SIMULADO EXTENSIVO QUÍMICA

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "SIMULADO EXTENSIVO QUÍMICA"

Transcrição

1 P R É - V E S T I B U L A R QUÍMICA QUESTÃ 49 jornal Folha de São Paulo publicou, em 19/06/07, matéria sobre empresas norte-americanas que estavam falsificando suco de laranja. produto, vendido como puro, estava sendo diluído com água. A fraude foi descoberta através de medidas de teores de isótopos de oxigênio ( 16 e 18 ). isótopo mais pesado fica um pouco mais concentrado nas águas presentes nas plantas em crescimento do que nas águas oriundas de fontes não-biológicas. É CRRET afirmar que a) 18 é o isótopo mais abundante do oxigênio. b) s isótopos apresentam as mesmas propriedades físicas e químicas. c) suco puro deve conter uma maior quantidade de 18. d) A água pesada é formada pelo 18 e o hidrogênio-1. Resposta: C. a) Incorreta. A massa atômica do oxigênio é mais próxima de 16 do que 18. b) Incorreta. s isótopos apresentam propriedades físicas diferentes e propriedades químicas iguais. c) Correta. suco é uma fonte orgânica da planta, de origem biológica. d) Incorreta. A água pesada é formada pelo hidrogênio 2 (deutério) e

2 04.09 P R É - V E S T I B U L A R QUESTÃ 50 Entre as afirmações a seguir, a que MELHR descreve a fotossíntese, é: a) Reação endotérmica, que ocorre entre dióxido de carbono e água. b) Reação endotérmica, que ocorre entre glicose e oxigênio. c) Reação endotérmica, que ocorre entre glicose e dióxido de carbono. d) Reação exotérmica, que ocorre entre água e oxigênio. Resposta: A. A fotossíntese é um processo endotérmico que converte dióxido de carbono e água em glicose e gás oxigênio. QUESTÃ 51 s elementos do segundo período do quadro períodico formam diferentes óxidos, sendo alguns deles: Li 2, C 2, N 2 5 e C. Considerando os conceitos de ligações químicas, as fórmulas apresentadas e as posições dos elementos na Tabela Periódica, é CRRET afirmar que a) os elementos ligados ao oxigênio nas fórmulas apresentadas têm o mesmo NX. b) todos os óxidos apresentados são moleculares. c) como o carbono e o silício são da mesma coluna os óxidos destes elementos, C, C 2 e Si 2, devem ter ponto de ebulição semelhantes. d) nos óxidos apresentados o nitrogênio é o átomo de maior NX. Resposta: D. a) Falsa, N Li 2 NX Li = +1 C 2 NX C = +4 N 2 5 NX N = +5 C NX C = +2 b) Falsa, Li 2 é iônico. c) s óxidos com o carbono, C e C 2, têm pontos de ebulição baixos. Si 2 é exemplo de sólido covalente puro apresentando ponto de ebulição muito alto. ponto de ebulição do Si 2 não é semelhante ao dos óxidos de carbono. d) Verdadeira, nos óxidos apresentados o átomo de nitrogênio tem NX = +5, valor maior do que os outros átomos que constam na questão. 44

3 P R É - V E S T I B U L A R QUESTÃ 52 A tabela abaixo relaciona dados para alguns compostos binários contendo halogênios. Composto Comprimento de ligação (A) Diferença de Eletronegatividade Entalpias Médias de Ligação (KJ/mol) HF 0,92 1, HCl 1,27 0, HBr 1,41 0, HI 1,61 0, Analisando a tabela dada é INCRRET afirmar que a) a ligação entre o hidrogênio e o iodo é a mais fraca, portanto, o iodeto de hidrogênio (HI) deve ter o menor ponto de ebulição. b) a ligação entre os átomos no HF é a de maior caráter iônico. c) para o HBr a estabilidade é máxima quando a distância entre os átomos é 1,41 A. d) quando ocorre formação de um mol de cloreto de hidrogênio, HCl, há liberação de 431 KJ. Resposta: A. a) Falsa, a ligação entre os átomos de H e I é a mais fraca, pois apresenta a menor entalpia de ligação. ponto de ebulição do HI não está reçacionado com a intensidade da ligação entre os átomos, depende da intensidade da ligação entre as moléculas. b) Correta, quanto maior a diferença de eletronegatividade entre os átomos maior o caráter iônico da ligação. c) Correta, o comprimento de ligação é a distância entre os núcleos na formação da ligação, quando a estabilidade é máxima. d) A formação da ligação ocorre com liberação de energia para a vizinhança, no exemplo do HCl a energia de ligação na tabela é de 431 KJ/mol. 45

4 04.09 P R É - V E S T I B U L A R QUESTÃ 53 bserve as temperaturas de fusão ou ebulição dos compostos abaixo e de acordo com seus conhecimentos sobre as ligações químicas, julgue as afirmativas abaixo: Substância NaCl NaF HF HCl Temperatura Fusão 801 C 993 C 114 C 83 C de I) A maior temperatura de fusão do NaF em relação à temperatura de fusão do NaCl se deve à maior diferença de eletronegatividade existente entre os íons do primeiro composto. II) A maior temperatura de fusão dos compostos iônicos mostrados acima evidencia que a ligação iônica é mais intensa do que a ligação covalente. III) Deve haver algum engano a respeito dos valores apresentados acima, pois o fluoreto de hidrogênio realiza ligações de hidrogênio intermoleculares, e deveria, portanto, apresentar temperatura de fusão elevada. Dentre as afirmativas acima a) apenas uma está incorreta. b) apenas uma está correta. c) todas estão incorretas. d) todas estão corretas. 46

5 P R É - V E S T I B U L A R Resposta: C. I) Quanto maior for a interação eletrostática entre os íons no retículo cristalino, maior será a energia necessária para que o mesmo tenha essas interações enfraquecidas. Como as cargas envolvidas são as mesmas, a diferença na intensidade da força eletrostática será influenciada pelo raio dos íons envolvidos. íon fluereto apresenta um raio menor, de modo que a força envolvida na interação dos íons neste retículo cristalino será maior. II) As ligações rompidas na fusão de compostos moleculares (como HCl e HF) não são ligações covalentes, e sim interações intermoleculares, as quais são muito menos intensas do que as ligações iônicas rompidas na fusão dos compostos iônicos (NaCl e NaF) III) Incorreta. Não há nehum engano. Apesar de as ligações de hidrogênio normalmente serem as interações intermoleculares de maior intensidade, elas são menos intensas do que as ligações iônicas, covalentes ou metálicas. 47

