Parte 5 - Criação de cursos à distância no Modelo Fechado

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Parte 5 - Criação de cursos à distância no Modelo Fechado"

Transcrição

1 Parte 5 - Criação de cursos à distância no Modelo Fechado Neste capítulo iremos estudar como montar um curso à distância que, embora acessível via a Internet, tenha acesso controlado. Para isto, teremos que utilizar um software adicional, conhecido como o Gerenciador de Curso. Este software cria um ambiente protegido, acessível apenas pelos usuários cadastrados, e que oferece uma série de ferramentas integradas de apoio. Por um outro lado, sua utilização implica em uma série de restrições na forma como o material é montado. Nossa discussão começa com a definição do modelo aberto e do modelo fechado para cursos à distância, e as razões que podem levar à escolha de um ou outro modelo. Em seguida, o gerenciador de cursos TopClass é utilizado como um "estudo de caso", servindo como exemplo deste tipo de software. A construção de material para uso dentro do ambiente TopClass é então detalhada e finalizamos com algumas dicas práticas. Tópicos abordados neste capítulo Modelo Aberto x Modelo Fechado Modelo Aberto Modelo Fechado Porque utilizar o Modelo Fechado para um curso? O Gerenciador de Curso TopClass Características

2 Funcionamento Administração Restrições Elaboração de material Tarefa final

3 5.1 - Modelo Aberto x Modelo Fechado Porque utilizar o Modelo Fechado para um curso? A resposta a esta pergunta exige primeiro que se explique o que vem a ser o Modelo Aberto e o Modelo Fechado para cursos à distância.

4 Modelo Aberto O Modelo Aberto é aquele no qual se disponibiliza o curso na Internet (ou mesmo em sua rede local) sem restrição de acesso por quem quer que seja. Em geral, o curso será estruturado utilizando-se ferramentas abertas à Internet como páginas WWW (World Wide Web), ftp, , listas de discussão, chats, etc. Estas ferramentas tanto podem ser comerciais como de domínio público. O ponto central é: o curso é aberto para quem queira participar! Um exemplo de curso aberto é o já comentado Curso de Linguagem C da UFMG (http://www.cpdee.ufmg.br/cursos/c). É interessante observar que este curso, embora aberto, exige uma inscrição prévia por parte do aluno, a fim de que o nome e do mesmo possa ser incluído nas listas de distribuição e discussão. Esta exigência também existe porque o curso tem um cronograma que determina a seqüência de assuntos e que deve ser seguido pelo aluno. A liberdade total (isto é, qualquer um entra e sai do curso no momento que quiser) não é possível, uma vez que existe um encadeamento de assuntos, progressivamente mais complexos, e também existe um acompanhamento por parte dos professores e monitores, o qual existe em um período determinado de tempo. É possível também criar um curso aberto mais flexível, no qual existe uma seqüência de material e testes disponível e cada estudante que entra faz seu próprio percurso e em seu próprio ritmo. Como suporte, pode existir um conjunto de FAQs e monitores que respondem às perguntas mais complexas (aquelas que não existem nos FAQs). O Modelo Aberto é mais adequado quando se tem um número muito grande de alunos (o curso de C tem, neste primeiro semestre de 1999, 2488 alunos). Note que não existe necessariamente nenhuma relação entre o fato do curso ser aberto e ser gratuito. O curso de C é gratuito, mas poderia por exemplo cobrar uma taxa dos alunos para que os mesmos fossem incluídos nas listas e recebessem suporte.

5 Modelo Fechado O Modelo Fechado é aquele no qual se exerce um controle de acesso ao curso. Assim, embora disponível na Internet ou na rede local, o acesso é restrito apenas àqueles que possuem uma senha (password). Ao fornecer a senha, a aluno passa a acessar um ambiente onde estão disponíveis as páginas WWW e os serviços de ftp, , listas de discussão e chat, por exemplo. Este controle exige uma ferramenta especial, chamada de Gerenciador de Curso. O Gerenciador de Curso é um programa que intercepta a comunicação do usuário, que chega pela rede, e só dá acesso ao material do curso mediante uma autenticação (reconhecimento do usuário como sendo registrado no curso). Nesta posição de interceptador da comunicação, o Gerenciador de Curso pode ainda estabelecer um registro de atividades de cada usuário, permitindo saber o que cada um fez e mesmo quando fez. Refinando-se estas idéias um pouco mais, pode-se produzir um software que controle o acesso não só por indivíduo, mas também por tempo (acesso a determinado material só durante certo período) e por espaço (acesso só a certa parte do material). Pode-se ainda produzir relatórios específicos sobre o desempenho do aluno, detalhando quanto do material o mesmo já acessou, quantas participações em listas de discussões o mesmo já teve, quantos exercícios o mesmo já completou (com respectivas pontuações), etc. No momento, ainda não existe nenhum Gerenciador de Curso funcional de domínio público. Os principais Gerenciadores de Curso em uso são softwares comerciais. Dado o acompanhamento detalhado que o Gerenciador de Curso proporciona, o Modelo Fechado é mais adequado para classes menores. Novamente, a opção do curso ser gratuito ou pago não está implícita no modelo, sendo uma escolha dos implementadores. Um exemplo de curso fechado é exatamente este nosso curso de Tecnologia de Ensino à Distância via Internet. Neste caso o papel de Gerenciador de Curso é realizado pelo software TopClass. Temos uma classe de 55 alunos e três instrutores, um material em formato WWW disponibilizado segundo um cronograma, listas de exercícios, sistema interno (fechado) de e listas.

6 Porque utilizar o Modelo Fechado para um curso? Voltando à pergunta: Porque utilizar o Modelo Fechado para um curso? A resposta básica é que o Modelo Fechado permite controle de acesso ao curso. Isto é hoje um ponto muito importante, que envolve inclusive questões de direito autoral. A disponibilização de material na Internet e na WWW segue em geral um formato livre (nenhum controle de acesso). Cada página que é exibida pelo seu navegador pode ser totalmente copiada e modificada a gosto por quem quer que seja (de qualquer lugar do mundo). Desta forma, o curso que você construiu com muito esforço pode amanhã ser utilizado por alguém inescrupuloso que o copia, modifica e apresenta como dele, inclusive cobrando acesso ao mesmo! Existe a Lei de Direito Autoral? Sim, existe. Mas muitos indivíduos (e mesmo países) não a respeitam. Esta constatação tem levado diversas instituições a adiarem seu ingresso em EAD ou mesmo a fazê-lo de forma muito tímida (só liberando via WWW os programas e algum material de suporte tipo apostilas e listas de exercícios). Outra situação a considerar é a de um curso interno de uma instituição, no qual são tratados assuntos privativos da mesma e que não podem ser disponibilizados ao grande público. Ainda outro cenário é o de oferecimento de cursos pagos, onde o acesso (mesmo que só ao material e sem acompanhamento de monitores) só possa ser feito por quem devidamente pagou. Nestas situações, uma solução é o uso de um software Gerenciador de Curso. Tendo claro o "porque" utilizar um gerenciador, passa-se para a questão do "como". Este é o assunto da próxima seção.

