BORBOLETAS. Tom: D. Intro: Bm D Bm A D Bm G A Bm. Percebo que o tempo já não passa A Bm Você diz que não tem graça amar assim

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "BORBOLETAS. Tom: D. Intro: Bm D Bm A D Bm G A Bm. Percebo que o tempo já não passa A Bm Você diz que não tem graça amar assim"

Transcrição

1 BORBOLTS Tom: Intro: Percebo que o tempo já não passa Você diz que não tem graça amar assim oi tudo tão bonito, mas voou pro infinito Parecido com borboletas de um jardim m gora você volta balança o que eu sentia por outro alguém m ividido entre dois mundos Sei que estou amando mas ainda não sei quem... Refrão: Não sei dizer o que mudou Mas nada está igual Numa noite estranha a gente se estranha e fica mal Você tenta provar que tudo em nós morreu Borboletas sempre voltam o seu jardim sou eu.

2 M VRMLHO Tom: (Intro) m C m m C m arçon olhe pelo espelho dama de vermelho C Que vai se levantar Note que até a orquestra C ica toda em festa Quando ela sai para dançar m sta dama já me pertenceu o culpado fui eu a separação C Hoje choro de ciúmes, m m Ciúme até do perfume C Que ela deixa no salão m C arçon amigo pague a luz da minha mesa m m u não quero que ela note C m mim tanta tristeza m m Traga mais uma garrafa C Hoje vou embriagar-me m m Quero dormir para não ver Outro homem te abraçar

3 US U NO SRTÃO Tom: Intro: Nunca vi ninguem viver tão feliz Como eu no sertão Perto de uma mata e de um ribeirão eus e eu no sertão m Casa simplisinha rede pra dormir m e noite o show no céu deito pra assistir eus e eu no sertão s horas não sei mas vejo o clarão Lá vou eu cuidar do chão Trabalho cantando a terra é a inspiração eus e eu no sertão m Não há solidão tem festa lá na vila m epois da missa vou ver minha menina m e volta pra casa queima lenha no fogão m junto ao som da mata vou eu e um violão eus e eu no sertão eus e eu no sertão

4 VIÊNCIS Tom: B Quando eu digo que deixei de te amar C#m7 7 É porque eu te amo Quando eu digo que não quero C#7 Mais você #m É porque eu te quero B7 u tenho medo de te dar meu Cº Coração C#m7 confessar que eu estou m tuas mãos #7 Mas não posso imaginar # O que vai ser de mim B Se eu te perder um dia u me afasto e me defendo B e você C#m7 7 Mas depois me entrego aço tipo, falo coisas que C#7 u não sou #m Mas depois eu nego B7 Mas a verdade é que sou Cº Louco por você C#m7 tenho medo de pensar m m te perder u preciso aceitar que não dá mais Pra separar as nossas vidas nessa loucura de dizer Que não te quero # Vou negando as aparências isfarçando as evidências Mas pra que viver fingindo #m Se eu não posso enganar B7 Meu coração #m B7 u sei que te amo Chega de mentiras e negar o meu desejo # u te quero mais que tudo eu preciso do seu beijo u entrego a minha vida #m Pra você fazer o que quiser B7 e mim #m B7 Só quero ouvir você dizer Que sim (b13) iz que é verdade que tem Saudade #m B7 Que ainda você pensa muito m mim (b13) iz que é verdade que tem Saudade #m B7 Que ainda você quer viver Pra mim

5 NUVM LÁRIMS Tom: Intro: #m #m # Há uma nuvem de lágrimas #m sobre meus olhos izendo pra mim que você foi embora 7 que não demora meu pranto rolar u tenho feito de tudo pra me convencer provar que a vida é melhor # sem você #7 Mas meu coração não se deixa B B7 nganar Vivo inventando paixões pra #m fugir da saudade Mas depois da cama a realidade 7 É só sua ausência doendo demais á um vazio no peito, Uma coisa ruim O meu corpo querendo # Seu corpo em mim #7 Vou sobrevivendo num mundo B B7 Sem paz # h... Jeito triste de ter você Longe dos olhos e dentro do meu coração #m #m # Me ensi...na a te esquecer B Ou venha logo e me tire essa solidão

6 OÃO LNH b spere minha mãe estou voltando C#7 #m Que falta faz pra mim um beijo seu b C#m O orvalho das manhãs cobrindo as flores #7 B7 Um raio de luar que era tão meu b O sonho de grandeza, ó mãe querida C#7 #m Um dia separou vocês e eu b C#m Queria tanto ser alguém na vida #7 B7 penas sou mais um que se perdeu B7 7 Pegue a viola e a sanfona que eu tocava #m B7 B7 eixe um bule da café em cima do fogão 7 ogão de lenha, e uma rede na varanda #m B7 B7 rrume tudo mãe querida, que seu filho vai voltar b Mãe eu lembro tanto a nossa casa C#7 #m s coisas que falou quando eu saí b C#m Lembro do meu pai que ficou triste #7 B7 nunca mais cantou depois que eu parti b Hoje eu já sei, ó mãe querida C#7 #m Nas lições da vida eu aprendi b C#m O que eu vim procurar aqui distante #7 B7 u sempre tive tudo e tudo está aí

7 IO CBLO Intro: Quando a gente ama Qualquer coisa serve para relembrar 7 Um vestido velho da mulher amada Tem muito valor quele restinho do perfume dela que ficou n frasco Sobre a penteadeira Mostrando que o quarto m Já foi o cenário de um grande amor hoje o que encontrei me deixou mais triste Um pedacinho dela que existe Um fio de cabelo no meu paletó Lembrei de tudo entre nós o amor vivido quele fio de cabelo comprido Já esteve grudado em nosso suor ( ) (2x) Tom: Quando a gente ama não vive junto da mulher amada Qualquer coisa à toa 7 É um bom motivo pra gente chorar pagam-se as luzes ao chegar a hora e ir para a cama gente começa a esperar por quem ama m Na impressão de que ela venha se deitar hoje o que encontrei me deixou mais triste Um pedacinho dela que existe Um fio de cabelo no meu paletó Lembrei de tudo entre nós o amor vivido quele fio de cabelo comprido Já esteve grudado em nosso suor

