ANEXO IV CRITÉRIOS DE JULGAMENTO. O julgamento da presente licitação levará em consideração os seguintes fatores técnicos e respectivos pesos:

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "ANEXO IV CRITÉRIOS DE JULGAMENTO. O julgamento da presente licitação levará em consideração os seguintes fatores técnicos e respectivos pesos:"

Transcrição

1 1 - PONTUAÇÃO TÉCNICA ANEXO IV CRITÉRIOS DE JULGAMENTO O julgamento da presente licitação levará em consideração os seguintes fatores técnicos e respectivos pesos: FATORES DE PONTUAÇÃO PESO Desempenho 2 Compatibilidade 3 Suporte de serviços 3 Qualidade FATOR DESEMPENHO TEMPO DE ATUAÇÃO NO MERCADO A pontuação deste subfator será apurada com base no tempo de atuação da licitante no mercado, prestando serviços na Área de TI, a ser contado a partir da data de inscrição da Empresa em Junta Comercial ou registro em Cartório de Registro Civil de Pessoas Jurídicas, e comprovado por cópia autenticada do Contrato Social: Anos de atuação Até 10 anos completos De 11 a 15 anos completos A partir de 15 anos completos EXPERIÊNCIA COMPATÍVEL COM O OBJETO DA LICITAÇÃO A pontuação deste subfator será apurada com base na experiência da licitante na prestação de serviços de suporte técnico ou assistência técnica à software básico, à teleprocessamento e conectividade do ambiente, à segurança da informação, à administração de bancos de dados e à administração de redes, comprovada através de Atestado(s) de Capacidade Técnica, fornecido(s) por pessoa jurídica de direito público ou privado, conforme modelo constante do item 5, acompanhado(s) da Planilha de de Contrato, conforme modelo constante do item 6, bem como de cópia(s) autenticada(s) do(s) respectivo(s) contrato(s), e notas fiscais, relativas ao primeiro e último faturamento do contrato, mencionando o tipo de serviço prestado, bem como a qualidade considerada pelo cliente como satisfatória, conforme descrito a seguir: Quantidade de atestados 2 atestados 3 atestados 4 atestados 5 atestados 40 pontos PARCERIAS COMPATÍVEIS COM O OBJETO DA LICITAÇÃO CP Anexo04-CriteriosdeJulgamento.odt 1

2 A pontuação deste subfator será apurada com base na documentação relacionada ao credenciamento da licitante como parceira da IBM, Microsoft e Oracle, emitida pelos próprios fabricantes. cumulativa. Parceria IBM Partner Microsoft Certified Partner Oracle Member Partner FATOR COMPATIBILIDADE A pontuação deste fator será apurada com base na experiência da licitante na plataforma tecnológica de hardware e software utilizada pelo BRB, comprovada através de Atestado(s) de Capacidade Técnica, fornecido(s) por pessoa jurídica de direito público ou privado, conforme modelo constante no item 5, acompanhado(s) de cópia(s) autenticada(s) do(s) respectivo(s) contrato(s), mencionando o tipo de serviço prestado, bem como a qualidade considerada pelo cliente como satisfatória, conforme descrito a seguir. Cada item será pontuado uma única vez. Quantidade máxima de atestados a serem apresentados neste subfator: 3 (três) atestados. Plataforma de hardware e software Equipamentos: Unisys série Libra e Servidores Intel de 64 bits Sistemas operacionais: MCP e Windows 2003 (64 bits) e software VMWare ESX 3.0 Gerenciadores de Banco de Dados: DMS II e Oracle e SQL-Server Ambientes de desenvolvimento: SADS e SADS xp Linguagens: WFL e Algol e Cobol Unisys e Perl e Delphi e ASP e Java Script e Microfocus Cobol e XML Ferramentas de Scheduller: SCAP/SPO e ASG-Zena Servidores Web: CorpWeb Server e MS-IIS e Apache-Tomcat Servidores de Aplicação: IBM Websphere e IBM MQ-Series Storage: EMC Software PCTI: STROHL LDRPS FATOR SUPORTE DE SERVIÇOS EXPERIÊNCIA DA EQUIPE TÉCNICA ATUAL A pontuação deste subfator será apurada com base na quantidade de técnicos (distintos) prestando serviços compatíveis com o Objeto descrito Edital e nos perfis descritos no Anexo 2, na Plataforma Mainframe UNISYS e na Plataforma Aberta Padrão Windows, descritas no Anexo I. A comprovação será efetuada por meio de Atestado(s) de Capacidade Técnica, fornecido(s) por pessoa jurídica de direito público ou privado, conforme modelo constante no item 5, acompanhado(s) de cópia(s) autenticada(s) do(s) respectivo(s) contrato(s) e do(s) instrumento(s) que comprovem a vinculação de cada técnico à Licitante, ou seja: cópia da CTPS acompanhada da última GFIP, ou cópia de contrato de Prestação de Serviços acompanhado das respectivas Notas Fiscais. Quantidade de técnicos De 1 a 10 técnicos De 11 a 20 técnicos Acima de 20 técnicos CP Anexo04-CriteriosdeJulgamento.odt 2

3 1.3.2 EXPERIÊNCIA ANTERIOR DA EMPRESA A pontuação deste subfator será apurada com base na experiência anterior da licitante na prestação de serviços compatíveis com o objeto descrito no Edital, através de técnicos exercendo as funções de suporte ou assistência técnica descritas. A comprovação será efetuada por meio de Atestado(s) de Capacidade Técnica, fornecido(s) por pessoa jurídica de direito público ou privado, conforme modelo constante no item 5, acompanhado(s) de cópia autenticada do(s) respectivo(s) contrato(s), mencionando a quantidade de técnicos alocados à prestação dos serviços, o tipo de serviço prestado, bem como a qualidade considerada pelo cliente como satisfatória. Quantidade de técnicos De 1 a 30 técnicos De 31 a 60 técnicos Acima de 60 técnicos QUANTIDADE DE CONTRATOS ATIVOS DE SUPORTE TÉCNICO A pontuação deste subfator será apurada com base na quantidade de contratos (distintos) de prestação de serviços de suporte técnico, administração técnica ou assistência técnica. A comprovação será efetuada por meio da apresentação de cópia autenticada dos contratos de Prestação de Serviços, correspondentes aos serviços prestados nos últimos 24 meses de execução dos serviços, acompanhados das Notas Fiscais, relativas ao primeiro e último faturamento do contrato (ou mais recente). Quantidade de técnicos De 1 a 05 contratos De 06 a 10 contratos De 11 a 15 contratos Acima de 15 contratos 40 pontos FATOR QUALIDADE CERTIFICAÇÃO ISO 9001:2000 A pontuação deste subfator será apurada com base na certificação ISO 9001:2000 da Licitante nas atividades descritas abaixo. A comprovação será efetuada mediante a apresentação de cópia do certificado emitido por entidade certificadora reconhecida pelo INMETRO. cumulativa. Atividade certificada Suporte Técnico Administração de Bancos de Dados Segurança da Informação Administração de Redes CERTIFICAÇÕES E TREINAMENTOS: A comprovação deste fator será efetuada por meio de Certificado emitido por empresa fornecedora/certificadora acompanhado do(s) respectivo(s) instrumento(s) que comprovem a vinculação de cada técnico à Licitante, ou seja: cópia da CTPS acompanhada da última GFIP, ou cópia de contrato de Prestação de Serviços acompanhado das respectivas Notas Fiscais. Serão atribuídos 2 (dois) pontos por profissional certificado até o limite de 5 profissionais. CP Anexo04-CriteriosdeJulgamento.odt 3

