Questões Conceituais

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Questões Conceituais"

Transcrição

1 Questões em Sala de Aula Módulo 3 Parte A Questões Conceituais QC.1) Suponha que somente duas forças externas atuem sobre um corpo rígido estacionário, e que elas são iguais em módulo e de direções opostas. Sob que condição o corpo começa a girar? Resp.: Se as linhas de ação das forças não se coincidem, então o torque resultante é não nulo. QC.2) Uma régua gira no sentido anti-horário no plano XY. (a) Qual é a direção de para a régua? (b) Qual é a direção de se o módulo da velocidade angular diminui com o tempo? Resp.: (a) direção +k; (b) k. QC.3) (a) Qual é a velocidade angular do ponteiro menor de um relógio? (b) Qual é o módulo do vetor aceleração angular do ponteiro menor? Resp.: (a) 1,74x10-3 rad/s; (b) zero QC.4) O corpo tem que estar girando para ter momento de inércia? Resp.: Não. Igualmente o corpo não precisa estar movendo para ter massa. QC.5) É possível mudar a energia cinética translacional de um corpo sem alterar sua energia cinética rotacional? Resp. Sim. Deixar cair o corpo, o corpo ganha a energia cinética de translação e perde a energia potencial gravitacional. QC.6) Se você vê um corpo girando, há necessariamente um torque resultante atuando sobre ele? Resp. Não, somente se o momento angular do corpo variar. QC.7) Três corpos de densidade uniforme uma esfera sólida, um cilindro sólido e um cilindro oco ou anel são colocados no topo de uma rampa, Figura (QC.7). Todos são liberados do repouso na mesma elevação e rolam sem deslizar. Qual corpo chega à base primeiro? Qual chega por último? Observação: O resultado é independente das massas e raios dos corpos. O aluno deve verificar isso analiticamente. Resp. A esfera atinge a base primeiro e o cilindro oco por último. Se os corpos têm a mesma massa e o mesmo raio, então o torque devido a força da gravidade é o mesmo para os corpos, R M g sen. O corpo de menor momento de inércia, a esfera sólida, terá a maior aceleração angular, R M g sen /I, e chega primeiro na base da rampa. 1

2 QC.8) Experimente! Uma pessoa equilibra uma régua em uma posição horizontal em seus dedos indicadores estendidos. Lentamente, ela junta os indicadores. A régua permanece equilibrado, e os dois dedos sempre se juntam no meio da régua, independente de suas posições originais. Explique por que isso acontece. QC.9) Uma bola de basquete rola pelo chão de uma sala de aula sem deslizar, com seu centro de massa movendo-se a uma velocidade. Um bloco de gelo da mesma massa é posto a deslizar pelo chão com a mesma velocidade ao longo de uma linha paralela, Qual corpo tem mais (i) energia cinética e (ii) momento? (a) A bola de basquete. (b) O gelo. (c) Duas quantidades são iguais. (iii) Dois corpos se movem rampa acima. Qual deles subirá mais a rampa? (a) A bola de basquete. (b) O gelo. (c) Ambos se moverão a mesma distância rampa acima. Resp: (i) (ii) A bola. (iii) A bola. QC.10) Você coloca seu livro-texto para deslizar pelo chão de um ginásio com certa velocidade inicial. O livro para de se mover rapidamente por causa da força de atrito exercida pelo chão sobre ele. A seguir, você começa a rolar uma bola de basquete com a mesma velocidade inicial. Ela continua a rolar de um lado do ginásio para outro. (a) Por que a bola de basquete rola tanto? (b) O atrito afeta o movimento da bola de basquete significativamente. Resp. Há pouca resistência ao movimento que possa reduzir a energia cinética da bola. Mesmo que tenha o atrito estático entre a bola e o chão ( se não houver, então não ocorreria rotação e a bola deslizaria), não há movimento relativo das duas superfícies- pela definição de rolamento puro e assim nenhuma força de atrito cinético age para reduzir a energia cinética. A resistência do ar e do atrito associadas com a deformação da bola eventualmente para a bola. QC.11) Uma pedra de moagem aumenta sua velocidade angular de 4,00 rad/s para 12,0 rad/s em 4,00 s. Por qual ângulo gira durante este intervalo de tempo se a aceleração é constante? (a) 8,00 rad. (b) 12,0 rad. (c) 16,0rad. (d) 32,0 rad, (e) 64,0 rad. QC.12) Você desliga sua furadeira elétrica e vê que o intervalo de tempo para a broca parar de girar completamente, por causa de atrito na furadeira, é t 1. Você substitui a broca por uma maior, que resulta no dobro do momento de inércia de todo o mecanismo de rotação da furadeira. Quando esta brica amior é girada a mesma velocidade angular da primeira e a furadeira é desligada, o torque de atrito permanece o mesmo da situação anterior. Qual é o intervalo de tempo necessário par esta broca atingir o repouso? (a) 4 t 1, (b) 2 t 1, (c) t 1, (d) 0,5 t 1, (e) 0,25 t 1, (f) impossível determinar. QC.13) Uma bola rola para baixo na rampa A, sem escorregar, a partir do repouso. Ao mesmo tempo, uma caixa sai do repouso e desliza pela rampa B, idêntica à A, mas não tem atrito. Qual delas chega primeiro na base? (a) A bola. (b) A caixa. (c) Ambas chegam ao mesmo tempo. (d) É impossível determinar. 2

3 QC.14) Imagine uma patinadora de massa m e um poste espetado em um lago congelado. (i) Qual seria seu momento angular em relação ao poste no instante em que ela está a uma distância d do poste e se estivesse patinando em direção a ele à velocidade escalar v? (a) zero; (b) mvd; (c) impossível determinar. (ii) Qual seria seu momento angular em relação ao poste no instante em que ela está a uma distância d do poste e se estivesse patinando à velocidade escalar v ao longo de uma trajetória reta a uma distância a perpendicular ao poste? (a) zero; (b) mvd; (c) mva ; (d) impossível determinar. QC.15) Uma bola é lançada de tal maneira que ela não gira em torno de seu próprio eixo. Esta afirmação implica que o momento angular é zero em torno de um eixo arbitrário? Resp.: Não. O momento angular é diferente de zero em torno de qualquer eixo que não esteja ao longo da linha de movimento da bola. QC.16) Duas esferas, uma sólida e outra oca, têm a mesma massa e o mesmo raio. Elas estão girando com a mesma velocidade angular. Qual delas tem o momento angular maior? (a) a sólida; (b) a oca; (c) ambas têm o mesmo momento angular; (d) impossível determinar. QC.17) Considere um sistema isolado movendo-se pelo espaço vazio. O sistema consiste em corpos que interagem um com o outro e podem mudar de posição um em relação ao outro. Quais das seguintes quantidades podem mudar com o tempo? (a) O momento angular do sistema. (b) O momento linear do sistema. (c) Tanto o momento angular quanto o momento linear do sistema. ( d) Nem o momento angular, nem o momento linear do sistema. QC.17) Responda sim ou não. (a) É possível calcular o torque que age sobre um corpo rígido sem especificar um eixo de rotação? (b) O torque é independente da localização do eixo de rotação? Resp.: Não em ambos os casos. Um eixo de rotação deve ser definido para calcular o torque que age sobre um corpo rígido. O braço de momento ou braço de alavanca da força é definido a partir do eixo de rotação. QC.18) Se o torque que age sobre uma partícula em torno de um eixo que passa por uma certa origem for zero, o que você pode dizer sobre seu momento angular em torno deste eixo? Resp.: Seu momento angular em torno deste eixo é constante no tempo. Não se pode concluir nada sobre a magnitude do momento angular. QC.19) Se o aquecimento global continuar durante os próximos cem anos, é provável que parte do gelo polar derreta e a água seja distribuída mais perto do equador. (a) Como isso mudaria o momento de inércia da Terra? (b) A duração do dia (uma revolução) aumentaria ou diminuiria? Resp. A maior parte da massa d água do gelo derretido se acumulará perto do equador, assim o momento de inércia aumenta. Pela conservação do momento angular, a velocidade angular decresce e consequentemente o período aumenta. 3

