Dispositivos de Entrada e Saída

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Dispositivos de Entrada e Saída"

Transcrição

1 Dispositivos de Entrada e Saída Aula baseada no material do prof. Dr. Neil Paiva

2 Dispositivos de Entrada Teclado Scanner Tela Sensível ao Toque (e saída) Mouse Leitores de código de barras automação de escritório

3 Teclado

4 Teclado

5 Teclado

6 Teclado

7 Teclado Muito lento Datilografa 8 caracteres por segundo (CPS) Pessoa treinada 20 CPS Estudante universitário 40 CPS Vários modelos e padrões O padrão mais utilizado, QWERTY, foi criado no século passado com a preocupação de evitar que as hastes da máquina de escrever mecânica travassem.

8 Scanner Uma fonte de luz ilumina um pedaço de papel. Um motor movimenta a cabeça de varredura sob a página que captura a luz refletida das áreas individuais da página (1/14000 cm 2) A luz vinda da página é refletida por um sistema de espelhos Uma lente focaliza os raios de luz sobre diodos fotosensíveis que convertem a luz em corrente elétrica.

9 Tela Sensível ao Toque O dedo é utilizado para apontar opções na tela. Pode ser: Infravermelho cria uma rede de raios infravermelhos que são interrompidos pelo toque Pressão a tela é coberta por duas camadas de fios não visíveis. Uma pequena pressão aplicada provoca o contato.

10 Mouse

11 Mouse

12 Código de Barras Cada código possui doze dígitos Os seis primeiros é a identificação do fabricante Os outros identificam o produto 1 caracter 1 caracter lado esquerdo lado direito

13 Dispositivos de Saída A informação pode sair do sistema de quatro formas básicas: Texto, imagens, som, digital ou analógica Dispositivos de saída mais comuns Monitor de vídeo Impressora Modem

14 Impressoras São três os tipos principais de impressoras: Matriciais Laser Jato de tinta Critérios de Avaliação: Qualidade da imagem Velocidade Nível de ruído Custo da operação

15 Impressoras Matriciais Dentro do cabeçote há vários pinos que fazem pressão sobre a folha de papel com uma fita Atualmente utiliza-se impressoras com 24 pinos São barulhentas e possuem a mais baixa qualidade de impressão, são mais caras em termos de custo inicial em relação às jato de tinta, mas em termos de custo de operação são mais baratas Ideais para fazer várias cópias com carbono impacto das agulhas

16 Impressoras a Laser Possuem a melhor qualidade e são as mais silenciosas, porém são as mais caras O papel vindo da bandeja recebe uma carga de eletricidade estática quando passa por um cilindro magnético. Enquanto isso, o laser e um espelho rotativo projetam uma imagem no tambor rotativo, induzindo uma carga eletrostática no ponto atingido pela luz. Quando o tambor gira, o toner em pó contido em um cartucho adere às áreas eletricamente carregadas e é transferido para o papel. Finalmente, os cilindros quentes fixam permanentemente o toner no papel, que vai para a bandeja de saída.

17 Impressoras a Jato de Tinta A tinta é borrifada diretamente no papel através de 64 orifícios diminutos. Opção intermediária entre as matriciais e as laser

18 Impressoras

19 Impressoras

20 Impressoras

21 Monitor de Vídeo Num monitor monocromático existe um canhão que dispara um feixe de elétrons por meio de um enrolamento magnético que aponta o feixe para a parte da frente do monitor que é revestida de fósforo. O revestimento de fósforo é organizado em uma grade de pixels O canhão começa no canto superior esquerdo e varre uma linha, depois desce para a linha de baixo, a assim sucessivamente

22 Monitor RGB

23 Monitor de Vídeo - Qualidade A qualidade da imagem depende da resolução do monitor, designada pelos pixels, e pela controladora de vídeo Pixel Menor elemento de uma imagem A resolução é medida de duas formas: Quantidade de pixels por polegada Número de pixels na horizontal e na vertical

24 Monitor de Vídeo - Resolução Uma resolução de 640 x 200 significa 640 pixels por linha e 200 linhas na tela, resultando em pixels Padrão Horiz Vert CGA VGA SVGA XGA Pixels Milhares

25 Monitores de Vídeo - Tecnologia CRT (Tubos de Raios Catódicos) RGB Existem três canhões de elétrons: red, green e blue Composto Apenas um canhão como na televisão LCD (Liquid Cristal Display) Peso e tamanho reduzidos Baixo consumo de energia O de matriz ativa (luz de fundo de tela) possui maior visibilidade

26 Monitores de Vídeo

27 Monitores de Vídeo

28 Hologramas

29 Surface Holograma Teleconferência (Surface) Surface 1 Surface 2 (Futuro)

Informática Aplicada à Química. Hardware saída de dados

Informática Aplicada à Química. Hardware saída de dados Informática Aplicada à Química Hardware saída de dados Tecnologias de Saída de Dados Tecnologias de Saída de Dados 1ª Geração 2ª Geração 3ª Geração 4ª Geração 5ª Geração Cartões Perfurados Relatórios e

Leia mais

Organização de Computadores Dispositivos de saída, principais tecnologias (Monitor/Impressora) Professor: Francisco Ary

Organização de Computadores Dispositivos de saída, principais tecnologias (Monitor/Impressora) Professor: Francisco Ary Organização de Computadores Dispositivos de saída, principais tecnologias (Monitor/Impressora) Professor: Francisco Ary Introdução O dispositivo de saída mais utilizado por um computador é o dispositivo

Leia mais

Impressoras a laser 05/11/ IFRN - Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Norte

Impressoras a laser 05/11/ IFRN - Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Norte Impressoras a laser 05/11/2015 1 Impressoras a laser As impressoras a laser também fazem parte da categoria de não impacto e são muito utilizadas no ambiente corporativo, já que oferecem impressões de