4 Certificado Microsoft System Engineer até 5 profissionais certificados OCP Oracle até 5 profissionais certificados ITIL até 5 profissionais certificados PMP até 5 profissionais certificados 2 - CÁLCULO DO ÍNDICE TÉCNICO Os índices técnicos (IT) corresponderão ao somatório das pontuações, para cada subitem, dividido pela maior pontuação dentre todos os licitantes, também em cada subitem de acordo com a seguinte equação: IT = 2 x P x P x P x P PTMax onde: IT= Índice Técnico relativo ao item 1 e seus subitens deste Anexo; P P P P 1.4 = pontuações obtidas nos correspondentes subitens; PTMax= Maior pontuação técnica apurada Nota¹: A pontuação máxima do índice técnico (IT) é de pontos Nota²: A empresa que obtiver o índice técnico (IT) menor que 0,5 (cinco décimos) será desclassificada. 3 - CÁLCULO DO ÍNDICE FINANCEIRO Os Índices Financeiros serão calculados de acordo com as seguintes equações (aplicáveis aos respectivos subitens: IF = mpc/pc onde: IF mpc PC = Índice Financeiro = menor valor dentre as Propostas Comerciais classificadas = valor da Proposta Comercial classificada e em exame. 4 CÁLCULO DO ÍNDICE GERAL Os Índices Gerais serão obtidos pelas seguintes fórmulas: IG = (0,7 x IT) + (0,3 x IF) onde: IG = Índice Geral IT = Índice Técnico IF = Índice Financeiro CP Anexo04-CriteriosdeJulgamento.odt 4

5 5 - MODELO DE ATESTADO DE CAPACIDADE TÉCNICA ATESTADO DE CAPACIDADE TÉCNICA (modelo) LOGOTIPO DA EMITENTE <Número da correspondência> <Local>, <Data> Ao BRB-BANCO DE BRASÍLIA S/A Comissão Permanente de Licitação Sr. Presidente. Atestamos, para fins de comprovação junto ao BRB - Banco de Brasília S.A., com relação à Concorrência DIRAT/CPLIC n 005/2007, que a empresa <Razão Social da Licitante>, executou ou vem executando satisfatoriamente os serviços de <MENCIONAR OS SERVIÇOS PRESTADOS>. Atestamos ainda que os serviços encontram-se amparados por instrumentos contratuais relacionados na tabela abaixo, cujas cópias autenticadas seguem em anexo, juntamente com as respectivas notas fiscais, relativas ao primeiro e último faturamento do contrato (ou mais recente). RELAÇÃO DE CONTRATOS Ordem de Consideração Contrato Data assinatura Plataformas 1 <número ou nome> <data> <ver anexo I> n Sendo o que teríamos a atestar para o momento, subscrevemo-nos. Atenciosamente. <Local>, <Data> <representante legal da Empresa Emitente (Cliente da Licitante)> CP Anexo04-CriteriosdeJulgamento.odt 5

6 6 - MODELO DE PLANILHA DE PONTUAÇÃO DE CONTRATO (aplicável ao subitem do Anexo IV) PLANILHA PARA VALIDAÇÃO E PONTUAÇÃO DE CONTRATO IDENTIFICAÇÃO: CONTRATADA: <razão social e CNPJ da Empresa Licitante> CONTRATANTE: <razão social e CNPJ> (Utilizado para aferir a Atuação Bancária) REFERÊNCIA OU NÚMERO DO CONTRATO: <informação> INDICAÇÃO DE ORDEM PARA ANÁLISE DA COMISSÃO: <número de ordem> DADOS DA VIGÊNCIA: DATA DE ASSINATURA: <data> - PÁG: <página no contrato> (Utilizado para aferir o Tempo) VIGÊNCIA: <unidade de tempo> - PÁG: <página no contrato> DADOS DA COMPATIBILIDADE DOS SERVIÇOS COM O OBJETO LICITADO TEXTO(S) QUE DETERMINA(M) A COMPATIBILIDADE DO(S) SERVIÇO(S) PRESTADO(S) COM O OBJETO (OU PARTE DESTE) LICITADO: <transcrição do texto 1> - Pág: < página no contrato> <transcrição do texto n> - Pág: < página no contrato> PLATAFORMA(S) DO ANEXO I A QUE SE RELACIONA O OBJETO (OU PARTE) DO CONTRATO <informar o nome da Plataforma 1> - <transcrever o texto que caracteriza esta plataforma> - Pág: <informar a página(s) em que figura o texto transcrito do contrato> <informar o nome da Plataforma n> - <transcrever o texto que caracteriza esta plataforma> - Pág: <informar a página(s) em que figura o texto transcrito do contrato> <representante legal da Empresa Licitante> CP Anexo04-CriteriosdeJulgamento.odt 6

ANEXO IV CRITÉRIOS DE PONTUAÇÃO

ANEXO IV CRITÉRIOS DE PONTUAÇÃO CONCORRÊNCIA DIRAD/CPLIC Nº 007/2008 1 1 - PLANILHA DE PONTUAÇÃO TÉCNICA FATOR QUALIDADE Item Descrição Peso 3 1.1 A licitante será pontuada pela comprovação de parceria com fabricante de produtos de TI.

Leia mais

ANEXO V CRITÉRIOS DE PONTUAÇÃO

ANEXO V CRITÉRIOS DE PONTUAÇÃO CONCORRÊNCIA DIRAD/CPLIC Nº 008/2008 1 1- PLANILHA DE PONTUAÇÃO TÉCNICA FATOR QUALIDADE ANEXO V CRITÉRIOS DE PONTUAÇÃO Item Descrição Peso 2 1.1 A licitante será pontuada pela comprovação de parceria com

Leia mais

ANEXO IV CRITÉRIOS DE JULGAMENTO. O julgamento da presente licitação levará em consideração os seguintes fatores técnicos e respectivos pesos:

ANEXO IV CRITÉRIOS DE JULGAMENTO. O julgamento da presente licitação levará em consideração os seguintes fatores técnicos e respectivos pesos: 1 - PONTUAÇÃO TÉCNICA: ANEXO IV CRITÉRIOS DE JULGAMENTO O julgamento da presente licitação levará em consideração os seguintes fatores técnicos e respectivos pesos: FATORES DE PONTUAÇÃO PESO Desempenho

Leia mais

ANEXO III DO EDITAL FAO 001/2008 CRITÉRIOS E PARÂMETROS DE PONTUAÇÃO TÉCNICA

ANEXO III DO EDITAL FAO 001/2008 CRITÉRIOS E PARÂMETROS DE PONTUAÇÃO TÉCNICA ANEXO III DO EDITAL FAO 001/2008 CRITÉRIOS E PARÂMETROS DE PONTUAÇÃO TÉCNICA 1. FATOR DESEMPENHO A nota técnica deste quesito será atribuída à licitante que possuir melhor desempenho na prestação de serviços

Leia mais

TERMOS DE REFERÊNCIA Anexo III Lote IV

TERMOS DE REFERÊNCIA Anexo III Lote IV 1. FATOR QUALIDADE 1.1 A licitante será pontuada pela comprovação de certificação ISO 9001:2000 nas atividades relacionadas abaixo. A comprovação será feita, exclusivamente, através da apresentação de

Leia mais

CONCORRÊNCIA DIRAT/CPLIC 003/2006 Alteração 01

CONCORRÊNCIA DIRAT/CPLIC 003/2006 Alteração 01 ANEXO V CRITÉRIOS DE JULGAMENTO PARA TÉCNICA E PREÇO O julgamento do certame se dará na modalidade técnica/preço e levará em consideração os seguintes fatores técnicos e respectivos pesos, conforme abaixo:

Leia mais

A Nota do Fator Suporte de Serviços NS será atribuída com os seguintes critérios:

A Nota do Fator Suporte de Serviços NS será atribuída com os seguintes critérios: ANEXO XIII PONTUAÇÃO TÉCNICA/PREÇO 1 Fatores de Avaliação e Respectivas Pontuações Fator de Avaliação - FA Nota Nota Máxima Peso Pontuação Ponderada Máxima S: Suporte NS 40 3 120 Q: Qualidade NQ 30 2 60

Leia mais

ANEXO 8 Planilha de Pontuação Técnica

ANEXO 8 Planilha de Pontuação Técnica 91 ANEXO 8 Planilha de Pontuação Técnica Nº Processo 0801426905 Licitação Nº EDITAL DA CONCORRÊNCIA DEMAP Nº 04/2008 [Razão ou denominação social do licitante] [CNPJ] A. Fatores de Pontuação Técnica: Critérios

Leia mais

CONSELHO REGIONAL DE NUTRICIONISTAS 3ª REGIÃO (SP e MS)

CONSELHO REGIONAL DE NUTRICIONISTAS 3ª REGIÃO (SP e MS) ANEXO II CRITÉRIOS PARA PONTUAÇÃO E JULGAMENTO DAS PROPOSTAS Serão considerados, para efeito de julgamento, aspectos de natureza técnica e financeira, expressos através de um Índice Técnica (IT) e de um

