Anexo IV. Tutorial de Implementação de Políticas de Segurança das Redes sem Fio das Unidades do CEFETES

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Anexo IV. Tutorial de Implementação de Políticas de Segurança das Redes sem Fio das Unidades do CEFETES"

Transcrição

1 Anexo IV Tutorial de Implementação de Políticas de Segurança das Redes sem Fio das Unidades do CEFETES Este documento tem como objetivo documentar as configurações que devem ser feitas para a implementação de políticas de segurança nas redes sem fio das unidades do CEFETES. Serão mostradas as configurações que devem ser feitas no firewall, no servidor Radius, nos pontos de acesso sem fio, nos switches e nas estações clientes sem fio. Estas configurações sofrerão alterações para cada unidade do CEFETES. Para o melhor entendimento deste tutorial, serão mostrados exemplos da implementação das políticas de segurança na rede sem fio da unidade do CEFETES de Vitória. 1. Configurações no Firewall da Unidade Em cada unidade do CEFETES há um firewall Linux configurado com alguns serviços tais como Iptables, Squid, Dansguardian, Iproute. 1 P a g e

2 Serão instalados no firewall de cada unidade os serviços de VLAN e de DHCP e adicionadas regras do Iptables. 1.1.VLAN (Virtual LAN) Serão configuradas três VLANs no firewall da unidade. A VLAN chamada Guest permite apenas o tráfego de pacotes da rede sem fio com SSID Guest. A VLAN chamada Corp permite apenas o tráfego de pacotes da rede sem fio com SSID Corp. Enquanto que a VLAN chamada MGMT é utilizada para a autenticação Radius da rede Corp e também para gerenciamento do Ponto de Acesso sem fio. Para fazer com que o sistema operacional Linux tenha suporte a VLAN é necessário instalar o pacote vlan, executando o seguinte comando: # apt-get install vlan Após instalar o pacote vlan é necessário carregar o módulo 8021q. Carregue o módulo, com o seguinte comado: # modprobe 8021q Para que não seja necessário carregar manualmente este módulo toda vez que o sistema operacional for iniciado, execute o comando abaixo: # echo 8021q >> /etc/modules Depois que o pacote vlan estiver instalado e iniciado, crie um script chamado vlan no diretório /etc/init.d/ contendo os comandos para a criação das VLANs: #!/bin/sh #Identificador das VLANs guest=1717 corp=1818 mgmt= P a g e

3 # Interface em que serão configuradas as VLANs iface=eth1 #IP das interfaces do firewall ip_guest=" " ip_corp=" " ip_mgmt=" " # Mascara de rede mask=" " case "$1" in start) echo "Criando VLANs..." ifconfig $iface up vconfig set_name_type VLAN_PLUS_VID # VLAN GUEST vconfig add $iface $guest ifconfig vlan$guest $ip_guest netmask $mask up # VLAN Corp vconfig add $iface $corp ifconfig vlan$corp $ip_corp netmask $mask up # VLAN GERENCIAMENTO vconfig add $iface $mgmt ifconfig vlan$mgmt $ip_mgmt netmask $mask up echo "[OK]" ;; stop) *) echo "Removendo VLANs..." ifconfig $iface down vconfig rem vlan$guest vconfig rem vlan$corp vconfig rem vlan$mgmt echo "[OK]" ;; echo "Use {start stop}" ;; esac ifconfig $iface up Explicando os principais comandos no script Este comando levanta a interface definida na variável iface. 3 P a g e

4 Esta interface é onde serão configuradas as VLANs. Para cada unidade, esta interface deverá ser alterada, para a interface que realmente será utilizada. Para alterar a interface, altere a seguinte linha do script: iface=eth1 vconfig set_name_type VLAN_PLUS_VID Quando se adiciona uma VLAN no Linux, é criada uma interface que receberá/enviará os frames que tenham o identificador de VLAN (VLAN ID) correspondente àquela VLAN. Este comando configura o nome da interface das VLANs para: vlan[vlan ID]. Então quando for adicionada uma VLAN com identificador 1717, a interface desta VLAN será identificada por vlan1717. vconfig add $iface $guest Este comando adiciona uma VLAN na interface cujo o nome está setado na variável iface e com identificador igual ao contido na variável guest, no aso do script acima o comando seria executado realmente assim: vconfig add eth O VLAN ID configurado neste script deve ser escolhido para cada unidade, e devem ser os mesmos identificadores configurados nos switchs. Para alterar os identificadores de VLAN, altere as seguintes linhas do script: guest=1717 corp=1818 mgmt=1919 ifconfig vlan$guest $ip_guest netmask $mask up Este comando configura o endereço IP e a máscara para a interface de VLAN criada. No exemplo acima, este comando seria executado realmente assim: ifconfig vlan netmask up Lembre-se que ao adicionar uma VLAN, é criada uma interface para aquela receber/ enviar frames identifcados com o VLAN ID da VLAN adicionada. 4 P a g e

5 Altere as seguintes linhas do script para adequar aos endereços IPs e mácaras utilizados na unidade: ip_guest=" " ip_corp=" " ip_mgmt=" " mask=" " ifconfig $iface down Este comando desabilita a interface em que estão acopladas as VLANs. No caso do script, este comando seria executado realmente assim: ifconfig eth1 down vconfig rem vlan$guest O comando acima remove uma VLAN criada. No caso do script acima, este comando seria executado realmente assim: vconfig rem vlan1717 Para iniciar as configurar as VLAN utilizando o script acima execute o comando abaixo: # /etc/init.d/vlan start Para desativar a configuração das VLANs execute o comando abaixo: # /etc/init.d/vlan stop Para que o script de configuração das VLANs seja inicializado automaticamente quando o sistema for iniciado, execute o comando abaixo: # update-rc.d vlan defaults Após a execução do comando acima, toda a vez em que o firewall da unidade for iniciado as VLANs serão automaticamente configuradas. 5 P a g e

6 1.2.Iptables O firewall Iptables é necessário para que ocorra o devido controle de acesso entre as redes sem fio e os recursos fornecidos pela rede do CEFETES Vitória. Como a política do firewall do CEFETES Vitória é bloquear tudo e liberar o necessário, faz-se necessário adicionar regras no firewall para que a rede sem fio funcione corretamente. As regras a seguir devem ser adicionadas para que a autenticação entre a estação sem fio e o servidor Radius possam acontecer corretamente: iptables -t filter -A FORWARD i vlan1919 o eth0 -p udp --dport j ACCEPT iptables -t filter -A FORWARD i eth0 o vlan1919 -p udp --sport j ACCEPT Altere as interfaces vlan1919 e eth1 para as interfaces que realmente serão utilizadas no firewall da unidade. As regras abaixo liberam o servidor DHCP que está configurado no servidor Linux para fornecer endereços IPs apenas para a redes Corp e Guest. iptables -t filter -A INPUT i vlan1717 -p udp --dport 67 -j ACCEPT iptables -t filter -A INPUT i vlan1818 -p udp --dport 67 -j ACCEPT iptables -t filter -A OUTPUT o vlan1717 -p udp --sport 67 -j ACCEPT iptables -t filter -A OUTPUT o vlan1818 -p udp --sport 67 -j ACCEPT Altere as interfaces vlan1717 e vlan1818 para as interfaces que realmente serão utilizadas no firewall da unidade. Adicionadas as regras acima o firewall já está liberando a autenticação na rede sem fio e a concessão de endereços IPs para a rede sem fio. Porém, é necessário ainda fornecer acesso à Internet para as redes Guest e Corp. Estas regras que devem ser adicionadas dependerão muito dos serviços que a unidade permite, mas algumas regras que podem ser adicionadas são: # Libera o serviço de DNS iptables -t filter -A INPUT i vlan1717 -p udp --sport 53 -j ACCEPT iptables -t filter -A INPUT i vlan1818 -p udp --sport 53 -j ACCEPT iptables -t filter -A OUTPUT o vlan1717 -p udp --dport 53 -j ACCEPT iptables -t filter -A OUTPUT o vlan1818 -p udp --dport 53 -j ACCEPT 6 P a g e

