JUNTOS NA PALAVRA (A CENTRALIDADE DA PALAVRA DE DEUS PARA A COMUNIDADE MISSIONÁRIA IBERO- AMERICANA POR MEIO DE UM DISCIPULADO RADICAL)

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "JUNTOS NA PALAVRA (A CENTRALIDADE DA PALAVRA DE DEUS PARA A COMUNIDADE MISSIONÁRIA IBERO- AMERICANA POR MEIO DE UM DISCIPULADO RADICAL)"

Transcrição

1 JUNTOS NA PALAVRA (A CENTRALIDADE DA PALAVRA DE DEUS PARA A COMUNIDADE MISSIONÁRIA IBERO- AMERICANA POR MEIO DE UM DISCIPULADO RADICAL) Introdução: Onde está a base doutrinária para o movimento missionário ibero-americano? Qual é o papel das Escrituras em nossa missiologia? Bertil Ekström Como assegurar a liberdade de questionar e de fazer análise, sem colocar em risco a autoridade das Escrituras e o respeito à Palavra de Deus? De que forma colaboramos com a Palavra de Deus? Texto: 1 Timóteo 4:1-16 I. As Orientações de Paulo a Timóteo As orientações de Paulo a Timóteo nos dão importantes indicações de como responder a estas perguntas. Há preocupação de Paulo na preservação da sã doutrina, apesar do crescimento da Igreja e da chegada de novas gerações de liderança. Havia grandes desafios como Apostasia, abandono da fé; Obediência a espíritos enganadores e a ensinos de demônios; A hipocrisia dos que falavam mentiras e que tinham cauterizada sua própria consciência; A exigência do cumprimento de um legalismo antibíblico; Fábulas profanas e outros mitos semelhantes. O antídoto, segundo Paulo é: Nutrir-se com as palavras da fé e da boa doutrina v. 6; Rejeitar as heresias e exercitar-se na piedade v. 7; Ordenar e ensinar tudo o que é correto v. 11; Tornar-se um modelo para os fiéis v. 12; Dedicar-se à leitura pública das Escrituras e a ensinar e a animar os irmãos v. 13; Não ser negligente com o dom dado pelo Espírito Santo v. 14; Meditar e ser diligente (ser proativo no cuidado, vigiar, esforçar-se) v. 15; Ter cuidado com a própria conduta e com a doutrina v. 16 II. Os Ataques Externos à Palavra de Deus ao longo da história da Igreja Entre eles: O Legalismo; A Sedução da Sabedoria Humana concretizada no Humanismo; O Perigo do Relativismo Cultural e Religioso por exemplo no Existencialismo; O Conflito entre a Fé e a Ciência A Racionalização típica da era moderna a ideia de que a Bíblia é retrógrada e antiquada.

2 Estes e outros aspectos nos propõem desafios como: O desafio da relevância da interpretação e da aplicação bíblica para cada época; O desafio de buscar a coerência entre a mensagem bíblica e a vida diária em meio à sociedade. III. Os Desafios Internos que tem questionado as Escrituras como Autoridade Suprema na Vida Cristã e na Elaboração de uma Missiologia Ibero-americana O perigo de valorizar a tradição mais que as Escrituras; O perigo de dar mais crédito às decisões dos concílios e assembleias que à Bíblia nem sempre a democracia leva à verdade; O perigo do fundamentalismo a leitura que não considera o contexto cultural e histórico bibliolatria idolatria do livro em si, usando-o como amuleto, talismã; O perigo de ser cético duvidar de tudo e não crer que há verdades absolutas aplicado à Bíblia leva a um criticismo insano e pernicioso de tudo o que a Bíblia diz; O perigo do dogmatismo conservador ou liberal. Quais são, então, as bases não negociáveis do Evangelho e das Escrituras? IV. A Centralidade da Palavra de Deus O Pacto de Lausanne diz o seguinte: 2. AUTORIDADE E PODER DA BÍBLIA Afirmamos a divina inspiração, fidelidade e autoridade das Sagradas Escrituras do Antigo e do Novo Testamento, sem erros em tudo o que afirmam, e que são a única norma infalível de fé e conduta. Afirmamos também o poder da Palavra de Deus para cumprir Seu propósito de salvação. A mensagem da Bíblia se dirige a toda a humanidade, posto que a revelação de Deus em Cristo e nas Escrituras é inalterável. Por meio dela, o Espírito Santo continua falando hoje. Ele ilumina a mente do povo de Deus em cada cultura, para perceber a verdade novamente com seus próprios olhos, e assim mostra a toda a igreja mais da multiforme sabedoria de Deus. O Compromisso da Cidade do Cabo 6. Amamos a Palavra de Deus A) A Pessoa que a Bíblia revela. B) A história que a Bíblia conta. C) A verdade que a Bíblia ensina. D) A vida que a Bíblia requer. Confessamos que dizemos facilmente que amamos a Bíblia, sem amar a vida que ela ensina: a vida de esforçada obediência prática a Deus através de Cristo. Contudo, "não há nada que com maior eloquência respalde o evangelho que uma vida transformada, nem nada que o desacredite tanto como uma vida inconsistente com aquele. Se nos foi ordenado comportar-nos de uma maneira digna do evangelho de Cristo, e ainda 'adorná-lo', ressaltando sua beleza por meio de vidas santas". [21] Portanto, pelo bem do evangelho de Cristo, nos comprometemos novamente a demonstrar nosso amor pela Palavra de Deus, crendo nela e obedecendo-a. Não existe missão bíblica sem uma vida bíblica.

3 Missões partem da centralidade das Escrituras Fazemos missões porque é uma ordem divina. Não as fazemos pelo fato de que nos pressionaram a fazê-las ou porque nós desejamos ser tão bons quanto os demais. Nem tampouco por crer que somos os salvadores do mundo e que temos as igrejas mais pujantes e vigorosas do planeta. Não. É pelo mandamento dado por nosso Senhor Jesus Cristo. Ide e fazei discípulos de todas as nações! Há, sem dúvida motivações humanitárias e racionais, mas fundamentamos nosso movimento missionário na autoridade das Escrituras, crendo que o mandato dado à igreja que encontramos na Bíblia continua sendo atual e imperativo. A principal tarefa missionária é fazer discípulos. Façam discípulos, indo batizando e ensinando a obedecer. Fazemos discípulos porque nós somos discípulos de Cristo e queremos obedecer a Ele. Creio que temos sido bons em ir e batizar, mas ensinar a guardar e obedecer tem sido nosso maior desafio. Juntos na Palavra significa para mim nos reunirmos ao redor da Palavra, compartilhar, refletir e colocar em prática. Em outras palavras, ser um discípulo, viver de acordo com os princípios da Palavra de Deus. Levar a sério a Palavra é obedecer. Nosso problema como líderes não é a falta de conhecimento da Palavra, mas a falta de colocá-la em prática. V. Quais são as Características do Discipulado? Creio que podemos descrevê-lo nos seguintes termos: 1. Seguir o Mestre e Senhor Jesus Cristo em uma relação íntima, caminhar com Ele sempre; 2. Aprender com os ensinamentos de Jesus, sendo obediente; 3. Imitar a Ele em suas atitudes e ações, tendo a mente de Cristo; 4. Crescer e amadurecer em Cristo e juntamente com os demais no Corpo de Cristo um discipulado coletivo (Efésios 4); 5. Resistir à mentalidade e aos padrões deste mundo. Resistir ao ego e à graça barata (como descrita por Bonhoeffer); 6. Reproduzir fazer novos discípulos de Jesus; 7. Terminar bem a vida manter a fé (2 Tim 4:6-8); Gosto dos pontos que John Stott inclui em seu último livro, seu legado e herança final, talvez o clímax de uma vida dedicada ao estudo da Palavra. O Discípulo Radical: Aspectos do Discipulado que com Frequência são Descuidados, descreve algumas das características de discipulado cristão. Veja os títulos dos capítulos: 1. Não ao Conformismo 2. Semelhantes a Cristo 3. Maturidade 4. O Cuidado da Criação 5. Simplicidade 6. Equilíbrio

