Estágio Curricular I: Cecília de Paula Monnerat Sâmua Regina Camacho Thiago Purger Rodrigues ÁLCOOL

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Estágio Curricular I: Cecília de Paula Monnerat Sâmua Regina Camacho Thiago Purger Rodrigues ÁLCOOL"

Transcrição

1 Estágio Curricular I: Cecília de Paula Monnerat Sâmua Regina Camacho Thiago Purger Rodrigues ÁLCOOL Atualmente, o consumo de substâncias ilícitas e álcool é indiscriminado entre mulheres e homens adultos e adolescentes. A utilização destes já ocorre em todas as classes sociais. As populações mais vulneráveis são moradores de rua, crianças e adolescentes, constituindo um importante grupo de risco. Os fatores de risco para o uso de álcool e outras drogas são características ou atributos de um indivíduo, grupo ou ambiente de convívio social, que contribuem para aumentar a probabilidade da ocorrência deste uso.

2 A traz momentos bons e alegria, não é novidade para ninguém que pode trazer muito sofrimento também. Acidentes de carro, atropelamentos, quedas, violência familiar e nas ruas, além de uma série de problemas de saúde são resultado do consumo abusivo de s. Bebe-se demais, no lugar errado, na hora errada, com a companhia errada. E não estamos falando de alcoolismo, não! Estamos falando de qualquer pessoa que bebe, com qualquer idade, que pode acabar se dando mal simplesmente por ter bebido numa situação indevida. Os indivíduos dependentes do álcool podem desenvolver várias doenças, incluindo, as doenças do fígado (Esteatose hepática, Hepatite alcoólica e Cirrose); doenças do aparelho digestivo (Gastrite, Síndrome de má absorção e Pancreatite) e do sistema cardiovascular (Hipertensão e problemas no coração). Outros efeitos do álcool sobre o organismo homem/mulher incluem: diurese autolimitada, vasodilatação cutânea (vermelhidão), retardo no trabalho de parto, prejuízos no desenvolvimento fetal, degeneração neurológica como a demência e neuropatias periféricas, hepatopatia que progride para a cirrose e a insuficiência hepática, tolerância, dependência física e psicológica (vício) Aqueles que começam a beber ainda jovens percebem que depois de alguns drinques, em geral, fica-se mais relaxado e alegre. A partir dessa descoberta, é natural que se pense que quanto mais se beber, mais relaxada e mais alegre uma pessoa vai ficar. Porém o álcool é uma substância que não obedece à lógica simples de quanto mais melhor. Os efeitos das s alcoólicas acontecem em duas fases. Na primeira delas o álcool age como um estimulante, e deixa a pessoa mais eufórica e desinibida, mas à medida que as doses vão aumentando e o tempo vai correndo, passa-se à segunda fase, na qual começam a surgir os efeitos depressores do álcool levando à diminuição da coordenação motora, dos reflexos e deixando a pessoa sonolenta. Isso significa que, enquanto nossa alcoolemia está subindo, ainda no primeiro ou segundo copo de, o álcool é uma droga que nos faz sentir cheios de energia, com sensação de poder e alegria. No entanto, conforme o tempo passa, o álcool provoca exaustão e sono.

3 Caso sua decisão seja beber, mesmo que só por um período da sua vida, aqui vão algumas orientações de como diminuir os riscos e possibilidades de que você prejudique a si próprio(a) e aos outros: Beber devagar, sem pressa. Beber pouco, moderadamente. Alternar s alcoólicas com s não alcoólicas como sucos ou água. Comer uma refeição antes e durante os momentos em que você está bebendo para diminuir a velocidade de absorção do álcool. Antes de ir para uma festa ou barzinho, decida de antemão o quanto vai querer beber, escolhendo uma dose moderada para você. Embora possa parecer tolice, alguns estudos têm mostrado que esse planejamento vale à pena. Pode poupá-lo de passar o resto do fim de semana com ressaca ou evitar que você se envolva numa situação que não queria e da qual não conseguiu se livrar porque bebeu demais e não sabia bem o que estava fazendo. Planeje de antemão como você vai fazer para voltar para casa, caso vá sair e beber. NUNCA dirija sob efeito de s alcoólicas, mesmo que você ache que está bem. Caminhar em ruas de grande movimento, ou escuras, também não é uma boa idéia, assim como resolver dar um mergulho na praia ou na piscina. Caso tenha alguém que lhe é querido, sob suspeita de uso do crack e abusivo do álcool, principalmente, em faixa de idade vulnerável, como crianças e adolescentes, procure manter bom relacionamento, com o suposto viciado. É fundamental que se garanta abertura para diálogo. Deve-se buscar saber da vida do indivíduo (com quem está, os lugares que frequenta, seu desempenho no trabalho ou na escola) e observar se ocorrem mudanças bruscas de comportamento. A manutenção do vínculo afetivo é muito importante, tanto para a detecção do problema, quanto para solução no tratamento. Oriente o indivíduo a se afastar de pontos de venda de droga ou dos frequentadores desses locais.

4 A melhor forma de prevenção contra as drogas é a informação. Esta deve ser clara, objetiva e fundamentada cientificamente. Não há sociedade livre de drogas. O que há são diferentes finalidades quanto ao uso. Educar a população é fundamental, pois promove a redução das condutas de risco, aumentando a consciência coletiva sobre a frequência dos transtornos decorrentes do uso indevido de álcool e drogas. A prevenção é um processo de planejamento, implantação e implementação de múltiplas estratégias voltadas para a redução dos fatores de vulnerabilidade e fortalecimento dos fatores de proteção. A vulnerabilidade é maior em indivíduos que estão insatisfeitos com a sua qualidade de vida, possuem saúde deficiente, não detêm informações minimamente adequadas sobre a questão de álcool e drogas, possuem fácil acesso às substâncias e integração comunitária deficiente. EFEITOS DO ÁLCOOL - DOSE DADA EM MG ETANOL/100 ML DE SANGUE. DOSE EFEITO DO ETANOL 40 início da embriaguez ou do estado de euforia 150 intoxicação grave 300 coma alcoólica 500 morte por insuficiência respiratória Segundo a secretaria municipal de transportes de são paulo e médicos, os efeitos do álcool (etanol) sobre um indivíduo com 70 kg de peso, podem ser descritos como se segue:

5 DOSE (g/l) EQUIVALENTE EFEITOS 0,2 a 0,3 0,31 a 0,5 0,51 a 0,8 0,81 a 1,5 1,51 a 2 2,1 a 5 > 5 1 copo de cerveja, 1 cálice pequeno de.vinho, 1 dose de uísque ou de outra destilada. 2 copos de cerveja, 1 cálice grande de vinho, 2 doses de destilada. 3 ou 4 copos de cerveja, 3 copos de vinho, 3 doses de uísque. As funções mentais começam a ficar comprometidas. A percepção da distância e da velocidade são prejudicadas. O grau de vigilância diminui, assim como o campo visual. O controle cerebral relaxa, dando a sensação de calma e satisfação. Reflexos retardados, dificuldades de adaptação da visão a diferenças de luminosidade; superestimação das possibilidades e minimização de riscos; e tendência à agressividade. Dificuldades de controlar automóveis; incapacidade de concentração e falhas de coordenação neuromuscular. Embriaguez, torpor alcoólico, dupla visão. Embriaguez profunda. Coma alcoólico.