7 5.2 - O Gerenciador de Curso TopClass A questão de como utilizar um Gerenciador de Curso em um esquema de cursos à distância não é uma questão menor e não diz respeito apenas ao "pessoal técnico". A escolha de que gerenciador utilizar deve ser feita pela equipe de EAD com base nas características desejadas e na disponibilidade de recursos físicos e humanos para instalar e manter a infraestrutura operacional. Existem hoje muitos pacotes gerenciadores de curso, com características diversas. Como estudo de caso, utilizaremos aquele que nos é mais próximo no momento: o TopClass.

8 Características O TopClass é um um software gerenciador de cursos comercializado pela WBT Systems (http://www.wbtsystems.com), que funciona através da World Wide Web (WWW). Suas principais características são: Acesso através de qualquer navegador de WWW, a partir de qualquer ponto da Internet. Armazenamento de material de curso (páginas e testes) em uma base de dados que permite utilização (e re-utilização) do mesmo por várias classes, simultâneas ou não. Organização dos alunos em classes (com possibilidade de um mesmo aluno participar de diversas classes), sendo que a cada classe é atribuído um material de curso e um ou mais instrutores. Total independência entre classes. Possibilidade de inscrição em classes pelos próprios alunos. Controle do período de disponibilidade (data inicial / data final) tanto do material do curso (todo ou partes) quanto da própria classe. Controle de acesso ao ambiente fechado através de senhas. Elaboração, aplicação e correção de testes (com diversos tipos de questões), com registro de pontuação por aluno. Relatórios de andamento do curso, com acompanhamento individual do desempenho de cada aluno. Possibilidade de particularizar o material para alunos individualmente. Quadro de avisos, listas de discussão e serviço de embutidos no ambiente. Utilização do formato HTML para criação do material de curso, aceitando todas as extensões disponíveis na Web. Possibilidade de uso de sistema externo de para a comunicação. Possibilidade de particularização de todos os elementos da interface gráfica com os usuários (idioma, ícones, layout, mensagens). Possibilidade de administração total do sistema através da WWW.

9 Funcionamento Sem entrar em exagerados detalhes técnicos, o TopClass é um servidor, ou seja, um programa que oferece determinado tipo de serviços para outros programas (os clientes) que rodam em computadores espalhados por diversos pontos de uma rede de comunicação. Neste caso o serviço oferecido é o de gerenciamento de cursos via rede. Dada a exigência de funcionar só com interface WWW, o TopClass precisa ser instalado em um computador ligado a uma rede TCP/IP (Internet ou intranet) e que tenha nele já funcionando um servidor de WWW. A Internet (com "I" maiúsculo) é uma inter-rede interligação de muitas redes a nível mundial, que funciona baseada em uma família de protocolos conhecida como TCP/IP. O IP existe em todos os pontos da inter-rede e tem a função de transportar pacotes de informação de um ponto para outro. O TCP atua apenas nas pontas finais (computadores dos usuários) e garante a confiabilidade da comunicação, uma vez que o IP não dá garantia nem da entrega e nem da ordem de entrega dos pacotes. Utilizando este serviço bruto de comunicação da Internet, vários serviços podem ser criados: transferência de arquivos, correio eletrônico, acesso remoto a computadores. Um dos serviços mais populares hoje é o de World Wide Web WWW que oferece uma interface gráfica baseada na linguagem HTML. Há portanto uma grande diferença entre a Internet (a rede) e a WWW (o serviço). Cada um destes serviços só existe se houverem máquinas ligadas à rede que hospedem os respectivos programas servidores. Assim, por exemplo, uma instituição só pode oferecer os serviços de páginas WWW e de ftp se possuir um computador ligado à Internet e que execute os programas servidores de WWW e de ftp. Dada a popularidade da Internet e da WWW, várias instituições passaram a utilizar estes mesmos protocolos e servidores em suas redes internas, caracterizando o que se chama de intranet. O esquema funciona da seguinte forma:

10 1. o usuário, utilizando um navegador WWW (cliente), envia através da rede ao servidor WWW um pedido de acesso a determinada página; 2. o servidor WWW recebe o pedido e o repassa ao servidor TopClass; 3. baseado no pedido feito, no material armazenado em sua base de dados e nas permissões de acesso determinadas para este usuário, o servidor TopClass envia a página de resposta; 4. o servidor WWW repassa, via a rede, a página de resposta ao navegador do usuário. Em resumo, para utilizar o TopClass você necessita de: acesso a uma rede TCP/IP (intranet ou Internet); um computador com sistema operacional Unix ou Windows ligado à rede; servidor WWW instalado no computador acima e operando adequadamente (isto exige que ele esteja registrado na rede de sua instituição); software TopClass na versão adequada ao seu sistema operacional; um responsável técnico que assuma a função de instalação e administração do sistema acima. O sistema utilizado neste curso consiste de um computador Pentium II 300 MHz com 64 Mbytes de RAM e 6,4 Gbytes de disco, executando o sistema operacional Linux (Conectiva RedHat Marumbi) e o servidor de WWW Apache, ligado à rede TCP/IP da UFMG. O servidor está registrado com o nome ead1.eee.ufmg.br e o endereço IP A versão do servidor TopClass é a para sistema operacional Linux. O administrador do sistema é o Prof. Luciano de Errico

11 Administração Com a infraestrutura instalada e operacional, é necessário acompanhar o funcionamento do sistema. Este acompanhamento é o que se conhece como administração. Administrar um servidor de curso como o TopClass envolve uma série de atividades, entre as quais: cadastramento/descadastramento de usuários no TopClass; alterações nos direitos de acesso de cada usuário; criação de classes; alterações na configuração geral do TopClass; realização de cópias de segurança ("backup") do banco de dados do TopClass; acompanhamento do arquivo de atividades ("log file") do TopClass; atualização ("upgrade") do TopClass, quando necessário. O TopClass divide seus usuários em três classes distintas: administrador, instrutor e aluno. O administrador tem acesso a todos os recursos do servidor sem restrições. Além das tarefas acima, ele também é o manual vivo do sistema, pois os outros usuários sempre o procurarão para resolver problemas diversos. Observe que o administrador do TopClass não é necessariamente a mesma pessoa que administra o computador onde o mesmo está instalado (tarefa esta que pode ser bem mais complexa se esta máquina hospedar vários outros serviços na rede). O segundo na hieraquia é o usuário instrutor. Este é o responsável por uma (ou mais de uma) classe, devendo: criar e disponibilizar material para a classe; inscrever (ou remover) alunos na classe; elaborar testes e efetuar/verificar sua correção; conduzir o processo de aprendizagem na classe através dos recursos de comunicação (mail e listas); interagir individualmente com alunos para solução de problemas específicos de aprendizagem. Conforme a política da instituição, podem ser atribuídos maiores ou menores poderes aos instrutores. Por exemplo, a determinados instrutores pode ser permitido criar classes. Ou, certos instrutores apenas acompanham um sub-grupo de alunos em uma classe, sob a coordenação de um instrutor principal.

12 A terceira categoria é a dos alunos, cujo objetivo é acompanhar uma classe. O TopClass segue um modelo tradicional de ensino, tipo objetivista (condutivista): o instrutor disponibiliza material o aluno o lê e faz os exercícios o instrutor fornece mais material baseado nos resultados dos exercícios e assim por diante. Porém, a criatividade pode ser usada para flexibilizar este modelo, introduzindo trabalhos práticos e discussões (tal como estamos tentando fazer neste nosso curso).

