Disposições Gerais CARTILHA DE ORIENTAÇÃO MANUTENÇÃO DE DEMITIDOS E APOSENTADOS INTERODONTO

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Disposições Gerais CARTILHA DE ORIENTAÇÃO MANUTENÇÃO DE DEMITIDOS E APOSENTADOS INTERODONTO"

Transcrição

1

2 Disposições Gerais CARTILHA DE ORIENTAÇÃO MANUTENÇÃO DE DEMITIDOS E APOSENTADOS INTERODONTO 2

3 O aposentado e o ex-empregado, exonerado ou demitido sem justa causa, que contribuíam para o custeio do seu plano privado de saúde, têm o direito de manter as mesmas condições de cobertura assistencial de que gozavam durante a vigência do contrato de trabalho, sem prejuízo de eventuais vantagens obtidas em negociações coletivas. Caberá à EMPRESA EMPREGADORA comunicar o aposentado ou o ex-empregado, demitido ou exonerado sem justa causa no ato da formalização do aviso prévio ou no ato da comunicação da aposentadoria, o direito de manter a sua condição de beneficiário no plano. A decisão do aposentado ou o ex-empregado demitido sem justa causa de se manter no plano deve ser informada à empresa empregadora no prazo máximo de 30 dias contados a partir da comunicação do empregador sobre o direito de manutenção do gozo desse benefício. Havendo opção pela manutenção no plano de saúde, a EMPRESA EMPREGADORA é obrigada a manter o benefício aos ex-empregados enquanto for ofertado aos empregados ativos, desde que não seja admitido em novo emprego resguardadas as hipóteses de extinção do direito, conforme disposto nesta cartilha. Previsão Legal Lei 9656/96 Artigos 30 e 31 Resolução Normativa nº 279 de 24/11/2011 (Diretoria Colegiada da Agência Nacional de Saúde Suplementar ANS) 3

4 Perguntas e Respostas CARTILHA DE ORIENTAÇÃO MANUTENÇÃO DE DEMITIDOS E APOSENTADOS INTERODONTO 1. Para quais planos valem as regras? Para todos os planos contratados a partir de janeiro de 1999 ou adaptados à lei nº de Quem tem direito a manter o plano de saúde? Empregados demitidos/exonerados sem justa causa e aposentados que tenham contribuído com o plano empresarial. 3. Em qual plano o ex-empregado será mantido? No mesmo plano em que se encontrava no período da demissão ou exoneração sem justa causa ou aposentadoria, observando as mesmas condições de reajuste (percentual e data base), preço, faixa etária e fator moderador (se existentes) durante a vigência do contrato de trabalho. 4. Há alguma condição para a manutenção do plano? Sim. O ex-empregado deverá ter contribuído no pagamento do plano e, após o desligamento, assumir integralmente a mensalidade. 5. O que é considerado como contribuição? Qualquer valor pago pelo empregado, inclusive com desconto em folha de pagamento, para custear uma parte ou a integralidade da mensalidade de seu plano, exceto: e agregados; 6. E quando a contribuição não estiver ocorrendo no momento do desligamento do empregado? Ainda que o pagamento de contribuição não esteja ocorrendo no momento da demissão/exoneração sem justa causa ou aposentadoria, é assegurado ao empregado o direito à manutenção caso tenha contribuído anteriormente. Nesta hipótese, será considerado todo o período de sua efetiva contribuição para o plano privado de assistência à saúde. 4

5 7. A manutenção do plano se estende também aos dependentes? A manutenção do plano de saúde é garantida aos dependentes que já estavam inscritos durante a vigência do contrato de trabalho. Apenas novo cônjuge/companheiro(a) e filhos(as) nascidos(as) durante o período de manutenção serão admitidos como novos dependentes. 8. A quem o ex-empregado deve solicitar a inclusão dos novos beneficiários (novo cônjuge/filhos nascidos) durante o período de manutenção no período de continuidade? Na central de atendimento da Operadora. 9. Qual valor o beneficiário deverá pagar? Como será cobrada a mensalidade? O valor a ser pago pelo beneficiário é o valor integral da mensalidade. Ou seja, o valor pago pelo empregador somado ao valor da contribuição paga pelo empregado (valor do empregado = valor do titular e dependentes). A mensalidade será cobrada diretamente do beneficiário, via boleto enviado ao endereço informado na documentação correspondente à opção pela manutenção. 10. Haverá reajustes durante o contrato? Sim. O reajuste da mensalidade será o mesmo aplicado ao contrato vigente com a empresa contratante. As informações constarão no boleto de pagamento. 5

6 Perguntas e Respostas CARTILHA DE ORIENTAÇÃO MANUTENÇÃO DE DEMITIDOS E APOSENTADOS INTERODONTO 11. Por quanto tempo o ex-empregado tem o direito à manutenção no plano de saúde contratado pela empresa empregadora? Os demitidos/exonerados sem justa causa poderão permanecer no plano de saúde por um período equivalente a um terço do tempo em que contribuíram para o plano, respeitado o limite mínimo de seis meses e o máximo de dois anos, ou até conseguirem um novo emprego. Os aposentados que contribuíram por mais de 10 (dez) anos podem manter o plano pelo tempo que desejarem, enquanto a empresa contratante mantiver contratos de plano de saúde. Quando o período de contribuição for inferior a 10 (dez) anos, o aposentado poderá permanecer no plano por um ano para cada ano de contribuição. Em ambos os casos, a garantia de manutenção será extinta caso seja admitido em novo emprego. 12. Por quanto tempo os dependentes do ex-empregado poderão ficar no plano? Pelo mesmo tempo do titular ou até o limite da condição de dependência, de acordo com as regras de elegibilidade do contrato. 13. A contribuição feita em contratos anteriores com outras operadoras faz parte da contagem? Sim. O período de contribuição nas operadoras anteriores será considerado para contagem do tempo de permanência da condição de beneficiário. Cabe à empresa contratante contabilizar o período de contribuição nas operadoras anteriores e informar à operadora por meio dos documentos referentes à opção pela continuidade. 14. Como fica a situação do aposentado que permanece trabalhando na empresa? Quando a empresa comunicará este aposentado a opção pela manutenção no plano? O aposentado que permanece trabalhando pode continuar a gozar do benefício na condição de funcionário ativo até que se desligue completamente da empresa (pedido de demissão ou demissão com ou sem justa causa). A partir do desligamento, deverá fazer a opção pelo período de continuidade para que possa gozar os benefícios garantidos aos aposentados (verificar tempo de permanência na Pergunta 11). A empresa poderá comunicar o aposentado que continua trabalhando na mesma empresa a partir do desligamento. 6

7 15. Como fica a situação caso o beneficiário aposentado, que continua trabalhando na mesma empresa, venha a falecer antes da opção pela manutenção? E se houver previsão de remissão no contrato? O direito de opção pela manutenção será garantido aos dependentes do empregado aposentado que continuou trabalhando na mesma empresa e veio a falecer antes do exercício do direito de opção. Neste caso, os dependentes assumirão o pagamento integral da mensalidade e terão como garantia o tempo de permanência adquirido pelo empregado aposentado (deverá ser computado todo o período de contribuição até a opção pela manutenção pelos dependentes). Caso haja previsão de remissão no contrato, os dependentes poderão optar pela manutenção após a permanência do período de remissão. 16. Como o beneficiário optará pela continuidade do plano? Qual o prazo para opção pela manutenção do plano? Cabe ao empregador comunicar o ex-empregado, no ato da formalização do aviso prévio a ser cumprido/indenizado ou da comunicação da aposentadoria, o direito a manter sua condição de beneficiário no plano, sempre que o beneficiário contribuir para o pagamento da mensalidade do plano de saúde. O beneficiário terá até 30 dias, a contar da efetiva comunicação pelo empregador, para optar pela manutenção do plano e informar a empresa contratante a sua opção dentro deste prazo. 7

