Inversor de Frequência CFW-09. Adendo ao Manual do Inversor de Frequência CFW-09. Versão de Software: V4.40 Idioma: Português

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Inversor de Frequência CFW-09. Adendo ao Manual do Inversor de Frequência CFW-09. Versão de Software: V4.40 Idioma: Português"

Transcrição

1 Motores Automação Energia Transmissão & Distribuição Tintas Inversor de Frequência CFW-09 Adendo ao Manual do Inversor de Frequência CFW-09 Versão de Software: V4.40 Idioma: Português

2 Adendo ao Manual do Inversor de Frequência Série: CFW-09 Versão de Software: V4.40 Idioma: Português Nº do Documento: / 00 Data de Publicação: 06/2011

3 A versão de software V4.40 é baseada na versão padrão V4.09. INSTRUÇÕES DE SEGURANÇA Somente pessoas com qualificação adequada e familiaridade com o inversor CFW-09 e equipamentos associados devem planejar ou implementar a instalação, partida, operação e manutenção deste equipamento. Estas pessoas devem seguir todas as instruções de segurança contidas no manual e/ou definidas por normas locais. Não seguir as instruções de segurança pode resultar em risco de vida e/ou danos no equipamento. Informações das novas funções da versão V4.40: Função especial para a lógica de acionamento de freio mecânico no parâmetro P203. Funcionamento da lógica de acionamento de freio mecânico com Fieldbus e Avanço e Retorno. Novas incompatibilidades para E24. 2

4 1 DESCRIÇÃO DA FUNÇÃO ESPECIAL PARA A LÓGICA DE ACIONAMENTO DE FREIO MECÂNICO Parâmetro P203 (1) Seleção de Funções Especiais Faixa [Ajuste de Fábrica] Unidade 0 a 2 [ 0 ] - Descrição / Observações Define o tipo de seleção de funções especiais: Tabela 6.16: Seleção de funções especiais P203 Funções 0 Nenhuma 1 Regulador PID 2 Lógica de Freio P203 = 1: Para a função especial Regulador PID consulte a descrição detalhada dos parâmetros relacionados (P520 a P535). Quando P203 é alterado para 1, P265 muda automáticamente para 15 (Manual/Auto). P203 = 2: Quando P203 é alterado para 2, os parâmetros P220, P222, P224, P225, P227, P228, P264, P265, P266, P279 e P313 são alterados automaticamente para funções compatíveis com a lógica de freio. Para obter detalhes da função Lógica de Freio, consulte a descrição detalhada dos parâmetros P275 a P280 e a figura 6.39q do manual do usuário. Obs.: os parâmetros que são alterados automaticamente quando programado P203=2, servem apenas de auxílio na parametrização da função da lógica de freio. Parâmetros que sofrem a interferência e são alterados automaticamente: Parâmetro alterado P203 Parâmetros que sofrem a interferência e são alterados automaticamente P220, P222, P223, P224, P225, P226, P227, P228, P237, P263, P265, P279, P313 Condição em que ocorre Durante o Start- Up Não Durante operação normal Sim 3

5 2 ATUAÇÃO DA LÓGICA DE FREIO PARA DOx OU RELÉ = 30 OU DESCRIÇÃO DO FUNCIONAMENTO DA ATUAÇÃO DA LÓGICA DE FREIO PARA AS SAÍDAS À RELÉ Figura 6.39 q) (cont.): Detalhes do funcionamento das funções das saídas digitais e a relé NOTA! 1) Para liberar o freio (transição de NA para NF) é feita a comparação em série de Is > Ix, Is > Imr, a verificação do comando de gira (*), estar em Run e Sem Erro; 2) Para atracar o freio (transição de NF para NA) é feita a comparação por N > Nx ou N*t > Nx; 3) Quando P202 = 4 (Vetorial com Encoder) o freio não atraca quando a velocidade passar por zero na reversão do sentido de giro; 4) A histerese utilizada na comparação de N > Nx ou N*t > Nx pode ser ajustada no parâmetro P287; 5) Programando P203 = 2, serão programados automaticamente alguns parâmetros que são utilizados na função da lógica de freio. Ver detalhes no parâmetro P203. (*) Estão disponíveis os seguintes comandos de gira: - Gira/Pára (via DI1); - Avanço/Retorno (via DI3 e DI2 ou DI4); - Fieldbus (**). Se for utilizado outro tipo de comando de gira, os quais não foram citados anteriormente, em conjunto com a função da lógica de freio, será gerado E24 e será mostrada uma mensagem de incompatibilidade. Ver descrição detalhada na tabela 4.2. (**) A Weg recomenda programar P313 = 5 (Causa Erro Fatal). 4

6 2.2 NOTAS ADICIONAIS SOBRE AS FUNÇÕES DAS SAÍDAS À RELÉ E DIGITAIS Freio (Vel.) Velocidade Real Utiliza a velocidade real na comparação de N > Nx para atracar o freio. Freio (Ref.) Referência de Velocidade Total Utiliza a referência de velocidade total na comparação de N*t > Nx para atracar o freio. Obs.: Nx programável em P288. NOTA! i. Para maiores detalhes, consulte as figuras 6.39 q), r) e s). ii. Programando P203=2 serão alterados automaticamente alguns parâmetros que são utilizados na função da lógica de freio. Ver descrição do parâmetro P203. iii. Apenas uma das opções: Freio (Vel.) ou Freio (Ref.) deverá ser programada nas saídas digitais ou a relé. Para maiores detalhes, entre em contato com a WEG. 5

7 3 NOVAS INCOMPATIBILIDADES ENTRE PARÂMETROS - E24 Incompatibilidades foram adicionadas na tabela 4.2. Ver abaixo: 33) P225 ou P228 0 e P275 ou P276 ou P277 ou P279 ou P280 = 30 ou 31 (Função JOG com Lógica de Freio). 34) P265 ou P266 ou P267 ou P268 ou P269 ou P270 = 10 e P275 ou P276 ou P277 ou P279 ou P280 = 30 ou 31 (Função JOG+ com Lógica de Freio). 35) P265 ou P266 ou P267 ou P268 ou P269 ou P270 = 11 e P275 ou P276 ou P277 ou P279 ou P280 = 30 ou 31 (Função JOG- com Lógica de Freio). 36) P224 ou P227 = 0 e P275 ou P276 ou P277 ou P279 ou P280 = 30 ou 31 (Gira/Pára via HMI com Lógica de Freio). 37) P265 ou P266 ou P267 ou P268 ou P269 ou P270 = 14 e P275 ou P276 ou P277 ou P279 ou P280 = 30 ou 31 (Função Start/Stop com Lógica de Freio). 38) P265 ou P266 ou P267 ou P268 ou P269 ou P270 = 8 e P275 ou P276 ou P277 ou P279 ou P280 = 30 ou 31 (Modo de Parada Rápida via DI com Lógica de Freio). 39) P232 = 1 ou 2 e P275 ou P276 ou P277 ou P279 ou P280 = 30 ou 31 (Modo de Parada com Lógica de Freio). 6