Leia mais

Periféricos. Periféricos. Periféricos. Periféricos. Periféricos. Prof. Vágner - Disciplina de ADE (1ºSemestre de 2008) Referência - AULA 04 1

Periféricos. Periféricos. Periféricos. Periféricos. Periféricos. Prof. Vágner - Disciplina de ADE (1ºSemestre de 2008) Referência - AULA 04 1 Periférico de entrada mais comum Permite entrada de textos TECLADO Tipos: Interação,Padrão, Multimídia Conexões com Fio: Din, PS2 (Mini Din) e USB; Conexões sem Fio: Bluetooth e Infravermelho. 1 2 TECLADO

Leia mais

Curso Técnico em Administração

Curso Técnico em Administração COLÉGIO EST. JOÃO MANOEL MONDRONE - ENS. FUNDAMENTAL, MÉDIO, PROFISSIONAL E NORMAL Rua Mato Grosso n.2233 - Fone/Fax (045) 3264-1749-3264-1507 Curso Técnico em Administração Disciplina: Informática Instrumental

Leia mais

Conceitos Básicos de Informática

Conceitos Básicos de Informática Conceitos Básicos de Informática Estamos vivendo a era da Informática e, há algumas décadas, todas as tecnologias giram em torno do uso de microcomputadores. Essa realidade modificou tanto a forma de aquisição,

Leia mais

Sistemas de Computação Hardware. Sistema Central Periféricos

Sistemas de Computação Hardware. Sistema Central Periféricos Introdução à Informática Sistemas de Computação Hardware Sistema Central Periféricos 2 Hardware Parte física do sistema de computação Geralmente não é reconfigurável Software Parte lógica do sistema de

Leia mais

Introdução e Windows. Instrutor: Antonio Fernando de Oliveira

Introdução e Windows. Instrutor: Antonio Fernando de Oliveira Introdução e Windows : Antonio Fernando de Oliveira antonio@nce.ufrj.br Informação e Tratamento Uma informação pode ser: Notícia Conhecimento Comunicação Esclarecimento Tratamentos da informação:: Receber

Leia mais

LIC. Organização e Estrutura Básica Computacional. Prof. Marcelo Costa Oliveira 2006, Marcelo Costa oliveira

LIC. Organização e Estrutura Básica Computacional. Prof. Marcelo Costa Oliveira 2006, Marcelo Costa oliveira LIC Organização e Estrutura Básica Computacional Prof. Marcelo Costa Oliveira licufal@gmail.com História 1946 Inventado o 1º computador eletrônico de grande porte ENIAC Universidade da Pensilvania: 18.000

Leia mais

Dispositivos e Periféricos de Computador

Dispositivos e Periféricos de Computador Dispositivos e Periféricos de Computador Impressoras O resultado é um conjunto de pontos (como os píxeis nos ecrãs) Pontos vs. píxeis 300-2400 dpi vs. 70-100 píxeis por polegada Os pontos estão on ou off,

Leia mais

Papel; Metal; Plástico; Outros.

Papel; Metal; Plástico; Outros. Impressoras A impressora é um periférico de saída de informação e sua função é transferir a saída de informação de um computador para um substrato, que pode ser: Papel; Metal; Plástico; Outros. Essa transferência

Leia mais

ANEXO AO COMUNICADO: LISTA DE PRODUTOS DA INDÚSTRIA DE PROCESSAMENTO ELETRÔNICO DE DADOS ICMS.

ANEXO AO COMUNICADO: LISTA DE PRODUTOS DA INDÚSTRIA DE PROCESSAMENTO ELETRÔNICO DE DADOS ICMS. ANEXO AO COMUNICADO: LISTA DE PRODUTOS DA INDÚSTRIA DE PROCESSAMENTO ELETRÔNICO DE DADOS ICMS. Abrangência: indústria de processamento eletrônico de dados, inclusive de produtos fabricados de acordo com

Leia mais

Monitores. Tipos de conexões:

Monitores. Tipos de conexões: Monitores 1-Conexões O primeiro passo para que as informações de um computador irem para uma tela. O processo todo começa quando um sinal de vídeo é enviado para o aparelho. Ele chega até ele por meio

Leia mais

Um computador típico possui portas de vários tamanhos e formas, mas normalmente apenas permitem um tipo de ligação.

Um computador típico possui portas de vários tamanhos e formas, mas normalmente apenas permitem um tipo de ligação. Notas de Aula Introdução a Sistemas Operacionais Portas de um PC Um computador típico possui portas de vários tamanhos e formas, mas normalmente apenas permitem um tipo de ligação. Estas portas podem ser

Leia mais

Teste: Verificar se os cabos da fonte de alimentaçaõ estao corretamente ligados

Teste: Verificar se os cabos da fonte de alimentaçaõ estao corretamente ligados 1. Sintoma: Computador não liga Teste: Verificar se os cabos da fonte de alimentaçaõ estao corretamente ligados Problema: Cabos mal ligados Soluçao: Colocar cabos corretamente Sintoma: Computador não liga

Leia mais

Hardware. Objetivos do Capítulo

Hardware. Objetivos do Capítulo Objetivos do Capítulo Identificar os principais tipos, tendências e usos de microcomputadores, computadores de médio porte e mainframes. Caracterizar as principais tecnologias e usos de periféricos de

Leia mais

Dispositivos de entrada, saída, entrada e saída

Dispositivos de entrada, saída, entrada e saída Dispositivos de entrada, saída, entrada e saída Classificação dos dispositivos (ou periféricos) ricos) Entrada Teclado Rato, touchpad, pointing device, track ball Scanner Câmaras digitais (fotográficas

Leia mais

LCDs Inteligentes. LCD Inteligente. Gabriel Kovalhuk DAELN / UTFPR

LCDs Inteligentes. LCD Inteligente. Gabriel Kovalhuk DAELN / UTFPR LCD Inteligente LCD Display de Cristal Líquido; Dispositivo de saída, usado para mostrar informações do sistema; Os LCDs inteligentes possuem um controlador, que recebe as informações do sistema, processa

