1 - Visual 2 - Audição 3 - Saúde Mental 4 - Coordenação motora e atenção

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "1 - Visual 2 - Audição 3 - Saúde Mental 4 - Coordenação motora e atenção"

Transcrição

1

2 Sistema de Avaliação psicofísico computadorizado Avaliação psicofísica Unique, totalmente informatizado, desenvolvido por médicos e engenheiros de sistemas, utilizados para avaliar as condições de pessoas a conduzir, medir o seu desempenho e competências, as habilidades para uma determinada tarefa, o estado de seus sentidos e a sua reação a estímulos específicos. O sistema não só compreende o software exclusivo, mas também módulos de hardware construído para teste ergométrico específico. Teste com uma avaliação global 1 - Visual 2 - Audição 3 - Saúde Mental 4 - Coordenação motora e atenção

3 1 Visuales Acuidad visual à distancia (Visual) A pessoa apresenta os optotipos usando a escala de Snellen decimal e o sistema determina a acuidade visual binocular e / ou monocular. O mesmo é feito com um monitor e uma distância configurável, permitindo fazer variar o tamanho dos optotipos, ajustando para isso. Visão de baixo contraste (Visual) Um teste binocular obtido com a percentagem de brilho mínima a que a pessoa possa distinguir optotipos.

4 1 Visuales Acuidad visual com brilho (Visual) Usando o módulo regista o tempo de recuperação antes de um estímulo de brilho de luz, e o tempo de recuperação antes do desaparecimento do estímulo. Reconhecimento de cores (Visual) Determina a capacidade visual de distinguir cores básicas.

5 1 Visuales Teste de Ishihara (Visual) O teste fornece imagens com precisão classificam defeito de visão de cores e diferenciar as cores em tons diferentes. Visão de profundidade (Visual) Determina a capacidade de ver objetos em planos diferentes, o que permite avaliar a distância de aproximação. Ele é realizado por um par de óculos especiais com filtros de cor.

6 1 Visuales Foria (Visual) Determina a disparidade de fixação de duas linhas, o que permite avaliar o desvio da visão. Perimetria Visual (Visual) Medir os limites da área da retina perceptual para fora, no plano focal horizontal e vertical. Respostas do paciente permitem determinar a presença de defeitos de campo visual.

7 1 Visuales Audiometria (Audição) Ele mede o nível de audição mínimo em decibéis nos dois ouvidos separadamente, para as freqüências de 500, 1000, 2000 e 4000 ciclos por segundo (cps) emitidos em 40 e 70 db. Teste de Luscher (Saúde Mental) Através de uma gama de cores computadorizado de teste, gestão rápida e fácil, fornece informações sobre a pessoa, psicológica, consciente e inconsciente, avaliar o estado mental e autocontrole, determinando alterações: Percepção Responsabilidade / e aplicação de normas e regulamentos / Inclusão no ambiente social. O Teste das Cores Luscher tem vindo a aplicar mais de 50 anos em diferentes áreas, como educação, aconselhamento médico, criminológico, no trabalho, civil, etc.

8 3 Salud Mental Atenção (Coordenação motora e atenção) Permite avaliar a capacidade de coordenação, olho-mão especialmente para reações rápidas, precisas e seguras. É avaliada, medindo o tempo entre a observação de um ou + x na tela e implementação do slogan. A avaliação dos testes de atenção é interessante, uma vez que a sua ação básica é um pouco complexo resposta motora (pressionando uma tecla) e rápido (a determinação da capacidade de resposta medido em milissegundos) que impulsiona examinado no aparecimento de um estímulo que o visual coloca em posição para discriminar inibir ou desinibidor pelo projeto dado. Tempo de Reação (Coordenação motora e atenção) Permite avaliar os tempos de reação entre estímulos visuais e superiores ou inferiores. Símbolos são exibidas para a mão esquerda, mão direita, pé esquerdo ou pé direito e medir o tempo entre o aparecimento da imagem e apertar botões ou pedais.

9 4 Atención y Coordinación motriz Estimativa de velocidade (Coordenação motora e atenção) Observa-se na tela o movimento de um carro que desaparece atrás de um obstáculo e, o examinando deve calcular o tempo em que ele aparece novamente. Este teste e os tempos de reação, avaliar a eficiência intelectual, especialmente a atenção, memória, discriminação e compreensão.

10 Componentes del Sistema O sistema foi utilizado em avaliações em: Carteiras de motorista Avaliação de desempenho e habilidade pessoal nos negócios Testes pré-emprego Licenças desportivas e exigir seguro médico. Testes de pessoal em áreas de risco Exames médicos e toxicológicos criminológicos Exames em educação Benefícios - Dados informatizados protegidos e os resultados de cada revisão. - Inviolabilidade dos resultados do teste. - Resultados com gráficos monocromáticos ou a cores de impressão. - Capacidade de centralização e de transmissão de dados. - Capacidade de controlar remotamente a evolução dos exames. - Monitores duplos, as ações do operador, o usuário não ver. - Manuais para operar o equipamento. - Treinamento e suporte técnico.

Normas ISO:

Normas ISO: Universidade Católica de Pelotas Tecnólogo em Análise e Desenvolvimento de Sistemas Disciplina de Qualidade de Software Normas ISO: 12207 15504 Prof. Luthiano Venecian 1 ISO 12207 Conceito Processos Fundamentais

Leia mais

OtoRead EOA Portátil. Confiável, flexível e preciso

OtoRead EOA Portátil. Confiável, flexível e preciso OtoRead EOA Portátil Confiável, flexível e preciso Confiável, flexível e preciso O OtoRead é um instrumento EOA portátil rápido e automático para o exame de recém-nascidos, crianças e adultos. Programas

Leia mais

Disciplina: Aerofotogrametria e Tratamento de imagem

Disciplina: Aerofotogrametria e Tratamento de imagem Disciplina: Aerofotogrametria e Tratamento de imagem Professor: Me. Diego Alves de Oliveira Outubro de 2013 Oliveira Estereoscopia É um fenômeno natural; Resulta da aplicação da visão binocular na observação

Leia mais

TÍTULO: AVALIAÇÃO DA ACUIDADE VISUAL PELA ENFERMAGEM: UTILIZAÇÃO DA TABELA DE SNELLEN EM CRIANÇAS DO ENSINO FUNDAMENTAL I