8 Perguntas e Respostas CARTILHA DE ORIENTAÇÃO MANUTENÇÃO DE DEMITIDOS E APOSENTADOS INTERODONTO 17. A quem cabe comunicar a Operadora pela opção de continuidade do ex-funcionário que contribuía para o plano de saúde? Cabe à empresa contratante comunicar a operadora a opção do exfuncionário pela manutenção no plano de saúde, observadas as orientações da Pergunta Caso o ex-empregado demitido/exonerado ou aposentado seja mantido no plano pela empresa após o desligamento em decorrência de negociações ou acordo coletivo de trabalho, quando deverá optar pela manutenção no plano? O direito à manutenção no plano não exclui vantagens obtidas pelos empregados decorrentes de negociações ou acordos coletivos de trabalho, sendo assegurada a sua opção após o período em que a empresa manteve o ex-empregado no plano de ativos. Não havendo contribuição do exempregado no pagamento da mensalidade do plano durante o período de negociação ou acordo de trabalho coletivo, este período não computará para a contagem do tempo de permanência. 19. Quais os documentos necessários para apresentação no momento da opção de manutenção? da Lei Planos de Saúde - Lei nº 9.656/98, assinado pelo Beneficiário Titular e pelo Responsável Contratante; demonstrem os descontos referentes à contribuição ao Plano de assistência à saúde; maiores de 18 anos; dependente(s); citados acima, cópia da Carta de Concessão da Aposentadoria do INSS. 8

9 20. Em quais hipóteses o ex-empregado perde o direito à manutenção no plano atual? O beneficiário ex-empregado perderá o direito ao plano nas situações abaixo: os ativos e inativos); das obrigações estabelecidas na Lei ou no Contrato firmado entre as partes. 21. Quais as obrigações da empresa contratante em relação ao beneficiário? A empresa contratante tem por obrigação, por meio do departamento de RH, comunicar ao empregado que vier a ser demitido/exonerado sem justa causa ou a se aposentar, o direito à manutenção no plano, caso seja ou tenha sido contributário, através do Comunicado para Opção pela Continuidade-Arts. 30 e 31 da Lei Planos de Saúde - Lei nº 9.656/98, no momento da notificação do aviso prévio ou de comunicação de aposentadoria. Caso o empregado manifeste a intenção pela manutenção no plano, a empresa deverá disponibilizar o Termo de Opção de Continuidade e orientar o beneficiário em seu preenchimento, fornecendo as informações e documentos necessários. 9

10 Perguntas e Respostas CARTILHA DE ORIENTAÇÃO MANUTENÇÃO DE DEMITIDOS E APOSENTADOS INTERODONTO 22. Quais as obrigações da empresa contratante em relação à Operadora? A empresa contratante deverá baixar os arquivos do site da operadora, preencher e assinar os formulários pertinentes ao desligamento do funcionário, orientar o ex-funcionário quanto aos campos e informações que lhe cabe, de acordo com a contribuição, ou não, ao plano de saúde. Em relação aos ex-empregados CONTRIBUTÁRIOS: a) da Lei Planos de Saúde - Lei Nº 9.656/98 : preenchimento; a.1) Havendo opção do ex-empregado pela continuidade no plano de saúde: a.2) Havendo opção do ex-empregado pela NÃO continuidade no plano de saúde: qualquer momento pela operadora; solicitação pela Operadora. b) optantes pela continuidade): preenchimento; 10

11 Em relação aos ex-empregados NÃO CONTRIBUTÁRIOS: a) Comunicado para opção pela continuidade ARTs. 30 e 31 DA LEI PLANOS DE SAÚDE - LEI Nº 9.656/98 : momento pela operadora; pela Operadora. 23. Como a empresa contratante deve proceder para ter acesso aos Continuidade? Para ter acesso aos formulários de desligamento e opção de continuidade do ex-empregado, a empresa deve seguir os seguintes passos: EMPRESAS; Opção de Continuidade ; as orientações da pergunta 22; Continuidade 24. A partir de quando será considerado efetivo o cadastro de opção do exempregado pela manutenção no plano? O cadastro de opção pela manutenção no plano será considerado efetivo após a entrega da documentação completa, de acordo com os documentação esteja incompleta, a operadora entrará em contato com o beneficiário para que regularize a documentação e para que seu cadastro possa ser efetivado. GERENTE DE RELACIONAMENTO, EM HORÁRIO COMERCIAL. 11

12

APOSENTADOS E DEMITIDOS CARTILHA COM ORIENTAÇÕES

APOSENTADOS E DEMITIDOS CARTILHA COM ORIENTAÇÕES APOSENTADOS E DEMITIDOS CARTILHA COM ORIENTAÇÕES A BIOVIDA SAÚDE com o intuito de informar e orientar seus beneficiários quanto ao PLANO CONTINUIDADE, resolveu criar e divulgar essa cartilha com explicações

Leia mais

Cartilha de Extensão de Benefício do Plano De Saúde Empresarial aos Beneficiários Contributários Demitidos ou Exonerados Sem Justa Causa e Aposentados

Cartilha de Extensão de Benefício do Plano De Saúde Empresarial aos Beneficiários Contributários Demitidos ou Exonerados Sem Justa Causa e Aposentados Cartilha de Extensão de Benefício do Plano De Saúde Empresarial aos Beneficiários Contributários Demitidos ou Exonerados Sem Justa Causa e Aposentados JUNHO DE 2012 JUNHO / 2.012 1 ÍNDICE POR ASSUNTO ASSUNTO

Leia mais

Lisa Gunn Coordenadora Executiva

Lisa Gunn Coordenadora Executiva Carta Coex 119/2011 São Paulo, 18 de maio de 2011. À Agência Nacional de Saúde Suplementar Aos Senhores Dr. Mauricio Ceschin Diretor Presidente Dra. Stael Riani Ouvidora Assunto: CP41 Contribuições do

Leia mais

Resolução Normativa nº279. Aposentados e Demitidos

Resolução Normativa nº279. Aposentados e Demitidos Resolução Normativa nº279 Aposentados e Demitidos Retrospectiva Lei nº 9656/98 Demitidos Art. 30 - Ao consumidor que contribuir para produtos de Planos Privados de Assistência à Saúde, em decorrência de

Leia mais

MANUTENÇÃO DO PLANO DE SAÚDE APÓS O DESLIGAMENTO DO EMPREGADO

MANUTENÇÃO DO PLANO DE SAÚDE APÓS O DESLIGAMENTO DO EMPREGADO MANUTENÇÃO DO PLANO DE SAÚDE APÓS O DESLIGAMENTO DO EMPREGADO 1 O beneficiário de plano de saúde coletivo empresarial demitido ou exonerado sem justa causa e o aposentado pelo INSS tem direito a manter

Leia mais

FORMULÁRIO DEMITIDO OU APOSENTADO (RN 279)

FORMULÁRIO DEMITIDO OU APOSENTADO (RN 279) FORMULÁRIO DEMITIDO OU APOSENTADO (RN 279) I EXCLUSÃO COM CIÊNCIA DO DIREITO DE MANUTENÇÃO DO PLANO COMO EX-EMPREGADO 1. DADOS DA OPERADORA OPERADORA Unimed Chapecó Coop. de Trab. Méd. da Reg. Oeste Catarinense