6 04.09 P R É - V E S T I B U L A R QUESTÃ 54 bserve o gráfico abaixo e, com base em seus conhecimentos analise as alternativas abaixo. Temperatura ( C) A B C D 0 Tempo (min) Todas estão corretas, EXCET: a) A quantidade de calor fornecida durante a fusão é maior do que a quantidade de calor fornecida durante a ebulição. b) Quanto maior a massa de sólido aquecida, maior será o tamanho da reta AB. c) Considerando a fonte de calor constante, o calor específico do sólido é menor do que o do líquido. d) Se for utilizada uma maior massa da substância, será necessária maior quantidade de calor para alcançar a temperatura de fusão, ou seja, maior será a reta A. Resposta: A. a) Incorreta. Na fusão as interações intermoleculares são enfraquecidas enquanto na ebulição as mesmas são rompidas, necessitando de maior quantidade de calor. b) Correta. Quanto maior a massa do sólido maior será a quantidade de calor necessária para que as interações sejam enfraquecidas e a fusão seja completa. c) Correta. Considerando uma fonte de cada constante, com uma mesma quantidade de calor fornecido, o sólidio sofre um maior aquecimento (reta A é mais inclinada do que a reta BC). Q = mc T e Q e a massa iguais, quanto maior o T, menor o calor específico. d) Correta. Se a massa da substância for maior, maior será a quantidade de calor ( Q) necessária para alcançar a mesma variação de temperatura ( T). Sendo a fonte de calor constante, ela gastará mais tempo para fornecer uma maior quantidade de calor. 48

7 P R É - V E S T I B U L A R Utilize os dados abaixo para resolver as questões 55 e 56. A seguir está representada a estrutura do ASPARTAME, um edulcorante que, por ser cerca de 100 vezes mais doce que a sacarose, vem sendo muito utilizado pela indústria alimentícia e está causando muita polêmica. Quando ingerido e metabolizado no corpo, produz metanol, tóxico e se acumula no organismo humano. H NH 2 NH QUESTÃ 55 A respeito do aspartame, todas as alternativas estão corretas, EXCET: a) apresenta cadeia heterogênea e ramificada. b) apresenta elétrons ressonantes. c) apresenta estrutura plana. d) apresenta 2 estereocentros. Resposta: C. a) Verdadeira. Apresenta heteroátomos e há uma ramificação aromática na cadeia. b) Verdadeira. s e - π do anel benzênico estão deslocalizados (ressonância) c) Falsa. Apresenta carbonos tetraédricos espaciais. d) Verdadeira. 2C*. 49

8 04.09 P R É - V E S T I B U L A R QUESTÃ 56 As funções presentes na estrutura do aspartame são a) ácido carboxílico, amina, cetona e éter. b) álcool, amina, cetona e éter. c) éster, amida, enol e fenol. d) ácido carboxílico, amina, amida e éster. Resposta: D. Amida H Ácido Carboxílico NH NH 2 Amina Éster 50

Aulão de Química. Química Geral Professor: Eduardo Ulisses

Aulão de Química. Química Geral Professor: Eduardo Ulisses Aulão de Química Química Geral Professor: Eduardo Ulisses Substâncias e Misturas Substância é qualquer parte da matéria que possui propriedades constantes. As substâncias podem ser classificadas como sendo

Leia mais

FORÇAS INTERMOLECULARES

FORÇAS INTERMOLECULARES FORÇAS INTERMOLECULARES São as forças que mantêm os sólidos e líquidos unidos. A ligação covalente que mantém uma molécula unida é uma força intramolecular. A atração entre moléculas é uma força intermolecular.

Leia mais

RESOLUÇÃO DE EXERCÍCIOS PROPOSTOS AULA 02 TURMA FMJ

RESOLUÇÃO DE EXERCÍCIOS PROPOSTOS AULA 02 TURMA FMJ RESOLUÇÃO DE EXERCÍCIOS PROPOSTOS AULA 02 TURMA FMJ 03. Item C O equador da figura mostrada pode ser representado como abaixo. 01. Item B I Correto. A energia para quebrar a ligação H F (568 kj/mol) é

Leia mais

RESOLUÇÃO DE EXERCÍCIOS PROPOSTOS AULA 10 TURMA ANUAL

RESOLUÇÃO DE EXERCÍCIOS PROPOSTOS AULA 10 TURMA ANUAL RESOLUÇÃO DE EXERCÍCIOS PROPOSTOS AULA 10 TURMA ANUAL 01. Item B I Correto. A energia para quebrar a ligação H F (568 kj/mol) é a maior da tabela. Isto torna mais difícil a sua quebra, portanto ionizando

Leia mais

O ALUNO DEVERÁ VIR PARA A AULA DE RECUPERAÇÃO COM A LISTA PRONTA PARA TIRAR DÚVIDAS.

O ALUNO DEVERÁ VIR PARA A AULA DE RECUPERAÇÃO COM A LISTA PRONTA PARA TIRAR DÚVIDAS. Lista de exercícios para a prova de recuperação final 1º ano EM Conteúdo. O ALUNO DEVERÁ VIR PARA A AULA DE RECUPERAÇÃO COM A LISTA PRONTA PARA TIRAR DÚVIDAS. - Misturas e substâncias - Tabela e propriedades

Leia mais

LUAULA. Professor: Eduardo Ulisses

LUAULA. Professor: Eduardo Ulisses LUAULA Professor: Eduardo Ulisses Sobre as ligações químicas, analise as afirmativas. I. Nas estruturas de Lewis, a ligação covalente resulta do compartilhamento de um par de elétrons entre dois átomos.

Leia mais

CONFIGURAÇÃO DOS GASES NOBRES ÁTOMOS ESTÁVEIS E ISOLADOS

CONFIGURAÇÃO DOS GASES NOBRES ÁTOMOS ESTÁVEIS E ISOLADOS CONFIGURAÇÃO DOS GASES NOBRES ÁTOMOS ESTÁVEIS E ISOLADOS CONCEITO DE LIGAÇÃO IÔNICA UNIÃO ENTRE ÁTOMOS METÁLICOS E AMETÁLICOS OXIDAÇÃO ESTABILIZAÇÃO DO METAL REDUÇÃO ESTABILIZAÇÃO DO AMETAL LIGAÇÃO IÔNICA

Leia mais

SIMULADO de QUÍMICA 1 os anos 2008 TODOS COLÉGIOS

SIMULADO de QUÍMICA 1 os anos 2008 TODOS COLÉGIOS SIMULADO de QUÍMICA 1 os anos 2008 TODOS COLÉGIOS 1) Em relação às partículas atômicas, a alternativa falsa é: a) a massa do próton é igual a massa do elétron. b) a massa do elétron é menor que a massa

Leia mais

Resposta: D Resolução comentada: Ci x Vi = Cf x Vf Ci = 0,5 mol/l Cf = 0,15 mol/l Vf = 250 ml Vi = 0,5 x Vi = 0,15 x 250 Vi = 75 ml.