TÍTULO: AVALIAÇÃO DA ACUIDADE VISUAL PELA ENFERMAGEM: UTILIZAÇÃO DA TABELA DE SNELLEN EM CRIANÇAS DO ENSINO FUNDAMENTAL I 16 TÍTULO: AVALIAÇÃO DA ACUIDADE VISUAL PELA ENFERMAGEM: UTILIZAÇÃO DA TABELA DE SNELLEN EM CRIANÇAS DO ENSINO FUNDAMENTAL I CATEGORIA: EM ANDAMENTO ÁREA: CIÊNCIAS BIOLÓGICAS E SAÚDE SUBÁREA: ENFERMAGEM

Leia mais

Application Note PARÂMETROS DE CONFIGURAÇÃO DE UM OTDR. WISE Indústria de Telecomunicações

Application Note PARÂMETROS DE CONFIGURAÇÃO DE UM OTDR. WISE Indústria de Telecomunicações WISE Indústria de Telecomunicações PARÂMETROS DE CONFIGURAÇÃO DE UM OTDR Os três parâmetros-chave a considerar ao especificar um OTDR são: A distância que ele pode atingir (alcance) O quão de perto ele

Leia mais

O sistema visual humano e noções de colorimetria

O sistema visual humano e noções de colorimetria STV 3 MAR 2010 1 O sistema visual humano e noções de colorimetria Considera se que a cor consista em um atributo dos objetos, assim como a textura e a forma, entre outros. Depende basicamente de: 1. Características

Leia mais

Materiais e Equipamentos Vendas

Materiais e Equipamentos Vendas Materiais e Equipamentos Vendas Materiais e Equipamentos Materiais e Equipamentos - Vendas Introdução Os equipamentos que auxiliam o profissional em suas vendas são capazes de fazer uma grande diferença

Leia mais

Sala de Estudos FÍSICA - Lucas 1 trimestre Ensino Médio 1º ano classe: Prof.LUCAS Nome: nº

Sala de Estudos FÍSICA - Lucas 1 trimestre Ensino Médio 1º ano classe: Prof.LUCAS Nome: nº Sala de Estudos FÍSICA - Lucas 1 trimestre Ensino Médio 1º ano classe: Prof.LUCAS Nome: nº Valor: 10 Nota: 1. (G1 - utfpr 2014) Sobre fenômenos ópticos, considere as afirmações abaixo. I. Se uma vela é

Leia mais

Manual do Usuário Sistema de Acuidade Visual Digital

Manual do Usuário Sistema de Acuidade Visual Digital Manual do Usuário Sistema de Acuidade Visual Digital Página 1 de 18 Índice DonD - Sistema para Teste de Acuidade Visual...2 Componentes do Produto...3 Instalação...4 Abrindo o sistema do DonD...5 Configuração...5

Leia mais

1 - Levantamento de hipóteses. 2 - Coleta de dados. 3 - Análise dos dados

1 - Levantamento de hipóteses. 2 - Coleta de dados. 3 - Análise dos dados Etapas para a solução de um Problema 1 - Levantamento de hipóteses 2 - Coleta de dados 3 - Análise dos dados 4 - Conclusão O QUE O CURSO VAI ENSINAR? Como resolver um problema! 2 Coleta de Dados O conceito

Leia mais

Plano de Trabalho Docente Ensino Técnico

Plano de Trabalho Docente Ensino Técnico Plano de Trabalho Docente 2015 Ensino Técnico Etec: Monsenhor Antônio Magliano Código: 088 Município: Garça Eixo Tecnológico: Comunicação e Informação Habilitação Profissional: Técnica de Nível Médio de

Leia mais

SSC643 -Avaliação de Desempenho de Sistemas Computacionais Sarita Mazzini Bruschi

SSC643 -Avaliação de Desempenho de Sistemas Computacionais Sarita Mazzini Bruschi Universidade de São Paulo Instituto de Ciências Matemáticas e de Computação Departamento de Sistemas de Computação SSC643 -Avaliação de Desempenho de Sistemas Computacionais Sarita Mazzini Bruschi Material

Leia mais

CAMPUS CENTRO 2ª CERTIFICAÇÃO - SÉRIE: 3ª TURMAS: 1301, 1303, 1305 E

CAMPUS CENTRO 2ª CERTIFICAÇÃO - SÉRIE: 3ª TURMAS: 1301, 1303, 1305 E ALUNO(A): COLÉGIO PEDRO II CAMPUS CENTRO 2ª CERTIFICAÇÃO - SÉRIE: 3ª TURMAS: 1301, 1303, 1305 E 1307 EXERCÍCIOS DE FÍSICA Lista Complementar de Ondas (Acústica) com gabarito comentado PROFESSOR: OSMAR

Leia mais

SOFTWARE EDUCATIVO. Manual CHILDSPLAY

SOFTWARE EDUCATIVO. Manual CHILDSPLAY SOFTWARE EDUCATIVO Manual CHILDSPLAY BENTO GONÇALVES Setembro de 2015 Sumário O que é?... 3 Requisitos... 3 Objetivos... 3 Link para download... 4 Tela Inicial... 5 Jogo da Memória... 6 Aquário... 7 Teclado...

Leia mais

Guia dos trabalhos práticos 2016/2017. Sandra Mogo

Guia dos trabalhos práticos 2016/2017. Sandra Mogo Perceção Visual Guia dos trabalhos práticos 2016/2017 Sandra Mogo 20 de Fevereiro de 2017 =2= 2016/2017 Percepção Visual CONTEÚDO Conteúdo 1 Formas de acuidade visual 5 2 Deteminação da AV potencial 7

Leia mais

Avaliação de Desempenho

Avaliação de Desempenho Universidade de São Paulo Instituto de Ciências Matemáticas e de Computação Departamento de Sistemas de Computação Avaliação de Desempenho Introdução Aula 1 Marcos José Santana Regina Helena Carlucci Santana

Leia mais

defi departamento de física

defi departamento de física defi departamento de física Laboratórios de Física www.defi.isep.ipp.pt Diâmetro de um fio com laser Instituto Superior de Engenharia do Porto Departamento de Física Rua Dr. António Bernardino de Almeida,

