Introdução. Importância - 70 % das rochas da crosta terrestre são formadas a partir de magma

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Introdução. Importância - 70 % das rochas da crosta terrestre são formadas a partir de magma"

Transcrição

1 MAGMATISMO

2 Introdução Importância - 70 % das rochas da crosta terrestre são formadas a partir de magma Definições Rochas ígneas = rochas formadas através da cristalização de magma Magma rocha fundida termo impreciso Magma = mistura complexa de substâncias que estão parcialmente no estado de fusão, suficiente flúida para apresentar uma mobilidade relativamente elevada. O magma é consituído de: Fração líquida = material rochoso fundido Fração sólido = minerais cristalizados, ou fragmentos de rochas Fração gasosa = elementos voláteis dissolvidos na fração líquida principalmente H 2 O e CO 2

3 O magma Ele é à origem da crosta: oceânica nas dorsais oceânicas terrestre nas zonas de subdução e nos pontos quentes ( hot spot = vulcanismo intra-placa independente do movimento das placas) Ele é a fase última de qualquer rocha pelo processo de fusão em profundidade, sob altas pressão e temperatura Ponto de partida e ponto de chegada das rochas, ele constitui o coração do ciclo das rochas A partir dele, são formadas as rochas ígneas ou magmáticas

4 O magma: composição As soluções complexas constituindo o magma podem ocupar vastos espaços, chamados câmaras magmáticas Compostos pouco voláteis (líquidos): percentagens numa faixa limitada Óxidos 60% das rochas ígneas possuem.. 99% das rochas ígneas possuem... SiO 2 de 45 á 70% 30-80% Al 2 O % 3-25% FeO- Fe 2 O 3 0-4% 0-13% MgO CaO Na 2 O K 2 O 0-4% 0-7% 2-5% 0-4% 0-25% 0-16% 0-11% 0-10%

5 O magma: composição Elementos voláteis: água, e em quantidades menores: CO 2, CO, H 2, N 2, SO 2, S 2, SO 3, HCl, H 2 S, dentro de outros Predominância de silicatos (minerais com base de silício). Tetraedro SiO 4 : isolados, cadeias, placas... Magma básicos: baixo percentagem de SiO 2, maior quantidade de tetraedros isolados magma mais flúido (menos viscoso) Magma ácidos: alto percentagem de SiO 2, maior quantidade de cadeias e placas de tetraedros magma mais viscoso (menos flúido)

6 O magma: composição A combinação entre os diferentes elementos (cristalização) obedece às leis da termodinâmica química, ocorre numa cronologia e ordem precisa Assim, o número de minerais que formam as rochas ígneas é bastante limitado Elementos alcalinos: Na + -K + Elementos alcalinos-terrosos: Ca 2+ -Mg 2+ -Fe 2+ A presença (ou valor alto) de alcalinos coindice com a ausencia (ou valor baixo) de alcalino-terroso, e vice-versa

7 O magma: cristalização Origem do magma? o MANTO, cuja composição é suposta homogênea No entanto, as rochas ígneas de composição química diferentes De onde vem esta diferenciação? DOIS processos fundamentais: 1) A cristalização fracionada 2) A fusão parcial

8 O magma: cristalização A cristalização A matéria existe sob três estados: sólido, líquido e gasoso. Os dois fatores que controlam o estado da matéria são a pressão e a temperatura. Este diagrama é chamada um diagrama de fase, neste caso da água pura H 2 O. Água ou sistema saturado em água Pressão (atmosfera) SÓLIDO Ponto de fusão a 1 atm Ponto triplo LÍQUIDO Ponto de ebulição a 1 atm VAPOR Ebulição no alto das montanhas (P menor) Temperatura ( o C)

9 O magma: cristalização Rochas Cristalização fracionada Solidificação completa

10 O magma: cristalização A cristalização Diagramas de fase foram construídos para todos os minerais Muito úteis para conhecer o estado destes minerais sob diferentes condições de pressão e temperatura (condições P-T) ocorrendo no interior da crosta terrestre e do manto. Para uma dada condição P-T, cada mineral tem o seu próprio ponto de fusão (passagem do sólido ao líquido) que também corresponde a seu ponto de cristalização (passagem do líquido ao sólido) Vários minerais da crosta terrestre cristalizam a partir de um magma.

11 O magma: cristalização A cristalização fracionada 5) Cristalização de minerais cujo ponto de cristalização corresponde a nova condição P-T 4) O magma sobe (junto os primeiros minerais) - Diminuição de P e T 3) Cristalização de minerais cujo ponto de cristalização corresponde a esta condição P-T 2) Introdução na crosta terrestre (pode subir porque material menos denso porque quente), diminuição da pressão e resfriamento progressiva 600 o C 800 o C MOHO 1200 o C 1) Temperatura do manto superior 1200oC fase líquida, não há minerais

12 O magma: cristalização A cristalização fracionada Exemplo de um magma que esfria numa câmara magmática Formação de cristais Rocha ígnea A Câmara magmática

13 O magma: cristalização A cristalização fracionada Exemplo de um magma que esfria numa câmara magmática Formação de cristais Vulcão Dike Câmara magmática secundária Rocha ígnea B Câmara magmática Rocha ígnea A

14 O magma: cristalização Série discontínua de Bowen Líquido ULTRAMÁFICO Mistura Sólido/Líquido MÁFICO INTERMEDIÁRIO FÉLSICO Sólido

15 Magma máfico O magma: cristalização O magma máfico contém minerais escuros que são silicatos de ferro e magnésio. Os minerais comuns são olivina, pirôxeno, hornblenda e amfibola. Estes minerais formam rochas como basalto ou gabro.

16 O magma: cristalização Magma intermediário Chamado também de magma andesítico. Os minerais cristalizados são hornblenda, pirôxeno, felspato, muscovita, quartz, e biotita. Rochas oriundas do magma intermédiario: sinetia, trachita

17 O magma: cristalização Magma félsico Os minerais constituintes são ricos em silica e em alumínio, geralmente de coloração clara

18 O magma: fusão parcial A fusão parcial é o mecanismo inverso da cristalização fracionada Quando uma rocha já formada (qualquer rocha) é submetida de novo às altas temperaturas, uma parte vai ser fundida, formando de novo um magma De acordo com a série de Bowen, os primeiros cristais a dereter vão ser muscovita, felspato e quartz O magma oriunda da fusão parcial será um magma félsico. Se este magma tornar a solidificar de novo, terá formação de um novo tipo de rocha (rocha félsica)

19 Rochas ígneas Classificação pela composição Rochas félsicas + originárias de magma félsico + rochas ácidas (teor de SiO 2 >52%) Exemplos: granito, riolito Rochas máficas + originárias de magma intermédiario a máfico + rochas básicas (45< teor de SiO 2 <52%) Exemplos: diorita, andesita Rochas ultramáficas + originárias de magma ultrabásico + rochas ulrabásicas (teor de SiO 2 <45%) Exemplos: gabro, basalto