8 NO I M QU U SÍ CS No dia em que eu saí de casa Minha mãe me disse ilho, vem cá Passou a mão em meus cabelos Olhou em meus olhos Começou falar Por onde você for eu sigo 7 Com meu pensamento Sempre onde estiver m minhas orações u vou pedir a eus Que ilumine os passos seus u sei que ela nunca compreendeu Os meus motivos de sair de lá Mas ela sabe que depois que cresce O filho vira passarinho quer voar u bem queria continuar ali Mas o destino quis me contrariar o olhar de minha mãe na porta u deixei chorando me abençoar minha mãe naquele dia Me falou do mundo como ele é Parece que ela conhecia Cada pedra que eu iria por o pé sempre ao lado do meu pai 7 a pequena cidade ela jamais saiu la me disse assim: Meu filho, vá com eus Que esse mundo inteiro é seu u sei que ela nunca compreendeu Os meus motivos de sair de lá Mas ela sabe que depois que cresce O filho vira passarinho quer voar u bem queria continuar ali Mas o destino quis me contrariar o olhar de minha mãe na porta u deixei chorando a me abençoar o olhar de minha mãe na porta u deixei chorando a me abençoar o olhar de minha mãe na porta / u deixei chorando me abençoar

9 BOT ZUL Tom: Intro: m C m m m m 7 m C oente de amor procurei remédio na vida noturna com a lor da noite em uma boate aqui na zona sul, a dor do m m amor e com outro amor que a gente cura, vim curar a m 7 or deste mal de amor na boate azul m quando a noite m Vai se agonizando no clarão da aurora Os integrantes da m 7 m Vida noturna se foram dormir e a dama da noite que estava m Comigo também foi embora, fecharam-se as portas 7 Sozinho de novo tive que sair, Sair de que jeito? se nem Sei o rumo para onde vou muito vagamente me lembro Que estou em uma boate aqui na zona sul eu bebi emais não consigo me lembrar se quer qual é o nome 7 aquela mulher a flor da noite na boate azul.

10 VI VZI Tom: m epois que você foi embora a solidão entrou trancou a porta e não me deixa mais u já tentei sair, tentei fugir não consegui eu já não tenho paz m té o meu sorriso é tão sem graça não há nada que disfarça esta tristeza em meu olhar m O que é que eu vou fazer pra te esquecer, m o que é que eu vou fazer pra não sofrer m O que é que eu faço pra você voltar, pra minha vida m Vida vazia, saudade sua m C ia nublado, vento gelado, noite sem lua m m Vida vazia, de sentimento C Noite sem sono, no abandono, eu não aguento m té o meu sorriso é tão sem graça não há nada que disfarça esta tristeza em meu olhar m O que é que eu vou fazer pra te esquecer, m o que é que eu vou fazer pra não sofrer m O que é que eu faço pra você voltar, pra minha vida m Vida vazia, saudade sua m C m ia nublado, vento gelado, noite sem lua m m Vida vazia, de sentimento C Noite sem sono, no abandono, eu não aguento

Encarte

Encarte Encarte e letras disponíveis em Encarte www.encartedigitalmk.com.br e letras disponíveis em Conheça mais esta inovação da MK Music. Uma empresa que pensa no futuro www.encartedigitalmk.com.br Conheça mais

Leia mais

Maria Helena Morais Matos Coisas do Coração

Maria Helena Morais Matos Coisas do Coração Maria Helena Morais Matos Coisas do Coração Primeira Edição Curitiba 2012 PerSe Dados Internacionais de Catalogação na Publicação (CIP) (Câmara Brasileira do Livro, SP, Brasil) ÍN Matos, Maria Helena Morais

Leia mais

Encarte

Encarte Encarte e letras disponíveis em Encarte www.encartedigitalmk.com.br e letras disponíveis em Conheça mais esta inovação da MK Music. Uma empresa que pensa no futuro www.encartedigitalmk.com.br Conheça mais

Leia mais

Encarte

Encarte Encarte e letras disponíveis em Encarte www.encartedigitalmk.com.br e letras disponíveis em Conheça mais esta inovação da MK Music. Uma empresa que pensa no futuro www.encartedigitalmk.com.br Conheça mais

Leia mais

QUANDO EU TINHA VOCÊ!

QUANDO EU TINHA VOCÊ! QUANDO EU TINHA VOCÊ! Local: Salvador(BA) Data: 02/02/1997 Estúdio:24/12/10 Estilo:Forró arrastapé Tom: C//(Dó sustenido) QUANDO EU TINHA VOCÊ A VIDA ERA TÃO BOA HOJE QUE TE PERDI VIVO COMO UM À TOA. VOCÊ

Leia mais

Deixo meus olhos Falar

Deixo meus olhos Falar Tânia Abrão Deixo meus olhos Falar 1º Edição Maio de 2013 WWW.perse.com.br 1 Tânia Abrão Biografia Tânia Abrão Mendes da Silva Email: Tania_morenagata@hotmail.com Filha de Benedito Abrão e Ivanir Abrão

Leia mais

como diz a frase: nois é grossa mas no fundo é um amor sempre é assim em cima da hora a pessoa muda numa hora ela fica com raiva, triste, feliz etc.

como diz a frase: nois é grossa mas no fundo é um amor sempre é assim em cima da hora a pessoa muda numa hora ela fica com raiva, triste, feliz etc. SEGUIR EM FRENTE seguir sempre em frente, nunca desistir dos seus sonhos todos nós temos seu nivel ou seja todos nós temos seu ponto fraco e siga nunca desistir e tentar até voce conseguir seu sonho se

Leia mais

Am7 Bm7 Am7 G Oh! Meu amor não fique triste Saudade existe pra quem sabe ter

Am7 Bm7 Am7 G Oh! Meu amor não fique triste Saudade existe pra quem sabe ter VIDA CIGANA / GO BACK / NA RUA, NA CHUVA, NA FAZENDA Fl.01 Am7 Bm7 Am7 G Oh! Meu amor não fique triste Saudade existe pra quem sabe ter Am7 Bm7 C F D Minha vida cigana me afastou de você Por algum tempo

Leia mais

COMPOSITOR CÍCERO BAHIA

COMPOSITOR CÍCERO BAHIA SALVADOR(BA), 28/08/99 ESTÚDIO: 15/11/2003 ESTILO: ROMÂNTICO TOM: C (DÓ MAIOR) EU CHEGO LÁ EU VOU TE AMAR. NO TEMPO CERTO EU VOU COLHENDO OS FRUTOS MADUROS E VOU VIVENDO. NA CONJUNÇÃO DA LUA VOU SELECIONANDO