8 WEG Equipamentos Elétricos S.A. Jaraguá do Sul - SC - Brasil Fone 55 (47) Fax 55 (47) São Paulo - SP - Brasil Fone 55 (11) Fax 55 (11) Documento: / 00

Módulo de Expansão de Entrada de Encoder EEN1 SCA06

Módulo de Expansão de Entrada de Encoder EEN1 SCA06 Motores I Automação I Energia I Transmissão & Distribuição I Tintas Módulo de Expansão de Entrada de Encoder EEN1 SCA06 Guia de Instalação, Configuração e Operação Índice ÍNDICE 1 INFORMAÇÕES DE SEGURANÇA...

Leia mais

Interface hmi Gráfica MVW-01 V1.7X

Interface hmi Gráfica MVW-01 V1.7X Motores Automação Energia Tintas Interface hmi Gráfica MVW-01 V1.7X Guia de Instalação, Operação e Configuração Idioma: Português Documento: 10000076712 / 00 Índice 1 Introdução... 5 1.1 Instalação da

Leia mais

Inversor de Freqüência CFW-08 Wash

Inversor de Freqüência CFW-08 Wash Motores Energia Automação Tintas Inversor de Freqüência CFW-08 Wash Adendo ao Manual do Usuário Idioma: Português Adendo ao Manual do Inversor de Freqüência ÍNDICE 1. Introdução... 4 2. Instalação e Conexão...

Leia mais

DeviceNet Drive Profile CFW-09

DeviceNet Drive Profile CFW-09 Motores Automação Energia Tintas DeviceNet Drive Profile CFW09 Manual da Comunicação Manual da Comunicação DeviceNet Drive Profile Série: CFW09 Idioma: Português Versão de Software: V4.0X N º do Documento:

Leia mais

APW11 Inversor de Frequência Autoportante. Motores Automação Energia Transmissão & Distribuição Tintas

APW11 Inversor de Frequência Autoportante. Motores Automação Energia Transmissão & Distribuição Tintas APW11 Inversor de Frequência Autoportante Motores Automação Energia Transmissão & Distribuição Tintas APW11 - Inversor de frequência autoportante É uma solução tecnológica e inovadora utilizada no acionamento

Leia mais

PRÁTICA 5 - PARTIDA ELETRÔNICA: INVERSOR DE FREQUÊNCIA ESCALAR

PRÁTICA 5 - PARTIDA ELETRÔNICA: INVERSOR DE FREQUÊNCIA ESCALAR 1 Introdução Comandos Industriais Professor: Marcio Luiz Magri Kimpara PRÁTICA 5 - PARTIDA ELETRÔNICA: INVERSOR DE FREQUÊNCIA ESCALAR O funcionamento dos inversores de frequência com controle escalar está

Leia mais

Unidade Remota CANopen RUW-06. Guia de Instalação, Configuração e Operação. Idioma: Português. Documento: / 00

Unidade Remota CANopen RUW-06. Guia de Instalação, Configuração e Operação. Idioma: Português. Documento: / 00 Motors Automation Energy Transmission & Distribution Coatings Unidade Remota CANopen RUW-06 Guia de Instalação, Configuração e Operação Idioma: Português Documento: 10002133182 / 00 ÍNDICE 1 INSTRUÇÕES

Leia mais

Motores I Automação I Energia I Transmissão & Distribuição I Tintas. CANespecial1 CFW700. Manual do Usuário

Motores I Automação I Energia I Transmissão & Distribuição I Tintas. CANespecial1 CFW700. Manual do Usuário Motores I Automação I Energia I Transmissão & Distribuição I Tintas CANespecial1 CFW700 Manual do Usuário Manual do Usuário CANespecial1 Série: CFW700 Idioma: Português N º do Documento: 10003106164 /

Leia mais

CONTROLE DE ROTAÇÃO DE MOTOR TRIFÁSICO USANDO INVERSOR DE FREQUENCIA COMANDADO POR UM TRANSDUTOR DE PRESSÃO

CONTROLE DE ROTAÇÃO DE MOTOR TRIFÁSICO USANDO INVERSOR DE FREQUENCIA COMANDADO POR UM TRANSDUTOR DE PRESSÃO CONTROLE DE ROTAÇÃO DE MOTOR TRIFÁSICO USANDO INVERSOR DE FREQUENCIA COMANDADO POR UM TRANSDUTOR DE PRESSÃO Josinaldo G. de Lima 1, Marcio G. da Silva 2, Antônio S. O. Junior 3, Alberdan S. de Aquino 4.

Leia mais

Sistemas multibombas CFW-08

Sistemas multibombas CFW-08 Sistemas multibombas CFW-08 Versão de Software V5.0x idioma: Português Documento: 0899.5851 / 05 Guia de Instalação, Configuração e Operação Inversor de Freqüência CFW-08 Sistemas Multibombas ÍNDICE 3

Leia mais

LINHA CFW-09HD ALIMENTAÇÃO PELO LINK DC

LINHA CFW-09HD ALIMENTAÇÃO PELO LINK DC LINHA CFW-09HD ALIMENTAÇÃO PELO LINK DC Linha CFW-09HD Adendo ao Manual CFW-09 Adendo ao Manual CFW-09 Linha CFW-09HD l. INFORMAÇÕES GERAIS Este adendo traz informações relacionadas ao inversor de freqüência

Leia mais

Water Cooled Motor refrigerado à água

Water Cooled Motor refrigerado à água Motores I Automação I Energia I Transmissão & Distribuição I Tintas Water Cooled Motor refrigerado à água Baixo nível de ruído Fácil manutenção Baixo custo operacional Motores Water Cooled Os motores refrigerados

Leia mais

FACULDADE NOBRE DE FEIRA DE SANTANA Recredenciada pela Portaria Ministerial nº de 07 de outubro de 2011.