Leia mais

ERRATA II - CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO

ERRATA II - CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO ERRATA II - CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO 1. INTRODUÇÃO Este documento contém a descrição dos procedimentos e critérios a serem adotados para avaliação, julgamento e classificação das propostas das licitantes

Leia mais

ANEXO 8 Planilha de Pontuação Técnica

ANEXO 8 Planilha de Pontuação Técnica 491 ANEXO 8 Planilha de Pontuação Técnica Nº Processo 0801428311 Licitação Nº EDITAL DA CONCORRÊNCIA DEMAP Nº 09/2008 [Razão ou denominação social do licitante] [CNPJ] A. Fatores de Pontuação Técnica:

Leia mais

DIVERSOS QUESTIONAMENTOS COM AS RESPECTIVAS RESPOSTAS ACERCA DA CONCORRÊNCIA N.º 001/2011

DIVERSOS QUESTIONAMENTOS COM AS RESPECTIVAS RESPOSTAS ACERCA DA CONCORRÊNCIA N.º 001/2011 DIVERSOS QUESTIONAMENTOS COM AS RESPECTIVAS RESPOSTAS ACERCA DA CONCORRÊNCIA N.º 001/2011... RESPOSTAS AOS QUESTIONAMENTOS FEITOS PELA EMPRESA AVANSYS TECNOLOGIA LTDA, CNPJ MF sob nº 04.181.950/0001-10,

Leia mais

COMUNICADO. CONCORRÊNCIAS n.º 003, 004 e 005

COMUNICADO. CONCORRÊNCIAS n.º 003, 004 e 005 COMUNICADO CONCORRÊNCIAS n.º 00, 00 e 005 Informamos a Vossa Senhoria que realizamos algumas alterações nos Editais de Concorrências n.º 00, 00 e 005 e seus anexos, conforme segue abaixo: PARA AS CONCORRÊNCIAS

Leia mais

ANEXO 6 Critérios e Parâmetros de Pontuação Técnica

ANEXO 6 Critérios e Parâmetros de Pontuação Técnica 449 ANEXO 6 Critérios e Parâmetros de Pontuação Técnica A. Fatores de Pontuação Técnica: Critérios Pontos Peso Pontos Ponderados (A) (B) (C) = (A)x(B) 1. Qualidade 115 1 115 2. Compatibilidade 227 681.

Leia mais

ANEXO 6 Critérios e Parâmetros de Pontuação Técnica

ANEXO 6 Critérios e Parâmetros de Pontuação Técnica EDITAL DA CONCORRÊNCIA DEMAP Nº 04/008 ANEXO PT. 08014905 ANEXO Critérios e Parâmetros de Pontuação Técnica A. Fatores de Pontuação Técnica: Critérios Pontos Peso Pontos Ponderados (A) (B) (C) = (A)x(B)

Leia mais

CONCORRÊNCIA AA Nº 05/2009 BNDES ANEXO XVII MODELOS DE DECLARAÇÕES E ATESTADOS MODELO 01 DECLARAÇÃO DE DISPONIBILIDADE DE ESTRUTURA

CONCORRÊNCIA AA Nº 05/2009 BNDES ANEXO XVII MODELOS DE DECLARAÇÕES E ATESTADOS MODELO 01 DECLARAÇÃO DE DISPONIBILIDADE DE ESTRUTURA CONCORRÊNCIA AA Nº 05/2009 BNDES ANEXO XVII MODELOS DE DECLARAÇÕES E ATESTADOS MODELO 01 DECLARAÇÃO DE DISPONIBILIDADE DE ESTRUTURA Referência: CONCORRÊNCIA AA Nº 05/2009 - BNDES Data: / / Licitante: CNPJ:

Leia mais

PREGÃO ELETRÔNICO AA Nº 30/2009 BNDES ANEXO IX MODELOS DE DECLARAÇÕES E ATESTADOS

PREGÃO ELETRÔNICO AA Nº 30/2009 BNDES ANEXO IX MODELOS DE DECLARAÇÕES E ATESTADOS PREGÃO ELETRÔNICO AA Nº 30/2009 BNDES ANEXO IX MODELOS DE DECLARAÇÕES E ATESTADOS MODELO 01 DECLARAÇÃO DE PERTENCER AO QUADRO DE PARCEIROS OU DISTRIBUIDORES DO FABRICANTE DO APLICATIVO Licitante: CNPJ:

Leia mais

ANEXO III PERFIL DOS PROFISSIONAIS, FORMAÇÃO E ATIVIDADES A DESENVOLVER PARA MANUTENÇÃO E DESENVOLVIMENTO

ANEXO III PERFIL DOS PROFISSIONAIS, FORMAÇÃO E ATIVIDADES A DESENVOLVER PARA MANUTENÇÃO E DESENVOLVIMENTO CONCORRÊNCIA DIRAD/CPLIC-008/2008 1 ANEXO III PERFIL DOS PROFISSIONAIS, FORMAÇÃO E ATIVIDADES A DESENVOLVER PARA MANUTENÇÃO E DESENVOLVIMENTO 1. INFORMAÇÕES GERAIS E CARACTERÍSTICA DO ATUAL AMBIENTE CORPORATIVO

Leia mais

PROCESSO SELETIVO DA CIA

PROCESSO SELETIVO DA CIA ANEXO 2 CRITÉRIOS DE PONTUAÇÃO PARA CLASSIFICAÇÃO FOLHA 01 PS 01/07 TCB1 - Técnico de Computação com ênfase em Análise e Projeto no ambiente tecnológico Mainframe IBM referentes aos 5 (cinco) itens abaixo,

Leia mais

ANEXO 7 MODELOS DE ATESTADOS E DECLARAÇÕES

ANEXO 7 MODELOS DE ATESTADOS E DECLARAÇÕES 77 ANEXO 7 MODELOS DE ATESTADOS E DECLARAÇÕES 1. Disposições Gerais A) As declarações devem estar em papel timbrado da licitante, contendo o nome, cargo ou função, dados de identificação (CPF e identidade),

Leia mais

PROPOSTA TÉCNICA/PLANILHA DE AVALIAÇÃO (com Alteração 01)

PROPOSTA TÉCNICA/PLANILHA DE AVALIAÇÃO (com Alteração 01) CONCORRÊNCIA DIRAD/CPLIC Nº 001/2010 ANEXO II 1 PROPOSTA TÉCNICA/PLANILHA DE AVALIAÇÃO (com Alteração 01) I - Atestados, certidões e comprovantes I.1 Todos os documentos, atestados e certificados deverão

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SUBSECRETARIA DE ASSUNTOS ADMINISTRATIVOS COMISSÃO PERMANENTE DE LICITAÇÃO

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SUBSECRETARIA DE ASSUNTOS ADMINISTRATIVOS COMISSÃO PERMANENTE DE LICITAÇÃO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SUBSECRETARIA DE ASSUNTOS ADMINISTRATIVOS COMISSÃO PERMANENTE DE LICITAÇÃO Ofício nº 077/2005/CPL/SAA/SE/MEC Brasília, 04 de maio de 2005. Aos interessados REFERÊNCIA: Concorrência

Leia mais

VALEC: Desenvolvimento Sustentável para o Cerrado Brasileiro 1ª ERRATA EDITAL DE CONCORRÊNCIA Nº 008/2008

VALEC: Desenvolvimento Sustentável para o Cerrado Brasileiro 1ª ERRATA EDITAL DE CONCORRÊNCIA Nº 008/2008 1ª ERRATA EDITAL DE CONCORRÊNCIA Nº 008/2008 1) INSTRUÇÕES ÀS LICITANTES ITEM 6.2.4 QUALIFICAÇÃO TÉCNICA Onde se lê: 6.2.4 Qualificação Técnica a) Registro/Certidão de inscrição no CREA e/ou CRA, da empresa

Leia mais

ANEXO VIII MODELOS DE DECLARAÇÕES E ATESTADOS

ANEXO VIII MODELOS DE DECLARAÇÕES E ATESTADOS ANEXO VIII MODELOS DE DECLARAÇÕES E ATESTADOS 1 MODELO 01 DECLARAÇÃO DE DISPONIBILIDADE DE ESTRUTURA DE SUPORTE TÉCNICO Empresa Licitante: CNPJ: (Nome do Licitante), por intermédio de seu representante