Leia mais

Amor & Sociologia Cultural - Oswaldo Montenegro & Raul Seixas

Amor & Sociologia Cultural - Oswaldo Montenegro & Raul Seixas Page 1 of 6 Universidade Federal do Amapá Pró-Reitoria de Ensino de Graduação Curso de Licenciatura Plena em Pedagogia Disciplina: Sociologia Cultural Educador: João Nascimento Borges Filho Amor & Sociologia

Leia mais

1º Edição

1º Edição Sensações 1º Edição WWW.Perse.com.br Página 1 Codinome: Tabrao Email: Tania_morenagata@hotmail.com Nasceu no dia 09 de Agosto de 1984 Natural da cidade de Lapa - PR Reside a Rua Francisco Veloso, 282 Ponta

Leia mais

A tristeza. A tristeza

A tristeza. A tristeza E a leitura continua..."o Principezinho" - quarta-feira, 6 de Fevereiro de 2013 No capítulo V, o Principezinho demonstra muita tristeza nas suas palavras. Após a leitura, foi proposto aos alunos escreverem

Leia mais

É difícil fazer alguém feliz, assim como é fácil fazer triste. É difícil dizer eu te amo, assim como é fácil não dizer nada É difícil valorizar um

É difícil fazer alguém feliz, assim como é fácil fazer triste. É difícil dizer eu te amo, assim como é fácil não dizer nada É difícil valorizar um Nem tudo é fácil É difícil fazer alguém feliz, assim como é fácil fazer triste. É difícil dizer eu te amo, assim como é fácil não dizer nada É difícil valorizar um amor, assim como é fácil perdê-lo para

Leia mais

Aos Poetas. Que vem trazer esperança a um povo tristonho, Fazendo os acreditar que ainda existem os sonhos.

Aos Poetas. Que vem trazer esperança a um povo tristonho, Fazendo os acreditar que ainda existem os sonhos. Aos Poetas Venho prestar homenagem a uma grande nação, Que são os nossos poetas que escrevem com dedicação, Os poemas mais lindos e que por todos são bemvindos, Que vem trazer esperança a um povo tristonho,

Leia mais

Eis que chega meu grande amigo, Augusto dos Anjos, ele com seu jeitão calado e sempre triste, me fala que não irá existir palavra alguma para

Eis que chega meu grande amigo, Augusto dos Anjos, ele com seu jeitão calado e sempre triste, me fala que não irá existir palavra alguma para Oceano em Chamas Querida, Tentei em vão, fazer um poema a você, não consegui. Me faltavam palavras para descrever-te, então pedi aos poetas do universo para me ajudarem. O primeiro com quem conversei,

Leia mais

É Preciso Saber Viver

É Preciso Saber Viver É Preciso Saber Viver Quem espera que a vida Seja feita de ilusão Pode até ficar maluco Ou morrer na solidão É preciso ter cuidado Pra mais tarde não sofrer É preciso saber viver Toda pedra no caminho

Leia mais

UMA HISTÓRIA DE AMOR

UMA HISTÓRIA DE AMOR UMA HISTÓRIA DE AMOR Nunca fui de acreditar nessa história de amor "á primeira vista", até conhecer Antonio. Eu era apenas uma menina, que vivia um dia de cada vez sem pretensões de me entregar novamente,

Leia mais

AMA QUE É BOM! AMA, AMA QUE É BOM! AMA, AMA QUE VEM DE DOM! AMA, AMA QUE É BOM! AMA, AMA QUE VEM DE DOM!

AMA QUE É BOM! AMA, AMA QUE É BOM! AMA, AMA QUE VEM DE DOM! AMA, AMA QUE É BOM! AMA, AMA QUE VEM DE DOM! AMA QUE É BOM! Lugar: Itacaré (BA) Data: 10/12/2009. Estilo: Fado baiano Tom: Fá sustenido menor (F#m) Estúdio: 18/12/11 QUE É BOM! QUE VEM DE DOM! QUE É BOM! QUE VEM DE DOM! UM POUCO MAIS QUEM AMA NA

Leia mais

Minha inspiração. A Poesia harmoniza o seu dia

Minha inspiração. A Poesia harmoniza o seu dia Minha inspiração A Poesia harmoniza o seu dia Meu jeito de amar Meu jeito de amar é alegre e autêntico É sincero puro e verdadeiro Meu jeito de amar é romântico Me doo me dedico por inteiro Meu jeito de

Leia mais

ESSÊNCIAS DE POESIAS. Cristina Goulart

ESSÊNCIAS DE POESIAS. Cristina Goulart ESSÊNCIAS DE POESIAS Cristina Goulart 1ª EDIÇÃO LONDRINA- PARANÁ 2013 1 TUDO SE MOVE EM TORNO DAS PALAVRAS. SUA VIDA, SEU MOMENTO E SUA CRIATIVIDADE. TUDO SE TRANSFORMA ATRAVÉS DE DEUS, SEU BEM MAIOR.

Leia mais

Mensagem do dia Insistir

Mensagem do dia Insistir Mensagem do dia Insistir Mensagem do Meu Anjo Insistir Por Paulo Roberto Gaefke Para os grandes conflitos da alma, uma tomada de decisão. Para a ausência de soluções, uma nova experiência. Para a desilusão

Leia mais

Daniel Duarte. 1 a edição

Daniel Duarte. 1 a edição Daniel Duarte 1 a edição Rio de Janeiro 2016 Agradecimentos Agradeço ao Thiago, que me encontrou pela internet adentro e acreditou neste projeto, e que em tão pouco tempo se tornou uma pessoa muito especial

Leia mais

PRODUÇÃO EXECUTIVA: MK PUBLICITÁ MASTERIZAÇÃO: TONEY FONTES FOTOS: SAMUEL SANTOS CRIAÇÃO DE CAPA: MK PUBLICITÁ

PRODUÇÃO EXECUTIVA: MK PUBLICITÁ MASTERIZAÇÃO: TONEY FONTES FOTOS: SAMUEL SANTOS CRIAÇÃO DE CAPA: MK PUBLICITÁ PRODUÇÃO EXECUTIVA: MK PUBLICITÁ MASTERIZAÇÃO: TONEY FONTES FOTOS: SAMUEL SANTOS CRIAÇÃO DE CAPA: MK PUBLICITÁ Encarte e letras disponíveis em www.encartedigitalmk.com.br Conheça mais esta inovação da

Leia mais

MEU BENZINHO. MEU BICHITO,MEU BICHITO MEU CARINHO É BOM. MEU BICHITO,MEU BICHITO MEU CARINHO É BOM. (Preparação)

