Módulo I: Acolhimento. Módulo II: BBCM Introdução às Ciências da Vida - Aspectos Moleculares e Celulares Profª. Iara (Responsável do Módulo)

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Módulo I: Acolhimento. Módulo II: BBCM Introdução às Ciências da Vida - Aspectos Moleculares e Celulares Profª. Iara (Responsável do Módulo)"

Transcrição

1 Distribuição Esquemática das Atividades Didáticas do Curso de Medicina - UFSJ/SEDE Semana Unidades Curiculares Turno Seg Ter Qua Qui Sex Módulo I: Acolhimento Módulo II: BBCM Introdução às Ciências da Vida - Aspectos Moleculares e Celulares Profª. Iara (Responsável do Módulo) 7 Módulo III: M x x x T x x x M T M 8 BBCM Introdução às Ciências da Vida - Gênese e Desenvolvimento 9 Profª. Flávia Horta (Responsável do Módulo) T Módulo IV: BBCM Aparelho Locomotor e Pele BPCM Profª. Luciano (Responsável do Módulo) Módulo V: BBCM Sistema Nervoso BPCM Profª. Laila (Responsável do Módulo) M T M T

2 II MÓDULO - Introdução às Ciências da vida: Aspectos Celulares e Moleculares - 5 SEMANAS (104 hs) 04/08 Seg A Acolhida aos alunos 08/08 Sex 8:00-9:50 Raquel B 2.04 Fundamentos de Microscopia óptica - Biologia Celular 11/08 Seg B 2.04 Moléculas da vida: carboidratos, lípides, proteínas e 10:00-11:50 Luiz Guimarães fibras. Raquel B 2.04 Fundamentos de Microscopia óptica - Biologia Celular 10:00-11:50 Luiz Guimarães 13/08 Qua fibras vitaminas, sais minerais e água - B 2.04 Estrutura Celular: Composição da Membrana 2 Raquel Plasmática - Biologia Celular Luiz Guimarães fibras vitaminas, sais minerais e água - B 2.04 Estrutura Celular: Composição da Membrana 10:00-11:50 Raquel 14/08 Qui Plasmática - Biologia Celular 13:15-15:05 Luiz Guimarães fibras vitaminas, sais minerais e água - Raquel B 2.04 Adesão Celular: Matriz extracelular - Biologia Celular 13:15-15:05 FERIADO 15/08 Sex FERIADO 8:00-9:50 Luiz Guimarães 18/08 Seg fibras vitaminas, sais minerais e água - 10:00-11:50 Raquel B 2.04 Adesão Celular: Matriz extracelular - Biologia Celular Iara B 2.04 Genética e Biologia Molecular: Aspectos Gerais B 2.04 Estrutura Celular: Organelas celulares - Biologia 20/08 Qua 10:00-11:50 Raquel Celular Luiz Guimarães B 2.04 Proteínas e Reações enzimáticas - 3 Iara B 2.04 DNA estrutura e função 10:00-11:50 Luiz Guimarães B 2.04 Proteínas e Reações enzimáticas - 21/08 Qui B 2.04 Estrutura Celular: Organelas celulares - Biologia 13:15-15:05 Raquel Celular Luiz Guimarães B 2.04 Proteínas e Reações enzimáticas - 13:15-15:05 Iara B 2.04 Replicação -Transcrição 22/08 Sex Luiz Guimarães B 2.04 Proteínas e Reações enzimáticas - 8:00-9:50 Raquel B 2.04 Estrutura Celular: Núcleo Celular - Biologia Celular 25/08 Seg 10:00-11:50 Luiz Guimarães B 2.04 Proteínas e Reações enzimáticas - Raquel B 2.04 Estrutura Celular: Núcleo Celular - Biologia Celular 27/08 Qua 10:00-11:50 Luiz Guimarães Raquel B 2.04 Estrutura Celular: Ciclo Celular - Biologia Celular Luiz Guimarães 4 10:00-11:50 Raquel B 2.04 Estrutura Celular: Ciclo Celular - Biologia Celular 28/08 Qui 13:15-15:05 Raquel B 2.04 Estrutura Celular: Ciclo Celular - Biologia Celular Luiz Guimarães B 2.04 Receptores de membrana e sistemas de transdução 13:15-15:05 Raquel de sinais Biologia Celular 29/08 Sex B 2.04 Receptores de membrana e Sistemas de Transdução Raquel de sinais - Biologia Celular B 2.04 Receptores de membrana e Sistemas de Transdução 8:00-9:50 Raquel de sinais - Biologia Celular 01/09 Seg 10:00-11:50 Luiz Guimarães Iara Lopes B 2.04 Transcrição Síntese de Proteínas 03/09 Qua 10:00-11:50 Iara B 2.04 Teoria cromossômica de herança Luciano B 2.04 Homeostase 5 Luiz Guimarães 04/09 Qui 10:00-11:50 Luciano B 2.04 Homeostase 13:15-15:05 Iara B 2.04 Citogenética 6 05/09 Sex 08/09 Seg 10/09 Qua Iara Lopes B 2.04 Herança Mendeliana 13:15-15:05 Luiz Guimarães Iara Lopes B 2.04 Prática-heredrogramas/cariotipo 8:00-9:50 Iara Lopes B 2.04 Técnicas de Biologia molecular 10:00-11:50 Iara Lopes B 2.04 Técnicas de Biologia Molecular Iara Lopes B 2.04 Extração de DNA eletroforese 10:00-11:50 Iara Lopes B 2.04 Extração de DNA-eletroforese

3 11/09 Qui 12/09 Sex Luiz Guimarães Iara Lopes B 2.04 Estudos de Caso: doenças genéticas 10:00-11:50 Luiz Guimarães B 2.04 Estudos de casos: Diabetes, dislipidemia - 13:15-15:05 Iara Lopes B 2.04 Estudos de Caso: doenças genéticas Iara Lopes B 2.04 Estudos de Caso: doenças genéticas 13:15-15:05 B 2.04 Avaliação Integrada Teórica B 2.04 Avaliação Integrada Teórica III MÓDULO - Introdução às Ciências da vida: Formação e Desenvolvimento - 3 SEMANAS (72 HORAS) 8:00-9:50 Gametogênese Humana - Embriologia 15/09 Seg 10:00-11:50 Classificação Geral Histologia Fertilização Humana - Embriologia 10:00-11:50 Laila Introdução à Anatomia: nomenclatura, planos anatômicos, princípios da constituição e Aspectos Gerais 17/09 Qua dos Sistemas - Anatomia Implantação e desenvolvimento do ovo: segmentação, implantação embrionária-mórula, blástula e formação dos anexos embrionários 7 Tecidos Epiteliais Histologia Desenvolvimento de tecidos e órgãos Diferenciação do 10:00-11:50 18/09 Qui mesoderma, endoderma e ectoderma Embriologia 13:15-15:05 Tecidos Epiteliais Histologia Diagnósticos de malformações congênitas - Embriologia 13:15-15:05 Tecidos Conjuntivos- Histologia 19/09 Sex Introdução à Anatomia: nomenclatura, planos Laila anatômicos, princípios da constituição e Aspectos Gerais dos Sistemas - Anatomia 8:00-9:50 Iara Lopes Regulação Gênica Aspectos Gerais 22/09 Seg 10:00-11:50 Hematopoiese Histologia Formação da cabeça, pescoço e palato 10:00-11:50 Iara Lopes Regulação Gênica Aspectos Gerais 24/09 Qua Hematopoiese Histologia 8 Prova Teórica 10:00-11:50 Hematopoiese Histologia 25/09 Qui 13:15-15:05 Iara Lopes Replicação Gênica Diferenciação Celular Placenta: placenta, substâncias permeáveis à placenta, gestações múltiplas Embriologia 26/09 Sex 13:15-15:05 Células Pluripotenciais Histologia Má formação embrionária Células tronco e células tronco multipotentes do cordão 8:00-9:50 29/09 Seg umbilical características e avanços científicos 10:00-11:50 Iara Lopes Replicação Gênica Células Tronco Iara Estudos de Caso 10:00-11:50 Medicina celular - Células tronco. 01/10 Qua Introdução à Anatomia: nomenclatura, planos Laila anatômicos, princípios da constituição e Aspectos Gerais dos Sistemas - Anatomia 9 Leituras de artigos científicos e apresentação de seminário Diagnóstico de malformações congênitas 02/10 Qui embriologia 10:00-11:50 O período fetal Embriologia 13:15-15:05 Daniel Diagnóstico por imaginologia Ultrassom O período fetal Embriologia 13:15-15:05 Daniel Diagnóstico por imaginologia Ultrassom 03/10 Sex Avaliação Integrada Teórica 17:05-18:00 Avaliação Integrada Teórica IV MÓDULO APARELHO LOCOMOTOR, PELE E ANEXOS (110 hs)