Resposta: D Resolução comentada: Ci x Vi = Cf x Vf Ci = 0,5 mol/l Cf = 0,15 mol/l Vf = 250 ml Vi = 0,5 x Vi = 0,15 x 250 Vi = 75 ml. Unesp 1-Em 2013 comemora-se o centenário do modelo atômico proposto pelo físico dinamarquês Niels Bohr para o átomo de hidrogênio, o qual incorporou o conceito de quantização da energia, possibilitando

Leia mais

Ligações Interatômicas: IÔNICA = metal + não-metal COVALENTE = não-metais METÁLICA = metais

Ligações Interatômicas: IÔNICA = metal + não-metal COVALENTE = não-metais METÁLICA = metais Ligações Químicas Ligações Interatômicas: IÔNICA = metal + não-metal COVALENTE = não-metais METÁLICA = metais Ligação iônica Transferência de elétrons de um átomo para outro Íons de cargas opostas Forças

Leia mais

Ligações Químicas Folha 01 Prof.: João Roberto Mazzei

Ligações Químicas Folha 01 Prof.: João Roberto Mazzei www.professormazzei.com Ligações Químicas Folha 01 Prof.: João Roberto Mazzei 01. (UFRJ 2009) a) O elemento X, que aparece no balão II, está localizado no 2º período, grupo 14. Um de seus isótopos apresenta

Leia mais

Forças Intermoleculares

Forças Intermoleculares Forças Intermoleculares Você já se perguntou por que a água forma gotas ou como os insetos conseguem caminhar sobre a água? Gota d'água caindo sobre a superfície da água. Inseto pousado sobre a superfície

Leia mais

Princípios fisico-químicos laboratoriais. Aula 08 Profº Ricardo Dalla Zanna

Princípios fisico-químicos laboratoriais. Aula 08 Profº Ricardo Dalla Zanna Princípios fisico-químicos laboratoriais Aula 08 Profº Ricardo Dalla Zanna Conteúdo Programático Unidade 3 Química orgânica o Seção 3.1 Ligação e estrutura molecular o Seção 3.2 Funções orgânicas - Hidrocarbonetos

Leia mais

FCAV/UNESP. DISCIPLINA: Química Orgânica. ASSUNTO: Introdução à Química Orgânica

FCAV/UNESP. DISCIPLINA: Química Orgânica. ASSUNTO: Introdução à Química Orgânica FCAV/UNESP DISCIPLINA: Química Orgânica ASSUNTO: Introdução à Química Orgânica 1 QUÍMICA ORGÂNICA Química Orgânica é a área da Química que estuda os compostos que contêm carbono, chamados de compostos

Leia mais

QUÍMICA. Forças Intermoleculares

QUÍMICA. Forças Intermoleculares Aluno (a): Série: 3ª Turma: TUTORIAL 4R Ensino Médio Equipe de Química Data: QUÍMICA Forças Intermoleculares DEFINIÇÃO: As forças intermoleculares são forças de atração que ocorrem entre as moléculas,

Leia mais

Estrutura Molecular, Ligações Químicas e Propriedades dos Compostos Orgânicos

Estrutura Molecular, Ligações Químicas e Propriedades dos Compostos Orgânicos Universidade Federal de Campina Grande Centro de Ciências e Tecnologia Agroalimentar Profa. Roberlucia A. Candeia Disciplina: Química Orgânica Estrutura Molecular, Ligações Químicas e Propriedades dos

Leia mais

Ligações Químicas. No hidrônio, quantos pares de elétrons pertencem, no total, tanto ao hidrogênio quanto ao oxigênio? a) 1 b) 2 c) 3 d) 4 e) 6

Ligações Químicas. No hidrônio, quantos pares de elétrons pertencem, no total, tanto ao hidrogênio quanto ao oxigênio? a) 1 b) 2 c) 3 d) 4 e) 6 Aluno(a): Prof.: Éderson Ligações Químicas Questão 1) Abaixo temos as fórmulas de Lewis para átomos de cinco elementos químicos. Fórmulas eletrônicas de Lewis para alguns elementos Podemos afirmar que

Leia mais

1. (Uemg 2016) Minha mãe sempre costurou a vida com fios de ferro. EVARISTO, 2014, p. 9.

1. (Uemg 2016) Minha mãe sempre costurou a vida com fios de ferro. EVARISTO, 2014, p. 9. 1. (Uemg 2016) Minha mãe sempre costurou a vida com fios de ferro. EVARISTO, 2014, p. 9. Identifique na tabela a seguir a substância que possui as propriedades do elemento mencionado no trecho acima. Substância

Leia mais

QUÍMICA PRIMEIRA ETAPA

QUÍMICA PRIMEIRA ETAPA QUÍMICA PRIMEIRA ETAPA - 1998 QUESTÃO 01 Uma mistura de hidrogênio, H 2 (g), e oxigênio, O 2 (g), reage, num recipiente hermeticamente fechado, em alta temperatura e em presença de um catalisador, produzindo

Leia mais

UFSC. Química (Amarela) , temos 10 mol de Mg, ou seja, 243 g de Mg. Resposta: = 98. Comentário

UFSC. Química (Amarela) , temos 10 mol de Mg, ou seja, 243 g de Mg. Resposta: = 98. Comentário Resposta: 02 + 32 + 64 = 98 01. Incorreta. carbonato de magnésio é um sal insolúvel em H 2, logo não dissocia-se em Mg 2+ e (aq) C2. 3(aq) 02. Correta. 12 Mg 2+ = 1s 2 2s 2 2p 6 K L 04. Incorreta. É um

Leia mais

Gabarito-R Profº Jaqueline Química. a) Dados: Solubilidade do KOH em etanol a 25 C

Gabarito-R Profº Jaqueline Química. a) Dados: Solubilidade do KOH em etanol a 25 C 1: a) Dados: Solubilidade do KOH em etanol a 25 C 40 g em 100 ml. Adicionou-se 1,5 g de KOH a 35 ml de etanol, agitando-se continuamente a mistura. 100 ml (etanol) 40 g (KOH) 35 ml (etanol) mkoh mkoh 14

Leia mais

O b) SO 2. CaSO 3 + CO 2

O b) SO 2. CaSO 3 + CO 2 31 c QUÍMICA petróleo pode conter alto teor de enxofre, que deve ser removido nas refinarias de petróleo. Mesmo assim, na queima de combustíveis fósseis, forma-se dióxido de enxofre. Esse óxido liberado

Leia mais

FORÇAS INTERMOLECULARES

FORÇAS INTERMOLECULARES FORÇAS INTERMOLECULARES FORÇAS INTERMOLECULARES A intensidade das forças intermoleculares em diferentes substâncias varia em uma grande faixa, mas elas são muito mais fracas que ligações iônicas covalentes.

