IOGURTE PROBIÓTICO DE MORANGO SEM LACTOSE

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "IOGURTE PROBIÓTICO DE MORANGO SEM LACTOSE"

Transcrição

1 IOGURTE PROBIÓTICO DE MORANGO SEM LACTOSE L S G Lemke 1 ; B Volcato 2 ; A Mezzomo 3 ; L P Bernd 4 RESUMO O iogurte é um dos derivados lácteos mais consumidos pela população brasileira. Apesar disso, muitos estudos mostram que uma porcentagem significativa da população mundial sofre com transtornos gastrointestinais quando consome leite e derivados lácteos. A incorporação de probiótico em produtos lácteos, a exemplo do Bifidobacterium, pode contribuir para o equilíbrio da flora intestinal, tendo um caráter funcional benéfico ao organismo humano. Assim, o trabalho visou elaborar um produto inovador para as pessoas que apresentam baixa atividade enzimática para quebra da molécula de lactose, concomitantemente com a incorporação de probióticos em sua dieta. Foi desenvolvido o iogurte de morango com probiótico e sem lactose, em três diferentes formulações: uma processada com leite pasteurizado industrialmente com tratamento de 0,8 g/l de enzima lactase, outra com leite pasteurizado industrialmente com tratamento de 1,15 g/l de enzima lactase e uma terceira processada com leite UHT 0 % de lactose industrializado. Foi realizado a análise sensorial do produto, assim como teste de intenção de compra. O produto obteve boa aceitação pelos julgadores; visto que a escala hedônica não estruturada utilizada para o teste de aceitação era de nove centímetros, e as médias dos atributos ficaram entre 7,17 e 7,27. As maiores porcentagens no teste intenção de compra, nas três formulações, foram obtidas nas alternativas certamente compraria e possivelmente compraria ; sendo que 74,3 % dos

2 provadores comprariam o iogurte com 1,15 ml/l de enzima lactase. O estudo mostrou que é possível criar produtos à base de leite sem lactose, mantendo todas as características nutricionais do leite e, também, mantendo o sabor e textura característicos de um alimento tradicional, com lactose; assim como ser um produto alternativo para pessoas intolerantes à lactose. Palavras-chave: lactase, intolerância, probiótico. INTRODUÇÃO A crescente demanda por alimentos saudáveis tem estimulado inovações e desenvolvimento de novos produtos por todo o mundo. Os alimentos probióticos fazem parte do grupo dos alimentos funcionais, pois, além de suas qualidades nutricionais, afetam beneficamente uma ou mais funções relevantes do organismo do consumidor (RIBEIRO, SIMÕES & JURKIEWICZ, 2009 apud BACK, 2011). A lactose contribui para o valor nutritivo do leite e de seus produtos, entretanto, alguns grupos étnicos têm limitada ou nenhuma habilidade para digerir a lactose, levando a uma síndrome conhecida como intolerância à lactose. Esta síndrome causa dores abdominais, flatulência e diarreia. Essa circunstância restringe o consumo de leite e alguns derivados para pessoas intolerantes (NOGUEIRA, 2009). O iogurte sem lactose com probiótico é um subproduto do leite, tendo em vista, auxiliar as pessoas que possuem intolerância à lactose e contribuir para sua dieta, uma vez que o iogurte habitual hoje encontrado no mercado possui em média 9,4 gramas de lactose para 200 ml de iogurte. Estima-se que cerca de 75 % da população mundial possua algum grau de intolerância à lactose. Porém a quantidade de produtos disponíveis no mercado para portadores desta deficiência ainda é pequena. Diante desse contexto, torna-se de extrema importância a elaboração de novos produtos lácteos que tenham baixo teor lactose e que, ainda, possuam propriedades funcionais através da adição de micro-organismos probióticos, aliando, dessa forma, as características benéficas à saúde proporcionadas pelas bactérias probióticas ao baixo teor de lactose necessário a pessoas com deficiência de lactase.

3 Deste modo, o trabalho visou elaborar um produto inovador para as pessoas que apresentam baixa atividade enzimática para quebra da molécula de lactose, concomitantemente com a incorporação de probióticos em sua dieta. MATERIAL E MÉTODOS Matéria-prima O leite processado industrialmente da marca Piá e Piracanjuba foram adquiridos no mercado local de Bento Gonçalves - RS. Os morangos utilizados na saborização do iogurte foram adquiridos de um produtor da cidade de Bom Princípio - RS A enzima lactase foi gentilmente cedida pela empresa Granolab. O probiótico Bifidobacterium foi doado pela empresa Sacco Brasil, sendo que a empresa utiliza o nome de BLC1. A cultura starter da empresa Sacco Brasil de Y 472 E (Streptococcusthermophilus e Lactobacillusdelbruekii subsp. bulgaricus, sendo um fermento láctico que auxilia na acidificação do produto) foi cedida pelo setor da agroindústria escola do IFRS Câmpus Bento Gonçalves. Elaboração do iogurte Foram elaborados iogurtes de morango na Agroindústria do IFRS, Câmpus Bento Gonçalves, conforme metodologia proposta por Becker (2009), com algumas adaptações. Foram elaborados três lotes de iogurte, diferindo no tipo de leite (industrializado pasteurizado e industrializado UHT 0 % de lactose) e tratamento realizado com a enzima lactase (industrializado pasteurizado com adição de 0,8 g/l e 1,15 g/l de lactase). O leite empregado no processamento do iogurte deve ser de boa procedência e qualidade, pois é responsável pelo seu valor nutricional e pela adequação do produto final ao

4 seu padrão de identidade e qualidade estabelecido pela legislação (RODAS et al., 2001, apud LONGO, 2006). Análise sensorial Os iogurtes processados foram avaliados sensorialmente mediante aplicação do Teste de diferença do Controle; Teste de Aceitação e Teste de intenção de Compra. A análise sensorial foi realizada na Sala de Análise Sensorial da Vinícola do IFRS - Câmpus Bento Gonçalves em cabines individuais e isentas de ruídos e odores, contando com 80 provadores não treinados. No entanto, utilizou-se o resultado de 78 julgadores na escala hedônica não estruturada, pois duas fichas apresentaram erro no preenchimento e para escala de intenção de compra utilizou-se o resultado de 75 julgadores, devido cinco fichas também apresentaram erro no preenchimento. Os julgadores foram servidores e alunos da Instituição. As amostras foram servidas aos julgadores de forma monódica em copos plásticos codificados com algarismos de três dígitos, sendo que em cada copo continha aproximadamente vinte e cinco gramas do iogurte. As amostras foram servidas em posições de forma casualizada. O julgador teve a sua disposição um copo de água que foi utilizado para enxaguar a boca entre as amostras, a fim de evitar a possível interferência de sabor residual das bebidas. Os iogurtes foram avaliados sensorialmente em relação aos atributos: cor, sabor, textura e avaliação global, por meio da aplicação do teste de aceitação pela escala hedônica não estruturada de nove centímetros, tendo como limites os termos desgostei muitíssimo à esquerda e gostei muitíssimo à direita. A atitude dos julgadores com relação à compra do produto também foi avaliada, através de escala de intenção de compra de cinco pontos, que varia de certamente compraria à certamente não compraria o produto. RESULTADOS E DISCUSSÃO

5 Teste de diferença de controle A partir da análise de variância, concluiu-se que houve diferença significativa entre os iogurtes a um nível de significância de 5 %, uma vez que o F calculado (5,34) é maior que o F tabelado (2,99). Como houve diferença significativa, foi realizado o teste de comparação múltipla para verificar quais amostras diferiram entre si. Para tanto foi calculada a diferença mínima significativa (0,14) utilizando o teste de Dunnett. Todas as amostras diferiram significativamente entre si. Ao realizar a análise dos resultados de todas as médias obtidas, pode-se afirmar que os julgadores perceberam diferença significativa entre as diferentes formulações. Onde a amostra preferida foi a com tratamento de 1,15 g/l de enzima lactase, seguida da amostra elaborada com leite 0% de lactose. Teste de aceitação A partir da análise de variância, concluiu-se que houve diferença significativa entre iogurtes a um nível de significância de 5 %, uma vez que o F calculado (5,34) é maior ao F tabelado (2,99). A diferença foi percebida principalmente nos atributos cor e avaliação global, onde o F calculado (2,99) foi maior que o F tabelado (35,39 e 6,93 respectivamente). Como houve diferença significativa entre os atributos, foi realizado o teste de comparação múltipla para verificar quais amostras diferem entre si. Para tanto foi calculada a diferença mínima significativa utilizando o teste de Tukey. Com relação ao atributo cor houve uma maior aceitação pela amostra com formulação de 1,15 g/l de enzima lactase, pois esta obteve maior média (7,27); no atributo textura e avaliação global, os julgadores também indicaram a amostra com tratamento de 1,15 g/l de enzima lactase como a mais aceita. Embora, em relação ao atributo sabor a preferência tenha sido a amostra com formulação com leite 0 % de lactose.