Leia mais

Prof. Daniel Gondim danielgondimm@gmail.com. Informática

Prof. Daniel Gondim danielgondimm@gmail.com. Informática Prof. Daniel Gondim danielgondimm@gmail.com Informática Componentes de um SC Entrada e Saída Entrada e saída visão do usuário Usuários submetem dados (entrada) ao computador para obter informação (saída)

Leia mais

Montagem e Manutenção de Computadores

Montagem e Manutenção de Computadores Montagem e Manutenção de Computadores Organização dos Computadores Aula de 04/03/2016 Professor Alessandro Carneiro Introdução Um computador consiste de vários dispositivos referidos como hardware: o teclado,

Leia mais

Mídias Discretas. Introdução à Ciência da Informação

Mídias Discretas. Introdução à Ciência da Informação Mídias Discretas Introdução à Ciência da Informação Mídias Discretas Mídias discretas (estáticas) Texto Gráficos e Imagens Estáticas Caracteres são convertidos para uma representação com um número fixo

Leia mais

As imagens. Representação digital de imagens. P rocessamento da imagem

As imagens. Representação digital de imagens. P rocessamento da imagem As imagens As imagens Representação digital de imagens Dispositivos gráficos P rocessamento da imagem Representação digital de imagens Resolução espacial de imagens: pixel unidade de imagem, usada para

Leia mais

Dispositivos e Periféricos de Computador

Dispositivos e Periféricos de Computador Dispositivos e Periféricos de Computador Ecrãs - Visual Display Unit - VDU Píxel picture element (plural em pt. é píxeis) Tamanho: diagonal do ecrã Resolução (número de píxeis no ecrã) VGA: 480 x 640 SVGA:

Leia mais

"ANEXO ÚNICO. IVA % (de 01/01/2012 a 30/06/2012) IVA % (de 01/07/2012 a 31/12/2012) NCM/SH ITEM DESCRIÇÃO , e

ANEXO ÚNICO. IVA % (de 01/01/2012 a 30/06/2012) IVA % (de 01/07/2012 a 31/12/2012) NCM/SH ITEM DESCRIÇÃO , e "ANEXO ÚNICO ITEM DESCRIÇÃO 1 2 3 4 5 6 Fogões de cozinha de uso doméstico e suas partes NCM/SH 7321.11.00, 7321.81.00 e 7321.90.00 IVA % (de 01/01/2012 a 30/06/2012) IVA % (de 01/07/2012 a 31/12/2012)

Leia mais

Aula 3 IMPRESSORAS UNICESPI 1º SEM 2011

Aula 3 IMPRESSORAS UNICESPI 1º SEM 2011 Aula 3 IMPRESSORAS UNICESPI 1º SEM 2011 Impressoras Uma impressora ou dispositivo de impressão é um periférico que, quando conectado a um computador ou a uma rede de computadores, tem a função de dispositivo

Leia mais

Prof. Me. Elvis Pontes. Unidade I

Prof. Me. Elvis Pontes. Unidade I Prof. Me. Elvis Pontes Unidade I TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO Tecnologia da informação O que é Tecnologia da Informação (TI)? Organizações empresariais e TI; A organização como um sistema Segundo O Brien

Leia mais

Universidade Federal do Ma

Universidade Federal do Ma Universidade Federal do Ma Introdução à Computação Gráfica Prof. Anselmo C. de Paiva Depto de Informática Dispositivos Gráficos Roteiro 1. Dados Gráficos 2. Class. Dos Dispositivos Gráficos 3. Dispositivos

Leia mais

Prof. Alex Pereira Moretti Aymbiré

Prof. Alex Pereira Moretti Aymbiré Prof. Alex Pereira Moretti Aymbiré Por quê conhecer a estrutura de um computador? É necessário que o profissional possua noções claras das técnicas de processamento de dados para poder estabelecer um bom

Leia mais

PLASMA X LCD. Marcelo de Souza Freitas Mestrado em Telecomunicações Universidade Federal Fluminense

PLASMA X LCD. Marcelo de Souza Freitas Mestrado em Telecomunicações Universidade Federal Fluminense PLASMA X LCD Marcelo de Souza Freitas Mestrado em Telecomunicações Universidade Federal Fluminense ROTEIRO Introdução Funcionamento do LCD Funcionamento do Plasma Comparação entre as tecnologias Conclusão

Leia mais

Valor total (R$) Foco Refletor Ambulatorial 1 350,00 350,00. Nome do Equipamento. Especificação Técnica. Valor total (R$) Mesa de Mayo 1 280,00 280,00

Valor total (R$) Foco Refletor Ambulatorial 1 350,00 350,00. Nome do Equipamento. Especificação Técnica. Valor total (R$) Mesa de Mayo 1 280,00 280,00 UNIDADE ASSISTIDA: CENTRO DE SAUDE NOSSA SENHORA APARECIDA Ambiente: Sala de Curativos unitário total Foco Refletor Ambulatorial 1 350,00 350,00 ILUMINAÇÃO HASTE Técnica HALOGÊNIO FLEXÍVEL unitário total

Leia mais

Imagem Digital. Claudio Carvilhe

Imagem Digital. Claudio Carvilhe Imagem Digital Claudio Carvilhe Imagem Digital Roteiro Introdução. Pixel. Resolução espacial. Cor. Processamento de imagens. Introdução Informação Visual: Imagem vista na tela. Informação Descritiva: Modelo

Leia mais

Osciloscópio Digital. Diagrama em blocos:

Osciloscópio Digital. Diagrama em blocos: Osciloscópio Digital Neste tipo de osciloscópio, o sinal analógico de entrada é inicialmente convertido para o domínio digital através de um conversor A/D rápido, sendo em seguida armazenado em uma memória