Leia mais

ANEXO DO TERMO ADITIVO. a) DECLARAÇÃO EXPRESSA DE ACEITE DE CONTRIBUTÁRIO DESLIGADO E/OU EXONERADO SEM JUSTA CAUSA

ANEXO DO TERMO ADITIVO. a) DECLARAÇÃO EXPRESSA DE ACEITE DE CONTRIBUTÁRIO DESLIGADO E/OU EXONERADO SEM JUSTA CAUSA I - DESLIGADO E/OU EXONERADO SEM JUSTA CAUSA CONTRIBUTÁRIOS a) DECLARAÇÃO EXPRESSA DE ACEITE DE CONTRIBUTÁRIO DESLIGADO E/OU EXONERADO SEM JUSTA CAUSA Suplementar ANS, que ao Sr., Matrícula Golden Cross

Leia mais

TERMO ADITIVO (RESOLUÇÃO NORMATIVA N.º 279 ANS)

TERMO ADITIVO (RESOLUÇÃO NORMATIVA N.º 279 ANS) TERMO ADITIVO (RESOLUÇÃO NORMATIVA N.º 279 ANS) Contrato Coletivo Empresarial com até 29 (vinte e nove) beneficiários, e 30 (trinta) a 99 (noventa e nove) beneficiários e a partir de 100 (cem) beneficiários

Leia mais

Plano de saúde. aposentados e demitidos

Plano de saúde. aposentados e demitidos Plano de saúde aposentados e demitidos A Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) foi criada em 2000 com a finalidade de regular o setor de planos privados de assistência à saúde. Essa cartilha tem

Leia mais

MANUTENÇÃO DO PLANO DE SAÚDE APÓS O DESLIGAMENTO DO EMPREGADO

MANUTENÇÃO DO PLANO DE SAÚDE APÓS O DESLIGAMENTO DO EMPREGADO MANUTENÇÃO DO PLANO DE SAÚDE APÓS O DESLIGAMENTO DO EMPREGADO PDVP 2017 Cemig D Cemig GT Cemig H EMPREGADOS APOSENTADOS PELO INSS QUE ADERIRAM AO PDVP 2017 1 O empregado aposentado pelo INSS que aderiu

Leia mais

RESOLUÇÃO NORMATIVA - RN Nº 279. (arts. 30 e 31 da Lei nº 9.656)

RESOLUÇÃO NORMATIVA - RN Nº 279. (arts. 30 e 31 da Lei nº 9.656) RESOLUÇÃO NORMATIVA - RN Nº 279 (arts. 30 e 31 da Lei nº 9.656) Vigência: 1º de junho de 2012 Contribuição. Características: Independe de utilização Plano do empregado (titular) Pode ser descontinuada:

Leia mais

PLANO DE SAÚDE/ODONTOLÓGICO ALIANÇA ADMINISTRADORA

PLANO DE SAÚDE/ODONTOLÓGICO ALIANÇA ADMINISTRADORA PLANO DE SAÚDE/ODONTOLÓGICO ALIANÇA ADMINISTRADORA 1 O que é? 1.1 Por meio de acordo de parceria firmado entre o Ministério da Educação e a Aliança Administradora de Benefícios de Saúde LTDA., do qual

Leia mais

Oficina ANS realizada em Brasília

Oficina ANS realizada em Brasília Oficina ANS realizada em Brasília A Unimed Federação Minas marcou presença na Oficina de Regulação de Planos coletivos e outros temas, realizada pela ANS, em Brasília (DF), no dia 25 de maio, ocasião em

Leia mais

Manual de Orientação para Contratação de Planos de Saúde

Manual de Orientação para Contratação de Planos de Saúde Operadora: A.P.O. Assistência Personalizada Odontológica CNPJ: 03.512.840/0001-21 Nº de registro na ANS: 41.112-4 Nº Reg. Produto: 444.220/03-2; 437.635/02-8; 437.630/02-7; 437.634/02-0; 476.056/16-5;

Leia mais

Manual de Orientação para Contratação de Planos de Saúde

Manual de Orientação para Contratação de Planos de Saúde Manual de Orientação para Contratação de Planos de Saúde Diferenças entre planos individuais e coletivos Operadora: Caixa Seguradora Especializada em Saúde CNPJ: 13.223.975/0001-20 Nº de registro da ANS:

Leia mais

IMPACTO DAS RESOLUÇÕES NORMATIVAS 195, 200 e 204 EDITADAS PELA ANS

IMPACTO DAS RESOLUÇÕES NORMATIVAS 195, 200 e 204 EDITADAS PELA ANS IMPACTO DAS RESOLUÇÕES NORMATIVAS 195, 200 e 204 EDITADAS PELA ANS RN 195 Vigência: 03.11.2009 (alterada pelas RNs 200 e 204); Objetivos: a) classificar e disciplinar as características dos planos privados

Leia mais

MPS. Manual de Orientação para Contratação de Planos de Saúde ANEXO I SÃO PAULO ANS N 31004-2 PLANOS ODONTOLÓGICOS

MPS. Manual de Orientação para Contratação de Planos de Saúde ANEXO I SÃO PAULO ANS N 31004-2 PLANOS ODONTOLÓGICOS MPS ANEXO I Manual de Orientação para Contratação de Planos de Saúde ANS N 31004-2 SÃO PAULO PLANOS ODONTOLÓGICOS 1 ANEXO I UNIODONTO DE SÃO PAULO SÃO PAULO PLANOS ODONTOLÓGICOS CNPJ: 51.701.878/0001-95

Leia mais

RESOLUÇÃO NORMATIVA - RN Nº 412, DE 10 DE NOVEMBRO DE 2016

RESOLUÇÃO NORMATIVA - RN Nº 412, DE 10 DE NOVEMBRO DE 2016 RESOLUÇÃO NORMATIVA - RN Nº 412, DE 10 DE NOVEMBRO DE 2016 Dispõe sobre a solicitação de cancelamento do contrato do plano de saúde individual ou familiar, e de exclusão de beneficiário de contrato coletivo

Leia mais

REAJUSTE DO PLANO DE SAÚDE LINCX E CAMPANHA DE ADESÃO

REAJUSTE DO PLANO DE SAÚDE LINCX E CAMPANHA DE ADESÃO REAJUSTE DO PLANO DE SAÚDE LINCX E CAMPANHA DE ADESÃO - 2017 Prezado Associado Como ocorre todos os anos, no mês de janeiro temos o reajuste do contrato do plano de saúde da APMP. De acordo com o estabelecido

Leia mais

APOSENTADORIAS - CONTAGEM DE TEMPO DO TEMPO DE CONTRIBUIÇÃO E CÁLCULO DE

APOSENTADORIAS - CONTAGEM DE TEMPO DO TEMPO DE CONTRIBUIÇÃO E CÁLCULO DE Clique no Tipo de Solicitação para saber mais detalhes APOSENTADORIAS - CONTAGEM DE TEMPO DO TEMPO DE CONTRIBUIÇÃO E CÁLCULO DE RENDA SOLICITAÇÃO - 2a VIA DE CRACHÁ SOLICITAÇÃO - ALTERAÇÃO DO PADRÃO DO

Leia mais

Para isso, é preciso saber o tipo de contratação do seu plano de saúde:

Para isso, é preciso saber o tipo de contratação do seu plano de saúde: A Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) elaborou esta cartilha para explicar como você deve proceder para solicitar o cancelamento do plano de saúde individual ou familiar ou a exclusão do contrato

Leia mais

Ministério da Saúde AGÊNCIA NACIONAL DE SAÚDE SUPLEMENTAR DIRETORIA COLEGIADA RESOLUÇÃO NORMATIVA - RN N.º 186, DE 14 DE JANEIRO DE 2009.

