CONTRATO DE ADESÃO PVE. (Artigo 2.º n.º2, do Decreto-Lei n. 170/2008, de 26 de agosto)

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "CONTRATO DE ADESÃO PVE. (Artigo 2.º n.º2, do Decreto-Lei n. 170/2008, de 26 de agosto)"

Transcrição

1 CONTRATO DE ADESÃO PVE (Artigo 2.º n.º2, do Decreto-Lei n. 170/2008, de 26 de agosto) Entre: Entidade de Serviços Partilhados da Administração Pública, I.P. com sede em Alfragide, na Av. Leite de Vasconcelos, n.º 2, com o número de pessoa coletiva , representada neste ato por.., na qualidade de Presidente do Conselho Diretivo, com poderes suficientes para o ato, adiante designada por ESPAP; E Entidade Aderente: Se for uma Câmara Municipal: Câmara Municipal de.., com sede em., pessoa coletiva n.º.., aqui representada pelo, na qualidade de.., com poderes suficientes para o ato, adiante designada por.. ou entidade aderente. Se for uma Junta de Freguesia: Junta Freguesia de.., com sede em., pessoa coletiva n.º.., aqui representada pelo, na qualidade de.., com poderes suficientes para o ato, adiante designada por.. ou entidade aderente. Se for um Organismo da Administração Regional: (Nome do Organismo), com sede em., pessoa coletiva n.º.., aqui representada pelo, na qualidade de.., com poderes suficientes para o ato, adiante designada por.. ou entidade aderente. Se for uma Empresa Pública: (nome da empresa), com sede em, com o capital social de., matriculada na Conservatória do Registo Comercial de, com o número único de matrícula e pessoa coletiva n.º.., representada neste ato por., na qualidade de, com poderes suficientes para o ato, adiante designada por. ou entidade aderente. É celebrado o presente contrato de adesão ao Parque de Veículos do Estado (PVE), o qual se rege pelas cláusulas seguintes: Cláusula 1.ª Objeto e âmbito 1. O presente contrato tem como objeto a adesão da aos serviços prestados pela ESPAP no âmbito do PVE na qualidade de entidade voluntária aderente com contrato de adesão ao Sistema Nacional de Compras Públicas (SNCP) celebrado a../../.. 2. O presente contrato implica, necessariamente, a prévia adesão da entidade aderente às categorias de veículos rodoviários e seguros de veículos no âmbito contrato de

2 adesão ao SNCP a que se refere o número anterior. 3. A entidade aderente mantém, para cada aquisição em concreto, e a todo o tempo, inteira liberdade de decisão sobre a utilização dos serviços oferecidos por via do presente contrato e, consequentemente, sobre o recurso aos acordos quadro celebrados pela ESPAP para as categorias de veículos rodoviários e seguros de veículos. 4. Sem prejuízo do disposto no número anterior, uma vez tomada a decisão de utilização dos serviços oferecidos no quadro do presente contrato de adesão relativamente a uma aquisição concreta, a mesma reger-se-á até final pelas disposições do presente contrato e do Código dos Contratos Públicos e demais legislação aplicável. Cláusula 2.ª Condições de adesão 1. Compete à entidade aderente: a) Nomear um gestor de serviço responsável pela gestão do presente contrato de adesão e dos contratos celebrados com os cocontratantes; b) Indicar quais os seus órgãos competentes para autorização da despesa, devendo observar, a todo o tempo, o regime legal da realização de despesa pública que se lhe aplique; c) Monitorizar o fornecimento de bens e a prestação de serviços e aplicar as devidas sanções em caso de incumprimento; d) Comunicar, em tempo útil, à ESPAP, os aspetos relevantes que tenham impacto no cumprimento do contrato e reportar os resultados da monitorização referida na alínea anterior; e) Mandatar a ESPAP para agir em seu nome na abertura e condução de procedimentos de aquisição de bens e serviços no âmbito dos acordos quadro relativos às categorias de veículos rodoviários e seguros de veículos celebrados pela ESPAP; f) Assegurar o cumprimento dos termos de utilização contratualmente estabelecidos; g) Assegurar todas as despesas e encargos necessários à aquisição, afetação e manutenção dos veículos das respetivas frotas; h) Coadjuvar a ESPAP, facultando as informações e disponibilizando os documentos que pela mesma lhe forem solicitados; i) Outorgar, dentro dos prazos legais, os contratos de aquisição ou de aluguer; j) Acompanhar as ordens de encomenda, conferir as faturas e proceder aos pagamentos que se mostrem devidos. 2. Compete ainda à entidade aderente, por cada pedido de aquisição efetuado: a) Proceder ao enquadramento das suas necessidades aquisitivas nas tipologias

3 de veículos previstas no acordo quadro de veículos rodoviários que se encontre em vigor; b) Garantir e fazer prova da autorização da despesa por quem tenha competência para o ata, enviando toda a documentação relevante à ESPAP no sentido de possibilitar a validação do pedido efetuado; c) Enviar, devidamente assinada, por quem tenha competência para o ato, a Declaração de Compromisso, constante do anexo I. 3. A adesão aos serviços prestados pela ESPAP implica o pagamento de um fee de 0,5% do valor total de cada aquisição. 4. A entidade aderente autoriza a ESPAP a publicitar a sua identidade na secção lista de entidades voluntárias aderentes aos serviços prestados pela ESPAP no seu sítio da internet. Cláusula 3.ª Serviços prestados pela ESPAP 1. No âmbito do presente contrato de adesão, a ESPAP presta os seguintes serviços: a) Receber e validar os pedidos de aquisição efetuados pelas entidades aderentes; b) Proceder à abertura e condução dos procedimentos de contratação da aquisição dos bens e serviços até 30 dias após a receção do pedido; c) Praticar todos os atos relacionados com os procedimentos de contratação da sua competência, designadamente: i. Formular os convites à apresentação de proposta aos cocontratantes no âmbito dos acordos quadro relativos às categorias de veículos rodoviários e seguros de veículos; ii. Responder a todos os esclarecimentos solicitados durante as consultas; iii. Praticar todos os atos que, nos termos do Código dos Contratos Públicos, cadernos de encargos dos respetivos acordos quadro e demais legislação aplicável, sejam necessários para o procedimento de contratação, incluindo o ato de adjudicação em representação das entidades aderentes; iv. Fazer e enviar as notas de encomenda; v. Validar o Contrato de Aluguer, quando aplicável, e demais documentação que seja enviada pelo cocontratante de aluguer operacional; d) Monitorizar as aquisições e supervisionar a aplicação das condições negociadas com os fornecedores de bens e os prestadores de serviços. 2. Sem prejuízo do disposto na subalínea iii) da alínea c) do n.º 1, a ESPAP pode, nos

4 procedimentos de contratação por si conduzidos, reverter para a entidade aderente a decisão final de adjudicação. 3. Para efeitos do disposto na presente cláusula, a ESPAP deverá cumprir as instruções da entidade aderente, designadamente no que respeita a quantidades, preços, prazos de entrega e outros aspetos relevantes. Cláusula 4.ª Utilização de ferramentas eletrónicas 1. As entidades aderentes podem fazer uso do Sistema de Gestão do PVE (SGPVE), para efeitos de repositório de informação da sua frota e respetiva gestão. 2. A ESPAP disponibilizará, através de ferramentas de ensino à distância no seu portal, a formação necessária à utilização do SGPVE. Cláusula 5.ª Enquadramento Legal A contratação da aquisição será efetuada pela ESPAP ao abrigo dos acordos quadro relativos às categorias de veículos rodoviários e seguros de veículos, do Código dos Contratos Públicos e demais legislação aplicável. Cláusula 6.ª Alteração das condições de adesão 1. Qualquer intenção de alteração às condições de adesão ao PVE deverá ser comunicada pela parte interessada à outra parte. 2. Qualquer alteração às condições de adesão deverá constar de documento escrito assinado por ambas as partes, sendo que produzirá efeitos a partir da data de assinatura do referido documento. 3. A modificação do contrato não pode conduzir à alteração de aspetos essenciais do mesmo. Cláusula 7.ª Início e duração do contrato 1. O presente contrato produz efeitos a partir da data da sua assinatura.