13 Restrições Para permitir o nível de controle proposto, o TopClass impõe certas restrições ao modo como o material deve ser organizado. Basicamente, o estilo livre, natural do HTML não pode ser seguido. O material tem de ser estruturado como uma seqüência de páginas, tal como um livro tradicional. Saltos de um ponto qualquer para outro ponto qualquer, embora possíveis, são complicados de se implementar. Isto é uma característica da maioria dos Gerenciadores de Cursos e constitui uma primeira decepção que o professor se defronta ao mudar do Modelo Aberto para o Modelo Fechado. Nem tudo é lágrimas, porém, e há aspectos positivos. Ao forçar esta estrutura, é possível apresentá-la como um esqueleto de navegação no frame que fica na parte esquerda da tela do aluno. É também possível liberar material em "unidades", conforme uma programação de tempo ou mesmo segundo o nível de aproveitamento do aluno na avaliação da unidade anterior. É possivel ainda ( e isto é essencial no caso do TopClass) criar um banco de dados interno que armazena todas as páginas de todos os cursos, permitindo a re-utilização de páginas de um curso em outro. Mesmo que estas características não proíbam o formato livre, este tornaria a implementação do Gerenciador muito mais complexa.

14 Elaboração de material Para que a tarefa de carregar suas páginas HTML no TopClass, certas regras devem ser seguidas durante a sua elaboração. Em primeiro lugar, como já dito anteriormente, deve-se evitar links para outras páginas. Uma vez dentro do ambiente do TopClass, a mudança para a página seguinte será feita utilizando-se o índice disponível no painel esquerdo da tela ou os ícones do painel inferior. Uma vez carregadas no TopClass, suas páginas serão incorporadas ao Banco de Dados interno. Neste processo, apenas o corpo de cada página (isto é, aquilo que fica entre os tags <body> e </body>) é armazenado. A parte inicial (tags <head> e <title>, por exemplo) é removida, pois será gerada dinamicamente pelo TopClass quando o usuário chamar a página. Qualquer tag HTML pode ser usado no corpo da página: tabelas, imagens, applets Java, RealAudio, Shockwave, etc. Os objetos referenciados por estes tags, entretanto, não são armazenados com as páginas e devem ser carregados separadamente em um subdiretório do TopClass. Para que se organize este material adequadamente, deve ser organizado um esquema de sub-diretórios para cada curso. Para o desenvolvimento de páginas neste curso, utilizaremos a seguinte estrutura de sub-diretórios abaixo do diretório corrente (aquele no qual está localizada a sua página): /cursos/nome_de_seu_curso/imagens para colocar os gifs e jpgs /cursos/nome_de_seu_curso/backgrounds para colocar as imagens de fundo /cursos/nome_de_seu_curso/java para colocar os códigos java /cursos/nome_de_seu_curso/mov para colocar os vídeos e assim por diante. Substitua nome_de_seu_curso por um nome curto que identifique o curso desenvolvido por você. Ao desenvolver as páginas em seu computador, sempre mantenha-as no mesmo diretório (que terá o nome que você quiser) e crie abaixo dele o sub-diretório /cursos/nome_de_seu_curso, com os sub-diretórios imagens, java, mov, etc, conforme a necessidade. Dentro de sua página, sempre referencie cada objeto seguindo o caminho acima. Por exemplo, para inserir a imagem image.gif em sua página use:

15 <img src="cursos/nome_de_seu_curso/imagens/image.gif"> Seguindo estas diretivas, será fácil criar um material e inserí-lo no gerenciador de cursos.

COORDENAÇÃO DE ENSINO A DISTÂNCIA - EaD

COORDENAÇÃO DE ENSINO A DISTÂNCIA - EaD COORDENAÇÃO DE ENSINO A DISTÂNCIA - EaD TUTORIAL MOODLE VERSÃO ALUNO Machado/MG 2013 SUMÁRIO 1. INTRODUÇÃO... 4 2. EDITANDO O PERFIL... 5 2.1 Como editar o perfil?... 5 2.2 Como mudar a senha?... 5 2.3

Leia mais

Satélite. Manual de instalação e configuração. CENPECT Informática www.cenpect.com.br cenpect@cenpect.com.br

Satélite. Manual de instalação e configuração. CENPECT Informática www.cenpect.com.br cenpect@cenpect.com.br Satélite Manual de instalação e configuração CENPECT Informática www.cenpect.com.br cenpect@cenpect.com.br Índice Índice 1.Informações gerais 1.1.Sobre este manual 1.2.Visão geral do sistema 1.3.História

Leia mais

Manual do Usuário 2013

Manual do Usuário 2013 Manual do Usuário 2013 MANUAL DO USUÁRIO 2013 Introdução Um ambiente virtual de aprendizagem é um programa para computador que permite que a sala de aula migre para a Internet. Simula muitos dos recursos

Leia mais

Desenvolvendo Websites com PHP

Desenvolvendo Websites com PHP Desenvolvendo Websites com PHP Aprenda a criar Websites dinâmicos e interativos com PHP e bancos de dados Juliano Niederauer 19 Capítulo 1 O que é o PHP? O PHP é uma das linguagens mais utilizadas na Web.

Leia mais

Internet - A rede Mundial

Internet - A rede Mundial Internet - A rede Mundial Fernando Albuquerque 061-2733589 fernando@cic.unb.br O que é? Qual a sua história? Como funciona? Como está organizada? Quais os serviços? Como acessar? Quais os cuidados? Qual

Leia mais

INFORMÁTICA FUNDAMENTOS DE INTERNET. Prof. Marcondes Ribeiro Lima

INFORMÁTICA FUNDAMENTOS DE INTERNET. Prof. Marcondes Ribeiro Lima INFORMÁTICA FUNDAMENTOS DE INTERNET Prof. Marcondes Ribeiro Lima Fundamentos de Internet O que é internet? Nome dado a rede mundial de computadores, na verdade a reunião de milhares de redes conectadas

Leia mais

MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO MOODLE 2.6

MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO MOODLE 2.6 NÚCLEO DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO NTIC MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO MOODLE 2.6 PERFIL ALUNO Versão 1.0 2014 NÚCLEO DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO NTIC MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO MOODLE

Leia mais

Curso técnico: Informática Disciplina: Aplicativos computacionais

Curso técnico: Informática Disciplina: Aplicativos computacionais 01. A tecla de atalho responsável por exibir os slides no modo de "apresentação" (tela inteira), é: a) F2 b) F3 c) F4 d) F5 e) F11 02. O recurso que permite definir efeitos de entrada para cada slide,

Leia mais

Desenvolvendo Websites com PHP

Desenvolvendo Websites com PHP Desenvolvendo Websites com PHP 2ª Edição Juliano Niederauer Novatec Copyright 2009, 2011 da Novatec Editora Ltda. Todos os direitos reservados e protegidos pela Lei 9.610 de 19/02/1998. É proibida a reprodução

Leia mais

Omega Tecnologia Manual Omega Hosting

Omega Tecnologia Manual Omega Hosting Omega Tecnologia Manual Omega Hosting 1 2 Índice Sobre o Omega Hosting... 3 1 Primeiro Acesso... 4 2 Tela Inicial...5 2.1 Área de menu... 5 2.2 Área de navegação... 7 3 Itens do painel de Controle... 8

Leia mais

Portal Contador Parceiro

Portal Contador Parceiro Portal Contador Parceiro Manual do Usuário Produzido por: Informática Educativa 1. Portal Contador Parceiro... 03 2. Acesso ao Portal... 04 3. Profissionais...11 4. Restrito...16 4.1 Perfil... 18 4.2 Artigos...