7 # Libera o serviço de HTTP iptables -t filter -A INPUT -p tcp --sport 80 -j ACCEPT iptables -t filter -A OUTPUT -p tcp --dport 80 -j ACCEPT iptables -t filter -A FORWARD -p tcp --dport 80 -j ACCEPT iptables -t filter -A FORWARD -p tcp --sport 80 -j ACCEPT Lembre-se que as regras acima são apenas um exemplo, pois será necessário além delas configuras regras para o proxy e para a realização de NAT. Libere também o acesso ao serviços da interna da unidade para a rede Corp. Porém, não se esqueça que não deve ser fornecido acesso à rede interna da unidade para a rede Guest. 1.3.ARP (Address Resolution Protocol) Foram encontrados problemas na respostas de requisições ARP por parte dos pontos de acesso sem fio. A fim de solucionar este problema configurou-se manualmente a entrada ARP para cada ponto de acesso instalado na rede. Porém, para não ser necessário executar estes comandos manualmente toda a vez que o sistema for iniciado, crie um script chamado arpp no diretório /etc/init.d/ que executará os comandos para a adição de entradas ARPs de forma permanente para cada ponto de acesso. #!/bin/sh arp -s :18:6E:15:BC:40 #AP CEFETES-Vitoria-U3a arp -s :18:6E:15:BA:40 #AP CEFETES-Vitoria-U3b Para cada ponto de acesso sem fio adicionado na rede, deve ser adicionada a seguinte linha no script contendo o endereço IP e o endereço MAC do ponto de acesso: arp s [Endereço IP] [Endereço MAC] 1.4.DHCP (Dynamic Host Configuration Protocol) 7 P a g e

8 Instale o servidor dhcp com o seguinte comando: # apt-get install dhcp3-server Após instalar o pacote, edite o arquivo dhcpd.conf localizado em /etc/dhcp2/ e adicione ou altere as seguintes linhas: option domain-name cefetes.br ; #Sufixo DNS option domain-name-servers ; #Servidor DNS subnet netmask { range ; # Faixa de IP que será fornecida option routers ; # Gateway que sera fornecido } subnet netmask { range ; # Faixa de IP que será fornecida option routers ; # Gateway que sera fornecido } O arquivo acima deve ser configurado para as configurações escolhidas pela unidade para a rede sem fio 2. Configuações do Servidor Radius O servidor Radius será configurado em um sistema operacional Windows, através do serviço IAS (Internet Authentication Service). 2.1.AD (Active Directory) Crie no Active Directory, para a Unidade de Ensino, um grupo chamado grpwirelesscorp no qual serão adicionados os grupos ou usuários que poderão ter acesso à rede sem fio Corp dessa Unidade. 8 P a g e

9 2.2.IAS (Internet Authentication Service) Depois de instalar o Internet Authentication Servive (IAS) é necessário registar o IAS no domínio cefetes.br, para que o IAS possa autenticar credenciais de usuários e propriedades de contas de acesso de usuários. Efetue este procedimento como mostra a figura abaxo: Figure 1 - Clique com o botão direito do mouse em "Internet Authentication Service" e em seguida em "Register Server in Active Directory" Configuração de Políticas de Acesso Adicione uma nova política de acesso remoto para conceder acesso a clientes sem fio, como mostra a figura abaixo: 9 P a g e

10 Figure 2 - Clique com o botão direito em "Remote Access Policy" e selecione "New Remote Access Policy". Em seguida escolha a opção de política customizada, e dê o nome de Rede Wireless Corp para a política. Figure 3 - Selecione a opção "Set up a custom policy" e dê um nome a política. 10 P a g e

11 Selecione as condições para que o acesso seja concedido para a requisição. As condições escolhidas para conceder acesso são: O tipo de autenticação da requisição deve ser EAP; O usuário que faz a requisição deve pertencer ao grupo grpwirelesscorp do Active Directory; Deve ser uma requisição sem fio IEEE Figure 4 - Seleção de condições da política. 11 P a g e

12 Após a configuração das condições de acesso escolha a opção de conceder acesso para as requisições que preencherem todas as condições da política de acesso. Figure 5 - Selecione a opção "Grant remote access permission". Em seguida configure o perfil (profile) da política que está sendo criada. 12 P a g e

13 Figure 6 - Clique em "Edit Profile...". Permita apenas os métodos de autenticação EAP para a conexão. 13 P a g e

14 Figure 7 - Desmarque todas as caixas de seleção e cique em "EAP methods". 14 P a g e

15 Selecione apenas o método PEAP (Protected EAP) para a autenticação da conexão. Figure 8 - Adicione o método de autenticação "Protected EAP (PEAP)" e clique em "Edit...". 15 P a g e

16 Selecione o certificado emitido para carolina.cefetes.br e configure a reconexão rápida. Figure 9 - Selecione "carolina.cefetes.br" em "Certificate issued. Selecione "Enable Fast Reconnect". 16 P a g e

17 Confire os seguintes atributos para serem retornado para o ponto de acesso: Tipo do meio do túnel: 802; Identificador do grupo: 1818; Tipo do tunel: VLAN. Figure 10 - Seleção de atributos que serão retornados para o Ponto de Acesso sem Fio. Após estas configurações a política de acesso remoto esta configurada e pronta para conceder acesso a conexões que atendam as condições da conexão. 17 P a g e

18 2.2.2 Configuração de Novos Clientes Adicione os pontos de acesso sem fio como clientes Radius para estes poderem fazer requisições ao IAS. Figure 11 - Clique com o botão direito do mouse em " RADIUS Clients" e selecione "New RADIUS Cliente". Configure o nome e o endereço IP do ponto de acesso sem fio. 18 P a g e

19 Figure 12 - No campo "Friendly name" coloque o noem do ponto de acesso. em "Cliente address" coloque o endereço IP do ponto de acesso. Selecione 3com no fabricante do ponto de acesso e digite a senha compartilhada entre o ponto de acesso e o servidor RADIUS. 19 P a g e

20 Figure 13 - Em "Client-Vendor" selecione o fabricante do ponto de acesso. Digite a senha compartilhada entre o ponto de acesso e o servidor IAS. Estas configrações de adição de clientes RADIUS deve ser feita para casa ponto de acesso sem fio instalado na rede. 3. Configuração do Switch Antes de configurar o ponto de acesso é necessário que o switch esteja configurado para o tráfego das VLANs 1717, 1818, 1919 em modo trunking. No caso dos switches Enterasys modelo V2, para fazer as configurações, acesse o switch via web browser, e vá em VLAN >> 802.1Q VLAN >> Static List e adicione as VLANs Guest, Corp e Mgmt, com Ids 1717, 1818 e 1919, respectivamente. Todas as VLANs devem estar como Enable. 20 P a g e