5 2. O presente contrato tem duração indeterminada, cessando no caso de uma das partes o denunciar, mediante notificação à outra parte, efetuada por carta registada com aviso de receção com uma antecedência mínima de 60 dias em relação à data em que se quer por termo ao mesmo. 3. Mantêm-se as obrigações da entidade aderente previstas no presente contrato enquanto estiverem em vigor os contratos celebrados com os cocontratantes com recurso ao PVE. Cláusula 8.ª Resolução de Litígios 1. Qualquer litígio ou diferendo entre as partes relativamente à interpretação ou execução do contrato de adesão que não seja consensualmente resolvido no prazo máximo de 30 dias será decidido por recurso à arbitragem. 2. A arbitragem será realizada por Tribunal Arbitral, de cujas decisões cabe recurso nos termos gerais de direito, composto por três árbitros, sendo um escolhido pela ESPAP, outro pela entidade aderente e um terceiro, que presidirá, pelos dois árbitros anteriores. 3. A nomeação dos árbitros pelas partes deverá ser feita no prazo de 15 dias a contar da receção, por escrito, do pedido de arbitragem. 4. Na falta de acordo, o árbitro presidente será designado pelo Presidente do Tribunal Central Administrativo a requerimento de qualquer das partes. 5. Se decorrerem mais de 3 meses sobre a data da indicação do primeiro árbitro sem que o Tribunal Arbitral esteja constituído, pode qualquer das partes recorrer aos tribunais administrativos, considerando-se, então, devolvida a jurisdição a esses tribunais. 6. No caso previsto no número anterior será exclusivamente competente o Tribunal Administrativo e Fiscal de Lisboa. 7. Se não houver acordo quanto ao objeto do litígio, o mesmo será o que resultar da petição da parte demandante e da resposta da parte demandada, se a houver, sendo fixado pelo árbitro presidente. 8. O Tribunal Arbitral funcionará em Lisboa e julgará segundo a equidade, devendo a respetiva decisão ser proferida no prazo de 3 meses a contar do termo da instrução do processo. 9. Em tudo o omisso é aplicável o disposto na Lei n.º 31/86, de 29 de agosto e no Título IX do Código de Processo nos Tribunais Administrativos. Cláusula 9.ª Comunicações e notificações 1. Quaisquer comunicações e notificações entre as partes relativas ao contrato de adesão

6 devem ser efetuadas através de correio eletrónico com aviso de entrega ou carta registada com aviso de receção, endereçados para as seguintes moradas ou números: ESPAP: Direção de Veículos do Estado e Logística Av. Leite de Vasconcelos, n.º 2, Amadora Telefone n.º (+351) Correio eletrónico: ENTIDADE ADERENTE: [Identificação da entidade] [gestor de serviço conforme alínea a) do n.º 1 da cláusula 2.ª] [Morada] Telefone n.º (+351) [.] Correio eletrónico: [..] 2. Qualquer comunicação ou notificação feita por carta registada é considerada recebida na data em que for assinado o aviso de receção ou, na falta dessa assinatura, na data indicada pelos serviços postais. 3. Qualquer comunicação ou notificação feita por correio eletrónico é considerada recebida na data constante na respetiva comunicação de receção transmitida pelo recetor para o emissor. Lisboa, de.. de. Pela ESPAP Pela Entidade Aderente

7 ANEXO I Declaração de compromisso [Nome da entidade], com sede [ ], pessoa coletiva n.º, matriculada na Conservatória do Registo Comercial de [ ], com código de acesso à certidão permanente online n.º [se aplicável], neste ato devidamente representada por [Nome], na qualidade de [qualidade em que representa a entidade] com poderes para o ato, Considerando que: a) A Entidade de Serviços Partilhados da Administração Pública, I.P. (ESPAP) é a entidade gestora do Sistema Nacional de Compras Públicas (SNCP) e do Parque de Veículos do Estado (PVE), aos quais se encontram vinculados os serviços da administração direta do Estado e os institutos públicos, bem como as entidades voluntárias que tenham aderido nos termos do Decreto-Lei n.º 37/2007, de 19 de fevereiro e do Decreto-Lei n.º 117-A/2012, de 14 de junho; b) Enquanto entidade gestora do PVE cabe-lhe centralizar as aquisições relativas às categorias de veículos rodoviários e seguros de veículos no âmbito dos acordos quadro celebrado para o efeito; c) A aquisição centralizada de veículos rodoviários e seguros de veículos pela ESPAP e a consequente agregação das necessidades das entidades adquirentes traduz a assunção, pela ESPAP, de obrigações que, em primeira instância, caberiam a essas entidades adquirentes; Vem, pela presente, declarar que se aceita, nos precisos termos em que as mesmas forem desenvolvidas pela ESPAP, a atividade de agregação das aquisições de veículos rodoviários e seguros de veículos, bem como a preparação e tramitação das consultas destinadas àquelas aquisições e o resultado obtido, de acordo com o pedido datado de [colocar a data do pedido] com a Ref...., ao cocontratante cuja proposta seja adjudicada pela ESPAP, assumindo todos e quaisquer encargos ou custos decorrentes do procedimento que vierem a ser imputados à ESPAP, pela não-aceitação do bem ou serviço. [data]. [assinatura].

Instruções para a submissão das candidaturas da 1.ª fase do Programa de Apoio à Mobilidade Elétrica na Administração Pública 170 veículos elétricos

Instruções para a submissão das candidaturas da 1.ª fase do Programa de Apoio à Mobilidade Elétrica na Administração Pública 170 veículos elétricos Instruções para a submissão das candidaturas da 1.ª fase do Programa de Apoio à Mobilidade Elétrica na Administração Pública 170 veículos elétricos Índice 1. Âmbito... 3 2. Contrato de adesão... 3 3. Acesso

Leia mais

ANEXO II MODELO DE CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE RECOLHA DE RESÍDUOS SÓLIDOS URBANOS E LIMPEZA URBANA PELA EGEO TECNOLOGIA E AMBIENTE, S.A.

ANEXO II MODELO DE CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE RECOLHA DE RESÍDUOS SÓLIDOS URBANOS E LIMPEZA URBANA PELA EGEO TECNOLOGIA E AMBIENTE, S.A. REGULAMENTO TARIFÁRIO E DE EXPLORAÇÃO DA CONCESSÃO DOS SERVIÇOS DE LIMPEZA URBANA E RECOLHA DE RESÍDUOS SÓLIDOS URBANOS NA ÁREA DE JURISDIÇÃO DA APL -ADMINISTRAÇÃO DO PORTO DE LISBOA, S.A. ANEXO II MODELO

Leia mais

CADERNO DE ENCARGOS. Acordo-quadro para o fornecimento de gás natural em regime de mercado livre para Portugal Continental

CADERNO DE ENCARGOS. Acordo-quadro para o fornecimento de gás natural em regime de mercado livre para Portugal Continental CADERNO DE ENCARGOS Acordo-quadro para o fornecimento de gás natural em regime de mercado livre para Portugal Continental PARTE I DO ACORDO-QUADRO 3 Secção I Disposições gerais 3 Artigo 1.º Definições

Leia mais

CADERNO DE ENCARGOS CONTRATAÇÃO DE SERVIÇOS DE PROCESSAMENTO DE DOCUMENTOS DE DESPESA, DE

CADERNO DE ENCARGOS CONTRATAÇÃO DE SERVIÇOS DE PROCESSAMENTO DE DOCUMENTOS DE DESPESA, DE CADERNO DE ENCARGOS CONTRATAÇÃO DE SERVIÇOS DE PROCESSAMENTO DE DOCUMENTOS DE DESPESA, DE RECEITA E DE CONTABILIDADE PARA O CENTRO DE SERVIÇOS PARTILHADOS DE FINANÇAS DA ESPAP PARA 2017 ÍNDICE CLÁUSULAS

Leia mais

Minuta CONTRATO PROMESSA COMPRA E VENDA

Minuta CONTRATO PROMESSA COMPRA E VENDA Entre: ANEXO II DO PROCEDIMENTO 02/IPP/2017 Minuta CONTRATO PROMESSA COMPRA E VENDA PRIMEIRA Infraestruturas de Portugal, S.A., matriculada na Conservatória do Registo Comercial de Lisboa sob o número

