VARIAÇÕES CLONAIS EM CULTURA DE TECIDOS DE Phyllanthus tenellus ROXB., UMA PLANTA MEDICINAL

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "VARIAÇÕES CLONAIS EM CULTURA DE TECIDOS DE Phyllanthus tenellus ROXB., UMA PLANTA MEDICINAL"

Transcrição

1 ISSN Volume 4 Número VARIAÇÕES CLONAIS EM CULTURA DE TECIDOS DE Phyllanthus tenellus ROXB., UMA PLANTA MEDICINAL Cristiane Pimentel Victório ; Celso Luiz Salgueiro Lage RESUMO - O padrão de desenvolvimento in vitro de Phyllanthus tenellus foi avaliado, considerando as características fenotípicas: número de brotos, altura do broto, número de ramos, tamanho dos ramos, número de folíolos e enraizamento, com o objetivo de verificar as variações clonais e selecionar genótipos superiores para seguir com os subcultivos por propagação vegetativa in vitro. A partir da germinação in vitro, foram selecionados dois clones C 4 e C. O clone C apresentou características morfogênicas melhores que o C 4 durante 6 dias, quando ocorreu o esgotamento dos nutrientes do meio de cultura e a senescência foliar. Unitermos: genótipos superiores, quebra-pedra, micropropagação, propagação clonal CLONAL VARIATIONS IN TISSUE CULTURES OF Phyllanthus tenellus ROXB., A MEDICINAL PLANT ABSTRACT In vitro development pattern of Phyllanthus tenellus was evaluated, considering phenotypical features as shoot number, shoot height, branch number, branch length, leaflets number and rooting, aiming to verify the clonal variations and to choose superior genotypes to continue with in vitro subcultures by vegetative propagation. Two clones were chosen after in vitro germination C 4 and C. The C clone presented better morphogenic features than C 4 along 6-day, when occurred the depletion of nutrient medium and leaf senescence. Uniterms: clonal propagation, micropropagation, plant tissue culture, superior genotypes INTRODUÇÃO As variações entre indivíduos da mesma espécie, quando desenvolvido em mesmo ambiente, evidenciam diferenças intrínsecas no DNA que caracteriza diferentes padrões no desenvolvimento vegetal. A seleção de genótipos superiores é possível na observação de características fenotípicas ao longo do desenvolvimento. A técnica de cultura de tecidos vegetais tem sido bastante utilizada na seleção de genótipos superiores devido à praticidade na produção clonal de plantas em grande quantidade por um período curto e em um espaço reduzido em comparação ao tempo de cultivo em campo. O desenvolvimento de órgãos in vitro é limitado por fatores como genótipo, tipo de explante e composição do meio de cultura, relevantes para o sucesso da via de regeneração (Brown & Charlwood, 99). O gênero Phyllanthus (Phyllanthaceae), conhecido como quebra-pedra, compreende cerca de 75 espécies distribuídas nas regiões tropicais e subtropicais. Nas Américas, principalmente no Caribe e Brasil, existem cerca de espécies amplamente distribuídas (Calixto et al., 998). Várias espécies do gênero são utilizadas para fins de tratamento renal, e, comprovadamente, o chá de quebra-pedra age impedindo a agregação dos cristais de oxalato de cálcio por alterar a polaridade e estrutura dos cristais, evitando a formação ou aumento do cálculo renal o que caracteriza uma Bióloga, Doutora em Ciências Biológicas (Biofísica). UFRJ/IBCCF/ Laboratório de Fisiologia Vegetal/CCS. Endereço para correspondência: Bloco G, Av. Carlos Chagas Filho, s/n, Cidade Universitária, Ilha do Fundão, 94-9, Rio de Janeiro - RJ, Físico, Doutor em Ciências Biológicas (Biofísica). UFRJ/IBCCF/Laboratório de Fisiologia Vegetal, CCS,

2 ISSN Volume 4 Número ação preventiva eficiente; além de relaxar o sistema urinário, facilitando a eliminação das pedras dos rins (Schor, ). Estudos etnofarmacológicos mostram que folhas de quebra-pedra são bastante utilizadas pela população carente do Rio de Janeiro, que freqüenta feiras-livres e o Mercadão de Madureira, no intuito de tratar enfermidades renais e hepáticas (Branquinho, 999). A demanda pela utilização popular e os efeitos terapêuticos desta planta justificam a viabilização de matéria-prima fidedigna e de qualidade. Este trabalho se constitui na seleção de clones de Phyllanthus tenellus para uma série de estudos de avaliação de variáveis como reguladores de crescimento vegetal, qualidade e quantidade de luz e produção de mudas padronizadas para utilização como matéria-prima em fitoterápicos. MATERIAL E MÉTODOS Exemplar da espécie Phyllanthus tenellus Roxb., fonte das sementes utilizadas neste trabalho, foi identificado e está depositado no Herbário do Museu Nacional do Rio de Janeiro, sob o número R 87. Segmentos nodais obtidos de plantas germinadas in vitro foram inoculados em meio MS (Murashige & Skoog, 96) modificado, com redução à metade das concentrações de NH 4 NO e KNO que contêm nitrogênio (MS½N) (Victório & Lage, 9a), acrescido de g.l - de sacarose, vitaminas (tiamina HCl -, µm, piridoxina µm e ácido nicotínico - 4,µM), mio-inositol -,6 mm e 7,8 g.l - agar, ph ajustado para 5,8±,. Após germinação, as plântulas oriundas de cada semente foram separadas para subcultivos no mesmo meio anteriormente especificado. A partir do terceiro subcultivo, dois clones foram selecionados pela aparência para acompanhamento quanto ao desenvolvimento: C 4 e C, denominados assim por originarem da 4ª e ª semente a germinar. O delineamento experimental foi inteiramente casualizado e consistiu em três conjuntos contendo 5 explantes, para cada clone. As culturas foram mantidas em sala de crescimento, com temperatura controlada a 5 ± ºC, fotoperíodo de 6h, sob lâmpada fluorescente Sylvania (F W, T-) que proporcionavam a intensidade luminosa de µmol.m -.s -. Foram avaliados os parâmetros numero de brotos, altura dos brotos, número de ramos, tamanho dos ramos, número de folíolos e percentagem de enraizamento. As análises para porcentagem de enraizamento foram realizadas através do teste da diferença entre duas porcentagens (P e P ). Os dados dos demais parâmetros foram submetidos à análise de variância (ANOVA) e as médias, comparadas pelo teste de Tukey a 5% de significância. RESULTADOS E DISCUSSÃO Observou-se que os clones responderam de forma diferente, Figura, ao cultivo in vitro. O apresentou vantagens no desenvolvimento morfogênico, com os melhores resultados absolutos registrados para todos os parâmetros avaliados, apesar de apresentar diferença estatística significativa apenas para o parâmetro número de ramos. A avaliação de clones de P. tenellus é inédita, embora a germinação in vitro e a avaliação inicial de plântulas por 5 dias, após a germinação, já tenha sido feito, permitindo verificar que a redução dos macronutrientes nitrogenados do meio MS favoreceu o desenvolvimento in vitro da espécie (Victório & Lage, 9a).

3 4 ISSN Volume 4 Número. 6 * 5 número de brotos altura dos brotos número de ramos 4.. tamanho dos ramos número de folíolos raiz (%) Figura - Morfogênese de plantas in vitro de Phyllanthus tenellus cultivados por 6 dias em meio MS. As médias foram avaliadas por ANOVA e teste de Tukey. *Indica diferenças estatísticas, p<,5, n 45. O crescimento das plantas em altura foi contínuo até 6 dias, mostrando a cada intervalo de dias o crescimento médio de %. Aos 6 dias, apesar de continuarem a crescer, as culturas foram subcultivadas em novo meio, anteriormente descrito, em função do esgotamento do meio e da senescência da parte aérea. Altura dos brotos (cm) Idade da planta (dias) Figura - Altura das plantas de Phyllanthus tenellus provenientes de cultura de tecidos. Médias obtidas durante o tempo de cultivo de, 4 e 6 dias (n 45). Planta com 6 dias de cultivo in vitro em meio MS½N. Barra= cm.