4 7. Dependência 8. A Morte Stott conclui dizendo: Temos considerado oito características dos que desejam seguir a Jesus, e que juntas formam minha imagem de um discípulo radical. Básico para todo discipulado é nossa decisão de não apenas chamar Jesus com títulos refinados, mas de seguir seus ensinamentos e obedecer a seus mandamentos (Stott, A Radical Disciple, 2010:134,135). Para mim, a centralidade da Palavra de Deus em nossas vidas e na Igreja se demonstra na medida em que damos espaço à leitura, à meditação, ao ensino e à aplicação da Palavra em nossa rotina diária. Se temos visto o uso das Escrituras de forma parcial e muitas vezes como um amuleto sagrado de capa preta, que pouco tem a ver com nossa vida diária, também nos temos equivocado com frequência quanto ao que significa ser um discípulo. Discipulado tem sido entendido: Mais como um curso que como um estilo de vida; Mais como conhecimento e teoria que como uma prática diária; Mais relacionado com coisas externas que com a vida interior; Mais relacionado com a vida interna da igreja que com a presença na sociedade; Mais como realização e conquista pessoal que como obra de Deus em nossas vidas; Mais como algo individual que coletivo. O resultado tem sido: 1. Uma Evangelização sem profundidade o que se diz na África, de um Cristianismo com uma milha de largura e uma polegada de profundidade, também é nossa realidade; 2. Um forte sincretismo, não somente na Igreja Católica Romana e nos movimentos neopentecostais, mas muitas vezes também nas igrejas evangélicas tradicionais e históricas. A falta de ensino bíblico gera confusão, leitura fracionada da Bíblia e sacralização de dogmas humanos; 3. Uma teologia baseada em boas obras, legalismo e tradições denominacionais sem a devida reflexão e contextualização. O catálogo de pecados continua sendo a forma como tentamos manter os crentes dentro de certos limites e parâmetros, não dando a oportunidade para um crescimento na Palavra de Deus que resulte em maturidade na fé; 4. Extremos teológicos, tanto de sacrifício e pobreza como de prosperidade e riqueza; 5. Poucos líderes maduros que podem ser exemplos de discipulado. Creio que é um dos maiores desafios. A tendência é de reconhecer, e talvez ainda esperar, uma liderança autocrática e autossuficiente. O líder servo e humilde é visto como fraco e pouco atrativo. O ideal de liderança é, muitas vezes, relacionado com poder, influência e prosperidade, de acordo com o modelo do coronelismo e do caudilhismo que foram implantados em nossas terras, reforçados por certos modelos de ministérios supostamente exitosos. O que falta? Uma busca de modelos nas Escrituras, entender o modelo de Jesus!

5 6. Corrupção e imoralidade também entre o povo de Deus. É outro sintoma da falta de colocar a Palavra de Deus como norma de conduta ética e moral; 7. Crescente secularização e materialismo em nossas igrejas são outros aspectos que me preocupam e que demonstram a falta de discipulado e de caminhar na Palavra. Quais são, portanto, alguns dos desafios que temos na Ibero América? 1. Ensino bíblico nas Igrejas O que precisamos em primeiro lugar não são manuais, programas ou estratégias de discipulado, mas a pregação e instrução na Palavra de Deus. Nada substitui a Bíblia no processo de fazer discípulos. Sim, eu conheço a realidade. Também fui pastor local. Muitos buscam os cultos como diversão Gospel. Gostam de ver uma apresentação profissional com bons músicos e cantores e escutar uma pregação que fala a seu favor e não contra. Estão dispostos a pagar por isto e quanto mais as igrejas oferecem a promessa de uma vida boa e saudável tanto mais vão contribuir. A reflexão mais profunda nas Escrituras exige demais, principalmente se requer uma mudança no estilo de vida. Com toda a emoção e competitividade da parte dos movimentos de milagres e cura, é realmente difícil para um pastor latino-americano insistir em um sério compartilhamento dos princípios bíblicos. Mas não podemos desanimar ou desistir; 2. Capacitação de líderes em nossos seminários Muitas vezes o que falta na capacitação teológica é a ênfase no poder da Palavra de Deus e na ação do Espírito Santo através da Palavra. Minha experiência de mais de 30 anos na capacitação de líderes é que muitos estudantes chegam ao seminário sem uma boa fundamentação bíblica e não têm recebido um discipulado de parte de seu pastor ou de outro líder na igreja. Temos que fazê-lo no seminário, mas é um ambiente artificial, que muitas vezes não se conecta com a realidade. A pergunta é como fazê-lo diferente; 3. Exemplos vivos de como ser um discípulo Creio que o fator mais importante na formação de discípulos são os exemplos que podem ser seguidos e imitados. Estes mostram através de sua vida a centralidade da Palavra de Deus em sua atividade diária. E isto vale também para a obra missionária. Um bom critério para avaliar o sucesso das igrejas e do movimento missionário ibero-americano hoje é ver que tipo de líderes estamos formando. São servos ou caudilhos? São bons exemplos para outros ou não? 4. Ter uma Mentalidade do Reino A centralidade da Palavra de Deus e o discipulado radical promovem os valores do Reino de Deus. O número crescente de crentes tem que significar uma influência muito mais forte e positiva na sociedade.

6 Se a Igreja Evangélica está centrada na Palavra de Deus, então ela defende e luta pela restauração de indivíduos, famílias, comunidades e nações. Os cristãos precisam ser paladinos da paz e da reconciliação, de liberdade aos oprimidos política, econômica, social e espiritualmente. Defende os direitos humanos, incluindo liberdade religiosa, igualdade de direitos e oportunidades tanto de mulheres como de homens, e o cuidado com o meio ambiente. Creio que precisamos regressar seguidamente à sinagoga de Nazaré para escutar as palavras de Jesus quando declara sua missão. (Lucas 4:18,19). Conclusão Precisamos de um estudo e de uma exposição coerente das Escrituras, usando as ferramentas que temos. Levar em conta tanto o contexto histórico como a cultura vigente da época da escrita. Isto nos ajuda a entender o que o autor quis dizer e que os primeiros leitores entenderam. Isto também nos leva a uma leitura com critérios e nos salva do fundamentalismo e de uma aplicação fora de contexto. Mas não é suficiente. Há um elemento acultural e atemporal na Palavra de Deus, que significa que a palavra tem relevância e aplicação em todas as épocas e em todas as culturas. É o que Andrew Walls chama de translatability, a habilidade, capacidade e poder que o Evangelho tem de ser traduzido para qualquer contexto. Há princípios inegociáveis, que não podemos eliminar ou deixar de comunicar. A Palavra continua sendo a norma debaixo da qual a cultura e a comunicação contextualizada se submetem. Não há relativismo na Palavra. Necessitamos resgatar a centralidade e, de novo, reconhecer a autoridade das Escrituras. E isto não significa em primeiro lugar sair falando a respeito dela, mas pregar. A Palavra de Deus é central para nós! Sigamos juntos na Palavra de Deus, como discípulos obedientes a nosso Mestre e Senhor Jesus Cristo. A Deus toda a glória!