Leia mais

Guia Prático. Sistema EAD PRO-CREA

Guia Prático. Sistema EAD PRO-CREA Guia Prático Sistema EAD PRO-CREA Educação a Distância (EAD) Conheça a seguir algumas dicas de Netiqueta para uma convivência sociável e boas maneiras na web. Sugerimos fazer um teste para saber como você

Leia mais

Desenvolvimento em Ambiente Web. Prof. André Y. Kusumoto andrekusumoto.unip@gmail.com

Desenvolvimento em Ambiente Web. Prof. André Y. Kusumoto andrekusumoto.unip@gmail.com Desenvolvimento em Ambiente Web Prof. André Y. Kusumoto andrekusumoto.unip@gmail.com Internet A Internet é um conjunto de redes de computadores de domínio público interligadas pelo mundo inteiro, que tem

Leia mais

Ambiente de Aprendizagem Moodle FPD Manual do Aluno

Ambiente de Aprendizagem Moodle FPD Manual do Aluno Ambiente de Aprendizagem Moodle FPD Manual do Aluno Maio 2008 Conteúdo 1 Primeiros passos...4 1.1 Tornando-se um usuário...4 1.2 Acessando o ambiente Moodle...4 1.3 O ambiente Moodle...4 1.4 Cadastrando-se

Leia mais

Microsoft Internet Explorer. Browser/navegador/paginador

Microsoft Internet Explorer. Browser/navegador/paginador Microsoft Internet Explorer Browser/navegador/paginador Browser (Navegador) É um programa que habilita seus usuários a interagir com documentos HTML hospedados em um servidor web. São programas para navegar.

Leia mais

1 REQUISITOS BÁSICOS PARA INSTALAR O SMS PC REMOTO

1 REQUISITOS BÁSICOS PARA INSTALAR O SMS PC REMOTO 1 ÍNDICE 1 REQUISITOS BÁSICOS PARA INSTALAR O SMS PC REMOTO... 3 1.1 REQUISITOS BASICOS DE SOFTWARE... 3 1.2 REQUISITOS BASICOS DE HARDWARE... 3 2 EXECUTANDO O INSTALADOR... 3 2.1 PASSO 01... 3 2.2 PASSO

Leia mais

Na tela dele, clique no sinal de + ao lado do nome do seu computador, para expandi-lo. A seguir, expanda também o item "Sites da web".

Na tela dele, clique no sinal de + ao lado do nome do seu computador, para expandi-lo. A seguir, expanda também o item Sites da web. Servidor WEB Desenvolvedores de sites que querem aprender ou testar ASP, ou mesmo profissionais que precisam desenvolver páginas ASP ou ASP.Net, não precisam necessariamente ter um servidor na web com

Leia mais

BACKUP ONLINE PASSOS PARA CONFIGURAÇÃO INICIAL DO PRODUTO

BACKUP ONLINE PASSOS PARA CONFIGURAÇÃO INICIAL DO PRODUTO BACKUP ONLINE PASSOS PARA CONFIGURAÇÃO INICIAL DO PRODUTO Criação de Conta de Usuário...03 Edição da Conta de Usuário...10 Download do Backup Online Embratel...10 Descrição dos Conjuntos de Cópia de Segurança...19

Leia mais

CONCEITOS INICIAIS. Agenda A diferença entre páginas Web, Home Page e apresentação Web;

CONCEITOS INICIAIS. Agenda A diferença entre páginas Web, Home Page e apresentação Web; CONCEITOS INICIAIS Agenda A diferença entre páginas Web, Home Page e apresentação Web; O que é necessário para se criar páginas para a Web; Navegadores; O que é site, Host, Provedor e Servidor Web; Protocolos.

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DA FRONTEIRA SUL AMBIENTE VIRTUAL INSTITUCIONAL MOODLE/UFFS

UNIVERSIDADE FEDERAL DA FRONTEIRA SUL AMBIENTE VIRTUAL INSTITUCIONAL MOODLE/UFFS UNIVERSIDADE FEDERAL DA FRONTEIRA SUL AMBIENTE VIRTUAL INSTITUCIONAL MOODLE/UFFS Guia Inicial de Acesso e Utilização Para Docentes Versão 1.0b Outubro/2010 Acesso e utilização do Ambiente Virtual de Ensino

Leia mais

Criação de Web Sites I

Criação de Web Sites I WebDesigner / IBPINET Criação de Web Sites I Anexos Avaliação e Projetos Publicação do site Anexos página 1 1. Avaliação e Projetos 1.1. Questões As questões tratam de assuntos discutidos em sala de aula

Leia mais

LICENCIAMENTO V14 USANDO REPRISE LICENSE MANAGER

LICENCIAMENTO V14 USANDO REPRISE LICENSE MANAGER LICENCIAMENTO V14 USANDO REPRISE LICENSE MANAGER V14 de BricsCAD vem com um novo sistema de licenciamento, com base na tecnologia de licenciamento de Reprise Software. Este novo sistema oferece um ambiente

Leia mais

Web Design Aula 11: Site na Web

Web Design Aula 11: Site na Web Web Design Aula 11: Site na Web Professora: Priscilla Suene priscilla.silverio@ifrn.edu.br Motivação Criar o site em HTML é interessante Do que adianta se até agora só eu posso vê-lo? Hora de publicar

Leia mais

PROJETO E IMPLANTAÇÃO DE INTRANETS

PROJETO E IMPLANTAÇÃO DE INTRANETS PROJETO E IMPLANTAÇÃO DE INTRANETS Aulas : Terças e Quintas Horário: AB Noite [18:30 20:20hs] PROJETO E IMPLANTAÇÃO DE INTRANETS 1 Conteúdo O que Rede? Conceito; Como Surgiu? Objetivo; Evolução Tipos de

Leia mais

Manual Easy Chat Data de atualização: 20/12/2010 16:09 Versão atualizada do manual disponível na área de download do software.

Manual Easy Chat Data de atualização: 20/12/2010 16:09 Versão atualizada do manual disponível na área de download do software. 1 - Sumário 1 - Sumário... 2 2 O Easy Chat... 3 3 Conceitos... 3 3.1 Perfil... 3 3.2 Categoria... 4 3.3 Ícone Específico... 4 3.4 Janela Específica... 4 3.5 Ícone Geral... 4 3.6 Janela Geral... 4 4 Instalação...