Leia mais

Prof. Charlie Antoni Miquelin O Equipamento de TC

Prof. Charlie Antoni Miquelin O Equipamento de TC e rli ha.c of Pr lin ue iq M ni to An O Equipamento de TC O equipamento de TC Prof. Charlie Antoni Miquelin Por mais variados que sejam os equipamentos de TC, todos possuem uma configuração básica que

Leia mais

D C/ C CE C EI/UF U C F G

D C/ C CE C EI/UF U C F G DSC/CEEI/UFCG Descrever as relações do usuário com a entrada e a saída do computador. Explicar como os dados são introduzidos em um sistema computadorizado e estabelecer a diferença entre vários equipamentos

Leia mais

Cores em Imagens e Vídeo

Cores em Imagens e Vídeo Aula 05 Cores em Imagens e Vídeo Diogo Pinheiro Fernandes Pedrosa Universidade Federal Rural do Semiárido Departamento de Ciências Exatas e Naturais Ciência da Computação Ciência das Cores A cor é fundamentada

Leia mais

Introdução à Informática. Por Edivaldo Laureano Pires Filho

Introdução à Informática. Por Edivaldo Laureano Pires Filho Introdução à Informática Por Edivaldo Laureano Pires Filho Definição de sistema Sistema é um conjunto de partes interagentes e interdependentes que, conjuntamente, formam um todo unitário com determinado

Leia mais

Dispositivos de Entrada e Saída

Dispositivos de Entrada e Saída Dispositivos de Entrada e Saída Prof. Márcio Bueno {cgtarde,cgnoite}@marciobueno.com Fonte: Material do Prof. Robson Pequeno de Sousa e do Prof. Robson Lins Dispositivos de Entrada Teclado, Mouse, Trackball,

Leia mais

Informática. Aula 02 Introdução a Microinformática. Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Norte Campus Currais Novos

Informática. Aula 02 Introdução a Microinformática. Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Norte Campus Currais Novos Prof. Diego Pereira Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Norte Campus Currais Novos Informática Aula 02 Introdução a Microinformática Objetivos

Leia mais

Informática Aplicada. Introdução

Informática Aplicada. Introdução Informática Aplicada Introdução Breve histórico da computação moderna Principais eventos 1000ac - Ábaco 1614 - Logaritmos (John Napier) 1623 - Sistema Binário (Francis Bacon) 1642 - Máquina de Turing 1946

Leia mais

Montagem e Configuração

Montagem e Configuração Montagem e Configuração ÍNDICE CAPÍTULO 1 CONCEITOS BÁSICOS... 09 HISTÓRICO... 11 TIPOS DE COMPUTADORES... 13 CAPÍTULO 2 COMPONENTES EXTERNOS... 17 COMPONENTES INTERNOS... 21 CAPÍTULO 3 ROM BIOS... 31

Leia mais

P ODER J U D I C IÁRIO JUSTIÇA DO TRABALHO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 9ª REGIÃO

P ODER J U D I C IÁRIO JUSTIÇA DO TRABALHO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 9ª REGIÃO QUESTIONAMENTO 1 Referência: PREGÃO ELETRÔNICO 003/2012 Objeto: Registro de preços para aquisição de lousa interativa de 87 polegadas com projeção integrada e sistema de áudio. Abaixo as respostas aos

Leia mais

aceitável. A própria imagem nestes monitores apresenta uma qualidade inferior, devido ao baixo contraste. Os LCDs de matriz ativa já apresentam uma

aceitável. A própria imagem nestes monitores apresenta uma qualidade inferior, devido ao baixo contraste. Os LCDs de matriz ativa já apresentam uma Monitores O monitor tem uma importância vital, pois em conjunto com a placa de vídeo forma o principal meio de comunicação entre a máquina e nós. Os factores que diferenciam os inúmeros modelos de monitores

Leia mais

PREFEITURA DO MUNICÍPIO DE ARAUCÁRIA CNPJ: 76.105.535.0001-99 RUA, PEDRO DRUSZCZ, Nº 111 - CENTRO ARAUCARIA - PR

PREFEITURA DO MUNICÍPIO DE ARAUCÁRIA CNPJ: 76.105.535.0001-99 RUA, PEDRO DRUSZCZ, Nº 111 - CENTRO ARAUCARIA - PR 11.353.046/000100 1 / 5 COMERCIAL ROSVADOSKI LTDA ME 201547 IMPRESSORA LASER Especificações Técnicas Mínimas Obrigatórias VELOCIDADE: Minima de impressão 30(trinta) PPM em formato A4;Tempo máximo de impressão

Leia mais

Fundamentos de Informática Introdução aos Conceitos Básicos

Fundamentos de Informática Introdução aos Conceitos Básicos Fundamentos de Informática Introdução aos Conceitos Básicos Professor: Luiz A. P. Neves neves@ufpr.br e lapneves@gmail.com 1 Roteiro Objetivos Conceitos Básicos Processamento de Dados Modalidade de Computadores

Leia mais

HARDWARE. Disciplina: Informática Professor: Gustavo Sabry

HARDWARE. Disciplina: Informática Professor: Gustavo Sabry Disciplina: Informática Professor: Gustavo Sabry MARÇO/2016 O QUE É HARDWARE? É a parte física de um computador; Formado pelos componentes eletrônicos, como por exemplo, circuitos de fios e luz, placas,

Leia mais

Softwares, Aplicativos e Sistemas Operacionais

Softwares, Aplicativos e Sistemas Operacionais Softwares, Aplicativos e Sistemas Operacionais Aula 04 Introdução ao Computador Arthur Porto - IFNMG Campus Salinas arthur.porto@ifnmg.edu.br arthurporto.com.br Aula 04 Introdução ao Computador Softwares,

Leia mais

Multifuncional HP OfficeJet 7510 para grandes formatos

Multifuncional HP OfficeJet 7510 para grandes formatos Apresentamos a nova gráfica particular de sua empresa Digitalize, copie e envie fax a partir de um dispositivo e imprima em uma ampla variedade de tamanhos para praticamente qualquer necessidade comercial.

