ANEXO II PRÉ TESTE

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "ANEXO II PRÉ TESTE"

Transcrição

1 ANEXO II PRÉ TESTE

2 PRÉ TESTE PROPRIETÁRIO CODIGO: - NOME: RG: CPF: ESTADO CIVIL: IDADE: SITUAÇÃO: Proprietário Arrendatário Meeiro Outra NOME DA ESPOSA: IDADE: Nº FILHOS: ENDEREÇO DA PROPRIEDADE: BAIRRO: MUNICIPIO: ENDEREÇO RESIDENCIAL: BAIRRO: MUNICIPIO: TELEFONE: RES: COM: CEL: ESCOLARIDADE: - Alfabetizado sim não - 1º Grau completo incompleto - 2º Grau completo incompleto comum técnico Caso assinale técnico, indicar o curso: - Superior completo incompleto Indicar o curso: 1- Dados da propriedade 04 PRINCIPAIS CULTURAS: ÁREA TOTAL PLANTADA: Nº DE APLICADORES: 2- È feito o controle químico na propriedade? Que produtos são utilizados? HERBICIDAS FUNGICIDAS INSETICIDAS ACARICIDAS Quais os produtos mais utilizados? Nomes: Qual o tipo de embalagem mais utilizada? PLÁSTICA METÁLICA FLEXÍVEIS 3- Recebe orientação técnica sobre o descarte de embalagens? VENDEDOR DA REVENDA AMIGOS PARENTES Conhece a Lei Nº de 06/06/2000, regulamentada pelo decreto Nº 4074 de 04/01/2002, que define as obrigações dos agricultores

3 4- Onde são armazenados os produtos? BARRACÃO REVENDA CASA JUNTO COM IMPLEMENTOS LOCAL ESPECÍFICO Por quanto tempo fica o produto armazenado? ALGUNS DIAS ALGUMAS SEMANAS MESES O que faz com a sobra do produto após a aplicação? ARMAZENA NA PROPRIEDADE SABE DEVOLVE PARA A REVENDA SOBRA PRODUTO 5- Sabe o que é Tríplice Lavagem? É feita na propriedade? Por que? ECONOMIA OBRIGAÇÃO LEGAL SEGURANÇA PROTEÇÃO AMBIENTAL SEI Quando é feita? NO MOMENTO DA DEVOLUÇÃO NO FINAL DO DIA DE TRABALHO NO MOMENTO DO PREPARO DA CALDA (APLICAÇÃO) Fura a embalagem? O que faz com as embalagens de tratamento de semente e flexíveis? QUEIMA SEI O QUE FAZER COM ELAS LEVA NA CENTRAL SOLTA TENHO TAIS EMBALAGENS LEVA NA CENTRAL EM BIGBAG Qual o destino dado às embalagens vazias de agrotóxicos? CENTRAL DE RECEBIMENTO ENTERRA REUTILIZA ARMAZENA NA PROPRIEDADE LIXO QUEIMA Quando as embalagens de agrotóxicos são devolvidas? NO TÉRMINO DO PRODUTO MENSALMENTE DEVOLVO QUANDO JUNTAR UMA QUANTIDADE MAIOR DE EMBALAGENS O proprietário tem o talão de Notas do Produtor? 6- Tem E.P.I à disposição para o aplicador? Que tipo? LUVA CAMISA CALÇA BOTA MÁSCARA VISEIRA BONÉ AVENTAL Exige que seus funcionários usem o EPI? Conhece luvas de nitrila e máscaras de carbono ativado?

4 7- Já fez algum curso sobre o uso correto e seguro de agrotóxicos? Quando: Qual: 8- Gostaria de receber um treinamento para maiores informações sobre o uso correto e seguro de agrotóxicos? 9- Quem fornece as orientações para o preparo das caldas de agrotóxicos? AMIGOS VENDEDOR DA REVENDA OUTROS: 10- Quem fornece as informações para a calibração do pulverizador? AMIGOS VENDEDOR DA REVENDA OUTROS: 11- Costuma lavar o pulverizador e os bicos após cada aplicação? 12- Costuma trocar as pontas dos bicos de pulverização? Com que freqüência? 13- Tem alguma dúvida no processo de devolução das embalagens vazias? Qual: 14- Já teve algum problema com agrotóxicos? Qual: 15- Conhece a Faculdade Integral Cantareira? Participaria de um dia de campo na FIC? Observações feitas na Propriedade: 16- O proprietário realiza aplicação de agrotóxicos? ATENÇÃO! CASO A RESPOSTA SEJA POSITIVA, APLICAR AS QUESTÕES A SEGUIR, CASO CONTRÁRIO ENCERRAR A PESQUISA!

5 APLICAR ESSAS QUESTÕES SOMENTE SE O PROPRIETÁRIO REALIZAR APLICAÇÕES! 17- Sabe qual o significado das faixas coloridas nas embalagens de agrotóxicos? Qual a de maior risco? VERDE AMARELA VERMELHA AZUL 18- Lê rótulo e bula? Quais as informações que procura? DOSE USO CORRETO E SEGURO INDICAÇÃO / DOSE MODOS DE PREPARO 19- Usa E.P.I? Quais as partes que usa? LUVAS MÁSCARA CAMISA CALÇA VISEIRA AVENTAL BONÉ BOTA Em que momento utiliza os E.P.Is? PREPARO DA CALDA DURANTE A APLICAÇÃO DESDE O PREPARO DA CALDA ATÉ O FINAL DA APLICAÇÃO Lava o E.P.I? Com que freqüência? APÓS CADA APLICAÇÃO 1 VEZ POR SEMANA 2 VEZES POR SEMANA QUANDO NECESSÁRIO Se não usa, explique o porquê? É QUENTE O PROPRIETÁRIO FORNECE É DESCONFORTÁVEL QUER QUESTÃO FINANCEIRA Quem lava os E.P.Is? O PRÓPRIO APLICADOR A ESPOSA OUTROS: Quem lava os E.P.Is usa luvas? DATA ESTAGIÁRIO RESPONSÁVEL

6 PRÉ TESTE APLICADOR CODIGO: - NOME: ESTADO CIVIL: IDADE: SITUAÇÃO: Proprietário Arrendatário Funcionário Administrador NOME DA ESPOSA: IDADE: Nº FILHOS: ENDEREÇO DA PROPRIEDADE: BAIRRO: MUNICIPIO: ENDEREÇO RESIDENCIAL: BAIRRO: MUNICIPIO: TELEFONE: RES: COM: CEL: ESCOLARIDADE: - Alfabetizado sim não - 1º Grau completo incompleto - 2º Grau completo incompleto comum técnico Caso assinale técnico, indicar o curso: - Superior completo incompleto Indicar o curso: 1- Sabe qual o significado das faixas coloridas nas embalagens de agrotóxicos? Qual a de maior risco? VERDE AMARELA VERMELHA AZUL 2- Conhece as regras de armazenamento de embalagens? Onde armazena? LOCAL ESPECÍFICO JUNTO COM IMPLEMENTOS REVENDA AR LIVRE CASA OUTROS: 3- Lê rótulo e bula? Quais as informações que procura? DOSE INDICAÇÃO / DOSE USO CORRETO E SEGURO MODOS DE PREPARO 4- Usa E.P.I? Quais as partes que usa? LUVAS MÁSCARA CAMISA CALÇA VISEIRA AVENTAL BONÉ BOTA Conhece luvas de Nitrila?

