Carabina de Ar 25m. Local apropriado e com segurança que permita a colocação de alvos nas distancias de 10, 15, 20 e 25 metros.

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Carabina de Ar 25m. Local apropriado e com segurança que permita a colocação de alvos nas distancias de 10, 15, 20 e 25 metros."

Transcrição

1 Carabina de Ar 25m 1. Objetivo Regulamentar a prova de Carabina de Ar 25m do Tiro Virtual. 2. Desenvolvimento a. Estande e Distância Local apropriado e com segurança que permita a colocação de alvos nas distancias de 10, 15, 20 e 25 metros. b. Inscrição O atirador poderá, dentro do tempo estabelecido para a competição, repetir quantas vezes desejar a prova, devendo para isto pagar novas inscrições tantas quantas forem as suas participações. c. Alvos 4 (Quatro) alvos metálicos nas distancia de 10, 15, 20 e 25 metros. Descrição do alvo metálico: 5 Dispositivos metálicos redondos pintados na cor preta, confeccionado em chapa de aço de 1/8 de polegada de espessura, com diâmetro de 6 cm, instalados em um eixo que permita o giro individual de cada alvo no sentido linha de tiro/fundo do estande, com espaçamento de 10 cm entre os centros dos alvos. Anteparo em chapa de aço de 1/8 de polegada de espessura com 55 cm de comprimento por 8 cm de altura na parte frontal (voltada para o atirador), com a finalidade de deixar visível apenas a parte redonda dos alvos, ocultando e protegendo o dispositivo giratório do mesmo. O rearmamento dos alvos é feito de cada posto de tiro através de uma cordinha ligada a barra de rearmação. Veja a foto: d. Posição De pé, sem nenhum tipo de apoio ou suporte.

2 A sustentação da carabina se dará com ambas as mãos podendo apoiar no ombro. Um dos cotovelos poderá estar apoiado no corpo não sendo permitido qualquer dispositivo de encaixe. Observação: Atirador nascido a partir de 2001 poderá apoiar-se na bancada. e. Carabinas 1) Por provas a) Carabina de Ar 25m de Mola Mira Aberta b) Carabina de Ar 25m de Mola com Luneta Nas duas provas a cima serão permitidas quaisquer carabinas de ar comprimido por ação de mola (mecânica ou peneumática (gas ram)) com carregamento com um só chumbinho. c) Carabina de Ar 25m PCP 2) Calibre Serão permitidas quaisquer carabinas de ar comprimido que usa para propulsão do projétil cilindro de ar conhecido como PCP (Pre-Charged Pneumatic) com carregamento com um só chumbinho. São permitidos os calibres 4.5 ou 5.5 mm. 3) Peso do Gatilho e da Carabina Conforme a vontade do atirador. 4) Miras Será permitido mira aberta e com luneta, conforme a categoria. Na prova Carabina de Ar 25m PCP, carabinas de mira aberta e com luneta disputarão em categoria única. Miras que projetem ponto sobre o alvo, tipo laser, não serão permitidas. f. Equipamento Não será permitido o uso de calça de tiro, botas de tiro, casaco de tiro, bandoleira, luva ou qualquer outro tipo de vestimenta utilizada em provas olímpicas e que facilite o tiro.

3 g. Competição 1) Ensaio Não há ensaio. 2) Prova Número de disparos livres em qualquer sequência de distância ou alvos. O atirador que venha a derrubar todos os alvos, antes do término do tempo da prova, deverá rearmar os alvos da distância de 25 metros e continuar atirando, aumentando assim a sua pontuação. A rearmação dos alvos da distância de 25 metros poderá ser feita quantas vezes o tempo permitir, aumentando cada vez mais a sua pontuação. 3) Tempo 10 minutos. 4) Pontuação A pontuação obtida no alvo a 10 metros terá peso 1. A pontuação obtida no alvo a 15 metros terá peso 2. A pontuação obtida no alvo a 20 metros terá peso 3. A pontuação obtida no alvo a 25 metros terá peso 4. Exemplo: Pontuação obtida por um atirador: Alvo a 10 metros - 2 pontos X 1 = 2 Alvo a 15 metros - 5 pontos X 2 = 10 Alvo a 20 metros - 4 pontos X 3 = 12 Alvo a 25 metros - 5 pontos X 4 = 20 Total da Prova 44 Pontos Em caso de 2 rearmações dos alvos de 25 metros: Alvo a 10 metros - 5 pontos X 1 = 5 Alvo a 15 metros - 5 pontos X 2 = 10 Alvo a 20 metros - 5 pontos X 3 = 15 Alvo a 25 metros - 5 pontos X 4 = 20 1ª Rearmação - 5 pontos X 4 = 20

4 2ª Rearmação - 3 pontos X 4 = 12 Total da Prova 82 Pontos 5) Desempate a) A nível local Para a entrega de medalhas ou troféus em cada local. Não haverá desempate para os atiradores com pontuações maior ou igual a 50 pontos. Permanecendo os mesmos com a mesma colocação. Para definir os desempates nas colocações de 2º e 3º lugares nos casos de pontuações inferiores a 50 pontos, deverá ser seguido o critério com a pontuação final da prova obedecido o peso das distâncias: Maior pontuação no alvo a 25 metros. Persistindo o empate, maior pontuação no alvo a 20 metros. Persistindo o empate, maior pontuação no alvo a 15 metros. Persistindo o empate, maior pontuação no alvo a 10 metros. Persistindo o empate, sorteio. O organizador local poderá definir outra forma de desempate. b) A nível nacional 6) Comandos Não haverá desempate. Os atiradores que obtiverem a mesma pontuação ocuparão a mesma classificação. "O tempo de preparação de 1 minuto começará a partir de agora" "Preparação terminada" "Atenção atiradores o tempo de prova de 10 minutos começará a ser contado a partir de agora "Prova terminada" h. Conduta durante a prova 1) Serão exigidas todas as normas referente a segurança em competição de tiro. 2) É proibido fumar na linha de tiro.

5 3) O atirador deverá se movimentar o mínimo possível em seu posto de tiro visando não prejudicar os atiradores concorrentes. 4) Serão permitidas saídas e entradas no posto de tiro durante a competição, porém o atirador deve fazer de forma a não prejudicar os atiradores concorrentes. Para sair do posto o atirador deverá avisar ao árbitro. 5) O atirador ao se dirigir ao árbitro deverá fazer de forma educada e que não venha a prejudicar os atiradores concorrentes. 6) A carabina quando colocada sobre a bancada ou mesa e sem o contato de pelo menos uma das mãos deverá está aberta e apontada na direção dos alvos. 7) Não é permitido nenhum tipo de auxílio ao atirador quando no posto de tiro. Caso este necessite de assistência, deverá solicitar ao árbitro autorização para dirigir-se a alguém fora do posto de tiro. No caso em que o afastamento da linha de tiro deva ocorrer com a carabina, o atirador deverá fazê-lo com a mesma descarregada. 8) Em casos de afastamento do posto de tiro por ação voluntária do atirador ou atendendo a chamada de alguém não haverá acréscimo de tempo. i. Penalidades Em caso de descumprimento de qualquer item da letra h. do número 2. o atirador poderá ser penalizado: 1) Quando da primeira ocorrência: Advertência verbal. 2) Quando da segunda ocorrência: Dedução de 2 pontos na sequencia de alvos a 25, 20, 15 e 10 metros. 3) Quando da terceira ocorrência: Dedução de mais 2 pontos na sequencia de alvos a 25, 20, 15 e 10 metros. 4) Quando da quarta ocorrência: Desqualificação do atirador naquela participação. O atirador desqualificado não faz jus a devolução do valor da inscrição 3. Prescrições Diversas a. Todos os árbitros, chefes de equipe e atiradores deverão ter conhecimento destas regras e exigir que as mesmas sejam cumpridas.