6

7 REFERÊNCIA BIBLIOGRÁFICA Brasil. Ministério da Saúde. Secretaria Executiva. Coordenação Nacional de DST/Aids. A Política do Ministério da Saúde para atenção integral a usuários de álcool e outras drogas / Ministério da Saúde, Secretaria Executiva, Coordenação Nacional de DST e Aids. Brasília: Ministério da Saúde, Disponível em <http://bvsms.saude.gov.br/bvs/publicacoes/pns_alcool_drogas.pdf>. Consultado em: 18/05/2013.

ÁLCOOL E JOVENS. O que um jovem precisa saber. para evitar problemas.

ÁLCOOL E JOVENS. O que um jovem precisa saber. para evitar problemas. ÁLCOOL E JOVENS O que um jovem precisa saber para evitar problemas. Cerveja, vinhos, caipirinha, chope: elementos da vida cotidiana de muita gente. Essas bebidas ajudam a celebrar datas festivas, a selar

Leia mais

NÃO ACEITE! Álcool e Jovens. Alerta importante. O que um jovem precisa saber para evitar problemas. para você que é jovem e vai ler esta cartilha

NÃO ACEITE! Álcool e Jovens. Alerta importante. O que um jovem precisa saber para evitar problemas. para você que é jovem e vai ler esta cartilha Alerta importante para você que é jovem e vai ler esta cartilha O Estatuto da Criança e do Adolescente - ECA - proíbe a venda de qualquer tipo de bebida alcoólica para menores de 18 anos. Portanto, fique

Leia mais

Leia sem moderação. Alcoolismo

Leia sem moderação. Alcoolismo Leia sem moderação. Alcoolismo ALCOOLISMO O alcoolismo é uma doença grave causada pela ingestão contínua de bebidas alcoólicas. A pessoa torna-se prisioneira do ato de beber, sofrendo conseqüências sociais,

Leia mais

Beber ou Dirigir. Faça a escolha certa

Beber ou Dirigir. Faça a escolha certa Beber ou Dirigir Faça a escolha certa O consumo responsável de bebidas alcoólicas, feito por indivíduos saudáveis com mais de 18 anos, é parte da vida em sociedade. Desde os tempos antigos é utilizado

Leia mais

50% dos acidentes automobilísticos. 25% dos suicídios

50% dos acidentes automobilísticos. 25% dos suicídios A mensagem que induz a beber com moderação abre o caminho para todos os problemas que o alcoolismo traz. Crescem as pressões sobre o uso abusivo de álcool. Esse hábito remonta a épocas imemoriais e os

Leia mais

DOSE EFEITO DO ETANOL

DOSE EFEITO DO ETANOL Alcoolismo Efeitos Os principais efeitos do álcool ocorrem no sistema nervoso central (SNC), onde suas ações depressoras assemelhamse às dos anestésicos voláteis. Os efeitos da intoxicação aguda pelo etanol

Leia mais

ÁLCOOL. Verdades e Mitos

ÁLCOOL. Verdades e Mitos ÁLCOOL Verdades e Mitos ÁLCOOL Conceitos ÁLCOOL E BEBIDAS ALCOÓLICAS O álcool é uma substância designada de etanol ou álcool etílico e é o álcool que vulgarmente se utiliza em casa. As bebidas que possuem

Leia mais

Ações de Prevenção nas empresas, baseadas em evidencias.

Ações de Prevenção nas empresas, baseadas em evidencias. Aspectos Legais, Econômicos e de Saúde Associados aos Programas (Exames Toxicológicos) UFRJ/CEPRAL / Curso: Prevenindo Dependências nas Empresas Ações de Prevenção nas empresas, baseadas em evidencias.

Leia mais

Bebida e direção. O Código de Transito Brasileiro (CTB), em seu capítulo XV, artigo 165, afirma que dirigir

Bebida e direção. O Código de Transito Brasileiro (CTB), em seu capítulo XV, artigo 165, afirma que dirigir Bebida e direção O Código de Transito Brasileiro (CTB), em seu capítulo XV, artigo 165, afirma que dirigir sob a influência de álcool, em nível superior a seis decigramas (0,6 gramas) por litro de sangue,

Leia mais

ALCOOL ETILICO 8000-6000 ª C. VINHO: 11% ( FRUTAS,MEL) CERVEJA: 4% (CEREAIS) DESTILADOS: 50% DESTILADOS:MEDICINAIS USQUEABAUGH: ÁGUA DA VIDA

ALCOOL ETILICO 8000-6000 ª C. VINHO: 11% ( FRUTAS,MEL) CERVEJA: 4% (CEREAIS) DESTILADOS: 50% DESTILADOS:MEDICINAIS USQUEABAUGH: ÁGUA DA VIDA ALCOOL ETILICO 8000-6000 ª C. VINHO: 11% ( FRUTAS,MEL) CERVEJA: 4% (CEREAIS) DESTILADOS: 50% DESTILADOS:MEDICINAIS USQUEABAUGH: ÁGUA DA VIDA FARMACOCINÉTICA ABSORÇÃO: RÁPIDA ESTOMAGO,INTESTINO DELGADO,COLON

Leia mais

A Verdadeira História das Bebidas Alcoólicas. Série Prevenção: No. 5

A Verdadeira História das Bebidas Alcoólicas. Série Prevenção: No. 5 A Verdadeira História das Bebidas Alcoólicas Série Prevenção: No. 5 A Verdadeira Historia do Álcool! Você é uma pessoa inteligente, certo? E, você quer a verdade. Mas você está realmente pronto para a

Leia mais

DROGAS LÌCITAS E ILÌCITAS SUBSTÂNCIAS PSICOTRÒPICAS. Drogas Lícitas e Ilícitas Substancias Psicotrópicas