7 Em que momento utiliza os E.P.Is? PREPARO DA CALDA DURANTE A APLICAÇÃO DESDE O PREPARO DA CALDA ATÉ O FINAL DA APLICAÇÃO Lava o E.P.I? Com que freqüência? APÓS CADA APLICAÇÃO 1 VEZ POR SEMANA 2 VEZES POR SEMANA QUANDO NECESSÁRIO Se não usa, explique o porquê? É QUENTE O PROPRIETÁRIO FORNECE É DESCONFORTÁVEL QUER QUESTÃO FINANCEIRA Quem lava os E.P.Is? O PRÓPRIO APLICADOR OUTROS: A ESPOSA Quem lava os E.P.Is usa luvas? 5- Sabe o que é Tríplice Lavagem? É feita na propriedade? Quando é feita? NO MOMENTO DA DEVOLUÇÃO NO FINAL DO DIA DE TRABALHO NO MOMENTO DO PREPARO DA CALDA (APLICAÇÃO) Fura a embalagem? 6- Você usa embalagens não laváveis (tratamento de semente, flexíveis, etc)? O que faz com elas? QUEIMA DEIXA SOLTA COLOCA EM UM SACO DE ADUBO COLOCA NO SACO DE RESGATE (BIG-BAG) Qual o destino dado às embalagens vazias de agrotóxicos REUTILIZA QUEIMA ENTERRA ARMAZENA NA PROPRIEDADE LIXO CENTRAL OU POSTO DE RECEBIMENTO

8 7- Quem fornece as orientações para o preparo das caldas de agrotóxicos? PROPRIETÁRIO VENDEDOR DA REVENDA OUTROS: 8- Quem fornece as informações para a calibração do pulverizador? PROPRIETÁRIO VENDEDOR DA REVENDA OUTROS: 9- Costuma lavar o pulverizador e os bicos após cada aplicação? 10- Costuma trocar as pontas dos bicos de pulverização? Com que freqüência? 11- Já teve algum problema com agrotóxicos? Qual: 12- Conhece a Faculdade Integral Cantareira? Participaria de um dia de campo na FIC? Auto-avaliação das condições de trabalho: BOM MÉDIO RUIM DATA ESTAGIÁRIO RESPONSÁVEL

Resumo. Saneantes Domissanitários Entidades Especializadas

Resumo. Saneantes Domissanitários Entidades Especializadas Saneantes Domissanitários Entidades Especializadas Resumo O Programa Cidade Sustentável livre de embalagens vazias é realizado pela ABAS. Este ano, o objetivo do programa é dar a destinação correta a 55

Leia mais

Diretrizes para Aplicação de Herbicida na Suzano Papel e Celulose

Diretrizes para Aplicação de Herbicida na Suzano Papel e Celulose Diretrizes para Aplicação de Herbicida na Suzano Papel e Celulose Abril 2011 Naiara C. Carvalho Diálogo Florestal APLICAÇÃO DE HERBICIDA COM PULVERIZADOR COSTAL MANUAL A legislação NR 31 prevê que: Todo

Leia mais

MELHORIAS NA UTILIZAÇÃO DE PRODUTOS FITOSSANITÁRIOS NA EMBRAPA SOJA

MELHORIAS NA UTILIZAÇÃO DE PRODUTOS FITOSSANITÁRIOS NA EMBRAPA SOJA M in isté rio d a A g ric u ltu ra P e cu á ria e A b a st e cim e n to MELHORIAS NA UTILIZAÇÃO DE PRODUTOS FITOSSANITÁRIOS NA EMBRAPA SOJA ALEXANDRE BRIGHENTI Embrapa Soja Londrina PR brighent@cnpso.embrapa.br

Leia mais

DESTINAÇÃO FINAL DE EMBALAGENS VAZIAS DE AGROTÓXICOS

DESTINAÇÃO FINAL DE EMBALAGENS VAZIAS DE AGROTÓXICOS DESTINAÇÃO FINAL DE EMBALAGENS VAZIAS DE AGROTÓXICOS A participação da Corol Cooperativa Agroindustrial juntamente com o Sistema OCB/SESCOOP na Campanha Nacional de Destinação Adequada das Embalagens Vazias

Leia mais

Apresentação Aquisição do agrotóxico Cuidados no manuseio do agrotóxico...07

Apresentação Aquisição do agrotóxico Cuidados no manuseio do agrotóxico...07 Índice Apresentação...03 1. Aquisição do agrotóxico...04 1.1. Transporte do agrotóxico...04 1.2. Armazenamento do agrotóxico...06 2. Cuidados no manuseio do agrotóxico...07 2.1. Equipamentos de Proteção

Leia mais

LEIA COM ATENÇÃO ANTES DE PREENCHER A RECEITA AGRONÔMICA

LEIA COM ATENÇÃO ANTES DE PREENCHER A RECEITA AGRONÔMICA LEIA COM ATENÇÃO ANTES DE PREENCHER A RECEITA AGRONÔMICA 1. A distribuição do Receituário Agronômico 1 ART, conforme modelo determinado pela Câmara de Agronomia, é efetuada pelo CREA-BA, através de sua

Leia mais

Escolha do Equipamento de Proteção Individual (EPI) quando utiliza Produtos Fitofarmacêuticos

Escolha do Equipamento de Proteção Individual (EPI) quando utiliza Produtos Fitofarmacêuticos Escolha do Equipamento de Proteção Individual (EPI) quando utiliza Produtos Fitofarmacêuticos Registo dos Produtos Fitofarmacêuticos Os Produtos Fitofarmacêuticos (PF) são um dos setores de atividade mais

Leia mais

A SEGURANÇA ESTÁ EM SUAS MÃOS

A SEGURANÇA ESTÁ EM SUAS MÃOS A SEGURANÇA ESTÁ EM SUAS MÃOS OBJETIVO Ao final, esperamos ajudá-lo a identificar e avaliar de forma mais criteriosa os riscos, em função dos níveis de exposição ao produto fitossanitário PROGRAMA EPI

Leia mais

unesp UNIVERSIDADE ESTADUAL PAULISTA Ecotoxicologia dos Agrotóxicos e Saúde Ocupacional 2a. Aula Embalagens de agrotóxicos - Ago/2016

unesp UNIVERSIDADE ESTADUAL PAULISTA Ecotoxicologia dos Agrotóxicos e Saúde Ocupacional 2a. Aula Embalagens de agrotóxicos - Ago/2016 unesp UNIVERSIDADE ESTADUAL PAULISTA CÂMPUS DE JABOTICABAL FACULDADE DE CIÊNCIAS AGRÁRIAS E VETERINÁRIAS DEPARTAMENTO DE FITOSSANIDADE Ecotoxicologia dos Agrotóxicos e Saúde Ocupacional 2a. Aula Embalagens