20 Rochas ígneas Classificação pela textura Vulcanismo Vulcão: deus romano do fogo Magmatisma de superfície formando vulcões. Formação extrusiva das rochas. A rapidez da solidificação do magma leva a formação de rochas de textura afanítica, isto é sem cristais (matrice vitrosa) Exemplos: riolita, andesita,, basalto Plutonismo Plutão : deus romano dos infernos subterrâneas Magmatismo subterrâneo formando plutões. Formação intrusiva das rochas. A lenta solidificação do magma leva a formação de rochas de textura fanerítica, com cristais distintos ao olho nú) Exemplos: granito, diorito, gabro

21 Rochas ígneas - resumo Felspato-K Quartz Plagioclase Olivina Pirôxeno ORIGEM TEXTURA Biotita Amfibola EXTRUSIVA Afanítica RIOLITA ANDESITA BASALTO INTRUSIVA Fanerítica GRANITA DIORITA GABRO PERIDOTITA Félsico Intermediário Máfico Ultramáfico

22 Rochas ígneas - resumo EXTRUSIVA INTRUSIVA Afanítica RIOLITA ANDESITA BASALTO Félsico Intermediário Máfico Ultramáfico Fanerítica GRANITA DIORITA GABRO PERIDOTITA

23 Localização do magmatismo e das rochas ígneas Magmatismo de dorsal/rift Magmatismo de subducção Magmatismo de ponto quente

24 Magmatismo de dorsal Lava basáltica Cristalização fracionada nas paredes Convecção Estratificação Fusão parcial da peridotita

25 Magmatismo de dorsal Dorsais oceânicas: zonas muito importantes onde ocorre o magmatisme. A litosfera se genera perpetualmente Tem fusão parcial do manto, formado de peridotita, devido ao acúmulo de calor abaixo da dorsal. Índices indiretos da origem do magma: Grandes cadeias de montanhas onde podem ser achados fragmentos de litosfera oceânica (ofiólitos). Na base destes fragmentos, acha-se peridotitas. Composition química da crosta oceânica. A fusão parcial das peridotitas explica esta composição.

26 Magmatismo de dorsal Lava basáltica (máfica) Sequência ofiolítica Basalto Crosta oceânica km Cristalização fracionada nas paredes Magma máfico Estratificação Complexo em filão Gabro massivo MOHO Manto Fusão parcial da peridotita (rocha ultramáfica Cumulado estratificado Peridotita

27 Magmatismo de dorsal 3 km Basalto (Rocha vulcânica) 15 km Complexo em filão (Rocha plutônica)

28 15 km Complexo em filão Gabro litificado (Rocha plutônica) 27 km Peridotita foliada (MANTO)

29 Magmatismo de zona de subducção Arco insular Sedimentos ricos em SiO 2 Magma intermediário Lavas andesíticas Lavas basálticas Magma máfico Fusão parcial de peridotitas +crosta +sedimentos

30 Magmatismo de zona de subducção Arco continental Lavas andesíticas a riolítica Magma intermediário Estoque granítico Basalto de planalto Prismo de acrecção Sedimentos Fusão parcial de peridotitas +crosta +sedimentos Magma máfico

31 1- Misturas de magmas: o magma de origem mantélica provoque durante sua ascensão um aumento da temperatura na base da crosta. Isto pode levar a fusão parcial da crosta. Os magmas oriundos do manto e da base da crosta se misturam Crosta 2- Incorporação de elementos químicos da crosta e do manto atravessados Fenômeno de contaminação. Na presença de uma crosta oceânica, as rochas formadas são menos ricas em silício do que na presença de uma crosta continental espessa Manto Substrato do arco 3- Fusão parcial do manto. Formação de um magma basáltico e/ou andesítico 4- Transferência de flúidos no manto. 5- Desidratação da crosta afundando. Sedimentos (1) Basaltos (2) Gabros (3) Manto + crosta Litosfera afundando Profundidade (km)

32 Magmatismo de ponto quente O magmatismo de ponto quente é responsável pela formação dos vulções intraplacas, principalmente dos vulcões intraplacas oceânicos, como aqueles do Pacífico. Lava andesítica Litosfera Astenosfera Magma máfico

UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESPÍRITO SANTO CENTRO DE CIÊNCIAS AGRÁRIAS E ENGENHARIAS DEPARTAMENTO DE PRODUÇÃO VEGETAL. DPV 053 Geologia e Pedologia

UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESPÍRITO SANTO CENTRO DE CIÊNCIAS AGRÁRIAS E ENGENHARIAS DEPARTAMENTO DE PRODUÇÃO VEGETAL. DPV 053 Geologia e Pedologia UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESPÍRITO SANTO CENTRO DE CIÊNCIAS AGRÁRIAS E ENGENHARIAS DEPARTAMENTO DE PRODUÇÃO VEGETAL DPV 053 Geologia e Pedologia Rochas Ígneas Alegre - ES 2017 ROCHAS ÍGNEAS Etnologia termo

Leia mais

Magmas e formação de rochas ígneas

Magmas e formação de rochas ígneas Magmas e formação de rochas ígneas O que é um magma? Um fundido (geralmente silicatado) + cristais + gases (H 2 O, CO 2 SO 2, Cl, F, etc ), que é gerado no interior da Terra, provido de mobilidade. Quando

Leia mais

GEOLOGIA GERAL GEOGRAFIA

GEOLOGIA GERAL GEOGRAFIA GEOLOGIA GERAL GEOGRAFIA Segunda 18 às 20h Quarta 20 às 22h museu IC II Aula 5 Rochas Ígneas Turma: 2016/01 Profª. Larissa Bertoldi larabertoldi@gmail.com Minerais Rochas Rochas são agregados naturais

Leia mais

AMBIENTES MAGMÁTICOS

AMBIENTES MAGMÁTICOS AMBIENTES MAGMÁTICOS DEFINIÇÃO DE MAGMA É uma mistura de compostos sólidos, líquidos e gasosos. Com o arrefecimento, os elementos químicos associam-se em cristais. A temperatura do magma ronda valores

Leia mais

ROCHAS ÍGNEAS ENG1202-LABORATÓRIO DE GEOLOGIA. Prof. Patrício Pires 20/03/2012

ROCHAS ÍGNEAS ENG1202-LABORATÓRIO DE GEOLOGIA. Prof. Patrício Pires 20/03/2012 ROCHAS ÍGNEAS ENG1202-LABORATÓRIO DE GEOLOGIA 20/03/2012 Prof. Patrício Pires patricio.pires@gmail.com Rochas Magmáticas O que é uma Rocha Magmática? O que acontece durante o arrefecimento e cristalização

Leia mais

Resultam da consolidação ou arrefecimento do magma

Resultam da consolidação ou arrefecimento do magma Resultam da consolidação ou arrefecimento do magma Resultam da consolidação ou arrefecimento do magma mistura rochas em fusão com uma % de gases variável Principais elementos: SILICATOS 800 1500ºC O que