DROGAS LÌCITAS E ILÌCITAS SUBSTÂNCIAS PSICOTRÒPICAS. Drogas Lícitas e Ilícitas Substancias Psicotrópicas DROGAS LÌCITAS E ILÌCITAS SUBSTÂNCIAS PSICOTRÒPICAS Drogas Lícitas e Ilícitas Substancias Psicotrópicas SUBSTÂNCIAS PSICOTRÒPICAS São substancias psicoativas que agem no Sistema Nervoso Central. Produz

Leia mais

Cliente: Sindicerv Veículo: www.qchute.com.br Data: 14-09-2010 Imagem Corporativa Loiras de cevada ou de trigo, ou simplesmente cerveja No Japão a indústria de cerveja é enorme, mesmo entre os brasileiros

Leia mais

Sumário. Prefácio... 15 Introdução... 17

Sumário. Prefácio... 15 Introdução... 17 Sumário Prefácio... 15 Introdução... 17 1. QUÊS E PORQUÊS... 21 1) O que é droga?... 21 2) O que é vício?... 21 3) O que é dependência?... 22 4) O que é abuso?... 24 5) Que drogas levam a abuso ou dependência?...

Leia mais

POLÍTICA NACIONAL DE ATENÇÃO INTEGRAL À SAÚDE DO HOMEM - PNAISH

POLÍTICA NACIONAL DE ATENÇÃO INTEGRAL À SAÚDE DO HOMEM - PNAISH POLÍTICA NACIONAL DE ATENÇÃO INTEGRAL À SAÚDE DO HOMEM - PNAISH Brasília, outubro de 2015 População Masculina 99 milhões (48.7%) População alvo: 20 a 59 anos População Total do Brasil 202,7 milhões de

Leia mais

A pessoa dependente do álcool, além de prejudicar a sua própria vida, acaba afetando a sua família, amigos e colegas de trabalho.

A pessoa dependente do álcool, além de prejudicar a sua própria vida, acaba afetando a sua família, amigos e colegas de trabalho. O que é Alcoolismo? Alcoolismo é a dependência do indivíduo ao álcool, considerada doença pela Organização Mundial da Saúde. O uso constante, descontrolado e progressivo de bebidas alcoólicas pode comprometer

Leia mais

Autor: Ataíde Gonçalves ataide@seed.pr.gov.br Orientadora: Maria da Graça Neves Correa

Autor: Ataíde Gonçalves ataide@seed.pr.gov.br Orientadora: Maria da Graça Neves Correa Autor: Ataíde Gonçalves ataide@seed.pr.gov.br Orientadora: Maria da Graça Neves Correa Autor: Ataíde Gonçalves ataide@seed.pr.gov.br Orientadora: Maria da Graça Neves Correa PRODUÇÃO DO ALCOOL COMPOSIÇÃO

Leia mais

COMISSÃO DE SEGURIDADE SOCIAL E FAMÍLIA PROJETO DE LEI Nº 3.761, DE 2004

COMISSÃO DE SEGURIDADE SOCIAL E FAMÍLIA PROJETO DE LEI Nº 3.761, DE 2004 COMISSÃO DE SEGURIDADE SOCIAL E FAMÍLIA PROJETO DE LEI Nº 3.761, DE 2004 Cria o Fundo Nacional de Prevenção e de Combate ao Alcoolismo, e dá outras providências. Autor: Deputado Wilson Santos Relator:

Leia mais

Instrumentos de Triagem para consumo de Bebidas Alcoólicas e Outras Drogas

Instrumentos de Triagem para consumo de Bebidas Alcoólicas e Outras Drogas Instrumentos de Triagem para consumo de Bebidas Alcoólicas e Outras Drogas DIFERENTES NÍVEIS DE CONSUMO ÁLCOOL ABSTINÊNCIA USO EXPERIMENTAL USO MODERADO ABUSO Leve DEPENDÊNCIA Moderada Grave Cerca de 10

Leia mais

CONSUMO DE ÁLCOOL & ESTUDANTES UNIVERSITÁRIOS

CONSUMO DE ÁLCOOL & ESTUDANTES UNIVERSITÁRIOS CONSUMO DE ÁLCOOL & ESTUDANTES UNIVERSITÁRIOS O álcool é a «droga recreativa» mais utilizada em contexto universitário. Estudos recentes revelam que mais de metade dos estudantes universitários tiveram,

Leia mais

O comportamento social pode levar a doenças hepáticas Rute Eduviges Godinho Cecília Polidoro Mamer

O comportamento social pode levar a doenças hepáticas Rute Eduviges Godinho Cecília Polidoro Mamer O comportamento social pode levar a doenças hepáticas Rute Eduviges Godinho Cecília Polidoro Mamer Os estudos sobre mortalidade com freqüência enfatizam a importância das causas relacionadas às doenças

Leia mais

ツVivo Feliz Sem Drogas. Capa

ツVivo Feliz Sem Drogas. Capa Capa ツVivo Feliz Sem Drogas Projeto ツVivo Feliz Sem Drogas Prevenindo o uso indevido de drogas Capa fim MUNICIPIO DE ITAPEVA SP Secretaria Municipal de Defesa Social Projeto ツVivo Feliz Sem Drogas Prevenindo

Leia mais

Álcool, Drogas e o Jovem

Álcool, Drogas e o Jovem Álcool, Drogas e o Jovem Sub-Secretaria de Políticas sobre Drogas do Estado de Minas Gerais Amadeu Roselli Cruz Primavera de 2012 1 Jovens e Conflitos com a Família 1. Escola 2. Limpeza do corpo 3. Limpeza

Leia mais

Consumo de bebidas alcoólicas e seus efeitos

Consumo de bebidas alcoólicas e seus efeitos Comissão Especial Bebidas Alcoólicas Câmara dos Deputados Consumo de bebidas alcoólicas e seus efeitos Secretaria Nacional de Políticas sobre Drogas Consumo per capita de litros puros de álcool entre adultos

Leia mais

I Seminário. Estadual de enfrentamento ao CRACK. O papel da família no contexto da prevenção e do enfrentamento aos problemas decorrentes do CRACK

I Seminário. Estadual de enfrentamento ao CRACK. O papel da família no contexto da prevenção e do enfrentamento aos problemas decorrentes do CRACK O papel da família no contexto da prevenção e do enfrentamento aos problemas decorrentes do CRACK Contextualização Social Economia Capitalista Transformações sociais Alterações nos padrões de comportamento

