Salão MICE- ABEOC BRASIL. Alavancando negócios, garantindo resultados

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Salão MICE- ABEOC BRASIL. Alavancando negócios, garantindo resultados"

Transcrição

1 Salão MICE- ABEOC BRASIL Alavancando negócios, garantindo resultados

2 25 anos de networking gerando negócios

3 FESTIVAL DO TURISMO DE GRAMADO Feira de destinos, produtos e serviços, situada entre as melhores do mundo. Exclusiva para o segmento business to business. Mais de 50 destinos internacionais presentes expositores, distribuídos em 400 stands. Frequentada por mais de visitantes profissionais com alto poder de decisão. Feira reconhecida como o melhor ambiente para transformar relações em negócios. Possibilita a prospecção de clientes, reativação de contatos e a atualização da base de dados. Segmentada por Salões, trata com profundidade diferentes nichos como o turismo de saúde, de acessibilidade, de sustentabilidade, turismo verde, religioso, LGBT, rural, enoturismo e tecnologia para o turismo. Em 2013, o Festuris abre espaço para a indústria de eventos.

4 PERFIL DO VISITANTE

5 SALÃO DO TURISMO DE NEGÓCIOS E EVENTOS Organizar ou sediar eventos tornou-se uma forma de os países promoverem a sua imagem, de apresentarem-se ao mundo e gerarem lucros para as regiões anfitriãs. O Turismo de Negócios e Eventos, também conhecido como segmento MICE (Meetings, Incentive, Congress and Events), é considerado um setor estratégico para o turismo brasileiro e um dos que mais crescem no cenário mundial. Para a EMBRATUR, a captação de eventos aumenta a visibilidade do país no exterior e atrai turistas cujos gastos médios são elevados. Tamanha importância é razão para o Festival do Turismo 2013 trazer o Turismo MICE ao foco de interesse de seus milhares de visitantes.

6 Turismo de Negócios e Eventos compreende o conjunto de atividades turísticas decorrentes dos encontros de interesse profissional, associativo, institucional, de caráter comercial, promocional, técnico, científico e social. Ministério do Turismo Marcos Conceituais M.I.C.E. é uma sigla usada em referência a um tipo específico de turismo em que grandes grupos, geralmente planejados com antecedência, se reúnem para um propósito particular. Recentemente, tem havido uma tendência da indústria em utilizar o termo "indústria de eventos".

7 O BRASIL CONSOLIDA-SE ENTRE OS 10 MAIORES NO TURISMO DE NEGÓCIOS E EVENTOS Mas, para o país que seja considerado um mercado estruturado, maduro e de qualidade internacional, necessita de total profissionalismo, infraestrutura e esforços de toda a cadeia. O Festival do Turismo orgulha em promover essa ação visando a maior qualificação do setor.

8 CARACTERÍSTICAS DO TURISMO DE NEGÓCIOS E EVENTOS é responsável por grande parte dos fluxos turísticos para os destinos brasileiros. tem desempenho significativo no estímulo para o desenvolvimento das micro e pequenas empresas que representam cerca de 90% do total de empresas brasileiras. é indutor do movimento turístico também para destinos não consagrados, pois o público desse tipo de turismo não escolhe por si só o destino que irá viajar, pois depende da decisão de sua empresa/instituição ou da cidade que sediará o evento. é alternativa permanente para ocupação da estrutura turística pois independe da sazonalidade, condições climáticas e períodos de férias escolares;

9 CARACTERÍSTICAS DO TURISMO DE NEGÓCIOS E EVENTOS é de alta rentabilidade, uma vez que o turista desse segmento, em relação ao turista de lazer, apresenta maior gasto médio. possibilita a interiorização da atividade turística, pois podem ser realizados em cidades menores, desde que apresentem as condições e estruturas necessárias para a realização de negócios ou eventos; necessita de infraestrutura e serviços de elevado padrão de qualidade, de modo a valorizar o profissionalismo, requerendo serviços dinâmicos. aumenta a arrecadação de impostos, pois normalmente o turista de negócios e eventos necessita da emissão de notas fiscais para comprovação de despesas à empresa ou instituição à qual pertence.

10 CARACTERÍSTICAS DO TURISMO DE NEGÓCIOS E EVENTOS Contribui para o crescimento dos negócios locais por conta do intercâmbio comercial e empresarial. Fomenta o desenvolvimento científico e tecnológico devido à participação de profissionais especializados e equipamentos de última geração; Dissemina novas técnicas e conhecimentos definidos nos encontros nos destinos-sedes e que ficam como legados às comunidades locais. diferente do turismo de lazer, que visa aos pontos turísticos, motiva o planejador de evento a realizá-lo num determinado destino e leva os participantes a se interessarem pelo evento. no turismo de negócios é importante a troca de conhecimento e a presença de líderes intelectuais e investidores em tecnologia de ponta. O cliente é visto como parceiro.

11 O PÚBLICO DOS EVENTOS DE NEGÓCIOS este turista tem um perfil diferenciado do turista comum. tem poder aquisitivo alto e um gasto médio elevado. prolonga sua estada no Brasil beneficiando as cidades que sediam os eventos, com os recursos deixados no país, ou retorna, daí então com o intuito de lazer e, normalmente, com mais tempo. mesmo permanecendo no destino menos tempo (oito dias em média) que o turista de lazer (doze dias), tem um gasto cerca de 40% superior, pois geralmente utiliza serviços específicos e equipamentos turísticos muitas vezes de categoria superior, pré-acordados com empresas de negócios.

12 Faixa etária: 27% têm entre 25 e 34 anos; 35,44% têm entre 35 e 44 anos; e 23,2% têm entre 45 e 54 anos. 59% viajam sozinhos Escolaridade superior O PÚBLICO DOS EVENTOS DE NEGÓCIOS Representante de organizações e empresas, 36% são empregados do setor privado. Exige praticidade, comodidades, atendimento e equipamentos de qualidade; 97% hospedam-se em hotéis. Gasto médio diário individual: US$ 285,00

13 OS NÚMEROS DO TURISMO DE EVENTOS E NEGÓCIOS De acordo com os dados revelados pela ICCA, os gastos com turismo de negócios totais no Brasil devem crescer 14,3% em 2013, chegando à marca de 34,5 bilhões de dólares. Os gastos com turismo de negócios doméstico, que cresceram em média 8,3% por ano desde 2000, apontam um crescimento de 12,9% para 2013, atingindo a marca de 27 bilhões de dólares.