Leia mais

ELABORAÇÃO DO PERFIL DE AGRICULTORES NA CULTURA DO CAFÉ, UTILIZANDO O MÉTODO FAFRAM, EM FRANCA-SP E REGIÃO

ELABORAÇÃO DO PERFIL DE AGRICULTORES NA CULTURA DO CAFÉ, UTILIZANDO O MÉTODO FAFRAM, EM FRANCA-SP E REGIÃO 31 ELABORAÇÃO DO PERFIL DE AGRICULTORES NA CULTURA DO CAFÉ, UTILIZANDO O MÉTODO FAFRAM, EM FRANCA-SP E REGIÃO PEREIRA, Regina E. A. 1 GOMES, Ivair 2 GALDIANO, Lívia C. RESUMO: Antes de levar informações

Leia mais

Indicações Registradas

Indicações Registradas Marca Comercial Titular do Registro Nº Registro MAPA Nimbus SYNGENTA PROTEÇÃO DE CULTIVOS LTDA. - 4997 60.744.463/0001-90 Classe Adjuvante Ingrediente Ativo (I.A.) óleo mineral Nome Químico Modo de Ação

Leia mais

POP - PROCEDIMENTO OPERACIONAL PADRÃO. Processo de Controle de Pragas / Dedetização

POP - PROCEDIMENTO OPERACIONAL PADRÃO. Processo de Controle de Pragas / Dedetização 1 de 6 OBJETIVO Formalizar as atividades relacionadas ao processo de Controle de Pragas / Dedetização, conforme abaixo: 1. PROCEDIMENTO PARA RECEBIMENTO DOS PRODUTOS Receber e conferir os produtos com

Leia mais

Indicações Registradas

Indicações Registradas Marca Comercial Titular do Registro Nº Registro MAPA Dimax 480 SC NUFARM INDÚSTRIA QUÍMICA E FARMACÊUTICA S.A. - 7507 07.467.822/0001-26 Classe Acaricida - Inseticida Ingrediente Ativo (I.A.) diflubenzurom

Leia mais

O USO DE EQUIPAMENTOS DE PROTEÇÃO INDIVIDUAL NA APLICAÇÃO DE AGROTÓXICOS NA LAVOURA DE ARROZ IRRIGADO NO MUNICÍPIO DE GARUVA- SC

O USO DE EQUIPAMENTOS DE PROTEÇÃO INDIVIDUAL NA APLICAÇÃO DE AGROTÓXICOS NA LAVOURA DE ARROZ IRRIGADO NO MUNICÍPIO DE GARUVA- SC Belo Horizonte/MG 24 a 27/11/2014 O USO DE EQUIPAMENTOS DE PROTEÇÃO INDIVIDUAL NA APLICAÇÃO DE AGROTÓXICOS NA LAVOURA DE ARROZ IRRIGADO NO MUNICÍPIO DE GARUVA- SC Dione Nery Cavalcanti Benevenutti (*),

Leia mais

Ácaro-da-falsa-ferrugem (Phyllocoptruta oleivora)

Ácaro-da-falsa-ferrugem (Phyllocoptruta oleivora) PARTNER Ficha Técnica Nome Comum: Óxido de Fembutatina Nome Comercial: Partner Grupo Químico: Organoestânico Concentração: 500 g/l Formulação: SC - Suspensão Concentrada Classe tóxicológica: II - Altamente

Leia mais

TECNOLOGIA DE APLICAÇÃO DE HERBICIDAS

TECNOLOGIA DE APLICAÇÃO DE HERBICIDAS TECNOLOGIA DE APLICAÇÃO DE HERBICIDAS Emprego de todos os conhecimentos científicos que proporcionem a correta colocação do produto biologicamente ativo no alvo, em quantidade necessária, de forma econômica,

Leia mais

Uniformes da Litucera e itens relacionados às vestimentas.

Uniformes da Litucera e itens relacionados às vestimentas. Uniforme revisão 01 - novembro/2008 Este manual tem as informações necessárias para a confecção do material de identidade relacionado aos Uniformes da Litucera e itens relacionados às vestimentas. É obrigatório

Leia mais

POR QUE DEVEMOS DESATIVAR O PÓ RESIDUAL APÓS A FUMIGAÇÃO?

POR QUE DEVEMOS DESATIVAR O PÓ RESIDUAL APÓS A FUMIGAÇÃO? POR QUE DEVEMOS DESATIVAR O PÓ RESIDUAL APÓS A FUMIGAÇÃO? A decomposição dos produtos GASTOXIN B57 e dos demais inseticidas fumigantes da BEQUISA geram como resíduo um pó de coloração cinza claro composto

Leia mais

PROCEDIMENTOS RELATIVOS A EMBALAGENS VAZIAS DE PRODUTOS FITOFARMACÊUTICOS. Kit de Formação VALORFITO

PROCEDIMENTOS RELATIVOS A EMBALAGENS VAZIAS DE PRODUTOS FITOFARMACÊUTICOS. Kit de Formação VALORFITO PROCEDIMENTOS RELATIVOS A EMBALAGENS VAZIAS DE PRODUTOS FITOFARMACÊUTICOS Kit de Formação VALORFITO - 2014 1 Sistema Integrado de Gestão de Embalagens e Resíduos em Agricultura Kit de Formação VALORFITO

Leia mais

PO PROCEDIMENTO OPERACIONAL PO_QSM_13

PO PROCEDIMENTO OPERACIONAL PO_QSM_13 PO PROCEDIMENTO OPERACIONAL PO_QSM_13 Titulo do Procedimento: LAVAGEM DE EPI S DE APLICAÇÃO DE PRODUTOS QUÍMICOS Data de Versão: Autor: 18/01/2010 00 Alan Rígolo Geovana Timpani Elves Pinheiro Observações:

Leia mais

CLASSIFICAÇÃO TOXICOLÓGICA I - EXTREMAMENTE TÓXICO CLASSIFICAÇÃO DO POTENCIAL DE PERICULOSIDADE AMBIENTAL III - PRODUTO PERIGOSO AO MEIO AMBIENTE

CLASSIFICAÇÃO TOXICOLÓGICA I - EXTREMAMENTE TÓXICO CLASSIFICAÇÃO DO POTENCIAL DE PERICULOSIDADE AMBIENTAL III - PRODUTO PERIGOSO AO MEIO AMBIENTE Aterbane BR 1608 VERIFICAR RESTRIÇÕES DE USO CONSTANTES NA LISTA DE AGROTÓXICOS DO PARANÁ ANTES DE USAR O PRODUTO LEIA O RÓTULO, A BULA E A RECEITA, E CONSERVE-OS EM SEU PODER. É OBRIGATÓRIO O USO DE EQUIPAMENTOS

Leia mais

6º Encontro Regional dos Produtores de Maracujá Núcleo Rural Pipiripau Planaltina-DF

6º Encontro Regional dos Produtores de Maracujá Núcleo Rural Pipiripau Planaltina-DF Secretaria de Estado de Agricultura e Desenvolvimento Rural do DF - SEAGRI 6º Encontro Regional dos Produtores de Maracujá Núcleo Rural Pipiripau Planaltina-DF BOAS PRÁTICAS AGRÍCOLAS NA PRODUÇÃO DE MARACUJÁ