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE CAMAÇARI SECRETARIA DE EDUCAÇÃO ASSESSORIA DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO

PREFEITURA MUNICIPAL DE CAMAÇARI SECRETARIA DE EDUCAÇÃO ASSESSORIA DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO ANALISE DA PROPOSTA TÉCNICA DOS PARA EDITAL 0001/010 Profissional: Administrador de Sistemas Alcançada Classificação Habilidades e capacitação Num. De Certificados Pontos a) Descrição do cargo: Atuar como

Leia mais

Ajuda da pesquisa acerca da Governança de TI da Administração Pública Federal

Ajuda da pesquisa acerca da Governança de TI da Administração Pública Federal Ajuda da pesquisa acerca da Governança de TI da Administração Pública Federal 1. Há planejamento institucional em vigor? Deverá ser respondido SIM caso o Órgão/Entidade possua um planejamento estratégico

Leia mais

Ref: Edital da Concorrência nº. 01/2009. termos do edital, pelas razões a seguir: 1º PEDIDO DE ESCLARECIMENTO:

Ref: Edital da Concorrência nº. 01/2009. termos do edital, pelas razões a seguir: 1º PEDIDO DE ESCLARECIMENTO: Ref: Edital da Concorrência nº. 01/2009 Empresa interessada no certame solicitou PEDIDO DE ESCLLARECI IMENTTO,, aos termos do edital, pelas razões a seguir: 1º PEDIDO DE ESCLARECIMENTO: 1) Com relação

Leia mais

DIRETORIA DE ADMINISTRAÇÃO - DAD COORDENAÇÃO GERAL DE ADMINISTRAÇÃO E FINANÇAS CGADM COORDENAÇÃO DE INFRA-ESTRUTURA COINF SERVIÇO DE LICITAÇÃO - SELIC

DIRETORIA DE ADMINISTRAÇÃO - DAD COORDENAÇÃO GERAL DE ADMINISTRAÇÃO E FINANÇAS CGADM COORDENAÇÃO DE INFRA-ESTRUTURA COINF SERVIÇO DE LICITAÇÃO - SELIC DIRETORIA DE ADMINISTRAÇÃO - DAD COORDENAÇÃO GERAL DE ADMINISTRAÇÃO E FINANÇAS CGADM COORDENAÇÃO DE INFRA-ESTRUTURA COINF SERVIÇO DE LICITAÇÃO - SELIC Of. n.º 319/2009 Brasília, 11 de maio de 2009. Ref.:

Leia mais

TERMO DE REFERENCIA. Prestação de Serviços de Treinamento para Atendimento a Usuários de TIC

TERMO DE REFERENCIA. Prestação de Serviços de Treinamento para Atendimento a Usuários de TIC TERMO DE REFERENCIA Prestação de Serviços de Treinamento para Atendimento a Usuários de TIC 1. OBJETO Contratação de empresa para prestação de serviço(s) de treinamento para os servidores da área de atendimento

Leia mais

COTACAO PREVIA DE PRECO Nº 04/2015 EDITAL Nº 04/2015

COTACAO PREVIA DE PRECO Nº 04/2015 EDITAL Nº 04/2015 COTACAO PREVIA DE PRECO Nº 04/2015 EDITAL Nº 04/2015 Convênio MTE/SENAES nº 78/2012 SICONV 776109/2012 Processo Seletivo para Contratação de Profissional denível médio Auxiliar Técnico para atividades

Leia mais

Consulta Pública Contratação de Serviços de TI STI - Superintendência de Tecnologia da Informação

Consulta Pública Contratação de Serviços de TI STI - Superintendência de Tecnologia da Informação Consulta Pública Contratação de Serviços de TI STI - Superintendência de Tecnologia da Informação Diretoria de Soluções Tecnológicas Superintendência de Tecnologia da Informação Objeto Objeto: Prestação

Leia mais

Anexo III - Critério de Avaliação

Anexo III - Critério de Avaliação Anexo III - Critério de Avaliação 1. Condições gerais A seleção das propostas será realizada por uma Comissão de Avaliação, Julgamento e Classificação, a qual deverá ser composta no mínimo por 3 (três)

Leia mais

GOVERNO DO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL SECRETARIA DE INFRA-ESTRUTURA E LOGÍSTICA DEPARTAMENTO AUTÔNOMO DE ESTRADAS DE RODAGEM EDITAL N 001/2009

GOVERNO DO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL SECRETARIA DE INFRA-ESTRUTURA E LOGÍSTICA DEPARTAMENTO AUTÔNOMO DE ESTRADAS DE RODAGEM EDITAL N 001/2009 Anexo IV Da classificação e da tabela de pontuação A) Para os cargos de Técnico em Assuntos Rodoviários e Técnico em Assuntos Administrativos: TEMPO DE FORMAÇÃO NA PROFISSÃO: Comprovação através de Diploma

Leia mais

Estado de Goiás PREFEITURA MUNICIPAL DE ANICUNS Adm. 2013 / 2016 EDITAL 009-2015 CHAMAMENTO PÚBLICO QUALIFICAÇÃO DE ORGANIZAÇÕES SOCIAIS

Estado de Goiás PREFEITURA MUNICIPAL DE ANICUNS Adm. 2013 / 2016 EDITAL 009-2015 CHAMAMENTO PÚBLICO QUALIFICAÇÃO DE ORGANIZAÇÕES SOCIAIS EDITAL 009-2015 CHAMAMENTO PÚBLICO QUALIFICAÇÃO DE ORGANIZAÇÕES SOCIAIS A Secretaria Municipal de Educação de Anicuns, pessoa jurídica de direito público, inscrita no CNPJ: 02.262.368/0001-53, por intermédio

Leia mais

MODELO PARA ENVIO DE CONTRIBUIÇÕES REFERENTE À AUDIÊNCIA PÚBLICA Nº 235/2013

MODELO PARA ENVIO DE CONTRIBUIÇÕES REFERENTE À AUDIÊNCIA PÚBLICA Nº 235/2013 MODELO PARA ENVIO DE CONTRIBUIÇÕES REFERENTE À AUDIÊNCIA PÚBLICA Nº 235/2013 NOME DA INSTITUIÇÃO: Stefanini Consultoria e Assessoria em Informática S.A. AGÊNCIA NACIONAL DE ENERGIA ELÉTRICA ANEEL ATO REGULATÓRIO:

Leia mais

CONCORRÊNCIA PÚBLICA N 003/2012

CONCORRÊNCIA PÚBLICA N 003/2012 CONCORRÊNCIA PÚBLICA N 003/2012 Concessão Onerosa dos serviços técnicos de implantação, operação, manutenção e gerenciamento do serviço integrado de bicicleta pública, como projeto associado de mobilidade

Leia mais

CIA DE GÁS DO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL SULGÁS EDITAL DE TOMADA DE PREÇOS 06/14 MODELO DE APRESENTAÇÃO DA PROPOSTA TÉCNICA ANEXO III DO EDITAL

CIA DE GÁS DO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL SULGÁS EDITAL DE TOMADA DE PREÇOS 06/14 MODELO DE APRESENTAÇÃO DA PROPOSTA TÉCNICA ANEXO III DO EDITAL MODELO DE APRESENTAÇÃO DA PROPOSTA TÉCNICA ANEXO III DO EDITAL SULGÁS À COMPANHIA DE GÁS DO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL - SULGAS Ref.: Edital Nº x/2014 - Apresentação de Proposta. Tem a finalidade de apresentar

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA No XXX Contrato por Produto - Nacional. Elaboração de Plano de Diretor de Tecnologia da Informação e Comunicação.