FACULDADE NOBRE DE FEIRA DE SANTANA Recredenciada pela Portaria Ministerial nº de 07 de outubro de 2011. FACULDADE NOBRE DE FEIRA DE SANTANA Recredenciada pela Portaria Ministerial nº 1.417 de 07 de outubro de 2011. CURSO: Engenharia Elétrica DISCIPLINA: Sistemas de Automação PROFESSOR: Allan Jacson LISTA

Leia mais

Inversor de Freqüência

Inversor de Freqüência Descrição do Produto A linha de Inversores de Freqüência NXP da Altus atende a grandes aplicações, que necessitam de robustez, desempenho dinâmico, precisão estática e potência. Possui uma vasta gama de

Leia mais

Motores Automação Energia Transmissão & Distribuição Tintas. W60 Motor de Indução Trifásico

Motores Automação Energia Transmissão & Distribuição Tintas. W60 Motor de Indução Trifásico Motores Automação Energia Transmissão & Distribuição Tintas W60 Motor de Indução Trifásico Os motores WEG da linha W60 foram projetados para atender as aplicações industriais em compressores, bombas, ventiladores,

Leia mais

Perguntas e Respostas de parametrização de Inversores de Frequência MS10

Perguntas e Respostas de parametrização de Inversores de Frequência MS10 Perguntas e Respostas de parametrização de Inversores de Frequência MS10 Índice 1. Conhecendo as teclas do inversor 2 2. Como faço para alterar os parâmetros? 2 3. Como instalar uma chave liga-desliga

Leia mais

Sabe quem está na sua casa e você nem percebe?

Sabe quem está na sua casa e você nem percebe? Sabe quem está na sua casa e você nem percebe? Motores Energia Automação Tintas Se em sua casa tem lava-roupas, condicionador de ar, banheira de hidromassagem, esteira, cortador de grama, churrasqueira

Leia mais

AULA 1 - INTRODUÇÃO. Prof. Marcio Kimpara

AULA 1 - INTRODUÇÃO. Prof. Marcio Kimpara COMANDOS INDUSTRIAIS AULA 1 - INTRODUÇÃO Prof. Marcio Kimpara UFMS - Universidade Federal de Mato Grosso do Sul FAENG Faculdade de Engenharias, Arquitetura e Urbanismo e Geografia Prof. Marcio Kimpara

Leia mais

CFW10 Inversor de Frequência. Motores Automação Energia Transmissão & Distribuição Tintas

CFW10 Inversor de Frequência. Motores Automação Energia Transmissão & Distribuição Tintas CFW0 Inversor de Frequência Motores Automação Eneria Transmissão & Distribuição Tintas www.we.net CFW0 Inversor de frequência Destinado ao controle e variação da velocidade de motores elétricos de indução

Leia mais

A Modernização definitiva à sua disposição

A Modernização definitiva à sua disposição CO Miconic BX VVVF A Modernização definitiva à sua disposição A solução mais completa do mercado Os elevadores projetados há alguns anos não contavam com dispositivos para evitar a formação de degraus,

Leia mais

MANUAL DE INSTALAÇÃO E OPERAÇÃO 07S RQC. Quadro de Comando

MANUAL DE INSTALAÇÃO E OPERAÇÃO 07S RQC. Quadro de Comando MANUAL DE INSTALAÇÃO E OPERAÇÃO RQC 07S Quadro de Comando www.compatec.com.br 1. Apresentação... 3 2. Características Gerais... 3 3. Conhecendo o seu produto... 4 4. Diagrama de Ligação... 4 5. Como resetar

Leia mais

Motores Automação Energia Transmissão & Distribuição Tintas. W22 para Redutor Tipo 1

Motores Automação Energia Transmissão & Distribuição Tintas. W22 para Redutor Tipo 1 Motores Automação Energia Transmissão & Distribuição Tintas W22 para Redutor Tipo 1 -- Motor W22 para Redutor Tipo 1 Motor com características construtivas especiais, dedicadas à aplicação em redutores

Leia mais

ACW Disjuntor em Caixa Moldada ACW. Motores I Automação I Energia I Transmissão & Distribuição I Tintas

ACW Disjuntor em Caixa Moldada ACW. Motores I Automação I Energia I Transmissão & Distribuição I Tintas ACW Disjuntor em Caixa Moldada ACW Motores I Automação I Energia I Transmissão & Distribuição I Tintas Disjuntor em Caixa Moldada ACW Com design moderno, compacto e disponíveis em 4 frames e correntes

Leia mais

3.ª Prática Inversor de Frequência Escalar da WEG CFW 07 com velocidade ANALÓGICA

3.ª Prática Inversor de Frequência Escalar da WEG CFW 07 com velocidade ANALÓGICA 1 Práticas de Acionamens Eletrônicos PAE 3.ª Prática Inversor de Frequência Escalar da WEG CFW 07 com velocidade ANALÓGICA OBJETIVO: 1. Aprender a fazer a instalação de um inversor de frequência modelo

Leia mais

PB 201 Manual do Usuário

PB 201 Manual do Usuário PB 201 ÍNDICE 1. IDENTIFICAÇÃO 2.INSTALAÇÃO 2.1 Conteúdo 2.2 Desembalagem 2.3 Instrução de Instalação 3.MOEDAS 3.1 Especificações das Moedas 3.2 Condições das Moedas 4.OPERAÇÃO 4.1 Contagem 4.2 Pré-Determinação

Leia mais

Motores I Automação I Energia I Transmissão & Distribuição I Tintas. Interface Homem-Máquina. HMI300 - Multidrive.

Motores I Automação I Energia I Transmissão & Distribuição I Tintas. Interface Homem-Máquina. HMI300 - Multidrive. Motores I Automação I Energia I Transmissão & Distribuição I Tintas Interface Homem-Máquina HMI300 - Multidrive Manual do Usuário Manual do Usuário Série: HMI300 Idioma: Português N º do Documento: 10000695088

Leia mais

Notas de Aplicação. Recomendações Técnicas para instalação de CLP s. HI Tecnologia. Documento de acesso público

Notas de Aplicação. Recomendações Técnicas para instalação de CLP s. HI Tecnologia. Documento de acesso público Notas de Aplicação Recomendações Técnicas para instalação de CLP s HI Tecnologia Documento de acesso público ENA.0021 Versão 1.01 novembro-2013 HI Tecnologia Recomendações Técnicas para instalação de CLP

Leia mais

DPR. Secador de Ar Comprimido por Refrigeração

DPR. Secador de Ar Comprimido por Refrigeração DPR Secador de Ar Comprimido por Refrigeração DPR Tecnologia DPR A hb ar comprimido se preocupa continuamente com o desenvolvimento e o aperfeiçoamento de seus produtos e serviços afim de superar as necessidades