4 /10 Seg 08/10 Qua 09/10 Qui 10/10 Sex 13/10 Seg 15/10 Qua 16/10 Qui 17/10 Sex 20/10 Seg 22/10 Qua 23/10 Qui 24/10 Sex 27/10 Seg 29/10 Qua 30/10 Qui 8:00-9:50 Características histológicas do tecido ósseo 10:00-11:50 Laila Classificação e nomenclatura dos ossos do corpo humano Características histológicas do tecido ósseo 10:00-11:50 Laila Classificação e nomenclatura dos ossos do corpo humano Embriologia do sistema esquelético Laila Acidentes anatômicos do esqueleto axial 10:00-11:50 Laila Acidentes anatômicos do esqueleto axial 13:15-15:05 Laila Acidentes anatômicos do esqueleto apendicular Laila Acidentes anatômicos do esqueleto apendicular Laila Acidentes anatômicos do esqueleto apendicular 10:00-11:50 Embriologia do sistema articular 13:15-15:05 Características histológicas do tecido cartilaginoso Laila Classificação das articulações e componentes articulares 8:00-9:50 Características histológicas do tecido cartilaginoso 10:00-11:50 Laila Classificação das articulações e componentes articulares Daniel Correlação dos exames de imagem com a anatomia dos ossos e articulações Tatiana Crescimento e modificações Ósseas na Criança 10:00-11:50 Daniel Correlação dos exames de imagem com a anatomia dos ossos e articulações Tatiana Crescimento e modificações Ósseas na Criança Daniel Correlações dos exames de imagem com os acidentes anatômicos 10:00-11:50 Daniel Correlações dos exames de imagem com os acidentes anatômicos 13:15-15:05 Laila Amplitude de movimento das articulações Laila Introdução ao exame das articulações Embriologia do sistema muscular 10:00-11:50 Características histológicas do tecido muscular 13:15-15:05 Laila Classificação e nomenclatura dos músculos do corpo Características histológicas do tecido muscular 8:00-9:50 Luciano Potencial de membrana e ação 10:00-11:50 Luciano Potencial de membrana e ação Luciano Contração muscular Luciano Contração muscular 10:00-11:50 Laila Músculos do esqueleto axial Laila Músculos do esqueleto apendicular Laila Tônus, força muscular e fases da marcha 10:00-11:50 Laila Exame do tônus e da força muscular 13:15-15:05 Américo Introdução ao exame físico: peso, altura, IMC, circunferência abdominal e adipometria Américo Introdução ao exame físico: peso, altura, IMC, circunferência abdominal e adipometria Liliam Sensibilidade: organização geral, receptores, inervação cutânea, profunda e visceral 10:00-11:50 Liliam Sensibilidade somática e dor 13:15-15:05 Liliam Analgesia e Hiperalgesia Liliam Transdução e análise da informação sensorial 8:00-9:50 Liliam Propriocepção 10:00-11:50 Liliam Nervos espinhais, vias ascendentes e córtex sensorial 15:05-17:05 Embriologia da pele e anexos 10:00-11:50 Aplicação de injeções SC e IM 17:15-18:10 Aplicação de injeções SC e IM Américo Realização de curativo simples 10:00-11:50 Américo Realização de curativo simples Ectoscopia: estado geral, fascies, biotipo, cianose, icterícia, enchimento capilar, edema. Ectoscopia: estado geral, fascies, biotipo, cianose, icterícia, enchimento capilar, edema.

5 31/10 Sex 13:15-15:05 Avaliação Integrada Teórica Avaliação Integrada Prática 13:15-15:05 FERIADO FERIADO V MÓDULO - SISTEMA NERVOSO (124 horas) 8:00-9:50 03/11 Seg Embriologia do Sistema Nervoso 10:00-11:50 Laila Organização do Sistema Nervoso Histologia do tecido nervosa 05/11 Qua 10:00-11:50 Laila Organização do Sistema Nervoso Histologia do tecido nervosa 14 Laila Sistema Nervoso Periférico: Pares de Nervos Cranianos 10:00-11:50 Laila Sistema Nervoso Periférico: Pares de Nervos Cranianos 06/11 Qui 13:15-15:05 Introdução ao exame neurológico-pares de nervos cranianos Introdução ao exame neurológico-pares de nervos cranianos 07/11 Sex 13:15-15:05 Laila Nervos periféricos e medula espinhal Laila Nervos periféricos e medula espinhal 10/11 Seg 8:00-9:50 Liliam Medula Espinhal: Reflexo Medular 10:00-11:50 Liliam Vias Eferentes na Medula Espinhal Introdução ao exame neurológico-avaliação dos reflexos e sensibilidade 12/11 Qua Introdução ao exame neurológico-avaliação dos reflexos e 10:00-11:50 sensibilidade 15 Laila Neuroanatomia Funcional Cerebelo Laila Neuroanatomia Funcional Cerebelo 13/11 Qui 10:00-11:50 Laila Neuroanatomia Funcional Tronco Encefálico 13:15-15:05 Laila Neuroanatomia Funcional Tronco Encefálico Laila Neuroanatomia Gânglios da Base 14/11 Sex 13:15-15:05 Laila Neuroanatomia Gânglios da Base Laila Estruturas e funções do cérebro Telencéfalo e Diencéfalo 17/11 Seg 8:00-9:50 Laila Neuroanatomia Telencéfalo e Diencéfalo 10:00-11:50 Laila Neuroanatomia Telencéfalo e Diencéfalo Daniel Correlação dos exames de imagem com anatomia do sistema nervoso 19/11 Qua Correlação dos exames de imagem com anatomia do 10:00-11:50 Daniel sistema nervoso 16 15:15 17:05 Liliam Sistema Nervoso Autônomo Liliam Sistemas motores: cerebelo e tronco encefálico 20/11 Qui 10:00-11:50 Liliam Sistemas motores: córtex motor e gânglios da base 13:15-15:05 Laila Avaliação teórica Laila Avaliação prática 21/11 Sex 13:15-15:05 Liliam Sistemas integrados: Ritmos biológicos Liliam Córtex associativo, linguagem e fala 24/11 8:00-9:50 Liliam Neurobiologia do comportamento e sistema límbico Seg 10:00-11:50 Liliam Neurobiologia do comportamento e sistema límbico Estados de Consciência 26/11 Qua 10:00-11:50 Estados de Consciência Análises de Casos Clínicos: Coreias, atetose, balismos, 17 traumatismo cranioencefálico e tumores Embriologia dos olhos e ouvidos 27/11 Qui 10:00-11:50 Laila Estruturas anatômicas da visão 13:15-15:05 Laila Estruturas anatômicas da visão Laila Estruturas anatômicas da audição 28/11 Sex 13:15-15:05 Liliam Sistemas sensoriais: sistema visual Liliam Sistemas sensoriais: sistema visual 01/12 Seg 8:00-9:50 Américo Exame dos olhos 10:00-11:50 Américo Exame do fundo do olho 18 Laila Estruturas anatômicas da audição 03/12 Qua 10:00-11:50 Liliam Sistemas sensoriais: sistema vestibular, coclear e olfatório Liliam Sistemas sensoriais: sistema vestibular, coclear e olfatório 04/12 Qui Américo Exame dos ouvidos

6 05/12 Sex 10:00-11:50 Américo Exame dos ouvidos - otoscopia 13:15-15:05 Américo Análises de casos clínicos alterações auditivas e visuais Laila Avaliação prática parcial 13:15-15:05 Laila Avaliação Integrada Teórica e Avaliação Integrada Prática Américo