Ministério da Saúde AGÊNCIA NACIONAL DE SAÚDE SUPLEMENTAR DIRETORIA COLEGIADA RESOLUÇÃO NORMATIVA - RN N.º 186, DE 14 DE JANEIRO DE 2009. Ministério da Saúde AGÊNCIA NACIONAL DE SAÚDE SUPLEMENTAR DIRETORIA COLEGIADA RESOLUÇÃO NORMATIVA - RN N.º 186, DE 14 DE JANEIRO DE 2009. Dispõe sobre a regulamentação da portabilidade das carências previstas

Leia mais

Formulario-af.pdf 1 14/05/14 11:36

Formulario-af.pdf 1 14/05/14 11:36 Formulario-af.pdf 1 14/05/14 11:36 Formulario-af.pdf 2 14/05/14 11:36 Formulario-af.pdf 3 14/05/14 11:36 ANEXO CARTA DE ORIENTAÇÃO AO BENEFICIÁRIO Prezado(a) Beneficiário(a), A Agência Nacional de Saúde

Leia mais

COMISSÃO PARITÁRIA CUSTEIO DO PLANO DE SAÚDE ACT 2016/2017 (Continuação) 28/nov/2016

COMISSÃO PARITÁRIA CUSTEIO DO PLANO DE SAÚDE ACT 2016/2017 (Continuação) 28/nov/2016 COMISSÃO PARITÁRIA CUSTEIO DO PLANO DE SAÚDE ACT 2016/2017 (Continuação) 28/nov/2016 Planos de Saúde Beneficiários de Planos de Saúde Eu acho que estamos vivendo um momento crítico. Temos custos assistenciais

Leia mais

ANS divulga teto de reajuste autorizado para planos individuais

ANS divulga teto de reajuste autorizado para planos individuais ANS divulga teto de reajuste autorizado para planos individuais Publicado em: 03/06/2016 (ans.gov.br) A Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) fixou em até 13,57% o índice de reajuste a ser aplicado

Leia mais

MANUAL DE ORIENTAÇÃO PARA CONTRATAÇÃO DE PLANOS DE SAÚDE

MANUAL DE ORIENTAÇÃO PARA CONTRATAÇÃO DE PLANOS DE SAÚDE MANUAL DE ORIENTAÇÃO PARA CONTRATAÇÃO DE PLANOS DE SAÚDE Manual de Orientação para Contratação de Planos de Saúde Diferenças entre planos individuais e coletivos Operadora: MetLife Planos Odontológicos

Leia mais

PERGUNTAS FREQUENTES SOBRE OS NOVOS PLANOS. A partir de que data os novos planos começarão a vigorar?

PERGUNTAS FREQUENTES SOBRE OS NOVOS PLANOS. A partir de que data os novos planos começarão a vigorar? PERGUNTAS FREQUENTES SOBRE OS NOVOS PLANOS GERAIS A partir de que data os novos planos começarão a vigorar? Os novos planos passam a funcionar em 1º de janeiro de 2015. Como será a migração? A migração

Leia mais

02 O que eu preciso fazer

02 O que eu preciso fazer 01 Quais são os documentos que necessito apresentar para requerer minha aposentadoria no FusanPrev e atualizar minha situação no SaneSaúde? Cópia simples dos seguintes documentos: - Identidade e CPF do

Leia mais

REGULAMENTAÇÃO DO PEDIDO DE CANCELAMENTO OU EXCLUSÃO DE BENEFICIÁRIOS DE PLANOS DE SAÚDE Principais Contribuições. Câmara Técnica 3ª reunião

REGULAMENTAÇÃO DO PEDIDO DE CANCELAMENTO OU EXCLUSÃO DE BENEFICIÁRIOS DE PLANOS DE SAÚDE Principais Contribuições. Câmara Técnica 3ª reunião REGULAMENTAÇÃO DO PEDIDO DE CANCELAMENTO OU EXCLUSÃO DE BENEFICIÁRIOS DE PLANOS DE SAÚDE Principais Contribuições Câmara Técnica 3ª reunião PRINCIPAIS CONTRIBUIÇÕES Entidades que enviaram contribuições

Leia mais

ORIENTAÇÕES OPERACIONAIS RN 412/16 CANCELAMENTOS DE PLANOS DE SAÚDE

ORIENTAÇÕES OPERACIONAIS RN 412/16 CANCELAMENTOS DE PLANOS DE SAÚDE ORIENTAÇÕES OPERACIONAIS RN 412/16 CANCELAMENTOS DE PLANOS DE SAÚDE Foi publicada no Diário Oficial da União - DOU de 11/11/16 a RN 412/16 que dispõe sobre a solicitação de cancelamento do contrato do

Leia mais

Características dos Produtos e Planos. Contrato de Pré-Pagamento

Características dos Produtos e Planos. Contrato de Pré-Pagamento Características dos Produtos e Planos Contrato de Pré-Pagamento ESPECIFICAÇÕES Produto A Privativo (Individual) Este plano oferece cobertura AMBULATORIAL E HOSPITALAR com OBSTETRÍCIA; Abrangência Nacional;

Leia mais

Prezado cliente, CONTRATO DE CESSÃO

Prezado cliente, CONTRATO DE CESSÃO Prezado cliente, Com o intuito de orientar e facilitar a adesão do CARTÃO ÓTIMO seguem abaixo as instruções de preenchimento da documentação obrigatória exigida pela operadora: CONTRATO DE CESSÃO - Deverão

Leia mais

RESOLUÇÃO NORMATIVA - RN Nº xxx, de xx de xxxxxx DE 2016

RESOLUÇÃO NORMATIVA - RN Nº xxx, de xx de xxxxxx DE 2016 RESOLUÇÃO NORMATIVA - RN Nº xxx, de xx de xxxxxx DE 2016 Dispõe sobre a contratação de planos coletivos empresariais de planos privados de assistência à saúde por microempreendedores individuais e por

Leia mais

PONTOS-CHAVE - SAÚDE SUPLEMENTAR. Apresentação

PONTOS-CHAVE - SAÚDE SUPLEMENTAR. Apresentação PONTOS-CHAVE - SAÚDE SUPLEMENTAR Apresentação Tendo por base os princípios da ética e da transparência, a CNseg, em parceria com as Federações Setoriais, desenvolveu este instrumento para colaborar com

Leia mais

IDENTIFICAÇÃO DO BENEFICIÁRIO TITULAR (Preencher com letra de forma ou letra manuscrita legível)

IDENTIFICAÇÃO DO BENEFICIÁRIO TITULAR (Preencher com letra de forma ou letra manuscrita legível) IDENTIFICAÇÃO DO BENEFICIÁRIO TITULAR (Preencher com letra de forma ou letra manuscrita legível) Nome(completo): Matrícula/CB: CPF: Nº Documento de Identificação: Unidade de Lotação/Vinculação: Endereço(completo):

Leia mais

Quadro Comparativo das Alterações Propostas Regulamento do Plano de Aposentadoria MSD Prev

Quadro Comparativo das Alterações Propostas Regulamento do Plano de Aposentadoria MSD Prev Quadro Comparativo das Alterações Propostas Regulamento do Plano de Aposentadoria MSD Prev MSD Prev Sociedade de Previdência Privada CNPB:19.980.047-83 CNPJ:02.726.871/0001-12 Anexo I Ata de Reunião Extraordinária

Leia mais

Reajuste anual de planos de saúde

Reajuste anual de planos de saúde Sindicato dos Laboratórios de Minas Gerais Nº : 204 Data: 08/06/2015 Fale conosco: (31) 3213-2738 - Fax (31) 3213-0814 - secretaria@sindlab.org.br - www.sindlab.org.br Reajuste anual de planos de saúde

Leia mais

* C) Para solicitar: no item 2 (Dados Cadastrais do Titular), independente de estarem assinaladas com *. - No item 3. Importante: Importante: *