O Espírito Santo, que o Pai nos presenteia, identifica-nos com Jesus- Caminho, abrindo-nos ao seu mistério de salvação para que sejamos filhos seus e

O Espírito Santo, que o Pai nos presenteia, identifica-nos com Jesus- Caminho, abrindo-nos ao seu mistério de salvação para que sejamos filhos seus e O Espírito Santo, que o Pai nos presenteia, identifica-nos com Jesus- Caminho, abrindo-nos ao seu mistério de salvação para que sejamos filhos seus e irmãos uns dos outros; identifica-nos com Jesus-Verdade,

Leia mais

EVANGELISMO. Uma ideia nada popular. razão externa: religião como fenômeno particular. razão interna: confusão entre evangelismo e proselitismo

EVANGELISMO. Uma ideia nada popular. razão externa: religião como fenômeno particular. razão interna: confusão entre evangelismo e proselitismo EVANGELISMO Uma ideia nada popular razão externa: religião como fenômeno particular razão interna: confusão entre evangelismo e proselitismo O QUE EVANGELISMO NÃO É? Não é um convite para ir uma reunião

Leia mais

Valores de uma Igreja RELACIONAL

Valores de uma Igreja RELACIONAL Valores de uma Igreja RELACIONAL O que já aprendemos... A Igreja deve valorizar e incentivar os relacionamentos Os que criam mantinham-se unidos e tinham tudo em comum... Da multidão dos que creram, uma

Leia mais

EVANGELISMO. Por Evaristo Filho. SEMINÁRIO TEOLÓGICO EVANGÉLICO BÍBLICO SETEB Global

EVANGELISMO. Por Evaristo Filho. SEMINÁRIO TEOLÓGICO EVANGÉLICO BÍBLICO SETEB Global EVANGELISMO Por Evaristo Filho SEMINÁRIO TEOLÓGICO EVANGÉLICO BÍBLICO SETEB Global http://seminarioevangelico.com.br setebonline@gmail.com 2 Apresentação da Disciplina Informações Gerais Pré-Tarefas Antes

Leia mais

LIÇÃO 9 A MISSÃO ENSINADORA DA IGREJA. Prof. Lucas Neto

LIÇÃO 9 A MISSÃO ENSINADORA DA IGREJA. Prof. Lucas Neto LIÇÃO 9 A MISSÃO ENSINADORA DA IGREJA Prof. A GLÓRIA É DE DEUS INTRODUÇÃO O MINISTÉRIO TRÍPLICE DE JESUS Jesus Cristo em seu ministério tríplice pregou, curou e ensinou, mas o ensino foi a atividade mais

Leia mais

A Declaração de Jerusalém

A Declaração de Jerusalém A Declaração de Jerusalém Introdução Preocupados em estabelecer fundamentos sobre os quais a igreja deve buscar a expansão do cristianismo, representantes anglicanos de todo o mundo firmaram princípios

Leia mais

A GRANDE COMISSÃO: ANÁLISE DAS CINCO DIMENSÕES

A GRANDE COMISSÃO: ANÁLISE DAS CINCO DIMENSÕES A MISSÃO NO SÉCULO XXI A GRANDE COMISSÃO: ANÁLISE DAS CINCO DIMENSÕES Dr. ERICO T. XAVIER Os cinco textos da Grande Comissão. Mateus 28:18-20 Marcos 16:14-20 Lucas 24:44-53 João 20:19-23 Atos 1:8 Repetiu

Leia mais

CATECISMO do Século XXI

CATECISMO do Século XXI CATECISMO do Século XXI IGREJA ANGLICANA REFORMADA DO BRASIL IGREJA ANGLICANA REFORMADA DO BRASIL Sumário Introdução 1 Prefácio 3 A Chamada de Deus 7 A Fé Cristã 11 A Obediência Cristã 17 O Crescimento

Leia mais

ANIMAÇÃO BÍBLICA DA PASTORA: uma nova mentalidade

ANIMAÇÃO BÍBLICA DA PASTORA: uma nova mentalidade ANIMAÇÃO BÍBLICA DA PASTORA: uma nova mentalidade Tanto o Documento de Aparecida (248) como a Exortação Apostólica Verbum Domini (73) se referem à uma nova linguagem e a um novo passo na questão bíblica:

Leia mais

No contexto da fé cristã, a teologia não é o estudo de Deus como algo abstrato, mas é o estudo do Deus pessoal revelado na Escritura.

No contexto da fé cristã, a teologia não é o estudo de Deus como algo abstrato, mas é o estudo do Deus pessoal revelado na Escritura. Franklin Ferreira No contexto da fé cristã, a teologia não é o estudo de Deus como algo abstrato, mas é o estudo do Deus pessoal revelado na Escritura. Necessariamente isso inclui tudo o que é revelado

Leia mais

LIÇÃO 1 Por que liderança masculina? Atos 14.23; Tito 1.5-9

LIÇÃO 1 Por que liderança masculina? Atos 14.23; Tito 1.5-9 LIÇÃO 1 Por que liderança masculina? Atos 14.23; Tito 1.5-9 1. Considerando as grandes mudanças ocorridas na sociedade, como a igreja deve responder a elas à luz do ensino do NT? A resposta é se adequar

Leia mais

LIÇÃO 13 O QUE POSSO FAZER POR MINHA IGREJA. Prof. Lucas Neto

LIÇÃO 13 O QUE POSSO FAZER POR MINHA IGREJA. Prof. Lucas Neto LIÇÃO 13 O QUE POSSO FAZER POR MINHA IGREJA Prof. Lucas Neto A GLÓRIA É DE DEUS INTRODUÇÃO A IGREJA ESSPIRITUAL DO SENHOR JESUS A igreja de Jesus Cristo é composta por todos os cristãos salvos que um dia

Leia mais

ENSINO RELIGIOSO - 9º ANO

ENSINO RELIGIOSO - 9º ANO CONTEÚDOS ENSINO RELIGIOSO - 9º ANO Coleção Interativa UNIDADE 1 Preparo para o céu 1 - Rota errada A seriedade do pecado Características do pecado Solução 2- Giro de 180 graus Sentimento de culpa Verdadeiro

Leia mais

O CONCEITO DOS DONS ESPIRITUAIS

O CONCEITO DOS DONS ESPIRITUAIS ECLESIOLOGIA AULA V JESUS CRISTO COMO CABEÇA DA IGREJA DISTRIBUI AOS MEMBROS DO CORPO, DONS, RESPONSABILIDADES E MINISTÉRIOS, PARA EDIFICAÇÃO UNS DOS OUTROS E PARA CRESCIMENTO. Definição de Dons Os dons

Leia mais

Reivindicações específicas para a inspiração do Novo Testamento

Reivindicações específicas para a inspiração do Novo Testamento Reivindicações específicas para a inspiração do Novo Testamento Orientação no ensino Não foram só aos apóstolos foi prometida a orientação do Espírito Santo em sua pregação sobre Jesus, mas eles também

Leia mais

Quem somos e no que cremos?