II MÓDULO - Introdução às Ciências da vida: Aspectos Celulares e Moleculares - 5 SEMANAS (108 h)

II MÓDULO - Introdução às Ciências da vida: Aspectos Celulares e Moleculares - 5 SEMANAS (108 h) Distribuição Esquemática das Atividades Didáticas do Curso de Medicina - UFSJ/SEDE SEMANA UNIDADES CURICULARES TURNO SEG TER QUA QUI SEX Módulo I: M x x x x x 1 Acolhimento / Educação Medicina Professores

Leia mais

Distribuição Esquemática das Atividades Didáticas do Curso de Medicina - UFSJ/SEDE SEMAN UNIDADES CURICULARES A. M Acolhimento / Educação Médica

Distribuição Esquemática das Atividades Didáticas do Curso de Medicina - UFSJ/SEDE SEMAN UNIDADES CURICULARES A. M Acolhimento / Educação Médica Distribuição Esquemática das Atividades Didáticas do Curso de Medicina - UFSJ/SEDE SEMAN TURN SE TE QU QU SE UNIDADES CURICULARES A O G R A I X 1 Módulo I: M Acolhimento / Educação Médica T 2 Módulo II:

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO PAULO ESCOLA PAULISTA DE MEDICINA DEPARTAMENTO DE MORFOLOGIA E GENÉTICA. Calendário

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO PAULO ESCOLA PAULISTA DE MEDICINA DEPARTAMENTO DE MORFOLOGIA E GENÉTICA. Calendário UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO PAULO ESCOLA PAULISTA DE MEDICINA DEPARTAMENTO DE MORFOLOGIA E GENÉTICA Calendário - 2014 1º e 2º semestres Curso: MEDICINA Unidade Curricular: AS BASES MORFOLÓGICAS DA MEDICINA

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO PAULO ESCOLA PAULISTA DE MEDICINA DEPARTAMENTO DE MORFOLOGIA E GENÉTICA. Calendário

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO PAULO ESCOLA PAULISTA DE MEDICINA DEPARTAMENTO DE MORFOLOGIA E GENÉTICA. Calendário UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO PAULO ESCOLA PAULISTA DE MEDICINA DEPARTAMENTO DE MORFOLOGIA E GENÉTICA Calendário - 2016 1º e 2º semestres Curso: MEDICINA Unidade Curricular: AS BASES MORFOLÓGICAS DA MEDICINA

Leia mais

Distribuição Esquemática das Atividades Didáticas do Curso de Medicina - UFSJ/SEDE 2º Semestre Semana Unidades Curiculares Turno Seg Ter Qua Qui Sex

Distribuição Esquemática das Atividades Didáticas do Curso de Medicina - UFSJ/SEDE 2º Semestre Semana Unidades Curiculares Turno Seg Ter Qua Qui Sex Distribuição Esquemática das Atividades Didáticas do Curso de Medicina - UFSJ/SEDE 2º Semestre Semana Unidades Curiculares Turno Seg Ter Qua Qui Sex 1 2 Módulo I: M 3 BBPM Aparelho Cardiorrespiratório

Leia mais

Distribuição Esquemática das Atividades Didáticas do Curso de Medicina - UFSJ/SEDE 2º Semestre Semana Unidades Curiculares Turno Seg Ter Qua Qui Sex

Distribuição Esquemática das Atividades Didáticas do Curso de Medicina - UFSJ/SEDE 2º Semestre Semana Unidades Curiculares Turno Seg Ter Qua Qui Sex Distribuição Esquemática das Atividades Didáticas do Curso de Medicina - UFSJ/SEDE 2º Semestre Semana Unidades Curiculares Turno Seg Ter Qua Qui Sex 1 2 Módulo I: 3 BBPM Aparelho Cardiorrespiratório 4

Leia mais

Subdivide-se em: Sistema Nervoso Central (SNC) Encéfalo e medula espinal. Sistema Nervoso Periférico (SNP) Nervos e gânglios

Subdivide-se em: Sistema Nervoso Central (SNC) Encéfalo e medula espinal. Sistema Nervoso Periférico (SNP) Nervos e gânglios O sistema nervoso é responsável pelo ajustamento do organismo ao ambiente. Sua função é perceber e identificar as condições ambientais externas, bem como as condições reinantes dentro do próprio corpo

Leia mais

UFSC - CCS - CURSO DE GRADUAÇÃO EM MEDICINA 1ª FASE CRONOGRAMA

UFSC - CCS - CURSO DE GRADUAÇÃO EM MEDICINA 1ª FASE CRONOGRAMA UFSC - CCS - CURSO DE GRADUAÇÃO EM MEDICINA 1ª FASE CRONOGRAMA 2015-1 1ª Semana seg, 09/3 ter, 10/3 qua, 11/3 qui, 12/3 sex, 13/3 a a 8:00 Mesa de Abertura: * Coordenação do Curso e da Fase * CALIMED Sala

Leia mais

Distribuição Esquemática das Atividades Didáticas do Curso de Medicina - UFSJ/SEDE Semana Unidades Curiculares Turno Seg Ter Qua Qui Sex

Distribuição Esquemática das Atividades Didáticas do Curso de Medicina - UFSJ/SEDE Semana Unidades Curiculares Turno Seg Ter Qua Qui Sex Distribuição Esquemática das Atividades Didáticas do Curso de Medicina - UFSJ/SEDE Semana Unidades Curiculares Turno Seg Ter Qua Qui Sex 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 Módulo I: Aparelho

Leia mais

Fundação Educacional Lucas Machado - FELUMA Faculdade Ciências Médicas - MG Concurso de Transferência 2016 PROGRAMA DE ANATOMIA (20 QUESTÕES)

Fundação Educacional Lucas Machado - FELUMA Faculdade Ciências Médicas - MG Concurso de Transferência 2016 PROGRAMA DE ANATOMIA (20 QUESTÕES) Fundação Educacional Lucas Machado - FELUMA Faculdade Ciências Médicas - MG Concurso de Transferência 2016 1 PROGRAMAS PARA A 2 ª SÉRIE DO CURSO DE MEDICINA PROGRAMA DE ANATOMIA (20 QUESTÕES) I Anatomia

Leia mais

Organização e Estrutura Geral do Sistema Nervoso

Organização e Estrutura Geral do Sistema Nervoso Curso de Pós-graduação - IPUB Neurociências Aplicadas Ciclo Básico Núcleo Comum Disciplina de Neuroanatomia Prof: Alfred Sholl Organização e Estrutura Geral do Sistema Nervoso 08/04/2010 Ementa: Conceitos

Leia mais

1) Introdução. 2) Organização do sistema nervoso humano. Sistema Nervoso Central (SNC) Sistema Nervoso Periférico (SNP) Cérebro Cerebelo.