Leia mais

Pesquisa revela uma das causas de morte prematura na Rússia: a vodca

Pesquisa revela uma das causas de morte prematura na Rússia: a vodca Pesquisa revela uma das causas de morte prematura na Rússia: a vodca Post 02 Fevereiro 2014 By UNIAD Revista Veja - Álcool Estudo concluiu que risco de morte entre homens russos com menos de 55 anos pode

Leia mais

DROGAS. Cartilha álcool e jovens

DROGAS. Cartilha álcool e jovens DROGAS Cartilha álcool e jovens SENAD Brasília, 2005 Presidente da República Luiz Inácio Lula da Silva Ministro Chefe do Gabinete de Segurança Institucional Jorge Armando Felix Secretário Nacional Antidrogas

Leia mais

A SAÚDE TAMBÉM É CONSIGO. Tabaco

A SAÚDE TAMBÉM É CONSIGO. Tabaco Tabaco Álcool Medicamentos Cocaína Heroína Cannabis Ecstasy ÁLCOOL Características da substância O álcool contido nas bebidas é cientificamente designado como etanol, sendo produzido através da fermentação

Leia mais

A Importância do Sono

A Importância do Sono 1 A Importância do Sono Dra. Regeane Trabulsi Cronfli É um total contra-senso o fato de que, num mundo em que cerca de 16 a 40% das pessoas em geral sofrem de insônia, haja aquelas que, iludidas pelos

Leia mais

SENADO FEDERAL PRESSÃO CONTROLADA SENADOR CLÉSIO ANDRADE

SENADO FEDERAL PRESSÃO CONTROLADA SENADOR CLÉSIO ANDRADE SENADO FEDERAL PRESSÃO CONTROLADA SENADOR CLÉSIO ANDRADE 2 Pressão controlada apresentação Chamada popularmente de pressão alta, a hipertensão é grave por dois motivos: não apresenta sintomas, ou seja,

Leia mais

Samba, suor e cerveja!

Samba, suor e cerveja! A UU L AL A Samba, suor e cerveja! O carnaval está chegando e você não vê a hora de sambar ao ritmo da bateria das escolas de samba ou de ir atrás do trio elétrico. Tanto calor e tanto exercício vão dar

Leia mais

Glossário. Caso Pendente de Intoxicação: aquele que não passou por avaliação médica.(oms)

Glossário. Caso Pendente de Intoxicação: aquele que não passou por avaliação médica.(oms) Toxicovigilância Glossário Agente Tóxico (Toxicante): é qualquer substância, ou seus metabólitos, capaz de produzir um efeito tóxico (nocivo, danoso) num organismo vivo, ocasionando desde alterações bioquímicas,

Leia mais

Cristina Almeida. Psicóloga escolar

Cristina Almeida. Psicóloga escolar Cristina Almeida Psicóloga escolar Preven Porque falar? Tema atual interfere direta e indiretamente na qualidade de vida. UNODC (Organização das Nações Unidas- Escritório contra Drogas e Crime Global Illicit

Leia mais

ESQUADRÃO VIDA PARA ADOLESCENTES Projeto de Atendimento PsicosSocial

ESQUADRÃO VIDA PARA ADOLESCENTES Projeto de Atendimento PsicosSocial Projeto P A S Esquadrão Vida para Adolescentes ESQUADRÃO VIDA PARA ADOLESCENTES Projeto de Atendimento PsicosSocial Elas detonam neurônios, geram dependência, acabam com a sua vida. Mas imitam as moléculas

Leia mais

ÁLCOOL: O QUE VOCÊ PRECISA SABER

ÁLCOOL: O QUE VOCÊ PRECISA SABER ÁLCOOL: O QUE VOCÊ PRECISA SABER ÁLCOOL: O QUE VOCÊ PRECISA SABER O QUE NÃO SE CONHECE PODE FAZER MAL Se você é como muitos brasileiros, você deve beber álcool eventualmente. Ou, como outros, você pode

Leia mais

PAPO LEGAL CONVERSANDO COM JOVENS SOBRE PREVENÇÃO AO USO ABUSIVO DE DROGAS

PAPO LEGAL CONVERSANDO COM JOVENS SOBRE PREVENÇÃO AO USO ABUSIVO DE DROGAS PAPO LEGAL CONVERSANDO COM JOVENS SOBRE PREVENÇÃO AO USO ABUSIVO DE DROGAS APRESENTAÇÃO: A Secretaria de Assistência Social e Cidadania (SASC) por meio da Diretoria de Programas sobre Drogas (DPSD) do

Leia mais

SPDEMOGRÁFICO Resenha de Estatísticas Vitais do Estado de São Paulo

SPDEMOGRÁFICO Resenha de Estatísticas Vitais do Estado de São Paulo SPDEMOGRÁFICO Resenha de Estatísticas Vitais do Estado de São Paulo Ano 5 nº 9 Maio 2004 A dimensão oculta e a precocidade da morte masculina por doenças hepáticas Estudos de mortalidade com freqüência

Leia mais

A seguir enumeramos algumas caracteristicas do TBH:

A seguir enumeramos algumas caracteristicas do TBH: OQUEÉOTRANSTORNOBIPOLARDO HUMOR(TBH)? O transtorno bipolar do humor (também conhecido como psicose ou doença maníaco-depressiva) é uma doença psiquiátrica caracterizada por oscilações ou mudanças de humor

Leia mais

Drogas: Cartilha álcool e jovens

Drogas: Cartilha álcool e jovens Drogas: Cartilha álcool e jovens Cartilha Alcool e Jovens - PAGINAS.indd Spread 1 of 20 - Pages(40, 1) 25/1/2008 12:30:25 Presidente da República Luiz Inácio Lula da Silva Vice-Presidente da República

Leia mais

INSTITUIÇÃO: ÁREA TEMÁTICA:

INSTITUIÇÃO: ÁREA TEMÁTICA: TÍTULO: PREVENÇÃO AO USO DE DROGAS SIM PARA A VIDA, NÃO ÀS DROGAS AUTORES: Nadyeshka Sales Araújo (nadyeshka.saq@bol.com.br), Edgar Vieira do Nascimento (edgarvn@bol.com.br), Hérika Dantas Modesto (herikamodesto@bol.com.br),

Leia mais

Uso de substâncias psicoativas em crianças e adolescentes

Uso de substâncias psicoativas em crianças e adolescentes Uso de substâncias psicoativas em crianças e adolescentes Alessandro Alves A pré-adolescência e a adolescência são fases de experimentação de diversos comportamentos. É nessa fase que acontece a construção

Leia mais

Alienação das drogas

Alienação das drogas Alienação das drogas Que relação podemos fazer entre os personagens mortos-vivos da ficção e os usuários de drogas em geral. São substâncias, naturais ou sintéticas que, introduzidas no organismo, podem

Leia mais

1ª Jornada Preparatória para o XXIII CBABEAD

1ª Jornada Preparatória para o XXIII CBABEAD 1ª Jornada Preparatória para o XXIII CBABEAD Políticas sobre Drogas e a Realidade Brasileira Painel:Princípios aplicados, Resultados obtidos? 1 Intervenção Breve no Brasil: avanços Prof. Dr. Erikson F.