Leia mais

ALTERNATIVA PARA CONEXÃO VIA INTERNET DE IP MASCARADO A IP REAL

ALTERNATIVA PARA CONEXÃO VIA INTERNET DE IP MASCARADO A IP REAL Documento: Tutorial Autor: Iuri Sonego Cardoso Data: 27/05/2005 E-mail: iuri@scripthome.cjb.net Home Page: http://www.scripthome.cjb.net ALTERNATIVA PARA CONEXÃO VIA INTERNET DE IP MASCARADO A IP REAL

Leia mais

TRIBUNAL DE CONTAS DO DISTRITO FEDERAL

TRIBUNAL DE CONTAS DO DISTRITO FEDERAL TRIBUNAL DE CONTAS DO DISTRITO FEDERAL TÉCNICO EM ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA E ANALISTA (EXCETO PARA O CARGO 4 e 8) GABARITO 1. (CESPE/2013/MPU/Conhecimentos Básicos para os cargos 34 e 35) Com a cloud computing,

Leia mais

Manual do Ambiente Moodle para Alunos

Manual do Ambiente Moodle para Alunos UNIVERSIDADE FEDERAL DA FRONTEIRA SUL Manual do Ambiente Moodle para Alunos Versão 1.0b Setembro/2011 Direitos Autorais: Essa apostila está licenciada sob uma Licença Creative Commons 3.0 Atribuição de

Leia mais

DELEGAÇÃO REGIONAL DO ALENTEJO CENTRO DE FORMAÇÃO PROFISSIONAL DE ÉVORA REFLEXÃO 3

DELEGAÇÃO REGIONAL DO ALENTEJO CENTRO DE FORMAÇÃO PROFISSIONAL DE ÉVORA REFLEXÃO 3 REFLEXÃO 3 Módulos 0771, 0773, 0774 e 0775 1/5 18-02-2013 Esta reflexão tem como objectivo partilhar e dar a conhecer o que aprendi nos módulos 0771 - Conexões de rede, 0773 - Rede local - instalação,

Leia mais

INSTALAÇÃO PRINTERTUX Tutorial

INSTALAÇÃO PRINTERTUX Tutorial INSTALAÇÃO PRINTERTUX Tutorial 2 1. O Sistema PrinterTux O Printertux é um sistema para gerenciamento e controle de impressões. O Produto consiste em uma interface web onde o administrador efetua o cadastro

Leia mais

TECNOLOGIA WEB Aula 1 Evolução da Internet Profa. Rosemary Melo

TECNOLOGIA WEB Aula 1 Evolução da Internet Profa. Rosemary Melo TECNOLOGIA WEB Aula 1 Evolução da Internet Profa. Rosemary Melo Tópicos abordados Surgimento da internet Expansão x Popularização da internet A World Wide Web e a Internet Funcionamento e personagens da

Leia mais

Instalando o Internet Information Services no Windows XP

Instalando o Internet Information Services no Windows XP Internet Information Services - IIS Se você migrou recentemente do Windows 95 ou 98 para o novo sitema operacional da Microsoft Windows XP, e utilizava antes o Personal Web Server, deve ter notado que

Leia mais

Personalizando a página de

Personalizando a página de Tutorial: Personalizando a página de Hotspot no WebMikrotik Abril, 2011 Autores: Ariel Amarilio dos Santos Geraldo Teodoro dos Santos Junior Hendrios Amorin Matozo Jonas de Oliveira Neves Osmar Santos

Leia mais

Curso Introdução à Educação Digital - Carga Horária: 40 horas (30 presenciais + 10 EaD)

Curso Introdução à Educação Digital - Carga Horária: 40 horas (30 presenciais + 10 EaD) ******* O que é Internet? Apesar de muitas vezes ser definida como a "grande rede mundial de computadores, na verdade compreende o conjunto de diversas redes de computadores que se comunicam e que permitem

Leia mais

Marco A. M. de Melo e Fernando S. P. Gonçalves MANAGER

Marco A. M. de Melo e Fernando S. P. Gonçalves MANAGER Marco A. M. de Melo e Fernando S. P. Gonçalves MANAGER S.O.S BACKUP - MANAGER. Nenhuma porção deste livro pode ser reproduzida ou transmitida em qualquer forma ou por qualquer meio eletrônico ou mecânico,

Leia mais

SAIBA MAIS SOBRE O LINUX E DESCUBRA QUAL DISTRIBUIÇÃO É MELHOR PARA VOCÊ! CURSO

SAIBA MAIS SOBRE O LINUX E DESCUBRA QUAL DISTRIBUIÇÃO É MELHOR PARA VOCÊ! CURSO 1 AULA SAIBA MAIS SOBRE O LINUX E DESCUBRA QUAL DISTRIBUIÇÃO É MELHOR PARA VOCÊ! ROTEIRO PRÉ-REQUISITOS 1 INTRODUÇÃO 2 DISTRIBUIÇÕES LINUX 3 AJUDA PARA ESCOLHER SUA DISTRIBUIÇÃO LINUX 4 DÚVIDAS FREQUENTES

Leia mais

MANUAL DO USUÁRIO. Software de Ferramenta de Backup

MANUAL DO USUÁRIO. Software de Ferramenta de Backup MANUAL DO USUÁRIO Software de Ferramenta de Backup Software Ferramenta de Backup Parabéns, você acaba de adquirir um produto com a qualidade e segurança Intelbras. Este manual serve como referência para

Leia mais

Manual de Administração

Manual de Administração Manual de Administração Produto: n-server Versão: 4.9 Versão do Doc.: 1.0 Autor: Glauber Luiz Dias Barbara Data: 22/07/2011 Aplica-se à: Clientes e Revendas Alterado por: Release Note: Detalhamento de

Leia mais

Programação para Web Artefato 01. AT5 Conceitos da Internet

Programação para Web Artefato 01. AT5 Conceitos da Internet Programação para Web Artefato 01 AT5 Conceitos da Internet Histórico de revisões Data Versão Descrição Autor 24/10/2014 1.0 Criação da primeira versão HEngholmJr Instrutor Hélio Engholm Jr Livros publicados

Leia mais

http://aurelio.net/vim/vim-basico.txt Entrar neste site/arquivo e estudar esse aplicativo Prof. Ricardo César de Carvalho

http://aurelio.net/vim/vim-basico.txt Entrar neste site/arquivo e estudar esse aplicativo Prof. Ricardo César de Carvalho vi http://aurelio.net/vim/vim-basico.txt Entrar neste site/arquivo e estudar esse aplicativo Administração de Redes de Computadores Resumo de Serviços em Rede Linux Controlador de Domínio Servidor DNS

Leia mais

Servidor IIS. Sorayachristiane.blogspot.com

Servidor IIS. Sorayachristiane.blogspot.com Servidor IIS Servidor IIS IIS Serviço de informação de Internet; É um servidor que permite hospedar um ou vários sites web no mesmo computador e cria uma distribuição de arquivos utilizando o protocolo

Leia mais

EDITORA FERREIRA MP/RJ_EXERCÍCIOS 01

EDITORA FERREIRA MP/RJ_EXERCÍCIOS 01 EDITORA FERREIRA MP/RJ NCE EXERCÍCIOS 01 GABARITO COMENTADO 01 Ao se arrastar um arquivo da pasta C:\DADOS para a pasta D:\TEXTOS utilizando se o botão esquerdo do mouse no Windows Explorer: (A) o arquivo

Leia mais

Ferramentas de Acesso Remoto

Ferramentas de Acesso Remoto Ferramentas de Acesso Remoto Minicurso sobre Ferramentas de Acesso remoto Instrutor Marcelino Gonçalves de Macedo Tópicos Abordados O que é acesso remoto? Por que utilizar acesso remoto? Características

Leia mais

Manual do Usúario Backup Online. Manual do Usuário. Backup Online. Versão 1.0.1

Manual do Usúario Backup Online. Manual do Usuário. Backup Online. Versão 1.0.1 Manual do Usuário Backup Online Versão 1.0.1 Copyright GVT 2014 1 BACKUP ONLINE... 3 2 Instalação do BACKUP ONLINE... 4 3 Configurações de preferências... 7 3.1 Geral... 8 3.2 Fotos... 11 3.2.1 UpLoad:...