6 b. Todos os expedientes ou equipamentos que possam vir a facilitar o atirador durante a prova, e que não foram aqui mencionados, ou ainda, contrariem o espírito destas regras, são proibidos, a critério do árbitro. c. A qualquer momento da prova o árbitro poderá examinar o equipamento do atirador e impugnar os resultados caso o julgue em desacordo com as normas estabelecidas. d. Os casos omissos serão resolvidos por uma comissão formada pelo árbitro da prova e quatro outros atiradores ou pessoas conhecedoras destas regras e que estejam presentes no local do ocorrido. e. Após a divulgação dos resultados, os interessados poderão, num prazo máximo de 10 minutos, solicitar esclarecimentos ou recontagem dos pontos da prova. Para isso o interessado deverá pagar uma taxa equivalente a uma inscrição de prova. Caso o recurso tenha fundamento e seja aceito, o valor cobrado será devolvido.

V - Torneio Interno de Tiro de Precisão do Clube de Tiro Barra Bonita 2017

V - Torneio Interno de Tiro de Precisão do Clube de Tiro Barra Bonita 2017 V - Torneio Interno de Tiro de Precisão do Clube de Tiro Barra Bonita 2017 Finalidade - Implementar a realização de prova de carabina Mira Aberta (fogo central e circular), de Ar comprimido (4.5 e 5.5

Leia mais

Regulamento Geral do Campeonato 2015

Regulamento Geral do Campeonato 2015 1) Data, Hora e Locais de Competição Regulamento Geral do Campeonato 2015 a) Data e Locais - Conforme publicado no site. Cada coordenador poderá definir se fará a competição em 1 ou 2 dias, devendo entrar

Leia mais

Regras. Tiro Rápido de Precisão (TRP)

Regras. Tiro Rápido de Precisão (TRP) Regras Tiro Rápido de Precisão (TRP) Atualização de Abril de 2015 Regulamento de Tiro Rápido de Precisão Atualização de Abril de 2015 1 - DA ARMA a. O comprimento do cano não deverá exceder a 6" (seis

Leia mais

Carabina.22 à 25 metros

Carabina.22 à 25 metros Regulamento de Prova de Tiro Numero 3/2013 Carabina.22 à 25 metros FINALIDADE Regulamentar a Prova de Tiro Carabina.22 à 25 metros no âmbito do Estande de Tiro do 2º Batalhão de Policia do Exercito. MODALIDADE

Leia mais

Fuzil Militar de Combate

Fuzil Militar de Combate Regulamento de Prova de Tiro Numero 4/2013 Fuzil Militar de Combate FINALIDADE Regulamentar a Prova de Tiro Fuzil Militar de Combate no âmbito do Estande de Tiro do 2º Batalhão de Policia do Exercito.

Leia mais

VIII Jogos Nacionais da Magistratura Fortaleza, 25 a 29 de outubro de 2017 Regulamento do Tiro Esportivo Clube de Tiro Gun House 27 de outubro de 2017

VIII Jogos Nacionais da Magistratura Fortaleza, 25 a 29 de outubro de 2017 Regulamento do Tiro Esportivo Clube de Tiro Gun House 27 de outubro de 2017 SUMÁRIO 1) Regulamento das Competições de Tiro Esportivo...02 2) Regulamento da Prova de Carabina Mira Aberta...04 3) Regulamento da Prova de Duelo 20 Segundos...07 4) Regulamento da Prova de IPSC...09

Leia mais

Regulamento de Prova de Tiro. Numero 2/2013. Duelo de Balão

Regulamento de Prova de Tiro. Numero 2/2013. Duelo de Balão Regulamento de Prova de Tiro Numero 2/2013 Duelo de Balão FINALIDADE Regulamentar a Prova de Tiro Duelo de Balão no âmbito do Estande de Tiro do 2º Batalhão de Policia do Exercito. MODALIDADE Tiro Policial.

Leia mais

ASSOCIAÇÃO DOS GUARDAS MUNICIPAIS DE CURITIBA GESTÃO 2009/ LAZER E SOCIAL 8º TORNEIO DE TIRO DA AGMUC CARACTERÍSTICA EVENTO...

ASSOCIAÇÃO DOS GUARDAS MUNICIPAIS DE CURITIBA GESTÃO 2009/ LAZER E SOCIAL 8º TORNEIO DE TIRO DA AGMUC CARACTERÍSTICA EVENTO... 8º TORNEIO DE TIRO DA CARACTERÍSTICA EVENTO...TORNEIO DE TIRO DATA...28/08/2010 - SÁBADO HORÁRIO...09:00 HS AS 15:00 HS LOCAL...CLUBE DE TIRO PONTA GROSSA - PR Nº DE PARTICIPANTES... 70 OBJETIVO O objetivo

Leia mais

Torneio de Tiro de Precisão

Torneio de Tiro de Precisão Torneio de Tiro de Precisão REGRAS GERAIS: Armas: Qualquer tipo de arma com mira aberta, desde que não seja dióptro de qualquer tipo, ou seja com ou sem lente. Não poderá ser usado nenhum tipo de mira

Leia mais

Campeonato Baiano 2016 Car / Pst

Campeonato Baiano 2016 Car / Pst Campeonato Baiano 2016 Car / Pst Regulamento Geral 1 I - Finalidade Estabelecer as normas para a realização das etapas que comporão o Campeonato Baiano de Tiro Esportivo nas modalidades de Carabina Mira

Leia mais

Campeonato. Portugal. Pistola Sport 9mm

Campeonato. Portugal. Pistola Sport 9mm Campeonato de Portugal de Pistola Sport 9mm Em vigor desde 01 de Janeiro de 2005 INTRODUÇÃO O Campeonato de Portugal com Armas de Ordenança perdeu as suas características próprias, as de um campeonato

Leia mais

REGULAMENTO ESPECÍFICO TIRO DE PISTOLA

REGULAMENTO ESPECÍFICO TIRO DE PISTOLA REGULAMENTO ESPECÍFICO TIRO DE PISTOLA I - DA FINALIDADE E DA PARTICIPAÇÃO Art. 1º - As regras aplicadas nodo I Jogos Nacionais de Integração dos PRF/2015, para as competição do Tiro Pistola será realizada

Leia mais

FEDERAÇÃO PORTUGUESA DE TIRO

FEDERAÇÃO PORTUGUESA DE TIRO FEDERAÇÃO PORTUGUESA DE TIRO REGULAMENTO DE PROVAS DE PISTOLA SPORT.45 ACP 10 DE NOVEMBRO DE 2010 FEDERAÇÃO PORTUGUESA DE TIRO REGULAMENTO DE PROVAS DE PISTOLA SPORT.45 ACP Artigo 1º Âmbito do Regulamento