14 O SALÃO DO TURISMO DE NEGÓCIOS E EVENTOS Além de contar com a presença de expositores diretamente ligados à promoção dos chamados eventos M.I.C.E., o Salão do Turismo de Negócios e Eventos contará com espaço para apresentação de workshops e debates. Servirá de privilegiado local para troca de expertises e para dar visibilidade a ações positivas já em curso no país, como a o Programa de Qualidade ABEOC Brasil de Qualificação em Gestão e Certificação de Micro e Pequenas Empresas de Eventos.

15 A QUEM INTERESSA O SALÃO centros de feiras e eventos hotéis e resorts com equipamentos e instalações para acolher eventos de porte prefeituras municipais de todo Brasil empresas promotoras de eventos no setor empresas privadas que adotam em seus programas de incentivos aos funcionários, clientes, fornecedores, entre outros, as viagens como prêmios aos participantes órgãos oficiais de turismo Convention & Visitors Bureaux

16

17

18

Estudo do Perfil do Turista de Eventos Ano 2016

Estudo do Perfil do Turista de Eventos Ano 2016 Estudo do Perfil do Turista de Eventos Ano 2016 Agradecimento O Estudo do Perfil do Turista de Eventos de Gramado e Canela é resultado da parceria de diversas instituições públicas que entenderam a importância

Leia mais

CASE - MARKETING DE DESTINO PARA EVENTOS

CASE - MARKETING DE DESTINO PARA EVENTOS CASE - MARKETING DE DESTINO PARA EVENTOS Premissas Importantes Os eventos têm importância significativa na área do turismo, além de ser a atividade que mais crescem nesse segmento. Segundo Zanella (2003),

Leia mais

Regionalização e Segmentação do Turismo. Natal, 23 de março de 2010

Regionalização e Segmentação do Turismo. Natal, 23 de março de 2010 Regionalização e Segmentação do Turismo Natal, 23 de março de 2010 Núcleo Estratégico do Turismo Nacional Fórum Nacional dos Secretários e Dirigentes Estaduais de Turismo Ministério do Turismo MTur Conselho

Leia mais

Plano Municipal de Turismo Platum 2003

Plano Municipal de Turismo Platum 2003 Plano Municipal de Turismo Platum 2003 Expandindo o Turismo na Cidade de São Paulo Anhembi Turismo e Eventos da Cidade de São Paulo Accenture Consultoria Julho, 2002 1 Agenda Contexto O Plano Municipal

Leia mais

SEMINÁRIO PARANÁ MICE SEBRAE PR 28 DE MAIO DE 2015 (TURISMO DE NEGÓCIOS E EVENTOS)

SEMINÁRIO PARANÁ MICE SEBRAE PR 28 DE MAIO DE 2015 (TURISMO DE NEGÓCIOS E EVENTOS) SEMINÁRIO PARANÁ MICE SEBRAE PR 28 DE MAIO DE 2015 (TURISMO DE NEGÓCIOS E EVENTOS) Cenários das feiras de negócios no Paraná O ESTADO DO PARANÁ E AS POSSIBILIDADES DE FEIRAS DE NEGÓCIOS Comerciais (varejo)

Leia mais

Plano Nacional de Turismo

Plano Nacional de Turismo Plano Nacional de Turismo 2011-2015 Conceito Conjunto de diretrizes, metas e programas que orientam a atuação do Ministério do Turismo, em parceria com outros setores da gestão pública nas três esferas

Leia mais

III Seminário de Inteligência Competitiva

III Seminário de Inteligência Competitiva III Seminário de Inteligência Competitiva PORTUGAL GERENTE DE MERCADO RODRIGO CORREA Diretoria de Inteligência Competitiva e Promoção Turística 01. Conjuntura socioeconômica e turismo Portugal é uma pequena

Leia mais

Iniciar tour pela TATICCA >>

Iniciar tour pela TATICCA >> Iniciar tour pela TATICCA >> = Desde a nosso concepção, temos a convicção de que o sucesso é atingindo com análises detalhadas e minuciosas, mas sem perder a visão do todo. E, assim como no xadrez, na

Leia mais

Jornal PANROTAS Encartes Customizados Suplementos Diários Abav Diários PANROTAS na WTM Anuários e Guias

Jornal PANROTAS Encartes Customizados Suplementos Diários Abav Diários PANROTAS na WTM Anuários e Guias Jornal PANROTAS Encartes Customizados Suplementos Diários Abav Diários PANROTAS na WTM Anuários e Guias O que são: Publicações, com periodicidade anual, sobre segmentos específicos da indústria turística,

Leia mais

O MTUR e a Copa 2014 Copa do Mundo da FIFA 2014 Encontro Econômico Brasil- Alemanha 2009 Vitória ES - Brasil 30 de agosto a 1º de setembro

O MTUR e a Copa 2014 Copa do Mundo da FIFA 2014 Encontro Econômico Brasil- Alemanha 2009 Vitória ES - Brasil 30 de agosto a 1º de setembro Copa do Mundo da FIFA Encontro Econômico Brasil- Alemanha 2009 2014 Vitória ES - Brasil 30 de agosto a 1º de setembro O MTUR e a Ponto de partida : garantias oferecidas pelo governo federal, estados e

Leia mais

O QUE É UM CONVENTION & VISITORS BUREAU?

O QUE É UM CONVENTION & VISITORS BUREAU? O QUE É UM CONVENTION & VISITORS BUREAU? CONVENTION BUREAUX NO MUNDO CONVENTION BUREAUX NO MUNDO Os mais de 600 Convention Bureaux no mundo têm como objetivo principal a promoção da imagem da cidade ou

Leia mais

RELATÓRIO DE ATIVIDADES CURSO DE TURISMO 2016

RELATÓRIO DE ATIVIDADES CURSO DE TURISMO 2016 RELATÓRIO DE ATIVIDADES CURSO DE TURISMO 2016 ATIVIDADE: PROGRAMA DESTINOS: ITÁLIA Exposição Fotográfica e exibição de documentários Trazer aos alunos do Curso de Turismo conhecimento sobre destinos internacionais

Leia mais

III Seminário de Inteligência Competitiva

III Seminário de Inteligência Competitiva III Seminário de Inteligência Competitiva REINO UNIDO GERENTE DE MERCADO LILÁS NASCIMENTO Diretoria de Inteligência Competitiva e Promoção Turística 01. Conjuntura socioeconômica e turismo 189.269 turistas