TERMO DE REFERÊNCIA No XXX Contrato por Produto - Nacional. Elaboração de Plano de Diretor de Tecnologia da Informação e Comunicação. TERMO DE REFERÊNCIA No XXX Contrato por Produto - Nacional 1. Função no Projeto: Elaboração de Plano de Diretor de Tecnologia da Informação e Comunicação. 2. Nosso Número BRA/12/010 3. Antecedentes A missão

Leia mais

ANEXO III CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO

ANEXO III CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO ANEXO III CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO A avaliação da Proposta Técnica será computada de acordo com o estabelecido nesse Anexo. A pontuação máxima para a proposta será de 1.000 (um mil pontos). 1. Metodologia

Leia mais

EDITAL PROCESSO SELETIVO Nº 001/2013

EDITAL PROCESSO SELETIVO Nº 001/2013 EDITAL PROCESSO SELETIVO Nº 001/2013 O Instituto Agropolos do Ceará, entidade de direito privado e sem fins econômicos, inscrito no CNPJ sob nº 04.867.567/0001-10, qualificado como Organização Social através

Leia mais

DIRETORIA DE ADMINISTRAÇÃO - DAD COORDENAÇÃO GERAL DE ADMINISTRAÇÃO E FINANÇAS CGADM COORDENAÇÃO DE INFRA-ESTRUTURA COINF SERVIÇO DE LICITAÇÃO - SELIC

DIRETORIA DE ADMINISTRAÇÃO - DAD COORDENAÇÃO GERAL DE ADMINISTRAÇÃO E FINANÇAS CGADM COORDENAÇÃO DE INFRA-ESTRUTURA COINF SERVIÇO DE LICITAÇÃO - SELIC DIRETORIA DE ADMINISTRAÇÃO - DAD COORDENAÇÃO GERAL DE ADMINISTRAÇÃO E FINANÇAS CGADM COORDENAÇÃO DE INFRA-ESTRUTURA COINF SERVIÇO DE LICITAÇÃO - SELIC Of. n.º 319/2009 Brasília, 11 de maio de 2009. Ref.:

Leia mais

ANEXO I DOS SERVIÇOS A SEREM CONTRATADOS

ANEXO I DOS SERVIÇOS A SEREM CONTRATADOS Concorrência DIRAT/CPLIC-009/2006 1 ANEXO I DOS SERVIÇOS A SEREM CONTRATADOS A empresa contratada deverá executar os serviços de auditoria contábil e outros correlatos, com emissão de pareceres e/ou relatórios,

Leia mais

ERRATA EDITAL DA LICITAÇÃO CONCORRÊNCIA Nº53/2013 - PROCESSO N.ºP20100/13-81

ERRATA EDITAL DA LICITAÇÃO CONCORRÊNCIA Nº53/2013 - PROCESSO N.ºP20100/13-81 ERRATA EDITAL DA LICITAÇÃO CONCORRÊNCIA Nº53/2013 - PROCESSO N.ºP20100/13-81 NO EDITAL DA LICITAÇÃO DA CONCORRÊNCIA Nº53/2013: 8.15.2.1. Quanto à capacitação técnico-profissional: apresentação de Certidão

Leia mais

Comissão Especial de Licitação Concorrência nº 397/2010 Verificador Independente RESPOSTA AOS QUESTIONAMENTOS REALIZADOS EM 08/02/2011

Comissão Especial de Licitação Concorrência nº 397/2010 Verificador Independente RESPOSTA AOS QUESTIONAMENTOS REALIZADOS EM 08/02/2011 RESPOSTA AOS QUESTIONAMENTOS REALIZADOS EM 08/02/2011 EDITAL DE LICITAÇÃO 1. É dito no item 9.6.3 que os atestados de capacitação técnica a que se refere o item 9.6.1 (I a III) deverão ser fornecidos por

Leia mais

CONCORRÊNCIA AA Nº 03/2010 - BNDES ANEXO III PROJETO BÁSICO: FATORES DE PONTUAÇÃO TÉCNICA

CONCORRÊNCIA AA Nº 03/2010 - BNDES ANEXO III PROJETO BÁSICO: FATORES DE PONTUAÇÃO TÉCNICA CONCORRÊNCIA AA Nº 03/2010 - BNDES ANEXO III PROJETO BÁSICO: FATORES DE PONTUAÇÃO TÉCNICA 1. INTRODUÇÃO Em virtude da intelectualidade manifesta dos serviços a serem licitados será adotado o tipo de licitação

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA - TR Pregão Eletrônico nº 016/2008

TERMO DE REFERÊNCIA - TR Pregão Eletrônico nº 016/2008 CENTRO DE TECNOLOGIA DE INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO TERMO DE REFERÊNCIA - TR Pregão Eletrônico nº 016/2008 Anexo II 1 DO OBJETO 1.1 - Prestação de serviços de suporte técnico assistido

Leia mais

ANEXO II PERFIL DOS ANALISTAS, FORMAÇÃO E ATIVIDADES A DESENVOLVER 1. FORMAÇÃO, CONHECIMENTO E HABILIDADES EXIGIDAS:

ANEXO II PERFIL DOS ANALISTAS, FORMAÇÃO E ATIVIDADES A DESENVOLVER 1. FORMAÇÃO, CONHECIMENTO E HABILIDADES EXIGIDAS: PREGÃO PRESENCIAL Nº 001/2009 1 ANEXO II PERFIL DOS ANALISTAS, FORMAÇÃO E ATIVIDADES A DESENVOLVER 1. FORMAÇÃO, CONHECIMENTO E HABILIDADES EXIGIDAS: 1.1. FORMAÇÃO ACADÊMICA EXIGIDA PARA TODOS OS PERFIS

Leia mais

CONCORRÊNCIA Nº 06/2015 PERGUNTAS E RESPOSTAS

CONCORRÊNCIA Nº 06/2015 PERGUNTAS E RESPOSTAS CONCORRÊNCIA Nº 06/2015 PERGUNTAS E RESPOSTAS Pergunta 1: Com relação a qualificação econômico-financeira, o item 3.8.3.2 requer um capital social integralizado não inferior a R$ 800.000,00. Esse valor

Leia mais

ATO CONVOCATÓRIO 002 2013. OBJETO: Credenciamento de Consultores

ATO CONVOCATÓRIO 002 2013. OBJETO: Credenciamento de Consultores ATO CONVOCATÓRIO 002 2013 OBJETO: Credenciamento de Consultores O INSTITUTO QUALIDADE MINAS, pessoa jurídica de Direito privado sem fins lucrativos, qualificada como Organização da Sociedade Civil de Interesse

Leia mais

SECRETARIA DA FAZENDA SUPERVISÃO DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO DIVISÃO DE SISTEMAS E TECNOLOGIA

SECRETARIA DA FAZENDA SUPERVISÃO DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO DIVISÃO DE SISTEMAS E TECNOLOGIA LICITAÇÃO PÚBLICA INTERNACIONAL - LPI N 0 001/CELIC/2014 PROCESSO ADMINISTRATIVO N 0 0122073-14.00/12-0 RESPOSTAS DO CONTRATANTE Respostas aos questionamentos enviados pela empresa STEFANINI ASSESSORIA

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA - TR

TERMO DE REFERÊNCIA - TR TERMO DE REFERÊNCIA - TR Pregão Eletrônico nº 014/2009 ANEXO II 1. OBJETO 1.1. Prestação de serviços de suporte técnico assistido ao PRODERJ, sob demanda, para o desenvolvimento e implantação de soluções

Leia mais

ANEXO VI DIRETRIZES PARA A ELABORAÇÃO DE PROPOSTA TÉCNICA

ANEXO VI DIRETRIZES PARA A ELABORAÇÃO DE PROPOSTA TÉCNICA ANEXO VI DIRETRIZES PARA A ELABORAÇÃO DE PROPOSTA TÉCNICA As LICITANTES deverão elaborar, observados os termos dos itens 64 e 65 do EDITAL, a PROPOSTA TÉCNICA conforme cada um dos tópicos descritos a seguir.

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA PARA A CONTRATAÇÃO DE EMPRESA ESPECIALIZADA NA LOCAÇÃO DE MÁQUINAS E EQUIPAMENTOS REPROGRÁFICOS.