MEU BENZINHO. MEU BICHITO,MEU BICHITO MEU CARINHO É BOM. MEU BICHITO,MEU BICHITO MEU CARINHO É BOM. (Preparação) MEU BENZINHO Lugar:Uruçuca (BA). Data:01/01/1970. Estúdio:06/08/2012 Estilo: Forró arrastapé Tom: D (Ré maior) MEU BICHITO,MEU BICHITO MEU CARINHO É BOM. MEU BICHITO,MEU BICHITO MEU CARINHO É BOM. (Preparação)

Leia mais

MAIS UM DIA. Tom: B. Intro: B9. Nasce mais um dia F# Nasce com o sol E Vejo a primeira luz. Vejo alem do olhar. G#m7

MAIS UM DIA. Tom: B. Intro: B9. Nasce mais um dia F# Nasce com o sol E Vejo a primeira luz. Vejo alem do olhar. G#m7 MAIS UM IA Tom: Intro: 9 9 #m7 Nasce mais um dia # Nasce com o sol Vejo a primeira luz 9 Vejo alem do olhar #m7 Preciso de algo novo # ansado de esperar evia ter amado mais #m7 evia ter me dado mais Por

Leia mais

MEU JARDIM DE TROVAS

MEU JARDIM DE TROVAS ANGÉLICA DA SILVA ARANTES MEU JARDIM DE TROVAS PRIMEIRA EDIÇÃO / 2011-1 - SINOPSE: Com intensidade tem se falado sobre o tema trova, acontece que nem todas as pessoas sabem o que é tecnicamente uma trova.

Leia mais

Uma lição de vida. Graziele Gonçalves Rodrigues

Uma lição de vida. Graziele Gonçalves Rodrigues Uma lição de vida Graziele Gonçalves Rodrigues Ele: Sente sua falta hoje na escola, por que você não foi? Ela: É, eu tive que ir ao médico. Ele: Ah, mesmo? Por que? Ela: Ah, nada. Consultas anuais, só

Leia mais

Suelen e Sua História

Suelen e Sua História Suelen e Sua História Nasci em Mogi da Cruzes, no maternidade Santa Casa de Misericórdia no dia 23 de outubro de 1992 às 18 horas. Quando eu tinha 3 anos de idade fui adotada pela tia da minha irmã, foi

Leia mais

DEIXA-ME SENTIR TUA ALMA ATRAVÉS DO TEU CALOROSO ABRAÇO

DEIXA-ME SENTIR TUA ALMA ATRAVÉS DO TEU CALOROSO ABRAÇO EU AMO VOCÊ: DEIXA-ME SENTIR TUA ALMA ATRAVÉS DO TEU CALOROSO ABRAÇO Cleber Chaves da Costa 1 O amor é paciente, o amor é benigno, não é invejoso; o amor não é orgulhoso, não se envaidece; não é descortês,

Leia mais

Comigo mais poesia. Nelson Martins. Reflexões e Sentimentos

Comigo mais poesia. Nelson Martins. Reflexões e Sentimentos Comigo mais poesia Comigo mais poesia Nelson Martins Reflexões e Sentimentos Apresentação A poesia de Nelson Martins conduz o leitor à territorialidade da existência humana, como memória grifada de cada

Leia mais

Ah, se já perdemos a noção da hora Se juntos já jogamos tudo fora Me conta agora como hei de partir

Ah, se já perdemos a noção da hora Se juntos já jogamos tudo fora Me conta agora como hei de partir Poesias De Amor EU TE AMOR Ah, se já perdemos a noção da hora Se juntos já jogamos tudo fora Me conta agora como hei de partir Se, ao te conhecer, dei pra sonhar, fiz tantos desvarios Rompi com o mundo,

Leia mais

Mensagem do dia: Se for amor

Mensagem do dia: Se for amor Só se for amor Mensagem do dia: Se for amor Se for amor, vai reconsiderar, perdoar e seguir adiante, se for paixão vai se descabelar, se amargurar e não vai perdoar, vai carregar a dor pelos dias em que

Leia mais

Alma Inspiradora Poesias.

Alma Inspiradora Poesias. Alma Inspiradora Poesias. 2 Minha Musa Alma-gêmea. Minha Musa Alma-gêmea. (O AMOR). Alma Inspiradora Olhos azuis Poesias 3 Alma Inspiradora Poesias. 4 Minha Musa Alma-gêmea. Minha Musa Alma-gêmea. (O AMOR).

Leia mais

Chordbook Grupo Revelação

Chordbook Grupo Revelação hordbook rupo Revelação Last update: Sat, 30/Oct/2010 http://my.andreanjos.org/music/artist/8/pdf/?o=-title ownloaded on Wed, 08/eb/2017 http://my.andreanjos.org Table of ontents Zé Meningite.....................................

Leia mais

Música: O Caminho. Compositor: Daniel Feitosa. Estreito é o caminho da glória duplicado e asfaltado é o caminho da perdição

Música: O Caminho. Compositor: Daniel Feitosa. Estreito é o caminho da glória duplicado e asfaltado é o caminho da perdição Música: O Caminho Compositor: Daniel Feitosa Estreito é o caminho da glória duplicado e asfaltado é o caminho da perdição Não vá se enganar se quiser se salvar o homem penitente este sim passará Pelos

Leia mais

Mensagem do dia 02 de Março Suas escolhas. Mensagem do dia 02 de Março de 2013 Suas escolhas

Mensagem do dia 02 de Março Suas escolhas. Mensagem do dia 02 de Março de 2013 Suas escolhas Mensagem do dia 02 de Março Suas escolhas Mensagem do dia 02 de Março de 2013 Suas escolhas Acredite: você é aquilo que acredita ser. Você tem aquilo que acredita poder ter. Você recebe da vida aquilo

Leia mais

Com Amor João Câmara e Nilde Câmara

Com Amor João Câmara e Nilde Câmara Com mor INTROD: D /D C#m F#m m ( m 7 ) D /D C#m F#m m C#m D D /D Com amor Deus criou C#m F#m O céu e o mar m Criou também as estrelas O sol e o ar D /D C#m F#m este amor predomina C#m F#m m todo o meu

Leia mais

CHICÃO É UM RIO BONITO

CHICÃO É UM RIO BONITO CHICÃO É UM RIO BONITO Local: Bom Jesus da LAPA Data: 23/01/2001 Estúdio:10/12/2008. Estilo: Forró Tom: G (Sol maior) VOCÊ É UM RIO BONITO QUE LEVA O MEU AMOR E ME TRAZ O SEU SORRISO. NAVEGANDO NO SEU

Leia mais

Olá queridos leitores!