4 QC.20) É possível mudar a energia cinética translacional de um corpo sem alterar sua energia rotacional? Resp. Sim. Se você deixa cair ou lançar um corpo girando, a energia cinética de translação varia conforme muda a energia potencial gravitacional e permanecendo a sua rotação inalterada. QC.20) Se você vê um corpo girando, há necessariamente um torque resultante atuando sobre ele? Resp. Não. Se não há variação no seu momento angular. QC.21) Por que uma vara longa ajuda um equilibrista a se equilibrar na corda bamba? Resp. A vara comprida tem um grande momento de inércia em torno de um eixo ao longo da corda. Um torque produzirá, então, apenas uma pequena aceleração angular no sistema equilibrista-vara, para aumentar o tempo necessário a fim de se manter no balanço. Para manter o centro de massa acima da corda, o equilibrista deve deslocar a vara para a esquerda ou para a direita, em vez de ter que curvar o seu corpo. A vara se encurva para baixo nas extremidades para abaixar o centro de gravidade do sistema. Uma vara leve não ajuda muito, pois, com uma massa pequena, o deslocamento deve ser grande demais para ser praticável. QC.22) Uma mergulhadora de competição deixa o trampolim e cai em direção à água com seu corpo reto e girando lentamente. Ela puxa os braços e as pernas para uma posição bem encolhida. O que acontece com sua energia cinética rotacional? (a) Aumenta. (b) Diminui. (c) Permanece a mesma. (d) É impossível determinar. QC.23) Estrelas originam-se como grandes corpos de gás girando lentamente. Por causa da gravidade, esses aglomerados de gás diminuem lentamente de tamanho. O que acontece com a velocidade angular de uma estrela quando ela encolhe? Resp. A velocidade angular deve aumentar. Desde que a força da gravidade não exerce um torque sobre o sistema, seu momento angular permanece constante assim que o aglomerado de gás encolhe. QC.24) Se um sistema de partículas está em movimento, é possível que o momento angular total seja nulo em torno de um eixo que passa por uma certa origem? Resp. Sim. Se as partículas estão movendo em uma linha reta, então o momento angular das partículas em relação a qualquer ponto na trajetória é nulo. 4

5 QC.25) Se o torque que age sobre uma partícula em torno de um eixo que passa por uma certa origem for zero, o que você pode dizer sobre seu momento angular em torno deste eixo? Resp. Seu momento angular em torno deste eixo é constante no tempo. Não se pode concluir nada sobre a magnitude do momento angular. QC.26) Uma bola é lançada de tal maneira que ela não gira em torno de seu próprio eixo. Esta afirmação implica que o momento angular é zero em torno de um eixo arbitrário? Resp. Não. O momento angular em torno de qualquer eixo que não se localiza na linha de movimento da bola é diferente de zero. Problemas P. 1) Encontre o torque resultante sobre o corpo composto em relação ao eixo que passa por O, considerando a = 10,0 cm e b = 25,0 cm. Explique o sentido de giro do corpo. Resp. -3,55 N m; horário. P. 2) Na figura, o corpo pendurado tem massa de 0,420kg; o bloco deslizante sobre a mesa horizontal tem massa de 0,850kg; e a roldana é um cilindro oco com massa de 0,350kg, raio interno de 0,020m e externo de 0,030m. Considere que as massas dos rios da roldana seja desprezível. O coeficiente de atrito cinético entre o bloco e a superfície da mesa é 0,250. A roldana gira sem atrito sobre seu eixo. Uma corda leve não estica nem escorrega na roldana. O bloco tem velocidade de 0,820 m/s na direção da roldana quando passa por um ponto de referência na mesa. (a) Use métodos de energia para prever sua velocidade após ter se movido para um segundo ponto 0,700 m distante. (b) Encontre a velocidade angular da roldana no mesmo momento. Resp.: (a) 1,59 m/s; (b) 53,1 rad/s P. 3) O carretel mostrado na figura tem raio R e momento de inércia I. Uma ponta do bloco de massa m é ligada a uma mola de constante elástica k, e a outra é presa a corda enrola ao redor do carretel. O eixo dele e rampa não tem atrito. O carretel é enrolado em sentido anti-horário de modo que a mola se estica por uma distância d de sua posição encolhida, e ele é, então, solto do repouso. Encontre a velocidade angular do carretel quando a 5

6 mola está novamente na posição encolhida. Resp.: [(2m g d sen +k d 2 )/(I +m R 2 )] 1/2 P.4) Uma haste rígida leve, de comprimento d = 1,00m, une duas bolinhas, com massas m 1 =4,00kg e m 2 = 3,00kg, em suas extremidades. O conjunto gira no plano XY em torno de um pino que passa pelo centro da haste. Determine o momento angular do sistema em torno da origem quando a velocidade escalar de cada bolinha é 5,00 m/s. Resp.: 17,5 k (kg m 2 /s). P.5) Uma partícula de 1,50kg move-se no plano XY com uma velocidade v = (4,20 i -3,60 j )m/s. Determine o momento angular da partícula em relação à origem quando seu vetor posição é r = (1,50 i +2,20 j )m. Resp.: -22,0 k (kg m 2 /s) P.6) Um bloco de massa m = 4,00 kg é preso a um cabo leve que é enrolado em torno de um disco fino. O disco tem raio R = 8,00 cm e massa M = 2,00 kg. O cabo não escorrega na polia. (a) Calcule o módulo do torque resultante sobre o sistema em torno do eixo do disco. (b) Quando o bloco tem uma velocidade escalar v, determine o módulo do momento angular total em torno do eixo do disco. (c) Utilize o resultado da parte (b) e = dl/dt, calcule a aceleração do bloco. Resp.: (a) 3,14 (N m); (b) 0,400 v (kg m); (c) 7,85( m/s 2 ) P.7) Um projétil de massa m move-se para a direita com velocidade escalar v i. O projétil bate e fica preso na extremidade de uma haste fixa de massa M, comprimento d, articulada em torno de eixo perpendicular à página passando por O no centro da haste. A haste está sobre uma superfície plana e lisa. (a) Qual é o modelo de análise apropriado para descrever o projétil e a haste? Explique se as quantidades do sistema, o momento linear, o momento angular e a energia cinética, se conservam na colisão. (b) Qual é o momento angular do sistema antes da colisão em 6