Quem somos e no que cremos? Vivendo e compartindo o caminho de Jesús Quem somos e no que cremos? Igreja Evangélica Paseo de Extremadura 179 Tel: 91 813 67 05; 626 468 629 http://www.comuniondelagracia.es E-mail: iduespana@yahoo.es

Leia mais

PROVA FINAL DA DISCIPLINA DE INTRODUÇÃO À TEOLOGIA BÍBLICA

PROVA FINAL DA DISCIPLINA DE INTRODUÇÃO À TEOLOGIA BÍBLICA INSTITUTO EDUCACIONAL DE TEOLOGIA EVANGÉLICA[1] PROVA FINAL DA DISCIPLINA DE INTRODUÇÃO À TEOLOGIA BÍBLICA SISTEMA EAD DE NATUREZA JURÍDICA LIVRE ALUNO (A): MAT: 000/2014 MATÉRIA: INTRODUÇÃO À TEOLOGIA

Leia mais

Coleção Chamados à Vida Chamados À Vida, Chamados À Vida Em Jesus Cristo,

Coleção Chamados à Vida Chamados À Vida, Chamados À Vida Em Jesus Cristo, Coleção Chamados à Vida Em preparação à Eucaristia 1ª Etapa: Chamados à vida 2ª Etapa: Chamados à vida em Jesus Cristo 3ª Etapa: Chamados à vida em Comunidade. 4ª Etapa: Chamados à vida para amar e servir.

Leia mais

OS DONS DO ESPÍRITO SANTO O CAMINHO DOS DOS ESPIRITUAIS

OS DONS DO ESPÍRITO SANTO O CAMINHO DOS DOS ESPIRITUAIS OS DONS DO ESPÍRITO SANTO O CAMINHO DOS DOS ESPIRITUAIS O DOM ESPIRITUAL E A EDIFICAÇÃO DA IGREJA Temos diferentes dons, de acordo com a graça que nos foi dada. Romanos 12,6 A cada um, porém, é dada a

Leia mais

A evangelização é uma parte importante e fundamental da fé e vida cristã.

A evangelização é uma parte importante e fundamental da fé e vida cristã. A evangelização é uma parte importante e fundamental da fé e vida cristã. Uma missão irrenunciável da igreja como um todo e do cristão particularmente. O QUE É INDISPENSÁVEL PARA A EVANGELIZAÇÃO? Conversão

Leia mais

4 O que é uma igreja baseada em princípios?

4 O que é uma igreja baseada em princípios? 4 O que é uma igreja baseada em princípios? Essa igreja é uma comunidade local onde todos os membros, vivenciando os princípios apresentados na Palavra de Deus, têm por objetivo glorificar a Deus e cumprir

Leia mais

Teologia Bíblica de Missões SEFO 2013

Teologia Bíblica de Missões SEFO 2013 Teologia Bíblica de Missões SEFO 2013 2 ª Aula Fabio Codo Fábio Codo - http://teologiaaservicoevangelho.wordpress.com Igreja Evangélica Assembleia de Deus Ministério Madureira Campo de Mogi das Cruzes

Leia mais

Apresentação. Estudos bíblicos doutrinários - formato 16x23.pmd 3

Apresentação. Estudos bíblicos doutrinários - formato 16x23.pmd 3 Apresentação A Editora Cultura Cristã continua a contribuir para o amadurecimento dos crentes e para o fortalecimento da Igreja. Numa época de crise em que mesmo a mídia secular noticia o abandono da fé

Leia mais

O Espírito Santo e a origem da Palavra: Revelador. Inspirador. Verdadeiro. O Espírito Santo e a Palavra hoje. Nosso instrutor. Não há contradição.

O Espírito Santo e a origem da Palavra: Revelador. Inspirador. Verdadeiro. O Espírito Santo e a Palavra hoje. Nosso instrutor. Não há contradição. Lição 1 para 7 de janeiro de 2017 O Espírito Santo foi o motor e a gênese do processo de criação da Palavra escrita de Deus a Bíblia. Mas sua relação com a Palavra não acabou com seu processo de escrita.

Leia mais

Princípios para uma Catequese Renovada. Eu vim para que tenham a vida Jo 10,10

Princípios para uma Catequese Renovada. Eu vim para que tenham a vida Jo 10,10 Princípios para uma Catequese Renovada Eu vim para que tenham a vida Jo 10,10 Por que Renovada? Podemos renovar o que ainda não existe? Como renovar? Introdução A renovação atual da catequese nasceu para

Leia mais

resguardar o verdadeiro cristianismo; conhecer a verdade para reconhecer uma fraude; evitar cair no erro, ter respostas às aberrações heréticas; ser

resguardar o verdadeiro cristianismo; conhecer a verdade para reconhecer uma fraude; evitar cair no erro, ter respostas às aberrações heréticas; ser resguardar o verdadeiro cristianismo; conhecer a verdade para reconhecer uma fraude; evitar cair no erro, ter respostas às aberrações heréticas; ser instrumento de Deus para o resgate da verdade em amor.

Leia mais

Acesso ao Jesus da História

Acesso ao Jesus da História 2 O Acesso ao Jesus da História Acesso ao Jesus da História A preocupação central da cristologia é o acesso ao Jesus da história. Se as cristologias do NT não são biografias, que acesso temos, então, ao

Leia mais

LIÇÃO 13 A EVANGELIZAÇÃO INTEGRAL NESTA ÚLTIMA HORA

LIÇÃO 13 A EVANGELIZAÇÃO INTEGRAL NESTA ÚLTIMA HORA INTRODUÇÃO - Concluindo o estudo deste trimestre sobre evangelização, estudaremos a necessária integralidade desta atividade mais importante, da razão de ser da igreja. - A evangelização tem de ser integral.

Leia mais

27/02/2017. CUIDADO Algumas pessoas não conseguem entender o que significa fé. O que é fé e por que ela é importante? O QUE AS PESSOAS DIZEM

27/02/2017. CUIDADO Algumas pessoas não conseguem entender o que significa fé. O que é fé e por que ela é importante? O QUE AS PESSOAS DIZEM FÉ: Primeiro você coloca o pé, depois Deus coloca o chão. CUIDADO Algumas pessoas não conseguem entender o que significa fé. O que é fé e por que ela é importante? O QUE AS PESSOAS DIZEM Para muitos, a

Leia mais

E, chegando-se Jesus, falou-lhes, dizendo: É me dado todo o poder no céu e na terra.

E, chegando-se Jesus, falou-lhes, dizendo: É me dado todo o poder no céu e na terra. Casas Abertas Estudos Diversos Batismo O batismo cristão é uma de duas ordenanças que Jesus instituiu para a igreja: E, chegando-se Jesus, falou-lhes, dizendo: É me dado todo o poder no céu e na terra.

Leia mais

10 PALAVRAS ESSENCIAIS DE CRISTO PARA OS PASTORES. Por Robert W. Kellemen.

10 PALAVRAS ESSENCIAIS DE CRISTO PARA OS PASTORES. Por Robert W. Kellemen. 10 PALAVRAS ESSENCIAIS DE CRISTO PARA OS PASTORES Por Robert W. Kellemen. www.santoevangelho.com.br Quando eu faço aconselhamentos em igrejas locais, eu repetidamente ouço a preocupação de que nossa igreja

Leia mais

Treinamento de Instrutores Bíblicos. Como Ensinar Doutrinas Básicas Adventistas

Treinamento de Instrutores Bíblicos. Como Ensinar Doutrinas Básicas Adventistas North A meric an Divisio n Portuguese Mi nistry Treinamento de Instrutores Bíblicos Como Ensinar Doutrinas Básicas Adventistas Como Ensinar Doutrinas Básicas Adventistas Objetivo Uma compreensão clara

Leia mais

Assessoria de Educação. Pastor Joel Nascimento Congresso Renovação Ministerial Fev/2016 Avivamento Bíblico - Jaçanã