Leia mais

PROGRAMA DE INTEGRAÇÃO CULTURAL

PROGRAMA DE INTEGRAÇÃO CULTURAL PROGRAMA DE INTEGRAÇÃO CULTURAL. Conexões para transformar Projeto aprovado na Lei Rouanet de Incentivo à Cultura www.planetacultura.com.br SUMÁRIO Introdução O Programa de Integração Cultural Escopo Circuito

Leia mais

VII SITRAER Simpósio de Transporte Aéreo. Rio de Janeiro 27 de novembro de 2008

VII SITRAER Simpósio de Transporte Aéreo. Rio de Janeiro 27 de novembro de 2008 VII SITRAER Simpósio de Transporte Aéreo COPPE/UFRJ - SBTA Rio de Janeiro 27 de novembro de 2008 Oportunidades e Desafios do Transporte Aéreo no Brasil e no Mundo Turismo de Eventos e o Transporte Aéreo

Leia mais

Sonhar sozinho poder ser apenas um sonho; quando sonhamos juntos é mais fácil tornar uma realidade." Dom Helder

Sonhar sozinho poder ser apenas um sonho; quando sonhamos juntos é mais fácil tornar uma realidade. Dom Helder Turismo Rural e Natural Sonhar sozinho poder ser apenas um sonho; quando sonhamos juntos é mais fácil tornar uma realidade." Dom Helder O Associativismo como Indutor do Crescimento Empresarial Caso ACETER

Leia mais

Check-list. para escolher o local do próximo evento técnico-científico

Check-list. para escolher o local do próximo evento técnico-científico Check-list para escolher o local do próximo evento técnico-científico 2 Check-list para escolher o local do próximo evento técnico-científico A forma como as sociedades científicas tratam os eventos que

Leia mais

Elementos Condicionantes da Atividade Turística. Por: Prof Dr José Paulo G. Hernandes

Elementos Condicionantes da Atividade Turística. Por: Prof Dr José Paulo G. Hernandes Elementos Condicionantes da Atividade Turística Móbile do Turismo A relação entre o setor de Feiras de Negócios e a atividade turística é profunda o turismo é alimentado pelo setor de forma clara e em

Leia mais

III Seminário de Inteligência Competitiva

III Seminário de Inteligência Competitiva III Seminário de Inteligência Competitiva HOLANDA GERENTE DE MERCADO SHÊNIA OLIVEIRA Diretoria de Inteligência Competitiva e Promoção Turística 01. Conjuntura socioeconômica e turismo 66.000 holandeses

Leia mais

PLANO AQUARELA

PLANO AQUARELA PLANO AQUARELA 2007-2010 Evolução do Turismo no Mundo TABELA 1 TENDÊNCIAS DO TURISMO MUNDIAL - ENTRADA DE TURISTAS (MILHÕES) 2003 2004 2005 2006 Previsão 2010 Previsão 2020 MUNDO 694,0 764,0 806,0 842,0

Leia mais

Turismo Caminho indispensável para o desenvolvimento local e regional FEVEREIRO DE 2017

Turismo Caminho indispensável para o desenvolvimento local e regional FEVEREIRO DE 2017 Turismo Caminho indispensável para o desenvolvimento local e regional FEVEREIRO DE 2017 PANORAMA MUNDIAL Chegada de Turistas x Receita Cambial - Em 2015 6,3 milhões de turistas estrangeiros chegaram ao

Leia mais

As Potencialidades do Turismo Acessível em Portugal. Departamento de Desenvolvimento e Inovação

As Potencialidades do Turismo Acessível em Portugal. Departamento de Desenvolvimento e Inovação As Potencialidades do Turismo Acessível em Portugal Conceito de Turismo Acessível OMT- Organização Mundial do Turismo Turismo Acessível para Todos é uma forma de turismo que envolve um processo de colaboração

Leia mais

Promoção Turística Internacional Copa do Mundo 2014 EMBRATUR. Brasília, 25 de agosto de 2011

Promoção Turística Internacional Copa do Mundo 2014 EMBRATUR. Brasília, 25 de agosto de 2011 Promoção Turística Internacional Copa do Mundo 2014 EMBRATUR Brasília, 25 de agosto de 2011 Plano Aquarela Marketing Turístico Internacional do Brasil Desde 2005 é a base metodológica de todo o trabalho

Leia mais

ASSESPRO/SEITAC ITIC. Portugal Sistema de Incentivos

ASSESPRO/SEITAC ITIC. Portugal Sistema de Incentivos ASSESPRO/SEITAC ITIC Portugal 2020 Sistema de Incentivos A Globalseven é uma consultora nacional, cujos principais negócios recaem na prestação de serviços de consultoria em Gestão de Negócios, dando prioridade

Leia mais

Feira do Empreendedor

Feira do Empreendedor Feira do Empreendedor 2018 O Sebrae O Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) é uma entidade privada que promove a competitividade e o desenvolvimento sustentável dos empreendimentos

Leia mais

Práticas Administrativas

Práticas Administrativas Faculdades Integradas de Botucatu Campus de Botucatu Práticas Administrativas Curso de Graduação em Administração de Empresas Prof. Esp. Robson Diaz Baptista robsondiaz@hotmail.com UNIFAC Faculdades Integradas

Leia mais

COMPRAS GOVERNAMENTAIS. Estratégia adotada no MS para o Desenvolvimento e Fortalecimento dos pequenos negócios!