4 5 ISSN Volume 4 Número Apesar de ser discutida a fidelidade genética dos clones (Lushai & Loxdale, ), a propagação clonal diminui as variações intraespecíficas e com isso viabiliza a obtenção de plantas mais homogêneas quanto às características morfológicas e, aos perfis químicos dos metabólitos especiais. Outra ponto que se discute é a estabilidade do clone, visto que em culturas, as alterações epigenéticas podem ocorrer diversificando as respostas dos explantes, em função dos tratamentos utilizados em cultura de tecidos (Erig & Schuch, ). No entanto, a técnica de cultura de tecidos vegetais é bastante utilizada na seleção de genótipos superiores como forma de homogeneizar as respostas fenotípicas (Silva et al., 6; Victório & Lage, 9b). Além disso, a integridade genética dos clones tem sido conservada em várias culturas (Gavidia et al., 996). Mas vale ressaltar, que dependendo do objetivo de se estabelecer uma cultura in vitro, como na restauração de ambientes naturais degradados, a propagação clonal não é o ideal, visto que no meio ambiente as variações genotípicas oferecem vantagens na sobrevivência da biota. A avaliação do período de crescimento das plantas de P. tenellus foi fundamental para o sucesso da micropropagação, já que as plantas in vitro dependem das condições físicas de exposição à luz, temperatura e umidade, além das condições nutricionais do meio. O tempo entre 4 e 6 dias se mostrou ideal, para se evitar a senescência e a deficiência nutricional. CONCLUSÃO A avaliação dos clones obtidos por diferentes sementes e a obtenção de um grupo de indivíduos genotipicamente uniformes norteou os estudos futuros com a espécie P. tenellus no intuito de produzir matéria-prima em larga escala, analisar a produção de substâncias fenólicas como os taninos, bastante presentes nesta espécie, e avaliar o efeito de fatores físicos e químicos na melhoria das características morfológicas e químicas de P. tenellus. AGRADECIMENTOS CAPES e FINEP devido ao suporte financeiro, e a CAPES pela bolsa de mestrado da primeira autora. REFERÊNCIAS Brown, J.T.; Charlwood, B.V. (99) Organogenesis in callus culture. In: Pollard, J.W.; Walker, J.M. Plant cell and tissue culture. New Jersey: Humana Press, p Branquinho, F.T.B. (999) Da química da erva nos saberes popular e científico. (Tese de Doutorado) - Departamento de Sociologia do Instituto de Filosofia e Ciências Sociais, Universidade Estadual de Campinas, São Paulo-SP. Calixto, J.B.; Santos, A.R.S.; Cequinel Filho, V.; Yunes, R.A. (998) A review of the plants of the genus Phyllanthus: their chemistry, pharmacology and terapeutic potential. Medical Research Review, 8: Erig, A.C.; Schuch, M.W. (). Avaliação da fidelidade genotípica por marcadores RAPDs de brotações de pereira (Pyrus communis L.) cv. Carrick, regeneradas in vitro. Ciência Rural, (): Gavidia, I.; Agudo, L.C.; Pérez-Bermúdez, P. (996). Selection and long-term cultures of highyelding Digitalis obscura plants: RAPD markers for analysis of genetic stability. Plant Science, :97-5.

5 6 ISSN Volume 4 Número Lushai, G.; Loxdale, H. D. (). The biological improbability of a clone. Genetic Research Cambridge, 79:-9. Murashige, T.; Skoog, F. (96). A revised medium for rapid growth and bioassays with tobacco tissue cultures. Physiology Plantarum, 5: Schor, N. () Pedras sobre controle. Revista FAPESP [on line], Edição 7, nov. - Acesso em de abril de. Silva, S.; Lage, C.L.S.; Esquibel, M.A.; San Gil, R.A.S.; Sato, A. (6). In vitro propagation of Melissa officinalis L. and production of essential oil. Plant Cell, Culture & Micropropagation., (): 5-6. Victório, C.P.; Lage, C.L.S. (9a). Light quality effects on in vitro germination and initial development of Phyllanthus tenellus. Revista Ciência Agronômica, 4:4-45. Victório, C.P.; Lage, C.L.S. (9b). Germinação e desenvolvimento pós-germinativo in vitro de Calendula officinalis L. sob diferentes qualidades de luz. Revista de Biologia e Farmácia, :8-87.

20º Seminário de Iniciação Científica e 4º Seminário de Pós-graduação da Embrapa Amazônia Oriental ANAIS. 21 a 23 de setembro

20º Seminário de Iniciação Científica e 4º Seminário de Pós-graduação da Embrapa Amazônia Oriental ANAIS. 21 a 23 de setembro 20º Seminário de Iniciação Científica e 4º Seminário de Pós-graduação ANAIS 21 a 23 de setembro 2016 Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária Embrapa Amazônia Oriental Ministério da Agricultura, Pecuária

Leia mais

EFEITO DA BENZILAMINOPURINA (BAP) NA MICROPROPAGAÇÃO DA VARIEDADE CURIMENZINHA (BGM 611) DE MANDIOCA (Manihot esculenta Crantz)

EFEITO DA BENZILAMINOPURINA (BAP) NA MICROPROPAGAÇÃO DA VARIEDADE CURIMENZINHA (BGM 611) DE MANDIOCA (Manihot esculenta Crantz) EFEITO DA BENZILAMINOPURINA (BAP) NA MICROPROPAGAÇÃO DA VARIEDADE CURIMENZINHA (BGM 611) DE MANDIOCA (Manihot esculenta Crantz) Mariane de Jesus da Silva de Carvalho 1, Antônio da Silva Souza 2, Karen

Leia mais

Produção de Mudas de Abacaxizeiro Pérola Utilizando a Técnica do Estiolamento In Vitro

Produção de Mudas de Abacaxizeiro Pérola Utilizando a Técnica do Estiolamento In Vitro 61 Produção de Mudas de Abacaxizeiro Pérola Utilizando a Técnica do Estiolamento In Vitro Aparecida Gomes de Araujo¹, Milena M. de J. Ribeiro 2, Zilna B. de R. Quirino 3, Ana da S. Lédo 4, Jaci L. Vilanova-Neta

Leia mais

Franca, Mariana Almeida Micropropagação de cana-de-açúcar cultivar RB Mariana Almeida Franca. Curitiba: f. il.

Franca, Mariana Almeida Micropropagação de cana-de-açúcar cultivar RB Mariana Almeida Franca. Curitiba: f. il. F814 Franca, Mariana Almeida Micropropagação de cana-de-açúcar cultivar RB966928. Mariana Almeida Franca. Curitiba: 2016. 64 f. il. Orientador: João Carlos Bespalhok Filho Dissertação (Mestrado) Universidade

Leia mais

Indução e crescimento de calos em explantes foliares de hortelã-docampo

Indução e crescimento de calos em explantes foliares de hortelã-docampo Indução e crescimento de calos em explantes foliares de hortelã-docampo Priscila P. Botrel ; Juliana F. Sales,2 ; José E. B. P. Pinto ; Fabiano G. Silva,3 ; Vivian E. Nascimento ; Suzan K. V. Bertolucci.

Leia mais

INFLUÊNCIA DO MEIO DE CULTURA E DE UM FERTILIZANTE SOLÚVEL NA MICROPROPAGAÇÃO DA MANDIOCA (Manihot esculenta Crantz)

INFLUÊNCIA DO MEIO DE CULTURA E DE UM FERTILIZANTE SOLÚVEL NA MICROPROPAGAÇÃO DA MANDIOCA (Manihot esculenta Crantz) INFLUÊNCIA DO MEIO DE CULTURA E DE UM FERTILIZANTE SOLÚVEL NA MICROPROPAGAÇÃO DA MANDIOCA (Manihot esculenta Crantz) Mariane de Jesus da Silva de Carvalho 1, Antônio da Silva Souza 2, Mariana Conceição

Leia mais

Anais do Seminário de Bolsistas de Pós-Graduação da Embrapa Amazônia Ocidental

Anais do Seminário de Bolsistas de Pós-Graduação da Embrapa Amazônia Ocidental Anais do Seminário de Bolsistas de Pós-Graduação da Embrapa Amazônia Ocidental Anais do Seminário de Bolsistas de Pós-Graduação da Embrapa Amazônia Ocidental Propagação Vegetativa de Piper hispidum Sw.