7 relação ao eixo que passa por O. (c) Qual é o momento de inércia do sistema em torno do eixo que passa por O depois que o projétil fica preso na haste. (d) Se a velocidade angular do sistema após a colisão é, qual é seu momento angular após a colisão? (e) Encontre a velocidade angular após a colisão. (f) Quais são as energias cinéticas do sistema antes e após a colisão? (g) Considere que não exista o eixo passando por O no centro da haste, ou seja, ela é livre para se mover sobre a superfície plana e lisa. Igualmente, o projétil bate e fica preso na extremidade da haste. (g1) Responda o item (a). (g2) Descrever o movimento do sistema após a colisão. Resp.: (a) sistema isolado(momento angular), (b) m v i d/2; (c) (M/12 +m/4)d 2 ; (d) ) (M/12 +m/4)d 2 ; (e) 6m v i /[(M+3m)d]; (f) 0,5 m v i2, 3mv i2 /[2(M + 3m)]; (g) sistema isolado ( momento linear e momento angular); o sistema gira em torno de um eixo imaginário passando por CM. O CM está em (M+2m)L/ [2(M+m)]. 7

Lista 10: Momento Angular. Lista 10: Momento Angular

Lista 10: Momento Angular. Lista 10: Momento Angular Lista 10: Momento Angular NOME: Matrícula: Turma: Prof. : Importante: i. Ler os enunciados com atenção. ii. Responder a questão de forma organizada, mostrando o seu raciocínio de forma coerente. iii. Analisar

Leia mais

Lista 12: Rotação de corpos rígidos

Lista 12: Rotação de corpos rígidos Lista 12: Rotação de Corpos Rígidos Importante: i. Ler os enunciados com atenção. ii. Responder a questão de forma organizada, mostrando o seu raciocínio de forma coerente. iii. iv. Siga a estratégia para

Leia mais

Lista 10: Dinâmica das Rotações NOME:

Lista 10: Dinâmica das Rotações NOME: Lista 10: Dinâmica das Rotações NOME: Turma: Prof. : Matrícula: Importante: i. Nas cinco páginas seguintes contém problemas para serem resolvidos e entregues. ii. Ler os enunciados com atenção. iii. Responder

Leia mais

5ª Lista de Exercícios Fundamentos de Mecânica Clássica Profº. Rodrigo Dias

5ª Lista de Exercícios Fundamentos de Mecânica Clássica Profº. Rodrigo Dias 5ª Lista de Exercícios Fundamentos de Mecânica Clássica Profº. Rodrigo Dias Obs: Esta lista de exercícios é apenas um direcionamento, é necessário estudar a teoria referente ao assunto e fazer os exercícios

Leia mais

Lista 9 : Dinâmica Rotacional

Lista 9 : Dinâmica Rotacional Lista 9 : Dinâmica Rotacional NOME: Matrícula: Turma: Prof. : Importante: i. Nas cinco páginas seguintes contém problemas para se resolver e entregar. ii. Ler os enunciados com atenção. iii. Responder

Leia mais

Universidade do Estado do Rio de Janeiro - Instituto de Física Lista de exercícios para a P2 - Física 1

Universidade do Estado do Rio de Janeiro - Instituto de Física Lista de exercícios para a P2 - Física 1 Universidade do Estado do Rio de Janeiro - Instituto de Física Lista de exercícios para a P2 - Física 1 1. Dois corpos A e B, de massa 16M e M, respectivamente, encontram-se no vácuo e estão separados

Leia mais

Cap.12: Rotação de um Corpo Rígido

Cap.12: Rotação de um Corpo Rígido Cap.12: Rotação de um Corpo Rígido Do professor para o aluno ajudando na avaliação de compreensão do capítulo. Fundamental que o aluno tenha lido o capítulo. Introdução: Produto vetorial Ilustração da

Leia mais

Física I Reposição 2 3/12/2014

Física I Reposição 2 3/12/2014 Nota Física I Reposição 3/1/014 NOME MATRÍCULA TURMA PROF. Lembrete: A prova consta de 6 questões discursivas (que deverão ter respostas justificadas, desenvolvidas e demonstradas matematicamente) e 14

Leia mais

Física I Prova 2 25/10/2014

Física I Prova 2 25/10/2014 Física I Prova 2 25/10/2014 NOME MATRÍCULA TURMA PROF. Lembrete: A prova consta de 6 questões discursivas (que deverão ter respostas justificadas, desenvolvidas e demonstradas matematicamente) e 8 questões

Leia mais

Exercício 1. Exercício 2.

Exercício 1. Exercício 2. Exercício 1. Em um barbeador elétrico, a lâmina se move para frente e para trás ao longo de uma distância de 2,0 mm em movimento harmônico simples, com frequência de 120 Hz. Encontre: (a) a amplitude,

Leia mais

Parte 2 - PF de Física I NOME: DRE Teste 1

Parte 2 - PF de Física I NOME: DRE Teste 1 Parte 2 - PF de Física I - 2017-1 NOME: DRE Teste 1 Nota Q1 Questão 1 - [2,5 ponto] Um astronauta está ligado a uma nave no espaço através de uma corda de 120 m de comprimento, que está completamente estendida

Leia mais

Deslocamento, velocidade e aceleração angular. s r

Deslocamento, velocidade e aceleração angular. s r Rotação Deslocamento, velocidade e aceleração angular s r s r O comprimento de uma circunferência é πr que corresponde um ângulo de π rad (uma revolução) ( rad) (deg ou graus) 180 Exemplo 0 60 3 rad Porque

Leia mais

Lista 5: Trabalho e Energia

Lista 5: Trabalho e Energia Lista 5: Trabalho e Energia NOME: Matrícula: Turma: Prof. : Importante: i. Nas cinco páginas seguintes contém problemas para se resolver e entregar. ii. Ler os enunciados com atenção. iii. Responder a

Leia mais

Física I Prova 3 7/06/2014

Física I Prova 3 7/06/2014 Nota Física I Prova 3 7/06/2014 NOME MATRÍCULA TURMA PROF. Lembrete: A prova consta de 2 questões discursivas (que deverão ter respostas justificadas, desenvolvidas e demonstradas matematicamente) e 12

Leia mais

Física 1. 2 a prova 02/07/2016. Atenção: Leia as recomendações antes de fazer a prova.

Física 1. 2 a prova 02/07/2016. Atenção: Leia as recomendações antes de fazer a prova. Física 1 2 a prova 02/07/2016 Atenção: Leia as recomendações antes de fazer a prova. 1- Assine seu nome de forma LEGÍVEL na folha do cartão de respostas. 2- Leia os enunciados com atenção. 3- Analise sua

Leia mais

Importante: i. Nas cinco páginas seguintes contém problemas para se resolver e entregar. ii. Ler os enunciados com atenção.