Leia mais

Agregados de minerais

Agregados de minerais Mineral Substância natural, formada em contextos geológicos (ou biológicos), sólida, com estrutura cristalina, composição química definida e propriedades físicas específicas Definição 1 Hematite (Fe2O3)

Leia mais

Magmas e formação de rochas ígneas

Magmas e formação de rochas ígneas Magmas e formação de rochas ígneas Consultar também a apresentação prática Relatório Petrografia (ígneas) e os temas da Estrutura da Terra e da Tectónica de Placas para ficar com uma boa ideia de conjunto,

Leia mais

Magmas e formação de rochas ígneas

Magmas e formação de rochas ígneas Magmas e formação de rochas ígneas Consultar também a apresentação prática sobre rochas ígneas e os temas da Estrutura da Terra e da Tectónica de Placas para ficar com um boa ideia de conjunto, da escala

Leia mais

Magmatismo e rochas magmáticas. Hélder Giroto Paiva - Escola Portuguesa do Lubango

Magmatismo e rochas magmáticas. Hélder Giroto Paiva - Escola Portuguesa do Lubango Magmatismo e rochas magmáticas Hélder Giroto Paiva - Escola Portuguesa do Lubango O ciclo litológico Definição de magma Material de origem profunda formado por uma mistura complexa de silicatos fundidos,

Leia mais

AGG00209 INTRODUÇÃO A PETROFÍSICA QUESTIONÁRIO 1 MINERAIS E ROCHAS

AGG00209 INTRODUÇÃO A PETROFÍSICA QUESTIONÁRIO 1 MINERAIS E ROCHAS AGG00209 INTRODUÇÃO A PETROFÍSICA QUESTIONÁRIO 1 MINERAIS E ROCHAS 1) Qual das sentenças abaixo é verdadeira? a) Os minerais originam-se e são destruídos por reações químicas. b) A maior parte dos minerais

Leia mais

Unidade 3. Geologia, problemas e materiais do quotidiano. Capitulo 2. Processos e materiais geológicos importantes em ambientes terrestres.

Unidade 3. Geologia, problemas e materiais do quotidiano. Capitulo 2. Processos e materiais geológicos importantes em ambientes terrestres. Unidade 3 Geologia, problemas e materiais do quotidiano Capitulo 2 Processos e materiais geológicos importantes em ambientes terrestres. Aula Nº 74 24 Abr 09 Prof: Ana Capelo O QUE É O CICLO DAS ROCHAS?

Leia mais

ESTRUTURA DA TERRA. Descontinuidade de Mohorovicic Maior velocidade das ondas sísmicas abaixo do contato. Astenosfera

ESTRUTURA DA TERRA. Descontinuidade de Mohorovicic Maior velocidade das ondas sísmicas abaixo do contato. Astenosfera ESTRUTURA DA TERRA 5 km 100 km 30 km Espessura 600 km móvel 80 km em média granito Formação do campo magnético basalto 1200 o C 3000 kg/m 2700 kg/m 3350 kg/m3 3 3 Litosfera Astenosfera Descontinuidade

Leia mais

Ø As rochas sedimentares quimiogénicas resultam da precipitação de substâncias que se encontram dissolvidas na água.

Ø As rochas sedimentares quimiogénicas resultam da precipitação de substâncias que se encontram dissolvidas na água. Ø As rochas sedimentares quimiogénicas resultam da precipitação de substâncias que se encontram dissolvidas na água. Calcário Salgema Ä A precipitação é essencialmente desencadeada por variação da temperatura

Leia mais

Magmatismo rochas magmáticas

Magmatismo rochas magmáticas Magmatismo rochas magmáticas Magma Uma definição de magma: Material de origem profunda, formado por uma mistura complexa de silicatos em fusão, entre 800 e 1500ºC, com uma percentagem variável de gases

Leia mais

LITOSFERA SIMA SIAL. Litosfera (crosta): camada rochosa da Terra (até 70 km de profundidade).

LITOSFERA SIMA SIAL. Litosfera (crosta): camada rochosa da Terra (até 70 km de profundidade). ESTRUTURA GEOLÓGICA ESTRUTURA DA TERRA LITOSFERA SIMA SIAL Litosfera (crosta): camada rochosa da Terra (até 70 km de profundidade). DESCONTINUIDADE DE MOHOROVICIC Limite entre a Litosfera e o manto MANTO

Leia mais

Diferenciação magmática

Diferenciação magmática Diferenciação magmática Um só tipo de magma pode originar diferentes tipos de rochas, porque: > O magma é uma mistura complexa de substâncias minerais; > A cristalização desses minerais ocorre a temperaturas

Leia mais

Apêndice VIII Teste diagnóstico da componente de Geologia. Formação das Rochas Magmáticas

Apêndice VIII Teste diagnóstico da componente de Geologia. Formação das Rochas Magmáticas O TRABALHO LABORATORIAL SEGUNDO A APRENDIZAGEM BASEADA NA RESOLUÇÃO DE PROBLEMAS: CONSTRUÇÃO DE ÁRVORES FILOGENÉTICAS E ESTUDO DA FORMAÇÃO E EVOLUÇÃO DOS MAGMAS 1 Apêndice VIII Teste diagnóstico da componente

Leia mais

Universidade Federal do Paraná Departamento de Construção Civil. Universidade Federal do Paraná Departamento de Construção Civil

Universidade Federal do Paraná Departamento de Construção Civil. Universidade Federal do Paraná Departamento de Construção Civil Rochas Magmáticas 1 Rochas É um agregado natural de um ou mais minerais, ou vidro vulcânico, ou ainda matéria orgânica, e que faz parte importante da crosta sólida da Terra 2 1 Classificação das rochas

Leia mais

Revisão sobre Rochas e Minerais. Sheila R. Santos 1

Revisão sobre Rochas e Minerais. Sheila R. Santos 1 Revisão sobre Rochas e Minerais 1 Definição de rocha: Corpos sólidos naturais que contém um ou mais minerais. Uma determinada rocha é sempre composta de um agregado de minerais com padrão definido, formados

Leia mais

Magmatismo e rochas Magmáticas Susana Prada. Modo de jazida das rochas magmáticas. Rochas magmáticas: resultam da consolidação do magma

Magmatismo e rochas Magmáticas Susana Prada. Modo de jazida das rochas magmáticas. Rochas magmáticas: resultam da consolidação do magma Magmatismo e rochas Magmáticas Susana Prada Rochas magmáticas: resultam da consolidação do magma Magma: mistura de rocha fundida, gases dissolvidos (H 2 O, CO 2, SO 4, etc) e cristais (que não chegaram

Leia mais

Estrutura Interna da Terra

Estrutura Interna da Terra Estrutura Interna da Terra Rochas Ígneas As rochas ígneas são um tipo rochoso formado pela pressão e calor intenso que ocorre dentro do nosso planeta. Elas derretem devido às temperaturas muito altas

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO VALE DO SÃO FRANCISCO UNIVASF CAMPUS SERRA DA CAPIVARA COLEGIADO DE CIÊNCIAS DA NATUREZA CCINAT.