6 Teste de intenção de compra Quanto à intenção de compra do iogurte, caso o produto estivesse à venda, 43,24 % certamente comprariam a amostra formulada com leite 0 % lactose; a amostra com leite tratado com 1,15 g/l de enzima lactase obteve 37,83 % de avaliação nesta escala e a amostra tratada com 0,8 g/l de enzima lactase 20,27 % de intenção de compra As maiores porcentagens de respostas nesta avaliação, nas três formulações, foram obtidas nas alternativas certamente compraria e possivelmente compraria ; sendo que 74,31 % dos provadores comprariam o iogurte com tratamento de 1,15 g/l de enzima lactase. Conclusão O estudo mostrou que é possível criar produtos à base de leite sem lactose, mantendo todas as características nutricionais do leite e, também, mantendo o sabor e textura característicos de um alimento tradicional, com lactose; assim como ser um produto alternativo para pessoas intolerantes à lactose. REFERÊNCIAS BACK, Daniele. Desenvolvimento de queijo minas frescal probiótico com teor reduzido de lactose. Dissertação (Mestrado no Programa de Pós-graduação em Ciência e Tecnologia dos Alimentos). Universidade Federal de Santa Maria. Santa Maria, LONGO, Giovana. Influência da adição de lactase na produção de iogurtes. Curitiba, (Mestrado em Tecnologia de Alimento) Curitiba, NOGUEIRA, Maricê de Oliveira. Tecnologia de produtos lácteos funcionais. São Paulo: Atheneu, 2009.

Aceitação sensorial de bebida láctea, sob diferentes concentrações de soro

Aceitação sensorial de bebida láctea, sob diferentes concentrações de soro Aceitação sensorial de bebida láctea, sob diferentes concentrações de soro Francisca Giselle da Cruz 1, João Vitor de Sá Melo², Frediano Siqueira de Oliveira², Leomar Moreira da Silva², Wictor Ályson Dias

Leia mais

Avaliação sensorial de requeijão cremoso de diferentes marcas comerciais

Avaliação sensorial de requeijão cremoso de diferentes marcas comerciais Avaliação sensorial de requeijão cremoso de diferentes marcas comerciais Flávia Regina PASSOS 1 ; Welker Denner Bernardes ARAÚJO 2 ; Lorena RIBEIRO 2 ; Rhana Amanda Ribeiro TEODORO 2 ; Regiane Victória

Leia mais

Sorvete de geleiada de morango com hibisco (Hibiscus sabdariffa L.)

Sorvete de geleiada de morango com hibisco (Hibiscus sabdariffa L.) Sorvete de geleiada de morango com hibisco (Hibiscus sabdariffa L.) Tamiris do Rosário NASCIMENTO 1 ; Gustavo Lucas GONÇALVES 2 ; Rafael Antônio Nunes COURA 1 ; Alessandra Regina VITAL 3 ; Andréia PERARO-

Leia mais

AVALIAÇÃO DE PARÂMETROS SENSORIAIS EM SOBREMESAS LÁCTEAS SABOR CHOCOLATE ELABORADAS COM LEITE E SORO DE LEITE

AVALIAÇÃO DE PARÂMETROS SENSORIAIS EM SOBREMESAS LÁCTEAS SABOR CHOCOLATE ELABORADAS COM LEITE E SORO DE LEITE AVALIAÇÃO DE PARÂMETROS SENSORIAIS EM SOBREMESAS LÁCTEAS SABOR CHOCOLATE ELABORADAS COM LEITE E SORO DE LEITE Adriana dos Santos Silva 1, Ágda Christiane Farias de Barros 2, Elizeu Toledo de Oliveira 1

Leia mais

ANÁLISE SENSORIAL DE QUEIJO MINAS FRESCAL ADICIONADO DE CONDIMENTO PREPARADO 1

ANÁLISE SENSORIAL DE QUEIJO MINAS FRESCAL ADICIONADO DE CONDIMENTO PREPARADO 1 ANÁLISE SENSORIAL DE QUEIJO MINAS FRESCAL ADICIONADO DE CONDIMENTO PREPARADO 1 BRASIL, C. C. B. 2 ; FRIGHETTO, J. M. 2 ; NOAL, V. R. 3 ; SILVA, R. M. 4 1 Trabalho de Pesquisa, Universidade Federal de Santa

Leia mais

ACEITAÇÃO E PREFERÊNCIA DE DERIVADOS LÁCTEOS POR ESTUDANTES DA UNIVIÇOSA/ESUV (MG) 1. Introdução

ACEITAÇÃO E PREFERÊNCIA DE DERIVADOS LÁCTEOS POR ESTUDANTES DA UNIVIÇOSA/ESUV (MG) 1. Introdução 139 ACEITAÇÃO E PREFERÊNCIA DE DERIVADOS LÁCTEOS POR ESTUDANTES DA UNIVIÇOSA/ESUV (MG) 1 Cíntia da Cunha Abreu 2, Jéssica Pires Ávila Rasmini 2, Isabela de Castro Oliveira 2, Kelly Cristine de Sousa Pontes

Leia mais

AVALIAÇÃO SENSORIAL DA FIBRA DO PEDÚNCULO DO CAJÚ (Anacardium occidentale L.) EM DIFERENTES CONCENTRAÇÕES COMO RECHEIO EM PASTEIS

AVALIAÇÃO SENSORIAL DA FIBRA DO PEDÚNCULO DO CAJÚ (Anacardium occidentale L.) EM DIFERENTES CONCENTRAÇÕES COMO RECHEIO EM PASTEIS AVALIAÇÃO SENSORIAL DA FIBRA DO PEDÚNCULO DO CAJÚ (Anacardium occidentale L.) EM DIFERENTES CONCENTRAÇÕES COMO RECHEIO EM PASTEIS Jéssica Leite da SILVA 1, Airton Ricart Rodrigues de SALES 1, Anderson

Leia mais

Sorvete funcional à base de extrato de hibisco (Hibiscus sabdariffa L.) adicionado do cálice da flor

Sorvete funcional à base de extrato de hibisco (Hibiscus sabdariffa L.) adicionado do cálice da flor Sorvete funcional à base de extrato de hibisco (Hibiscus sabdariffa L.) adicionado do cálice da flor Tamiris do Rosário NASCIMENTO 1 ; Gustavo Lucas GONÇALVES 2 ; Rafael Antônio Nunes COURA; Alessandra

Leia mais

I SEMINÁRIO DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA DA EMBRAPA ACRE ACEITAÇÃO SENSORIAL DE BOLO ELABORADO COM FARINHAS DE CASTANHA- DO-BRASIL E BANANA VERDE

I SEMINÁRIO DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA DA EMBRAPA ACRE ACEITAÇÃO SENSORIAL DE BOLO ELABORADO COM FARINHAS DE CASTANHA- DO-BRASIL E BANANA VERDE ACEITAÇÃO SENSORIAL DE BOLO ELABORADO COM FARINHAS DE CASTANHA- DO-BRASIL E BANANA VERDE Stephanie Lima dos Santos 1, Ailson Luiz Sudan Madruga 2, Vlayrton Tomé Maciel 3, Clarissa Reschke da Cunha 4 1

Leia mais

AVALIAÇÃO SENSORIAL DE IOGURTE TRADICIONAL COM CALDA DE GOIABA VERMELHA (Psidium guajava)

AVALIAÇÃO SENSORIAL DE IOGURTE TRADICIONAL COM CALDA DE GOIABA VERMELHA (Psidium guajava) AVALIAÇÃO SENSORIAL DE IOGURTE TRADICIONAL COM CALDA DE GOIABA VERMELHA (Psidium guajava) Adriana, SILVA (1); Josicleide, SILVINO (2); Hugo, CORREIA (3); Jaqueline, AMARAL (4); Aparecida, ALVES (5). (1)

Leia mais

AVALIAÇÃO FÍSICA E SENSORIAL DE EMPANADO DE CMS DE PINTADO (Pseudoplatystoma sp) ELABORADA COM PRODUTOS FUNCIONAIS

AVALIAÇÃO FÍSICA E SENSORIAL DE EMPANADO DE CMS DE PINTADO (Pseudoplatystoma sp) ELABORADA COM PRODUTOS FUNCIONAIS AVALIAÇÃO FÍSICA E SENSORIAL DE EMPANADO DE CMS DE PINTADO (Pseudoplatystoma sp) ELABORADA COM PRODUTOS FUNCIONAIS Andressa Piccoli Chaves¹; Adriane Macedo 2 ; Janderson de Souza Leal 2 ; Maycon Roberto

Leia mais

REDUÇÃO PERCEPTÍVEL E REDUÇÃO ACEITÁVEL DE AÇÚCAR EM NÉCTAR DE UVA: ANÁLISE SENSORIAL COMO FERRAMENTA PARA REFORMULAÇÃO

REDUÇÃO PERCEPTÍVEL E REDUÇÃO ACEITÁVEL DE AÇÚCAR EM NÉCTAR DE UVA: ANÁLISE SENSORIAL COMO FERRAMENTA PARA REFORMULAÇÃO REDUÇÃO PERCEPTÍVEL E REDUÇÃO ACEITÁVEL DE AÇÚCAR EM NÉCTAR DE UVA: ANÁLISE SENSORIAL COMO FERRAMENTA PARA REFORMULAÇÃO Freitas-Sá DGC 1, Torrezan R 1, Gonçalves AS 2, Matta VM 1 1 Embrapa Agroindústria

Leia mais

ACEITABILIDADE SENSORIAL E INTENÇÃO DE COMPRA DE IOGURTE SABOR CAFÉ

ACEITABILIDADE SENSORIAL E INTENÇÃO DE COMPRA DE IOGURTE SABOR CAFÉ 5ª Jornada Científica e Tecnológica e 2º Simpósio de Pós-Graduação do IFSULDEMINAS 06 a 09 de novembro de 2013, Inconfidentes/MG ACEITABILIDADE SENSORIAL E INTENÇÃO DE COMPRA DE IOGURTE SABOR CAFÉ Ana