Leia mais

CONCEITO DE LIGAÇÃO IÔNICA UNIÃO ENTRE ÁTOMOS METÁLICOS E AMETÁLICOS

CONCEITO DE LIGAÇÃO IÔNICA UNIÃO ENTRE ÁTOMOS METÁLICOS E AMETÁLICOS CONCEITO DE LIGAÇÃO IÔNICA UNIÃO ENTRE ÁTOMOS METÁLICOS E AMETÁLICOS ELETRONEGATIVIDADE CARÁTER AMETÁLICO CONFIGURAÇÃO DOS GASES NOBRES ÁTOMOS ESTÁVEIS E ISOLADOS OXIDAÇÃO ESTABILIZAÇÃO DO METAL REDUÇÃO

Leia mais

ESCOLA SECUNDÁRIA PINHAL DO REI FICHA FORMATIVA 2ºTESTE

ESCOLA SECUNDÁRIA PINHAL DO REI FICHA FORMATIVA 2ºTESTE Ano Letivo 2016/2017 ESCOLA SECUNDÁRIA PINHAL DO REI FICHA FORMATIVA 2ºTESTE Física e Química A 10ºAno 1. A energia dos eletrões nos átomos inclui: (A) apenas o efeito das atrações entre os eletrões e

Leia mais

Aula 10 26/mai Marcelo Ligação iônica versus ligação covalente Veja as ligações esquematizadas abaixo, cada qual acompanhada do respectivo valor de diferença (Δ, delta) entre as eletronegatividades de

Leia mais

01) (UFRGS-RS) Um elemento X que apresenta distribuição eletrônica em níveis de energia K = 2, L = 8, M = 8, N = 2, forma com:

01) (UFRGS-RS) Um elemento X que apresenta distribuição eletrônica em níveis de energia K = 2, L = 8, M = 8, N = 2, forma com: 01) (UFRGS-RS) Um elemento X que apresenta distribuição eletrônica em níveis de energia K = 2, L = 8, M = 8, N = 2, forma com: a) um halogênio Y um composto molecular XY. b) um calcogênio Z um composto

Leia mais

LIGAÇÕES QUÍMICAS. Prof. Marcel Piovezan. Curso Superior de Tecnologia em Processos Químicos

LIGAÇÕES QUÍMICAS. Prof. Marcel Piovezan. Curso Superior de Tecnologia em Processos Químicos MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE SANTA CATARINA CAMPUS LAGES LIGAÇÕES QUÍMICAS Prof. Marcel Piovezan marcel.piovezan@ifsc.edu.br

Leia mais

AULA DE RECUPERAÇÃO PROF. NEIF NAGIB

AULA DE RECUPERAÇÃO PROF. NEIF NAGIB AULA DE RECUPERAÇÃO PROF. NEIF NAGIB 1ª QUESTÃO O aspartame, estrutura representada a seguir, é uma substância que tem sabor doce ao paladar. Pequenas quantidades dessa substância são suficientes para

Leia mais

FUVEST 1978 Primeira fase e Segunda fase

FUVEST 1978 Primeira fase e Segunda fase FUVEST 1978 Primeira fase e Segunda fase CNECIMENTS GERAIS 61. Bolinhas de naftalina ao serem colocadas em armários, com o decorrer do tempo, diminuem de tamanho. A causa desse comportamento deve-se ao

Leia mais

44. Com relação aos compostos representados abaixo, é INCORRETO afirmar que: N(CH 2 CH 3 ) 3 CH 3 CO 2 H ClCH 2 CO 2 H I II III

44. Com relação aos compostos representados abaixo, é INCORRETO afirmar que: N(CH 2 CH 3 ) 3 CH 3 CO 2 H ClCH 2 CO 2 H I II III 22 GABARITO 1 1º DIA 2º Processo Seletivo/2004 44. Com relação aos compostos representados abaixo, é INCORRETO afirmar que: N(CH 2 CH 3 ) 3 CH 3 CO 2 H ClCH 2 CO 2 H I II III a) o composto III é um ácido

Leia mais

1. ESTRUTURA DO ÁTOMO

1. ESTRUTURA DO ÁTOMO Química Profª SIMONE MORGADO Aula 2 Estrutura do átomo, nº atômico, nº de massa e isoátomos. 1. ESTRUTURA DO ÁTOMO Como nós já vimos a Química é essa ciência que busca compreender os mistérios da matéria,

Leia mais

Aluno(a): nº: Turma: Data: / /2016. Matéria: Química Valor: 15,0

Aluno(a): nº: Turma: Data: / /2016. Matéria: Química Valor: 15,0 Aluno(a): nº: Turma: Nota Ano: 2º Ano EM Data: / /2016 Trabalho Recuperação Professor(a): Willian Novato Matéria: Química Valor: 15,0 PARA TODAS AS QUESTÕES, AS RESPOSTAS DEVERÃO CONSTAR DE RACIOCÍNIO

Leia mais

NOME: ANO: 2º ENSINO: MÉDIO TURMA: DATA: / / PROF(ª).: Luciano Raposo Freitas EXERCÍCIOS TERMOQUÍMICA QUÍMICA II (2º BIM)

NOME: ANO: 2º ENSINO: MÉDIO TURMA: DATA: / / PROF(ª).: Luciano Raposo Freitas EXERCÍCIOS TERMOQUÍMICA QUÍMICA II (2º BIM) NOME: ANO: 2º ENSINO: MÉDIO TURMA: DATA: / / PROF(ª).: Luciano Raposo Freitas EXERCÍCIOS TERMOQUÍMICA QUÍMICA II (2º BIM) 1. Nos motores de explosão existentes hoje em dia utiliza-se uma mistura de gasolina

Leia mais

Apostila de Química 04 Compostos Orgânicos

Apostila de Química 04 Compostos Orgânicos 1.0 Introdução Apostila de Química 04 Compostos Orgânicos Composto orgânico Todo elemento que possui carbono na sua composição. Existem exceções grafite, monóxido de carbono, carboidratos... Química orgânica

Leia mais

FCAV/UNESP. DISCIPLINA: Química Orgânica. ASSUNTO: Introdução à Química Orgânica

FCAV/UNESP. DISCIPLINA: Química Orgânica. ASSUNTO: Introdução à Química Orgânica FCAV/UNESP DISCIPLINA: Química Orgânica ASSUNTO: Introdução à Química Orgânica QUÍMICA ORGÂNICA Química Orgânica é a área da Química que estuda os compostos que contêm carbono, chamados de compostos orgânicos.

Leia mais

Com relação a estas substâncias citadas, são feitas as afirmativas abaixo.

Com relação a estas substâncias citadas, são feitas as afirmativas abaixo. Aula 1 Prova de Química - omentada 1. [EsPEx-2014] A Aspirina foi um dos primeiros medicamentos sintéticos desenvolvido e ainda é um dos fármacos mais consumidos no mundo. ontém como princípio ativo o

Leia mais

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE PONTA GROSSA COMISSÃO PERMANENTE DE SELEÇÃO 2 o CONCURSO VESTIBULAR DE Questões de Química

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE PONTA GROSSA COMISSÃO PERMANENTE DE SELEÇÃO 2 o CONCURSO VESTIBULAR DE Questões de Química UNIVERSIDADE ESTADUAL DE PONTA GROSSA COMISSÃO PERMANENTE DE SELEÇÃO 2 o CONCURSO VESTIBULAR DE 2011 Questões de Química 01 Sobre o modelo de Rutherford, assinale o que for correto. 01) O átomo não é maciço,

Leia mais

MUDANÇA DE ESTADO ROMPIMENTO DE FORÇAS INTERMOLECULARES

MUDANÇA DE ESTADO ROMPIMENTO DE FORÇAS INTERMOLECULARES MUDANÇA DE ESTADO ROMPIMENTO DE FORÇAS INTERMOLECULARES DEFORMAÇÃO DA NUVEM ELETRÔNICA EFEITO COLISÃO = CHOQUE ///// EFEITO INDUÇÃO = VARIAÇÃO ELÉTRICA DIPOLO INDUZIDO FORÇAS DE LONDON ///// DIPOLO INSTANTÂNEO