Olá queridos leitores! Poesias de amor Olá queridos leitores! Meu nome é Nagila da Silva ferreira tenho 15 anos e escrevi este livro para vocês que não sabem expressar seus sentimentos facilmente então sempre que puder leia

Leia mais

Hinos em quaternário usando as posições A, D e E

Hinos em quaternário usando as posições A, D e E Hinos em quaternário usando as posições, e Caso você tenha dificuldade em compreender estes desenhos, veja ainda as seguintes apostilas: "Posições básicas para violão e guitarra - desenho vertical" e "Posições

Leia mais

Nada a Perder (03:22) BX-NOF

Nada a Perder (03:22) BX-NOF Nada a Perder Nada a Perder (03:22) BX-NOF-16-00001 Escuta o vento que sopra lá fora e te convida a viver / E quando os pássaros estão indo embora é sua chance de saber / Que nós temos todos os motivos

Leia mais

Produção de texto. Observe a imagem e produza um texto narrativo, com no mínimo 10 linhas, a partir do título proposto

Produção de texto. Observe a imagem e produza um texto narrativo, com no mínimo 10 linhas, a partir do título proposto E. E. Ernesto Solon Borges Disciplina: Língua Portuguesa Profª. Regente: Vania Progetec: Cristina Ano: 8º Ano A Alunos: Dayane Sales e Emily Cristina Data: 12/11/2014 Produção de texto Se eu tivesse um

Leia mais

PEÇA TEATRAL: DEU A LOUCA EM ROMEU E JULIETA

PEÇA TEATRAL: DEU A LOUCA EM ROMEU E JULIETA PEÇA TEATRAL: DEU A LOUCA EM ROMEU E JULIETA Personagens: NARRADORA: ROMEU: JULIETA: MERCUTIO: FREI LOURENÇO: CAPULETO (Pai de Julieta): SENHORA CAPULETO (Mãe de Julieta): CARLOTA (Irmã de Julieta): AMA

Leia mais

Tânia Abrão. Coração de Mãe. Coração De Mãe

Tânia Abrão. Coração de Mãe. Coração De Mãe Coração de Mãe Coração De Mãe Página 1 Coração De Mãe 1º Edição Agosto de 2013 Página 2 Coração De Mãe 1º Edição È proibida à reprodução total ou parcial desta obra, por Qualquer meio e para qualquer fim

Leia mais

Tânia Abrão. Deixo meus olhos Falar

Tânia Abrão. Deixo meus olhos Falar Tânia Abrão Deixo meus olhos Falar 1 Biografia Tânia Abrão Mendes da Silva Email: Tania_morenagata@hotmail.com Filha de Benedito Abrão e Ivanir Abrão Nasceu em 09/08/1984 Natural da Cidade de Lapa Paraná

Leia mais

Chordbook Baden Powell

Chordbook Baden Powell Chordbook Baden Powell Last update: Fri, 17/Dec/2010 http://my.andreanjos.org/music/artist/35/pdf/ Downloaded on Mon, 09/Jan/2017 http://my.andreanjos.org Table of Contents Canto de Ossanha...................................

Leia mais

A Menina Que Deixou. De Sonhar. Autora: Waleska Alves

A Menina Que Deixou. De Sonhar. Autora: Waleska Alves A Menina Que Deixou De Sonhar Autora: Waleska Alves 1. Era uma vez uma linda menina que sonhava com o natal, todas as noites antes de dormi ela olhava pela janela de seu quarto e imaginava papai noel em

Leia mais

MULHER SOLTEIRA. Marcos O BILAU

MULHER SOLTEIRA. Marcos O BILAU MULHER SOLTEIRA REFRÃO: Ei, quem tá aí Se tem mulher solteira dá um grito que eu quero ouvir Ei, quem tá aí Se tem mulher solteira dá um grito que eu quero ouvir (Essa música foi feita só prás mulheres

Leia mais

ALQUIMIA (Batista/Bousada/Córdova) Mesmo o coração mais fechado Possui algumas frestas Por essas pequenas passagens É que o amor inicia a festa

ALQUIMIA (Batista/Bousada/Córdova) Mesmo o coração mais fechado Possui algumas frestas Por essas pequenas passagens É que o amor inicia a festa ALQUIMIA Mesmo o coração mais fechado Possui algumas frestas Por essas pequenas passagens É que o amor inicia a festa Esse coração tão calado Vive escutando a voz da razão Aprenda com os erros passados

Leia mais

PERTO DE TI AUTOR: SILAS SOUZA MAGALHÃES. Tu és meu salvador. Minha rocha eterna. Tu és minha justiça, ó Deus. Tu és Jesus, amado da Minh alma.

PERTO DE TI AUTOR: SILAS SOUZA MAGALHÃES. Tu és meu salvador. Minha rocha eterna. Tu és minha justiça, ó Deus. Tu és Jesus, amado da Minh alma. PERTO DE TI Tu és meu salvador. Minha rocha eterna. Tu és minha justiça, ó Deus. Tu és Jesus, amado da Minh alma. Jesus! Perto de ti, sou mais e mais. Obedeço a tua voz. Pois eu sei que tu és Senhor, o

Leia mais

Alberto Caeiro O Pastor Amoroso

Alberto Caeiro O Pastor Amoroso Este material é parte integrante do site e pode ser distribuído livremente desde que não seja alterado e que todas as informações sejam mantidas. Abr s Equipe Mundo Cultural O amor é uma companhia. Já

Leia mais

HOSANA REPERTÓRIO. Hosana, Hosana Hosana nas alturas Hosana, Hosana Hosana nas alturas

HOSANA REPERTÓRIO. Hosana, Hosana Hosana nas alturas Hosana, Hosana Hosana nas alturas 1 HOSANA Composição: Brooke Fraser-Hillsong Publishing / Versão: Cia do Louvor Eu vejo o Rei da glória vindo com o Seu poder A Terra vai estremecer Eu vejo Sua graça os pecados perdoar A Terra vai então

Leia mais

JACK KIM ESCRITOR DE RUA

JACK KIM ESCRITOR DE RUA JACK KIM ESCRITOR DE RUA 2016 Todos os direitos reservado ao autor. Está autorizado a cópia parcial (2pág. Max) deste documento desde que seja citada a fonte. Proibido a reprodução total ou mais de 2 poemas.