TERMO DE REFERÊNCIA PARA A CONTRATAÇÃO DE EMPRESA ESPECIALIZADA NA LOCAÇÃO DE MÁQUINAS E EQUIPAMENTOS REPROGRÁFICOS. TERMO DE REFERÊNCIA PARA A CONTRATAÇÃO DE EMPRESA ESPECIALIZADA NA LOCAÇÃO DE MÁQUINAS E EQUIPAMENTOS REPROGRÁFICOS. JUSTIFICATIVA Justifica-se a presente contratação, tendo em vista a necessidade desta

Leia mais

Governo do Estado do Ceará Secretaria das Cidades

Governo do Estado do Ceará Secretaria das Cidades NOTA DE ESCLARECIMENTO Nº 01 TOMADA DE PREÇOS Nº 20130004 - CIDADES OBJETO: LICITAÇÃO DO TIPO TÉCNICA E PREÇO PARA CONTRATAÇÃO DE SERVIÇOS PARA ELABORAÇÃO DE PROJETOS EXECUTIVOS DE ENGENHARIA DO ATERRO

Leia mais

PARECER Nº 02/2008 Em 29.02.2008

PARECER Nº 02/2008 Em 29.02.2008 PARECER Nº 02/2008 Em 29.02.2008 DE: Comissão Técnica da Concorrência AA 03/2007 PARA: Ana Paula Roma Moura Martins Chefe de Departamento AA/DEJUR ASSUNTO: Concorrência AA 03/2007 CONSIDERAÇÕES INICIAIS:

Leia mais

PROJETO NOVAS FRONTEIRAS. Descrição dos processos de gerenciamento da qualidade

PROJETO NOVAS FRONTEIRAS. Descrição dos processos de gerenciamento da qualidade PROJETO NOVAS FRONTEIRAS PLANO DE GERENCIAMENTO DA QUALIDADE QUALITY MANAGEMENT PLAN Preparado por Mara Lúcia Menezes Membro do Time Versão 3 Aprovado por Rodrigo Mendes Lemos Gerente do Projeto 15/11/2010

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA. Serviços de informática. Prefeitura Municipal de Vitória das Missões-RS

TERMO DE REFERÊNCIA. Serviços de informática. Prefeitura Municipal de Vitória das Missões-RS TERMO DE REFERÊNCIA Serviços de informática Prefeitura Municipal de Vitória das Missões-RS 1 I VISITA IN LOCO No dia 24 de junho de 2014 na sede da Prefeitura Municipal de Vitória das Missões-RS realizamos

Leia mais

RESPOSTA Nº 02 DO EDITAL ADG 002/2015 - Contratação de prestação dos serviços de Service Desk.

RESPOSTA Nº 02 DO EDITAL ADG 002/2015 - Contratação de prestação dos serviços de Service Desk. RESPOSTA Nº 02 DO EDITAL ADG 002/2015 - Contratação de prestação dos serviços de Service Desk. PERGUNTA 1: Sobre o Item Minuta Contratual: CONSIDERANDO QUE O ONS É UMA PESSOA JURÍDICA DE DIREITO PRIVADO

Leia mais

2. Serão convocados para a avaliação de títulos os candidatos aprovados na prova discursiva.

2. Serão convocados para a avaliação de títulos os candidatos aprovados na prova discursiva. Anexo V - Exame de Títulos 1. A presente etapa está disciplinada neste anexo. 2. Serão convocados para a avaliação de títulos os candidatos aprovados na prova discursiva. 3. Os candidatos não convocados

Leia mais

VALEC: Desenvolvimento Sustentável do Brasil RELATÓRIO DE JULGAMENTO DAS PROPOSTAS TÉCNICAS

VALEC: Desenvolvimento Sustentável do Brasil RELATÓRIO DE JULGAMENTO DAS PROPOSTAS TÉCNICAS RELATÓRIO DE JULGAMENTO DAS PROPOSTAS TÉCNICAS 1. EDITAL: Edital de Concorrência Pública N o 022/2010 Contratação de empresa de consultoria para realização de serviços de apoio técnico ao gerenciamento

Leia mais

Serviços Relacionados à ART

Serviços Relacionados à ART Serviços Relacionados à ART Documentos obrigatórios para: BAIXA DE ART POR CONCLUSÃO DE OBRA OU SERVIÇO - Requerimento para baixa da ART assinado pelo profissional, caso a ART não esteja baixada de forma

Leia mais

ANEXO III CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO E QUALIFICAÇÃO

ANEXO III CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO E QUALIFICAÇÃO ANEXO III CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO E QUALIFICAÇÃO.. Qualificação Profissional. Qualificação profissional da empresa QUALIFICAÇÃO PROFISSIONAL REQUISITOS ELIMINATÓRIOS Cinco trabalhos envolvendo investigação

Leia mais

CHAMADA PÚBLICA SIMPLIFICADA nº 088/2015. Convênio PMSP/TERMO DE CONVÊNIO nº 025/2014/SDTE

CHAMADA PÚBLICA SIMPLIFICADA nº 088/2015. Convênio PMSP/TERMO DE CONVÊNIO nº 025/2014/SDTE CHAMADA PÚBLICA SIMPLIFICADA nº 088/2015 Convênio PMSP/TERMO DE CONVÊNIO nº 025/2014/SDTE A Central de Cooperativas e Empreendimentos Solidários do Brasil UNISOL, entidade sem fins econômicos, com sede

Leia mais

1- FORMAÇÃO MÍNIMA 2 - EXIGÊNCIAS. 2.1. Médico Veterinário

1- FORMAÇÃO MÍNIMA 2 - EXIGÊNCIAS. 2.1. Médico Veterinário EDITAL Nº 034/2013 SELEÇÃO PARA CONTRATAÇÃO DE MÉDICO VETERINÁRIO E TÉCNICO EM AGROPECUÁRIA PARA EXECUÇÃO DE SERVIÇOS DE ASSISTÊNCIA TÉCNICA E EXTENSÃO RURAL O Instituto Agropolos do Ceará, CNPJ 04.867.567/0001-10,

Leia mais

PODER EXECUTIVO MUNICIPIO DE ROLIM DE MOURA SECRETARIA MUNICIPAL DE COMPRAS E LICITAÇÃO

PODER EXECUTIVO MUNICIPIO DE ROLIM DE MOURA SECRETARIA MUNICIPAL DE COMPRAS E LICITAÇÃO ANEXO VIII INFORMAÇÕES PARA A ELABORAÇÃO DA PROPOSTA TÉCNICA AS LICITANTES deverão elaborar a PROPOSTA TÉCNICA observando o disposto no presente documento, descrito em duas partes a saber: - PARTE A- DIRETRIZES

Leia mais

ANEXO I TERMO DE REFERÊNCIA. Ata de Registro de Preços para Subscrição de Software Sistema Operacional da Plataforma Linux.

ANEXO I TERMO DE REFERÊNCIA. Ata de Registro de Preços para Subscrição de Software Sistema Operacional da Plataforma Linux. ANEXO I TERMO DE REFERÊNCIA Ata de Registro de Preços para Subscrição de Software Sistema Operacional da Plataforma Linux. DIT/GIS TR ARP Licenças de Software Sistema Operacional Linux.doc 1/ 6 TERMO DE

Leia mais

Centrais Elétricas de Rondônia S.A. - CERON Gerência de Tecnologia da Informação PGT

Centrais Elétricas de Rondônia S.A. - CERON Gerência de Tecnologia da Informação PGT 1. DO OBJETO: PROJETO BÁSICO Do Pedido de Serviço PGT/0/2005 Constitui o objeto deste projeto a contratação de empresa para a prestação de serviços especializados na área de informática, a saber: 1) nos

Leia mais

ESTADO DE SANTA CATARINA PREFEITURA MUNICIPAL DE CAMBORIÚ EDITAL DE CONCORRÊNCIA PÚBLICA CONCORRÊNCIA Nº XX/2014 PROCESSO Nº XX/2014

ESTADO DE SANTA CATARINA PREFEITURA MUNICIPAL DE CAMBORIÚ EDITAL DE CONCORRÊNCIA PÚBLICA CONCORRÊNCIA Nº XX/2014 PROCESSO Nº XX/2014 ESTADO DE SANTA CATARINA PREFEITURA MUNICIPAL DE CAMBORIÚ EDITAL DE CONCORRÊNCIA PÚBLICA CONCORRÊNCIA Nº XX/2014 PROCESSO Nº XX/2014 ANEXO II INFORMAÇÕES PARA A ELABORAÇÃO DA PROPOSTA TÉCNICA ALÍNEA A)

Leia mais

EDITAL PROCESSO SELETIVO Nº 065/2014

EDITAL PROCESSO SELETIVO Nº 065/2014 EDITAL PROCESSO SELETIVO Nº 065/2014 O Instituto Agropolos do Ceará, entidade de direito privado e sem fins econômicos, inscrito no CNPJ sob nº 04.867.567/0001-10, qualificado como Organização Social através

Leia mais

PROJETO BÁSICO GRAMADOTUR

PROJETO BÁSICO GRAMADOTUR PROJETO BÁSICO GRAMADOTUR Projeto Básico da Contratação de Serviços: Contratação de empresa para prestação de serviços de consultoria, análise e mapeamento em gestão comercial para a Gramadotur. Dos Fatos:

Leia mais

Apresentação da Empresa e seus Serviços.