Leia mais

AVALIAÇÃO SENSORIAL DE SORVETE COM DIFERENTES CONCENTRAÇÕES DA FARINHA DE MACAÚBA

AVALIAÇÃO SENSORIAL DE SORVETE COM DIFERENTES CONCENTRAÇÕES DA FARINHA DE MACAÚBA AVALIAÇÃO SENSORIAL DE SORVETE COM DIFERENTES CONCENTRAÇÕES DA FARINHA DE MACAÚBA Mônica Rocha de Sousa 1 ; Thayane Sabino Nogueira 1 ; Adryze Gabrielle Dorasio de Souza 2 ; Sônia de Oliveira Duque Paciulli

Leia mais

Palavras chave: bagaço seco, fração fibrosa, teste sensorial

Palavras chave: bagaço seco, fração fibrosa, teste sensorial Elaboração de doce contendo o resíduo seco do pedúnculo do caju (Anacardium occidentale L.) e comparação avaliativa com o doce tradicional através de análise sensorial por aceitação e intenção de compra

Leia mais

ELABORAÇÃO DE BEBIDA A BASE DE EXTRATO HIDROSSOLÚVEL DE SOJA (Glycine max L.) E POLPA DE CUPUAÇU (Theobroma grandiflorum)

ELABORAÇÃO DE BEBIDA A BASE DE EXTRATO HIDROSSOLÚVEL DE SOJA (Glycine max L.) E POLPA DE CUPUAÇU (Theobroma grandiflorum) ELABORAÇÃO DE BEBIDA A BASE DE EXTRATO HIDROSSOLÚVEL DE SOJA (Glycine max L.) E POLPA DE CUPUAÇU (Theobroma grandiflorum) PATRICIA LEAL PEREIRA 1 ; THAYSSA VITELLI DE OLIVEIRA 2 ; DANIELLE PIRES DE SOUZA

Leia mais

Palavras-chave: Cor da polpa. Textura. Aroma. Sabor. Psidium guajava L.

Palavras-chave: Cor da polpa. Textura. Aroma. Sabor. Psidium guajava L. QUALIDADE SENSORIAL DOS FRUTOS DE CULTIVARES DE GOIABA VERMELHA EM AQUIDAUANA-MS. Laís de Lima Luqui 1 ; Edson Talarico Rodrigues 2 ; Daniel Makoto Kusano 1 ; Ricardo Fernando da Rui 1 ; Kleyton Rezende

Leia mais

ELABORAÇÃO DE IOGURTE COM ADIÇÃO DE CASTANHA DE CAJU E AVALIAÇÃO DA SUA ACEITAÇÃO SENSORIAL 1

ELABORAÇÃO DE IOGURTE COM ADIÇÃO DE CASTANHA DE CAJU E AVALIAÇÃO DA SUA ACEITAÇÃO SENSORIAL 1 ELABORAÇÃO DE IOGURTE COM ADIÇÃO DE CASTANHA DE CAJU E AVALIAÇÃO DA SUA ACEITAÇÃO SENSORIAL 1 Rafaella Martins de Freitas 2, Raimunda Rodrigues da Silva Subrinho 3, Rodrigo Leite Moura 4 1 Parte da monografia

Leia mais

ADIÇÃO DE FIBRA DE CÔCO MACAÚBA (Acrocomia aculeata (Jacq.) Lodd) NA PRODUÇÃO DE RICOTA

ADIÇÃO DE FIBRA DE CÔCO MACAÚBA (Acrocomia aculeata (Jacq.) Lodd) NA PRODUÇÃO DE RICOTA IV Semana de Ciência e Tecnologia do IFMG campus Bambuí IV Jornada Científica 06 a 09 de Dezembro de 2011 ADIÇÃO DE FIBRA DE CÔCO MACAÚBA (Acrocomia aculeata (Jacq.) Lodd) NA PRODUÇÃO DE RICOTA Tamiris

Leia mais

APROVEITAMENTO DE SORO DE LEITE: perfil sensorial de doce de leite pastoso com polpa de marolo

APROVEITAMENTO DE SORO DE LEITE: perfil sensorial de doce de leite pastoso com polpa de marolo APROVEITAMENTO DE SORO DE LEITE: perfil sensorial de doce de leite pastoso com polpa de marolo Miguel S. BERNARDES 1 ; Ana Carolina F. da SILVA 2 ; Rafaela F. de CARVALHO 3 ; Jamila M. PEREIRA 4 ; Larissa

Leia mais

ACEITAÇÃO SENSORIAL DE LINGUIÇA OVINA ADICIONADA DE ÓLEO DE GIRASSOL EM SUBSTITUIÇÃO A GORDURA ANIMAL

ACEITAÇÃO SENSORIAL DE LINGUIÇA OVINA ADICIONADA DE ÓLEO DE GIRASSOL EM SUBSTITUIÇÃO A GORDURA ANIMAL ACEITAÇÃO SENSORIAL DE LINGUIÇA OVINA ADICIONADA DE ÓLEO DE GIRASSOL EM SUBSTITUIÇÃO A GORDURA ANIMAL Fernanda Fernandes Pinheiro da Costa 1, Francisco Allan Leandro de Carvalho 2, Luciana Jatobá e Silva

Leia mais

USO DE SORO DE QUEIJO NA FORMULAÇÃO DE DOCE DE LEITE PASTOSO EM SUBSTITUIÇÃO AO LEITE

USO DE SORO DE QUEIJO NA FORMULAÇÃO DE DOCE DE LEITE PASTOSO EM SUBSTITUIÇÃO AO LEITE 6ª Jornada Científica e Tecnológica e 3º Simpósio de Pós-Graduação do IFSULDEMINAS 04 de novembro de 2014, Pouso Alegre/MG USO DE SORO DE QUEIJO NA FORMULAÇÃO DE DOCE DE LEITE PASTOSO EM SUBSTITUIÇÃO AO

Leia mais

DIMINUIÇÃO DA POLUIÇÃO AMBIENTAL ATRAVÉS DO APROVEITAMENTO DO SORO DE LEITE NA ELABORAÇÃO DE BEBIDA LÁCTEA COM POLPA DE CAJU

DIMINUIÇÃO DA POLUIÇÃO AMBIENTAL ATRAVÉS DO APROVEITAMENTO DO SORO DE LEITE NA ELABORAÇÃO DE BEBIDA LÁCTEA COM POLPA DE CAJU Campus Sorriso DIMINUIÇÃO DA POLUIÇÃO AMBIENTAL ATRAVÉS DO APROVEITAMENTO DO SORO DE LEITE NA ELABORAÇÃO DE BEBIDA LÁCTEA COM POLPA DE CAJU EDITAL Nº065/2014 PROPES/IFMT PIBIC EM ORIENTADOR: Marilu Lanzarin

Leia mais

XIX CONGRESSO DE PÓS-GRADUAÇÃO DA UFLA 27 de setembro a 01 de outubro de 2010

XIX CONGRESSO DE PÓS-GRADUAÇÃO DA UFLA 27 de setembro a 01 de outubro de 2010 AVALIAÇÃO SENSORIAL DE BEBIDA LÁCTEA ADICIONADA DE FARINHA DE CASCA DE MARCUJÁ FAUSTO ALVES DE LIMA JUNIOR 1, JOÃO DE DEUS SOUZA CARNEIRO 2 ; NATÁLIA JÓIA MEDEIROS 3, DIEGO VITAL DE SOUZA SANTOS 3, ALISSON

Leia mais

DESENVOLVIMENTO E ANÁLISE SENSORIAL DE UM GELADO COMESTÍVEL (PICOLÉ) DIET. Palavras-chave: picolé diet, novidades alimentícias, análise sensorial.

DESENVOLVIMENTO E ANÁLISE SENSORIAL DE UM GELADO COMESTÍVEL (PICOLÉ) DIET. Palavras-chave: picolé diet, novidades alimentícias, análise sensorial. DESENVOLVIMENTO E ANÁLISE SENSORIAL DE UM GELADO COMESTÍVEL (PICOLÉ) DIET Ariele Casagrande 1, Carolina Fauro 1, Érica de Souza 1, Caroline Eliza Mendes 2 Palavras-chave: picolé diet, novidades alimentícias,

Leia mais

AVALIAÇÃO SENSORIAL DE QUEIJO DE COALHO PROCESSADO COM LEITE INTEGRAL E DESNATADO ADICIONADO DE WPC EM DIFERENTES CONCENTRAÇÕES

AVALIAÇÃO SENSORIAL DE QUEIJO DE COALHO PROCESSADO COM LEITE INTEGRAL E DESNATADO ADICIONADO DE WPC EM DIFERENTES CONCENTRAÇÕES AVALIAÇÃO SENSORIAL DE QUEIJO DE COALHO PROCESSADO COM LEITE INTEGRAL E DESNATADO ADICIONADO DE WPC EM DIFERENTES CONCENTRAÇÕES Maria Francielle Cavalcante de ARAÚJO (1); Fracisca Giselle da CRUZ (2);