COMPRAS GOVERNAMENTAIS. Estratégia adotada no MS para o Desenvolvimento e Fortalecimento dos pequenos negócios! COMPRAS GOVERNAMENTAIS Estratégia adotada no MS para o Desenvolvimento e Fortalecimento dos pequenos negócios! Desenvolver Micro e Pequenas Empresas no Brasil é um assunto desafiador. Sabemos que grande

Leia mais

VB Vale-Transporte O MELHOR CAMINHO ENTRE O BENEFÍCIO E A PRODUTIVIDADE

VB Vale-Transporte O MELHOR CAMINHO ENTRE O BENEFÍCIO E A PRODUTIVIDADE VB Vale-Transporte O MELHOR CAMINHO ENTRE O BENEFÍCIO E A PRODUTIVIDADE CONTE COM A VB PARA FACILITAR O DIA A DIA E AUMENTAR A PRODUTIVIDADE DA SUA EMPRESA Sempre priorizando a qualidade em distribuição

Leia mais

COPA ORGÂNICA E SUSTENTÁVEL Copa 2014 Brasil

COPA ORGÂNICA E SUSTENTÁVEL Copa 2014 Brasil COPA ORGÂNICA E SUSTENTÁVEL Copa 2014 Brasil BRASIL - UM PAÍS DIFERENCIADO Megadiversidade ambiental e social Reconhecido como país estratégico no cenário global Sequência de mega eventos com visibilidade

Leia mais

Panoramas dos Mercados Internacionais

Panoramas dos Mercados Internacionais III Seminário SETEMBRO 2016 Panoramas dos Mercados Internacionais JAPÃO Diretoria de Inteligência Competitiva e Promoção Turística Balanço 70.102 japoneses visitaram o Brasil em 2015 (MTUR) Os japoneses

Leia mais

COPA 2014 OPORTUNIDADES E DESAFIOS

COPA 2014 OPORTUNIDADES E DESAFIOS SERVIÇOS Outubro/2011 COPA 2014 OPORTUNIDADES E DESAFIOS. A questão que surge é em que medida as empresas estão se preparando para transformar esse evento em oportunidades de negócio. OS IMPACTOS ECONÔMICOS

Leia mais

III Seminário de Inteligência Competitiva Estados Unidos

III Seminário de Inteligência Competitiva Estados Unidos SETEMBRO 2016 III Seminário de Inteligência Competitiva Estados Unidos Diretoria de Inteligência Competitiva e Promoção Turística EBT ANI Miguel Jeronimo EBT ANII Alessandra Fernandes EBT ANIII Ney Ottoni

Leia mais

O TURISMO DE NATUREZA NA ESTRATÉGIA PARA O TURISMO 2027

O TURISMO DE NATUREZA NA ESTRATÉGIA PARA O TURISMO 2027 Conselho Nacional do Ambiente e do Desenvolvimento Sustentável O TURISMO DE NATUREZA NA ESTRATÉGIA PARA O TURISMO 2027 Nuno fazenda Lisboa, 28 de outubro de 2016 AGENDA ET 27: enquadramento e percurso

Leia mais

Wanessa Dose Bittar Formação Cursos Extras Experiências

Wanessa Dose Bittar Formação Cursos Extras Experiências Wanessa Dose Bittar Formação -Especializada em Engenharia de Produção ( UFJF) -Graduada em Educação Artística ( UFJF) -Técnica em Design ( CTU) Cursos Extras -Educação Empreendedora pelo Endeavor Brasil

Leia mais

10 17 de outubro, 2016 Orange County Convention Center Orlando, FL EUA

10 17 de outubro, 2016 Orange County Convention Center Orlando, FL EUA 10 17 de outubro, 2016 Orange County Convention Center Orlando, FL EUA PRODUTORES E SUPERMERCADISTAS JUNTOS NESTE GRANDE ENCONTRO. GRUPO ABRAS / PMA A ABRAS (ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE SUPERMERCADOS) EM

Leia mais

Panoramas dos Mercados Internacionais

Panoramas dos Mercados Internacionais III Seminário de Inteligência Competitiva SETEMBRO 2016 Panoramas dos Mercados Internacionais CANADÁ Diretoria de Inteligência Competitiva e Promoção Turística EBT AN III Ney Ottoni Balanço 68.293 canadenses

Leia mais

Intercâmbio: Educação fora do Brasil

Intercâmbio: Educação fora do Brasil Intercâmbio: Educação fora do Brasil BELTA Associação Brasileira de Organizadores de Viagens Educacionais e Culturais MISSÃO Desenvolver, facilitar e promover uma educação global, visando maior integração

Leia mais

SETE LAGOAS DESTINO INDUTOR ESTUDO DE COMPETITIVIDADE TURÍSTICA

SETE LAGOAS DESTINO INDUTOR ESTUDO DE COMPETITIVIDADE TURÍSTICA SETE LAGOAS DESTINO INDUTOR ESTUDO DE COMPETITIVIDADE TURÍSTICA Destinos Indutores São aqueles que possuem infraestrutura básica e turística além de atrativos qualificados e são capazes de atrair e/ou

Leia mais

LABORATÓRIO ESTRATÉGICO NORTE

LABORATÓRIO ESTRATÉGICO NORTE LABORATÓRIO ESTRATÉGICO NORTE Museu do Douro PESO DA RÉGUA, 6 de setembro de 2016 Nuno Fazenda O Turismo nos últimos 10 anos ESTRUTURA Gestão e Monitorização Grandes Desafios Referencial Estratégico GRANDES

Leia mais

O Papel do Turismo na Dinamização das Economias Locais: a importância do Programa Municipal do Turismo

O Papel do Turismo na Dinamização das Economias Locais: a importância do Programa Municipal do Turismo O Papel do Turismo na Dinamização das Economias Locais: a importância do Programa Municipal do Turismo Fonte: Minhotur (2013) Luís Ferreira 1 Agenda Dimensão e evolução do fenómeno turístico Dinâmicas

Leia mais

Sustentabilidade nos negócios. Fernando Carvalho Departamento de Planejamento, Orçamento e Controle

Sustentabilidade nos negócios. Fernando Carvalho Departamento de Planejamento, Orçamento e Controle Sustentabilidade nos negócios Fernando Carvalho Departamento de Planejamento, Orçamento e Controle Sustentabilidade nos Negócios Agenda Um pouco do do Bradesco Sustentabilidade e o Bradesco Planejamento

Leia mais

Observatório de Turismo e Eventos de Bonito-MS

Observatório de Turismo e Eventos de Bonito-MS Observatório de Turismo e Eventos de Bonito-MS Anuário Estatístico - 2015 Realização: Apoio: BONITO CONVENTION & VISITORS BUREAU: A produção do primeiro anuário estatístico do turismo de Bonito-MS é o

Leia mais

A promoção de um destino náutico regional Algarve

A promoção de um destino náutico regional Algarve A promoção de um destino náutico regional Algarve António Almeida Pires Workshop Nauticampo Lisboa, 2 de Fevereiro de 2011 CONTRIBUIÇÃO DOS PRODUTOS POR REGIÃO PENT Plano Estratégico Nacional do Turismo