Leia mais

Poemas de um Fantasma. Fantasma Souza

Poemas de um Fantasma. Fantasma Souza 1 2 3 Poemas de um Fantasma Fantasma Souza 2012 4 5 Fantasma Souza Todos os Direitos Reservados TITULO ORIGINAL POEMAS DE UM FANTASMA Projeto Gráfico Midiartes Capa Erisvaldo Correia Edição e Comercialização

Leia mais

MÃE, QUANDO EU CRESCER...

MÃE, QUANDO EU CRESCER... MÃE, QUANDO EU CRESCER... Dedico este livro a todas as pessoas que admiram e valorizam a delicadeza das crianças! Me chamo Carol, mas prefiro que me chamem de Cacau, além de ser um apelido que acho carinhoso,

Leia mais

No princípio Deus criou o céu e a terra

No princípio Deus criou o céu e a terra No princípio Deus criou o céu e a terra No início Deus criou céu e terra. Ele sempre pensou em todos nós e impulsionado pelo seu grande amor, Deus quis criar o mundo. Como um pai e uma mãe que preparam

Leia mais

YEMANJA 01 MÃE DÁGUÁ RAIMHA DAS ONDAS SEREIA DO MAR MÃE DÁGUA SEU CANTO É BONITO QUANDO FAZ LUAR..(.BIS)

YEMANJA 01 MÃE DÁGUÁ RAIMHA DAS ONDAS SEREIA DO MAR MÃE DÁGUA SEU CANTO É BONITO QUANDO FAZ LUAR..(.BIS) YEMANJA 01 MÃE DÁGUÁ RAIMHA DAS ONDAS SEREIA DO MAR MÃE DÁGUA SEU CANTO É BONITO QUANDO FAZ LUAR..(.BIS) YEMANJA, YEMANJA...(BIS) RAINHA DAS ONDAS SEREIA DO MAR...BIS É BONITO O CANTO DE YEMANJA SEMPRE

Leia mais

Fragmentos de Amor Eduardo Baqueiro

Fragmentos de Amor Eduardo Baqueiro Fragmentos de Amor Eduardo Baqueiro Interessante nosso caso! Nosso amor parece ter encontrado a pitada certa O tempero no ponto exato, Pois não é doce demais, tampouco salgado... Ele é algo difícil de

Leia mais

Crisálida Vanessa Monique CRISÁLIDA. Crônicas e frases de uma metamorfose ambulante. Vanessa Monique

Crisálida Vanessa Monique CRISÁLIDA. Crônicas e frases de uma metamorfose ambulante. Vanessa Monique CRISÁLIDA Crônicas e frases de uma metamorfose ambulante Vanessa Monique 1 Dedicatória. À Deus Todo Poderoso que me presenteou com o dom de escrever à e todos que algum dia e de alguma forma me incentivaram

Leia mais

Encarte

Encarte Encarte e letras disponíveis em Encarte www.encartedigitalmk.com.br e letras disponíveis em Conheça mais esta inovação da MK Music. Uma empresa que pensa no futuro www.encartedigitalmk.com.br Conheça mais

Leia mais

Marcelo Cantalino. Geração Facebook

Marcelo Cantalino. Geração Facebook Marcelo Cantalino Geração Facebook Geração facebook 1 Quem vem de baixo, vem com força 2 Ilha 3 Presente de Yemanjá 4 Vista perfeita 5 Circo 6 Quimera 7 Plano B 8 Full HD 1. Quem vem de baixo vem com força

Leia mais

Encarte

Encarte Encarte e letras disponíveis em Encarte www.encartedigitalmk.com.br e letras disponíveis em Conheça mais esta inovação da MK Music. Uma empresa que pensa no futuro www.encartedigitalmk.com.br Conheça mais

Leia mais

CERIMONIA DE CASAMENTO DIA17 DE NOVEMBRO DE

CERIMONIA DE CASAMENTO DIA17 DE NOVEMBRO DE CRIMONI CSMNTO I17 NOVMBRO 2012-11-12 1. NTR OS PIS PRINHOS MÚSIC: Instrumental 2. NTR O NOIVO MÚSIC: Instrumental 3. NTR NOIV 1. Marcha Nupcial 2. ve Maria de ounourd V MRI: Versão "migos", Chitãozinho

Leia mais

CAPÍTULO 1: PAIXÃO. Apaixonado. O meu coração Pra você eu guardei Antes mesmo de me conhecer Eu te amei Procurei a lealdade Mas não encontrei

CAPÍTULO 1: PAIXÃO. Apaixonado. O meu coração Pra você eu guardei Antes mesmo de me conhecer Eu te amei Procurei a lealdade Mas não encontrei A POESIA FALANTE 1 CAPÍTULO 1: PAIXÃO Apaixonado O meu coração Pra você eu guardei Antes mesmo de me conhecer Eu te amei Procurei a lealdade Mas não encontrei Durante muito tempo A solidão eu enfrentei

Leia mais

Encarte

Encarte Encarte e letras disponíveis em Encarte www.encartedigitalmk.com.br e letras disponíveis em Conheça mais esta inovação da MK Music. Uma empresa que pensa no futuro www.encartedigitalmk.com.br Conheça mais

Leia mais

Interpretação de textos Avaliação Parcial II. Língua Portuguesa Brasileira Antonio Trindade

Interpretação de textos Avaliação Parcial II. Língua Portuguesa Brasileira Antonio Trindade Interpretação de textos Avaliação Parcial II Língua Portuguesa Brasileira Antonio Trindade Verbo ser Que vai ser quando crescer? Vivem perguntando em redor. Que é ser? É ter um corpo, um jeito, um nome?

Leia mais

BONS Dias. Ano Pastoral Educativo Colégio de Nossa Senhora do Alto. Com Maria Desperta a. Luz. que há em TI

BONS Dias. Ano Pastoral Educativo Colégio de Nossa Senhora do Alto. Com Maria Desperta a. Luz. que há em TI BONS Dias Com Maria Desperta a Luz que há em TI 2ª feira, dia 12 de dezembro de 2016 III Semana (11 de dezembro): ALEGRAR Ontem, a Igreja celebrou o domingo da alegria: Jesus está para chegar e só Ele

Leia mais

Dó C # Ré D # Mi E Fá F # Sol G # Lá A # Si B

Dó C # Ré D # Mi E Fá F # Sol G # Lá A # Si B Esta página está intencionalmente em branco. Panda Reguila (Rev. 201 by Panda Reguila) Patriarcado Lisboa A E Eu quero ser a luz F- E Eu quero ser o sal Chamaste-me Senhor, D E E eu respondo: eis-me aqui.