Leia mais

NORMAS GERAIS PARA AS PROVAS ON-LINE 2017

NORMAS GERAIS PARA AS PROVAS ON-LINE 2017 NORMAS GERAIS PARA AS PROVAS ON-LINE 2017 1- Finalidade Estabelecer normas para os eventos nacionais ON-LINE da CBTP na modalidade de Desafio do aço, NRA Rápido, Saque Rápido e Tiro Rápido de Precisão

Leia mais

FEDERAÇÃO PORTUGUESA DE TIRO. Regulamento de Provas de Pistola Sport 9mm

FEDERAÇÃO PORTUGUESA DE TIRO. Regulamento de Provas de Pistola Sport 9mm FEDERAÇÃO PORTUGUESA DE TIRO Instituição de Utilidade Pública por Decreto de 14/10/1929 Instituição de Utilidade Pública Desportiva (D.R. 288 de 11/12/1993) Oficial da Ordem Militar de Cristo Medalha de

Leia mais

REGULAMENTO GERAL DOS 9º JOGOS ABERTOS DO INTEGRAL JAI-2010

REGULAMENTO GERAL DOS 9º JOGOS ABERTOS DO INTEGRAL JAI-2010 REGULAMENTO GERAL DOS 9º JOGOS ABERTOS DO INTEGRAL JAI-2010 Art. 1º - Os Jogos Abertos do Colégio Integral tem por finalidade o intercâmbio social e esportivo, difundir a prática de várias modalidades

Leia mais

Regulamento do Campeonato de Portugal com Armas de Ordenança

Regulamento do Campeonato de Portugal com Armas de Ordenança FEDERAÇÃO PORTUGUESA DE TIRO Instituição de Utilidade Pública por Decreto de 14/10/1929 Instituição de Utilidade Pública Desportiva (D.R. 288 de 11/12/1993) Oficial da Ordem Militar de Cristo Medalha de

Leia mais

REGULAMENTO FUZIL ESPORTIVO

REGULAMENTO FUZIL ESPORTIVO REGULAMENTO FUZIL ESPORTIVO I - OBJETIVO DO REGULAMENTO O objetivo deste regulamento é estabelecer as normas a serem aplicadas à modalidade FUZIL ESPORTIVO e suas duas categorias MIRA ÓPTICA e MIRA ABERTA,

Leia mais

Regulamento Geral de Car/Pst/RF 2015

Regulamento Geral de Car/Pst/RF 2015 Regulamento Geral de Car/Pst/RF 2015 I - Finalidade Estabelecer normas para os eventos nacionais da CBTE na modalidade de. II - Objetivo a) Incentivar a prática do Tiro Esportivo, em âmbito nacional, através

Leia mais

REGULAMENTO DAS PROVAS DE TIRO COM CARABINA DE CANO ARTICULADO. Capitulo I Âmbito. Art.º 1º Âmbito

REGULAMENTO DAS PROVAS DE TIRO COM CARABINA DE CANO ARTICULADO. Capitulo I Âmbito. Art.º 1º Âmbito REGULAMENTO DAS PROVAS DE TIRO COM CARABINA DE CANO ARTICULADO Capitulo I Âmbito Art.º 1º Âmbito 1.O presente Regulamento estabelece as regras aplicáveis às provas de carabina de cano articulado do calendário

Leia mais

REGULAMENTO DA COMPETIÇÃO CAMPEONATO NACIONAL DOS MAGISTRADOS ABRIL/2015 REGULAMENTO 02/2015 DUELO DE BALÃO

REGULAMENTO DA COMPETIÇÃO CAMPEONATO NACIONAL DOS MAGISTRADOS ABRIL/2015 REGULAMENTO 02/2015 DUELO DE BALÃO REGULAMENTO DA COMPETIÇÃO CAMPEONATO NACIONAL DOS MAGISTRADOS ABRIL/2015 REGULAMENTO 02/2015 DUELO DE BALÃO 1- DA FINALIDADE: Regulamentar a Prova de Tiro Duelo de Balão no âmbito do Estande de Tiro do

Leia mais

FEDERAÇÃO PORTUGUESA DE TIRO

FEDERAÇÃO PORTUGUESA DE TIRO FEDERAÇÃO PORTUGUESA DE TIRO REGULAMENTO DE AR 50 22 DE JANEIRO DE 2016 Instituição de Utilidade Pública por Decreto de 14/10/1929 Instituição de Utilidade Pública Desportiva (DR 288, de 11/12/93) Renovação

Leia mais

FEDERAÇÃO GAUCHA DE DESPORTOS AQUÁTICOS Fundada em 12 de Setembro de 1955 NATAÇÃO, ESSE ESPORTE SALVA VIDAS! CIRCUITO GAÚCHO DE ÁGUAS ABERTAS

FEDERAÇÃO GAUCHA DE DESPORTOS AQUÁTICOS Fundada em 12 de Setembro de 1955 NATAÇÃO, ESSE ESPORTE SALVA VIDAS! CIRCUITO GAÚCHO DE ÁGUAS ABERTAS CIRCUITO GAÚCHO DE ÁGUAS ABERTAS - 2016 REGULAMENTO Art. 1º - A Federação Gaúcha de Desportos Aquáticos FGDA realizará o Circuito Gaúcho de Águas Abertas 2016 e, detém os direitos do mesmo. DAS DATAS E

Leia mais

REGULAMENTO ESPECÍFICO GINÁSTICA ARTÍSTICA FRG

REGULAMENTO ESPECÍFICO GINÁSTICA ARTÍSTICA FRG 1. FINALIDADE REGULAMENTO ESPECÍFICO GINÁSTICA ARTÍSTICA FRG - 2013 1.1. O presente Regulamento tem por finalidade orientar e ordenar a modalidade de ginástica artística na FRG, juntamente com o regulamento

Leia mais

FLORESTA Country Club

FLORESTA Country Club REGULAMENTO DO RANKING DO FLORESTA COUNTRY CLUB 1. PARTICIPAÇÃO : 1.1 Cada cavaleiro ou amazona poderá participar com até três animais em cada série, podendo mudar de série e retornar apenas uma vez sem

Leia mais

Regulamento UTFPR- 2015

Regulamento UTFPR- 2015 5ª Competição de Ponte de Macarrão da UTFPR- Câmpus Pato Branco Departamento de Engenharia Civil Universidade Tecnológica Federal do Paraná a) Disposições gerais: Regulamento UTFPR- 2015 1. Cada grupo

Leia mais

REGULAMENTO DE TIRO PROVA DE PISTOLA DE COMBATE

REGULAMENTO DE TIRO PROVA DE PISTOLA DE COMBATE REGULAMENTO DE TIRO PROVA DE PISTOLA DE COMBATE EsEFEx Atualizado em 2015 1 PROVA DE PISTOLA DE COMBATE Art 1º - A prova de Pistola de Combate será realizada com armamento e munição de dotação do Exército

Leia mais

Meeting Natação Masters 2014 Trofeu Marcos Matiolli

Meeting Natação Masters 2014 Trofeu Marcos Matiolli ORGANIZAÇÃO E REALIZAÇÃO ART. 1º - O Meeting Natação é uma competição do calendário oficial da MG ESPORTES, de acordo com o presente regulamento e com as regras da FINA e ABMN. ART. 2º - O Meeting Natação