UNIVERSIDADE FEDERAL DO VALE DO SÃO FRANCISCO UNIVASF CAMPUS SERRA DA CAPIVARA COLEGIADO DE CIÊNCIAS DA NATUREZA CCINAT. UNIVERSIDADE FEDERAL DO VALE DO SÃO FRANCISCO UNIVASF CAMPUS SERRA DA CAPIVARA COLEGIADO DE CIÊNCIAS DA NATUREZA CCINAT Rochas Ígneas Referências Cap. 16 - Decifrando a Terra Cap. 4 Para entender a Terra

Leia mais

CONSOLIDAÇÃO DE MAGMAS

CONSOLIDAÇÃO DE MAGMAS CONSOLIDAÇÃO DE MAGMAS Prof. Ana Rita Rainho Condições de Texturas das rochas magmáticas Consoante as condições de arrefecimento do magma, o grau de desenvolvimento dos cristais é diferente. Fanerítica

Leia mais

Conteúdo: Aula 1: Rochas e minerais: o que são? Tipos de rocha. Aula 2: O solo. FORTALECENDO SABERES APRENDER A APRENDER CONTEÚDO E HABILIDADES

Conteúdo: Aula 1: Rochas e minerais: o que são? Tipos de rocha. Aula 2: O solo. FORTALECENDO SABERES APRENDER A APRENDER CONTEÚDO E HABILIDADES A Conteúdo: Aula 1: Rochas e minerais: o que são? Tipos de rocha. Aula 2: O solo. 2 A Habilidades: Aula 1: Entender o que são rochas e como elas se formam. Saber diferenciar as rochas de acordo com os

Leia mais

INTEMPERISMO. Intemperismo físico. Intemperismo Químico

INTEMPERISMO. Intemperismo físico. Intemperismo Químico O ciclo das Rochas INTEMPERISMO É um conjunto de fenômenos físicos e químicos que levam à transformação das Rochas que estão na superfície da terra e ocorrem In Situ, ou seja sem haver deslocamento do

Leia mais

A GEOLOGIA, OS GEÓLOGOS E OS SEUS MÉTODOS

A GEOLOGIA, OS GEÓLOGOS E OS SEUS MÉTODOS Escola Portuguesa do Lubango Biologia Geologia (10º ano) A GEOLOGIA, OS GEÓLOGOS E OS SEUS MÉTODOS As rochas, arquivos que relatam a história da Terra Ciclo das rochas Hélder Giroto Paiva As rochas - arquivos

Leia mais

ROCHAS ÍGNEAS. Identificação Macroscópica

ROCHAS ÍGNEAS. Identificação Macroscópica ROCHAS ÍGNEAS Identificação Macroscópica RECONHECER DESCREVER CLASSIFICAR ROCHAS ÍGNEAS RELATÓRIO DE PETROGRAFIA Quais os parâmetros a considerar na descrição/classificação de uma rocha ígnea? A. Estrutura

Leia mais

Agrupamento de Escolas da Sertã

Agrupamento de Escolas da Sertã Agrupamento de Escolas da Sertã Direcção Regional de Educação do Centro Ficha de trabalho - Ciências Naturais Ano Lectivo: 2010/11 Ano de Escolaridade: 7 º Ano Aluno: N.º: Turma: Data: / / 1. Estabelece

Leia mais

GEOLOGIA PARA ENGENHARIA CIVIL MINERAIS E ROCHAS: ROCHAS ÍGNEAS E SEDIMENTARES

GEOLOGIA PARA ENGENHARIA CIVIL MINERAIS E ROCHAS: ROCHAS ÍGNEAS E SEDIMENTARES GEOLOGIA PARA ENGENHARIA CIVIL MINERAIS E ROCHAS: ROCHAS ÍGNEAS E SEDIMENTARES Prof. Dr. Daniel Caetano 2012-1 Objetivos Conhecer os tipos de rocha Compreender a formação das rochas ígneas e sedimentares

Leia mais

Revisão sobre Rochas e Minerais

Revisão sobre Rochas e Minerais Revisão sobre Rochas e Minerais Quando conhecemos melhor as pedras, elas deixam de ser simples objetos inanimados e transformam-se em pequenos capítulos da história do planeta Terra e da nossa própria

Leia mais

GEOLOGIA E GEOMORFOLOGIA:ESTRUTURA GEOLÓGICA, TIPOS DE ROCHAS E RECURSOS MINERAIS. MÓDULO 04 GEOGRAFIA I

GEOLOGIA E GEOMORFOLOGIA:ESTRUTURA GEOLÓGICA, TIPOS DE ROCHAS E RECURSOS MINERAIS. MÓDULO 04 GEOGRAFIA I GEOLOGIA E GEOMORFOLOGIA:ESTRUTURA GEOLÓGICA, TIPOS DE ROCHAS E RECURSOS MINERAIS. MÓDULO 04 GEOGRAFIA I COMPOSIÇÃO INTERNA DO PLANETA COMPOSIÇÃO INTERNA DO PLANETA NÚCLEO temperaturas que ultrapassam

Leia mais

TECTÔNICA DE PLACAS. Ajuste Geométrico dos Continentes. eologia e Paleontologia Combinadas em Lados Opostos do Atlantico

TECTÔNICA DE PLACAS. Ajuste Geométrico dos Continentes. eologia e Paleontologia Combinadas em Lados Opostos do Atlantico TECTÔNICA DE PLACAS Podemos simplificar três hipóteses, que deram origem efetivamente, a Teoria da Tectônica de Placas: Primeira hipótese: Deriva Continental: Em 1915 Wegener ao publicar o livro Origin

Leia mais

CIÊNCIAS O CICLO DAS ROCHAS

CIÊNCIAS O CICLO DAS ROCHAS Texto para estudo CIÊNCIAS O CICLO DAS ROCHAS A Terra é um planeta vivo e seus continentes estão em constante movimento, devido à dissipação de calor do interior do planeta. A geologia é a ciência que

Leia mais

Aula 3 - Petrologia das rochas ígneas ou magmáticas

Aula 3 - Petrologia das rochas ígneas ou magmáticas Aula 3 - Petrologia das rochas ígneas ou magmáticas Tipos de Magmas Tipos de Magmas Tipo de Magma Viscosidade Teor de Sílica Ocorrência Basáltico Baixa (muito fluido) 50% 80% Andesítico Média 60% 10% Riolítico

Leia mais

A estrutura da Terra. Prof. Eder C. Molina IAGUSP.

A estrutura da Terra. Prof. Eder C. Molina IAGUSP. 1 Prof. Eder C. Molina IAGUSP http://www.iag.usp.br/~eder/deriv.ppt 2 Raio médio: 6.371 km Densidade média: 5,5 g cm -3 Massa: 5,976 x10 24 kg Temperatura superficial média: 15 o C Pressão atmosférica

Leia mais

Apostila de Geografia 07 Noções de Geologia

Apostila de Geografia 07 Noções de Geologia 1.0 Geosfera Apostila de Geografia 07 Noções de Geologia Meios de estudo da estrutura interna da Terra: Diretos: Afloramentos rochosos à superfície. Vulcanismo. Sondagens. Geotermia. Indiretos: Magnetismo.