Leia mais

CONCESSÃO DE EXPLORAÇÃO DOS BARES DAS PISCINAS MUNICIPAIS COBERTAS E DESCOBERTAS CADERNO DE ENCARGOS

CONCESSÃO DE EXPLORAÇÃO DOS BARES DAS PISCINAS MUNICIPAIS COBERTAS E DESCOBERTAS CADERNO DE ENCARGOS CONCESSÃO DE EXPLORAÇÃO DOS BARES DAS PISCINAS MUNICIPAIS COBERTAS E DESCOBERTAS Pág. 04 ÍNDICE CAPÍTULO I... 7 DISPOSIÇÕES GERAIS... 7 Cláusula 1.ª... 7 Objeto... 7 Cláusula 2.ª... 7 Forma e documentos

Leia mais

para a gestão de um sistema integrado de resíduos de embalagens, válida até 31

para a gestão de um sistema integrado de resíduos de embalagens, válida até 31 CONTRATO DE UTILIZAÇÃO DA MARCA NOVO VERDE Entre: NOVO VERDE - SOCIEDADE GESTORA DE RESÍDUOS DE EMBALAGENS, S.A., sociedade comercial anónima, com sede no Centro Empresarial Ribeira da Penha Longa, Rua

Leia mais

- Manual do Utilizador - Relatórios de Contratação no SRVI

- Manual do Utilizador - Relatórios de Contratação no SRVI Março de 2016 Índice 1 Enquadramento... 3 2 Credenciação no SAC... 5 3 Relatório de Contratação (RC)... 7 3.1 Preencher e submeter um RC na PECP... 7 3.2 Criar um RC diretamente no SRVI... 7 3.3 Consultar

Leia mais

CADERNO DE ENCARGOS Procedimento pré-contratual n.º 05 MUNAMM16. Pág. 01

CADERNO DE ENCARGOS Procedimento pré-contratual n.º 05 MUNAMM16. Pág. 01 Procedimento pré-contratual n.º 05 MUNAMM16 AQUISIÇÃO DE SERVIÇOS AUDITORIA E REVISÃO DE CONTAS ABR2016 Pág. 01 Cláusula 1.ª Objeto O presente Caderno de Encargos estabelece as condições jurídicas, técnicas

Leia mais

Acordo quadro para o fornecimento de combustíveis rodoviários CADERNO DE ENCARGOS

Acordo quadro para o fornecimento de combustíveis rodoviários CADERNO DE ENCARGOS Acordo quadro para o fornecimento de combustíveis rodoviários CADERNO DE ENCARGOS ANCP 2012 Índice PARTE I Do acordo quadro... 4 Secção I Disposições gerais... 4 Artigo 1.º Definições... 4 Artigo 2.º Identificação

Leia mais

Regulamento de Arbitragem. Centro de Arbitragem de Conflitos de Consumo do Algarve

Regulamento de Arbitragem. Centro de Arbitragem de Conflitos de Consumo do Algarve Regulamento de Arbitragem Centro de Arbitragem de Conflitos de Consumo do Algarve Capítulo 1 Objeto, natureza e âmbito geográfico Artigo 1.º Objeto O Centro de Informação, Mediação e Arbitragem de Conflitos

Leia mais

CADERNO DE ENCARGOS AJUSTE DIRETO Nº 01/2016 FORNECIMENTO DE GASÓLEO RODOVIÁRIO E GASOLINA SEM CHUMBO 95

CADERNO DE ENCARGOS AJUSTE DIRETO Nº 01/2016 FORNECIMENTO DE GASÓLEO RODOVIÁRIO E GASOLINA SEM CHUMBO 95 CADERNO DE ENCARGOS AJUSTE DIRETO Nº 01/2016 FORNECIMENTO DE GASÓLEO RODOVIÁRIO E GASOLINA SEM CHUMBO 95 Conteúdo Cláusula 1ª - Objeto do Contrato... 3 Cláusula 2ª Contrato... 3 Cláusula 3ª - Prazo...

Leia mais

CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS ADESÃO AO SERVIÇO MB SPOT

CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS ADESÃO AO SERVIÇO MB SPOT Standard CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS ADESÃO AO SERVIÇO MB SPOT Entre: CAIXA GERAL DE DEPÓSITOS, S.A., com sede na Av. João XXI, nº 63, em Lisboa, matriculada na Conservatória do Registo Comercial

Leia mais

MINUTA DE CONTRATO - PROMESSA DE COMPRA E VENDA

MINUTA DE CONTRATO - PROMESSA DE COMPRA E VENDA MINUTA DE CONTRATO - PROMESSA DE COMPRA E VENDA Entre: INSTITUTO DA HABITAÇÃO E DA REABILITAÇÃO URBANA, I.P., pessoa coletiva nº 501 460 888, com sede na Avenida Columbano Bordalo Pinheiro, 5, 1099-019

Leia mais

MINUTA DE CONTRATO DE GESTÃO ACESSO E PERMANÊNCIA DA ACTIVIDADE DE INSPECÇÃO TÉCNICA A VEÍCULOS

MINUTA DE CONTRATO DE GESTÃO ACESSO E PERMANÊNCIA DA ACTIVIDADE DE INSPECÇÃO TÉCNICA A VEÍCULOS MINUTA DE CONTRATO DE GESTÃO ACESSO E PERMANÊNCIA DA ACTIVIDADE DE INSPECÇÃO TÉCNICA A VEÍCULOS O primeiro outorgante, o Instituto da Mobilidade e dos Transportes Terrestres, I.P., doravante designado

Leia mais

Protocolo. - Estado Português, através do Ministério da Justiça, neste acto representado pela Sra. Ministra da Justiça;

Protocolo. - Estado Português, através do Ministério da Justiça, neste acto representado pela Sra. Ministra da Justiça; Protocolo Entre: - Estado Português, através do Ministério da Justiça, neste acto representado pela Sra. Ministra da Justiça; - Câmara dos Solicitadores, neste acto representada pelo respectivo Presidente;

Leia mais

CADERNO DE ENCARGOS. Alienação de Autorização de Produção. Concurso Público nº: 01/EPDRR-ABM/2015-AP CADERNO DE ENCARGOS

CADERNO DE ENCARGOS. Alienação de Autorização de Produção. Concurso Público nº: 01/EPDRR-ABM/2015-AP CADERNO DE ENCARGOS Alienação de Autorização de Produção Concurso Público nº: 01/EPDRR-ABM/2015-AP Página 1 de 8 Índice de Conteúdo CAPÍTULO I - CLÁUSULAS JURÍDICAS -... 3 ARTIGO 1º - OBJETO -... 3 ARTIGO 2º - PRAZO -...

Leia mais

Minuta de Contrato de Adesão ao Serviço de. Interruptibilidade. (ao abrigo da Portaria n.º 1309/2010)

Minuta de Contrato de Adesão ao Serviço de. Interruptibilidade. (ao abrigo da Portaria n.º 1309/2010) Minuta de Contrato de Adesão ao Serviço de Interruptibilidade (ao abrigo da Portaria n.º 1309/2010) Página 1 de 9 Condições Específicas do Contrato Entre A entidade identificada no Anexo e REN - Rede Eléctrica

Leia mais

MINUTA DE CONTRATO - PROMESSA DE COMPRA E VENDA

MINUTA DE CONTRATO - PROMESSA DE COMPRA E VENDA MINUTA DE CONTRATO - PROMESSA DE COMPRA E VENDA Entre: INSTITUTO DA HABITAÇÃO E DA REABILITAÇÃO URBANA, I.P., pessoa coletiva nº 501 460 888, com sede na Avenida Columbano Bordalo Pinheiro, 5, 1099-019

Leia mais

CADERNO DE ENCARGOS. Fornecimento de Combustíveis Rodoviários

CADERNO DE ENCARGOS. Fornecimento de Combustíveis Rodoviários CADERNO DE ENCARGOS Fornecimento de Combustíveis Rodoviários AQ-CR 2016 PARTE I DO ACORDO QUADRO 3 SECÇÃO I DISPOSIÇÕES GERAIS 3 ARTIGO 1.º DEFINIÇÕES 3 ARTIGO 2.º OBJETO DO ACORDO QUADRO 4 ARTIGO 3.º

Leia mais

Minuta CONTRATO PROMESSA COMPRA E VENDA

Minuta CONTRATO PROMESSA COMPRA E VENDA Entre: PRIMEIRA ANEXO III DO PROCEDIMENTO 03/IP/2017 Minuta CONTRATO PROMESSA COMPRA E VENDA Infraestruturas de Portugal, S.A., matriculada na Conservatória do Registo Comercial de Lisboa sob o número

Leia mais

CADERNO DE ENCARGOS CP/02/2012/UCMJ CONSUMÍVEIS DE IMPRESSÃO REUTILIZÁVEIS/RECICLADOS. Para vários Organismos do Ministério da Justiça