Leia mais

Criando um site com análise de vídeo de autoaprendizado da Avigilon 1

Criando um site com análise de vídeo de autoaprendizado da Avigilon 1 Criando um site com análise de vídeo de autoaprendizado da Avigilon As câmeras HD da Avigilon e os dispositivos com análise de vídeo de autoaprendizagem são fáceis de instalar e podem alcançar resultados

Leia mais

FMU- Cursos de Tecnologia Disciplina: Métodos Quantitativos em Gestão e Negócios-

FMU- Cursos de Tecnologia Disciplina: Métodos Quantitativos em Gestão e Negócios- FMU- Cursos de Tecnologia Disciplina: Métodos Quantitativos em Gestão e Negócios- Memória - Teoria e Exercícios sobre Distribuição Normal de Probabilidade Distribuição Normal de Probabilidade As distribuições

Leia mais

DIRETRIZES CURRICULARES INFANTIL III, IV e V EDUCAÇÃO FÍSICA

DIRETRIZES CURRICULARES INFANTIL III, IV e V EDUCAÇÃO FÍSICA CENTRO EDUCACIONAL CHARLES DARWIN ENSINO INFANTIL 2015 DIRETRIZES CURRICULARES INFANTIL III, IV e V EDUCAÇÃO FÍSICA OBJETIVOS GERAIS Favorecer o desenvolvimento corporal e mental harmônicos, a melhoria

Leia mais

Psicoacústica. S = k. I / I. S = k. log I. Onde S é a sensação, I a intensidade do estímulo e k uma constante.

Psicoacústica. S = k. I / I. S = k. log I. Onde S é a sensação, I a intensidade do estímulo e k uma constante. 41 Capítulo 5 Psicoacústica A Psicoacústica estuda as sensações auditivas para estímulos sonoros. Trata dos limiares auditivos, limiares de dor, percepção da intensidade de da freqüência do som, mascaramento,

Leia mais

Pontifícia Universidade Católica Psicologia Jurídica AS FUNÇÕES MENTAIS SUPERIORES

Pontifícia Universidade Católica Psicologia Jurídica AS FUNÇÕES MENTAIS SUPERIORES Pontifícia Universidade Católica Psicologia Jurídica AS FUNÇÕES MENTAIS SUPERIORES REALIDADE Realidade psíquica elaborada pelo indivíduo a partir dos conteúdos armazenados na mente As vezes, usamos nossa

Leia mais

CVRPS14WI. Sistema de Sensor com Sobreposição Gráfica. Manual de Instalação e Operação

CVRPS14WI. Sistema de Sensor com Sobreposição Gráfica. Manual de Instalação e Operação CVRPS14WI Sistema de Sensor com Sobreposição Gráfica Manual de Instalação e Operação Índice: Manual de Instalação...Página x até x Manual de Operação...Página x até x Lista de Hardware: Módulo PDC Módulo

Leia mais

É POSSÍVEL MEDIR A OCUPAÇÃO EFICIENTE DO ESPECTRO?

É POSSÍVEL MEDIR A OCUPAÇÃO EFICIENTE DO ESPECTRO? A OCUPAÇÃO DE ESPECTRO, O COMPARTILHAMENTO E OUTRAS QUESTÕES CONCEITUAIS É POSSÍVEL MEDIR A OCUPAÇÃO EFICIENTE DO ESPECTRO? SUPERINTENDÊNCIA DE OUTORGA E RECURSOS À PRESTAÇÃO 43º ENCONTRO TELE.SÍNTESE

Leia mais

Aluno(a): Nº. Professor: Fabrízio Gentil Série: 2 o ano Disciplina: Física - Óptica geométrica. Mecanismos do Eclipse

Aluno(a): Nº. Professor: Fabrízio Gentil Série: 2 o ano Disciplina: Física - Óptica geométrica. Mecanismos do Eclipse Lista de Exercícios Pré Universitário Uni-Anhanguera Aluno(a): Nº. Professor: Fabrízio Gentil Série: 2 o ano Disciplina: Física - Óptica geométrica 01 - (PUC RJ) A uma certa hora da manhã, a inclinação

Leia mais

if I T N E S S E Q U I P M E N T

if I T N E S S E Q U I P M E N T if I T N E S S E Q U I P M E N T r 25 r 25 r 35 DISPENSA LUBRIFICAÇÃO DISPENSA LUBRIFICAÇÃO DISPENSA LUBRIFICAÇÃO Cinta torácica não acompanha os equipamentos. Módulo Painel: Funções independentes (Velocidade,

Leia mais

RUCA Avaliação da Rede em Malha do Projeto Um Computador por Aluno

RUCA Avaliação da Rede em Malha do Projeto Um Computador por Aluno RUCA Avaliação da Rede em Malha do Projeto Um Computador por Aluno Plano de Testes da Universidade Federal Fluminense Débora Christina Muchaluat Saade Célio Vinicius Neves de Albuquerque Luiz Claudio Schara

Leia mais

Cole o cartaz em uma parede vazia, sem janelas, a aproximadamente 1,5 metro do chão.

Cole o cartaz em uma parede vazia, sem janelas, a aproximadamente 1,5 metro do chão. Texto de apoio ao curso de Especialização Atividade física adaptada e saúde Prof. Dr. Luzimar Teixeira Descubra como está a sua visão por conta própria. Este teste não substitui o exame completo de visão

Leia mais

Física. a) As intensidades da figura foram obtidas a uma distância r = 10 m da rodovia. Considere que a intensidade. do ruído sonoro é dada por I =

Física. a) As intensidades da figura foram obtidas a uma distância r = 10 m da rodovia. Considere que a intensidade. do ruído sonoro é dada por I = Física Revisão Prova bimestral 3 os anos Julio jun/11 Nome: Nº: Turma: 1. (Unicamp) O ruído sonoro nas proximidades de rodovias resulta, predominantemente, da compressão do ar pelos pneus de veículos que

Leia mais

O Dimensionamento do Centro de Produção

O Dimensionamento do Centro de Produção O Dimensionamento do Centro de Produção (posto de trabalho) Antropometria estática - refere-se a medidas gerais de segmentos corporais, estando o indivíduo em posição estática; Antropometria dinâmica refere-se

Leia mais

Entrada SENSEcb-ET Emissores de bilhetes

Entrada SENSEcb-ET Emissores de bilhetes DESCRIÇÃO GERAL?A máquina de entrada SENSE-ET CB foi desenvolvida pela engenharia da Equinsa Parking como uma unidade de controlo de acessos a áreas de estacionamento. Permite indistintamente o registo

Leia mais

Nome: Turma: Data: / /

Nome: Turma: Data: / / ATIVIDADE DE LABORATÓRIO Nome: Turma: Data: / / INTRODUÇÃO Medir distâncias no Universo Medir distâncias a objetos astronômicos é um problema fundamental em Astronomia e um grande desafio aos astrônomos.