Leia mais

2. A figura 2 representa, de modo esquemático, um fenómeno físico que pode ocorrer numa câmara magmática.

2. A figura 2 representa, de modo esquemático, um fenómeno físico que pode ocorrer numa câmara magmática. Disciplina de Biologia e Geologia (Ano ) º ANO Ficha de Avaliação Formativa Tema IV de Geologia (Correcção) Nome: Nº: Turma: Leia com atenção e responda sucintamente às questões que se seguem!. A diferenciação

Leia mais

ROCHAS MAGMÁTICAS OU ÍGNEAS

ROCHAS MAGMÁTICAS OU ÍGNEAS TIPOS DE ROCHAS ROCHAS MAGMÁTICAS OU ÍGNEAS Na história geológica da Terra, lentamente o magma resfriou e solidificou, formando as primeiras rochas magmáticas. As rochas magmáticas dividem-se em dois grupos:

Leia mais

PROVAS ESPECIALMENTE ADEQUADAS DESTINADAS A AVALIAR A CAPACIDADE PARA A FREQUÊNCIA DO ENSINO SUPERIOR DOS MAIORES DE 23 ANOS GEOLOGIA.

PROVAS ESPECIALMENTE ADEQUADAS DESTINADAS A AVALIAR A CAPACIDADE PARA A FREQUÊNCIA DO ENSINO SUPERIOR DOS MAIORES DE 23 ANOS GEOLOGIA. PROVAS ESPECIALMENTE ADEQUADAS DESTINADAS A AVALIAR A CAPACIDADE PARA A FREQUÊNCIA DO ENSINO SUPERIOR DOS MAIORES DE 23 ANOS GEOLOGIA Nome: BI: Classificação: CHAMADA DE ATENÇÃO: Esta prova é constituída

Leia mais

Geoquímica do Manto 15/10/2012. Geoquímica de Rochas Características

Geoquímica do Manto 15/10/2012. Geoquímica de Rochas Características Características Geoquímica do Manto Dados sísmicos: camada sólida, de composição silicática, Corresponde a 83% do volume da Terra e 67% de sua massa, Dividido em duas grandes regiões: superior e inferior.

Leia mais

Sistemas de classificação e nomenclatura das rochas ígneas. Antonio Liccardo

Sistemas de classificação e nomenclatura das rochas ígneas. Antonio Liccardo Sistemas de classificação e nomenclatura das rochas ígneas Antonio Liccardo Magma Lava - Havaí Paricutín - México Magma É uma rocha fundida (altas T: 700 até 1.200 C. Tem consistência pastosa e mobilidade

Leia mais

Estrutura geológica e formas de relevo. Professora: Jordana Costa

Estrutura geológica e formas de relevo. Professora: Jordana Costa Estrutura geológica e formas de relevo Professora: Jordana Costa Estrutura Geológica O tipo de terreno de um lugar (sua origem e as rochas que o compõem) constitui a sua estrutura geológica. Sua importância

Leia mais

Ainda não compreendemos totalmente como é constituído e como funciona o interior do nosso planeta.

Ainda não compreendemos totalmente como é constituído e como funciona o interior do nosso planeta. Ainda não compreendemos totalmente como é constituído e como funciona o interior do nosso planeta. Os dados que permitem conhecer o interior da Terra podem ser obtidos de forma direta, através de métodos

Leia mais

Serão as Rochas e os Minerais o mesmo? As rochas são constituídas por minerais.

Serão as Rochas e os Minerais o mesmo? As rochas são constituídas por minerais. Serão as Rochas e os Minerais o mesmo? As rochas são constituídas por minerais. Substância natural e inorgânica, com propriedades físicas e químicas definidas. Por exemplo o Quartzo pode formar-se em diversas

Leia mais

Classificação das Rochas

Classificação das Rochas Classificação das Rochas Oliveira, Francisco Sérgio Silva de. O48c Classificação das rochas / Francisco Sérgio Silva de Oliveira. Varginha, 2015. 54 slides; il. Sistema requerido: Adobe Acrobat Reader

Leia mais

Introdução a Mineralogia e Geologia Geral

Introdução a Mineralogia e Geologia Geral Introdução a Mineralogia e Geologia Geral Eng. Civil Unime 2016.1 Slide 01-02 Unidade II Rochas ígneas: Sólidos que se formaram de Líquidos Prof. Corey Lauro de Freitas, Maio, 2016. Chapter 5 : Rocks from

Leia mais

Estrutura da Terra e Tectônica de Placas

Estrutura da Terra e Tectônica de Placas Estrutura da Terra e Tectônica de Placas Terremoto Japão março 2011 Tsunami Japão março 2011 Decifrando a Terra Teixeira, Toledo, Fairchild & Taioli Ed.Oficina de Textos Para Entender a Terra Press, Siever,

Leia mais

A Terra é constituída basicamente de três camadas: Crosta, Manto e Núcleo.

A Terra é constituída basicamente de três camadas: Crosta, Manto e Núcleo. Estrutura da Terra A Terra é constituída basicamente de três camadas: Crosta, Manto e Núcleo. Crosta Crosta - Camada superficial sólida que circunda a Terra. A crosta (que forma a maior parte da litosfera,

Leia mais

GEOQUÍMICA DO SOLO DEFINIÇÃO:

GEOQUÍMICA DO SOLO DEFINIÇÃO: GEOQUÍMICA DO SOLO DEFINIÇÃO: Ciência que se dedica ao estudo do solo e de suas relações com as demais esferas geoquímicas (pedosfera, atmosfera, hidrosfera, litosfera e biosfera). Nos ecossistemas terrestres...

Leia mais

GEOLOGIA GERAL PROF. ROCHA

GEOLOGIA GERAL PROF. ROCHA GEOLOGIA GERAL PROF. ROCHA CAMADAS DA TERRA CAMADAS DA TERRA A crosta e as rochas A crosta é formada por rochas e minerais. As rochas são agrupamentos de minerais: Minerais são elementos ou compostos

Leia mais

ESTRUTURA GEOLÓGICA E AS FORMAS DE RELEVO

ESTRUTURA GEOLÓGICA E AS FORMAS DE RELEVO ESTRUTURA GEOLÓGICA E AS FORMAS DE RELEVO ROCHAS: Aglomerado de um ou mais minerais ÍGNEAS OU MAGMÁTICAS (cristalinas) - intrusivas ou plutônicas - extrusivas ou vulcânicas SEDIMENTARES - detríticas -

Leia mais

Rochas e Minerais Ciências Naturais 6º ano Lígia Palácio / Maio

Rochas e Minerais Ciências Naturais 6º ano Lígia Palácio / Maio Rochas e Minerais Ciências Naturais 6º ano Lígia Palácio / Maio 2016 http://www.sott.net/image/image/872/crystal-cave-1.jpg Mineral Substância natural, inorgânica, de composição química especifica e de