CADERNO DE ENCARGOS CP/02/2012/UCMJ CONSUMÍVEIS DE IMPRESSÃO REUTILIZÁVEIS/RECICLADOS. Para vários Organismos do Ministério da Justiça CADERNO DE ENCARGOS CP/02/2012/UCMJ CONSUMÍVEIS DE IMPRESSÃO REUTILIZÁVEIS/RECICLADOS Para vários Organismos do Ministério da Justiça JUNHO DE 2012 ÍNDICE PARTE I - CLÁUSULAS JURÍDICAS... 3 CLÁUSULA 1.ª

Leia mais

SERVIÇOS DE VALOR ACRESCENTADO BASEADOS NO ENVIO DE MENSAGEM

SERVIÇOS DE VALOR ACRESCENTADO BASEADOS NO ENVIO DE MENSAGEM SERVIÇOS DE VALOR ACRESCENTADO BASEADOS NO ENVIO DE MENSAGEM REGISTO PARA O EXERCÍCIO DA ATIVIDADE Pessoa Singular matriculada como Comerciante em Nome Individual (Decreto-Lei n.º 177/99, de 21 de maio,

Leia mais

CONCURSO PÚBLICO SEM PUBLICIDADE INTERNACIONAL PARA A AQUISIÇÃO DE SERVIÇOS POR LOTES DE IMPRESSÃO DE DIVERSAS PUBLICAÇÕES

CONCURSO PÚBLICO SEM PUBLICIDADE INTERNACIONAL PARA A AQUISIÇÃO DE SERVIÇOS POR LOTES DE IMPRESSÃO DE DIVERSAS PUBLICAÇÕES CONCURSO PÚBLICO SEM PUBLICIDADE INTERNACIONAL PARA A AQUISIÇÃO DE SERVIÇOS POR LOTES DE IMPRESSÃO DE DIVERSAS PUBLICAÇÕES Página 1 de 8 PROGRAMA DE CONCURSO ÍNDICE Artigo 1.º - objeto do concurso Artigo

Leia mais

CONTRATO DE LICENÇA PARA USO DE MARCA E DO LOGO NATURAL.PT

CONTRATO DE LICENÇA PARA USO DE MARCA E DO LOGO NATURAL.PT CONTRATO DE LICENÇA PARA USO DE MARCA E DO LOGO NATURAL.PT Aos dias do mês de do ano de 2015 Entre: PRIMEIRO: INSTITUTO DA CONSERVAÇÃO DA NATUREZA E DAS FLORESTAS, I.P. (ICNF), designado por ICNF, pessoa

Leia mais

CADERNO DE ENCARGOS. Acordo quadro para o fornecimento de mobiliário

CADERNO DE ENCARGOS. Acordo quadro para o fornecimento de mobiliário CADERNO DE ENCARGOS Acordo quadro para o fornecimento de mobiliário PARTE I DO ACORDO QUADRO 4 SECÇÃO I DISPOSIÇÕES GERAIS 4 ARTIGO 1.º DEFINIÇÕES 4 ARTIGO 2.º OBJETO DO ACORDO QUADRO 5 ARTIGO 3.º PRAZO

Leia mais

AJUSTE DIRECTO/2014/18

AJUSTE DIRECTO/2014/18 CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS E ALUGUER DE PALCOS, CAMARINS E OUTROS EQUIPAMENTOS PARA INICIATIVA "CAIS DE FADO" A INSTALAR NA SERRA DO PILAR E MARGINAL DE GAIA AJUSTE DIRECTO/2014/18 CONTRAENTES:

Leia mais

Cláusula 3.ª Atributos da Proposta

Cláusula 3.ª Atributos da Proposta Cláusula 3.ª Atributos da Proposta O concorrente deverá apresentar a sua proposta tendo em conta a apresentação dos seguintes atributos; Indicação do preço contratual, sem inclusão do IVA; Apresentação

Leia mais

LOCAÇÃO FINANCEIRA (LEASING) PARA AQUISIÇÃO DE VEICULO PESADO DE PASSAGEIROS - 36/16_L

LOCAÇÃO FINANCEIRA (LEASING) PARA AQUISIÇÃO DE VEICULO PESADO DE PASSAGEIROS - 36/16_L MUNICÍPIO DE PAREDES DE COURA LOCAÇÃO FINANCEIRA (LEASING) PARA AQUISIÇÃO DE VEICULO PESADO DE PASSAGEIROS - 36/16_L Concurso Público, alínea b) do n.º1 do artigo 20.º do CCP Índice Identificação do Procedimento...

Leia mais

AUTORIZAÇÃO N.º ICP ANACOM - 2/ SP

AUTORIZAÇÃO N.º ICP ANACOM - 2/ SP AUTORIZAÇÃO N.º ICP ANACOM - 2/2012 - SP O Vice-Presidente do Conselho de Administração do ICP-Autoridade Nacional de Comunicações (ICP-ANACOM), decide, nos termos do artigo 5.º do Decreto-Lei n.º 150/2001,

Leia mais

PROTOCOLO DE COOPERAÇÃO ENTRE CILDOC e a UNIÃO DAS IPSS de SETÚBAL ASSOCIADOS

PROTOCOLO DE COOPERAÇÃO ENTRE CILDOC e a UNIÃO DAS IPSS de SETÚBAL ASSOCIADOS PROTOCOLO DE COOPERAÇÃO ENTRE CILDOC e a UNIÃO DAS IPSS de SETÚBAL ASSOCIADOS 1 Protocolo de Cooperação Entre, CILDOC, LDA, com sede, em Lisboa, na Rua Professor Alfredo de Sousa, n.º 2, inscrita na Conservatória

Leia mais

DIREÇÃO REGIONAL DA SOLIDARIEDADE SOCIAL

DIREÇÃO REGIONAL DA SOLIDARIEDADE SOCIAL CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS Entre, de uma parte, a Direção Regional da Solidariedade Social, com sede no Solar dos Remédios, 9701-855 Angra do Heroísmo, Concelho de Angra do Heroísmo, representado

Leia mais

Minuta de Contrato do Procedimento por Ajuste Direto nº 35/2015 com Convite a. Entre:

Minuta de Contrato do Procedimento por Ajuste Direto nº 35/2015 com Convite a. Entre: Minuta de Contrato do Procedimento por Ajuste Direto nº 35/2015 com Convite a Um Interessado para Aquisição de Serviços de Animação Turística e de Transportes de Técnicos e Artistas no âmbito do Festival

Leia mais

CADERNO DE ENCARGOS. Aquisição de serviços de formação comportamental e motivação de equipas espap

CADERNO DE ENCARGOS. Aquisição de serviços de formação comportamental e motivação de equipas espap CADERNO DE ENCARGOS Aquisição de serviços de formação comportamental e motivação de equipas espap ÍNDICE CLÁUSULAS JURÍDICAS... 3 Cláusula 1.ª Objeto... 3 Cláusula 2.ª Local da prestação de serviços...

Leia mais

CADERNO DE ENCARGOS. Serviços de catering para a Conferência Anual de Serviços Partilhados e Compras Públicas

CADERNO DE ENCARGOS. Serviços de catering para a Conferência Anual de Serviços Partilhados e Compras Públicas CADERNO DE ENCARGOS Serviços de catering para a Conferência Anual de Serviços Partilhados e Compras ÍNDICE CLÁUSULAS JURÍDICAS... 3 Cláusula 1.ª Objeto... 3 Cláusula 2.ª Local da prestação de serviços...