Leia mais

VII JOGOS DOS APOSENTADOS FENACEF 2016

VII JOGOS DOS APOSENTADOS FENACEF 2016 REGULAMENTO TÉCNICO FUTEBOL SOÇAITE Art. 1º. O campeonato de futebol soçaite será realizado com as regras estabelecidas pelo Regulamento Geral do VII JOGOS FENACEF, pelo que dispuser o presente regulamento

Leia mais

REGULAMENTO GERAL DA PRIMEIRA LIGA MACAÍBA

REGULAMENTO GERAL DA PRIMEIRA LIGA MACAÍBA REGULAMENTO GERAL DA PRIMEIRA LIGA MACAÍBA Art. 1º - A liga tem por finalidade: A confraternização entre os times, o fortalecimento dos laços de amizade e a camaradagem sadiamente disputada. I - DA ORGANIZAÇÃO

Leia mais

Jaraguá Clube Campestre VI Campeonato Interno de Futsal -2015

Jaraguá Clube Campestre VI Campeonato Interno de Futsal -2015 Jaraguá Clube Campestre VI Campeonato Interno de Futsal -2015 INFANTIL REGULAMENTO: A Sub-diretoria de Futsal Infantil de Esportes do Jaraguá Clube Campestre realizará, no período de 30/08 a 14/11/2015.

Leia mais

Regulamento I CAMPEONATO DE XBOX 360 MODALIDADE FUTEBOL

Regulamento I CAMPEONATO DE XBOX 360 MODALIDADE FUTEBOL Regulamento I CAMPEONATO DE XBOX 360 MODALIDADE FUTEBOL 1-DO CAMPEONATO Trata-se do 1º Campeonato de Vídeo Game organizado pelo Setor de Eventos do Departamento de Cultura, que tem como objetivo estimular

Leia mais

a) VITÓRIA PONTOS b) EMPATE COM GOL PONTOS c) EMPATE SEM GOL PONTO d) DERROTA PONTO

a) VITÓRIA PONTOS b) EMPATE COM GOL PONTOS c) EMPATE SEM GOL PONTO d) DERROTA PONTO REGULAMENTO GERAL DO 1º CAMPEONATO DE FUTEBOL SOCIETY DA ASSTBM l DA FINALIDADE: Art. 1º O Torneio de Futebol Society, tem por finalidade: A congregação de associados e público em geral, através do esporte.

Leia mais

PETROBRÁS PREMMIA APRESENTA CIRCUITO REI E RAINHA DO MAR UBATUBA (01/05/2016) Regulamento

PETROBRÁS PREMMIA APRESENTA CIRCUITO REI E RAINHA DO MAR UBATUBA (01/05/2016) Regulamento PETROBRÁS PREMMIA APRESENTA CIRCUITO REI E RAINHA DO MAR UBATUBA (01/05/2016) Regulamento 1) INSCRIÇÕES: A) Os prazos e condições gerais de inscrição estão sujeitas a alterações do organizador do evento.

Leia mais

Campeonato Goiano de Triathlon. Promoção. Federação Goiana de Triatlo - FEGOTRI Acáciosport.

Campeonato Goiano de Triathlon. Promoção. Federação Goiana de Triatlo - FEGOTRI Acáciosport. Campeonato Goiano de Triathlon. Promoção. Federação Goiana de Triatlo - FEGOTRI Acáciosport. Percurso 750 m natação + 20,0 km ciclismo + 5,0km corrida Junior Masculino: 16-20 Feminino: 16-20 Adulto Masculino:

Leia mais

FACULDADE SETE DE SETEMBRO TORNEIO INTEGRAÇÃO DOS CURSOS DA FASETE

FACULDADE SETE DE SETEMBRO TORNEIO INTEGRAÇÃO DOS CURSOS DA FASETE TORNEIO INTEGRAÇÃO DOS CURSOS DA FASETE Paulo Afonso 2015 Docentes do curso de Educação Física TORNEIO INTEGRAÇÃO DOS CURSOS DA FASETE Paulo Afonso 2015 Torneio Integração dos Cursos da FASETE Regulamento

Leia mais

22/05/2016 (domingo) Sport Club Corinthians Paulista

22/05/2016 (domingo) Sport Club Corinthians Paulista SPORT CLUB CORINTHIANS PAULISTA IV TORNEIO TIMÃO DE NATAÇÃO TROFÉU MARIO XAVIER 1ª Etapa -2016 DATA LOCAL 22/05/2016 (domingo) Sport Club Corinthians Paulista INSCRIÇÕES Inscrições até o dia 01/05/2016

Leia mais

REGULAMENTO: CONCURSO GUINDASTE DE PAPEL

REGULAMENTO: CONCURSO GUINDASTE DE PAPEL REGULAMENTO: CONCURSO GUINDASTE DE PAPEL A engenharia estrutural é o ramo da engenharia civil que utiliza cálculos concepção de estruturas. De forma simplificada, é a aplicação da mecânica das estruturas

Leia mais

VI JOGOS DOS APOSENTADOS FENACEF 2015

VI JOGOS DOS APOSENTADOS FENACEF 2015 REGULAMENTO TÉCNICO CANASTRA Art. 1º. O torneio de Canastra do VI JOGOS FENACEF, será realizado de acordo com as regras estabelecidas pela FENACEF no Regulamento Geral do VI JOGOS FENACEF, combinado com

Leia mais

REGULAMENTO STAND UP PADDLE SEGUNDA ETAPA CIRCUITO REI E RAINHA DO MAR 2016

REGULAMENTO STAND UP PADDLE SEGUNDA ETAPA CIRCUITO REI E RAINHA DO MAR 2016 REGULAMENTO STAND UP PADDLE SEGUNDA ETAPA CIRCUITO REI E RAINHA DO MAR 2016 O Stand Up Paddle será realizado no domingo, dia 09 de outubro de 2016, durante o Rei e Rainha do Mar. 1) CATEGORIAS / CLASSES:

Leia mais

REGULAMENTO STAND UP PADDLE PRIMEIRA ETAPA CIRCUITO REI E RAINHA DO MAR 2017

REGULAMENTO STAND UP PADDLE PRIMEIRA ETAPA CIRCUITO REI E RAINHA DO MAR 2017 REGULAMENTO STAND UP PADDLE PRIMEIRA ETAPA CIRCUITO REI E RAINHA DO MAR 2017 1) INSCRIÇÕES: A) Os prazos e condições gerais de inscrição estão sujeitas a alterações do organizador do evento. B) Os valores

Leia mais

PROVAS A Performance B Participação 1) ATLETISMO Caminhada 25 metros - B Corrida 100 metros A

PROVAS A Performance B Participação 1) ATLETISMO Caminhada 25 metros - B Corrida 100 metros A PROVAS 1) Atletismo 2) Futsal 3) Voleibol Especial 4) Natação 5) Cabo de Guerra 6) Provas de Habilidade 7) Tênis de Mesa A Performance B Participação 1) ATLETISMO Caminhada 25 metros - B - Nesta prova

Leia mais

CAMPEONATO DE FUTEBOL DA ASIBAMA/DF 2012 REGULAMENTO

CAMPEONATO DE FUTEBOL DA ASIBAMA/DF 2012 REGULAMENTO CAMPEONATO DE FUTEBOL DA ASIBAMA/DF 2012 REGULAMENTO I Das disposições preliminares Art. 1º - Este regulamento é o conjunto de disposições que regem o Campeonato de Futebol 2012 da ASIBAMA-DF. Art. 2º