Leia mais

Prof. José Reinaldo do Amaral Universidade Católica de Goiás Departamento de Psicologia PSICOPATOLOGIA CLÍNICA Turma C01

Prof. José Reinaldo do Amaral Universidade Católica de Goiás Departamento de Psicologia PSICOPATOLOGIA CLÍNICA Turma C01 Prof. José Reinaldo do Amaral Universidade Católica de Goiás Departamento de Psicologia PSICOPATOLOGIA CLÍNICA Turma C01 GENERALIDADES ÁLCOOL Substância euforizante, relaxante, desinibidora Distrai, tranquiliza,

Leia mais

Como este guia pode melhorar a sua vida

Como este guia pode melhorar a sua vida Guia de Bem-Estar Álcool Como este guia pode melhorar a sua vida Benefícios positivos Dieta mais equilibrada: - em quantidade - em conteúdo Melhoria da auto-imagem Capacidade maior/mais prolongada de concentração

Leia mais

DROGAS LÍCITAS E ILÍCITAS. Vulnerabilidades, riscos e formas de prevenção

DROGAS LÍCITAS E ILÍCITAS. Vulnerabilidades, riscos e formas de prevenção DROGAS LÍCITAS E ILÍCITAS Vulnerabilidades, riscos e formas de prevenção DROGAS LÍCITAS E ILÍCITAS DROGAS qualquer substância capaz de modificar a função dos organismos vivos, resultando em mudanças fisiológicas

Leia mais

Nome/Código arquivo: 2014_01_13_Mem. Reunião Saúde _ Guarda Municipal-Altamira/Pará.

Nome/Código arquivo: 2014_01_13_Mem. Reunião Saúde _ Guarda Municipal-Altamira/Pará. Assunto: Orientar e esclarecer as dúvidas da população sobre as Ações Preventivas na Área de Saúde Pública em virtude da construção da UHE Belo Monte. Redator: Ranney Matos dos Santos Data: 13_01_2014

Leia mais

Projeto Diga Sim a Vida e Não as Drogas

Projeto Diga Sim a Vida e Não as Drogas Projeto Diga Sim a Vida e Não as Drogas PÚLBLICO ALVO: Toda a comunidade escolar e a sociedade local de modo geral. APRESENTAÇÃO: Todos concordam que a Escola tem um papel fundamental em nossa sociedade,

Leia mais

O QUE SABEMOS SOBRE O ÁLCOOL CHEGA PARA NOS PROTEGERMOS?

O QUE SABEMOS SOBRE O ÁLCOOL CHEGA PARA NOS PROTEGERMOS? O QUE SABEMOS SOBRE O ÁLCOOL CHEGA PARA NOS PROTEGERMOS? INFORMAR AJUDAR AGIR É UM TRABALHO DE TODOS! Portugal está entre os maiores consumidores de bebidas alcoólicas e de álcool puro, a nível europeu

Leia mais

C. E. Herbert de Souza

C. E. Herbert de Souza C. E. Herbert de Souza Feira de Ciências 2015 Efeitos do álcool no sangue Bolsista: André Luiz Aurélio Efeitos do álcool no sangue Objetivo Alertar que o álcool é prejudicial à saúde, até quando é ingerido

Leia mais

Pacto Europeu. para a Saúde. Conferência de alto nível da ue. Bruxelas, 12-13 de junho de 2008

Pacto Europeu. para a Saúde. Conferência de alto nível da ue. Bruxelas, 12-13 de junho de 2008 Pacto Europeu para a Saúde Mental e o Bem-Estar Conferência de alto nível da ue JUNTOS PELA SAÚDE MENTAL E PELO BEM-ESTAR Bruxelas, 12-13 de junho de 2008 Slovensko predsedstvo EU 2008 Slovenian Presidency

Leia mais

OBJETIVOS: GERAL: Determinar a prevalência do alcoolismo em Policiais Militares do Estado do Amazonas.

OBJETIVOS: GERAL: Determinar a prevalência do alcoolismo em Policiais Militares do Estado do Amazonas. TÍTULO: ALCOOLISMO NA POLÍCIA MILITAR DO ESTADO DO AMAZONAS. Autores: Fernando de Lima Ferreira; Aristóteles Alencar; Manoel Galvão; Giselle Oliveira da Costa; Márcia Maria Leão de Araújo; Roberta Kelly

Leia mais

Publicação DOU nº 98, seção 1 de 23 de maio de 2007

Publicação DOU nº 98, seção 1 de 23 de maio de 2007 Publicação DOU nº 98, seção 1 de 23 de maio de 2007 Atos do Poder Executivo DECRETO Nº 6.117, DE 22 DE MAIO DE 2007 Aprova a Política Nacional sobre o Álcool, dispõe sobre as medidas para redução do uso

Leia mais

14 DE JUNHO DE 2009 DIRIGIR NÃO É UM DIREITO MAS APENAS UMA PERMISSÃO

14 DE JUNHO DE 2009 DIRIGIR NÃO É UM DIREITO MAS APENAS UMA PERMISSÃO 14 DE JUNHO DE 2009 DIRIGIR NÃO É UM DIREITO MAS APENAS UMA PERMISSÃO O problema é trágico quando se trata de acidentes de trânsito, no Brasil, causados por quem dirige alcoolizado. Por isso, foi promulgada

Leia mais

SENADO FEDERAL SONO COM QUALIDADE SENADOR CLÉSIO ANDRADE

SENADO FEDERAL SONO COM QUALIDADE SENADOR CLÉSIO ANDRADE SENADO FEDERAL SONO COM QUALIDADE SENADOR CLÉSIO ANDRADE 2 Sono com qualidade apresentação Uma boa noite de sono nos fazer sentir bem e com as forças renovadas. O contrário também vale. Uma péssima noite

Leia mais

Brochura. Apenas ao saborear o vinho moderada e calmamente, os seus sabores complexos podem ser apreciados e desfrutados na totalidade.