Leia mais

TELA DE ACUIDADE VISUAL. TA-LCD Manual do Usuário - 1 -

TELA DE ACUIDADE VISUAL. TA-LCD Manual do Usuário - 1 - TELA DE ACUIDADE VISUAL TA-LCD Manual do Usuário - 1 - Índice 1. A EYETEC... - 4-2. CARACTERÍSTICAS GERAIS... - 5-2.1. Introdução... - 5-2.2. Itens Fornecidos... - 5-2.3. Especificações... - 6-3. LEIA

Leia mais

Manual de Instruções Termoanemômetro de Fio Quente

Manual de Instruções Termoanemômetro de Fio Quente Universidade Federal de Santa Catarina Centro Tecnológico Departamento de Engenharia Civil Laboratório de Eficiência Energética em Edificações www.labeee.ufsc.br Bolsista: Isis Soares Pereira do Nascimento

Leia mais

MEDIDAS E INCERTEZAS

MEDIDAS E INCERTEZAS MEDIDAS E INCERTEZAS O Que é Medição? É um processo empírico que objetiva a designação de números a propriedades de objetos ou a eventos do mundo real de forma a descrevêlos quantitativamente. Outra forma

Leia mais

3.3 A criança com dificuldades em aprender

3.3 A criança com dificuldades em aprender Páginas para pais: Problemas na criança e no adolescente 3.3 A criança com dificuldades em aprender Introdução A aprendizagem escolar é uma área importante da vida da criança e os pais naturalmente preocupam-se

Leia mais

Manual do Usuário Sistema de Acuidade Visual Digital

Manual do Usuário Sistema de Acuidade Visual Digital Manual do Usuário Sistema de Acuidade Visual Digital Página 1 de 16 Índice DonD - Sistema para Teste de Acuidade Visual...3 Componentes do Produto...4 Instalação...5 Abrindo o sistema do DonD...5 Configuração...6

Leia mais

APRESENTAÇÃO... 3 IGEO... 3 ACESSO AO SISTEMA... 4 MANUAL DO USUÁRIO... 4 FUNCIONALIDADES... 5 NAVEGAÇÃO E CONSULTA... 5 MANIPULAÇÃO DE CAMADAS...

APRESENTAÇÃO... 3 IGEO... 3 ACESSO AO SISTEMA... 4 MANUAL DO USUÁRIO... 4 FUNCIONALIDADES... 5 NAVEGAÇÃO E CONSULTA... 5 MANIPULAÇÃO DE CAMADAS... Sumário APRESENTAÇÃO... 3 IGEO... 3 FUNCIONALIDADES COMUNS AOS USUÁRIOS E ADMINISTRADOR ACESSO AO SISTEMA... 4 ACESSANDO O SISTEMA VIA WEB... 4 MANUAL DO USUÁRIO... 4 FUNCIONALIDADES... 5 NAVEGAÇÃO E CONSULTA...

Leia mais

SEL 5895 Introdução ao Processamento Digital de Imagens. Aula 1 - Introdução. Prof. Dr. Marcelo Andrade da Costa Vieira

SEL 5895 Introdução ao Processamento Digital de Imagens. Aula 1 - Introdução. Prof. Dr. Marcelo Andrade da Costa Vieira SEL 5895 Introdução ao Processamento Digital de Imagens Aula 1 - Introdução Prof. Dr. Marcelo Andrade da Costa Vieira mvieira@sc.usp.br EESC/USP PROCESSAMENTO DE IMAGENS O QUE É? Processar uma imagem significa

Leia mais

CET em Telecomunicações e Redes Telecomunicações. Lab 13 Antenas

CET em Telecomunicações e Redes Telecomunicações. Lab 13 Antenas CET em e Redes Objectivos Familiarização com o conceito de atenuação em espaço livre entre o transmissor e o receptor; variação do campo radiado com a distância; razão entre a directividade e ganho de

Leia mais

Interfaces Pessoa. Avaliação III. Máquina. Cap. 9 - Avaliação

Interfaces Pessoa. Avaliação III. Máquina. Cap. 9 - Avaliação Interfaces Pessoa Máquina Avaliação III Cap. 9 - Avaliação 11 Melhor e Pior? Melhor e Pior? Resumo Aula Anterior Avaliadores 3 a 5 avaliadores (normal) Graus de Severidade 5 graus (0 a 4) Fases da Avaliação

Leia mais

Plano de Trabalho Docente Ensino Técnico

Plano de Trabalho Docente Ensino Técnico Plano de Trabalho Docente 2014 Ensino Técnico Etec Etec: Dr. José Luiz Viana Coutinho Código: 073 Município: Jales Eixo Tecnológico: Gestão e Negócios Habilitação Profissional: Qualificação Técnica de

Leia mais

POWERPOINT O PowerPoint é um software de apresentação multimídia. As apresentações elaboradas por ele, podem ser diretamente exibidas no monitor de vídeo de um computador ou projetadas através de dispositivos

Leia mais

Título do Slide Máximo de 2 linhas

Título do Slide Máximo de 2 linhas Título do Slide 13ª Seminário Internacional de Gerenciamento de Projetos Gerenciamento de Projetos Aplicado a Automação Industrial Nelson Chimentão Júnior 09/17/2013 Título Automação do Slide Aplicada

Leia mais

ADITIVO 03 AO EDITAL DE CONCURSO PÚBLICO N 001/2014

ADITIVO 03 AO EDITAL DE CONCURSO PÚBLICO N 001/2014 ADITIVO 03 AO EDITAL DE CONCURSO PÚBLICO N 001/2014 O Prefeito Municipal de Piranga MG, faz saber que fica alterado o Edital de Concurso Público da seguinte forma: Fica acrescentado ao Edital 01/2014 a