Leia mais

Avaliação PPA Ano Base 2011

Avaliação PPA Ano Base 2011 Page 1 of 7 Avaliação PPA 2008 2011 Avaliação Setorial Ano Base 2011 Órgão: 54000 Ministério do Turismo (MTUR) Em 2011, do total de recursos orçamentários previsto para o(a) Ministério do Turismo, foram

Leia mais

Captação de Grandes Congressos Internacionais. Regulamento

Captação de Grandes Congressos Internacionais. Regulamento Captação de Grandes Congressos Internacionais Regulamento Artigo 1º Objecto 1. O presente regulamento tem por objecto a definição dos termos de concessão de apoio a projectos de captação de grandes Congressos

Leia mais

POLÍTICA DE APOIO A EVENTOS DO IGUASSU CVB

POLÍTICA DE APOIO A EVENTOS DO IGUASSU CVB POLÍTICA DE APOIO A EVENTOS DO IGUASSU CVB O Presidente do Instituto de Promoção Turístico do Iguaçu, conhecido como Iguassu Convention & Visitors Bureau, no uso das suas atribuições torna pública a Política

Leia mais

Governo do Estado do Pará Companhia Paraense de Turismo Secretaria de Estado de Turismo. Pesquisa de Demanda de Perfil da Melhor Idade 2012

Governo do Estado do Pará Companhia Paraense de Turismo Secretaria de Estado de Turismo. Pesquisa de Demanda de Perfil da Melhor Idade 2012 Governo do Estado do Pará Companhia Paraense de Turismo Secretaria de Estado de Turismo Pesquisa de Demanda de Perfil da Melhor Idade 2012 Belém-PA 2012 GOVERNO DO ESTADO DO PARÁ Simão Robison Oliveira

Leia mais

COMITÊ REGIONAL DA QUALIDADE DE CACHOEIRA DO SUL

COMITÊ REGIONAL DA QUALIDADE DE CACHOEIRA DO SUL COMITÊ REGIONAL DA QUALIDADE DE CACHOEIRA DO SUL Planejamento Estratégico 2007/2009 COMITÊ REGIONAL DA QUALIDADE DE CACHOEIRA DO SUL NEGÓCIO Disseminar o Modelo de Excelência em Gestão Fornecedores PGQP

Leia mais

PROPOSTA Missão Empresarial para Gramado/RS Visita de Benchmarking

PROPOSTA Missão Empresarial para Gramado/RS Visita de Benchmarking PROPOSTA Missão Empresarial para Gramado/RS Visita de Benchmarking Prezados, Gostaríamos de apresentar proposta para realização de Missão Empresarial de Benchmarking para Gramado/RS, ação em parceria com

Leia mais

Guia Dicas do Marketing

Guia Dicas do Marketing 15a17 Agosto2017 13h às 20h Centro de Convenções SulAmérica Rio de Janeiro RJ Brasil Construção Naval Manutenção Operações Guia Dicas do Marketing Bem-vindo! Você faz parte da Marintec 2017 O que você

Leia mais

III Seminário de Inteligência Competitiva México

III Seminário de Inteligência Competitiva México SETEMBRO 2016 III Seminário de Inteligência Competitiva México Diretoria de Inteligência Competitiva e Promoção Turística EBT ANII Alessandra Fernandes Balanço 90.361 mexicanos visitaram o Brasil em 2015

Leia mais

VB Refeição e VB Alimentação MAIS SATISFAÇÃO E QUALIDADE DE VIDA PARA OS SEUS COLABORADORES

VB Refeição e VB Alimentação MAIS SATISFAÇÃO E QUALIDADE DE VIDA PARA OS SEUS COLABORADORES VB Refeição e VB Alimentação MAIS SATISFAÇÃO E QUALIDADE DE VIDA PARA OS SEUS COLABORADORES CONTE COM A VB PARA FACILITAR O DIA A DIA E AUMENTAR A PRODUTIVIDADE DA SUA EMPRESA Sempre priorizando a qualidade

Leia mais

Carta de Brasília. 1. Estratégia Brasileira das Cidades Históricas e Patrimônio Mundial

Carta de Brasília. 1. Estratégia Brasileira das Cidades Históricas e Patrimônio Mundial Carta de Brasília As cidades brasileiras que possuem bens declarados Patrimônio Mundial pela Unesco de natureza cultural e natural, assim como tombados em nível federal pelo Instituto do Patrimônio Histórico

Leia mais

Gestão para criação de um Destino Sustentável

Gestão para criação de um Destino Sustentável Gestão para criação de um Destino Sustentável Sistema LiderA - Turismo Construção Sistemas - Uso Manuel Duarte Pinheiro Engenheiro do Ambiente (1985), Ph.D., Profº do Departamento de Engenharia Civil,

Leia mais

2,9 MILHÕES LEITORES IMPACTADOS POR EDIÇÃO. Parceiros: ABF.COM.BR PORTALDOFRANCHISING.COM.BR ABFEDUCACAO.COM.BR

2,9 MILHÕES LEITORES IMPACTADOS POR EDIÇÃO. Parceiros: ABF.COM.BR PORTALDOFRANCHISING.COM.BR ABFEDUCACAO.COM.BR 2,9 MILHÕES LEITORES IMPACTADOS POR EDIÇÃO ABF.COM.BR PORTALDOFRANCHISING.COM.BR ABFEDUCACAO.COM.BR Parceiros: Sua marca presente em todos os canais de comunicação ABF.COM.BR PORTALDOFRANCHISING.COM.BR

Leia mais

Um Novo Paradigma de Investimentos em Timor-Leste

Um Novo Paradigma de Investimentos em Timor-Leste TEMA: Um Novo Paradigma de Investimentos em Timor-Leste Encontro de Empresários para a Cooperação Económica e Comercial entre a China e os Países de Lingua Portuguesa 01-03 de Julho de 2013 Dili Encontro

Leia mais

Turismo Histórico-Cultural. diretrizes para o desenvolvimento Ministério do Turismo

Turismo Histórico-Cultural. diretrizes para o desenvolvimento Ministério do Turismo Turismo Histórico-Cultural diretrizes para o desenvolvimento Ministério do Turismo Proposta de Recorte para a Conceituação de Turismo Cultural l o MTur, em parceria com o Ministério da Cultura e o IPHAN,

Leia mais

POR QUE PARTICIPAR? SETORES GTDC. Equipamentos. Eletrônica. Automação. Industriais. Gerar novas oportunidades de negócios;