Leia mais

Regulamento. VIII Circuito de Maratonas Aquáticas de Santa Catarina. Federação Aquática de Santa Catarina Temporada 2012/2013 REGULAMENTO 1

Regulamento. VIII Circuito de Maratonas Aquáticas de Santa Catarina. Federação Aquática de Santa Catarina Temporada 2012/2013 REGULAMENTO 1 Regulamento VIII Circuito de Maratonas Aquáticas de Santa Catarina Federação Aquática de Santa Catarina Temporada 2012/2013 REGULAMENTO 1 Conteúdo 1. Finalidades 2. Data e informações das provas 3. Inscrições

Leia mais

Campeonato Mineiro Infanto Juvenil de Natação de Verão X Troféu Fernanda Ferraz Santos. Participação: Exclusiva para filiadas Exclusiva para federados

Campeonato Mineiro Infanto Juvenil de Natação de Verão X Troféu Fernanda Ferraz Santos. Participação: Exclusiva para filiadas Exclusiva para federados Campeonato Mineiro Infanto Juvenil de Natação de Verão X Troféu Fernanda Ferraz Santos Entidades: Atletas: Participação: Exclusiva para filiadas Exclusiva para federados Programação: Data: 11 e 12 de novembro

Leia mais

REGULAMENTO ESPECIFICO DOS TORNEIOS ESCOLARES DE CORFEBOL

REGULAMENTO ESPECIFICO DOS TORNEIOS ESCOLARES DE CORFEBOL REGULAMENTO ESPECIFICO DOS TORNEIOS ESCOLARES DE CORFEBOL ÍNDICE INTRODUÇÃO 1. ESCALÕES ETÁRIOS, BOLA, DURAÇÃO DO JOGO E VARIANTES DA MODALIDADE 2. CONSTITUIÇÃO DA EQUIPA 3. ARBITRAGEM 4. CLASSIFICAÇÃO,

Leia mais

REGULAMENTO III DUATLO POLICIAL DA POLÍCIA JUDICIÁRIA

REGULAMENTO III DUATLO POLICIAL DA POLÍCIA JUDICIÁRIA REGULAMENTO III DUATLO POLICIAL DA POLÍCIA JUDICIÁRIA Artigo 1º Objeto A Associação Desportiva Cultural e Recreativa da Polícia Judiciária (ADCRPJ) em parceria com a Escola de Polícia Judiciária (EPJ)

Leia mais

XIII SEMANA DE INTEGRAÇÃO VII GINCANA DE INTEGRAÇÃO

XIII SEMANA DE INTEGRAÇÃO VII GINCANA DE INTEGRAÇÃO XIII SEMANA DE INTEGRAÇÃO VII GINCANA DE INTEGRAÇÃO REGULAMENTO III FUTEBOL SOCIETY 2017 XIII SEMANA DE INTEGRAÇÃO VII GINCANA DE INTEGRAÇÃO REGULAMENTO III FUTEBOL - SOCIETY REGULAMENTO GERAL I - DAS

Leia mais

REGULAMENTO TÉCNICO TÊNIS DE MESA

REGULAMENTO TÉCNICO TÊNIS DE MESA Art. 1º - As competições de Tênis de Mesa dos III JOIAPOF serão regidas pelas Regras Simplificadas de Tênis de Mesa em anexo, por este Regulamento e conforme o disposto no Regulamento Geral. Art. 2º -

Leia mais

REGULAMENTO DO CIRCUITO ABERTO DE TÊNIS DO ASSIS TÊNIS CLUBE 2017

REGULAMENTO DO CIRCUITO ABERTO DE TÊNIS DO ASSIS TÊNIS CLUBE 2017 REGULAMENTO DO CIRCUITO ABERTO DE TÊNIS DO ASSIS TÊNIS CLUBE 2017 1. DOS TORNEIOS 1.1 O Circuito Aberto de Tênis do Assis Tênis Clube 2017 será composto de 3 Torneios Abertos e 1 Torneio Finals, conforme

Leia mais

REGULAMENTO DO CAMPEONATO BRASILEIR DE TIRO ONLINE. - Regulamentar o Campeonato Brasileiro de tiro de carabinas e pistolas de pressão.

REGULAMENTO DO CAMPEONATO BRASILEIR DE TIRO ONLINE. - Regulamentar o Campeonato Brasileiro de tiro de carabinas e pistolas de pressão. 1.FINALIDADE REGULAMENTO DO CAMPEONATO BRASILEIR DE TIRO ONLINE - Regulamentar o Campeonato Brasileiro de tiro de carabinas e pistolas de pressão. 2.INSCRIÇÃO - Valor: R$ 30,00 (vinte reais) pago em boleto

Leia mais

UNICESUMAR CENTRO UNIVERSITÁRIO DE MARINGÁ EDITAL VI TORNEIO PROFESSOR MAURO ARAÚJO VI TORNEIO PROFESSOR MAURO ARAÚJO UNICESUMAR.

UNICESUMAR CENTRO UNIVERSITÁRIO DE MARINGÁ EDITAL VI TORNEIO PROFESSOR MAURO ARAÚJO VI TORNEIO PROFESSOR MAURO ARAÚJO UNICESUMAR. UNICESUMAR CENTRO UNIVERSITÁRIO DE MARINGÁ EDITAL VI TORNEIO PROFESSOR MAURO ARAÚJO VI TORNEIO PROFESSOR MAURO ARAÚJO UNICESUMAR Edital MARINGÁ-PR 2016 DISPOSIÇÕES GERAIS O torneio Ponte de Macarrão do

Leia mais

Centro Universitário UNIVATES Complexo Esportivo IX JOGUEM 2015 HANDEBOL MASCULINO E FEMININO

Centro Universitário UNIVATES Complexo Esportivo IX JOGUEM 2015 HANDEBOL MASCULINO E FEMININO Centro Universitário UNIVATES Complexo Esportivo IX JOGUEM 2015 HANDEBOL MASCULINO E FEMININO REGULAMENTO DA PROMOÇÃO E ORGANIZAÇÃO: A promoção e organização é da UNIVATES DAS FINALIDADES: A promoção tem

Leia mais

II Torneio de Pesca de Ubatã

II Torneio de Pesca de Ubatã II Torneio de Pesca de Ubatã O site Ubatombo, Ricardo Tavares e Marcos Lima juntos com seus patrocinadores temos o prazer de convidar você para o II Torneio de Pesca de Ubatã. Organização: Ricardo Tavares

Leia mais

REGULAMENTO. HELVETIA LEAGUE 2016 Torneio Interno de Futebol

REGULAMENTO. HELVETIA LEAGUE 2016 Torneio Interno de Futebol REGULAMENTO HELVETIA LEAGUE 2016 Torneio Interno de Futebol O objetivo do Torneio é proporcionar momentos de integração, sociabilização e lazer para os sócios e participantes do Clube Esportivo Helvetia.