Assessoria de Educação. Pastor Joel Nascimento Congresso Renovação Ministerial Fev/2016 Avivamento Bíblico - Jaçanã Assessoria de Educação Pastor Joel Nascimento Congresso Renovação Ministerial Fev/2016 Avivamento Bíblico - Jaçanã Agenda O que é a EBD? Considerações sobre o Ensino Algumas recomendações para os professores

Leia mais

Acesso ao Jesus da História ROSSI & KLINGBEIL

Acesso ao Jesus da História ROSSI & KLINGBEIL Acesso ao Jesus da História 2 O Acesso ao Jesus da História A preocupação central da cristologia é o acesso ao Jesus da história. Se as cristologias do NT não são biografias, que acesso temos, então, ao

Leia mais

O Evangelho de Deus. A Dinâmica da Espiritualidade Cristã de A a Z

O Evangelho de Deus. A Dinâmica da Espiritualidade Cristã de A a Z O Evangelho de Deus A Dinâmica da Espiritualidade Cristã de A a Z O que é o Evangelho? Não se trata do ABC da vida cristã que nos introduz aos cursos mais avançados de D a Z. O que é o Evangelho? O Evangelho

Leia mais

O segredo além do segredo: uma questão missional

O segredo além do segredo: uma questão missional O segredo além do segredo: uma questão missional 1. A urgência da missão 2. O princípio da missão 3. Perigos da missão 4. A prática da missão 1. A urgência da missão Uma questão... Existencial Poder Investimento

Leia mais

A 2 3:18 PNEUMATOLOGIA

A 2 3:18 PNEUMATOLOGIA VASOS DE OURO Antes crescei na graça e conhecimento de nosso Senhor e Salvador, Jesus Cristo. A ele seja dada a glória, assim agora, como no dia da eternidade. Amém. 2 Pe. 3:18 PNEUMATOLOGIA OS DONS DO

Leia mais

PLANEJAMENTO Disciplina: Ensino Religioso Série: 7º ano Prof.:Cristiano Souza 1ª UNIDADE EIXOS COGNITIVOS CONTEÚDOS HABILIDADES

PLANEJAMENTO Disciplina: Ensino Religioso Série: 7º ano Prof.:Cristiano Souza 1ª UNIDADE EIXOS COGNITIVOS CONTEÚDOS HABILIDADES Disciplina: Ensino Religioso Série: 7º ano Prof.:Cristiano Souza 1ª UNIDADE EIXOS COGNITIVOS CONTEÚDOS HABILIDADES O homem e sua relação com o Transcendente LIDERANÇA CHAMADOS PARA FORMAR UMA NAÇÃO Favorecer

Leia mais

DECLARAÇÃO DE FÉ MINISTÉRIO BÍBLICO PALAVRA VIVA

DECLARAÇÃO DE FÉ MINISTÉRIO BÍBLICO PALAVRA VIVA DECLARAÇÃO DE FÉ MINISTÉRIO BÍBLICO PALAVRA VIVA A Igreja de Jesus Cristo está comprometida somente com o Antigo e Novo Testamentos como a única autoridade escrita de fé e conduta. A fé e conduta dos crentes

Leia mais

EM RESUMO, QUE LUZES NOS TRAZ O DOCUMENTO DE APARECIDA?

EM RESUMO, QUE LUZES NOS TRAZ O DOCUMENTO DE APARECIDA? EM RESUMO, QUE LUZES NOS TRAZ O DOCUMENTO DE APARECIDA? O documento Conclusivo da V Conferência contém inúmeras e oportunas indicações pastorais, motivadas por ricas reflexões à luz da fé e do atual contexto

Leia mais

Lição nº 3 VERDADE SOBRE A UNÇÃO ESPIRITUAL. 18 jan Pr. Adriano Diniz

Lição nº 3 VERDADE SOBRE A UNÇÃO ESPIRITUAL. 18 jan Pr. Adriano Diniz Lição nº 3 VERDADE SOBRE A UNÇÃO ESPIRITUAL Pr. Adriano Diniz 18 jan 2015 TEXTO ÁUREO O Espírito do Senhor está sobre mim, porque ele me ungiu para pregar boas novas aos pobres. Ele me enviou para proclamar

Leia mais

Nova Estrutura do Curso: Avisos

Nova Estrutura do Curso: Avisos Nova Estrutura do Curso: Avisos Nova Estrutura do Curso Disciplinas de Teologia Sistemática: Introdução a Teologia Sistemática Doutrina de Deus Teontologia Doutrina do Ser Humano Antropologia Doutrina

Leia mais

LIÇÃO 3 - O DIA DO SENHOR. Prof. Lucas Neto

LIÇÃO 3 - O DIA DO SENHOR. Prof. Lucas Neto LIÇÃO 3 - O DIA DO SENHOR Prof. Lucas Neto A GLÓRIA É DE DEUS INTRODUÇÃO O DIA DO SENHOR EM TODAS AS ÉPOCAS O dia do Senhor representou para Judá e Israel um severo julgamento devido a altivez humana que

Leia mais

Sumário. Prefácio, 13. Primeira parte - Fundamentação, 15

Sumário. Prefácio, 13. Primeira parte - Fundamentação, 15 Sumário Prefácio, 13 Primeira parte - Fundamentação, 15 I. A teologia fundamental como ciência teológica básica, 17 1 Teologia como "fala de Deus", 17 1.1 Tipos básicos de teologia, 17 a) A teologia como

Leia mais

Evangelhos e atos. Observações

Evangelhos e atos. Observações NOVO TESTAMENTO Muitas vezes e de diversos modos outrora falou Deus aos nossos pais pelos profetas. Ultimamente nos falou por seu Filho (Hebreus 1,1-2) EVANGELHOS E ATOS Evangelhos e atos Os melhores recursos

Leia mais

Deus tem um plano para cada um de nós, com propósitos bem definidos (Pv 16.4).

Deus tem um plano para cada um de nós, com propósitos bem definidos (Pv 16.4). Leitura: Romanos 12.1-8 Deus tem um plano para cada um de nós, com propósitos bem definidos (Pv 16.4). O plano é perfeito e inclui a salvação em Cristo (2 Ts 2.13) e a capacitação para lhe servirmos (2

Leia mais

Recordando e refletindo

Recordando e refletindo MARCOS - O EVANGELHO DO SERVIÇO Recordando e refletindo ESTUDO 39 Lição 1 Chegam ao mundo as Boas Novas 1. Por que Gn 3.15 recebeu o nome de primeiro evangelho? 2. Identifique as qualidades de João Batista:

Leia mais

INTRODUÇÃO AO TRIMESTRE - Trimestre temático O desafio da evangelização obedecendo ao ide do Senhor Jesus de levar as boas novas a toda criatura.