POR QUE PARTICIPAR? SETORES GTDC. Equipamentos. Eletrônica. Automação. Industriais. Gerar novas oportunidades de negócios; 29ª FEIRA INTERNACIONAL DA INDÚSTRIA ELÉTRICA, ELETRÔNICA, ENERGIA E AUTOMAÇÃO. ENERGIA PARA GERAR RESULTADOS 25 A 28 JULHO 2017 NOVO LOCAL WWW. FIEE.COM.BR Organização e Promoção SÃO PAULO EXPO A FEIRA

Leia mais

11.3 O turismo no mundo 11.4 Impactos da atividade turística

11.3 O turismo no mundo 11.4 Impactos da atividade turística 11.4 Impactos da atividade turística Na segunda metade do séc. XX, a melhoria do poder de compra das populações dos países desenvolvidos O e, turismo mais recentemente, são as atividades dos países que

Leia mais

ANÁLISE DOS FATORES INFLUENCIADORES DA ESCOLHA DE HOTÉIS PARA SEDIAR EVENTOS DE PEQUENO E MÉDIO PORTE EM NATAL/RN

ANÁLISE DOS FATORES INFLUENCIADORES DA ESCOLHA DE HOTÉIS PARA SEDIAR EVENTOS DE PEQUENO E MÉDIO PORTE EM NATAL/RN ANÁLISE DOS FATORES INFLUENCIADORES DA ESCOLHA DE HOTÉIS PARA SEDIAR EVENTOS DE PEQUENO E MÉDIO PORTE EM NATAL/RN Resumo: O estudo objetiva identificar os fatores influenciadores da escolha de um hotel

Leia mais

TURISMO INDUSTRIAL NO CONTEXTO DO PRODUTO TOURING. Conferência Turismo Industrial e Desenvolvimento Local

TURISMO INDUSTRIAL NO CONTEXTO DO PRODUTO TOURING. Conferência Turismo Industrial e Desenvolvimento Local TURISMO INDUSTRIAL NO CONTEXTO DO PRODUTO TOURING Conferência Turismo Industrial e Desenvolvimento Local Imagem: museu chapelaria, s.j.madeira Lisboa, 30 de Outubro de 2013 Teresa Ferreira O produtotouring

Leia mais

Sessão de Negócios Multisetorial Micro e Pequenas Empresas

Sessão de Negócios Multisetorial Micro e Pequenas Empresas Sessão de Negócios Multisetorial Micro e Pequenas Empresas Sessão de Negócios tem como objetivo ser um instrumento de estímulo e fomento de negócios, vindo a atender à necessidade de integração empresarial

Leia mais

INFORMAÇÕES BÁSICAS DO MUNICÍPIO

INFORMAÇÕES BÁSICAS DO MUNICÍPIO Dados Gerais Negócios e Eventos Brasil INFORMAÇÕES BÁSICAS DO MUNICÍPIO Meios de Acesso Sistema de Segurança Sistema de Comunicação Sistema de Saúde Sistema de Educação Serviços e Equipamentos de Agências

Leia mais

Desafios e Oportunidades Copa Orgânica e Sustentável 2014

Desafios e Oportunidades Copa Orgânica e Sustentável 2014 Desafios e Oportunidades Copa Orgânica e Sustentável 2014 A Copa do Mundo de 2014 é uma oportunidade única para o Brasil investir numa agenda que gere benefícios permanentes para o país. O megaevento atrairá

Leia mais

Debate Menos Gargalos e Mais Empregos Grandes obras e sua capacidade de geração de empregos

Debate Menos Gargalos e Mais Empregos Grandes obras e sua capacidade de geração de empregos Debate Menos Gargalos e Mais Empregos Grandes obras e sua capacidade de geração de empregos 24/01/2017 Iniciou suas atividades em 1998 Oferece um amplo conjunto de serviços especializados de consultoria

Leia mais

Contrata Consultor na modalidade Produto

Contrata Consultor na modalidade Produto Contrata Consultor na modalidade Produto PROJETO 914BRA4007 EDITAL Nº 02/2010 1. Perfil: 1 3. Qualificação educacional: Pós-graduação em Turismo, Administração ou Marketing 4. Experiência profissional:

Leia mais

1º FESTIVAL DE INVERNO DE ITAJUBÁ

1º FESTIVAL DE INVERNO DE ITAJUBÁ 1º FESTIVAL DE INVERNO DE ITAJUBÁ O 1º Festival de Inverno de Itajubá é um evento regional, que tem como objetivo principal valorizar a cultura e gastronomia da região e que privilegiem a participação

Leia mais

INOVAÇÃO E MANUFATURA AVANÇADA

INOVAÇÃO E MANUFATURA AVANÇADA INOVAÇÃO E MANUFATURA AVANÇADA Aqui estão alguns dos benefícios gerados pelo desenvolvimento e adoção de tecnologias digitais e entrada na era da manufatura avançada: CONTROLAR PROCESSOS E AUMENTAR EFICIÊNCIA

Leia mais

LABORATÓRIO ESTRATÉGICO DE TURISMO. Tendências & Agenda Internacional

LABORATÓRIO ESTRATÉGICO DE TURISMO. Tendências & Agenda Internacional LABORATÓRIO ESTRATÉGICO DE TURISMO Tendências & Agenda Internacional PORTO, 13 de outubro de 2016 Nuno Fazenda O Turismo nos últimos 10 anos ESTRUTURA Gestão e Monitorização Grandes Desafios Referencial

Leia mais

INVESTIR EM REPUBLICA DOMINICANA

INVESTIR EM REPUBLICA DOMINICANA Texto Quem Somos Missão A CCITPRD é uma Associação privada, sem fins lucrativos. A sua atividade centra-se, sobretudo, no estabelecimento de parcerias com empresas, organizações e profissionais especificamente

Leia mais

4º Festival Gastronômico do Baixo São Francisco Penedo/Alagoas

4º Festival Gastronômico do Baixo São Francisco Penedo/Alagoas 4º Festival Gastronômico do Baixo São Francisco Penedo/Alagoas 4º FESTIVAL GASTRONÔMICO DO BAIXO SÃO FRANCISCO 28 a 30 de Outubro de 2011 UMA FESTA DE SABORES EM PENEDO Consolidado no calendário turístico

Leia mais

Para o turista chegar e querer voltar, o empresário tem que querer melhorar. MEDE - Turismo: inovação e competitividade com foco em resultados.