Leia mais

Metamorfismo. Roches metamórficas

Metamorfismo. Roches metamórficas METAMORFISMO Introdução - Definição Metamorfismo Processo que leva a uma modificação de mineralogia ou de textura das rochas, no estado sólido, sob o efeito da temperatura, da pressão e dos flúidos Roches

Leia mais

DECIFRANDO A FORMAÇÃO DA TERRA

DECIFRANDO A FORMAÇÃO DA TERRA DECIFRANDO A FORMAÇÃO DA TERRA QUESTÕES INICIAIS O que vocês já sabem sobre o tema? O que justifica a presença de diversos tipos de relevo na crosta terrestre? Por que estudar esse tema? O que se entende

Leia mais

As Sete Terras الا رض السبع موقع دين الا سلام. website

As Sete Terras الا رض السبع موقع دين الا سلام.  website As Sete Terras الا رض السبع [رتغايل portuguese [português - www.islamreligion.com website موقع دين الا سلام 2013-1434 Uma imagem simples da Terra e das camadas interiores. Window to the Universe (Janelas

Leia mais

DECIFRANDO A FORMAÇÃO DA TERRA

DECIFRANDO A FORMAÇÃO DA TERRA DECIFRANDO A FORMAÇÃO DA TERRA QUESTÕES INICIAIS O que vocês já sabem sobre o tema? O que justifica a presença de diversos tipos de relevo na crosta terrestre? Por que estudar esse tema? O que se entende

Leia mais

Ficha de Trabalho de Biologia e Geologia (ano 2)

Ficha de Trabalho de Biologia e Geologia (ano 2) Ficha de Trabalho de Biologia e Geologia (ano 2) Ano Lectivo: 2007/2008 Nome: Nº Turma: CT Curso: CH-CT Data: / /2008 Docente: Catarina Reis 1- A figura seguinte representa uma região imaginária, onde

Leia mais

INSTITUTO POLITÉCNICO DE BEJA PROVA ESPECÍFICA DE INGRESSO PARA O ESTUDANTE INTERNACIONAL PROVA MODELO DE BIOLOGIA E GEOLOGIA 2015

INSTITUTO POLITÉCNICO DE BEJA PROVA ESPECÍFICA DE INGRESSO PARA O ESTUDANTE INTERNACIONAL PROVA MODELO DE BIOLOGIA E GEOLOGIA 2015 INSTITUTO POLITÉCNICO DE BEJA PROVA ESPECÍFICA DE INGRESSO PARA O ESTUDANTE INTERNACIONAL PROVA MODELO DE BIOLOGIA E GEOLOGIA 2015 A prova é constituída por 20 a 30 questões de escola múltipla, selecção

Leia mais

Composição química: 74,2% de SiO 2 (rocha ácida) e mais de de Al 2 O 3, K 2 O e Na 2 O.

Composição química: 74,2% de SiO 2 (rocha ácida) e mais de de Al 2 O 3, K 2 O e Na 2 O. 1. Identificação da Equipa Escola: Equipa: Localização [Vila/cidade/distrito e país] Escola Secundária de Maximinos Gregorianos (alunos do 11º 2 e prof. Adelaide Sousa) Braga/ Braga/ Portugal 2. Caracterização

Leia mais

Ficha Formativa 10º ano - Vulcanologia 2006

Ficha Formativa 10º ano - Vulcanologia 2006 Ficha Formativa 10º ano - Vulcanologia 2006 I. Preenche as lacunas das frases seguintes, utilizando as palavras ou expressões que melhor as completam. Os vulcões são aberturas naturais na crosta terrestre

Leia mais

27/08/ CICLO DAS ROCHAS 3. CLASSIFICAÇÃO DE ROCHAS MAGMÁTICAS 2. MAGMA: CARACTERÍSTICAS E PROCESSOS DE CONSOLIDAÇÃO

27/08/ CICLO DAS ROCHAS 3. CLASSIFICAÇÃO DE ROCHAS MAGMÁTICAS 2. MAGMA: CARACTERÍSTICAS E PROCESSOS DE CONSOLIDAÇÃO MÓDULO 02: Litologia e Relevo 2.1 Relevo Associado à Rocha Magmática 2.2 Relevo Associado à Rocha Sedimentar 2.3 Relevo Associado à Rocha Metamórfica 2.4 Papel das Estruturas Geológicas no Relevo 1. CICLO

Leia mais

ELEMENTOS DA GEOLOGIA (II)

ELEMENTOS DA GEOLOGIA (II) ELEMENTOS DA GEOLOGIA (II) AS ROCHAS São agregados minerais ou de um mineral apenas, formados naturalmente na crosta terrestre. As rochas podem ser classificadas em ígneas, sedimentares e metamórficas.

Leia mais

GEOTÉCNICA /2. Minerais Ciclo Geológico Solo/rocha Rochas. Marita Raquel Paris Cavassani Curbani

GEOTÉCNICA /2. Minerais Ciclo Geológico Solo/rocha Rochas. Marita Raquel Paris Cavassani Curbani UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESPÍRITO SANTO ENGENHARIA CIVIL GEOTÉCNICA - 2011/2 Minerais Ciclo Geológico Solo/rocha Rochas Marita Raquel Paris Cavassani Curbani maritarpc@gmail.com Referência: Notas de aula

Leia mais

Noções de Geologia. Prof. Msc. João Paulo Nardin Tavares

Noções de Geologia. Prof. Msc. João Paulo Nardin Tavares Noções de Geologia Prof. Msc. João Paulo Nardin Tavares Objetivos da aula Conhecer a estrutura da Terra Definir os conceitos e teorias da deriva continental e das placas tectônicas Compreender fenômenos

Leia mais

GEOLOGIA. Professor: Adilson Soares E- mail: Site:

GEOLOGIA. Professor: Adilson Soares E- mail: Site: GEOLOGIA Professor: Adilson Soares E- mail: adilson.soares@unifesp.br Site: www.geologia.tk ROCHAS METAMÓRFICAS Introdução As rochas metamórficas são o resultado de uma ação de fatores como a pressão e

Leia mais

Capítulo 4 - ROCHAS CLASSIFICAÇÃO DAS ROCHAS QUANTO À QUANTIDADE DE TIPOS DE MINERAL

Capítulo 4 - ROCHAS CLASSIFICAÇÃO DAS ROCHAS QUANTO À QUANTIDADE DE TIPOS DE MINERAL Capítulo 4 - ROCHAS DEFINIÇÕES MINERAL: Toda substancia inorgânica natural, de composição química estrutura definidas. Quando adquire formas geométricas próprias, que correspondam à sua estrutura atômica,

Leia mais

Exame de seleção mestrado em Geofísica 2017 Prova de Geofísica e Geologia

Exame de seleção mestrado em Geofísica 2017 Prova de Geofísica e Geologia Exame de seleção mestrado em Geofísica 2017 Prova de Geofísica e Geologia 1 - Com relação aos minerais e rochas, analise as afirmações abaixo e assinale a alternativa correta: I. Os minerais são classificados