21 Figure 14 - Adicione as VLANs Guest, Corp, e Mgmt, com IDs 1717, 1818 e 1919, respectivamente. Agora, é necessário configurar as portas do switch em que os pontos de acesso e a inteface do firewall estarão conectadas para modo trunk. Para isso vá em VLAN >> 802.1Q VLAN >> Port Configuration. 4. Configuração dos Pontos de Acesso No cado do ponto de acesso 3Com Wireless 8760 Dual-radio 11a/b/g acesse via porta serial o ponto de acesso e execute os seguintes comandos no Hyper Terminal (no Windows) ou pelo GtkTerm (no Linux): > configure > interface ethernet > no ip dhcp > ip <ENDEREÇO IP> <MÁSCARA> <GATEWAY> > dns primary-server <SERVIDOR DNS> > end > management-vlanid 1919 > vlan enable Após executar o último comando, será perguntado se deseja reiniciar o AP, selecione que sim. 21 P a g e

22 Depois que o AP tiver iniciado, abra o Web Browser e digite na barra de endereço o endereço IP do ponto de acesso. Será pedido usuário e senha, então digite-os. Após digitar o usuário e senha clique em Advanced Setup. Confire então dois VAPs (Virtuals Access Point) com SSID Guest e Corp, com VLANs 1717 e 1919, respectivamente. Para fazer estas confirações vá em b/ g Interface >> Radio Settings e deixe as confiuraçõe como na figura abaixo. Figure 15 - Configuração dos VAPs Guest e Corp, com VLANs 1717 e 1919 respectivamente. Em seguida, configure para que os clientes dentro de um VAP (rede Guest ou rede Corp) não comuniquem-se entre si e também configure para que não ocorra comunicaçao entres clientes de VAPs diferentes. Também permita somente que o ponto de acesso seja gerenciado apenas por clientes da rede cabeada. Para isso, vá em System >> Filter Control e deixe como na figura abaixo: Figure 16 - Não permite comunicação dentro dos VAPs nem entre os VAPs. Permita apenas que o AP seja gerencado por clientes da rede cabeada. 22 P a g e

23 4.1.SSID Guest A rede Guest será configurada com autenticação de chave pré-compartilhada WPA (WPA-PSK) e com encriptação WPA-AES. Para configurar a rede Guest vá em b/g Interface >> Security e escolha o Virtual AP 1 Guest. Em seguida, configure como mostrado nas figuras abaixo. Figure 17 - Selecione a autenticação aberta. Figure 18 - Habilite a encriptação. E selecione o modo de encriptação AES. 23 P a g e

24 Figure 19 - Permita apenas clientes WPA. Figure 20 Selecione a autenticação WPA-PSK. E digite uma chave pré-compartilhada de no mínimo oito bits em formato alfanumérico. 4.2.SSID Corp A rede com SSID Corp será configurada com autenticação 802.1x e com encriptação WPA-AES. Vá em Systems >> Radius e configure o servidor primário de autenticação Radius como mostra a figura abaixo. 24 P a g e

25 Figure 21 - Entre com o IP e porta do servidor Radius. Digite a chave compartilhada entre o servidor Radius e o AP. Lembre-se que a chave que será digitada nesta página, deve ser a mesma chave que foi configura para o ponto de acesso no servidor IAS. Em seguida, vá em System >> Authentication e configure o suporte ao 802.1x. Figure 22 - Configure o suporte a 802.1x. Agora, vá em b/g Interface >> Security em seguida selecione o Virtual AP 2 Corp e configure a autenticação e a encriptação. 25 P a g e

26 Figure 23 - Selecione a autenticação aberta. Figure 24 - Habilite a encriptação e selecione o modo de encriptação AES. Figure 25 - Permita somente clientes WPA. Figure 26 - Selecione a autenticação 802.1x. 26 P a g e

27 5. Estações Clientes sem Fio 5.1.Rede Guest 27 P a g e

28 28 P a g e

29 29 P a g e

30 30 P a g e

31 31 P a g e

32 5.2.Rede Corp 32 P a g e

33 33 P a g e

34 34 P a g e

35 35 P a g e

36 36 P a g e

37 37 P a g e

38 38 P a g e

39 39 P a g e

Ilustração 1: Componentes do controle de acesso IEEE 802.1x

Ilustração 1: Componentes do controle de acesso IEEE 802.1x Laboratório de RCO2 10 o experimento Objetivos: i) Configurar o controle de acesso IEEE 802.1x em uma LAN ii) Usar VLANs dinâmicas baseadas em usuário Introdução A norma IEEE 802.1x define o controle de

Leia mais

Tutorial configurando o dhcp no ubuntu ou debian.

Tutorial configurando o dhcp no ubuntu ou debian. Tutorial configurando o dhcp no ubuntu ou debian. Pré requisitos para pratica desse tutorial. Saber utilizar maquina virtual no virtual Box ou vmware. Saber instalar ubuntu ou debian na maquina virtual.

Leia mais

Linux Network Servers

Linux Network Servers DHCP Podemos configurar a rede de um cliente para obter IP dinamicamente ou configurar um IP estático. Encontramos configuração dinâmica em modems de banda larga, redes Wi-Fi etc, pois é mais prático para

Leia mais

WiNGS Wireless Gateway WiNGS Telecom. Manual. Índice

WiNGS Wireless Gateway WiNGS Telecom. Manual. Índice Wireless Network Global Solutions WiNGS Wireless Gateway Manual Índice Pagina Características Técnicas 3 Descrição do Aparelho 4 Quick Start 5 Utilizando a interface de administração WEB 7 Login 7 Usuários

Leia mais

Procedimento para configuração de Redirecionamento de Portas

Procedimento para configuração de Redirecionamento de Portas 1 Procedimento para configuração de Redirecionamento de Portas 1- Para realizar a configuração de redirecionamento de portas o computador deve estar conectado via cabo Ethernet em uma das portas LAN do

Leia mais

Professor: Macêdo Firmino Disciplina: Sistemas Operacionais de Rede

Professor: Macêdo Firmino Disciplina: Sistemas Operacionais de Rede Professor: Macêdo Firmino Disciplina: Sistemas Operacionais de Rede Uma Rede de Computadores consistem em dois ou mais dispositivos, tais como computadores, impressoras e equipamentos relacionados, os

Leia mais

1. DHCP a. Reserva de IP

1. DHCP a. Reserva de IP Configuração de recursos do roteador wireless Tenda 1. DHCP a. Reserva de IP Ao se conectar uma rede que possua servidor DHCP, o host recebe um IP dentro da faixa de distribuição. A cada conexão, o host

Leia mais

DHCP. Administração de Redes de Computadores Prof.ª Juliana Camilo 6080822 Ângelo, Bryan, Carlos, Vinícius

DHCP. Administração de Redes de Computadores Prof.ª Juliana Camilo 6080822 Ângelo, Bryan, Carlos, Vinícius DHCP Administração de Redes de Computadores Prof.ª Juliana Camilo 6080822 Ângelo, Bryan, Carlos, Vinícius Histórico O termo DHCP significa Dynamic Host Configuration Protocol Começou a se tornar popular

Leia mais

Compartilhamento da internet, firewall

Compartilhamento da internet, firewall da internet, firewall João Medeiros (joao.fatern@gmail.com) 1 / 29 Exemplo de transmissão 2 / 29 Exemplo de transmissão Dados trafegam em pacotes com até 1460 bytes de dados e dois headers de 20 bytes

Leia mais

Objetivos: i) Verificar o impacto de loops em redes locais ii) Configurar o protocolo STP para remover loops da rede

Objetivos: i) Verificar o impacto de loops em redes locais ii) Configurar o protocolo STP para remover loops da rede Laboratório de Redes de Computadores 2 8 o experimento Objetivos: i) Verificar o impacto de loops em redes locais ii) Configurar o protocolo STP para remover loops da rede Introdução A interligação de