Leia mais

HOEFIX VERIFICAR RESTRIÇÕES DE USO CONSTANTES NA LISTA DE AGROTÓXICOS DO PARANÁ

HOEFIX VERIFICAR RESTRIÇÕES DE USO CONSTANTES NA LISTA DE AGROTÓXICOS DO PARANÁ HOEFIX VERIFICAR RESTRIÇÕES DE USO CONSTANTES NA LISTA DE AGROTÓXICOS DO PARANÁ Registrado no Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento - MAPA sob nº 00738903 COMPOSIÇÃO: Lauril éter sulfato

Leia mais

RELATÓRIO DO PRODUTO

RELATÓRIO DO PRODUTO Composição Grupo químico Classe Modo de ação Formulação Classif. toxicológica Classif. ambiental Empresa BACILLUS THURINGIENSIS 540 g/l BIOLÓGICO INSETICIDA BIOLÓGICO DE INGESTÃO WG - GRANULADO DISPERSÍVEL

Leia mais

CLASSIFICAÇÃO TOXICOLÓGICA: I - EXTREMAMENTE TÓXICO CLASSIFICAÇÃO DO POTENCIAL DE PERICULOSIDADE AMBIENTAL: III - PERIGOSO AO MEIO AMBIENTE

CLASSIFICAÇÃO TOXICOLÓGICA: I - EXTREMAMENTE TÓXICO CLASSIFICAÇÃO DO POTENCIAL DE PERICULOSIDADE AMBIENTAL: III - PERIGOSO AO MEIO AMBIENTE Registrado no Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento/MAPA sob n 00738903 COMPOSIÇÃO: Lauril éter sulfato de sódio... 279,0 g/l (27,9 % mlv) Outros Ingredientes... 771,0 g/l (77,1 % m/v) CLASSE:

Leia mais

Prof. Dr. Casimiro Dias Gadanha Jr. DER/ESALQ/USP

Prof. Dr. Casimiro Dias Gadanha Jr. DER/ESALQ/USP LER 432 Máquinas e Implementos Agrícolas TÓPICO: Máquinas para Aplicação de Produtos Fitossanitários Prof. Dr. Casimiro Dias Gadanha Jr. DER/ESALQ/USP AGROTÓXICO Sinônimos: Produto Fitossanitário Pesticida

Leia mais

Registrado no Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento MAPA sob n o

Registrado no Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento MAPA sob n o SIPCATIN 500 SC Registrado no Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento MAPA sob n o 01248905 COMPOSIÇÃO: Tricyclohexyltin hydroxide (CIHEXATINA)... 500 g/l (50% m/v) Ingredientes Inertes...

Leia mais

Indicações Registradas

Indicações Registradas Marca Comercial Titular do Registro Nº Registro MAPA Nomolt 150 BASF S.A. - 48.539.407/0001-18 1393 Classe Inseticida Modo de Ação Inibidor da síntese de quitina Concentração do I.A. Ingrediente Ativo

Leia mais

Vantagens do registro de produtos biológicos de controle de pragas. Exigências legais do MAPA. Jaguariúna SP junho de 2009

Vantagens do registro de produtos biológicos de controle de pragas. Exigências legais do MAPA. Jaguariúna SP junho de 2009 Vantagens do registro de produtos biológicos de controle de pragas Exigências legais do MAPA Jaguariúna SP junho de 2009 REGULAMENTAÇÃO Histórico da Legislação 1934: Decreto que aprova o Regulamento de

Leia mais

Análise SWOT. Resíduos Sólidos Domiciliares e Comerciais

Análise SWOT. Resíduos Sólidos Domiciliares e Comerciais Análise SWOT Resíduos Sólidos Domiciliares e Comerciais Implantação de associação de catadores, melhorando a coleta seletiva. Disponibilização de quantidade maior de lixeiras na cidade. Geração de empregos

Leia mais

BACULO SOJA VERIFICAR AS RESTRIÇÕES DE USO CONSTANTES NA LISTA DE AGROTÓXICOS DO PARANÁ

BACULO SOJA VERIFICAR AS RESTRIÇÕES DE USO CONSTANTES NA LISTA DE AGROTÓXICOS DO PARANÁ BACULO SOJA VERIFICAR AS RESTRIÇÕES DE USO CONSTANTES NA LISTA DE AGROTÓXICOS DO PARANÁ Registrado no Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento MAPA sob nº 06897 Composição: Corpos poliédricos

Leia mais

RELATÓRIO DO PRODUTO

RELATÓRIO DO PRODUTO Composição Grupo químico Classe Modo de ação Formulação Classif. toxicológica Classif. ambiental Empresa IPRODIONA 500 g/l DICARBOXIMIDA FUNGICIDA CONTATO SUSPENSÃO CONCENTRADA - SC II - ALTAMENTE TÓXICO

Leia mais

BRAVONIL 720. Registrado no Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento - (MAPA) sob nº: 06300

BRAVONIL 720. Registrado no Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento - (MAPA) sob nº: 06300 BRAVONIL 720 BRAVONIL 720 Bula (Completa) Registrado no Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento - (MAPA) sob nº: 06300 COMPOSIÇÃO: Ingrediente ativo: Tetrachloroisophthalonitrile (CLOROTALONIL)...720

Leia mais

Saiba como lavar e devolver suas embalagens vazias de agrotóxicos

Saiba como lavar e devolver suas embalagens vazias de agrotóxicos Saiba como lavar e devolver suas embalagens vazias de agrotóxicos Por que lavar e devolver? As embalagens vazias de agrotóxicos devem ser lavadas e devolvidas em cumprimento à Lei Federal no. 9974/00.

Leia mais

Sistema Integrado de Gestão de Embalagens e Resíduos em Agricultura. Apresentação base

Sistema Integrado de Gestão de Embalagens e Resíduos em Agricultura. Apresentação base Sistema Integrado de Gestão de Embalagens e Resíduos em Agricultura Apresentação base - 2016 1 Sumário O que é o VALORFITO Como funciona Situação actual Evolução e desafios para o futuro Apresentação base

Leia mais

RELATÓRIO DO PRODUTO

RELATÓRIO DO PRODUTO Composição Grupo químico Classe Modo de ação Formulação Classif. toxicológica Classif. ambiental Empresa BIFENTRINA 25 g/l PIRETRÓIDE INSETICIDA CONTATO E INGESTÃO CONCENTRADO EMULSIONÁVEL II - ALTAMENTE

Leia mais

O processo de destinação de embalagens vazias de defensivos agrícolas

O processo de destinação de embalagens vazias de defensivos agrícolas O processo de destinação de embalagens vazias de defensivos agrícolas O inpev - Instituto Nacional de Processamento de Embalagens Vazias - é uma entidade sem fins lucrativos que representa a indústria

Leia mais

Verdict* R ANTES DE USAR O PRODUTO LEIA O RÓTULO, A BULA E A RECEITA E CONSERVE-OS EM SEU PODER.