Leia mais

é celebrado o contrato de prestação de serviços de Cobranças Electrónicas em Espanha, nos termos e condições constantes nas cláusulas seguintes:

é celebrado o contrato de prestação de serviços de Cobranças Electrónicas em Espanha, nos termos e condições constantes nas cláusulas seguintes: Entre: Banco Comercial Português, S.A., Sociedade Aberta, com sede na Praça D. João I, 28, Porto, Capital Social de 4.694.600.000 euros, matriculada na Conservatória do Registo Comercial do Porto, com

Leia mais

Referência: AEN2ABT N.º 08/2014 CADERNO DE ENCARGOS

Referência: AEN2ABT N.º 08/2014 CADERNO DE ENCARGOS Referência: AEN2ABT N.º 08/2014 CADERNO DE ENCARGOS Aquisição de Serviços de Transporte Escolar em Táxi para a Escola Básica e Secundária Dr. Manuel Fernandes e Escola Básica António Torrado do Agrupamento

Leia mais

PROGRAMA DO CONCURSO E CADERNO DE ENCARGOS

PROGRAMA DO CONCURSO E CADERNO DE ENCARGOS PROGRAMA DO CONCURSO E CADERNO DE ENCARGOS PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS, TELERRADIOLOGIA CONCURSO PÚBLICO N.º 190006/17 1 Programa de Concurso DISPOSIÇÕES INICIAIS Artigo 1.º Definições Para o efeito do presente

Leia mais

Contrato n.º 12/2015. É celebrado o presente contrato que se regerá pelo disposto nas cláusulas seguintes: Cláusula 1ª. Objeto do Contrato

Contrato n.º 12/2015. É celebrado o presente contrato que se regerá pelo disposto nas cláusulas seguintes: Cláusula 1ª. Objeto do Contrato CONTRATO DE AQUISIÇÃO DE EQUIPAMENTOS PARA AS ATIVIDADES PRÁTICAS DOS ALUNOS DO CURSO DE EDUCAÇÃO E FORMAÇÃO DE JOVENS DE PANIFICAÇÃO E PASTELARIA E DO CURSO PROFISSIONAL DE RESTAURAÇÃO DO AGRUPAMENTO

Leia mais

CONCURSO PÚBLICO PARA A UTILIZAÇÃO E EXPLORAÇÃO DO BAR DO PÊGO ESCURO - GÓIS. Processo nº A1/2015 PROGRAMA DE CONCURSO

CONCURSO PÚBLICO PARA A UTILIZAÇÃO E EXPLORAÇÃO DO BAR DO PÊGO ESCURO - GÓIS. Processo nº A1/2015 PROGRAMA DE CONCURSO CONCURSO PÚBLICO PARA A UTILIZAÇÃO E EXPLORAÇÃO DO BAR DO PÊGO ESCURO - GÓIS Processo nº A1/2015 PROGRAMA DE CONCURSO [1] PROGRAMA DE CONCURSO INDÍCE 3. Identificação e Objeto do Concurso 3. Entidade Adjudicante

Leia mais

CONCURSO PÚBLICO URGENTE PARA FORNECIMENTO DE ENERGIA ELÉTRICA PARA O EDIFÍCIO SEDE DO TURISMO DO ALGARVE, POSTOS DE TURISMO E ARMAZÉM DE BELA MANDIL

CONCURSO PÚBLICO URGENTE PARA FORNECIMENTO DE ENERGIA ELÉTRICA PARA O EDIFÍCIO SEDE DO TURISMO DO ALGARVE, POSTOS DE TURISMO E ARMAZÉM DE BELA MANDIL CONCURSO PÚBLICO URGENTE PARA FORNECIMENTO DE ENERGIA ELÉTRICA PARA O EDIFÍCIO SEDE DO TURISMO DO ALGARVE, POSTOS DE TURISMO E ARMAZÉM DE BELA MANDIL PROGRAMA DE CONCURSO ÍNDICE Artigo 1.º - Identificação

Leia mais

CONTRATO DE FORNECIMENTO

CONTRATO DE FORNECIMENTO 1 CÂMARA MUNICIPAL MINUTA DE CONTRATO DE FORNECIMENTO Proc. n.º 22/2014-DPO/SP RECOLHA E TRANSPORTE DE RESÍDUOS SÓLIDOS URBANOS, LIMPEZA URBANA E LAVAGEM, DESINFEÇÃO E MANUTENÇÃO DE CONTENTORES, NO MUNICÍPIO

Leia mais

Acordo quadro para a prestação de serviços de consultadoria, desenvolvimento e manutenção de software

Acordo quadro para a prestação de serviços de consultadoria, desenvolvimento e manutenção de software Acordo quadro para a prestação de serviços de consultadoria, desenvolvimento e manutenção de software PROGRAMA DE CONCURSO Janeiro de 2013 ÍNDICE CAPÍTULO I OBJETO E ÂMBITO DO CONCURSO... 3 Artigo 1.º

Leia mais

Formação de funcionários administrativos dos centros do IST

Formação de funcionários administrativos dos centros do IST Formação de funcionários administrativos dos centros do IST Iria Fernandes Rogério Colaço Lisboa, 26 de Fevereiro de 2014 Anfiteatro PA3 Procedimento em que a entidade adjudicante convida diretamente uma

Leia mais

CADERNO DE ENCARGOS AQUISIÇÃO DE SERVIÇOS DE MANUTENÇÃO PREVENTIVA E CORRETIVA PARA AS INSTALAÇÕES DA DGSS PARTE I CÁUSULAS JURÍDICAS

CADERNO DE ENCARGOS AQUISIÇÃO DE SERVIÇOS DE MANUTENÇÃO PREVENTIVA E CORRETIVA PARA AS INSTALAÇÕES DA DGSS PARTE I CÁUSULAS JURÍDICAS CADERNO DE ENCARGOS AQUISIÇÃO DE SERVIÇOS DE MANUTENÇÃO PREVENTIVA E CORRETIVA PARA AS INSTALAÇÕES DA DGSS Referência: Manutenção das instalações - DGSS/2014 PARTE I CÁUSULAS JURÍDICAS Cláusula 1ª Objeto

Leia mais

O Caso SPMS -Plataforma única de compras na Saúde

O Caso SPMS -Plataforma única de compras na Saúde O Caso SPMS -Plataforma única de compras na Saúde Lisboa, 22 de Setembro de 2015 Laura Raposo Ideia das compras públicas Portaria n.º 227/2014, de 6 de novembro Complementar o regime jáprevisto na Portaria

Leia mais

Procedimento por Prévia Qualificação com Seleção. Caderno de Encargos. para celebração de contrato de. Empreitada do Centro de Saúde da Nazaré

Procedimento por Prévia Qualificação com Seleção. Caderno de Encargos. para celebração de contrato de. Empreitada do Centro de Saúde da Nazaré Procedimento por Prévia Qualificação com Seleção Caderno de Encargos para celebração de contrato de Empreitada do Centro de Saúde da Nazaré Página 1! de! 6 Capítulo I Disposições gerais Cláusula 1.ª -

Leia mais

CONTRATO N.º 74 FORNECIMENTO DE CATETER DE ABLAÇÃO RENAL

CONTRATO N.º 74 FORNECIMENTO DE CATETER DE ABLAÇÃO RENAL CONTRATO N.º 74 FORNECIMENTO DE CATETER DE ABLAÇÃO RENAL Entre Hospital Garcia de Orta, E.P.E., com sede na Av. Torrado da Silva, Pragal, 2801-951 Almada, pessoa colectiva n.º 506 361 470, registada na

Leia mais

CADERNO DE ENCARGOS AQUISIÇÃO DE CLORIDRATO DE METADONA PARA O ANO DE CONCURSO PUBLICO Ref.ª 64/2018

CADERNO DE ENCARGOS AQUISIÇÃO DE CLORIDRATO DE METADONA PARA O ANO DE CONCURSO PUBLICO Ref.ª 64/2018 CADERNO DE ENCARGOS AQUISIÇÃO DE CLORIDRATO DE METADONA PARA O ANO DE 2018 CONCURSO PUBLICO Ref.ª 64/2018 1 / 11 ÍNDICE DISPOSIÇÕES JURÍDICAS... 4 Identificação do Contraente Público... 4 Objeto... 4 Vigência

Leia mais

CONVOCATÓRIA ORDEM DE TRABALHOS:

CONVOCATÓRIA ORDEM DE TRABALHOS: THE NAVIGATOR COMPANY, S.A. Sociedade aberta Capital - 717.500.000,00 Pessoa colectiva n.º 503025798 Matriculada na Conservatória do Registo Comercial de Setúbal Sede - Península da Mitrena, freguesia

Leia mais

Programa do Procedimento

Programa do Procedimento Direção Nacional Unidade Orgânica de Logística e Finanças Departamento de Logística Programa do Procedimento Concurso Público n.º 21/DAC/2013 Aquisição de dois cinemómetros de controlo de velocidade Programa

Leia mais

Anexo I Contrato-Tipo de Participação no BPnet. CONTRATO DE PARTICIPAÇÃO NO BPnet