Para o turista chegar e querer voltar, o empresário tem que querer melhorar. MEDE - Turismo: inovação e competitividade com foco em resultados. Para o turista chegar e querer voltar, o empresário tem que querer melhorar. MEDE - Turismo: inovação e competitividade com foco em resultados. O MEDE é um plano de atendimento especializado do SEBRAE

Leia mais

Panoramas dos Mercados Internacionais

Panoramas dos Mercados Internacionais III Seminário de Inteligência Competitiva SETEMBRO 2016 Panoramas dos Mercados Internacionais AMÉRICA DO SUL II Ana Beatriz Serpa Diretoria de Inteligência Competitiva e Promoção Turística Venezuela Colômbia

Leia mais

olo de Moda Divinópolis

olo de Moda Divinópolis olo de Moda Divinópolis ivinópolis Polo de Moda População de Divinópolis representa 17% da população da região centro-oeste de Minas Gerais. 220.000 1.300.000 De cada 100 habitantes 17 são residentes em

Leia mais

PLANO DE ACÇÃO REGIONAL ALENTEJO 2020

PLANO DE ACÇÃO REGIONAL ALENTEJO 2020 FORUM REGIONAL ALENTEJO 2020 DESAFIOS E OPORTUNIDADES PLANO DE ACÇÃO REGIONAL ALENTEJO 2020 COMISSÃO DE COORDENAÇÃO E DESENVOLVIMENTO REGIONAL DO ALENTEJO Joaquim Fialho joaquim.fialho@ccdr-a.gov.pt Vendas

Leia mais

Workshop "ESTADO DA ARTE E NECESSIDADES PARA O DESENVOLVIMENTO DA ENERGIA SOLAR FOTOVOLTAICA NO BRASIL"

Workshop ESTADO DA ARTE E NECESSIDADES PARA O DESENVOLVIMENTO DA ENERGIA SOLAR FOTOVOLTAICA NO BRASIL Workshop "ESTADO DA ARTE E NECESSIDADES PARA O DESENVOLVIMENTO DA ENERGIA SOLAR FOTOVOLTAICA NO BRASIL" Indústria de Módulos M Fotovoltaicos: Experiência da Planta Piloto Prof. Adriano Moehlecke e Profa.

Leia mais

REUNIÃO DA UNIDADE TEMÁTICA DE TURISMO DA RED EMERCOCIDADES

REUNIÃO DA UNIDADE TEMÁTICA DE TURISMO DA RED EMERCOCIDADES MERCOCIUDADES / UNIDADE TEMÁTICA DE TURISMO / ATA Nº 01/2011 REUNIÃO DA UNIDADE TEMÁTICA DE TURISMO DA RED EMERCOCIDADES Celebrou-se na cidade de Porto Alegre, Brasil, entre os dias 30 e 31 do mês de maio

Leia mais

Tendências do voluntariado empresarial estratégico

Tendências do voluntariado empresarial estratégico Grupo de Estudos do Voluntariado Empresarial Tendências do voluntariado empresarial estratégico Reinaldo Bulgarelli Txai Consultoria e Educação CVSP, 05 de outubro de 2011 NOSSA AGENDA DE TRABALHO: 8h30

Leia mais

PLANO DE COMUNICAÇÃO DA ROTA DOS VINHOS DO ALGARVE

PLANO DE COMUNICAÇÃO DA ROTA DOS VINHOS DO ALGARVE PLANO DE COMUNICAÇÃO DA ROTA DOS VINHOS DO ALGARVE 1. ENQUADRAMENTO A Implementação da Rota dos Vinhos do Algarve é das ambições mais antigas e um dos principais objetivos estratégicos, transversal à Associação

Leia mais

Aprendendo a Exportar Tecnologia e Gestão, Requisitos Técnicos e Promoção Comercial Exportage

Aprendendo a Exportar Tecnologia e Gestão, Requisitos Técnicos e Promoção Comercial Exportage Aprendendo a Exportar Tecnologia e Gestão, Requisitos Técnicos e Promoção Comercial Exportage Grupo Bárbara Lobo, Flávia Biagi, Jacqueline Hisatomi, Pedro Ornellas, Taiame Souza e Tatiana Tamagawa Gestão

Leia mais

Uma visão 360 o da Pecuária de Corte

Uma visão 360 o da Pecuária de Corte Uma visão 360 o da Pecuária de Corte 21 e 22 de outubro de 2015 Foz do Iguaçu PR Brasil Realização: www.beefexpo.com.br www.facebook.com/beefexpo O evento será realizado nos dias 21 e 22 de outubro de

Leia mais

Administração Central Unidade do Ensino Médio e Técnico GFAC Grupo de Formulação e Análises Curriculares

Administração Central Unidade do Ensino Médio e Técnico GFAC Grupo de Formulação e Análises Curriculares Administração Central Unidade do Ensino Médio e Técnico GFAC Grupo de Formulação e Análises Curriculares Eixo Tecnológico: Turismo, Hospitalidade e Lazer CAPÍTULO 3 PERFIL PROFISSIONAL DE CONCLUSÃO Especialização

Leia mais

UMA REVOLUÇÃO NO MERCADO DE TURISMO BRASILEIRO

UMA REVOLUÇÃO NO MERCADO DE TURISMO BRASILEIRO UMA REVOLUÇÃO NO MERCADO DE TURISMO BRASILEIRO A Tourbina Viagens é a primeira Agência Online de Viagens (Online Travel Agency) que irá atender de maneira personalizada o público jovem, além de fornecer

Leia mais

FEIRA DO EMPREENDEDOR MG EDIÇÃO 2017

FEIRA DO EMPREENDEDOR MG EDIÇÃO 2017 FEIRA DO EMPREENDEDOR MG EDIÇÃO 2017 25 ANOS DE SUCESSO A Feira do Empreendedor foi criada em 1992 e tornou-se um dos maiores e mais importantes eventos de empreendedorismo do país. A feira é considerada

Leia mais

UTILIZAÇÃO ÁREAS RURAIS PARA TURISMO RURAL E EQUESTRE INSTITUTO ESTRADA REAL

UTILIZAÇÃO ÁREAS RURAIS PARA TURISMO RURAL E EQUESTRE INSTITUTO ESTRADA REAL UTILIZAÇÃO ÁREAS RURAIS PARA TURISMO RURAL E EQUESTRE INSTITUTO ESTRADA REAL www.idestur.org.br Um novo olhar sobre o Universo Rural NO TURISMO DE EXPERIÊNCIA EM ÁREAS RURAIS E NATURAIS VENDEMOS SONHOS