Verdict* R ANTES DE USAR O PRODUTO LEIA O RÓTULO, A BULA E A RECEITA E CONSERVE-OS EM SEU PODER. Verdict* R 0912 ANTES DE USAR O PRODUTO LEIA O RÓTULO, A BULA E A RECEITA E CONSERVE-OS EM SEU PODER. É OBRIGATÓRIO O USO DE EQUIPAMENTOS DE PROTEÇÃO INDIVIDUAL. PROTEJA-SE. É OBRIGATÓRIA A DEVOLUÇÃO DA

Leia mais

OBERON - [Inseticida / Acaricida]

OBERON - [Inseticida / Acaricida] Você está em: Home» OBERON - [Inseticida / Acaricida] Produto aplicável nas culturas Princípio ativo Algodão Melão Tomate Feijão Soja Espiromesifeno REGISTRO Registrado no Ministério da Agricultura, Pecuária

Leia mais

BREAK THRU VERIFICAR AS RESTRIÇÕES DE USO CONSTANTES NA LISTA DE AGROTÓXICOS DO PARANÁ

BREAK THRU VERIFICAR AS RESTRIÇÕES DE USO CONSTANTES NA LISTA DE AGROTÓXICOS DO PARANÁ BREAK THRU VERIFICAR AS RESTRIÇÕES DE USO CONSTANTES NA LISTA DE AGROTÓXICOS DO PARANÁ Registrado no Ministério da Agricultura e do Abastecimento sob n.º 03898 COMPOSIÇÃO: % g/l Copolímero poliéster-polimetil

Leia mais

FICHA TÉCNICA PROFILUX. Fungicida para o controlo do míldio da batateira (Phytophtora infestans) e do míldio da videira (Plasmopara viticola)

FICHA TÉCNICA PROFILUX. Fungicida para o controlo do míldio da batateira (Phytophtora infestans) e do míldio da videira (Plasmopara viticola) FICHA TÉCNICA PROFILUX Fungicida para o controlo do míldio da batateira (Phytophtora infestans) e do míldio da videira (Plasmopara viticola) Grânulos dispersíveis em água com 45 g/kg (4,5%p/p) de cimoxanil

Leia mais

unesp UNIVERSIDADE ESTADUAL PAULISTA Ecotoxicologia dos Agrotóxicos e Saúde Ocupacional 2a. Aula Embalagens de agrotóxicos - Ago/2016

unesp UNIVERSIDADE ESTADUAL PAULISTA Ecotoxicologia dos Agrotóxicos e Saúde Ocupacional 2a. Aula Embalagens de agrotóxicos - Ago/2016 unesp UNIVERSIDADE ESTADUAL PAULISTA CÂMPUS DE JABOTICABAL FACULDADE DE CIÊNCIAS AGRÁRIAS E VETERINÁRIAS DEPARTAMENTO DE FITOSSANIDADE Ecotoxicologia dos Agrotóxicos e Saúde Ocupacional 2a. Aula Embalagens

Leia mais

CURBIX 200 SC - [Inseticida]

CURBIX 200 SC - [Inseticida] Você está em: Home» CURBIX 200 SC - [Inseticida] Produto aplicável nas culturas Princípio ativo Arroz Cana-de-açucar (Soqueira) Cana-de-açúcar (Plantios novos) Ethiprole REGISTRO Registrado no

Leia mais

MONCEREN 250 SC - [Fungicida]

MONCEREN 250 SC - [Fungicida] Você está em: Home» MONCEREN 250 SC - [Fungicida] Produto aplicável nas culturas Princípio ativo Alface Batata Algodão Feijão Pencicurom REGISTRO Registrado no Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento/MAPA

Leia mais

DIPEL 12 X1 CULTURA PRAGAS CONTROLADORAS DOSES N DE APLICAÇÕES. Nome comum Nome científico. Ingrediente ativo DIPEL ALAMO

DIPEL 12 X1 CULTURA PRAGAS CONTROLADORAS DOSES N DE APLICAÇÕES. Nome comum Nome científico. Ingrediente ativo DIPEL ALAMO DIPEL 12 X1 Detalhes do produto Promove o controle biológico de lepidópteros (lagartas e traças) em vinha, hortícolas e floresta. Atua por ingestão, provocando a paralisia geral dos insetos, que deixam

Leia mais

Break-Thru. CLASSE: Espalhante Adesivo não-iônico / Penetrante do grupo químico dos silicones

Break-Thru. CLASSE: Espalhante Adesivo não-iônico / Penetrante do grupo químico dos silicones Break-Thru Guia de Produtos Março de 2011 Registrado no Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento - MAPA sob nº 03898 COMPOSIÇÃO: % g/l Copolímero poliéter - polimetil siloxano (Silicone)...100

Leia mais

Curso de Difusão FDRP/USP Fashion Law Direito e Moda

Curso de Difusão FDRP/USP Fashion Law Direito e Moda 1- O critério de classificação será socioeconômico; BOLSA DE ESTUDOS - ORIENTAÇÕES GERAIS 2- A solicitação da Bolsa somente será efetivada mediante o preenchimento e envio, do formulário socioeconômico

Leia mais

VOLCANE VERIFICAR AS RESTRIÇÕES CONSTANTES NA LISTA DE AGROTÓXICOS DO ESTADO DO PARANÁ

VOLCANE VERIFICAR AS RESTRIÇÕES CONSTANTES NA LISTA DE AGROTÓXICOS DO ESTADO DO PARANÁ VOLCANE VERIFICAR AS RESTRIÇÕES CONSTANTES NA LISTA DE AGROTÓXICOS DO ESTADO DO PARANÁ Registrado no Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento MAPA sob n :004798 COMPOSIÇÃO: Sodium hydrogen methylarsonate

Leia mais

RELATÓRIO DO PRODUTO

RELATÓRIO DO PRODUTO Composição + Copolímero de poliéter e silicone 1000 g/l Grupo químico - Classe ESPALHANTE ADESIVO Modo de ação - Formulação DC - Concentrado Dispersível Classif. toxicológica II - Altamente tóxico Classif.

Leia mais

6.4 CONTROLE DE PLANTAS DANINHAS

6.4 CONTROLE DE PLANTAS DANINHAS 6.4 CONTROLE DE PLANTAS DANINHAS Prejuízos: -Competição por água; -Competição por luz; -Competição por nutrientes; -Hospedeiros de pragas e doenças; -Interferência na operação de colheita. Período de competição:

Leia mais

BOAS PRÁTICAS AGRÍCOLAS

BOAS PRÁTICAS AGRÍCOLAS BOAS PRÁTICAS AGRÍCOLAS BOAS PRÁTICAS AGRÍCOLAS O que são? Práticas e procedimentos estabelecidos para a produção de alimentos seguros Para que servem? Controle de perigos e garantia da qualidade dos alimentos

Leia mais

2. Composição e informações sobre os ingredientes

2. Composição e informações sobre os ingredientes Página: 1/5 1. Identificação do produto e da empresa Nome do produto: Nome da empresa: Cleusa Marques Malheiros EPP Endereço: Rua Papa Pio XII- Bairro:Industrial II Telefone: 19-33041002 Fax: 19-33041002

Leia mais

BULA. Logotipo da Empresa: AGRIS. Registrado no Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento - MAPA sob N o 0308

BULA. Logotipo da Empresa: AGRIS. Registrado no Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento - MAPA sob N o 0308 BULA Logotipo da Empresa: AGRIS Registrado no Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento - MAPA sob N o 0308 Composição:. Mistura de hidrocarbonetos parafínicos, ciclo parafínicos e aromáticos

Leia mais

PRAGAS NOME COMUM NOME CIENTÍFICO

PRAGAS NOME COMUM NOME CIENTÍFICO POLO 500 SC Dados técnicos Nome comum do ingrediente ativo: DIAFENTIUROM Registro no Ministério da Agricultura e do Abastecimento: nº 08204 Classe: Acaricida Inseticida de contato e ingestão do grupo químico