Apresentação da Empresa e seus Serviços. Apresentação da Empresa e seus Serviços. 1 Conteúdo do Documento Sobre a MSCTI... 3 Portfólio de Serviços... 4 O que a consultoria MSCTI faz?... 5 Outros Serviços e Soluções... 6 Certificações... 7 Clientes

Leia mais

APRESENTAÇÃO DE PROPOSTA COMERCIAL DE EMPRESAS CANDIDATAS À PRESTADORAS DE SERVIÇOS DE SHUTTLE E TRANSPORTE LOCAL PARA O XXXI CBP CURITIBA, 2013

APRESENTAÇÃO DE PROPOSTA COMERCIAL DE EMPRESAS CANDIDATAS À PRESTADORAS DE SERVIÇOS DE SHUTTLE E TRANSPORTE LOCAL PARA O XXXI CBP CURITIBA, 2013 I CONDIÇÕES PARA A CONCORRÊNCIA: 1. Objeto da Concorrência: 1.1. O objeto da concorrência é a prestação de serviços de SHUTTLE como transportadora do XXXI Congresso Brasileiro de Psiquiatria. 1.2. A ABP

Leia mais

ANEXO II CRITÉRIO DE AVALIAÇÃO

ANEXO II CRITÉRIO DE AVALIAÇÃO 1. Condições gerais ANEXO II CRITÉRIO DE AVALIAÇÃO A seleção das propostas será realizada por uma Comissão de Avaliação, Julgamento e Classificação, a qual deverá ser composta no mínimo por 03 (três) e

Leia mais

ANEXO 7 MODELOS DE ATESTADOS E DECLARAÇÕES

ANEXO 7 MODELOS DE ATESTADOS E DECLARAÇÕES 467 ANEXO 7 MODELOS DE ATESTADOS E DECLARAÇÕES 1. Disposições Gerais A) As declarações devem estar em papel timbrado da licitante, contendo o nome, cargo ou função, dados de identificação (CPF e identidade),

Leia mais

Proposta Técnica. Desenvolvimento de software QUICKSITE

Proposta Técnica. Desenvolvimento de software QUICKSITE Proposta Técnica Desenvolvimento de software CONTEÚDO Resumo Executivo...3 1.1 Duração e Datas Especiais... 3 1.2 Fatores Críticos de Sucesso... 3 A Hi Level...3 Solução Proposta...4 1.3 Escopo... 4 1.4

Leia mais

EDITAL Nº 002/10 PÓS-GRADUAÇÃO, PESQUISA E EXTENSÃO

EDITAL Nº 002/10 PÓS-GRADUAÇÃO, PESQUISA E EXTENSÃO EDITAL Nº 002/10 PÓS-GRADUAÇÃO, PESQUISA E EXTENSÃO FUNDAÇÃO SANTO ANDRÉ EDITAL Nº 002/10 DO PROCESSO SELETIVO DE DOCENTES PARA O CENTRO UNIVERSITÁRIO FUNDAÇÃO SANTO ANDRÉ. A FUNDAÇÃO SANTO ANDRÉ torna

Leia mais

A seguir, respostas aos questionamentos referentes ao Pregão Presencial nº 17/14:

A seguir, respostas aos questionamentos referentes ao Pregão Presencial nº 17/14: Senhores, A seguir, respostas aos questionamentos referentes ao Pregão Presencial nº 17/14: Questionamento 1: 2. ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS MÍNIMCAS No que diz respeito ao subitem 2.1.2, temos a seguinte

Leia mais

ATO CONVOCATÓRIO 001 2013. OBJETO: Credenciamento de Consultores

ATO CONVOCATÓRIO 001 2013. OBJETO: Credenciamento de Consultores ATO CONVOCATÓRIO 001 2013 OBJETO: Credenciamento de Consultores O INSTITUTO QUALIDADE MINAS, pessoa jurídica de Direito privado sem fins lucrativos, qualificada como Organização da Sociedade Civil de Interesse

Leia mais

TERMOS DE REFERÊNCIA

TERMOS DE REFERÊNCIA 1. INTRODUÇÃO Para realização de suas atividades técnicas e administrativas a Agência Nacional de Telecomunicações Anatel utiliza-se de sistemas informatizados, sendo eles adquiridos no mercado ou desenvolvidos

Leia mais

ANEXO II PERFIL DOS TÉCNICOS E ANALISTAS, FORMAÇÃO E ATIVIDADES A DESENVOLVER

ANEXO II PERFIL DOS TÉCNICOS E ANALISTAS, FORMAÇÃO E ATIVIDADES A DESENVOLVER PERFIL DOS TÉCNICOS E ANALISTAS, FORMAÇÃO E ATIVIDADES A DESENVOLVER 1. FORMAÇÃO, CONHECIMENTO E HABILIDADES EXIGIDAS 1.1. PERFIL DE TÉCNICO EM INFORMÁTICA: 1.1.1.DESCRIÇÃO DO PERFIL: O profissional desempenhará

Leia mais

PERGUNTAS E RESPOSTAS EDITAL 05/2014

PERGUNTAS E RESPOSTAS EDITAL 05/2014 PERGUNTAS E RESPOSTAS EDITAL 05/2014 Atualizado em 10/11/2014 Esta nota tem o objetivo de esclarecer as instituições que pretendam apresentar propostas de projetos ao Edital 05/2014. 1. No que se refere

Leia mais

CONVITE Nº 14/2010. DATA E HORÁRIO PARA RECEBIMENTO E ABERTURA DOS ENVELOPES Dia 01 / 06 / 2010 às 15 horas

CONVITE Nº 14/2010. DATA E HORÁRIO PARA RECEBIMENTO E ABERTURA DOS ENVELOPES Dia 01 / 06 / 2010 às 15 horas CONVITE Nº 14/2010 DATA E HORÁRIO PARA RECEBIMENTO E ABERTURA DOS ENVELOPES Dia 01 / 06 / 2010 às 15 horas 01. DISPOSIÇÕES INICIAIS 1.1 O Senac Departamento Nacional torna público que, na Seção de Material,

Leia mais

ANEXO II PERFIL DOS ANALISTAS, FORMAÇÃO E ATIVIDADES A DESENVOLVER 1 FORMAÇÃO, CONHECIMENTOS E HABILIDADES EXIGIDOS E DESEJÁVEIS:

ANEXO II PERFIL DOS ANALISTAS, FORMAÇÃO E ATIVIDADES A DESENVOLVER 1 FORMAÇÃO, CONHECIMENTOS E HABILIDADES EXIGIDOS E DESEJÁVEIS: ANEXO II PERFIL DOS ANALISTAS, FORMAÇÃO E ATIVIDADES A DESENVOLVER 1 FORMAÇÃO, CONHECIMENTOS E HABILIDADES EXIGIDOS E DESEJÁVEIS: 1.1 CARACTERÍSTICA DO ATUAL AMBIENTE CORPORATIVO MULTIPLATAFORMA DO BRB:

Leia mais

NÃO MORRA ABRAÇADO AO SEU CLIENTE FELIZ

NÃO MORRA ABRAÇADO AO SEU CLIENTE FELIZ NÃO MORRA ABRAÇADO AO SEU CLIENTE FELIZ conheça seus custos e estabeleça seu preço de venda com lucro Prof. Dr. Edgard Bruno Cornachione Júnior Departamento de Contabilidade e Atuária FEA/USP 2a. PLENÁRIA

Leia mais

www.american-nc.com.br AMERICAN NETWORK COMPUTERS Tecnologia a sua disposição

www.american-nc.com.br AMERICAN NETWORK COMPUTERS Tecnologia a sua disposição www.american-nc.com.br AMERICAN NETWORK COMPUTERS Tecnologia a sua disposição A Empresa Iniciamos as operações em 1994 com foco no fornecimento de produtos e serviços de informática. Com o decorrer dos

Leia mais

Anexo III. Critério de Avaliação

Anexo III. Critério de Avaliação I. Condições gerais Anexo III Critério de Avaliação I.a. A seleção das propostas será realizada por uma Comissão de Avaliação, Julgamento e Classificação, a qual deverá ser composta, no mínimo, por 3 (três)

Leia mais

Ministério da Ciência e Tecnologia COMUNICADO CONCORRÊNCIA 003/2004

Ministério da Ciência e Tecnologia COMUNICADO CONCORRÊNCIA 003/2004 COMUNICADO CONCORRÊNCIA 003/2004 OBJETO: contratação de empresa especializada para a prestação de serviços de modelagem, implementação física, implantação de procedimentos, técnicas, operação e gestão

Leia mais

PORTARIA Nº 236, DE 29 DE DEZEMBRO DE 2014.