Leia mais

Objetivo: Teste da curva do elemento de sobrecarga

Objetivo: Teste da curva do elemento de sobrecarga Tutorial de Teste Tipo de Equipamento: Relé de Sobrecarga Bimetálico Marca: Siemens Modelo: 3UA58 Função: 49 ou PTTR - Sobrecarga Térmica Ferramenta Utilizada: CE-6003 ou CE-6006 Objetivo: Teste da curva

Leia mais

Aplicação dos Anexos VI e VII da NR 12 em Minas Gerais

Aplicação dos Anexos VI e VII da NR 12 em Minas Gerais REUNIÃO TÉCNICA - 04/09/2013 Aplicação dos Anexos VI e VII da NR 12 em Minas Gerais Marcos Ribeiro Botelho Auditor-Fiscal do Trabalho SRTE/MG Uberaba/MG Paralelo entre as duas NR-12 Antiga NR-12 NR-12

Leia mais

Manual de Operação AET - AP

Manual de Operação AET - AP Manual de Operação AET - AP (Atuador Eletrônico de Temperatura para Alimentadores à Palha) Revisão A HIGH-Z VALE INDÚSTRIA ELETRÔNICA LTDA. Av: Sebastião Reginaldo da Cunha 451A - Jardim dos Estados CEP

Leia mais

Motors Automation Energy Coatings. Bancada Didática - BDMW

Motors Automation Energy Coatings. Bancada Didática - BDMW Motors Automation Enery Coatins Bancada Didática - BDMW Bancada Didática WEG A linha de bancada didática WEG, além de moderna, está mais completa, modular e flexível. Foi criada com o objetivo de auxiliar

Leia mais

IECETEC. Acionamentos elétricos ANEXO 1 QUESTÕES DE CONCURSO PÚBLICO

IECETEC. Acionamentos elétricos ANEXO 1 QUESTÕES DE CONCURSO PÚBLICO ANEXO 1 QUESTÕES DE CONCURSO PÚBLICO 1- Assinale a alternativa INCORRETA:. a) Chave seccionadora comum é um dispositivo de manobra sem carga (a vazio) utilizada para fins de manutenção apenas. b) Disjuntor

Leia mais

ELEVADORES VEICULARES LIBERDADE PARA RODAR

ELEVADORES VEICULARES LIBERDADE PARA RODAR ELEVADORES VEICULARES LIBERDADE PARA RODAR Os elevadores veiculares Palfinger são resultado de anos de pesquisa, desenvolvimento e testes em campo. Todos os seus componentes foram aperfeiçoados para resultar

Leia mais

Inversor Trifásico 1CV e 2CV

Inversor Trifásico 1CV e 2CV Inversor Trifásico 1CV e 2CV Página 1 de 10 Esta linha de inversores de frequência da Neotec tende a unir a versatilidade do seu firmware com o desempenho a um baixo custo. Com isso pode ser inserido em

Leia mais

Manual de utilização NSE Módulo TCP/IP MTCP-1E1S

Manual de utilização NSE Módulo TCP/IP MTCP-1E1S INSTALAÇÃO 1 Conecte a fonte 12Vcc/1A (ou 24Vcc/1A) a tomada e em seguida ao módulo MTCP-1E1S ( Negativo externo ---(o--- Positivo interno ). 2 Conecte o cabo de rede que acompanha o produto ao módulo

Leia mais

Automação Pump Genius WEG. Motores Automação Energia Transmissão & Distribuição Tintas

Automação Pump Genius WEG. Motores Automação Energia Transmissão & Distribuição Tintas Automação Motores Automação Energia Transmissão & Distribuição Tintas BOMBEAMENTO INTELIGENTE PARA O SEU SISTEMA Bombas, tubulação e conexões podem sofrer sérios danos se a pressão ou o fluxo saírem de

Leia mais

Medidor TKE-120. [1] Introdução. [2] Princípio de funcionamento. [5] Precisão. [6] Características Elétricas. [3] Aplicações. [4] Grandeza medida

Medidor TKE-120. [1] Introdução. [2] Princípio de funcionamento. [5] Precisão. [6] Características Elétricas. [3] Aplicações. [4] Grandeza medida [1] Introdução O Medidor TKE-120 é um instrumento para instalação em fundo de painel, que permite a medição do consumo de energia ativa (Wh) ou reativa (VArh) em sistemas de corrente alternada (CA). Possui

Leia mais

EXPERIÊNCIA N O 1 ACINAMENTO DE UMA LÂMPADA POR UMA CHAVE

EXPERIÊNCIA N O 1 ACINAMENTO DE UMA LÂMPADA POR UMA CHAVE I EXPERIÊNCIA N O 1 ACINAMENTO DE UMA LÂMPADA POR UMA CHAVE Ligar e desligar uma lâmpada através de uma única chave pulsante. Toda vez que a chave for pressionada a lâmpada deve mudar de estado, mantendo

Leia mais

ACIONAMENTOS ELÉTRICOS H1

ACIONAMENTOS ELÉTRICOS H1 ACIONAMENTOS ELÉTRICOS H1 - Conhecer os métodos de partidas de motores elétricos; especificar tipo de acionamento. H2 - Conhecer os equipamentos e dispositivos utilizados em acionamento Técnico em Eletromecânica

Leia mais

Objetivo: Orientar sobre o passo a passo de comissionamento rápidos do inversor Micromaster 430

Objetivo: Orientar sobre o passo a passo de comissionamento rápidos do inversor Micromaster 430 Micromaster 430 Comissionamento básico Bruno Firmino - 24/03/2014 Objetivo: Orientar sobre o passo a passo de comissionamento rápidos do inversor Micromaster 430 Aviso: Este documento apresenta dicas e

Leia mais

COORDENAÇÃO ACADÊMICA DE PROCESSOS INDUSTRIAIS PROFESSOR: WILSON MENDES CAVALCANTE APOSTILA DE ACIONAMENTOS ELÉTRICOS MÓDULO 01: CHAVES MAGNÉTICAS

COORDENAÇÃO ACADÊMICA DE PROCESSOS INDUSTRIAIS PROFESSOR: WILSON MENDES CAVALCANTE APOSTILA DE ACIONAMENTOS ELÉTRICOS MÓDULO 01: CHAVES MAGNÉTICAS COORDENAÇÃO ACADÊMICA DE PROCESSOS INDUSTRIAIS PROFESSOR: WILSON MENDES CAVALCANTE APOSTILA DE ACIONAMENTOS ELÉTRICOS MÓDULO 01: CHAVES MAGNÉTICAS SIMBOLOGIA SIMBOLOGIA NOMENCLATURA Contatos principais

Leia mais

MANUAL DO USUÁRIO RECEPTOR RMF -4SE RECEPTOR RMF 4SE.