Leia mais

AVALIAÇÃO DA ACEITABILIDADE DO DOCE DE FIGO MADURO EM CALDA NO CâMPUS MUZAMBINHO

AVALIAÇÃO DA ACEITABILIDADE DO DOCE DE FIGO MADURO EM CALDA NO CâMPUS MUZAMBINHO 5ª Jornada Científica e Tecnológica e 2º Simpósio de Pós-Graduação do IFSULDEMINAS 06 a 09 de novembro de 2013, Inconfidentes/MG AVALIAÇÃO DA ACEITABILIDADE DO DOCE DE FIGO MADURO EM CALDA NO CâMPUS MUZAMBINHO

Leia mais

AVALIAÇÃO SENSORIAL DE BISCOITOS FORMULADOS COM FARINHA DE SEMENTE DE GOIABA

AVALIAÇÃO SENSORIAL DE BISCOITOS FORMULADOS COM FARINHA DE SEMENTE DE GOIABA AVALIAÇÃO SENSORIAL DE BISCOITOS FORMULADOS COM FARINHA DE SEMENTE DE GOIABA M.L.R. Silveira 1, C.O. Santos 1, C.K. Sautter 2, N.G Penna 2 1-Curso de Pós-Graduação em Ciência e Tecnologia dos Alimentos

Leia mais

Docente das Faculdades Integradas de Três Lagoas. Acadêmicas de Nutrição da Faculdades Integradas de Três Lagoas RESUMO

Docente das Faculdades Integradas de Três Lagoas. Acadêmicas de Nutrição da Faculdades Integradas de Três Lagoas RESUMO 1 AVALIAÇÃO SENSORIAL DE IOGURTE BATIDO COM A FRUTA DE GOIABA VERMELHA IN NATURA (Psidium guajava), COM O SUCO ARTIFICIAL DE GOIABA E A POLPA DA FRUTA DE GOIABA CAMILA ANDRÉA FAVARO DE FREITAS 1 CAROLINE

Leia mais

AVALIAÇÃO SENSORIAL DE DOCE DE LEITE PASTOSO ADICIONADO DE FARINHA DE LINHAÇA

AVALIAÇÃO SENSORIAL DE DOCE DE LEITE PASTOSO ADICIONADO DE FARINHA DE LINHAÇA AVALIAÇÃO SENSORIAL DE DOCE DE LEITE PASTOSO ADICIONADO DE FARINHA DE LINHAÇA Leidiana Elias XAVIER 1 ; Yaroslávia Ferreira PAIVA 1 ; Moisés Sesion de Medeiros NETO 1 ; Anderson Florentino de LIMA 1 ;

Leia mais

AVALIAÇÃO SENSORIAL DE BRIGADEIRO DE BIOMASSA DE BANANA VERDE SEM LACTOSE COM POTENCIAL FUNCIONAL

AVALIAÇÃO SENSORIAL DE BRIGADEIRO DE BIOMASSA DE BANANA VERDE SEM LACTOSE COM POTENCIAL FUNCIONAL AVALIAÇÃO SENSORIAL DE BRIGADEIRO DE BIOMASSA DE BANANA VERDE SEM LACTOSE COM POTENCIAL FUNCIONAL Davi Aires de Oliveira (1); Lorena Rayssa Gomes de Araújo (1); Maria Tereza Lucena Pereira (2); Raíra da

Leia mais

Avaliação da aceitabilidade de chips de banana da ponta do cacho

Avaliação da aceitabilidade de chips de banana da ponta do cacho Avaliação da aceitabilidade de chips de banana da ponta do cacho Antonia Izamara Araujo de Paula 1, Afonso Alves de Souza Filho 1, Thiago da Silva Kawai 1, Ana Cristina da Silva Morais 2 1 Graduandos do

Leia mais

RESUMO INTRODUÇÃO. Área temática: Engenharia e Tecnologia de Alimentos 1

RESUMO INTRODUÇÃO. Área temática: Engenharia e Tecnologia de Alimentos 1 PROCESSAMENTO E ANÁLISE DO SUCO MISTO DE ACEROLA, MELANCIA E BETERRABA Thaynara Mayra Maciel BELISARIO 1, Natália Pinheiro DOS SANTOS 2, Maria Evaneide Barbosa FERREIRA 3 RESUMO Esse trabalho trata-se

Leia mais

DESENVOLVIMENTO E ANÁLISE SENSORIAL DE SNACKS SABOR COUVE ISENTOS DE GLÚTEN E LACTOSE. Apresentação: Pôster

DESENVOLVIMENTO E ANÁLISE SENSORIAL DE SNACKS SABOR COUVE ISENTOS DE GLÚTEN E LACTOSE. Apresentação: Pôster DESENVOLVIMENTO E ANÁLISE SENSORIAL DE SNACKS SABOR COUVE ISENTOS DE GLÚTEN E LACTOSE Apresentação: Pôster Valéria Lopes Cruz 1 ; Katharine Angélica Aguiar Wanderley²; Silvio Assis de Oliveira Ferreira³;

Leia mais

ELABORAÇÃO E ACEITAÇÃO DE PÃO COM REDUÇÃO DE CLORETO DE SÓDIO E CARACTERÍSTICAS FUNCIONAIS

ELABORAÇÃO E ACEITAÇÃO DE PÃO COM REDUÇÃO DE CLORETO DE SÓDIO E CARACTERÍSTICAS FUNCIONAIS ELABORAÇÃO E ACEITAÇÃO DE PÃO COM REDUÇÃO DE CLORETO DE SÓDIO E CARACTERÍSTICAS FUNCIONAIS Anny A. Dias 1 ; Hakyla M. Faria 2 ; Taís C. F de T. Sartori 3 ; Lidiane P. A. Miranda 4 ; Talita A. T. Cândido

Leia mais

AVALIAÇÃO SENSORIAL DE PREPARAÇÕES COM SOJA MARROM ADICIONADOS DE FEIJÃO CARIOQUINHA

AVALIAÇÃO SENSORIAL DE PREPARAÇÕES COM SOJA MARROM ADICIONADOS DE FEIJÃO CARIOQUINHA AVALIAÇÃO SENSORIAL DE PREPARAÇÕES COM SOJA MARROM ADICIONADOS DE FEIJÃO CARIOQUINHA REIS, R. P. 1 ; CIABOTTI, S. 2 ; PEREIRA, L.A. 3 ; SILVA. M.S. 3 ; SILVA FILHO A. G. 3 ; SÁ, M. E. L. 4 ; ZITO, R. K.

Leia mais

TÍTULO: DESENVOLVIMENTO E ACEITABILIDADE DE UMA BEBIDA A BASE DE FRUTA ENRIQUECIDA COM FERRO QUELATO

TÍTULO: DESENVOLVIMENTO E ACEITABILIDADE DE UMA BEBIDA A BASE DE FRUTA ENRIQUECIDA COM FERRO QUELATO TÍTULO: DESENVOLVIMENTO E ACEITABILIDADE DE UMA BEBIDA A BASE DE FRUTA ENRIQUECIDA COM FERRO QUELATO CATEGORIA: EM ANDAMENTO ÁREA: CIÊNCIAS BIOLÓGICAS E SAÚDE SUBÁREA: NUTRIÇÃO INSTITUIÇÃO: UNIVERSIDADE

Leia mais

Avaliação da análise sensorial de iogurtes de leite de cabra saborizados com polpa de frutas tropicais

Avaliação da análise sensorial de iogurtes de leite de cabra saborizados com polpa de frutas tropicais Avaliação da análise sensorial de iogurtes de leite de cabra saborizados com polpa de frutas tropicais Washington da Silva Bernardo 1, Jardel Bruno de Oliveira Lopes 2, Jaqueline Maria Coêlho Freitas 3,

Leia mais

LEITE FERMENTADO DE MARCAS COMERCIAIS: ESTUDO DA ACEITAÇÃO E CORRELAÇÃO COM PH E ACIDEZ

LEITE FERMENTADO DE MARCAS COMERCIAIS: ESTUDO DA ACEITAÇÃO E CORRELAÇÃO COM PH E ACIDEZ Pág. 46 Rev. Inst. Latic. Cândido Tostes, Jul/Ago, nº 381, 66: 46-51, 2011 LEITE FERMENTADO DE MARCAS COMERCIAIS: ESTUDO DA ACEITAÇÃO E CORRELAÇÃO COM PH E ACIDEZ Fermented milk trademark: a study of acceptance

Leia mais

BEBIDAS LÁCTEAS NÃO FERMENTADAS ADICIONADAS DE POLPA DE ABACATE: ANÁLISE DO PERFIL DE TEXTURA

BEBIDAS LÁCTEAS NÃO FERMENTADAS ADICIONADAS DE POLPA DE ABACATE: ANÁLISE DO PERFIL DE TEXTURA BEBIDAS LÁCTEAS NÃO FERMENTADAS ADICIONADAS DE POLPA DE ABACATE: ANÁLISE DO PERFIL DE TEXTURA Pedro Ivo Soares e Silva; Eugênia Telis de Vilela Silva; Anna Karoline de Sousa Lima; Samara Dias do Santos

Leia mais

AVALIAÇÃO DO USO DE ADOÇANTES ALTERNATIVOS NA ACEITABILIDADE DE BISCOITOS AMANTEIGADOS SEM GLÚTEN COMO ALTERNATIVA PARA PACIENTES CELÍACOS

AVALIAÇÃO DO USO DE ADOÇANTES ALTERNATIVOS NA ACEITABILIDADE DE BISCOITOS AMANTEIGADOS SEM GLÚTEN COMO ALTERNATIVA PARA PACIENTES CELÍACOS AVALIAÇÃO DO USO DE ADOÇANTES ALTERNATIVOS NA ACEITABILIDADE DE BISCOITOS AMANTEIGADOS SEM GLÚTEN COMO ALTERNATIVA PARA PACIENTES CELÍACOS Antonia Ariana Camelo PASSOS¹, Silmara Azevedo LOPES¹, Ana Josymara

Leia mais

AVALIAÇÃO MICROBIOLÓGICA E SENSORIAL DE GELADO COMESTÍVEL DE AÇAÍ PRODUZIDO COM LEITE DE CABRA ADICIONADO DE GELATINA

AVALIAÇÃO MICROBIOLÓGICA E SENSORIAL DE GELADO COMESTÍVEL DE AÇAÍ PRODUZIDO COM LEITE DE CABRA ADICIONADO DE GELATINA AVALIAÇÃO MICROBIOLÓGICA E SENSORIAL DE GELADO COMESTÍVEL DE AÇAÍ PRODUZIDO COM LEITE DE CABRA ADICIONADO DE GELATINA R.C. Rodrigues, B.D.L. Oliveira, W.K.S. Gomes, L.G.M. Sales, G.B.O Gadelha, J.D.G.