Leia mais

VESOFTWARE - DESENVOLIMENTO DE SISTEMAS E WEBSITES Fone: (11) 4036-6980 VIVO(11)9607-5649 TIM(11)7013-8480 www.vesoftware.com.

VESOFTWARE - DESENVOLIMENTO DE SISTEMAS E WEBSITES Fone: (11) 4036-6980 VIVO(11)9607-5649 TIM(11)7013-8480 www.vesoftware.com. Fone: (11) 4036-6980 VIVO(11)9607-5649 TIM(11)7013-8480 www.vesoftware.com.br 1-15 INTRODUÇÃO O Programa pode ser instalado em qualquer equipamento que utilize o sistema operacional Windows 95 ou superior,

Leia mais

Anexo III Funcionamento detalhado do Sistema Montador de Autoria

Anexo III Funcionamento detalhado do Sistema Montador de Autoria 1 Sumário Anexo III Funcionamento detalhado do Sistema Montador de Autoria Anexo III Funcionamento detalhado do Sistema Montador de Autoria... 1 1 Sumário... 1 2 Lista de Figuras... 5 3 A Janela principal...

Leia mais

INTERNET OUTLOOK. 1. Considerando os conceitos e os modos de navegação na Internet, assinale a opção correta.

INTERNET OUTLOOK. 1. Considerando os conceitos e os modos de navegação na Internet, assinale a opção correta. Prof. Júlio César S. Ramos P á g i n a 1 INTERNET OUTLOOK 1. Considerando os conceitos e os modos de navegação na Internet, assinale a opção correta. A O Outlook Express permite criar grupo de pessoas

Leia mais

Centro Digital Aula 1

Centro Digital Aula 1 Centro Digital Aula 1 A oficina de Criação de website visa capacitar o aluno a criar e hospedar uma página simples na internet, com moldes predeterminados para divulgação de seu negócio. A internet surgiu

Leia mais

Manual do Usuário Nextel Cloud. Manual do Usuário. Versão 1.3.0. Copyright Nextel 2014. http://nextelcloud.nextel.com.br

Manual do Usuário Nextel Cloud. Manual do Usuário. Versão 1.3.0. Copyright Nextel 2014. http://nextelcloud.nextel.com.br Manual do Usuário Versão 1.3.0 Copyright Nextel 2014 http://nextelcloud.nextel.com.br 1 Nextel Cloud... 3 2 Instalação do Nextel Cloud... 4 3 Configurações de preferências... 7 3.1 Geral... 8 3.2 Fotos...

Leia mais

Capítulo 8 - Aplicações em Redes

Capítulo 8 - Aplicações em Redes Capítulo 8 - Aplicações em Redes Prof. Othon Marcelo Nunes Batista Mestre em Informática 1 de 31 Roteiro Sistemas Operacionais em Rede Modelo Cliente-Servidor Modelo P2P (Peer-To-Peer) Aplicações e Protocolos

Leia mais

2 ALGUMAS PLATAFORMAS DE ENSINO A DISTÂNCIA

2 ALGUMAS PLATAFORMAS DE ENSINO A DISTÂNCIA 2 ALGUMAS PLATAFORMAS DE ENSINO A DISTÂNCIA Neste capítulo faremos uma breve descrição de algumas plataformas para ensino a distância e as vantagens e desvantagens de cada uma. No final do capítulo apresentamos

Leia mais

Parte 2: Micro com Windows XP Pro e Servidor IIS

Parte 2: Micro com Windows XP Pro e Servidor IIS Parte 2: Micro com Windows XP Pro e Servidor IIS No nosso tutorial inicial: Tutorial: Monte um servidor Internet no seu micro de casa, vimos como colocar um nome internet no seu micro, utilizando o serviço

Leia mais

Guia de administração para a integração do Portrait Dialogue 6.0. Versão 7.0A

Guia de administração para a integração do Portrait Dialogue 6.0. Versão 7.0A Guia de administração para a integração do Portrait Dialogue 6.0 Versão 7.0A 2013 Pitney Bowes Software Inc. Todos os direitos reservados. Esse documento pode conter informações confidenciais ou protegidas

Leia mais

Tecnologia da Informação. Prof Odilon Zappe Jr

Tecnologia da Informação. Prof Odilon Zappe Jr Tecnologia da Informação Prof Odilon Zappe Jr Internet Internet Internet é o conglomerado de redes, em escala mundial de milhões de computadores interligados, que permite o acesso a informações e todo

Leia mais

Manual do Usuário Cyber Square

Manual do Usuário Cyber Square Manual do Usuário Cyber Square Criado dia 27 de março de 2015 as 12:14 Página 1 de 48 Bem-vindo ao Cyber Square Parabéns! Você está utilizando o Cyber Square, o mais avançado sistema para gerenciamento

Leia mais

Índice. Manual Backup Online. 03 Capítulo 1: Visão Geral

Índice. Manual Backup Online. 03 Capítulo 1: Visão Geral Índice 03 Capítulo 1: Visão Geral 04 Capítulo 2: Conta de Usuário 04 Criação 08 Edição 09 Grupo de Usuários 10 Informações da Conta 12 Capítulo 3: Download do Backup Online Embratel 16 Capítulo 4: Cópia

Leia mais

02 - Usando o SiteMaster - Informações importantes

02 - Usando o SiteMaster - Informações importantes 01 - Apresentação do SiteMaster - News Edition O SiteMaster foi desenvolvido para ser um sistema simples de gerenciamento de notícias, instalado em seu próprio computador e com configuração simplificada,

Leia mais

Engenharia de Software III

Engenharia de Software III Engenharia de Software III Casos de uso http://dl.dropbox.com/u/3025380/es3/aula6.pdf (flavio.ceci@unisul.br) 09/09/2010 O que são casos de uso? Um caso de uso procura documentar as ações necessárias,

Leia mais

Índice. Para encerrar um atendimento (suporte)... 17. Conversa... 17. Adicionar Pessoa (na mesma conversa)... 20

Índice. Para encerrar um atendimento (suporte)... 17. Conversa... 17. Adicionar Pessoa (na mesma conversa)... 20 Guia de utilização Índice Introdução... 3 O que é o sistema BlueTalk... 3 Quem vai utilizar?... 3 A utilização do BlueTalk pelo estagiário do Programa Acessa Escola... 5 A arquitetura do sistema BlueTalk...

Leia mais

Protocolos de Internet (família TCP/IP e WWW) Primeiro Técnico. Prof. Cesar

Protocolos de Internet (família TCP/IP e WWW) Primeiro Técnico. Prof. Cesar Primeiro Técnico Protocolos de Internet (família TCP/IP e WWW) Prof. Cesar 1 TCP - Transmission Control Protocol Esse protocolo tem como principal objetivo realizar a comunicação entre aplicações de dois

Leia mais

UM NOVO CONCEITO EM HOSPEDAGEM DE DOMÍNIO

UM NOVO CONCEITO EM HOSPEDAGEM DE DOMÍNIO www.origy.com.br UM NOVO CONCEITO EM HOSPEDAGEM DE DOMÍNIO CARACTERÍSTICAS: E-MAIL IMAP * Acesso simultâneo e centralizado, via aplicativo, webmail e celular/smartphone * Alta capacidade de armazenamento

Leia mais

MANUAL DO ALUNO EAD 1

MANUAL DO ALUNO EAD 1 MANUAL DO ALUNO EAD 1 2 1. CADASTRAMENTO NO AMBIENTE VIRTUAL DE APRENDIZAGEM Após navegar até o PORTAL DA SOLDASOFT (www.soldasoft.com.br), vá até o AMBIENTE DE APRENDIZAGEM (www.soldasoft.com.br/cursos).