Leia mais

ESTABELECIMENTO IN VITRO

ESTABELECIMENTO IN VITRO ESTABELECIMENTO IN VITRO DE CANA-DE-AÇÚCAR. Paulo Sérgio Gomes da Rocha 1 ; Antonio Sergio do Amaral 1 ; Amito José Teixeira 1, Mayara Luana Coser Zonin 2 ; Sergio Delmar dos Anjos 3. INTRODUÇÃO O estabelecimento

Leia mais

Desenvolvimento in vitro de Ocimum selloi

Desenvolvimento in vitro de Ocimum selloi Desenvolvimento in vitro de Ocimum selloi em diferentes variações do meio de cultivo MS Lucila Elizabeth Fragoso Monfort 1 ; Ivan Caldeira Almeida Alvarenga 1 ; Carolina Mariane Moreira 1 ; José Eduardo

Leia mais

Revista Ciência Agronômica ISSN: Universidade Federal do Ceará Brasil

Revista Ciência Agronômica ISSN: Universidade Federal do Ceará Brasil Revista Ciência Agronômica ISSN: 0045-6888 ccarev@ufc.br Universidade Federal do Ceará Brasil Pimentel Victório, Cristiane; Salgueiro Lage, Celso Luiz Efeitos da qualidade de luz na germinação e desenvolvimento

Leia mais

ESTABELECIMENTO DE CÉLULAS EMBRIOGÊNICAS PARA REGENERAÇÃO DO ALGODOEIRO *

ESTABELECIMENTO DE CÉLULAS EMBRIOGÊNICAS PARA REGENERAÇÃO DO ALGODOEIRO * ESTABELECIMENTO DE CÉLULAS EMBRIOGÊNICAS PARA REGENERAÇÃO DO ALGODOEIRO * Julita Maria Frota Chagas Carvalho (Embrapa Algodão / julita@cnpa.embrapa.br ), Maria Jaislanny Lacerda e Medeiros (Universidade

Leia mais

Analista da Embrapa Mandioca e Fruticultura, Caixa Postal 007, , Cruz das Almas, BA. 2

Analista da Embrapa Mandioca e Fruticultura, Caixa Postal 007, , Cruz das Almas, BA.   2 ANÁLISE COMPORTAMENTAL DE UM ACESSO DE MANDIOCA (Manihot esculenta Crantz) EM RELAÇÃO A DOIS TIPOS DE MEIO DE CULTURA E DOSES DE UM FERTILIZANTE SOLÚVEL COMERCIAL Karen Cristina Fialho dos Santos 1, Antônio

Leia mais

MICROPROPAGAÇÃO E ACLIMATAÇÃO DE PLÂNTULAS DE MORANGUEIRO. Palavras chaves: Micropropagação. Isolamento de meristema. Explante. Mudas sadias.

MICROPROPAGAÇÃO E ACLIMATAÇÃO DE PLÂNTULAS DE MORANGUEIRO. Palavras chaves: Micropropagação. Isolamento de meristema. Explante. Mudas sadias. MICROPROPAGAÇÃO E ACLIMATAÇÃO DE PLÂNTULAS DE MORANGUEIRO Tamires Oviedo 1, Fabiana Raquel Mühl 2, Neuri Antonio Feldmann 3, Anderson Rhoden 3 Palavras chaves: Micropropagação. Isolamento de meristema.

Leia mais

Germinação in vitro de Sementes de Mandacaruzinho

Germinação in vitro de Sementes de Mandacaruzinho 303 Germinação in vitro de Sementes de Mandacaruzinho Germinação in vitro de Sementes de Mandacaruzinho In vitro germination of seeds of mandacaruzinho Amanda Pricilla Batista Santos 1 ; Luma dos Passos

Leia mais

XIX CONGRESSO DE PÓS-GRADUAÇÃO DA UFLA 27 de setembro a 01 de outubro de 2010

XIX CONGRESSO DE PÓS-GRADUAÇÃO DA UFLA 27 de setembro a 01 de outubro de 2010 AVALIAÇÃO DE DIFERENTES TEMPOS DE IMERSÃO E S DA SOLUÇÃO DE HIPOCLORITO DE SÓDIO NA ASSEPSIA DE EXPLANTES FOLIARES DE ATROVERAN Ocimum selloi Benth. LUCILA ELIZABETH FRAGOSO MONFORT 1 ; CAROLINA MARIANE

Leia mais

INFLUÊNCIA DA DESINFESTAÇÃO E MEIO DE CULTURA NA GERMINAÇÃO E DESENVOLVIMENTO IN VITRO DE Prosopis affinis Sprenger 1

INFLUÊNCIA DA DESINFESTAÇÃO E MEIO DE CULTURA NA GERMINAÇÃO E DESENVOLVIMENTO IN VITRO DE Prosopis affinis Sprenger 1 INFLUÊNCIA DA DESINFESTAÇÃO E MEIO DE CULTURA NA GERMINAÇÃO E DESENVOLVIMENTO IN VITRO DE Prosopis affinis Sprenger 1 ROCHA, Bruna Nery 2 ; LÖBLER, Lisiane 2 ; MARTINS, Carlos Roberto 3 1 Trabalho de Pesquisa

Leia mais

Efeito das concentrações de vitaminas e reguladores de crescimento no superbrotamento da cultivar BRS-verde

Efeito das concentrações de vitaminas e reguladores de crescimento no superbrotamento da cultivar BRS-verde REVISTA DE BIOLOGIA E CIÊNCIAS DA TERRA ISSN 1519-5228 Volume 8 - Número 2-2º Semestre 2008 Efeito das concentrações de vitaminas e reguladores de crescimento no superbrotamento da cultivar BRS-verde Nara

Leia mais

PROPAGAÇÃO VEGETATIVA DE ABACATEIRO (Persea sp.), POR ESTAQUIA(1)

PROPAGAÇÃO VEGETATIVA DE ABACATEIRO (Persea sp.), POR ESTAQUIA(1) PROPAGAÇÃO VEGETATIVA DE ABACATEIRO (Persea sp.), POR ESTAQUIA(1) Samar Velho da Silveira(2) Paulo Vítor Dutra de Souza(3) Otto Carlos KoIler(4) (1) Estudo financiado pela FINEP. (2) Eng. Agr., aluno do

Leia mais

TOLERÂNCIA DE CULTIVARES DE MAMONEIRA À TOXICIDADE DE ALUMÍNIO EM SOLUÇÃO NUTRITIVA.

TOLERÂNCIA DE CULTIVARES DE MAMONEIRA À TOXICIDADE DE ALUMÍNIO EM SOLUÇÃO NUTRITIVA. TOLERÂNCIA DE CULTIVARES DE MAMONEIRA À TOXICIDADE DE ALUMÍNIO EM SOLUÇÃO NUTRITIVA Adriana Rodrigues Passos 1, Simone Alves Silva 1, Fernando Irajá Félix de Carvalho 2, Irineu Hartwig 2, Maraísa Crestani

Leia mais

Protocolo para micropropagação de marmeleiro BA29 em meio semissólido

Protocolo para micropropagação de marmeleiro BA29 em meio semissólido DOI: 10.5965/223811711532016266 Protocolo para micropropagação de marmeleiro BA29 em meio semissólido Protocol for micropropagation of quince BA29 in semisolid media Fernanda Grimaldi *, Aline Meneguzzi,

Leia mais

CARACTERIZAÇÃO MORFOLÓGICA DE TAMAREIRAS DE PROPAGAÇÃO POR SEMENTES

CARACTERIZAÇÃO MORFOLÓGICA DE TAMAREIRAS DE PROPAGAÇÃO POR SEMENTES CARACTERIZAÇÃO MORFOLÓGICA DE TAMAREIRAS DE PROPAGAÇÃO POR SEMENTES Resumo A tamareira (Phoenix dactylifera L.) é uma palmeira (Arecaceae), que corresponde a uma das mais antigas árvores frutíferas associadas

Leia mais

Estabelecimento in vitro de aroeira da praia (Schinus terebinthifolius Raddi) em diferentes concentrações de 6-benzilaminopurina (BAP)

Estabelecimento in vitro de aroeira da praia (Schinus terebinthifolius Raddi) em diferentes concentrações de 6-benzilaminopurina (BAP) 300 Estabelecimento in vitro de aroeira da praia (Schinus terebinthifolius Raddi) em diferentes concentrações de 6-benzilaminopurina (BAP) PAIVA, A.M.S. * ; ALOUFA, M.A.I. Universidade Federal do Rio Grande

Leia mais

Concentrações de BAP sobre a proliferação in vitro de brotos de Lippia alba [(Mill.)N.E.Brown]

Concentrações de BAP sobre a proliferação in vitro de brotos de Lippia alba [(Mill.)N.E.Brown] 149 Concentrações de BAP sobre a proliferação in vitro de brotos de Lippia alba [(Mill.)N.E.Brown] ASMAR, S.A.*; RESENDE, R.F.; ARARUNA, E.C.; MORAIS, T.P.; LUZ, J.M.Q. Universidade Federal de Uberlândia

Leia mais

IN VITRO DE AMOREIRA-PRETA CV. TUPY

IN VITRO DE AMOREIRA-PRETA CV. TUPY CLORETO DE Cloreto POTÁSSIO de potássio E e FOSFATO fosfato de sódio DE na multiplicação SÓDIO NA in vitro... MULTIPLICAÇÃO 37 IN VITRO DE AMOREIRA-PRETA CV. TUPY Effect of KCl and NaH 2 O on in vitro

Leia mais

PROPAGAÇÃO IN VITRO DE PORTA-ENXERTO DE MACIEIRA (MALUS PRUNIFOLIA) CV. MARUBAKAIDO: EFEITO DE BENZILAMINOPURINA E ÁCIDO GIBERÉLICO 1