Anexo I Contrato-Tipo de Participação no BPnet. CONTRATO DE PARTICIPAÇÃO NO BPnet Anexo à Instrução nº 30/2002 Anexo I Contrato-Tipo de Participação no BPnet CONTRATO DE PARTICIPAÇÃO NO BPnet No âmbito do BPnet é estabelecido entre o BANCO DE PORTUGAL, pessoa colectiva de direito público

Leia mais

Título de injunção europeu

Título de injunção europeu PATRÍCIA PINTO ALVES Título de injunção europeu VERBO jurídico VERBO jurídico Título de injunção europeu: 2 Título de injunção europeu PATRÍCIA PINTO ALVES Mestre em Direito pela Escola de Direito da Universidade

Leia mais

sobre procedimentos de gestão de reclamações relativas a alegadas infrações à Segunda Diretiva dos Serviços de Pagamento

sobre procedimentos de gestão de reclamações relativas a alegadas infrações à Segunda Diretiva dos Serviços de Pagamento EBA/GL/2017/13 05/12/2017 Orientações sobre procedimentos de gestão de reclamações relativas a alegadas infrações à Segunda Diretiva dos Serviços de Pagamento 1. Obrigações de cumprimento e de comunicação

Leia mais

CONTRATO DE ADESÃO AO SISTEMA DO ACERTO DE CONTAS

CONTRATO DE ADESÃO AO SISTEMA DO ACERTO DE CONTAS CONTRATO DE ADESÃO AO SISTEMA DO ACERTO DE CONTAS Condições Gerais do Contrato de Adesão ao Sistema do Acerto de Contas O presente Contrato é celebrado ao abrigo das normas legais, regulamentares e procedimentais

Leia mais

MANUAL ACORDO QUADRO COMBUSTIVEIS RODOVIÁRIOS

MANUAL ACORDO QUADRO COMBUSTIVEIS RODOVIÁRIOS Fundamentos do Acordo Quadro MANUAL ACORDO QUADRO COMBUSTIVEIS RODOVIÁRIOS 2.1.1 Objecto e constituição de lotes O acordo quadro estabelece as condições jurídicas, técnicas e económicas para a aquisição

Leia mais

MUNICÍPIO DE CUBA Câmara Municipal

MUNICÍPIO DE CUBA Câmara Municipal MUNICÍPIO DE CUBA Câmara Municipal CADERNO DE ENCARGOS Cessão da Exploração do Estabelecimento de Bebidas Bar das Piscinas Municipais Descobertas de Cuba I PARTE CLÁUSULAS GERAIS Artº. 1º Âmbito de aplicação

Leia mais

MINUTA DE CONTRATO-PROGRAMA

MINUTA DE CONTRATO-PROGRAMA MINUTA DE CONTRATO-PROGRAMA (n.º 4 do art.º 23.º do D.L. n.º 57/2016, de 29 de agosto) Entre: 1) A FUNDAÇÃO PARA A CIÊNCIA E A TECNOLOGIA, I.P., NIPC 503904040, pessoa coletiva de direito público, com

Leia mais

CONCURSO Nº 2/DGS/2017

CONCURSO Nº 2/DGS/2017 CONCURSO Nº 2/DGS/2017 VENDA DE UMA MORADIA NO BAIRRO DA MADRE DE DEUS CONCELHO DE LISBOA REGULAMENTO ÍNDICE 1. Objeto do concurso 2. Consulta do processo 3. Concorrentes 4. Visita ao imóvel 5. Caracterização

Leia mais

CONVITE PARA A APRESENTAÇÃO DE PROPOSTAS DESIGNAÇÃO DO PROCEDIMENTO: AJUSTE DIRECTO

CONVITE PARA A APRESENTAÇÃO DE PROPOSTAS DESIGNAÇÃO DO PROCEDIMENTO: AJUSTE DIRECTO AJUSTE DIRECTO (Alínea a) do n.º 1 do artigo 20.º do Código de contratação Pública, aprovado pelo D.L. n.º 18/2008, de 29 de janeiro, na sua atual redação doravante designado por CCP) CONVITE PARA A APRESENTAÇÃO

Leia mais

CADERNO DE ENCARGOS Procedimento pré-contratual n.º 10MUNAMM16 Fornecimento de refeições para o ensino básico correspondente ao ano letivo 2016/2017

CADERNO DE ENCARGOS Procedimento pré-contratual n.º 10MUNAMM16 Fornecimento de refeições para o ensino básico correspondente ao ano letivo 2016/2017 Procedimento pré-contratual n.º 10MUNAMM16 Fornecimento de refeições para o ensino básico correspondente ao ano letivo 2016/2017 Outubro 2016 Pág. 01 Capítulo 1 Disposições Gerais Cláusula 1.ª Objeto O

Leia mais

Reditus Sociedade Gestora de Participações Sociais, S.A. Sociedade anónima com o capital aberto ao investimento público

Reditus Sociedade Gestora de Participações Sociais, S.A. Sociedade anónima com o capital aberto ao investimento público Reditus Sociedade Gestora de Participações Sociais, S.A. Sociedade anónima com o capital aberto ao investimento público Sede: Av. 5 de Outubro, n.º 125, Loja 2, 1050-052 Lisboa Capital Social de 73.193.455,00

Leia mais

BEST Banco Electrónico de Serviço Total, S.A. Praça Marquês de Pombal, 3 3º, Lisboa. Telefone: (dias úteis, das 8h às 22h)

BEST Banco Electrónico de Serviço Total, S.A. Praça Marquês de Pombal, 3 3º, Lisboa. Telefone: (dias úteis, das 8h às 22h) A. ELEMENTOS DE IDENTIFICAÇÃO 1. Identificação da instituição de crédito 1.1. Denominação 1.2. Endereço 1.3. Contactos BEST Banco Electrónico de Serviço Total, S.A. Praça Marquês de Pombal, 3 3º, 1250-161

Leia mais

Concurso limitado por prévia qualificação para a celebração de acordo quadro para a prestação de serviços de comunicações de voz e dados em local fixo

Concurso limitado por prévia qualificação para a celebração de acordo quadro para a prestação de serviços de comunicações de voz e dados em local fixo Concurso limitado por prévia qualificação para a celebração de acordo quadro para a prestação de serviços de comunicações de voz e dados em local fixo CADERNO DE ENCARGOS ANCP Setembro de 2009 Índice PARTE

Leia mais

Orientações EBA/GL/2015/

Orientações EBA/GL/2015/ EBA/GL/2015/19 19.10.2015 Orientações sobre as notificações de passaporte de intermediários de crédito que intervenham em operações de crédito abrangidas pela Diretiva de Crédito Hipotecário 1 1. Obrigações

Leia mais

MANUAL DE PROCEDIMENTOS - ARRENDAMENTO JOVEM

MANUAL DE PROCEDIMENTOS - ARRENDAMENTO JOVEM MANUAL DE PROCEDIMENTOS - ARRENDAMENTO JOVEM DEPARTAMENTO DE GESTÃO IMOBILIÁRIA E PATRIMÓNIO Abril / 2018 Índice CAPÍTULO I - INTRODUÇÃO... 2 1. Âmbito e enquadramento... 2 CAPÍTULO II PROPOSTA DE ARRENDAMENTO

Leia mais

Minuta de Contrato de Adesão ao Serviço de. Interruptibilidade

Minuta de Contrato de Adesão ao Serviço de. Interruptibilidade Condições Específicas do Contrato n.º Entre (nome), com sede em (morada), com o capital social de euros, matriculada na Conservatória do Registo Comercial de, com o número único de matrícula e de pessoa

Leia mais

PROCEDIMENTOS PARA INÍCIO DA OFERTA DE REDES E SERVIÇOS DE COMUNICAÇÕES ELECTRÓNICAS

PROCEDIMENTOS PARA INÍCIO DA OFERTA DE REDES E SERVIÇOS DE COMUNICAÇÕES ELECTRÓNICAS PROCEDIMENTOS PARA INÍCIO DA OFERTA DE REDES E SERVIÇOS DE COMUNICAÇÕES ELECTRÓNICAS Introdução A Lei nº 5/2004, de 10 de Fevereiro, estabelece o regime jurídico aplicável às redes e serviços de comunicações

Leia mais

Concurso público internacional para selecção de fornecedores de papel, economato e consumíveis de impressão CADERNO DE ENCARGOS

Concurso público internacional para selecção de fornecedores de papel, economato e consumíveis de impressão CADERNO DE ENCARGOS Concurso público internacional para selecção de fornecedores de papel, economato e consumíveis de impressão CADERNO DE ENCARGOS ANCP Abril de 2008 Índice PARTE I Disposições gerais... 3 Artigo 1º Caderno

Leia mais

Acordo quadro para a contratação de serviços de gestão de frotas (AQ-GF) CADERNO DE ENCARGOS

Acordo quadro para a contratação de serviços de gestão de frotas (AQ-GF) CADERNO DE ENCARGOS Acordo quadro para a contratação de serviços de gestão de frotas (AQ-GF) CADERNO DE ENCARGOS 23 de agosto de 2017 ÍNDICE PARTE I DO ACORDO QUADRO... 3 Secção I. Disposições gerais... 3 Artigo 1.º Definições...