* C) Para solicitar: no item 2 (Dados Cadastrais do Titular), independente de estarem assinaladas com *. - No item 3. Importante: Importante: * I * C) Para solicitar: no item 2 (Dados Cadastrais do Titular), independente de estarem assinaladas com *. No item 3 Importante: Importante: * Importante: CANCELAMENTO DO PLANO (titular e dependentes)

Leia mais

IDENTIFICAÇÃO DO(A) BENEFICIÁRIO(A) TITULAR

IDENTIFICAÇÃO DO(A) BENEFICIÁRIO(A) TITULAR IDENTIFICAÇÃO DO(A) BENEFICIÁRIO(A) TITULAR (Preencher com letra de forma ou letra manuscrita legível) Nome completo: Matrícula: Já foi Beneficiário na AMS? ( ) Sim ( ) Não. Se SIM, qual era a matrícula

Leia mais

Comunicado 4 Credenciamento TSE nº 1/2015 QUESTIONAMENTOS DA EMPRESA ALIANÇA ADMINISTRADORA DE BENEFÍCIOS DE SAÚDE S.A E RESPOSTAS EMITIDAS PELO TSE:

Comunicado 4 Credenciamento TSE nº 1/2015 QUESTIONAMENTOS DA EMPRESA ALIANÇA ADMINISTRADORA DE BENEFÍCIOS DE SAÚDE S.A E RESPOSTAS EMITIDAS PELO TSE: Comunicado 4 Credenciamento TSE nº 1/2015 QUESTIONAMENTOS DA EMPRESA ALIANÇA ADMINISTRADORA DE BENEFÍCIOS DE SAÚDE S.A E RESPOSTAS EMITIDAS PELO TSE: 1. De acordo com a alínea f do item 1.3 do Edital em

Leia mais

[006] Políticas Remuneração e Benefícios Seguro Saúde

[006] Políticas Remuneração e Benefícios Seguro Saúde [006] Políticas Remuneração e Benefícios Seguro Saúde 1. Objetivo Esta política visa oferecer aos funcionários e estagiários, bem como aos seus dependentes legais (quando aplicável), atendimento à saúde,

Leia mais

EDITAL Nº 027/2014 PROCESSO SELETIVO PARA INGRESSO NOS CURSOS DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU

EDITAL Nº 027/2014 PROCESSO SELETIVO PARA INGRESSO NOS CURSOS DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU EDITAL Nº 027/2014 PROCESSO SELETIVO PARA INGRESSO NOS CURSOS DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU A Diretoria de Pós-graduação e Extensão do Centro Universitário Senac, no uso de suas atribuições torna pública

Leia mais

MINISTÉRIO DA SAÚDE AGÊNCIA NACIONAL DE SAÚDE SUPLEMENTAR DIRETORIA COLEGIADA

MINISTÉRIO DA SAÚDE AGÊNCIA NACIONAL DE SAÚDE SUPLEMENTAR DIRETORIA COLEGIADA MINISTÉRIO DA SAÚDE AGÊNCIA NACIONAL DE SAÚDE SUPLEMENTAR DIRETORIA COLEGIADA RESOLUÇÃO NORMATIVA - RN No- 195, DE 14 DE JULHO DE 2009 Dispõe sobre a classificação e características dos planos privados

Leia mais

PROPOSIÇÃO DE ALTERAÇÃO DA RESOLUÇÃO ANTT 3.694/2011 Alterada pela Resolução 4.792/2015

PROPOSIÇÃO DE ALTERAÇÃO DA RESOLUÇÃO ANTT 3.694/2011 Alterada pela Resolução 4.792/2015 USUÁRIO DEPENDENTE DA FERROVIA PROPOSIÇÃO DE ALTERAÇÃO DA RESOLUÇÃO ANTT 3.694/2011 Alterada pela Resolução 4.792/2015 OUTUBRO DE 2015 Luis Henrique T. Baldez Presidente Executivo OBJETIVOS DA PROPOSIÇÃO

Leia mais

Relação trabalhista e previdenciária DOMÉSTICAS. Cartilha esocial

Relação trabalhista e previdenciária DOMÉSTICAS. Cartilha esocial Relação trabalhista e previdenciária DOMÉSTICAS Cartilha esocial 2 O que é o esocial? ESOCIAL DOMÉSTICO / SIMPLES DOMÉSTICO O recolhimento obrigatório a partir da competência OUTUBRO/2015. Por intermédio

Leia mais

CARTILHA DO PLANO CELPREV

CARTILHA DO PLANO CELPREV CARTILHA DO PLANO CELPREV O QUE É O CELPREV? O CELPREV é um plano de contribuição definida, também conhecido como plano CD, que nada mais é do que uma poupança individual na qual serão investidos dois

Leia mais

DEPOIS DO NASCIMENTO ANTES DO NASCIMENTO RETORNANDO AO TRABALHO

DEPOIS DO NASCIMENTO ANTES DO NASCIMENTO RETORNANDO AO TRABALHO LICENÇA-MATERNIDADE A gestação e o nascimento do bebê são fases muito significativas na vida da mulher, com muitas novidades a cada mês. Para garantir que o seu período de afastamento e retorno ao trabalho

Leia mais

TERMO DE ADESÃO PARA INCLUSÃO DE BENEFICIÁRIOS

TERMO DE ADESÃO PARA INCLUSÃO DE BENEFICIÁRIOS TERMO DE ADESÃO PARA INCLUSÃO DE BENEFICIÁRIOS DADOS DA OPERADORA CONTRATADA Nome: UNIMED FEDERAÇÃO DO PARANÁ FEDERAÇÃO ESTADUAL DAS COOPERATIVAS MÉDICAS DO ESTADO DO PARANÁ Endereço: RUA ANTÔNIO CAMILO

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO DECISÃO MONOCRÁTICA

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO DECISÃO MONOCRÁTICA fls. 1 Registro: 2013.0000161312 DECISÃO MONOCRÁTICA Agravo de Instrumento Processo nº 0051663-37.2013.8.26.0000 Relator(a): Erickson Gavazza Marques Órgão Julgador: 5ª Câmara de Direito Privado Decisão

Leia mais

Haver completado 5 anos de efetivo exercício até a publicação da Medida Provisória no 1.522/96, de 15/10/96.

Haver completado 5 anos de efetivo exercício até a publicação da Medida Provisória no 1.522/96, de 15/10/96. Licença Prêmio por Assuidade Licença concedida pelo prazo de até 3 meses, com a remuneração do cargo efetivo, a título de prêmio por assiduidade, após cada período de 5 anos ininterruptos de exercício,

Leia mais

RESOLUÇÃO IBA N 02/2008 RESOLVE

RESOLUÇÃO IBA N 02/2008 RESOLVE INSTITUTO BRASILEIRO DE ATUÁRIA RESOLUÇÃO IBA N 02/2008 Dispõe sobre a Certificação do Atuário Responsável Técnico e do Atuário Independente O Instituto Brasileiro de Atuária - IBA, por decisão de sua

Leia mais

ESCLARECIMENTOS SOBRE O CUMPRIMENTO DA DECISÃO DO STF NO JULGAMENTO DA ADI 4876

ESCLARECIMENTOS SOBRE O CUMPRIMENTO DA DECISÃO DO STF NO JULGAMENTO DA ADI 4876 ESCLARECIMENTOS SOBRE O CUMPRIMENTO DA DECISÃO DO STF NO JULGAMENTO DA ADI 4876 Ata da ADI 4876 publicada em 01/04/2014 Julgou como inconstitucionais os incisos I, II, IV e V do art. 7º da Lei Complementar

Leia mais

CARTA DE ORIENTAÇÃO AO BENEFICIÁRIO

CARTA DE ORIENTAÇÃO AO BENEFICIÁRIO Prezado (a) Beneficiário (a), CARTA DE ORIENTAÇÃO AO BENEFICIÁRIO A Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS), instituição que regula as atividades das operadoras de planos privados de assistência à