1) Introdução. 2) Organização do sistema nervoso humano. Sistema Nervoso Central (SNC) Sistema Nervoso Periférico (SNP) Cérebro Cerebelo. 1) Introdução O sistema nervoso é responsável pelo ajustamento do organismo ao ambiente. Sua função é perceber e identificar as condições ambientais externas, bem como as condições reinantes dentro do

Leia mais

CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM ESTÉTICA E COSMÉTICA Autorizado pela Portaria MEC nº 433 de , DOU de

CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM ESTÉTICA E COSMÉTICA Autorizado pela Portaria MEC nº 433 de , DOU de CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM ESTÉTICA E COSMÉTICA Autorizado pela Portaria MEC nº 433 de 21.10.11, DOU de 24.10.11 Componente Curricular: Citologia e Histologia Código: -- Pré-requisito: -- Período

Leia mais

PLANO DE ENSINO DISCIPLINA: NEUROANATOMIA. PROFESSOR: André L H Pantoja CARGA HORÁRIA: EMENTA 2. OBJETIVO(S)

PLANO DE ENSINO DISCIPLINA: NEUROANATOMIA. PROFESSOR: André L H Pantoja CARGA HORÁRIA: EMENTA 2. OBJETIVO(S) PLANO DE ENSINO SEMESTRE: 2011.1 CURSO: Fisioterapia TA2M DISCIPLINA: NEUROANATOMIA PROFESSOR: André L H Pantoja CARGA HORÁRIA: 60 1. EMENTA Estudo anatômico do Sistema Nervoso Central e Periférico com

Leia mais

Sistema Nervoso. Aula Programada Biologia. Tema: Sistema Nervoso

Sistema Nervoso. Aula Programada Biologia. Tema: Sistema Nervoso Aula Programada Biologia Tema: Sistema Nervoso 1) Introdução O sistema nervoso é responsável pelo ajustamento do organismo ao ambiente. Sua função é perceber e identificar as condições ambientais externas,

Leia mais

Fisiologia Humana Sistema Nervoso. 3 ano - Biologia I 1 período / 2016 Equipe Biologia

Fisiologia Humana Sistema Nervoso. 3 ano - Biologia I 1 período / 2016 Equipe Biologia Fisiologia Humana Sistema Nervoso 3 ano - Biologia I 1 período / 2016 Equipe Biologia ! Função: processamento e integração das informações.! Faz a integração do animal ao meio ambiente! Juntamente com

Leia mais

CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM ESTÉTICA E COSMÉTICA Autorizado pela Portaria MEC nº 433 de , DOU de

CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM ESTÉTICA E COSMÉTICA Autorizado pela Portaria MEC nº 433 de , DOU de CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM ESTÉTICA E COSMÉTICA Autorizado pela Portaria MEC nº 433 de 21.10.11, DOU de 24.10.11 Componente Curricular: Citologia e Histologia Código: --- Pré-requisito: ----- Período

Leia mais

Encéfalo. Aula 3-Fisiologia Fisiologia do Sistema Nervoso Central. Recebe informações da periferia e gera respostas motoras e comportamentais.

Encéfalo. Aula 3-Fisiologia Fisiologia do Sistema Nervoso Central. Recebe informações da periferia e gera respostas motoras e comportamentais. Aula 3-Fisiologia Fisiologia do Sistema Nervoso Central Sidney Sato, MSC Encéfalo Recebe informações da periferia e gera respostas motoras e comportamentais. 1 Áreas de Brodmann Obs: Áreas 1,2,3 : área

Leia mais

Controla funções orgânicas e é responsável pela interação do animal com o meio ambiente.

Controla funções orgânicas e é responsável pela interação do animal com o meio ambiente. Sistema Nervoso Controla funções orgânicas e é responsável pela interação do animal com o meio ambiente. Muitas funções dependem da vontade e muitas são inconscientes. Divisão Sistema Nervoso Central constituído

Leia mais

Introdução ao estudo da. Neuroanatomia. Prof. Musse Jereissati

Introdução ao estudo da. Neuroanatomia. Prof. Musse Jereissati Introdução ao estudo da Neuroanatomia Prof. Musse Jereissati mussejereissati@hotmail.com website: www.mussejereissati.com Feito com Apple Keynote você deverá ser capaz de: Ao final Identificar as principais

Leia mais

UNINOVE Nome da Disciplina Ano Turma

UNINOVE Nome da Disciplina Ano Turma UNINOVE Nome da Disciplina Ano Turma Medicina Bases Morfológicas da Medicina I 2013-2 2 Semestre Docentes Alex, Andrea, Karine, Renato, Richard e Suely Dias 2º, 3º Manhã 4º, 6º Tarde Data Horário Assunto

Leia mais

Ano/período: 2014/2 CURSO: DISCIPLINA: UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO DE JANEIRO INSTITUTO DE CIÊNCIAS BIOMÉDICAS CÓDIGO: BMW 203

Ano/período: 2014/2 CURSO: DISCIPLINA: UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO DE JANEIRO INSTITUTO DE CIÊNCIAS BIOMÉDICAS CÓDIGO: BMW 203 UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO DE JANEIRO INSIUO DE CIÊNCIAS BIOMÉDICAS CURSO: DISCIPLINA: CÓDIGO: BMW 203 Ano/período: 2014/2 PROFESSOR COORDENADOR: Prof.ª NADIA CAMPOS DE OLIVEIRA MIGUEL Programa Graduação

Leia mais

PLANO DE ENSINO (2017/1)

PLANO DE ENSINO (2017/1) PLANO DE ENSINO (2017/1) 1. IDENTIFICAÇÃO DA DISCIPLINA: CITOLOGIA, HISTOLOGIA E EMBRIOLOGIA CURSO: Farmácia A. NOMENCLATURA CÓDIGO CH CRÉDITOS PRÉ-REQUISITO TEÓRICOS PRÁTICOS IBM029 120 4 2 Não há B.

Leia mais

Programa Analítico de Disciplina BIO220 Histologia e Embriologia

Programa Analítico de Disciplina BIO220 Histologia e Embriologia Catálogo de Graduação 206 da UFV 0 Programa Analítico de Disciplina Departamento de Biologia Geral - Centro de Ciências Biológicas e da Saúde Número de créditos: Teóricas Práticas Total Duração em semanas:

Leia mais

I MÓDULO Aparelho Cardiorrespiratório 7 SEMANAS (162 h)

I MÓDULO Aparelho Cardiorrespiratório 7 SEMANAS (162 h) Distribuição Esquemática das Atividades Didáticas do Curso de Medicina - UFSJ/SEDE Semana Unidades Curiculares Turno Seg Ter Qua Qui Sex 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 Módulo I: Aparelho

Leia mais

Sistema Nervoso. BIOLOGIA YES, WE CAN! Prof. Thiago Moraes Lima

Sistema Nervoso. BIOLOGIA YES, WE CAN! Prof. Thiago Moraes Lima BIOLOGIA YES, WE CAN! Prof. Thiago Moraes Lima 1) Introdução O sistema nervoso é responsável pelo ajustamento do organismo ao ambiente. Sua função é perceber e identificar as condições ambientais externas,

Leia mais

Unidade I Neurociência básica. Divisão do sistema nervoso: Citologia e histologia.

Unidade I Neurociência básica. Divisão do sistema nervoso: Citologia e histologia. Unidade I Neurociência básica. Divisão do sistema nervoso: Citologia e histologia. Prof a : Norma M. S. Franco Organizador: André Mendonça I - Divisão anatômica do Sistema Nervoso. Cérebro Telencéfalo

Leia mais

UNIVERSIDADE PRESBITERIANA MACKENZIE Decanato Acadêmico

UNIVERSIDADE PRESBITERIANA MACKENZIE Decanato Acadêmico Unidade Universitária:Centro de Ciências Biológicas e da Saúde Curso:Farmácia Disciplina: Biologia Celular e Tecidual Professor:Yur Maria e Souza Tedesco Núcleo Temático: Análises Clínicas DRT: 106.908-6

Leia mais

REGULAÇÃO E COORDENAÇÃO

REGULAÇÃO E COORDENAÇÃO SISTEMA NERVOSO REGULAÇÃO E COORDENAÇÃO Sistema nervoso x Sistema hormonal Interpretar estímulos e gerar respostas Percepção das variações do meio (interno e externo) Homeostase = equilíbrio Tecido nervoso

Leia mais

SISTEMA EDUCACIONAL INTEGRADO CENTRO DE ESTUDOS UNIVERSITÁRIOS DE COLIDER Av. Senador Julio Campos, Lote 13, Loteamento Trevo Colider/MT Site:

SISTEMA EDUCACIONAL INTEGRADO CENTRO DE ESTUDOS UNIVERSITÁRIOS DE COLIDER Av. Senador Julio Campos, Lote 13, Loteamento Trevo Colider/MT Site: SISTEMA EDUCACIONAL INTEGRADO CENTRO DE ESTUDOS UNIVERSITÁRIOS DE COLIDER Av. Senador Julio Campos, Lote 13, Loteamento Trevo Colider/MT Site: www.sei-cesucol.edu.br e-mail: sei-cesu@vsp.com.br FACULDADE