Leia mais

HOSPITAL DE SANTO ESPÍRITO DE ANGRA DO HEROÍSMO, E.P.E. Convenção n.º 4/2015 de 29 de Janeiro de 2015

HOSPITAL DE SANTO ESPÍRITO DE ANGRA DO HEROÍSMO, E.P.E. Convenção n.º 4/2015 de 29 de Janeiro de 2015 HOSPITAL DE SANTO ESPÍRITO DE ANGRA DO HEROÍSMO, E.P.E. Convenção n.º 4/2015 de 29 de Janeiro de 2015 CLAUSULADO TIPO DE CONVENÇÃO PARA A PRESTAÇÃO DE CUIDADOS DE SAÚDE NA ÁREA DAS ANÁLISES CLÍNICAS DIAGNÓSTICO

Leia mais

IMPOSTOS INTERNACIONAIS

IMPOSTOS INTERNACIONAIS IMPOSTOS INTERNACIONAIS G A B I N E T E E S P E C I A L I Z A D O E M I V A I N T R A C O M U N I TÁ R I O CONTRATO DE REPRESENTAÇÃO DESTAC AMEN TOS PROF ISS ION A IS EM FRANÇA (TRANSPORTE INTERNACIONAL)

Leia mais

CONVOCATÓRIA ORDEM DE TRABALHOS:

CONVOCATÓRIA ORDEM DE TRABALHOS: THE NAVIGATOR COMPANY, S.A. Sociedade aberta Capital - 500.000.000,00 Pessoa colectiva n.º 503025798 Matriculada na Conservatória do Registo Comercial de Setúbal Sede - Península da Mitrena, freguesia

Leia mais

3. Deve apresentar a sua proposta exclusivamente em papel, com um original e duas cópias. Bruxelas, 5 de abril de 2016 KT/NP/MH / - D/652/2016

3. Deve apresentar a sua proposta exclusivamente em papel, com um original e duas cópias. Bruxelas, 5 de abril de 2016 KT/NP/MH / - D/652/2016 Bruxelas, 5 de abril de 2016 KT/NP/MH / - D/652/2016 Ex.mo(a) Sr.(a) Assunto: Contrato-quadro múltiplo de prestação de serviços CDR/TL2/14/2016 Lote 1: Política de coesão Lote 2: Política urbana Lote 3:

Leia mais

Instrução n. o 2/2009 BO n. o

Instrução n. o 2/2009 BO n. o Instrução n. o 2/2009 BO n. o 2 16-02-2009 Temas Sistemas de Pagamentos Contas de Depósito à Ordem no Banco de Portugal Índice Texto da Instrução Texto da Instrução Assunto:Normas sobre abertura e movimentação

Leia mais

CAPÍTULO I. Disposições Gerais

CAPÍTULO I. Disposições Gerais NORMAS PARA A ADJUDICAÇÃO DO PRÉDIO SITO NO CARVALHAL DE AZÓIA SAMUEL ANTIGA ESCOLA DO 1º. CEB (ARTIGO MATRICIAL 986) CAPÍTULO I Disposições Gerais Artigo 1º Objeto Alienação do prédio urbano sito no lugar

Leia mais

CADERNO DE ENCARGOS AJUSTE DIRETO Nº 01/2015 FORNECIMENTO DE ENERGIA ELÉTRICA

CADERNO DE ENCARGOS AJUSTE DIRETO Nº 01/2015 FORNECIMENTO DE ENERGIA ELÉTRICA CADERNO DE ENCARGOS AJUSTE DIRETO Nº 01/2015 FORNECIMENTO DE ENERGIA ELÉTRICA Conteúdo Cláusula 1ª - Objeto do Contrato... 3 Cláusula 2ª - Contrato... 3 Cláusula 3ª - Prazo... 3 Cláusula 4ª Obrigações

Leia mais

ÍNDICE. Caderno de Encargos: Parte I Disposições Gerais. 1. Identificação do procedimento. 2. Objeto do procedimento

ÍNDICE. Caderno de Encargos: Parte I Disposições Gerais. 1. Identificação do procedimento. 2. Objeto do procedimento ÍNDICE Caderno de Encargos: Parte I Disposições Gerais 1. Identificação do procedimento 2. Objeto do procedimento 3. Locais de realização dos serviços 4. Obrigações do adjudicatário 5. Valor Base 6. Prazo

Leia mais

CÂMAI~ MUNICIPAL DE MAFRA CONDIÇÕES GERAIS PARA ALIENAÇÃO, EM HASTA PÚBLICA, DE MATERIAIS DIVERSOS, CONSIDERADOS COMO SUCATA

CÂMAI~ MUNICIPAL DE MAFRA CONDIÇÕES GERAIS PARA ALIENAÇÃO, EM HASTA PÚBLICA, DE MATERIAIS DIVERSOS, CONSIDERADOS COMO SUCATA CÂMAI~ MUNICIPAL DE MAFRA CONDIÇÕES GERAIS PARA ALIENAÇÃO, EM HASTA PÚBLICA, DE MATERIAIS DIVERSOS, CONSIDERADOS COMO SUCATA CONDIÇÕES GERAIS PARA ALIENAÇÃO POR HASTA PÚBLICA CÂMAlt~ MUNICIPAL DE MAFRA

Leia mais

3. Outros documentos

3. Outros documentos Requisitos e condições necessários à obtenção de autorização para dispensa de medicamentos ao domicílio e através da Internet por parte dos locais de venda de medicamentos não sujeitos a receita médica,

Leia mais

Aos vinte e nove dias do mês de novembro de dois mil e treze, os seguintes outorgantes:

Aos vinte e nove dias do mês de novembro de dois mil e treze, os seguintes outorgantes: CONTRATO DE FORNECIMENTO DE SERVIÇOS DE PRODUÇÃO DE DOCUMENTO DE DESIGN E ACOMPANHAMENTO DE PRODUÇÃO DE JOGO ESTRATÉGICO PARA A REDE DE CASTELOS E MURALHAS DO MONDEGO Valor: 34.000,00 Aos vinte e nove

Leia mais

CÂMARA MUNICIPAL DE NORDESTE ANÚNCIO ALIENAÇÃO EM HASTA PÚBLICA DE VEÍCULOS EM FIM DE VIDA

CÂMARA MUNICIPAL DE NORDESTE ANÚNCIO ALIENAÇÃO EM HASTA PÚBLICA DE VEÍCULOS EM FIM DE VIDA T CÂMARA MUNICIPAL DE NORDESTE ANÚNCIO ALIENAÇÃO EM HASTA PÚBLICA DE VEÍCULOS EM FIM DE VIDA 1. Identificação do concurso: Alienação em Hasta Pública de Veículos em Fim de Vida. 2. Entidade que preside

Leia mais

CONTRATO DE COMPRA DE ENERGIA ELÉTRICA UNIDADES DE MICROPRODUÇÃO

CONTRATO DE COMPRA DE ENERGIA ELÉTRICA UNIDADES DE MICROPRODUÇÃO CONTRATO DE COMPRA DE ENERGIA ELÉTRICA UNIDADES DE MICROPRODUÇÃO Entre, residente em com o número de contribuinte, adiante designado(a) abreviadamente por Produtor; e EDP Serviço Universal, S.A., com sede

Leia mais

Celbi ESTATUTOS DO AGRUPAMENTO COMPLEMENTAR DE EMPRESAS - ACE CAPÍTULO I DISPOSIÇÕES GERAIS. Artigo Primeiro (Firma)

Celbi ESTATUTOS DO AGRUPAMENTO COMPLEMENTAR DE EMPRESAS - ACE CAPÍTULO I DISPOSIÇÕES GERAIS. Artigo Primeiro (Firma) Celbi ESTATUTOS DO AGRUPAMENTO COMPLEMENTAR DE EMPRESAS - ACE CAPÍTULO I DISPOSIÇÕES GERAIS Artigo Primeiro (Firma) O Agrupamento Complementar de Empresas adoptará a denominação AFOCELCA Agrupamento Complementar

Leia mais

CÂMARA MUNICIPAL DE PONTE DE SOR CADERNO DE ENCARGOS AJUSTE DIRETO

CÂMARA MUNICIPAL DE PONTE DE SOR CADERNO DE ENCARGOS AJUSTE DIRETO CÂMARA MUNICIPAL DE PONTE DE SOR CADERNO DE ENCARGOS AJUSTE DIRETO Fornecimento do Serviço de Catering e Aluguer de Tenda para o Almoço dos Idosos do Concelho de Ponte de Sor ÍNDICE PARTE I CLÁUSULAS JURÍDICAS...