Leia mais

IOGURTE ADICIONADO DE WPC OU SORO EM PÓ: QUAL A MELHOR OPÇÃO SENSORIAL? Universidade Estadual do Oeste do Paraná/ Colegiado de Farmácia/ Cascavel-PR

IOGURTE ADICIONADO DE WPC OU SORO EM PÓ: QUAL A MELHOR OPÇÃO SENSORIAL? Universidade Estadual do Oeste do Paraná/ Colegiado de Farmácia/ Cascavel-PR IOGURTE ADICIONADO DE WPC OU SORO EM PÓ: QUAL A MELHOR OPÇÃO SENSORIAL? Universidade Estadual do Oeste do Paraná/ Colegiado de Farmácia/ Cascavel-PR Andressa Regina Antunes; Luciana de Oliveira Fariña

Leia mais

DESENVOLVIMENTO DE LICOR À BASE DE CASCAS DE ABACAXI

DESENVOLVIMENTO DE LICOR À BASE DE CASCAS DE ABACAXI DESENVOLVIMENTO DE LICOR À BASE DE CASCAS DE ABACAXI GASTL FILHO, Josef 1 ; LABEGALINI, Márcia Cavalcante 2. RESUMO: O principal resíduo do processamento do abacaxi é a casca, que constitui fonte de vários

Leia mais

QUEIJO TIPO MINAS FRESCAL COM COLÁGENO HIDROLISADO E ORÉGANO: TECNOLOGIA DE FABRICAÇÃO E AVALIAÇÃO SENSORIAL

QUEIJO TIPO MINAS FRESCAL COM COLÁGENO HIDROLISADO E ORÉGANO: TECNOLOGIA DE FABRICAÇÃO E AVALIAÇÃO SENSORIAL QUEIJO TIPO MINAS FRESCAL COM COLÁGENO HIDROLISADO E ORÉGANO: TECNOLOGIA DE FABRICAÇÃO E AVALIAÇÃO SENSORIAL Clara Andrezza Crisóstomo Bezerra Costa 1 ; João Victor Laurindo dos Santos 2 ; Maria Marcela

Leia mais

DESENVOLVIMENTO DE FORMULAÇÃO DE REQUEIJÃO CREMOSO COM BAIXO TEOR DE SÓDIO E DE GORDURAS

DESENVOLVIMENTO DE FORMULAÇÃO DE REQUEIJÃO CREMOSO COM BAIXO TEOR DE SÓDIO E DE GORDURAS DESENVOLVIMENTO DE FORMULAÇÃO DE REQUEIJÃO CREMOSO COM BAIXO TEOR DE SÓDIO E DE GORDURAS MYLA ALEXANDRA SIMÃO DUARTE 1,2, LEIDIANE JOSI BUDEL 3, THAIS LARA MATHEUS², LETICIA HÜBSCHER², JUCIELI WEBER 4*

Leia mais

DESENVOLVIMENTO E AVALIAÇÃO SENSORIAL DE KEFIR DE CAFÉ

DESENVOLVIMENTO E AVALIAÇÃO SENSORIAL DE KEFIR DE CAFÉ DESENVOLVIMENTO E AVALIAÇÃO SENSORIAL DE KEFIR DE CAFÉ Márcio Henrique de Souza 1, Igor Schneider da Silva 2, Magno da Conceição Barbosa 3, Rodrigo Martinusso Belizário 4, Rosa Maria de Souza Cabral 5,

Leia mais

ANÁLISE NUTRICIONAL E SENSORIAL DE SUPLEMENTOS ALIMENTARES

ANÁLISE NUTRICIONAL E SENSORIAL DE SUPLEMENTOS ALIMENTARES 25 a 28 de Outubro de 20 ISBN 978-85-8084-055- ANÁLISE NUTRICIONAL E SENSORIAL DE SUPLEMENTOS ALIMENTARES Hevelyse Munise Celestino dos Santos, Mariah Benine Ramos da Silva 2, Ana Flávia de Oliveira 3

Leia mais

EFEITO DA ADIÇÃO DE SORO DE QUEIJO SOBRE AS CARACTERÍSTICAS SENSORIAIS DE BEBIDAS LÁCTEAS FERMENTADAS SABOR UVA

EFEITO DA ADIÇÃO DE SORO DE QUEIJO SOBRE AS CARACTERÍSTICAS SENSORIAIS DE BEBIDAS LÁCTEAS FERMENTADAS SABOR UVA EFEITO DA ADIÇÃO DE SORO DE QUEIJO SOBRE AS CARACTERÍSTICAS SENSORIAIS DE BEBIDAS LÁCTEAS FERMENTADAS SABOR UVA Daniel Henrique Kreutz 1, Daniel Neutzling Lehn 2, Claucia Fernanda Volken de Souza 3 Resumo:

Leia mais

AVALIAÇÃO FÍSICO-QUÍMICA E SENSORIAL DE ABÓBORA E MORANGA CRISTALIZADAS PELO PROCESSO DE AÇUCARAMENTO LENTO.

AVALIAÇÃO FÍSICO-QUÍMICA E SENSORIAL DE ABÓBORA E MORANGA CRISTALIZADAS PELO PROCESSO DE AÇUCARAMENTO LENTO. AVALIAÇÃO FÍSICO-QUÍMICA E SENSORIAL DE ABÓBORA E MORANGA CRISTALIZADAS PELO PROCESSO DE AÇUCARAMENTO LENTO. Nicodemos Braz Junior 1, Gilma Auxiliadora Santos Gonçalves 2, Elisvanir Ronaldo Simões 3, Matheus

Leia mais

ACEITABILIDADE SENSORIAL DE IOGURTE COM POLPA DE FRUTAS VERMELHAS

ACEITABILIDADE SENSORIAL DE IOGURTE COM POLPA DE FRUTAS VERMELHAS ACEITABILIDADE SENSORIAL DE IOGURTE COM POLPA DE FRUTAS VERMELHAS Kellen C. M. CARVALHO 1 ; Marcela C. ROCHA 1 ; Gleydson J. P. VIDIGAL 1 ; Aline M. NACHTIGALL 1 ; Brígida M. VILAS BOAS 1 RESUMO Objetivou-se

Leia mais

INTENÇÃO DE COMPRA DE BISCOITOS TIPO COOKIE SABOR CHOCOLATE COM DIFERENTES TEORES DE FARINHA DE UVA

INTENÇÃO DE COMPRA DE BISCOITOS TIPO COOKIE SABOR CHOCOLATE COM DIFERENTES TEORES DE FARINHA DE UVA INTENÇÃO DE COMPRA DE BISCOITOS TIPO COOKIE SABOR CHOCOLATE COM DIFERENTES TEORES DE FARINHA DE UVA Amanda Cristina Silva Rosa 1 ; Arthur Carlos de Barros da Costa NASCIMENTO 2 ; Arthur Carlos de Barros

Leia mais

REPV - Revista Eletrônica Polidisciplinar Voos - ISSN Núcleo de Estudos da Sociedade Contemporânea - NESC

REPV - Revista Eletrônica Polidisciplinar Voos - ISSN Núcleo de Estudos da Sociedade Contemporânea - NESC REPV - Núcleo de Estudos da Sociedade Contemporânea - NESC RESUMO Giovana Longo (a) 1 (b) O estudo foi dividido em duas etapas: na primeira foi realizada a comparação de leite com teor de lactose normal

Leia mais

ANÁLISE SENSORIAL DE PÃO DE ERVAS ELABORADO COM LEITE CAPRINO ENRIQUECIDO COM DIFERENTES FARINHAS

ANÁLISE SENSORIAL DE PÃO DE ERVAS ELABORADO COM LEITE CAPRINO ENRIQUECIDO COM DIFERENTES FARINHAS ANÁLISE SENSORIAL DE PÃO DE ERVAS ELABORADO COM LEITE CAPRINO ENRIQUECIDO COM DIFERENTES FARINHAS Davi Aires de Oliveira¹ Lorena Rayssa Gomes de Araújo¹ Maria Tereza Lucena Pereira¹ Raíra da Silva Campos¹