MANUAL DO USUÁRIO RECEPTOR RMF -4SE RECEPTOR RMF 4SE. RECEPTOR RMF 4SE www.mastertec.ind.br 1. INTRODUÇÃO O receptor RMF 2SE foi projetado a fim de oferecer inúmeros recursos para o usuário, bem como permitir uma ampla configuração de funcionamento. Com a

Leia mais

AUTOMAÇÃO DA PRODUÇÃO. Prof. Dr. Roger Nabeyama Michels

AUTOMAÇÃO DA PRODUÇÃO. Prof. Dr. Roger Nabeyama Michels AUTOMAÇÃO DA PRODUÇÃO Prof. Dr. Roger Nabeyama Michels INTRODUÇÃO, CONCEITO E HISTÓRIA DA AUTOMAÇÃO INDUSTRIAL Prof. Dr. Roger Nabeyama Michels Todos o desenvolvimento na área da Automação Industrial tem

Leia mais

Automação Guia de Seleção de Partida Direta. Motores Energia Automação Tintas

Automação Guia de Seleção de Partida Direta. Motores Energia Automação Tintas Automação Guia de Seleção de Partida Direta es Eneria Automação Tintas www.we.net Guia de Seleção de Partida Direta Partida Direta de es Trifásicos Proteção de curto-circuito incorporada no conjunto de

Leia mais

MÓDULO DE REDUNDÂNCIA DE FONTE MRF-100

MÓDULO DE REDUNDÂNCIA DE FONTE MRF-100 MÓDULO DE REDUNDÂNCIA DE FONTE Manual do usuário Série: A MÓDULO DE REDUNDÂNCIA DE FONTE MAN-DE- Rev.: 01.00-10 Introdução Obrigado por ter escolhido nosso MÓDULO DE REDUNDÂNCIA DE FONTE. Para garantir

Leia mais

Motores Automação Energia Tintas. Disjuntores em Caixa Moldada

Motores Automação Energia Tintas. Disjuntores em Caixa Moldada Motores Automação Energia Tintas da Tabela de Escolha Tensão Nominal Modelos Tripolares (versões de 2 e 4 pólos sob consulta) DWA 160 DW 161 Un Vca 690 690 690 690 690 Vcc 250 250 250 250 250 Corrente

Leia mais

Mapeamento de memória e conexões do Controlador CP-WSMIO2DI2DO

Mapeamento de memória e conexões do Controlador CP-WSMIO2DI2DO Comércio e Manutenção de Produtos Eletrônicos Manual CP-WS1 Mapeamento de memória e conexões do Controlador CP-WSMIO2DI2DO PROXSYS Versão 1.3 Abril -2015 Controlador Industrial CP-WS1 1- Configurações

Leia mais

CONVERSORES DE FREQUÊNCIA

CONVERSORES DE FREQUÊNCIA CONVERSORES DE FREQUÊNCIA Introdução a inversores Convertem tensão c.c. para c.a. simétrica de amplitude e frequência desejadas A forma de onda dos inversores não é senoidal 1 Algumas aplicações dos inversores

Leia mais

Manual de utilização Módulo TCP/IP MTCP-4E4S

Manual de utilização Módulo TCP/IP MTCP-4E4S INSTALAÇÃO 1 - Conecte a fonte 12Vcc/1A a tomada e em seguida ao módulo MTCP-4E4S. 2 - Conecte o cabo de rede que acompanha o produto ao módulo TCP/IP (conector RJ45) e em seguida ao roteador ou servidor

Leia mais

ACIONAMENTOS ELÉTRICOS H1

ACIONAMENTOS ELÉTRICOS H1 ACIONAMENTOS ELÉTRICOS H1 - Conhecer os métodos de partidas de motores elétricos; especificar tipo de acionamento. H2 - Conhecer os equipamentos e dispositivos utilizados em acionamento Técnico em Eletromecânica

Leia mais

ABINEE TEC Automação. Acionamentos de Motores de Média Tensão, com Transistores de Alta Tensão - Uma Nova Tecnologia.

ABINEE TEC Automação. Acionamentos de Motores de Média Tensão, com Transistores de Alta Tensão - Uma Nova Tecnologia. Automação Acionamentos de Motores de Média Tensão, com Transistores de Alta Tensão - Uma Nova Tecnologia Norton Petry Gerente de Desenvolvimento WEG Automação Ltda. 1 Quem somos Genuinamente BRASILEIRA

Leia mais

Controle BP308 para Painéis de Elevadores

Controle BP308 para Painéis de Elevadores Controle BP308 para Painéis de Elevadores Safe solutions for your industry Controlador BP308 Um sistema, várias aplicações. Os benefícios em resumo: Aplicações PB308 - Sistema Flexível Aplicação e Utilização

Leia mais

SOLICITAÇÃO DE AUTORIZAÇÃO DA OFERTA DE CURSO DE QUALIFICAÇÃO OU CURSO FIC

SOLICITAÇÃO DE AUTORIZAÇÃO DA OFERTA DE CURSO DE QUALIFICAÇÃO OU CURSO FIC MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE SANTA CATARINA COLEGIADO DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO CEPE SOLICITAÇÃO DE AUTORIZAÇÃO DA OFERTA DE CURSO DE QUALIFICAÇÃO OU CURSO FIC CAMPUS SOLICITANTE 1.

Leia mais

Inovação em tudo o que faz!

Inovação em tudo o que faz! www.kva.com.br Inovação em tudo o que faz! Empresa 100% Brasileira Equipamentos para grupo geradores e motobombas de incêndio Só a KVA oferece o melhor para você e para sua empresa! Linha completa de todos

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DO SEMI-ÁRIDO CURSO: CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO 9º PERÍODO. Profª Danielle Casillo

UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DO SEMI-ÁRIDO CURSO: CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO 9º PERÍODO. Profª Danielle Casillo UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DO SEMI-ÁRIDO CURSO: CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO 9º PERÍODO Profª Danielle Casillo Programável - CLP 2 Compactos Modulares Programável - CLP 3 Possuem incorporados em uma única unidade

Leia mais

ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA N ODMN-VIT-ET SOFT-START PARA CONTROLE DE PARTIDA E PARADA DE MOTORES DE INDUÇÃO DE BAIXA TENSÃO ABRIL DE 2015

ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA N ODMN-VIT-ET SOFT-START PARA CONTROLE DE PARTIDA E PARADA DE MOTORES DE INDUÇÃO DE BAIXA TENSÃO ABRIL DE 2015 SOFT-START PARA CONTROLE DE PARTIDA E PARADA DE MOTORES DE INDUÇÃO DE BAIXA TENSÃO ABRIL DE 2015 1/6 1 Descrição Soft-starter de baixa tensão trifásico para controle de partida e parada suaves de motor

Leia mais

Motors Automation Energy Transmission & Distribution Coatings KPCSD - KPCSE CFW500

Motors Automation Energy Transmission & Distribution Coatings KPCSD - KPCSE CFW500 Motors Automation Energy Transmission & Distribution Coatings KPCSD - KPCSE CFW500 Installation, Configuration and Operation Guide Guía de Instalación, Configuración y Operación Guia de Instalação, Configuração

Leia mais

Transdutor Digital MKM-01

Transdutor Digital MKM-01 [1] Introdução O Transdutor é um instrumento digital microprocessado, para instalação em fundo de painel, que permite a medição de até 33 parâmetros elétricos em sistema de corrente alternada (CA). Para

Leia mais

Manual. MOVITRAC B Desconexão segura Aplicações. Edição 06/ / PT

Manual. MOVITRAC B Desconexão segura Aplicações. Edição 06/ / PT Moto-redutores \ Accionamentos Electrónicos \ Drive Automation \ Serviços Desconexão segura Aplicações Edição 06/007 6865 / PT Manual SEW-EURODRIVE Driving the world Índice Notas importantes... Desconexão

Leia mais

PEA LABORATÓRIO DE INSTALAÇÕES ELÉTRICAS I DISPOSITIVOS DE COMANDO (COM_EA) RELATÓRIO

PEA LABORATÓRIO DE INSTALAÇÕES ELÉTRICAS I DISPOSITIVOS DE COMANDO (COM_EA) RELATÓRIO PEA 2401 - LABORATÓRIO DE INSTALAÇÕES ELÉTRICAS I DISPOSITIVOS DE COMANDO (COM_EA) RELATÓRIO NOTA Grupo:......... Professor:...Data:... Objetivo:......... 1 - ROTEIRO 1.1 - Análise das características

Leia mais

INVERSOR DE FREQUÊNCIA CDF-1CV. Guia simplificado

INVERSOR DE FREQUÊNCIA CDF-1CV. Guia simplificado Guia simplificado Inversor de Freqüência CDF-1CV DESCRIÇÃO: O Inversor CDF-1CV foi projetado para o controle de motores de indução trifásicos. Os comandos de controle são compatíveis com diferentes formas

Leia mais

PB 202P Manual de Operação

PB 202P Manual de Operação PB 202P ÍNDICE 1 IDENTIFICAÇÃO... 3 2 INSTALAÇÃO... 3 2.1 Conteúdo... 3 2.2 Desembalagem... 3 2.3 Instruções de Instalação... 3 3 DOCUMENTOS... 4 3.1 Especificações das Moedas... 4 3.2 Condições das Moedas...

Leia mais

IECETEC. Acionamentos elétricos AULA 20 FRENAGEM DE MOTORES

IECETEC. Acionamentos elétricos AULA 20 FRENAGEM DE MOTORES AULA 20 FRENAGEM DE MOTORES 1- Introdução Em certos trabalhos efetuados por motores elétricos, há ocasiões em que o motor deixa de ser necessário e há energia de sobra a qual poderá, porventura ser aproveitada.

Leia mais

Guia rápido de configuração para ATV21 Versão do manual: 1.8

Guia rápido de configuração para ATV21 Versão do manual: 1.8 Guia rápido de configuração para ATV21 Versão do manual: 1.8 1) Restauração das configurações de fábrica pag. 41 typ (reset de parâmetro) mudar para 3 (retorna as configurações de fábrica) STATUS ATUAL

Leia mais

26/11/ Agosto/2012

26/11/ Agosto/2012 26/11/2012 1 Agosto/2012 Motores Elétricos 26/11/2012 2 Motores Elétricos Conceitos Motor elétrico é uma máquina destinada a transformar energia elétrica em mecânica. É o mais usado de todos os tipos de

Leia mais

SISTEMA PARA ESTUDO E TREINAMENTO NO ACIONAMENTO DE MÁQUINAS ELÉTRICAS COM INVERSOR DE FREQUÊNCIA E AQUISIÇÃO DE DADOS

SISTEMA PARA ESTUDO E TREINAMENTO NO ACIONAMENTO DE MÁQUINAS ELÉTRICAS COM INVERSOR DE FREQUÊNCIA E AQUISIÇÃO DE DADOS DLB MAQCA 1893 SISTEMA PARA ESTUDO E TREINAMENTO NO ACIONAMENTO DE MÁQUINAS ELÉTRICAS COM INVERSOR DE FREQUÊNCIA E AQUISIÇÃO DE DADOS Este conjunto didático de equipamentos foi idealizado para possibilitar

Leia mais

PB 202 Contadora e Classificadora de Moedas

PB 202 Contadora e Classificadora de Moedas ProBank PB 202 Contadora e Classificadora de Moedas ÍNDICE Página 2 1Identificação :...3 2Instalação:...3 2.1Conteúdo...3 2.2Desembalagem :...3 2.3Instruções de Instalação :...3 3Documentos :...3 3.1Especificações

Leia mais

Ensaio 6: Característica de Tensão-Carga de Geradores CC: Excitação Independente, Shunt Auto- Excitado e Série

Ensaio 6: Característica de Tensão-Carga de Geradores CC: Excitação Independente, Shunt Auto- Excitado e Série Ensaio 6: Característica de Tensão-Carga de Geradores CC: Excitação Independente, Shunt uto- Excitado e Série 1. Objetivos Os objetivos desse ensaio são: a) Construir a curva característica de tensão-carga

Leia mais

UNIVERSIDADE SÃO JUDAS TADEU

UNIVERSIDADE SÃO JUDAS TADEU CURSO DE ENGENHARIA ELÉTRICA CURRÍCULO PLENO BACHARELADO 1 CICLO/MÓDULO A Ciências Exatas I Álgebra Linear 02 0 02 40 Cálculo Diferencial e Integral I 04 0 04 80 Cálculo Vetorial e Geometria Analítica

Leia mais

Manual de Utilização REGULADOR CHAVEADO. Rev. 1.4 Abr/2002

Manual de Utilização REGULADOR CHAVEADO. Rev. 1.4 Abr/2002 Direitos Reservados Nenhuma parte desta publicação pode ser reproduzida, armazenada ou transmitida sob qualquer forma (mecânica, fotocopiada, gravada), sem permissão escrita da DEXTER. Embora todos os