PROPAGAÇÃO IN VITRO DE PORTA-ENXERTO DE MACIEIRA (MALUS PRUNIFOLIA) CV. MARUBAKAIDO: EFEITO DE BENZILAMINOPURINA E ÁCIDO GIBERÉLICO 1 PROPAGAÇÃO IN VITRO DE PORTA-ENXERTO DE MACIEIRA (MALUS PRUNIFOLIA) CV. MARUBAKAIDO: EFEITO DE BENZILAMINOPURINA E ÁCIDO GIBERÉLICO 1 SOUZA, Letiele Bruck de 2 ; COGO, Maurício Ricardo de Melo 2 ; SANTOS,

Leia mais

BV581 - Fisiologia Vegetal Básica - Desenvolvimento. Aula 12b: Propagação Vegetativa

BV581 - Fisiologia Vegetal Básica - Desenvolvimento. Aula 12b: Propagação Vegetativa BV581 - Fisiologia Vegetal Básica - Desenvolvimento Prof. Marcelo C. Dornelas Aula 12b: Propagação Vegetativa A propagação vegetativa como um processo de manutenção da diversidade Ao contrário da reprodução

Leia mais

Tecnologias para produção de mudas de pequenas frutas e frutas nativas. Márcia Wulff Schuch Prof Titular Fruticultura FAEM/UFPel P PP

Tecnologias para produção de mudas de pequenas frutas e frutas nativas. Márcia Wulff Schuch Prof Titular Fruticultura FAEM/UFPel P PP Tecnologias para produção de mudas de pequenas frutas e frutas nativas Márcia Wulff Schuch Prof Titular Fruticultura FAEM/UFPel P PP Introdução o Pequenas frutas e Frutas nativas Alto potencial econômico

Leia mais

GERMINAÇÃO ASSIMBIÓTICA DE Cyrtopodium saintlegerianum RCHB.F (ORCHIDACEAE: CYRTOPODIINAE)

GERMINAÇÃO ASSIMBIÓTICA DE Cyrtopodium saintlegerianum RCHB.F (ORCHIDACEAE: CYRTOPODIINAE) GERMINAÇÃO ASSIMBIÓTICA DE Cyrtopodium saintlegerianum RCHB.F (ORCHIDACEAE: CYRTOPODIINAE) Daniella Mota SILVA 1 ; Sérgio Tadeu SIBOV 1 ; Luciano Lajovic CARNEIRO; Juliana KLUTHCOUSKI 2 1 Programa de Pós-Graduação

Leia mais

Influência da caseína hidrolisada no cultivo in vitro de Oncidium baueri (Orchidaceae)

Influência da caseína hidrolisada no cultivo in vitro de Oncidium baueri (Orchidaceae) Influência da caseína hidrolisada no cultivo in vitro de Oncidium baueri (Orchidaceae) Influência da caseína hidrolisada no cultivo in vitro de Oncidium baueri (Orchidaceae) Influence of hydrolized casein

Leia mais

QUALIDADE FISIOLÓGICA DE SEMENTES DE MAMONA ACONDICIONADAS EM DIFERENTES EMBALAGENS E ARMAZENADAS SOB CONDIÇÕES CLIMÁTICAS DE CAMPINA GRANDE-PB

QUALIDADE FISIOLÓGICA DE SEMENTES DE MAMONA ACONDICIONADAS EM DIFERENTES EMBALAGENS E ARMAZENADAS SOB CONDIÇÕES CLIMÁTICAS DE CAMPINA GRANDE-PB QUALIDADE FISIOLÓGICA DE SEMENTES DE MAMONA ACONDICIONADAS EM DIFERENTES EMBALAGENS E ARMAZENADAS SOB CONDIÇÕES CLIMÁTICAS DE CAMPINA GRANDE-PB Sandra Maria de Figueiredo 1, Fernanda Fernandes de Melo

Leia mais

Causas de GL IVE TMG PGER IVE TMG PGER

Causas de GL IVE TMG PGER IVE TMG PGER Efeito Alelopático do Óleo Essencial de Citronela (Cymbopogon winterianus) Sobre a Germinação de Sementes de Picão-Preto e de Milho em Diferentes Épocas de Aplicação. MARIA LITA PADINHA CORREA 1, ANA PAULA

Leia mais

Micropropagação de abacaxi ornamental (Ananas comosus var. bracteatus) por meio da indução ao estiolamento e regeneração de plântulas

Micropropagação de abacaxi ornamental (Ananas comosus var. bracteatus) por meio da indução ao estiolamento e regeneração de plântulas 121 Artigo Científico Micropropagação de abacaxi ornamental (Ananas comosus var. bracteatus) por meio da indução ao estiolamento e regeneração de plântulas ANA CRISTINA PORTUGAL PINTO DE CARVALHO 1, EMÍLIA

Leia mais

Produção de Batata-Semente em Sistema de Canteiros.

Produção de Batata-Semente em Sistema de Canteiros. Produção de Batata-Semente em Sistema de Canteiros. Ricardo Monteiro Corrêa 1 ; José Eduardo Brasil Pereira Pinto 1 ; Érika Soares Reis 1, Aline Beraldo Monteiro 1 ; Jorge Henrique Chagas 1 ; Hellen Cristina

Leia mais

Cultivo in vitro de Salvia hispanica L.

Cultivo in vitro de Salvia hispanica L. Artigo original DOI: 105902/2236117015566 Revista Eletrônica em Gestão, Educação e Tecnologia Ambiental Santa Maria, v. 19, n.2, mai-ago. 2015, p. 1555-1560 Revista do Centro de Ciências Naturais e Exatas

Leia mais

EFEITO DO RESÍDUO EXAURIDO DO CULTIVO DE COGUMELOS SOBRE A GERMINAÇÃO DE SEMENTES DE Eucalyptus dunnii

EFEITO DO RESÍDUO EXAURIDO DO CULTIVO DE COGUMELOS SOBRE A GERMINAÇÃO DE SEMENTES DE Eucalyptus dunnii EFEITO DO RESÍDUO EXAURIDO DO CULTIVO DE COGUMELOS SOBRE A GERMINAÇÃO DE SEMENTES DE Eucalyptus dunnii Claudia M. B. F. Maia * O cultivo do cogumelo Agaricus sp. gera um resíduo em avançado estado de compostagem

Leia mais

Camila Soares Rosa Lemes I* José Carlos Sorgato I Jackeline Schultz Soares II Yara Brito Chaim Jardim Rosa I

Camila Soares Rosa Lemes I* José Carlos Sorgato I Jackeline Schultz Soares II Yara Brito Chaim Jardim Rosa I Ciência Rural, Santa Maria, v.46, Meios n.3, de p.499-505, cultivo e sacarose mar, 2016 no crescimento inicial in vitro de Miltonia http://dx.doi.org/10.1590/0103-8478cr20150368 flavescens. 499 ISSN 0103-8478

Leia mais

Nitrato de amônio e nitrato de potássio no desenvolvimento in vitro de embriões somáticos de pupunheiras - NOTA -

Nitrato de amônio e nitrato de potássio no desenvolvimento in vitro de embriões somáticos de pupunheiras - NOTA - Ciência Rural Nitrato Santa de amônio Maria e v40 nitrato n7 de p1655-1659 potássio no jul desenvolvimento 2010 in vitro de embriões somáticos de pupunheiras ISSN 0103-8478 1655 Nitrato de amônio e nitrato

Leia mais

GERMINAÇÃO E INDUÇÃO DA CALOGÊNESE IN VITRO DE COPAÍBA. - UNIVERSIDADE FEDERAL DE VIÇOSA Viçosa - MG CEP: )

GERMINAÇÃO E INDUÇÃO DA CALOGÊNESE IN VITRO DE COPAÍBA. - UNIVERSIDADE FEDERAL DE VIÇOSA Viçosa - MG CEP: ) GERMINAÇÃO E INDUÇÃO DA CALOGÊNESE IN VITRO DE COPAÍBA Rafael Fonsêca Zanotti 1*, Fernanda Raquel Sartor 1, Kátia Ferreira Pôssa 2, Anderson Martins Pilon 1, Claudio Hiroshi Fukushima 1 1 Av. Oraida Mendes

Leia mais

Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária Embrapa Amazônia Oriental Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento

Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária Embrapa Amazônia Oriental Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária Embrapa Amazônia Oriental Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento Embrapa Belém, PA 2014 CARACTERIZAÇÃO FENOLÓGICA DA ESPÉCIE Catharanthus roseus