Brochura. Apenas ao saborear o vinho moderada e calmamente, os seus sabores complexos podem ser apreciados e desfrutados na totalidade. Brochura Vinho com moderação Vinho: a cultura da moderação A produção e consumo de vinho são parte da cultura europeia desde há milénios. A UE é a maior produtora de vinhos do mundo, bem como a líder mundial

Leia mais

SINOPSE DO PLANO MUNICIPAL PARA A LINHA DE CUIDADO AO PACIENTE USUÁRIO DE CRACK

SINOPSE DO PLANO MUNICIPAL PARA A LINHA DE CUIDADO AO PACIENTE USUÁRIO DE CRACK SINOPSE DO PLANO MUNICIPAL PARA A LINHA DE CUIDADO AO PACIENTE USUÁRIO DE CRACK LEITOS HOSPITALARES DE REFERÊNCIA PARA SAÚDE MENTAL/ Álcool e Drogas LHRad E SERVIÇOS DE SAÚDE NÃO HOSPITALARES Rio de Janeiro,

Leia mais

CORPO MOVIMENTO; SISTEMA NERVOSO; SISTEMA CARDIORESPIRATÓRIO; SISTEMA MUSCULOESQUELÉTICO. SISTEMA ENDÓCRINO

CORPO MOVIMENTO; SISTEMA NERVOSO; SISTEMA CARDIORESPIRATÓRIO; SISTEMA MUSCULOESQUELÉTICO. SISTEMA ENDÓCRINO CORPO X MACONHA CORPO MOVIMENTO; SISTEMA NERVOSO; SISTEMA CARDIORESPIRATÓRIO; SISTEMA MUSCULOESQUELÉTICO. SISTEMA ENDÓCRINO CORPO - MOVIMENTO CORPO - MOVIMENTO Movimentos estão presentes em todas as atividades

Leia mais

Alcoolismo. 02-01-2007 Psicopatologia Geral e Especial Carlos Mota Cardoso

Alcoolismo. 02-01-2007 Psicopatologia Geral e Especial Carlos Mota Cardoso 1 Genéticos Factores que condicionam o equilíbrio Ecológicos Económicos Sociais Culturais 2 Hospedeiro Homem doente Agente Álcool etílico Meio Ambiente 3 Meio familiar Meio social Causa e vítima de perturbações

Leia mais

COMISSÃO DE SEGURIDADE SOCIAL E FAMÍLIA VOTO EM SEPARADO (DEPUTADO POMPEO DE MATTOS) PROJETO DE LEI Nº 419, DE 2011.

COMISSÃO DE SEGURIDADE SOCIAL E FAMÍLIA VOTO EM SEPARADO (DEPUTADO POMPEO DE MATTOS) PROJETO DE LEI Nº 419, DE 2011. COMISSÃO DE SEGURIDADE SOCIAL E FAMÍLIA VOTO EM SEPARADO (DEPUTADO POMPEO DE MATTOS) PROJETO DE LEI Nº 419, DE 2011. Regulamenta a venda de compostos líquidos prontos para consumo. Autor: Deputado Áureo

Leia mais

II Seminário de Integração sobre Saúde e Segurança Boas Práticas na Área Portuária

II Seminário de Integração sobre Saúde e Segurança Boas Práticas na Área Portuária II Seminário de Integração sobre Saúde e Segurança Boas Práticas na Área Portuária PROGRAMA PORTO SEGURO LIMPO EM TERRA E A BORDO Área de Abrangência Saúde Mental e Comportamental. Objetivo Prevenção,

Leia mais

ESPORTE NÃO É SÓ PARA ALGUNS, É PARA TODOS! Esporte seguro e inclusivo. Nós queremos! Nós podemos!

ESPORTE NÃO É SÓ PARA ALGUNS, É PARA TODOS! Esporte seguro e inclusivo. Nós queremos! Nós podemos! ESPORTE NÃO É SÓ PARA ALGUNS, É PARA TODOS! Esporte seguro e inclusivo. Nós queremos! Nós podemos! Documento final aprovado por adolescentes dos Estados do Amazonas, da Bahia, do Ceará, do Mato Grosso,

Leia mais

ESCOLA DE CONDUÇÃO INVICTA (Álcool e Condução)

ESCOLA DE CONDUÇÃO INVICTA (Álcool e Condução) ÁLCOOL E CONDUÇÃO As bebidas alcoólicas, particularmente o vinho, são das mais antigas e consumidas em todo o mundo, sendo Portugal um dos países em que o seu consumo, por habitante, é mais elevado. A

Leia mais

Educação em Saúde: Dependência Química. Módulo 1: A dimensão do problema das drogas no Brasil

Educação em Saúde: Dependência Química. Módulo 1: A dimensão do problema das drogas no Brasil Educação em Saúde: Dependência Química Módulo 1: A dimensão do problema das drogas no Brasil MODULO 1: A dimensão do problema das drogas no Brasil Epidemiologia do consumo de substâncias psicoativas no

Leia mais

ABUSO DO CONSUMO DE BEBIDAS ALCOÓLICAS, UMA QUESTÃO DE SAÚDE PÚBLICA. Senhor Presidente,

ABUSO DO CONSUMO DE BEBIDAS ALCOÓLICAS, UMA QUESTÃO DE SAÚDE PÚBLICA. Senhor Presidente, Discurso proferido pelo deputado GERALDO RESENDE (PMDB/MS), em sessão no dia 04/05/2011. ABUSO DO CONSUMO DE BEBIDAS ALCOÓLICAS, UMA QUESTÃO DE SAÚDE PÚBLICA Senhor Presidente, Senhoras e Senhores Deputados,

Leia mais

DRUNKOREXIA: VOCÊ SABE O QUE É ISSO?

DRUNKOREXIA: VOCÊ SABE O QUE É ISSO? DRUNKOREXIA: VOCÊ SABE O QUE É ISSO? Mileni Araújo Servilla graduanda em Psicologia pela AEMS Alini Daniéli Viana Sabino Mestre em Ciências pela FFCLRP/USP Coordenadora e Docente do Curso de Psicologia

Leia mais

VALÊNCIAS FÍSICAS. 2. VELOCIDADE DE DESLOCAMENTO: Tempo que é requerido para ir de um ponto a outro o mais rapidamente possível.