Leia mais

Guia de configuração para liberar Portas no DSLink 485 (GVT) Rev. 1.0gvt

Guia de configuração para liberar Portas no DSLink 485 (GVT) Rev. 1.0gvt Guia de configuração para liberar Portas no DSLink 485 (GVT) Rev. 1.0gvt http://www.dslink.com.br/ Observação: As instruções contidas nesse documento, destinam-se a liberar portas de acesso a computadores

Leia mais

Instalação e Configuração Iptables ( Firewall)

Instalação e Configuração Iptables ( Firewall) Instalação e Configuração Iptables ( Firewall) Pág - 1 Instalação e Configuração Iptables - Firewall Desde o primeiro tutorial da sequencia dos passo a passo, aprendemos a configurar duas placas de rede,

Leia mais

INSTALAÇÃO PRINTERTUX Tutorial

INSTALAÇÃO PRINTERTUX Tutorial INSTALAÇÃO PRINTERTUX Tutorial 2 1. O Sistema PrinterTux O Printertux é um sistema para gerenciamento e controle de impressões. O Produto consiste em uma interface web onde o administrador efetua o cadastro

Leia mais

O que é uma rede de computadores?

O que é uma rede de computadores? O que é uma rede de computadores? A rede é a conexão de duas ou mais máquinas com objetivo de compartilhar recursos entre elas. Os recursos compartilhados podem ser: Compartilhamento de conteúdos do disco

Leia mais

Prof. Roberto Franciscatto 4º Semestre - TSI - CAFW. Free Powerpoint Templates Page 1

Prof. Roberto Franciscatto 4º Semestre - TSI - CAFW. Free Powerpoint Templates Page 1 Segurança na Web Cap. 5: VPN Prof. Roberto Franciscatto 4º Semestre - TSI - CAFW Page 1 Introdução VPN (Virtual Private Network, ou rede virtual privada) criada para interligar duas redes distantes, através

Leia mais

Configurando um servidor DHCP

Configurando um servidor DHCP Configurando um servidor DHCP OBS.: Esse documento retrata uma configuração em uma rede do tipo rede local (192.168.xx.xx), onde existe um servidor contendo duas interfaces de rede, eth0 e eth1. Hoje em

Leia mais

Aula Prática 10 - Configuração Básica de Rede Wi-Fi

Aula Prática 10 - Configuração Básica de Rede Wi-Fi Aula Prática 10 - Configuração Básica de Rede Wi-Fi Equipamento: O equipamento utilizado nesta demonstração é um roteador wireless D-Link modelo DI-524, apresentado na figura abaixo. A porta LAN desse

Leia mais

PROTOCOLO 802.1X COM FRERADIUS FACULDADE DE TECNOLOGIA SENAC GOIÁS GESTÃO EM TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO

PROTOCOLO 802.1X COM FRERADIUS FACULDADE DE TECNOLOGIA SENAC GOIÁS GESTÃO EM TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO FACULDADE DE TECNOLOGIA SENAC GOIÁS GESTÃO EM TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO WISLIY LOPES JULIANO PIROZZELLI TULIO TSURUDA LUIZ GUILHERME MENDES PROTOCOLO 802.1X COM FRERADIUS GOIÂNIA JUNHO DE 2014 Sumário 1.

Leia mais

Sistema Operacional Unidade 12 Comandos de Rede e Acesso Remoto

Sistema Operacional Unidade 12 Comandos de Rede e Acesso Remoto Sistema Operacional Unidade 12 Comandos de Rede e Acesso Remoto Curso Técnico em Informática SUMÁRIO INTRODUÇÃO... 3 Protocolo de rede... 3 Protocolo TCP/IP... 3 Máscara de sub-rede... 3 Hostname... 3

Leia mais

Tópicos Especiais em Informática

Tópicos Especiais em Informática Tópicos Especiais em Informática DCHP Prof. Ms.-Eng. Igor Sousa Faculdade Lourenço Filho 5 de novembro de 2014 igorvolt@gmail.com (FLF) Tópicos Especiais em Informática 5 de novembro de 2014 1 / 14 Introdução

Leia mais

Certifique-se de que você possui todas as informações necessárias e equipamento em mãos antes de iniciar a instalação.

Certifique-se de que você possui todas as informações necessárias e equipamento em mãos antes de iniciar a instalação. Este produto pode ser configurado utilizando qualquer navegador web atual, como por ex. Internet Explorer 6 ou Netscape Navigator 7 ou superior. DSL-2730B Roteador ADSL Wireless Antes de começar Certifique-se

Leia mais

Disciplina: Fundamentos de serviços IP Alunos: Estevão Elias Barbosa Lopes e Leonardo de Azevedo Barbosa

Disciplina: Fundamentos de serviços IP Alunos: Estevão Elias Barbosa Lopes e Leonardo de Azevedo Barbosa Disciplina: Fundamentos de serviços IP Alunos: Estevão Elias Barbosa Lopes e Leonardo de Azevedo Barbosa DHCP: Dynamic Host Configuration Protocol (Protocolo de configuração dinâmica de host), é um protocolo

Leia mais

Firewall Iptables - Impasses

Firewall Iptables - Impasses Firewall Iptables - Impasses Prof. Andrei Carniel Universidade Tecnológica Federal do Paraná UTFPR E-mail: andreicarniel@utfpr.edu.br / andrei.carniel@gmail.com 2 Impasses Um dos principais motivos de

Leia mais

Projeto e Instalação de Servidores Servidores Linux Aula 6 Firewall e Proxy

Projeto e Instalação de Servidores Servidores Linux Aula 6 Firewall e Proxy Projeto e Instalação de Servidores Servidores Linux Aula 6 Firewall e Proxy Prof.: Roberto Franciscatto Introdução FIREWALL Introdução Firewall Tem o objetivo de proteger um computador ou uma rede de computadores,

Leia mais

NAT com firewall - simples, rápido e funcional

NAT com firewall - simples, rápido e funcional NAT com firewall - simples, rápido e funcional Todo administrador de redes aprende logo que uma das coisas mais importantes para qualquer rede é um bom firewall. Embora existam muitos mitos em torno disto,

Leia mais

Ilustração 1: Componentes do controle de acesso IEEE 802.1x

Ilustração 1: Componentes do controle de acesso IEEE 802.1x Laboratório de IER 8 o experimento Objetivos: i) Configurar o controle de acesso IEEE 802.1x em uma LAN ii) Usar VLANs dinâmicas baseadas em usuário Introdução A norma IEEE 802.1x define o controle de

Leia mais

Procedimento para instalação do OMNE-Smartweb em Raio-X

Procedimento para instalação do OMNE-Smartweb em Raio-X Procedimento para instalação do OMNE-Smartweb em Raio-X A primeira coisa a analisarmos é onde ficará posicionado o servidor de Raio-x na rede do cliente, abaixo será colocado três situações básicas e comuns

Leia mais

Passo a Passo da instalação da VPN

Passo a Passo da instalação da VPN Passo a Passo da instalação da VPN Dividiremos este passo a passo em 4 partes: Requisitos básicos e Instalação Configuração do Servidor e obtendo Certificados Configuração do cliente Testes para saber

Leia mais

Projeto e Instalação de Servidores Servidores Linux Aula 2 - DHCP

Projeto e Instalação de Servidores Servidores Linux Aula 2 - DHCP Projeto e Instalação de Servidores Servidores Linux Aula 2 - DHCP Prof.: Roberto Franciscatto O que é? Dynamic Host Configuration Protocol Qual sua função? Distribuir endereços IP aos micros da rede de