Leia mais

Desenvolvimento de Aplicações Web

Desenvolvimento de Aplicações Web Desenvolvimento de Aplicações Web André Tavares da Silva andre.silva@udesc.br Método de Avaliação Serão realizadas duas provas teóricas e dois trabalhos práticos. MF = 0,1*E + 0,2*P 1 + 0,2*T 1 + 0,2*P

Leia mais

SISTEMAS OPERACIONAIS LIVRES GERENCIAMENTO DE SERVIÇOS NO WINDOWS. Professor Carlos Muniz

SISTEMAS OPERACIONAIS LIVRES GERENCIAMENTO DE SERVIÇOS NO WINDOWS. Professor Carlos Muniz SISTEMAS OPERACIONAIS LIVRES GERENCIAMENTO DE SERVIÇOS NO WINDOWS Se todos os computadores da sua rede doméstica estiverem executando o Windows 7, crie um grupo doméstico Definitivamente, a forma mais

Leia mais

Digitalização. Copiadora e Impressora WorkCentre C2424

Digitalização. Copiadora e Impressora WorkCentre C2424 Digitalização Este capítulo inclui: Digitalização básica na página 4-2 Instalando o driver de digitalização na página 4-4 Ajustando as opções de digitalização na página 4-5 Recuperando imagens na página

Leia mais

Estamos muito felizes por compartilhar com você este novo serviço educacional do Centro Universitário de Patos de Minas.

Estamos muito felizes por compartilhar com você este novo serviço educacional do Centro Universitário de Patos de Minas. PALAVRA DO COORDENADOR Estimado, aluno(a): Seja muito bem-vindo aos Cursos Livres do UNIPAM. Estamos muito felizes por compartilhar com você este novo serviço educacional do Centro Universitário de Patos

Leia mais

CAPÍTULO 2. Este capítulo tratará :

CAPÍTULO 2. Este capítulo tratará : 1ª PARTE CAPÍTULO 2 Este capítulo tratará : 1. O que é necessário para se criar páginas para a Web. 2. A diferença entre páginas Web, Home Page e apresentação Web 3. Navegadores 4. O que é site, Host,

Leia mais

Sistemas Distribuídos. Professora: Ana Paula Couto DCC 064

Sistemas Distribuídos. Professora: Ana Paula Couto DCC 064 Sistemas Distribuídos Professora: Ana Paula Couto DCC 064 Sistemas Distribuídos Basedos na Web Capítulo 12 Agenda Arquitetura Processos Comunicação Nomeação Sincronização Consistência e Replicação Introdução

Leia mais

Sistemas de Produtividade

Sistemas de Produtividade Sistemas de Produtividade Os Sistemas de Produtividade que apresentaremos em seguida são soluções completas e podem funcionar interligadas ou não no. Elas recebem dados dos aplicativos de produtividade,

Leia mais

Sistema Eletrônico de Editoração de RevistasSEER

Sistema Eletrônico de Editoração de RevistasSEER Sistema Eletrônico de Editoração de RevistasSEER O SEER foi traduzido e customizado pelo Instituto Brasileiro de Informação em Ciência e Tecnologia (IBICT) baseado no software desenvolvido pelo Public

Leia mais

Manual Captura S_Line

Manual Captura S_Line Sumário 1. Introdução... 2 2. Configuração Inicial... 2 2.1. Requisitos... 2 2.2. Downloads... 2 2.3. Instalação/Abrir... 3 3. Sistema... 4 3.1. Abrir Usuário... 4 3.2. Nova Senha... 4 3.3. Propriedades

Leia mais

SISTEMAS DISTRIBUÍDOS

SISTEMAS DISTRIBUÍDOS SISTEMAS DISTRIBUÍDOS Cluster, Grid e computação em nuvem Slide 8 Nielsen C. Damasceno Introdução Inicialmente, os ambientes distribuídos eram formados através de um cluster. Com o avanço das tecnologias

Leia mais

Módulo e-rede VirtueMart v1.0. Manual de. Instalação do Módulo. estamos todos ligados

Módulo e-rede VirtueMart v1.0. Manual de. Instalação do Módulo. estamos todos ligados Módulo e-rede VirtueMart v1.0 Manual de Instalação do Módulo estamos todos ligados ÍNDICE 01 02 03 04 Introdução 3 Versão 3 Requerimentos 3 Manual de instalação 4 05 06 4.1 Permissões 4 4.2 Instalação

Leia mais

AFRE. a. ( ) Instalando um programa gerenciador de carregamento, como o LILO ou o GRUB. a. ( ) Data Werehouse ; Internet ; Linux

AFRE. a. ( ) Instalando um programa gerenciador de carregamento, como o LILO ou o GRUB. a. ( ) Data Werehouse ; Internet ; Linux 1. De que forma é possível alterar a ordem dos dispositivos nos quais o computador procura, ao ser ligado, pelo sistema operacional para ser carregado? a. ( ) Instalando um programa gerenciador de carregamento,

Leia mais

MANUAL DO ADMINISTRADOR

MANUAL DO ADMINISTRADOR WinShare Proxy admin MANUAL DO ADMINISTRADOR Instalação do WinShare Índice 1. Instalação 2. Licenciamento 3. Atribuindo uma senha de acesso ao sistema. 4. Configurações de rede 5. Configurações do SMTP

Leia mais

GUIA INTEGRA SERVICES E STATUS MONITOR

GUIA INTEGRA SERVICES E STATUS MONITOR GUIA INTEGRA SERVICES E STATUS MONITOR 1 - Integra Services Atenção: o Integra Services está disponível a partir da versão 2.0 do software Urano Integra. O Integra Services é um aplicativo que faz parte

Leia mais

MANUAL DO ALUNO MOODLE

MANUAL DO ALUNO MOODLE MANUAL DO ALUNO MOODLE 1. Primeiros passos 1.1. Tornando-se um usuário No ambiente Moodle alunos e tutores são usuários do sistema. Assim, o primeiro passo, para todos, é tornar-se usuário. Este manual

Leia mais

1 Sumário... 2. 2 O Easy Chat... 3. 3 Conceitos... 3. 3.1 Perfil... 3. 3.2 Categoria... 3. 4 Instalação... 5. 5 O Aplicativo... 7 5.1 HTML...

1 Sumário... 2. 2 O Easy Chat... 3. 3 Conceitos... 3. 3.1 Perfil... 3. 3.2 Categoria... 3. 4 Instalação... 5. 5 O Aplicativo... 7 5.1 HTML... 1 Sumário 1 Sumário... 2 2 O Easy Chat... 3 3 Conceitos... 3 3.1 Perfil... 3 3.2 Categoria... 3 3.3 Ícone Específico... 4 3.4 Janela Específica... 4 3.5 Ícone Geral... 4 3.6 Janela Geral... 4 4 Instalação...