Leia mais

(CAPA) CARTILHA DA PREVIDÊNCIA DO SERVIDOR PÚBLICO MUNICIPAL

(CAPA) CARTILHA DA PREVIDÊNCIA DO SERVIDOR PÚBLICO MUNICIPAL (CAPA) CARTILHA DA PREVIDÊNCIA DO SERVIDOR PÚBLICO MUNICIPAL Londrina-Pr O melhor plano para sua vida! Cartilha do Plano de Saúde CAAPSML 1 APRESENTAÇÃO O Plano de Saúde, gerenciado pela CAAPSML, é um

Leia mais

Taxa de Saúde Suplementar por Plano de Assistência à Saúde - TPS

Taxa de Saúde Suplementar por Plano de Assistência à Saúde - TPS Procedimentos para lançamento de quantitativo de beneficiários e emissão da GRU para recolhimento da Taxa de Saúde Suplementar por Plano de Assistência à Saúde - TPS Ressaltamos, antes de tudo, que para

Leia mais

Bom dia, hoje farei breves considerações sobre a aposentadoria por idade urbana. Espero que seja útil.

Bom dia, hoje farei breves considerações sobre a aposentadoria por idade urbana. Espero que seja útil. Bom dia, hoje farei breves considerações sobre a aposentadoria por idade urbana. Espero que seja útil. Diz o art. 48, da Lei 8.213/91: Art. 48. A aposentadoria por idade será devida ao segurado que, cumprida

Leia mais

Manual de Movimentação Cadastral

Manual de Movimentação Cadastral Manual de Movimentação Cadastral 1. Objetivo; 2. Processo; 3. Datas de vigência e datas de cadastro; 4. Cadastro de novo Subestipulante; 4.1 Filiais; 4.2 Prestador de Serviços; 5. Inclusões de Segurados;

Leia mais

Posicionamento Consultoria De Segmentos Contrato de Experiência - Afastamento

Posicionamento Consultoria De Segmentos Contrato de Experiência - Afastamento Contrato de Experiência - Afastamento 03/06/2016 Sumário Título do documento 1. Questão... 3 2. Normas apresentadas pelo cliente... 3 3. Análise da Legislação... 3 4. Conclusão... 6 5. Informações Complementares...

Leia mais

9.1. Aposentadoria. Leis: Artigos 37 e 40 da CF/88. Documentação: não há. Setor responsável: SMAGP Divisão de Pessoal Concessão de Sepultura

9.1. Aposentadoria. Leis: Artigos 37 e 40 da CF/88. Documentação: não há. Setor responsável: SMAGP Divisão de Pessoal Concessão de Sepultura 9.1. Aposentadoria Descrição: É o exercício de um direito do empregado, cuja conseqüência é a extinção das obrigações contratuais. Existem os seguintes tipos de aposentadoria: aos abrangidos pelo regime

Leia mais

MANUAL. Objetivo. monitoramento das obrigações trabalhistas SUZANO PAPEL E CELULOSE S/A

MANUAL. Objetivo. monitoramento das obrigações trabalhistas SUZANO PAPEL E CELULOSE S/A MANUAL monitoramento das obrigações trabalhistas SUZANO PAPEL E CELULOSE S/A Objetivo Esse manual tem como objetivo esclarecer as dúvidas em relação ao processo do monitoramento de obrigações trabalhistas

Leia mais

Manual de Movimentação Cadastral SGU WEB

Manual de Movimentação Cadastral SGU WEB Manual de Movimentação Cadastral SGU WEB Apresentação Este manual foi elaborado para auxiliá-lo no uso da plataforma SGU WEB, onde todas as movimentações cadastrais de sua empresa devem ser operacionalizadas

Leia mais

SUMÁRIO SIC 1- Acesso 2- Mensagens 3 - Faturas 4 Beneficiários

SUMÁRIO SIC 1- Acesso 2- Mensagens 3 - Faturas 4 Beneficiários SUMÁRIO SIC 1- Acesso 1.1 Senha 1.1.1 - Alterar Senha 1.1.2 Esqueceu sua Senha? 1.2 Meu Cadastro 1.3 Cancelar acesso 2- Mensagens 3 - Faturas 4 Beneficiários 4.1 Incluir / excluir beneficiários 4.1.1 Titular

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE ALAGOAS DEPARTAMENTO DE ADMINISTRAÇÃO DE PESSOAL PENSÃO - CONCESSÃO. Agência:

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE ALAGOAS DEPARTAMENTO DE ADMINISTRAÇÃO DE PESSOAL PENSÃO - CONCESSÃO. Agência: UFAL Dados Básicos do Instituidor SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL DEPARTAMENTO DE ADMINISTRAÇÃO DE PESSOAL PENSÃO - CONCESSÃO Siape: Beneficiário do Plano de Saúde GEAP: Sim Não Dados do Básicos do Pensionista

Leia mais

TERMO ADITIVO A CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2016/2018

TERMO ADITIVO A CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2016/2018 TERMO ADITIVO A CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2016/2018 NÚMERO DE REGISTRO NO MTE: GO000524/2016 DATA DE REGISTRO NO MTE: 29/06/2016 NÚMERO DA SOLICITAÇÃO: MR038055/2016 NÚMERO DO PROCESSO: 46208.005954/2016-59

Leia mais

UnileverPrev Sociedade de Previdência Privada

UnileverPrev Sociedade de Previdência Privada Quadro Comparativo das Alterações Propostas no Regulamento do Programa de Assistência Médica para Aposentados UnileverPrev UnileverPrev Sociedade de Previdência Privada Quadro Comparativo das alterações

Leia mais

A regulação estatal. Lei nº 9.656/1998 dispõe sobre planos e seguros privados de assistência à saúde

A regulação estatal. Lei nº 9.656/1998 dispõe sobre planos e seguros privados de assistência à saúde Saúde Suplementar Cadernos EBAPE, Vilarinho, P.F, 2010 A regulação estatal Lei nº 9.656/1998 dispõe sobre planos e seguros privados de assistência à saúde Conselho de Saúde Suplementar CONSU Órgão colegiado,

Leia mais

Departamento de Saúde Ocupacional e Benefícios UNIDADE DE RECURSOS HUMANOS 2016

Departamento de Saúde Ocupacional e Benefícios UNIDADE DE RECURSOS HUMANOS 2016 CENTRO PAULA SOUZA Departamento de Saúde Ocupacional e Benefícios UNIDADE DE RECURSOS HUMANOS 2016 INFORMAÇÕES ADMINISTRATIVAS : SP-PREVCOM QUEM TEM DIREITO : EXCLUSIVAMENTE PARA SERVIDORES CELETISTAS

Leia mais

Procedimento para ligações provisórias

Procedimento para ligações provisórias Procedimento para ligações provisórias Da Resolução Art. 44. É de responsabilidade exclusiva do interessado o custeio das obras realizadas a seu pedido nos seguintes casos: I extensão de rede de reserva;

Leia mais

CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES

CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES INSTRUÇÃO NORMATIVA IN Nº 50, DE 22 DE DEZEMBRO DE 2016, DA DIRETORIA DE NORMAS E HABILITAÇÃO DOS PRODUTOS Regulamenta a Resolução Normativa - RN nº 417, de 22 de dezembro de 2016, para dispor, em especial,

Leia mais

ENTENDA SEUS DIREITOS. O SINDEMED reservou este espaço para esclarecer seus direitos trabalhistas.