Leia mais

Teste Diagnóstico I Biologia e Geologia

Teste Diagnóstico I Biologia e Geologia Nome: Data: Alguns aspetos detetados: Conhecimentos prévios mal assimilados ou interiorizados. Dificuldades na interpretação de um pequeno texto. Dificuldades na interpretação de enunciados. Dificuldade

Leia mais

O interior da Terra. percentagem da massa da Terra. manta inferior 49,2% D" 3% interna 1,7% externa 30,8%

O interior da Terra. percentagem da massa da Terra. manta inferior 49,2% D 3% interna 1,7% externa 30,8% O interior da Terra crosta região percentagem da massa da Terra profundidade (em quilômetros) oceânica 0,099% 0-10 continental 0,374% 0-50 manta superior 10,3% 10-400 região de transição 7,5% 400-650 região

Leia mais

GEOLOGIA PARA ENGENHARIA CIVIL COMPOSIÇÃO E ESTRUTURA INTERNA DA TERRA PARTE II

GEOLOGIA PARA ENGENHARIA CIVIL COMPOSIÇÃO E ESTRUTURA INTERNA DA TERRA PARTE II GEOLOGIA PARA ENGENHARIA CIVIL COMPOSIÇÃO E ESTRUTURA INTERNA DA TERRA PARTE II Prof. Dr. Daniel Caetano 2012-1 Objetivos Entender a estrutura e as camadas da Terra Compreender a formação da crosta Entender

Leia mais

ROCHAS LITOSFERA. Rochas Magmáticas ou Ígneas

ROCHAS LITOSFERA. Rochas Magmáticas ou Ígneas LITOSFERA ROCHAS As rochas constituem a parte sólida do planeta e são compostas de um ou vários minerais. Os minerais são compostos de elementos químicos. Certos elementos químicos podem ser encontrados

Leia mais

II. INVESTIGANDO O INACESSÍVEL

II. INVESTIGANDO O INACESSÍVEL II. INVESTIGANDO O INACESSÍVEL A Terra é um dos nove planetas do Sistema Solar e é o maior dos planetas interiores. A Terra é quase esférica, sendo que o diâmetro maior é o equatorial, com 12.756 km. O

Leia mais

GRANDES ESTRUTURAS GEOLÓGICAS

GRANDES ESTRUTURAS GEOLÓGICAS Enquadramento Tectónico GRANDES ESTRUTURAS GEOLÓGICAS Trabalho realizado por: Ana Taborda nº2 12º A TEORIA DA TECTÓNICA DE PLACAS Em 1965, o geólogo J. Tuzo Wilson, propôs um modelo tectónico à escala

Leia mais

Prova Escrita de Biologia e Geologia

Prova Escrita de Biologia e Geologia EXAME FINAL NACIONAL DO ENSINO SECUNDÁRIO Prova Escrita de Biologia e Geologia 11.º Ano de Escolaridade Decreto-Lei n.º 19/2012, de de julho Prova 702/1.ª Fase Critérios de Classificação 12 Páginas 201

Leia mais

Material de apoio. Origem e Constituição. Origem e Constituição. Curso básico de mecânica dos solos (Carlos Souza Pinto, Oficina de Textos, 2006);

Material de apoio. Origem e Constituição. Origem e Constituição. Curso básico de mecânica dos solos (Carlos Souza Pinto, Oficina de Textos, 2006); Universidade Paulista Instituto de Ciências Exatas e Tecnologia Departamento de Engenharia Civil Professora Moema Castro, MSc. Material de apoio 2 Curso básico de mecânica dos solos (Carlos Souza Pinto,

Leia mais

Através do estudo dos materiais rochosos é possível colher informações sobre o passado da Terra

Através do estudo dos materiais rochosos é possível colher informações sobre o passado da Terra Através do estudo dos materiais rochosos é possível colher informações sobre o passado da Terra O Ciclo das Rochas é um dos subciclos do O estudo dos fósseis, incluindo o dos dinossauros e dos seus vestígios,

Leia mais

O que é uma erupção vulcânica?

O que é uma erupção vulcânica? Vulcanismo 1 O que é uma erupção vulcânica? Uma erupção vulcânica é caracterizada geralmente pela: emissão de materiais no estado de fusão ignea: a lava; muitas vezes pela expulsão de materiais sólidos

Leia mais

TECTÔNICA DE PLACAS HISTÓRICO

TECTÔNICA DE PLACAS HISTÓRICO TECTÔNICA DE PLACAS Francis Bacon 1620 paralelismo da costa sulamericana e africana Sec. XIX Biogeografia e Paleontologia Fins do sec.xix teorias da contração e expansão da Terra HISTÓRICO Form Pleople

Leia mais

A ORIGEM DA TERRA CAPÍTULO 1 2º PERÍODO

A ORIGEM DA TERRA CAPÍTULO 1 2º PERÍODO A ORIGEM DA TERRA CAPÍTULO 1 2º PERÍODO CONCEPÇÃO DO INÍCIO DA FORMAÇÃO DA LITOSFERA PANGEIA O INÍCIO DA SEPARAÇÃO DA PANGEA FÓSSEIS ENCONTRADOS POR WEGENER MODELO DO MOVIMENTO PROPOSTO POR WEGENER OS

Leia mais

7ºs anos Professor Daniel Fonseca

7ºs anos Professor Daniel Fonseca Salesiano Dom Bosco Capítulo 3 Geologia, Solo e Relevo 7ºs anos Professor Daniel Fonseca ROCHAS: Aglomerado de um ou mais minerais ÍGNEAS OU MAGMÁTICAS (cristalinas) - intrusivas ou plutônicas - extrusivas

Leia mais

Geografia. Cartografia DINÂMICA GEOLÓGICA E AS FORMAS DA LITOSFERA. Professora: Diego Moreira Professor: Diego Moreira

Geografia. Cartografia DINÂMICA GEOLÓGICA E AS FORMAS DA LITOSFERA. Professora: Diego Moreira Professor: Diego Moreira Geografia Cartografia DINÂMICA GEOLÓGICA E AS FORMAS DA LITOSFERA Professora: Diego Moreira Professor: Diego Moreira DINÂMICA GEOLÓGICA E AS FORMAS DA LITOSFERA ESCALA GEOLÓGICA ESCALA GEOLÓGICA ESCALA

Leia mais

Teste de Avaliação. Turma: Nº: Duração 50 minutos. 1. Observe os esquemas da figura 1 que representam tipos de actividade vulcânica.