Leia mais

Regulamento Geral. - 1º Torneio de Basquetebol Interclasses ITE Bauru

Regulamento Geral. - 1º Torneio de Basquetebol Interclasses ITE Bauru 1. DA ORGANIZAÇÃO E DIREÇÃO Art. 1. O campeonato interclasses de basquete obedecerá às disposições deste regulamento, da Declaração do Termo de Responsabilidade constante na Ficha de Inscrição e das demais

Leia mais

RANKING METROPOLITANO SOCIEDADE HÍPICA CATARINENSE

RANKING METROPOLITANO SOCIEDADE HÍPICA CATARINENSE RANKING METROPOLITANO SOCIEDADE HÍPICA CATARINENSE 1. GENERALIDADES: Local das competições: Sociedade Hípica Catarinense SC 401, n 4677 Saco Grande Florianópolis SC Tel: (48) 3335 6144 Site: www.sociedadehipicacatarinense.com.br

Leia mais

FEDERAÇÃO ESPIRITOSANTENSE DE TIRO PRÁTICO REGULAMENTO PARA O CAMPEONATO ESTADUAL DE SILHUETAS METALICAS

FEDERAÇÃO ESPIRITOSANTENSE DE TIRO PRÁTICO REGULAMENTO PARA O CAMPEONATO ESTADUAL DE SILHUETAS METALICAS 1 REGULAMENTO PARA O CAMPEONATO ESTADUAL DE SILHUETAS METALICAS 1. DISPOSIÇÕES GERAIS Este regulamento foi elaborado com o intuito de abranger de forma ampla, clara e simples todos os aspectos normativos,

Leia mais

COLÉGIO SAGRADO CORAÇÃO DE MARIA

COLÉGIO SAGRADO CORAÇÃO DE MARIA > PARTICIPANTES: 6º ao 9º Ano do Ensino Fundamental 1ª a 2ª Séries do Ensino Médio > COMISSÃO ORGANIZADORA: Departamento de Educação Física > SUB TEMA: Olimpíada no Brasil > OBJETIVOS: Promover a integração

Leia mais

REGULAMENTO ESPECÍFICO FUTEBOL SOCIETY

REGULAMENTO ESPECÍFICO FUTEBOL SOCIETY REGULAMENTO ESPECÍFICO FUTEBOL SOCIETY REGU I DA FINALIDADE E DA PARTICIPAÇÃO Art. 1º. As regras aplicadas nos I Jogos Nacionais de Integração da PRF 2015 - para a competição de Futebol Society Livre serão

Leia mais

Confederação Brasileira de Tiro Esportivo Filiada a World Field Target Federation Regulamento das Provas de Field Target Atualizado em 26 de maio 2009

Confederação Brasileira de Tiro Esportivo Filiada a World Field Target Federation Regulamento das Provas de Field Target Atualizado em 26 de maio 2009 Regulamento Técnico do Field Target ÍNDICE 2. Desenvolvimento... 2 a) Provas... 2 b) Classes... 2 c) Armas, Munições e Acessórios... 2 d) Alvos... 3 e) Distâncias... 4 f) Posições... 4 g) Tempos... 4 i)

Leia mais

1.1 O Campeonato Brasileiro de Clubes 2011, Etapa Pista Patinação de Velocidade, é aberto a todos os clubes e atletas, filiados ou não a esta CBHP

1.1 O Campeonato Brasileiro de Clubes 2011, Etapa Pista Patinação de Velocidade, é aberto a todos os clubes e atletas, filiados ou não a esta CBHP CAMPEONATO BRASILEIRO DE CLUBES 2011 PATINAÇÃO DE VELOCIDADE ETAPA PISTA REGULAMENTO 1o. Das Condições: 1.1 O Campeonato Brasileiro de Clubes 2011, Etapa Pista Patinação de Velocidade, é aberto a todos

Leia mais

FACULDADE PITÁGORAS UBERLÂNDIA II JUPIT JOGOS UNIVERSITÁRIOS DA FACULDADE PITÁGORAS. Regulamento Geral

FACULDADE PITÁGORAS UBERLÂNDIA II JUPIT JOGOS UNIVERSITÁRIOS DA FACULDADE PITÁGORAS. Regulamento Geral FACULDADE PITÁGORAS UBERLÂNDIA II JUPIT JOGOS UNIVERSITÁRIOS DA FACULDADE PITÁGORAS Regulamento Geral Este Regulamento é o conjunto das disposições que regem as atividades do II JUPIT Jogos Universitários

Leia mais

REGULAMENTO ESPECIFICO TORNEIOS JOVENS CORFEBOL

REGULAMENTO ESPECIFICO TORNEIOS JOVENS CORFEBOL REGULAMENTO ESPECIFICO TORNEIOS JOVENS CORFEBOL ÍNDICE INTRODUÇÃO 1. ESCALÕES ETÁRIOS, BOLA, DURAÇÃO DO JOGO E VARIANTES DA MODALIDADE 2. CONSTITUIÇÃO DA EQUIPA 3. ARBITRAGEM 4. QUADRO COMPETITIVO E CRITÉRIOS

Leia mais

XX Torneio Escola de Natação 2016 (Atualizado em 29/12/2015, às 10h00)

XX Torneio Escola de Natação 2016 (Atualizado em 29/12/2015, às 10h00) CAPÍTULO 1 - ORGANIZAÇÃO E REALIZAÇÃO XX Torneio Escola de ART. 1º - O XX TORNEIO ESCOLA NATAÇÃO 2016 é uma competição do calendário oficial da MG Esportes, de acordo com o presente regulamento. ART. 2º

Leia mais

Art. 2º. Participarão da 1ª Copa Imprensa ACEESP NIKE de Futebol Society 2011 as equipes que confirmarem presença junto à ACEESP.

Art. 2º. Participarão da 1ª Copa Imprensa ACEESP NIKE de Futebol Society 2011 as equipes que confirmarem presença junto à ACEESP. 1ª Copa Imprensa ACEESP NIKE de Futebol Society 2011 I Do Objetivo Regulamento I Do objetivo Art. 1º. - Realizar um campeonato de futebol society entre os profissionais de imprensa de São Paulo, com o

Leia mais

REGULAMENTO FUZIL SNIPER 2014

REGULAMENTO FUZIL SNIPER 2014 REGULAMENTO FUZIL SNIPER 2014 DEPARTAMENTO DE TIRO ADJLC CAMPEONATO PAULISTA INTERCLUBES DE FUZIL SNIPER -2014 I- DO CAMPEONATO PAULISTA I.I NOTAS INTRODUTÓRIAS 1-O objetivo deste regulamento é normatizar

Leia mais

FUTSAL Art. 1º - As partidas obedecerão as regras oficiais da C.B.F.S.. Art. 2º - O tempo de cada partida será de 08 (oito) minutos. Inciso I - quando

FUTSAL Art. 1º - As partidas obedecerão as regras oficiais da C.B.F.S.. Art. 2º - O tempo de cada partida será de 08 (oito) minutos. Inciso I - quando VOLEIBOL Art. 1º - As partidas obedecerão às regras oficiais da FIVB, com as seguintes alterações: Inciso I - Os jogos serão realizados em 01 (um) set de 16 (dezesseis) pontos. Inciso II - Em caso de empate

Leia mais

REGULAMENTO DO PRIMEIRO CONCURSO CONCREBOL FATEC TATUAPÉ 2016

REGULAMENTO DO PRIMEIRO CONCURSO CONCREBOL FATEC TATUAPÉ 2016 REGULAMENTO DO PRIMEIRO CONCURSO CONCREBOL FATEC TATUAPÉ 2016 1 OBJETIVO 1.1 O objetivo deste concurso é testar a habilidade dos competidores no desenvolvimento de métodos construtivos e produção de concretos