Leia mais

ELABORAÇÃO DE BEBIDA LÁCTEA ACIDIFICADA

ELABORAÇÃO DE BEBIDA LÁCTEA ACIDIFICADA ELABORAÇÃO DE BEBIDA LÁCTEA ACIDIFICADA DE CARLI, E. M. 1, TIRLONI, A. 1, PIETTA, G.M. 2. 1 Universidade do Oeste de Santa Catarina, Docentes do Curso de Engenharia de Alimentos. 2 Universidade do Oeste

Leia mais

ELABORAÇÃO DE PRODUTO LÁCTEO A PARTIR DO PÓ DA ACEROLA (Malpighia ermaginata D.C) VERDE

ELABORAÇÃO DE PRODUTO LÁCTEO A PARTIR DO PÓ DA ACEROLA (Malpighia ermaginata D.C) VERDE ELABORAÇÃO DE PRODUTO LÁCTEO A PARTIR DO PÓ DA ACEROLA (Malpighia ermaginata D.C) VERDE Maiara Jaianne Bezerra Leal (bolsista do PIBITI/CNPq), Natália Quaresma Costa (colaboradora UFPI), Nara Vanessa dos

Leia mais

ACEITABILIDADE DE BEBIDA LÁCTEA ACHOCOLATADA COM ALFARROBA (Ceratonia siliqua L.) COMO SUBSTITUTO PARCIAL DO CACAU 1

ACEITABILIDADE DE BEBIDA LÁCTEA ACHOCOLATADA COM ALFARROBA (Ceratonia siliqua L.) COMO SUBSTITUTO PARCIAL DO CACAU 1 ACEITABILIDADE DE BEBIDA LÁCTEA ACHOCOLATADA COM ALFARROBA (Ceratonia siliqua L.) COMO SUBSTITUTO PARCIAL DO CACAU 1 CASSANEGO, Daniela Buzatti 2 ; PELLEGRINI, Luiz Gustavo de 2 ; RICHARDS, Neila Silvia

Leia mais

ELABORAÇÃO E AVALIAÇÃO DA QUALIDADE DE QUEIJOS FUNCIONAIS

ELABORAÇÃO E AVALIAÇÃO DA QUALIDADE DE QUEIJOS FUNCIONAIS ELABORAÇÃO E AVALIAÇÃO DA QUALIDADE DE QUEIJOS FUNCIONAIS Antônia Mallmann Schwan 1, Jesus Gastón Sugo Maldonado 1, Lisandra Pivatto 1, Claucia Fernanda Volken de Souza 2 Resumo: Alimentos lácteos funcionais

Leia mais

ANÁLISE SENSORIAL E ELABORAÇÃO DE BISCOITO AMANTEIGADO ADICIONADO DE FARINHA DE MARACUJÁ (Passiflora edulis)

ANÁLISE SENSORIAL E ELABORAÇÃO DE BISCOITO AMANTEIGADO ADICIONADO DE FARINHA DE MARACUJÁ (Passiflora edulis) ANÁLISE SENSORIAL E ELABORAÇÃO DE BISCOITO AMANTEIGADO ADICIONADO DE FARINHA DE MARACUJÁ (Passiflora edulis) F. K. T. de BARROS¹, M. M. de A. SOUSA¹, S. E. B. dos SANTOS¹, M. do C. P. RODRIGUES¹ ¹ Universidade

Leia mais

DESENVOLVIMENTO E AVALIAÇÃO SENSORIAL DE SOBREMESAS À BASE DE SOJA ENRIQUECIDAS COM POLPAS DE FRUTAS

DESENVOLVIMENTO E AVALIAÇÃO SENSORIAL DE SOBREMESAS À BASE DE SOJA ENRIQUECIDAS COM POLPAS DE FRUTAS DESENVOLVIMENTO E AVALIAÇÃO SENSORIAL DE SOBREMESAS À BASE DE SOJA ENRIQUECIDAS COM POLPAS DE FRUTAS J. C. SPADA 1, M. DICK 2, C. H. PAGNO 2, S. H. FLÔRES 2 1 Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Leia mais

TESTE DE COMPARAÇÃO PAREADA PARA ANÁLISE SENSORIAL DO SUCO DE UVA

TESTE DE COMPARAÇÃO PAREADA PARA ANÁLISE SENSORIAL DO SUCO DE UVA GOVERNO DO ESTADO DO PARÁ UNIVERSIDADE DO ESTADO PARÁ CAMPUS XV REDENÇÃO TESTE DE COMPARAÇÃO PAREADA PARA ANÁLISE SENSORIAL DO SUCO DE UVA Ana Maria Pereira dos Santos 1; Delson Pinto Rodrigues Filho 2;

Leia mais

DESENVOLVIMENTO E ACEITABILIDADE DE UM GELATO VEGANO DE AMENDOIM COM PAÇOCA

DESENVOLVIMENTO E ACEITABILIDADE DE UM GELATO VEGANO DE AMENDOIM COM PAÇOCA DESENVOLVIMENTO E ACEITABILIDADE DE UM GELATO VEGANO DE AMENDOIM COM PAÇOCA Daiane Schneider 1, Deisi Cristine Dewes 1, Jayne Korbes 1, Caroline Eliza Mendes 2 Palavras-chave: Método Kano, análise sensorial,

Leia mais

Desenvolvimentode novo produto

Desenvolvimentode novo produto Case de sucesso: Desenvolvimentode novo produto O Barras de cereais com alto teor de fibras prebióticas O que são fibras prebióticas? São fibras especiaisporqueaumentama contagemdas bactérias benéficas

Leia mais

AVALIAÇÃO DA QUALIDADE DO DOCE DE LEITE PRODUZIDO NO IFSULDEMINAS - CÂMPUS MUZAMBINHO E COMPARAÇÃO COM MARCAS COMERCIAIS

AVALIAÇÃO DA QUALIDADE DO DOCE DE LEITE PRODUZIDO NO IFSULDEMINAS - CÂMPUS MUZAMBINHO E COMPARAÇÃO COM MARCAS COMERCIAIS 6ª Jornada Científica e Tecnológica e 3º Simpósio de Pós-Graduação do IFSULDEMINAS 04 de novembro de 2014, Pouso Alegre/MG AVALIAÇÃO DA QUALIDADE DO DOCE DE LEITE PRODUZIDO NO IFSULDEMINAS - CÂMPUS MUZAMBINHO

Leia mais

Aproveitamento do Resíduo Orgânico da Casca de Banana na elaboração de Doces em Pasta.

Aproveitamento do Resíduo Orgânico da Casca de Banana na elaboração de Doces em Pasta. Aproveitamento do Resíduo Orgânico da Casca de Banana na elaboração de Doces em Pasta. Juliana de Fátima Vizu 1, Ana Karina Nicola Gervásio 2, Edmar da Costa Alves 3, Belami Cassia da Silva 4 1 Graduanda

Leia mais

Mês Promocional dos Laticínios

Mês Promocional dos Laticínios JANEIRO Mês Promocional dos Laticínios Os laticínios são alimentos importantes para o crescimento e saúde dos ossos. São ricos em proteínas, cálcio e vitaminas. Ano Letivo 2016/2017 Janeiro 2017 1 - LATICÍNIOS

Leia mais

UTILIZAÇÃO DA BATATA YACON NA ALIMENTAÇÃO HUMANA COMO FONTE DE PRÉ-BIÓTICO

UTILIZAÇÃO DA BATATA YACON NA ALIMENTAÇÃO HUMANA COMO FONTE DE PRÉ-BIÓTICO 327 UTILIZAÇÃO DA BATATA YACON NA ALIMENTAÇÃO HUMANA COMO FONTE DE PRÉ-BIÓTICO Marina Oliveira Santana ¹, Cristiane Sampaio Fonseca ², Luiza Carla Vidigal ³. Resumo: As evidências científicas sobre a relação

Leia mais

DESENVOLVIMENTO DE SORVETE DE CUPUAÇU COM ADIÇÃO DE SORO

DESENVOLVIMENTO DE SORVETE DE CUPUAÇU COM ADIÇÃO DE SORO DESENVOLVIMENTO DE SORVETE DE CUPUAÇU COM ADIÇÃO DE SORO Ana Carolina F. da SILVA 1 ; Miguel S. BERNARDES 2 ; Rafaela F. de CARVALHO 3 ; Jamila M. PEREIRA 4 ; Brígida M. VILAS BOAS 5 ; Aline M. NACHTIGALL

Leia mais

ORIENTADOR(ES): PATRICIA DE CARVALHO DAMY BENEDETTI, RICARDO BENEDETTI

ORIENTADOR(ES): PATRICIA DE CARVALHO DAMY BENEDETTI, RICARDO BENEDETTI 16 TÍTULO: REQUEIJÃO CREMOSO SABOR BACON COM PEDAÇOS DE BACON CATEGORIA: CONCLUÍDO ÁREA: CIÊNCIAS EXATAS E DA TERRA SUBÁREA: CIÊNCIAS AGRÁRIAS INSTITUIÇÃO: UNIÃO DAS FACULDADES DOS GRANDES LAGOS AUTOR(ES):

Leia mais

PREFERÊNCIA ACEITAÇÃO

PREFERÊNCIA ACEITAÇÃO MÉTODOS AFETIVOS Universidade Federal do Rio Grande Escola de Química e Alimentos Análise Sensorial e Controle de Qualidade EA Prof. a Dr. a Janaína Fernandes de Medeiros Burkert PREFERÊNCIA o É a expressão