Leia mais

Autenticação e VPN rede sem fio PPGIA - Windows 7

Autenticação e VPN rede sem fio PPGIA - Windows 7 Autenticação e VPN rede sem fio PPGIA - Windows 7 1. Configuração autenticação wireless rede PPGIA Estão sendo incorporadas novas bases wireless na infra-estrutura do PPGIA. As mesmas permitem integrar

Leia mais

W-R2000nl Guia de instalação

W-R2000nl Guia de instalação W-R2000nl Guia de instalação Sumário Introdução...3 Instalação...5 Configurando seu computador...6 Acessando a tela de configurações...7 Configuração de Roteamento...8 Trocando senha de sua rede sem fio...13

Leia mais

Escrito por Daniel Donda Ter, 04 de Novembro de 2008 18:34 - Última atualização Sáb, 03 de Julho de 2010 22:53

Escrito por Daniel Donda Ter, 04 de Novembro de 2008 18:34 - Última atualização Sáb, 03 de Julho de 2010 22:53 Já discutimos nos artigos anteriores como instalar o Windows Server 2008 e configurar o Active Directory e o DNS (básico). Agora iremos ver os passos para instalar o serviço DHCP (Dynamic Host Configuration

Leia mais

Gateway TT211S/S+/O/O+/SO/SO+

Gateway TT211S/S+/O/O+/SO/SO+ Guia Rápido de Instalação TT211S/S+/O/O+/SO/SO+ v120511 Índice Introdução 2 Procedimentos para Instalação 2 Conectando o Hardware 2 Configuração Inicial 3 Configuração Network 3 Configuração do DNS (Domain

Leia mais

MANUAL DE INSTALAÇÃO E PROGRAMAÇÃO CONVERSOR - IP / USB / SERIAL - 317 RV1

MANUAL DE INSTALAÇÃO E PROGRAMAÇÃO CONVERSOR - IP / USB / SERIAL - 317 RV1 MANUAL DE INSTALAÇÃO E PROGRAMAÇÃO CONVERSOR - IP / USB / SERIAL - 317 RV1 SÃO CAETANO DO SUL 06/06/2014 SUMÁRIO Descrição do Produto... 3 Características... 3 Configuração USB... 4 Configuração... 5 Página

Leia mais

Agradeço a todos, que colaboraram ou colaboram direta ou indiretamente pela realização deste.

Agradeço a todos, que colaboraram ou colaboram direta ou indiretamente pela realização deste. Introdução Configuração Mikrotik Busquei neste passo a passo, ajudar, de certa forma, aqueles que sentem dificuldade para realizar simples tarefas neste SO, Mikrotik. Basicamente a estrutura de todo este

Leia mais

Segurança de Redes de Computadores

Segurança de Redes de Computadores Segurança de Redes de Computadores Aula 8 Segurança nas Camadas de Rede, Transporte e Aplicação Firewall (Filtro de Pacotes) Prof. Ricardo M. Marcacini ricardo.marcacini@ufms.br Curso: Sistemas de Informação

Leia mais

Montagem e Configuração de Redes de Computadores

Montagem e Configuração de Redes de Computadores Montagem e Configuração de Redes de Computadores Servidores http, ftp e dhcp Prof. Rodrigo Rocha http://www.bolinhabolinha.com Windows 2003 WebServer (IIS) Iniciar ferramentas administrativas gerenciar

Leia mais

Objetivo: Criar redes locais virtuais (VLANs) usando switches e computadores

Objetivo: Criar redes locais virtuais (VLANs) usando switches e computadores Laboratório de IER 7 o experimento Objetivo: Criar redes locais virtuais (VLANs) usando switches e computadores Introdução LANs Ethernet (padrão IEEE 802.3 e extensões) atualmente são construídas com switches

Leia mais

Comandos importantes Virtual Box Linux Compartilhamento

Comandos importantes Virtual Box Linux Compartilhamento Comandos importantes Virtual Box Linux Compartilhamento 1º passo - Acessar Virtual Box plataforma criada dispositivos pasta compartilhadas clicar no botão + no canto direito escolher destino ( Desktop)

Leia mais

Curso de extensão em Administração de redes com GNU/Linux

Curso de extensão em Administração de redes com GNU/Linux Curso de extensão em - italo@dcc.ufba.br Gestores da Rede Acadêmica de Computação Departamento de Ciência da Computação Universidade Federal da Bahia Todo o material aqui disponível pode, posteriormente,

Leia mais

Guia de configuração para liberar Portas no DSLink 260E para acesso via PPPoE Rev. 3.3

Guia de configuração para liberar Portas no DSLink 260E para acesso via PPPoE Rev. 3.3 Guia de configuração para liberar Portas no DSLink 260E para acesso via PPPoE Rev. 3.3 http://www.dslink.com.br/ Índice Como conectar o modem DSLink 260E ao meu computador?... 3 Configurando o modem como

Leia mais

Procedimentos para configuração em modo WDS

Procedimentos para configuração em modo WDS Procedimentos para configuração em modo WDS 1- WDS (Wireless Distribution System) permite o acesso de um DAP-1353 com o outro DAP-1353 de um modo padronizado. Dessa forma pode simplificar a infraestrutura

Leia mais

Apple ipad ( ipad Primeira Geração, ipad 2, ou ipad terceira geração)

Apple ipad ( ipad Primeira Geração, ipad 2, ou ipad terceira geração) 1.0 Exigências de Sistema Apple ipad ( ipad Primeira Geração, ipad 2, ou ipad terceira geração) Yamaha M7CL ou LS9 ou CL series Ponto de acesso Wi-Fi ( preferencialmente com 802.11n, 5GHz, embora 2.4GHz

Leia mais

CSAU 10.0. Guia: Manual do CSAU 10.0 como implementar e utilizar.

CSAU 10.0. Guia: Manual do CSAU 10.0 como implementar e utilizar. CSAU 10.0 Guia: Manual do CSAU 10.0 como implementar e utilizar. Data do Documento: Janeiro de 2012 Sumário 1. Sobre o manual do CSAU... 3 2. Interface do CSAU 10.0... 4 2.1. Início... 4 2.2. Update...

Leia mais

Tutorial de como configurar o Roteador DIR-600 Wireless 150

Tutorial de como configurar o Roteador DIR-600 Wireless 150 Tutorial de como configurar o Roteador DIR-600 Wireless 150 Para começar a configurar sua rede sem fio, conecte o cabo de rede do seu computador ao roteador em uma porta LAN, e outro cabo do seu modem

Leia mais

Relató rió LikeWise, FTP e DHCP. Instalação e Configuração de Servidores de Rede

Relató rió LikeWise, FTP e DHCP. Instalação e Configuração de Servidores de Rede Relató rió LikeWise, FTP e DHCP INSTITUTO POLITÉCNICO DE BEJA ESCOLA SUPERIOR DE TECNOLOGIA E GESTÃO Instalação e Configuração de Servidores de Rede Trabalho realizado por: Tiago Conceição Nº 11903 Índice

Leia mais

Veja passo a passo como configurar o servidor para entregar aplicações remotamente com o Remote Desktop Services. Neste tutorial você verá

Veja passo a passo como configurar o servidor para entregar aplicações remotamente com o Remote Desktop Services. Neste tutorial você verá Veja passo a passo como configurar o servidor para entregar aplicações remotamente com o Remote Desktop Services. Neste tutorial você verá - Instalação da Role Remote Desktop Services - Configurando Certificado