Leia mais

Empresa: Gustavo Salvaterra Ren - ME CNPJ:

Empresa: Gustavo Salvaterra Ren - ME CNPJ: Edital de Pregão Presencial Nº 03/06 Ata da Sessão Pública do Pregão Presencial Processo: 0000059/06. ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL CÂMARA MUNICIPAL DE GRAMADO Reuniram-se no dia 05/05/06, às 4h, na CÂMARA

Leia mais

EDITAL DE LEILÃO Nº 001/2013 PROCESSO: Nº / ANEXO II BENS MÓVEIS EM GERAL (LOTES NA SEDE DA SFA/MG)

EDITAL DE LEILÃO Nº 001/2013 PROCESSO: Nº / ANEXO II BENS MÓVEIS EM GERAL (LOTES NA SEDE DA SFA/MG) EDITAL DE LEILÃO Nº 001/2013 PROCESSO: Nº 21028.005854/2013-77 ANEXO II BENS MÓVEIS EM GERAL (LOTES NA SEDE DA SFA/MG) LOTE Nº: 001 ESPÉCIE DE MATERIAL: Móveis diversos e afins VALOR DO LANCE INICIAL:

Leia mais

Relatório: Coleta de Lixo Eletrônico

Relatório: Coleta de Lixo Eletrônico Relatório: Coleta de Lixo Eletrônico Certificação de Destinação Correta de Lixo Eletrônico UNESP Universidade Estadual Paulista Julio Mesquita Filho Campus Botucatu Faculdade de Medicina de Botucatu -

Leia mais

Organização de computadores. Prof. Moisés Souto

Organização de computadores. Prof. Moisés Souto Organização de computadores Prof. Moisés Souto Aula 07 PROJETO MODERNO DE COMPUTADORES Princípios de Projeto para Computadores Modernos Todas as instruções são diretamente executadas pelo hardware Maximiza

Leia mais

3. Dispositivos Gráficos

3. Dispositivos Gráficos 25 3 Dispositivos Gráficos 31 Relevância Os dispositivos gráficos desempenham um importante papel na Computação Gráfica, não apenas por permitirem a interação dos usuários com as aplicações gráficas, mas

Leia mais

Sistemas de Informação James A. O Brien Editora Saraiva Capítulo 3

Sistemas de Informação James A. O Brien Editora Saraiva Capítulo 3 Tradicionalmente, os sistemas de computadores são classificados como microcomputadores, computadores de médio porte e mainframes. Entretanto, essas distinções não são tão precisas como há alguns anos.

Leia mais

COMPUTADORES PC 20/9/2010 CRONOGRAMA INFORMÁTICA PREF. MUNICIPAL DE JAGUARÃO - RS O COMPUTADOR, INDEPENDENTE DO TIPO: MAINFRAME NOTEBOOK PALMTOP

COMPUTADORES PC 20/9/2010 CRONOGRAMA INFORMÁTICA PREF. MUNICIPAL DE JAGUARÃO - RS O COMPUTADOR, INDEPENDENTE DO TIPO: MAINFRAME NOTEBOOK PALMTOP INFORMÁTICA PREF. MUNICIPAL DE JAGUARÃO - RS Prof.: MARCIO HOLLWEG Email: mhollweg@terra.com.br MSN: marciohollweg@hotmail.com Twitter: @mhollweg SMS: (041) 8854-3722 Site: www.marciohollweg.com.br CRONOGRAMA

Leia mais

OLED _ Como funciona esta tecnologia

OLED _ Como funciona esta tecnologia OLED _ Como funciona esta tecnologia Imagine uma TV de alta definição com 2 metros de largura e menos de 0,60 cm de espessura, que consuma menos energia do que a maioria das TVs comuns e possa ser enrolada

Leia mais

Hardware. Computador. Computador. Computador. Evolução dos Computadores. Laboratório de Utilização de Microcomputadores (DCA0302) Aula 01

Hardware. Computador. Computador. Computador. Evolução dos Computadores. Laboratório de Utilização de Microcomputadores (DCA0302) Aula 01 Laboratório de Utilização de Microcomputadores (DCA0302) Diogo Pedrosa Hardware Aula 01 Computador Combinação de diversos dispositivos e circuitos digitais que podem executar uma seqüência de operações

Leia mais

Soluções de Automação Comercial

Soluções de Automação Comercial 873610 0962 Soluções de Automação Comercial Os equipamentos do seu ponto de venda estão preparados para sua loja? Líquidos Produtos Químicos Descargas Elétricas Queda Umidade Temperaturas de 0 a 60 graus

Leia mais

CEFET-RS Curso de Eletrônica

CEFET-RS Curso de Eletrônica CEFET-RS Curso de Eletrônica 7 - Vídeo Profs. Roberta Nobre & Sandro Silva robertacnobre@gmail.com e sandro@cefetrs.tche.br Unidade 07.1 Vídeo Principal periférico de saída desde o final da década de 70;

Leia mais

Dispositivos de Entrada e Saída E/S E/S E/S E/S E/S

Dispositivos de Entrada e Saída E/S E/S E/S E/S E/S Dispositivos de Entrada e Saída Também chamados de: Periféricos Unidades de Entrada e Saída Destinam-se à captação de informações necessárias ao processamento pelo computador e na disponibilização da informação

Leia mais

Curso de Tecnologia 1º semestre Introdução à Informática Professor: Gale. Thiago R. França: 06030860 Denis Brolesi: : 06030711

Curso de Tecnologia 1º semestre Introdução à Informática Professor: Gale. Thiago R. França: 06030860 Denis Brolesi: : 06030711 Curso de Tecnologia 1º semestre Introdução à Informática Professor: Gale Thiago R. França: 06030860 Denis Brolesi: : 06030711 Introdução: Há 4 tipos básicos de impressoras utilizados normalmente em escritórios,