Importante: i. Nas cinco páginas seguintes contém problemas para se resolver e entregar. ii. Ler os enunciados com atenção. Lista 10: Energia NOME: Turma: Prof. : Matrícula: Importante: i. Nas cinco páginas seguintes contém problemas para se resolver e entregar. ii. Ler os enunciados com atenção. iii. Responder a questão de

Leia mais

Física I Prova 3 29/11/2014

Física I Prova 3 29/11/2014 Nota Física I Prova 3 9/11/014 NOME MATRÍCULA TURMA PROF. Lembrete: A prova consta de 6 questões discursivas (que deverão ter respostas justificadas, desenvolvidas e demonstradas matematicamente) e 8 questões

Leia mais

Instituto Politécnico de Tomar Escola Superior de Tecnologia de Tomar ÁREA INTERDEPARTAMENTAL DE FÍSICA

Instituto Politécnico de Tomar Escola Superior de Tecnologia de Tomar ÁREA INTERDEPARTAMENTAL DE FÍSICA Engenharia Civil Exercícios de Física de Física Ficha 8 Corpo Rígido Capítulo 6 Ano lectivo 010-011 Conhecimentos e capacidades a adquirir pelo aluno Aplicação das leis fundamentais da dinâmica. Aplicação

Leia mais

QUESTÕES DE MÚLTIPLA-ESCOLHA (1-8)

QUESTÕES DE MÚLTIPLA-ESCOLHA (1-8) [3A33]-p1/10 QUESTÕES DE MÚLTIPLA-ESCOLHA (1-8) ando necessário, use π = 3, 14 e g=10 m/s 2 (1) (0,75) Um giroscópio está montado sobre um suporte vertical conforme a figura. Assinale a afirmativa incorreta:

Leia mais

2ª Lista de Exercícios Fundamentos de Mecânica Clássica Profº. Rodrigo Dias

2ª Lista de Exercícios Fundamentos de Mecânica Clássica Profº. Rodrigo Dias 2ª Lista de Exercícios Fundamentos de Mecânica Clássica Profº. Rodrigo Dias Obs: Esta lista de exercícios é apenas um direcionamento, é necessário estudar a teoria referente ao assunto e fazer os exercícios

Leia mais

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE CAMPINAS Instituto de Física Gleb Wataghin F o semestre Fernando Sato Prova 3 (Gabarito) - Diurno - 23/06/2008

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE CAMPINAS Instituto de Física Gleb Wataghin F o semestre Fernando Sato Prova 3 (Gabarito) - Diurno - 23/06/2008 UNIVERSIDADE ESTADUAL DE CAMPINAS Instituto de Física Gleb Wataghin F 18-1 o semestre 008 - Fernando Sato Prova 3 (Gabarito) - Diurno - 3/06/008 Problema 1: No esquema da figura abaixo, uma bala (com massa

Leia mais

Considerando a variação temporal do momento angular de um corpo rígido que gira ao redor de um eixo fixo, temos:

Considerando a variação temporal do momento angular de um corpo rígido que gira ao redor de um eixo fixo, temos: Segunda Lei de Newton para Rotações Considerando a variação temporal do momento angular de um corpo rígido que gira ao redor de um eixo fixo, temos: L t = I ω t e como L/ t = τ EXT e ω/ t = α, em que α

Leia mais

Física I Prova 2 25/10/2014

Física I Prova 2 25/10/2014 Nota Física I Prova 5/10/014 NOME MATRÍCULA TURMA PROF. Lembrete: A prova consta de 6 questões discursivas (que deverão ter respostas justificadas, desenvolvidas e demonstradas matematicamente) e 8 questões

Leia mais

Física I -2010/2011. a c

Física I -2010/2011. a c Física I -2010/2011 9 a Série - Rotação Questões: Q1 -. Um pêndulo oscila desde a extremidade da trajectória, à esquerda (ponto 1), até à outra extremidade, à direita (ponto 5). Em cada um dos pontos indicados,

Leia mais

Lista4: Trabalho e Energia

Lista4: Trabalho e Energia Lista 4: Trabalho e Energia NOME: Matrícula: Turma: Prof. : Importante: i. Nas cinco páginas seguintes contém problemas para se resolver e entregar. ii. Ler os enunciados com atenção. iii.responder a questão

Leia mais

XXVII CPRA LISTA DE EXERCÍCIOS FÍSICA (DINÂMICA)

XXVII CPRA LISTA DE EXERCÍCIOS FÍSICA (DINÂMICA) XXVII CPRA LISTA DE EXERCÍCIOS FÍSICA (DINÂMICA) 1) Uma caixa de 50 kg repousa sobre uma superfície para a qual o coeficiente de atrito cinético é. Se a caixa está sujeita a uma força de tração de 400

Leia mais

Exame Mecânica e Ondas Curso: MIEET data: 02/05/12. Nome:... Número:... Grupo I (10 valores)

Exame Mecânica e Ondas Curso: MIEET data: 02/05/12. Nome:... Número:... Grupo I (10 valores) Exame Mecânica e Ondas Curso: MIEET data: 02/05/12 Nome:... Número:... Pode utilizar uma calculadora e uma folha A4 (duas páginas) com fórmulas. Utilize g = 9,80 m/s 2. Grupo I (10 valores) Assinalar a

Leia mais

a unidade de θ em revoluções e do tempo t em segundos (θ(rev.) t(s)). Também construa o gráfico da velocidade angular ω em função do tempo (ω( rev.

a unidade de θ em revoluções e do tempo t em segundos (θ(rev.) t(s)). Também construa o gráfico da velocidade angular ω em função do tempo (ω( rev. 30195-Física Geral e Exp. para a Engenharia I - 3 a Prova - 8/06/01 Nome: N o USP: Professor: Turma: A duração da prova é de horas. Material: lápis, caneta, borracha, régua. O uso de calculadora é proibido

Leia mais

FIS-26 Prova 01 Março/2011

FIS-26 Prova 01 Março/2011 FIS-26 Prova 01 Março/2011 Nome: Turma: Duração máxima: 120 min. Cada questão (de 1 a 7) vale 15 pontos, mas a nota máxima da prova é 100. 1. Responda às seguintes questões: (a) Uma roda bidimensional

Leia mais

Parte I ( Questões de Trabalho Mecânico e Energia )

Parte I ( Questões de Trabalho Mecânico e Energia ) Parte I ( Questões de Trabalho Mecânico e Energia ) 1) Uma força horizontal de 20 N arrasta por 5,0 m um peso de 30 N, sobre uma superfície horizontal. Os trabalhos realizados pela força de 20 N e pela

Leia mais

d) [1,0 pt.] Determine a velocidade v(t) do segundo corpo, depois do choque, em relação à origem O do sistema de coordenadas mostrado na figura.

d) [1,0 pt.] Determine a velocidade v(t) do segundo corpo, depois do choque, em relação à origem O do sistema de coordenadas mostrado na figura. 1) Uma barra delgada homogênea de comprimento L e massa M está inicialmente em repouso como mostra a figura. Preso a uma de suas extremidades há um objeto de massa m e dimensões desprezíveis. Um segundo

Leia mais

Segunda Prova de Física I, Turma MAA+MAI 8h-10h, 30 de novembro de 2011

Segunda Prova de Física I, Turma MAA+MAI 8h-10h, 30 de novembro de 2011 Segunda Prova de Física I, Turma MAA+MAI 8h-10h, 30 de novembro de 2011 A vista da prova será feita na 2 a feira 5/12/2011, na sala de aula no horário de 8h-8h30. Primeira Questão No sistema de coordenadas

Leia mais

PROBLEMAS DE PROVA. EXERCÍCIOS DA 3 a. ÁREA. UFRGS - ESCOLA DE ENGENHARIA ENG Mecânica. Atualizada em 11/11/2008

PROBLEMAS DE PROVA. EXERCÍCIOS DA 3 a. ÁREA. UFRGS - ESCOLA DE ENGENHARIA ENG Mecânica. Atualizada em 11/11/2008 UFRS - ESOL E ENENHRI EN 01156 - Mecânica epartamento de Engenharia ivil tualizada em 11/11/2008 EXERÍIOS 3 a. ÁRE Prof. Inácio envegnu Morsch PROLEMS E PROV 1) alcule para o instante representado na figura