Leia mais

Guia de conexão. Sistemas operacionais suportados. Instalando a impressora. Guia de conexão

Guia de conexão. Sistemas operacionais suportados. Instalando a impressora. Guia de conexão Página 1 de 5 Guia de conexão Sistemas operacionais suportados Com o CD de Software e documentação, você pode instalar o software da impressora nos seguintes sistemas operacionais: Windows 8 Windows 7

Leia mais

Tutorial para Instalação do Ubuntu Server 10.04

Tutorial para Instalação do Ubuntu Server 10.04 Tutorial para Instalação do Ubuntu Server 10.04 Autor: Alexandre F. Ultrago E-mail: ultrago@hotmail.com 1 Infraestrutura da rede Instalação Ativando o usuário root Instalação do Webmin Acessando o Webmin

Leia mais

BIT. Boletim de Informação Técnica

BIT. Boletim de Informação Técnica Produto W-R2000g v1.1 Nº. 003/2010 Referência Configuração do roteador Responsável Leandro Martins Data 23.Abril.2010 Este documento descreve os passos básicos para a configuração do roteador C3Tech W-R2000g

Leia mais

Manual B.P.S ATA 5xxx Índice

Manual B.P.S ATA 5xxx Índice Manual B.P.S ATA 5xxx Índice 1. Conectando o Adaptador para Telefone Analógico (ATA)...02 2. Configurações básicas...05 2.1 Configuração dos parâmetros de usuário e senha para acessos de banda larga do

Leia mais

Esta fase só se configura uma única vez.

Esta fase só se configura uma única vez. Fase 0 Esta fase só se configura uma única vez. É necessário iniciar o serviço de configuração automática com fios para tal devem ser realizados os seguintes passos: No VISTA Começar por carregar em Painel

Leia mais

Access Point Router 150MBPS

Access Point Router 150MBPS Access Point Router 150MBPS Manual do Usuário Você acaba de adquirir um produto Leadership, testado e aprovado por diversos consumidores em todo Brasil. Neste manual estão contidas todas as informações

Leia mais

Resolução de Problemas de Rede. Disciplina: Suporte Remoto Prof. Etelvira Leite

Resolução de Problemas de Rede. Disciplina: Suporte Remoto Prof. Etelvira Leite Resolução de Problemas de Rede Disciplina: Suporte Remoto Prof. Etelvira Leite Ferramentas para manter o desempenho do sistema Desfragmentador de disco: Consolida arquivos e pastas fragmentados Aumenta

Leia mais

Load Balance / Route Policy (para series Vigor 2860 / Vigor 2925)

Load Balance / Route Policy (para series Vigor 2860 / Vigor 2925) Load Balance / Route Policy (para series Vigor 2860 / Vigor 2925) Route Policy (também conhecido como PBR, policy-based routing) é um recurso que permite configurar estratégias de roteamento. Os pacotes

Leia mais

Manual ETHERNET - WIRELESS. Configuração de redes - wireless. Produzido por: Sergio Graças Giany Abreu Desenvolvedores do Projeto GNU/Linux VRlivre

Manual ETHERNET - WIRELESS. Configuração de redes - wireless. Produzido por: Sergio Graças Giany Abreu Desenvolvedores do Projeto GNU/Linux VRlivre Manual Configuração de Rede ETHERNET - WIRELESS Configuração de redes - wireless Produzido por: Sergio Graças Giany Abreu Desenvolvedores do Projeto GNU/Linux VRlivre Manual Configuração de Rede ETHERNET

Leia mais

CONFIGURANDO O SERVIÇO DE VPN NO WINDOWS SERVER 2008 R2

CONFIGURANDO O SERVIÇO DE VPN NO WINDOWS SERVER 2008 R2 CONFIGURANDO O SERVIÇO DE VPN NO WINDOWS SERVER 2008 R2 1. Antes de começar A tabela a seguir lista as informações que você precisa saber antes de configurar um servidor VPN de acesso remoto. Antes de

Leia mais

Interface Ethernet SIEMENS 828D T60542A

Interface Ethernet SIEMENS 828D T60542A Interface Ethernet SIEMENS 828D T60542A ÍNDICE 1. INTRODUÇÃO... 3 2. INSTALAÇÃO... 3 2.1 CNC...3 2.1.1. Configuração...3 2.2 PC...6 2.2.1 Configurar a rede Microsoft...6 2.2.2. Inibir o Firewall da rede

Leia mais

TUTORIAL PARA CONFIGURAÇÃO MIKROTIK UTILIZANDO ROTEAMENTO DINÂMICO COM OSPF E AUTENTIÇÃO RADIUS EM NOSSO SISTEMA IXCPROVEDOR.

TUTORIAL PARA CONFIGURAÇÃO MIKROTIK UTILIZANDO ROTEAMENTO DINÂMICO COM OSPF E AUTENTIÇÃO RADIUS EM NOSSO SISTEMA IXCPROVEDOR. TUTORIAL PARA CONFIGURAÇÃO MIKROTIK UTILIZANDO ROTEAMENTO DINÂMICO COM OSPF E AUTENTIÇÃO RADIUS EM NOSSO SISTEMA IXCPROVEDOR. Neste senário temos um roteador de internet que vai ser nosso gateway do MK1,

Leia mais

MA001. 01 de 28. Responsável. Revisão Q de 26/06/2015. Cantú & Stange Software. Página

MA001. 01 de 28. Responsável. Revisão Q de 26/06/2015. Cantú & Stange Software. Página Manual de instalação do Zada 5 MA001 Responsável Revisão Q de 26/06/2015 FL Página 01 de 28 Página 1 de 33 Revisão Q de 26/06/2015 MA001 Responsável: FL Manual de instalação do Zada 5 Este manual consiste

Leia mais

Projeto Integrador Projeto de Redes de Computadores

Projeto Integrador Projeto de Redes de Computadores Projeto Integrador Projeto de Redes de Computadores IMPLEMENTAÇÃO DO PROTOCOLO 802.1x UTILIZANDO SERVIDOR DE AUTENTICAÇÃO FREERADIUS Aluno: Diego Miranda Figueira Jose Rodrigues de Oliveira Neto Romário

Leia mais

Autor: Armando Martins de Souza <armandomartins.souza at gmail.com> Data: 12/04/2010

Autor: Armando Martins de Souza <armandomartins.souza at gmail.com> Data: 12/04/2010 http://wwwvivaolinuxcombr/artigos/impressoraphp?codig 1 de 12 19-06-2012 17:42 Desvendando as regras de Firewall Linux Iptables Autor: Armando Martins de Souza Data: 12/04/2010

Leia mais

01 - Entendendo um Firewall. Prof. Armando Martins de Souza E-mail: armandomartins.souza@gmail.com

01 - Entendendo um Firewall. Prof. Armando Martins de Souza E-mail: armandomartins.souza@gmail.com 01 - Entendendo um Firewall. Prof. Armando Martins de Souza E-mail: armandomartins.souza@gmail.com O que são Firewalls? São dispositivos constituídos por componentes de hardware (roteador capaz de filtrar

Leia mais

Manual de Instalação de SQL Server (2005, 2008, 2012).