VALÊNCIAS FÍSICAS. 2. VELOCIDADE DE DESLOCAMENTO: Tempo que é requerido para ir de um ponto a outro o mais rapidamente possível. VALÊNCIAS FÍSICAS RESISTÊNCIA AERÓBICA: Qualidade física que permite ao organismo executar uma atividade de baixa para média intensidade por um longo período de tempo. Depende basicamente do estado geral

Leia mais

Projeto RI-VIDA Rede de Integração para a Vida Projeto de prevenção de DST s, HIV/AIDS e Hepatites

Projeto RI-VIDA Rede de Integração para a Vida Projeto de prevenção de DST s, HIV/AIDS e Hepatites Projeto RI-VIDA Rede de Integração para a Vida Projeto de prevenção de DST s, HIV/AIDS e Hepatites Apoio: Centro de Referência e Treinamento DST/AIDS Secretaria de Estado da Saúde VULNERABILIDADE DA POPULAÇÃO

Leia mais

Governo lança campanha de prevenção dos riscos do consumo de bebidas alcoólicas Resultados das pesquisas:

Governo lança campanha de prevenção dos riscos do consumo de bebidas alcoólicas Resultados das pesquisas: Governo lança campanha de prevenção dos riscos do consumo de bebidas alcoólicas O Ministério da Saúde lançou, nesta sexta-feira (10) no Rio de Janeiro (RJ), uma campanha publicitária alertando sobre os

Leia mais

DEPRESSÃO NO ÂMBITO DA. Felicialle Pereira da Silva Nov. 2015

DEPRESSÃO NO ÂMBITO DA. Felicialle Pereira da Silva Nov. 2015 DEPRESSÃO NO ÂMBITO DA SEGURANÇA PÚBLICA Felicialle Pereira da Silva Nov. 2015 Ser humano x Humor VARIAÇÕES : SIM( X) NÃO( ) EXTREMOS: SIM( ) NÃO( X) CONTROLE Sensações normais Saúde mental x doença mental

Leia mais

A ACTIVIDADE FÍSICA F PREVENÇÃO DA IMOBILIDADE NO IDOSO EDNA FERNANDES

A ACTIVIDADE FÍSICA F PREVENÇÃO DA IMOBILIDADE NO IDOSO EDNA FERNANDES A ACTIVIDADE FÍSICA F NA PREVENÇÃO DA IMOBILIDADE NO IDOSO EDNA FERNANDES Epidemiologia do Envelhecimento O envelhecimento da população é um fenómeno de amplitude mundial, a OMS (Organização Mundial de

Leia mais

O crack em números: Usuários de crack reunidos no centro de São Paulo em. imagem de janeiro (Foto: Yasuyoshi Chiba/AFP)

O crack em números: Usuários de crack reunidos no centro de São Paulo em. imagem de janeiro (Foto: Yasuyoshi Chiba/AFP) Brasil tem 370 mil usuários regulares de crack nas capitais, aponta Fiocruz Estudo indireto com 25 mil pessoas mediu consumo por 6 meses em 2012. Nordeste lidera lista em números absolutos, e 14% do total

Leia mais

Abuso e dependência ao álcool e outras drogas e sua relação com o suicídio

Abuso e dependência ao álcool e outras drogas e sua relação com o suicídio Abuso e dependência ao álcool e outras drogas e sua relação com o suicídio Messiano Ladislau Nogueira de Sousa Médico Psiquiatra com aperfeiçoamento em terapia psicanalítica Abril, 2014 Sumário Conceitos

Leia mais

A publicidade de bebidas alcoólicas 3

A publicidade de bebidas alcoólicas 3 Publicação Científica do Curso de Bacharelado em Enfermagem do CEUT. Ano 2011(8). Edição 44 Gerlane Lopes e Silva 1 Gessica de Andrade Fonseca 1 Hanna Kamylla Antonia Soares dos Santos 1 Márcia Andrea

Leia mais

Prof. MS. Ellen H. Magedanz

Prof. MS. Ellen H. Magedanz Prof. MS. Ellen H. Magedanz As transformações nos padrões de saúde/doença constituíram-se em uma das características do último século, estão associadas às mudanças na estrutura etária populacional. América

Leia mais

2 Conversando sobre drogas famílias APRESENTAÇÃO

2 Conversando sobre drogas famílias APRESENTAÇÃO 2 Conversando sobre drogas famílias APRESENTAÇÃO 3 Você já deve ter percebido que a família é a base de tudo, tendo papel decisivo na formação do sujeito e da própria sociedade. Sabendo da relevância do

Leia mais

TÍTULO: FATORES DE RISCO E DE PROTEÇÃO NA PREVENÇÃO AO USO DE DROGAS EM CIDADE DO INTERIOR DE SÃO PAULO

TÍTULO: FATORES DE RISCO E DE PROTEÇÃO NA PREVENÇÃO AO USO DE DROGAS EM CIDADE DO INTERIOR DE SÃO PAULO TÍTULO: FATORES DE RISCO E DE PROTEÇÃO NA PREVENÇÃO AO USO DE DROGAS EM CIDADE DO INTERIOR DE SÃO PAULO CATEGORIA: CONCLUÍDO ÁREA: CIÊNCIAS HUMANAS E SOCIAIS SUBÁREA: PSICOLOGIA INSTITUIÇÃO: FACULDADE

Leia mais

Edital nº 001/2010/GSIPR/SENAD / MS PLANO INTEGRADO DE ENFRENTAMENTO AO CRACK E OUTRAS DROGAS

Edital nº 001/2010/GSIPR/SENAD / MS PLANO INTEGRADO DE ENFRENTAMENTO AO CRACK E OUTRAS DROGAS PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA GABINETE DE SEGURANÇA INSTITUCIONAL SECRETARIA NACIONAL DE POLITICAS SOBRE DROGAS MINISTÉRIO DA SAÚDE Comitê Gestor do Plano Integrado de Enfrentamento ao Crack e outras drogas

Leia mais

O TABAGISMO COMO DEPENDÊNCIA

O TABAGISMO COMO DEPENDÊNCIA O TABAGISMO COMO DEPENDÊNCIA Ministério da Saúde - MS Instituto Nacional de Câncer - INCA Coordenação de Prevenção e Vigilância - Conprev Divisão de Programas de Controle do Tabagismo e outros Fatores

Leia mais

8ª série / 9º ano U. E. 14. Sistema nervoso

8ª série / 9º ano U. E. 14. Sistema nervoso 8ª série / 9º ano U. E. 14 Sistema nervoso O cérebro, a medula e os nervos são os principais órgãos que formam o sistema nervoso. As informações que chegam ao cérebro são respondidas com estímulos que