Leia mais

TÍTULO: EFEITOS DA PROFUNDIDADE DE PLANTIO NA GERMINAÇÃO E PRODUÇÃO DE MASSA DO CAPIM BRAQUIARÃO ADUBADO NO PLANTIO

TÍTULO: EFEITOS DA PROFUNDIDADE DE PLANTIO NA GERMINAÇÃO E PRODUÇÃO DE MASSA DO CAPIM BRAQUIARÃO ADUBADO NO PLANTIO Anais do Conic-Semesp. Volume 1, 2013 - Faculdade Anhanguera de Campinas - Unidade 3. ISSN 2357-8904 TÍTULO: EFEITOS DA PROFUNDIDADE DE PLANTIO NA GERMINAÇÃO E PRODUÇÃO DE MASSA DO CAPIM BRAQUIARÃO ADUBADO

Leia mais

Comparação de Diferentes Sistemas de Cultivo in vitro na Multiplicação e Alongamento de Eucalyptus Saligna Smith

Comparação de Diferentes Sistemas de Cultivo in vitro na Multiplicação e Alongamento de Eucalyptus Saligna Smith Comparação de Diferentes Sistemas de Cultivo in vitro na Multiplicação e Alongamento de Eucalyptus Saligna Smith Caroline Ribeiro Tunes 1 e Gessiel Newton Scheidt 2 1 Aluno do Curso de Biotecnologia; Campus

Leia mais

BIOLOGIA E FISIOLOGIA DE PLANTAS FORRAGEIRAS

BIOLOGIA E FISIOLOGIA DE PLANTAS FORRAGEIRAS BIOLOGIA E FISIOLOGIA DE PLANTAS FORRAGEIRAS A pastagem vista como um ecossistema Crescimento de uma gramínea Crescimento de uma leguminosa Do que as plantas precisam para crescer? Fotossíntese Quanto

Leia mais

Universidade Federal do Ceará Campus Cariri 3 o Encontro Universitário da UFC no Cariri Juazeiro do Norte-CE, 26 a 28 de Outubro de 2011

Universidade Federal do Ceará Campus Cariri 3 o Encontro Universitário da UFC no Cariri Juazeiro do Norte-CE, 26 a 28 de Outubro de 2011 TESTE DE GERMINAÇÃO PARA AVALIAR A QUALIDADE DA SEMENTE DO MILHO PIPOCA Laianny Morais Maia¹, Silvério de Paiva Freitas Júnior², Mikaelle Cavalcante de Brito¹, Cícero Secifram da Silva¹, Edilza Maria Felipe

Leia mais

Efeito de hipoclorito de sódio na desinfestação de meristemas de bastão-do-imperador

Efeito de hipoclorito de sódio na desinfestação de meristemas de bastão-do-imperador Seminário de Iniciação Científica e Tecnológica, 10., 2013, Belo Horizonte Efeito de hipoclorito de sódio na desinfestação de meristemas de bastão-do-imperador Sueli Lourdes Ferreira Tarôco (1), Erivelton

Leia mais

Anais do Congresso de Pesquisa, Ensino e Extensão- CONPEEX (2010)

Anais do Congresso de Pesquisa, Ensino e Extensão- CONPEEX (2010) Anais do Congresso de Pesquisa, Ensino e Extensão- CONPEEX (2010) 5771-5775 AVALIAÇÃO DE GENÓTIPOS DE ARROZ IRRIGADO NO USO DE NITROGÊNIO CARVALHO, Glaucilene Duarte 1 ; DE CAMPOS, Alfredo Borges 2 & FAGERIA,

Leia mais

ENRAIZAMENTO DE ESTACAS SEMI-LENHOSAS DE CEREJEIRA-DO-RIO- GRANDE (EUGENIA INVOLUCRATA DC.) TRATADAS COM ANTIOXIDANTE, FLOROGLUCINOL E AIB

ENRAIZAMENTO DE ESTACAS SEMI-LENHOSAS DE CEREJEIRA-DO-RIO- GRANDE (EUGENIA INVOLUCRATA DC.) TRATADAS COM ANTIOXIDANTE, FLOROGLUCINOL E AIB ENRAIZAMENTO DE ESTACAS SEMI-LENHOSAS DE CEREJEIRA-DO-RIO- GRANDE (EUGENIA INVOLUCRATA DC.) TRATADAS COM ANTIOXIDANTE, FLOROGLUCINOL E AIB Rafaelle da Silva Soares 1 ; Leonardo Cury da Silva 2 ; Paulo

Leia mais

METODOLOGIA PARA SELEÇÃO DE FAMÍLIAS RB DA SÉRIE 07 NAS FASES INICIAIS DO MELHORAMENTO DE CANA-DE-AÇÚCAR

METODOLOGIA PARA SELEÇÃO DE FAMÍLIAS RB DA SÉRIE 07 NAS FASES INICIAIS DO MELHORAMENTO DE CANA-DE-AÇÚCAR UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DE PERNAMBUCO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM AGRONOMIA MELHORAMENTO GENÉTICO DE PLANTAS METODOLOGIA PARA SELEÇÃO DE FAMÍLIAS RB DA SÉRIE 07 NAS FASES INICIAIS DO MELHORAMENTO DE

Leia mais

Caue de Abreu Alvarez (PIBIC/CNPq), Sandremir de Carvalho (Orientador),

Caue de Abreu Alvarez (PIBIC/CNPq), Sandremir de Carvalho (Orientador), OBTENÇÃO DE PLÂNTULAS DO HÍBRIDO DE CATTLEYA LODDIGESII x CATTLEYA FORBESII (ORCHIDACEAE), OBTIDA A PARTIR DE DIFERENTES FONTES E CONCENTRAÇÕES DE CARBONO. Caue de Abreu Alvarez (PIBIC/CNPq), Sandremir

Leia mais

INFLUÊNCIA DOS ÁCIDOS NAFTALENO ACÉTICO E ÁCIDO INDOL BUTÍRICO (AUXINAS) NO DESENVOLVIMENTO

INFLUÊNCIA DOS ÁCIDOS NAFTALENO ACÉTICO E ÁCIDO INDOL BUTÍRICO (AUXINAS) NO DESENVOLVIMENTO INFLUÊNCIA DOS ÁCIDOS NAFTALENO ACÉTICO E ÁCIDO INDOL BUTÍRICO (AUXINAS) NO DESENVOLVIMENTO in vitro DE PLÂNTULAS DE Cyrtopodium saintlegerianum Rchb. F. (ORCHIDACEAE) RESUMO Daniella de Jesus Mendes 1

Leia mais

Palavras-chave: germoplasma, recursos genéticos, variabilidade genética

Palavras-chave: germoplasma, recursos genéticos, variabilidade genética COMPARAÇÃO DE SEIS MÉTODOS DE EXTRAÇÃO DE DNA GENÔMICO EM BABAÇU Resumo: O babaçu (Orbignya phalerata Mart.) é uma das palmeiras mais importantes do Brasil. Estudar a variabilidade disponível em populações

Leia mais

Efeito do Tratamento de Sementes com Micronutrientes (Zn e Mo) Sobre o Desenvolvimento de Plântulas de Milho (Zea mays)

Efeito do Tratamento de Sementes com Micronutrientes (Zn e Mo) Sobre o Desenvolvimento de Plântulas de Milho (Zea mays) Efeito do Tratamento de Sementes com Micronutrientes (Zn e Mo) Sobre o Desenvolvimento de Plântulas de Milho (Zea mays) Amadeu J. de Melo Neto 1, Ernane R. da Costa 1, Hélio Alves Gomes Júnior e Marcelo

Leia mais

Comparação de Diferentes Sistemas de Cultivo in vitro de Jatropha curcas Rosetânia Neves da Conceição 1 e Gessiel Newton Scheidt 2

Comparação de Diferentes Sistemas de Cultivo in vitro de Jatropha curcas Rosetânia Neves da Conceição 1 e Gessiel Newton Scheidt 2 Comparação de Diferentes Sistemas de Cultivo in vitro de Jatropha curcas Rosetânia Neves da Conceição 1 e Gessiel Newton Scheidt 2 1 Aluna do Curso de Biotecnologia; Campus de Gurupi; e-mail: rncrose@hotmail.com

Leia mais

QUALIDADE FISIOLÓGICA DE SEMENTES DE MAMONA (Ricinus communis L.) CULTIVAR NORDESTINA, SOB DIFERENTES CONDIÇÕES DE ARMAZENAMENTO.

QUALIDADE FISIOLÓGICA DE SEMENTES DE MAMONA (Ricinus communis L.) CULTIVAR NORDESTINA, SOB DIFERENTES CONDIÇÕES DE ARMAZENAMENTO. QUALIDADE FISIOLÓGICA DE SEMENTES DE MAMONA (Ricinus communis L.) CULTIVAR NORDESTINA, SOB DIFERENTES CONDIÇÕES DE ARMAZENAMENTO. Andréa dos Santos Oliveira, Renata Silva-Mann, Michelle da Fonseca Santos,

Leia mais

MICROPROPAGAÇÃO DE PORTA-ENXERTO DE VIDEIRA PAULSEN 1103 IN VITRO, COM DIFERENTES CONCENTRAÇÕES DE CITOCININA.