Leia mais

Lista 8: Colisões. NOME: Matrícula: Turma: Prof. : Importante:

Lista 8: Colisões. NOME: Matrícula: Turma: Prof. : Importante: Lista 8: Colisões NOME: Matrícula: Turma: Prof. : Importante: i. Nas cinco páginas seguintes contém problemas para serem resolvidos e entregues. ii. Ler os enunciados com atenção. iii. Responder a questão

Leia mais

EXERCÍCIOS PARA PROVA ESPECÍFICA E TESTÃO 1 ANO 4 BIMESTRE

EXERCÍCIOS PARA PROVA ESPECÍFICA E TESTÃO 1 ANO 4 BIMESTRE 1. (Unesp 89) Um cubo de aço e outro de cobre, ambos de massas iguais a 20 g estão sobre um disco de aço horizontal, que pode girar em torno de seu centro. Os coeficientes de atrito estático para aço-aço

Leia mais

m 1 m 2 FIG. 1: Máquina de Atwood m 1 m 2 g (d) Qual a relação entre as massas para que o sistema esteja em equilíbrio?

m 1 m 2 FIG. 1: Máquina de Atwood m 1 m 2 g (d) Qual a relação entre as massas para que o sistema esteja em equilíbrio? 1 II.5. Corpo rígido (versão: 20 de Maio, com respostas) 1. Determine o momento de inércia de uma régua de comprimento L e densidade uniforme nas seguintes situações : (a) em relação ao eixo que passa

Leia mais

LISTA DE EXERCÍCIOS - MOVIMENTO HARMÔNICO SIMPLES (MHS) (versão 2014/2)

LISTA DE EXERCÍCIOS - MOVIMENTO HARMÔNICO SIMPLES (MHS) (versão 2014/2) LISTA DE EXERCÍCIOS - MOVIMENTO HARMÔNICO SIMPLES (MHS) (versão 2014/2) A CINEMÁTICA NO MHS 1.1.- (HALLIDAY, 4ª EDIÇÃO, CAP. 14, 1E) Um objeto sujeito a um movimento harmônico simples leva 0,25 s para

Leia mais

PROGRAD / COSEAC Padrão de Respostas Física Grupos 05 e 20

PROGRAD / COSEAC Padrão de Respostas Física Grupos 05 e 20 1 a QUESTÃO: Dois blocos estão em contato sobre uma mesa horizontal. Não há atrito entre os blocos e a mesa. Uma força horizontal é aplicada a um dos blocos, como mostra a figura. a) Qual é a aceleração

Leia mais

LISTA DE EXERCÍCIOS Nº 7

LISTA DE EXERCÍCIOS Nº 7 LISTA DE EXERCÍCIOS Nº 7 Questões 1) A Figura 1 apresenta um caminho direto e 4 caminhos indiretos de um ponto i para um ponto f. Ao longo do caminho direto e de 3 caminhos indiretos somente uma força

Leia mais

Trabalho, Energia Mecânica. Impulso e Quantidade de Movimento

Trabalho, Energia Mecânica. Impulso e Quantidade de Movimento Trabalho, Energia Mecânica. Impulso e Quantidade de Movimento PROFESSOR WALESCKO 15 de setembro de 2005 1. Um bloco de 5,0 kg de massa é arrastado, a partir do repouso, sobre um plano horizontal por uma

Leia mais

Livro: Fundamentos de Física Vol. 1 8 a Edição Editora LTC. Halliday, Resnik, Walker.

Livro: Fundamentos de Física Vol. 1 8 a Edição Editora LTC. Halliday, Resnik, Walker. INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE SANTA CATARINA CAMPUS SÃO JOSÉ Componente Curricular: Física 1 Professor: Marcelo Girardi Schappo Aluno: Turma: 290011x Data: Livro: Fundamentos de

Leia mais

LISTA DE EXERCÍCIOS Nº 9

LISTA DE EXERCÍCIOS Nº 9 LISTA DE EXERCÍCIOS Nº 9 Questões 1) A Figura 1 apresenta a vista superior de 3 partículas sobre as quais forças externas agem. A magnitude e a direção das forças sobre 2 partículas são apresentadas. Quais

Leia mais

Questões Conceituais

Questões Conceituais Questões em Sala de Aula Módulo 3 Parte B Questões Conceituais QC.1) Num oscilador harmônico simples, massa-mola, a velocidade do bloco oscilante depende (a) da constante elástica k da mola e da amplitude;

Leia mais

04- Uma escada homogênea de 40kg apóia-se sobre uma parede, no ponto P, e sobre o chão, no ponto C. Adote g = 10m/s².

04- Uma escada homogênea de 40kg apóia-se sobre uma parede, no ponto P, e sobre o chão, no ponto C. Adote g = 10m/s². PROFESSOR: Raphael Carvalho BANCO DE QUESTÕES - FÍSICA 2ª SÉRIE - ENSINO MÉDIO ============================================================================================== 01- Dois atletas em lados opostos

Leia mais

Problemas e exercícios do capítulo 5

Problemas e exercícios do capítulo 5 Problemas e exercícios do capítulo 5 CAPÍTULO 5: 1) Um circuito de Fórmula Mundial circular, com 320 m de raio, tem como velocidade de segurança 40 m/s. Calcule a tangente do ângulo de inclinação da pista.

Leia mais

Lista 5 Leis de Newton

Lista 5 Leis de Newton Sigla: Disciplina: Curso: FISAG Física Aplicada a Agronomia Agronomia Lista 5 Leis de Newton 01) Um corpo de massa m sofre ação de duas forças F1 e F2, como mostra a figura. Se m = 5,2 kg, F1 = 3,7 N e

Leia mais

Curso Física 1. Aula Dinâmica de Rotação de um Corpo Rígido

Curso Física 1. Aula Dinâmica de Rotação de um Corpo Rígido Curso Física Aula - 8 Dinâmica de Rotação de um Corpo Rígido Torque, Definição: Torque,, é a tendência de uma força causar rotação num objeto ao redor de um determinado eixo. Seja F uma força agindo

Leia mais

Mecânica I (FIS-14) Prof. Dr. Ronaldo Rodrigues Pelá Sala 2602A-1 Ramal 5785

Mecânica I (FIS-14) Prof. Dr. Ronaldo Rodrigues Pelá Sala 2602A-1 Ramal 5785 Mecânica I (FIS-14) Prof. Dr. Ronaldo Rodrigues Pelá Sala 2602A-1 Ramal 5785 rrpela@ita.br www.ief.ita.br/~rrpela 5.5 Torque e Momento Angular Relação entre torque (momento) da força resultante e momento

Leia mais

5ª LISTA DE EXERCÍCIOS

5ª LISTA DE EXERCÍCIOS 5ª LISTA DE EXERCÍCIOS DISCIPLINA: Física Geral e Experimental I CURSO: Engenharia de Produção Noturno. 2º termo Prof. Dr. Elton Aparecido Prado dos Reis 01 - Um grupo de pessoas, por intermédio de uma

Leia mais

Força. Aceleração (sai ou volta para o repouso) Força. Vetor. Aumenta ou diminui a velocidade; Muda de direção. Acelerar 1kg de massa a 1m/s 2 (N)

Força. Aceleração (sai ou volta para o repouso) Força. Vetor. Aumenta ou diminui a velocidade; Muda de direção. Acelerar 1kg de massa a 1m/s 2 (N) Força Empurrão ou puxão; Força é algo que acelera ou deforma alguma coisa; A força exercida por um objeto sobre o outro é correspondida por outra igual em magnitude, mas no sentido oposto, que é exercida

Leia mais

PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE GOIÁS

PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE GOIÁS PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE GOIÁS MAF- 04.05.2012 Prof. Dr. Antônio Newton Borges 1. Na caixa de 2,0 kg da figura abaixo são aplicadas duas forças, mais somente uma é mostrada. A aceleração da

Leia mais

NOME: Matrícula: Turma: Prof. : Importante: i. Nas cinco páginas seguintes contém problemas para serem resolvidos e entregues.