Leia mais

Bebida Fermentada de Soja

Bebida Fermentada de Soja AGR OIN DÚSTRIA F A M I L I A R Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária Embrapa Agroindústria de Alimentos Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento Bebida Fermentada de Soja Sônia Couri

Leia mais

AVALIAÇÃO SENSORIAL DE RICOTAS CONDIMENTADAS

AVALIAÇÃO SENSORIAL DE RICOTAS CONDIMENTADAS AVALIAÇÃO SENSORIAL DE RICOTAS CONDIMENTADAS Eriane Alves da SILVA (1); Wagner Wildey Silva de MELO (2); Francisca Giselle da CRUZ (3); Ângela FROEHLICH (4); Josiane de Souza LUNA (5) (1) Instituto Federal

Leia mais

AVALIAÇÃO SENSORIAL DE DOCE DE CAFÉ COM DIFERENTES CONCENTRAÇÕES DE CAFÉ E SORO

AVALIAÇÃO SENSORIAL DE DOCE DE CAFÉ COM DIFERENTES CONCENTRAÇÕES DE CAFÉ E SORO AVALIAÇÃO SENSORIAL DE DOCE DE CAFÉ COM DIFERENTES CONCENTRAÇÕES DE CAFÉ E SORO Larissa de Oliveira Ferreira 1 ; Carlos José Pimenta 2 ; Gabriella Santos 3, Talita Ferreira Freire 4, Thais Odete de Oliveira

Leia mais

ELABORAÇÃO E AVALIAÇÃO SENSORIAL DE CRACÓVIA COM SUBSTITUIÇÃO PARCIAL DE CARNE BOVINA

ELABORAÇÃO E AVALIAÇÃO SENSORIAL DE CRACÓVIA COM SUBSTITUIÇÃO PARCIAL DE CARNE BOVINA ELABORAÇÃO E AVALIAÇÃO SENSORIAL DE CRACÓVIA COM SUBSTITUIÇÃO PARCIAL DE CARNE BOVINA Marcela Tostes Frata 1 * [orientador], Cláudia Andrade Moura 2, Celso Maurício Bernardi 3 1, 2 Docentes da Universidade

Leia mais

ELABORAÇÃO E ANÁLISE SENSORIAL DE IOGURTE GREGO ADICIONADO DE DOCES DE FRUTAS TÍPICOS DO OESTE CATARINENSE

ELABORAÇÃO E ANÁLISE SENSORIAL DE IOGURTE GREGO ADICIONADO DE DOCES DE FRUTAS TÍPICOS DO OESTE CATARINENSE ELABORAÇÃO E ANÁLISE SENSORIAL DE IOGURTE GREGO ADICIONADO DE DOCES DE FRUTAS TÍPICOS DO OESTE CATARINENSE G. Demarco 1, J. Marcante 1, I. Rottava 1, L. Senter 1, C.B. Fritzen-Freire 2 1- Curso Técnico

Leia mais

DESENVOLVIMENTO DE SMOOTHIE FUNCIONAL ACRESCIDO DE BIOMASSA DA

DESENVOLVIMENTO DE SMOOTHIE FUNCIONAL ACRESCIDO DE BIOMASSA DA DESENVOLVIMENTO DE SMOOTHIE FUNCIONAL ACRESCIDO DE BIOMASSA DA BANANA VERDE Autor (es): Maria Alice Nascimento; Sabrina Vargas Monteiro; Sônia de Oliveira Duque Paciulli; Cristina Dias de Mendonça Palavras-chave:

Leia mais

ELABORAÇÃO E ACEITAÇÃO DE BOLO DE CENOURA SEM GLÚTEN PARA PORTADORES DE DOENÇA CELÍACA

ELABORAÇÃO E ACEITAÇÃO DE BOLO DE CENOURA SEM GLÚTEN PARA PORTADORES DE DOENÇA CELÍACA ELABORAÇÃO E ACEITAÇÃO DE BOLO DE CENOURA SEM GLÚTEN PARA PORTADORES DE DOENÇA CELÍACA Letícia V. da ROSA 1 ; Taís C. F. de T. SARTORI 2 ; Ana Paula FIGUEIREDO 3 ; Lidiane P. A. MIRANDA 4 RESUMO O presente

Leia mais

AVALIAÇÃO FÍSICO-QUÍMICA E SENSORIAL DE ABACAXI PÉROLA CULTIVADO NO SISTEMA ORGÂNICO DE PRODUÇÃO

AVALIAÇÃO FÍSICO-QUÍMICA E SENSORIAL DE ABACAXI PÉROLA CULTIVADO NO SISTEMA ORGÂNICO DE PRODUÇÃO AVALIAÇÃO FÍSICO-QUÍMICA E SENSORIAL DE ABACAXI PÉROLA CULTIVADO NO SISTEMA ORGÂNICO DE PRODUÇÃO R. C. Reis 1, E. S. Viana 1, T. R. P. Pádua 1, N. A. Oliveira 1. 1-Laboratório de Ciência e Tecnologia de

Leia mais

ELABORAÇÃO E AVALIAÇÃO SENSORIAL DE IOGURTES INTEGRAIS BATIDO SABOR FRUTOS DO BRASIL

ELABORAÇÃO E AVALIAÇÃO SENSORIAL DE IOGURTES INTEGRAIS BATIDO SABOR FRUTOS DO BRASIL ELABORAÇÃO E AVALIAÇÃO SENSORIAL DE IOGURTES INTEGRAIS BATIDO SABOR FRUTOS DO BRASIL Talles Augusto Silva Santos¹ (IC)*, Cláudia Peixoto Bueno² (PQ), Cássia Santos Lima² (PQ), Maisa Rocha Rodrigues³ (IC),

Leia mais

Produção e estudo da aceitabilidade sensorial do licor de jambo vermelho

Produção e estudo da aceitabilidade sensorial do licor de jambo vermelho Produção e estudo da aceitabilidade sensorial do licor de jambo vermelho Luana Gomes Cordeiro 1, Yan de Medeiros Garcia 2 1 Professora Mestre do Instituto Federal do Rio Grande do Norte - IFRN Campus Currais

Leia mais

Utilização de maracujá integral no desenvolvimento de sobremesa láctea (flan) e avaliação de suas características físico-químicas e sensorial.

Utilização de maracujá integral no desenvolvimento de sobremesa láctea (flan) e avaliação de suas características físico-químicas e sensorial. Utilização de maracujá integral no desenvolvimento de sobremesa láctea (flan) e avaliação de suas características físico-químicas e sensorial. Jéssica Ribeiro HENRIQUE 1* ; Sonia de Oliveira Duque PACIULLI

Leia mais

Desenvolvimento de massa de pizza enriquecida com feijão-caupi (Vignaunguiculata (L.) Walp.)

Desenvolvimento de massa de pizza enriquecida com feijão-caupi (Vignaunguiculata (L.) Walp.) MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO PIAUÍ PRÓ-REITORIA DE PESQUISA- PROPESQ COORDENAÇÃO DE INOVAÇÃO TECNOLÓGICA CITEC Programaa Institucional de Bolsa em Desenvolvimento Tecnológico e Inovação

Leia mais

PERFIL DE SABOR DO CAFÉ CONILON OBTIDO POR DIFERENTES FORMAS DE MANEJO

PERFIL DE SABOR DO CAFÉ CONILON OBTIDO POR DIFERENTES FORMAS DE MANEJO PERFIL DE SABOR DO CAFÉ CONILON OBTIDO POR DIFERENTES FORMAS DE MANEJO A. C. Z. VENTURIN 1, L.S.ARRIECHE 2* 1 Aluna de Engenharia Química, participante do PIVIC/PIIC 2013-2014, Universidade Federal do

Leia mais

Avaliação da aceitação da aparência e aroma de bolinha de queijo (sem glúten) elaborada com a semente da jaca (Artocarpus integrifólia L.

Avaliação da aceitação da aparência e aroma de bolinha de queijo (sem glúten) elaborada com a semente da jaca (Artocarpus integrifólia L. Avaliação da aceitação da aparência e aroma de bolinha de queijo (sem glúten) elaborada com a semente da jaca (Artocarpus integrifólia L.) Carla Milena de Souza Silva 1, Marcela Melo da Conceição Vasconcelos

Leia mais

APLICAÇÃO DE ÓLEOS E GORDURAS DE RELEVÂNCIA NUTRICIONAL EM PRODUTOS DE PANIFICAÇÃO. da Silva e Elisa Makiyama Kim FEA-UNICAMP

APLICAÇÃO DE ÓLEOS E GORDURAS DE RELEVÂNCIA NUTRICIONAL EM PRODUTOS DE PANIFICAÇÃO. da Silva e Elisa Makiyama Kim FEA-UNICAMP APLICAÇÃO DE ÓLEOS E GORDURAS DE RELEVÂNCIA NUTRICIONAL EM PRODUTOS DE PANIFICAÇÃO Caroline Joy Steel,, Rafaela Damázio da Silva e Elisa Makiyama Kim DTA-FEA FEA-UNICAMP Roteiro Importância nutricional

Leia mais

DESENVOLVIMENTO E AVALIAÇÃO SENSORIAL DE FAROFA A BASE DE SOJA TEXTURIZADA

DESENVOLVIMENTO E AVALIAÇÃO SENSORIAL DE FAROFA A BASE DE SOJA TEXTURIZADA DESENVOLVIMENTO E AVALIAÇÃO SENSORIAL DE FAROFA A BASE DE SOJA TEXTURIZADA Giovanna CERQUEIRA 1 ; Paula C. BORGES 2 ; Renata A. MOREIRA 3 ; Lucas P. S. SANTOS 4 ; Cristiane F. GRIS 5 ; Vinícius C. MANOEL