Leia mais

Disciplina: Química Professor: Rubens Barreto. III Unidade

Disciplina: Química Professor: Rubens Barreto. III Unidade Disciplina: Química Professor: Rubens Barreto III Unidade Ligações Químicas Ligações iônicas Tipos de Ligações Ligações covalentes Ligações metálicas Os gases nobres e a regra do octeto Todas as substâncias

Leia mais

TERMOQUÍMICA EXERCÍCIOS PARA TREINO

TERMOQUÍMICA EXERCÍCIOS PARA TREINO TERMOQUÍMICA EXERCÍCIOS PARA TREINO 1 - Considere a seguinte reação termoquímica: 2NO(g) + O 2 (g) 2NO 2 (g) H = -13,5 kcal / mol de NO e assinale a alternativa falsa. a) A reação é exotérmica. b) São

Leia mais

QUÍMICA. CO (g) + 2H 2 (g) CH 3 OH(g) 1M 2M 0 1M x 2M 2x 0 + x 0,5M 1M 0,5M PROVA 3 - CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS QUESTÃO 05 RESPOSTA: 29 - NÍVEL FÁCIL

QUÍMICA. CO (g) + 2H 2 (g) CH 3 OH(g) 1M 2M 0 1M x 2M 2x 0 + x 0,5M 1M 0,5M PROVA 3 - CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS QUESTÃO 05 RESPOSTA: 29 - NÍVEL FÁCIL PROVA 3 - CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS É uma forma de os professores do Colégio Platão contribuírem com seus alunos, orientando-os na resolução das questões do vestibular da UEM. Este caderno ajuda o vestibulando

Leia mais

Classificação das cadeias orgânicas e hibridação

Classificação das cadeias orgânicas e hibridação Classificação das cadeias orgânicas e hibridação Gabarito: Resposta da questão 1: [E] [Resposta do ponto de vista da disciplina de Química] As cenouras de coloração laranja podem ter sido trazidas a Pernambuco

Leia mais

Geometria Molecular e Ligações Químicas Intermoleculares

Geometria Molecular e Ligações Químicas Intermoleculares Geometria Molecular e Ligações Químicas Intermoleculares Gabarito Parte I: Resposta da questão 1: 01 + 08 + 16 = 25. Análise de Biologia: Durante o processo de combustão biológica, a energia dos alimentos

Leia mais

Química 4 Módulo 5. Módulo 6 COMENTÁRIOS ATIVIDADES PARA SALA COMENTÁRIOS ATIVIDADES PROPOSTAS CLASSIFICAÇÃO PERIÓDICA CLASSIFICAÇÃO DOS ELEMENTOS

Química 4 Módulo 5. Módulo 6 COMENTÁRIOS ATIVIDADES PARA SALA COMENTÁRIOS ATIVIDADES PROPOSTAS CLASSIFICAÇÃO PERIÓDICA CLASSIFICAÇÃO DOS ELEMENTOS Química 4 Módulo 5 CLSSIFICÇÃO PERIÓDIC Elementos de um mesmo grupo ou família apresentam o mesmo número de elétrons na última camada Em 93, o inglês Henry G J Moseley (884-95 estabeleceu o conceito de

Leia mais

ATIVIDADE COMPLEMENTAR DE QUÍMICA - 1 ANO-HERSCHELL-CB2014. periódicas e aperiódicas. AP. propriedade aperiódica. Propriedades periódicas

ATIVIDADE COMPLEMENTAR DE QUÍMICA - 1 ANO-HERSCHELL-CB2014. periódicas e aperiódicas. AP. propriedade aperiódica. Propriedades periódicas ATIVIDADE COMPLEMENTAR DE QUÍMICA - 1 ANO-HERSCHELL-CB014 P. AP. periódicas e aperiódicas A Tabela pode ser utilizada para relacionar as propriedades dos elementos com suas estruturas atômicas, podendo

Leia mais

Exame 1º Ano Modalidade A

Exame 1º Ano Modalidade A IV Olimpíada Tocantinense de Química Exame 1º Ano Modalidade A Questão 01 Entre as afirmações abaixo, assinale aquela que está correta: a) Tanto oxigênio gasoso como ozônio gasoso são exemplos de substâncias

Leia mais

PROPRIEDADES FÍSICAS DOS COMPOSTOS ORGÂNICOS

PROPRIEDADES FÍSICAS DOS COMPOSTOS ORGÂNICOS PROPRIEDADES FÍSICAS DOS COMPOSTOS ORGÂNICOS As propriedades físicas dos compostos orgânicos podem ser interpretadas, e muitas vezes até previstas, a partir do conhecimento das ligações químicas que unem

Leia mais

QUESTÃO 46 QUESTÃO 47 QUESTÃO 48 QUESTÃO 49 PROVA DE QUÍMICA I

QUESTÃO 46 QUESTÃO 47 QUESTÃO 48 QUESTÃO 49 PROVA DE QUÍMICA I 17 PROVA DE QUÍMICA I QUESTÃO 46 O alumínio metálico, obtido na indústria à alta temperatura na forma líquida, reage com vapor d`água da atmosfera, produzindo óxido de alumínio e gás hidrogênio, conforme

Leia mais

Capítulo 6 - LIGAÇÕES QUÍMICAS-resoluções

Capítulo 6 - LIGAÇÕES QUÍMICAS-resoluções Capítulo 6 - LIGAÇÕES QUÍMICAS-resoluções 1-C X e T devem ter a mesma carga com sinais contrários: +1 e -1, +2 e -2 ou +3 e -3. 2-B A) Fe 2 S 3 B) CsCl C) CaI 2 D) Al 2 3 E) Ba 3 N 2 Quanto maior a diagonal

Leia mais

02- Quais das propriedades a seguir são as mais indicadas para verificar se é pura uma certa amostra sólida de uma substância conhecida?

02- Quais das propriedades a seguir são as mais indicadas para verificar se é pura uma certa amostra sólida de uma substância conhecida? PROFESSOR: EQUIPE DE QUÍMICA BANCO DE QUESTÕES - QUÍMICA - 9º ANO - ENSINO FUNDAMENTAL ============================================================================================= 01- Massa, extensão

Leia mais

Sumário. 1 Introdução: matéria e medidas 1. 2 Átomos, moléculas e íons Estequiometria: cálculos com fórmulas e equações químicas 67

Sumário. 1 Introdução: matéria e medidas 1. 2 Átomos, moléculas e íons Estequiometria: cálculos com fórmulas e equações químicas 67 Prefácio 1 Introdução: matéria e medidas 1 1.1 O estudo da química 1 1.2 Classificações da matéria 3 1.3 Propriedades da matéria 8 1.4 Unidades de medida 12 1.5 Incerteza na medida 18 1.6 Análise dimensional

