Leia mais

Dados Estatísticos Portabilidades. Setembro/2013

Dados Estatísticos Portabilidades. Setembro/2013 Dados Estatísticos Portabilidades Setembro/2013 Índice Termos Técnicos Utilizados... 3 Dados Quantitativos Evolução Mensal do Número de Portabilidades Cadastradas... 13 Apresentação de Resultados Tabela

Leia mais

Orçamento de Financiamento dos Recursos do Projecto

Orçamento de Financiamento dos Recursos do Projecto Jun-09 Jul-09 Ago-09 Set-09 Out-09 Nov-09 Dez-09 Jan-10 Fev-10 Mar-10 Abr-10 Mai-10 Jun-10 Ajudas de Custo TS nível 6 Ajudas de Custo TS nível 3 Advogado 0,00 2500,00 Portátil 1 + Office 1500,00 Portátil

Leia mais

Avanços na segurança dos processos de geração de energia: meio ambiente e sociedade

Avanços na segurança dos processos de geração de energia: meio ambiente e sociedade Avanços na segurança dos processos de geração de energia: meio ambiente e sociedade Jerson Kelman COPPE UFRJ XV Congresso Brasileiro de Energia FIRJAN 22 out 2013 Revista Justiça & Cidadania O Paradoxo

Leia mais

Série 108 Relatório de Acompanhamento do CRI 31-jan-15

Série 108 Relatório de Acompanhamento do CRI 31-jan-15 31-jan-15 a - Saldo atual dos CRI Seniors (37.502.102,11) c - Saldo devedor total da carteira, encargos e valores a processar 37.502.133,30 f - Excedente / (Falta) 1.034,16 28-fev-15 a - Saldo atual dos

Leia mais

GRUPO TÉCNICO DE ASSESSORAMENTO PARA GESTÃO DO SISTEMA CANTAREIRA GTAG - CANTAREIRA. COMUNICADO N o 1 18/02/14

GRUPO TÉCNICO DE ASSESSORAMENTO PARA GESTÃO DO SISTEMA CANTAREIRA GTAG - CANTAREIRA. COMUNICADO N o 1 18/02/14 GRUPO TÉCNICO DE ASSESSORAMENTO PARA GESTÃO DO SISTEMA CANTAREIRA GTAG - CANTAREIRA COMUNICADO N o 1 18/02/14 DESCRITIVO GERAL DA SITUAÇÃO O conjunto de reservatórios Jaguari-Jacareí, Cachoeira e Atibainha

Leia mais

DELIBERAÇÃO CEIVAP Nº 218/2014 DE 25 DE SETEMBRO DE 2014

DELIBERAÇÃO CEIVAP Nº 218/2014 DE 25 DE SETEMBRO DE 2014 DELIBERAÇÃO CEIVAP Nº 218/2014 DE 25 DE SETEMBRO DE 2014 Estabelece mecanismos e propõe valores para a cobrança pelo uso de recursos hídricos na bacia hidrográfica do rio Paraíba do Sul, a partir de 2015

Leia mais

abril/13 CNC -Divisão Econômica Rio de Janeiro Dezembro/2012

abril/13 CNC -Divisão Econômica Rio de Janeiro Dezembro/2012 abril/13 CNC -Divisão Econômica Rio de Janeiro Dezembro/2012 ÍNDICE DE CONFIANÇA DO EMPRESÁRIO DO COMÉRCIO Índice 127,6 126,9 126,5 Condições Atuais do Empresário do Comércio 102,2-1,1% -3,9% Economia

Leia mais

Oferta e Demanda de Energia Elétrica: Cenários. Juliana Chade

Oferta e Demanda de Energia Elétrica: Cenários. Juliana Chade Oferta e Demanda de Energia Elétrica: Cenários Juliana Chade Agenda Cenário atual Preços Afluências Reservatórios Consumo de energia elétrica Meteorologia/Clima Expansão da Oferta Projeções de PLD 2 Agenda

Leia mais

Visão Geral do Modelo de Comercialização de Energia no Brasil ABINEE TEC 2007

Visão Geral do Modelo de Comercialização de Energia no Brasil ABINEE TEC 2007 Visão Geral do Modelo de Comercialização de Energia no Brasil ABINEE TEC 2007 Luiz Henrique Alves Pazzini Gerência de Acompanhamento de Mercado - GAM 25 de abril de 2007 Agenda Comercialização de Energia

Leia mais

Tabela 5.76 - Dez maiores ocorrências mensais registradas no PROCON Juiz de Fora, 2008

Tabela 5.76 - Dez maiores ocorrências mensais registradas no PROCON Juiz de Fora, 2008 Janeiro Fevereiro Telefonia celular 370 13,50 Telefonia celular 372 14,50 Cartão de crédito 334 12,19 316 12,31 294 10,73 Cartão de crédito 281 10,95 Banco comercial 230 8,39 Banco comercial 199 7,76 expansão,/compra

Leia mais

PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU MODALIDADE A DISTÂNCIA CRONOGRAMA ACADÊMICO 2011 MBA EM ADMINISTRAÇÃO E MARKETING TURMAS 2011

PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU MODALIDADE A DISTÂNCIA CRONOGRAMA ACADÊMICO 2011 MBA EM ADMINISTRAÇÃO E MARKETING TURMAS 2011 2 3 4 5 6 7 8 9 0 2 3 4 5 6 7 8 9 20 22 Aula Data Evento 7/0 a 22/0 Período para solicitação de provas de 2ª chamada 23 24 25 26 27 28 29 26/jan Entrada de novos alunos + AVA (OFERTA JANEIRO 20) 30 3 3/0

Leia mais

Fundo de Garantia de Operações - FGO

Fundo de Garantia de Operações - FGO Fundo de Garantia de - FGO Fundo de Garantia de - FGO CNPJ nº 10.983.890/0001-52 O valor das concedidas pelo FGO, em 2016, estão demonstrados nas tabelas I-a; I-b; I-c, I-d, I-e e 1-f. contratadas com

Leia mais