Leia mais

Avaliação dos Atributos Sensoriais de Umbuzada (Spondias tuberosa Arruda Câmara)

Avaliação dos Atributos Sensoriais de Umbuzada (Spondias tuberosa Arruda Câmara) Avaliação dos Atributos Sensoriais de Umbuzada (Spondias tuberosa Arruda Câmara) Fernanda Fernandes Pinheiro da Costa 1, Nataly Roberta Bezerra Santana 2, Joabis Nobre Martins 3, Luciana Façanha Marques

Leia mais

Formulação, preparação, e avaliação sensorial de hambúrguer da carne de caprinos de descarte com diferentes teores da gordura

Formulação, preparação, e avaliação sensorial de hambúrguer da carne de caprinos de descarte com diferentes teores da gordura Formulação, preparação, e avaliação sensorial de hambúrguer da carne de caprinos de descarte com diferentes teores da gordura Franky Soedirlan Resosemito 1, José Carlos Quadros Morais 2, Taisa Layane Salazar

Leia mais

DESENVOLVIMENTO E AVALIAÇÃO SENSORIAL DE MACARRÃO SEM GLÚTEN 1 DEVELOPMENT AND SENSORY EVALUATION OF GLUTEN FREE PASTA

DESENVOLVIMENTO E AVALIAÇÃO SENSORIAL DE MACARRÃO SEM GLÚTEN 1 DEVELOPMENT AND SENSORY EVALUATION OF GLUTEN FREE PASTA DESENVOLVIMENTO E AVALIAÇÃO SENSORIAL DE MACARRÃO SEM GLÚTEN 1 DEVELOPMENT AND SENSORY EVALUATION OF GLUTEN FREE PASTA Aline Raquel Pieniz 2, Luísa Glowacki Minetto 3, Jean Gabriel Regis 4, Jaqueline De

Leia mais

Qualidade de grãos de duas cultivares de arroz de terras altas produzidas em Minas Gerais

Qualidade de grãos de duas cultivares de arroz de terras altas produzidas em Minas Gerais Seminário de Iniciação Científica e Tecnológica, 7., 2010, Belo Horizonte Qualidade de grãos de duas cultivares de arroz de terras altas produzidas em Minas Gerais Iracema Clara Alves Luz (1), João Roberto

Leia mais

SORVETE DE MORANGO À BASE DE EXTRATO DE SOJA STRAWBERRY ICE CREAM SOY BASED

SORVETE DE MORANGO À BASE DE EXTRATO DE SOJA STRAWBERRY ICE CREAM SOY BASED SORVETE DE MORANGO À BASE DE EXTRATO DE SOJA ANGELA CRISTINA ALMEIDA SILVA E SILVA 1 ; CAMILA IZIDORIO RANGEL 1 ; FLÁVIA RAMOS PINTO 1 ; GABRIELA RIBEIRO PEREIRA 1 ; ROSANE ALMEIDA DA CRUZ OLIVEIRA MANTOANO

Leia mais

AVALIAÇÃO FISICO-QUÍMICA DE BEBIDAS LACTEAS PRODUZIDAS NA REGIÃO DO SERTÃO PERNAMBUCANO E COMERCIALIZADAS EM SALGUEIRO-PE Apresentação: Pôster

AVALIAÇÃO FISICO-QUÍMICA DE BEBIDAS LACTEAS PRODUZIDAS NA REGIÃO DO SERTÃO PERNAMBUCANO E COMERCIALIZADAS EM SALGUEIRO-PE Apresentação: Pôster AVALIAÇÃO FISICO-QUÍMICA DE BEBIDAS LACTEAS PRODUZIDAS NA REGIÃO DO SERTÃO PERNAMBUCANO E COMERCIALIZADAS EM SALGUEIRO-PE Apresentação: Pôster Rita de Cássia Cruz Gondim 1 ; Acilene Santos do Nacimento

Leia mais

AVALIAÇÃO SENSORIAL DE BARRAS DE CEREAIS COM PASSAS DE MIRTILO (Vaccinium ashei Reade) COM E SEM DESIDRATAÇÃO OSMÓTICA

AVALIAÇÃO SENSORIAL DE BARRAS DE CEREAIS COM PASSAS DE MIRTILO (Vaccinium ashei Reade) COM E SEM DESIDRATAÇÃO OSMÓTICA AVALIAÇÃO SENSORIAL DE BARRAS DE CEREAIS COM PASSAS DE MIRTILO (Vaccinium ashei Reade) COM E SEM DESIDRATAÇÃO OSMÓTICA PERTUZATTI, Paula Becker 1 ; CORRÊA, Fernanda Villar 1 ; DE MORAES, Jaqueline Oliveira

Leia mais

ELABORAÇÃO DE BISCOITOS TIPO COOKIE DE CHOCOLATE ENRIQUECIDO COM FARINHA DE COCO

ELABORAÇÃO DE BISCOITOS TIPO COOKIE DE CHOCOLATE ENRIQUECIDO COM FARINHA DE COCO ELABORAÇÃO DE BISCOITOS TIPO COOKIE DE CHOCOLATE ENRIQUECIDO COM FARINHA DE COCO M.K.D.A. BARROSO 3, W.K.D.S. GOMES 1, T.T.D. SOUSA 2, A.R.A.BRAZ 4, R.A.ZAMBELLI 5, D.S. FERREIRA 6 1- Departamento de Tecnologia

Leia mais

APLICAÇÃO DE DIFERENTES TÉCNICAS ESTATÍSTICAS NA INTERPRETAÇÃO DE DADOS ORIUNDOS DE ANALISE SENSORIAL DE DOCE EM MASSA DE BANANA PRATA

APLICAÇÃO DE DIFERENTES TÉCNICAS ESTATÍSTICAS NA INTERPRETAÇÃO DE DADOS ORIUNDOS DE ANALISE SENSORIAL DE DOCE EM MASSA DE BANANA PRATA APLICAÇÃO DE DIFERENTES TÉCNICAS ESTATÍSTICAS NA INTERPRETAÇÃO DE DADOS ORIUNDOS DE ANALISE SENSORIAL DE DOCE EM MASSA DE BANANA PRATA Lima, R.L.¹; Martins, G.A.S.² 1 Aluna do Curso de Engenharia de Alimentos;

Leia mais

ELABORAÇÃO DE QUEIJO PETIT SUISSE COM ADIÇÃO DE FARINHA E POLPA DE MARACUJÁ

ELABORAÇÃO DE QUEIJO PETIT SUISSE COM ADIÇÃO DE FARINHA E POLPA DE MARACUJÁ ELABORAÇÃO DE QUEIJO PETIT SUISSE COM ADIÇÃO DE FARINHA E POLPA DE MARACUJÁ A. Cirolini¹, V. P. da Rosa¹, L.B. Pereira 1, J.B. Bertazzo 1, D.C Pereira 1, M.D. Nora 1, M.Coradini 1 1-Colégio Politécnico

Leia mais

ACEITAÇÃO DE PÃES DO TIPO FRANCÊS COM TEOR REDUZIDO DE SÓDIO

ACEITAÇÃO DE PÃES DO TIPO FRANCÊS COM TEOR REDUZIDO DE SÓDIO ACEITAÇÃO DE PÃES DO TIPO FRANCÊS COM TEOR REDUZIDO DE SÓDIO Torrezan R 1, Freitas-Sá DGC 1, Takeiti CY 1, Galdeano MC 1, Minguita A de P 1, Oliveira F. C de 1 1 Embrapa Agroindústria de Alimentos Introdução

Leia mais

AVALIAÇÃO SENSORIAL DE DOCE A BASE DA POLPA, CASCA E ALBEDO DO MARACUJÁ

AVALIAÇÃO SENSORIAL DE DOCE A BASE DA POLPA, CASCA E ALBEDO DO MARACUJÁ AVALIAÇÃO SENSORIAL DE DOCE A BASE DA POLPA, CASCA E ALBEDO DO MARACUJÁ Raísa Maria Emanuelle Cunha Costa¹, Verônica Nicácio Placido 2, Monna Mikaella Silva Mendonça ¹, Naiara Almeida Campos Nogueira¹

Leia mais

APROVEITAMENTO DO SORO PARA A PRODUÇÃO DE PÃES DE QUEIJO

APROVEITAMENTO DO SORO PARA A PRODUÇÃO DE PÃES DE QUEIJO APROVEITAMENTO DO SORO PARA A PRODUÇÃO DE PÃES DE QUEIJO Giselly Samara de Carvalho 1, Letícia Mariano da Silva 2, Karyne Oliveira Coelho 3, Cláudia Peixoto Bueno 4, Rodrigo Balduíno Soares Neves 4 1 Acadêmica

Leia mais

ANÁLISE SENSORIAL DE BISCOITOS ELABORADOS COM FARINHA DE LINHAÇA

ANÁLISE SENSORIAL DE BISCOITOS ELABORADOS COM FARINHA DE LINHAÇA ANÁLISE SENSORIAL DE BISCOITOS ELABORADOS COM FARINHA DE LINHAÇA AUTORES Ariane TORRES Discente da União das Faculdades dos Grandes Lagos UNILAGO Sabrina Neves CASAROTTI Docente da União das Faculdades

Leia mais