Leia mais

Medir-Medindo 1 com o Ludo, o sonhador Os Primeiros Passos na Geometria com o Geoplano

Medir-Medindo 1 com o Ludo, o sonhador Os Primeiros Passos na Geometria com o Geoplano O Educador/Professor coloca como desafio a - Desenvolver a motricidade fina; criação no Geoplano de figuras com três lados. - Dossier - Desenvolver a concentração, a De seguida solicita às crianças que

Leia mais

ELEVADORES EFICIENTES

ELEVADORES EFICIENTES - - - ELEVADORES EFICIENTES As características principais dos elevadores LP-0463BE (LP- 0401BE): 1. É usado um motor de velocidade com regulador de frequência. Esta solução garante que durante a aceleração

Leia mais

SISTEMA DE APLICAÇÃO DE CARGAS CÍCLICAS PARA ESTUDO DO COMPORTAMENTO DA VIA-FÉRREA

SISTEMA DE APLICAÇÃO DE CARGAS CÍCLICAS PARA ESTUDO DO COMPORTAMENTO DA VIA-FÉRREA SISTEMA DE APLICAÇÃO DE CARGAS CÍCLICAS PARA ESTUDO DO COMPORTAMENTO DA VIA-FÉRREA Carlos Almeida Santos André Paixão Eduardo Fortunato Paulo Gil de Morais Enquadramento Pressão crescente tendo em vista

Leia mais

MATEMÁTICA 5º ANO UNIDADE 1. 1 NÚMEROS, PROBLEMAS E SOLUÇÕES Sistema de numeração Operações com números grandes

MATEMÁTICA 5º ANO UNIDADE 1. 1 NÚMEROS, PROBLEMAS E SOLUÇÕES Sistema de numeração Operações com números grandes MATEMÁTICA 5º ANO UNIDADE 1 CAPÍTULOS 1 NÚMEROS, PROBLEMAS E SOLUÇÕES Sistema de numeração Operações com números grandes 2 IMAGENS E FORMAS Ângulos Ponto, retas e planos Polígono Diferenciar o significado

Leia mais

ERGONOMIA Notas de Aula-Graduação

ERGONOMIA Notas de Aula-Graduação ERGONOMIA Notas de Aula-Graduação Análise Ergonômica do Produto Critérios: Bases Conceituais e Funções do Produto Mario S. Ferreira Abril, 2012 HOMEM X MEIO DE PRODUÇÃO X MODO DE PRODUÇÃO AMBIENTE DE TRABALHO

Leia mais

Capítulo III Processamento de Imagem

Capítulo III Processamento de Imagem Capítulo III Processamento de Imagem Proc. Sinal e Imagem Mestrado em Informática Médica Miguel Tavares Coimbra Resumo 1. Manipulação ponto a ponto 2. Filtros espaciais 3. Extracção de estruturas geométricas

Leia mais

Modos Normais de Vibração. Ressonância num Tubo Fechado

Modos Normais de Vibração. Ressonância num Tubo Fechado Modos Normais de Vibração. Ressonância num Tubo Fechado Prof. Niels Fontes Lima Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia da Bahia Determinação da resposta de um tubo fechado em ambas extremidades

Leia mais

UNICAP Universidade Católica de Pernambuco Laboratório de Topografia de UNICAP LABTOP Topografia 1. Escalas

UNICAP Universidade Católica de Pernambuco Laboratório de Topografia de UNICAP LABTOP Topografia 1. Escalas UNICAP Universidade Católica de Pernambuco Laboratório de Topografia de UNICAP LABTOP Topografia 1 Escalas Recife, 2014 Definição de Escala É a relação matemática constante entre o comprimento de uma linha

Leia mais

Administração Central Unidade de Ensino Médio e Técnico - CETEC. Ensino Técnico ETEC ETEC PAULINO BOTELHO

Administração Central Unidade de Ensino Médio e Técnico - CETEC. Ensino Técnico ETEC ETEC PAULINO BOTELHO Plano de Trabalho Docente 2013 Ensino Técnico ETEC ETEC PAULINO BOTELHO Código: 091 Município: São Carlos Eixo Tecnológico: Informação e Comunicação Habilitação Profissional: Técnico em Informática Qualificação:

Leia mais

MAURO CORRÊA DE ALBUQUERQUE 1,4 ; FRANASSIS BARBOSA DE OLIVEIRA 2,4 ; ALANA PARREIRA COSTA 3,4. GOIÂNIA, UEG.

MAURO CORRÊA DE ALBUQUERQUE 1,4 ; FRANASSIS BARBOSA DE OLIVEIRA 2,4 ; ALANA PARREIRA COSTA 3,4. GOIÂNIA, UEG. RESULTADOS INICIAIS DA IMPLANTAÇÃO DE UM LABORATÓRIO DE MOBILIDADE OCULAR EXTRÍNSECA ORTÓPTICA PARA CAPACITAÇÃO E ATUAÇÃO NA ÁREA DE FISIOTERAPIA OCULAR NA CLÍNICA ESCOLA DA ESEFFEGO EM GOIÂNIA, GOIÁS,

Leia mais

ESCOLA SECUNDÁRIA C/ 3º CICLO DA LOUSÃ

ESCOLA SECUNDÁRIA C/ 3º CICLO DA LOUSÃ 1 ESCOLA SECUNDÁRIA C/ 3º CICLO DA LOUSÃ Objectivo Ser capaz de realizar uma corrida com barreiras - ritmada em velocidade máxima. Princípios a considerar Um barreirista é também um velocista Correr rápido

Leia mais

thereiny Manual do Usuário ThereMy

thereiny Manual do Usuário ThereMy thereiny Manual do Usuário ThereMy CONSERVAÇÃO Madeira Recomenda-se aplicar lustra-móveis e dar brilho com um pano seco. Painel Utilizar álcool gel, porém nunca utilizar álcool líquido, pois poderá manchar

Leia mais

A Importância da Ergonomia nas Relações de Trabalho

A Importância da Ergonomia nas Relações de Trabalho A Importância da Ergonomia nas Relações de Trabalho Jaques Sherique Eng. Mecânico e de Segurança do Trabalho 2º vice-presidente do CREA-RJ Secretário da SOBES Presidente da ABPA-SP sherique@gbl.com.br