NOME: Matrícula: Turma: Prof. : Importante: i. Nas cinco páginas seguintes contém problemas para serem resolvidos e entregues. Lista 7: Colisões NOME: Matrícula: Turma: Prof. : Importante: i. Nas cinco páginas seguintes contém problemas para serem resolvidos e entregues. ii. Ler os enunciados com atenção. iii. Responder a questão

Leia mais

2ª LISTA DE EXERCÍCIOS - MECÂNICA B - PME ABRIL DE 2010

2ª LISTA DE EXERCÍCIOS - MECÂNICA B - PME ABRIL DE 2010 ª IST DE EXERCÍCIOS - ECÂNIC - PE00 - RI DE 010 1ª Parte Princípio do Impulso e Quantidade de ovimento Choque 1) barra de massa 6 kg e comprimento m representada na figura está suspensa por um pino em.

Leia mais

LEIS DE NEWTON DINÂMICA 3ª LEI TIPOS DE FORÇAS

LEIS DE NEWTON DINÂMICA 3ª LEI TIPOS DE FORÇAS DINÂMICA É a parte da Mecânica que estuda as causas e os movimentos. LEIS DE NEWTON 1ª Lei de Newton 2ª Lei de Newton 3ª Lei de Newton 1ª LEI LEI DA INÉRCIA Quando a resultante das forças que agem sobre

Leia mais

Lista de Exercícios - OSCILAÇÕES

Lista de Exercícios - OSCILAÇÕES UNIVERSIDADE FEDERAL DE PELOTAS INSTITUTO DE FÍSICA E MATEMÁTICA Departamento de Física Disciplina: Física Básica II Lista de Exercícios - OSCILAÇÕES Perguntas: 1. O gráfico da figura 1 mostra a aceleração

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO AMAPÁ UNIFAP PRÓ-REITORIA DE ENSINO DE GRADUAÇÃO - PROGRAD DEPARTAMENTO DE CIENCIAS EXATAS E TECNOLÓGICAS-DCET CURSO DE FÍSICA

UNIVERSIDADE FEDERAL DO AMAPÁ UNIFAP PRÓ-REITORIA DE ENSINO DE GRADUAÇÃO - PROGRAD DEPARTAMENTO DE CIENCIAS EXATAS E TECNOLÓGICAS-DCET CURSO DE FÍSICA UNIVERSIDADE FEDERAL DO AMAPÁ UNIFAP PRÓ-REITORIA DE ENSINO DE GRADUAÇÃO - PROGRAD DEPARTAMENTO DE CIENCIAS EXATAS E TECNOLÓGICAS-DCET CURSO DE FÍSICA Disciplina: Física Básica III Prof. Dr. Robert R.

Leia mais

Importante: i. Nas cinco páginas seguintes contém problemas para se resolver e entregar.

Importante: i. Nas cinco páginas seguintes contém problemas para se resolver e entregar. Lista 6: Conservação da Energia NOME: Turma: Prof. : Matrícula: Importante: i. Nas cinco páginas seguintes contém problemas para se resolver e entregar. ii. Ler os enunciados com atenção. iii.responder

Leia mais

Lista5: Conservação da Energia NOME:

Lista5: Conservação da Energia NOME: Lista 5: Conservação da Energia NOME: Turma: Prof. : Matrícula: Importante: i. Nas cinco páginas seguintes contém problemas para se resolver e entregar. ii. Ler os enunciados com atenção. iii.responder

Leia mais

Profº Carlos Alberto

Profº Carlos Alberto Rotação Disciplina: Mecânica Básica Professor: Carlos Alberto Objetivos de aprendizagem Ao estudar este capítulo você aprenderá: Como descrever a rotação de um corpo rígido em termos da coordenada angular,

Leia mais

Física I Prova 2 10/05/2014

Física I Prova 2 10/05/2014 Posição na sala Física I Prova 2 10/05/2014 NOME MATRÍCULA TURMA PROF. Lembrete: A prova consta de 2 questões discursivas (que deverão ter respostas justificadas, desenvolvidas e demonstradas matematicamente)

Leia mais

Lista 7: Terceira Lei de Newton

Lista 7: Terceira Lei de Newton Lista 7: Terceira Lei de Newton NOME: Matrícula: Turma: Prof. : Importante: i. As cinco páginas seguintes contém problemas para serem resolvidos e entregues. ii. Leia os enunciados com atenção. iii. Responder

Leia mais

Física 1. Prof. Marim. Prof. Marim

Física 1. Prof. Marim. Prof. Marim Física 1 Física 1 CONSERVAÇÃO DA ENERGIA MECÂNICA Energia Mecânica A Energia Mecânica de um sistema é a soma da energia cinética (K) com a energia potencial (U). E m e c = K + U A energia total, E, de

Leia mais

Estática. Vista da estrutura da ponte Golden Gate, São Francisco, Califórnia (EUA).

Estática. Vista da estrutura da ponte Golden Gate, São Francisco, Califórnia (EUA). Estática Todo o nosso estudo até agora foi dedicado quase que exclusivamente ao movimento. Passamos da Cinemática - descrição matemática dos movimentos - à Dinâmica, em que essa descrição se aprofunda

Leia mais

Lista de Exercícios - Força e Movimento I

Lista de Exercícios - Força e Movimento I UNIVERSIDADE FEDERAL DE PELOTAS INSTITUTO DE FÍSICA E MATEMÁTICA Departamento de Física Disciplina: Física Básica I Lista de Exercícios - Força e Movimento I Perguntas: 1. Na figura 1 as forças F 1 e F

Leia mais

Lista 12: Oscilações NOME:

Lista 12: Oscilações NOME: Lista 12: Oscilações NOME: Turma: Prof. : Matrícula: Importante: i. Nas cinco páginas seguintes contém problemas para se resolver e entregar. ii. Ler os enunciados com atenção. iii. Responder a questão

Leia mais

Mecânica geral. Apostila 4 : Dinâmica do Movimento de Rotação. Professor Renan Faria

Mecânica geral. Apostila 4 : Dinâmica do Movimento de Rotação. Professor Renan Faria Mecânica geral Apostila 4 : Dinâmica do Movimento de Rotação Professor Renan Faria 1 Introdução Vamos agora definir uma nova grandeza física, o torque, que descreve a ação giratória ou o efeito de torção

Leia mais

LISTA PARA RECUPERAÇÃO DE FÍSICA 1 PROFESSOR GUSTAVO SABINO

LISTA PARA RECUPERAÇÃO DE FÍSICA 1 PROFESSOR GUSTAVO SABINO LISTA PARA RECUPERAÇÃO DE FÍSICA 1 PROFESSOR GUSTAVO SABINO 1. Sobre uma partícula P agem quatro forças, representadas na figura abaixo. O módulo da força resultante sobre a partícula é de: a) 5 N b) 24