PORTARIA Nº 236, DE 29 DE DEZEMBRO DE 2014. PORTARIA Nº 236, DE 29 DE DEZEMBRO DE 2014. Regulamenta o credenciamento de empresas de tecnologia para geração de códigos de segurança cifrados (CSC) inseridos em códigos bidimensionais de resposta rápida

Leia mais

COTAÇÃO PRÉVIA DE PREÇOS EDITAL Nº 008/2015

COTAÇÃO PRÉVIA DE PREÇOS EDITAL Nº 008/2015 COTAÇÃO PRÉVIA DE PREÇOS EDITAL Nº 008/2015 CONVÊNIO Nº: 812779/2014 SDH/PR PROCESSO LICITATÓRIO Nº: 012/2015 TIPO: Cotação prévia de preços / Menor preço OBJETO: Contratação de Seguro contra Acidentes

Leia mais

PRESTADORES DE SERVIÇOS

PRESTADORES DE SERVIÇOS i. e x e Companhia Paranaense de Energia - COPEL LOGÍSTICA DA COPEL/DIS EQCMP/Cadastro MANUAL DE CADASTRAMENTO TÉCNICO 90.06.11.001 - INFRA-ESTRUTURA PARA REDE SUBTERRÂNEA INSTRUÇÕES PARA CADASTRAMENTO

Leia mais

! " # $% & '(% ) %( * (+, -. $ )

!  # $% & '(% ) %( * (+, -. $ ) !" # $%&(%)%(*(+,-. $) ! " # $ %$& $ # ( $ ) # * + $ $ # & $ + $# $ $, - $ # $# ) # $$ # + # * 3) # # $.# # * # # / 0 $ * ) $ * 1 0 * # $ * 2 # ) $ $) # $* 1 $ - $ )! 4 ( # $ $! $ # $ # $ 4$ $# $# $ $

Leia mais

Segue abaixo respostas aos questionamentos efetuados: Para fins de definição dos serviços de migração, gentileza nos informar:

Segue abaixo respostas aos questionamentos efetuados: Para fins de definição dos serviços de migração, gentileza nos informar: Prezada Zilene, Segue abaixo respostas aos questionamentos efetuados: Questionamento 01 O edital solicita: O fornecimento dos produtos integrantes do do LOTE 3 compreende os serviços de migração dos dados

Leia mais

GOVERNO DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO SECRETARIA DE ESTADO DA CASA CIVIL

GOVERNO DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO SECRETARIA DE ESTADO DA CASA CIVIL PREGÃO ELETRÔNICO CASA CIVIL/RJ nº PE003//14 NOTA DE ESCLARECIMENTOS DE 25/04/2014 Questão de 25 de maio de 2014, 10h29 1- A empresa MC Engenharia e Treinamentos LTDA foi fundada neste ano e ganhando esta

Leia mais

EDITAL PARA ADMISSÃO DE CONSULTORES. Apoio:

EDITAL PARA ADMISSÃO DE CONSULTORES. Apoio: EDITAL PARA ADMISSÃO DE CONSULTORES Apoio: Recife, 2012 Sumário 1. APRESENTAÇÃO... 3 2. OBJETIVOS... 3 3. PUBLICO ALVO... 3 4. OBRIGAÇÕES DOS CONSULTORES... 3 5. PROCEDIMENTOS INTERNOS PARA CREDENCIAMENTO

Leia mais

PRÓ-REITORIA DE PÓS-GRADUAÇÃO, PESQUISA E INOVAÇÃO EDITAL 06/2015 PROPGPI

PRÓ-REITORIA DE PÓS-GRADUAÇÃO, PESQUISA E INOVAÇÃO EDITAL 06/2015 PROPGPI PRÓ-REITORIA DE PÓS-GRADUAÇÃO, PESQUISA E INOVAÇÃO EDITAL 06/2015 PROPGPI EDITAL DE CHAMADA DE PROJETOS PARA O XIX PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA E TECNOLÓGICA - PROBIC/FAPEMIG/UFJF

Leia mais

COTAÇÃO PRÉVIA DE PREÇO Nº 005/2012 EDITAL DE CONTRATAÇÃO DE SERVIÇOS DE TERCEIROS PESSOA FÍSICA TIPO: MELHOR TÉCNICA

COTAÇÃO PRÉVIA DE PREÇO Nº 005/2012 EDITAL DE CONTRATAÇÃO DE SERVIÇOS DE TERCEIROS PESSOA FÍSICA TIPO: MELHOR TÉCNICA COTAÇÃO PRÉVIA DE PREÇO Nº 005/2012 EDITAL DE CONTRATAÇÃO DE SERVIÇOS DE TERCEIROS PESSOA FÍSICA TIPO: MELHOR TÉCNICA O Centro de Estudos de Cultura Contemporânea CEDEC, entidade privada sem fins lucrativos,

Leia mais

ATENÇÃO PARA O TERMO DE REFERÊNCIA ABAIXO. AVISO DE LICITAÇÃO COTAÇÃO ELETRÔNICA nº 82/2009

ATENÇÃO PARA O TERMO DE REFERÊNCIA ABAIXO. AVISO DE LICITAÇÃO COTAÇÃO ELETRÔNICA nº 82/2009 ATENÇÃO PARA O TERMO DE REFERÊNCIA ABAIXO. AVISO DE LICITAÇÃO COTAÇÃO ELETRÔNICA nº 82/2009 O CONSELHO NACIONAL DE DESENVOLVIMENTO CIENTÍFICO E TECNOLÓGICO CNPq, fundação pública federal, vinculada ao

Leia mais

Errata do EDITAL DE LICITAÇÃO da Concorrência Nº. 1501558000080/2014 SEDE NO SUMÁRIO: ONDE SE LÊ: ANEXO V MODELO PARA PROPOSTA DE PREÇO

Errata do EDITAL DE LICITAÇÃO da Concorrência Nº. 1501558000080/2014 SEDE NO SUMÁRIO: ONDE SE LÊ: ANEXO V MODELO PARA PROPOSTA DE PREÇO Errata do EDITAL DE LICITAÇÃO da Concorrência Nº. 1501558000080/2014 SEDE NO SUMÁRIO: ONDE SE LÊ: ANEXO V MODELO PARA PROPOSTA DE PREÇO LEIA-SE: ANEXO V MODELO PARA PROPOSTA COMERCIAL NO SUMÁRIO: ONDE

Leia mais

O que é o SAT. Principais características do SAT. Prazos e obrigatoriedade

O que é o SAT. Principais características do SAT. Prazos e obrigatoriedade O que é o SAT SA T O SAT, Sistema Autenticador e Transmissor de Cupons Fiscais Eletrônicos, é um sistema que tem por objetivo documentar, de forma eletrônica, as operações comerciais do varejo dos contribuintes

Leia mais

EDITAL PROCESSO SELETIVO Nº 003/2013

EDITAL PROCESSO SELETIVO Nº 003/2013 EDITAL PROCESSO SELETIVO Nº 003/2013 O Instituto Agropolos do Ceará, entidade de direito privado e sem fins econômicos, inscrito no CNPJ sob nº 04.867.567/0001-10, qualificado como Organização Social através

Leia mais