MICROPROPAGAÇÃO DE PORTA-ENXERTO DE VIDEIRA PAULSEN 1103 IN VITRO, COM DIFERENTES CONCENTRAÇÕES DE CITOCININA. MICROPROPAGAÇÃO DE PORTA-ENXERTO DE VIDEIRA PAULSEN 1103 IN VITRO, COM DIFERENTES CONCENTRAÇÕES DE CITOCININA. MICROPROPAGATION OF STOCK FOR GRAFTING OF GRAPEVINE PAULSEN 1103 "IN VITRO", WITH DIFFERENT

Leia mais

Melhoramento de. vegetativa

Melhoramento de. vegetativa Aula 05 Melhoramento de espécies de propagação vegetativa Introdução Em espécies em que existe uma variabilidade intra e interespecífica como: produção de biomassa, taxa de crescimento, resistência a geadas

Leia mais

PROPAGAÇÃO DO MANGOSTÃO ATRAVÉS DO CULTIVO IN VITRO. Acadêmico PVIC/UEG do Curso de Agronomia, UnU Ipameri - UEG.

PROPAGAÇÃO DO MANGOSTÃO ATRAVÉS DO CULTIVO IN VITRO. Acadêmico PVIC/UEG do Curso de Agronomia, UnU Ipameri - UEG. PROPAGAÇÃO DO MANGOSTÃO ATRAVÉS DO CULTIVO IN VITRO Valter de Oliveira Neves Júnior1; Zélio de Lima Vieira 1; Leandro Martins Prudente1; Rafael Benetti1; Sebastião Pedro da Silva Neto 2 1 Acadêmico PVIC/UEG

Leia mais

SOBREVIVÊNCIA DE ESTACAS DE ESPÉCIES ARBÓREAS EM SUBSTRATOS COM DIFERENTES DOSES DE AIB PLANTADAS EM TUBETE

SOBREVIVÊNCIA DE ESTACAS DE ESPÉCIES ARBÓREAS EM SUBSTRATOS COM DIFERENTES DOSES DE AIB PLANTADAS EM TUBETE 5ª Jornada Científica e Tecnológica e 2º Simpósio de Pós-Graduação do IFSULDEMINAS 06 a 09 de novembro de 2013, Inconfidentes/MG SOBREVIVÊNCIA DE ESTACAS DE ESPÉCIES ARBÓREAS EM SUBSTRATOS COM DIFERENTES

Leia mais

I. JUSTIFICATIVA: II. EMENTA:

I. JUSTIFICATIVA: II. EMENTA: PLANO DE ENSINO 2016 CURSO: Bacharelado em Agronomia DISCIPLINA: Plantas Bioativas (AG-98) TURMA: 9ª fase SEMESTRE LETIVO: 1º / 2016 MODALIDADE: Presencial CARGA HORARIA SEMESTRAL: 30 horas PRÉ-REQUISITO:

Leia mais

Índice de clorofila em variedades de cana-de-açúcar tardia, sob condições irrigadas e de sequeiro

Índice de clorofila em variedades de cana-de-açúcar tardia, sob condições irrigadas e de sequeiro Seminário de Iniciação Científica e Tecnológica, 7., 2010, Belo Horizonte Índice de clorofila em variedades de cana-de-açúcar tardia, sob condições irrigadas e de sequeiro Thiago Henrique Carvalho de Souza

Leia mais

DELINEAMENTO FATORIAL. Profª. Sheila Regina Oro

DELINEAMENTO FATORIAL. Profª. Sheila Regina Oro DELINEAMENTO FATORIAL Profª. Sheila Regina Oro Existem casos em que vários fatores devem ser estudados simultaneamente para que possam nos conduzir a resultados de interesse. Experimentos fatoriais: são

Leia mais

Lista Teste de hipóteses

Lista Teste de hipóteses Lista Teste de hipóteses 01) Realizou-se uma pesquisa para comprar dois locais, Itajaí e Araranguá, quanto à produção de arroz irrigado, em t/ha, na safra 19881989. Dez progênies foram utilizadas nos dois

Leia mais

6-BENZILAMINOPURINA E ÁCIDO INDOLBUTÍRICO NA MULTIPLICAÇÃO IN VITRO DA AMOREIRA PRETA (Rubus idaeus L.), cv. TUPY

6-BENZILAMINOPURINA E ÁCIDO INDOLBUTÍRICO NA MULTIPLICAÇÃO IN VITRO DA AMOREIRA PRETA (Rubus idaeus L.), cv. TUPY Ciência Rural, Santa Maria, v.32, n.5, p.765-770, 2002 ISSN 0103-8478 765 6-BENZILAMINOPURINA E ÁCIDO INDOLBUTÍRICO NA MULTIPLICAÇÃO IN VITRO DA AMOREIRA PRETA (Rubus idaeus L.), cv. TUPY 6-BENZYLAMINO

Leia mais

Produção de mudas de hortelã (Mentha arvensis L.) em função de tipos e idade de estacas

Produção de mudas de hortelã (Mentha arvensis L.) em função de tipos e idade de estacas Produção de mudas de hortelã (Mentha arvensis L.) em função de tipos e idade de estacas Magda Araújo Brito 1 ; Valéria Gomes Momenté²; Ildon Rodrigues do Nascimento 3 1 Aluna do Curso de Engenharia de

Leia mais

RELATÓRIO PARCIAL. Analise Estatística

RELATÓRIO PARCIAL. Analise Estatística RELATÓRIO PARCIAL Analise Estatística ASSUNTO: Experimento Gel Estagiário: Elbert Viana Ferreira Junior Supervisor : Fausto Hissashi Takizawa Projeto Mutum Data: 09/2008 1 - APRESENTAÇÃO: Neste documento

Leia mais

USO DE FERTILIZANTE ORGANO-MINERAL FLUÍDO NA ACLIMATAÇÃO DE MUDAS DE BANANEIRA MICROPROPAGADAS

USO DE FERTILIZANTE ORGANO-MINERAL FLUÍDO NA ACLIMATAÇÃO DE MUDAS DE BANANEIRA MICROPROPAGADAS REVISTA CIENTÍFICA ELETRÔNICA DE AGRONOMIA - ISSN 1678-3867 PUBLICAÇÃO CI ENTÍFICA DA FACULDADE DE AGRONOMIA E ENGENHARIA FLORESTAL DE GARÇA/FAEF ANO V, NÚMERO, 09, JUNHO DE 2006. PERIODICIDADE: SEMESTRAL

Leia mais

SELETIVIDADE DOS HERBICIDAS BENTAZON E NICOSULFURON PARA Crotalaria juncea e Crotalaria spectabilis

SELETIVIDADE DOS HERBICIDAS BENTAZON E NICOSULFURON PARA Crotalaria juncea e Crotalaria spectabilis SELETIVIDADE DOS HERBICIDAS BENTAZON E NICOSULFURON PARA Crotalaria juncea e Crotalaria spectabilis NOGUEIRA, C. H. P (FCAV - UNESP, Jaboticabal/SP - nogueirachp@gmail.com), CORREIA, N. M. (Embrapa, Brasília/DF

Leia mais

CULTURA NO CULTIVO IN VITRO DE ABACAXIZEIRO E BANANEIRA

CULTURA NO CULTIVO IN VITRO DE ABACAXIZEIRO E BANANEIRA EFEITO DE AGENTES Efeito de agentes GELEIFICANTES geleificantes alternativos ALTERNATIVOS no meio de cultura... NO MEIO DE CULTURA NO CULTIVO IN VITRO DE ABACAXIZEIRO E BANANEIRA 4 Effect of alternative

Leia mais

Sucrose and sorbitol on the in vitro conservation of Pfaffia. Sacarose e sorbitol na conservação in vitro de Pfaffia

Sucrose and sorbitol on the in vitro conservation of Pfaffia. Sacarose e sorbitol na conservação in vitro de Pfaffia 192 Vol. 4, N.3: pp. 192-199, August, 2013 ISSN: 2179-4804 Journal of Biotechnology and Biodiversity Sucrose and sorbitol on the in vitro conservation of Pfaffia tuberosa (Spreng.) Hicken (Amaranthaceae).