Leia mais

SISTEMA EPICRÍTICO X SISTEMA PROTOPÁTICO CARACTERÍSTICAS GERAIS

SISTEMA EPICRÍTICO X SISTEMA PROTOPÁTICO CARACTERÍSTICAS GERAIS SISTEMA EPICRÍTICO X SISTEMA PROTOPÁTICO CARACTERÍSTICAS GERAIS Características Sistema epicrítico Sistema protopático Submodalidades Tato fino, propriocepção consciente Tato grosseiro, termossensibilidade,

Leia mais

Sistema Nervoso. Prof. TOSCANO. Biologia. Tema: SISTEMA NERVOSO

Sistema Nervoso. Prof. TOSCANO. Biologia. Tema: SISTEMA NERVOSO Prof. TOSCANO Biologia Tema: SISTEMA NERVOSO TECIDO NERVOSO PRINCIPAL TECIDO do sistema nervoso Tipos celulares: - NEURÔNIOS condução de impulsos nervosos - CÉLULAS DA GLIA manutenção dos neurônios NEURÔNIOS

Leia mais

Programa Analítico de Disciplina CBI212 Histologia e Embriologia

Programa Analítico de Disciplina CBI212 Histologia e Embriologia Catálogo de Graduação 016 da UFV 0 Programa Analítico de Disciplina CBI1 Histologia e Embriologia Campus Rio Paranaíba - Campus Rio Paranaíba Número de créditos: 5 Teóricas Práticas Total Duração em semanas:

Leia mais

CORPO HUMANO: UM TODO FORMADO POR MUITAS PARTES

CORPO HUMANO: UM TODO FORMADO POR MUITAS PARTES CORPO HUMANO: UM TODO FORMADO POR MUITAS PARTES NÍVEIS DE ORGANIZAÇÃO DA VIDA A Célula ( menor porção de um ser vivo) B - Tecido( Conjunto de células com funções semelhantes) C - Órgão ( Conjuntos de tecidos

Leia mais

Nervos Cranianos. Prof. Gerardo Cristino. Nervios Craneanos - Anatomía y clínica - Pauwels, Akesson, Stewart

Nervos Cranianos. Prof. Gerardo Cristino.  Nervios Craneanos - Anatomía y clínica - Pauwels, Akesson, Stewart Nervos Cranianos Prof. Gerardo Cristino www.gerardocristino.com.br Classificação das fibras dos Nervos Cranianos AFERENTES Fibras aferentes somáticas Dor, temperatura, tato, pressão, propriocepção Fibras

Leia mais

Anatomia e funcionamento do aparelho locomotor

Anatomia e funcionamento do aparelho locomotor Anatomia e funcionamento do aparelho locomotor APARELHO LOCOMOTOR SISTEMA ESQUELÉTICO SISTEMA ARTICULAR SISTEMA MUSCULAR PASSIVO UNIÃO ATIVO Funções do esqueleto Sustentação; Proteção; Movimento; Homeostase

Leia mais

QUA 01/08 QUI 02/08 SEX 03/08 SEG 06/08 TER 07/08. Propedêutica: Apresentação do curso Prof. João Osório. Profs. Bruna e Lilian Intervalo

QUA 01/08 QUI 02/08 SEX 03/08 SEG 06/08 TER 07/08. Propedêutica: Apresentação do curso Prof. João Osório. Profs. Bruna e Lilian Intervalo Semana 1 BASES - Conceitos Básicos e Origem da Vida QUA 01/08 QUI 02/08 SEX 03/08 SEG 06/08 TER 07/08 Recepção dos novos alunos e Orientações instituições Introdução a Bases Humanísticas Propedêutica:

Leia mais

Generalidades e Classificação do Sistema Nervoso

Generalidades e Classificação do Sistema Nervoso FACULDADE DE MEDICINA/UFC-SOBRAL MÓDULO SISTEMA NERVOSO NEUROANATOMIA FUNCIONAL Generalidades e Classificação do Sistema Nervoso Prof. Gerardo Cristino Aula disponível em: www.gerardocristino.com.br Sistema

Leia mais

Fisiologia. Iniciando a conversa. Percebendo o mundo. Sistema Nervoso

Fisiologia. Iniciando a conversa. Percebendo o mundo. Sistema Nervoso Fisiologia 2 Sistema Nervoso Iniciando a conversa Percebendo o mundo Na aula desta semana, vamos abordar um dos sistemas mais relacionados ao processo ensino-aprendizagem: o sistema nervoso. Iniciaremos

Leia mais

PROGRAMA DE DISCIPLINA

PROGRAMA DE DISCIPLINA SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO E DO DESPORTO FACULDADE DE ENFERMAGEM PROGRAMA DE DISCIPLINA DISCIPLINA: ANATOMIA HUMANA II (CÓD. 2358) GRADE: RESOLUÇÃO CEPEC Nº 831 SEMESTRE: 2º ANO: 2011

Leia mais

PLANO DE CURSO Ano / Semestre:

PLANO DE CURSO Ano / Semestre: PLANO DE CURSO Ano / Semestre: CURSO: MEDICINA DEPARTAMENTO: MORFOFISIOLOGIA DISCIPLINA: ANATOMIA I CARGA HORÁRIA: 204h/a EMENTA: Anatomia Sistêmica e Descritiva, do Corpo Humano, segundo os seguintes

Leia mais

Sistema Nervoso. 1) Introdução

Sistema Nervoso. 1) Introdução 1) Introdução O sistema nervoso é responsável pelo ajustamento do organismo ao ambiente. Sua função é perceber e identificar as condições ambientais externas, bem como as condições reinantes dentro do

Leia mais

CURSO: FISIOTERAPIA EMENTAS º PERÍODO

CURSO: FISIOTERAPIA EMENTAS º PERÍODO CURSO: FISIOTERAPIA EMENTAS - 2016.1 1º PERÍODO DISCIPLINA: ANATOMIA DO SISTEMA LOCOMOTOR Terminologia Anatômica. Sistema Esquelético. Sistema Articular. Sistema Muscular. DISCIPLINA: SISTEMAS BIOLÓGICOS

Leia mais

Anatomo-Fisiologia Neurológica. Prof. Fernando Ramos Gonçalves

Anatomo-Fisiologia Neurológica. Prof. Fernando Ramos Gonçalves Anatomo-Fisiologia Neurológica Prof. Fernando Ramos Gonçalves DIVISÃO DO SISTEMA NERVOSO Sistema Nervoso Central Sistema Nervoso Periférico encéfalo cérebro cerebelo medula espinhal tronco encefálico espinhais

Leia mais

Grandes Vias Aferentes

Grandes Vias Aferentes Grandes Vias Aferentes M.Sc. Profª Viviane Marques Coordenadora da Pós-graduação em Fonoaudiologia Hospitalar UVA Docente do mestrado de HIV/AIDS e Hepatites Virais UNIRIO Tutora da Residência Multiprofissional

Leia mais

CURSO DE FISIOTERAPIA Autorizado plea Portaria nº 377 de 19/03/09 DOU de 20/03/09 Seção 1. Pág. 09

CURSO DE FISIOTERAPIA Autorizado plea Portaria nº 377 de 19/03/09 DOU de 20/03/09 Seção 1. Pág. 09 CURSO DE FISIOTERAPIA Autorizado plea Portaria nº 377 de 19/03/09 DOU de 20/03/09 Seção 1. Pág. 09 Componente Curricular: Anatomia II Código: Fisio-105 Pré-requisito: Anatomia I Período Letivo: 2016.1

Leia mais

FISIOLOGIA DO SISTEMA NERVOSO HUMANO

FISIOLOGIA DO SISTEMA NERVOSO HUMANO FISIOLOGIA DO SISTEMA NERVOSO HUMANO Controle do funcionamento do ser humano através de impulsos elétricos Prof. César Lima 1 Sistema Nervoso Função: ajustar o organismo animal ao ambiente. Perceber e

Leia mais

Fisiologia do Sistema Motor Somático

Fisiologia do Sistema Motor Somático Fisiologia do Sistema Motor Somático Controle Motor Efetores executam o trabalho (músculos); Ordenadores transmitem aos efetores o comando para a ação (ME, TE e CC); Controladores garantem a execução adequada