INTRODUÇÃO AO TRIMESTRE - Trimestre temático O desafio da evangelização obedecendo ao ide do Senhor Jesus de levar as boas novas a toda criatura. INTRODUÇÃO AO TRIMESTRE - Trimestre temático O desafio da evangelização obedecendo ao ide do Senhor Jesus de levar as boas novas a toda criatura. - A Igreja foi criada para dar seguimento ao ministério

Leia mais

EXAME UNIDADE 1: Maturidade Cristã

EXAME UNIDADE 1: Maturidade Cristã EXAME UNIDADE 1: Maturidade Cristã Nome: As seguintes afirmações ou são verdadeiras ou falsas. Indique com V ou F. 1. Um crente cresce em maturidade cristã mesmo que este não queira. 2. Deus tem um plano

Leia mais

A suficiência da Bíblia

A suficiência da Bíblia A suficiência da Bíblia Toda a Escritura é inspirada por Deus e útil para o ensino, para a repreensão, para a correção, para a educação na justiça, a fim de que o homem de Deus seja perfeito e perfeitamente

Leia mais

Estudos na Palavra de Deus

Estudos na Palavra de Deus Estudos na Palavra de Deus Não faça nada que você não queira que Deus veja. Não diga nada que não deseja que Deus ouça. Não escreva nada que não deseja que Deus leia. Não vá a qualquer lugar onde não queira

Leia mais

evangelho de Jesus Cristo revelado na carta aos Romanos

evangelho de Jesus Cristo revelado na carta aos Romanos O Tema do trimestre: Maravilhosa graça O evangelho de Jesus Cristo revelado na carta aos Romanos O Estudo da epístola de Paulo aos Romanos, um dos livros mais analisados na história da Igreja (Agostinho,

Leia mais

É Maria quem nos convida a refletir e guardar no coração a

É Maria quem nos convida a refletir e guardar no coração a É Maria quem nos convida a refletir e guardar no coração a vida e projeto de seu FILHO. A missão dela era nos dar Jesus e fez isso de maneira ímpar. Vamos refletir nos fatos na vida de Jesus onde ELA está

Leia mais

Reflexões sobre a vida do pregador da Justiça

Reflexões sobre a vida do pregador da Justiça Como nos dias de Noé... E, como foi nos dias de Noé, assim será também a vinda do Filho do homem. Mateus 24:37 Reflexões sobre a vida do pregador da Justiça Introdução 1 Um história amada por todos. Um

Leia mais

Olhar divino. Visão AMME p. 3

Olhar divino. Visão AMME p. 3 Olhar divino Para ajudar a Igreja Brasileira é preciso vê-la como Cristo a vê. Sabemos que o coração é enganoso e, ainda assim, muitos agem a partir de uma visão humana, não percebendo que a Igreja foi

Leia mais

Quais são as principais razões que impedem a igreja brasileira de enviar mais missionários transculturais

Quais são as principais razões que impedem a igreja brasileira de enviar mais missionários transculturais Como resultado de uma iniciativa promovida em 2012 pelas organizações evangélicas Comibam, Sepal, AMTB e o Movimento de Lausanne, foi levada à cabo, com cerca de 40 líderes evangélicos conhecedores da

Leia mais

JUSTIFICATIVA. OBJETIVOS Gerais: Capacitar expositores da Bíblia a utilizá-la de forma teológica e metodologicamente fundam Específicos:

JUSTIFICATIVA. OBJETIVOS Gerais: Capacitar expositores da Bíblia a utilizá-la de forma teológica e metodologicamente fundam Específicos: JUSTIFICATIVA A Bíblia é a fonte primeira da teologia cristã, de onde os mais diversos grupos do cristianismo retiram OBJETIVOS Gerais: Capacitar expositores da Bíblia a utilizá-la de forma teológica e

Leia mais

REZANDO COM O EVANGELHO DO DIA (LECTIO DIVINA) Reflexões de Frei Carlos Mesters, O.Carm Reflexões de Pe. Lucas de Paula Almeida, CM

REZANDO COM O EVANGELHO DO DIA (LECTIO DIVINA) Reflexões de Frei Carlos Mesters, O.Carm Reflexões de Pe. Lucas de Paula Almeida, CM REZANDO COM O EVANGELHO DO DIA (LECTIO DIVINA) Reflexões de Frei Carlos Mesters, O.Carm Reflexões de Pe. Lucas de Paula Almeida, CM Quarta-feira da 4ª Semana do Tempo Comum 1) Oração Concedei-nos, Senhor

Leia mais

TRINDADE O DEUS TRIUNO DO CRISTIANISMO

TRINDADE O DEUS TRIUNO DO CRISTIANISMO TRINDADE O DEUS TRIUNO DO CRISTIANISMO Jörg Garbers Ms. De Teologia O QUE SIGNIFICA O TERMO? A palavra triuno pode ser facilmente subdividida em duas palavras: tri uno. Três elementos que formam uma unidade.

Leia mais

Prática de Aniversário. Benefício

Prática de Aniversário. Benefício Prática de Aniversário Espaço para refletirmos com um pouco mais de profundidade sobre o que significa SER IGREJA no contexto em que nos encontramos. Benefício Foco na MISSÃO SIMPLICIDADE nas estruturas

Leia mais

HOMILÉTICA. Roney Ricardo. Site Teologia & Discernimento

HOMILÉTICA. Roney Ricardo. Site Teologia & Discernimento HOMILÉTICA Roney Ricardo roneyricardoteologia@gmail.com REFLEXÃO O Deus Todo-Poderoso tinha apenas um Filho, e este tornou-se pregador Anônimo DEFINIÇÃO O termo Homilética vem do grego e significa homiletike,

Leia mais

O desafio de amar Desafios #7 1 Jo 4: 9-21

O desafio de amar Desafios #7 1 Jo 4: 9-21 1 Direitos reservados Domingos Sávio Rodrigues Alves Uso gratuito, permitido sob a licença Creative Commons O desafio de amar Desafios #7 1 Jo 4: 9-21 9 Nisto se manifestou o amor de Deus para conosco:

Leia mais

História e Ministério

História e Ministério História e Ministério 1 - Ministério e propósito 2 - Resumo da história da Igreja 3 - Responsabilidades espirituais e oficiais 4 - Documentos relevantes 1. MINISTERIO E PROPÓSITO O Ministério da Igreja

Leia mais

LIÇÃO 3 A SEGUNDA VINDA DE CRISTO O ARREBATAMENTO DA IGREJA. Prof. Lucas Neto

LIÇÃO 3 A SEGUNDA VINDA DE CRISTO O ARREBATAMENTO DA IGREJA. Prof. Lucas Neto LIÇÃO 3 A SEGUNDA VINDA DE CRISTO O ARREBATAMENTO DA IGREJA Prof. Lucas Neto A GLÓRIA É DE DEUS INTRODUÇÃO O ARREBATAMENTO DA IGREJA O arrebatamento da igreja do Senhor Jesus, será o mais extraordinário

Leia mais

campanha eleitoral saúde programas de governo educação segurança emprego moradia

campanha eleitoral saúde programas de governo educação segurança emprego moradia campanha eleitoral saúde programas de governo educação segurança emprego moradia capitalismo socialismo esquerda e a igreja? direita liberal conservador Os cristãos devem ser cuidadosos em não batizar

Leia mais

DAVE Certo. Bem, temos dois erros opostos que podemos cair quando falamos de batalha espiritual. Um erro é ignorá-la. O outro é focar somente nela.