Leia mais

Germinação de grãos de pólen de diferentes cultivares de oliveira

Germinação de grãos de pólen de diferentes cultivares de oliveira Seminário de Iniciação Científica e Tecnológica, 10., 2013, Belo Horizonte Germinação de grãos de pólen de diferentes cultivares de oliveira Rennê Fonseca Ferreira (1), Adelson Francisco de Oliveira (2),

Leia mais

Aclimatização de mudas micropropagadas de violeta africana em diferentes substratos

Aclimatização de mudas micropropagadas de violeta africana em diferentes substratos Aclimatização de mudas micropropagadas de violeta africana em diferentes substratos Cícero Pereira Cordão Terceiro Neto 1 ; Fred Carvalho Bezerra 2 ; Fernando Felipe Ferreyra Hernandez 1 ; José Vagner

Leia mais

ESTUDOS PARA DEFINIÇÃO DE MEIOS DE CULTURA E MÉTODOS DE DESINFESTAÇÃO DE EXPLANTES DE PLANTAS ADULTAS DE ERVA-MATE

ESTUDOS PARA DEFINIÇÃO DE MEIOS DE CULTURA E MÉTODOS DE DESINFESTAÇÃO DE EXPLANTES DE PLANTAS ADULTAS DE ERVA-MATE 1 ESTUDOS PARA DEFINIÇÃO DE MEIOS DE CULTURA E MÉTODOS DE DESINFESTAÇÃO DE EXPLANTES DE PLANTAS ADULTAS DE ERVA-MATE (Ilex paraguarienses St. Hill) SANTOS, D.C. DOS 1 e WENDLING, I. 2 RESUMO Este trabalho

Leia mais

Indução de brotação in vitro em curauá: sistema de cultivo e concentrações de BAP

Indução de brotação in vitro em curauá: sistema de cultivo e concentrações de BAP Indução de brotação in vitro em curauá: sistema de cultivo e concentrações de BAP Carolina Mariane Moreira 1 ; Helena Botelho de Andrade 1 ; Lucila Elizabeth F. Monfort 1 ; José Eduardo Brasil Pereira

Leia mais

Planejamento da pesquisa científica: incerteza e estatística. Edilson Batista de Oliveira Embrapa Florestas

Planejamento da pesquisa científica: incerteza e estatística. Edilson Batista de Oliveira Embrapa Florestas Planejamento da pesquisa científica: incerteza e estatística Edilson Batista de Oliveira Embrapa Florestas Pesquisa em laboratórios na Embrapa Anos 70 Anos 80 Anos 90 Século 21 Precisão em Laboratórios:

Leia mais

CRESCIMENTO IN VITRO DE Dendrobium nobile LINDLEY COM ADIÇÃO DE CARVÃO ATIVADO

CRESCIMENTO IN VITRO DE Dendrobium nobile LINDLEY COM ADIÇÃO DE CARVÃO ATIVADO CRESCIMENTO IN VITRO DE Dendrobium nobile LINDLEY COM ADIÇÃO DE CARVÃO ATIVADO (IN VITRO GROWTH OF Dendrobium nobile LINDLEY WITH ACTIVED CHARCOAL) Renato Fernandes Galdiano Júnior 1,2 ; Pedro Cassoli

Leia mais

MICROPROPAGAÇÃO DA AROEIRA (Myracrodruon urundeuva Fr. All) 1. MICROPROPAGATION OF Myracrodruon urundeuva Fr. All

MICROPROPAGAÇÃO DA AROEIRA (Myracrodruon urundeuva Fr. All) 1. MICROPROPAGATION OF Myracrodruon urundeuva Fr. All MICROPROPAGAÇÃO DA AROEIRA (Myracrodruon urundeuva Fr. All) 1 MIGUEL WANDERLEY DE ANDRADE 2 JOSÉ MAGNO QUEIROZ LUZ 3 ARY SANTANA LACERDA 3 PEDRO RENATO A. DE MELO 4 RESUMO - A aroeira (Myracrodruon urundeuva

Leia mais

INDUÇÃO DE RAÍZES EM ESTACAS DO ALGODOEIRO ARBÓREO EM CONDIÇÕES EX VITRO

INDUÇÃO DE RAÍZES EM ESTACAS DO ALGODOEIRO ARBÓREO EM CONDIÇÕES EX VITRO INDUÇÃO DE RAÍZES EM ESTACAS DO ALGODOEIRO ARBÓREO EM CONDIÇÕES EX VITRO Julita Maria Frota Chagas Carvalho (Embrapa Algodão / julita@cnpa.embrapa.br), Francisco Pereira de Andrade (Embrapa Algodão), Cristiane

Leia mais

EFEITO DA CONCENTRAÇÃO DA SOLUÇÃO NUTRIT IVA NO CRESCIMENTO DA ALFACE EM CULTURA HIDROPÔNICA SISTEMA NFT.

EFEITO DA CONCENTRAÇÃO DA SOLUÇÃO NUTRIT IVA NO CRESCIMENTO DA ALFACE EM CULTURA HIDROPÔNICA SISTEMA NFT. EFEITO DA CONCENTRAÇÃO DA SOLUÇÃO NUTRIT IVA NO CRESCIMENTO DA ALFACE EM CULTURA HIDROPÔNICA SISTEMA NFT. NILTON NÉLIO COMETTI 1, GEAN CARLOS SILVA MATIAS 2, MANLIO SILVESTRE FERNANDES 2. 1 ESCOLA AGROTÉCNICA

Leia mais

Meios de cultura utilizados na micropropagação de híbridos de orquídeas. Culture media used in the micropropagation of orchids hybrids

Meios de cultura utilizados na micropropagação de híbridos de orquídeas. Culture media used in the micropropagation of orchids hybrids DOI: 10.5433/1679-0359.2014v35n4p1731 Meios de cultura utilizados na micropropagação de híbridos de orquídeas Culture media used in the micropropagation of orchids hybrids Luzia Yuriko Miyata 1 ; Fabíola

Leia mais

Germinação in vitro de embriões zigóticos e aclimatação de plântulas de mangaba oriundas da cultura de embrião (Hancornia speciosa Gomes)

Germinação in vitro de embriões zigóticos e aclimatação de plântulas de mangaba oriundas da cultura de embrião (Hancornia speciosa Gomes) SCIENTIA PLENA VOL. 7, NUM. 11 2011 www.scientiaplena.org.br Germinação in vitro de embriões zigóticos e aclimatação de plântulas de mangaba oriundas da cultura de embrião (Hancornia speciosa Gomes) K.

Leia mais

Nutrição, Adubação e Calagem

Nutrição, Adubação e Calagem Nutrição, Adubação e Calagem Importância da nutrição mineral Embora o eucalipto tenha rápido crescimento, este é muito variável. Os principais fatores que interferem no crescimento estão relacionados com

Leia mais

AVALIAÇÃO DOS TEORES DE ÓLEOS ESSENCIAIS PRESENTES EM PLANTAS AROMÁTICAS FRESCAS E DESIDRATADAS

AVALIAÇÃO DOS TEORES DE ÓLEOS ESSENCIAIS PRESENTES EM PLANTAS AROMÁTICAS FRESCAS E DESIDRATADAS AVALIAÇÃO DOS TEORES DE ÓLEOS ESSENCIAIS PRESENTES EM PLANTAS AROMÁTICAS FRESCAS E DESIDRATADAS Valéria Cristina Ramalho 1 Denise Andreo 2 Priscila Milene Angelo 3 Neuza Jorge 4 RESUMO Óleos essenciais

Leia mais

Ciência Rural ISSN: Universidade Federal de Santa Maria Brasil

Ciência Rural ISSN: Universidade Federal de Santa Maria Brasil Ciência Rural ISSN: 0103-8478 cienciarural@mail.ufsm.br Universidade Federal de Santa Maria Brasil Ribas Ferreira, Alessandra; Denis, Francine; Quoirin, Marguerite; Ayub, Ricardo Antonio Misturas vitamínicas

Leia mais

REGENERAÇÃO IN VITRO DE Oncidium leucochilum BATEM. EX LINDL. (ORCHIDACEAE).