Leia mais

Moodle - CEAD Manual do Estudante

Moodle - CEAD Manual do Estudante Moodle - CEAD Manual do Estudante Índice Introdução 3 Acessando o Ambiente 4 Acessando o Curso 5 Navegando no Ambiente do Curso 5 Box Participantes 5 Box Atividades 5 Box Buscar nos Fóruns 5 Box Administração

Leia mais

WebMail --------------------------------------------------------------------------------------------------------------- Manual do cliente

WebMail --------------------------------------------------------------------------------------------------------------- Manual do cliente WebMail --------------------------------------------------------------------------------------------------------------- Manual do cliente www.plugin.com.br 1 ÍNDICE Prefácio...3 Sobre Este Manual... 3

Leia mais

O sistema operacional recomendado deve ser o Windows 2003, Windows 2000 ou Windows XP (nessa ordem de recomendação).

O sistema operacional recomendado deve ser o Windows 2003, Windows 2000 ou Windows XP (nessa ordem de recomendação). Módulo Nota Fiscal Eletrônica Sispetro Roteiro de Instalação Módulo Autenticador NFE Pré-Requisitos O sistema operacional recomendado deve ser o Windows 2003, Windows 2000 ou Windows XP (nessa ordem de

Leia mais

Manual Vivo Sync. Manual do Usuário. Versão 1.0.0. Copyright Vivo 2013. http://vivosync.com.br

Manual Vivo Sync. Manual do Usuário. Versão 1.0.0. Copyright Vivo 2013. http://vivosync.com.br Manual do Usuário Versão 1.0.0 Copyright Vivo 2013 http://vivosync.com.br 1 1 Índice 1 Índice... 2 2 Vivo Sync... 3 2.1 Instalação do Vivo Sync... 4 3 Configuração e uso das opções Vivo Sync... 5 3.1 Contatos...

Leia mais

Manual do Painel Administrativo

Manual do Painel Administrativo Manual do Painel Administrativo versão 1.0 Autores César A Miggiolaro Marcos J Lazarin Índice Índice... 2 Figuras... 3 Inicio... 5 Funcionalidades... 7 Analytics... 9 Cidades... 9 Conteúdo... 10 Referência...

Leia mais

[SITE FÁCIL CDL MANUAL DO USUÁRIO]

[SITE FÁCIL CDL MANUAL DO USUÁRIO] Câmara de Dirigentes Lojistas [SITE FÁCIL CDL MANUAL DO USUÁRIO] Sumário 1. Controle de versão... 3 2. Objetivo... 4 3. Site fácil... 4 4. Acessando o sistema de gestão de conteúdo (SGC)... 5 5. Páginas

Leia mais

CAPÍTULO 4. AG8 Informática

CAPÍTULO 4. AG8 Informática 2ª PARTE CAPÍTULO 4 Este capítulo têm como objetivo: 1. Tratar das etapas do projeto de um Website 2. Quais os profissionais envolvidos 3. Administração do site 4. Dicas para não cometer erros graves na

Leia mais

Ambiente Virtual de Aprendizagem Moodle

Ambiente Virtual de Aprendizagem Moodle Ambiente Virtual de Aprendizagem Moodle No INSEP, o ambiente virtual de aprendizagem oferecido ao acadêmico é o MOODLE. A utilização dessa ferramenta é fundamental para o sucesso das atividades em EAD,

Leia mais

O sistema que completa sua empresa Roteiro de Instalação (rev. 15.10.09) Página 1

O sistema que completa sua empresa Roteiro de Instalação (rev. 15.10.09) Página 1 Roteiro de Instalação (rev. 15.10.09) Página 1 O objetivo deste roteiro é descrever os passos para a instalação do UNICO. O roteiro poderá ser usado não apenas pelas revendas que apenas estão realizando

Leia mais

Manual. Rev 2 - junho/07

Manual. Rev 2 - junho/07 Manual 1.Desbloquear o software ------------------------------------------------------------------02 2.Botões do programa- --------------------------------------------------------------------- 02 3. Configurações

Leia mais

Manual. V e r s ã o i P a d

Manual. V e r s ã o i P a d Manual V e r s ã o i P a d índice I. Introdução II. Procedimentos básicos III. A agenda IV. Clientes V. Prontuário VI. Configurações VII. Medicamentos VIII. Tags IX. Receitas X. Contato I Introdução O

Leia mais

Aula 03 - Projeto Java Web

Aula 03 - Projeto Java Web Aula 03 - Projeto Java Web Para criação de um projeto java web, vá em File/New. Escolha o projeto: Em seguida, na caixa Categorias selecione Java Web. Feito isso, na caixa à direita selecione Aplicação

Leia mais

IMPORTANTE: O PNM4R2 não entra em estado funcional enquanto o Windows não

IMPORTANTE: O PNM4R2 não entra em estado funcional enquanto o Windows não Manual Instalação Positivo Network Manager Versão 4R2 para Integradores O produto Positivo Network Manager Versão 4R2 (PNM4R2) consiste de uma plataforma do tipo cliente servidor, sendo o cliente, os microcomputadores

Leia mais

Fone: (19) 3234-4864 E-mail: editora@komedi.com.br Site: www.komedi.com.br HTM3.0. Tutorial HTML. versão 4.01

Fone: (19) 3234-4864 E-mail: editora@komedi.com.br Site: www.komedi.com.br HTM3.0. Tutorial HTML. versão 4.01 Fone: (19) 3234-4864 E-mail: editora@komedi.com.br Site: www.komedi.com.br HTM3.0 Tutorial HTML versão 4.01 K O M Σ D I Copyright by Editora Komedi, 2007 Dados para Catalogação Rimoli, Monica Alvarez Chaves,

Leia mais

INTERNET. Professor: Leandro Crescencio E-mail: leandromc@inf.ufsm.br. http://www.inf.ufsm.br/~leandromc. Colégio Politécnico 1

INTERNET. Professor: Leandro Crescencio E-mail: leandromc@inf.ufsm.br. http://www.inf.ufsm.br/~leandromc. Colégio Politécnico 1 INTERNET Professor: Leandro Crescencio E-mail: leandromc@inf.ufsm.br http://www.inf.ufsm.br/~leandromc Colégio Politécnico 1 Internet Origem: Guerra Fria DARPA (Departamento de Defesa de Pesquisas Avançadas)

Leia mais

Prof. Ravel Silva (https://www.facebook.com/professorravelsilva) SIMULADO 02 ESCRIVÃO PF

Prof. Ravel Silva (https://www.facebook.com/professorravelsilva) SIMULADO 02 ESCRIVÃO PF Orientações aos alunos: 1. Este simulado visa auxiliar os alunos que estão se preparando para o cargo de Policial Rodoviário Federal. 2. O Simulado contém 10 questões estilo CESPE (Certo e Errado) sobre

Leia mais

Personata Recorder. Manual de Instalação e Configuração

Personata Recorder. Manual de Instalação e Configuração Personata Recorder Manual de Instalação e Configuração Julho / 2013 1 Índice 1- Pré-requisitos......3 2 Verificação do Hardware......3 3 Instalação......5 4 Configuração Inicial......8 4.1 Localização......8

Leia mais

TECNOLOGIA WEB. Principais Protocolos na Internet Aula 2. Profa. Rosemary Melo

TECNOLOGIA WEB. Principais Protocolos na Internet Aula 2. Profa. Rosemary Melo TECNOLOGIA WEB Principais Protocolos na Internet Aula 2 Profa. Rosemary Melo Tópicos abordados Compreender os conceitos básicos de protocolo. Definir as funcionalidades dos principais protocolos de Internet.

Leia mais