Leia mais

Monitores. Tecnologias de Computadores. Trabalho realizado por: Universidade da Beira Interior. Prof.Pedro Araújo. -Diogo Fernandes nº27097

Monitores. Tecnologias de Computadores. Trabalho realizado por: Universidade da Beira Interior. Prof.Pedro Araújo. -Diogo Fernandes nº27097 Monitores Universidade da Beira Interior Tecnologias de Computadores Prof.Pedro Araújo Trabalho realizado por: -Diogo Fernandes nº27097 -Gonçalo Paiva nº26743 -Tiago Silva nº27144 Introdução Com o aparecimento

Leia mais

LABORATÓRIO ATIVIDADES 2013/1

LABORATÓRIO ATIVIDADES 2013/1 LABORATÓRIO ATIVIDADES 2013/1 RELATÓRIO DAS ATIVIDADES DESENVOLVIDAS NO LABORATÓRIO MÓDULO I ELETRICIDADE BÁSICA TURNO NOITE CURSO TÉCNICO EM AUTOMAÇÃO INDUSTRIAL CARGA HORÁRIA EIXO TECNOLÓGICO CONTROLE

Leia mais

SISTEMAS OPERACIONAIS ABERTOS Prof. Ricardo Rodrigues Barcelar

SISTEMAS OPERACIONAIS ABERTOS Prof. Ricardo Rodrigues Barcelar - Aula 1-1. ENTRADAS E SAIDAS Uma das principais funções dos sistemas operacionais é controlar os dispositivos de entrada e saída (E/S ou I/O). O Sistema Operacional (SO) deve ser capaz de enviar comando

Leia mais

ENCOSTO DE CABEÇA COM DVD E USB / CARTÃO SD E MONITOR DE 7

ENCOSTO DE CABEÇA COM DVD E USB / CARTÃO SD E MONITOR DE 7 ENCOSTO DE CABEÇA COM DVD E USB / CARTÃO SD E MONITOR DE 7 Favor ler este manual por completo antes de utilizar o produto. Mantenha-o em bom estado de conservação para Referências futuras. Cuidados Favor

Leia mais

DECRETO Nº 45.409, DE 24 DE JUNHO DE 2010. Altera o Regulamento do ICMS (RICMS), aprovado pelo Decreto nº 43.080, de 13 de dezembro de 2002.

DECRETO Nº 45.409, DE 24 DE JUNHO DE 2010. Altera o Regulamento do ICMS (RICMS), aprovado pelo Decreto nº 43.080, de 13 de dezembro de 2002. 1 DECRETO Nº 45.409, DE 24 DE JUNHO DE 2010. Altera o Regulamento do ICMS (RICMS), aprovado pelo Decreto nº 43.080, de 13 de dezembro de 2002. O GOVERNADOR DO ESTADO DE MINAS GERAIS, no uso de atribuição

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA - UFSM Contratos ou Registros de um Processo de Compra

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA - UFSM Contratos ou Registros de um Processo de Compra Documento: Registro de Preço - 001116/2016 Situação: Ativo 78126950000316 - MICROSENS LTDA Extrato: 001367/2016 Unidade: 01.18.00.00.0.1 - CENTRAL DE AQUISIÇÕES - DEMAPA Cod.Reduzido Seq. Unidade Inicial

Leia mais

Profa. Leda G. F. Bueno

Profa. Leda G. F. Bueno Profa. Leda G. F. Bueno O computador pode ser descrito como um sistema. Sendo um sistema, este pode ser esquematizado como a entrada de insumos, processamento e saída do produto final No caso do computador

Leia mais

Robótica. Prof. Reinaldo Bianchi Centro Universitário da FEI 2016

Robótica. Prof. Reinaldo Bianchi Centro Universitário da FEI 2016 Robótica Prof. Reinaldo Bianchi Centro Universitário da FEI 2016 2 a Aula Parte B Detalhando os objetivos Sensores Definições Classificação: Mecânicos. Elétricos. Magnéticos. Térmicos. Outros. Diversos

Leia mais

Sistemas de Entrada e Saídas

Sistemas de Entrada e Saídas Sistemas de Entrada e Saídas José Costa Introdução à Arquitetura de Computadores Departamento de Engenharia Informática (DEI) Instituto Superior Técnico 2013-12-06 José Costa (DEI/IST) Sistemas de Entrada

Leia mais

Monitor 9 CRT Bematech Rev.1.0

Monitor 9 CRT Bematech Rev.1.0 Monitor 9 CRT Bematech Rev.1.0 1 Manual do Usuário Manual do Usuário do Monitor 9" CRT Bematech Cód. 501.2211.00 - Revisão 1.0 Fevereiro de 2007 (Primeira edição) Copyright 2007 por Bematech S.A. Curitiba,

Leia mais

CONECTORES DE VÍDEO. Montagem e Manutenção de Microcomputadores (MMM) Escola Técnica Estadual República FAETEC Rio de Janeiro - RJ MM - ETER - FAETEC

CONECTORES DE VÍDEO. Montagem e Manutenção de Microcomputadores (MMM) Escola Técnica Estadual República FAETEC Rio de Janeiro - RJ MM - ETER - FAETEC CONECTORES DE VÍDEO Montagem e Manutenção de Microcomputadores (MMM) Escola Técnica Estadual República FAETEC Rio de Janeiro - RJ CONECTORES DE VÍDEO Existem vários tipos de conectores de vídeo que você

Leia mais

Transmissor de Posição por Efeito Hall

Transmissor de Posição por Efeito Hall Transmissor de Posição por Efeito Hall Descrição O transmissor de posição THP utiliza o sensor de posição de efeito Hall, sem contato físico, que o torna imune as vibrações mecânicas. Este sensor magnético