REGENERAÇÃO IN VITRO DE Oncidium leucochilum BATEM. EX LINDL. (ORCHIDACEAE). REGENERAÇÃO IN VITRO DE Oncidium leucochilum BATEM. EX LINDL. (ORCHIDACEAE). ALESSANDRO IGLIKOSKI BERNARDI 1, RODRIGO CAETANO DA SILVA 1, ANDRÉ LUÍS LOPES DA SILVA 2, AUREA PORTES FERRIANI 3. 1- Acadêmico

Leia mais

AÇÃO DA DESINFESTAÇÃO DE SUBSTRATOS COMERCIAIS SOBRE A EMERGÊNCIA E DESENVOLVIMENTO DE PORTA-ENXERTOS CÍTRICOS INTRODUÇÃO

AÇÃO DA DESINFESTAÇÃO DE SUBSTRATOS COMERCIAIS SOBRE A EMERGÊNCIA E DESENVOLVIMENTO DE PORTA-ENXERTOS CÍTRICOS INTRODUÇÃO 1 AÇÃO DA DESINFESTAÇÃO DE SUBSTRATOS COMERCIAIS SOBRE A EMERGÊNCIA E DESENVOLVIMENTO DE PORTA-ENXERTOS CÍTRICOS SANDRA RIETH 1, WAGNER SOARES², MARINA BACK 3, GIL VICENTE LOUROSA 3, PAULO VITOR DUTRA

Leia mais

). Segmentos nodais foram cultivados em meio nutritivo MS reduzido à metade da concentração de sais ( 1 / 2

). Segmentos nodais foram cultivados em meio nutritivo MS reduzido à metade da concentração de sais ( 1 / 2 Alongamento in ALONGAMENTO vitro de genótipos de in Eucalyptus vitro DE GENÓTIPOS DE Eucalyptus dunnii MAIDEN 545 Marcio Carlos Navroski 1 *, Lia Rejane Silveira Reiniger 2, Mariane de Oliveira Pereira,

Leia mais

USO DO BIOSSÓLIDO COMO SUBSTRATO NA PRODUÇÃO DE MUDAS DE AROEIRA (Schinus terenbinthifolius Raddi)

USO DO BIOSSÓLIDO COMO SUBSTRATO NA PRODUÇÃO DE MUDAS DE AROEIRA (Schinus terenbinthifolius Raddi) USO DO BIOSSÓLIDO COMO SUBSTRATO NA PRODUÇÃO DE MUDAS DE AROEIRA (Schinus terenbinthifolius Raddi) Kelly Dayana Benedet Maas 1 ; Greyce Charllyne Benedet Maas 1 ; Cristiane Ramos Vieira 1, Oscarlina Lucia

Leia mais

Revista Ceres ISSN: X Universidade Federal de Viçosa Brasil

Revista Ceres ISSN: X Universidade Federal de Viçosa Brasil Revista Ceres ISSN: 0034-737X ceresonline@ufv.br Universidade Federal de Viçosa Brasil Soares Reis, Érika; B. P. Pinto, José Eduardo; Silva Rosado, Luciana Domiciano; Monteiro Corrêa, Ricardo Influência

Leia mais

AVALIAÇÃO DA APLICAÇÃO TARDIA DE COBALTO, NA ABSCISÃO DE FLORES E COMPONENTES DE PRODUTIVIDADE DO FEIJOEIRO COMUM (Vigna unguiculata).

AVALIAÇÃO DA APLICAÇÃO TARDIA DE COBALTO, NA ABSCISÃO DE FLORES E COMPONENTES DE PRODUTIVIDADE DO FEIJOEIRO COMUM (Vigna unguiculata). AVALIAÇÃO DA APLICAÇÃO TARDIA DE COBALTO, NA ABSCISÃO DE FLORES E COMPONENTES DE PRODUTIVIDADE DO FEIJOEIRO COMUM (Vigna unguiculata). Rezanio Martins Carvalho (bolsista do PIBIC/CNPq), Fabiano André Petter

Leia mais

Otimização da produção de plantas in vitro de cultivares de Ipomoea batatas

Otimização da produção de plantas in vitro de cultivares de Ipomoea batatas Otimização da produção de plantas in vitro de cultivares de Ipomoea batatas Optimization of the in vitro plants production of Ipomoea batatas cultivars Rejane Flores*, Lilian P. Maggio, Paola Z. Flôres,

Leia mais

Melhoramento de espécies autógamas

Melhoramento de espécies autógamas Universidade Federal de Rondônia Curso de Eng. Florestal Melhoramento genético Florestal Melhoramento de espécies autógamas Emanuel Maia www.lahorta.acagea.net emanuel@unir.br Apresentação Introdução Efeitos

Leia mais

Densidade de brotos e de cachos em cultivares de uvas sem sementes no Submédio do Vale do São Francisco

Densidade de brotos e de cachos em cultivares de uvas sem sementes no Submédio do Vale do São Francisco 171 Densidade de brotos e de cachos em cultivares de uvas sem sementes... Densidade de brotos e de cachos em cultivares de uvas sem sementes no Submédio do Vale do São Francisco Density of shoots and bunches

Leia mais

Biofortificação com micronutrientes: Milton F. Moraes

Biofortificação com micronutrientes: Milton F. Moraes DEPARTAMENTO DE GENÉTICA - ESALQ/USP LABORATÓRIO DE GENÉTICA BIOQUÍMICA DE PLANTAS Biofortificação com micronutrientes: Síntese da 1 a Conferência Mundial sobre Biofortificação Milton F. Moraes Seminário

Leia mais

PLANO DE ENSINO I. JUSTIFICATIVA:

PLANO DE ENSINO I. JUSTIFICATIVA: PLANO DE ENSINO CURSO: Agronomia MODALIDADE: Presencial DISCIPLINA: Plantas Bioativas CÓDIGO: AG-98 PROFESSOR(A): Alexandra Goede de Souza CARGA HORÁRIA SEMANAL/SEMESTRAL: 2/30 SEMESTRE/ANO: 1º/2014 SEMESTRE

Leia mais

Acúmulo de macronutrientes em roseiras em função do manejo do solo

Acúmulo de macronutrientes em roseiras em função do manejo do solo Seminário de Iniciação Científica e Tecnológica, 9., 2012, Belo Horizonte Acúmulo de macronutrientes em roseiras em função do manejo do solo Iara Cristina Santos Curvelo (1), Elka Fabiana Aparecida Almeida

Leia mais

PRODUÇÃO HIDROPÔNICA DE MUDAS DE TOMATE EM SUBSTRATOS À BASE DE RESÍDUOS ORGÂNICOS

PRODUÇÃO HIDROPÔNICA DE MUDAS DE TOMATE EM SUBSTRATOS À BASE DE RESÍDUOS ORGÂNICOS PRODUÇÃO HIDROPÔNICA DE MUDAS DE TOMATE EM SUBSTRATOS À BASE DE RESÍDUOS ORGÂNICOS Fred Carvalho Bezerra 1 ; Tiago da Costa Silva²; Fernando Vasconcellos Meyer Ferreira²; Daniel Barbosa Araújo 3 1 Eng.

Leia mais

XIX CONGRESSO DE PÓS-GRADUAÇÃO DA UFLA 27 de setembro a 01 de outubro de 2010

XIX CONGRESSO DE PÓS-GRADUAÇÃO DA UFLA 27 de setembro a 01 de outubro de 2010 ORGANOGÊNESE INDIRETA E EMBRIOGÊNESE SOMÁTICA DIRETA EM EXPLANTES DE Azadirachta indica A. JUSS SOB EFEITO DE ESTRESSE ABIÓTICO MARCELO RODRIGUES 1, WAGNER C. OTONI 2, RENATO PAIVA 3, LUCIANO COUTINHO

Leia mais

Avaliação de acessos do BAG jenipapo: ano 2015

Avaliação de acessos do BAG jenipapo: ano 2015 V Seminário de Iniciação Científica e Pós-Graduação da Embrapa Tabuleiros Costeiros 243 Avaliação de acessos do BAG jenipapo: ano 2015 Isis Bacelar Araújo 1, Ana Letícia Sirqueira Nascimento 2, Marina

Leia mais

MICROPROPAGAÇÃO DE VIOLETA-AFRICANA LUCAS, M. A. K. et al. (Saintpaulia ionantha Wendl.): EFEITO DA BENZILAMINOPURINA NA MULTIPLICAÇÃO

MICROPROPAGAÇÃO DE VIOLETA-AFRICANA LUCAS, M. A. K. et al. (Saintpaulia ionantha Wendl.): EFEITO DA BENZILAMINOPURINA NA MULTIPLICAÇÃO MICROPROPAGAÇÃO DE VIOLETA-AFRICANA LUCAS, M. A. K. et al. (Saintpaulia ionantha Wendl.): EFEITO DA BENZILAMINOPURINA NA MULTIPLICAÇÃO 1380 Micropropagation of African-Violet (Saintpaulia ionantha Wendl.):

Leia mais

Micropropagação de antúrio IAC Eidibel por meio da indução ao estiolamento e regeneração de plantas (1)

Micropropagação de antúrio IAC Eidibel por meio da indução ao estiolamento e regeneração de plantas (1) MARCOS VINÍCIUS MARQUES PINHEIRO et al 133 ARTIGO CIENTÍFICO Micropropagação de antúrio IAC Eidibel por meio da indução ao estiolamento e regeneração de plantas (1) MARCOS VINÍCIUS MARQUES PINHEIRO (2)

Leia mais

18 PRODUTIVIDADE DA SOJA EM FUNÇÃO DA

18 PRODUTIVIDADE DA SOJA EM FUNÇÃO DA 18 PRODUTIVIDADE DA SOJA EM FUNÇÃO DA APLICAÇÃO DE MACRONUTRIENTES EM PÓS- EMERGÊNCIA DA CULTURA O objetivo neste trabalho foi avaliar a aplicação de macronutrientes de diversas fontes e épocas de aplicação

Leia mais