Leia mais

TÉCNICA SIMPLIFICADA DE COLHEITA DE MATERIAL EM ANIMAIS PARA O DIAGNÓSTICO DA RAIVA

TÉCNICA SIMPLIFICADA DE COLHEITA DE MATERIAL EM ANIMAIS PARA O DIAGNÓSTICO DA RAIVA TÉCNICA SIMPLIFICADA DE COLHEITA DE MATERIAL EM ANIMAIS PARA O DIAGNÓSTICO DA RAIVA (Fotos gentilmente cedidas pelo KwaZulu-Natal Rabies Project e pelo Serengueti Carnivore Disease Project) Preparação

Leia mais

Doenças Nome Comum Nome Científico

Doenças Nome Comum Nome Científico VERDADERO 600 WG Dados técnicos Nome comum do ingrediente ativo: TIAMETOXAM e CIPROCONAZOL Registro no Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento: nº Classe: inseticida (TIAMETOXAM) e fungicida

Leia mais

01 - DADOS GERAIS DA EMPRESA 02 - NÚMERO DE TRABALHADORES (AS) DA EMPRESA. 03 EPI s EQUIPAMENTOS DE PROTEÇÃO INDIVIDUAL

01 - DADOS GERAIS DA EMPRESA 02 - NÚMERO DE TRABALHADORES (AS) DA EMPRESA. 03 EPI s EQUIPAMENTOS DE PROTEÇÃO INDIVIDUAL STICM DE - Avenida Mauro Mori, n.º 323, Centro - Goioerê/PR - CEP. 87.360-000 01 - DADOS GERAIS DA EMPRESA NOME: CNPJ: ENDEREÇO: MUNICÍPIO: CEP: FONE / FAX: PROPRIETÁRIO: ENCARREGADO: 02 - NÚMERO DE TRABALHADORES

Leia mais

Hardyconcret cimento Autonivelante. Sistema autonivelante de base cimentícea BOLETIM TÉCNICO. Hardyconcret. Autonivelante

Hardyconcret cimento Autonivelante. Sistema autonivelante de base cimentícea BOLETIM TÉCNICO. Hardyconcret. Autonivelante BOLETIM TÉCNICO Hardyconcret Cimento Autonivelante DESCRIÇÃO DO PRODUTO Hardyconcret cimento autonivelante, é composto por uma combinação de cimentos, aditivos especiais, acrílico de ultima geração e agregados

Leia mais

SEGURANÇA NA APLICAÇÃO DE PRODUTOS FITOFARMACÊUTICOS NAS EXPLORAÇÕES AGRÍCOLAS E FLORESTAIS

SEGURANÇA NA APLICAÇÃO DE PRODUTOS FITOFARMACÊUTICOS NAS EXPLORAÇÕES AGRÍCOLAS E FLORESTAIS SEGURANÇA NA APLICAÇÃO DE PRODUTOS FITOFARMACÊUTICOS NAS EXPLORAÇÕES AGRÍCOLAS E FLORESTAIS Documento Técnico elaborado por: Celestino Soares Setembro de 2014 Divisão de Sanidade O presente documento pretende

Leia mais

Inseticida de contato e adjuvante / espalhante adesivo, do grupo químico hidrocarbonetos alifáticos PRAGAS. Cochonilha-cabeça-deprego

Inseticida de contato e adjuvante / espalhante adesivo, do grupo químico hidrocarbonetos alifáticos PRAGAS. Cochonilha-cabeça-deprego Composição: Mistura de hidrocarbonetos parafínicos, ciclo parafínicos e aromáticos saturados e insaturados provenientes da destilação do petróleo (ÓLEO MINERAL)...800 ml/l (80% v/v) Ingredientes inertes...200

Leia mais

SOJA PLUS. Relatório Contrapartida dos Produtores Rurais da Bahia R$ ,00. Programa de Gestão Econômica, Social e Ambiental da Soja Brasileira

SOJA PLUS. Relatório Contrapartida dos Produtores Rurais da Bahia R$ ,00. Programa de Gestão Econômica, Social e Ambiental da Soja Brasileira SOJA PLUS Programa de Gestão Econômica, Social e Ambiental da Soja Brasileira Relatório Contrapartida dos Produtores Rurais da Bahia 1.500.000,00 PERÍODO: jul.2014 a dez.2016 CONTRAPARTIDA PRODUTORES RURAIS

Leia mais

Ficha de Informação de Segurança de Produto Químico - FISPQ

Ficha de Informação de Segurança de Produto Químico - FISPQ PRODUTO: SPIKE Página 1 de 7 1 - Identificação do Produto e da Empresa Nome do produto: SPIKE Classe: Herbicida. Grupo químico: Derivados da uréia. Tipo de formulação: Suspensão concentrada (SC). Código:

Leia mais

FICHA DE INFORMAÇÃO DE SEGURANÇA DE PRODUTO QUÍMICO ENZYMOX 3 + 1

FICHA DE INFORMAÇÃO DE SEGURANÇA DE PRODUTO QUÍMICO ENZYMOX 3 + 1 FICHA DE INFORMAÇÃO DE SEGURANÇA DE PRODUTO QUÍMICO ENZYMOX 3 + 1 1) IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA a) Nome do Produto: ENZYMOX 3+1. b) Nome da Empresa: ICARAÍ DO BRASIL IND. COM. LTDA. c) Endereço:

Leia mais

Ficha de Informação de Segurança de Produto Químico - FISPQ

Ficha de Informação de Segurança de Produto Químico - FISPQ PRODUTO: CLINCHER* Página 1 de 10 1 - Identificação do Produto e da Empresa Nome do produto: Classe: Grupo químico: Tipo de formulação: Fornecedor Nome: CLINCHER* Herbicida. Ácido ariloxifenoxipropiônico.

Leia mais

MYTHOS - [Fungicida] bayercropscience.com.br/site/nossosprodutos/ /DetalheDoProduto.fss?Produto=44

MYTHOS - [Fungicida] bayercropscience.com.br/site/nossosprodutos/ /DetalheDoProduto.fss?Produto=44 Você está em: Home» MYTHOS - [Fungicida] Produto aplicável nas culturas Princípio ativo Banana Cebola Gladíolo Melão Tomate Batata Cenoura Maçã Morango Uva Pirimetanil REGISTRO Registrado no Ministério

Leia mais

RELATÓRIO DO PRODUTO

RELATÓRIO DO PRODUTO Composição Grupo químico Classe Modo de ação Formulação Classif. toxicológica Classif. ambiental Empresa CLOMAZONA 600 g/l + CARFENTRAZONA-ETÍLICA 15 g/l ISOXAZOLIDIONA E TRIAZOLONA. HERBICIDA PRÉ-EMERGENTE

Leia mais

Registrado no Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento - MAPA sob o nº 04700

Registrado no Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento - MAPA sob o nº 04700 Registrado no Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento - MAPA sob o nº 04700 COMPOSIÇÃO: Dicopper chloride trihydroxide (OXICLORETO DE COBRE)... 870,0 g/kg (87% m/m) Equivalente em cobre metálico...