Leia mais

FIS-26 Lista-02 Fevereiro/2013

FIS-26 Lista-02 Fevereiro/2013 FIS-26 Lista-02 Fevereiro/2013 Exercícios de revisão de FIS-14. 1. Determine as componentes de força horizontal e vertical no pino A e a reação no ponto B oscilante da viga em curva. 2. A caixa de 15,0

Leia mais

INDUÇÃO ELETROMAGNÉTICA

INDUÇÃO ELETROMAGNÉTICA INDUÇÃO ELETROMAGNÉTICA 1. (ITA 2009) Uma haste metálica com 5,0 kg de massa e resistência de 2,0 Ω desliza sem atrito sobre duas barras paralelas separadas de 1,0 m, interligadas por um condutor de resistência

Leia mais

1 Movimento Circular Lista de Movimento circular Cinemática do Ponto Material 7

1 Movimento Circular Lista de Movimento circular Cinemática do Ponto Material 7 Sumário 1 Movimento Circular 3 1.1 Lista de Movimento circular................................... 3 2 Cinemática do Ponto Material 7 3 Equilíbrio de Corpos no Espaço 9 3.1 Equilíbrio de Partícula.....................................

Leia mais

~é a força normal do bloco de cima sobre o bloco de baixo É o peso do bloco de cima (baixo)

~é a força normal do bloco de cima sobre o bloco de baixo É o peso do bloco de cima (baixo) Q1. (2,0 pontos) O coeficiente de atrito estático entre os blocos da figura vale 0,60. O coeficiente de atrito cinético entre o bloco inferior e o piso é de 0,20. A força F, aplicada ao bloco superior,

Leia mais

Capítulo 11 Rotações e Momento Angular

Capítulo 11 Rotações e Momento Angular Capítulo 11 Rotações e Momento Angular Corpo Rígido Um corpo rígido é um corpo ideal indeformável de tal forma que a distância entre 2 pontos quaisquer do corpo não muda nunca. Um corpo rígido pode realizar

Leia mais

Prof. A.F.Guimarães Física 3 Questões 10

Prof. A.F.Guimarães Física 3 Questões 10 Questão 1 Numa região do espaço existe um campo magnético tal que é um vetor constante no espaço, porém variável no tempo. Coloca-se neste campo uma espira contida num plano que forma um ângulo com o vetor.

Leia mais

Sala de Estudos FÍSICA - Lucas 2 trimestre Ensino Médio 3º ano classe: Prof.LUCAS Nome: nº Sala de Estudos Força Elástica e Trabalho Mecânico

Sala de Estudos FÍSICA - Lucas 2 trimestre Ensino Médio 3º ano classe: Prof.LUCAS Nome: nº Sala de Estudos Força Elástica e Trabalho Mecânico Sala de Estudos FÍSICA - Lucas 2 trimestre Ensino Médio 3º ano classe: Prof.LUCAS Nome: nº Sala de Estudos Força Elástica e Trabalho Mecânico 1. (Uern 2013) A tabela apresenta a força elástica e a deformação

Leia mais

Mecânica da Partícula 2ª lista de exercícios

Mecânica da Partícula 2ª lista de exercícios Mecânica da Partícula 2ª lista de exercícios 1. Um satélite em órbita ao redor da Terra é atraído pelo nosso planeta e, como reação, atrai a Terra. A figura que representa corretamente esse par ação-reação

Leia mais

FIS-14 Prova 02 Novembro/2013

FIS-14 Prova 02 Novembro/2013 FIS-14 Prova 02 Novembro/2013 Nome: Nota: Duração máxima da prova: 240 min. Responda às questões de forma clara, completa e concisa dentro do espaço previsto. Uma parte da pontuação de cada questão será

Leia mais

Prof. Marim. Física 1

Prof. Marim. Física 1 Física 1 FÍSICA 1 TRABALHO ENERGIA POTENCIAL Definição de Trabalho Teorema do Trabalho e Energia Cinética FÍSICA 1 TRABALHO ENERGIA POTENCIAL Trabalho realizado por uma força: Trabalho realizado por uma

Leia mais

FORÇA E MOVIMENTO Leis de Newton

FORÇA E MOVIMENTO Leis de Newton PROF. OSCAR FORÇA E MOVIMENTO Leis de Newton Qual é o fator responsável pela sensação de perigo para alguém que está no último carro de uma montanha russa? Uma força aceleração. atuando sobre o quilograma

Leia mais

Física I 2010/2011. Aula 13 Rotação I

Física I 2010/2011. Aula 13 Rotação I Física I 2010/2011 Aula 13 Rotação I Sumário As variáveis do movimento de rotação As variáveis da rotação são vectores? Rotação com aceleração angular constante A relação entre as variáveis lineares e

Leia mais

LISTA DE EXERCÍCIOS: POTÊNCIA, TRABALHO E ENERGIA TURMAS: 1C01 a 1C10 (PROF. KELLER)

LISTA DE EXERCÍCIOS: POTÊNCIA, TRABALHO E ENERGIA TURMAS: 1C01 a 1C10 (PROF. KELLER) LISTA DE EXERCÍCIOS: POTÊNCIA, TRABALHO E ENERGIA TURMAS: 1C01 a 1C10 (PROF. KELLER) 1) Uma máquina consome 4000 J de energia em 100 segundos. Sabendo-se que o rendimento dessa máquina é de 80%, calcule

Leia mais

A fração vaporizada dos oceanos é igual a 1, %, ou seja, praticamente nula.

A fração vaporizada dos oceanos é igual a 1, %, ou seja, praticamente nula. COLÉGIO PEDRO II COLISÕES Prof. Sergio Tobias 1) Suponha que um meteorito de 1,0 10 12 kg colida frontalmente com a Terra (6,0 10 24 kg) a 36 000 km/h. A colisão é perfeitamente inelástica e libera enorme

Leia mais

Dinâmica do Movimento de Rotação

Dinâmica do Movimento de Rotação www.engenhariafacil.net Resumo com exercícios resolvidos do assunto: Dinâmica do Movimento de Rotação (1)- TORQUE, CONSIDERAÇÕES INICIAIS: Já estudamos que a atuação de forças em um corpo altera o movimento

Leia mais

Como os antigos egípcios levantaram os gigantescos blocos de pedra para construir a grande Pirâmide?

Como os antigos egípcios levantaram os gigantescos blocos de pedra para construir a grande Pirâmide? Como os antigos egípcios levantaram os gigantescos blocos de pedra para construir a grande Pirâmide? Força de Atrito A importância do atrito na vida diária: Cerca de 20 % da gasolina usada em um automóvel

Leia mais

Importante: Lista 3: Leis de Newton e Dinâmica da Partícula NOME:

Importante: Lista 3: Leis de Newton e Dinâmica da Partícula NOME: Lista 3: Leis de Newton e Dinâmica da Partícula NOME: Matrícula: Turma: Prof. : Importante: i. As cinco páginas seguintes contém problemas para serem resolvidos e entregues. ii. Ler os enunciados com atenção.