Teste de Avaliação. Turma: Nº: Duração 50 minutos. 1. Observe os esquemas da figura 1 que representam tipos de actividade vulcânica. 1. Observe os esquemas da figura 1 que representam tipos de actividade vulcânica. Figura 1 1.1 Identifique os tipos de actividades vulcânicas, representadas na figura 1 A Actividade vulcânica de tipo efusivo;

Leia mais

Geologia para Ciências Biológicas

Geologia para Ciências Biológicas UNIVERSIDADE REGIONAL DO CARIRI URCA PRÓ-REITORIA DE ENSINO DE GRADUAÇÃO PROGRAD Centro de Ciências Biológicas e da Saúde CCBS Departamento de Ciências Biológicas DCBio Geologia para Ciências Biológicas

Leia mais

GEOLOGIA GERAL GEOGRAFIA

GEOLOGIA GERAL GEOGRAFIA GEOLOGIA GERAL GEOGRAFIA Segunda 18 às 20h Quarta 20 às 22h museu IC II Aula 8 Rochas Metamórficas Turma: 2016/01 Profª. Larissa Bertoldi larabertoldi@gmail.com Metamorfismo Conjunto de processos pelos

Leia mais

Terra: Fogo, Água e Ar

Terra: Fogo, Água e Ar Terra: Fogo, Água e Ar Curso para a Terceira Idade IAG/USP 2016 Professoras Leila Soares Marques e Márcia Ernesto 1 A teoria do Big Bang!!!! Big Bang ou Grande Expansão ocorreu há cerca de 13,3-13,9 bilhões

Leia mais

CLASSIFICAÇÃO DAS ROCHAS E O CICLO DAS ROCHAS

CLASSIFICAÇÃO DAS ROCHAS E O CICLO DAS ROCHAS CLASSIFICAÇÃO DAS ROCHAS E O CICLO DAS ROCHAS O que são rochas? São produtos consolidados, resultantes da união natural de minerais. Diferente dos sedimentos, como por exemplo a areia da praia (um conjunto

Leia mais

Génese das Rochas. Minerais. Rochas Sedimentares. Rochas Magmáticas. Rochas Metamórficas

Génese das Rochas. Minerais. Rochas Sedimentares. Rochas Magmáticas. Rochas Metamórficas Génese das Rochas Minerais Rochas Sedimentares Rochas Magmáticas Rochas Metamórficas As rochas são constituídas por... São substâncias inorgânicas, naturais, cristalinas e com uma composição química bem

Leia mais

Cópia autorizada. II

Cópia autorizada. II II Sugestões de avaliação Ciências 6 o ano Unidade 2 5 Unidade 2 Nome: Data: 1. Cite quais são os agentes externos e internos de formação do relevo, sem incluir a ação humana. Explique, de forma resumida,

Leia mais

Fatores de Formação do Solo. Unidade III - Fatores de Formação do Solo

Fatores de Formação do Solo. Unidade III - Fatores de Formação do Solo Unidade III - SILVA J.R.T., 2005 1. Material de Origem. 2. Clima. 3. Relevo. 4. Organismos Vivos. 5. Tempo. Estudo da influência de cada fator é difícil Interdependência entre eles. Fatores Ativos: Clima

Leia mais

Materiais sólidos, de dimensão variável, que resultam da fragmentação e da solidificação do magma.

Materiais sólidos, de dimensão variável, que resultam da fragmentação e da solidificação do magma. Materiais sólidos, de dimensão variável, que resultam da fragmentação e da solidificação do magma. Superfície repleta de piroclastos Piroclastos de reduzida dimensão (Lapilli) Consoante o seu diâmetro

Leia mais

Processos Geológicos. Oliveira, Francisco Sérgio Silva de. Processos geológicos / Francisco Sérgio Silva de Oliveira. Varginha, slides; il.

Processos Geológicos. Oliveira, Francisco Sérgio Silva de. Processos geológicos / Francisco Sérgio Silva de Oliveira. Varginha, slides; il. Processos Geológicos Oliveira, Francisco Sérgio Silva de. O48p Processos geológicos / Francisco Sérgio Silva de Oliveira. Varginha, 2015. 26 slides; il. Sistema requerido: Adobe Acrobat Reader Modo de

Leia mais

Nas ilhas dos Açores predominam

Nas ilhas dos Açores predominam http://.azores.gov.pt SANTA MARIA ESCOADA LÁVICA SUBMARINA Nas ilhas dos Açores predominam as rochas vulcânicas, estando as rochas sedimentares especialmente presentes na ilha de Santa Maria, onde frequentemente

Leia mais

Rochas Metamórficas. Rochas Metamórficas

Rochas Metamórficas. Rochas Metamórficas Rochas Metamórficas Rochas Metamórficas Proveniente de transformações sofridas por qualquer tipo de rochas preexistentes que foram submetidas a processos termodinâmicos (pressão e temperatura), originando

Leia mais

CRITÉRIOS ESPECÍFICOS DE AVALIAÇÃO (Aprovados em Conselho Pedagógico, 21 outubro de 2014) CIÊNCIAS NATURAIS 7º ano de escolaridade

CRITÉRIOS ESPECÍFICOS DE AVALIAÇÃO (Aprovados em Conselho Pedagógico, 21 outubro de 2014) CIÊNCIAS NATURAIS 7º ano de escolaridade CRITÉRIOS ESPECÍFICOS DE AVALIAÇÃO (Aprovados em Conselho Pedagógico, 21 outubro de 2014) CIÊNCIAS NATURAIS 7º ano de escolaridade A TERRA EM TRANSFORMAÇÃO Dinâmica Externa da Terra Paisagens geológicas

Leia mais

FORMAÇÃO E ESTRUTURA DA TERRA

FORMAÇÃO E ESTRUTURA DA TERRA FORMAÇÃO E ESTRUTURA DA TERRA CAMADAS TERRESTRE - NÚCLEO É a porção central da Terra, também denominada NIFE, por ser constituída de compostos de FErro e NÍquel, com algum enxofre e silício dissolvido.

Leia mais

Ciclo das Rochas e Formação dos Solos

Ciclo das Rochas e Formação dos Solos Ciclo das Rochas e Formação dos Solos Conjunto de transformações do material rochoso no qual rochas são geradas, recicladas, destruídas e alteradas devido à dinâmica interna e externa da Terra! CICLO

Leia mais

4. Séries de cristalização fracionada

4. Séries de cristalização fracionada Séries de cristalização fracionada - 73-4. Séries de cristalização fracionada A maioria dos magmas basálticos é considerada como originada de fusão parcial do manto superior. Como a primeira aproximação,

Leia mais

ATIVIDADE ALUNO: 6º ANO TURMA: A/B/C/D E N S I N O F U N D A M E N T A L ATIVIDADE DE RECUPERAÇÃO

ATIVIDADE ALUNO: 6º ANO TURMA: A/B/C/D E N S I N O F U N D A M E N T A L ATIVIDADE DE RECUPERAÇÃO ATIVIDADE GEOGRAFIA Av. José Celso Claudio J. Camburi Tel.: (27) 33395-3000 ALUNO: 6º ANO TURMA: A/B/C/D DATA: E N S I N O F U N D A M E N T A L ATIVIDADE DE RECUPERAÇÃO - Conteúdos prioritários: Cap.

Leia mais

Vulcanologia: conceitos básicos

Vulcanologia: conceitos básicos Vulcanologia: conceitos básicos A Vulcanologia é uma ciência que estuda a formação, distribuição e classificação dos fenómenos vulcânicos. Distinguem-se dois tipos principais de vulcanismo: o vulcanismo

Leia mais