ENTENDA SEUS DIREITOS. O SINDEMED reservou este espaço para esclarecer seus direitos trabalhistas. ENTENDA SEUS DIREITOS O SINDEMED reservou este espaço para esclarecer seus direitos trabalhistas. As contribuições cobradas pelos Sindicatos são motivos de muitas dúvidas pelos empregados. Assim, a fim

Leia mais

Os Pontos-Chave contêm importantes informações que visam facilitar a compreensão das principais características dos produtos comercializados pelo

Os Pontos-Chave contêm importantes informações que visam facilitar a compreensão das principais características dos produtos comercializados pelo Os Pontos-Chave contêm importantes informações que visam facilitar a compreensão das principais características dos produtos comercializados pelo mercado segurador. Para tanto, foram utilizados ícones

Leia mais

REGRAS BÁSICAS - PLANO DE BENEFÍCIOS FAF CNPB Nº

REGRAS BÁSICAS - PLANO DE BENEFÍCIOS FAF CNPB Nº 1 - BENEFÍCIOS OFERECIDOS O Plano de Benefícios FAF oferece os seguintes benefícios aos seus participantes, ou aos dependentes de participantes falecidos: I - quanto aos participantes: - suplementação

Leia mais

Comunicado: Atualizações Legais do Plano de Saúde Decorrentes de Normas da ANS.

Comunicado: Atualizações Legais do Plano de Saúde Decorrentes de Normas da ANS. Joinville, 03 de maio de 2016. Ofício 567/2016 Comunicado: Atualizações Legais do Plano de Saúde Decorrentes de Normas da ANS. Prezado Cliente, Comunicamos as alterações abaixo, que passam a ser asseguradas

Leia mais

Quadro Comparativo das Alterações do Regulamento do Plano de Aposentadoria Suplementar da PREVI-SIEMENS

Quadro Comparativo das Alterações do Regulamento do Plano de Aposentadoria Suplementar da PREVI-SIEMENS Capítulo B.1. Do Objeto Capítulo B.1. Do Objeto Item B.1.2.1 Item B.1.2.1 A partir de 1º. de janeiro de 2009 serão vedadas inscrições de novos Participantes neste Plano, caracterizando-se como plano em

Leia mais

2.2.1 Para efeito de data do sinistro, será considerada a data do falecimento do segurado.

2.2.1 Para efeito de data do sinistro, será considerada a data do falecimento do segurado. A Zurich Santander Brasil Seguros e Previdência S.A., designada Seguradora, e o proponente, aqui designado segurado, contratam o Seguro Prestamista Cheque Empresa Protegido, cujo estipulante é o Banco

Leia mais

Com o intuito de orientar e facilitar a adesão do BHBUS, seguem abaixo Instruções de Preenchimento da Documentação Obrigatória:

Com o intuito de orientar e facilitar a adesão do BHBUS, seguem abaixo Instruções de Preenchimento da Documentação Obrigatória: Prezado cliente, Com o intuito de orientar e facilitar a adesão do BHBUS, seguem abaixo Instruções de Preenchimento da Documentação Obrigatória: CONTRATO DE CESSÃO - Deverão ser enviadas duas vias originais

Leia mais

O modelo, segmentado por modalidade e faixa etária, oferece Pecúlios em melhores condições que o mercado. Veja a seguir as principais informações.

O modelo, segmentado por modalidade e faixa etária, oferece Pecúlios em melhores condições que o mercado. Veja a seguir as principais informações. Este é o Guia da Carteira de Pecúlios (Capec). Com ele apresentamos, de forma simples, as principais informações sobre os benefícios proporcionados pela PREVI por meio da Capec. Como procuramos traduzir

Leia mais

EDITAL DE INSCRIÇÃO PASSO A PASSO PARA SE INSCREVER NA JAC UFSCAR:

EDITAL DE INSCRIÇÃO PASSO A PASSO PARA SE INSCREVER NA JAC UFSCAR: EDITAL DE INSCRIÇÃO PASSO A PASSO PARA SE INSCREVER NA JAC UFSCAR: Para o bom encaminhamento de sua inscrição, por favor, realize os passos na ordem em que eles estão apresentados. Passo 1 Depósito de

Leia mais

REAJUSTE APROVADO PARA OS PLANOS DE SAÚDE

REAJUSTE APROVADO PARA OS PLANOS DE SAÚDE REAJUSTE APROVADO PARA OS PLANOS DE SAÚDE Rachel Pachiega Em 17 de abril passado, véspera de feriado nacional, a ANS publicou a resolução normativa 36 que dispõe sobre os reajustes das contraprestações

Leia mais

PLANO MILÊNIO NOVAS REGRAS DE APOSENTADORIA E OUTRAS ALTERAÇÕES

PLANO MILÊNIO NOVAS REGRAS DE APOSENTADORIA E OUTRAS ALTERAÇÕES PLANO MILÊNIO NOVAS REGRAS DE APOSENTADORIA E OUTRAS ALTERAÇÕES INFORMATIVO N.º 165-13/07/2010 http://www.cbsprev.com.br Central de Atendimento 08000-268181 Caro(a) Participante, Para a melhor compreensão

Leia mais

PROCEDIMENTO PARA LIGAÇÕES PROVISÓRIAS

PROCEDIMENTO PARA LIGAÇÕES PROVISÓRIAS PROCEDIMENTO PARA LIGAÇÕES PROVISÓRIAS 1. Da Resolução Art. 44. É de responsabilidade exclusiva do interessado o custeio das obras realizadas a seu pedido nos seguintes casos: I extensão de rede de reserva;

Leia mais

Encontro Nacional Unimed de Vendas 19 de maio de 2016

Encontro Nacional Unimed de Vendas 19 de maio de 2016 Encontro Nacional Unimed de Vendas 19 de maio de 2016 CENTRAL NACIONAL UNIMED Dr. Aiodair Martins Junior Diretor Superintendente Unimed de Ribeirão Preto CONTRATOS COLETIVOS POR ADESÃO Conceito São contratados

Leia mais

RESOLUÇÃO NORMATIVA - RN Nº 323, DE 3 DE ABRIL DE 2013

RESOLUÇÃO NORMATIVA - RN Nº 323, DE 3 DE ABRIL DE 2013 RESOLUÇÃO NORMATIVA - RN Nº 323, DE 3 DE ABRIL DE 2013 Dispõe sobre a instituição de unidade organizacional específica de ouvidoria pelas operadoras de planos privados de assistência saúde. [Correlações]

Leia mais

PROPOSTAS PARA IMPLANTAÇÃO DO PISO SALARIAL DO MAGISTÉRIO E REESTRUTURAÇÃO DAS CARREIRAS DA EDUCAÇÃO BÁSICA 08 DE MAIO DE 2015

PROPOSTAS PARA IMPLANTAÇÃO DO PISO SALARIAL DO MAGISTÉRIO E REESTRUTURAÇÃO DAS CARREIRAS DA EDUCAÇÃO BÁSICA 08 DE MAIO DE 2015 PROPOSTAS PARA IMPLANTAÇÃO DO PISO SALARIAL DO MAGISTÉRIO E REESTRUTURAÇÃO DAS CARREIRAS DA EDUCAÇÃO BÁSICA 08 DE MAIO DE 2015 POLÍTICA REMUNERATÓRIA 1. PISO DO MAGISTÉRIO 1.1. Reajuste de 31,78% na carreira

Leia mais

COMISSÃO PARITÁRIA CUSTEIO DO PLANO DE SAÚDE ACT 2016/2017. Novembro/2016

COMISSÃO PARITÁRIA CUSTEIO DO PLANO DE SAÚDE ACT 2016/2017. Novembro/2016 COMISSÃO PARITÁRIA CUSTEIO DO PLANO DE SAÚDE ACT 2016/2017 Novembro/2016 SUMÁRIO Evolução do CorreiosSaúde Situação Atual do Plano Comparativo do Mercado Estudo Atuarial Projeção Atuarial 2017 Evolução