Leia mais

Discurso in verso. Jeanne Barros Leal de Pontes Medeiros*

Discurso in verso. Jeanne Barros Leal de Pontes Medeiros* Discurso in verso Jeanne Barros Leal de Pontes Medeiros* Boa noite minha gente Permitam que me apresente Sou Jeanne concludente Escolhida para falar Venho da Educação Doutora em primeira mão De uma turma

Leia mais

Na Palma da Mão. Por: Alexandre d Oliveira

Na Palma da Mão. Por: Alexandre d Oliveira Na Palma da Mão Por: Alexandre d Oliveira Sinopse: A personagem busca entender as nuances da amizade, e aparentemente vemos estar desolada, devido o termino de algum relacionamento. E por isto busca a

Leia mais

Gabriel Arruda Burani. EstilhACos. de Mim

Gabriel Arruda Burani. EstilhACos. de Mim EstilhACos de Mim Gabriel Arruda Burani EstilhACos de Mim Copyright 2013 by Gabriel Arruda Burani Todos os direitos reservados. 1ª Edição A reprodução não autorizada desta publicação em sua totalidade

Leia mais

Minha História de amor

Minha História de amor Minha História de amor Hoje eu vou falar um pouco sobre a minha história de amor! Bem, eu namoro à distância faz algum tempinho. E não é uma distância bobinha não, são 433 km, eu moro em Natal-Rn, e ela

Leia mais

Amor & Sociologia Cultural - Fernando Pessoa

Amor & Sociologia Cultural - Fernando Pessoa Page 1 of 5 Universidade Federal do Amapá Pró-Reitoria de Ensino de Graduação Curso de Licenciatura Plena em Pedagogia Disciplina: Sociologia Cultural Educador: João Nascimento Borges Filho Amor & Sociologia

Leia mais

Jose Augusto.doc - 1 -

Jose Augusto.doc - 1 - Jose ugusto.doc e Que Vale Ter Tudo Na Vida Tom: m Intro: m m bm Nada mais importa agora b Você foi embora, m eu fiquei tão só m bm Sigo sem saber meu rumo b eu não me acostumo sem você aqui e que vale

Leia mais

Os Principais Tipos de Objeções

Os Principais Tipos de Objeções Os Principais Tipos de Objeções Eu não sou como você" Você tem razão, eu não estou procurando por pessoas que sejam como eu. Sou boa no que faço porque gosto de mim como eu sou. Você vai ser boa no que

Leia mais

1.º C. 1.º A Os livros

1.º C. 1.º A Os livros 1.º A Os livros Os meus olhos veem segredos Que moram dentro dos livros Nas páginas vive a sabedoria, Histórias mágicas E também poemas. Podemos descobrir palavras Com imaginação E letras coloridas Porque

Leia mais

"Caixa de Saída" Roteiro de. Jean Carlo Bris da Rosa

Caixa de Saída Roteiro de. Jean Carlo Bris da Rosa "Caixa de Saída" Roteiro de Jean Carlo Bris da Rosa Copyright 2011. Todos os direitos reservados. Você não pode copiar, exibir, distribuir. executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta

Leia mais

ADORAI EM MAJESTADE AGRADA-TE DO SENHOR

ADORAI EM MAJESTADE AGRADA-TE DO SENHOR ORI EM MJESTE 7 C Cm dorai em majestade Toda a glória seja dada a Cristo Jesus 7 C Cm dorai em santidade Ele morreu, Ele venceu é o Rei dos Reis dorai bem alto erguei de Cristo o nome Exaltai glorificai

Leia mais

Essa data sempre será inesquecível. Seis de Março, 2016

Essa data sempre será inesquecível. Seis de Março, 2016 Essa data sempre será inesquecível. Seis de Março, 2016 Digamos onde acordou tudo alegre e assim permaneceu. Acho completamente impossível tentar descrever nas palavras o sentimento que sinto aqui dentro

Leia mais

A minha vida sempre foi imaginar. Queria ter um irmãozinho para brincar...

A minha vida sempre foi imaginar. Queria ter um irmãozinho para brincar... O pequeno Will A minha vida sempre foi imaginar. Queria ter um irmãozinho para brincar... Então um dia tomei coragem e corri até mamãe e falei: - Mãeee queria tanto um irmãozinho, para brincar comigo!

Leia mais

MOMENTOS POÉTICOS. Ademilson B dos Santos

MOMENTOS POÉTICOS. Ademilson B dos Santos MOMENTOS POÉTICOS Ademilson B dos Santos Momentos Poéticos A Ademilson Batista dos Santos Bairro: Parque dos Estados Rua: Curitiba 163 Louveira SP Segredos Segredos são segredos, Não se podem revelar.

Leia mais

Seu Beija Flor. Senisio Antonio.

Seu Beija Flor. Senisio Antonio. 2 Senisio Antonio Seu Beija Flor. Seu Beija Flor. Senisio Antonio. 3 Senisio Antonio Projeto Força de Ler Senisio Antonio. 37980-000 MG Texto escrito 1996 a 2012 Responsabilidade pela revisão: Maria Aparecida

Leia mais

TAREFA FINAL 03/10/2016 CULMINÂNCIA DA GINCANA CELEBRAÇÃO EM AÇÃO DE GRAÇAS

TAREFA FINAL 03/10/2016 CULMINÂNCIA DA GINCANA CELEBRAÇÃO EM AÇÃO DE GRAÇAS TAREFA FINAL 03/10/2016 CULMINÂNCIA DA GINCANA CELEBRAÇÃO EM AÇÃO DE GRAÇAS DESCRIÇÃO: A Equipe deverá apresentar a música escolhida em sorteio no momento indicado na Celebração. A equipe se apresentará

Leia mais

Era uma vez um menino muito pobre chamado João, que vivia com o papai e a

Era uma vez um menino muito pobre chamado João, que vivia com o papai e a João do Medo Era uma vez um menino muito pobre chamado João, que vivia com o papai e a mamãe dele. Um dia, esse menino teve um sonho ruim com um monstro bem feio e, quando ele acordou, não encontrou mais

Leia mais

Suspeitas. por. Ton Freitas

Suspeitas. por. Ton Freitas Suspeitas por Ton Freitas Registo F.B.N.: 661025 Contato: ton.freitas@hotmail.com INT. CAPELA - DIA Está ocorrendo um velório. No caixão ao centro está MARIA LUIZA, bonita, jovem. Em volta estão sentadas

Leia mais

Encarte

Encarte Encarte e letras disponíveis em Encarte www.encartedigitalmk.com.br e letras disponíveis em Conheça mais esta inovação da MK Music. Uma empresa que pensa no futuro www.encartedigitalmk.com.br Conheça mais