Leia mais

Assunto 3 - Hardware. Prof. Miguel Damasco

Assunto 3 - Hardware. Prof. Miguel Damasco Assunto 3 - Hardware UD 1 - FUNDAMENTOS DE INFORMÁTICA Prof. Miguel Damasco a. Gerações dos computadores A cada mudança na geração acarretava: diminuição do tamanho físico diminuição no preço aumento na

Leia mais

Eletromagnetismo para Geociências. Experiência 1 Força elétrica sobre um feixe de elétrons. 1 o semestre de 2010

Eletromagnetismo para Geociências. Experiência 1 Força elétrica sobre um feixe de elétrons. 1 o semestre de 2010 4310291 Eletromagnetismo para Geociências Experiência 1 Força elétrica sobre um feixe de elétrons 1 o semestre de 2010 10 de março de 2010 1. Força elétrica sobre um feixe de elétrons Objetivos: Estudar

Leia mais

KERN Versão /2015 P

KERN Versão /2015 P Instrução de uso Impressora matricial KERN & Sohn GmbH Ziegelei 1 D-72336 Balingen E-mail: info@kern-sohn.com Telefone: +49-[0]7433-9933-0 Fax: +49-[0]7433-9933-149 Internet: www.kern-sohn.com KERN 911-013

Leia mais

AJUSTADA ,00% 56,28% 65,69% 80,76% ,00% 56,28% 65,69% 80,76% ,00% 56,28% 65,69% 80,76%

AJUSTADA ,00% 56,28% 65,69% 80,76% ,00% 56,28% 65,69% 80,76% ,00% 56,28% 65,69% 80,76% Abrangência: operações interestaduais originadas do estado de São Paulo e destinadas a Pernambuco. Produtos: produtos eletrônicos, eletroeletrônicos e eletros. Conteúdo: alteração de MVA-ST. Vigência:

Leia mais

1 de 5 15/08/ :57

1 de 5 15/08/ :57 1 de 5 15/08/2016 10:57 Conselho Federal de Enfermagem Termo de Adjudicação do Pregão Eletrônico Nº 00034/2016 Às 09:05 horas do dia 04 de agosto de 2016, após analisado o resultado do Pregão nº 00034/2016,

Leia mais

Objetivos da aula. Recursos de Sistemas de Informação

Objetivos da aula. Recursos de Sistemas de Informação Recursos de Sistemas de Informação Disciplina: Sistemas de Informações Gerenciais Prof. Luiz Antonio do Nascimento Anhanguera Taboão da Serra Objetivos da aula Fornecer exemplos de componentes de Sistemas

Leia mais

Utiliza sistema de gerenciamento embarcado, através de navegador Web, sem necessidade de instalação de software na máquina cliente;

Utiliza sistema de gerenciamento embarcado, através de navegador Web, sem necessidade de instalação de software na máquina cliente; Características Registrador eletrônico de ponto que atende a Portaria 1.510/09 do Ministério do Trabalho e Emprego (MTE), e os requisitos da Portaria 595/13 do INMETRO, que determina novos padrões de segurança

Leia mais

GUIA DO USUÁRIO COMBINAÇÃO DE TACÔMETRO FOTO/CONTATO. Modelo RPM40

GUIA DO USUÁRIO COMBINAÇÃO DE TACÔMETRO FOTO/CONTATO. Modelo RPM40 GUIA DO USUÁRIO COMBINAÇÃO DE TACÔMETRO FOTO/CONTATO Modelo RPM40 Introdução Obrigado por escolher a Combinação de Tacômetro Foto / Contato da Extech, Modelo RPM40. Essa combinação de tacômetro é um projeto

Leia mais

Componentes de Hardware. Raio X dos Computadores

Componentes de Hardware. Raio X dos Computadores Componentes de Hardware Raio X dos Computadores Resumo da Aula sobre Hardware Hardware: todo o equipamento, suas peças, isto é, tudo o que "pode ser tocado (parte Física), denomina-se hardware. Alguns

Leia mais

Como capturar imagens de alta resolução?

Como capturar imagens de alta resolução? Perguntas frequentes sobre captura de imagens com câmeras de alta resolução que utilizam conexão USB. O Laudo & Imagem oferece a opção de captura de imagens de câmeras de alta resolução que utilizam a

Leia mais

NOTA: Os primeiros aparelhos emitiam radiação praticamente na faixa de Raios X duros, sendo extremamente perigosos, podendo causar danos biológicos.

NOTA: Os primeiros aparelhos emitiam radiação praticamente na faixa de Raios X duros, sendo extremamente perigosos, podendo causar danos biológicos. As colisões dos elétrons com alta energia cinética no tubo fluorescente provocam transições eletrônicas que envolvem orbitais internos. Raios X moles (de maior λ e fraco poder de penetração, e.g. λ=150å

Leia mais

Manual de Detenção de Avarias

Manual de Detenção de Avarias Manual de Detenção de Avarias Disciplina: Tecnologias Específicas Operador de Informática São Roque do Pico, 28 de Março de 2014 Manual Realizado por: Nome: Diogo Silva N.º4 Índice INTRODUÇÃO 3 SINTOMAS

Leia mais

Tecnologias e Sistemas de Informação

Tecnologias e Sistemas de Informação Tecnologias e Sistemas de Informação Tecnologias de computadores Trabalho realizado por: Carlos Aguilar nº 27886 Miguel Xavier nº 26705 Bruno Esteves nº 26975 ECRÃS Introdução Servem basicamente para mostrar

Leia mais

Arquitetura de Computadores. Infraestrutura de TI: Hardware

Arquitetura de Computadores. Infraestrutura de TI: Hardware Arquitetura de Computadores Infraestrutura de TI: Hardware Computação Informação + Automação Tratamento dos dados em informação por meios automáticos Dispositivos eletrônicos Aplicados em Computadores,