Leia mais

Aplicação de jogos e simuladores como instrumentos para educação e segurança no trânsito

Aplicação de jogos e simuladores como instrumentos para educação e segurança no trânsito XIII Ciclo de Palestras sobre Novas Tecnologias na Educação Aplicação de jogos e simuladores como instrumentos para educação e segurança no trânsito Amanda B. Balbinot Maria Isabel Timm Milton Antônio

Leia mais

Recrutamento e Seleção com Foco em Competências

Recrutamento e Seleção com Foco em Competências MMA em Vendas - Módulo 09 - Recrutamento e Seleção PROF.: ALEXANDRE HENRIQUE SOUZA 1 Recrutamento e Seleção com Foco em Competências O que é Recrutamento? Recrutamento e Seleção com Foco em Competências

Leia mais

O BMC Remedy ITSM Suite é um conjunto de aplicações criadas pela BMC Software sobre a plataforma Remedy ARS. Essas aplicações foram desenvolvidas de

O BMC Remedy ITSM Suite é um conjunto de aplicações criadas pela BMC Software sobre a plataforma Remedy ARS. Essas aplicações foram desenvolvidas de 1 2 Sobre a Ferramenta: O BMC Remedy ARS (Action Request System) é um servidor de aplicações desenvolvido inicialmente pela Remedy Corp e adquirido pela BMC Software em 2002. Basicamente, tratase de um

Leia mais

INSTITUTO SUPERIOR DE AGRONOMIA UC Física I ( ) FICHA DE TRABALHO PRÁTICO Nº 5 Máquina de Atwood OBJECTIVO

INSTITUTO SUPERIOR DE AGRONOMIA UC Física I ( ) FICHA DE TRABALHO PRÁTICO Nº 5 Máquina de Atwood OBJECTIVO INSTITUTO SUPERIOR DE AGRONOMIA UC Física I (2015-2006) FICHA DE TRABALHO PRÁTICO Nº 5 Máquina de Atwood OBJECTIVO Analisar a 2ª lei de Newton, aplicada a um sistema de 2 massas ligadas por um fio que

Leia mais

Acesso de Pessoas com Deficiência ao Ensino Superior

Acesso de Pessoas com Deficiência ao Ensino Superior Acesso de Pessoas com Deficiência ao Ensino Superior Lei 13146 Estatuto da Pessoa com Deficiência (PcD) Estabelece a prioridade, o atendimento e os direitos. Os artigos 27 e 28 garantem o direito à educação.

Leia mais

Plano de Trabalho Docente Ensino Técnico

Plano de Trabalho Docente Ensino Técnico Plano de Trabalho Docente 2014 Ensino Técnico Etec Professora Nair Luccas Ribeiro Código: 156 Município: Teodoro Sampaio Eixo Tecnológico: Gestão e Negócios Habilitação Profissional: Técnico em Administração

Leia mais

DL Manual de Operação.

DL Manual de Operação. DL-3500 Manual de Operação Agradecemos por ter adquirido este produto Leia o manual por completo antes de utilizar o produto Guarde este manual para futuras referências www.dlock.com.br DL-3500 Manual

Leia mais

SP173 Bluetooth SoundBar sistema de som multifuncional

SP173 Bluetooth SoundBar sistema de som multifuncional SP173 Bluetooth SoundBar sistema de som multifuncional Painel frontal do subwoofer 1. Ligar e desligar 2. Aumentar volume 3. Diminuir volume 4. Menu de funções Painel traseiro do subwoofer 1. Entrada auxiliar

Leia mais

Informação Prova de Equivalência à Frequência Agrupamento de Escolas de ANTÓNIO NOBRE DISCIPLINA: EDUCAÇÃO FÍSICA CÓDIGO DA PROVA:28

Informação Prova de Equivalência à Frequência Agrupamento de Escolas de ANTÓNIO NOBRE DISCIPLINA: EDUCAÇÃO FÍSICA CÓDIGO DA PROVA:28 DISCIPLINA: EDUCAÇÃO FÍSICA CICLO: 2º CÓDIGO DA PROVA:28 ANO DE ESCOLARIDADE:6º Introdução O presente documento visa divulgar as características da prova de exame de equivalência à frequência da disciplina

Leia mais

Para uma análise do livro didático de química proposto pela SEED, por meio de processos cognitivistas, primeiro faremos um pequeno exercício.

Para uma análise do livro didático de química proposto pela SEED, por meio de processos cognitivistas, primeiro faremos um pequeno exercício. Para uma análise do livro didático de química proposto pela SEED, por meio de processos cognitivistas, primeiro faremos um pequeno exercício. A CLASSIFICAÇÃO DOS OBJETIVOS EDUCACIONAIS Seu estudo é de

Leia mais

PARABÉNS! APRESENTAÇÃO FUNCIONAMENTO Unidade Transmissora (membrana fixada no volante): Unidade Receptora:

PARABÉNS! APRESENTAÇÃO FUNCIONAMENTO Unidade Transmissora (membrana fixada no volante): Unidade Receptora: MANUAL DO USUÁRIO PARABÉNS! Você acaba de adquirir um produto com a qualidade JFA Eletrônicos, o qual foi desenvolvido com tecnologia avançada e design exclusivo. Leia atentamente as instruções de instalação

Leia mais

Aprender no laboratório

Aprender no laboratório Aprender no laboratório A Ciência é hoje em dia um vasto conjunto de conhecimentos, sobre os quais temos mais ou menos certeza de que sejam verdadeiros. Os cientistas estão habituados a lidar com a ignorância,

Leia mais

Representação de cores. Computação Gráfica Cores. O que é luz. Distribuição espectral da iluminação 11/12/12

Representação de cores. Computação Gráfica Cores. O que é luz. Distribuição espectral da iluminação 11/12/12 Representação de cores Computação Gráfica Cores Renato Ferreira Tratados de maneira geral como triplas RGB Um parâmetro alpha opcional Quase todas operações separadas por componente Mas usualmente tratadas