Manual de Instalação de SQL Server (2005, 2008, 2012). Manual de Instalação de SQL Server (2005, 2008, 2012). Instalação do SQL 2005. - Primeiro baixo o instalador do SQL nesse link: http://www.microsoft.com/pt-br/download/details.aspx?id=184 - Execute o arquivo

Leia mais

Data Autor Descrição Revisão Configuração HX600 via Rede Ethernet 1.0

Data Autor Descrição Revisão Configuração HX600 via Rede Ethernet 1.0 Data Autor Descrição Revisão 06/05/2009 Barbarini Configuração HX600 via Rede Ethernet 1.0 Page 1 / 12 Procedimento de Instalação 1 O módulo deverá ser fixado próximo ao medidor. Para alimentá-lo é necessária

Leia mais

Guia de Conectividade Worldspan Go Res! A V A N Ç A D O

Guia de Conectividade Worldspan Go Res! A V A N Ç A D O Guia de Conectividade Worldspan Go Res! A V A N Ç A D O Í n d i c e Considerações Iniciais...2 Rede TCP/IP...3 Produtos para conectividade...5 Diagnosticando problemas na Rede...8 Firewall...10 Proxy...12

Leia mais

MANUAL DE INSTALAÇÃO E OPERAÇÃO

MANUAL DE INSTALAÇÃO E OPERAÇÃO PÉGASUS (ETHERNET) STUDIO V2.02 MANUAL DE INSTALAÇÃO E OPERAÇÃO Rua Coronel Botelho, 64 - Alto da Lapa - CEP: 05088-020 São Paulo - SP - Brasil +55 (11) 3832-6102 PÉGASUS (ETHERNET) STUDIO V2.02 - MANUAL

Leia mais

Configurando o Adaptador de Telefone na interface WEB para conexões de IP dinâmico (DHCP):

Configurando o Adaptador de Telefone na interface WEB para conexões de IP dinâmico (DHCP): Configurando o Adaptador de Telefone na interface WEB para conexões de IP dinâmico (DHCP): Abaixo segue informações com os passos a serem tomados, bem como os campos a serem preenchidos na interface web

Leia mais

Manual de configuração de Clientes

Manual de configuração de Clientes Manual de configuração de Clientes INSTITUTO FEDERAL GOIÁS DIRETORIA DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO E D U R O A M O QUE É EDUROAM? O eduroam (education roaming) é um serviço de acesso sem fio seguro, desenvolvido

Leia mais

CPE Soft Manual. 125/400mW 2.4GHz. CPE Soft

CPE Soft Manual. 125/400mW 2.4GHz. CPE Soft CPE Soft Manual 125/400mW 2.4GHz CPE Soft Campinas - SP 2010 Indice 1.1 Acessando as configurações. 2 1.2 Opções de configuração... 3 1.3 Wireless... 4 1.4 TCP/IP 5 1.5 Firewall 6 7 1.6 Sistema 8 1.7 Assistente...

Leia mais

Administrando o sistema linux TCP/IP

Administrando o sistema linux TCP/IP TCP/IP Principais Ferramentas para Redes - ifconfig Configura Interfaces (ethernet, atm, tun, pppoe e etc.) Ex.: ifconfig eth0 192.168.0.10 netmask 255.255.255.0 ifconfig eth0 ifconfig eth0 up ifconfig

Leia mais

Como é o Funcionamento do LTSP

Como é o Funcionamento do LTSP Instalação e configuração do LTSP 5 no Ubuntu 11.04 Funcionamento do LTSP e Instalação do Servidor Como é o Funcionamento do LTSP O primeiro requisito para que o LSTP funcione bem é ter uma rede de boa

Leia mais

Sistemas Operacionais de Rede. Configuração de Rede

Sistemas Operacionais de Rede. Configuração de Rede Sistemas Operacionais de Rede Configuração de Rede Conteúdo Programático! Interfaces de rede! Ethernet! Loopback! Outras! Configuração dos parâmetros de rede! Dinâmico (DHCP)! Manual! Configuração de DNS

Leia mais

1. Introdução. 2. Conteúdo da embalagem

1. Introdução. 2. Conteúdo da embalagem 1 1. Introdução / 2. Conteúdo da embalagem 1. Introdução O Repetidor WiFi Multilaser é a combinação entre uma conexão com e sem fio. Foi projetado especificamente para pequenas empresas, escritórios e

Leia mais

GUIA DE INSTALAÇÃO RÁPIDA CÓD.:682-0

GUIA DE INSTALAÇÃO RÁPIDA CÓD.:682-0 WPS Roteador Wireless 300N GWA-101 5dBi Bi-Volt GUIA DE INSTALAÇÃO RÁPIDA CÓD.:682-0 Roteador Wireless 300Mbps Guia de Instalação Rápida REV. 2.0 1. Introdução: O Roteador Wireless 300Mbps, modelo 682-0

Leia mais

Roteador. Como os cabos devem ser ligados?

Roteador. Como os cabos devem ser ligados? Roteador Roteador (estrangeirismo do inglês router, ou encaminhador) é um equipamento usado para fazer a comutação de protocolos, a comunicação entre diferentes redes provendo a comunicação entre computadores

Leia mais

Manual de Instalação de Telecentros Comunitários. Ministério das Comunicações

Manual de Instalação de Telecentros Comunitários. Ministério das Comunicações Manual de Instalação de Telecentros Comunitários Ministério das Comunicações As informações contidas no presente documento foram elaboradas pela International Syst. Qualquer dúvida a respeito de seu uso

Leia mais

Manual de configurações do Conectividade Social Empregador

Manual de configurações do Conectividade Social Empregador Manual de configurações do Conectividade Social Empregador Índice 1. Condições para acesso 2 2. Requisitos para conexão 2 3. Pré-requisitos para utilização do Applet Java com Internet Explorer versão 5.01

Leia mais

Em primeiro lugar, deve-se realizar as configurações de rede do CL Titânio:

Em primeiro lugar, deve-se realizar as configurações de rede do CL Titânio: Produto: CL Titânio Assunto: Como acessar o CL Titânio remotamente via browser? Em primeiro lugar, deve-se realizar as configurações de rede do CL Titânio: Entre no menu clicando com o botão direito do

Leia mais

Configurações básicas de telefones INOC-DBA

Configurações básicas de telefones INOC-DBA Configurações básicas de telefones INOC-DBA O projeto INOC opera atualmente com dois modelos de telefone, CISCO 7940 e CISCO 7942. Confira algumas opções importantes de configuração dos dois modelos a

Leia mais

Iniciando a configuração do BOT

Iniciando a configuração do BOT Iniciando a configuração do BOT Traduzido por: Antonio Edivaldo de O. Gaspar, edivaldo.gaspar(at)gmail(dot)com Texto original: http://www.blockouttraffic.de/gettingstarted.php Revisado em: 25/07/06 09:00

Leia mais

PÉGASUS (ETHERNET POCKET) STUDIO V1.00 MANUAL DE INSTALAÇÃO E OPERAÇÃO

PÉGASUS (ETHERNET POCKET) STUDIO V1.00 MANUAL DE INSTALAÇÃO E OPERAÇÃO PÉGASUS (ETHERNET POCKET) STUDIO V1.00 MANUAL DE INSTALAÇÃO E OPERAÇÃO Rua Coronel Botelho, 64 - Alto da Lapa - CEP: 05088-020 São Paulo - SP - Brasil +55 (11) 3832-6102 PÉGASUS (ETHERNET POCKET) STUDIO

Leia mais

Data: 22 de junho de 2004. E-mail: ana@lzt.com.br

Data: 22 de junho de 2004. E-mail: ana@lzt.com.br Data: 22 de junho de 2004. E-mail: ana@lzt.com.br Manual do Suporte LZT LZT Soluções em Informática Sumário VPN...3 O que é VPN...3 Configurando a VPN...3 Conectando a VPN... 14 Possíveis erros...16 Desconectando