Leia mais

MINISTÉRIO DE MINAS E ENERGIA CENTRAIS ELÉTRICAS BRASILEIRAS S.A. ELETROBRAS AVISO DE ESCLARECIMENTO Nº 2 EDITAL DE PREGÃO ELETRÔNICO DAC Nº 16/2015

MINISTÉRIO DE MINAS E ENERGIA CENTRAIS ELÉTRICAS BRASILEIRAS S.A. ELETROBRAS AVISO DE ESCLARECIMENTO Nº 2 EDITAL DE PREGÃO ELETRÔNICO DAC Nº 16/2015 MINISTÉRIO DE MINAS E ENERGIA CENTRAIS ELÉTRICAS BRASILEIRAS S.A. ELETROBRAS AVISO DE ESCLARECIMENTO Nº 2 EDITAL DE PREGÃO ELETRÔNICO DAC Nº 16/2015 A Centrais Elétricas Brasileiras S.A. ELETROBRAS, por

Leia mais

Regras Básicas do seu Plano de Benefícios

Regras Básicas do seu Plano de Benefícios Índice Apresentação Inscrição Cancelamento Contribuição Joia Salário-de-Participação Salário-Real-de-Benefício SRB Dos Benefícios Aposentadoria Por Tempo de Contribuição Aposentadoria Por Tempo de Contribuição

Leia mais

O valor atual da bolsa PMG é de R$ 400,00. A carga horária são 12 horas semanais, totalizando 48 horas mensais.

O valor atual da bolsa PMG é de R$ 400,00. A carga horária são 12 horas semanais, totalizando 48 horas mensais. INFORMES PMG - 2017 PROCEDIMENTOS SOBRE AS BOLSAS DO PROGRAMA DE MONITORIA DA GRADUAÇÃO O Programa de Monitoria da Graduação será regido pelas Diretrizes Gerais do Programa de Monitoria da Graduação e

Leia mais

DÚVIDAS MAIS FREQUENTES. 1) Quando é decretada a liquidação extrajudicial?

DÚVIDAS MAIS FREQUENTES. 1) Quando é decretada a liquidação extrajudicial? DÚVIDAS MAIS FREQUENTES 1) Quando é decretada a liquidação extrajudicial? A liquidação extrajudicial é decretada quando uma seguradora se enquadrar nas hipóteses previstas no art. 96 do Decreto-Lei n 73/66

Leia mais

ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2011/2012

ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2011/2012 ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2011/2012 NÚMERO DE REGISTRO NO MTE: MG004077/2011 DATA DE REGISTRO NO MTE: 07/10/2011 NÚMERO DA SOLICITAÇÃO: MR056169/2011 NÚMERO DO PROCESSO: 46246.002361/2011-70 DATA DO

Leia mais

DIREITO PREVIDENCIÁRIO. Professora: Renata Salles Mesquita

DIREITO PREVIDENCIÁRIO. Professora: Renata Salles Mesquita DIREITO PREVIDENCIÁRIO Professora: Renata Salles Mesquita EMPREGADO, TRABALHADOR AVULSO E EMPREGADO DOMÉSTICO: ESSES CONTRIBUEM COM UM PERCENTUAL SOBRE OS SEUS SALÁRIOS-DE-CONTRIBUIÇÃO, DEVENDO SER RESPEITADOS

Leia mais

SEGURO DE VIDA PRESTAMISTA OURO VIDA PRODUTOR RURAL

SEGURO DE VIDA PRESTAMISTA OURO VIDA PRODUTOR RURAL SEGURO DE VIDA PRESTAMISTA OURO VIDA PRODUTOR RURAL Condições Gerais e Particulares Processo SUSEP Nº. 10.005221/99-41 1 ÍNDICES CONDIÇÕES GERAIS E PARTICULARES 1. Objetivo do Seguro...3 2. Garantia do

Leia mais

DIREITO DO TRABALHO. Férias. Prof. Hermes Cramacon

DIREITO DO TRABALHO. Férias. Prof. Hermes Cramacon DIREITO DO TRABALHO Férias Prof. Hermes Cramacon Férias art. 7º, XVII, CF. Conceito Período de descanso em que o empregado não presta serviços, mas possui o direito de receber a remuneração. Modalidade

Leia mais

REGULAMENTO PARCELAMENTO ESPECIAL UNINTER GRADUAÇÃO PRESENCIAL

REGULAMENTO PARCELAMENTO ESPECIAL UNINTER GRADUAÇÃO PRESENCIAL REGULAMENTO PARCELAMENTO ESPECIAL UNINTER GRADUAÇÃO PRESENCIAL 1. Descrição Geral do Programa: O Programa de Parcelamento Especial UNINTER ( Programa ) consiste na oferta de uma condição diferenciada para

Leia mais

INSTITUTO NACIONAL DO SEGURO SOCIAL DIRETORIA DE ATENDIMENTO. Programa de Educação Previdenciária

INSTITUTO NACIONAL DO SEGURO SOCIAL DIRETORIA DE ATENDIMENTO. Programa de Educação Previdenciária Ministério da Previdência Social INSTITUTO NACIONAL DO SEGURO SOCIAL DIRETORIA DE ATENDIMENTO Todos que se inscrevem na Previdência Social podem escolher como vão contribuir. Isso permite que o segurado

Leia mais

SINDIMETAL LONDRINA COMUNICADO IMPORTANTE - ERRATA FECHAMENTO CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2016/2017

SINDIMETAL LONDRINA COMUNICADO IMPORTANTE - ERRATA FECHAMENTO CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2016/2017 SINDIMETAL LONDRINA COMUNICADO IMPORTANTE - ERRATA FECHAMENTO CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2016/2017 Em substituição ao comunicado enviado esta manhã às empresas, solicitamos que considerem este informativo,

Leia mais

Manual de Sinistro. BB Seguro Agrícola

Manual de Sinistro. BB Seguro Agrícola Manual de Sinistro BB Seguro Agrícola Julho 2016 1 Sumário INTRUÇÕES PARA AVISO E ACOMPANHAMENTO DE SINISTRO... 3 ANEXO I - LISTA DE DOCUMENTOS QUE DEVEM SER ENTREGUES PARA ANÁLISE DO SINISTRO. 5 ANEXO

Leia mais

ESCLARECIMENTO 1. Informamos a todos os licitantes interessados no PR 031/2012 as seguintes solicitações de esclarecimentos realizados por

ESCLARECIMENTO 1. Informamos a todos os licitantes interessados no PR 031/2012 as seguintes solicitações de esclarecimentos realizados por Página 1 de 5 ESCLARECIMENTO 1 Local: Porto Alegre Data: 01/08/2012 Ref. PREGÃO PRESENCIAL 031/2012 DE: Comissão de Licitação PARA: Os Licitantes Informamos a todos os licitantes interessados no PR 031/2012

Leia mais

PROMOÇÃO BOX IDEAL REGULAMENTO

PROMOÇÃO BOX IDEAL REGULAMENTO PROMOÇÃO BOX IDEAL REGULAMENTO Através da Promoção Box Ideal da Sercomtel S.A. - Telecomunicações e Sercomtel Internet, doravante denominadas apenas "Sercomtel", serão concedidos descontos promocionais

Leia mais

ROTEIRO OPERACIONAL DO CARTÃO BI CARD CONSIGNADO GOV. RIO DE JANEIRO

ROTEIRO OPERACIONAL DO CARTÃO BI CARD CONSIGNADO GOV. RIO DE JANEIRO 1. PUBLICO ALVO O publico alvo é constituído por servidores ativos e inativos do Governo do Estado do Rio de Janeiro com o objetivo de concessão do Cartão BI CARD possibilitando saque antecipado, saques

Leia mais