Leia mais

(") ; b) ρ b1b2 = 0,5; ρ b1b3 = 0,5; ρ b1b4 = 0

() ; b) ρ b1b2 = 0,5; ρ b1b3 = 0,5; ρ b1b4 = 0 GA PROJETO E ANÁLISE E REES GEOÉSICAS EXERCÍCIOS ) Estimar a precisão do perímetro e da área de uma circunferência, e do volume de uma esfera, cujo raio (R) pode ser medido com as seguintes características:

Leia mais

MICROSCÓPIO PARA OPERAÇÃO

MICROSCÓPIO PARA OPERAÇÃO MICROSCÓPIO PARA OPERAÇÃO Um conceito inovador que oferece observação ótima e operação versátil Os seguintes recursos únicos estão incorporados no novo Microscópio para Operação OMS-90: Nova Iluminação

Leia mais

Trânsito Forças e Movimento : Lei fundamental da dinâmica NOME: Nº TURMA: DATA: / /2009

Trânsito Forças e Movimento : Lei fundamental da dinâmica NOME: Nº TURMA: DATA: / /2009 Objectivo O objectivo desta actividade é verificar o que acontece com a aceleração de um corpo quando a resultante da força aplicada no corpo permanece constante, mas a massa do sistema é alterado. Questões

Leia mais

1 SEMELHANÇA DE TRIÂNGULOS

1 SEMELHANÇA DE TRIÂNGULOS Matemática 2 Pedro Paulo GEOMETRIA PLANA XII 1 SEMELHANÇA DE TRIÂNGULOS Dois triângulos são semelhantes quando possuem os lados respectivamente proporcionais, como está ilustrado na figura abaixo: Figura

Leia mais

Aluno(a): nº: Turma: Data: / /2016. Matéria: Física

Aluno(a): nº: Turma: Data: / /2016. Matéria: Física Aluno(a): nº: Turma: Nota Ano: 2º Ano EM Data: / /2016 Trabalho Recuperação Professor(a): Clayton Matéria: Física VALOR: 15,0 1-Sabe-se que a densidade da água é 1g/cm 3. A tabela abaixo fornece as massas

Leia mais

FICHA TÉCNICA GESTWARE STOCKS

FICHA TÉCNICA GESTWARE STOCKS FICHA TÉCNICA GESTWARE STOCKS Todos os dados relativos aos Stocks podem ser obtidos autonomamente ou por integração automática a partir do Gestware Vendas e Compras. Destacamos aqui algumas das suas principais

Leia mais

Os seres humanos percebem as cores em alguns comprimentos de onda específicos.

Os seres humanos percebem as cores em alguns comprimentos de onda específicos. Os seres humanos percebem as cores em alguns comprimentos de onda específicos. Comprimento de Onda Transmissão Ondas curtas FM Televisão Radar Infravermelho Luz Visível Ultravioleta Raios-X Raios-γ Vermelho

Leia mais

Programa de Redução do Ruído Ambiental e Proteção Auditiva

Programa de Redução do Ruído Ambiental e Proteção Auditiva 88 Capítulo 11 Programa de Redução do Ruído Ambiental e Proteção Auditiva Este capítulo tem como objetivo ser um guia técnico de análise dos problemas de ruído em um ambiente de trabalho, e as principais

Leia mais

SUMÁRIO 1. APRESENTAÇÃO FUNCIONALIDADES COMUNS AOS USUÁRIOS... 3

SUMÁRIO 1. APRESENTAÇÃO FUNCIONALIDADES COMUNS AOS USUÁRIOS... 3 1 2 SUMÁRIO 1. APRESENTAÇÃO... 3 2. FUNCIONALIDADES COMUNS AOS USUÁRIOS... 3 2.1 ACESSO AO SISTEMA... 3 2.1.1 ACESSANDO O SISTEMA VIA WEB... 3 2.1.2 MANUAL DO USUÁRIO... 5 2.2 FUNCIONALIDADES... 5 2.2.1

Leia mais

A quem se destina. Principais Benefícios. Empresas que pretendam reduzir os seus consumos energéticos localização: Norte Centro

A quem se destina. Principais Benefícios. Empresas que pretendam reduzir os seus consumos energéticos localização: Norte Centro FORMAÇÃO FORMAÇÃO A quem se destina Empresas que pretendam reduzir os seus consumos energéticos localização: Norte Centro Principais Benefícios Conhecimento do perfil energético da empresa; Verificação

Leia mais

SEGUNDA LEI DE NEWTON

SEGUNDA LEI DE NEWTON Experimento 2 SEGUNDA LEI DE NEWTON Objetivo Introdução Verificar a Segunda Lei de Newton a partir da análise do movimento de translação de um corpo sobre um plano horizontal variando-se a força resultante,

Leia mais

OS ÓRGÃOS DOS SENTIDOS

OS ÓRGÃOS DOS SENTIDOS OS SENTIDOS OS ÓRGÃOS DOS SENTIDOS As terminações sensitivas do sistema nervoso periférico são encontradas nos órgãos dos sentidos: pele, ouvido, olhos, língua e fossas nasais. IMPORTÂNCIA DOS SENTIDOS

Leia mais

Relatório do teste de habilidade

Relatório do teste de habilidade Relatório do teste de habilidade Data: 22 junho 2010 Relatório do teste de habilidade Esse Relatório do teste de habilidade fornece as pontuações dos Testes de habilidade "Verify" do Sr. Exemplo. Se esses

Leia mais

APRESENTAÇÃO TRIMBLE S3. Conheça a eficiência e a sofisticação da TRIMBLE S3

APRESENTAÇÃO TRIMBLE S3. Conheça a eficiência e a sofisticação da TRIMBLE S3 Conheça a eficiência e a sofisticação da TRIMBLE S3 Disponível nos modos: Servo: Autolock: Robótica: Servo: -Estação Total com motores servos assistidos que realizam movimentos do círculo horizontal e

Leia mais

Planejamento e Desempenho de Custos. Disciplina: Gerenciamento de Projetos Docente: Cristina Almeida

Planejamento e Desempenho de Custos. Disciplina: Gerenciamento de Projetos Docente: Cristina Almeida Planejamento e Desempenho de Custos Disciplina: Gerenciamento de Projetos Docente: Cristina Almeida O que é um orçamento? É o planejamento financeiro para um determinado projeto. Objetivo da aula: apresentar

Leia mais

TUTORIAL. Projetos utilizando o Assistente para Dialux Lighting

TUTORIAL. Projetos utilizando o Assistente para Dialux Lighting TUTORIAL Projetos utilizando o Assistente para Dialux Lighting Introdução O Dialux é uma poderosa ferramenta para simulação de projetos luminotécnicos e, para que o usuário possa explorar as inúmeras funções

Leia mais

MEDIÇÃO EM QUÍMICA MEDIR. É comparar o valor de uma dada grandeza com outro predefinido, que se convencionou chamar unidade.