Leia mais

Apostila de Biologia 10 Sistema Nervoso

Apostila de Biologia 10 Sistema Nervoso Apostila de Biologia 10 Sistema Nervoso Matheus Borges 1.0 Tecido Nervoso Principal tecido do sistema nervoso. Tipos celulares: Neurônios condução de impulsos nervosos. Células da Glia ou neuróglia manutenção

Leia mais

Disciplina: Citologia e Embriologia. Profª Dra. Adriana Soeiro de F. Silva J. Ayres

Disciplina: Citologia e Embriologia. Profª Dra. Adriana Soeiro de F. Silva J. Ayres Disciplina: Citologia e Embriologia Profª Dra. Adriana Soeiro de F. Silva J. Ayres a.soeiro.f@hotmail.com . EMENTA UNIDADE I Aspectos gerais da estrutura celular Microscopias Métodos empregados no estudo

Leia mais

MEDULA ESPINHAL FUNÇÃO. Prof. João M. Bernardes. A medula desempenha duas funções principais:

MEDULA ESPINHAL FUNÇÃO. Prof. João M. Bernardes. A medula desempenha duas funções principais: MEDULA ESPINHAL Prof. João M. Bernardes FUNÇÃO A medula desempenha duas funções principais: Conduz os impulsos nervosos do encéfalo para a periferia e vice-versa; Processa informações sensitivas de forma

Leia mais

ANATOMIA HUMANA. Faculdade Anísio Teixeira Prof. João Ronaldo Tavares de Vasconcellos Neto

ANATOMIA HUMANA. Faculdade Anísio Teixeira Prof. João Ronaldo Tavares de Vasconcellos Neto ANATOMIA HUMANA Faculdade Anísio Teixeira Prof. João Ronaldo Tavares de Vasconcellos Neto Do ponto de vista funcional pode-se dividir o sistema nervoso em SN somático e SN visceral. Sistema Nervoso somático

Leia mais

Histologia. Professora Deborah

Histologia. Professora Deborah Histologia Professora Deborah Histologia Histologia (do grego hystos = tecido + logos = estudo) é o estudo dos tecidos biológicos, sua formação, estrutura e função. Tecidos É um conjunto de células que

Leia mais

CURSO: Farmácia. INFORMAÇÕES BÁSICAS Unidade curricular Histologia e Embriologia Carga Horária Prática 36 Habilitação / Modalidade Bacharelado EMENTA

CURSO: Farmácia. INFORMAÇÕES BÁSICAS Unidade curricular Histologia e Embriologia Carga Horária Prática 36 Habilitação / Modalidade Bacharelado EMENTA Turno: Integral Currículo 2014 Período 2º Tipo Obrigatória Teórica 54 CURSO: Farmácia INFORMAÇÕES BÁSICAS Unidade curricular Histologia e Embriologia Carga Horária Prática 36 Habilitação / Modalidade Bacharelado

Leia mais

Plano de Ensino IDENTIFICAÇÃO EMENTA

Plano de Ensino IDENTIFICAÇÃO EMENTA EIXO TECNOLÓGICO: Infraestrutura Plano de Ensino IDENTIFICAÇÃO CURSO: Curso Técnico em Edificações FORMA/GRAU:(X )integrado ( )subsequente ( ) concomitante ( ) bacharelado ( ) licenciatura ( ) tecnólogo

Leia mais

CURSO DE FISIOTERAPIA Autorizado plea Portaria nº 377 de 19/03/09 DOU de 20/03/09 Seção 1. Pág. 09 Componente Curricular: Anatomia II PLANO DE CURSO

CURSO DE FISIOTERAPIA Autorizado plea Portaria nº 377 de 19/03/09 DOU de 20/03/09 Seção 1. Pág. 09 Componente Curricular: Anatomia II PLANO DE CURSO CURSO DE FISIOTERAPIA Autorizado plea Portaria nº 377 de 19/03/09 DOU de 20/03/09 Seção 1. Pág. 09 Componente Curricular: Anatomia II Código: Fisio 105 CH Total: 60h Pré-requisito: Anatomia I Período Letivo:

Leia mais

Níveis de Organização do Corpo Humano

Níveis de Organização do Corpo Humano Níveis de Organização do Corpo Humano Ao estudar o corpo humano, podemos analisá-lo por meio de diferentes níveis de organização. Podemos estudá-lo analisando os sistemas do corpo ou então seus tecidos

Leia mais

1º ano. Unidade 1: Os seres vivos e uma relação de interdependência entre os seres e os elementos da natureza: Biodiversidade

1º ano. Unidade 1: Os seres vivos e uma relação de interdependência entre os seres e os elementos da natureza: Biodiversidade Unidade 1: Os seres vivos e uma relação de interdependência entre os seres e os elementos da natureza: Biodiversidade Seres vivos e a organização biológica Características dos seres vivos Livro 2- Unidade

Leia mais

SISTEMA NERVOSO PARTE II

SISTEMA NERVOSO PARTE II SISTEMA NERVOSO PARTE II 2014 Meninges è Dura-Máter è Aracnóide Máter è Pia Máter Paquimeninge ] Leptomeninge Aracnóide máter Aracnóide máter Meninges Aracnóide máter Meninges è Espaços Epidural (canal

Leia mais

TECIDO NERVOSO. Prof a Cristiane Oliveira

TECIDO NERVOSO. Prof a Cristiane Oliveira TECIDO NERVOSO Prof a Cristiane Oliveira TECIDO NERVOSO QUAIS SUAS PRINCIPAIS CARACTERÍSTICAS? Alto grau de comunicação: células nervosas são capazes de transmitir informações entre células distantes no

Leia mais

PROCESSO SELETIVO DE TRANSFERÊNCIA DE ALUNOS E PORTADOR DE DIPLOMA DE GRADUAÇÃO PRIMEIRO SEMESTRE ANEXO V CURSO: MEDICINA ANATOMIA HUMANA I

PROCESSO SELETIVO DE TRANSFERÊNCIA DE ALUNOS E PORTADOR DE DIPLOMA DE GRADUAÇÃO PRIMEIRO SEMESTRE ANEXO V CURSO: MEDICINA ANATOMIA HUMANA I ANEXO V CURSO: MEDICINA ANATOMIA HUMANA I 1 História da Anatomia 2 Introdução ao estudo de Anatomia Humana 3 Aparelho locomotor Sistema Esquelético Generalidades Sistema Articular Generalidades Sistema

Leia mais

ORGANOGÊNESE FASE EMBRIONÁRIA

ORGANOGÊNESE FASE EMBRIONÁRIA ORGANOGÊNESE FASE EMBRIONÁRIA ORGANOGÊNESE (organo: organismo e gênese: origem) Importância: embrião. A maior parte do desenvolvimento dos órgãos: (varia com a espécie) Ao final deste período: Principais

Leia mais

Gametogênese e Embriologia

Gametogênese e Embriologia Material de apoio para Aula ao Vivo 1. (Fuvest) Um pesquisador fez o seguinte desenho de uma célula observada ao microscópio óptico. Pode tratar-se de uma célula de a) ovário. b) sangue. c) linfa. d) medula

Leia mais

NOÇÕES DE NEUROANATOMIA

NOÇÕES DE NEUROANATOMIA Divisões do Sistema Nervoso Sistema Nervoso Sistema Nervoso Central Encéfalo Medula Espinhal Sistema Nervoso Periférico Nervos Espinhais Nervos Cranianos Gânglios Periféricos 1 Os órgãos do SNC são protegidos

Leia mais

PROGRAMA DE APRENDIZAGEM UEL/CCS CURSO DE ODONTOLOGIA

PROGRAMA DE APRENDIZAGEM UEL/CCS CURSO DE ODONTOLOGIA 1 DADOS DE IDENTIFICAÇÃO Docentes: Carlos Roberto Maximiano da Silva Juliana Rubira Gerez Maria de Lourdes Ferreira Osny Ferrari Rodrigo Castellazzi Sella Código: 6MOD059 PROGRAMA DE APRENDIZAGEM UEL/CCS

Leia mais

Número Protocolo (LUPUS)