Leia mais

SAWEY WP. Registrado no Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento - MAPA sob nº

SAWEY WP. Registrado no Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento - MAPA sob nº SAWEY WP Registrado no Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento - MAPA sob nº 028903 COMPOSIÇÃO: (4RS,5RS)-5-(4-chlorophenyl)-N-cyclohexyl-4-methyl-2-oxo-1,3-thiazolidine-3-carboxamide (HEXITIAZOXI)...500

Leia mais

CONTROLO E CERTIFICAÇÃO NA PROTECÇÃO INTEGRADA

CONTROLO E CERTIFICAÇÃO NA PROTECÇÃO INTEGRADA CONTROLO E CERTIFICAÇÃO NA PROTECÇÃO INTEGRADA Gilberto Vicente Lisboa, Dezembro de 2003 1 VERIFICAÇÃO INDEPENDENTE O cumprimento do referencial da Protecção Integrada exige o controlo e certificação realizado

Leia mais

FINISH VERIFICAR RESTRIÇÕES DE USO CONSTANTES NA LISTA DE AGROTÓXICOS DO PARANÁ

FINISH VERIFICAR RESTRIÇÕES DE USO CONSTANTES NA LISTA DE AGROTÓXICOS DO PARANÁ FINISH VERIFICAR RESTRIÇÕES DE USO CONSTANTES NA LISTA DE AGROTÓXICOS DO PARANÁ Registrado no Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento - MAPA sob nº 01198 COMPOSIÇÃO: 2-chloroethylphosphonic

Leia mais

Plano de Gerenciamento de Resíduos. Jeniffer Guedes

Plano de Gerenciamento de Resíduos. Jeniffer Guedes Jeniffer Guedes PLURAL Indústria Gráfica Ltda Parque gráfico da PLURAL com 33.500m 2. Fundada em 1996. Atualmente a PLURAL emprega 841 profissionais. Composição Acionária 51% 49% 90 anos de história Jornal

Leia mais

FIXADE. Registrado no Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA) sob nº:

FIXADE. Registrado no Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA) sob nº: FIXADE Registrado no Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA) sob nº: 01168305 COMPOSIÇÃO: Ingrediente ativo: Nonil Fenol Etoxilado:... 900 g/l (90,0% m/v) Ingredientes inertes:... 125

Leia mais

ETHREL [Regulador de crescimento]

ETHREL [Regulador de crescimento] Você está em: Home» ETHREL 720 - [Regulador de crescimento] Produto aplicável nas culturas Princípio ativo Abacaxi Café Figo Soja Arroz Cana-de-açúcar Manga Uva Etefom REGISTRO Registrado no Ministério

Leia mais

PROGRAMA DE ACÇÃO DE FORMAÇÃO

PROGRAMA DE ACÇÃO DE FORMAÇÃO PROGRAMA DE ACÇÃO DE FORMAÇÃO A preencher pela entidade formadora Entidade Acção Aplicação de Nº Local Duração 50 horas Data a Laboral Pós-Laboral Misto Formação-acção Formação à distância OBJECTIVO GERAL

Leia mais

RELATÓRIO DO PRODUTO

RELATÓRIO DO PRODUTO Composição Grupo químico Classe Modo de ação Formulação Classif. toxicológica Classif. ambiental Empresa ZETA-CIPERMETRINA 400 g/l PIRETRÓIDE INSETICIDA CONTATO E INGESTÃO EC - CONCENTRADO EMULSIONÁVEL

Leia mais

Ficha de Informação de Segurança de Produto Químico - FISPQ

Ficha de Informação de Segurança de Produto Químico - FISPQ PRODUTO: MANNEJO Página 1 de 8 1 - Identificação do Produto e da Empresa Nome do produto: Classe: Grupo químico: Tipo de formulação: Mannejo Herbicida. Código: 46290. Fornecedor Nome: Ácido piridinocarboxílico

Leia mais

Seleção de Pontas de Pulverização

Seleção de Pontas de Pulverização JORNADAS DE ACTUALIZACIÓN EN TECNOLOGÍAS DE APLICACIÓN EN CULTIVOS EXTENSIVOS Seleção de Pontas de Pulverização Otavio J. G. Abi Saab Prof. Mecanização Agrícola Universidade Estadual de Londrina Estado

Leia mais

REGLONE VERIFICAR RESTRIÇÕES CONSTANTES NA LISTA DE AGROTÓXICOS DO ESTADO DO PARANÁ

REGLONE VERIFICAR RESTRIÇÕES CONSTANTES NA LISTA DE AGROTÓXICOS DO ESTADO DO PARANÁ REGLONE VERIFICAR RESTRIÇÕES CONSTANTES NA LISTA DE AGROTÓXICOS DO ESTADO DO PARANÁ REGISTRADO NO MINISTÉRIO DA AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO MAPA SOB Nº 01768502 COMPOSIÇÃO: Ingrediente ativo:

Leia mais

FABRICANTES DO PRODUTO TÉCNICO:

FABRICANTES DO PRODUTO TÉCNICO: Registrado no Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento/MAPA sob nº 00993 Composição: 2-chloroethylphosphonic acid (ETEFOM)... 240 g/l (24% m/v) Ingredientes inertes... 865 g/l (86,5% m/v) CLASSE:

Leia mais

Curso de Especialização em Direito Trabalho - 2ª edição Faculdade de Direito de Ribeirão Preto/USP

Curso de Especialização em Direito Trabalho - 2ª edição Faculdade de Direito de Ribeirão Preto/USP FORMULÁRIO SOCIOECONÔMICO PARA CONCESSÃO DE BOLSAS DE ESTUDO ORIENTAÇÕES GERAIS Nº 1- O critério de classificação será socioeconômico. 2- A solicitação da Bolsa somente será efetivada mediante o preenchimento

Leia mais

FABRICANTES DOS PRODUTOS TÉCNICOS:

FABRICANTES DOS PRODUTOS TÉCNICOS: Registrado no Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento/MAPA sob nº 01198 COMPOSIÇÃO: 2-chloroethylphosphonic acid (ETEFOM)... 480 g/l (48% m/v) 1-(2,4-dichloroanilinocarbonyl) cyclo propanecarboxlic

Leia mais

FISPQ - Ficha de Informação de Segurança de Produtos Químicos

FISPQ - Ficha de Informação de Segurança de Produtos Químicos 1. IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA Nome do produto: Empresa: Site: PYREITOR 40 PM Insetimax Indústria Química Ltda Rua Adelaide Zangrande, 141 A Distr. Industrial Jardinópolis SP - (16) 3663-1000

Leia mais

Ficha de Informação de Segurança de Produto Químico - FISPQ

Ficha de Informação de Segurança de Produto Químico - FISPQ PRODUTO: TRUENO Página 1 de 9 1 - Identificação do Produto e da Empresa Nome do produto: Classe: Grupo químico: Tipo de formulação: Formulador Nome: TRUENO Herbicida. Ácido piridinocarboxílico (Aminopiralide)

Leia mais

RELATÓRIO DO PRODUTO

RELATÓRIO DO PRODUTO Composição (mínimo de 27,5 bilhões de esporos viáveis por grama),60 g/l Grupo químico - Classe INSETICIDA BIOLÓGICO Modo de ação INGESTÃO Formulação SUSPENSÃO CONCENTRADA (SC) Classif. toxicológica IV