MEDIÇÃO EM QUÍMICA MEDIR. É comparar o valor de uma dada grandeza com outro predefinido, que se convencionou chamar unidade. MEDIR É comparar o valor de uma dada grandeza com outro predefinido, que se convencionou chamar unidade. Medir o comprimento de uma sala É verificar quantas vezes a sala é mais comprida do que a unidade

Leia mais

A.L.1.4 COLISÕES FÍSICA 12.ºANO BREVE INTRODUÇÃO

A.L.1.4 COLISÕES FÍSICA 12.ºANO BREVE INTRODUÇÃO A.L.1.4 COLISÕES FÍSICA 12.ºANO BREVE INTRODUÇÃO As colisões estão presentes no dia-a-dia e em todas as escalas espaciais: as estrelas e as galáxias podem chocar, assim como as partículas elementares nos

Leia mais

Nome: Turma: Data: / /

Nome: Turma: Data: / / ATIVIDADE DE LABORATÓRIO Nome: Turma: Data: / / Medir distâncias no Universo INTRODUÇÃO Medir distâncias a objetos astronômicos é um problema fundamental em Astronomia e um grande desafio aos astrônomos.

Leia mais

Guia de Projetos V1.00 R0.00 Setembro 2012

Guia de Projetos V1.00 R0.00 Setembro 2012 Guia de Projetos V1.00 R0.00 Setembro 2012 ibus - Guia de Projetos Este documento traz orientações gerais sobre o dimensionamento do sistema ibus. Importante: as orientações contidas neste documento não

Leia mais

Na sociedade moderna as as pessoas passam a maior parte do do tempo em ambientes iluminados artificialmente.

Na sociedade moderna as as pessoas passam a maior parte do do tempo em ambientes iluminados artificialmente. Boa iluminação aumenta a produtividade gera um ambiente mais prazeroso reduz os acidentes. AMBIENTE LUMÍNICO Na sociedade moderna as as pessoas passam a maior parte do do tempo em ambientes iluminados

Leia mais

Capítulo 6 Seleção de funcionários

Capítulo 6 Seleção de funcionários Capítulo 6 Seleção de funcionários slide 1 Objetivos de aprendizagem 1. Definir os conceitos básicos de testes, incluindo legitimidade e confiabilidade. 2. Discutir, pelo menos, quatro tipos básicos de

Leia mais

APLICAÇÃO DO SOFTWARE ELIPSE E3 NA LUMINAR TINTAS E VERNIZES LTDA.

APLICAÇÃO DO SOFTWARE ELIPSE E3 NA LUMINAR TINTAS E VERNIZES LTDA. APLICAÇÃO DO SOFTWARE ELIPSE E3 NA LUMINAR TINTAS E VERNIZES LTDA. Este case apresenta a aplicação da solução Elipse E3 para automatizar o controle da dosagem dos componentes utilizados no processo de

Leia mais

Manual de Instruções Trena Digital DUS 20 plus

Manual de Instruções Trena Digital DUS 20 plus Universidade Federal de Santa Catarina Centro Tecnológico Departamento de Engenharia Civil Laboratório de Eficiência Energética em Edificações www.labeee.ufsc.br Trena Digital DUS 20 plus Bolsista: Isis

Leia mais

Plano de Trabalho Docente Ensino Técnico

Plano de Trabalho Docente Ensino Técnico Plano de Trabalho Docente 2015 Ensino Técnico Etec Etec: Monsenhor Antônio Magliano Código: 088 Município: Garça Eixo Tecnológico: Controle e Processos Industriais Habilitação Profissional: Técnica de

Leia mais

Planificação Anual PAFD 10º D Ano Letivo Plano de Turma Curso Profissional de Técnico de Apoio à Gestão Desportiva

Planificação Anual PAFD 10º D Ano Letivo Plano de Turma Curso Profissional de Técnico de Apoio à Gestão Desportiva Calendarização Objetivos Conteúdos Avaliação PRÁTICAS DE ATIVIDADES FÍSICAS E DESPORTIVAS Módulo: Fisiologia do Esforço 1º, 2º e 3º períodos 1. Reconhecer o papel da fisiologia do esforço quando aplicada

Leia mais

Escola Secundária. tensão = número de divisões na escala vertical tensão/divisão. tensão = 4,2 10 mv = 42 mv

Escola Secundária. tensão = número de divisões na escala vertical tensão/divisão. tensão = 4,2 10 mv = 42 mv Grupo de Trabalho: Classificação Professor Numa empresa de telecomunicações investigam-se materiais e métodos inovadores para a comunicação. O sistema de segurança da empresa é bastante rígido. A empresa

Leia mais

, Felipe aumenta a velocidade de seu carro com aceleração constante; e, no instante t 2

, Felipe aumenta a velocidade de seu carro com aceleração constante; e, no instante t 2 PROVA DE FÍSICA QUESTÃO 09 Numa corrida, Rubens Barrichelo segue atrás de Felipe Massa, em um trecho da pista reto e plano Inicialmente, os dois carros movem-se com velocidade constante, de mesmos módulo,

Leia mais

SMART ASSET CONTROL SOLUTION OTIMIZANDO A UTILIZAÇÃO DE ATIVOS MÓVEIS PARA MELHORES RESULTADOS

SMART ASSET CONTROL SOLUTION OTIMIZANDO A UTILIZAÇÃO DE ATIVOS MÓVEIS PARA MELHORES RESULTADOS BROCHURE VENTURES SMART ASSET CONTROL SOLUTION OTIMIZANDO A UTILIZAÇÃO DE ATIVOS MÓVEIS PARA MELHORES RESULTADOS O DESAFIO DO CONTROLE DE EQUIPAMENTOS MÓVEIS Com o desafio econômico atual e a alta concorrência,

Leia mais