Leia mais

AULA DE RECUPERAÇÃO PROF. NEIF NAGIB

AULA DE RECUPERAÇÃO PROF. NEIF NAGIB AULA DE RECUPERAÇÃO PROF. NEIF NAGIB CONCEITOS SOBRE O ÁTOMO Número Atômico (Z): quantidades de prótons. Z = p = e Número de Massa (A): a soma das partículas que constitui o átomo. A = Z + N REPRESENTAÇÃO

Leia mais

Química Orgânica Aplicada a Engenharia Geológica

Química Orgânica Aplicada a Engenharia Geológica Química Orgânica Aplicada a Engenharia Geológica Aula 10 Estudo dos alcoóis Prof. Dr. Leandro Vinícius Alves Gurgel 1. Introdução Os alcoóis são compostos que possuem um ou mais grupos hidroxila ligados

Leia mais

Processo Seletivo/UFU - julho ª Prova Comum QUÍMICA QUESTÃO 41

Processo Seletivo/UFU - julho ª Prova Comum QUÍMICA QUESTÃO 41 QUÍMICA QUESTÃO 41 O gráfico a seguir relaciona as pressões máximas de vapor e a temperatura para o éter etílico, álcool etílico e água. Em nível do mar, onde a pressão atmosférica é igual a 760 mmhg,

Leia mais

Gabaritos Resolvidos Energia Química Semiextensivo V3 Frente D

Gabaritos Resolvidos Energia Química Semiextensivo V3 Frente D 01) B Composto A: éter Composto B: fenol Composto C: álcool Fórmula molecular dos 3 compostos: C 7 H 8 O Compostos de mesma fórmula molecular e função química diferente isomeria de função. 02) B I. Álcool

Leia mais

COLÉGIO DA POLÍCIA MILITAR

COLÉGIO DA POLÍCIA MILITAR COLÉGIO DA POLÍCIA MILITAR ASSESSORIA TÉCNICA Processo Avaliativo Recuperação - 3º Bimestre/2015 Disciplina: QUÍMICA 3ª série EM A/B Nome do aluno Nº Turma A Recuperação deve ser entregue no dia 08/09/2015.

Leia mais

VIII EXAME Questões Objetivas. RESPONDA AS QUESTÕES DE 1 a 30, MARCANDO UMA DAS ALTERNATIVAS DE ACORDO COM O QUE SE PEDE.

VIII EXAME Questões Objetivas. RESPONDA AS QUESTÕES DE 1 a 30, MARCANDO UMA DAS ALTERNATIVAS DE ACORDO COM O QUE SE PEDE. Questões Objetivas RESPONDA AS QUESTÕES DE 1 a 30, MARCANDO UMA DAS ALTERNATIVAS DE ACORDO COM O QUE SE PEDE. Questão 01 (Peso 1) Use seus conhecimentos de estequiometria para dizer qual alternativa está

Leia mais

ÁCIDO DE ARRHENIUS. Hidrácidos HCl + H 2 O H + + Cl - HCl, HBr, HI ---- Fortes. HF ---- Moderado Demais ---- Fracos. Prof.

ÁCIDO DE ARRHENIUS. Hidrácidos HCl + H 2 O H + + Cl - HCl, HBr, HI ---- Fortes. HF ---- Moderado Demais ---- Fracos. Prof. ÁCIDO DE ARRHENIUS Hidrácidos HCl + H 2 O H + + Cl - HCl, HBr, HI ---- Fortes HF ---- Moderado Demais ---- Fracos ÁCIDO DE ARRHENIUS Oxiácidos HNO 3 + H 2 O H + + NO 3 - ÁCIDOS DE ARRHENIUS Não Como Bolo

Leia mais

Ministério da Educação Universidade Federal do Paraná Setor Palotina

Ministério da Educação Universidade Federal do Paraná Setor Palotina Ministério da Educação Universidade Federal do Paraná Setor Palotina Aula 7 Ligação Iônica Prof. Isac G. Rosset Prof. Isac G. Rosset - UFPR - Palotina - Ciências Exatas 13 1 Ligações fortes: Ligações fracas:

Leia mais

O processo de dissolução

O processo de dissolução SOLUBILIDADE Sabemos que um soluto altera as propriedades do solvente. Solução sólida: silício dopado com fósforo eletrônica. indústria Sal sobre o gelo abaixa o ponto e congelamento se a temperatura é

Leia mais

HIDROGÊNIO CQ133 FSN

HIDROGÊNIO CQ133 FSN HIDROGÊNIO CQ133 FSN GASES NOBRES CQ133 FSN HIDROGÊNIO o hidrogênio é o elemento mais abundante do universo com 92% seguido do hélio (7%) e os demais elementos (1%); é quarto elemento mais abundante na

Leia mais

Ligações Químicas Interatômicas

Ligações Químicas Interatômicas Ligações Químicas Interatômicas Gabarito Parte I: Resposta da questão 1: [Resposta do ponto de vista da disciplina de Biologia] O tomate é um fruto do tipo baga. O vinagre apresenta caráter ácido. O azeite

Leia mais

Propriedades Físicas de Compostos Orgânicos

Propriedades Físicas de Compostos Orgânicos Os principais fatores que influenciam nas propriedades físicas dos compostos orgânicos são: O tamanho das moléculas; Os tipos de interação intermolecular. Temperatura de Ebulição e Fusão Quanto mais fortes

Leia mais

LISTA D QUÍMICA- TONI - ATITUDE

LISTA D QUÍMICA- TONI - ATITUDE LISTA D QUÍMICA- TONI - ATITUDE www.sosprofessor.xpg.com.br 1 (FESP) Considere os elementos A, B, C e D. As distribuições eletrônicas dos elementos são respectivamente: 1s² 3s¹, 1s². 3p 4, 1s². 30p 5 e

Leia mais

1º Questão: Escreva a distribuição eletrônica dos elementos abaixo e determine o número de valência de cada elemento: a) Fe (26):.

1º Questão: Escreva a distribuição eletrônica dos elementos abaixo e determine o número de valência de cada elemento: a) Fe (26):. FOLHA DE EXERCÍCIOS CURSO: Otimizado ASS.: Exercícios de Conteúdo DISCIPLINA: Fundamentos de Química e Bioquímica NOME: TURMA: 1SAU 1º Questão: Escreva a distribuição eletrônica dos elementos abaixo e

Leia mais

LIGAÇÃO COVAL COV AL NT

LIGAÇÃO COVAL COV AL NT LIGAÇÃO COVALENTE INTRODUÇÃO Resulta do compartilhamento de elétrons. Ex: H 2 Os dois átomos de hidrogênio se aproximam devido à força de atração que depois de determinada distância diminuem surgindo as

Leia mais

Colégio Estadual Professor Ernesto Faria. Subprojeto Pibid - Química UERJ. Termoquímica

Colégio Estadual Professor Ernesto Faria. Subprojeto Pibid - Química UERJ. Termoquímica Colégio Estadual Professor Ernesto Faria Subprojeto Pibid - Química UERJ Termoquímica REAÇÕES ENDOTÉRMICAS E EXOTÉRMICAS Processo Exotérmico Libera calor para ambiente (vizinhança) Transmite sensação de

Leia mais

Qui. Semana. Allan Rodrigues Gabriel Pereira (Renan Micha)

Qui. Semana. Allan Rodrigues Gabriel Pereira (Renan Micha) Semana 4 Allan Rodrigues Gabriel Pereira (Renan Micha) Este conteúdo pertence ao Descomplica. Está vedada a cópia ou a reprodução não autorizada previamente e por escrito. Todos os direitos reservados.