Leia mais

W-R1000nL Guia de instalação

W-R1000nL Guia de instalação W-R1000nL Guia de instalação 1 Sumário Configurando seu Computador...3 Configuração de Roteamento...4 Configurando repetição de sinal...8 2 Configurando seu Computador Esta configuração pode variar dependendo

Leia mais

Aula 2 Servidor DHCP. 2.1 dhcp

Aula 2 Servidor DHCP. 2.1 dhcp Aula 2 Servidor DHCP 2.1 dhcp DHCP é abreviação de Dynamic Host Configuration Protocol Protocolo de Configuração de Host (computadores) Dinâmico.Em uma rede baseada no protocolo TCP/IP, todo computador

Leia mais

Application Notes: DHCP Relay. Funcionamento do DHCP Relay

Application Notes: DHCP Relay. Funcionamento do DHCP Relay Application Notes: DHCP Relay Funcionamento do DHCP Relay Application Notes: DHCP Relay Funcionamento do DHCP Relay. Data 29/10/2009 Parecer Introdução Desenvolvimento Funcionamento do DHCP Funcionamento

Leia mais

ALTERNATIVA PARA CONEXÃO VIA INTERNET DE IP MASCARADO A IP REAL

ALTERNATIVA PARA CONEXÃO VIA INTERNET DE IP MASCARADO A IP REAL Documento: Tutorial Autor: Iuri Sonego Cardoso Data: 27/05/2005 E-mail: iuri@scripthome.cjb.net Home Page: http://www.scripthome.cjb.net ALTERNATIVA PARA CONEXÃO VIA INTERNET DE IP MASCARADO A IP REAL

Leia mais

STK (Start Kit DARUMA) Utilizando conversor Serial/Ethernet com Mini-Impressora DR600/DR700.

STK (Start Kit DARUMA) Utilizando conversor Serial/Ethernet com Mini-Impressora DR600/DR700. STK (Start Kit DARUMA) Utilizando conversor Serial/Ethernet com Mini-Impressora DR600/DR700. Neste STK mostraremos como comunicar com o conversor Serial/Ethernet e instalar o driver Genérico Somente Texto

Leia mais

Figura 2 - Menu "Config. Rede"

Figura 2 - Menu Config. Rede Produto: CL Titânio Assunto: Como acessar o CL Titânio remotamente via browser? Em primeiro lugar, deve-se realizar as configurações de rede do CL Titânio: Entre no menu Principal. clicando com o botão

Leia mais

Tornado 830 / 831 ADSL Router - 4 port Ethernet switch - Wireless 802.11G - Access Point - Firewall - USB printer server

Tornado 830 / 831 ADSL Router - 4 port Ethernet switch - Wireless 802.11G - Access Point - Firewall - USB printer server Tornado 830 / 831 ADSL Router - 4 port Ethernet switch - Wireless 802.11G - Access Point - Firewall - USB printer server Tornado 830 Annex A Tornado 831 Annex B 1 1.1 Arrancar e iniciar sessão Active o

Leia mais

Remote Authentication Dial in User Service (RADIUS) Rômulo Rosa Furtado

Remote Authentication Dial in User Service (RADIUS) Rômulo Rosa Furtado Remote Authentication Dial in User Service (RADIUS) Rômulo Rosa Furtado O que é RADIUS: RADIUS é uma rede de protocolo que fornece Autorização, Autenticação e Contabilidade (AAA). Para que serve? Ele serve

Leia mais

ADMINISTRAÇÃO DE REDES I LINUX. Firewall. Frederico Madeira LPIC 1, CCNA fred@madeira.eng.br www.madeira.eng.br

ADMINISTRAÇÃO DE REDES I LINUX. Firewall. Frederico Madeira LPIC 1, CCNA fred@madeira.eng.br www.madeira.eng.br ADMINISTRAÇÃO DE REDES I LINUX Firewall Frederico Madeira LPIC 1, CCNA fred@madeira.eng.br www.madeira.eng.br São dispositivos que têm com função regular o tráfego entre redes distintas restringindo o

Leia mais

MANUAL DE CONFIGURAÇÃO

MANUAL DE CONFIGURAÇÃO MANUAL DE CONFIGURAÇÃO Índice Conteúdo Página Legendas 3 1.0 Primeiro acesso 5 2.0 Cadastro de login e senha 6 3.0 Configuração do Blocker 7 3.1 Senha de acesso 8 3.2 Grade de Horário 9 3.2.1 Configurando

Leia mais

Com o DPR-1260 podem ser utilizadas até 4 impressoras USB. Segue um exemplo de topologia a que o equipamento atende:

Com o DPR-1260 podem ser utilizadas até 4 impressoras USB. Segue um exemplo de topologia a que o equipamento atende: Com o DPR-1260 podem ser utilizadas até 4 impressoras USB. Segue um exemplo de topologia a que o equipamento atende: 1 1- Para configurar o DPR-1260 conecte um cabo de rede na porta LAN do DPR-1260 até

Leia mais

Exigências de Sistema. Significado de cada LED. Conteúdo da embalagem. Instalação e Configurações

Exigências de Sistema. Significado de cada LED. Conteúdo da embalagem. Instalação e Configurações Exigências de Sistema 1. Processador Pentium 200MHZ ou mais 2. Windows 98SE, Windows Me, Windows 2000, Windows XP, Windows Vista e Windows 7. 3. 64MB de RAM ou mais. 4. 25MB de espaço livre no disco Significado

Leia mais

Manual Motorola SBG900 Wireless Cable Modem Gateway. Manual Motorola SBG900 Wireless Cable Modem Gateway

Manual Motorola SBG900 Wireless Cable Modem Gateway. Manual Motorola SBG900 Wireless Cable Modem Gateway Iniciando o Programa de Configuração do SBG900 1 Em um computador ligado ao SBG900 pela Ethernet ou USB, abra um navegador. Não tente configurar o SBG900 em uma conexão sem fio. 2 No campo de endereço,

Leia mais

Configuração de VLAN s entre DFL-210 e DGS-3024 (com DHCP Server)

Configuração de VLAN s entre DFL-210 e DGS-3024 (com DHCP Server) Configuração de VLAN s entre DFL-210 e DGS-3024 (com DHCP Server) Topologia DFL-210 Porta 1 com Vlan Default. Todas as portas estão c/ o VID da Vlan Default Tagged (Port Trunk) DGS-3024 Porta 2 à 8, correspondem

Leia mais

Curso Técnico em Informática. Informática Aplicada Instrutor Rafael Barros Sales

Curso Técnico em Informática. Informática Aplicada Instrutor Rafael Barros Sales Curso Técnico em Informática Informática Aplicada Instrutor Rafael Barros Sales Serviços de Rede Windows Apesar do prompt de comando ser muitas vezes marginalizado e relegado a segundo plano, o Windows

Leia mais

DHCP. Definindo DHCP: Fundamentação teórica do DHCP. Esquema visual

DHCP. Definindo DHCP: Fundamentação teórica do DHCP. Esquema visual Definindo DHCP: DHCP O DHCP é a abreviatura de Dynamic Host Configuration Protocol é um serviço utilizado para automatizar as configurações do protocolo TCP/IP nos dispositivos de rede (computadores, impressoras,

Leia mais

OIW-5817CPE 802.11a/n 150Mbps Wireless CPE Router

OIW-5817CPE 802.11a/n 150Mbps Wireless CPE Router Manual do Usuário OIW-5817CPE 802.11a/n 150Mbps Wireless CPE Router Este manual também pode ser usado para configuração do produto OIW-5817CPE-PCBA. Versão 1.1 Última atualização Março/2012. 1 Introdução

Leia mais