Leia mais

MITOS E REALIDADES SOBRE O ALCOOLISMO Ronaldo Laranjeira e Ilana Pinsky Introdução O alcoolismo é um grave problema de saúde pública no Brasil, assim como em grande número de outros países. Estima-se que

Leia mais

PREVALÊNCIA DO USO DE DROGAS PSICOTRÓPICAS POR ESTUDANTES DE MEDICINA NA REGIÃO CENTRAL DO ESTADO DO TOCANTINS

PREVALÊNCIA DO USO DE DROGAS PSICOTRÓPICAS POR ESTUDANTES DE MEDICINA NA REGIÃO CENTRAL DO ESTADO DO TOCANTINS PREVALÊNCIA DO USO DE DROGAS PSICOTRÓPICAS POR ESTUDANTES DE MEDICINA NA REGIÃO CENTRAL DO ESTADO DO TOCANTINS Diego Pereira Alves de Moraes 1 ; Leonardo Rodrigo Baldaçara 2 1 Aluno do Curso de Medicina;

Leia mais

Revista Pandora Brasil O JOVEM, O ÁLCOOL, A ESCOLA E SEUS ENTORNOS:

Revista Pandora Brasil O JOVEM, O ÁLCOOL, A ESCOLA E SEUS ENTORNOS: 32 Revista Pandora Brasil Home Índice Minicurrículos dos autores O JOVEM, O ÁLCOOL, A ESCOLA E SEUS ENTORNOS: MODELOS DE PREVENÇÃO E CONTRIBUIÇÕES DA PSICOLOGIA AMBIENTAL UM ENSAIO Aurélio Fabrício Torres

Leia mais

Aperfeiçoamento em Técnicas para Fiscalização do uso de Álcool e outras Drogas no Trânsito Brasileiro

Aperfeiçoamento em Técnicas para Fiscalização do uso de Álcool e outras Drogas no Trânsito Brasileiro Aperfeiçoamento em Técnicas para Fiscalização do uso de Álcool e outras Drogas no Trânsito Brasileiro Doenças, Sono e Trânsito ObjeBvos Relacionar sintomas de doenças e efeitos de medicamentos com o perigo

Leia mais

Drogas Lícitas e Ilícitas

Drogas Lícitas e Ilícitas Drogas Lícitas e Ilícitas que interferem no ato de dirigir Associação Brasileira de Medicina de Tráfego Conceituação de drogas psicoativas Tenha efeito direto no sistema nervoso central e/ou periférico

Leia mais

Como Ultrapassar as Barreiras para Implantação de Testagem

Como Ultrapassar as Barreiras para Implantação de Testagem ELETROBRAS TERMONUCLEAR S.A. Diretoria de Administração e Finanças DA Superintendência de Recursos Humanos SH.A Gerência de Desenvolvimento e Capacitação- GDC.A Como Ultrapassar as Barreiras para Implantação

Leia mais

Álcool e energéticos. Uma mistura perigosa. José Guerchon Camila Welikson Arnaldo Welikson Barbara Macedo Durão

Álcool e energéticos. Uma mistura perigosa. José Guerchon Camila Welikson Arnaldo Welikson Barbara Macedo Durão Álcool e energéticos. Uma mistura perigosa. José Guerchon Camila Welikson Arnaldo Welikson Barbara Macedo Durão Este documento tem nível de compartilhamento de acordo com a licença 3.0 do Creative Commons.

Leia mais

A Mulher Dependente de Substâncias Psicoativas

A Mulher Dependente de Substâncias Psicoativas A Mulher Dependente de Substâncias Psicoativas Dependência de substâncias psicoativas Consenso na literatura sobre a importância de se estudar o subgrupo das mulheres nas suas Características Evolução

Leia mais

PONTA DELGADA AÇORES 08 a 10 de MAIO de 2013 Emmanuel Fortes S. Cavalcanti 3º Vice Presidente CFM - Brasil

PONTA DELGADA AÇORES 08 a 10 de MAIO de 2013 Emmanuel Fortes S. Cavalcanti 3º Vice Presidente CFM - Brasil PONTA DELGADA AÇORES 08 a 10 de MAIO de 2013 Emmanuel Fortes S. Cavalcanti 3º Vice Presidente CFM - Brasil Trabalho de educação continuada desenvolvido pelo CRM-AL em 2002. Atendimento de profissionais

Leia mais

O que é Distúrbio Bipolar Bipolar Disorder Source - NIMH

O que é Distúrbio Bipolar Bipolar Disorder Source - NIMH O que é Distúrbio Bipolar Bipolar Disorder Source - NIMH Distúrbio Bipolar, também conhecido como mania e depressão, é uma desordem do cérebro que causa mudanças não previstas no estado mental da pessoa,

Leia mais

PROJETO DE LEI Nº... /LEGISLATIVO 2011

PROJETO DE LEI Nº... /LEGISLATIVO 2011 PROJETO DE LEI Nº... /LEGISLATIVO 2011 Dispõe sobre a afixação nas Academias de Ginástica, Centros Esportivos e Estabelecimentos Comerciais de Nutrição Esportiva e produtos correlatos à atividade física,

Leia mais

DROGAS DE ABUSO. Profa. Dra. Eline Matheus

DROGAS DE ABUSO. Profa. Dra. Eline Matheus DROGAS DE ABUSO DROGAS QUE ATUAM NO SNC ESTIMULANTES DEPRESSORES DROGAS ESTIMULANTES COCAÍNA (CRACK & OXI) ANFETAMÍNICOS EFEDRINA ALUCINÓGENOS ANABOLIZANTES COCAÍNA Corte cerebral pós-mortem de um adicto

Leia mais

A importância do tratamento contra a aids

A importância do tratamento contra a aids dicas POSITHIVAS A importância do tratamento contra a aids Por que tomar os medicamentos (o coquetel) contra o HIV? A aids é uma doença que ainda não tem cura, mas tem tratamento. Tomando os remédios corretamente,

Leia mais

Porque a violência e o trauma tornaram-se um problema de Saúde Pública e o que fazer para diminuir sua incidência?

Porque a violência e o trauma tornaram-se um problema de Saúde Pública e o que fazer para diminuir sua incidência? Porque a violência e o trauma tornaram-se um problema de Saúde Pública e o que fazer para diminuir sua incidência? Dados preliminares do sistema de informações de mortalidade do Ministério da Saúde de

Leia mais