Leia mais

Motores Automação Energia Transmissão & Distribuição Tintas. Automação Inversores Fotovoltaicos SIW

Motores Automação Energia Transmissão & Distribuição Tintas. Automação Inversores Fotovoltaicos SIW Motores Automação Energia Transmissão & Distribuição Tintas Automação Inversores Fotovoltaicos SIW Aplicações Fotovoltaicas www.weg.net Inversor Solar Central (137 kw - 1665 kw) A WEG conta com décadas

Leia mais

Sistema Shaftless para Máquinas Gráficas

Sistema Shaftless para Máquinas Gráficas Sistema Shaftless para Máquinas Gráficas Seguindo uma tendência mundial no segmento da indústria gráfica, a Yaskawa desenvolve no Brasil o primeiro sistema Shaftless Servoacionado. O termo Shaftless em

Leia mais

ADENDO AO MANUAL DO INVERSOR DE FREQÜÊNCIA CFW-09 CFW-09 SHARK NEMA 4X. Série: CFW-09 Software: 2.4X Número do Manual/Revisão: 0899.

ADENDO AO MANUAL DO INVERSOR DE FREQÜÊNCIA CFW-09 CFW-09 SHARK NEMA 4X. Série: CFW-09 Software: 2.4X Número do Manual/Revisão: 0899. ADENDO AO MANUAL DO INVERSOR DE FREQÜÊNCIA CFW-09 CFW-09 SHARK NEMA 4X Série: CFW-09 Software: 2.4X Número do Manual/Revisão: 0899.4569 P/6 07/2003 8.15 CFW-09 SHARK NEMA 4X Em aplicações que necessitam

Leia mais

Plano de Trabalho Docente Ensino Técnico

Plano de Trabalho Docente Ensino Técnico Plano de Trabalho Docente 2016 Ensino Técnico Plano de Curso nº 233 aprovado pela portaria Cetec nº 172 de 13/09/2013 Etec Paulino Botelho Código: 091 Município: São Carlos Eixo Tecnológico: Controle e

Leia mais

Módulos de relés de segurança multifuncionais PROTECT SRB-E

Módulos de relés de segurança multifuncionais PROTECT SRB-E Módulos de relés de segurança multifuncionais PROTECT SRB-E PROTECT SRB-E Configuráveis Amigável para o usuário interruptores de segurança convencionais de proteção com lacre caso necessário e tempos de

Leia mais

Nota de Aplicação Alteração do firmware do controlador HX e converso ION CODI

Nota de Aplicação Alteração do firmware do controlador HX e converso ION CODI Nota de Aplicação Alteração do firmware do controlador HX e converso ION CODI Como alterar um firmware do controador de demanda ou conversor ION CODI Schneider Electric Suporte Técnico Brasil Título: Como

Leia mais

VBWK Módulo de Entrada em MT para Instalações em Alvenaria. Motores Automação Energia Transmissão & Distribuição Tintas

VBWK Módulo de Entrada em MT para Instalações em Alvenaria. Motores Automação Energia Transmissão & Distribuição Tintas VBWK Módulo de Entrada em MT para Instalações em Alvenaria Motores Automação Energia Transmissão & Distribuição Tintas Solução Integrada para Instalações em Alvenaria O kit de entrada em média tensão VBWK

Leia mais

Receptor Multifuncional

Receptor Multifuncional MAGARMG2C30MV1 MANUAL GENNO RMG MAX 2 CANAIS 30M V1 Receptor Multifuncional Manual válido para as versões: RMG MAX 2C30M RMG MAX 2C93M RMG MAX 2C2077M 2 Canais independentes Função pulso Função retenção

Leia mais

COMANDOS DEN 20 CB 57

COMANDOS DEN 20 CB 57 COMANDOS DEN 20 CB 57 I. CARACTERISTICAS TÉCNICAS Tensão de entrada 85 a 265 VAC Consumo do modulo 30W. Saída para válvula 110/220 vac- Imáx.= 2A. Saída para módulo de disparo 24vcc-Imáx. =1 A. Entradas

Leia mais

Curso será encerrado na sexta-feira ao meio-dia, após o almoço será realizado a visita na fábrica.

Curso será encerrado na sexta-feira ao meio-dia, após o almoço será realizado a visita na fábrica. terça-feira, 11 de junho de 2013 Assunto: Treinamento WEG Prezado Adjuto, Estaremos atendendo a escola no período e cursos abaixo informados: Curso Inversores de Frequência (Módulo 2 ) Período de realização:...03

Leia mais

Manual do Proprietário. Batedeira planetaria BTI 18/ BT I36

Manual do Proprietário. Batedeira planetaria BTI 18/ BT I36 Manual do Proprietário Batedeira planetaria BTI 18/ BT I36 Índice 1- Apresentação. 2- Instalação e Instruções. 3- Operação. 4- Limpeza. 5- Manutenção. 6- Possíveis Problemas e Soluções. 7- Esquema Elétrico.

Leia mais

MANUAL DO PRODUTO TANQUES DE PRESSÃO

MANUAL DO PRODUTO TANQUES DE PRESSÃO MANUAL DO PRODUTO TANQUES DE PRESSÃO MANUAL DO PRODUTO TANQUES DE PRESSÃO Este manual se destina a fornecer orientações básicas de instalação e entrada em operação e/ou funcionamento. Antes de instalar

Leia mais

ESTUDO DE ACIONAMENTOS DAS CHAVES DE PARTIDAS ELÉTRICAS E ELETRÔNICAS PARA MOTORES ELÉTRICOS

ESTUDO DE ACIONAMENTOS DAS CHAVES DE PARTIDAS ELÉTRICAS E ELETRÔNICAS PARA MOTORES ELÉTRICOS ESTUDO DE ACIONAMENTOS DAS CHAVES DE PARTIDAS ELÉTRICAS E ELETRÔNICAS PARA MOTORES ELÉTRICOS Breno Pereira Dela Bruna¹, Gustavo Contessi¹, Matheus Rossetti¹, Pedro Henrique Di Francia Rosso¹, Reginaldo

Leia mais

companhia de saneamento básico do estado de são paulo - sabesp

companhia de saneamento básico do estado de são paulo - sabesp sabesp Área Resp.: Prioridade.: Natureza...: Data da RC.: Inspeção...: Valor da RC...: Data (IO)...: Unid. Req...: Duração...: Objeto: AQUISIÇÃO DE INVERSORES DE FREQUÊNCIA PARA UTILIZAÇÃO NA ESTAÇÃO DE

Leia mais

LC4200. Manual do Usuário

LC4200. Manual do Usuário LC4200 Manual do Usuário Índice 1. Descrição Geral... 3 2. Aplicações (exemplo)... 3 3. Características Técnicas... 3 4. Dimensões... 4 5. Instalação... 5 6. Esquema de Ligação... 5 7. Calibração... 6

Leia mais

Training Box Duo Mini Curso.