Número Protocolo (LUPUS) RESULTADO E LOCAL DE PROVA DA PRÉ-SELEÇÃO DO PROCESSO SELETIVO DE TRANSFERENCIA INTERNA E EXTERNA PARA O CURSO DE ODONTOLOGIA EDITAL 062/2015 NOME Número Protocolo (LUPUS) SITUAÇÃO Ailana Barbosa Martins

Leia mais

HISTOLOGIA TECIDO NERVOSO

HISTOLOGIA TECIDO NERVOSO HISTOLOGIA TECIDO NERVOSO https://www.youtube.com/watch?v=nvd1xbnamou Classificação SNC corpos celulares dos neurônios (substância cinzenta) prolongamentos (substância branca) SNP Nervos sensitivos (aferentes)

Leia mais

Ministério da Educação UNIVERSIDADE TECNOLÓGICA FEDERAL DO PARANÁ. Campus Santa Helena PLANO DE ENSINO

Ministério da Educação UNIVERSIDADE TECNOLÓGICA FEDERAL DO PARANÁ. Campus Santa Helena PLANO DE ENSINO Ministério da Educação UNIVERSIDADE TECNOLÓGICA FEDERAL DO PARANÁ Campus Santa Helena PLANO DE ENSINO CURSO LICENCIATURA EM CIÊNCIAS BIOLÓGICAS MATRIZ 1 FUNDAMENTAÇÃO LEGAL Resolução nº 077/1 COGEP, de

Leia mais

Estrutura e Função dos Nervos Periféricos

Estrutura e Função dos Nervos Periféricos FACULDADE DE MEDICINA/UFC-SOBRAL MÓDULO SISTEMA NERVOSO NEUROANATOMIA FUNCIONAL Estrutura e Função dos Nervos Periféricos Prof. Gerardo Cristino Aula disponível em: www.gerardocristino.com.br Objetivos

Leia mais

HISTOLOGIA TECIDO NERVOSO

HISTOLOGIA TECIDO NERVOSO HISTOLOGIA TECIDO NERVOSO Classificação SNC corpos celulares dos neurônios (substância cinzenta) prolongamentos (substância branca) SNP Nervos sensitivos (aferentes) Entrada Saída Nervos cranianos e nervos

Leia mais

CURSO DE FISIOTERAPIA Autorizado pela Portaria nº 377 de 19/03/09 DOU de 20/03/09 Seção 1. Pág. 09 PLANO DE CURSO

CURSO DE FISIOTERAPIA Autorizado pela Portaria nº 377 de 19/03/09 DOU de 20/03/09 Seção 1. Pág. 09 PLANO DE CURSO CURSO DE FISIOTERAPIA Autorizado pela Portaria nº 377 de 19/03/09 DOU de 20/03/09 Seção 1. Pág. 09 Componente Curricular: Biologia Geral Código: Fisio 102 Pré-requisito: -------- Período Letivo: 2016.1

Leia mais

TECIDO NERVOSO QUAIS SUAS PRINCIPAIS CARACTERÍSTICAS?

TECIDO NERVOSO QUAIS SUAS PRINCIPAIS CARACTERÍSTICAS? TECIDO NERVOSO TECIDO NERVOSO QUAIS SUAS PRINCIPAIS CARACTERÍSTICAS? Alto grau de comunicação: células nervosas são capazes de transmitir informações entre células distantes no corpo; Forma o sistema nervoso,

Leia mais

Fisiologia do Sistema Nervoso. Cláudia Minazaki

Fisiologia do Sistema Nervoso. Cláudia Minazaki Fisiologia do Sistema Nervoso Cláudia Minazaki Conteúdo para estudar: 1. SNC e SNP 2. Classificação fisiológica: sistema nervoso somático e visceral (órgãos e estruturas de constituição e funções) 3. Organização

Leia mais

Histologia histologia é a ciência que estuda os tecidos do corpo humano. Os tecidos são formados por grupos de células de forma e função semelhantes.

Histologia histologia é a ciência que estuda os tecidos do corpo humano. Os tecidos são formados por grupos de células de forma e função semelhantes. Histologia histologia é a ciência que estuda os tecidos do corpo humano. Os tecidos são formados por grupos de células de forma e função semelhantes. Histologia CÉLULAS TECIDOS ORGÃOS ORGANISMOS SISTEMAS

Leia mais

Fonte: Anatomia Humana 5 edição: Johannes W. Rohen

Fonte: Anatomia Humana 5 edição: Johannes W. Rohen Prof. Bruno Pires MORFOLOGIA Divisões: Sistema Nervoso Central: formado por encéfalo e medula espinhal Encéfalo: Massa de tecido nervoso presente na região do crânio. Composta por tronco encefálico, cérebro

Leia mais

Biofísica. Apresentação MEDICINA VETERINÁRIA. Docente responsável: Profa. Dra. Elisabeth Criscuolo Urbinati

Biofísica. Apresentação MEDICINA VETERINÁRIA. Docente responsável: Profa. Dra. Elisabeth Criscuolo Urbinati Biofísica Apresentação MEDICINA VETERINÁRIA Docente responsável: Profa. Dra. Elisabeth Criscuolo Urbinati Departamento: Morfologia e Fisiologia Animal FACULDADE DE CIÊNCIAS AGRÁRIAS E VETERINÁRIAS UNESP

Leia mais

CURSO DE GRADUAÇÃO EM MEDICINA PLANO DE ENSINO

CURSO DE GRADUAÇÃO EM MEDICINA PLANO DE ENSINO CURSO DE GRADUAÇÃO EM MEDICINA PLANO DE ENSINO COMPONENTE CURRICULAR CARGA HORÁRIA PERÍODO: Anatomia I Teórica Prática Total 2º 72h 72h 144h PROFESSOR RESPONSÁVEL: Jair Araujo Junior EMENTA: Vida, seres

Leia mais

Sistema Nervoso Professor: Fernando Stuchi

Sistema Nervoso Professor: Fernando Stuchi Fisiologia Animal Sistema Nervoso Sistema Nervoso Exclusivo dos animais, vale-se de mensagens elétricas que caminham pelos nervos mais rapidamente que os hormônios pelo sangue. Mantido vivo pela eletricidade,

Leia mais

CURSO DE GRADUAÇÃO EM MEDICINA PLANO DE ENSINO

CURSO DE GRADUAÇÃO EM MEDICINA PLANO DE ENSINO CURSO DE GRADUAÇÃO EM MEDICINA PLANO DE ENSINO COMPONENTE CURRICULAR CARGA HORÁRIA PERÍODO: Anatomia I Total 1º Teórica Prática Sessão Tutorial 72 72 3 147 PROFESSOR RESPONSÁVEL: Jair Araújo Junior EMENTA:

Leia mais

Projeto Medicina. Dr. Onésimo Duarte Ribeiro Júnior Professor Assistente da Disciplina de Anestesiologia da Faculdade de Medicina do ABC

Projeto Medicina. Dr. Onésimo Duarte Ribeiro Júnior Professor Assistente da Disciplina de Anestesiologia da Faculdade de Medicina do ABC Projeto Medicina Dr. Onésimo Duarte Ribeiro Júnior Professor Assistente da Disciplina de Anestesiologia da Faculdade de Medicina do ABC Neurociência DIVISÃO DO SISTEMA NERVOSO Sistema Nervoso Central Sistema

Leia mais

SISTEMA NERVOSO. Juntamente com o sistema endócrino, capacitam o organismo a:

SISTEMA NERVOSO. Juntamente com o sistema endócrino, capacitam o organismo a: SISTEMA NERVOSO Juntamente com o sistema endócrino, capacitam o organismo a: perceber as variações do meio (interno e externo), a difundir as modificações que essas variações produzem executar as respostas

Leia mais

Programa Analítico de Disciplina CBF120 Citologia e Histologia

Programa Analítico de Disciplina CBF120 Citologia e Histologia Catálogo de Graduação 06 da UFV 0 Programa Analítico de Disciplina CBF0 Citologia e Histologia Campus de Florestal - Campus de Florestal Número de créditos: Teóricas Práticas Total Duração em semanas:

Leia mais

31. Com relação aos principais componentes orgânicos celulares, assinale a afirmativa INCORRETA.

31. Com relação aos principais componentes orgânicos celulares, assinale a afirmativa INCORRETA. PASES 1 a ETAPA TRIÊNIO 2004-2006 1 o DIA GABARITO 1 19 BIOLOGIA QUESTÕES DE 31 A 40 31. Com relação aos principais componentes orgânicos celulares, assinale a afirmativa INCORRETA. a) Proteínas, quando

Leia mais

CITOLOGIA, HISTOLOGIA E EMBRIOLOGIA GERAL Carga Horária: 108

CITOLOGIA, HISTOLOGIA E EMBRIOLOGIA GERAL Carga Horária: 108 CITOLOGIA, HISTOLOGIA E EMBRIOLOGIA GERAL Carga Horária: 108 EMENTA Importância da Biologia Técnicas de Biologia Celular e Molecular Estrutura e Organização Celular Bases Moleculares da Composição Celular

Leia mais

PLANO DE DISCIPLINA ANATOMIA SISTÊMICA E SEGMENTAR

PLANO DE DISCIPLINA ANATOMIA SISTÊMICA E SEGMENTAR PLANO DE DISCIPLINA ANATOMIA SISTÊMICA E SEGMENTAR 2º Semestre de 2012 1. Identificação Departamento: Formação de Ciências Básicas (FCB) Disciplina: Anatomia Sistêmica e Segmentar Cód.: FCB00090 Período

Leia mais

Biologia. Inter-relações nos ecossistemas

Biologia. Inter-relações nos ecossistemas Biologia FASCÍCULO 1 Módulo 1 Introdução à Biologia O que é vida? O que é ciência O método científico Experimentos: fazendo ciência O cientista inserido em seu tempo Ciência e ética Módulo 2 Origem da

Leia mais

MAPAS SOMATOTÓPICOS NOS DIFERENTES NÍVEIS SOMESTÉSICOS HOMÚNCULO SOMATOTÓPICO. Tato- muito preciso Dor- pouco preciso

MAPAS SOMATOTÓPICOS NOS DIFERENTES NÍVEIS SOMESTÉSICOS HOMÚNCULO SOMATOTÓPICO. Tato- muito preciso Dor- pouco preciso MAPAS SOMATOTÓPICOS NOS DIFERENTES NÍVEIS SOMESTÉSICOS HOMÚNCULO SOMATOTÓPICO Tato- muito preciso Dor- pouco preciso MAPAS SOMATOTÓPICOS EM OUTROS ANIMAIS COELHO GATO MACACO Porém os mapas são dinâmicos!

Leia mais

Introdução ao estudo de neurofisiologia

Introdução ao estudo de neurofisiologia Introdução ao estudo de neurofisiologia Introdução ao estudo de neurofisiologia Peixe Réptil Ave Boi Humano Por que os cérebros são diferentes entre as espécies? Introdução ao estudo de neurofisiologia

Leia mais

FISIOLOGIA MUSCULAR. Mecanismos de controle da força. Enquanto é dada a AP Profa Silvia Mitiko Nishida. Miron, 450 a.c

FISIOLOGIA MUSCULAR. Mecanismos de controle da força. Enquanto é dada a AP Profa Silvia Mitiko Nishida. Miron, 450 a.c FISIOLOGIA MUSCULAR Mecanismos de controle da força Enquanto é dada a AP Profa Silvia Mitiko Nishida Miron, 450 a.c Cérebro SNC Medula Unidade Motora 1 Unidade Motora 2 Neurônio motor Nervo Músculo Fibras

Leia mais

Níveis estruturais do corpo humano

Níveis estruturais do corpo humano Níveis estruturais do corpo humano O corpo humano como um sistema aberto SISTEMA Conjunto de componentes que funcionam de forma coordenada. ISOLADO FECHADO ABERTO Não ocorrem trocas de matéria nem energia

Leia mais

Tecido nervoso. Disponível em: <http://iahealth.net/wp-content/uploads/2008/12/neurons.jpg>. Acesso em: 17 jun

Tecido nervoso. Disponível em: <http://iahealth.net/wp-content/uploads/2008/12/neurons.jpg>. Acesso em: 17 jun Sistema nervoso Tecido nervoso Disponível em: . Acesso em: 17 jun. 2012. Neurônio Disponível em: .

Leia mais

SISTEMA NERVOSO AUTÔNOMO

SISTEMA NERVOSO AUTÔNOMO SISTEMA NERVOSO AUTÔNOMO SNA Via motora autônoma neurovegetativa nível subcortical simpática e parassimpática SNA SNA opera por reflexos viscerais sinais sensitivos de partes do corpo enviam impulsos ao

Leia mais

Tronco Encefálio e Formação Reticular. Msc. Roberpaulo Anacleto

Tronco Encefálio e Formação Reticular. Msc. Roberpaulo Anacleto Tronco Encefálio e Formação Reticular Msc. Roberpaulo Anacleto TRONCO ENCEFÁLICO -Área do encéfalo que estende-se desde a medula espinhal até o diencéfalo TRONCO ENCEFÁLICO = BULBO + PONTE + MESENCÉFALO

Leia mais

Prof. João Ronaldo Tavares de Vasconcellos Neto

Prof. João Ronaldo Tavares de Vasconcellos Neto Prof. João Ronaldo Tavares de Vasconcellos Neto Origem de alguns reflexos Os seres vivos devem se ajustar ao meio; Existem três propriedades fundamentais para esta adaptação: Irritabilidade Condutibilidade

Leia mais

TECIDO NERVOSO HISTOLOGIA NUTRIÇÃO UNIPAMPA

TECIDO NERVOSO HISTOLOGIA NUTRIÇÃO UNIPAMPA TECIDO NERVOSO HISTOLOGIA NUTRIÇÃO UNIPAMPA TECIDO NERVOSO: DISTRIBUIÇÃO SNP Gânglios e Nervos SNC SNP Gânglios e Nervos DIVISÕES ESQUEMÁTICAS DO SISTEMA NERVOSO TECIDO NERVOSO Nervos: constituídos por

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO UNIRIO CENTRO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS E DA SAÚDE ESCOLA DE NUTRIÇÃO PROGRAMA DE DISCIPLINA

UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO UNIRIO CENTRO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS E DA SAÚDE ESCOLA DE NUTRIÇÃO PROGRAMA DE DISCIPLINA UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO UNIRIO CENTRO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS E DA SAÚDE ESCOLA DE NUTRIÇÃO CURSO: Bacharelado em Nutrição DEPARTAMENTO:Ciências Morfológicas PROGRAMA DE DISCIPLINA

Leia mais

ORGANIZAÇÃO FUNCIONAL DO SISTEMA NERVOSO

ORGANIZAÇÃO FUNCIONAL DO SISTEMA NERVOSO Ciências Morfofuncionais II ORGANIZAÇÃO FUNCIONAL DO SISTEMA NERVOSO Professora: Ms. Grazielle V. P. Coutinho Qual a importância de tantos estudos sobre o Sistema Nervoso? DIVISÕES PARA O ESTUDO DO SN

Leia mais

Embriologia. Prof. César Lima

Embriologia. Prof. César Lima Embriologia A embriologia é a parte da Biologia que estuda o desenvolvimento dos embriões animais. Há grandes variações, visto que os animais invertebrados e vertebrados apresentam muitos diferentes aspectos

Leia mais

Sistema sensorial. Sistema motor

Sistema sensorial. Sistema motor Estímulos ambientais Sistema sensorial Sistema nervoso Resposta Sistema motor Divisão funcional do Sistema Nervoso Sensorial CATEGORIA ORIGEM ORGANIZAÇÃO SENSIBILIDADE Geral (SOMESTESIA) Calor e Frio Dor

Leia mais

TECIDO NERVOSO (parte 2)

TECIDO NERVOSO (parte 2) TECIDO NERVOSO (parte 2) Profª Patrícia Mendes Disciplina: Histologia Geral e Embriologia Curso: Medicina Veterinária www.faculdadevertice.com.br Propagação do impulso nervoso A membrana do axônio permite

Leia mais