DAVE Certo. Bem, temos dois erros opostos que podemos cair quando falamos de batalha espiritual. Um erro é ignorá-la. O outro é focar somente nela. BATALHA ESPIRITUAL Mateus 6:13, Efésios 6:11, Romanos 8:37 Em nossos últimos encontros, estivemos falando sobre oração e sobre as duas áreas críticas o ser perdoado, e o perdoar outras pessoas. Agora,

Leia mais

LIÇÃO 9 NA IGREJA A FAMÍLIA ESPIRITUAL. Prof. Lucas Neto

LIÇÃO 9 NA IGREJA A FAMÍLIA ESPIRITUAL. Prof. Lucas Neto LIÇÃO 9 NA IGREJA A FAMÍLIA ESPIRITUAL Prof. A GLÓRIA É DE DEUS INTRODUÇÃO UM ORGANISMO VIVO A igreja é um organismo vivo e divino que prega a salvação em Jesus Cristo de modo a levar os salvos para a

Leia mais

PARA A PRIMEIRA PROFISSÃO DE UM RELIGIOSO

PARA A PRIMEIRA PROFISSÃO DE UM RELIGIOSO PRMERA PROFSSÃO DE UM RELGOSO 333 PARA A PRMERA PROFSSÃO DE UM RELGOSO rmãos e irmãs: A nossa família espiritual está hoje em festa por este(s) servo(s) de Deus, que se consagra(consagram) ao serviço de

Leia mais

Os Outros Seis Dias. Aula 02/08/2015 Prof. Lucas Rogério Caetano Ferreira

Os Outros Seis Dias. Aula 02/08/2015 Prof. Lucas Rogério Caetano Ferreira Os Outros Seis Dias Aula 02/08/2015 Prof. Lucas Rogério Caetano Ferreira S Vivendo Teologicamente S O que a teologia tem a ver com a vida diária? S A teologia geralmente é considerada como algo abstrato.

Leia mais

O QUE DEUS QUER DE MIM? 09 de Dezembro de 2011 Ministério Loucura da Pregação. "ELE te declarou, ó homem, o que é bom;

O QUE DEUS QUER DE MIM? 09 de Dezembro de 2011 Ministério Loucura da Pregação. ELE te declarou, ó homem, o que é bom; O QUE DEUS QUER DE MIM? 09 de Dezembro de 2011 Ministério Loucura da Pregação "ELE te declarou, ó homem, o que é bom; e que é o que o SENHOR requer de ti, 1 / 6 senão que pratiques a justiça, e ames a

Leia mais

Os bispos, como pastores e guias espirituais das comunidades a nós encomendadas, somos chamados a fazer da Igreja uma casa e escola de comunhão.

Os bispos, como pastores e guias espirituais das comunidades a nós encomendadas, somos chamados a fazer da Igreja uma casa e escola de comunhão. Os bispos, como pastores e guias espirituais das comunidades a nós encomendadas, somos chamados a fazer da Igreja uma casa e escola de comunhão. Como animadores da comunhão, temos a missão de acolher,

Leia mais

evangelização obedecendo ao ide do Senhor Jesus de levar as boas novas a toda criatura.

evangelização obedecendo ao ide do Senhor Jesus de levar as boas novas a toda criatura. O Trimestre temático O desafio da evangelização obedecendo ao ide do Senhor Jesus de levar as boas novas a toda criatura. O A Igreja foi criada para dar seguimento ao ministério terreno do Nosso Senhor

Leia mais

A REVELAÇÃO E A MISSÃO DE DEUS (MISSIO DEI)

A REVELAÇÃO E A MISSÃO DE DEUS (MISSIO DEI) A REVELAÇÃO E A MISSÃO DE DEUS (MISSIO DEI) Teologia Bíblica da Missão de Deus Tema missiológico comum: Reino de Deus Mais de 70 vezes é referido por Jesus nos Evangelhos O tema destaca-se do começo ao

Leia mais

Dia Mundial das Missões - Coleta Nacional - 21 e 22 de outubro

Dia Mundial das Missões - Coleta Nacional - 21 e 22 de outubro Missionária 26º Domingo do Tempo Comum - 01/10/ Motivação inicial é o tema da Missionária que hoje iniciamos. A Igreja em saída é a comunidade que faz a experiência de Jesus e sai de si para anunciar a

Leia mais

KJV King James Bible Study Correspondence Course An Outreach of Highway Evangelistic Ministries 5311 Windridge lane ~ Lockhart, Florida ~ USA

KJV King James Bible Study Correspondence Course An Outreach of Highway Evangelistic Ministries 5311 Windridge lane ~ Lockhart, Florida ~ USA 1 Oferta Lição 10 (volte para as páginas 4, 5 e 6) Qual é o significado da oferta e quais são as minhas responsabilidades nesta área? O assunto da oferta é extremamente controverso na cristandade hoje

Leia mais

JESUS: A ESPERANÇA DO NATAL CHEGOU! Baseado em Lucas

JESUS: A ESPERANÇA DO NATAL CHEGOU! Baseado em Lucas Série: Um Natal de Esperança (02/04). JESUS: A ESPERANÇA DO NATAL CHEGOU! Baseado em Lucas 1.26-38 Ele será grande e será chamado Filho do Altíssimo. O Senhor Deus lhe dará o trono de seu pai Davi, e ele

Leia mais

CANTOS DA PRIMEIRA EUCARISTIA - SANTA ROSA 2014

CANTOS DA PRIMEIRA EUCARISTIA - SANTA ROSA 2014 CANTOS DA PRIMEIRA EUCARISTIA - SANTA ROSA 2014 CANTO DE ENTRADA: E B7 Dentro de mim existe uma luz/ Que me mostra por onde deverei andar F#m B7 E Dentro de mim também mora Jesus/ que me ensina buscar

Leia mais

1. Disse Jesus: Eu sou o pão da vida. Quem vem a mim não terá mais fome e quem crê em mim jamais terá sede. Jo 6,35

1. Disse Jesus: Eu sou o pão da vida. Quem vem a mim não terá mais fome e quem crê em mim jamais terá sede. Jo 6,35 1. Disse Jesus: Eu sou o pão da vida. Quem vem a mim não terá mais fome e quem crê em mim jamais terá sede. Jo 6,35 Senhor Jesus, Tu tens palavras de vida eterna e Tu revelas-te a nós como Pão da vida

Leia mais

EVANGELHO DO DIA E HOMILIA (LECTIO DIVINA) REFLEXÕES E ILUSTRAÇÕES DE PE. LUCAS DE PAULA ALMEIDA, CM

EVANGELHO DO DIA E HOMILIA (LECTIO DIVINA) REFLEXÕES E ILUSTRAÇÕES DE PE. LUCAS DE PAULA ALMEIDA, CM EVANGELHO DO DIA E HOMILIA (LECTIO DIVINA) REFLEXÕES E ILUSTRAÇÕES DE PE. LUCAS DE PAULA ALMEIDA, CM Semente: pequena e misteriosa Lc 13,18-21 Estamos encontrando de novo, na liturgia da Palavra da missa

Leia mais

Magistério profético na construção da Igreja do Porto

Magistério profético na construção da Igreja do Porto Magistério profético na construção da Igreja do Porto Excertos do pensamento de D. António Ferreira Gomes entre 1969-1982 A liberdade é sem dúvida um bem e um direito, inerente à pessoa humana, mas é antes

Leia mais

ORIENTAÇÕES PARA A PASTORAL DO DÍZIMO

ORIENTAÇÕES PARA A PASTORAL DO DÍZIMO ORIENTAÇÕES PARA A PASTORAL DO DÍZIMO Sumário Introdução 1. A compreensão do dízimo 1.1 Os fundamentos do dízimo 1.2 O que é o dízimo? 1.3 As dimensões do dízimo 1.4 As finalidades do dízimo 2. Orientações

Leia mais

O Reino de Deus. Estudo Bíblico e Sistemático

O Reino de Deus. Estudo Bíblico e Sistemático O Reino de Deus Estudo Bíblico e Sistemático Antigo Testamento Sl 103.19 Deus é visto como o rei da criação, tendo domínio sobre todos os aspectos da criação (inanimados, animados e humanos). Ao criar