Leia mais

Datas: 27, 28, 29 e 30 de junho de R E G U L A M E N T O

Datas: 27, 28, 29 e 30 de junho de R E G U L A M E N T O OLIMPÍADAS 2016 ENSINO FUNDAMENTAL II E ENSINO MÉDIO I DISPOSIÇÕES GERAIS Datas: 27, 28, 29 e 30 de junho de 2016. R E G U L A M E N T O Art. 1º - Os jogos têm por finalidade promover o intercâmbio sócio-desportivo

Leia mais

REGULAMENTO TÉCNICO JOGOS ESCOLARES DE FLORIANÓPOLIS 2015 JESF 2015 SUPERINTENDÊNCIA TÉCNICA

REGULAMENTO TÉCNICO JOGOS ESCOLARES DE FLORIANÓPOLIS 2015 JESF 2015 SUPERINTENDÊNCIA TÉCNICA JESF JESF CAPÍTULO I SISTEMA DE DISPUTA E CLASSIFICAÇÃO Art. 1º. As competições de todas as modalidades do JESF serão disputadas de acordo com as regras oficiais de cada modalidade adotada pela Confederação

Leia mais

Regulamento da. Copa DUSDEUSES UniBH de. Futsal

Regulamento da. Copa DUSDEUSES UniBH de. Futsal Regulamento da Copa DUSDEUSES UniBH de Futsal FINALIDADE O presente regulamento contêm as normas que regem na 6ª Copa DUSDEUSES UniBH de Futsal, sendo conhecedores de seu conteúdo todos os inscritos que

Leia mais

REGULAMENTO CAMPEONATO SERGIPANO ABSOLUTO DE XADREZ 2016

REGULAMENTO CAMPEONATO SERGIPANO ABSOLUTO DE XADREZ 2016 FEDERAÇÃO SERGIPANA DE XADREZ Filiada à Confederação Brasileira de Xadrez REGULAMENTO CAMPEONATO SERGIPANO ABSOLUTO DE XADREZ 2016 REALIZAÇÃO: FEDERAÇÃO SERGIPANA DE XADREZ (FSX) Diretora do Torneio: Sílvia

Leia mais

COPA CEPEUSP DE VOLEIBOL / 2017 REGULAMENTO

COPA CEPEUSP DE VOLEIBOL / 2017 REGULAMENTO COPA CEPEUSP DE VOLEIBOL / 2017 REGULAMENTO I DA FINALIDADE Art. 1 A COPA CEPEUSP DE VOLEIBOL tem como objetivo a integração dos docentes e funcionários da Universidade de São Paulo, incentivando-os à

Leia mais

REGULAMENTO DO CONCURSO MEU PAI É O CARA

REGULAMENTO DO CONCURSO MEU PAI É O CARA REGULAMENTO DO CONCURSO MEU PAI É O CARA No dia 11 de agosto de 2017 a comissão organizadora do projeto Meu Pai é o Cara promoverá um evento para o Dia dos Pais voltada para todos os servidores, estagiários

Leia mais

FEDERAÇÃO DE JUDÔ DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO

FEDERAÇÃO DE JUDÔ DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO FEDERAÇÃO DE JUDÔ DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO MENSAGEM DO PRESIDENTE P r e z a d o s S e n h o r e s, A F e d e r a ç ã o d e J u d ô d o E s t a d o d o R i o d e J a n e i r o, c o m a c h a n c e l

Leia mais

FEDERAÇÃO DE JUDÔ DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO

FEDERAÇÃO DE JUDÔ DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO FEDERAÇÃO DE JUDÔ DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO MENSAGEM DO PRESIDENTE P r e z a d o s S e n h o r e s, A F e d e r a ç ã o d e J u d ô d o E s t a d o d o R i o d e J a n e i r o, c o m a c h a n c e l

Leia mais

REGULAMENTO BEACH TENNIS

REGULAMENTO BEACH TENNIS JOGOS NACIONAIS DA MAGISTRATURA 2017 - FORTALEZA/CE CAPÍTULO I DO CAMPEONATO REGULAMENTO BEACH TENNIS Art. 1º. O torneio de Beach Tennis, modalidade dos Jogos Nacionais da Magistratura 2017 AMB, reger-se-á

Leia mais

REGULAMENTO MIRIM 2016

REGULAMENTO MIRIM 2016 REGULAMENTO MIRIM 2016 1. OBJETIVOS Art. 1º - O Campeonato Mirim de Handebol tem por objetivo a) estimular a prática do handebol na faixa etária selecionada; b) promover o intercâmbio esportivo; e c) aprofundar

Leia mais

10 Atletismo 10.1 Escalões: 10 - A, B, C, D e E, para masculinos e femininos Modalidades: Masculino Escalão B. Masculino Escalão C Corridas

10 Atletismo 10.1 Escalões: 10 - A, B, C, D e E, para masculinos e femininos Modalidades: Masculino Escalão B. Masculino Escalão C Corridas 10 Atletismo 10.1 Escalões: 10 - A, B, C, D e E, para masculinos e femininos. 10.2 Modalidades: N. Escalão A Escalão B Escalão C Corridas Escalão D Escalão E 1 50 m 2 60 m 3 100 m 100 m 100 m 4 200 m 200

Leia mais

REGULAMENTO MATEMÁTICA VANGUARDA

REGULAMENTO MATEMÁTICA VANGUARDA REGULAMENTO MATEMÁTICA VANGUARDA 1. O QUE É? MATEMÁTICA VANGUARDA é um Projeto focado na educação, com o objetivo de estimular a participação das escolas e alunos em um evento cultural, educacional e de

Leia mais

REGULAMENTO III TORNEIO DE TRUCO

REGULAMENTO III TORNEIO DE TRUCO XIII SEMANA DE INTEGRAÇÃO VII GINCANA DE INTEGRAÇÃO REGULAMENTO III TORNEIO DE TRUCO 2017 XIII SEMANA DE INTEGRAÇÃO VII GINCANA DE INTEGRAÇÃO REGULAMENTO III TORNEIO DE TRUCO REGULAMENTO GERAL I - DAS

Leia mais

CONCURSO l - PONTES DE PALITOS DE PICOLÉ

CONCURSO l - PONTES DE PALITOS DE PICOLÉ CONCURSO l - PONTES DE PALITOS DE PICOLÉ REGULAMENTO 2013 a) Objetivos: O concurso compreende a avaliação de um protótipo de uma ponte, executado com palitos de picolé de madeira e ligados com cola. O

Leia mais

REGULAMENTO PONTE DE PALITO DE PICOLÉ

REGULAMENTO PONTE DE PALITO DE PICOLÉ REGULAMENTO PONTE DE PALITO DE PICOLÉ A prova de "PONTE DE PALITO DE PICOLÉ" trata-se de uma tarefa vinculada ao Redentor Games, se caracterizando como uma competição saudável entre as equipes compostas

Leia mais

REGULAMENTO TÉCNICO TÊNIS DE MESA

REGULAMENTO TÉCNICO TÊNIS DE MESA TÊNIS DE MESA Art. 1º - As competições de Tênis de Mesa dos XIII JOIDS serão regidas pelas Regras Simplificadas de Tênis de Mesa em anexo, por este Regulamento e conforme o disposto no Regulamento Geral.