Leia mais

Assunto: Contrato-quadro múltiplo para estudos nos domínios do ambiente, das alterações climáticas, da energia e da política espacial CDR/TL1/68/2016

Assunto: Contrato-quadro múltiplo para estudos nos domínios do ambiente, das alterações climáticas, da energia e da política espacial CDR/TL1/68/2016 Bruxelas, 5 de setembro de 2016 LT/MC/IU/D1777/2016 Ex. ma Senhora, Ex. mo Senhor, Assunto: Contrato-quadro múltiplo para estudos nos domínios do ambiente, das alterações climáticas, da energia e da política

Leia mais

Cláusula Segunda Prazo O prazo para execução do presente contrato é 365 (trezentos e sessenta e cinco) dias a contra da data da consignação.

Cláusula Segunda Prazo O prazo para execução do presente contrato é 365 (trezentos e sessenta e cinco) dias a contra da data da consignação. CONTRATO DE EMPREITADA DE OBRA PÚBLICA Nº 135/2016 0103/DOM/DEM/15 REPARAÇÕES DIVERSAS DE CONSTRUÇÃO CIVIL EM ESCOLAS E JARDINS DE INFÂNCIA DO MUNICÍPIO DE OEIRAS Entre: Município de Oeiras, Pessoa Colectiva

Leia mais

REGULAMENTO DE ARRENDAMENTO DE IMÓVEIS

REGULAMENTO DE ARRENDAMENTO DE IMÓVEIS REGULAMENTO DE ARRENDAMENTO DE IMÓVEIS CAPÍTULO I DISPOSIÇÕES GERAIS Artigo 1.º Objeto O presente regulamento estabelece as normas pelas quais o Instituto de Gestão Financeira da Segurança Social, I.P.

Leia mais

Checklist de Contratação Pública

Checklist de Contratação Pública Checklist de Contratação Pública (A preencher pelo beneficiário, no GestPDR, e a verificar e completar pelo técnico responsável pela análise do pedido de apoio. Deve ser preenchida uma ficha para cada

Leia mais

CONVOCATÓRIA ORDEM DE TRABALHOS:

CONVOCATÓRIA ORDEM DE TRABALHOS: PORTUCEL, S.A. Sociedade aberta Capital - 767.500.000,00 Pessoa colectiva n.º 503025798 Matriculada na Conservatória do Registo Comercial de Setúbal Sede - Península da Mitrena, freguesia do Sado - Setúbal

Leia mais

Acordo quadro de fornecimento de combustíveis rodoviários PROGRAMA DE CONCURSO

Acordo quadro de fornecimento de combustíveis rodoviários PROGRAMA DE CONCURSO Acordo quadro de fornecimento de combustíveis rodoviários PROGRAMA DE CONCURSO ANCP 2012 Índice Artigo 1.º Tipo de procedimento, designação e objeto... 3 Artigo 2.º Entidade pública adjudicante... 4 Artigo

Leia mais

Concurso público para selecção de plataformas electrónicas para contratação pública. Programa do Concurso

Concurso público para selecção de plataformas electrónicas para contratação pública. Programa do Concurso Concurso público para selecção de plataformas electrónicas para contratação pública Programa do Concurso ANCP Novembro de 2008 Índice Artigo 1.º Objecto do concurso... 3 Artigo 2.º Entidade pública contratante...

Leia mais

CONTRATO INTERADMINISTRATIVO DE DELEGAÇÃO DE COMPETÊNCIAS NA FREGUESIA DE TAPÉUS. Pressupostos

CONTRATO INTERADMINISTRATIVO DE DELEGAÇÃO DE COMPETÊNCIAS NA FREGUESIA DE TAPÉUS. Pressupostos CONTRATO INTERADMINISTRATIVO DE DELEGAÇÃO DE COMPETÊNCIAS NA FREGUESIA DE TAPÉUS Pressupostos Com a entrada em vigor da Lei n.º 75/2013, de 12 de Setembro, estabelece-se o novo Regime Jurídico das Autarquias

Leia mais

GESTÃO ECONÓMICO - FINANCEIRO APROVISIONAMENTO

GESTÃO ECONÓMICO - FINANCEIRO APROVISIONAMENTO 1. OBJETIVO Estabelecer o fluxograma da atividade de Aprovisionamento. 2. ÂMBITO Aplica-se à atividade de Aprovisionamento de bens, serviços e empreitadas do IPVC 3. MODO DE PROCEDER 3.1 FLUXOGRAMA - PSN

Leia mais

Regulamento para a eleição dos Diretores de Departamento da Escola de Ciências da Vida e do Ambiente -ECVA-

Regulamento para a eleição dos Diretores de Departamento da Escola de Ciências da Vida e do Ambiente -ECVA- Regulamento para a eleição dos Diretores de Departamento da Escola de Ciências da Vida e do Ambiente -ECVA- Capítulo I Âmbito de aplicação e Princípios Artigo 1.º Âmbito de aplicação 1. O presente regulamento

Leia mais

EDITAL/ANUNCIO 126/2012 PROCEDIMENTO DE NEGOCIAÇÃO, COM PUBLICAÇÃO PRÉVIA DE ANÚNCIO, PARA VENDA DE 18 LOTES DE TERRENO SITOS NO CONCELHO DE CASCAIS

EDITAL/ANUNCIO 126/2012 PROCEDIMENTO DE NEGOCIAÇÃO, COM PUBLICAÇÃO PRÉVIA DE ANÚNCIO, PARA VENDA DE 18 LOTES DE TERRENO SITOS NO CONCELHO DE CASCAIS 04.04.2012 Sumário PROCEDIMENTO DE NEGOCIAÇÃO, COM PUBLICAÇÃO PRÉVIA DE ANÚNCIO, PARA VENDA DE 18 LOTES DE TERRENO, SITOS NO CONCELHO DE CASCAIS EDITAL/ANÚNCIO 126/2012 EDITAL/ANUNCIO 126/2012 PROCEDIMENTO

Leia mais

REGULAMENTO DE GESTÃO DE RECLAMAÇÕES

REGULAMENTO DE GESTÃO DE RECLAMAÇÕES Artigo 1.º - Conceito de Reclamação 1. Nos termos legais e regulamentares em vigor, entende-se por reclamação qualquer manifestação de discordância em relação a uma posição assumida pela AIG, ou de insatisfação

Leia mais

Revisor Data da Revisão Controlo de Versão. Natalia Costa, Carlos Costa 13/02/

Revisor Data da Revisão Controlo de Versão. Natalia Costa, Carlos Costa 13/02/ REGULAMENTO DE UTILIZAÇÃO DA REDE DE INFORMAÇÃO DA SAÚDE Revisor Data da Revisão Controlo de Versão Natalia Costa, Carlos Costa 13/02/2017 2.0 A Rede de Informação da Saúde (RIS) é uma rede privada multimédia

Leia mais

Processo de arbitragem

Processo de arbitragem Processo de arbitragem Demandante: A Demandada: B Árbitro único: Jorge Morais Carvalho Secretária do processo: Isabel Ferreira Sentença I Processo 1. O processo correu os seus termos em conformidade com

Leia mais

CADERNO DE ENCARGOS CP 2016/114

CADERNO DE ENCARGOS CP 2016/114 CADERNO DE ENCARGOS Acordo quadro para Prestação de Serviços de Consultadoria na área Juridica às Instituições e Serviços do Serviço Nacional de Saúde e Entidades do Ministério da Saúde CP 2016/114 ÍNDICE

Leia mais