Training Box Duo Mini Curso. Training Box Duo Mini Curso www.altus.com.br 1 Suporte Técnico: + 55 51 3589-9500 ou 0800 510 9500 Internet: http://www.altus.com.br E-mail: suporte@altus.com.br No site da Altus você encontra vários tutoriais

Leia mais

vacon 100 inversores de ca manual de aplicação

vacon 100 inversores de ca manual de aplicação vacon 100 inversores de ca manual de aplicação PREFÁCIO VACON 3 PREFÁCIO ID do documento: DPD01104F Data: 5.12.2013 Versão do software: FW0072V012 SOBRE ESTE MANUAL Este manual é copyright da Vacon Plc.

Leia mais

Fonte de alimentação AT10 FRN

Fonte de alimentação AT10 FRN Descrição: Fonte de alimentação AT10 FRN A Fonte AT10 FRN destina-se a alimentar e controlar o dispositivo de Abertura e Fechamento de Contatores de MT da Família INCV da Arteche sem retenção mecânica.

Leia mais

Sistema Multibombas Controle Fixo CFW-11

Sistema Multibombas Controle Fixo CFW-11 Motores Energia Automação Tintas Sistema Multibombas Controle Fixo CFW-11 Manual de Aplicação Idioma: Português Documento: 10000122700 / 01 Manual de Aplicação para Sistema Multibombas Controle Fixo Série:

Leia mais

Alternador. Professor Diogo Santos Campos

Alternador. Professor Diogo Santos Campos 4. SISTEMA ELÉTRICO O sistema elétrico dos motores dos tratores agrícolas pode ser dividido em três partes, são elas: Produção: gerador e dispositivos de controle de corrente e tensão; Armazenamento: bateria;

Leia mais

PS 9100 Manual de Operação

PS 9100 Manual de Operação PS 9100 ÍNDICE 1 Identificação...Error! Bookmark not defined. 2 Instalação...3 2.1 Conteúdo...3 2.2 Desembalagem...3 2.3 Instruções de Instalação...3 3 Documentos...4 3.1 Especificações das Moedas...4

Leia mais

MANUAL DO INVERSOR DE FREQÜÊNCIA

MANUAL DO INVERSOR DE FREQÜÊNCIA MANUAL DO INVERSOR DE FREQÜÊNCIA Série: CFW-09 Software: versão 3.7X 0899.5298 P/11 07/2006 ATENÇÃO! É muito importante conferir se a versão de software do inversor é igual à indicada acima. Sumário das

Leia mais

COORDENADORIA DE INFRAESTRUTURA CIVIL AQUISIÇÃO DE ESCADAS ROLANTE PARA A ESTAÇÃO DE PASSAGEIROS DO TERMINAL DE PASSAGEIROS DO PORTO DE FORTALEZA

COORDENADORIA DE INFRAESTRUTURA CIVIL AQUISIÇÃO DE ESCADAS ROLANTE PARA A ESTAÇÃO DE PASSAGEIROS DO TERMINAL DE PASSAGEIROS DO PORTO DE FORTALEZA COORDENADORIA DE INFRAESTRUTURA CIVIL AQUISIÇÃO DE ESCADAS ROLANTE PARA A ESTAÇÃO DE PASSAGEIROS DO TERMINAL DE PASSAGEIROS DO PORTO DE FORTALEZA ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS COMPANHIA DOCAS DO CEARÁ Secretaria

Leia mais

Aproveitamento da energia eólica. Fontes alternativas de energia - aproveitamento da energia eólica 1

Aproveitamento da energia eólica. Fontes alternativas de energia - aproveitamento da energia eólica 1 Aproveitamento da energia eólica Fontes alternativas de energia - aproveitamento da energia eólica 1 Formas de aproveitamento Denomina-se energia eólica a energia cinética contida nas massas de ar em movimento

Leia mais

Módulo 16 ED 125 Vdc Opto

Módulo 16 ED 125 Vdc Opto Descrição do Produto O módulo, integrante da Série Ponto, possui 16 pontos de entrada digital para tensão de 125 Vdc. O módulos é de lógica positiva (tipo sink ) e destina-se ao uso com sensores tipo 1

Leia mais

IMAGENS DE EQUIPAMENTOS

IMAGENS DE EQUIPAMENTOS www.ortobras.com.br ÍNDICE 1 2 3 4 5 INTRODUÇÃO IMAGENS DE EQUIPAMENTOS DETALHAMENTO DO MODELO SEM CASA DE MÁQUINAS TABELA DE ESPECIFICAÇÕES ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS 02 03 04 05 06 www.ortobras.com.br INTRODUÇÃO

Leia mais

AULA 9 SOFT-STARTER. Prof. Marcio Kimpara

AULA 9 SOFT-STARTER. Prof. Marcio Kimpara 1 COMANDOS INDUSTRIAIS AULA 9 SOFT-STARTER Prof. Marcio Kimpara UFMS - Universidade Federal de Mato Grosso do Sul FAENG Faculdade de Engenharias, Arquitetura e Urbanismo e Geografia 2 Partida com Soft-Starter

Leia mais

Objetivo: Teste do pick-up e tempo de atuação dos elementos de Subtensão e Sobretensão utilizando o software Manual.

Objetivo: Teste do pick-up e tempo de atuação dos elementos de Subtensão e Sobretensão utilizando o software Manual. Tutorial de Teste Tipo de Equipamento: Relé de Proteção Marca: Schneider Modelo: SEPAM T42 Funções: 27 ou PTUV Subtensão & 59 ou PTOV - Sobretensão Ferramenta Utilizada: CE-6006 & CE-6003 Objetivo: Teste

Leia mais

KTC-DR34EC & KTC-KML093EC1000

KTC-DR34EC & KTC-KML093EC1000 STEP-SERVO KALATEC KTC-DR34EC & KTC-KML093EC1000 Manual Kalatec Automação Ltda Matriz campinas: 19-3045-4900 Filial Sao Paulo 11-5514-7680 Filial Joinville - 47-3425-0042 www.kalatec.com.br kalatec@kalatec.com.br

Leia mais