Leia mais

REGULAMENTO X TORNEIO INTERNO DE FUTSAL 2016

REGULAMENTO X TORNEIO INTERNO DE FUTSAL 2016 REGULAMENTO X TORNEIO INTERNO DE FUTSAL 2016 Local e horário Os jogos serão realizados no Pavilhão Gimnodesportivo do CCDTCMP, aos sábados de manhã, entre as 09h00 e as 13h00. Inscrições a) Cada equipa

Leia mais

REGULAMENTO DO TORNEIO DE TRANCA - ASUFEPAR 2015

REGULAMENTO DO TORNEIO DE TRANCA - ASUFEPAR 2015 REGULAMENTO DO TORNEIO DE TRANCA - ASUFEPAR 2015 A Diretoria de Esportes torna públicas as seguintes informações sobre o Torneio de Tranca da ASUFEPAR 2015 1. DO PERÍODO DE REALIZAÇÃO E DAS INSCRIÇÕES

Leia mais

DUATLO BTT DO BARREIRO 28 DE FEVEREIRO DE 2016

DUATLO BTT DO BARREIRO 28 DE FEVEREIRO DE 2016 DUATLO BTT DO BARREIRO 28 DE FEVEREIRO DE 2016 TAÇA DE PORTUGAL PORTERRA PROVA ABERTA REGULAMENTO 1. ORGANIZAÇÃO / ENQUADRAMENTO O Duatlo BTT do Barreiro é uma organização conjunta da Câmara Municipal

Leia mais

VIII JOGOS NACIONAIS DA MAGISTRATURA

VIII JOGOS NACIONAIS DA MAGISTRATURA VIII JOGOS NACIONAIS DA MAGISTRATURA REGULAMENTO GERAL 1 DA FINALIDADE Art. 1º - Os VIII JOGOS NACIONAIS DA MAGISTRATURA, competição oficial da ASSOCIAÇÃO DOS MAGISTRADOS BRASILEIROS (AMB), têm como objetivo

Leia mais

I COMPETIÇÃO DA PONTE DE MACARRÃO

I COMPETIÇÃO DA PONTE DE MACARRÃO I COMPETIÇÃO DA PONTE DE MACARRÃO REGULAMENTO 1. INTRODUÇÃO O Grupo PET - Estruturas do Curso de Engenharia Civil da Universidade Católica de Brasília estará realizando neste semestre a I Competição da

Leia mais

REGULAMENTO PONTE DE PALITO DE PICOLÉ

REGULAMENTO PONTE DE PALITO DE PICOLÉ REGULAMENTO PONTE DE PALITO DE PICOLÉ A prova de "PONTE DE PALITO DE PICOLÉ" trata-se de uma tarefa vinculada ao Redentor Games, se caracterizando como uma competição saudável entre as equipes compostas

Leia mais

REGULAMENTO DO RANKING DO CIRCUITO DE TÊNIS 2014 O DIÁRIO

REGULAMENTO DO RANKING DO CIRCUITO DE TÊNIS 2014 O DIÁRIO REGULAMENTO DO RANKING DO CIRCUITO DE TÊNIS 2014 O DIÁRIO OBJETIVO Promover e organizar um Circuito Regional Oficial de Tênis, proporcionando a integração de tenistas da Região do Alto Tietê, com uma competição

Leia mais

Regulamento da Copa Sul Bahia de Cross Country (Temporada 2015)

Regulamento da Copa Sul Bahia de Cross Country (Temporada 2015) Regulamento da Copa Sul Bahia de Cross Country (Temporada 2015) Copa Sul Bahia de Cross Country Regulamento 2013 Este documento descreve o conjunto de regras que regulamentam a Copa Sul Bahia de Cross

Leia mais

Pista 7 RULES: Ultima edição do regulamento de IPSC

Pista 7 RULES: Ultima edição do regulamento de IPSC Pista 7 RULES: Ultima edição do regulamento de IPSC 2ª PROVA CN IPSC COURSE DESIGNER: Monteiro Posição inicial do atirador: Arma carregada no coldre, mãos ao longo do corpo, calcanhares a tocar a marca

Leia mais

CENTRO UNIVERSITÁRIO UNIVATES COMPLEXO ESPORTIVO 10ª COPA UNIVATES/DCE 2017 FUTSAL FEMININO

CENTRO UNIVERSITÁRIO UNIVATES COMPLEXO ESPORTIVO 10ª COPA UNIVATES/DCE 2017 FUTSAL FEMININO REGULAMENTO CENTRO UNIVERSITÁRIO UNIVATES COMPLEXO ESPORTIVO 10ª COPA UNIVATES/DCE 2017 FUTSAL FEMININO DA PROMOÇÃO E ORGANIZAÇÃO: A promoção e a organização são do Centro Universitário UNIVATES/Complexo

Leia mais

REGULAMENTO GERAL DE PROVA IV OPEN KARATE CIDADE DE AMORA 4 DE JUNHO 2017

REGULAMENTO GERAL DE PROVA IV OPEN KARATE CIDADE DE AMORA 4 DE JUNHO 2017 REGULAMENTO GERAL DE PROVA IV OPEN KARATE CIDADE DE AMORA 4 DE JUNHO 2017 CLUBE ORGANIZADOR CLUBE RECREATIVO DA CRUZ DE PAU LOCAL: PAVILHÃO DA ESCOLA EB 2/3 PEDRO EANES LOBATO CIDADE DE AMORA Artigo 1º

Leia mais

REGULAMENTO DA 26ª CORRIDA DO FOGO DF

REGULAMENTO DA 26ª CORRIDA DO FOGO DF REGULAMENTO DA 26ª CORRIDA DO FOGO DF 1. DA 26ª CORRIDA DO FOGO DF (Provisório) 1.1. A 26ª Corrida do Fogo DF é uma prova de rua tradicional do Distrito Federal que compõe o calendário festivo de aniversário

Leia mais

REGULAMENTO Abrace10k, a corrida do bem.

REGULAMENTO Abrace10k, a corrida do bem. 1 - A 1ª ABRACE10K REGULAMENTO Abrace10k, a corrida do bem. 1.1 - A 1ª ABRACE10K será realizada no dia 05 de JULHO de 2015, às 08:30h, com qualquer condição climática, com largada e chegada; Eixão Sul

Leia mais

1.3. Na modalidade, poderão ser usadas armas longas, de repetição ou semiautomáticas, de uso civil, observado o contido no item 1.1.

1.3. Na modalidade, poderão ser usadas armas longas, de repetição ou semiautomáticas, de uso civil, observado o contido no item 1.1. REGULAMENTO DO TIRO DE RIFLE O Tiro de Rifle, a exemplo dos demais esportes, antes de mais nada, deve apresentar, como seus fundamentos, de forma íntima e indispensável, nas relações entre os participantes

Leia mais

REGIMENTO INTERNO Atualizado até Fevereiro Diretoria do 3C

REGIMENTO INTERNO Atualizado até Fevereiro Diretoria do 3C REGIMENTO INTERNO Atualizado até Fevereiro 2015. Diretoria do 3C Sumário DISPOSIÇÃO INICIAL... 3 Capitulo I... 3 Disposições Gerais... 3 Capitulo II... 5 Convidados... 5 Capitulo III... 5 Das Penalidades...

Leia mais