Leia mais

PESQUISA DO PERFIL E SATISFAÇÃO DO TURISTA

PESQUISA DO PERFIL E SATISFAÇÃO DO TURISTA PESQUISA DO PERFIL E SATISFAÇÃO DO TURISTA Feriado de Nossa Senhora Aparecida 2016 Bonito-MS APRESENTAÇÃO: O Observatório do Turismo e Eventos de Bonito, coordenado pelo Bonito Convention & Visitors Bureau,

Leia mais

FEIRA TECMA + MISSÃO EMPRESARIAL

FEIRA TECMA + MISSÃO EMPRESARIAL FEIRA TECMA + MISSÃO EMPRESARIAL 2017 Cidade de México, México 07 a 10 de março de 2017 TERMOS E CONDIÇÕES Página 1 SUMÁRIO 1) Informações Gerais... 3 2) Estrutura de stand... 4 3) Investimento - Apex-Brasil

Leia mais

LABORATÓRIO ESTRATÉGICO ALENTEJO

LABORATÓRIO ESTRATÉGICO ALENTEJO LABORATÓRIO ESTRATÉGICO ALENTEJO Évora Hotel ÉVORA, 13 de setembro de 2016 Nuno Fazenda O Turismo nos últimos 10 anos ESTRUTURA Gestão e Monitorização Grandes Desafios Referencial Estratégico FOCO EM ATIVOS

Leia mais

Concurso de Ideias AgrInnovation. Instruções de participação

Concurso de Ideias AgrInnovation. Instruções de participação Concurso de Ideias AgrInnovation Instruções de participação Âmbito e objetivos As presentes instruções consagram os termos e as condições de participação no Concurso de Ideias AgrInnovation, promovido

Leia mais

Impactos da transferência de tecnologia como resultado da atuação dos NIT SEBRAE NACIONAL/UAITS. Adriana Dantas Gonçalves Maio de 2017

Impactos da transferência de tecnologia como resultado da atuação dos NIT SEBRAE NACIONAL/UAITS. Adriana Dantas Gonçalves Maio de 2017 Impactos da transferência de tecnologia como resultado da atuação dos NIT SEBRAE NACIONAL/UAITS Adriana Dantas Gonçalves Maio de 2017 Desafios e eixos de atuação Transversalidade no atendimento Intervenção

Leia mais

FRANQUIA MODALIDADE LOJA ESCRITÓRIO

FRANQUIA MODALIDADE LOJA ESCRITÓRIO FRANQUIA MODALIDADE D DADE LOJA ESCRITÓRIO SUMÁRIO QUEM SOMOS PREMIAÇÕES ONDE ESTAMOS NOSSO NEGÓCIO MULTIMARCAS MULTISERVIÇOS PERFIL DO FRANQUEADO VANTAGENS DA FRANQUIA CLUBE TURISMO DESCRITIVO DO INVESTIMENTO

Leia mais

MARATONA EMPRENDEDORA FADERGS 1ª Edição

MARATONA EMPRENDEDORA FADERGS 1ª Edição MARATONA EMPRENDEDORA FADERGS 1ª Edição - 2016 REALIZAÇÃO: PÓS-GRADUAÇÃO FADERGS e FEIRA DE EMPREGABILIDADE FADERGS DOS OBJETIVOS O programa MARATONA EMPREENDEDORA é uma iniciativa da unidade de ensino

Leia mais

RELATÓRIO DE MERCADO DO AIRBNB LISBOA

RELATÓRIO DE MERCADO DO AIRBNB LISBOA Visão da Athena RELATÓRIO DE MERCADO DO AIRBNB LISBOA Agosto de Embora o crescimento do Airbnb venha sendo prejudicado em Berlim e questionado em Paris, em outras capitais europeias a empresa de aluguel

Leia mais

Cooperação LEADER Balanço e Perspetivas de Futuro

Cooperação LEADER Balanço e Perspetivas de Futuro Cooperação LEADER Balanço e Perspetivas de Futuro Fatores facilitadores, condicionantes, boas práticas, e o seu contributo para o desenvolvimento dos territórios. 1 - OBJECTIVOS DA ELD DO RIBATEJO NORTE

Leia mais

INSTITUCIONAL CS Terceirização e Trabalho Temporário

INSTITUCIONAL CS Terceirização e Trabalho Temporário CS TERCEIRIZAÇÃO INSTITUCIONAL A CS Terceirização e Trabalho Temporário foi fundada em 2010 por profissionais que acompanham a evolução deste mercado há mais de 20 anos. Toda a experiência adquirida ao

Leia mais

O que é governança corporativa?

O que é governança corporativa? O que é governança corporativa? Diante das necessidades impostas por cenários de instabilidade econômica e níveis de concorrência cada vez mais acirrados, é natural que as empresas e seus modelos organizacionais

Leia mais

7º Gestão das Cidades

7º Gestão das Cidades 7º Gestão das Cidades INVESTIMENTO PRODUTIVO NOS MUNICÍPIOS Vitória, 21 de novembro de 2012 Walsey de Assis Magalhães O BNDES e a Administração Pública Objetivo estratégico: redução das desigualdades regionais

Leia mais

Porquê aumentar o IVA (23%) nos serviços de alimentação e bebidas?

Porquê aumentar o IVA (23%) nos serviços de alimentação e bebidas? Porquê aumentar o IVA (23%) nos serviços de alimentação e bebidas? 1 Apesar do setor da Restauração ser importante para o Turismo, não está abrangido pela necessidade de incentivar e favorecer as exportações

Leia mais

BENCHMARKING EM TURISMO

BENCHMARKING EM TURISMO BENCHMARKING EM TURISMO Inovações de uma Copa do Mundo de Sucesso: a experiência da Alemanha em 2006 Programa Benchmarking em Turismo: 2009 PROGRAMA BENCHMARKING EM TURISMO Iniciativa: SEBRAE Ministério

Leia mais

Lisboa, 25 de novembro de 2011

Lisboa, 25 de novembro de 2011 Lisboa, 25 de novembro de 2011 A reabilitação urbana constitui um fator essencial no desenvolvimento do setor do turismo, enquanto elemento integrante da nossa oferta turística A regeneração urbana estabelece

Leia mais