Leia mais

1-PORTO SEGURO-BAHIA-BRASIL

1-PORTO SEGURO-BAHIA-BRASIL 1-PORTO SEGURO-BAHIA-BRASIL LUGAR: EUNÁPOLIS(BA) DATA: 05/11/2008 ESTILO: VANEIRÃO TOM: G+ (SOL MAIOR) GRAVADO:16/10/10 PORTO SEGURO BAHIA-BRASIL VOCÊ É O BERÇO DO NOSSO PAIS. PORTO SEGURO BAHIA-BRASIL

Leia mais

Eu em mim Enfim, esse é meu corpo, flor que amadureceu Estalo os dedos é sonho Respiro fundo é brisa Estendo os braços é asa Libero as fibras é voo

Eu em mim Enfim, esse é meu corpo, flor que amadureceu Estalo os dedos é sonho Respiro fundo é brisa Estendo os braços é asa Libero as fibras é voo Eu em mim Enfim, esse é meu corpo, flor que amadureceu Estalo os dedos é sonho Respiro fundo é brisa Estendo os braços é asa Libero as fibras é voo Esperança resolvida Verso que ficou pronto Meu corpo

Leia mais

Poema Mais um dia. Mais um dia a pensar em ti No teu rosto no teu olhar Nos momentos que contigo vivi Que não consigo deixar de me lembrar

Poema Mais um dia. Mais um dia a pensar em ti No teu rosto no teu olhar Nos momentos que contigo vivi Que não consigo deixar de me lembrar Poema Mais um dia. Mais um dia a pensar em ti No teu rosto no teu olhar Nos momentos que contigo vivi Que não consigo deixar de me lembrar Penso em ti o dia inteiro Penso em toda a tua beleza Se ser bonita

Leia mais

ELA. por Raquel Schaedler. Peça para três personagens: O homem A mulher ELA

ELA. por Raquel Schaedler. Peça para três personagens: O homem A mulher ELA ELA por Raquel Schaedler Peça para três personagens: O homem A mulher ELA Você comeu? Comi. Você tá com fome? Um pouquinho. quer um miojo? Não. Você não tem um chocolate aí? Tenho. Tem? O que você tem?

Leia mais

A Rocha. Tom: A# (intro 2x) Gm A# D# A# D#

A Rocha. Tom: A# (intro 2x) Gm A# D# A# D# Rocha Tom: # (intro 2x) m # D# # D# Vem, Vem me salvar m/d / Me ajudar a caminhar te espero # D# Vem, Vem me livrar m/d / D# #/D# D# (intro) Me amparar com teu amor te espero (parte 2) # D# Vem, Vem me

Leia mais

Aboios: cantos de trabalho de vaqueiros nordestinos.

Aboios: cantos de trabalho de vaqueiros nordestinos. Aboios: cantos de trabalho de vaqueiros nordestinos. Coleta feita pela pesquisadora Maria Laura Maurício (UFPB). Corpus da pesquisa dividido por temáticas. Mamãe quando eu morrer Não quero choro nem nada

Leia mais

Cânticos de Acolhimento

Cânticos de Acolhimento 13 JUNTO AO MAR Junto ao mar, eu ouvi hoje, Senhor, Tua voz que me chamou e me pediu que me entregasse a meu irmão. Essa voz me transformou, a minha vida ela mudou e só penso agora, Senhor, em repetir-te:

Leia mais

79 Dias. por. Ton Freitas

79 Dias. por. Ton Freitas 79 Dias por Ton Freitas Registro F.B.N.: 684988 Contato: ton.freitas@hotmail.com INT. HOSPITAL/QUARTO - DIA Letreiro: 3 de março de 1987. HELENA, branca, 28 anos, está grávida e deitada em uma cama em

Leia mais

Perdi Seu Olhar. Anderson Borba Chaves

Perdi Seu Olhar. Anderson Borba Chaves Perdi Seu Olhar Anderson Borba Chaves 1 Perdi Seu Olhar foi um pequeno conjunto de letras de música que comecei a escrever desde o ano 2000. Em alguns anos seguintes, até ter seu registro definitivo, acabei

Leia mais

Uma Aflição Imperial.

Uma Aflição Imperial. Uma Aflição Imperial. Amanda Silva C. Prefácio Uma aflição Imperial conta a história de uma garota chamada Anna que é diagnosticada com tipo raro de câncer leucemia sua mãe é paisagista e tem apenas um

Leia mais

Depois do almoço e do soninho da tarde...

Depois do almoço e do soninho da tarde... Marquinhos e sua querida mãe tiveram uma tarde muito especial. Como será que foi? Vamos ver? Mamãe! Mamãe!! Oi, filho! Mamãe! Hoje, lá na Escola das Escrituras, as professoras pediram que nós orássemos

Leia mais

LELO AMARELO BELO. (Filosofia para crianças) ROSÂNGELA TRAJANO. Volume III 05 anos de idade

LELO AMARELO BELO. (Filosofia para crianças) ROSÂNGELA TRAJANO. Volume III 05 anos de idade LELO AMARELO BELO (Filosofia para crianças) Volume III 05 anos de idade ROSÂNGELA TRAJANO LELO AMARELO BELO Rosângela Trajano LELO AMARELO BELO VOLUME III (05 ANOS) DE IDADE 1ª EDIÇÃO LUCGRAF NATAL 2012

Leia mais

1.começo Eu Isabel franca moro com minha mãe chamada Helen,moramos numa cidade chamada nova lux gosto muito de morar com minha mãe mas o marido dela

1.começo Eu Isabel franca moro com minha mãe chamada Helen,moramos numa cidade chamada nova lux gosto muito de morar com minha mãe mas o marido dela anoitecer 1.começo Eu Isabel franca moro com minha mãe chamada Helen,moramos numa cidade chamada nova lux gosto muito de morar com minha mãe mas o marido dela chamado pio,bom o cara e legal mas tem um

Leia mais

ANTES NUNCA, DO QUE TARDE DEMAIS! Obra Teatral de Carlos José Soares

ANTES NUNCA, DO QUE TARDE DEMAIS! Obra Teatral de Carlos José Soares AN O ANTES NUNCA, DO QUE TARDE DEMAIS! Obra Teatral de Carlos José Soares o Literária ata Soares OC. ento Social. Dois casais discutem a vida conjugal, sofrendo a influências mútuas. Os temas casamento,

Leia mais