Leia mais

Ligações Químicas Por que os átomos formam ligações químicas? Distância de equilíbrio Comprimento da ligação H-H r o = 74 pm distância internuclear Uma ligação química entre dois átomos é formada se

Leia mais

exercícios Sobre a imagem e intensidade das forças intermoleculares,

exercícios Sobre a imagem e intensidade das forças intermoleculares, Química Marcus Vinícius exercícios 1. (Idecan/CBMMG/CFO/2016) A intensidade das forças intermoleculares em diferentes substâncias varia em uma grande faixa, mas essas forças são muito mais fracas que as

Leia mais

02)Numa reação endotérmica, há [1] de calor, a entalpia final (produtos) é [2] que a entalpia inicial (reagentes) e a

02)Numa reação endotérmica, há [1] de calor, a entalpia final (produtos) é [2] que a entalpia inicial (reagentes) e a 01)Numa reação exotérmica, há [1] de calor, a entalpia final (produtos) é [2] que a entalpia inicial (reagentes) e a variação de entalpia é [3] que zero. Completa-se corretamente essa frase substituindo-se

Leia mais

Química Orgânica I. Formas de representação de moléculas orgânicas e interações intermoleculares Aula 3

Química Orgânica I. Formas de representação de moléculas orgânicas e interações intermoleculares Aula 3 Química rgânica I Formas de representação de moléculas orgânicas e interações intermoleculares Aula 3 Profa. Alceni Augusta Werle ProfaTânia Márcia Sacramento Melo 2- Formas de representação de moléculas

Leia mais

UDESC 2015/2 QUÍMICA. Comentário. + 2NaOH = a) Correta. H 2 SO 4 0,001 = 0,001. b) Incorreta. NaOH. 40 g 1 mol H NaOH 1 mol + 2 mol.

UDESC 2015/2 QUÍMICA. Comentário. + 2NaOH = a) Correta. H 2 SO 4 0,001 = 0,001. b) Incorreta. NaOH. 40 g 1 mol H NaOH 1 mol + 2 mol. QUÍMICA a) Correta. H 2 SO 4 + 2NaOH ma. VA mb. VB = 1 2 0, 001. 1 0, 001. 2 = 1 2 0,001 = 0,001 b) Incorreta. NaOH H 2 SO 4 + 2NaOH 1 mol + 2 mol Na = 23 g O= 16 g H= 1 g 40 g 1 mol c) Incorreta. 2NaOH

Leia mais

Aula 15 15/mai Rafael

Aula 15 15/mai Rafael Aula 15 15/mai Rafael Em condições ambientes, compostos iônicos são sólidos devido à forte atração entre seus cátions e ânions. Metais são quase todos sólidos devido à ligação metálica. Já os compostos

Leia mais

2 NH 3 (g) + CO 2 (g)

2 NH 3 (g) + CO 2 (g) PROCESSO SELETIVO 2007 1 O DIA GABARITO 4 7 QUÍMICA QUESTÕES DE 16 A 30 16. O equilíbrio de ionização da água pura é dado pela equação abaixo, cuja constante do produto iônico é 2,5x10-14, a 37 o C. H

Leia mais

QUESTÕES OBJETIVAS. a) b) +110 c) -55 d) -110 e) -676

QUESTÕES OBJETIVAS. a) b) +110 c) -55 d) -110 e) -676 QUESTÕES OBJETIVAS Questão 9: O óxido de cálcio, conhecido como cal virgem, é comumente utilizado na construção civil. Sobre essa substância é INCORRETO afirmar que: a) pode ser obtida pelo aquecimento

Leia mais

Química D Extensivo V. 4

Química D Extensivo V. 4 Química D Extensivo V. 4 Exercícios 01) D 04) B I. II. III. 02) D Nas aminas terciárias, o nitrôgênio se liga a 3 carbonos. Isso ocorre nos dois compostos. 05) A O odor de peixe é provocado principalmente

Leia mais

Ressonância, Formas de respresentação de moléculas orgânicas, Forças intermoleculares. Aula 3

Ressonância, Formas de respresentação de moléculas orgânicas, Forças intermoleculares. Aula 3 Universidade Federal de uro Preto Ressonância, Formas de respresentação de moléculas orgânicas, Forças intermoleculares Aula 3 Flaviane Francisco ilário 1 1 Ressonância ESTRUTURA DE LEWIS Explica de maneira

Leia mais

IEE ASSIS BRASIL- QUÍMICA 3º ANO ENSINO MÉDIO POLITÉCNICO

IEE ASSIS BRASIL- QUÍMICA 3º ANO ENSINO MÉDIO POLITÉCNICO IEE ASSIS BRASIL- QUÍMICA 3º ANO ENSINO MÉDIO POLITÉCNICO - 2015 Química Orgânica estudo dos compostos do carbono com propriedades específicas. 1 O átomo de carbono é considerado especial pela sua capacidade

Leia mais

Qui. Semana. Allan Rodrigues Gabriel Pereira (Renan Micha)

Qui. Semana. Allan Rodrigues Gabriel Pereira (Renan Micha) Semana 4 Allan Rodrigues Gabriel Pereira (Renan Micha) Este conteúdo pertence ao Descomplica. Está vedada a cópia ou a reprodução não autorizada previamente e por escrito. Todos os direitos reservados.

Leia mais

P R O V A D E Q UÍMICA I. O quadro abaixo relaciona algumas substâncias químicas e aplicações muito comuns no nosso cotidiano.

P R O V A D E Q UÍMICA I. O quadro abaixo relaciona algumas substâncias químicas e aplicações muito comuns no nosso cotidiano. 1 P R O V A D E Q UÍMIA I QUESTÃO 46 O quadro abaixo relaciona algumas substâncias químicas e aplicações muito comuns no nosso cotidiano. SUBSTÂNIAS idróxido de amônio Ácido fosfórico Sulfato de alumínio

Leia mais

CO2, CO, H2O, NO, SO2

CO2, CO, H2O, NO, SO2 Q U Í M I C A 01- A figura a seguir representa, esquematicamente, estruturas de diferentes substâncias, participando de quatro reações de síntese não balanceadas, nas condições ideais para que elas ocorram.

Leia mais

CPV O cursinho que mais aprova na fgv

CPV O cursinho que mais aprova na fgv CPV O cursinho que mais aprova na fgv FGV economia 1 a Fase 05/dezembro/2010 QUÍMICA 106. Uma das etapas da decomposição térmica do bicarbonato de sódio ocorre de acordo com a equação: 2 NaCO 3 (s) Na

Leia mais

Química. divulgação. Comparativos curriculares. Material de. A coleção Ser Protagonista Química e o currículo do Estado de São Paulo.