Leia mais

RELATÓRIO DO PRODUTO

RELATÓRIO DO PRODUTO Composição Grupo químico Classe Modo de ação Formulação Classif. toxicológica Classif. ambiental Empresa CARBOSULFANO 400 g/l METILCARBAMATO DE BENZOFURANILA INSETICIDA-ACARICIDA SISTÊMICO SUSPENSÃO CONCENTRADA

Leia mais

FISPQ Ficha de Informação de Segurança de Produtos Químicos

FISPQ Ficha de Informação de Segurança de Produtos Químicos revisão: 01 Identificação do produto e da Empresa Nome do Natureza Química: Desinfetante de uso geral Autorização de Funcionamento / MS Nº: 3.04500.8 Produto Registrado na ANVISA/MS Nº: 3.0453434.6 Publicação

Leia mais

Realização: Guia de Descarte. Residuos. Centro de Ciências Rurais

Realização: Guia de Descarte. Residuos. Centro de Ciências Rurais Realização: Guia de Descarte de Residuos Guia de Descarte de Residuos Os resíduos sólidos recicláveis são depositados nas coletoras localizadas nos corredores e em frente aos prédios e são recolhidos pelos

Leia mais

USO SUSTENTÁVEL DOS PRODUTOS FITOFARMACÊUTICOS

USO SUSTENTÁVEL DOS PRODUTOS FITOFARMACÊUTICOS Título da Apresentação USO SUSTENTÁVEL DOS PRODUTOS FITOFARMACÊUTICOS Substítulo USO SUSTENTÁVEL DOS PRODUTOS FITOFARMACÊUTICOS IMPACTOS DA LEI Nº 26/2013 NAS EXPLORAÇÕES AGRÍCOLAS Produtos abrangidos

Leia mais

SPHERE MAX VERIFICAR RESTRIÇÕES DE USO CONSTANTES NA LISTA DE AGROTÓXICOS DO PARANÁ

SPHERE MAX VERIFICAR RESTRIÇÕES DE USO CONSTANTES NA LISTA DE AGROTÓXICOS DO PARANÁ SPHERE MAX VERIFICAR RESTRIÇÕES DE USO CONSTANTES NA LISTA DE AGROTÓXICOS DO PARANÁ Registrado no Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento/ MAPA sob nº 08608 COMPOSIÇÃO: Methyl(E)-methoxyimino-{(E)-α-[1-α,α,α-trifluoro-m-tolyl)ethylideneaminooxy]-otolyl}acetate

Leia mais

Ficha de Informação de Segurança de Produto Químico. Produto Direct

Ficha de Informação de Segurança de Produto Químico. Produto Direct 1. Identificação do Produto e da Empresa Nome do Produto: Direct Nome da Empresa: De Sangosse Agroquímica Ltda. Endereço: Rua Raimundo Ramos Ferreira, 136 - CURITIBA/PR CEP: 81.350-040 Telefone de Contato

Leia mais

FICHA DE INFORMAÇÕES DE SEGURANÇA DE PRODUTOS QUÍMICOS ISCALURE CYDIA

FICHA DE INFORMAÇÕES DE SEGURANÇA DE PRODUTOS QUÍMICOS ISCALURE CYDIA FICHA DE INFORMAÇÕES DE SEGURANÇA DE PRODUTOS QUÍMICOS FISPQ.04.00 ISCALURE CYDIA 1. IDENTIFICAÇÃO DA EMPRESA E DO PRODUTO Nome Comercial do Produto: Iscalure Cydia Código de identificação do Produto:

Leia mais

MADEMATO DIPIL HERBICIDA GLIFOSATO

MADEMATO DIPIL HERBICIDA GLIFOSATO Página 1 de 6 1. IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA Nome do Produto: MADEMATO DIPIL HERBICIDA GLIFOSATO Código interno de identificação: 16 Aplicação: HERBICIDA Fabricante: INDÚSTRIA QUÍMICA DIPIL LTDA.

Leia mais

FARMÀCIA CENTRAL DE FRACIONAMENTO. Data Versão/Revisões Descrição Autor 03/01/ Proposta Inicial CESC, LAS, RFC.

FARMÀCIA CENTRAL DE FRACIONAMENTO. Data Versão/Revisões Descrição Autor 03/01/ Proposta Inicial CESC, LAS, RFC. 1 de 6 Histórico de Revisão / Versões Data Versão/Revisões Descrição Autor 1.00 Proposta Inicial CESC, LAS, RFC. 1 Objetivo Otimizar a distribuição de medicamentos por dose individual / unitária devidamente

Leia mais

1 IDENTIFICAÇÃO 2 COMPOSIÇÃO DO PRODUTO

1 IDENTIFICAÇÃO 2 COMPOSIÇÃO DO PRODUTO 1 IDENTIFICAÇÃO Nome do Produto: Lava Louças Econômico e FC (Coco, Limão, Maçã, Marine, Neutro, Uva e Clear). Aplicação: Remoção de gorduras, limpeza de louças, talheres e panelas. Estado físico: Líquido

Leia mais

PLANO DE GERENCIAMENTO DE RESÍDUOS DE SERVIÇOS DE SAÚDE - PGRSS (MODELO BÁSICO)

PLANO DE GERENCIAMENTO DE RESÍDUOS DE SERVIÇOS DE SAÚDE - PGRSS (MODELO BÁSICO) PLANO DE GERENCIAMENTO DE RESÍDUOS DE SERVIÇOS DE SAÚDE - PGRSS (MODELO BÁSICO) PLANO DE GERENCIAMENTO DE RESÍDUOS DE SERVIÇOS DE SAÚDE (MODELO BÁSICO) I DADOS DE IDENTIFICAÇÃO DO ESTABELECIMENTO DE SAÚDE

Leia mais

FISPQ Ficha de Informação de Segurança de Produtos Químicos em acordo com a NBR-14725

FISPQ Ficha de Informação de Segurança de Produtos Químicos em acordo com a NBR-14725 Produto: Página 1 1. IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA Nome do produto: TEKNAR HP D Empresa: SYNGENTA Proteção de Cultivos Ltda Rodovia SP 332, Km 130. 13140-000 - Paulínia São Paulo (19) 38745800

Leia mais

Comunicado Técnico 09

Comunicado Técnico 09 Comunicado Técnico 09 ISSN 2177-854X Maio. 2011 Uberaba - MG Regulagem de Pulverizadores Agrícolas de Barras Responsável: Paulo Roberto Pala Martinelli E-mail: prpmartinelli@yahoo.com.br Engenheiro Agrônomo;

Leia mais

(*) IMPORTADOR DO PRODUTO FORMULADO FABRICANTE DO PRODUTO TÉCNICO:

(*) IMPORTADOR DO PRODUTO FORMULADO FABRICANTE DO PRODUTO TÉCNICO: Alea 1406 VERIFICAR RESTRIÇÕES DE USO CONSTANTES NA LISTA DE AGROTÓXICOS DO PARANÁ ANTES DE USAR O PRODUTO LEIA O RÓTULO, A BULA E A RECEITA E CONSERVE-OS EM SEU PODER. É OBRIGATÓRIO O USO DE EQUIPAMENTOS

Leia mais