Leia mais

Processo de Fabricação: CORTE A LASER E CORTE A ÁGUA

Processo de Fabricação: CORTE A LASER E CORTE A ÁGUA Processo de Fabricação: CORTE A LASER E CORTE A ÁGUA CORTE A LASER O que é o Laser? Amplificação da luz por emissão estimulada de radiação. É um sistema que produz um feixe de luz coerente e concentrado

Leia mais

PROCESSAMENTO DE IMAGENS COLORIDAS

PROCESSAMENTO DE IMAGENS COLORIDAS PROCESSAMENTO DE IMAGENS COLORIDAS Fundamentos da cor A visão da cor É a capacidade de um organismo ou máquina de distinguir objetos baseando-se nos comprimentos de onda (ou freqüências) da luz sendo refletida,

Leia mais

ESCOLA SECUNDÁRIA DO MONTE DA CAPARICA Curso de Educação e Formação de Adultos NS Trabalho Individual Área / UFCD Stc 5 Formador

ESCOLA SECUNDÁRIA DO MONTE DA CAPARICA Curso de Educação e Formação de Adultos NS Trabalho Individual Área / UFCD Stc 5 Formador 1 de 6 O computador e a Sociedade Hoje em dia vivemos basicamente da informação, em que tudo o que gira à nossa volta baseia-se na informação desde a televisão, a política, a tecnologia e os computadores,

Leia mais

Guia do Usuário. Modelo RPM10 Tacômetro Laser de Foto / Contato com Termômetro IV

Guia do Usuário. Modelo RPM10 Tacômetro Laser de Foto / Contato com Termômetro IV Guia do Usuário Modelo RPM10 Tacômetro Laser de Foto / Contato com Termômetro IV Introdução Parabéns pela sua compra do Tacômetro Laser de Foto/Contato com Termômetro Infravermelho sem contato Extech,

Leia mais

Monitor LCD 15. Modelo: MD LCD 15 DIEBOLD

Monitor LCD 15. Modelo: MD LCD 15 DIEBOLD Monitor LCD 15 Modelo: MD LCD 15 DIEBOLD Informações de Segurança Não abra o monitor: - Nenhuma peça pode ser manuseada pelo usuário. - Há voltagens perigosas, até mesmo quando estiver desligado. - Se

Leia mais

INFORMÁTICA BÁSICA. Prof. Alex Santos. Informática Básica. alex.santos@ifrn.edu.br

INFORMÁTICA BÁSICA. Prof. Alex Santos. Informática Básica. alex.santos@ifrn.edu.br INFORMÁTICA BÁSICA Informática Básica Prof. Alex Santos C a m p u s Pa u d o s Fe r r o s D i s c i p l i n a d e I n f o rm á t i c a B á s i c a alex.santos@ifrn.edu.br INTRODUÇÃO A informática nos dias

Leia mais

Simulação visual e entretenimento visual

Simulação visual e entretenimento visual Simulação visual e entretenimento visual Incrível detalhe 4K para simulação e visualização Cada projetor da nossa linha de simulação e visualização proporciona imagens fantásticas em 4K. Numa resolução

Leia mais

As partes do computador

As partes do computador Gabinetes 1 As partes do computador A maioria dos microcomputadores são mais ou menos parecidos. Provavelmente o computador que você está usando agora tem um gabinete, um monitor, um teclado e um mouse,

Leia mais

Física. 28)Para exemplificar pares de forças, segundo o princípio da ação-reação, são apresentadas as seguintes situações:

Física. 28)Para exemplificar pares de forças, segundo o princípio da ação-reação, são apresentadas as seguintes situações: Física 26) De um determinado local da superfície da Terra um objeto é lançado verticalmente para cima Considerando as seguintes grandezas físicas envolvidas nesse experimento: 1 velocidade inicial de lançamento,

Leia mais

Figura 1: Periféricos de entrada: scanner, webcam, teclado e mouse

Figura 1: Periféricos de entrada: scanner, webcam, teclado e mouse Capítulo 6 Os Periféricos Neste capítulo abordaremos as classes de dispositivos que integram o sistema computacional, destacando suas principais funções e características. 6.1 Periféricos Chamamos de periféricos

Leia mais

INFORMÁTICA DISPOSITIVOS DE ENTRADA E SAÍDA. Prof. MSc. Glécio Rodrigues de Albuquerque

INFORMÁTICA DISPOSITIVOS DE ENTRADA E SAÍDA. Prof. MSc. Glécio Rodrigues de Albuquerque INFORMÁTICA DISPOSITIVOS DE ENTRADA E SAÍDA de Albuquerque Ementa Conceitos de Hardware e Software Dispositivos de Entrada e Saída Processadores e Memórias Componentes das janelas Paint e WordPad Arquivos

Leia mais

Imagem bitmap. Gráfico vetorial. gráficos vetoriais

Imagem bitmap. Gráfico vetorial. gráficos vetoriais Sobre imagens bitmap e gráficos vetoriais Os elementos gráficos de um computador podem ser divididos em duas categorias principais -- bitmap e vetor. Imagem bitmap Gráfico vetorial Imagens bitmap são ideais

Leia mais

AULA 2. Informática Básica. Gustavo Leitão. gustavo.leitao@ifrn.edu.br. Disciplina: Professor: Email:

AULA 2. Informática Básica. Gustavo Leitão. gustavo.leitao@ifrn.edu.br. Disciplina: Professor: Email: AULA 2 Disciplina: Informática Básica Professor: Gustavo Leitão Email: gustavo.leitao@ifrn.edu.br Índice Continuação aula anterior... Memória Barramento Unidades de armazenamento Periféricos Interfaces

Leia mais

Manual de Serviço GBA

Manual de Serviço GBA Apêndices Apêndice A: Glossário Cartucho de jogo: O software de aplicação utilizado pelo AGB. Conector de 32 pinos: Local onde os terminais do cartucho de jogo entram em contato com o GBA. CISC: Abreviação

Leia mais