Química. divulgação. Comparativos curriculares. Material de. A coleção Ser Protagonista Química e o currículo do Estado de São Paulo. Comparativos curriculares SM Química Ensino médio Material de divulgação de Edições SM A coleção Ser Protagonista Química e o currículo do Estado de São Paulo Apresentação Professor, Devido à inexistência

Leia mais

Aula 17 Ligações covalentes e metálicas

Aula 17 Ligações covalentes e metálicas Aula 17 Ligações covalentes e metálicas Em nossa aula passada falamos de ligações iônicas, aquelas que ocorrem entre átomos com grandes diferenças de eletronegatividade. Entretanto, essa não é a única

Leia mais

Química Orgânica I. Ligação Química e Estudo do Átomo de Carbono. Aula 1. Profa. Alceni Augusta Werle ProfaTânia Márcia Sacramento Melo

Química Orgânica I. Ligação Química e Estudo do Átomo de Carbono. Aula 1. Profa. Alceni Augusta Werle ProfaTânia Márcia Sacramento Melo Química Orgânica I Ligação Química e Estudo do Átomo de Carbono Aula 1 Profa. Alceni Augusta Werle ProfaTânia Márcia Sacramento Melo 1- CONSTITUIÇÃO DO ÁTOMO Cada átomo contém o mesmo número de prótons

Leia mais

Resoluções das Atividades

Resoluções das Atividades LIVR QUÍMIA Resoluções das Atividades umário Módulo Introdução à Química orgânica Estudo das cadeias carbônicas Estudo das funções orgânicas Módulo Regras gerais de nomenclatura orgânica idrocarbonetos

Leia mais

UFJF CONCURSO VESTIBULAR PROVA DE QUÍMICA

UFJF CONCURSO VESTIBULAR PROVA DE QUÍMICA Questão 1 Sabe-se que compostos constituídos por elementos do mesmo grupo na tabela periódica possuem algumas propriedades químicas semelhantes. Entretanto, enquanto a água é líquida em condições normais

Leia mais

Química E Extensivo V. 1

Química E Extensivo V. 1 Química E Extensivo V. 1 Exercícios 01) B 02) D 03) C 04) D 05) C 06) E a) Errada. Cada ligação dupla possui dois elétrons pi. Como existem 11 ligações duplas, segue que o número de elétrons pi é 22. b)

Leia mais

QUÍMICA. Processo Seletivo/UNIFAL - julho ª Prova Comum TIPO 1 QUESTÃO 41 QUESTÃO 42

QUÍMICA. Processo Seletivo/UNIFAL - julho ª Prova Comum TIPO 1 QUESTÃO 41 QUESTÃO 42 QUÍMICA QUESTÃO 41 A substância, representada pela fórmula estrutural abaixo, é bastante utilizada como analgésico (aspirina). Com base nessas informações, marque a alternativa correta. A) Uma massa de

Leia mais

- TEMPERATURA DE EBULIÇÃO - SOLUBILIDADE

- TEMPERATURA DE EBULIÇÃO - SOLUBILIDADE PROPRIEDADES FÍSICAS DOS COMPOSTOS ORGÂNICOS - TEMPERATURA DE EBULIÇÃO - SOLUBILIDADE TEMPERATURA DE EBULIÇÃO Depende do tipo de -LIGAÇÃO INTERMOLECULAR e do - TAMANHO DAS MOLÉCULAS LIGAÇÕES INTERMOLECULARES

Leia mais

LIGAÇÕES INTERATÔMICAS X LIGAÇÕES INTERMOLECULARES

LIGAÇÕES INTERATÔMICAS X LIGAÇÕES INTERMOLECULARES Prof. Edson Cruz LIGAÇÕES INTERATÔMICAS X LIGAÇÕES INTERMOLECULARES Já estudamos que qualquer tipo de matéria é formado por átomos. Vimos também que cada agrupamento de átomos, combinados em uma determinada

Leia mais

2.1 Princípios gerais da ligação química. Ligações químicas

2.1 Princípios gerais da ligação química. Ligações químicas 2.1 Princípios gerais da ligação química Ligações químicas A associação de átomos formando moléculas, ou em agregados de maiores dimensões como, por exemplo, nos metais, é possível pelo estabelecimento

Leia mais

PROVA ESPECÍFICA DE AUXILIAR DE QUÍMICA. Na vidraria apresentada abaixo, você reconhece da esquerda para a direita:

PROVA ESPECÍFICA DE AUXILIAR DE QUÍMICA. Na vidraria apresentada abaixo, você reconhece da esquerda para a direita: 12 PROVA ESPECÍFICA DE AUXILIAR DE QUÍMICA QUESTÃO 41: Na vidraria apresentada abaixo, você reconhece da esquerda para a direita: a) pipeta graduada, funil de decantação, erlenmeyer, bureta e balão volumétrico.

Leia mais

QUÍMICA. 16. Os elementos químicos A, B e C apresentam para seu átomo, no estado fundamental, a seguinte configuração eletrônica:

QUÍMICA. 16. Os elementos químicos A, B e C apresentam para seu átomo, no estado fundamental, a seguinte configuração eletrônica: QUÍMICA 16. Os elementos químicos A, B e C apresentam para seu átomo, no estado fundamental, a seguinte configuração eletrônica: A 1s 2 2s 2 2p 6 3s 2 3p 5 B 1s 2 2s 2 2p 6 3s 2 3p 6 4s 2 3d 5 C 1s 2 2s

Leia mais

Vestibular UERJ 2016 Gabarito Comentado

Vestibular UERJ 2016 Gabarito Comentado Questão 1 O CO2 é um óxido não metálico e possui as seguintes nomenclaturas oficiais: anidrido carbônico dióxido de carbono óxido de carbono IV Moléculas com 3 átomos e que apresentam par de elétrons livres

Leia mais

VII Olimpíada Catarinense de Química Etapa I - Colégios

VII Olimpíada Catarinense de Química Etapa I - Colégios VII Olimpíada Catarinense de Química 2011 Etapa I - Colégios Fonte: Chemistryland Terceira Série Conselho Regional de Química CRQ III 1 01 200 ml de uma solução de hidróxido de alumínio são diluídos em

Leia mais

CH 3 CH 2 CH 2 CH 3 Butano

CH 3 CH 2 CH 2 CH 3 Butano 1. Isomeria Moléculas que têm a mesma fórmula molecular, mas não são idênticas, são chamadas isômeros. s isômeros dividem se em duas classes: isômeros constitucionais e Estereoisômeros. 1.1 Isômeros constitucionais

Leia mais

Revisão Específicas. Química Monitores: Luciana Lima e Rafael França 02-08/11/2015. Material de Apoio para Monitoria

Revisão Específicas. Química Monitores: Luciana Lima e Rafael França 02-08/11/2015. Material de Apoio para Monitoria Revisão Específicas 1. As conchas marinhas não se dissolvem apreciavelmente na água do mar, por serem compostas, na sua maioria, de carbonato de cálcio, um sal insolúvel cujo produto de solubilidade é

Leia mais