Leia mais

MISSÕES AO SEU ALCANCE MÁRIO FREITAS ESTUDOS PARA ESCOLAS BÍBLICAS E PEQUENOS GRUPOS

MISSÕES AO SEU ALCANCE MÁRIO FREITAS ESTUDOS PARA ESCOLAS BÍBLICAS E PEQUENOS GRUPOS MISSÕES AO SEU ALCANCE F ESTUDOS PARA ESCOLAS BÍBLICAS E PEQUENOS GRUPOS MÁRIO FREITAS ÍNDICE PREFÁCIO APRESENTAÇÃO LIÇÃO 1 - MISSÕES: POR QUE A TAREFA É DE TODOS? LIÇÃO 2 - OS 3 DESAFIOS DO MUNDO LIÇÃO

Leia mais

A OBRA DO ESPÍRITO SANTO NA REGENERAÇÃO INTRODUÇÃO

A OBRA DO ESPÍRITO SANTO NA REGENERAÇÃO INTRODUÇÃO A OBRA DO ESPÍRITO SANTO NA REGENERAÇÃO INTRODUÇÃO As palavras "novo nascimento" têm se tornado comuns nos círculos religiosos hoje em dia. Sabendo que Satanás é um mestre para redefinir termos bíblicos

Leia mais

Colégio Nossa Senhora da Piedade

Colégio Nossa Senhora da Piedade Colégio Nossa Senhora da Piedade Dados de identificação: Curso: Ensino Fundamental II Série: 9 Ano Professora: Denise dos Santos Silva Rocha Disciplina: Ensino Religioso Ano: 2016. Plano de curso 1-Objetivo

Leia mais

GRUPO DE ORAÇÃO. Formação Missionária Diocese de Osasco

GRUPO DE ORAÇÃO. Formação Missionária Diocese de Osasco GRUPO DE ORAÇÃO Formação Missionária Diocese de Osasco Conceito Comunidade carismática presente em um lugar (...) que cultiva a oração, a partilha e todos os outros aspectos da vivência do Evangelho, a

Leia mais

Palavra & Vida Sugestões Didáticas 3 T/2012

Palavra & Vida Sugestões Didáticas 3 T/2012 Palavra & Vida Sugestões Didáticas 3 T/2012 Dulce Helena da Silva Mota de Lima Educadora Religiosa / Professora e Assistente Social LIÇÃO 10 O RETORNO ÀS ESCRITURAS Texto: Neemias 8 Objetivos da lição

Leia mais

Propedêutica Bíblica. 20 de Janeiro de 2014 Bíblia e Magistério

Propedêutica Bíblica. 20 de Janeiro de 2014 Bíblia e Magistério Propedêutica Bíblica 20 de Janeiro de 2014 Bíblia e Magistério ORAÇÃO Hebreus 1 Muitas vezes e de muitos modos, falou Deus aos nossos pais, nos tempos antigos, por meio dos profetas. 2 Nestes dias, que

Leia mais

EDMC Equipe Distrital de Mordomia Cristã Obje7vos, Perfil, atuações e limites

EDMC Equipe Distrital de Mordomia Cristã Obje7vos, Perfil, atuações e limites EDMC Equipe Distrital de Mordomia Cristã Obje7vos, Perfil, atuações e limites É Importante Lembrar... A. Que a segunda vinda de Cristo está bem próxima, e a igreja de Deus necessita estar reavivada pelo

Leia mais

fundamentos e objetivos

fundamentos e objetivos fundamentos e objetivos bem-vindo! Queridos membros e queridos amigos Deus nos mostra na Bíblia a missão que Ele deu a sua igreja, e quais são as características da mesma. Como cada família é única, a

Leia mais

Todos em pé, por favor, para lermos a Bíblia Sagrada em Filipenses Leiamos de forma alternada o Texto Sagrado.

Todos em pé, por favor, para lermos a Bíblia Sagrada em Filipenses Leiamos de forma alternada o Texto Sagrado. Todos em pé, por favor, para lermos a Bíblia Sagrada em Filipenses 1.12-21. Pr. Fernando Fernandes Campanha de Missões Mundiais, Estaduais, Nacionais e Regionais 2009 PIB em Penápolis, 13/09/2009 Leiamos

Leia mais

Catequese Paroquial e CNE Escutismo Católico Português

Catequese Paroquial e CNE Escutismo Católico Português 1º Ano Paroquial e CNE Escutismo Católico Português JESUS GOSTA DE MIM Proporcionar às crianças um bom acolhimento eclesial, pelos catequistas e por toda a comunidade cristã (cf CT 16 e 24). Ajudá-las

Leia mais

Interpretação Bíblica

Interpretação Bíblica IGREJA ALIANÇA EVANGÉLICA MISSIONÁRIA Interpretação Bíblica Disciplina 17/03/2011 Este material didático, é de grande importância para o estudo em seminário, visando a formação dos futuros líderes e obreiros

Leia mais

Maria na formação para a VIDA RELIGIOSA

Maria na formação para a VIDA RELIGIOSA Maria na formação para a VIDA RELIGIOSA Irmão Tercílio Sevegnani, fms Maria na formação para a Vida Religiosa 1 REFLETINDO A formação à vida religiosa é um contínuo caminhar de um projeto que envolve toda

Leia mais

POR QUE. Os Dez Mandamentos. O Decálogo

POR QUE. Os Dez Mandamentos. O Decálogo POR QUE Os Dez Mandamentos? O Decálogo A existência, na mente de muitos cristãos, de uma compreensão equivocada acerca do lugar e valor dos princípios morais e éticos estabelecidos por Deus. POR QUE Os

Leia mais

A atualidade da lei.... a Lei é santa, e o mandamento, santo, justo e bom. (Rm 7:12)

A atualidade da lei.... a Lei é santa, e o mandamento, santo, justo e bom. (Rm 7:12) A atualidade da lei... a Lei é santa, e o mandamento, santo, justo e bom. (Rm 7:12) OBJETIVO Mostrar ao estudante da Escritura que a lei de Deus é atual, pois é baseada em Deus, e, portanto, é eterna e

Leia mais

O poder transformador da Palavra de Deus

O poder transformador da Palavra de Deus Introdução Transformado pelo evangelho, o poder de Deus, passando de irrepreensível quanto à justiça que há na lei (Fp 3.6) a ser o principal dos pecadores (1Tm 1.15), Paulo ao desenvolver o seu ministério

Leia mais

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE SÁTÃO CURRÍCULO DISCIPLINAR 3º ANO EDUCAÇÃO MORAL E RELIGIOSA CATÓLICA (EMRC) (SNEC)

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE SÁTÃO CURRÍCULO DISCIPLINAR 3º ANO EDUCAÇÃO MORAL E RELIGIOSA CATÓLICA (EMRC) (SNEC) AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE SÁTÃO CURRÍCULO DISCIPLINAR 3º ANO EDUCAÇÃO MORAL E RELIGIOSA CATÓLICA (EMRC) (SNEC) 2015-16 3 º ANO Unidade Letiva 1 A Dignidade das Crianças 1. Tomar consciência de que as crianças

Leia mais

CREIO NA SANTA IGREJA CATÓLICA

CREIO NA SANTA IGREJA CATÓLICA CREIO NA SANTA IGREJA CATÓLICA 17-03-2012 Catequese com adultos 11-12 Chave de Bronze A Igreja no desígnio de Deus O que significa a palavra Igreja? Designa o povo que Deus convoca e reúne de todos os

Leia mais

Igreja de Deus Unida,

Igreja de Deus Unida, Igreja de Deus Unida, uma Associação Internacional Guias de Estudo Bìblico Para a Juventude Volume 1 Lição 7 O Espírito Santo Deus, nosso Criador, compreende que todos nós enfrentamos circunstâncias que

Leia mais