Leia mais

Aluno(a): Nº. Professor: Fabrízio Gentil Série: 1 o ano Disciplina: Física Atrito e Trabalho de uma força

Aluno(a): Nº. Professor: Fabrízio Gentil Série: 1 o ano Disciplina: Física Atrito e Trabalho de uma força Lista de Exercícios Pré Universitário Uni-Anhanguera Aluno(a): Nº. Professor: Fabrízio Gentil Série: 1 o ano Disciplina: Física Atrito e Trabalho de uma força 1- (PUC-RIO) Uma caixa cuja velocidade inicial

Leia mais

FÍSICA - 1 o ANO MÓDULO 24 FORÇA CENTRÍPETA REVISÃO

FÍSICA - 1 o ANO MÓDULO 24 FORÇA CENTRÍPETA REVISÃO FÍSICA - 1 o ANO MÓDULO 24 FORÇA CENTRÍPETA REVISÃO Fixação 1) Um pêndulo é abandonado na posição A e atinge a posição E, como mostra a figura abaixo. Assinale a alternativa que melhor indica a direção

Leia mais

(Pense num site bizurado.. auhae)

(Pense num site bizurado.. auhae) LISTA DE FÍSICA By Felipe Marambaia Q.1 (Miakishev) Dois carros movem-se com velocidades constantes v 1 e v 2 em estradas que se cruzam num ângulo. Determinar a grandeza e a direção da velocidade de um

Leia mais

LISTA DE EXERCÍCIOS 1

LISTA DE EXERCÍCIOS 1 LISTA DE EXERCÍCIOS 1 Esta lista trata dos conceitos de cinemática 1D, cinemática 2D, leis de Newton e aplicações. Tais temas são abordados nos capítulos 2, 3, 4 e 5 do livro-texto: Moysés Nussenzveig,

Leia mais

LISTAGEM DE CONTEÚDOS DE FÍSICA PARA O EXAME 1 ANO / 2012

LISTAGEM DE CONTEÚDOS DE FÍSICA PARA O EXAME 1 ANO / 2012 LISTAGEM DE CONTEÚDOS DE FÍSICA PARA O EXAME 1 ANO / 2012 # Velocidade escalar média # Movimento retilíneo uniforme # Movimento retilíneo uniformemente variado # Movimento de queda livre dos corpos # Movimento

Leia mais

Mecânica e Ondas FÍSICA. Semana 6 - Aula 6 Rotação. Rolamento (Forças com Rotação); Energia Cinética de Rotação

Mecânica e Ondas FÍSICA. Semana 6 - Aula 6 Rotação. Rolamento (Forças com Rotação); Energia Cinética de Rotação Mecânica e Ondas LERC Tagus ºSem 009/0 Prof. J. C. Fernandes http://mo-lerc-tagus.ist.utl.pt/ Mecânica e Ondas Semana 6 - Aula 6 Rotação Rolamento (Forças com Rotação); Energia Cinética de Rotação FÍSICA

Leia mais

UNIFEI - UNIVERSIDADE FEDERAL DE ITAJUBÁ

UNIFEI - UNIVERSIDADE FEDERAL DE ITAJUBÁ UNIFEI - UNIVERSIDADE FEDERAL DE ITAJUBÁ PROVA DE CÁLCULO 1 e 2 PROVA DE TRANSFERÊNCIA INTERNA, EXTERNA E PARA PORTADOR DE DIPLOMA DE CURSO SUPERIOR - 29/11/2015 CANDIDATO: CURSO PRETENDIDO: OBSERVAÇÕES:

Leia mais

9ª EDIÇÃO VOLUME 1 MECÂNICA

9ª EDIÇÃO VOLUME 1 MECÂNICA QUESTÕES DO CAPÍTULO 5 DO LIVRO FUNDAMENTOS DE FÍSICA HALLIDAY & RESNICK - JEARL WALKER Página 112 Segunda Lei de Newton. 9ª EDIÇÃO VOLUME 1 MECÂNICA 1) Apenas duas forças horizontais atuam em um corpo

Leia mais

LISTA DE EXERCÍCIOS PLANO INCLINADO PROF. PEDRO RIBEIRO

LISTA DE EXERCÍCIOS PLANO INCLINADO PROF. PEDRO RIBEIRO LISTA DE EXERCÍCIOS PLANO INCLINADO PROF. PEDRO RIBEIRO 1 Um bloco de massa m = 10 kg, inicialmente a uma altura de 2 m do solo, desliza em uma rampa de inclinação 30 o com a horizontal. O bloco é seguro

Leia mais

F = K.x. Vale também para distensão!!! Lei de Hooke:

F = K.x. Vale também para distensão!!! Lei de Hooke: Lei de Hooke: A força necessária para se comprimir uma mola, depende de dois fatores: a dureza da mola (constante elástica) e a deformação a ser causada. F K.x Vale também para distensão!!! ATENÇÃO: o

Leia mais

Fís. Leonardo Gomes (Arthur Ferreira Vieira)

Fís. Leonardo Gomes (Arthur Ferreira Vieira) Semana 12 Leonardo Gomes (Arthur Ferreira Vieira) Este conteúdo pertence ao Descomplica. Está vedada a cópia ou a reprodução não autorizada previamente e por escrito. Todos os direitos reservados. CRONOGRAMA

Leia mais

FÍSICA II. 02. Uma das extremidades de um fio de comprimento 3,0 m é presa a um diapasão elétrico; a outra passa por

FÍSICA II. 02. Uma das extremidades de um fio de comprimento 3,0 m é presa a um diapasão elétrico; a outra passa por FÍSICA II Esta prova tem por finalidade verificar seus conhecimentos das leis que regem a natureza. Interprete as questões do modo mais simples e usual. Não considere complicações adicionais por fatores

Leia mais

DISCIPLINA: FÍSICA 1 - PDF PROFESSOR(A): ANDERSON Curso: E.M. TURMA: 2101 / 2102 DATA:

DISCIPLINA: FÍSICA 1 - PDF PROFESSOR(A): ANDERSON Curso: E.M. TURMA: 2101 / 2102 DATA: EXERCÍCIOS ON LINE 1º Bimestre DISCIPLINA: FÍSICA 1 - PDF PROFESSOR(A): ANDERSON Curso: E.M. TURMA: 2101 / 2102 DATA: NOME: Nº.: 1) Uma barra de peso desprezível está em equilíbrio na posição horizontal,

Leia mais

As variáveis de rotação

As variáveis de rotação Capítulo 10 Rotação Neste capítulo vamos estudar o movimento de rotação de corpos rígidos sobre um eixo fixo. Para descrever esse tipo de movimento, vamos introduzir os seguintes conceitos novos: -Deslocamento

Leia mais

Prova P1 Física para Engenharia II, turma set. 2014

Prova P1 Física para Engenharia II, turma set. 2014 Exercício 1 Um ventilador, cujo momento de inércia é 0,4 kg m 2, opera em 600 rpm (rotações por minuto). Ao ser desligado, sua velocidade angular diminui uniformemente até 300 rpm em 2 s, e continua assim

Leia mais

2. O gráfico abaixo representa a variação da velocidade de um móvel em função do tempo decorrido de movimento.

2. O gráfico abaixo representa a variação da velocidade de um móvel em função do tempo decorrido de movimento. Revisão ENEM 1. Duas bolas de dimensões desprezíveis se aproximam uma da outra, executando movimentos retilíneos e uniformes (veja a figura). Sabendo-se que as bolas possuem velocidades de 2m/s e 3m/s

Leia mais